Page 1

Ano IV Edição 32 Junho 2013

Voz

Ativa

Agência de Notícias

TEMPO: UMA

QUESTÃO DE

PERCEPÇÃO

RENOVE-SE EM

São Francisco Xavier

APROVEITE

AS DELÍCIAS DO INVERNO SEM SACRIFICAR AS CURVAS

Fernanda

paulistana da zona norte, ela retorna às origens em “Sangue Bom”

Vasconcellos 1


2


Editorial EDITORA Claudia Sá

BOM E BOnITO

claudia.sa@revistahibisco.com.br

O

peso ideal, a cor dos cabelos e corte, a pintura e o tamanho das unhas, o formato desta ou daquela parte do corpo, o modelo e os tons da estação... Tudo isso quem diz, ou melhor, dita, desde os tempos mais remotos, é a moda. Ah, essa é danada! Vejam só: a única que não sai de moda no mundo todo e arrebata multidões – que a amam e a seguem tateando de olhos vendados – e outros tantos que a odeiam. aparência, andar alinhado, como se dizia antigamente, não é nada mal. Olhar-se no espelho e gostar do que vê é, sem nenhuma dúvida, uma vitamina poderosa para a autoestima. O que eles fabricam é o que a gente mais quer: beleza. O que os olhos procuram é sempre o que é bonito, não adianta se enganar. É por isso que condenar o mundo fashion é uma injustiça, ora! O mal está mesmo é em achar que se embonecando por fora se endireita o que está errado por dentro. Aí é outra história! E os chamados fashionistas, coitados, não têm nada com isso! Uma coisa é você cuidar do corpo, enfeitar-se puramente por zelo de si mesmo; outra – bem diferente e equivocada – é buscar nisso o remédio para suas dores. Essas a gente cura, primeiramente, sabendo que uma bela embalagem é fundamental, porém, por mais caprichada que esteja ou seja, nunca deixará de ser apenas o invólucro daquilo que verdadeiramente tem importância. Depois de dar esse passo, a caminhada se torna menos árdua. É como deixar de tentar “esconder” o que não se gosta debaixo do tapete e passar a tirá-lo do lugar, vez ou outra, sacudir a poeira, limpá-lo cuidadosamente. E, nessa sacodida, é preciso que se livre dos sentimentos, pensamentos, amarras tem por dentro, sim, reluz e torna bonito até aquele que não é.

PROJETO GRÁFICO, DIAGRAMAÇÃO E ARTE Pedro Ewbank MTB: 00013/ES arte@revistahibisco.com.br REVISÃO Izabel Cristina M. Lourenço FOTO DA CAPA TV Globo / João Miguel Junior COLABORAM NESTA EDIÇÃO Michele Marreira Christian Barbosa DIRETOR COMERCIAL Juliano Picceli juliano.picceli@revistahibisco.com.br ASSISTENTE COMERCIAL Honny Sá apoio@revistahibisco.com.br

Hibisco (ISSN 2236-4692) é uma publicação mensal da Voz Ativa Agência de Notícias, Documentos, sob o nº 380. As opiniões expressas em artigos assinados e textos dos anúncios são de responsabilidade exclusiva de seus autores/ empresas. É proibida a reprodução total ou parcial das matérias e artes criadas pela editora sem autorização prévia, por escrito.

Endereço

Rua Reims, 500. sala 5. Casa Verde. São Paulo - SP. CEP: 02517-010

Até a próxima!

IMPRESSÃO

Distribuição

Claudia Sá Editora

Bairro do Limão, Casa Verde, Freguesia do Ó, Imirim, Mandaqui, Santana e Vila Maria.

