Page 1

– Ano XVII – Nº 199 – Abril de 2012

ABR/2012 - Nº 199 - R$15,00

Revista

®

Circulação Nacional

Clínica Corpo Deleite

Reabilitação física e qualidade de vida


A

editorial

A Deus toda a honra e toda a glória pela realização desta revista

12

inda que eu falasse a língua dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o címbalo que retine. E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. E ainda que distribuísse todos os meus bens para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria. O amor é sofredor, é benigno: o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece, não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal; não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais acaba. As profecias serão aniquiladas, as línguas cessarão. A ciência desaparecerá, porque, em parte conhecemos, e em parte profetizamos; mas quando vier o que é perfeito, então o que é imperfeito desaparecerá. Bem, vamos às matérias do mês para vocês saborearem nossa Foco. CONVIVÊNCIA: Começar uma nova relação amorosa é uma experiência emocionante, sob muitos aspectos. Contudo, no plano sexual, ela pode transformar-se num verdadeiro suplício se não tiver paciência, capacidade de adaptação e muita sinceridade. PEDRO GORDILHO: Escreve sobre Provence, nas cercanias do Luberon. Primeira parte. MARA AMARAL: Fala sobre a Ilha de St. Thomas no Caribe, uma das praias mais impressionantes do mundo. PALADAR: Focalizamos os deliciosos pratos e sobremesas do Rio Grande do Norte. PESADELO: O que significam os pesadelos infantis? CASAL: Psicóloga norte-americana analisa o que distingue homens e mulheres na intimidade. VÍCIO: A jornalista Márcia Casali comenta a ameaça do crack no universo feminino. O uso de drogas ilícitas merece atenção. PLANTA: Um arbusto de nome Griffonia ajuda a sair da depressão, ataques de pânico, ansiedade e muitos outros fatores. Leia a matéria escrita pelo médico Plínio Brant. SAÚDE: Circulação e frio, perigosa conjunção. O organismo humano é mais sensível ao clima do que se pensa. TEMPEROS: Especiarias aos molhos que dão cor e sabor a nossas receitas. CERTO X ERRADO: Etiqueta do amor: o que é bom e o que é gafe nos relacionamentos de hoje. RELACIONAMENTO: O jornalista Wemerson Santos comenta que em terra de defensor do casamento, não é de bom-tom disparar elogios à vida de solteiro, ou vice-versa. As duas tribos, definitivamente, têm interesses distintos. COMPORTAMENTO: Como escolher a babá ideal para cuidar do seu filho quando ele não estiver sob os seus cuidados. Matéria escrita por Karina Jordão. GENTE FINA: Uma nova sessão da nossa Revista, apresentando como as elegantes se vestem para as grandiosas festas realizadas em Brasília. Paulo Lima fotografa a roupa por inteira. VIAGEM: O que mais pode nos aborrecer na hora de viajar. MUNDIAL: A Copa do Mundo se aproxima e Brasília se prepara para sediar. MEDICINA ALTERNATIVA: A jornalista Nathália Cardim conversa com especialistas dos métodos mais conhecidos para apresentá-los aos leitores. PRÉ-VESTIBULAR: Vamos estudar! Como obter sucesso nas provas. DIA DAS MÃES: Uma homenagem às mamães e ótimas dicas para presentear. O Dia das Mães está chegando. Na protegida simplicidade dos primeiros dias do nascimento do bebê, pode-se ver esse círculo mágico, o sentido milagroso de dois seres que existem um para o outro, o manso céu refletido no rosto da mãe enquanto alimenta seu filho. Infinitos são apenas o céu com suas estrelas, o mar com suas águas e o coração de uma mãe com suas lágrimas. Até a próxima edição, com muitas novidades.


Diretora-Presidente

Consuêlo Badra

consuelo@revistafoco.com.br Diretor Financeiro

Wladimir Bessa

financeiro@revistafoco.com.br Diretor Comercial

Eduardo Carvalho

eduardo.carvalho@revistafoco.com.br Diretor de Arte

Rodrigo Augusto

Conselho Editorial Consuêlo Badra, Anna Paola Pimenta da Veiga, Aristóteles Drummond, Carlos Chagas, Florian Madruga, José Alberto Maciel, Paulo Castelo Branco, Pedro Gordilho e Ran­gel Ca­val­c an­t e Colaboradores Adriana Colela, Aristóteles Drummond, Carlos Brickmann, Carlos Chagas, Cláudia Pereira, David Kreimer, Juliana Albuquerque, Dulce Alcântara, Fernando Lemos, Florian Madruga, Gilberto Amaral, José Alberto Maciel, Luís Turiba, Márcio Cotrim, Paulo Castelo Branco, Pedro Abelha, Pedro Gordilho, Ran­gel Ca­val­c an­t e, Mara Amaral e Pomona Politis

expediente

redacao@revistafoco.com.br

Reportagem Consuêlo Badra, Nathália Cardim, Camila Bocchino e Karina Jordão

Comercial Fabiani Gattai fabiani@revistafoco.com.br Editor de Arte Thimóteo Soares criacao@revistafoco.com.br Design Gráfico Rafael Talarico anunciofoco@gmail.com Assistente Comercial Eduardo Mota comercial@revistafoco.com.br Fotografia Beto Silva, Ricardo Padue e Lorena Lopes

Fotografia Colaboradores Célio Costa, Clausem Bonifácio, João Telles Sá, Júlio César Dutra, Kazuo Okubo, Paulo Lima e Marlus Boldwin Projeto Gráfico Boibumbá Design Impressão Posigraf Contabilidade Pró-Contábil Dep. Administrativo Tânia Luíza de Souza tania@revistafoco.com.br

Contato SH/Sul Quadra 06, Conjunto “A”, Bloco “E”, Sala 809 Edifício Business Center I - CEP: 70.322-915 – Brasília-DF (61) 3248-7868 / 3532-4436

Brasília se prepara para sediar a Copa 20

Consuêlo Badra Em primeira mão

32

Florian Madruga Dois mundos

34

Aristóteles Drummond Empresários, uni-vos!

36 foco não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos assinados. A revista foco é uma publicação da Magazine Foco Editora Ltda, de circulação personalizada, via mala-direta e venda em bancas. Acesse www.revistafoco.com.br

Reportagem Colaboradores Clausem Bonifácio, Fernanda Caixeta, Flávia Landim, Márcia Casali, Marcelo Solmucci e Wemerson Santos

114. Mundial

Márcio Cotrim Hóspede do avarento

38

Carlos Chagas 190 milhões de burros

40

José Alberto Couto Maciel O processo eletrônico na justiça

42

Paulo Castelo Branco Vizinhança

44

Capa Clínica Corpo Deleite

48

Mara Amaral St. Thomas – Caribe

52

Pedro Gordilho Provence (I)

Foto: Ricardo Padue

66

Babá A importãncia da escolha

72

Casal Sexo. Fim dos mitos

82

Especial Dia das Mães A elas todo o nosso amor!

94

Etiqueta Respostas aos leitores

102

Gente em Foco Destaques de Brasília

14


104

78. Crack

Boas e Novas

A ameaça do crack no universo feminino

Novidades da capital

106

Planta Griffonia para sair da depressão

118

Livros Literatura

120

Moda Os novos comprimentos

124

Medicina alternativa Outras maneiras de tratar

138

Paladar Comida até no nome

144

Pesadelos infantis O que significam?

148

60. Amor

O que é bom e o que é gafe

Convivência Relações amorosas

156

Relacionamento Só quem é sabe o que é

162

Pré-vestibular Vamos estudar!

