Issuu on Google+

REVISTA

JULHO/AGOSTO 2012 Ano 1 Número 04

IMPRESSO ESPECIAL 1.74.18.3770-4/2005-DR/SPI Associação Comercial e Industrial de Taubaté

CORREIOS

Merchandising

Comunicação no ponto de venda


Digital Conheça todos os produtos disponíveis e compre agora mesmo seu e-CNPJ ou e-CPF. Esteja preparado para todas as

Aqui, associado tem desconto

acesse

www.taubate.com.br/acit DESCONTO!

Garanta já esta facilidade. Informações: (12) 2125.8201 Praça Monsenhor Silva Barros, 57 – Centro – Taubaté/SP acit@taubate.com.br


EDITORIAL

Bem-Vindo

EXPEDIENTE

Uma das preocupações de todo comerciante engajado no objetivo de sempre melhorar, de modo a atrair e consolidar mais clientes, é com a organização da loja. Essa preocupação é muito justa. Denominado de Merchandising pelos profissionais de comunicação e Marketing, as técnicas que envolvem o planejamento, organização e manutenção dos pontos de venda têm se desenvolvido de tal maneira que se tornaram uma ciência, com profissionais especializados em estudá-las e aplicá-las. Para esta edição, a equipe INCOM preparou uma matéria com o especialista Eduardo Nascimento dando dicas

que vão desde as características da fachada, até a arrumação dos produtos nos expositores. Já para as dicas de vitrines, artifício de vital importância na hora de seduzir o cliente, contamos com a participação do professor de Visual Merchandising, Adilson Paiva. Ele desvendará as técnicas que envolvem a arrumação eficiente. As páginas dessa edição ainda apresentam um perfil completo da situação de emprego e renda em Taubaté, um resumo da visita que os pré-candidatos à prefeitura fizeram na ACIT, a atualização da lei sobre plano de saúde para funcionários e muito mais. Aproveite a leitura!

Revista INCOM é uma publicação bimestral dirigida aos empresários e associados à ACIT. Presidente Sandra Teixeira - sandra.acit@taubate.com.br Jornalistas Responsáveis Gabriela Marins - Mtb/SP 65967 gabriela@taubate.com.br Pedro Funchal - Mtb/SP 65966 pedro@taubate.com.br Projeto Gráfico e Diagramação Gustavo Cabral - gustavo@taubate.com.br Revisão Talita Marques - talitamprazeres@hotmail.com Finalização Pedro Funchal - pedro@taubate.com.br Convênios Renata Alegre - renata@taubate.com.br Tiragem 5 mil exemplares Impressão Resolução Gráfica Foto de Capa Fotografia: Pedro Funchal Loja: Marina Hot Vitrine: Ismael Valério e Jéssica K-belo

INCOM

INDÚSTRIA&COMÉRCIO

Para dúvidas, sugestões e elogios: redacao@taubate.com.br As opiniões expressas na revistas são de total responsabilidade de seus autores e não refletem, necessariamente, o ponto de vista dos editores.

www.taubate.com.br/acit Associação Comercial e Industrial de Taubaté Praça Monsenhor Silva Barros, 57 – Centro – Taubaté/SP Tel: (12) 2125.8201 Fax: (12) 2125.8204 E-mail: acit@taubate.com.br

03


SUMÁRIO Página 10 e 11 Ingredientes para o sucesso

PÁGINA 06 E 07

Página 12 e 13 O panorama do emprego Página 14 e 15 Eleições 2012

PÁGINA 08

Página 17 Cursos JULHO/AGOSTO Página 18 e 19 Plano de saúde PÁGINA 16

PÁGINA 20

Página 22 e 23 Convênios

Palavra da Presidente por Sandra

É

comum ouvirmos a tradicional frase: “nossa, já estamos no meio do ano”. É verdade! Já estamos no meio de 2012 e o que fizemos de concreto no semestre que passou?

04

Você, empresário, leu um bom livro? Fez um curso? Aprendeu alguma coisa nova? Com o cotidiano cheio de responsabilidades e a enorme quantidade de informação que acompanhamos diariamente pelos meios de comunicação cada vez mais práticos e velozes, temos a impressão do que o tempo está passando mais rápido. Que a vida está mais curta. É nessa hora que precisamos nos planejar para aproveitar o tempo da melhor forma possível. Nos mantendo sempre envolvidos em um novo projeto.

Você, empresário, já contribuiu com um projeto social? Já tirou um dia para a família? Já foi viajar? O importante não é só estar constantemente ocupado, mas se ocupar com coisas importantes, que dêem retorno profissional e pessoal para você e para os que estão ao seu lado. Pense nas coisas com um começo, meio e fim. Você, empresário, já planejou o próximo semestre? Já estudou em quem vai votar? Já se inscreveu em algo? Já pensou em como ser melhor do que está sendo agora? E em como fazer melhor o mundo, já pensou? INDÚSTRIA&COMÉRCIO INCOM


EVENTOS

Feira da

Indústria,

Serviços e Comércio

A 11ª edição da Feira da Indústria, Serviços e Comércio Exterior Logisvale Internacional, realizada em junho no Parque Tecnológico de São José dos Campos, reuniu representantes de diversas grandes empresas e instituições do país, oferecendo produtos e serviços variados para todos os públicos.

