Issuu on Google+

Ano IV Edição 40 – Fevereiro 2014

Dieta Vegetariana é saudável

Voz

Ativa

Agência de Notícias

Cultura

Mostra de Cinema Tcheco

no CCBB

ANTONELLI O furacão

Invade novamente o horário nobre da TV fevereiro 2014 • Hibisco

1


2

Hibisco • fevereiro 2014


Editorial MEU SONHO DE FELICIDADE

S

onhar, todo mundo sonha, não adianta. Até mesmo os que negam, que se dizem pés no chão sempre querem alguma coisa. Para alguns, o céu é ganhar na loteria, porque, pelo menos em tese, conquista-se todo o resto de uma vez só. Outros desejam fama, sucesso... E há também quem queira só uma vidinha simples, mas sossegada. Mas, entre o sonhador e o sonho, há sempre um ou mais gigantes. Ora é a sociedade, cada vez mais individualista, opressora, ora o marido ciumento, a esposa mandona, os políticos, a economia, os impostos... E por aí vai. O certo é que tem sempre alguém ou alguma coisa no meio do caminho, fechando a passagem. Isso é fato! E lutar contra todos eles pode ser uma luta inglória, porque eles são muitos e fortes. Só que existe um outro gigante nessa história, que muitas vezes é esquecido, mas pode ser, justo ele, a peça-chave para vencer todos os outros. E o melhor é que ele vive, tranquilo e sonolento, dentro de quem sonha, à espera de um chamado. Para mim, é ele quem precisa ser moldado, mudado, alimentado. É ele que tem de ser justo, bom, honesto, gentil... porque apenas a convicção de que o seu gigante é bonzinho já é um bom motivo para acreditar que existem outros iguais a ele por aí. Pode ser, também, uma amostra de que mudar o mundo pode ser possível. Só que para fazer isso, antes de querer dar fim à pequenez alheia, talvez valha à pena olhar para a nossa, porque a transformação que a gente quer dificilmente encontrará morada melhor do que o lugar onde pulsa o desejo por ela – em nós mesmos. Esse é o meu sonho de felicidade: despertar o ser grandão que sei que existe em mim. E o seu?

Voz

Ativa

Agência de Notícias

Editora Claudia Sá MTB: 49233/SP claudia.sa@revistahibisco.com.br PROJETO GRÁFICO, Diagramação e Arte Pedro Victor MTB: 00013/ES arte@revistahibisco.com.br Revisão Izabel Cristina M. Lourenço Foto da capa TV Globo/Alex Carvalho Colaborou nesta edição Michele Marreira diretor comercial Juliano Picceli MTB: 63853/SP juliano.picceli@revistahibisco.com.br assistente comercial Honny Sá apoio@revistahibisco.com.br Hibisco (ISSN 2236-4692) é uma publicação mensal da Voz Ativa Agência de Notícias, matriculada no 4º Oficial do Registro de Títulos e Documentos, sob o nº 380. As opiniões expressas em artigos assinados e textos dos anúncios são de responsabilidade exclusiva de seus autores/ empresas. É proibida a reprodução total ou parcial das matérias e artes criadas pela editora sem autorização prévia, por escrito.

Endereço

Rua Reims, 500, sala 5, Casa Verde – São Paulo – SP CEP: 02517-010 Telefones

Boa leitura!

(11) 2389-9010 (11) 4304-4633 IMPRESSÃO Grafilar Gráfica & Editora Tiragem

10.000 exemplares Distribuição

Bairro do Limão, Casa Verde, Freguesia do Ó, Imirim, Mandaqui, Pompeia, Santana e Vila Maria.

fevereiro 2014 • Hibisco

3


4

Hibisco • fevereiro 2014


fevereiro 2014 • Hibisco

5


Sumário

08 Entrevista

Giovanna Antonelli

Fala sobre sua personagem na novela “Em Família”

TV

Globo

/Jo

ãocotta

16 14

22

Vida Saudável

Eh, sÃO PAULO

Eh, SãoCantareira Paulo! Especial

Vegetarianismo

Edifício Cabuçu Martinelli

revistahibisco.com.br (11)

6

4304-4633

Hibisco • fevereiro 2014

revistahibisco.com.br/blog

(11)