170

Gilberto Amaral A corte candanga

176

Gente Fina Prontas para brilhar

178

124. Medicina

Formas alternativas de tratar

Cenas em Foco Flashes

58. Adolescência Más companhias

154. Saúde

Circulação e frio, perigosa conjugação 15


FAtos e FOtos

Vanessa Mendonça com grande sucesso na sua Agência Vento Bravo Márcia Lima e o sucesso do Capital Fashion Week

consuêlo badra

Tiago Correa e Samantha Sallum durante comemoração do seu aniversário no restaurante Antiquarius

16

A jornalista Kátia Turra

Brunilde Moraes, uma das mais elegantes de Brasília O pintor Roberto Camasmie, a irmã Dayse Camasmie e Consuêlo Badra


Cosete Gebrim, uma das mais elegantes de Brasília

Francisco Barroso e o seu Le Vin

Jane Godoy e seus lindos cabelos brancos

consuêlo badra

Consuêlo Badra curtindo Salvador na lancha de Victória Dantas

Durante lançamento da exposição do pintor Roberto Camasmie, no Restaurante A Bela Cintra: Consuêlo Badra, Carlos Betencourt e Celina Kaufmann

Cleusa Ferreira no interior de sua loja Magrella 17


Lina Carolina e o marido Oscar Bazan Patrícia Mattos (proprietária do grupo de Restaurantes Le Vin) e o chefe Marcílio Araújo

Eunícia Guimarães recebendo a hóstia na Igreja São Bento, no domingo de Páscoa

consuêlo badra

Francisco Barroso e sua mulher Nancy Mattos (donos do Restaurante Le Vin)

18

Laís do Amaral seguindo para Israel

Consuêlo Badra comparecendo ao lançamento do livro de Paulo Cesar de Oliveira


Manuel Pires e sua Natividade, donos do restaurante Antiquarius

Claudia Machado Stinchi

Giancarlo Bolla e Gisele, donos do Restaurante La Tambouille

consuêlo badra

Caio Stinchi e o filho Felipe

Eliete e Maurício Lemos reaparecendo nos eventos sociais

Marcelo Chaves comemorará seu aniversário em Nova York

19


samba aos suíços

INVERNO O ANO TODO

A SJ23 Filmes levará 24 componentes da Portela a Lausanne para dois shows agora em maio. Vão desfilar nas ruas e dar aulas de samba aos suíços.

O ex-governador de São Paulo, Alberto Goldman, membro do conselho da Fundação Osesp, propôs a seus pares e ao governador Geraldo Alckmin que a programação do Festival de Inverno de Campos do Jordão, em julho, se estenda para o ano todo. Essa é a primeira edição administrada pela fundação. A ideia foi bem acolhida e está em análise, diz Goldman.

AMENIZANDO

Durante almoço no restaurante El Negro, as presenças de Salma Farah, Marcília Ferreira Lopes e a aniversariante do dia 17 de maio, Daura Filpo.

Para as autoridades monetárias, o crescimento econômico do país em 2012 é coisa do passado. Pelas previsões mais otimistas, não passará de 3,5%. Deve ser por isso que na área fazendária só se fala agora que o Brasil, em 2013, crescerá 5,5%. É para amenizar a frustração deste ano.

EU POSSO?

ERGUEI AS MÃOS

Sob protesto do senador Aloísio Nunes Ferreira, do PSDB de São Paulo, a Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado aprovou 29 novas datas comemorativas para o Brasil. O senador paulista acha que essas datas não precisam de lei federal para serem comemoradas. Quem quiser comemorar alguma coisa, que o faça por sua própria vontade, diz o tucano. Entre as novas datas aprovadas está o dia dos Portadores de Vitiligo, o dia do Maquinista Ferroviário e o dia do Aniversário do Buda Shakyamuni. Outros 27 projetos foram rejeitados.

O padre Marcelo Rossi gravará seu DVD Ágape no dia de seu aniversário: 20 de maio. “Esperamos vender um milhão de cópias”, diz o presidente da Sony Music no Brasil, Alexandre Schiavo.

Carolina Dickmann foi escolhida, depois de participar de leituras, para o elenco de A Pele do Cordeiro, longa de Paulo e Pedro Morelli. O filme começa a ser rodado em maio, em São Francisco Xavier (SP), com Maria Ribeiro, Caio Blat, Paulinho Vilhena, Lee Taylor, Juliano Ribeiro e Martha Nowill. “É uma história sobre sonhos da juventude e desilusões da maturidade”, diz Paulo.

Quero fazer um pedido ao governador Agnelo Queiroz: como anda o projeto de construção de estacionamentos subterrâneos no Setor Comercial Sul? Governador, vaga hoje é artigo de luxo e os estacionamentos pagos cobram os olhos da cara, isso quando se encontra um lugar para estacionar. Vamos providenciar?

DESIGN NA VEIA Beto Cocenza bateu o martelo. Seu fórum BOOMSPDESIGN acontece em agosto. E o convidado de honra já está confirmado: o premiado londrino Tom Price.

consuêlo badra

SINCERIDADE

20

O PSB, do governador Eduardo Campos, de Pernambuco, quer eleger o maior número possível de candidatos a prefeitos em capitais e cidades com mais de 100 mil habitantes, principalmente no Sudeste, para se habilitar a ter candidato próprio à Presidência da República em 2014. Caso o plano dos socialistas dê certo, existe nome e sobrenome na legenda para tentar subir a rampa do Planalto. Chama-se Eduardo Campos, presidente nacional do PSB e neto do lendário Miguel Arraes.

CÂMERA, AÇÃO

SOLICITAÇÃO

A cantora Sandy, depois da polêmica entrevista à Playboy, reaparece como atriz na série As Brasileiras, da Globo, no programa Fantástico, e continua colocando suas ideias com muita clareza e independência. Quando o assunto é política, Sandy é muito objetiva: “Não votei na Dilma. Vou ser sincera, ela está indo melhor do que eu imaginava, mas eu acho que ela está colhendo os bons frutos do Fernando Henrique, lá atrás. O Lula também colheu no governo dele, e isso dá uma ilusão para o grande público”.

NOME E SOBRENOME

Gitana Lira é a aniversariante do dia 4 de maio. Vamos abraçá-la.

HERÓIS DA PÁTRIA O Brasil ganha mais uma heroína com a aprovação pelo Congresso Nacional do nome de Anita Garibaldi, a catarinense que participou da Guerra dos Farrapos e que foi casada com o italiano Giuseppe Garibaldi, combatendo o império, a favor da República. O nome de Anita vai figurar no Livro dos Heróis da Pátria, que fica no Panteão erguido na Praça dos Três Poderes.

Norma, o aniversariante do dia 23 de maio Lourenço Peixoto e a sua mulher, Rosália, que também faz anos dia 1° de maio.


mentou de 50 para 62 pessoas. O investimento passa de R$ 2,5 milhões.

I SAY NO, NO, NO Barbara Streisand não emprestará sua voz para ajudar Barack Obama – como fez em 2008. Famosa também por atuar nas campanhas de John Kennedy e Lyndon Johnson, a eterna Fanny Girl anda um tanto desanimada.

MAIO Dia 5 de maio, desembarca em Brasília a agitadíssima Narcisa Tamborindeguy. Ela irá agitar a boate Victoria Haus no comando das picapes.

POVO RUDE Pesquisa do Skyscanner.net, um dos principais sites da área de turismo no mundo, aponta o francês como o povo “mais rude” com turistas, com 19,2% dos votos de 1.200 entrevistados. Depois vêm russos (16,6%), britânicos (10,4%), alemães (9,9%), chineses (4,3%), americanos (3,3%) e espanhóis (3,1%). Já os brasileiros foram eleitos os “menos rudes”, seguidos dos povos de países do Caribe, de Filipinas e Tailândia.

SOS STF Ipanema, no Rio, vai fazer uma manifestação, no feriado de Tiradentes, pedindo o julgamento do mensalão antes da prescrição das penas. Vai ter passeata, aviãozinho com faixa, shows e performances no asfalto com o slogan ”SOS STF”.

CAVALO DA FORTUNA “Amigo fiel” será o nome do enredo da Beija-Flor no carnaval de 2013. A escola de Nilópolis que, como se sabe, vai falar de cavalos, será patrocinada pela Associação dos Criadores do Mangalarga Marchador.

SAMBA E CELEBRIDADE O Salgueiro conversa com a Caras o patrocínio de seu próximo carnaval. Virá com um enredo sobre celebridades.

CRESCENDO A agência Agnelo Pacheco mudou de endereço e ampliou escritórios em Brasília e São Paulo. Aqui no DF, agora ocupa um prédio de quatro andares. A equipe au-

Já para o público infantil, chega até nós a peça infantil A Princesa e o Sapo, uma estreia musical com uma trama dinâmica e divertida, de 5 a 27 de maio, na Escola Parque 307/507 Sul. Tomem nota: de 15 de maio a 3 de junho, aqui se apresentará a 12ª edição de um intercâmbio cultural entre estados brasileiros, que trará uma rica mostra do teatro feito no Rio Grande do Sul.

João Fonseca, que dirigiu o musical sobre Tim Maia, estará à frente de Rock in Rio, com estreia em novembro. O musical conta a história do casal que se conheceu no primeiro festival e tenta se ver nos outros, até o encontro no de 2012. Na trilha, os sucessos de cada Rock in Rio.

Pela 1ª vez, uma campanha criada no Brasil para a Pepsi ganhou o mercado externo. A série “Pode ser Pepsi”, da AlmapBBDO, está em exibição na RV espanhola. A estreia foi com o filme estrelado pelas gêmeas Bia e Bianca, do nado sincronizado, e pelo apresentador Rodrigo Faro. Fica no ar por dois meses.

A Casa da Criação venceu a concorrência pela conta publicitária da seguradora Prudential do Brasil. Veiculação em Brasília e Rio de Janeiro.