N

a abertura oficial, compuseram a mesa personalidades importantes do cenário econômico, como (da esquerda para a direita) Eduardo Cury, prefeito de São José dos Campos; Sandra Teixeira, presidente da ACIT; Luiz Henrique Accioly, superintendente da CODESP; Joseph de Faro Valença, diretor regional dos Correios; Felipe Cury, presidente da ACI de São José dos Campos; Rogério Amato, presidente da FACESP; Nilo Peralta, sócio diretor da GPA Comunicação; Willer Furtado, superintendente da Infraero; Jorge Samahá, presidente da ACIP; e Orácio Forjaz, diretor do Parque Tecnológico de São José dos Campos. INCOM

INDÚSTRIA&COMÉRCIO

05


COMÉRCIO

Merchandising comunicação direta com o cliente

Dentre as diversas áreas que compõem o Marketing – ciência que abrange todas as questões relativas ao mundo mercadológico, o Merchandising provavelmente é a mais importante para o comércio de produtos. Criando uma conexão direta, o “Merchan”, como é conhecido pelos profissionais de comunicação, é responsável por atrair a atenção, criar desejos e brincar com a percepção que os consumidor têm dos produtos oferecidos pelo estabelecimento comercial. E não pensem que uma vitrine bonita ou uma loja arrumada são suficientes para explorar ao máximo a necessidade de consumo dos clientes: as técnicas envolvidas no Merchan eficiente passam por todos os cantos do comércio, do chão ao teto, da fachada aos banheiros. Para desvendar essas técnicas de comunicação direta com o cliente, o consultor Eduardo Nascimento de Jesus, especialista do Sebrae em comércio varejista, conversa com a INCOM e dá dicas de como aproveitar ao máximo cada ponto da loja e despertar no cliente todos os seus desejos de consumo.

PRIMEIRO IMPACTO

M

esmo com produtos exclusivos ou um ótimo atendimento, a primeira coisa que qualquer cliente observa é a fachada. Uma apresentação bonita e coerente com o que é oferecido pode por si só ser um convite para conhecer a loja ou o ato de espantar o cliente para sempre. Para Eduardo Nascimento, a percepção visual é o alicerce de qualquer esforço de Marketing para atrair clientes. Assim, qualquer negócio que busca diferenciar-se da concorrência deve começar cuidando para que o primeiro impacto seja eficaz. A fachada deve transmitir aquilo que o comerciante quer que as pessoas pensem de sua loja. Se a intenção é parecer sofisticada e moderna, a fachada deve ser planejada com conceitos de design atuais - nesse caso, vale contratar uma agência

06

de comunicação. Já para uma loja tradicional, que presa pelo contato mais íntimo com o cliente, uma apresentação mais discreta e acolhedora vai passar a mensagem para os clientes que preferem o certo ao novo. Toldos e luminosos devem sempre estar limpos. Sujeira passa impressão de desleixo. Também é interessante que a iluminação fique acesa após o horário comercial, enquanto ainda há movimento na rua. Nesse caso, um “timer” funciona bem e evita o gasto desnecessário de energia.

VITRINE 30 segundos: esse é tempo máximo que uma vitrine tem para chamar a atenção do cliente, passar a mensagem e convencê-lo a entrar na loja. Às vezes, nem isso. Para passar a informação correta e efetiva nesse curto espaço de tempo, o comerciante deve colocar INDÚSTRIA&COMÉRCIO INCOM


na vitrine aquelas peças que representam o conceito da loja, pois o cliente entra na loja a procura daquilo que vê na vitrine. Os itens expostos devem estar em harmonia e, de preferência, ter uma organização temática. O tema pode ser variado: estações, datas comemorativas ou cores da moda. Na vitrine, sempre as novidades. A arrumação deve ser trocada no máximo quinzenalmente, seguindo a ordem: 1º na vitrine; 2º áreas nobres; e 3º expositores.

INDOOR Tão importante quando aparência externa, a organização no interior da loja deve ser planejada com cuidado, visando sempre a comodidade do cliente. Os Móveis e equipamentos não devem ocupar mais do que 40% Anúncio_Acit_Agendado_e_Técnico.pdf 1 03/07/2012

da área de vendas. De preferência, faça opção por móveis modulares que possibilitem a mudança de layout conforme as necessidades. Isso proporciona dinâmica ao ambiente de vendas. Uma circulação confortável no interior da loja requer corredores amplos, planejados, com vias de mão-dupla e que propiciem uma visão plena dos produtos. Para evitar atropelos entre clientes ou desencontros entre consumidores e vendedores, o percurso na loja deve ser delineado, prevendo e evitando obstáculos e bloqueios visuais.

PRODUTOS No caso dos produtos, a boa aparência é essencial. Todos os itens oferecidos devem ter sua integridade e embalagem perfeitas, como se tivessem acabado de

13:31:07

VESTIBULAR

chegar na loja. Outro fator é a limpeza: produtos sujos ou empoeirados, jamais. Todos os produtos devem ter preço à vista e a prazo – Lei no 10.962, de 11 de outubro de 2004 – em letras legíveis e a etiqueta não deve cobrir as especificações técnicas, como tamanho, peso, composição ou valor nutricional. Na organização, aproximar, separar e agrupar mercadorias é uma forma de orientar o fluxo, despertar o interesse do cliente e induzi-lo à compra. Todos os itens devem estar separados por categoria, pode ser de acordo com critérios: gênero, tamanho, cor, preço, marca ou estilo. Os produtos precisam estar visíveis a, pelo menos, 3 metros de distância, sempre ao alcance do consumidor. Já os produtos colocados próximos ao chão parecem ter pouco valor.

