Page 1


abre aspas

fotos Marcos Vollkopf

Parabenizo a Revista Ímpar que ao longo desses oito anos tem se mostrado um veículo de informação diferenciado a começar pela competência dos profissionais que nela atuam. Acompanho a revista desde a sua primeira edição e vejo com o passar dos anos que a publicação vem crescendo muito. É uma revista séria, que se preocupa com o bem-estar social e suas reportagens são voltadas não só para o que está em alta no mundo de hoje, mas para assuntos que geram grande polêmica e discussão em nosso Estado, valorizando nossas raízes, nossos profissionais. Como o próprio nome já diz é uma Revista Ímpar, singular e única no mercado.

Gisa Michels Funcionária Pública

Fale com a Ímpar Rua Theotônio Rosa Pires, 485 CEP 79004-340 | Campo Grande-MS

revistaimpar@revistaimpar.com.br telefone: 67 3382-2110 Twitter: @revistaimpar

Facebook: Revista Ímpar Por razões de espaço e clareza, a redação se reserva o direito de adaptar as mensagens sem alterar o conteúdo.


par

e xpediente

E D# 76

Publisher Grazielle Machado gramachado@revistaimpar.com.br Jornalista Responsável Rejane Monteiro DRT: 257/MS rejanemonteiro@revistaimpar.com.br Chefe de Redação Evelise Couto DRT: 948/MS evelise@revistaimpar.com.br Estagiária de Redação Thaís Lopes Pimenta redacao@revistaimpar.com.br Diretor Criativo Helder Domingues de souza criacao@revistaimpar.com.br Assistente de Criação Maickell Vilela Executiva de Contas Raquel Tuller atendimento@revistaimpar.com.br Imagem Giuliano Lopes E Marcos Vollkopf Atendimento Cliente e Leitor Gislaine Alves Gonçalves

fernanda vianna Formada em Direito, Fernanda Vianna sempre foi apaixonada por fotografia. A virada veio quando a paixão virou profissão e há cinco anos fotografar é seu trabalho e sua satisfação. “Eu fotografo pessoas! Pessoas nascem, crescem, casam, fazem festas, possuem empresas e eu as fotografo. Prefiro não rotular o meu trabalho, ele está voltado à fotografia de pessoas e em toda a diversidade que esse tema pode nos proporcionar”, explica. Fernanda acredita que a principal característica de seu trabalho seja a espontaneidade e afirma que fotografar é mostrar por meio de imagens sentimentos, momentos e situações que serão lembrados para sempre. Em suas horas vagas, a fotógrafa gosta de botar o pé na estrada. “Viajar é meu hobby. Me inspira”, finaliza.

Revista Digital WtSite Redes Sociais NoAr MD Impressão Graff Gráfica e Editora

Revista Ímpar Rua Theotônio Rosa Pires, 485 - Itanhangá Park 79004-340 / Campo Grande – MS +55 (67) 3382-2110 Os textos assinados são de responsabilidade dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião da revista.


índice

22

14

56

50

60

74

#76 em pauta

16

08

abre aspas

Quem não se contenta com pouco, quer sempre mais e mais! Conheça a força de quem procura ultrapassar seus limites

10

par

14

de perto

comportamento

34

saúde

36

qualidade

40

artigos

44

drops

56

perfil

64

ambiente único

66

vitrine

72

cenário

76

ENSAIO

84

eventos

106

ímpares

22

Lucia Falcão, Paula Volpe, Dione Hashioka e Juliana Zorzo mostram que essa história de sexo frágil não está com nada…

ENSAIO

28

Cinco casais apaixonados deixam esta edição em clima de romance com o ensaio em comemoração ao Dia dos Namorados

TURISMO

50

Conheça o Llao Llao, um hotel e resort golf spa que é um verdadeiro paraíso em terras argentinas

ENTREVISTA

60

A prefeita de Terenos, Carla Diniz, conta como é administrar um dos municípios que mais crescem em Mato Grosso do Sul

72


de perto


Suzimar Batistela À frente da Polinter, delegada é sinônimo de determinação Nascida na cidade de Taciba, interior de São Paulo, Suzimar Batistela passou grande parte de sua vida em Presidente Prudente onde se formou em Direito, na faculdade Instituição Toledo de Ensino. Ao ingressar na carreira de delegada, há 13 anos, descobriu um novo mundo. Apaixonada pelo que faz, conta que o início da profissão foi complicado. “Não é tarefa fácil ser policial, lidamos com o mundo do crime, crueldade, bandidos. Mas, por ser minha grande paixão lido muito bem com todos os obstáculos e dificuldades que surgem”, define. Lotada na DEAM há 11 anos, passou ainda pela Delegacia Especializada em Repressão aos Crimes Ambientais e Atendimento ao Turista e há cinco meses é titular da Delegacia Especializada de Polinter e Capturas. Moderna, assume todas as funções da mulher do século XXI e lembra que hoje não existe cargo ou função que as mulheres não possam ocupar. “Acredito que somos favorecidas pelo fato de sermos mais detalhistas, dedicadas e mais exigentes”, diz. Na vida pessoal, é casada há oito anos e mãe de Valentina de quatro anos que ela define como absolutamente tudo em sua vida. “Acho que por ser a caçula de cinco irmãos, era meio egoísta, acreditava que nunca iria conseguir cuidar de uma criança. A Valentina mudou tudo em mim. Um filho faz você ver o mundo de forma diferente, ter preocupações que antes não existiam e, o mais importante, conhecer o que é o amor incondicional”, relata. Para manter a saúde, pratica exercícios, mas não é muito fã. Apesar de vaidosa, não tem muita paciência para salões de beleza e quando vai, gosta de fazer tudo ao mesmo tempo. Para relaxar, nada melhor que ficar em casa com a filha, o marido e suas cachorras que fazem parte da família. Quando a agenda permite um tempo livre gosta de atualizar a leitura. Em sua estante, de revistas semanais à trilogia “Cinquenta Tons de Cinza” que acaba de completar. Viagens são sua paixão. Questionada sobre qual delas foi mais marcante, lembra com carinho da que fez recentemente ao Chile, com a família toda, na qual a pequena Valentina conheceu a neve. “Foi incrível”, completa. Um sonho? Ela diz: “Quero é ser feliz. Na vida pessoal, na profissão. Quero ter saúde para ver minha filha crescer e poder lutar, todos os dias, por um mundo mais justo, menos violento.” texto Rejane Monteiro fotos Fernanda Vianna

Capa Suzimar Batistela Foto Fernanda Vianna Make/Hair Helder Marucci Produção Executiva Rejane Monteiro Agradecimento MOVE Club Suzimar veste Maria Moça, acessórios Marcia Mesquita Semi Joias


eM paUta

EU QUERO SEMPRE

força transformadora, a superação move as pessoas a alcançarem novos caminhos. conheça histórias de gente que não se contenta com pouco e luta para ultrapassar seus limites

nietzsche já dizia: “o que não provoca minha morte faz com que eu fique mais forte”. E é com essa ideia na cabeça que muita gente acorda cedo, corre para o mundo e abate um leão por dia. Tem quem mantenha a rotina normal de trabalho, família e estudos, mas muitas precisam, além disso, buscar forças maiores para transpor grandes obstáculos. São pessoas que você vê dia após dia, barreira após barreira, lutar, forçar seus limites e buscar um objetivo maior: o de se superar. Segundo o psicólogo Silvio Mendes, a maneira como cada um encara seus problemas é extremamente indi-

vidual, uma experiência que depende de diversos fatores, como a vivência do indivíduo e, indo mais profundamente na questão, pode ter origens ainda na concepção. “A própria gestação e como foi o prénatal devem ser levados em conta. É preciso analisar se essa pessoa foi fruto de uma gravidez desejada, planejada, se houve algum tipo de rejeição. Parece utopia pensar assim, mas não é. isso tudo desencadeia, de uma certa forma, no desenvolvimento do indivíduo e influencia se, face a problemas futuros em seu dia a dia, ela irá se superar, levantar-se, encarar a


situação e ainda se as reações dela são genuínas, se advêm da sua própria vontade”, explica. Um termo muito interessante para se observar quando se fala de superação é a palavra “resiliência”. Segundo o dicionário Houaiss, um de seus significados trata da “capacidade de se recobrar ou de se adaptar à má sorte, às mudanças.” Segundo Silvio é essa característica que algumas pessoas têm que facilitam o processo de superar um obstáculo ou incidente. É esse talento, por assim dizer, de enxergar o mundo com outros olhos e de ainda ter uma autoimagem positiva e segurança em suas ações, adaptando-se e encarando os problemas. 18 Ímpar

Dentro de si Foi graças à uma bagagem cheia de boas energias e lições de uma vida toda que Paula Machado encarou uma situação extrema. A perda de sua mãe e seu pai em um acidente de carro mudou a rotina e o rumo da jornalista bruscamente. “Foi um baque. Encarar a situação, perceber que a realidade continua e que você precisa seguir em frente é complicado. Não tem como parar, por mais dolorida que a perda seja”, conta. O choro, próprio do luto, insistia em não deixar Paula, passando inclusive a atrapalhar seu trabalho. Diante dos fatos, ela decidiu ir atrás de ajuda especiali-


zada. “Percebi que começava a apresentar sinais de tristeza que não eram normais para mim. Fiz tratamento psiquiátrico por três meses e até hoje faço terapia, o que me ajuda todos os dias”, explica. Contra todos os fatos, Paula é uma pessoa alegre e de bem com vida e acredita que graças aos bons ensinamentos que recebeu dos pais conseguiu seguir a vida e ter fé no novo rumo que os planos tomaram. “Eu tinha medo de me tornar uma pessoa triste, não queria isso para mim. Hoje muita gente me cumprimenta pela alegria com que encaro a vida, apesar do que aconteceu.” Além dessa força interna que trouxe a palavra superação para os seus dias, ela também dá muito crédito ao apoio que recebeu de seus amigos e também do círculo de amizades de seus pais, que acolheu Paula e o irmão quando mais precisaram. “É preciso dar valor às pessoas à nossa volta, porque percebemos em momentos difíceis que quem estava lá por você vai estar sempre. Sempre digo que devemos valorizar quem amamos, superar brigas, diferenças e aproveitar o que há de melhor em cada um”, conta. Paula considera-se protegida pelo amor de seus pais em cada uma de suas decisões e isso conforta seu coração e dá forças para ir em frente. Com

saudade, mas com a alegria de ter tido pais que a preparam para ser a mulher forte de hoje.

