Page 1

Ano V - Edição nº 17

7 8 98 9 17 2 20 08 5

R$ 12,90

Curi i a

Sanduíche é o prato principal


Caros leitores, é com prazer que apresentamos mais uma edição da revista Gourmet Curitiba. Nas páginas a seguir vocês irão entrar em contato com diversos assuntos interessantes e diretamente ligados ao mundo gastronômico. Vamos ver como é possível fazer do sanduíche uma refeição saudável, com a combinação de inúmeros ingredientes. Você sabia que essa mania universal teve início em 1792, quando John Montague, Conde de Sandwich, pediu pão, queijo e carne, de modo que pudesse comer e continuar jogando cartas? Convidamos vocês também para conhecer mais sobre a pérola da Amazônia, o açaí, na coluna Sabores do Brasil. Ao retornar ao Brasil, veremos que os bairros da capital paranaense acolhem cada vez mais restaurantes para todos os gostos. O bairro Cabral, por exemplo, está se tornando um novo point gastronômico. O legítimo café brasileiro também não poderia ficar de fora, até porque o Brasil teve no ano passado o maior nível consumido da bebida em 45 anos. E por falar nesse país verde e amarelo, não deixem de ler a entrevista do brasileiro de coração, Olivier Anquier. Ele chegou aqui em 1979, apaixonou-se pelo país e resolveu ficar, naturalizando-se brasileiro em 2007. E que tal sairmos um pouco do Brasil? Chegando a Portugal, a Gourmet vai mostrar a história centenária e familiar da vinícola Niepoort, que já está na quinta geração, além de uma entrevista com o atual administrador, o enólogo Dirk Niepoort. Vale a pena conferir também a matéria sobre cursos de culinária para crianças, da florida cidade de Ivoti, nossas dicas de vinhos, entre outras atrações que preparamos especialmente para vocês. Tenham uma ótima leitura e até a próxima edição.

Valdir Santos Editor

EDITORA: Gourmet Curitiba A revista Gourmet Curitiba é uma publicação bimestral. EXPEDIENTE DIRETOR: Valdir Santos ADMINISTRAÇÃO: Rua Itupava, 1498 - Alto da XV – Curitiba PR – CEP 80040-000 COMERCIAL: (41) 3018-4991 - 9624-6398 FINANCEIRO: Adriana Asafrão valdir@gourmetweb.com.br jornalistaS: Jornalista Responsável: Caroline Signori - DRT/PR 8126 Aline Sajnaj Ferreira - DRT/PR 8269 - redacao@gourmetweb.com.br Thiago Taques Borba - DRT/PR 7143 Rhaíssa Sizenando da Silva - Estagiária REVISÃO: Filippo Mandarino DIREÇÃO DE ARTE: Gelson Bourschiet E-mail: gelson@visuality.com.br DESIGNER: Nathan Henequin Kinapp VISUALITY Comunicação - (41) 3209-9935 FOTOLITO E IMPRESSÃO: Gráfica Capital FOTOS: Atelier da Imagem - (41) 3029-5934 - www.atelierdaimagem.com ASSINATURAS: (41) 3018-4991 - 9624-6398 E-mail: comercial@gourmetweb.com.br www. go u r m e t we b . c om . b r É expressamente proibida a reprodução ou cópia de parte ou todo de textos e fotos publicados na revista Gourmet Curitiba. A Gourmet Curitiba não se responsabiliza por anúncios e imagens enviadas por terceiros, por entender serem de responsabilidade de seus produtores.

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Editorial

3


Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011 2011

04

08

SÚMARIO

4

04 Um século e meio de paixão

Vinícola continua com a mesma dedicação geração após geração

08 Prato principal

Sanduíches são os preferidos pelos brasileiros na hora de escolher lanches rápidos.

12 Receitas

Diversos sanduíches para você saborear

20 O Brasil do Café:

Nosso país apresenta 12 regiões cafeeiras, a maior em Minas Gerais

31 22 Perfil: Oliver Anquier

Conheça um pouco mais sobre o francês mais querido do Brasil

de vinho 25 Dica O prazer e o trabalho reunidos

Cocktail do pecado Bebida americana é a preferida da cantora Madonna

32 Cozinha artesanal

Curitibana inova o jeito de confeitar bolos e tortas

34

Notas

26 O mundo da cerveja

36

Utensílios

27 Petit chef

38

Receita:

40

Livros

na vida do profissional Jefferson Tomazelli

A identidade brasileira na cerveja

Curso de chef para crianças em Curitiba.

28 Receita

Wrapp de Rosbife

Sanduíche Salmão do Vicente


47

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

27

5

41

Sabores do Brasil:

42

Futuro

44

Cabral

47

Viagem: Serra Gaúcha

Açaí, produto nacional é iguaria exótica no resto do mundo.

Uma cozinha que recicla água, alimentos e ainda tem design inovador

O bairro da capital paranaense não para de crescer

Ivoti, uma mescla japonesa e alemã.

50

Receita

52

Roteiro Bares

das

culturas

Sanduíche Doce Romeo e Julieta

22


Paixão 100 anos de mais de

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Afeição ao vinho, que passa de geração para geração e se espalha pelo mundo

4 6


e os vinhos tintos Vertente, Batuta e Charme. m século e meio. É essa a idade da vinícola Atualmente, os vinhos da Neipoort estão portuguesa Niepoort, situada na Vila Nova presentes em 50 países. de Gaia. Familiar e independente, a empresa, A Quinta geração de uma história em todos esses anos de vida, já foi palco centenária quando foi estudar na Suíça, Dirk e testemunha do trabalho e dedicação de Niepoort descobriu e se encantou com o várias gerações, desde que Franciscus Marius mundo dos vinhos. No ano de 1987 tomou a Niepoort fundou-a em 1842. Atualmente, a decisão de se juntar ao pai, Rolf, no negócio Niepoort se encontra na quinta geração e da família. Desde então ele lida com o está nas mãos do enólogo Dirk Niepoort, que desafio diário de inovar, porém, mantendo as conta com a ajuda da irmã e diretora executiva tradições. A paixão de Dirk pelos vinhos e o Verena Niepoort na administração. respeito e a curiosidade pelo terroir do Douro Verena nos conta que o primeiro passo definiram o espírito da equipe nas últimas duas importante foi a obtenção dos vinhedos Quinta décadas e são uma inspiração e um desafio de Nápoles e Quinta do Carril, no Cima constantes para todos que trabalham com ele. Corgo, região que tradicionalmente produz Em entrevista à Gourmet Curitiba, o enólogo os melhores Vinhos do Porto. Contudo, com o conta um pouco sobre sua história. objetivo de melhorar os Vinhos do Porto e criar os vinhos DOC Douro 1. Você se encantou (selo de “Denominação de Origem Controlada”), A paixão de Dirk pelos vinhos pelo mundo dos vinhos e o respeito e a curiosidade na Suíça, quando foi a Niepoort tem investido pelo terroir do Douro estudar. O que te trouxe também no Vale Mendiz. A aquisição de quintas e definiram o espírito da equipe ao mundo dos vinhos? Qual o seu sentimento vinhedos nessa região foi nas últimas duas décadas em relação à bebida? um passo fundamental e são uma inspiração e um Eu já tinha alguma para aperfeiçoar os Vinhos desafio constantes para do Porto e o primeiro para todos que trabalham com ele. relação com o vinho por viver diretamente com a criação dos vinhos DOC ele no dia a dia, pois era Douro. Tradicionalmente, eu quem sempre decantava as garrafas em o processo da Niepoort era comprar vinhos no nossa casa. O meu interesse foi efetivamente Douro e fazer envelhecimento, armazenamento despertado devido a um livro interno da empresa e lotação dos vinhos em Vila Nova de Gaia. Moevenpick, onde eu estagiava. Depois de ler Desde o ano de 1987 a vinícola o livro resolvi comprar uma garrafa de Chateau investe em dois centros de vinificação: um Petrus, pois, pela descrição do vinho, parecia deles, adquirido em 2003, está localizado no muito interessante. Quando cheguei a uma Vale Mendiz. Quatro anos depois, a Quinta loja de vinhos, perguntei se tinha, disseram de Nápoles construiu uma nova adega para a que sim e perguntaram que ano eu queria. vinificação dos vinhos DOC. Ainda em 2007, Eu não tinha noção de que havia diferenças um novo armazém foi adquirido em Vila Nova tão grandes de ano para ano. Então perguntei de Gaia. A diretora executiva afirma que, que anos eles tinham disponíveis. E assim me a partir de então, a vinícola passou a ter os apresentaram vários anos e os respectivos melhores vinhos em ambas as linhas. preços: 600.00, 800.00 e 1.100.00 francos Foi em 1993 que a Niepoort deu os suíços por garrafa. Fiquei escandalizado com primeiros passos na produção de Vinhos DOC os valores. Rapidamente, perguntei se tinham Douro, lançando o seu primeiro vinho tinto: Chateau Yquem, e novamente perguntaram Redoma, colheita de 1991. Hoje o leque de que ano, etc. E me apresentaram novamente vinhos inclui o Redoma Branco e Rosé, Tiara

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

UU

Texto: Aline Sajnaj Ferreira Fotos: Divulgação

7


Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011 8

preços de outro planeta para mim. Depois vinho de mesa é algo que ainda está sendo disso decidi ser voluntário nas provas inventado. No passado, a prioridade foi o de vinhos organizadas pela empresa e, vinho do porto e pouca atenção era dada ao curiosamente, a primeira vinho de mesa. Penso que O primeiro vinho produzido prova que fiz foi de Petrus relativamente ao vinho do foi o Redoma tinto, em 1991 e Douro conhecemos o porto e Chateau Magdelaine, em que gostei mais dos hoje a variedade é muito maior, e quais as grandes vinhas vinhos de Magdelaine do passando por branco e rose e para fazê-lo. Em relação que de Petrus. estando presentes em 50 países. ao vinho de mesa ainda estamos tentando perceber 2. Quais as principais diferenças entre os as diferentes possibilidades. O Douro é uma vinhos do Porto e os Douro? região grande, com cerca de 45.000 hectares Antes de tudo temos que dizer que que possibilitam condições perfeitas tanto o Douro é uma região especial e única. O para vinhos do porto como para vinhos tintos, vinho do porto é um vinho único no mundo, assim como para grandes vinhos brancos. graças a várias combinações entre o terroir, o sítio, as castas e as tradições seculares. O 3. Qual é o segredo para se fazer um bom


Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011 9

vinho de mesa? Em minha opinião, é preciso ter boas uvas de bom “terroir”, respeitando e tendo muitos cuidados com todos os detalhes. Menos é muitas vezes mais. 4. Você pode se considerar o “reinventor” dos lagares (local onde se pisam nas uvas). Como é esse desafio de inovar mantendo as tradições? É a minha vida. No fundo não invento nada, mas sim aprendo com os antigos, com os maiores, combinando melhores condições e alguma tecnologia moderna. 5. Além de reinventar os lagares, você também é favorável a um vinho sem

produtos químicos. Qual é o resultado de um vinho assim? Como você o caracterizaria? Voltamos ao “menos é muitas vezes mais”. Os vinhos tornam-se mais puros, frescos e, acima de tudo, mais “digestivos”. 6. Como se sente ao representar a quinta geração da Niepoort? Feliz de saber que já existe uma sexta geração muito interessada. Não só um, mas parece haver vários filhos e sobrinhos motivados.


Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

“ Q Q

uantos sanduíches você come na semana? Já parou para pensar como ele é comum no nosso dia a dia. No Brasil se come muito sanduíche, existe esse costume do lanche, que precisa ser rápido”, diz François Fournier, proprietário e chef do Delices de France - Bistrô, Confeitaria, Padaria e Delicatessen. O que ele não aprecia, no entanto, é o hábito de acompanhar o prato com refrigerante. Partidário do modo artesanal na hora de preparar os alimentos, para ele o melhor acompanhamento para algo que já traz por si só muitos sabores é água ou no máximo uma taça de vinho. Saboroso, prático e versátil, o sanduíche é um dos reis da vida moderna e não é à toa. Combina com tudo e cai bem em qualquer uma das refeições, seja no café da manhã, antes da academia, em um lanchinho no meio da tarde ou mesmo para substituir o almoço em um dia corrido. As multinacionais de fast-food estão aí para não deixar ninguém mentir. Espalharam-se pelo mundo levando

como carro-chefe os sanduíches. Você pode encontrar um hambúrguer mesmo na China comunista, que por vários anos resistiu à entrada de capital estrangeiro, mas não pode resistir à vontade de milhões de consumidores. Vários tipos de pães são combinados com infinidades de ingredientes e você pode sim fazer do sanduíche uma refeição balanceada e saudável. Sua composição deve incluir carboidratos (fonte de energia), proteínas, que são essenciais para formação e reparação de todos os tecidos do corpo e fundamentais para o crescimento, além de reguladores, componentes ricos em vitaminas e sais minerais, responsáveis por controlar as reações do corpo. “Um bom sanduíche deve ser bem equilibrado do ponto de vista nutricional e do ponto de vista do sabor e do paladar. Os ingredientes não devem ser dominantes. O importante, ao se dar uma mordida, é sentir o sabor de tudo”, diz Junior Durski, proprietário e chef do restaurante Madero.

10

Sanduíche é o prato principal Texto: Caroline Signori Fotos: Atelier da Imagem


11

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011


Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011 12

O nome do lanche remete ao ano de 1792, reza a lenda, quando John Montague, Conde de Sandwich, teria pedido pão, queijo e carne, de modo que pudesse comer e continuar jogando cartas, e daí para frente foi como começaram a chamar o conjunto. O prato, que teve seu primeiro registro feito por um rabino 1 séc. a.C., só foi alcançar popularidade com o surgimento de uma sociedade industrial e das classes trabalhadoras, já no século 19. A revolução das máquinas trouxe a necessidade de refeições rápidas para os trabalhadores das grandes cidades e desde então o sanduíche tornou-se uma mania universal. No restaurante Madero, de Curitiba, por exemplo, eles representam 70% das vendas da casa. De acordo com Junior Durski, a receita do sucesso é a artesanalidade e o cuidado com que tudo é preparado. François também credita ao feitio fora de série e aos cuidados com a matéria-prima o motivo do Delices estar sempre repleto de clientes. Tudo isso, é claro, alinhado com a versatilidade e o tempo na hora do preparo, tipicidades do prato que cada vez atrai mais adeptos. Seja onde for, ele ganhou versões sofisticadas, exóticas e se tornou uma arte que possui variantes para todos os gostos. De suculentos hambúrgueres, passando pelos enrolados wraps, a apetitosos sanduíches naturais, a Gourmet Curitiba separou especialmente para você ótimas opções que podem ser encontradas na capital.

Cheeseburger Júnior

Ingredientes: 130 g de hambúrguer (mistura de picanha, fraldinha e bife de chorizo) 1 pão assado de hora em hora (Em casa, você pode usar um pão francês fresco) Queijo cheddar inglês Tomate orgânico Alface orgânica Cebola grelhada Maionese artesanal

Modo de preparo:

Grelhe a carne por aproximadamente 5 minutos de cada lado. Coloque o queijo por cima do hambúrguer e deixe derreter um pouco. Abra o pão e passe maionese em uma de suas partes. Coloque a alface sobre o pão, acrescente a carne com o queijo derretido, monte o tomate e a cebola grelhada em cima do hambúrguer e feche o sanduíche.

Croque Madame

Ingredientes: Três fatias de pão brioché

(da mesma família do brioche, mas com ovos)

Molho béchamel (molho branco francês) Queijo emmental fatiado Presunto cozinho Um ovo

Modo de Preparo:

Sobre a primeira fatia de pão intercale os ingredientes, cubra com a segunda fatia, repita a operação e cubra com a última fatia. Sobre esta coloque queijo emmental. Frite o ovo de modo que fique com a gema mole, coloque em cima do queijo, gratine e está pronto para servir.


13

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011


SAIT MORITZ LIGHT

14

Peito de peru Queijo branco Orégano 1 folha de alface 1 tomate 1 colher de maionese light 1 pão ciabatta

Modo de preparo: Abra o pão ao meio sem separar e aqueça na chapa. Também aqueça o peito de peru e o queijo branco, deixe por um minuto e vire. Passe a maionese ligth em todo o pão, coloque a alface e o tomate e acrescente o orégano e o peito de peru com o queijo.

Perfil Juliane Alves Ferro Saint Germain Juliana, formada pela UNIPAR - Universidade Paranaense, é a responsável técnica por todas as delícias produzidas na Panificadora e Confeitaria Saint Germain. “Gosto muito de ser nutricionista, pela atuação na saúde visando à segurança alimentar e à atenção dietética. A nutrição é a ciência que investiga e controla a relação homem-alimento para preservar a saúde humana, o que é muito importante.”

receita

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Ingredientes:


15

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011


New York Reuben

16

2 fatias de pão de centeio com sementes de kümmel * 100 g de corned beef ** 40 g de queijo suíço 30 g de molho rosèe com pepino agridoce picado 30 g de chucrute 25 g de manteiga

Modo de preparo: Passar manteiga derretida no pão e dourar na chapa. Aquecer, também, na chapa, 100 g de corned beef e derreter o queijo suíço. Colocar a carne e o queijo no pão tostado. Passar molho rosèe na “tampa” do pão e colocar o chucrute em cima do queijo. *Fabricação própria ** Corned beef - feito de carne bovina marinada, curada em especiarias e cozida lentamente. (Receita tradicionalmente irlandesa, que pode ser vista em muitas delicatessens (particularmente as judaicas) nos EUA.

Perfil Martha Garret Pecoits Missouri Gourmet Deli – Huuumm, delícia! É tudo o que a chef precisa ouvir para se sentir recompensada. A americana formada em gastronomia pela Universidade Anhembi Morumbi já trabalhou em casas de São Paulo, Florianópolis, Paris, Estocolmo e em várias cidades nos EUA. Para ela independente das dietas da moda, o importante é comer aquilo que faz nos sentir bem: - Adoro fazer “feel good food”, conta.

receita

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Ingredientes:


17

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011


Buddy’s Favorite

18

1 pão de hambúrguer 1 hambúrguer feito de “fraldinha” Queijo cheddar Picles Cebola Maionese Sazon Azeite de oliva

Modo de preparo: Doure a cebola com sazon e azeite de oliva. Corte o pão e passe maionese nos dois lados; coloque um pouco de queijo cheddar e picles. Acrescente o hambúrguer, a cebola e mais queijo cheddar e feche o sanduíche.

Perfil Adilson Dzvonek Peggy Sue Com 25 anos Adilson trabalha na cozinha desde os 14, ou seja, passou metade da sua vida trabalhando com o que gosta. O garoto que começou como aprendiz de confeiteiro diz que adora ver as pessoas satisfeitas, comendo suas produções. Mesmo jovem, ele já traz muita experiência na hora de estar a frente de uma cozinha: “Para a cozinha funcionar em perfeita harmonia é preciso que a equipe trabalhe unida e que cada um faça sua parte. Também, é muito importante que existam regras e que todos as respeitem”.

receita

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Ingredientes:


19

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011


Opção vegetariana

20

3 fatias de pão de centeio Ricota temperada com iogurte natural Azeite de oliva a gosto 1 tomate fresco 1 beterraba crua 1 cenoura crua Alface

Modo de preparo: Cortar o tomate em pedaços pequenos; ralar a cenoura e a beterraba; picar a alface em tirinhas. Sobre a primeira fatia de pão colocar todos os ingredientes misturados com a ricota temperada com iogurte natural mais o azeite de oliva. Colocar a segunda fatia, fazer o mesmo procedimento e finalizar com a outra fatia de pão.

Perfil Tatiana Marussing Cliente No Tropical Banana o chef é o cliente. Cada um monta seu sanduíche com os ingredientes que preferir. Pão integral, de centeio ou multigrão; atum, frango, peru ou kani kama e acompanhamentos que vão de alface a ameixas secas e molhos ao seu gosto. “Sempre que quero uma refeição rápida e saudável, escolho um sanduíche personalizado porque com a combinação certa de ingredientes, consigo um sanduíche saboroso e rico em vitaminas e nutrientes”, diz Tatiana Marussig.

receita

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Ingredientes:


21

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011


22

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011


O café na vida

O Brasil apresenta 12 grandes regiões cafeeiras. No entanto, o estado de Minas Gerais se destaca, apresentando quatro delas, o que significa uma produção de aproximadamente 50% do total.

hora do dia ele é A Aqualquer bem vindo. Está presente em

diversos momentos corriqueiros do nosso cotidiano. Para uns ele é fonte de inspiração, para outros uma companhia para todas as horas. É possível encontrar referências ao café em músicas, poesias e artes. Inclusive, ele tem forte presença histórica, aparecendo em símbolos nacionais. Benefícios? Malefícios? Sim, ele tem ambos e cada vez mais surgem descobertas sobre sua composição. Mas o que vamos conhecer agora é nosso legítimo café, o café brasileiro, com seus potenciais e qualidades. De acordo com Marco Suplicy, sócio-proprietário da Suplicy Cafés Especiais, que existe desde 2003 como marca de café, o

Texto:Aline Sajnaj Ferreira Fotos: Divulgação

Brasil tem uma enorme diversidade de cafés. Em relação à produção, dois terços são da espécie arábica e um terço da espécie robusta (conillon). O Brasil apresenta 12 grandes regiões cafeeiras. No entanto, o estado de Minas Gerais se destaca, apresentando quatro delas, o que significa uma produção de aproximadamente 50% do total. O proprietário explica que a fazenda Suplicy adquire grãos diretamente do produtor. A seleção, por sua vez, engloba cinco tipos. O Torra Clara e Média são de propriedades no Sul de Minas, o Escura de uma fazenda no Cerrado Mineiro e o Orgânico vem das montanhas do Espírito Santo. Já os microlotes são adquiridos em concursos estaduais de qualidade.

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

brasileira

23

Se tratando dos cerca de 5% da produção de arábica de excelente qualidade da Suplicy, as características dependem da origem e região de onde vem o café, bem como seu trato pós-colheita. “Genericamente, podemos afirmar que os cafés finos brasileiros têm doçura marcante”, descreve o proprietário. Aquele cafezinho ingerido durante o dia pode até passar despercebido, mas é um elemento, muitas vezes, imprescindível para nós. Não é à toa que o Brasil teve no ano passado o maior nível consumido em 45 anos. Isso quer dizer que, de acordo com dados do Ministério da Agricultura, foram quase 81 litros de café por pessoa e o consumo só tende aumentar.


Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Perfil

24


Brasileiro de Coração Conheça um pouco mais sobre o francês mais querido do Brasil

EE

le não nasceu aqui, mas escolheu o Brasil para viver. Trabalhou como modelo, mas acabou seguindo o caminho da gastronomia. Em 1996 recebeu um convite para estrelar um programa de culinária na Record, o Forno, Fogão & Cia. Em seguida, foi para a Globo apresentar um especial, O Francês, que passou em 1998, durante a Copa do Mundo da França. Foi daí que surgiu o projeto do conhecido programa Diário do Olivier. Para isso, ele garante que juntou seu espírito jornalístico com o experimento de pilotar um fogão em frente às câmeras. O programa foi exibido pela GNT de 1999 a 2003 e, em 2006, voltou a ser transmitido, mas, desta vez, em canal aberto. Atualmente, a Record exibe o Diário do Olivier todos os domingos, como um bloco do Domingo Espetacular. Anquier também já apresentou o espetáculo Olivier, Fusca e Fogão e, após 10 anos do programa Diário de Oliver, escreveu um livro de mesmo nome, retratando suas experiências e um pouco de sua vida. Também já escreveu outros livros, como Pães de França e Padaria em Casa: Os Segredos. Quer saber mais? Então confira a entrevista com esse brasileiro de coração.