AGENDE SUA

AGENDADO PROVA ATÉ 12/08 COTET UNOPAR

R$ 207,00 3621-4292 Maiores Informações

Consulte o edital 003/2012 e a Resolução Consepe 493/2012 no site www.unoparvirtual.com.br

www.unoparvirtual.com.br

O MERCADO DE TRABALHO EXIGE PREPARAÇÃO! CMKT

ABERTAS

Sempre ao seu lado.

OU VOCÊ PREFERE ACREDITAR NA SORTE?

FAÇA UM CURSO TÉCNICO 12

ELETRÔNICA

MECATRÔNICA


MÍDIA

VITRINISMO

Dentre as ferramentas do merchandising, a vitrine é sem dúvidas a que mais se destaca. Considerada a “cara da loja”, além de enfatizar e vender produtos, a vitrine cria conceitos tanto para as marcas que são vendidas quanto para a própria empresa, pois cria empatia ou, caso seja usada de forma errada, repele o interesse do cliente. Para se aprofundar nesse assunto tão importante, a INCOM entrevistou o especialista em vitrines Adilson Paiva.

Qual a importância da aplicação do vitrinismo para o comércio? A vitrine é um vendedor silencioso, é o cartão de visita de uma loja, que causa seu impacto visualmente, atraindo o olhar do consumidor para o produto, destacando-o com grande diferencial, quando comparado ao mesmo produto que talvez o concorrente possa oferecer. Aí está a grande diferença que a aplicação do vitrinismo pode causar no comércio, pois a preocupação deste trabalho é valorizar o produto, em meio a tanta concorrência. Comunicar o verdadeiro valor do produto em uma vitrine é mostrar ao consumidor o quanto este pode ser importante na vida dele, para seu uso, seu consumo e sua necessidade de posse. Para que todo esse cuidado seja aplicado de forma pertinente, é necessária a contratação de um profissional especializado. Decorar pode ser algo simples, mas o trabalho de vitrinismo exige muito mais do que uma simples decoração: pede também a interação de valores, conceitos e técnicas, que somente o profissional da área é capaz

08

de organizar. É necessário estar atento ao trabalho do vitrinista, que sempre deve trazer referências, um bom portfólio e, acima de tudo, resultados.

Quais os resultados que podemos e sperar dessa técnica? O resultado desta técnica é única e exclusivamente a venda, seja do produto diretamente, ou do conceito de uma marca. Uma vitrine pode cuidar também de uma marca como produto, o que chamamos de vitrine institucional - aqual trabalha o conceito da marca/loja diretamente na vitrine. Uma boa vitrine sempre trará lembranças da marca/loja como uma referência positiva, assim como uma vitrine mal aplicada sempre terá uma referência negativa, pois é por meio da vitrine que se entende o conceito da marca, o que ela vende e o que o cliente poderá encontrar dentro daquela loja.

O que fazer para não errar? Muitos comerciantes têm a preocupação de mostrar em sua vitrine tudo o que a loja tem para oferecer e, quase sempre, isso não é necessário, pois o que o cliente precisa entender por meio da vitrine é o que ele poderá encontrar dentro da loja, quais tipo de produtos e segmentos. Massificar a vitrine pode causar uma poluição que deixará o cliente confuso, o que também pode remeter a uma ideia de desordem na loja. Se tivermos uma vitrine limpa, automaticamente teremos também uma loja limpa. Assim é com a organização, iluminação, condições de conservação dos manequins e equipamentos de exposição.

Luz, quantidades de peças, anteparos, enfeites. Como devem ser usados? A iluminação é a aura de uma vitrine. Sem ela, o produto literalmente perde literalmente seu brilho, pois é a iluminação quem auxilia o produto, assim como um coadjuvante auxilia o ator principal. Uma vitrine apagada é uma vitrine morta. Hoje, temos muitos recursos de iluminação para vitrines e produtos: sistema de iluminação que traz mobilidade à uma vitrine, podendo focá-la e direcioná-la para onde quisermos posicionar o produto; e iluminação que trabalha todo o espaço da vitrine. A quantidade de peças sempre é muito relativa ao tamanho da vitrine, podendo variar de uma para outra. Porém, o que vale a pena ressaltar, é que um produto jamais deve ficar ao chão, porque isso o desvaloriza completamente. É muito comum vermos acontecer nas lojas, mas se o produto não é valorizado pelo próprio estabelecimento, dificilmente será valorizado por um cliente em potencial. Sempre é necessário dar um anteparo ao produto, assim como se faz a uma jóia preciosa. Temos que ter em mente que o cliente está adquirindo algo especial para ele, independente de qual é o preço. Os anteparos devem ser elaborados de acordo com o espaço da vitrine, de maneira sutil, pois quem deve aparecer é o produto. Os enfeites devem ser usados de forma que componham o tema a sugerir o uso do produto. Cautela e bom senso sempre são fundamentais para todo e qualquer trabalho!