Quem acredita, alcança A fé e a religião funcionam como motores propulsores da superação. Para se ter uma ideia, um estudo realizado pela Universidade de São Paulo afirma que a recuperação de pacientes com câncer está diretamente ligada à sua religiosidade. O trabalho ouviu 12 voluntários em tratamento e 11 especialistas em oncologia do Hospital Beneficência Portuguesa, em Ribeirão Preto, no interior paulista. O que chama a atenção é que inclusive os profissionais de saúde entrevistados destacaram a importância da religião para a melhora do quadro dos doentes. A maioria acredita que a fé ajuda a superar um problema grave e os próprios médicos afirmam que o sistema imunológico desses indivíduos aparenta ser mais resistente, o que talvez ajude a promover uma recuperação mais satisfatória. A Universidade de Toronto, no Canadá, também dedicou um estudo para esse assunto e revelou que a fé evita a ansiedade e a depressão. Suas conclusões dão conta de que pessoas religiosas ou que apenas acreditam na existência de Deus são menos angustiadas e sentem menor culpa em rela-


A força não provém da capacidade física e sim de uma vontade indomável Mahatma Gandhi

20 Ímpar


ção aos próprios erros. Foram avaliados 51 universitários, por meio de testes e de eletroencefalografia, para monitoramento das correntes elétricas do cérebro. No grupo havia cristãos, muçulmanos, hindus, budistas e ateus. A principal descoberta do estudo foi perceber que há um elo entre as crenças religiosas e a atividade de uma parte da massa cinzenta chamada de córtex cingulado anterior. Segundo o monitoramento, quanto mais as pessoas acreditavam em Deus, menos atuante era essa região. Para entender melhor, considere o fato de que o córtex cingulado anterior costuma trabalhar em dobro em indivíduos que sejam muito ansiosos. A chave que explica esse fenômeno pode estar no sentido que a religião traz à vida das pessoas. De acordo com os coordenadores da pesquisa, suspeita-se que se trata quase como uma proteção contra a ansiedade e a depressão. Ter um propósito em seus dias também é um fator extremamente marcante, segundo os estudiosos era possível perceber nitidamente que aqueles pacientes que ainda pretendem educar filhos ou deixar um legado, lutam em dobro para recobrar suas forças.

Superação que ajuda Superação também é sinônimo de sair de padrões, tentar o diferente e se jogar nessa tarefa sem medo de ser feliz ou julgado. Foi com isso em mente que Marlize Martins, de 27 anos, entrou para o Corpo de Bombeiros. Passando frequentemente por treinamentos puxados e extensos, que exigem força física e também emocional o tempo todo, o esforço rendeu a ela a função de motoris-

ta e socorrista da viatura de resgate do quartel Coronel Antonino, em Campo Grande, fazendo atendimentos de urgência e emergência e transportes especializados. Acidentes e ocorrências fazem parte do dia a dia de Marlize que, apesar da aparência delicada, afirma que trabalha sempre excedendo os próprios limites, sendo capaz de atividades penosas como combate a incêndio e salvamentos, descida em rapel, busca em matas, enfim, todos os serviços nos quais for preciso atuar. “Claro que existe certo preconceito, pois aos olhos de muitos, essas são funções masculinas, porém eu não tenho medo de me arriscar e tentar. Sinceramente, prefiro gastar minhas energias auxiliando e atuando no que for necessário para ajudar o próximo. Dinheiro nenhum paga o sorriso de agradecimento de alguém que foi atendido por nós e de seus familiares nos reconhecendo como pessoas de bem e colaboradoras”, explica. Mãe de uma pequena de quatro anos ela encara agora o quinto semestre da faculdade de Enfermagem e aconselha às meninas que querem seguir o mesmo caminho que o seu no Corpo de Bombeiros que não desistam dos seus objetivo e ideais. “Tenham muita dedicação e força de vontade nos estudos e nas atividades, pois nada é fácil. Em nenhuma de nossas áreas encontramos facilidade, seja ela qual for, mas quando corremos atrás dos nossos ideais e objetivos com amor, dedicação e respeito, tudo se torna claro e fácil”, finaliza. texto Evelise Couto

Ímpar 21


comportame nto


s i e v í s s o P Conheça a história de mulheres que, com graça e força, realizam suas rotinas e sonhos

24 horas parecem muito pouco para as quatro entrevistadas desta edição. À frente de cargos e funções que exigem força, foco e determinação, engana-se quem acredita que o expediente acaba depois das oito horas corridas. A promotora Paula Volpe, a vereadora Juliana Zorzo, a delegada Lucia Falcão e a deputada estadual Dione Hashioka contam sobre seus cotidianos e de como executam tudo com a maestria de quem acredita que se superar é sempre possível.

Um toque de cor Ao entrar na sala de Paula Volpe um comentário chamou a atenção: “Todo mundo implica com meu sofá vermelho! Mas eu acho tão bonito, gosto tanto!” Deste ponto, muita coisa se explica. O sorriso no rosto e a simpatia com que recebe as pessoas, fazem do ambiente sério do Ministério Público um lugar mais amigável. Promotora há 10 anos, ela conta que muito de sua experiência foi adquirida com a vivência no interior do Estado. Lugares como Ponta Porã, Sidrolândia, Rio Brilhante e Ribas do Rio Pardo a fizeram enxergar a vida

em diferentes perspectivas e aprender a sentir cada situação do trabalho de forma especial. Apesar de acreditar que as mulheres têm uma sensibilidade maior frente aos assuntos com os quais precisa lidar em seu trabalho e que são capazes de trazer um colorido especial por onde passam, Paula garante que a grande motivação para cada uma de suas ações, como o envolvimento nas investigações do Hospital do Câncer em Campo Grande, é puramente profissional, sem preferências ou emoções envolvidas. Ela trabalha ainda todas as manhãs junto do ônibus da Justiça Itinerante, que leva uma justiça célere mas eficiente para comunidades mais carentes da Capital. Segundo a promotora, homens e mulheres trabalhando juntos em um mesmo ambiente compõem uma situação na qual só se tem a ganhar. “Aprendemos uns com os outros. Eles são mais racionais, mais práticos na hora de resolver problemas. Já nós nos preocupamos mais com o lado humano, temos instinto materno, então creio que só há soma nessa convivência. É importante ter essas duas óticas, nós mulheres viemos para temperar o meio”, afirma.

Ímpar 23


Realizada, Paula admite que não poderia estar mais satisfeita com os rumos que sua vida tomou. Casada e feliz, ela conta que apesar do começo difícil em sua profissão, da vivência longe de casa e da família, acredita que cada uma destas etapas foram necessárias para a realização deste sonho. “O Ministério Público é questão de vocação pessoal, ideal para quem tem a intenção de ajudar e colaborar com a sociedade”, completa.

Juventude e aprendizado Dinâmica e cheia de energia, Juliana Zorzo chega aos 27 anos à Câmara Municipal de Campo Grande. Formada em Direito, o trabalho e os estudos sempre foram prioridades em sua vida e hoje ela divide seu tempo entre o cargo de vereadora, o trabalho como representante comercial das empresas de sua família e o doutorado em Direito Patrimonial em Salamanca, na Espanha, onde chegou a morar algum tempo. Aprender é palavra de ordem na vida da campo-grandense e, por conta disso, já fez intercâmbios para vários paises como a Índia, a Alemanha e o Canadá. “Conviver em uma cultura diferente e com povos de outros paises é enriquecedor. Saber como funciona sua rotina e observar seus hábitos é uma ótima forma de aumentar o seu conhecimento”, explica. Nova no cargo de vereadora, ela conta que tem se esforçado bastante para se adaptar à nova rotina e às atribuições de sua função. “O dia a dia é agitado, principalmente porque gosto de ir aonde o povo está. Nao adianta só estar no gabinete, mas sim visitar as comunidades, escutar o que o povo precisa e o que nós, enquanto representantes da sociedade, podemos fazer por eles”, conta. Juliana explica que, apesar da desenvoltura que vem apresentando no cargo, sua vocação pela política demorou a aflorar e que veio com a maturidade da vida adulta. Ela acredita que poder contribuir com seu conhecimento e suas idéias para a melhoria da vida dos campo-grandenses é uma maneira de retribuir tudo que Deus lhe deu e que sua família pôde proporcionar. É, como ela explica, poder exercer plenamente seu papel de cidadã. Jovem e mulher, Juliana representa uma exceção ao mundo político tão comum aos homens. Em tempos em que a popularidade e credibilidade das

24 Ímpar


mulheres em cargos públicos vêm aumentando, Juliana acredita que a contribuição feminina mostra cada vez mais a força da mulher que luta, que acredita em seus ideais e corre atrás de seus objetivos. “A mulher tem tido mais confiança em si própria e muito mais voz ativa. Um bom exemplo disso é a Lei Maria da Penha, que foi uma lei feita por mulheres e para mulheres”, destaca. Ela acredita ainda que apesar dos avanços, precisamos de uma presença feminina maior no cenário político. “Temos mais firmeza, mais objetivo, mais foco e mais compromisso. Uma mulher firme em seus princípios, não se deixa levar por outras ideias e é dessa força que precisamos”, finaliza.

Para os fortes Só de olhar para Lucia Falcão já se percebe que ela é daquelas mulheres que nao fogem a um desafio. Delegada da Policia Civil, ela começou a carreira policial aos 19 anos, como escrivã de polícia. Formou-se em Direito, prestou concurso e anos depois ingressava em sua atual função que exige força e muita coragem. Na Academia de Policia, ela já mostrava que nao brincava em serviço. De sua turma, composta por homens e mulheres, ela foi a primeira da turma, com aproveitamento excelente em todas as técnicas necessárias para o cargo, como investigação, tiro, imobilizações, defesa pessoal, entre outras.