1. Ao vir para o Brasil, em 1979, você se apaixonou pelo país e resolveu ficar, naturalizandose brasileiro em 2007. Pode nos contar as razões pelas quais escolheu o Brasil? Na verdade eu não escolhi o Brasil, foi ele quem me escolheu. Cheguei aqui quando tinha vinte anos para passar apenas um mês de férias no Rio de Janeiro. Mas esse período acabou se estendendo para dois, três meses e então resolvi ficar. Eu percebi o contraste das culturas, o bom-humor dos brasileiros e a leveza na comunicação e me identifiquei com essa maneira de viver. 2. Você já trabalhou como modelo, chegando

a ser um dos top 10 models do mundo, mas resolveu seguir para a gastronomia. O que o levou a tomar essa decisão? Com 29 anos eu atingi o máximo que a carreira de modelo permite. Durante esse tempo as oportunidades me levaram de volta à Europa, onde desfilei por passarelas como modelo da alta-costura internacional. Quando voltei ao Brasil, o objetivo inicial era o de abrir uma pousada em um dos paraísos das praias brasileiras. Só depois surgiu a ideia de montar um restaurante. Parti então para uma viagem pelo litoral do país em busca de um lugar perfeito para montar meu estabelecimento, com o conhecimento da culinária e com minha bagagem familiar, que tem uma filosofia que carrego até hoje, que é a de buscar prazeres e emoções em volta da culinária. 3. Após essa empreitada, você optou por Jericoacoara, onde montou o “Aloha”, seu primeiro restaurante. Por que a escolha da cidade cearense? Essa praia é linda como as muitas outras pelas quais passei. Conheci lugares maravilhosos no sul da Bahia e pensei: se está bonito aqui, imagina lá em cima! E após três meses e meio de viagem, estacionei nesse paraíso que é a cidade e montei o Aloha. Na época, a praia contava bastante com a presença de turistas europeus e isso contribuiu muito na minha adaptação. 4. Que influência o tempo que você passou em Sidney, na Austrália, na Boulangerie Victoire, de sua mãe, teve na abertura de sua primeira boulangerie no Brasil, a Pain de France? Foi em 1994 que eu decidi levantar a bandeira profissional da família. Então eu fui para Sidney para pegar a logística de produção de uma boulangerie. Eu nunca morei na Austrália, passei apenas três meses por lá, pois a Victoire é famosa na cidade.

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Texto: Aline Sajnaj Ferreira Fotos: Divulgação

25


Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011 26

Quando retornei ao Brasil, consolidei minha imagem como padeiro ao abrir a minha primeira boulangerie, a Pain de France, em Higienópolis, São Paulo.

8. Que prato você sugere aos leitores da Gourmet Curitiba?

5. Visto que no seu programa Diário de Olivier você percorre o Brasil com o seu conservado Fusca 62, visitando casas em busca de histórias e experiências gastronômicas sobre a região, além da gastronomia, há também uma paixão por automóveis?

Rendimento: 4 fougasses de 400 g Tempo de preparo: 2,5 horas Ingredientes: 1,25 kg de farinha de trigo comum 200 g de germe de trigo 35 g de fermento biológico 900 ml de água gelada 30 g de sal Modo de preparo: Coloque o sal e a farinha em uma vasilha e misture bem com as mãos; Faça um buraco no meio da mistura e despeje a água nele; Dissolva o fermento nessa água; Misture todos os ingredientes em uma vasilha até a massa começar a desgrudar dos dedos; Amasse-a sobre uma mesa até ela ficar homogênea; Faça uma bola e deixe-a descansar em uma vasilha coberta com pano úmido por 10 minutos; Faça bolinhas com a massa, beliscando suas extremidades com os dedos polegar e indicador; Junte tudo novamente em uma única bola, cubra-a com pano úmido e deixe-a descansar por mais 10 minutos; Alongue a massa, batendo nela com força; Dobre a massa sobre ela própria várias vezes para oxigená-la; Faça novamente a bola, cubra-a com pano úmido e deixe-a descansar por mais 20 minutos; Achate a bola sobre uma mesa até que a massa em formato de folha tenha 0,5 cm de altura; Corte as fendas com a ponta de uma faca, completando o desenho de uma folha; Deixe-a crescer por 1 hora e meia; Polvilhe-a com farinha de trigo e leve-a ao forno a 250°C por 15 minutos.

Sempre gostei de carros antigos. Inclusive aprendi a dirigir em um fusca conversível do meu pai, como acontece com a maioria dos brasileiros, só que do outro lado do mundo. Sobre a escolha do fusca no programa Diário de Olivier, é que ele é um carro de todo brasileiro. Como percorro vários lugares e tenho contato com diversas pessoas, ao chegar com o carro popular, ele não “assusta” as pessoas e permite esse encontro com elas. 6. Em meio a tantas viagens pelo Brasil, teve algum lugar visitado que foi marcante? Belém do Pará. Lá você pode aprender muito sobre o país. Um prato incrível da região é o Tacacá. 7. Como francês naturalizado brasileiro, o que você tem a dizer sobre a visão da gastronomia brasileira no exterior? Sem dúvida, quando se fala em gastronomia brasileira no exterior, é a feijoada e a caipirinha. A cultura no Brasil está em fase de criação e eu estou muito feliz de fazer parte desse processo.

Pão Fougasse


Dica de Vinho

O prazer, o trabalho e

o vinho HH

á quase dois anos no restaurante italiano Porcini Trattoria, Jefferson é o responsável pelas escolhas na hora de montar a carta de vinhos. “Nós prezamos principalmente pela qualidade e pela diversidade. Nossa carta está sempre em renovação e expansão”.

Jefferson Tomazelli, é formado pelo Centro Europeu e pelo instituto inglês Wine & Spirits Education Trust. O sommelier, que começou como auxiliar em um restaurante da Austrália descobriu fora do Brasil sua verdadeira paixão. “Eu organizava a adega e a cada dia aprendia um pouco mais. Quanto mais eu aprendia, mais eu percebia que o universo dos vinhos me instigava. Assim comecei a comprar meus vinhos para degustar em casa com os amigos, iniciando um círculo vicioso em que o prazer do meu trabalho se refletia nos prazeres que eu tinha na vida”.

Porto Colheita 1912 - Niepoort Composição: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinto Cão, Tinta Francisca, Tinta Amarela e Tinta Roriz. Douro, Portugal. “Apresenta uma cor viva, brilhante e profunda com reflexos vermelhos e castanhos. Notas de madeira e de frutos secos, com um final longo e complexo”. Teor Alcoólico: 21%. Preço: a consultar. Acompanha sobremesas, como o Crème Brûlée, sobremesas de frutos secos ou nozes.

Primitivo de Manduria – Lucarelli. Composição: 100% Primitivo Puglia, Itália. “É um vinho complexo de excelente custobenefício que oferece uma fruta redonda e persistente, toques de cereja e amora, aliada à maciez e um longo final com toque de baunilha”. Teor alcoólico: 14,5%. Preço: a partir de R$ 165. Acompanha massas e carnes grelhadas.

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Texto: Caroline Signori Fotos: Atelier da Imagem

27

Valpolicella Clássico Superiore D.O.C. “TB” – Tommaso Bussola. Composição: Corvina 60%, 30% Rondinella e 10% Molinara. Vêneto, Itália. “Ele passa por um período de refermentação sobre as borras do Amarone e posteriormente trinta e dois meses em barricas de carvalho francês. É um vinho complexo, com toques de cereja, anis e tabaco”. Teor Alcoólico: 15%. Preço: a partir de R$ 190. Acompanha massas com molho vermelho, carnes vermelhas e queijos fortes. Gourmet Curitiba / Março/Abril 2011 / 27


O Mundo da Cerveja

ENTREVISTA COM O MESTRE CERVEJEIRO

MATTHIAS REINOLD

Texto: Daniel Wolf Fotos: Divulgação

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

O O

28

experiente mestre cervejeiro Matthias Reinold falou conosco sobre o mercado cervejeiro no Brasil. Com mais de 30 anos de profissão, algumas das suas cervejas já conquistaram premiações internacionais. Atualmente, Matthias mora em São Paulo e presta consultoria para diversas cervejarias nacionais, entre elas a Bier Hoff, de Curitiba. A principal curiosidade foi saber que rumo o mercado de cervejas no Brasil está tomando e qual é o posicionamento e o preparo das cervejarias para as mudanças que estão ocorrendo. Confira como foi: Comparado com o início da sua carreira como mestre cervejeiro, há mais de 30 anos, como o senhor vê o mercado das cervejas especiais no Brasil e no mundo hoje? O mercado de cervejas especiais no mundo sempre apresentou uma enormidade de estilos de cerveja. Apenas no Brasil havia a disponibilidade, quase que exclusiva, de cervejas das grandes cervejarias, principalmente do tipo Pilsen. Nesses 30 anos o mercado brasileiro evoluiu bastante, principalmente nos últimos cinco a seis anos. Fatores que contribuíram foram a estabilização da economia, o aumento do número de microcervejarias - que se aproxima de 200 - e também a profusão dos cervejeiros caseiros. As cervejarias brasileiras tem acesso à mesma oferta de insumos para poder competir de igual para igual com as importadas? A qualidade das matérias-primas, principalmente o malte Pilsen, é equivalente. Os maltes especiais, lúpulos e leveduras cervejeiras são importados. A água no Brasil, de modo geral, é de boa qualidade. Levando em consideração apenas as matérias-primas, as cervejarias brasileiras estão em pé de igualdade com as estrangeiras. Mas o processo de elaboração de cerveja vai além. O mais importante e peça-chave de tudo é o profissional cervejeiro competente, que deve possuir conhecimentos teóricos e práticos em cervejarias, seja elas micro, médias ou grandes. É ele que irá harmonizar todas as outras

f

variáveis entre si. No Brasil, hoje, temos muitos empreendedores de olho nesse mercado. Quais são as falhas rotineiras que eles cometem? No Brasil, muitos empreendedores que se aventuram no segmento de cervejas especiais não Texto: Rudney Flores possuem informações suficientes e a maioria Fotos: nãoAtelier da Imagem possui também a formação técnica mínima para atuar no segmento. As falhas rotineiras vão desde a falta de um plano de negócio completo até a não contratação de um profissional cervejeiro competente e com formação técnica comprovada. Aqueles que perseguem apenas o lucro fácil irão perceber que fazer cerveja é muito mais do que isso. É se dedicar, de corpo e alma, a um processo que demanda muita atenção e que gera um produto de tradição milenar. Recentemente, uma das suas cervejas ganhou um prêmio internacional. Foi a Bier Hoff Weiss, com Medalha de Bronze no South BeerCup. Qual é o seu comentário sobre a premiação e sobre a cerveja? A cerveja Bier Hoff Weiss foi ajustada por mim, não desenvolvida. O concurso South BeerCup é uma iniciativa interessante e a premiação da Bier Hoff Weiss é o coroamento do esforço conjunto efetuado por toda a equipe da Cervejaria Bier Hoff. E para os próximos anos, quais são as suas expectativas e visões para o mercado de cervejas especiais no Brasil? Nos próximos anos, o mercado cervejeiro brasileiro deve crescer com índices próximos aos do aumento do PIB, ou ligeiramente acima. Ele também vai se consolidar, uma vez que os consumidores em geral ainda não possuem a percepção do que são os diversos estilos de cerveja.. E é necessário também que esse mercado se profissionalize e exerça controle efetivo sobre todo o seu processo, desde a aquisição de matérias-primas e insumos até o processo de elaboração de cerveja propriamente dito. Até a logística de distribuição e vendas, sem esquecer do marketing, que ainda precisam amadurecer.