CULTURA 2

AMOR PELO ROCK

TIPO EXPORTAÇÃO

VEICULAÇÃO

As elegantes Karina Curi, Darcy Bicalho e sua filha Cintia, em recente festa de aniversário.

CARNABY STREET Na Sorbê Sorvetes Artesanais, a jornalista Nadine Rodrigues e a chef de cozinha Tainá Zaneti. (Foto: Júlio Dutra)

CULTURA 1 Festival Internacional Viva Dança, pela 1ª vez em Brasília, dará uma amostra da atual produção de dança das diversas partes do mundo, de 2 a 6 de maio, no Teatro Funarte Plínio Marcos. A peça Isso é o que ela pensa, temporada que fez sucesso no CCBB

A Rock Street do próximo Rock in Rio, que na versão passada homenageou as ruas de Nova Orleans, vai ter clima londrino na edição de 2013, com muito prédio de tijolinho e cabine telefônica vermelha.

PAÍS DOS GORDINHOS Pela primeira vez, os obesos são maioria no país. Pesquisa do Ministério da Saúde mostra que, em 2011, 52,6% dos homens brasileiros estavam acima do peso ideal. Em 2006, eram 47,2%.

consuêlo badra

Ao centro, Marcela Bastos, tendo ao lado sua mãe, Pompeia Addario, que aniversaria dia 3 de maio, e a grande amiga Valeska Tonet de Camargo, que aumenta idade no dia 16 de maio.

de São Paulo, chega em maio a Brasília, no CCBB daqui. Escrita em 1985 pelo aclamado dramaturgo e encenador inglês Alan Aycknourn, ganha montagem inédita no Brasil. Fica em cartaz de 17 de maio até 10 de junho.

21


Chamam a atenção pelo charme e elegância Bell Borges e Wânia Frederico.

DISPARADO Liderando todas as pesquisas em São Paulo para a eleição de prefeito, o tucano José Serra fez uma declaração, deixando entender nas entrelinhas ser esta a última campanha de que participa. Fala, Serra: “Sou intenso em tudo o que faço. Minha trajetória é reflexo disso. Tenho orgulho em ter servido o meu país, meu estado e a cidade onde nasci nos cargos pelos quais passei. Fazer a melhor gestão da minha vida e a melhor que São Paulo já teve é uma missão. E, para mim, como diz o filme, ‘missão dada é missão cumprida’”. Parece despedida.

o candidato a prefeito, disputado por três pré-candidatos, tendo como vencedor o ex-governador José Serra, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso sugere, agora, que o partido faça o mesmo quando for escolher o candidato a presidente da República em 2014. “Sempre que houver mais de um candidato, o PSDB deve usar o sistema de prévias primárias”, afirma FHC, imaginando que Aécio Neves e José Serra irão à luta novamente.

TROPEÇOU Dias depois de ter sido escolhido o “Homem do Ano” pela Câmara de Comércio Brasil-EUA, o banqueiro André Esteves, do Pactual, foi multado em 350 mil euros pela CVM italiana por uso de informação privilegiada. É mais um a ganhar o prêmio e, logo em seguida, tropeçar. A maldição do “Person of the Year” já alcançou Jorge Atalla (Copersucar), Mário Garnero (Brasilinvest), Ângelo Calmon de Sá (Banco Econômico), Luiz Eulálio Bueno Vidigal (Cobrasma), Luiz Furlan (Sadia) e Roger Agnelli (Vale).

Renato Riella arregimentando para trazer a Brasília o show de Chico Buarque de Holanda no segundo semestre do ano. Evento fechado, diga-se de passagem...

BARRICAS

consuêlo badra

CATÓLICO E COMUNISTA

22

César Rodrigues, de Uma professora muito maluquinha, vai dirigir o filme sobre Irmã Dulce, em 2013. A atriz que interpreta a religiosa ainda não foi escolhida. Para o distribuidor Bruno Wainer, “Irmã Dulce é exemplo para católico, ateu e comunista”.

NOVAMENTE Bastante animado com as prévias que o PSDB realizou em São Paulo para escolher

Em algum evento em Brasília, Bernardo Antunes, Renato Bernardes e Marcelo Amaral.

CLÃ Adriana Pinheiro veio de Miami, onde mora, para passar a Páscoa em Brasília. O almoço reuniu todos na mansão dos pais, José Augusto e Conceição Pinheiro, no Lago Sul. Falando nos Pinheiro, a arquiteta Deborah Pinheiro já está nos preparativos do festão de aniversário do marido, Bolivar Rocha, no final de maio, na casa do casal no Setor de Mansões Dom Bosco.

CHICO

Compradores brasileiros arremataram 10,5 barricas, de um total de 140, no 23° Toques ET Clochers, leilão de vinhos realizado em 31 de março e 1° de abril em Limoux, na França. A quantidade equivale a mais de três mil garrafas de 750ml. O valor total foi de 62 mil euros. Chegam ao Brasil no fim do ano.

em busca de votos. O PMDB, partido majoritário, deverá eleger o futuro presidente do Congresso Nacional. Estão em campo o líder do partido, Renan Calheiros, o relator do orçamento de 2013, Romero Jucá, os ministros Garibaldi Alves e Edison Lobão, o novato Vital do Rêgo Filho e o novo líder do Governo, Eduardo Braga. É briga de foice no escuro.

CASÓRIO Um casal elegante da nossa Brasília: José Luiz Rodrigues e Rosângela Bimonte.

POR ENQUANTO A Kiehl’s, grife de cosméticos de Nova York, vai abrir este mês quatro lojas no Rio de Janeiro. Uma no Fórum Ipanema, outra no Shoppin Leblon, mais uma no Fashion Mall e mais outra no Barra Shopping.

ANOTEM A sucessão do senador José Sarney na Presidência do Senado foi deflagrada dez meses antes da eleição, que será em fevereiro de 2013. Vários candidatos desfilam pelos corredores das comissões e no plenário

Dia 5 de maio, a bela nutricionista Svetiana Godoy vai se casar com o comandante da British Airways, Nell Taylor. A elegante cerimônia será em Londres, onde o casal irá residir.

CRÔ VAI VOLTAR Crô, personagem de Marcelo Serrado em Fina Estampa, vai ganhar um especial de fim de ano só dele na Globo. “A ideia básica”, diz Aguinaldo Silva, “é que Crô, mesmo rico, já que herdou a fortuna de Tereza Cristina, sinta que não pode viver sem uma Filha de Osiris e abra inscrições para escolher uma nova patroa e musa”. As grandes mulheres do elenco da Globo participarão.


doria de Ayres Britto, em novembro, deve assumir o vice, Joaquim Barbosa.

ANCORADA A francesa Beneteai, de barcos de luxo, abriu dia 13 último a 1ª fábrica no Brasil. Investimento de R$ 15 milhões, ocupará dez mil metros quadrados em Angra dos Reis (RJ). Vai empregar 600 profissionais. A meta é produzir pelo menos 50 barcos por ano.

Cachoeira e nunca viu o senador Demóstenes Torres. Na verdade, o empresário, que comanda várias obras do PAC, se diz amigo mesmo e compadre do governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral. Agora surge uma novidade: a Delta pertenceria a Carlinhos Cachoeira. Será?

homenagem a parceiros

JOGO PESADO O senador Mário Couto, do PSDB do Pará, tem se tornado o algoz do Partido dos Trabalhadores no Senado. Ocupando a tribuna frequentemente, o senador paraense joga pesado contra o partido do ex-presidente Lula, sem que nenhum petista se manifeste para contestar o tucano. Em sua última investida, Mário Couto afirma que o PT produziu “o germe da corrupção no Brasil”. E arrematou: “Esse germe, produzido pelo PT, está custando caro ao Brasil”.

Em 2012, a Pivot Point, uma das principais academias para a formação de profissionais da beleza no mundo e líder em educação continuada no segmento, completa 50 anos. Idealizada por Leo Passage (19362011), a Academia é uma empresa familiar, que está presente em mais de 75 países e se orgulha em desenvolver os melhores materiais, programas e sistemas educacionais do mercado da beleza. Entre os homenageados estavam personalidades como Hélio Nakanishi, hair stylist e proprietário do salão Hélio Diffusion des Coiffeur, um dos mais badalados de Brasília.

César Serra (foto acima) na contagem regressiva para o Luxo de Festa. A edição Brasília 2012 do principal evento para o mercado de festas do País acontece de 24 a 27 de maio, no Clube do Exército, com participação de empresas do Distrito Federal, Goiás, São Paulo, Paraná, Ceará, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Para esta segunda edição, estão previstos 54 estandes e cerca de 150 expositores entre opera­doras de turismo, constru­toras, joalherias, bufês, empresas de decoração, beleza, grifes de moda, vídeo e fotografia, bureaus de convites, ateliês, entre outros negócios do seg­mento festas e eventos.