*Adilson Paiva é professor do curso de Visual Merchandising na escola Sigbol Fashion, em São Paulo – SP.

INDÚSTRIA&COMÉRCIO INCOM


DESTAQUE EMPRESARIAL

Ingredientes para o sucesso U

m dos restaurantes que se tornou referência de qualidade e bom atendimento na região, o Peperone têm uma história de sucesso baseado na batalha e no sonho de seu proprietário, Marcus Alam Zehuri, que hoje explana sobre sua empresa com brilho nos olhos. Nascido em Taubaté, Marcus teve contato com o empresariado desde criança, devido aos familiares terem lojas na cidade, mas foi já na fase adulta que entrou para o ramo. Formado em Biologia, iniciou sua carreira profissional como professor e posteriormente teve experiência como analista em laboratório, mas foi a decepção de não conseguir uma vaga no curso de especialização em biologia marinha na França que o incentivou a mudar de área.

10

INDÚSTRIA&COMÉRCIO INCOM


Sempre frequentei os carrinhos da cidade e adorava a mecânica de poder comer seu lanche ali mesmo no seu carro, ouvindo a música preferida. Então, resolvi investir no meu hobby.

Vida de Empresário Marcus conta que apreciava a ideia de carrinhos de lanches: “sempre frequentei os carrinhos da cidade e adorava a mecânica de poder comer seu lanche ali mesmo no seu carro, ouvindo a música preferida. Então, resolvi investir no meu hobby”. E foi assim que, na companhia de um amigo, ele entrou na vida empresarial, chegando a ter doze carrinhos de lanches espalhados pela cidade. Algum tempo depois, expandiu seu empreendimento com a abertura de uma lanchonete, a “Lanches do Burguesão”. Ainda no setor alimentício, o empresário deu início a sua primeira pizzaria no ano de 1987, mas vendeu-a 1 ano depois, com o objetivo de abrir a pizzaria que se tornaria a extensão de sua vida: a Peperone. Em um ano, a Peperone passou a funcionar também como restaurante e, por isso, adquiriu identidade e tradição. Hoje o estabelecimento tem o dobro de espaço físico, 36 funcionários, ambiente aconchegante, espaço reservado para confraternizações e uma adega de qualidade. “Depois de 24 anos

INCOM

INDÚSTRIA&COMÉRCIO

de mercado, somos referência na região”, orgulha-se Marcos. O sucesso se dá também nas pequenas e simples características e itens do local, todos eles escolhidos por Marcus. O proprietário cuida e palpita em todos os detalhes, desde a decoração até a preparação do cardápio. Já na gestão e administração da empresa, ele conta com a ajuda de sua parceira e esposa há 18 anos, Marina de Melo Ribeiro.

O futuro Para o futuro, Marcus pretende investir em novos projetos, com as bases fincadas nas lições que aprendeu nesses anos como empresário. Entre essas lições destacam-se a de investir na qualidade de vida do funcionário; a de observar mais a sua empresa ao invés de se atentar tanto a concorrência; de aguçar a sensibilidade com relação à necessidade do cliente; de não ter medo de mudar quando preciso e, principalmente, de ter amor e prazer pelo trabalho.

11


ECONOMIA

O panorama

do emprego O Núcleo de Pesquisas Econômico-Sociais da Universidade de Taubaté – NUPES, em parceria com a Associação Comercial e Industrial de Taubaté – ACIT, elaborou em março a pesquisa semestral de ocupação, renda e escolaridade - PORE. Embasada nos dados coletados em 188 domicílios, o que soma um total de 662 pessoas, a Revista INCOM preparou para nossos leitores um panorama do emprego e renda na cidade de Taubaté.

12

A

pesar do clima de instabilidade causado pela crise econômica mundial, os índices de desemprego têm se mantido em queda, apresentando uma variação negativa de 2,18%, o que equivale a 9,87% da população ou, em valor absoluto, 12.953 desempregados. Segundo o pesquisador do NUPES, Dr. Luiz Carlos Laureano da Rosa, esse panorama se deve principalmente aos bons resultados obtidos pelo setor industrial da cidade, pois é o que têm mantido e trazido novos investimentos para a

cidade. Outro fator que contribuiu bastante para essa variação negativa de março de 2012, em comparação com agosto de 2011, foi a vertiginosa queda da procura por emprego entre os jovens na faixa etária de 14 a 24 anos, devido principalmente à época do ano. Segundo a pesquisa, a prioridade dos economicamente ativos entre 14 e 18 anos – que tem o emprego vinculado a atividade de aprendiz – no mês de março é a matrícula escolar. Entre essa parcela da população, a queda foi de 12.17%.

INDÚSTRIA&COMÉRCIO INCOM


Escolaridade Em relação ao grau de escolaridade, o número de desempregados com ensino superior é quase a metade dos que só tem ensino médio, o que caracteriza a importância do estudo para a inserção profissional. A queda do desemprego entre os que tem ensino superior também foi maior. A população economicamente ativa sem emprego era 13,71% em agosto e caiu para 11,35% em março. Já entre os que tem ensino superior, o número era 9,88% em agosto e baixou para 6,15% em março.