Credibilidade e confiança

f


com a mão na massa AA

lternar livros com panelas nem sempre foi uma opção no aprendizado infantil. Acontece que nas últimas décadas os métodos de ensino têm seguido por vários caminhos e um deles é colocar a criança em contato direto com práticas comuns no dia a dia. O Centro Europeu de Curitiba realiza todos os meses aulas de Petit Chef, administradas pela chef Iracema Bertoco, formada em Chef de Cuisine e Restaurateur pelo Centro Europeu e especializada em docência infantil. “As lições não são para aprender a cozinhar, e sim a comer. Quando a criança prepara um prato com brócolis, ela experimenta e perde o medo do legume”, diz Iracema. O mesmo acontece com outros pratos, o Petit Chef aprende a escolher e leva isso para casa. A edição especial de férias aconteceu no mês de julho, entre os dias 18 e 20, e contou com a participação de dezenove pequenos chefs nas idades de cinco até treze anos. Nesses dias os meninos e meninas puderam trabalhar noções de organização, higiene, segurança, conceitos matemáticos e planejamento de tempo, ou seja, tudo que uma aula de culinária infantil pode proporcionar. Além de

Texto: Caroline Signori Fotos: Atelier da Imagem

fazer novas amizades e voltar para casa querendo repetir as receitas que aprenderam. A chef também escreve quinzenalmente para o blog www.angelino.com.br, no qual posta receitas para pais prepararem com seus filhos. Entre as delícias sugeridas estão trouxinha de espinafre, salada com talheres comestíveis e sanduíche de forno, sempre opções que introduzem de maneira natural alimentos saudáveis no cardápio. Entretanto, de acordo com Iracema existe uma regra básica que nunca deve ser esquecida na hora do lazer: “Cozinha não é lugar de criança sozinha”. Fora isso é só pegar todos os ingredientes e chamar o filhote para cozinhar.

Serviço:

Próximos cursos de Petit Chef Data: 08 de outubro Horário: 10:00 às 13:00 Local: Sede Gourmet do Centro Europeu Endereço: Alameda Princesa Isabel, 1.300 Informações: (41) 3324-6669 www.centroeuropeu.com.br

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Seu filho

29


WRAPP DE ROSBIFE

30

1 folha de pão sírio 1/2 abobrinha 1 pepino em conserva 2 fatias de queijo frescal 2 fatias de rosbife 2 colheres de sopa de pasta de berinjela

Modo de preparo: Com o ralador, rale a cenoura, a abobrinha e o pepino em tiras finas e distribua sobre a folha de pão. Em seguida, acrescente as fatias de queijo. Espalhe a pasta de berinjela e distribua as fatias de rosbife . Dobre as bordas, enrole a massa e corte ao meio.

Perfil Emerson de Oliveira Kauf Café “Acho que sempre fui cozinheiro: na hora de preparar o meu lanche, na minha vez de fazer comida para galera, quando namorava minha esposa e queria impressioná-la. O Senac foi quem deu sentido profissional para o que eu já fazia há muito tempo”. Mesmo depois de concluído o curso de chef, Emerson nunca deixou de se aperfeiçoar, e já participou de cursos ministrados pelos maiores nomes da culinária no Brasil, como os chef’s Francesco Carli, Claude Troigros, Silvia Percussi, entre outros. “Quem cozinha deve ser disciplinado, seja com horário, regras, normas ou rotinas que devem ser seguidas na hora de cozinhar”.

receita

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Ingredientes:


31

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011


32

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011


Cocktail do Texto: Caroline Signori Fotos: Atelier da Imagem

York, Madonna e desejo. De NNew acordo com o barman Fausto Rodrigo

COSMOPOLITAN 1 dose de Vodka Finlândia 1 dose de suco de limão Suco de Cranberry Licor de casca de laranja 2 cascas de Lima da pérsia Modo de preparo: Juntar os ingredientes em uma coqueteleira com muito gelo e bater bem; coar e servir em uma taça “Cocktail Glass”. Antes, porém, devese flambar o drink utilizando o líquido expelido pela casca da Lima da Pérsia, que dará um aroma singular e marcante.

Fausto trabalhou durante três anos no Hard Rock Café Nagoya, além de outras casas conceituadas da Ásia, como Velfarre Tokyo e I.D Bar Nagoya. No Brasil, antes de vir para Curitiba, ele deu o ar de seus cocktails na Swingers e no Beppo, ambos em Campinas e no bar Pilekinho, em São Paulo. Agora divide seus dias entre a seriedade de um servidor público e o desembaraço de um barman, papel que assume durante as noites no restaurante temático Elvis Costella. “O que mais gosto nesta profissão é o ambiente repleto de pessoas interessantíssimas. A descontração também é um dos motivos que me fazem gostar cada vez mais desse trabalho, que é bem diferente da empresa que atuo durante o dia”.

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Yamauti Correa, a bebida, que é uma das prediletas da estrela pop, traduz como nenhum outro drink o espírito da cidade mais ativa dos EUA.

33


Fazer bolo ĂŠ

uma arte

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Como a curtibana Vera Herek vem inovando a forma de confeitar

34


era Herek aperfeiçoou a atividade de confeitar bolos e tortas, há dezoito anos trabalha com o lado artístico da culinária e não se cansa de inovar nunca. Com muita experiência, tanto prática quanto teórica, suas criações estão entre as mais requisitadas na capital. Formada em farmácia bioquímica, Vera exerceu a profissão durante trinta anos para depois trocá-la por um sonho, trabalhar como artista inventando bolos dos mais variados gostos e estilos. Ela conta que já fez mais de dois mil bolos em Curitiba e em vários locais do mundo. Nos lugares onde, eventualmente, viaja com mais vinte boleiras brasileiras para fazer cursos e conhecer as novidades do mercado. “Sou muito metida a mexer com novas tecnologias e aprender novas técnicas”, conta ela bem humorada. Sentada em seu notebook ligado diretamente a TV de plasma na parede, a jovem senhora mostra emocionada várias fotos de seus bolos, fotos que ela mesma está postando em seu novo site, isso tudo com inspiráveis 78 anos de idade. “Adoro mostrar meus bolos, eu faço tudo sozinha, não deixo ninguém mexer, primo pela qualidade”. Quando está atrás de novidades ela conta que busca em sites e revistas americanas, inglesas, australianas e da África do Sul, que é de onde vem as maiores novidades mundiais do setor. Alguns dos cursos mais importantes da carreira, Dona Vera fez nos Estados Unidos, mais exatamente em Chicago onde fez o Curso de Flores. O Curso de Flores é muito usado para decoração dos bolos artísticos que produz para festas, casamentos e aniversários. Assim como o Curso de Flores, Vera usa a famosa “Pasta America”, que é uma cobertura diferenciada, feita de açúcar, gelatina, glicerina e, é claro, mais um segredinho, aberta com rolo e posta para acobertar a massa.

“Essa Pasta Americana substitui os famosos glacês de antigamente”, explica. Nessa pasta, então, torna-se mais fácil e sustentável o manuseio para inserir todo aparato artístico do bolo. Além dos bolos famosos, as tortas e cupcakes, por exemplo, também têm boa saída no Doce Suspiro, empresa criada por ela e que possui como lema produzir ornamentos comestíveis. Feitos sempre com frutas frescas, massas especiais e ingredientes da melhor qualidade, cada produto exige uma técnica diferenciada para que se chegue ao resultado desejado. Em meio a tantos cursos e especializações Vera nos mostra uma das novidade do mercado, os Cake Pop. São bolinhos redondos no palito, geralmente servidos em aniversários como grandes arranjos de pirulito, uma febre de mercado nas festas infantis. Com sua vasta experiência ela acredita que o Brasil está atrasado no quesito cursos e técnicas no ramo das boleiras. “Alguns países da America do Sul estão bem mais adiantados. O Peru e a Argentina são os países mais desenvolvidos acerca de bolos no continente, precisamos nos profissionalizar mais, ter mais e melhores cursos”. Ao contratar a artista de bolos seus clientes podem dar asas a imaginação e ainda contam com uma enorme gama de modelos -Os quais podem ser vistos tanto no site quanto nas centenas de revista e catálogos, de todas as partes do globo, que a Doce Suspiro oferece para ajuda na hora da escolha para incrementar suas idéias. Vera conta que está ficando cansada para fazer tantos bolos, mas para não deixar a marca acabar ela agora tem a ajuda do filho, que as vezes deixa de lado a advocacia para ajudar a mãe. “Meu filho herdou o meu dom graças a Deus e me tem me ajudado bastante a fazer os bolos e revitalizar a marca”. Serviço: Para contratar os serviços da boleira Vera Herek os interessados podem ligar no telefone 3335-2067, acessar o site: www.docesuspiro.com.br

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

VV

Texto: Thiago Taques Borba Fotos: Atelier da Imagem

35


Notas

Gourmet

Massas da mamma direto da Itália para a porta de casa

Quem disse que é impossível comer uma legítima massa italiana fora da Itália se enganou. A Eismann traz opções de pratos importados direto da Itália para a mesa do curitibano. Entre as sugestões estão o Risotto al Funghi, Risotto Frutti di Mare, Gnochinni Margherita, Gnocchi Duo Gorgonzola, entre outros. “Selecionamos cuidadosamente estes pratos. Assim, nossos clientes têm a oportunidade de vivenciar uma experiência gastronômica única, que é o que acontece quando as pessoas viajam para outros países. O sabor e a expectativa de provar um prato diferente é muito marcante”, diz Fabrício Alencar, Gerente de Marketing do Grupo Eismann no Brasil.

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Eismann no Brasil. Rua Emiliano Perneta, 725 – conjunto 903 Contato: (41) 3364-3448 www.eismann.com

36

Azeite de Oliva Extra Premium Oliveira Ramos conquista prêmio internacional A importadora Porto a Porto comemora mais uma conquista de reconhecimento internacional. Desta vez, o sucesso fica por conta do azeite de oliva português Extra Premium Oliveira Ramos, que recebeu Medalha de Ouro na Los Angeles International Extra Virgin Olive Oil Competition, na categoria Packaging Design – Innovative Design, uma das mais prestigiadas competições mundiais. Com design inovador e exclusivo, a garrafa do produto destaca-se por ser fosca e serigrafada, com uma mensagem em estilo manuscrito e em alto relevo. Além disso, na mesma competição, o produto conquistou Medalha de Prata na categoria Delicate, que avaliou o sabor e propriedades do produto. Valorizado pelo seu sabor único, o Extra Premium Oliveira Ramos reúne frescura, elegância e um frutado intenso. Com isso, a marca aposta na expansão da internacionalização de seus produtos, que já podem ser encontrados, além do Brasil, em vários países. Importadora Porto a Porto Av. Nossa Senhora Aparecida, 381 Térreo - Seminário Contato: 41 3018-7393 www.portoaporto.com

Menu infantil no Madero

Desde o final de julho o Madero tem mais uma opção de cardápio: é o Menu Kids, elaborado especialmente para as crianças. Com 4 opções de pratos, bebidas e brigadeiro de sobremesa, o cardápio especial foi lançado para atender às diversas solicitações dos clientes. Entre as opções, o destaque é o SUPER MAD KIDS, composto por cheeseburger (pão, carne e queijo), fritas e refrigerante, por apenas R$ 12,90. Além dessa, o Menu Kids ainda traz as opções de Mignon com Massa ou Mignon com Arroz e Fritas. Que criança não gosta? A novidade está disponível em todos os restaurantes Madero de Curitiba. Todas as unidades do Madero Contato: 3013-2300 www.restaurantemadero.com.br


Para afinar os ouvidos e o paladar Aproveitar o melhor da música em um ambiente moderno, temático, aconchegante e intimista, característico dos melhores clubes de jazz do mundo, aliando e afinando os ouvidos com os sabores da cozinha gourmet. Essa é a proposta do Slaviero Full Jazz Bar e Restaurante, sob o comando da Macedo & Macedo Gastronomia, que tem no cardápio pratos internacionais, além de uma seleta carta de vinhos. Uma dica é o delicioso Mignon Café Paris, prato exclusivo preparado pelo chef Marcos Oliveira.