Há 20 anos na profissão, depois de passar por diversas delegacias, ela é a responsável por coordenar a Academia, na formação de policiais. “É um trabalho que eu amo, que me satisfaz, que me preenche. Eu a escolhi e continuo nela até hoje e pretendo fortalecê-la cada vez mais diante do trabalho que eu desempenho”, explica. Apesar de predominantemente masculino, Lucia conta que o ambiente policial tem recebido cada vez mais mulheres em suas cadeiras e, por conta de sua dedicação e foco, têm ganhado muito destaque na profissão. A sensibilidade feminina, segundo a delegada, é uma vantagem para o trabalho profissional e nas investigações. “Ter feeling e perceber fatores que às vezes não são perceptíveis aos homens, que têm o raciocínio mais lógico”, explica. Trabalhar na policia significa uma rotina bastante puxada e sem horários definidos para o trabalho. Toda hora é hora. Apesar disso, a delegada divide sua rotina com a educação de seus filhos, a dedicação com seu marido que, segundo ela, por também trabalhar na policia compreende melhor seu dia a dia e ainda não deixa de lado os cuidados com o corpo e sua saúde, necessários também para o bom desempenho de sua função. Para as mulheres que pretendem ingressar na polícia, Lucia acredita que o primeiro passo é definir bem o que ela realmente quer, com que área se identifica mais e a partir disso concentrar-se. Dedicação é indispensável, bem como a vontade incansável pelo bem e a verdade. “A sociedade espera isso de você, então faça o seu melhor”, aconselha. Ímpar 25


De olho sempre Ter uma vida corrida nao é novidade para a deputada estadual Dione Hashioka. Dentista por formação, levava os filhos ainda pequenos para o consultório enquanto atendia seus pacientes. Em 1994, quando ocupar um cargo político nao fazia exatamente parte de seus planos, filiou-se ao PSDB. Sempre atuante, porém nos bastidores como primeira-dama do esposo, o engenheiro Roberto Hashioka, prefeito de Nova Andradina, em 2006, por influência da então senadora Marisa Serrano decidiu abraçar a vida pública, candidatando-se à deputada estadual. “Entrei para valer na disputa, mesmo sabendo das minhas dificuldades em falar ao público e de estar à frente ocupando um cargo politico”, conta. Para ela, ter sido eleita foi um presente da população e hoje já está em seu terceiro mandato. Mãe de Roberto, Fábio e Lucas e avó de Victor, Dione confessa que não deixa sua porção mãe de lado. “Mesmo adultos, continuo tratando meus filhos como crianças. Estou sempre de olho, não importa onde estejam. Ainda que independentes, sou o esteio deles, que me ligam em qualquer situação, por isso mantenho o celular sempre disponível”, afirma. Super dinâmica, mesmo se dividindo entre Nova Andradina e Campo Grande, a deputada faz questão de fazer o supermercado, de escolher as frutas e os legumes mais frescos. Toda a correspondência recebida em seu gabinete é despachada por ela, que acompanha e responde uma a uma. Além disso, ela faz questão de tratar os assuntos da Assembleia Legislativa diretamente. O mesmo vale para audiências com os Secretarios de Estado e com o Governador, além de acompanhar os casos de saúde que intermedia, de perto. Dione acredita muito na força da mulher, que mostra com coragem, determinação, garra e com muita luta o que é capaz de fazer. “Mesmo com trabalho, família e vida política damos conta do recado”, afirma. Uma mulher à moda antiga, como ela mesma se define, é temente a Deus e tem confiança no propósito que Ele tem para cada um na Terra. Para ela, nada é mais fundamental que a família e o desejo de servir ao próximo, mesmo antes de se realizar pessoalmente. Nas horas vagas, quando a deputada dá lugar à Dione do dia a dia, gosta de se dedicar às suas orquídeas e plantas e de reunir a família em torno de uma mesa farta. “Ah, e tudo preparado por mim!”, garante. texto Evelise Couto fotos Giuliano Lopes

26 Ímpar

Mesmo com trabalho, família e vida política damos conta do recado.

Dione Hashioka


ensa io

O AMOr EStá NO Ar Este é um mês especial para os apaixonados e amantes de plantão, já que no dia 12 de junho é comemorado o dia dos namorados.

Ser amigo, compartilhar os segredos, confiar, proteger e ter o amor como palavra principal do vocabulário – isso é namorar. Foi pensando justamente neste afeto que, nesta edição, a Ímpar convidou os casais Enrico Feitosa e Rafaela Cunha, Mariana nogueira e Rodrigo Scardini, Adriana Stivalet e henrique Medeiros, Ângelo Arruda e Aninha, jennypher Mingroni e hermes lima, para deixarem aquele clima de amor no ar e inspirar a todos… texto thaís lopes pimenta fotos Marcos Vollkopf


Enrico feitosa rafaela cunha


Jennypher Mingroni Hermes lima


Henrique Medeiros Adriana Stivalet


rodrigo Scardini Mariana Nogueira


Ă‚ngelo Arruda Aninha


saúde

hiperidrose axilar

34 ímpar

conheça os tratamentos para quem sofre com o excesso de transpiração nas axilas


Também chamada de sudorese ou suor excessivo, a hiperidrose axilar é uma desordem relativamente comum, que causa muito desconforto. Uma estimativa diz que de 2 a 3% das pessoas sofrem com suor excessivo nas axilas. Segundo o cirurgião plástico Rodrigo Anache Anbar, a hiperidrose não é uma doença e sim uma condição que costuma estar presente durante toda a idade adulta e regredir espontaneamente na velhice. Está fortemente ligada ao estresse, ansiedade, nervosismo, obesidade e alterações hormonais. “O quadro caracterizado por sudorese abundante nas axilas acarreta embaraço social, desconforto, deterioração das vestes e, por vezes, mau odor. Apesar de ser mais exagerada no calor, pode ocorrer independente da temperatura local, surgindo em decorrência do estado emocional de cada um”, detalha o médico. O que causa a transpiração excessiva? Embora a sudorese excessiva possa ser causada por doenças neurológicas, metabólicas ou sistemáticas, a maioria dos casos ocorre em pessoas com boa saúde. Calor e emoções podem desencadear a transpiração excessiva em algumas pessoas. Porém muitas das que sofrem com a sudorese, passam por isso quase o tempo todo, independentemente do seu estado de espírito ou do tempo.

Muitas pessoas querem dar fim ao problema do suor excessivo, no entanto, a transpiração é um processo que ocorre naturalmente com o corpo, como ao realizar atividade física, por exemplo. Também é um processo natural quando o corpo está muito quente devido à temperatura exterior ou quando fica quente a partir de uma fonte externa, como a de um aquecedor. “ A transpiração é a maneira como o corpo reage à estimulação, como exercício, estresse e calor. É também possível que a sudorese excessiva possa ocorrer em determinadas condições, como enjôo, ou quando se passa por fases da vida, tais como a puberdade ou a menopausa”, explica o cirurgião Rafael Anache Anbar. Quando se fala sobre a transpiração excessiva, o que se quer dizer é que as estimadas 5 milhões de glândulas sudoríparas que estão localizados em todo o corpo, estão sendo mais estimuladas. Quando o corpo sua, ele produz um líquido que consiste principalmente de água com pouca quantidade de cloreto de sódio, lactato, uréia, além de alguns minerais adicionais. Esse mecanismo é acionado quando o corpo precisa se resfriar ao ser sobrecarregado, ou quando a temperatura do corpo tem de ser mais fria. A hiperidrose é também uma forma do corpo se livrar das toxinas. texto Rejane Monteiro

Tratamentos:

»» Casos leves podem ser tratados com medicamentos tópicos e/ou psicoterapia. Formas mais

acentuadas podem se beneficiar de tratamento sistêmico, no entanto, podem ter repercussões cardiovasculares e devem ter acompanhamento cuidadoso deste sistema pelo médico. »» A aplicação de toxina botulínica é uma boa opção, apesar de seu alto custo e da necessidade de constantes reaplicações, ocorrendo em média a cada seis a nove meses. »» Uma nova opção que vem obtendo mais adeptos devido ao baixíssimo índice de complicações é a cirurgia de ressecção das glândulas sudoríparas axilares, chamada lipossucção com curetagem, um procedimento simples, realizado na própria clínica, sob anestesia local ou anestesia local associada à sedação, no qual as glândulas são removidas por meio de dois pequenos orifícios de no máximo um centímetro em cada axila.

ESPAÇO DA PLÁSTICA Rua 25 de dezembro, 1460 Fone: 3321-4444 / 3324-4444 www.espacodaplastica.com.br

Ímpar 35


QUal idade

adestramento de cães Desobediência, ansiedade, agressividade. quando é necessário adestrar seu animal? Você ensina que o xixi deve ser feito em um lugar específico, mas ele insiste em utilizar o tapete da sala. quando uma visita chega, é logo recebida com lambidas e patadas frenéticas. Cenas assim, sempre acontecem em uma casa dominada por um cachorro desobediente. “Muitos cães apresentam problemas como avançar em estranhos, urinar em lugares errados e latir sem parar”, observa o adestrador Tony Cão. Sem falar naqueles abusados que utilizam de agressividade para chamar atenção. o dia a dia corrido e a falta de tempo para dar atenção aos animais podem gerar grandes problemas no animal. Mas, se o dono cede a qualquer apelo hostil, o caminho é sem volta: o animal reagirá de maneira cada vez mais violenta para ter seu desejo atendido. Todos esses comportamentos inadequados têm impacto na saúde dos moradores, afetam a higiene do ambiente e elevam o nível de estresse de toda a família. Aí, não há melhor saída para impor limites à cachorrada do que chamar um bom adestrador.

36 ímpar

hoje, o adestramento de um animal pode ser realizado em qualquer idade. Claro que o tempo destinado a um animal de seis meses será diferente do tempo que será destinado a um animal com uma idade já avançada, mas a técnica é a mesma. “Em qualquer adestramento, seja de um animal grande, seja pequeno, utilizamos o método da compensação. Adestrar um cachorro é como educar um filho: exige um certo tempo e muita dedicação. Aos poucos o animal vai assimilando como deve agir. os cães gostam disso. Eles se sentem bem quando sabem o que têm de fazer”, define Tony que se considera psicólogo canino e adestrador de donos. Ele completa que é imprescindível que os proprietários façam o acompanhamento treinando, sempre que possível, com seus animais. texto rejane Monteiro foto Jeans Vollkopf

TonY CÃo Tel: (67) 9284-7665


QUal idade

Mi casa, su casa

Designers de interiores se jogam na rede para mostrar que decoração pode ser acessível, sim senhor! Apaixonadas por decoração, as designers de interiores Renata jorge e luciana Madrid seguem firmes na parceria desde os tempos de faculdade. Por conta de tanta sintonia, as amigas resolveram dedicar seu tempo e criatividade a um blog que fala sobre o assunto preferido das duas: decoração de interiores. o Casa de Renata, seu nome original, foi criado há cerca de um ano. Ao receber a colaboração de luciana, as blogueiras sentiram a necessidade de acrescentar algo que mostrasse mais a noção de que ali internautas do mundo todo poderiam encontrar dicas e sugestões úteis de decoração, nascendo assim o “Casa de Renata... são ideias!” A grande finalidade do blog, segundo a dupla, é desmitificar o conceito que grande parte das pessoas tem de que decoração é um assunto caro, inacessível e complicado. “isso não é verdade, por isso gostaríamos de mostrar que qualquer um pode se jogar no assunto. É preciso ter olhar e, com o blog, esperamos treinar essa habilidade de nossos leitores. Provar como uma repaginada em um móvel, a troca de um estofado de um sofá, uma cor diferente na parede, um quadro em uma posição estratégica mudam completamente um ambiente. Mas, sobretudo, que a decoração deve ter a cara de quem mora ali”, explica Renata.