Homens x Mulher Em Taubaté, a diferença dos níveis de desemprego entre homens (5,95%) e mulheres (14,81%) se apresenta bastante alta, ficando acima da média nacional. Segundo Laureano da Rosa, essa diferença pode ser justificada pela representatividade do emprego industrial na cidade, que é majoritariamente preenchido por homens.

Perfil dos ocupados Entre os indivíduos com alguma ocupação remunerada, que hoje representam 90,13% da população economicamente ativa, em um total de 118.286 pessoas: 55,68% está no setor de serviços; 27,11% no setor industrial; 11,72% no comércio; 3,66% na construção civil; e 1,83% no setor agropecuário.

INCOM

INDÚSTRIA&COMÉRCIO

Esses números agregam tanto os trabalhadores formais quanto os informais. Na relação homens e mulheres, o público feminino está, em sua ampla maioria, concentrado no setor de serviços, com 77,19%; seguindo dos setores industrial e comercial, empatados com 10,53%; e, por fim, os setores de construção civil e agropecuário, com 0,88%. Já o masculino ficou com sua maioria divida entre o setor de serviços, com 40,25%, e o industrial, com 38,99%; seguidos pelo setor do comércio, com 12,58; da construção civil, com 5,66%; e agropecuário, com 2,52%.

Informalidade No total dos que estão trabalhando, 67,28% da população está classificada como assalariada com registro em carteira e 6,99% como autônomo que paga INSS. Profissionais liberais e empregados são representados por 5,88%. Já a população que se mantém na completa informalidade soma 15,44% dos taubateanos economicamente ativos – pouco mais de 18 mil pessoas. O setor com maior número de pessoas na completa informalidade é o comércio, com 28,13% de autônomos que não pagam INSS. Entretanto, esse também é o setor com maior índice de empreendedorismo, com 12,5% de profissionais liberais. Já a indústria é absoluta na geração de emprego registrado, com 94,59% do setor ocupado trabalhadores com carteira assinada.

Qualidade do emprego Mesmo que o setor industrial na cidade tenha mantido o crescimento dos postos de trabalho, Laureano da Rosa ressalta a importância de que a qualidade desse emprego também se desenvolva, pois grande parte das indústrias em Taubaté é composta de montadoras, cujos postos de trabalho são para profissionais com baixa qualificação e grau de escolaridade. Segundo o pesquisador, os poderes públicos devem investir para que sejam desenvolvidas na cidade indústrias de pesquisa e desenvolvimento de tecnologia, além de um centro tecnológico, para que novas empresas e indústrias tenham o apoio e infraestrutura necessários.

13


RESPONSABILIDADE SOCIAL

ELEIÇÕES 2012:

o futuro em suas mãos

Como representante da classe empresarial taubateana, a Associação Comercial e Industrial de Taubaté – ACIT – convidou os então pré-candidatos à Prefeitura Municipal para uma conversa sobre as propostas políticas de cada prefeiturável. Responderam á solicitação da ACIT os précandidatos Afonso Lobato (PV), Anthero Mendes (PMDB), Bernardo Ortiz Junior (PSDB), Isaac do Carmo (PT), Mário Ortiz (PSD) e Polyana Gama (PPS). Embasada nessas conversas, a Revista INCOM preparou um resumo das intenções de cada candidato para com os interesses dos empresários taubateanos, acompanhe:

Afonso Lobato - PV O pré-candidato Afonso Lobato respondeu a todas as questões levantadas pela instituição, enfatizando sua posição de manter parceria com a ACIT na reflexão de problemas relacionados ao trânsito e revitalização do centro. Quanto à decoração de Natal, ele foi incisivo em concordar com a ACIT que esta é uma prioridade para a cidade, não só para manter o comércio forte em detrimento das cidades vizinhas, como Tremembé e Pindamonhangaba, mas também para prover entretenimento aos cidadãos de Taubaté. Ainda segundo Afonso Lobato, o prefeito deve zelar pela manutenção coesa dos gastos públicos, evitando que elas sejam reprovadas pelo tribunal de contas.

Bernardo Ortiz Junior – PSDB O pré-candidato Bernardo Ortiz Junior explicou a forma que pretende trabalhar para as questões relativas ao trabalho informal e ao empreendedorismo, visando o estudo e capacitação, não apenas como forma de incentivar a geração

14

de renda, mas como estilo de vida, sendo o empreendedorismo uma possibilidade em qualquer atividade: pública, privada, empresarial ou pessoal. O pré-candidato deixou clara a importância de manter parceria com a ACIT na reflexão de problemas relacionados ao trânsito e revitalização do Centro. Quanto à decoração de Natal, Bernardo Ortiz Junior concorda com a ACIT que o assunto deve ser prioridade para a cidade, visto que mantém o comércio forte e tem a possibilidade de prover entretenimento aos cidadãos de Taubaté. O candidato falou inúmeras vezes que não basta vontade política para governar, mas também o conhecimento do que é possível realizar, quando aliado a vontade.

mil empregos diretos e mais de quatro mil indiretos. Isaac também esclareceu que o Governo Federal tem dinheiro para investir nos municípios, porém o atual prefeito não utilizou os recursos por falta de capacidade técnica para fazer projetos. Nesta vertente, Isaac informou que seu partido procura oferecer assistências jurídica e administrativa aos profissionais que estejam ocupando cargo executivo ou legislativo, de forma que obtenham êxito em seus mandatos. Quanto às questões apresentadas pela ACIT, Isaac se comprometeu com a decoração de Natal, declarando a importância de manter parceria com a ACIT na reflexão de problemas relacionados ao trânsito e a revitalização do centro.