Zapata La Taquería no Shopping Mueller em Curitiba Terceira unidade do grupo segue linha Fast Casual. Espaço é inspirado nas Taquerías muito comuns no México, onde são servidas nas mais variadas formas, que vão desde carrinhos na rua até franquias especializadas. Essa é a terceira unidade da rede Zapata em Curitiba. O Zapata La Taquería está instalado no Shopping Mueller e conta com um conceito bem diferente das duas outras unidades do Zapata em Curitiba. Denominado como Fast Casual, o Zapata La Taquería abriu para o público no último dia 20 de julho e está tendo excelente aceitação de público. Zapata La Taquería Av. Cândido de Abreu, 127, Centro Cívico, Loja 3 - Piso: TM-02 Contato: 3026-0305 / 3014-0309 www.zapatalataqueria.com.br

Guffo Bar oferece promoções de terça a sábado O Guffo Bar oferece, de terça a sábado, promoções imperdíveis para os seus clientes. Para quem quer curtir o Happy Hour, de terça a sábado, a casa oferece o tradicional Double Drink, das 18 às 20h30. Na terçafeira é a vez da Batata Suíça, com 50% de desconto! A promoção é válida das 18 às 20h30. Não vale para delivery. Na quarta-feira a casa oferece promoção de 50% em uma deliciosa seleção de petiscos. Já na quinta-feira, o Guffo oferece 50% de desconto no delicioso cardápio de sanduíches e hambúrgueres. Promoção válida das 18 às 20h30. Guffo Bar Rua Emiliano Perneta, 924, Batel Contato: 3323-8000 www.guffobar.com.br

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Hoteil Slaviero Rua Silveira Peixoto, 1297 – Batel Contato: 3312-7000 www.slavierohoteis.com.br

37


utensílios Refrigerador - 81 cm - Infinity I-Kitchen DT80X – Electrolux

A Electrolux fabrica, no Brasil, o primeiro refrigerador com monitor touchscreen, o Infinity I-Kitchen. Ele traz mais de 600 receitas gravadas na memória.

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Preço: R$ 5.999,00 www.electrolux.com.br

Panela de pressão Valência - Tramontina

A nova panela de pressão Tramontina é produzida em alumínio. Mais econômica, suas alças e cabos são em baquelite e a tampa em alumínio é polida externamente e satinada. Podem ser utilizadas em fogões a gás, elétrico e vitrocerâmico e lavadas na máquina de lavar louças Preço: a consultar www.tramontina.com.br

Fogão Sorella bocas - Mueller

6

O fogão Sorella possui uma mesa em inox, lisa, avançada e vedada, fácil de limpar e muito resistente, que garante um manuseio seguro e prático das receitas.

38

Preço: R$ R$ 649,00 (branco) e R$ 699,00 (inox) www.mueller.ind.br

Adega para seis garrafas – Tocave

As adegas Tocave contam com o sistema que permite o funcionamento da adega sem o uso de um compressor, o que reduz de maneira significativa os ruídos e as trepidações. Preço: R$ 319,00 www.tocave.com.br

Forno Sonetto Stile - Mueller

O Forno Sonetto Stile tem volume interno de 44 litros, timer de até 120 minutos, luz interna e dourador, bandeja para resíduos esmaltada, janela de exaustão e forno autolimpante Preço: R$ 429,00 www.mueller.ind.br

Garrafa Termina – Tramontina

A Tramontina acaba de lançar a garrafa térmica 1.30 e 1.60 litro, fabricada com dupla parede de aço inox (inquebrável) e seu acabamento é feito em inox finger proof, que não mancha. Preço: a consultar www.tramontina.com.br


Chafing Dish - Brinox

O Chafing Dish da Linha Savovy é perfeito para ser utilizado em buffets. Feito 100% em aço inox, é durável, resistente e fácil de limpar. Acompanha uma Cuba GN 1/1.

Depurador de ar 60 cm - Consul

Design arredondado e eficiência para a sua cozinha: seu sistema de dupla filtragem garante uma purificação do ar muito melhor, possuindo três velocidades e permitindo a escolha do nível mais adequado ao uso.

Preço: 934,90 www.brinox.com.br

Preço: R$ 349,00 www.consul.com.br

O moedor para sal e pimenta foi desenvolvido especialmente para levar praticidade à cozinha e garantir sabor aos alimentos e é feito em aço inox possuindo um recipiente transparente para armazenamento dos grãos. Preço: a consultar www.tramontina.com.br

Adega para oito garrafas - Tocave

As adegas Tocave trabalham com sistemas que não agridem o meio ambiente por não utilizarem compressores, nem gás CFC para sua refrigeração. Preço: R$ 379,00 www.tocave.com.br

Micro-ondas Consul

Facilite

-

A O micro-ondas Consul Facilite tem 25 L de cavidade, possui memória para armazenar a receita favorita, trava de segurança e abertura da porta por botão, além das pré-programadas receitas e a possibilidade de desligar o visor para economia de energia elétrica. Preço: 399,00 www.consul.com.br

Refratário - Wolff

O refratário da Wolf é de porcelana e apresenta três divisões e suporte de metal. Preço: 74,00 www.wolffbrasil.com.br

Jogo de Rojemac

taças

O jogo da Rojemac tem seis taças para água Bico de Jaca com capacidade para 234 ml. Preço: R$ 66,41 www.rojemac.com.br

Jogo de chá – Rojemac

O jogo de chá de porcelana da Rojemac tem 15 peças no total. Preço: R$ 56,00 www.rojemac.com.br

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Moedor para sal e pimenta - Tramontina

39


Salmão do Vicente

40

As adegas Tocave trabalham com sistema eletroeletrônico de refrigeração e-freeze e termostato para controle de temperatura. Além de econômicas, não agridem o meio ambiente por não Ingredientes: utilizarem compressores nem gás CFC para sua refrigeração. 1 pão especial feito com leite NAN 1 hambúrguer de salmão temperado Preço: R$ 379,00 com alcaparras www.tocave.com.br Alface americana Queijo Cream Cheese Maionese 1 limão siciliano Adega para seis garrafas – Salsinha

Tocave

receita

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Adega para oito garrafas - Tocave

As adegas Tocave contam com o sistema de Modo de preparo:

refrigeração e-freeze, capaz de proteger melhor a bebida contra as oscilações de Tempere o Cream Cheese com o limão e salsinha a temperatura. Com baixo consumo de energia, gosto. Coloque o pão aquecer no forno e esse enquanto sistemaisso permite o funcionamento da adega frite o hambúrguer no azeite de oliva. Corte pão sem o o uso deao um compressor, o que reduz de meio, passe maionese em um dos lados, acrescente a maneira significativa os ruídos e as trepidações. alface, o hambúrguer e o Cream Cheese. É também ecologicamente correto, por não emitir gás CFC. Preço: R$ 319,00 www.tocave.com.br

Fogão Sorella 6 bocas - Mueller

O fogão Sorella tem botões removíveis que facilitam a limpeza e grade autodeslizante que garante um manuseio seguro e prático Perfil das receitas. Além de uma mesa em inox, lisa, avançada e vedada, fácil de limpar e muito resistente. As grades esmaltadas são duráveis, Jerry Vargas seguras e com design inovador. Acendimento Hamburgueria do Vicente automático para mais praticidade e funcionalidade, com tecla única para acendimento da mesa e do O cheffpara que uma começou aosrápida 14 anos forno. Forno Autolimpante limpeza e como ajudante na churrascaria da família, já completou 28 anos de profissão e facilitada sem o acúmulo de resíduos. Queimadores muita Formado de aço esmaltado em easyexperiência. clean, que são muito pela Escola de Cozinha Superior Silcch, da Espanha, Jerry trabalhou em várias casas da resistentes e fáceis de limpar. Europa, entre elas, foi chef no famoso Hotel Continental. “Para Preço: R$ R$ 649,00dirigir (branco) R$ 699,00 (inox) umaecozinha o chef precisa saber reunir seu estudo www.mueller.ind.br com a experiência, de nada vale, um sem outro. É necessário ser um “engenheiro de alimentos” e saber transformar em boa cozinha qualquer item que esteja ao seu dispor”, Jerry.


41

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011


Livros

Cultura A Cozinha sem Segredos

O livro apresenta receitas fáceis e bem explicadas, tão necessárias no dia a dia. Num tom coloquial e autêntico, a autora fornece um ABC da arte culinária, a partir de sugestões, conselhos e soluções inteligentes. Com segredos especiais, aqui se pode encontrar variadas e deliciosas iguarias brasileiras, como vatapá, feijoada, farofa de linguiça, purê de mandioca e também pratos de outros países, como o espanhol puchero, o húngaro goulash e o francês boeuf bourguignon, além dos tradicionais doce de ovos queimados, arroz-doce, pão de queijo, entre outros.

A Cozinha sem Segredos Autor: Edna de Mello Lisboa Editora: José Olympio Preço: R$ 37,00 www.record.com.br

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Arqueologias Culinárias da Índia

42

O livro é uma viagem gastronômica, histórica e cultural por terras hindus. A autora, que é arqueóloga, segue pela grande península, entra em áreas islamizadas e hindus, sobe os Himalaias e encontra minorias e suas culinárias transculturais, nas quais as especiarias grassam e participam de trocas em grandes mercados. Algumas receitas transcritas são provenientes de documentos antigos, outras chegaram por meio de tradições orais, com adaptações mais modernas, e muitas foram tomadas diretamente das cozinhas de amigos e colegas. Durante suas várias estadas na Índia, a autora foi convidada para diversos casamentos e cerimômias, e muitas vezes conseguiu ver todos esses tradicionais preparativos.

Arqueologias Culinárias da Índia

Autor: Fernanda de Camargo Moro Editora: Record Preço: 49,90 www.record.com.br

O Livro dos Lanches

O livro tem cerca de cem receitas de dar água na boca para todas as ocasiões, desde o lanche servido em frente a uma lareira até aquele no jardim. Inclui exemplos de cardápios completos para lanches repletos de novas e estimulantes idéias, ao lado de receitas clássicas de sanduíches, bolinhos, folhados, bebidas e bolos, entre outros. O Livro dos Lanches Autor: Lesley Mackley Editora: Manole Preço: R$ 35,10 www.manole.com.br

Massas

Muitas receitas deste livro usam massas com formatos conhecidos, como talharim, penne e fusilli, mas algumas incorporam formatos menos comuns, como conchiglie (conchas), orecchiette (orelhinhas) e garganelli (massa em forma de rolinho). O melhor das massas, certamente, está na sua versatilidade de preparo. Se você não encontrar um tipo específico de macarrão, use um similar que a receita não será prejudicada. O que importa de fato é cozinhar a massa no ponto certo e servir em seguida, porque depois de pronta ela perde aos poucos o sabor e a textura. Massas Autor: Joanna Farrow Editora: Manole Preço: R$ 58,50 www.manole.com.br


Sabores do brasil

a pérola da

Amazônia um excelente tônico natural, melhora a disposição, a resistência, combate infecções, fortalece o sistema imunológico, protege o coração de doenças cardíacas e possui antioxidantes que ajudam a combater o envelhecimento precoce. Enfim, existem muitas razões para incluir o açaí na sua alimentação. No Brasil, era originalmente encontrado apenas nos estados do Amazonas, Amapá, Pará, Maranhão, Rondônia, Acre e Tocantins, porém a pequena fruta acabou por tomar o país. E os benefícios do seu consumo atraíram atenção de tal forma que é considerado uma iguaria exótica em várias regiões do mundo. A forma tradicional de tomar o açaí é gelado com farinha de mandioca ou tapioca, mas na Amazônia também se consome muito no pirão com farinha, para comer com peixe assado ou camarão. Já na região sul do Brasil os mais populares são o suco de açaí e o açaí na tigela, este geralmente acompanhado de outras frutas e cereais. INFORMAÇÃO NUTRICIONAL: Cada 100g de polpa de açaí contém aproximadamente: Calorias: 349 Kcal Proteínas: 13 g Carboidratos: 36 g Lipídios: 17 g Fibras: 34 g Sódio: 56,4 mg Cálcio: 286 mg Ferro: 26 mg Fósforo: 227 mg Potássio: 932 mg Magnésio: 174 mg Vitamina C: 17 mg Vitamina E: 45 mg

Vitamina de Açaí, Iogurte e Granola.

Modo de preparo:

Ingredientes:

Bata o açaí com água. Reserve. Corte a banana e bata no liquidificador com o açaí batido, o iogurte e o açúcar mascavo até obter uma mistura homogênea. Despeje a mistura em 4 copos, distribua a granola e sirva em seguida com gelo.