3


4


5


Sumário 08 Entrevista

Fernanda Vasconcellos

Fala do retorno às origens em “Sangue Bom”

TV

GLO

BO

/ SE

RGIO

hU O

LIVE

14 16

Eh, Paulo! VidaSão Saudável Edifício Dieta de Martinelli Inverno

26 Lazer & Cultura Roteiro

22

Destino

São Francisco Xavier

32

Carreira

Entenda seu Tempo

NA REDE revistahibisco.com.br revistahibisco.com.br/blog revistahibisco (11) (11)

6

R

4304-4633 2389-9010


7


TV GLOBO / JOÃO MIGUEL JÚnIOR

Entrevista

Fernanda

Vasconce

8


Entrevista

nascida e criada na zona norte de o passado na pele de Malu, na novela “Sangue Bom” Texto e entrevista: Michele Marreira

C

om gestos expansivos e fala marcante , Fernanda Vasconcellos não passa despercebida. A menina dos olhos azuis iniciou sua carreira ar tística modelando em comerciais de TV e fazendo figuração no extinto programa “Fantasia” e “Domingo Legal”, do SBT, nos antigos estúdios da emissora paulista, na zona

Hibisco: Na novela “Sangue Bom”, sua personagem é superengajada, tem uma organização não governamental. Na vida real, você integra ou já integrou algum projeto social? Fernanda Vasconcellos: Eu já tinha participado de algumas coisas. Mas quando eu fui estudar a fundo a personagem, conheci pessoas que abrem essas ONG’s sem ne-

nasceu e cresceu. “Morei 19 anos na Vila Guilherme. Saí de lá para fazer Malhação, em 2005”, relembra a atriz, que coleciona mocinhas no currículo. Entre elas estão: -

aparecer, e estão nesse trabalho por amor ao próximo. É claro que tem muita gente que pega o dinheiro público e tem como refém essas crianças.

nelinha, em Tempos Modernos; Ana Fonseca, em A Vida da Gente, todas na TV Globo. hoje, na pele da doce Malu Campana, uma das protagonistas da novela das sete “Sangue Bom”, ela está voltando às origens, já que a trama é vivida, em parte, na Casa Verde e Limão.

llos

pessoal, recentemente ela assumiu o namoro com o apresentador da Rede Record Cássio Reis. “É bom a gente se reconhecer no outro”, disse em entrevista à hibisco, concedida em um dos Jacarepaguá, como é conhecido o centro de produção da Rede Globo). Con-

Hibisco: Quais lugares você visitou para ver de perto essa realidade? Fernanda Vasconcellos: Eu fui à AACC [Associação de Apoio à Criança com Câncer] e à Casa do Zezinho [localizada próximo ao Parque Santo Antônio, na zona sul de São Paulo]. Elas foram minha inspiração. Precisamos desse contato para termos esse crescimento de mundo. As pessoas não se olham mais, e aí não sabem fazer escolhas – nem de parceiros para seus relacionamentos. Hibisco: Você chegou a se emocionar com alguma história? Fernanda Vasconcellos: Eu me senti tocada; foi de um crescimento pessoal enorme! ajudar, mas são eles quem nos ensinam.

As pessoas não se olham mais, e aí não sabem fazer escolhas

Hibisco: Indicaria uma dessas organizações não governamentais para o público conhecer de perto? Fernanda Vasconcellos: Tem muita gente que fala: ‘Eu já estou fazendo minha parde de alguma forma, só faz parte quando se dispõe a conhecer para saber quem são essas pessoas, sabe? É algo que me emociona muito. Hibisco: Conhecer essa realidade de perto foi uma indicação ou um desejo seu? Serviu

9


Entrevista

como uma espécie de estágio?

histórias emocionantes, como a de um pai É uma crítica muito inteligente da Maria Adelaide Amaral. Orgulho-me de ser piegas e chato. Hibisco: Esse é um assunto que a tocou. Você já pensou em adotar uma criança? Fernanda Vasconcellos: Calma! Estou fatudo há um processo. Eu não sou uma pessoa ansiosa. Hibisco: Sua personagem, a com o Bento [Marcos Pigossi], o mocinho da história. Você acha que rola um romance? Fernanda Vasconcellos: Eles se reconhe-