Isaac do Carmo - PT

Mário Ortiz – PSD

O pré-candidato Isaac do Carmo contou como entrou para a vida pública, assim como suas realizações a frente do sindicato dos metalúrgicos. Acrescentou que tem muita habilidade em negociação e que conseguiu trazer para Taubaté o investimento da nova fábrica da Volkswagen, que deve gerar

O pré-candidato Mário Ortiz contou como entrou para a vida pública, assim como suas realizações à frente da Prefeitura no período entre 2001 e 2004, apresentando um panorama político e econômico da cidade nos últimos anos. O précandidato foi enfático ao declarar que, se eleito, deverá governar INDÚSTRIA&COMÉRCIO INCOM


em parceria com as entidades representativas da cidade, assim como refletir e propor soluções aos problemas relacionados ao trânsito e a revitalização do centro. Quanto às questões apresentadas pela ACIT, Mário Ortiz se comprometeu com a decoração de Natal e as demais intenções que estimulam o empreendedorismo e as atividades empresariais.

Polyana Gama – PPS A pré-candidata Polyana Gama mostrou análises detalhadas sobre a situação atual e passada da prefeitura e o que pretende realizar caso seja eleita. A diretoria preparou um documento com questões pertinentes as atividades do comércio e serviço que a candidata discutiu emitindo parecer favorável aos pontos como iluminação da

cidade no período natalino, abertura da sala do empreendedor na prefeitura e a regulamentação da lei que cria o Conselho Municipal do Comércio e da criação da lei geral das micro e pequenas empresas.

Ausência não justificada O então pré-candidato do PMDB, Anthero Mendes, não compareceu e não justificou a sua ausência na reunião marcada pelo próprio. Até o fechamento desta matéria, o PMDB não apresentou nenhum candidato ao cargo de prefeito. A ACIT realizará em agosto uma sabatina com os candidatos oficiais à prefeitura de Taubaté. Sua presença é importantíssima nesse momento. Participe!


BEM ESTAR

Happy hour: Descontração

do trabalho

Semana de reuniões, metas a cumprir e estresse, mas enfim, chegou a sexta-feira. É nesse dia que temos a oportunidade de relaxar e descontrair no famoso happy hour, o programa que virou tradição em muitas empresas.

O

happy hour foi inserido no meio empresarial com o objetivo de promover a confraternização, integração e valorização dos funcionários. De acordo com a psicóloga especializada em recursos humanos, Andrea Pereira Iemini, essa ação se implantada na dinâmica da empresa, deve ser algo regular e com horário determinado para início e fim. “É importante que a empresa defina um período fixo para promover o happy hour e que o chefe esteja presente na confraternização para que assim ocorra uma verdadeira integração”, explica. O evento pode ser uma ferramenta para o incentivo, motivação e, principalmente, fidelização do funcionário a empresa. Além de ser uma ótima oportunidade para o colaborador conhecer seu colega, conquistando, desta forma, uma equipe de trabalho mais integrada.

16

Entretanto, a psicóloga reforça que apesar do ambiente descontraído, o funcionário está rodeado pelos colegas de trabalho e, na maioria das vezes, continua a ter sua postura observada pelos superiores. “Respeitar as regras básicas de educação, gentileza e descrição é essencial para ter um bom encontro e conduzir uma conversa saudável”, ilustra Andrea. Outra questão a ser ressaltada é a possível fofoca que pode ser gerada no ambiente de trabalho. Para o publicitário, Diego Vignon, que já participou de happy hours em diferentes empresas, esta é uma ótima oportunidade para estreitar relacionamento com os colegas, mas também pode ser uma porta para a fofoca. “O positivo dessas ocasiões é encontrar pontos em comum com colegas, e, com isso, levar uma relação mais amiga para o dia a dia. Porém, o ponto negativo é quando os colegas levam o que foi debatido na mesa de bar para o ambiente corporativo, pois assim a fofoca torna-se inevitável”, afirma. O happy hour pode ser uma grande oportunidade para aliviar o estresse e as preocupações do dia a dia, mas lembre-se o limite das regras sociais devem ser respeitados para que as reais intenções do evento sejam atingidas.

INDÚSTRIA&COMÉRCIO INCOM


INCOM

INDÚSTRIA&COMÉRCIO

17


TRABALHO

NOVA REGRA DO

PLANO DE SAÚDE Os trabalhadores demitidos sem justa causa e aposentados, agora, têm novas regras definidas para o uso de planos de saúde empresariais: a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) vigorou uma resolução que, a partir do mês de junho, assegura a manutenção do plano de saúde empresarial com cobertura idêntica à vigente durante o contrato de trabalho.