1 colher (sopa) de açúcar mascavo 1 unidade de banana picada 1 copo de iogurte desnatado 40 g de granola 1 xícara (chá) de açaí Toca do Açaí batido quanto baste de gelo

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

ÉE

Texto: Caroline Signori Fotos: Atelier da Imagem

43


A cozinha do

futuro

Ela recicla água, alimentos e é linda

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Texto: Caroline Signori Fotos: Divulgação

44

O “O

design tem que ir além do produto sustentável. Deve ter um ciclo sustentável que permita o maior aproveitamento de todos os processos e recursos envolvidos”. Assim Katalin Stammer, arquiteta, designer e supervisora do Curso de Design de Interiores do Centro Europeu, define o trabalho dos profissionais que optam por dedicar-se ao chamado eco design ou design verde. Desenvolvimento sustentável é um assunto que vem ganhando espaço há algum tempo, e já é possível encontrar por aí projetos que antes pareceriam tirados de um livro de ficção científica. Por sua vez, arquitetos, engenheiros e designers de interiores buscam adaptar o conceito ao nosso dia a dia. Um bom exemplo é a Ekokook, cozinha projetada pela empresa francesa Faltazi. Ela revolucionou a gestão de resíduos dentro de casa. A equipe criadora, que buscou integrar projetos ambientais na residência, teve sucesso sem deixar de lado conceitos de beleza e praticidade.

Divida entre três compartimentos de lixo integrados a “cozinha do amanhã” é uma realidade. O primeiro compartimento, para reciclar lixo sólido, reduz o volume do material e deixa-o pronto para a reciclagem. O segundo recicla a água e permite que ela seja reutilizada, economizando até 15 litros de água por pessoa ao dia. O último e mais surpreendente é para o tratamento de resíduos orgânicos. É na verdade um canteiro de minhocas com um dispositivo na forma de cilindro, que gira formando detritos que se transformam gradualmente em adubo. De acordo com Katalin levar para dentro da cozinha certos elementos, como no caso minhocas, pode gerar desconforto do lado do consumidor. Porém, é apenas uma questão de costume e adequação, já que a causa é nobre. Além do mais, ter um móvel charmoso como esse não exige muito esforço. E você, gostaria de ter uma Ekokook em casa e nunca mais se sentir culpado quando alguém estiver falando sobre a escassez dos recursos naturais?


45

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011


Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011 46

O Cabral Texto:Thiago Taques Borba Fotos: Divulgação/ Atelier da Imagem

Q Q

uem mora em Curitiba há mais de cinco anos pôde acompanhar o crescimento do bairro Cabral. Ao mesmo tempo, várias construtoras e imobiliárias iniciaram uma série de obras, como condomínios residenciais e imóveis para salas comerciais. Os setores dedicados à gastronomia também deram um salto: vários restaurantes e lanchonetes abriram suas portas na região. São vários os motivos que fazem do bairro um atrativo

não para de

crescer comercial: proximidade do centro, unido ao fato de ser uma das regiões mais nobres e confortáveis para se viver, com facilidades como estacionamento e tranqüilidade de acesso e de circulação nas ruas próximas. Pizzarias não poderiam faltar em meio a esse delicioso crescimento. E dentre as várias opções gastronômicas que você


WikiMaki, Rei do Camarão, Churrascaria El Rodeo e Espeto Bom de Carne, entre outros. Para quem gosta de lanches, existem opções como McDonald´s, Subway, Au-au e futuramente o Kharina abrirá sua quarta unidade no bairro, com inauguração prevista para o primeiro semestre de 2012. De acordo com o fundador e sócio da rede de lanchonetes, Rachid Cury, a escolha do bairro se deve à franca expansão comercial que vem ocorrendo há alguns anos na região. “A nova loja será a maior da rede, com mais de 800 metros quadrados e 250 lugares, receberá um investimento de mais de um milhão de reais e irá gerar cerca de cem novos postos de trabalho diretos”. A moradora Ligia Silva Pereira diz que o bairro ganhou mais vida com a chegada de várias lanchonetes que aumentaram o fluxo de pessoas no seu dia a dia. “Eu vejo com muito bons olhos a vinda desses empreendimentos aqui. Atendem às necessidades do bairro e criam vários novos empregos”.

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

pode encontrar na região está uma das mais conhecidas e conceituadas pizzarias do mundo, a Pizza Hut. Existem também várias outras opções como a Santa Calábria, Pizzaria Cabral, Atollini, Ravanello, Baggio, entre outras. Desde 2010, por exemplo, os adoradores da boa pizza têm como uma de suas opções a Mercearia Bresser. Reproduzindo fielmente os armazéns e mercearias do bairro do Braz em São Paulo, conhecido por suas pizzarias famosas, a Bresser traz ao público que busca boa comida a chance de comer bem em um local único e aconchegante para 200 pessoas. “A ausência de um empreendimento do genêro na região e a necessidade de outro lugar para atender a toda a nossa demanda fez com que após uma pesquisa de mercado escolhêssemos o bairro do Cabral”, conta Eduardo Vivacqua, proprietário do restaurante. Você também pode encontrar várias opções de comidas orientais, frutos do mar e churrascarias, em restaurantes de nomes conhecidos e conceituados como Lig Lig,

47


48

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011


Colorido

floral

Flores em abundância na cidade de Ivoti são apenas uma das atrações, em um mesclado de cultura japonesa e alemã

Q Q

Texto: Aline Sajnaj Ferreira Fotos: Divulgação

uer sensação mais agradável do que encher os olhos com as cores e sentir o aroma de uma flor? Em Ivoti, cidade gaúcha, localizada a 55 km de Porto Alegre, elas reinam absolutas. Estão presentes nas ruas, avenidas, praças e casas dos moradores. Uma equipe trabalha na manutenção do plantio e garante as mais belas e apropriadas flores para cada estação do ano. Para a prefeita da cidade, Maria de Lourdes Bauermann, “as flores embelezam a cidade e contribuem para aumentar a autoestima da população”. Ivoti também apresenta elementos da cultura japonesa e alemã. O Núcleo de Casas Enxaimel da Feitoria Nova mostra os resquícios da colonização alemã do Vale dos Sinos, que chegou à cidade em 1828. O roteiro de pontos turísticos de Ivoti conta ainda com a Cachaçaria Weber Haus, a Weingut Berwian Vinhos Finos, a Laticínios Nova Alemanha, a Casa do Mel, a Viveiro de Mudas Satoshi Suzuki, a Antiga Igreja Matriz e a Casa Amarela. Em 2010, a cidade construiu o Memorial da Colônia Japonesa, promovendo também essa etnia na cidade. “A recepção já começa na entrada. Queremos uma cidade acolhedora.”, garante a

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Serra Gaúcha

49


“Uma equipe trabalha na

manutenção do plantio e garante as mais belas e apropriadas flores para cada estação do ano.

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

50

prefeita, referindo-se à Rótula de Flores da Bandeira. O slogan “Cidade das Flores” é um título oficializado por meio de Lei Estadual 13.723, de 5 de maio de 2011, e já é reconhecido há muitas décadas, fazendo jus ao nome ao cultivar diferentes espécies nos canteiros públicos espalhados pelo território ivotiense. Prestes a comemorar 47 anos, Ivoti cresce em torno dos seus 63,14 quilômetros quadrados de área. Com quatro mil moradores na década de 1950, a população ultrapassou a marca de 19.675 habitantes em 2010, conforme o último censo. Tem como principais atividades a indústria de calçado, couro, rações e sucos, bem como a acácia negra, hortifrutigranjeiros, flores, laticínios, milho, mandioca e feijão. Ivoti está localizada a 55 quilômetros da Capital, na Encosta da Serra Gaúcha. Conforme a prefeitura da cidade, além da flora predominante, merece destaque também a qualidade de vida, uma característica que tem atraído o interesse de inúmeros gaúchos. Mesmo trabalhando nos grandes centros comerciais, muitos procuram o município para estabelecer raízes.

Os visitantes e moradores contam também, em meio ao colorido das flores, com eventos e festas o ano inteiro. Confira: Feira Colonial: 09/01,13/02, 13/03, 10/04, 08/05, 12/06, 10/07, 14/08, 11/09, 09/10, 13/11 e 11/12 Kerb – 21,22 e 23 de janeiro Feira do Livro – 3 a 8 de maio Kolonistenfest – 24 de julho Emancipação – 19 de outubro Feira das Flores - 14, 15, 16, 21, 22, 23 de outubro Natal no Coração – 16 e 17 de dezembro


51

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011


Sanduíche doce Romeo e Julieta

2 fatias de pão de forma 4 fatias finas de goiabada 5 fatias finas de queijo minas tipo frescal 2 colheres (sobremesa)de cream cheese

Modo de preparo: Passe o cream cheese nas duas fatias do pão. Em uma das fatias coloque a goiabada e o queijo minas. Feche com o outro pão e leve à sanduicheira ou à chapa por aproximadamente dez minutos em fogo brando. Sirva salpicado com açúcar e canela.

52

Perfil Luciana Grigoli Café e Confeitaria Le Bouquet “Aprendi a criar e a modificar sem medo de errar, respeitando a essência de cada ingrediente”, diz Luciana Grigoli, chef de cozinha pelo Centro Europeu. Entre as várias experiências que adquiriu atuando quinze anos no ramo gastronômico, Luciana trabalhou para Patisserie Francesa L’Opera e desenvolveu receitas como chef de cozinha experimental da Kraft Foods, por cinco anos. Em 2010, inaugurou o “Café e Confeitaria Le Bouquet”, localizado no Cristo Rei, no qual serve receitas clássicas e exclusivas de sua criação.

receita

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Ingredientes:


53

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011


Roteiro - Bares THE FARM Localizado no coração da cidade o The Farm é um ótimo lugar para quem gosta de um ambiente agradável ao som de MPB. Foi fundado em 1989 e fica localizado no bairro São Francisco em Curitiba. O bar tem capacidade para 150 pessoas e tem um ambiente moderno com música ao vivo. A variação do cardápio é à la carte recheado de opções como coquetéis, massas, frutos do mar e petiscos, mas o forte do bar é tradicional cerveja e o chop bem gelado.

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Atendimento: Segunda a Quinta das 14hàs 3h Sexta e Sábado das 14h às 6h da manhã e Domingo das 10h às 3h da manhã. Rua Jaime Reis, 40 - São Francisco (41) 3019-9376 www.thefarmbar.com.br

FIREFOX Localizado em um dos principais ponto turísticos da cidade,a Praça Garibaldi, é frequentado por turístas e curitibanos fiéis que apreciam o ambiente simples, com salão, mezanino e mesas na calçadas. Da cozinha saem lanches, pizzas, massas e porções como a Alcatra com Provolone e diversos pratos à la carte. As cervejas são super geladas e podem ser servidas em baldes com gelo a preços promocionais, além de chopp servido em torre de 2,5l; caipiras de diversos sabores.