PALCO Beatriz Segall e Herson Capri estarão em Brasília para interpretarem mãe e filho na comédia Conversando com mamãe. A peça estará em cartaz no Teatro Nacional nos dias 3 e 4 de maio.

APIMENTADA E se colocar pimenta? é livro que conta a história da Chilli Beans, varejista de óculos escuros. É lançamento da Campus/Elsevier. A rede tem 400 lojas no Brasil, EUA, Portugal, Angola e Colômbia. Quer chegar a 1.400 em 2016.

DUAS APOSENTADORIAS Sob o comando do ministro Carlos Ayres Britto, o Supremo Tribunal Federal terá duas aposentadorias este ano: a do próprio Ayres, em novembro, e a do ex-presidente César Peluso, em setembro. Serão as únicas vagas que a presidente Dilma Rousseff preencherá ainda no seu governo. Novas aposentadorias no STF serão a partir de 2015, com o ministro Celso de Mello, e quem permanecerá mais tempo é Dias Toffoli, que ficará até 2037. Com a aposenta-

Luxo de Festa

Na foto, o homenageado aparece ao lado de Gerson Raskin, diretor-presidente da IBG Participações, empresa da qual faz parte a Pivot Point Brasil.

SERÁ? Na entrevista que concedeu a Mônica Bergamo, na Folha de São Paulo, o dono da construtora Delta, Fernando Cavendish, que aparece inúmeras vezes no grampo da Polícia Federal, afirma que não conhece os governadores Marconi Perillo (GO), Agnelo Queiroz (DF), mal conhece Carlinhos

BEBÊ Na maior alegria, Mônica e o senador Eunício Oliveira vão estrear como avós. A bela Manuela, casada com César Mata Pires Filho, está na doce espera.

AUTÓGRAFOS Os jornalistas Sérgio Kobayashi, Luci Molina e Milla Mathias lançaram em São Paulo, na Livraria Cultura, em concorrida noite de autógrafos, o livro Guia de Estilo para Candidatos ao Poder e para quem já chegou lá. Os três abordaram, de forma didá-

consuêlo badra

Duas queridas da nossa sociedade, mãe e filha: Cláudia Tolentino Canhedo e Sarah Tolentino.

23


“Lista de Espécies da Flora Ameaçadas de Extinção”. Em relação ao último levantamento, há quatro anos, o quadro piorou muito. Das 400 plantas antes relacionadas, a relação agora terá quase três mil registros. Com seu bioma de Mata Atlântica, a Região Sudeste será o destaque negativo do estudo.

LARGADA ATRASADA

Um jantar de delícias O famoso chefe Marcílio Araújo, do grupo Le Vin, realizou um verdadeiro festival gastronômico, na residência de Cosete Ramos e Hassan Gebrim. Na foto acima: Hassan Gebrim, Marcílio de Araujo, Cosete Ramos, Nancy Barroso, Tadeu Felipeli e Francisco Barroso. tica e bem humorada, “a importância da apresentação pessoal (do candidato) e do comportamento durante o processo eleitoral”, e “como deve ser o contato com a mídia, como evitar gafes que possam pôr tudo a perder e como usar a linguagem corporal a seu favor”, diz o prefaciador jornalista Heródoto Barbeiro. Os autores pretendem lançar o livro em Brasília. Estamos aguardando!

NOVO BUFFET

consuêlo badra

Para celebrar dois anos de êxito no mercado de eventos, o espaço Unique Palace expandiu suas atividades e está lançando o Unique Buffet. De cozinha contemporânea, a nova opção gastronômica de serviços de bufê em Brasília oferece diferenciais como excelência nos serviços, qualidade nos produtos, custo-benefício nos orçamentos e a difusão do conceito de gastronomia saudável. A chef é Caroline Borges.

24

PICOLINATO EMAGRECE A nova aposta das mulheres que lutam contra a balança é o picolinato de cromo, que reduz o desejo de ingerir doces. Segundo o site Saúde, em 2011, aumentou em 35% a procura pelo produto, em relação a 2010. A nutricionista Carla Bogéa, doutora pela

UFRJ, recomenda que se procure um profissional antes de consumir o picolinato.

TÉCNICA DE CONGELAMENTO O dermatologista Ricardo Fenelon trouxe para Brasília uma técnica de redução de gordura localizada por meio de resfriamento controlado do tecido adiposo. Chamado de Criolipólise, o novo tratamento age em áreas como abdômen, costas, flancos (as chamadas cartucheiras, abaixo da cintura) e culotes. Segundo Fenelon, é possível reduzir em até 25% a gordura localizada da área tratada. “É procedimento praticamente indolor e pouco invasivo. O paciente se submete a uma sessão e, em seguida, retoma suas atividades”, diz. É fazer para crer...

Prevista para 5 de agosto, a Corrida do Milhão da Stock Car, em Interlagos, deverá ser remanejada para o fim da temporada. Primeiro, a organização procura um patrocinador que banque o prêmio de R$ 1 milhão ao vencedor. Depois, a data será trocada para fugir de uma concorrência pesada na mídia: a Olimpíada de Londres, a pleno vapor na data original.

CONTRA SURPRESA O Ministério da Integração Nacional realiza no dia 5 de maio simulados de prevenção em oito estados do Nordeste. O objetivo é instruir moradores de áreas de risco sobre como agir em casos de enxurrada e desabamento. As comunidadesalvo do treinamento ficam nos municípios de Fortaleza (CE), João Pessoa (PB), Recife (PE), União dos Palmares (AL), Aracaju (SE), Santo Amaro (BA), Barras (PI) e São Luis (MA). Os meses de maio e junho são marcados por fortes chuvas no Nordeste do país.

FESTÃO No dia 13 de outubro, o casal Fátima e Reginaldo Oscar de Castro abrirá as portas de sua belíssima residência para um festão inesquecível. Reginaldo irá completar 70 anos de uma vida de sucesso e quer trazer para presentear os inúmeros amigos um show de famoso cantor. Vamos aguardar...

RANKING DO DESCASO Marcado para junho o lançamento da

A querida amiga Ana Helena Rangel comemorou seu aniversário ao lado do marido Alédio Rangel e um grupo de amigos, dia 14 passado, em um famoso restaurante de São Paulo.

UM ANO DE SUCESSO Inaugurado em abril do ano passado, o restaurante Avenida Brasil comemora seu


primeiro aniversário na Capital Federal com novidades em seu cardápio. Entre as pizzas, chegam a Fiori di Zucchini, com recheio de abobrinha laminada e marinada ao perfume e sabor do alecrim, mozarela, doppio funghi (paris e shitake) e toque final de parmesão e basílico, e a pizza de banana com Nutella. O Avenida Paulista fica na região conhecida por Beira Lago, com uma bela vista para a Ponte JK.

DELIVERY FRATELLO UNO Os apreciadores das redondas das pizzarias Fratello Uno (103 Sul e 109 norte) têm mais um motivo para comemorar o delivery que está com uma promoção super especial. É o seguinte: a cada pedido realizado, no delivery, o cliente ganha um imã em formato de fatia de pizza. Ao completar oito fatias, no nono pedido ganha uma pizza média de qualquer sabor.

FUTURO

Cláudia Galdina e Raul Leão já confimaram uma viagem com os amigos no seu avião Kinguer para o Ranchos Tânia, propriedade da familia, para a grande comemoração das três décadas de muito amor e companheirismo do casal.

HORA DE MUDAR Todo-poderoso da Fórmula 1, Bernie Ecclestone já iniciou conversações com a Prefeitura de São Paulo para renovar o acordo que permitirá a realização das corridas da categoria no Autódromo de Interlagos até 2020. O acerto atual termina em 2014. As tentativas em curso preveem a modernização total do circuito no ano que vem.

CASUAL Os empresários Yedid Edmond e Guilherme Deucher se encontraram em São Paulo para acertar os detalhes da vinda da grife de móveis de luxo Casual para Brasília. A loja será inaugurada na segunda quinzena de maio no CasaPark. Também participaram do encontro arquitetos e decoradores da cidade que voltaram à Capital Federal encantados com o que viram.

INGMAR BERGMAN Um dos cineastas mais cultuados da história do cinema, o sueco Ingmar Bergman ganhará uma mostra só para ele no Centro Cultural Banco do Brasil. A retrospectiva leva o nome do cineasta e estará em cartaz de 19 de junho a 22 de julho. A programação inclui a exibição de mais de 50 filmes, entre os quais os clássicos Morangos Silvestres e O Sétimo Selo; um curso com o jornalista e crítico Sérgio Rizzo; um encontro com o cineasta Stig Björkman, estudioso da obra de Bergman; e o lançamento de um catálogo com textos sobre o cineasta. Todas as atividades serão realizadas no cinema do CCBB.