38 ímpar

As amigas dedicam-se totalmente ao site, que tem em sua lista de colaboradores, lojas e arquitetos, o que ajuda a enriquecer seu conteúdo. “Vamos até as lojas e, em cima de um assunto da área, mostramos produtos, tendências, damos dicas, sugestões de como usar a decoração a seu favor”, conta luciana. no blog, matérias variadas atraem leitores de todo o país. Em pauta, assuntos como cores, texturas, pisos, estilos e tudo o que tiver a ver com o universo da decoração, de uma forma bastante didática e informativa. hoje totalmente inserida no mundo online, Renata conta que além de ter a oportunidade de falar sobre um assunto que ama, ser blogueira é uma verdadeira superação. Ela confessa que nunca teve a menor familiaridade com computadores, máquinas, celulares e afins, mas que a ajuda de luciana tornou o caminho muito mais fácil. As duas atualmente, consideram-se viciadas em redes sociais e internet. E por falar em redes sociais, a fanpage do blog também atrai público do Brasil inteiro, com conteúdo de qualidade e sorteio de prêmios para mimar seus fãs. texto Evelise couto foto giuliano lopes

Blog: www.casaderenata.com.br


artiGo

aMor oU SolidÃo ? Dra. marlene Figueira da silva é advogada, professora universitária, funcionária pública, pós-graduada em Direito Administrativo Aplicado à Administração Pública. seu e-mail é marlene.figueira@uol.com.br

o amor entre dois seres humanos deve ser despojado de qualquer sentimento de egoismo. o verdadeiro amor é a aspiração mais nobre da pessoa. no entanto, o egoismo, o preconceito, a infidelidade pode tornar-se um terror e impedir uma relação sadia, estável e cheia de afeto, que poderá conduzir o casal a felicidade de estar juntos e compartilhar momentos de plenitude. A fidelidade é anterior a própria relação, ela é inerente a pessoa, quem ama não precisa trair, pois o seu bem querer, a satisfação esta ao lado do ser amado. o egoismo traz uma consequência muito próxima da infidelidade, pois quando a pessoa, ainda que não seja percebido no início, mas o interesse de uma das partes por coisas fúteis como carros, viagens, roupas, tudo da melhor marca e o maior preço, sendo inconsequente com os seus caprichos, fica vulnerável a infidelidade com certeza. no entanto é perceptível na fase inicial da relação ocorrer que aquele que ama de verdade, leva muito tempo para perceber e o que é mais grave não aceita ser advertido por amigos. Vamos falar da importância do amor, já sabemos que Deus nos criou para viver em companhia homem e mulher, amar, gerar filhos, construir fa40 ímpar

mília e como é bom amar e ter família! o afeto, o carinho, é remédio para qualquer doença, qualquer tristeza ou sofrimento. Amar é compartilhar, vencer barreiras juntos de mãos dadas, e sentir um pezinho esquentando o outro e contar sempre com alguém e nunca sentir-se sozinho. E o amor de mãe? é a alegria repouso de nossos anseios na posse de um bem. A vontade de Deus, um bem supremo, eterno, imutável, seguro e imperdível. Solidão, porque? Desapego, desilusão, depressão, se o remédio, Deus deixou para nosso mundo humano e até animal, existem tantas formas de amar e ser amado. E certo que nascemos sozinhos e morremos só. no entretanto, a vida não nos permite viver só, se você não tem um amor por opção. nossa Alegria deve ser profunda! A genuína alegria vem do coração! Alegrar-se de verdade é uma arte que conquistamos, somente se nossa alma descansar no supremo bem, em última análise no amor de Deus. Feliz dia dos namorados para todos os casais apaixonados, da adolescência até o centenário.


artiGo

há tempo para brincar, ver bichos, plantas... Arminhanisch - SXC

maria eugênia amaral é mestra e doutora em Ecologia pela u n iCAMP, ar ticulista de periódicos e escritora. Seu blog é w w w.mariaeugeniaamaral.com

Tempo! Por vezes penso nele e me lembro de já ter lido em algum lugar que “existe um tempo para tudo.” há o que foi feito precisamente para nascer e outro, que transcorre sem nenhuma exatidão, para crescer. Para crianças do século passado havia um que era sagrado: tempo para brincar. Com frequência diária, não se perdia um minuto sequer do ritual de correr e pular, cair e levantar, como se existisse um campeonato de cicatrizes entre pernas e braços. E, sabe-se lá por que, um joelho acabava sempre campeão. Foi entre uma cicatriz (que reabria quando eu andava) e duas outras (que quase não doíam mais) que inventei um tempo sob medida: o de parar, ficar quieta, imóvel como uma estátua. Mas, sem ninguém para ver, brincar sozinha de estátua não tinha a menor graça. Então, sentada no quintal, me entretive incomodando formigas que faziam trilha, atirando pedregulhos nas galinhas que ciscavam e olhando joões-de-barro construindo ninhos, até perder a noção de tempo. Comecei a gostar cada vez mais da brincadeira de olhar bichos. os dias passavam e eu também passei — de distraída a observadora atenta da vida no galinheiro, dos pintos guachos e das formigas. E quando a noite começava, ainda havia as lagartixas caçando insetos ao lado da lâmpada na parede da cozinha. 42 ímpar

Assim, fiquei semanas sem ganhar novas cicatrizes, chegando a ser elogiada: “uma menina que já anda como mocinha cuidadosa, olhando onde pisa!”. Mas ainda não era o tempo certo para ser tão delicada... Em um final de tarde, de cima do fogão a lenha, resolvi saltar sobre a pia. Consegui o que queria. Dei um tremendo susto na gata que passeava pela cozinha, mas me estatelei, quebrando um braço e quase levando uma surra. Foi quando decidi deixar os bichos de lado temporariamente e dedicar minha vida para ver as plantas crescerem. Com o braço direito engessado, me esforçava para fazer anotações, desenhar e marcar as plantas com a mão esquerda. havia uma trepadeira que me deixava confusa. Cada dia ela subia mais sobre uma janela velha, como se caminhasse. Afinal, planta crescia ou se mexia? não é só bicho que anda? Crescer, no caso dessa planta, não seria um autêntico movimento que meu olhar não acompanhava? lá em casa todo mundo ficava irritado com tantas perguntas. o tempo passou, fiquei sem respostas e abandonei as plantas para acompanhar as “Missões” que agitavam a família e a cidade. Foi quando decidi que seria freira. Mas minha vocação religiosa já é outra história... Afinal, há tempo para tudo neste mundo.


drops

MOcHIlEIrA NA MODA

Assessoria

A mochila, muitas vezes vista com olhos de reprovação, está de volta às passarelas e no street style. o acessório ficou um pouco esquecido pela classe fashionista mas retorna às costas da mulherada. Marcas renomeadas mundialmente resgataram a peça e trouxeram um ar mais vintage e deluxe, deixando de lado aquela cara de “colegial”. Em cores básicas como preto e azul, as mochilas agora vão acompanhar você desde uma caminhada no parque até um dia no shopping com as amigas. Aposte!

trINtA ANOS DE pArAlAMAS

Assessoria

A banda Paralamas do Sucesso comemora 30 anos de muita música. Com herbert Vianna (guitarra e vocal), Bi Ribeiro (baixo) e joão Barone (bateria), o grupo mantém a mesma formação desde o início e, em entrevistas, eles garantem: “A gente é um tripé: se tirar um, cai tudo”. Com sucessos da década de 80 e versões para os clássicos que marcaram o grupo, os Paralamas iniciam mais uma turnê de aniversário! os shows estão confirmados para acontecer no Rio de janeiro, São Paulo, Salvador, Recife, Porto Alegre e Curitiba.

Getty images

cHEgA DE frIzz! Toda mulher sabe que as condições metereológicas interferem (e muito!) na aparência do cabelo. o maior vilão nos dias chuvosos é o frizz, que passa a impressão de desleixo com a cabeleira. Para se livrar desse mal, vale a pena investir sempre produtos da mesma linha, criados com a intenção de se complementar. Após a lavagem é indicado passar de 2 a 3 gostas de leave-in e deixar que o cabelo seque naturalmente, já que o uso de secador geralmente deixa o frizz em evidência.

já pensou em tomar uma cerveja com gosto de açaí? A cervejaria paraense Amazon Beer teve essa ideia e lançou a Stout Açaí. Fiel ao estilo Dry Stout, a bebida tem coloração bem escura, sua espuma é marrom, alta e de longa duração. os toques torrados de café predominam tanto no aroma quanto no sabor e o chocolate amargo também se mostra presente. A cerveja tem um gosto exótico e diferente mas seu preço está longe de ser salgado, com média de R$ 12,00. o site Costi Bebidas entrega a Stout Açaí para todo o Brasil 44 ímpar

Assessoria

uMA cErVEJA DIfErENtE


A NOVA bOSSA-NOVA Com apenas 22 anos, lucas Brandão tem a música como profissão. influenciado por seus pais que trabalham como regentes de orquestra e coral, o artista já compôs 12 canções autorais e tem como inspiração grandes nomes da bossa nova, como Tom jobim e joão Gilberto. Conhecido em Campo Grande por trabalhos anteriores e por suas apresentações em bares da cidade, lucas apresenta o show “ novos Sambas – Bossa nova” no dia 11 de julho no Teatro Aracy Balabanian, com a intenção de mostrar a continuidade da produção de música nas vertentes do Samba, como a Bossa nova, dentro de Mato Grosso do Sul.