Atendimento: Segunda a Quinta 14h às 3h, Sexta e Sábado 14h às 5h Domingo das 10h às 3h. Aceita todos os cartões débito e crédito. Rua Jaime Reis, 46 - São Francisco 54 (41) 3019.9376 (41) 8862.1998 www.firefoxbar.com.br

GENIUS PIZZARIA

Foto: Atelier Imagem

O cardápio da Genius Pizzaria conta com 111 sabores de pizzas, que podem ser feitas nos tamanhos broto, grande e gigante. Nas pizzas tradicionais grande e gigante você pode escolher até quatro sabores. Entre as pizzas tradicionais mais pedidas estão Frango com Catupiry e Portuguesa. Entre as pizzas nobres, os destaques são Mignon com Cheddar e Picanha ao Molho Mostarda. Para a sobremesa, a Morango com Chocolate é uma boa opção. As pizzas podem ser feitas com bordas recheadas de catupiry, cheddar, mussarela, provolone, calabresa ou chocolate. A Genius do Batel também serve caldos, lasanhas, calzones, saladas, sanduíches e todos os dias no almoço seus deliciosos pratos executivos. Atendimento: Domingo a Domingo das 11h às 23h30 Rua Saldanha Marinho, 2031 - Batel Esquina c/ Rua Capitão Souza Franco Fone (41) 3322-2244 www.geniuspizzarias.com.br


Sutan Grill

Comida chinesa, japonesa e brasileira O bairro Alto da Glória, na cidade de Curitiba, passou a contar desde julho de 2011 com um grande restaurante, que oferece culinária chinesa, japonesa e brasileira: o Sutan Grill. No total, o estabelecimento disponibiliza dois ambientes, um externo e outro interno, totalizando 200 lugares. Os clientes que optarem pelo salão interno poderão assistir aos canais abertos da televisão. A casa oferece um buffet por quilo todos os dias no horário de almoço, com uma variedade de 32 tipos de saladas, 22 pratos quentes, com camarão, peixe, massas, carnes e salmão, além de sushi e sashimi. Não deixe de provar também a sobremesa. E para beber, o Sutan Grill tem no cardápio refrigerantes, cervejas,

vinhos, águas e sucos. Com uma estrutura que dá destaque aos vidros, o restautante também apresenta plantas em lugares específicos dos salões, que fazem parte da decoração. O Sutan Grill também faz festas e eventos: é só entrar em contato e fazer a reserva. Não deixe de provar as infinidades de opções que o estabelecimento oferece.

Serviço: Sutan grill Rua Euzébio da Motta, 249 – Alto da Glória Contato: 3089-5688 Atendimento: todos os dias, das 11h às 15h

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Fotos: Atelier da Imagem

55


Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011 56

The Farm

Fotos: Atelier da Imagem

Ideal para um happy hour Desde 1996, os curitibanos e turistas que passam pelo coração da capital paranaense podem desfrutar de tudo o que o The Farm tem a oferecer bem ali no São Francisco, um dos lugares historicamente mais ricos da cidade. Atendendo aos gostos de diversos públicos, o estabelecimento apresenta uma decoração que faz jus ao seu nome. Com uma adega climatizada e um ambiente rústico, repleto de madeiras, os clientes sentem-se em uma aconchegante fazenda em plena região central. Com capacidade para 180 lugares no espaço interno e 40 na área externa, o The Farm é perfeito para quem aprecia um bom bate papo com os amigos, acompanhado de boa comida e regado a chopps Xingu e Sol, cervejas kaiser, Bavaria e Heineken, entre outras bebidas. O cardápio, por sua vez, é vasto e diversificado, proporcionando aos clientes escolherem entre porções e pratos, como a Paella, o Camarão na Moranga, o Filé à Parmegiana, o Camarão à Marta Rocha; os petiscos, como o The Farm e o Peixe

Boi (composto por carne bovina, peixe e camarão); além das lasanhas, panquecas, calzones e os mais de 30 sabores de pizza. Não deixe de provar também as sobremesas. Uma dica é a Petit Gateau ou a torta de sorvetes. Deu água na boca? Então saiba que tudo isso é acompanhado por música mecânica, MPB, pop e rock nacional. A casa também tem televisores que passam clipes musicais e o campeonato brasileiro de futebol e oferece wireless gratuito. Vocês, curitibanos ou turistas, não podem deixar de conhecer o ambiente e o cardápio do The Farm.

Serviço: The Farm Bar e Restaurante Av. Jaime Reis, 40 - São Francisco Atendimento: de segunda a quinta-feira das 14h às 3h, sexta-feira e sábado das 14h às 6h e domingo das 10h às 3h. Contato: 3019-9376 / 8861-9956 www.thefarmbar.com.br


Roteiro - Bares ZAPATA

MEXICANO

Zapata vem do revolucionário mexicano Emiliano Zapata. A rede conta com duas unidades em Curitiba: Batel e Centro Cívico. A decoração dispõe de objetos do México e pinturas do artista Simon Tompson. O Batel apresenta esculturas do artista Gilmar Kannak, que remetem aos povos astecas e maias. A programação musical é diária nas duas unidades. A pista de dança do Batel é o principal destaque. Grupos de música latina, samba de gafieira e forró são algumas das atrações. O Batel oferece ainda instrutores de dança que ensinam passos de ritmos latinos. No cardápio encontram-se diversas opções, inclusive pratos vegetarianos. No almoço é servida uma sequência de pratos mexicanos e aos sábados, no Batel, é servida a feijoada caribenha ao som de Los Mariachis. Feijoada R$ 29,90 (pessoa); Sequência R$ 23,90 (pessoa) de Seg. a Sex. e Sáb.; Dom. e Feriados R$ 29,90 (pessoa). A casa não cobra taxa de serviço. Terça a partir das 19h acontece a La Noche Barra Libre, com 6 pratos da culinária mexicana acompanhados de chopp Sol, servidos à vontade pelo período de 4 hs. A tequila não poderia faltar, são mais de 20 marcas.

japonês

KARÊ YA

O restaurante Karê Ya tem capacidade para acolher 70 pessoas. A especialidade é o “karê” (curry), um ensopado à base de mais de 35 ingredientes e temperos afrodisíacos. Há também o karê rice, que é o arroz japonês, base da alimentação diária do país, além do katsu, ou seja, empanados de carne de porco, boi, frango, lula, camarão, croquetes e peixe. O estabelecimento oferece ainda teishoku, donburi, udon e porções. O tradicional okonomiyaki (panqueca ou pizza japonesa) é servido nas segundas e o omurice, um risoto com ometele, nas quartas-feiras. Para acompanhar: refrigerantes, sucos, água, cervejas e saquê. Atendimento: Rua Chile, 2086 – Rebouças Contato: 41 3527-5175 Atendimento: Segunda, das 18h às 23h, quarta a sexta-feira, das 18h às 23h e sábado e domingo, das 11h30 às 15h e das 18h às 23h.

DOM GABRIEL

Rodízio de carnes e massas em um diversificado Buffet e sushibar. Destaque para carré de carneiro e costela bovina. Sobremesas: Congliones e chocolates com recheio de beijinhos de coco e banana como cortesia. Ambiente: Climatizado, com exclusivo salão para eventos com capacidade para 150 pessoas. Atendimento: 11h30/15h e 18h30/23h seg. a sab. e 11h30/16h aos dom. Aceita todos os cartões. Estacionamento próprio com manobrista. Avenida do Batel 1546 – Batel 41. 3029 5830 www.domgabriel.com.br

churrascaria

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Atendimento: Zapata Batel - Av. Silva Jardim, 3959 - Batel Telefone: (41) 3095-2097

57


Roteiro - Restaurantes Cantinho do Eisbein

Para quem aprecia a gastronomia alemã, o Restaurante Cantinho do Eisbein é uma boa opção. Há 25 anos em Curitiba, o estabelecimento tem capacidade para atender 200 pessoas nos quatro salões, que suportam ar condicionado, lareira e música ambiente típica alemã. O restaurante apresenta também diversos outros componentes para fazer os clientes se sentirem dentro da cultura da Alemanha, devido à decoração com canecos de chopp e quadros com fotos do país. Uma boa pedida é o Marreco Recheado, com repolho roxo, purê de batatas e arroz, mais o purê de maçã como opcional; e o Eisbein Cozido, com batata cozida, chucrute, uma salsicha branca e uma vermelha. Vale ressaltar que o estabelecimento também entrega os pratos na sua casa. Não deixe de experimentar. Atendimento: Avenida dos Estados, 863 – Água Verde Atendimento: Almoço de Terça a Sexta das 11h30 às 14h30 Sábado e Domingo das 11h30 às 15h00 Jantar de Terça a Sábado das 18h30 às 23h30 Contato: 3329-5155 / 3023-5155 atendimento@cantinhodoeisbein.com.br www.cantinhodoeisbein.com.br

Alemão

HAPPY BURGER Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Espaços interno com lareira, externo e semiaberto em meio a uma área verde no alto da Rua XV. Lá, no Happy Burger, referência em happy hour há 18 anos, é possível aproveitar esse ambiente com amigos e família e deliciar massas e grelhados, entre outras diversas opções do cardápio. Entre elas também estão os sanduíches; lanches no prato; porções; saladas; pratos executivos; sopas e feijoada aos sábados. Para acompanhar, há uma grande variedade de bebidas, além das diversas sobremesas, tais como os variados sabores de sorvetes. O estabelecimento também conta com um diferencial, que é o cardápio em braille. Atendimento: Avenida Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco, 251 - Cristo Rei Estacionamento próprio Telefone: 3262-9196 / 3262-9296 Domingo a Quinta-feira, das 11h30 às 01h30 da madrugada e Sexta-feira e Sábado até às 2h da madrugada. Aceita cartões www.happyburger.net/ happyburger@ig.com.br

58

Tropical Banana A Tropical Banana é uma opção em alimentação rápida e saudável. Oferece opções de sucos especiais ou personalizados com sabores tradicionais ou exóticos, e ainda smoothies, açaí tropical, salada de frutas, caldo de cana e água de coco. Destaque também para os sanduíches naturais personalizados, em que o cliente escolhe o tipo de pão, de fabricação própria e em tamanho não convencional, e monta seu sanduíche optando entre 4 opções de recheio e 15 tipos de acompanhamento, mais molho de sua preferência. Atendimento: Shopping Crystal - R. Comendador Araújo, 731 - Centro - Curitiba - PR Shopping Curitiba - R. Brigadeiro Franco, 2300 - Centro - Curitiba - PR Shopping Estação - Av. Sete de Setembro, 2775 - Rebouças - Curitiba – PR Shopping Mueller – Av. Cândido de Abreu, 127, Centro Cívico - Curitiba PP Descubra outros endereços da Tropical Banana no site: www.tropicalbanana.com.br


Genius Localizada no Portão, um dos bairros nobres de Curitiba, a Pizzaria Genius está completando em 2011 uma década. Fundada em 29 de setembro de 2001, esse foi o primeiro restaurante da rede, que mais tarde abriu outras casas. Uma boa pedida são as pizzas nobres de mignon ou picanha, ou as tradicionais de quatro queijos, portuguesa ou calabresa. Mas se você prefere as doces, algumas dicas são a de morango com chocolate, floresta negra ou a de banana com chocolate. Um diferencial do restaurante localizado no Batel são os pratos executivos, as massas e os lanches. Ao longo desses dez anos a visão do restaurante sempre esteve voltada à qualidade, à satisfação do cliente, aos produtos selecionados, à excelência no atendimento e à agilidade nas entregas. Venha comemorar com a gente e escolher a sua pizza preferida.

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Fotos: Atelier da Imagem

59

Serviço: Genius Pizzaria Genius Portão Av. Presidente Kennedy, 3700 Contato: 3229-1122 Atendimento e delivery: todos os dias, das 17h30 às 23h30 Genius Batel Rua Saldanha Marinho, 2031 Contato: 3322-2244 Atendimento: todos os dias, das 11h às 23h30 e delivery das 11h às 15h30 e das 18h às 23h30 Genius Jardim das Américas Av. Cel. Francisco H. Santos, 1233 Contato: 3366-2020 Atendimento e delivery: todos os dias, das 17h30 às 23h30 www.geniuspizzarias.com.br


60

RAVIOLLONE A MACALU

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011


L

ocalizado no Batel, um dos bairros mais nobres da capital paranaense, o restaurante Lellis Trattoria completou, no dia sete de julho de 2011, 12 anos. Em comemoração, o aniversariante passou por uma reforma total. Buscando proporcionar beleza e aconchego aos clientes, o estabelecimento foi totalmente reformado, desde a fachada, passando pelos ambientes e pela ampliação do estacionamento, até à nova estilização do cardápio, que passará a contar com novos pratos e molhos, abrindo ainda mais o leque de opções dos frequentadores. A fachada ganhou um ar mais contemporâneo, sem perder o ar clássico que o bairro respira, com novas janelas, a aplicação de molduras, novos toldos, sem contar a pintura e um jardim que agora rodeia a casa, tornando-a muito mais agradável aos olhos de quem a visita. Internamente, o trabalhado maior foi tornar os ambientes ainda mais aconchegantes, com a aplicação de novas texturas, com cores alegres. Para isso,

foi elaborado um trabalho em ladrilhos artesanais, que realça a identidade da casa, além dos artefatos de decoração, que foram mudados. Tudo isso para recriar um ambiente verdadeiramente italiano ou, para fazer jus ao nome, uma verdadeira trattoria italiana. As mudanças não param por aí. O delivery recebeu um reforço na equipe de entregas em domicílio, proporcionando assim atendimentos mais rápidos. Mas não pensem que tudo isso acarretará em acréscimos nos preços do cardápio. O que acontece é o contrário: a casa almeja ser vista como uma das melhores da cidade e manter o nível dos frequentadores, ao proporcionar os melhores preços e serviços. Para isso, o Sr. Lellis e o sócio-gerente Heitor Ramos vivem em constante negociação com seus fornecedores, para evitar os aumentos. Não deixem de conferir as melhorias que o Lellis Trattoria está oferecendo ao público curitibano. Lellis Trattoria, há 12 anos faz de todos dias e noites em Curitiba uma festa!