Isabel Veiga, aniversariante do dia 2 de maio, com sua filha Carol e o marido Roberto Esteves.

FESTIVAL DE RONALDO Ronaldo Fenômeno está preparando um grande festival de música, esporte e meio ambiente para o fim do ano em São Paulo. Batizado provisoriamente R-Festival, terá shows de artistas de diversos gêneros e convidados internacionais, com parte da renda destinada a projetos sociais. A ideia é fazer uma edição do evento no ano que vem em outro país – Espanha e Dubai no páreo – e trazê-lo de volta ao Brasil durante a Copa de 2014.

II FESTIVAL DE ÓPERA Depois do sucesso do I Festival de Ópera de Brasília, em 2011, a capital será palco da segunda edição do evento a partir de 23 de maio. Sob a direção do maestro Claudio Cohen, a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro apresentará três concertos até fim de junho: Carmem, de Georges Bizet (23/05 a 27/05); Olga, de Jorge Antunes (8/06 a 10/06); e La Bohème, de Giacomo Puccini (22/06 a 25/06). Esse ano o festival prestará homenagem a Asta Rose Alcaide, referência musical quando o assunto é ópera na Capital Federal.

VAI SOBRAR HANGAR

Edmond Yedid e Gui Deucher.

Jovens e ricos, os empresários Fernando Botelho Filho e André Skaf querem desbancar a JHSF, que planeja instalar um aeroporto de jatinhos em São Roque, a 60 quilômetros de São Paulo. A dupla obteve licença da Agência Nacional de Aviação Civil e da Aeronáutica para construir em 2013 outro aeroporto, nas franjas da pró-

consuêlo badra

A deputada federal Manuela D’Ávila, do PCdoB, está de bem com a vida. Nas pesquisas de opinião, aparece em empate técnico com José Fortunati na corrida para a Prefeitura de Porto Alegre. Em outra frente, tem participado das festas de 90 anos do PCdoB de mãos dadas com o namorado, Rodrigo Maroni, chefe de gabinete da Secretaria de Turismo do RS, Abgail Pereira. Marcou o casamento para o ano que vem.

25


pria capital. Três empresas de táxi-aéreo foram procuradas tanto pela JHSF quanto pela dupla Botelho-Skaf. Os concorrentes prometeram aos três muitas vantagens em troca de exclusividade.

empresa de plano de saúde. A Amil gastará R$ 10 milhões anuais para manter uma equipe capaz de brigar pelo título brasileiro a partir da paulista Campinas, onde sua concorrente Unimed é líder de mercado. A equipe estreará nas quadras em agosto próximo, no Campeonato Paulista.

do palco que não avança sobre o gramado comece a ser montada antes – e seja concluída depois da partida.

FESTIVAL DO BACALHAU

Daniel Mangabeira, Guilherme Queiroz, filho do governador Agnelo Queiroz¸ a secretária de Comunicação Social do Distrito Federal, Samanta Sallum, e o subsecretário de Comunicação, Henrique Catella.

Manuel Pires, o simpático Manuelzinho, sócio do restaurante Antiquarius Grill, localizado no Espaço Gourmet do ParkShopping, está preparando um evento especial para o mês de maio. Do dia 1º ao dia 31, estará realizando o Festival do Bacalhau, evento que já aconteceu com sucesso no Rio de Janeiro e que promete se repetir por aqui. Serão seis pratos de bacalhau preparados especialmente para o festival, que ocorrerá de segunda a sexta sempre no horário do almoço. Imperdível.

AMANTES DO ESQUI

aniversário de Brasília

consuêlo badra

Os shows de comemoração dos 52 anos do aniversário de Brasília empolgaram e emocionaram as 90 mil pessoas que foram à Esplanada dos Ministérios nas noites de sábado e domingo. Entre as atrações, Seu Jorge, Capital Inicial, Chico César e Caetano Veloso. Duas noites mágicas sob o céu de Brasília. Em especial, o show de Caetano foi considerado uma apresentação histórica. Em coro, os brasilienses cantaram todas as músicas e a nossa Capital Federal recebeu o carinho de todos os artistas que se apresentaram. Todos manifestaram seu apreço por Brasília e lamentaram o fato de a cidade ser injustamente criticada por ser a sede do poder político. Um clima de paz e alegria tomou conta do gramado da Esplanada. E de presente para a capital, Caetano Veloso ainda cantou Flor do Cerrado.

26

Jaime Recena, presidente da ABRASEL, homenageia a cultura italiana no Festival Brasil Sabor 2012. Dono da operadora de turismo SKIBrasil, Eduardo Gaz fechou joint venture com a norte-americana SKI.com e a mexicana Holam Viajes. Surge, assim, uma das maiores operadoras de esqui do mundo, agregada à plataforma tecnológica inusitada. Gaz já costura fretamento de voos diretos São Paulo/Colorado.

A VOLTA

O simpático Manuelzinho , sócio do restaurante Antiquarius Grill.

LEVANTA A AMIL

COMPLICAÇÃO

O técnico Zé Roberto Guimarães se divide entre nossa seleção feminina de vôlei e o clube turco Fenerbahçe. Não por muito tempo. Ele acertou sua transferência para o time que a Amil está montando. Longe dos campeonatos nacionais há seis anos, Zé Roberto está usando o Skype para negociar a contratação de jogadores com executivos da

Com a confirmação do show de Madonna no Morumbi para 4 de dezembro, o São Paulo ainda tenta garantir que possa jogar contra o Corinthians no estádio, dois dias antes, pela última rodada do Brasileirão. Para que a equipe da popstar não tenha apenas um dia para preparar o espetáculo, o clube cogita permitir que a parte

Quem não se lembra do Plaza Club do Hotel Kubitschek Plaza, que ficou famoso nos anos 90 pelas megafestas que ocorriam por lá? Pois é, ele reabriu com o nome de Plaza Club Inn, funcionando sempre às sextas e sábados pela noite, como restaurante e boate. No comando da casa voltada para o público mais maduro e de bom gosto, estará o pioneiro Wanderval Calaça.

NO BALDE Mais uma champanheria fina abriu na cidade. Desta vez, a Le Rouge, no Brasil 21 Convention Suítes.

PARABÉNS Embaixador do Brasil em Madri, Paulo Campos está na maior felicidade com o nascimento de seu filho Pedro Rafael, com a embaixatriz Adriana Campos.


CHAMPS TIME

OLHO NO SOCIAL

O mercado de luxo cada dia mais interessado em nossa Capital Federal. Dominique Demarville, chef de Cave da Vueuve Clicquot, desembarcou por aqui para apresentar as novas safras dos champanhes La Grande Dame (2004), Veuve Clicquot Vintage Blanc (2004) e Veuve Clicquot Vintage Rosé (2004) com almoço para jornalistas no restaurante Gero do Shopping Iguatemi, e à noite um requintadíssimo jantar na belíssima mansão do casal Murilo e Anália Aragão, para convidados especiais, no Lago Norte.

Um time de peso deu início à campanha “De Olho no Social”. O projeto idealizado por Voriques Oliveira, da Voriques Optica, conta este ano com a parceria do Oftalmed – Hospital da Visão. O Rotary Club de Taguatinga e o Essilor também participam, levando às instituições e comunidades carentes do Distrito federal e do entorno atendimento oftalmológico gratuito e doação de óculos a quem precisa. Quem também apoia a iniciativa é o ex-jogador e deputado federal Romário, que apadrinha o projeto desde 2011.

CONCIERGE

FLASH

MANDA EM TUDO

O fotógrafo Celio Costa completou mais um ano de vida no dia 18 de abril. Mas a comemoração será em julho, quando segue com a esposa Elizângela para Paris.

Agora a presidente Dilma Rousseff avalia, muda e aprova todas as campanhas publicitárias oficiais.

PARIS

Por hora, os planos de Ronaldo de morar em Londres estão congelados. O ex-jogador anda cheio de compromissos com o Comitê Organizador Local da Copa e também com sua 9ine

Hélio Nakanishi passou uma semana gastando seu francês em Paris, a convite da L’Oreal. Foi conhecer as novas tendências do famoso cabeleireiro Alexander.

ANO DO FICO

PODEROSA

QUESTÃO DE ÓTICA Ken Salazar sentiu-se em casa no Brasil. O secretário do Interior dos EUA, que esteve aqui na nossa Brasília com Hillary Clinton, é um apaixonado por meio ambiente e não se cansou de comparar os dois países: “Há uma incrível similaridade de recursos naturais”. Será mesmo?