Assessoria

helton Perez

drops

ArtE SESc trAz EXpOSIçãO DE cArlOS VErgArA Continua aberta em Campo Grande a exposição “Carlos Vergara – Viajante”, na Galeria de Artes do Sesc horto. o gaúcho é um importante artista contemporâneo das artes que mistura em suas obras um pouco de pintura e fotografia. Esta exposição em especial foi criada em 2008 e registra a construção da cidade de São Miguel das Missões (RS) que no século XViii foi palco das missões jesuítas de civilização aos índios guaranis. A exposição faz parte do projeto Arte Sesc e fica na Capital até o dia 7 de junho.

I’MEMbY – NAScEr EM plENItuDE

Getty images

Com a intenção de ajudar gestantes e mamães de primeira viagem, Caroline Abreu Figueiró, formada em Medicina Ayurveda (indiana) e em nutrição, criou em 2011 o grupo i’memby – nascer em plenitude. os pais se reúnem todo mês com temas sempre atuais para discussão, além dos cursos, projetos sociais e das campanhas realizadas pelo grupo. Tudo é tratado de forma muito holística já que Caroline acredita que o parto interfere por toda a vida do indivíduo. “É preciso trazer a vida de forma consciente e com informação”, diz a médica. Eventos gratuitos serão realizados por todo o ano no estúdio Shanti Yoga. Site: www.imemby.com.br

Walter Casagrande júnior, ex-jogador de futebol e comentarista da TV Globo, lançou em parceria com o jornalista Gilvan Ribeiro, editor de esportes do jornal Diário de S. Paulo, a autobiografia “Casagrande e seus demônios” . A obra vem fazendo sucesso porque relata com sinceridade todos os problemas que o jogador passou durante sua carreira, como o vício em heroína e cocaína e o dopping na Europa, além de lembrar com extrema nostalgia os momentos que viveu ao lado de seu amigo Sócrates, também jogador. De tão sincera e emociante a obra merece ser lida, mesmo que você não seja corinthiano e não goste de futebol.

Assessoria

pArA lEr - “cASAgrANDE E SEuS DEMôNIOS”


DROPS

Peças com uma pegada mais militar vêm se tornando cada vez mais amadas e queridinhas. O inverno brasileiro promete equipar as vitrines com spikes em parkas verde-oliva, os bolsos da calças serão grandes e sempre em grandes quantidades, estampas camufladas e mochilões de lona. Grandes grifes como Calvin Klein e Colcci apostaram suas fichas em modelos mais estruturados com um leve quê masculino. Para quem tem medo de investir uma boa grana na tendência, vale dar uma passada em lojas de departamento que estão cheias destas peças. E aí, vai aderir à essa nova trend?

Divulgação

Fabi Rezek

SENTIDO!

VERSATILIDADE MUSICAL NOVO SISTEMA

Divulgação

Com uma voz doce e um visual diferente, Marina Dalla é paulista mas ficou conhecida na cena musical campo-grandense por cantar nos bares da Capital desde cedo. Ela já tocou ao lado de vários cantores renomados como Maria Gadú e Seu Jorge justamente pela diversidade de estilos musicais que encara, indo do o underground à MPB. Seu primeiro CD autoral, o “Agora Eu Vou”, foi lançado em 2004 com recursos do Fundo de Investimentos Culturais de Mato Grosso do Sul (FIC/MS) e mostrou ao público que mais do que fazer covers, Marina também compõe. Seu segundo álbum “Multi” está sendo gravado e o nome tem uma curiosidade: “Chama-se Multi porque tento mostrar a minha versatilidade como cantora cantando ritmos diferentes do meu habitual” , explica ela.

A novidade já tinha sido anunciada pela Sony mas a Geeksphone foi mais rápida e lançou o primeiro smartphone com sistema operacional Firefox OS. São dois aparelhos, o Keon e o Peak, que custam respectivamente 91 euros e 149 euros. Analisando as características dos aparelhos é fácil concluir que a empresa apostou todas suas fichas no sistema operacional, já que o hardware, o tamanho das telas e a quantidade de pixels não chamam a atenção. A Geeksphone disponibiliza a venda dos celulares pelo site da empresa. www.geeksphone.com

As maquiagens de outono e inverno costumam ser misteriosas, com tons mais escuros nos olhos e bocas marcadas. Foi pensando nessa sobriedade sexy que O Boticário lançou sua nova coleção Make B. Black Crystal, toda trabalhada em tons de roxo, azul, lilás e preto. Com destaque na inspiração na dupla pretinho básico e cristais Swarovski, o que garante brilho para a make. Os queridinhos desta coleção são os esmaltes magnéticos. Eles possuem um componente especial que ao entrar em contato com o ímã forma um desenho exclusivo na unha.

Assessoria

SOBRIEDADE SEXY


tUrisMo

Llao Llao HOtEl & rESOrt gOlf SpA

NA cHArMOSA bArIlOcHE, HOtEl AgrADA tODOS OS tIpOS DE públIcO E cONquIStA ESpAçO ENtrE OS DEStINOS MAIS VISADOS ENtrE OS brASIlEIrOS

Bariloche é o destino mais lembrado entre os brasileiros que adoram fugir do calor para aproveitar neve e um clima frio bastante aconchegante. Situada na província argentina de Río negro, junto à Cordilheira dos Andes na fronteira com o Chile, rodeada por lagos e montanhas, como o Cerro Tronador, o Cerro Catedral – uma movimentada estação de esqui - e o Cerro lópez, a cidade tornou-se o destino ideal para quem pretende fazer uma viagem apreciativa e garantir belas fotos.

localizado nas imediações do Parque nacional nahuel huapi, a 25 quilômetros da cidade de Bariloche, o llao llao hotel & Resort Golf Spa é um dos destinos mais luxuosos e charmosos da América do Sul. A pouco mais de duas horas de vôo de Buenos Aires, desde 1999 é considerado monumento histórico da região, graças a seus quase 80 anos de história e tradição, alem da arquitetura notável. nele há opções para todas faixas etárias, agradando às crianças, aos adolescentes e aos pais, o que torna a ida ao llao llao um ótimo passeio em família. Diversos


programas recreativos são elaborados diariamente para não deixar ninguém parado. O Health Club possui salas de musculação com assessoramento profissional, sala de ginástica, piscina coberta climatizada, piscina descoberta climatizada com acesso interno, hidromassagem e sauna. Além disso conta com um espaçoso Play Room com mesas de pingue-pongue, de sinuca, pebolim, para jogos de baralho e jogos de mesa e videogames. Há também atividades em mountain bike, mountain bike para crianças e Studio Pilates para as mães. Diversos tipos de caminhada tam-

bém sao organizadas, aumentando a interatividade dos hospedes com a natureza local dos parques, cercados de montanhas, lagos e uma rica fauna. Para quem não deixa a ida à academia de lado, diversas modalidades como Body Pump, Pilates Mat, Stretching, Ioga, Ginástica localizada, Hidrogym, Spinning, Relaxing Ball, Feldenkrais (técnica alemã que trabalha com a postura e a autoconsciência do movimento) e Esferodinamia, cujo objetivo é alongar todos os grupos musculares e melhorar a mobilidade articular. Os hóspedes também podem ter aulas especiais de tan-


go e salsa ou optar pela arte por meio das aulas de pintura dadas por artistas profissionais. Os mais aventureiros contam com a opção de praticar Arco e Flecha junto aos instrutores do Llao Llao, bem como arriscar-se no Rappel. Outra atração do hotel é sua marina privada, que funciona apenas durante a temporada de verão. Lá o hóspede pode realizar diferentes atividades náuticas como canoas, caiaques ou windsurf e ter aulas de optimist para crianças de até 12 anos. A grande atração, no entanto, fica reservada ao inverno. Os amantes de ski encontram no resort acesso ao exclusivo serviço de traslados gratuitos para ir e voltar da base do Cerro Catedral e serem recebidos no Hospitality Lounge da Base, preparado especialmente para satisfazer as necessidades dos esquiadores hospedados no Llao Llao. A equipe de recreação do hotel espera no estacionamento para acompanhá-los até o Refúgio Llao Llao, exclusivo para hóspedes. Ali, enquanto desfrutam de um café, um chocolate ou de um exclusivo almoço, uma equipe qualificada informará sobre os passes para os meios de elevação, aluguel de roupas e equipamento de ski ou snowboard,

52 Ímpar


e podem entrar em contato com instrutores especializados para ter aulas personalizadas ou em grupos. O Llao Llao conta ainda com campo de golfe de 18 buracos e um parque de 15 hectares integrado a ele, além de praia, solário, Business Center, salas de jogos, de leitura, de TV e bridge. O hotel possui 205 quartos, dos quais 43 correspondem à nova Ala Moreno, que está integrada por studios e suítes de luxo, uma Suíte Royale e duas Suítes Master, com uma imponente vista do Lago Moreno e Cerro Tronador, todas com terraço, ar condicionado e jacuzzi. Na Ala Bustillo, edifício original do hotel, a Suíte Presidencial de frente para o lago Nahuel Huapi é de 162 m² e possui banheira com hidromassagem, chuveiro com massagem, banheiro com revestimento em


mármore, um espaçoso terraço de 108m² e uma grande lareira em sua ampla sala de jantar. Pura elegância e aconchego! Além disso os hóspedes têm a opção de alojar-se em uma exclusiva cabana com uma imponente vista aos jardins, campo de golfe e lagos Moreno e Nahuel Huapi. Para quem aprecia a boa cozinha, o local é também uma ótima pedida. Referência em gastronomia na zona da Patagônia, oferece cinco opções diferentes de restaurantes aos hóspedes que podem desfrutar desde cordeiro patagônico até a mais delicada cozinha internacional; desde o clássico Cha Llao Llao até os happy hours da tarde, sempre em ambientes aconchegantes. Enfim, um passeio ímpar de sensações e emoções para todas as épocas do ano e para diferentes estilos de vida. texto Evelise Couto fotos Assessoria