2389-9010

28

Lazer e Cultura Roteiro

revistahibisco


fevereiro 2014 • Hibisco

7


TV GLOBO / zé paulo cardeal

Entrevista

8

Hibisco Hibisco • fevereiro • fevereiro 20142014


Entrevista

A

Inicia o ano ‘Em Família’, brindando mais uma estreia na telinha Por Michele Marreira

pós encantar o Brasil com a beleza e esperteza da delegada Helô, de “Salve Jorge”, Giovanna Antonelli está de volta. De visual repaginado, ela tem pela frente um desafio ainda maior: contar, na nova trama de Manoel Carlos, a história de Clara, uma mulher apaixonada pelo marido, mas que acaba se separando e, ao conhecer a fotógrafa Marina, envolve-se amorosamente com ela. A atriz, que completa este ano 20 anos de televisão, começou sua vida profissional como assistente de palco da apresentadora Angélica, no Clube da Criança. Ao longo de sua trajetória teve o privilégio de viver mulheres com perfis completamente diferentes. Entre elas estão: Isa, uma professora gente boa, em“Malhação”; Jade, uma mulçumana, em “O Clone”;Anita Garibaldi, a guerreira da minissérie “A Casa das Sete Mulheres” e a vilã maquiavélica, Bárbara, em “Da Cor do Pecado”. Mãe de três filhos – o primogênito Pietro e as gêmeas Antônia e Sophia, ela é pura dedicação nos cuidados com a prole. E para manter-se bem disposta entre os afazeres profissionais e pessoais, Gio (como é chamada carinhosamente pelos amigos) não dispensa uma boa malhação [tá bom, faz mais por obrigação do que por prazer], consegue ser disciplinada nos exercícios.

Se eu pudesse teria vários filhos.

Revista Hibisco: Soube que você é viciada em chocolate... É bem assim mesmo? Giovanna Antonelli: Amo! Costumo dizer que sou chocólatra, principalmente nos momentos de TPM (risos). Revista Hibisco: Sério? A TPM aflora de que forma na sua personalidade? Giovanna Antonelli: Varia muito. Às vezes, fico emotiva ou muito zangada. Mas procuro me controlar. Também me sinto mais inchada nesses períodos. Uma drenagem linfática dá um help. Revista Hibisco: Como você faz para eliminar as calorias e manter a silhueta em dia? Giovanna Antonelli: Final de semana eu libero os doces e durante a semana seguro a onda. É a lei da compensação. Também faço exercícios, um detox... (risos). A gente vai tentando vários recursos para ter uma vida saudável e feliz. Revista Hibisco: Você segue algum estilo na hora de compor seu visual? Giovanna Antonelli: Meu estilo muda conforme o cabelo. Não consigo me repetir, enjoo de mim mesma. Se não fosse atriz, ainda sim, gostaria de estar sempre diferente.

fevereiro 2014 • Hibisco

9


Entrevista Revista Hibisco: Uma peça que nunca falta em seu closet? Giovanna Antonelli: Calça jeans. É uma peça básica que valoriza o corpo de qualquer mulher.

Hibisco: A novela é de autoria de Manoel Carlos que lhe deu ótimos personagens ao longo de sua trajetória... Giovanna Antonelli: Tenho um carinho enorme por ele, que me deu a Capitu de “Laços de Família”, que, sem dúvida, foi um divisor de águas na minha carreira. Revista Hibisco: Como foi traçar o perfil da Clara? Você chegou a conversar com algumas amigas homossexuais para ter uma referência? Giovanna Antonelli: Não vou usar referência de uma mulher homossexual... Somos todas mulheres, independentemente de nossa opção. Revista Hibisco: A cada novo trabalho você surge linda, com um visual diferente. Curte essas mudanças no cabelo? Giovanna Antonelli: Adoro mudar, acho um barato. Assim como espero algo novo, o público também espera. A proposta é inovar sempre. Revista Hibisco: Além de atuar, você tem focado seu lado empresária. Como foi a inauguração de sua clínica de estética? Giovanna Antonelli: Foi incrível. Já temos algumas propostas de franquias pelo Brasil. Pretendemos abrir no Rio de Janeiro e em São Paulo. Estamos estruturando primeiro, para depois aumentarmos.