M

as para o ex-funcionário usufruir desse beneficio, é preciso se enquadrar em alguns requisitos. O beneficio está disponível para quem pagava parte da mensalidade com a empresa; a adesão deve ser realizada 30 dias após seu desligamento do emprego; a cobertura médica continua igual, mas o trabalhador deve assumir o pagamento integral da mensalidade. Os dependentes podem ser mantidos e é permitida a inclusão de novo cônjuge e filhos. Já a permanência do demitido no mesmo plano pode variar de 6 meses a 2 anos, dependendo do tempo que trabalhou na empresa. Segundo o advogado João Roberto Miguel Pardo, a permanência desse beneficio dispensa a empresa de manter qualquer vínculo com o ex-funcionário. “Caso o trabalhador opte pela permanência do plano médico, os encargos e responsabilidades com

18

INDÚSTRIA&COMÉRCIO INCOM


a contratação é exclusivamente da pessoa. Após o desligamento, a empresa não terá mais vínculo algum”, explica. Já para os aposentados, as regras mudam um pouco devido ao tempo de contribuição. O beneficio para os que contribuíram por mais de dez

anos fica por tempo indeterminado, e quando o período for inferior a dez anos, cada ano de contribuição dará direito a um ano do plano depois da aposentadoria. Maria Lucia Costa, assistente administrativa, está em processo de aposentadoria e ficou satisfeita ao saber do beneficio. “O plano médico é mais necessário depois da aposentadoria e o valor da mensalidade sempre aumenta devido a idade. Para mim a

regulamentação deste beneficio veio na hora certa. Vou solicitá-lo para ter mais tranquilidade nessa nova fase da vida”, afirma. A norma prevê também a portabilidade especial, que poderá ser exercida pelo demitido e aposentado, durante ou após o término do seu contrato de trabalho. Com a portabilidade, o beneficiário poderá migrar para um plano individual ou coletivo por adesão sem ter de cumprir novas carências.


20

INDÚSTRIA&COMÉRCIO INCOM


ROSA: a mancha

de alerta

O

crime relâmpago da vez parece ser o roubo aos caixas eletrônicos, que tem se intensificado nos últimos anos. Inicialmente com maçaricos e marretas, os ladrões começaram a ter dificuldade para burlar os sistemas de segurança mais sofisticados, o que faz apelar para os explosivos. Buscando desmotivar esse tipo de ação criminosa, muitos dos caixas eletrônicos contam com um sistema de segurança que tinge as notas roubadas, tornando fácil a identificação do dinheiro proveniente de roubo. Para esclarecer os comerciantes sobre essa tecnologia e evitar prejuízos, a INCOM entrevistou o 1º Tenente da Polícia Militar, William Ritton. Acompanhe: Como funciona o sistema de segurança dos caixas eletrônicos? O sistema lança um jato de tinta rosa, que mancha as notas quando

INCOM INDÚSTRIA&COMÉRCIO

o caixa é violado. A tinta é insolúvel, ou seja, sua remoção é impossível. Como o comerciante deve agir quando for oferecida uma nota manchada ou danificada? O Banco Central recomenda à população que não receba notas suspeitas de terem sido manchadas por dispositivo antifurto, pois se a mancha tiver sido produto de uma ação criminosa, a nota não será ressarcida. Então a nota perde a validade? Se for comprovada que a mancha é decorrente ao dispositivo antifurto, a nota não tem validade. Caso o comerciante perceba a mancha depois de aceitar a nota, existe algo que possa ser feito? O banco orienta a população que possuir alguma dessas cédulas a encaminhá-las a uma agencia bancária, pois ela se encarregará de remetê-las ao Banco Central, onde serão mantidas sob custódia para análise. Se for comprovado que o dano foi provocado por algum dispositivo antifurto, a instituição financeira deverá comunicar ao portador que a cédula foi fruto de ação criminosa e que se encontra à disposição das autoridades competentes, para investigação criminal. Se ficar provado que o dano não foi causado por esses dispositivos, o banco deverá trocar a nota.

21


VANTAGENS PARA VOCÊ

CONVÊNIOS ACIT ACADEMIA DE GINÁSTICA

CLÍNICA DE ESTÉTICA

Cunzolo Acqua Fitness Tel.: 3681-2506

Clínica Essenza Tel.: 3622-6290

Ophicina do Corpo Tel.: 3622-1407

Tanara Beauty Tel.: 3633-8567

AGÊNCIA DE EMPREGO

CONSULTORIAS

ABRE – Agência Brasileira de Emprego e Estágio Tel.: 3411-1381

Ícone Lean Consulting Tel.: 3681-2815

ASSOCIAÇÃO Associação Rede Internacional de Comunicação Apostólica Rica - Tel.: 3411-1877 AUTO ELÉTRICAS Grand Prix Auto Elétrica Tel.: 3681-1243 AUTOMAÇÃO COMERCIAL Automa Vale - Tel.: 3621-4106 BANCOS SICREDI – Cooperativa de Crédito – Tel.: 3622-1549 CEF – Tel.: 2123-2900 CLÍNICA MÉDICA Clínica Nove de Julho Tel.: 3625-2000