Perfil

Victor Arriagada A fotografia em primeiro plano Nascido em Santiago, capital do Chile, Victor Arriagada veio para o Brasil para desfrutar da cultura brasileira, em plena época de carnaval. Daqui não saiu mais. Hoje, casado com a conceituada jornalista e apresentadora Carmen Cestari é pai da pequena Martina, de cinco anos. Chileno, como é conhecido nos bastidores da política e do jornalismo, conta que ficou impressionado com a comida e o carinho dos brasileiros e que morou em diversas cidades até se estabilizar em Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul. A fotografia, antes um hobby, passou a ter um caráter profissional quando conheceu o fotógrafo Sebastião Guimarães, vulgo Tiãozinho, que na época prestava serviço para o então governador Marcelo Miranda. A experiência concreta veio com o árduo expediente que cumpria em 1989. Durante a parte da manhã integrava a equipe de Tiãozinho, na parte da tarde trabalhava no extinto Diário da Serra, e nesse meio tempo ainda atendia a campanha do deputado Londres Machado, considerando assim o marco inicial de sua vida profissional como fotógrafo. Chileno cita campanhas políticas importantes como a de Levi Dias, Ricardo Bacha, Delcídio Amaral, Zeca do PT, Nelsinho Trad entre outros. Em 1998 voltou a trabalhar com Londres Machado que atende até hoje e há dois anos e meio atrás foi convidado por Ulysses Serra Neto para fazer parte de um projeto virtual baseado no Jornal do Brasil onde a fotografia seria valorizada como um convite ao texto jornalístico. Prontamente aceitou o convite e adicionou o Diário Digital em sua carga curricular. Chileno adora ensinar novos fotógrafos e diz: “A vida trouxe ótimas surpresas e procuro surpreender a cada dia. A fotografia é o passaporte para isso“. Ousado, está sempre buscando ângulos diferenciados, angariando desta maneira tombos, arranhões e lesões, mas ele não se lamenta, diz que faz parte do ofício e a cura é o próprio amor à profissão. Chileno faz sempre uma oração antes de iniciar qualquer trabalho, pedindo inspiração para captar a verdade do momento, pois tem a consciência que não está sozinho. texto Beto Salle foto Giuliano Lopes

56 Ímpar


entrevista

carla diniZ

60 Ă­mpar

Ao completar 60 anos, terenos comemora a gestĂŁo de sua primeira prefeita


Formada em Administração de Empresas e Matemática, Carla Diniz é professora concursada do Estado e por anos atuou em sala de aula. Em 2005 foi convidada pelo então prefeito de Terenos, Beto Pereira, para assumir o Departamento de Educação do município. Aceitou o desafio e em pouco mais de sete anos transformou o setor educacional da cidade, por meio de uma gestão moderna e eficiente. Eleita prefeita com 63% dos votos válidos em 2012, ela detalha os projetos que serão desenvolvidos durante sua gestão, os primeiros meses de mandato e os desafios de ser a primeira prefeita do município que completa 60 anos. A política sempre foi um objetivo? Tudo aconteceu naturalmente. Durante a campanha eleitoral de 2004, quando o ex-prefeito Beto Pereira estava pleiteando a Prefeitura, nos foi colocado o convite para montarmos um plano de governo com as expectativas que a comunidade tinha em relação à educação. À época tivemos a oportunidade de ouvir não só crianças e adolescentes, mas também as famílias que também vêm até a escola e trazem as demandas. Participamos ativamente dessa campanha que foi vitoriosa e logo após assumir, o prefeito nos convidou para diretoria do departamento de educação. À época hesitei um pouco por ser um cargo de gestão, mas, era um momento ímpar em que poderíamos colocar em prática o que pensávamos que pudesse revolucionar a qualidade da educação em Terenos. Primeira mulher eleita para assumir a Prefeitura de Terenos. Na sua visão a mulher tem participado ativamente do cenário político? A mulher conquistou o direito de voto em 1932, mas precisa estar todos os dias provando que é capaz, que pode desenvolver um bom trabalho. Hoje ela ainda ocupa um espaço muito pequeno na política, Nós precisamos mobilizar mais mulheres a participar da cena política. A partir do momento que a disputa for mais equilibrada, teremos uma participação maior. Representante da classe dos educadores, a senhora ganhou o reconhecimento da população de Terenos ao implantar um modelo de gestão diferenciada. O que efetivamente foi realizado? Em Terenos nós temos três escolas estaduais, sete escolas municipais sendo que seis estão localizadas na zona rural. Ainda contamos com duas creches e um Centro de Educação Infantil de quatro a cinco anos. Em 2005, quando assumimos, a rede municipal de Ensino contava com 900 alunos.

Oito anos após, entregamos com 2.300 alunos. Uma procura muito grande pela rede de ensino municipal, exatamente por conta desse desenvolvimento da qualidade. Nossa primeira ação foi melhorar a estrutura física das escolas, com a reestruturação dos prédios públicos. A partir daí buscamos investir em capacitação dos profissionais, material didático de qualidade. Procuramos também valorizar o aluno com a entrega de material escolar, com a entrega de kits escolares. Trabalhamos muito a questão do envolvimento da família porque em educação não há nada que a gente plante hoje, que se colha imediatamente. É necessário muito trabalho de acompanhamento das ações para colher os frutos positivos dos investimentos feitos. Investir em educação é investir em futuro. Implantamos premiação dos melhores alunos com a entrega de notebooks para as melhores notas. Na prática, nós conseguimos universalizar a educação no município de Terenos. Implantamos também o cursinho municipal, em que os três melhores alunos ganham direito a um estágio remunerado para ajudar no pagamento da faculdade. E a escola de período integral? Quando começamos a analisar o projeto do Governo Federal, o Todos pela Educação, nos interessamos muito por essa proposta da escola em período integral. Já foi provado, que quanto mais tempo a criança conviver com o mundo letrado, no ambiente escolar, mais ela se desenvolve, mais ela se interessa por leitura, escrita, conhecimento no geral. Como não tínhamos um espaço físico para esse projeto dentro da área urbana, resolvemos montar um projeto piloto na área rural, na escola Jamic Pólo. Conseguimos a parceria do Governo do Estado, com a cedência dos professores e implantamos uma série de atividades para os alunos dessa escola em dois turnos, sendo o segundo com atividades diversificadas que vão do esporte à expressão artística, com foco em projetos de Língua Portuguesa e Matemática.

Ímpar 61


Como definir o projeto UCA? O UCA é um projeto do Governo Federal, da época do presidente Lula, que corresponde a um computador por aluno, na verdade um netbook. Um projeto de gabinete do presidente Lula porque ele sempre achou que seria um projeto extremamente importante para a educação. Foram selecionados alguns estados, dentro deles algumas regiões e dentro dessas regiões alguma escolas para receber esse projeto. Terenos foi a única cidade do centro-oeste que conseguiu trazer para o município o UCA total, com a distribuição de computadores em todas as escolas do município, estaduais e municipais. Cerca de três mil netbooks foram distribuídos. Já entregamos uma parte dos equipamentos para teste de rede e agora entregaremos o restante.

Trabalho, transparência, coragem, força de vontade para fazer as coisas acontecerem. A população pode esperar a prefeitura como um canal direto com ela.

O que a população de Terenos deve esperar do seu mandato? Trabalho, transparência, coragem, força de vontade para fazer as coisas acontecerem. A população de Terenos pode esperar a prefeitura como um canal direto com a população. Estamos abertos para ouvir o que a comunidade precisa. Vamos procurar seguir fielmente o plano de governo que montamos durante a campanha eleitoral. Vamos trabalhar pelo desenvolvimento de Terenos. O campo e a cidade caminhando paralelamente e sempre em frente. Fora da cena política, como é Carla Diniz? A Carla tem um compromisso muito grande com as coisas que ela se propõe a fazer. Uma mulher que cumpre todas as tarefas da mulher do século XXI, é mãe, esposa, dona de casa, professora, prefeita e precisa dividir seu tempo entre todos esses afazeres importantes. texto Rejane Monteiro fotos Giuliano Lopes


a mbiente Ăşnico


Arquitetura Alto Padrão Escritório é referência projetos diferenciados

em

Especializado em projetos de alto padrão de arquitetura residencial, corporativa e interiores, o escritório Castro Costa Arquitetura e Engenharia busca excelência em todas as fases da execução de um projeto. Com um atendimento totalmente personalizado que permite ao cliente opinar em todos os detalhes, o escritório já contabiliza mais de 150 projetos executados em Campo Grande. O segredo? A competência dos profissionais. Atuando há mais de 30 anos no mercado como escritório de engenharia, foi em 2006 que a empresa resolveu atender as demandas do mercado e adicionar mais dois profissionais de arquitetura ao quadro. Hoje é composta pelo engenheiro civil David Costa e pelos arquitetos Rafael de Castro, que atua como gerente de projetos, e Douglas Muller. Detalhes como a personalidade do cliente e a funcionalidade da residência são intensamente estudados antes de apresentar uma planta baixa humanizada, que posteriormente é trocada por perspectiva eletrônica (3D). Em destaque, três projetos em andamentos em condomínios fechados. O primeiro, com uma arquitetura clássica, cores claras e uma pele de vidro que dá um ar contemporâneo a residência. O segundo, um projeto contemporâneo com recorte na fachada que remete movimento e imponência. O terceiro, um projeto que sofreu várias adaptações antes da planta final. O resultado: uma residência icônica, conceitual e linda. texto Rejane Monteiro

Castro Costa Arquitetura e Engenharia Rua Eduardo Santos Pereira, 1550, Sala 02 Telefone: (67) 3026-4130 Ímpar 65


vitrine

design & conteúdo Estar conectado é fundamental! Em entrevista, dupla de comunicólogas conta a importância das redes sociais para o sucesso de sua empresa

66 ímpar


Amigas e parceiras profissionais a publicitária Mariana Guimarães e a jornalista Sue Lizzie decidiram unir conhecimentos e experiências para investir em um ramo que vem crescendo mais e mais a cada dia: as redes sociais. Com a agência Design & Conteúdo Social Media Marketing, elas gerenciam marcas como Burger & Co, Espaço D´Buffet, Amoo Bijoux, CNA São Francisco, Empada Brasil, e vários outros dentro e fora do Estado. Em entrevista elas explicam melhor esse mundo online e a importância para as empresas de estarem conectadas.