10

Hibisco • fevereiro 2014

em “A casa das sete mulheres” (2003)

TV Globo/gianne carvalho

Hibisco: Conte tudo sobre seu novo trabalho na nova trama das nove, “Em Família”. Giovanna Antonelli: Faço a Clara, que é casada com Kadu, personagem do Gianecchini. Mais para frente, ela vai se envolver com a fotógrafa Marina, interpretada pela Tainá Muller. Vamos contar uma linda história.

Não vou usar referência de uma mulher homossexual... Somos todas mulheres, independentemente de nossa opção.

Eu me desdobro para ser mãe, mulher e esposa. Toco as coisas que tenho vontade de fazer acontecer.

com reynaldo Gianecchini em “da cor do pecado” (2004)

Revista Hibisco: Agora, você está gravando novela, paralelamente toca seus projetos pessoais e, fora isso, é casada e mãe de três filhos... Menina... Como consegue conciliar todas essas tarefas? Giovanna Antonelli: Mesmo gravando muito, amo o que faço. Eu me desdobro para ser mãe, mulher e esposa. Toco as coisas que tenho vontade de fazer acontecer. Quando colocamos amor, tudo fica mais fácil. Revista Hibisco: É verdade que você pensa em ter mais um menino? Giovanna Antonelli: Sempre falo que até os 40 anos gostaria de ter mais um, mas pode ser que não role. São sonhos que talvez não se realizem, porque a cabeça vai mudando. Revista Hibisco: Na hora de educar os filhos você é uma mãe rígida ou mais flexível? Giovanna Antonelli: Gosto de educar, por


Entrevista mais que eu erre. É uma tarefa difícil, mas tenho aprendido com eles.

TV Globojoão miguel júnior

TV Globo/João Miguel Júnior

Revista Hibisco: Há diferença entre educar menino e menina? Giovanna Antonelli: Ambos têm jeitos particulares. É o mesmo prazer e amor. Se eu pudesse teria vários filhos, mas é muita responsabilidade.

como jade na novela “o clone” (2001/2002)

Revista Hibisco: E como foi filmar ao lado do Reynaldo Gianecchini no longa-metragem “S.O.S – Mulheres ao Mar”? Giovanna Antonelli: O Giane é um parceiro da vida, já fizemos pares românticos. É o nosso segundo trabalho no cinema juntos. No elenco ainda há duas pessoas que já admirava:Thalita Carauta e Fabíula Nascimento. São grandes atrizes amigas. Revista Hibisco: Vocês viajaram bastante nas filmagens, né? Giovanna Antonelli: Ficamos embarcados no navio pela Europa e, depois, Rio de Janeiro. *

fevereiro 2014 • Hibisco

11


12

Hibisco • fevereiro 2014


Lazer & Cultura

fevereiro 2014 • Hibisco

13


Lazer & Cultura

14

Hibisco • fevereiro 2014


fevereiro 2014 • Hibisco

15


Eh, São Paulo!

Da Redação

Ú

ltimo núcleo da Cantareira a ser aberto à visitação – em 2008, o Cabuçu, fica em Guarulhos. O nome faz referência a uma árvore de grande porte, que pode atingir até 12 metros de altura, com folhas grandes e flores brancas, muito comum na região, a miconia cabuçu. Entre os principais atrativos do lugar, estão uma barragem centenária e uma bela cachoeira. Possui, ainda, playground, duas áreas para piquenique, um viveiro de mudas,

um museu e um auditório, além animais silvestres e mata preservada. A BARRAGEM A histórica barragem, de 1908, é tida como a primeira grande obra de concreto armado do País. O cimento utilizado na construção, segundo consta em sua placa informativa, veio da Inglaterra em barris de madeira, que foram transportados de trem até a capital e, em seguida, levados até o destino final em carros de boi e lombos de burro. *

TRILHAS

Da Tapiti: Com 250 metros, pode ser percorrida em cerca de 20 minutos, tendo araucárias e cabuçus para serem apreciados no caminho. Da Jaguatirica: O percurso de 1 quilômetro, que pode ser trilhado em 50 minutos, em média, é ladeado por espécies exóticas e nativas.

Fotos de claudia sá

Do Sagui: Cerca de 30 minutos é o tempo médio para caminhar pelos seus 730 metros. Além das belezas naturais, há um antigo forno para a produção de carvão vegetal que merece ser apreciado.