Serviço: Lellis Trattoria Rua Gonçalves Dias, 51 – Batel Contato: 41 3242-9320 / 3244-7943 Atendimento salão e delivery: todos os dias, das 11h30 às 16h no almoço e das 19h às 01h no jantar. Sábados, domingos e feriados sem intervalo. www.lellis.com.br

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

LELLIS Trattoria

61


Roteiro - Restaurantes Oriental

TAISHO

Com uma culinária impecável, o Grupo Taisho, presente no mercado paranaense desde 1999, dispõe de 5 restaurantes em pontos estratégicos de Curitiba e dois restaurantes ( Espaço Taisho e Floripana) em Florianópolis. A mais nova unidade do grupo é o Taisho Batel, inaugurada em janeiro de 2010. A nova loja conta com um cardápio variado, com destaque para o Teishoku Especial, que serve duas pessoas e é composto por arroz branco, missoshiro, legumes em conserva cozidos, tempurá de legumes, tempurá de camarão, sashimi, peixe grelhado e suflê de ovos. Outra opção é o Cajú Saboro, feito com salmão grelhado ao molho cremoso de shitaki, ovas de caranguejo e brócolis. Já na loja do Taisho I e II, os clientes podem desfrutar da comodidade do rodízio de sushis e sashimis. Para quem prefere o serviço à la carte, uma boa pedida é o Salmon Roll, feito com tomate-seco, camarão e shitake no cream cheese ao molho teriyaki ou o Combinado Taisho, composto por 86 unidades de sushis e sashimis variados. Ficou com água na boca? Então acesse o site e descubra o endereço do restaurante Taisho mais próximo de você: www.taisho.com.br www.taishobatel.com.br

Lellis Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Bar do Alemão

62

Peixes

PEIXINHO Para quem aprecia pratos ou porções de peixe o restaurante peixinho é uma boa dica. Há 17 anos em Curitiba, no bairro Água Verde, a casa possui ambiente arejado e capacidade para 200 pessoas nos seu dois pavimentos. Moqueca de peixe, peixinho quatro queijos, estrogonofe de peixe são alguns dos mais requisitados, além da polenta frita, arroz branco e saladas pra acompanhar. Sucos, refrigerantes, vinhos, caipirinhas, cerveja e uísque importado não ficam de fora na hora de chamar o garçom. O restaurante peixinho aceita todos os cartões e aconselha o visitante a reservar lugar antes por telefone. Atendimento: Almoço das 11h30 ás 14h30 Jantar de segunda á sábado das 18h30 ás 23h Avenida Água verde, 9 bairro Água verde Curitiba (esq. Brigadeiro Franco). Reservas pelo telefone (41) 3332-7118 www.restaurantepeixinho.com.br

Suiço

CHATEAU DE GAZON

Cardápio: Cozinha Tradicional de Gramado. Rodízio de fondues (queijo, carne, chocolate e fondue de sorvete), pato ao molho de amoras, truta ao molho de amêndoas, filé a camemberg e fondue na pedra. Á La carte com destaque para os fundues de sorvete, chocolate serrano, Beira Mar, Peito de peru e tomate, servem 2 pessoas. Ambiente: Decoração sofisticada com louças de cristais e porcelana, música ambiente francesa, climatizado. 90 lugares. Aberto em 2002. Eventos: Comemorações em geral, mediante reserva. Atendimento: Domingo à Quinta das 19h às 00h. Sexta e sábado19h até o último cliente. Almoço aos Sab. e dom. Rodízio por pessoa. Aceita todos os cartões e tíquetes refeições. Estacionamento próprio. R. Pasteur, 134 – Batel 41. 3027 4407 / 41. 8848 4217


Roteiro - Restaurantes BOM STRUDELL

Sopas e massas

Há 26 anos o restaurante Bom Strudell atua em Curitiba oferecendo boas opções aos seus clientes. Na hora no almoço, um buffet por quilo com os mais variados tipos de comida ou o atendimento à la carte. À noite, é possível saborear o buffet de sopas e massas, uma escolha perfeita para as noites curitibanas. Depois da comida, não deixe de experimentar uma das diversas sobremesas. Para beber, você pode optar entre refrigerantes, água e vinhos. Com um ambiente de cores claras, o estabelecimento possui ar condicionado e suporta 80 pessoas sentadas, que podem assistir aos canais abertos nas televisões disponíveis nos salões. Não deixem de ir ao Bom Strudell.

Casa Lisboa O restaurante Casa Lisboa oferece a autêntica comida portuguesa aos curitibanos e turistas. E se engana quem pensa que o cardápio se resume ao bacalhau. Além das variedades de pratos com o peixe, uma boa pedida são as migas. E para acompanhar, o restaurante apresenta também drinques e uma carta de vinhos com 10 rótulos portugueses, além dos chilenos e argentinos. O ambiente tem capacidade para acolher 55 clientes sentados. A proprietária e chef da cozinha, Ana Silva, trouxe sua experiência de Portugal e há cinco meses fundou o Casa Lisboa, localizado no bairro Mercês, na capital paranaense. Atendimento: Rua Fernando Simas, 534 – Mercês Contato: 3092-6900

Sutan Grill

Desde julho de 2011 o restaurante Sutan Grill, situado no bairro Alto da Glória, deu início às atividades, oferecendo culinária japonesa, chinesa e brasilera. O estabelecimento suporta espaço para 200 lugares, distribuídos em dois ambientes, um interno e outro externo. Todos os dias o buffet por quilo conta com 32 tipos de saladas, 22 pratos quentes, com camarão, peixe, massas, carnes e salmão, além de sushi e sashimi. Para acompanhar: refrigerantes, cervejas, vinhos, águas e sucos, além das sobremesas.

Atendimento: Sutan grill Rua Euzébio da Motta, 249 – Alto da Glória Contato: 3089-5688 Atendimento: todos os dias, das 11h às 15h

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Atendimento: Terça à sexta-feira das 11h15 às 14h30. Sábado, domingo e feriado das 11h30 às 15h e todos os dias à noite das 18h30 às 23h. Endereço: Al. Julia da Costa, 1796 - Bigorrilho Telefone: (41) 3335-8288

63


64

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011


Casa do Zé Especialidade em espetinhos

A Avenida Batel é conhecida por ter em sua extensão vários segmentos de bares e restaurantes. Inaugurado em julho de 2007, a Casa do Zé chegou para fazer parte da vida dos curitibanos que gostam de saborear um bom rodízio de espetinhos. A casa serve vinte tipos de espetinhos salgados e cinco doces, além de oferecer aos clientes um buffet de frios. Com capacidade para 120 pessoas, o ambiente tem uma decoração de bom gosto e conta ainda com valet. Uma boa opção para sentar, conversar e petiscar. Entre no site e faça sua carteirinha (com foto), de Amigo do Zé e ganhe vantagens especiais.

Serviço: Avenida Batel, 1433 (41) 3023-2029 Atendimento de Terça a Domingo. Almoço: 11h às 14:30h Jantar: 18h a 0h

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Fotos: Atelier da Imagem

65


Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Roteiro - Restaurantes

66

Confeitaria

Kauf Café

AQUARIUS GASTRONOMIA

Confeitaria

Além dos deliciosos sanduíches e tortas, a nova loja da Kauf Café na Alameda Carlos de Carvalho atende para almoço. Uma boa pedida é escolher o prato do dia, com qualidade gourmet e preço justo. Nas sextas-feiras, por exemplo, o prato é o pernil assado com abacaxi em calda de maracujá e purê de batata salsa. No lanche do final da tarde, ou happy hour, destaque para o Sanduíche de Linguiça Blumenau com rúcula. Para sobremesa duas saborosas opções são campeãs de venda: a Torta Tentação de Morango e a Torta Martina. O cardápio de bebidas conta com cafés, chás, sucos, cervejas especiais, destilados e vinhos. Para dias gelados, típicos do clima curitibano, a dica do proprietário da casa, Roniel Rupp, é o Chocotino Kauf. Já para os dias quentes a soda italiana de frutas vermelhas é sucesso garantido. Atendimento: Loja 1: Shopping Estação - Av. Sete de Setembro, 2775 - Centro (41) 2101-8252 Loja 2: Al. Carlos de Carvalho, 608 - Batel Funcionamento: Segunda a Sábado das 8h às 21h (41) 3015-6114 - www.kauf.com.br

A Aquarius Gastronomia abre 24 horas. Aos finais de semana, convida seus clientes a visitarem sua churrasqueira com costela ou frango assado na brasa. O restaurante serve, no horário do almoço, um variado buffet por quilo, sendo que todas as quintas-feiras realizam-se festivais gastronômicos, nacionais e internacionais propiciando, ao cliente, uma pequena viagem através de uma gastronomia típica, com o preparo de cardápios e ambientações especiais. O Café Colonial é servido no salão de chá, com capacidade para 150 pessoas. O buffet é composto de um mix de 150 produtos, atendendo a reservas e eventos. Atendimento: Panificadora 24 horas Restaurante: de segunda à sexta das 11h00 às 14h30; sábados, domingos e feriados das 11h30 às 15h00. Café Colonial: de segunda à sexta das 16h00 às 21h00; sábados, domingos e feriados das 16h30 às 21h00. Av. Prefeito Erasto Gaertner, 363 – Bacacheri (41) 3018.6880 www.aquariusgastronomia.com.br

Gelateria

DOLCE E FREDDO

Desde 2002 a Dolce e Freddo Gelateria proporciona aos curitibanos o prazer de consumir o verdadeiro gelato italiano. Ao todo são vinte e quatro sabores produzidos artesanalmente com ingredientes naturais, matéria-prima italiana e frutas frescas, baixo teor de gordura e zero gordura trans. Com quatro lojas em Curitiba para melhor atender seus clientes, a Dolce Freddo Gelateria é um dos grandes destaques gastronômicos da capital paranaense. Atendimento: Polloshop Alto da XV Segunda a sábado das 10h às 22h - Domingo das 14h às 20h Telefone: 3360-5844 Shopping Cidade Segunda a sábado das 10h às 22h - Domingo das 14h às 20h Telefone: 3017-3050 Rua Flávio Dallegrave, 1170 – Alto da XV Segunda a Domingo das 14h às 21h Telefone: 3363-1425 Rua Chile, 1395 - Rebouças Segunda a Quinta das 12h às 18h - Sexta a Domingo das 12h às 19h Telefone: 3332-4897


Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011 67

Rua Lamenha Lins, nยบ587, Rebouรงas - Curitiba - PR Contato: (41) 3222-4848 | (41)3232-3059 www.mufs.com.br | eventos@mufs.com.br


Xsalada -

X-Salada Happy Burguer Ingredientes:

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

- Pão de hambúrguer - Maionese - Alface crespa - Tomate - Queijo mussarela - Presunto - Milho - Hambúrguer artesanal

68


69

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011


70

Gourmet Curitiba Outubro/Novembro 2011

Profile for Revista Gourmet

Gourmet Curitiba 17  

Revista Gourmet Curitiba 17

Gourmet Curitiba 17  

Revista Gourmet Curitiba 17

Advertisement