O que é a Design & Conteúdo? Mariana: A Design & Conteúdo é especializada em ajudar empresas a entender as mídias sociais e a introduzirem-se nelas de forma progressiva, como no Facebook, Instagram, Twitter apenas para citar alguns. Com estratégia e inovação em redes sociais, prestamos consultoria e assistência de Social Media Marketing. Não se trata apenas de publicidade ou comunicação, é algo mais amplo. Cuidamos de todo o planejamento de marketing, prevemos ações e estratégias online, posicionamento da marca, monitoramento e gerenciamento de crise. Como funciona esse serviço? Sue: Trabalhamos com empresas de diversos setores. Todos os dias publicamos postagens com conteúdos relevantes relacionados e elaborados para cada uma delas e ainda informações sobre os produtos da marca. Também fazemos interações com clientes em tempo real. Toda a parte de redes sociais é a gente que cuida, desde arte, foto e vídeo. Desenvolvemos tudo relativo a esse universo, incluindo também blogs e comunidades virtuais. Além disso geramos conteúdo próprio, criamos e produzimos campanhas e elaboramos planos de dinamização contínuos. Como surgiu a ideia de abrir uma agência de mídias sociais? Mariana: Eu sou publicitária e trabalhei em várias agências desde o tempo da faculdade. Fiz há algum tempo o curso de redes sociais em São Paulo na ESPM e com a Martha Gabriel, que é uma das melhores profissionais em Marketing Digital no Brasil, então comecei a trabalhar com isso. Iniciei com uma cliente e, nesse meio tempo, conheci a Sue, que também tinha interesse na área. Tanto eu quanto a Sue fizemos diversos cursos na área.

Sue: Sou jornalista e sempre fui apaixonada por Internet. No último ano da faculdade, no boom das redes sociais fui contratada por uma empresa para cuidar apenas dessa parte. Fui trabalhando e me apaixonando. Como disse a Mariana, nos conhecemos, alinhamos nossas idéias e juntas decidimos criar a Design & Conteúdo. Qual o diferencial do trabalho de vocês? Sue: Nosso trabalho é mais humanizado, nos dedicamos 100% a ele, 24 horas por dia estamos online. Vamos na empresa, tiramos fotos de quem frequenta o local, o que está rolando, a equipe de funcionários, os produtos, tudo em tempo real. Trabalhamos em parceria com as agências de publicidade que, por ventura, já atendam a empresa e somos extremamente meticulosas no que diz respeito à comunicação. Fazemos reuniões frequentes com toda a nossa equipe (diretor de arte, fotógrafos e analistas de mídias sociais) para que todos possamos falar a mesma língua e fluir melhor o trabalho. Temos contato com diversos veículos de comunicação e pessoas da área, o que abre muitas portas na hora de divulgar uma marca. Quais são alguns dos seus clientes? Mariana: Trabalhamos com empresas de diversos setores, como Burger & Co, Espaço D´Buffet, Amoo Bijoux, CNA São Francisco, Empada Brasil, Mais Que Pão, Gleide Flores Maison, Escola Feliz Idade, Giracandy, a cantora Maria Izabel, que é uma das grandes promessas do sertanejo no momento e em São Paulo trabalhamos com a Loubet Brigaderia. Qual é a importância do trabalho com redes sociais? Mariana: É importante frisar que as redes sociais existem para mostrar a qualidade, estrutura,

Ímpar 67


produtos e conteúdo relacionado à sua empresa. Sua função é posicionar a marca de um modo online estratégico, por isso é necessário fazer uso das redes sociais que darão resultado para determinado fim. Costumamos trabalhar com contratos de seis meses porque esse é um trabalho que não dá resultado em um ou dois meses, é um trabalho dia após dia. Geralmente com três meses é possível ter uma noção de como seria ficar sem as redes sociais. Não tivemos nenhum cliente que tivesse desistido após esse perío-

Cuidamos de todo o planejamento de marketing, prevemos ações e estratégias online, posicionamento da marca, monitoramento e gerenciamento de crise.

do, principalmente, aqueles que tinham um certo receio de trabalhar com internet. A Design & Conteúdo está aí para posicionar, para dar destaque e mostrar a marca de sua empresa. Fora do trabalho como são Mariana e Sue? Mariana: Temos estilos diferentes de vida. Apesar de termos quase a mesma idade, nosso ritmo é diferente, sou casada e tenho um filho e sou um pouco mais sossegada que a Sue. A Sue é mais da balada, mais ligada em tudo e acredito que sejam essas diferenças que fazem com que nossa parceria dê certo. Sue: Viajamos muito e estamos sempre ligadas nas novidades de nossa área. Somos, sobretudo, amigas. Trabalhamos muito, mas sempre temos um tempo para sentar, tomar um café e colocar a conversa em dia. texto Evelise Couto fotos Giuliano Lopes


cenário

No tom do sertanejo O músico André Longhin, apresenta um dos primeiros palcos onde se apresentou na Cidade Morena e conta sobre sua carreira O faroeste é o tema da decoração da Valley Acustic, famosa casa de shows voltada ao segmento sertanejo em Campo Grande. Lustres, móveis rústicos, muito couro e figuras que remetem ao melhor estilo de filme de Velho Oeste podem ser vistos por toda a composição. De portas abertas desde 2009, o prédio passou por uma reforma completa em 2012 e a decoração, assinada pelo arquiteto Luis Pedro Scalise, é um espetaculo à parte. Poder cantar em um lugar temático como a Valley, segundo o músico André Longhin, da dupla sertaneja André e Kadu, traz uma sensação incrivel, principalmente porque acredita que até mesmos os frequentadores da casa acabam entrando no clima. “Aqui foi um dos primeiros lugares em que tocamos e isso nos trouxe muita sorte”, explica. De espirito aventureiro, André largou tudo para trás em São Paulo para tentar a vida em Campo Grande. Impulsionado por uma paixão, acabou encontrando na Cidade Morena um berço para produzir sua arte e mostrar sua música. A empatia com a cidade foi tamanha que eles inclusive compuseram e gravaram uma música em homenagem à Capital. Nomes como Chitãozinho e Xororó, Zezé di Camargo e Tião Carrero, são suas grandes inspirações do gênero, mas André confessa também ser um músico eclético, cujas preferências passam do jazz ao rock. Com músicas de sua autoria gravadas por grandes nomes do sertanejo universitário como Luan Santana e a dupla Jorge e Mateus, daqui para frente André pretende crescer mais e mais. Diversas cidades do Brasil já receberam seus shows e a dupla, que acabou retornando a São Paulo, tem em seus planos a gravação de um DVD ao vivo: “Queremos muito que seja em Campo Grande, pois nutrimos um carinho imenso pela cidade. Um dia, se tudo der certo, ainda pretendo morar aqui”, finaliza.

texto Evelise Couto foto Giuliano Lopes 72 Ímpar


vitrine

JoÃo BatiSta da coSta MarQUeS

74 ímpar

tribunal de Justiça de MS é o segundo do país em cumprimento de metas


Nascido em Bela Vista, o desembargador João Batista da Costa Marques assumiu pela terceira vez o cargo de Vice-Presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul em fevereiro com a promessa de imprimir o máximo de celeridade no trâmite dos processos e garantir efetividade na prestação jurisdicional. Em poucos meses, os resultados já começam a aparecer. Em recente avaliação pelo Conselho Nacional de Justiça, o TJMS figura entre os cinco tribunais do Brasil que mais despacham processos e o segundo em cumprimento de metas.

Qual papel a Vice-Presidência tem na administração do Tribunal de Justiça neste biênio? O papel é de cooperação com a Presidência e à administração como um todo, mas principalmente, assim como aconteceu nas gestões anteriores, de imprimir o máximo de celeridade no trâmite dos processos e efetividade na prestação jurisdicional. Não por acaso, no ano de 2012, havia um grande número de processos represados, no que tange recursos extraordinários e especiais, os quais foram, em um período inferior a 60 dias, despachados. Desde então, até os dias atuais, a conclusão encontra-se religiosamente em dia, os feitos estão em ordem, o que acontece não só em relação aos recursos especiais e extraordinários, mas em relação ao pagamento dos precatórios - esses que só não são pagos a mais em razão das limitações de ordem financeiras, já que dependemos do repasse mensal do Poder Executivo. No ano de 2012, o gabinete da VicePresidência registrou mais de 15 mil processos referentes a recursos externos distribuídos, o que representa um aumento de 13% em relação ao ano anterior. Com o crescente aumento da distribuição de recursos nos últimos anos, o que pode ser feito para vencer a demanda processual e manter o TJMS dentre os mais céleres do país? Primeira medida adotada, que permitiu um aumento de julgamento, foi uma gestão implementada na Vice-Presidência, permitindo que se pudesse trabalhar com os processos em ordem, quer dizer, com a conclusão do dia praticamente. Um avanço inegável foi a digitalização dos feitos. Estamos ganhando muito tempo na tramitação dos processos para que possam ser julgados mais rapidamente. Hoje em dia, o processo chega às mãos da Vice-Presidência, dos juízes e dos desembargadores como um todo, muito mais rá-

pido que antigamente. Assim, a digitalização dos autos foi um avanço que vai colaborar pra que o trâmite dos feitos continue acontecendo e o Tribunal de Justiça continue entre os mais céleres do país. Recentemente, fomos avaliados pelo Conselho Nacional de Justiça como sendo o segundo Tribunal do Brasil em cumprimento de metas. Mais além, estamos entre os cinco do país em julgamento de processos. É comum no Brasil que o teor dos processos se repita. Podemos exemplificar por meio de contratos de prestação de serviço seja na telefonia, fornecimento de energia ou contratos bancários. O que vem sendo feito para dar celeridade a processos dessa natureza? Por meio da Resolução nº 160, o Conselho Nacional de Justiça determinou aos Tribunais do país a instalação do Núcleo de Repercussão Geral e Recursos Repetitivos (Nurer). Os núcleos deverão monitorar os recursos dirigidos ao Supremo Tribunal Federal (STF) ou ao STJ para identificar controvérsias que possam vir a ser julgadas como repercussão geral ou recurso repetitivo e auxiliar o órgão competente na seleção do recurso representativo da controvérsia. Além disso, deverão manter e disponibilizar dados atualizados sobre os recursos sobrestados à espera da decisão no STF ou no STJ, identificando o acervo a partir do tema e do recurso paradigma conforme a classificação realizada pelas duas Cortes. Quais serão os principais benefícios para o jurisdicionado com a instalação destes núcleos? Com a composição da equipe de servidores extremamente habilitada, isso vai acontecer de forma mais célere. Nós teremos condições de identificar melhor os processos, com mais rapidez; organizar, encaminhar para o STJ e o STF, e quando vierem as decisões dos tribunais superiores, teremos como fazer isso de forma mais ope-

Ímpar 75


rosa, resultando em benefício para o jurisdicionado, já que a prestação jurisdicional será mais rápida.

quela justiça. O Tribunal apenas administra e gerencia esses pagamentos.