16

Hibisco Hibisco • fevereiro • fevereiro 20142014

Da Cachoeira: É a mais longa. Para completar o trajeto de aproximadamente 5,2 quilômetros, os visitantes demoram cerca de três horas e têm como prêmio cursos d’água e a bela cachoeira.


Endereço

Seguir pela Rod. Fernão Dias, sentido São Paulo–Belo Horizonte, até o quilômetro 80. Entrar na Estrada da Barrocada até a antiga Estrada do Cabuçu, atual Avenida Pedro de Souza Lopes, 7903. Guarulhos. Funcionamento: Sábados, domingos e feriados, das 8h às 17 h. O acesso à trilha da Cachoeira é permitido apenas até as 13h30. Ingressos: R$ 9. Telefone: 2401-6217 / 2206-8429.

fevereiro 2014 • Hibisco

17


18

Hibisco • fevereiro 2014


fevereiro 2014 • Hibisco

19


20

Hibisco • fevereiro 2014


fevereiro 2014 • Hibisco

21


Vida Saudável

MONTE PRATOS EQUILIBRADOS

sxc.hu

Uma dica para a salada dos vegetarianos, por exemplo, é juntar macarrão no formato gravata (farfalle), uva passa, damasco e amêndoas. Ou o macarrão parafuso (fusili), com nozes e rúcula. No prato principal, lasanha com escarola; talharim com legumes e cogumelo shitake; e penne integral com vegetais e ervilha são bons exemplos de pratos equilibrados, que na porção correta formam uma refeição ideal para quem é adepto ao vegetarianismo.

Por Beatriz Botéquio

U

m dos registros mais antigos relacionados à dieta vegetariana está no Velho Testamento, no qual Deus diz a Adão e Eva qual deveria ser seu alimento: “tenho vos dado todas as ervas que produzem sementes e se acham sobre a face de toda a terra, bem como todas as árvores em que há fruto que dá semente. Servos-á para mantimento” (Gênesis 1:29). Ao longo da história, temos conhecimento de que Pitágoras

22

Hibisco • fevereiro 2014

adotava a dieta, sendo chamado por isso de o “Pai do Vegetarianismo”. Além dele, sabe-se que outros grandes nomes, como Leonardo da Vinci, Benjamin Franklin, Dr. J.H. Kellogg, Mahatma Gandhi e Albert Einstein, também eram adeptos. Atualmente, são dois padrões alimentares diferentes dentre os vegetarianos. O primeiro é adotado pelos ovolactovegetarianos, que possuem alimentação baseada em cereais, leguminosas (feijão, lentilha, er-

vilha, grão de bico, soja), frutas, amêndoas e castanhas, laticínios e ovos, excluindo carnes de uma forma geral (carne vermelha, aves e peixes). Outro grupo é formado pelos vegetarianos restritos (ou vegan) que limitam o consumo de qualquer alimento de origem animal. Para ambos, as massas e pães são importantes por possibilitar a criação de diversas combinações e possibilidades de receitas, uma vez que esses alimentos e


Vida Saudável outros carboidratos são a principal fonte de energia para os vegetarianos. Entretanto, é importante observar que a preferência por uma alimentação deste tipo deve estar pautada no equilíbrio para manutenção da saúde e conquista dos seus benefícios. Vale ressaltar ainda que, como toda dieta, se as calorias diárias forem excedidas, o vegetarianismo pode levar ao ganho de peso. Divulgação

NUTRIENTES Diversos estudos na área de nutrição demonstram que a alimentação vegetariana pode ser adotada sem prejuízos à saúde, desde que alguns nutrientes recebam atenção especial: cálcio, ferro e vitamina B12. O primeiro deles pode faltar ao organismo principalmente dos vegans, uma vez que estes excluem leite e derivados. Para evitar a deficiência, é necessário inserir diariamente outras fontes de cálcio, como vegetais verde-escuros, gergelim, tofu e bebidas à base de soja enriquecidas com cálcio.