COMO BETInA SORREnTO EM

TV GLOBO/MARCIO DE SOUSA

gina aquilo no outro, e aquilo não se susHibisco: Você tem uma carreira muito pautada em mocinhas. A Malu também é uma. Qual é o grande diferencial? Fernanda Vasconcellos: Aprendi com todas heroína, que me instigou numa ação social mos e isso é a decadência. Hibisco: Faltava em sua carreira uma personagem que a estimulasse mais, que tocasse mais profundamente o público? Fernanda Vasconcellos: Gosto de personagens que estimulem os meus recursos,

10

independentemente de um rótulo. Cada um deles é um ser humano. A Malu tem o seu lado ruim também. Não gosto de estereotipar, e sim saber o que cada uma das personagens sente. Hibisco: Malu e Amora (Sophie Charlotte) são irmãs de criação, mas vivem em pé de guerra... ferentes. A grande questão é saber onde questionamento de caráter.

lha biológica, no entanto, a Amora, que é adotiva, tem a personalidade parecida com a mãe de ambas, Bárbara Ellen... Fernanda Vasconcellos: Existem pessofez alguma coisa. Conheci crianças nesaltamente rejeitadas pela sociedade. soas fúteis ou tentar ajudar os demais?


TV GLOBO/JOAO MIGUEL JUnIOR

Entrevista

Gosto de personagens que estimulem os meus recursos, independentemente de um rótulo.

Hibisco: O fato de serem seis protagonistas a deixa mais tranquila, menos pressionada pelo sucesso da trama, cobrança do público e da crítica? Fernanda Vasconcellos: Estou mais preocupada com a personagem. As pessoas se complementam nesse elenco.Temos persoHibisco: A novela se passa em alguns bairros da zona norte de São Paulo. Você que é nascida e criada na Vila Guilherme, como foi relembrar esses momentos? Fernanda Vasconcellos: Está sendo uma delícia. Morei 19 anos na Vila Guilherme, que é perto da Casa Verde. Saí de lá para fazer Malhação, em 2005. esse momento de namoro com o apresentador Cássio Reis? Fernanda Vasconcellos: Não tem uma paa gente se reconhecer no outro. *

11


12


13


14


15


Vida Saudável COMO AS DELÍCIAS SACRIFICAR AS CURVAS

Da Redação

Mas, antes de abusar dos chocolates e outras comidas para lá de calóricas, é preciso lembrar que daqui a poucos meses chega o calor, quase sempre acompanhado do arrependimento pelos exageros cometidos nos dias frios. De acordo com a nutróloga Liliane Oppermann é normal sentir mais fome no inverno. Isso porque, para adaptar a própria temperatura ao clima, o organismo precisa de mais energia, ou seja, mais comida, para acelerar o metabolismo. Com isso, consome-se mais calorias, mas, em contrapartida, gasta-se mais. “Alguns estudos mostram que em temperaturas abaixo de 10º C o metabolismo basal pode aumentar entre 10% calorias a mais para as mulheres, e 200 O aumento de peso acontece, no entanto, “porque escolhemos alimentos quentinhos, mais doces e gordurosos, e que fornecem muito mais calorias do que precisamos”, diz.! *

16

O QUE COMER? A dica da nutróloga é investir em alimentos que demoram a ser metabolizados e liberados pelo estômago: são uma boa pedida. Os carboidratos dão a falsa mas isso logo passa.

Chás: São ótimas alternativas para esquentar o corpo.

Sopas: legumes batidos, em vez de creme de farelo de trigo, pois, além de dar mais sabor, proporciona uma sensação de saciedade, regula a função intestinal e controla os níveis de colesterol.

FOTOS: SXC.hU

É

certo que o organismo exige mais energia quando os termômetros registram baixas temperaturas. É também uma verdade que, nessa época, com comidinhas típicas por todo lado,

Chcolate quente: Utilize leite desnatado e achocolatado diet. Mas o melhor mesmo é optar pelos chás.


Queijos: Dê preferência aos brancos e light, mas não exagere na quantidade.