E o setor de precatórios? No setor de precatórios, a Vice-Presidência do Tribunal de Justiça de MS apresentou duas novidades: deixou de pagar os precatórios da área do Trabalho e implantou o Disque Precatórios. Em 2013, foram despachados 2.349 processos e existem 6.026 pendentes. Mas, é interessante esclarecer que o TJMS não deixa de pagar. O Estamos ganhando gerenciamento desses processos são alocados muito tempo na trapara a justiça do trabamitação dos proceslho já que a natureza do crédito é oriunda dasos para que possam

Na prática, qual o benefício do Disque Precatório? O Disque Precatórios foi um avanço fenomenal porque dá mais publicidade a este setor tão importante da Vice-Presidência e do Tribunal de Justiça, e é uma ferramenta fantástica que facilita a vida do cidadão que, em vez de se deslocar, pode simplesmente fazer uma ligação para saber a situação de seu processo. Este serviço está disponível pelo telefone 33141727, tanto para o público externo quanto para o interno, e funciona das 12 às 18 horas. texto Rejane Monteiro fotos Marcos Vollkopf

ser julgados mais rapidamente.

juízes auxiliares Aldo Ferreira Jr. e Paulo Afonso de Oliveira


ensa io

Foto Everson Tavares 78 Ă?mpar


Andar de bicicleta proporciona mobilidade, atividade física, lazer e diversão. Totalmente propagada na Europa, o uso da bicicleta é uma excelente alternativa para os problemas do trânsito e redução de emissão de poluentes. Por outro lado, muitos tem receio de se locomover nas cidades utilizando a bicicleta, devido a fragilidade deste veículo. Outro empecilho na propagação da bike como meio de locomoção é sua associação com a infância e com pessoas de baixa renda: a bicicleta é vista como brinquedo ou como alternativa para aqueles que não podem comprar um veículo motorizado para se locomover. Nada disso! Andar de bicicleta faz bem a saúde, diminui o fluxo no trânsito e otimiza ações ambientais. No mês do ciclista cidadão, Everson Tavares, Marina Pacheco e mais uma grupo de fotógrafos que fazem parte do grupo Saída Fotográfica CG, visitaram espaços públicos que tem relação direta com a bicicleta em Campo Grande, como a Orla Morena, Orla Ferroviária e o Parque das Nações Indígenas. O ensaio foi desenvolvido com um viés artístico-documental, abordando dois aspectos da temática: como as pessoas usam a bicicleta em Campo Grande e quais lugares o ciclista tem a disposição para pedalar.

texto Jean Fernandes


Foto Giovani


Foto Mariana Pacheco


Foto Cida Miranda


evento

ABERTURA

DECON MS

Empresários, representantes de entidades responsáveis por fomentar o mercado interno e organizadores participaram da abertura oficial da DECONMS. A Feira reuniu 116 expositores, de lojistas a profissionais do segmento. Sucesso de público, recebeu 35 mil visitantes em 40 horas de evento. A edição de 2014 já tem data marcada, acontecerá entre os dias 10 e 14 de abril.

1 2

4

3

6

5

#1

João Evaristo, Marcelo Rosenbaum e Elaine Batista #2 João Evaristo, Elaine Batista e patrocinadores master da DECON MS #3 Equipe A Favorita e ex-BBB Fael #4 Elaine Batista, Romeu Castilho e João Evaristo #5 Dijan Barros diretor comercial da Ibratin #6 Vereadores Eduardo Romero e Grazielle Machado 86 Ímpar


8 7

10

9

12

11

#7

Marcelo Rosenbaum #8 Visitantes #9 Movimentação #10 Brinde de abertura #11 Elaine Batista, Romeu Castilho e João Evaristo #12 Tito Sanqueiro

fotos André de Abreu

Ímpar 87


evento

CASAMENTO

MARIA ELISABETE E RONALDO

Autoridades e personalidades estiveram presentes no casamento de Maria Elisabete e Ronaldo. Felizes, os noivos brindaram ao som do DJ Fabinho. Patrícia Faracco comandou o cerimonial e Cleiton assinou a decoração. A noiva vestia um modelo assinado pela estilista Patrícia Bonaldi.

1 2

4

3

6

5

#1

Os noivos #2 Maria José, Ronaldo Junior, Ronaldo, Maria Elisabete, Pedro e Linda #3 Maria Elisabete com o filho Pedro Dias Marques #4 Ronaldo com a mãe Maria José Viana #5 Maria Elisabete com a mãe e Linda Jerônimo Dias #6 Ronaldo com os filhos Janaina e Ronaldo Junior fotos Jean Vollkopf 88 Ímpar


evento

CASAMENTO

CRISTIANE E ANDRÉ

De forma nada convencional, os noivos Cristiane e André receberam amigos e familiares no Cruzeiro Empress. Durante quatro dias, os convidados puderam desfrutar de todos os serviços de um transatlântico. A cerimônia, celebrada pelo comandante do navio, foi realizada na última noite. A noiva vestiu um modelo assinado pela Florenza Sposa.

1 2

3 4

5

6

#1

Os noivos #2 Detalhe do véu #3 Cris #4 André e Cris Rachel Magrini, André, Cris e Coraldino Sanches #6 Caroline Vilela, André, Cris e sua mãe Paula Bernardo #5

90 Ímpar


7

9

8

11

10

12 #7 Cris e André #8 Comemoração #9 André, Beatriz e Cris #10 André e seu pai Atílio Magrini #11 A noiva #12 O casal

fotos Marcos Vollkopf

Ímpar 91


evento

CASAMENTO

DALLILA E DIEGO

Um casamento para movimentar a cidade de Chapadão do Céu, no interior de Goiás. Requinte e elegância não faltaram no enlace de Dallila e Diego. Com buffet assinado pela Paladar e decoração de Zezé Guerreiro, a festa rolou até altas horas. Marcella Zocolli assinou o cerimonial e a Art Luz comandou a sonorização.

1

2

4

3

5

6

#1

Dallila e Diego #2 Os noivos #3 Letícia Pianezzola A noiva #5 Rogério Pianezzola e Maria Pelizon Pianezolla #6 Anaysa Bernardes da Silva

#4

92 Ímpar


7

8

9

11

10

12 #7

A cerimônia #8 Dallila #9 Fernando e Regina Caneppele #10 Osvaldo Antônio, noivo e Dorcas Padim Dias #11 A noiva #12 Irmãos da noiva fotos Marcos Vollkopf

Ímpar 93


evento

REINAUGURAÇÃO

MAISON SIDNEY VOLPE

Colunistas sociais, empresárias e personalidades estiveram presentes na reinauguração da Maison Sidney Volpe. Durante o evento, foi lançada a Revista Volpe, uma publicação trimestral direcionada para as clientes. Emocionada, a estilista reconhecida nacionalmente pela delicadeza no corte de suas peças agradeceu a presença de todos. A festa contou com presença especial da socialaite paulistana Beth Szafir. A Art luz assinou a iluminação.

94 Ímpar


fotos Marcos Vollkopf Ă?mpar 95


evento

ABREC

25 ANOS

Já são 25 anos de trabalho e conquistas em prol dos renais crônicos do Estado. Cada ano de existência carrega as vitórias alcançadas ao longo desse caminho de trabalho e dedicação. Para celebrar a data, a ABREC (Associação Beneficente de Renais Crônicos de Mato Grosso do Sul) realizou o já tradicional almoço beneficente para angariar recursos para a entidade. O local escolhido foi o Buffet Yotedy. A animação ficou por conta do Cordão da Valu.

2

1

3

4 5

6 #1

Deputado Arroyo e Dra.Cidinha Arroyo #2 Fadel Yunes e Terezinha #3 Eduardo e Adelina Spengler #4 Dani Arroyo Vargas e Dra. Daniela Leal #5 Dagoberto e Veronica Nogueira #6 Marun, Giroto e Dagoberto

96 Ímpar


7

9

8

11

10

12 #7 Equipe ABREC #8 Cรกssius Lemes e Keilla Ferreira #9 Rejane Monteiro e Diogo Mishima #10 Luzia e Umarla #11 Luciano e Vanessa Auto #12 Marun e Luciane

fotos Diego Vollkopf

รmpar 97


evento

GASTRONOMIA

KARNES E CIA

A Karnes & Cia Cortes Especiais e a Karnes & Cia Empório receberam parceiros e amigos no evento Arena Gastronômica 2013. Na ocasião foram apresentados os cortes especiais oferecidos nas unidades das ruas José Antônio e Pedro Celestino. Quem passou pelo stand durante os três dias de evento pode saborear as delicias oferecidas pela empresa.

2

1

3 4

5

6

#1

Karine e Marcelo #2 Benilson e Susi Tangerino Degustação de kafta de carneiro #4 Amigos visitantes #5 Chef Marcilio, Persio, João Esteves #6 Fernanda Molina E Susi Tangerino #3

98 Ímpar


7

8

9

11 10

#7

Stand Arena Gastronômica 2013 #8 Kid, João Esteves e Marcelo Mattos #9 Persio, Rodrigo e Marcelo #10 Kid, Benilson e João Esteves #11 Raphaelly e Fernando

fotos Giuliano Lopes Ímpar 99


evento

coquetel

casa das cores

A Casa das Cores recebeu arquitetos, designers e decoradores para o evento “Colour Future 2013” que aborda as tendências de cores da Tintas Coral para o ano. Foi lançado também seu Programa de Relacionamento – “Promoção Sem Escalas”, que premia especificadores com passagens aéreas e outros prêmios. Os convidados foram contemplados com um Leque de Cores da Coral e um Moleskine na cor do ano: “Violeta Inspirado”.

100 Ímpar


Ă?mpar 101


evento

102 Ă?mpar


fotos MazĂŁo Ramires

Ă?mpar 103


evento

CASAMENTO

PAULA E DANIEL

Requinte e sofisticação deram o tom no casamento de Paula Rigo e Daniel Navarro no Yotedy especialmente decorado por Cleiton. Linda, a noiva foi conduzida ao altar pelo seu pai, o ex-deputado Ary Rigo, visivelmente emocionado. Com cerimonial de Patrícia Faracco, os noivos fizeram uma belíssima apresentação assinada pelos professores Ivan Sousa e Dani Barilli. A pista de dança ficou sob o comando do DJ Danilo Bachega e a Art Luz assinou a iluminação.

104 Ímpar


fotos Namour

Ă?mpar 105


íMpares

Mariane coStardi juVEnTuDE inTEliGÊnCiA BElEzA


Suzimar Batistela  

Revista Ímpar - Edição 76

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you