Mistério Aldo Rebelo tem dito a amigos que os jogos do Rio, em 2016, já faturaram mais do que os de Londres. O comitê carioca informa que a previsão inicial, de US$513 milhões em patrocínios, foi superada. Na capital inglesa, os organizadores juram de pés juntos terem ultrapassado a marca de... US$1,1 bilhão. Caso para a Scotland Yard?

Maria das Graças Foster, presidente da Petrobrás, foi eleita uma das cem pessoas mais influentes do mundo pela Time, a revistona americana.

PELO ESTÔMAGO A Embratur trabalha num plano para ampliar a visibilidade da gastronomia brasileira mundo afora. Em pesquisas, 95% dos turistas estrangeiros aprovam a culinária nacional. Representantes da Embratur já se reuniram com Alex Atala, do D.O.M., com Bel Coelho, do Dui, com José Barattino, do Emiliano, e Mara Salles, da Tordesilhas. O conjunto de estratégias sai até junho.

A primeira instituição a ser atendida, no dia 28 de abril, foi a Casa do Menino Jesus, no Gama, que auxilia crianças e adolescentes com câncer. Atualmente, a instituição apoia 15 pessoas e tem seu espaço físico dividido com uma creche para 130 crianças entre três e seis anos. A atividade será repetida todo último sábado até novembro do corrente ano e, a cada edição, uma instituição diferente será contemplada.

PLIM-PLIM

O casal João e Ana Lia Clerot, proprietários do Restaurante El Negro. Ana Lia é filha do Bispo Rodovalho.

A Petrobras ganhou um telejornal para chamar de seu. Com produção da Prodigo, o programa, ao vivo, é diário e feito para a Internet da companhia. Objetivo da web TV? Informar 80 mil funcionários diretos e 100 mil parceiros. Para tal, um estúdio foi montado no prédio-sede da empresa no centro do Rio de Janeiro.

consuêlo badra

O aniversáriante do dia 20, Gustavo Dias Henrique, muitas felicidades!

Falando em mercado de luxo, além de lojas, hotéis do mundo inteiro vêm em busca de brasilienses abastados. Desta vez quem aterrissou por aqui foram os representantes do Hôtel Lutetia de Paris, famoso pelas suítes decoradas por Vik Muniz e Irmãos Campana.

NO CAPÍTULO

27


recordar é

viver Fotos: Henrique Guillen, Rodolfo Stuckert, Celio Costa e Emilvaldo Silva.

Iris Rezende (1986)

recordar é viver

Consuêlo Badra, Eunicia Guimarães, Maria Eugênia Fleury e Hebe Camargo

28

José Hugo Castelo Branco, José Aparecido de Oliveira, Aluísio Alves e Jone Nogueira. (1988)

Celina Jardim, Tereza de Oliveira e Cruz Barbosa e Elza Azambuja. (1988)

Teresa Neves e Cleucy de Oliveira (1988)


Nelson Piquet, Yara e Roberto Curi com o filho Robertinho.

Denise Carvalho e Maura Bicalho (1986)

Tonia Carrero e Roberto D’Ávila. (1985)

Celso Freitas Cavalcanti (1989)

Hugo Napoleão e José Aparecido de Oliveira (1988)

Lais Gouthier e Sergio Figueiredo (1983)

recordar é viver

Sergio Slaviero, Ronaldo Monte Rosa e Nelson Neves (1986)

29


Gilberto Amaral, casal Helenice e Hely Walter Couto, Casal Cid Varella e Nita e Amaral Neto.(1987)

Caetano Veloso e Jorge Bem Jor (1984)

Cenas em Foco

Márcia Lima e Silvana Curió. (1987)

30

Marília Salomão e Rafael Badra. (1987)

Consuêlo Badra e o jornalista Pergentino Hollanda. (1986)

Delma Seraphim e Alzira Loyo. (1989)

Naji Nahas e Murilo Macedo. (1985)


Abadia Teixeira, Marta Castiñeiras, Sonia Abrantes, Pompeia Bastos e Consuêlo Badra. (1989)

Embaixatriz Lúcia Flecha de Lima e a cantora Eliana Pittman. (1982)

Florinda Barbosa, Nuno Leal Maia e Chacrinha. (1984)

Paula Lofego Vilarinho e Yara Curi (1985)

Athayde Passos da Hora (1987)

Nilce Canaparro Nogueira e Maria do Carmo Rezende. (1988)

Tania Camargo e Eraldo Alves da Cruz (1987)

Cenasem Foco

Gisele Sá Rêgo (1988)

31


Florian Madruga

artigos

Dois mundos

32

Mês passado, dois fatos envolvendo jovens marcaram a vida de duas cidades brasileiras. Em Pouso Alegre, progressista cidade do sul de Minas Gerais, a Câmara Municipal sediou o lançamento de um livro escrito por 27 estudantes de 13 a 17 anos. Tudo começou quando a diretora da Escola do Legislativo da Câmara de Vereadores, a escritora Madu Macedo, que é presidente da Academia Pouso Alegrense de Letras, e a professora Rosana Borges de Carvalho decidiram criar a Academia Juvenil de Letras, com alunos escolhidos nas escolas da cidade. Com apoio de outros acadêmicos e da Câmara Municipal, que cedeu o plenário da Casa para as reuniões, os jovens alunos ouviram palestras, tiveram aulas de língua portuguesa, leram muito e escreveram bastante. O resultado não poderia ser outro: o Brasil ganhou 27 novos escritores, que, em noite de gala, no plenário da Câmara, com as galerias lotadas de familiares, professores e amigos, lançaram o livro Escrevo, Logo Existo, a 54 mãos. Há pérolas, como a de Larissa Rissalti, 14 anos, na poesia Um Novo Amanhã: “Tua luz invade a janela do meu quarto e proclama quão iluminado será esse dia. Poderia eu me esquivar de tão ilustre visita?” No mesmo dia, na cidade do Rio de Janeiro, policiais invadiram um reduto de consumidores de crack e encontraram no grupo dezenas de jovens de 13 a 17 anos. Crianças, moças e rapazes totalmente dependentes da droga, morando nas ruas, praticando pequenos furtos, vivendo em total promiscuidade

com adultos, afastados das escolas, alguns sem nunca terem frequentado um banco escolar. Ao mesmo tempo, matéria de página inteira do jornal de grande circulação do país anunciava: “Quase quatro milhões fora da escola”, em todo o Brasil, na faixa etária entre quatro e 17 anos. Só no Rio de Janeiro são 229 mil crianças e jovens fora das salas de aulas. Outro jornal anuncia que o gasto por aluno no Nordeste é de apenas 36,5% da média do resto do país, o que levou a professora Cleuza Repulho, presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais Brasileiros, a afirmar: – Hoje, o futuro de uma criança depende de sorte ou azar. Se tiver sorte, a criança nasce em um município que tem boa arrecadação, e pode dar uma educação infantil de qualidade. Se tiver azar, nasce em um município que arrecada pouco e, em muitos casos, não tem condições de sequer manter a educação infantil. Noutra notícia, a bomba foi em aritmética, ao ser anunciado que somente em 35 cidades do Brasil mais da metade dos alunos sabe matemática. Deve ser por isso que o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, declarou: – Se a criança não está alfabetizada, não domina as primeiras contas, o futuro educacional está comprometido. Diante disso tudo só existe uma conclusão. A diferença entre os 27 jovens escritores de Pouso Alegre e os jovens viciados em crack do Rio de Janeiro e do resto do país é que entre os primeiros há escolas, professores e livros, e nos demais uma pedra maldita. DA EXCELENTE JORNALISTA ELIANE CATANHÊDE EM SUA COLUNA NA FOLHA DE S. PAULO: “Sem professor, não há educação. Sem educação, não há produtividade. Sem produtividade, não há crescimento. Fica só o oba-oba”.