Frutas: Abuse das frutas típicas desta temporada: morangos, tangerina, laranja e maracujá. Elas podem ser consumidas constantemente, já que são boas fontes de vitamina C.

FOTOS: SXC.hU

Vida Saudável

Fondue: e queijos magros e troque o pão ou o biscuit por legumes.

17


18


19


20


21


Destino

No alto da Serra da Mantiqueira, este pequeno refúgio em qualquer estação do ano, tanto pelos que só querem sossego quanto pelos caçadores de

Renove-se em

São Francisco Xavier Da Redação

L

onge da agitação e badalação e bem pertinho da Navier é uma boa opção de passeio em todas as estações do ano. Localizado a 138 quilômetros da capital paulista, este distrito de

O lugar, cercado por montanhas e cachoeiras, ainda preserva o jeito pacato típico do interior e tem mais da metade de seu território considerada área de preservação ambiental. Ali, a paz reina. Quem chega, logo percebe que o ritmo de vida é total-

da Serra da Mantiqueira, a 720 metros de altitude, entre Campos de Jordão (SP) e Monte Ver-

A praça Cônego Antônio Manzi, que tem coreto e os bebedouros de água encontro dos moradores. *

22


Destino

FOTOS DE MIGUEL SChInCARIOL

A CACHOEIRA DO BURACO É ACESSADA POR UMA TRILHA GUIADA REPLETA DE ESPÉCIES NATIVAS DA REGIÃO COMO CASTANHEIRAS, CEDROS, IPÊS E PITANGUEIRAS ENTRE OUTRAS.

AVISO AOS AVENTUREIROS Esse pequeno paraíso de sossego é também o destino certo para quem é apaixonado por adrenalina. Em São Francisco Xavier, pratica-se esportes de aventura, como moutain bike, alpinismo, rapel, trekking e tirolesa, só para citar alguns.

23


Destino

Destaques MIGUEL SChInCARIOL

Trilha da Revolução: no percurso, o visitante poderá se deliciar na cachoeira das Couves e até passar por uma trincheira que foi usada na revolução de 1932. Pouso do Rochedo: na trilha pela imensa propriedade há oito cachoeiras, sendo a da Gruta a mais procurada, e três Rochedo, no meio do caminho, a 1.800 metros de altura. Cachoeira Pedro David: com 15 metros de altura e diversas quedas, possui boa infraestrutura para atender os turistas. Está localizada a 2,5 km da região central do distrito.

Pico do Selado: tros de altitude. É bastante procurada

graus negativos, podendo ocorrer, eventualmente, queda de neve.

gosta de frio, o local é uma boa pedida para um passeio durante o inverno – a temperatura já chegou a atingir 12

Serra de Santa Bárbara: é cortada por rios de águas cristalinas com corredeiras entre pedras.

COMO CHEGAR

Cachoeira do Buraco: para chegar até o lugar, percorre-se uma trilha com vegetação de espécies nativas da região, como castanheiras, pitangueiras, cedros e ipês.

24

Seguir pelas Rodovias Pres. Dutra, Ayrton Senna ou Fernão Dias. Na altura de S. J. dos Campos, entre na Rod. Monteiro Lobato e siga as placas.

S. Francisco Xavier


25


Lazer & Cultura CINEMA O GRANDE GATSBY Com base no livro de F. Scott Fitzgerald, lançado em 1925, o do aspirante a escritor nick

o mundo cativante dos endinheirados, com suas ilusões, amores e fraudes. A partir dessa experiência, escreve um conto de amor impossível, sonhos incorruptíveis e tragédias que tempos modernos.

DIVULGAÇÃO

o Centro-Oeste dos Estados Unidos e chegar a nova York, na primavera de 1922. Em busca do sonho americano, nick vira vizinho de um misterioso e festeiro milionário, Jay Gatsby

Terra perigoso e sem vida. nesse mundo desolado, terão que lutar pela sobrevivência e procurar uma maneira de retornar à casa.