O ferro, por sua vez, como está presente em melhor qualidade nas carnes, precisa de atenção de todos os vegetarianos. Principalmente os que não consomem de forma adequada os vegetais verde-escuros (brócolis, espinafre, agrião, couve, almeirão) e leguminosas (feijão, soja, lentilha e ervilha), que são fontes de origem vegetal. Para melhorar a absorção de ferro destes alimentos, é interessante consumir uma fruta cítrica, como a laranja, em conjunto.

o líder indiano Mahatma Gandhi era vegetariano

A vitamina B12 também é uma preocupação apenas para os vegetarianos restritos, por estar presente apenas nos alimentos de origem animal. Porém, a deficiência só ocorre depois de alguns anos que a pessoa iniciou a restrição alimentar, uma vez que a reserva no organismo dura de 4 a 5 anos. É importante ficar sempre atento e procurar um médico ou nutricionista para a suplementação desta vitamina, se necessário.

O BOM DA DIETA Um dos benefícios da dieta vegetariana é a alta ingestão de antioxidantes e fibras, devida ao melhor consumo de frutas, legumes e cereais integrais, como pães integrais, arroz integral, aveia, quinua, amaranto etc. Existem inclusive estudos mostrando que os vegetarianos possuem menos riscos de apresentar doenças crônicas como diabetes, pressão alta e colesterol alto, entre outros. * Beatriz Botéquio é nutricionista

fevereiro 2014 • Hibisco

23


24

Hibisco • fevereiro 2014


fevereiro 2014 • Hibisco

25


26

Hibisco • fevereiro 2014


Bichos

fevereiro 2014 • Hibisco

27


Lazer & Cultura CINEMA

Baseado na história real de um dos grandes casos de caça ao tesouro do mundo, o filme conta a saga de um grupo que durante a Segunda Guerra Mundial assumiu a função de resgatar grandes obras de ar te que foram roubadas pelos nazistas. É uma corrida contra o tempo para evitar a destruição de mais de mil anos de cultura, arriscando suas vidas para proteger alguns dos maiores feitos da humanidade. No elenco, George Clooney, Matt Damon, Bill Murray, John Goodman, Jean Dujardin, Hugh Bonneville e Cate Blanchett.

--------------------------------------------------------------Direção: George Clooney, EUA, 2014. Gênero: drama. Título original: Monuments Men. Duração: 118 min. Em cartaz.

28

Hibisco • fevereiro 2014

Obras raras de cineasta como Milos Forman, Vera Chityllová, Jan Nemec e Jaromil Jires fazem parte da mostra “Nouvelle Vague Tcheca - O Outro Lado da Europa”, que acontece de 19 de março a 3 de abril no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB). Ao todo, serão exibidos 21 longas-metragens do novo cinema surgido na Tchecoslováquia na segunda metade dos anos 60. Com curadoria de

Gabriela Wondracek Linck, a exposição tem entre seus destaques “A Festa e os Convidados” (foto) de Nemec – uma parábola quase surrealista sobre uma realidade pervertida, onde tudo que não é explicitamente permitido é proibido. Neste filme, o cineasta reúne uma série de intelectuais tchecos conhecidos do período em um piquenique sob o sol da tarde do leste europeu, durante o qual eles são surpreendidos por um misterio-

POMPEIA

Em meio à destruição da cidade de Pompeia, causada pela erupção do Monte Vesúvio, Milo (Kit Harington, à direita), um escravo que se tornou gladiador, luta contra o tempo. Ele precisa salvar seu verdadeiro amor, Cassia (Emily Browning), a bela filha de um comerciante rico que foi prometida a um corrupto senador romano. ------------------------------------------------------------DIVULGAÇÃO

CAÇADORES DE OBRAS-PRIMAS

DIVULGAÇÃO

CCBB EXIBE RARIDADES DO CINEMA TCHECO

Direção: Paul W. S. Anderson, EUA/Alemanha, 2013. Gênero: aventura épica. Título original: Pompeii. Duração: 102 min. Estreia prevista para 21 de fevereiro.