Aristóteles Drummond

Empresários, uni-vos!

artigos

O

34

s empresários só olham para o próprio umbigo, ou seja, seus negócios. Reconheceram que a carga fiscal no Brasil é um abuso a ser detido depois que a Associação Comercial de São Paulo lançou o Impostômetro, hoje conhecido e acompanhado em todo o Brasil. Como muitos dirigentes não são acionistas, a empresa privada no Brasil deixou de lado a base de sua existência, que depende de um regime liberal, aberto e menos intervencionista. Mas a turma parece nem estar aí para os perigos que rondam o empreendedor além da carga fiscal. O governo precisa aceitar e estimular o capitalismo como meio legítimo de justiça social, com liberdade política, sob o império da lei e da ordem. Assim foi que, no passado, o empresariado foi decisivo para que o país não entrasse em aventuras socialistas-sindicalistas, que levaram o atraso ao nosso continente e recentemente à Europa. Esta semana foi divulgado que a Espanha conservadora entregou o país com 26% do PIB em dívida, e os socialistas, quase dez anos depois, em 81%. Daí o problema que enfrentam. A despolitização, ou alienação ideológica dos empresários, vem provocando essas aberrações, que podem acabar por tornar a livre empresa uma ficção em nosso país. Afinal, nossos destinos estão em mãos hostis aos princípios da intocabilidade da propriedade e da legitimidade do lucro, que estimulam o progresso. Ninguém quer saber do passado dos políticos e, por isso, acaba votando, ingenuamente, em antigos comunistas sem demonstrações de arrependimento. Quando critiquei neste espaço o presidente da FIESP, Paulo Skaff, por sua opção pelo PSB, muita gente achou que eu estava sendo radical. Agora, ele parece que acordou para a realidade e mudou

de partido, indo para onde a livre empresa não é mal vista. A realidade inquestionável é que o socialismo, com belas intenções e péssimas experiências, não é uma corrente de pensamento que reconheça a função social e desenvolvimentista de uma sociedade baseada na liberdade de empreender. Socialistas, sejam marxistas ou social-democratas, gostam de regulação, de intervenção estatal, de dirigismo. E, no fundo, sonham com fórmulas que abrigam congelamentos ou controle de preços, protecionismos e outros equívocos, como os colocados em prática hoje na Argentina e na Venezuela, dois países potencialmente ricos e que enfrentam prateleiras vazias em seus mercados. Ano passado, o presidente Mujica, do Uruguai, fez a bravata de dizer que não fora à Alemanha pedir empréstimos, mas, sim, investimentos. A ministra Angela Merkel respondeu, na hora, que o capital alemão só ia aonde era bem recebido, o que não seria o caso do Uruguai. Já no Brasil de hoje, só se investe com dinheiro do BNDES. Falta no Brasil em que vivemos, no limiar de acordar de um sonho de progresso, quem levante a voz e clame pela reforma trabalhista, pela gestão independente dos portos, pela política fiscal que aumente a base de contribuintes, com controles modernos e, assim, diminua a carga que onera a produção e a torna pouco competitiva. Um país deste tamanho não pode andar na base dos remendos aqui e acolá. Junte-se a esses sentimentos evidentes, mas não percebidos, a realidade do custo da máquina oficial e seus programas sociais altos, o endividamento interno, a lentidão dos projetos em execução na infraestrutura, o PAC, os juros, a política externa dúbia. Se não houver “um chega para lá” nas aventuras ideológicas dos que só pensam no revanchismo, na desunião dos brasileiros, que nos ameaçam com o fracasso de eventos internacionais, veremos que a passividade só poderá nos levar ao desastre. Antes que se imagine ser esta uma conclamação à oposição, diria que se precisa alertar e ajudar a presidente, que parece buscar estabilidade na economia como instrumento para dar emprego, melhorar a distribuição da renda e servir ao povo que a elegeu e a apoia. E afastá-la de falsos “companheiros”, que só sabem embargar seus projetos, manchar seu governo com a chaga da corrupção e do tráfico de influência, quando não da intolerância na consolidação democrática sob o manto da lei e da ordem.


Márcio Cotrim

Hóspede do avarento

ARTIGOS

N

36

o papo de sobremesa, desfio alguns de meus embatucamentos mercadológicos – afinal, tenho lidado com marketing bons anos de minha vida. Há no Brasil três empresas que comandam a telefonia: a Tim, a Vivo e a Claro. Engalfinham-se por milimétricos nacos do mercado e investem fortunas em campanhas de propaganda na conquista de novos clientes. Prometem mundos e fundos – às vezes fundos e mundos... Apesar dos rios de dinheiro despejado na mídia, a criatividade das agências que atendem a essas apetitosas contas ainda não aproveitou a óbvia dica sugerida pelos nomes das operadoras, quer ver? Falemos da Tim. Por que não explorar a expressão popular tim tim por tim tim em alguma peça publicitária que trate de conversa telefônica? Agora, a Vivo. O título do anúncio está na cara: Seja Vivo! – com o duplo sentido de ser esperto e de ser cliente da operadora. Finalmente, a Claro. Por que não usar o nome para exortar a clareza proporcionada pela empresa na comunicação, além das vantagens habituais que oferece? Fico vivamente impressionado com a falta de clareza dos publicitários que não deitam e rolam, tim tim por tim tim, com um banquete desses debaixo de seu nariz. Dado o recado, mudo de assunto. Passo a uma historinha contada por meu querido e oitentão amigo José Oliveira, sempre munido de lodaças deliciosas. A ela, pois. Orozimbo era dono de fortuna acumulada em negócios agrícolas e comerciais. Vivia em Carira, pequeno município do interior de Sergipe e todos o conheciam como mão de ferro. Tão pão duro que, diziam, tinha uma cobra no bolso para não meter a mão lá... Naqueles anos 40, uma viagem a Aracaju demorava pelos menos oito horas em estrada de terra, buracos a cada metro, poeirão na seca e lamaçal nas chuvas, o horror.

Orozimbo precisava de pelo menos três dias para resolver seus negócios em Aracaju, onde havia várias pensões com preços módicos, mas preferia ir direto para a casa do compadre Sindulfo – espertinho, sempre chegava na hora do jantar ou de dormir. Ô sovina, ô canhengue! Sindulfo morava num confortável sobrado. No térreo, alugava espaço para um relojoeiro amigo, que sabia da já lendária avareza de Orozimbo. Certa ocasião, Sindulfo notou que toda vez que o compadre o visitava, sua escova de dentes verde ficava úmida. Resolveu decifrar a charada. Acordou mais cedo, escondeu-se num canto e pôde ver Orozimbo olhar para um lado, para o outro e então, na moita, colocar pasta na escova verde – sua escova verde! –, limpar os dentes e esfregar a escova na própria roupa, que coisa. No dia seguinte, madrugou e esperou o compadre aparecer. Quando Orozimbo chegou, Sindulfo, com sua escova verde de estimação, coçava com força a virilha, depois o sovaco e, diante de um escabriado, Orozimbo comentou: – Pois é, compadre, estou com uma sarna horrível e com uma coceira que não passa. Tenho até medo que suba para a boca. Tirou do pijama uma escova azul e calmamente limpou os dentes, diante de um perplexo e já apavorado Orozimbo... Na visita seguinte, Sindulfo avisou que Orozimbo podia fazer em sua casa as refeições, mas, como haviam chegado dois parentes da esposa, se quisesse podia dormir no andar de baixo, na relojoaria do amigo, lá havia colchão macio. Claro que mais que depressa Orozimbo aceitou a oferta. Mal sabia do que Sindulfo havia combinado com seu inquilino relojoeiro. Enroscado num cobertor fino, adormeceu. Lá pela meia-noite, o sobressalto: a um palmo do ouvido, toca estridente despertador. Imediatamente Orozimbo estica o braço e o desliga. Daí a cinco minutos, outro despertador tilinta, e logo outro. Enfim, dezenas, pela noite adentro aquele exasperante alarme. Orozimbo passou a noite em claro, a mercê daqueles relógios danados, até que silenciaram. Zonzo de sono e maldizendo o relojoeiro, escutou o canto do galo. Já amanhecia. Na hora do café um bocejante Orozimbo contou seu drama: – Compadre, não consegui pregar o olho a noite inteira por causa de uns despertadores da bexiga que não paravam de tocar! Com marota compassividade, Sindulfo saiu-se com a desculpa esfarrapada: – É que esses despertadores de vez em quando enlouquecem, compadre, não se avexe não... Continuou comendo sua mariola e curtindo as lições que dera no compadre. Quem sabe assim ele deixaria de ser avarento...


Carlos Chagas

Rezando do lado errado

190 milhões de burros

artigos

O

38

u este que vos escreve é burro, hipótese mais do que verdadeira, ou o presidente do PT, Rui Falcão, supõe ser o Brasil um país de 190 milhões de burros. Porque não dá para entender, como ele falou, ser a CPI do Carlinhos Cachoeira capaz de neutralizar, abafar e desmoralizar o julgamento de 38 réus do mensalão, caracterizados como quadrilha pelo Procurador Geral da República. Se uma coisa é uma coisa e outra coisa, outra coisa, de que maneira imaginar que a CPI servirá para desfazer o que o Dr. Falcão chama de “farsa do mensalão”? O escândalo existiu, levou a demissões no ministério Lula e a expulsões no PT. O processo foi admitido no Supremo Tribunal Federal, agora em vias de concluir o julgamento. De que forma as investigações sobre o bicheiro empenhado em corromper políticos e governantes anularia a ação e a decisão da mais alta corte nacional de Justiça? Os crimes porventura desvendados agora fariam desaparecer os crimes praticados em 2005? Só mesmo admitindo que o presidente do partido pretende aproveitar-se de um escândalo recém-descoberto para salvar o pescoço de companheiros envolvidos em escândalo anterior, como José Dirceu, Delúbio Soares e outros. Se existem novos criminosos, importa revelá-los, mas sem esquecer os antigos. E se integram outros partidos, como o PSDB e o DEM, como antes e possivelmente agora também o PT, pau neles. Acresce que uma CPI não julga. Apenas revela. Suas conclusões, se vierem a existir, serão encaminhadas ao Ministério Público, para abertura de processos.