22

ITNA Instituto de Tecnologia de Negócios e Atitude Tel.: 3411-0632 Khan Consultoria e Planejamento Tel.: (11) 5060-2740 Zakimi Consultoria Tel.: 3629-6967 CONVÊNIOS MÉDICOS Unimed de Taubaté Tel.: 2125-0700 Econlife Saúde Tel.: 2123-9205 Cartão Desconto Econlife (Promoções Oswaldo Cruz) Tel.: 2123-9205 Plano PAS – Plano de Assistência à Saúde – Tel.: 3621-7744 CONVÊNIOS ODONTOLÓGICOS

CIAM – Clínica Infantil Almeida Marcitelli – Tel.: 3635-3069

Dália Mogawer - Tel.: 3631-4398 Della’s Odontologia Tel.: 3413-6360 / 3635-2272

Pró Imagem Exames Complementares Ltda – Tel.: 3621-1004

Ester Margarida Soares Vieira Lux – Tel.: 3622-3441

Galvão Odontologia Tel.: 3622-1582 Globalclin Centro Odontológico Tel.: 3632-4114 Kather Odontologia Especializada Tel.: 3624-1752 Odontocap – Tel.: 3624-9054 OdontoPAD – Tel.: 3621-1639 Rodrigo Goulart - Cirurgião Dentista Tel.: 3629-3505 Scalla Odonto – Tel.: 3632-5384 Soesp Tel.: 3629-6475 / 3022-0872 Sorridents – Tel.: 3424-3490 CONVÊNIOS PSICOLÓGICOS Clic Clínica de Comportamento Tel.: 3632-7452 / 3632-7458 M.H.M. Maria Helena Monteiro Psicologia – Tel.: 3622-2141 / 9114-9310 Patrícia Carla Abud Garcez – Tel.: 3622-6293 / 9116-0247 Priscila Carla Paixão Pereira – Tel.: 3629-3505 CORRETORA DE SEGUROS Matsuda Seguros Tel.: 3625-5500

INDÚSTRIA&COMÉRCIO INCOM


COSMÉTICOS E PERFUMARIA Vita Derm - Tel: 3631-3535

Anhanguera Educacional Tel.: 3624-7106 / 3631-4545

ONG (Organização Não Governamental) ONG Ciclo do Bem – Tel.: 3025-1516

CURSOS PREPARATÓRIOS

Conexão FGV Tel.: 3426-1274

ÓTICAS

Anglo Cassiano Ricardo – Tel.: 2123-9100

ETEP Faculdades Tel.: 3424-1308

Óptica Mondial Óculos Tel.: 3624-3114

Max Curso Preparatório Tel.: 3631-4734 / 3411-1834

FARMÁCIAS

Olga Óculos – Tel.: 3632-2979

Drogaria Aeroporto Tel.: 3621-7565 / 3621-7566

Ótica Veja – Tel.: 3633-1120

ESCOLAS Global Company Tel.: 3424-0550 Pró Ativa Sistemas Educacionais e Gestão de Qualidade Tel.: 3624-1138 / 3624-5202 ESCOLAS DE IDIOMAS ACBEU – Aliança Cultural Brasil Estados Unidos - Tel.: 3681-2507 Alps Idiomas Tel.: 3426-7888 CCAA Centro de Cultura Hispano-Americana de Taubaté Tel.: 3622-7184 / 3622-5541 Centro de Cultura de IdiomasTel.: 3622-2940

Farmaway – Tel.: 3622-9094 Pharmakon Manipulação e Homeopatia – Tel.: 3621-8358 Vitae Homeopatia e Manipulação - Tel.: 3633-1866 GRÁFICA Supergraf Paper Tel.: 3622-1580 HOTÉIS E POUSADAS Olavo Bilac Apart Hotel Tel.: 2123-5300 Pousada Chácara Maria da Graça – Tel.: 3672-1399 MATERIAIS PARA CONSTRUÇÃO

Cultura Inglesa Tel.: 3629-2390

HM Habitações Modernas Ltda Tel.: 2125-2300

Fisk Centro de Ensino Tel.: 3633-5444 / 3622-2007

MEDICINA OCUPACIONAL

Pró Línguas (Centro) Tel.: 3624-4646 / 3632-2956 ESCOLAS DE INFORMÁTICA Microcad – Tel.: 3622-6500 EXTINTORES Extimpronto – Tel.: 3674-2345 FACULDADES INCOM

INDÚSTRIA&COMÉRCIO

Hiso Consultoria em Segurança e Medicina do Trabalho Tel.: 3631-1250 Lida Serviços Médicos Tel.: 3624-5388 MODA PRAIA New Kaw Confecções Tel.: 3633-7881

Ótica Visão Viva Tel.: 3635-5056 PET SHOP Pet Center Bichomania Tel.: 3622-5550 PODÓLOGA Lídia Podóloga Tel.: 3621-9054 PRODUTOS MASCULINOS For Men & Cia Presentes Tel.: 3629-1000 RÁDIO Rádio Cultura de Taubaté Tel.: 3622-1866 REGISTRO DE MARCAS E PATENTES Molant – Tel.: (11) 3862-3749 RELÓGIO DE PONTO Pontotec Comércio e Serviços Ltda – Tel.: 3629-4692 SONORIZAÇÃO Engeáudio Tel.: 3635-1010 / 3635-1414

NUTRICIONISTA Juliana Nader – Tel.: 3629-3505 23



Revista INCOM JULHO AGOSTO