Lazer & Cultura

DIVULGAÇÃO

Taina azeredo / DIVULGAÇÃO

TEATRO

so convidado que ninguém conhece. O Título é comparado às obras “O Anjo Exterminador” (1962) e “O Discreto Charme da Burguesia” (1972), de Buñuel, ambas também comédias de humor negro que lidam com o absurdo dos confinamentos sociais. -------------------------------------------------------Onde: R. Álvares Penteado, 112. Centro. Quando: de 19/03 a 03/04. Horários: www.bb.com.br/cultura Ingressos: R$ 4 e R$ 2. Tel.: 3113-3651/3652

TANGO LIVRE

Um guarda penitenciário (François Damiens) conhece uma mulher (Anne Paulicevich) na aula semanal de tango. Eles se reencontram quando ela vai visitar o marido, preso onde ele trabalha, e acabam se envolvendo. O filme rendeu a Frédéric Fonteyne o prêmio especial do júri no Festival de Veneza e o Warsaw International Film Festival em 2012. --------------------------------------------------------------Direção: Frédéric Fonteyne, França/Bélgica/ Luxemburgo, 2012. Gênero: drama. Título original: Tango Libre. Classificação: 10 anos. Duração: 98 min. Em cartaz no Reserva Cultural (Avenida Paulista, 900, térreo. Tel.: 3287-3529).

ALEXANDRE ROIT DÁ VIDA AO “SENHOR DAS CHAVES” No palco do Teatro MuBE Nova Cultural, Alexandre Roit, cofundador do grupo Parlapatões, Patifes & Paspalhões, conta com a ajuda do público para encenar “O Senhor das Chaves”, a história de um marinheiro que perdeu a memória. Tudo começa quando ele se depara com inúmeras pessoas sentadas à sua frente e, sem saber quem são ou o que ele faz ali, pede ajuda a elas para recuperar a

consciência. Em diversos baús, o velho navegador encontra objetos, como instrumentos musicais, pedaços de cordas e tecidos que o fazem recordar histórias fantásticas de pescadores. Um deles conheceu uma sereia; o outro encontrou um gigante que morava em uma ilha que afunda e aparece em outro lugar ; o terceiro esteve na lendária cidade perdida, Atlântida.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Onde: Rua Alemanha, 221. Jardim Europa. Quando: de 8/02 a 1º/03, aos sábados, às 18h. Ingressos: R$ 30. Telefone: 4301-7521. Site: www.mubenovacultural.com.br

“BOLA DE OURO” TEM CELSO FRATESCHI NO ELENCO Com Celso Frateschi, Walter Breda, Marlene Fortuna, Luiz Amorim e Carolina Gonzalez, a peça “Bola de Ouro”, em cartaz no teatro FAAP, tem um café parisiense, com o mesmo nome, como o centro de um mistério. O lugar, nos idos de 1968, era o ponto de encontro de um grupo de jovens revolucionários que conspiravam contra o sistema.

Passados 30 anos, o estabelecimento dá lugar a uma livraria, e, mesmo assim, três dos amigos recebem uma estranha convocação anônima: e-mails, assinados por um pseudônimo, dizendo que eles devem retornar ao Café Bola de Ouro para uma reunião. O texto é de Jean-Pierre Sarrazac, e a direção de Marco Antônio Braz.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Onde: Rua Alagoas, 903. Higienópolis. Quando: Quintas e sextas-feiras, às 21h. Duração: 80 min. Ingressos: R$ 30 (quintas) e R$ 40 (sextas) Classificação: 12 anos Tels: 3662-7233 / 3662-7234.

fevereiro 2014 • Hibisco

29


Lazer & Cultura TEATRO

 Livros A FORÇA DOS QUIETOS

Em “A Força dos Quietos”, Jennifer Kahnweiler argumenta que é possível ser uma pessoa extremamente influente, mesmo que com uma personalidade discreta, o segredo é usar as forças naturais e fazer a diferença. Na obra, ela convida os “Influenciadores Silenciosos” a identificar suas qualidades e pontos fortes, por meio de exercícios, testes e o método mais importante: o Quociente de Influência Silenciosa (QIS).

O HOMEM QUE AMOU EM SILÊNCIO

No romance de Emílio Figueira, um executivo bem-sucedido vive em função dos compromissos profissionais: fixa objetivos, planeja, analisa, soluciona problemas, organiza e aloca recursos financeiros, tecnológicos e humanos... Enfim, é uma pessoa como tantas, que tem “uma agenda cheia e um coração vazio”, conforme frisa o autor. Para driblar a solidão, ele lembra de um antigo amor, começa a fantasiar sobre como a sua vida teria sido diferente se tivesse lutado para vivê-lo. Em seu mundo imaginário, passa a viver tranquilo e feliz em uma pequena cidade de interior ao lado da mulher amada. As suas fantasias são tão perfeitas que chegam a se confundir com a realidade.