Diretor: Baz Luhrmann, Direção: M. night Shyamalan,

FAROESTE CABOCLO Baseado na música da Legião Urbana, o longa conta a saga de João de Santo Cristo, que sai do interior da Bahia e vai para Brasília. Ajudado pelo vende drogas da Bolívia, ele consegue emprego em uma carpintaria, mas entorpecentes. Com Fabrício Boliveira, Isis Valverde e Felipe Abib no elenco. Direção: René Sampaio Duração: 105 minutos Em cartaz nos cinemas

DEPOIS DA TERRA Um desastre natural obriga os seres humanos a se retirar da Terra e habitar

CCBB EXIBE SELEÇÃO DE FILMES DE JACQUES RIVETTE De 3 a 21 de julho, acontece no Centro Cultural Banco do Brasil “Jacques Rivette – Já não somos inocentes”. A programação reúne grande parte das obras do cineasta, considerado um dos ícones da nouvelle Vague francesa, ao lado de nomes, como Truffaut, Godard, Chabrol e Rohmer. assistidos, estão “A Bela Intrigante” 2003); “não Toque no Machado” romance de honoré de Balzac. no evento, haverá também palestras

13 anos, durante uma tempestade de

26

DIVULGAÇÃO

Nome original: After Earth Duração: 100 minutos Em cartaz nos cinemas

DIVULGAÇÃO

Nome original: The Great Gatsby Duração: 142 minutos Em cartaz nos cinemas

e debates sobre este mestre do cinema, que por quase 50 anos se dedicou à sétima arte como cineasta e também como crítico. A programação completa você confere em http://migre.me/f0bMh Onde: – Sé Quando: de 3 a 21 de julho Ingressos: R$ 4 Tel.: 3113-3651


Lazer & Cultura TEATRO MONÓLOGO FAZ PIADA COM BUSCA PELO HOMEM IDEAL As contradições da mulher moderna, mas vive a busca eterna pelo par ideal, são o tema da peça “Louca de Amor Quase Surtada”, em cartaz no Teatro Eva herz, no Conjunto nacional, na Avenida

interpretado por Lena Roque. A história gira em torno da procura de Helena pelo homem “certo”, um companheiro, um rolo ou até um simples inacreditáveis artifícios. Depois de muitas frustrações, busca apoio especializado para tentar resgatar o autocontrole e seu lado “mulher fênix”, que renasce a cada nova relação. A direção de Anderson Bueno e Lena Roque.

ALESSANDRA NEGRINI INTERPRETA SENHORITA JÚLIA Versão do clássico de August a peça “A propósito de Senhorita Júlia” traz a história vivenciada na

Onde: Quando: sábados, às 18h. Ingressos: R$ 40 Tel.: 3170-4059

CANÇÃO “POUR ELISE” INSPIRA MUSICAL tado no Teatro Folha, conta uma história de amor que se passa em Varsóvia, em 1938. Em uma festa da alta sociedade, o pianista judeu Sbig ) se apaixona pela

Brasil de 2002, época da eleição de Lula. Em cartaz no Centro Cultural

ger e Ronaldo Liano. no palco, cinco músicos executam a trilha sonora com piano, clarinete, acordeão,

o espetáculo tem Alessandra negrini no papel principal. A trama se passa em uma noite de festa, na cozinha da mansão da família, quando Júlia, uma moça rica e

melodias de Beethoven, Schumann, Mozart recebem os versos de Flávio de Souza e Claudio Goldman cantados ao vivo pelos atores. A clássica

de Souza), o motorista ambicioso e ressentido que se relaciona com a

Toulier), casada com um líder da resistência antinazista. O romance acaba quando explode a Segunda Guerra Mundial e Elise embarca com seu marido para o Brasil. Anos depois, Sbig e Elise se reencontram no país tropical. O musical, escrito por Flávio de Sou-

ao espetáculo, costura o musical em diversas cenas.

as tensões comuns entre o pobre e o rico, o homem e a mulher. A

tem no elenco, ainda, Lui Strassbur-

Tel.:

Onde: Avenida higienópolis, 618, terraço – higienópolis Quando: de 11/06 a 20/08, às terças-feiras, às 21h30. Ingresso

Esse romance “proibido’ traz à tona

Onde: Quando: até 30/06. Sextas e sábados, às 20h; domingos, às 18h. Ingressos: R$6 Tel.: 3113-3651

27


Lazer & Cultura SHOW EROS RAMAZZOTTI FARÁ SHOW EM SÃO PAULO EM SETEMBRO Um dos maiores nomes da música italiana, o cantor Eros Ramazzotti incluiu o Brasil na turnê mundial do álbum “noi” e subirá ao palco reper tório mesclará canções de seu 12º álbum e hits que marcaram sua trajetória. Onde: Avenida das nações Unidas,

DIVULGAÇÃO

Quando: às 22h Ingressos:

28


29


Comportamento

30


31


Carreira

TEMPO: uma questão de percepção

Por Christian Barbosa

que tenho dor de cabeça e, quase sempre, ameniza bastante. Quando vamos viajar para um novo lugar, você já se deu conta de que o tempo de volta parece ser mais rápido do que o de ida, na maior Esses exemplos mostram que na verdade tudo é uma questão de percepção. Ter mais tempo é uma questão de como enxergamos nosso dia a dia, a rotina e nossos objetivos. Uma percepção que altera completamente a realidade. Todo mundo reclama que não tem tempo, pois essa é a percepção que temos coletivamente, em ambientes abarrotados de e-mails, imprevistos, esquecimentos, estresse, etc. Quando o urgente e o circunstancial se tornam predominantes perdemos a percepção do importante e com isso só pioramos nosso estado de tempo. E se invertêssemos o binóculo nes-

SXC.hU

S

e um dia você machucar seu dedo, seu pé, ou qualquer outra parte do corpo, experimente pegar um binóculo e olhar com a parte invertida para o machucado. Depois de algum tempo, quisadores da Universidade de Oxford comprovaram que diversas sensações, como a de dor, são moduladas de acordo com aquilo que você vê. Quando estiver com dor de cabeça, por exemplo, feche os olhos e imagine toda a dor dentro de uma bola, que pode ser grande ou pequena, conforme sua dor. Visualize-se chutando a bola e ela voando para bem longe. Sua dor de cabeça também vai diminuir. Aplico essa técnica, desde que aprendi com meu amigo Gil-

primeiro lugar você precisa saber o que impossível ter essa percepção. Acho que um bom começo é olhar ao redor, entre seus amigos, familiares, possíveis hobbies ou esportes pelos quais você tem curiosidade. Ache alguma coisa que estimule sua curiosidade e vontade. Tem que procurar. não adiantudo vai chegar até você. Depois que achar uma ou outra coisa, comece a intercalar esses momentos na sua agenda. Se o seu dia foi rodeado por situações estressantes, inclua sua aula de yoga. Se a semana foi cheia de problemas,

Em primeiro lugar saber o que é importante para

gem rápida com a família ou para conhecer novos lugares na sua própria cidade. mente um curso de dança, um novo livro,

verdade uma ou duas vezes na semana! Ir à piscina ou praia e jogar uma bola com eles. Elogiar o bom comportamento debalhar com estas pequenas atitudes que A percepção é tão importante quanto as horas do seu dia; se você colocar o binóculo no lado certo, com certeza a recompensa será inevitável. não acredite, experimente. É tudo uma questão de percepção. * CHRISTIAN BARBOSA é palestrante, especialista em administração de tempo e produtividade. Autor dos livros A Tríade do Tempo; Você, Dona do Seu Tempo e Estou em Reunião; e coautor do Mais Tempo, Mais Dinheiro. Sua mais nova obra: Equilíwww.triadps.com.br e www.maistempo.com.br

32 32


33


34


35


36

Hibisco edição 32  

Publicação paulistana sobre comportamento, cultura e estilo de vida saudável, distribuída gratuitamente na zona norte da cidade.

Advertisement