Autor: Emílio Figueira (2013) Formato: 14 x 21cm 88 páginas Editora: Giz Editorial

30

Hibisco • fevereiro 2014

DIVULGAÇÃo

Autor: Jennifer Kahnweiler (2014) Formato: 14 x 21cm Páginas: 232 Editora: Gente

ESPOSA REPRIMIDA É TEMA DE “TCHAU, MARIDO” O universo feminino é o tema central da comédia “Tchau, Marido”, em cartaz no Teatro Bibi Ferreira até 27 de abril. No palco, Sergio Lelys se transforma na irreverente Cacilda Martins, uma típica dona de casa, que, aos olhos de todos, tem um bom casamento com um imigrante português: vive numa belíssima casa, num bairro nobre de São Paulo. Dinheiro não lhe falta. Filhos? Cinco. No entanto, ela revela que, sob a aparente normalidade de sua vida conjugal, escon-

dem-se 20 anos de repressão: não pode trabalhar, sair, frequentar lugares sozinha, porque seu marido teme que ela o traia. E resolve dar o seu grito de liberdade e, de quebra, nos conta que, mesmo proibida, não é exatamente a certinha que todos imaginam. O espetáculo, de Pasqual Lourenço, tem direção de Carla Pagani.

-----------------------------------------------------------------Onde: Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 931. Bela Vista. Quando: até 27/04, às quintas-feiras, às 21h; Duração: 60 min Ingressos: R$ 60 Classificação: 12 anos. Tels: 3105-3129

Infantil

“OS TRÊS PORQUINHOS” DIVERTE E ENSINA A CUIDAR DO PLANETA O espetáculo “Os Três Porquinhos – O Musical”, em cartaz no Teatro Bibi Ferreira, transporta a criançada para uma linda casa de campo, onde vivem Dona Porca Porpeta com seus três filhos: Rodela, Pururuca e Costelinha. Certo dia, eles resolveram morar sozinhos e saíram para montar suas casinhas, sem dar atenção aos avisos mãe para tomar cuidado com o lobo. Costelinha foi o primeiro a arregaçar as mangas: construiu

uma casinha de palha e, logo, o lobo veio e soprou até que ela caiu. Pururuca levantou sua morada de madeira, de árvores caídas, claro, para não prejudicar a floresta, e fez uma armadilha para o vilão, que, ainda assim, levou a melhor. Por fim, usaram tijolos bem fortes e venceram a luta contra o malvado.

------------------------------------------------------------------------Onde: Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 931. Bela Vista. Quando: Até junho, aos domingos, às 16h. Ingressos: R$ 40. Telefone: 3105-3129


Lazer & Cultura Infantil

PEÇA CONTA AVENTURAS DO MENINO QUE NÃO QUERIA CRESCER

DIVULGAÇÃo

Apresentada no teatro Bibi Ferreira, a peça “Peter Pan e Sininho na Terra do Nunca” narra a clássica história do menino que não queria crescer. Junto com a sua amiga fada Sininho, ele acaba indo parar na casa dos irmãos Wendy, João e Miguel e os leva para viver uma aventura inesquecível. No caminho, surge o inimigo terrível, Capitão Gancho, que os avista e decide atacar o grupo de amigos. Eles conseguem fugir, mas o malvado Capitão Gancho e seu serviçal Pirata Maroaldo não desistem, e esse é apenas o começo da batalha de Peter Pan e Sininho contra este terrível inimigo. -------------------------------------------------------Onde: Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 931. Bela Vista. Quando: Até junho, aos domingos, às 17h. Ingressos: R$ 40. Telefone: 3105-3129

fevereiro 2014 • Hibisco

31


32

Hibisco • fevereiro 2014


fevereiro 2014 • Hibisco

33


Lazer & Cultura

34

Hibisco • fevereiro 2014


Lazer & Cultura

fevereiro 2014 • Hibisco

35


Lazer & Cultura

36

Hibisco • fevereiro 2014


Hibisco 40