Em termos políticos, a Igreja Católica tem prestado inestimáveis serviços às instituições, em especial quando, depois de alguns desvios e hesitações, passou a formar na primeira linha de resistência à ditadura militar. Era março de 1964 e marinheiros desvairados rebelaram-se, tentando criar um soviete na Marinha. Anistiados pelo então presidente João Goulart, depois de recolhidos a um quartel do Exército, foram libertados e saíram em passeata pela Avenida Presidente Vargas, no Rio. Ao passarem pela Igreja da Candelária, os líderes convenceram a massa a agradecer a Deus por não ter havido derramamento de sangue. Quando se encaminhavam para a entrada principal do templo, tiveram barrada sua pretensão: alguns padres trancaram as vastas portas gritando que “comunistas não rezam aqui”. Anos depois, na missa de sétimo dia do estudante Edison Luís, assassinado pela repressão militar, centenas de jovens que iam deixar a cerimônia souberam estar a igreja cercada por tropa armada, cavalaria e agentes policiais de cassetete em punho, prontos para investir sobre eles. Seria uma carnificina. Quando as portas se abriram, a surpresa: na frente dos estudantes saíram dezenas de padres, todos paramentados, de mãos dadas, obrigando os soldados apavorados a recuar até que, entrando pela Avenida Rio Branco, aquela singular procissão conduziu os jovens à segurança. Essas duas histórias se contam a propósito do que aconteceu na Praça dos Três Poderes, quando uns poucos frades, vestidos a caráter, primeiro ajoelharam-se em oração e depois saíram em procissão diante do Supremo Tribunal Federal. Só que rezavam do lado errado, contra a mais do que humanitária decisão dos ministros de autorizar a interrupção da gravidez no caso de anencefalia do feto, quer dizer, da comprovação de que o bebê nasceria sem cérebro e morreria em seguida, colocando em risco a vida da mãe.


José Alberto Couto Maciel

aritgos

O processo eletrônico na justiça

40

A eletrônica mudou o mundo e ninguém mais consegue viver sem estar nela conectado. Faz pouco tempo, quando pretendi voltar em um voo de Atenas com minha mulher, tive a insatisfação de saber que, embora estivesse com as passagens compradas, e isso estava confirmado, não poderia embarcar porque o funcionário digitou um número final errado de nossas reservas e elas não estavam no sistema. Eu e minha mulher passamos a ser “dois números errados”. Naquele momento verifiquei que a pessoa, hoje, não é mais ela mesma, mas sim um número ou código devidamente anotado no computador, não interessando, se houver erro da máquina, que você seja você. Atualmente estão transformando os processos na Justiça em processos eletrônicos, ou seja, você envia a petição eletronicamente, ela é contestada da mesma forma, os depoimentos e outras provas são convertidos em peças escaneadas para um arquivo, e o magistrado, apreciando os autos eletrônicos, emite sua sentença, da qual cabe recurso, também eletrônico. O que se vê é que muito pouco vale a figura do advogado ou do juiz, porque o líder do processo atual é o programador. São os formuladores da política de informatização do Judiciário que possibilitam o encaminhamento do processo, quase que substituindo o Código de Processo Civil, o qual tem de se adaptar aos programas por eles instituídos. Assim, a notificação virtual, embora ninguém ensine na Faculdade, é disponibilizada no computador e o prazo corre no outro dia, após esta disponibilização. Nas Varas do Trabalho já totalmente informatizadas, o advogado comparece à audiência, mas entrega sua defesa, eletronicamente, horas antes, e os documentos são vistos pelo computador, procedimento inexistente na legislação processual, quer trabalhista, quer civil.

Se o advogado quer substituir uma petição juntada com algum equívoco, ainda no seu prazo de recurso, não poderá conversar com o Diretor da Secretaria ou com o próprio juiz, mas sim com o computador, que não lhe dará nenhuma resposta. Aquele contato físico do Juiz com o advogado, ou com as partes, está desaparecendo, a oralidade não mais existirá e as próprias defesas e sentenças, conforme a matéria, são coladas de jurisprudência encontrada nos sites, ou doutrina existente no Google, o que termina com as pesquisas doutrinárias e põe um ponto final nas bibliotecas e grandes juristas. Se o servidor do Tribunal, enquanto tudo nele não for virtual, esquecer ou falhar na juntada de uma folha, na qual conste o comprovante de custas, ou de depósito judicial, ou se não juntar algum documento relevante, como se comprovará a existência do erro? Ninguém diz, mas a presunção é a de que o advogado não fiscalizou os autos. Mas como fiscalizar? Os votos nos Tribunais são enviados, com antecedência, para os outros magistrados estudarem a matéria, mas na sessão já estão prontos, devidamente registrados no programa, e daí surge algo de curioso: dificilmente você consegue alterar o voto do relator, mesmo que ele verifique que a tese que o advogado sustentou oralmente, contrária à dele, está correta. É que se torna difícil alterar o voto na sessão, sem que haja um funcionário que ajude ao magistrado deletar, colar, bater novamente, enfim, praticar um esporte que ele nunca estudou na Universidade, que é algo que hoje meu bisneto Ravi faz melhor que eu. Li no jornal que, em recente julgamento, uma desembargadora que atuava como substituta na Turma do Tribunal não teve a possibilidade de votar, desempatando o julgamento, porque seu voto não entrava na máquina do magistrado titular, suspendendo-se então a sessão. Será que o princípio da oralidade, da autoridade do juiz sobre o programa, do direito que tem o advogado de ingressar com uma ação em Juízo sem ter computador ou conhecer seu uso, será que o direito todo, em seu conjunto, não está sendo lesado nesse objetivo maluco de se transformar tudo na vida em processo eletrônico, até o direito? Nessa ânsia de viver cada vez mais rápido e acelerar os processos judiciais, independentemente de um processo que sempre fez parte do “dar a cada um seu direito seguindo as regras tradicionais”, será que não está se acabando com a própria Justiça?


Paulo Castelo Branco

Vizinhança

Artigos

A

42

casa branca se destacava na rua. Ocupava dois lotes da região valorizada. Nela não se ouvia risadas de crianças, latidos ou miados. Seus moradores quase não eram vistos. Discretos e elegantes, passavam quase despercebidos pelos vizinhos. Sabia-se que o homem era diplomata com passagem em embaixadas de vários países. Sobre a mulher, ninguém sabia nada. Cumprimentos formais acompanhados de sorrisos quase imperceptíveis. Diziam que o homem fora muito importante e que possuía vasta cultura e escrevia artigos sobre assuntos internacionais em jornais de grande circulação. Certo dia, fui convidado a conversar com o vizinho. Curioso, aceitei o convite. A esposa me recebeu à porta e foi anunciar a minha presença. Passei os olhos pela sala de imenso pédireito. Móveis coloniais e tapetes orientais mostravam o bom gosto dos moradores. Nas paredes, obras de renomados pintores. Sobre os móveis, esculturas de rara beleza. A senhora voltou e acompanhou-me até o escritório do marido. O embaixador estava sentado numa poltrona de couro por trás da mesa de trabalho. Alegou estar com dificuldades de locomoção e estendeu-me a mão sem se levantar. Notei a sua dificuldade e facilitei a troca de cumprimentos. Em volta da mesa, bengalas, um umidificador e uma lâmpada acesa num abajur sofisticado. Meu anfitrião estava lendo um exemplar em inglês de A Montanha Mágica. – O senhor já leu esta obra? Respondi que a havia lido na juventude e que mantinha um exemplar sempre disponível para oferecer a algum jovem que se interessasse por literatura. O embaixador sorriu e dirigiu-me uma série de perguntas sobre a minha vida. Fui

respondendo as perguntas com a curiosidade de quem também queria saber algo mais sobre o interlocutor. Após a saraivada de questionamentos, pude perguntar ao embaixador sobre a sua vida. Era um mundo de histórias. Em suas funções, o diplomata sempre procurou ocupar postos de sacrifício. Dizia ele que só assim poderia melhor compreender a humanidade. Ficamos horas nessa conversa que parecia ser a primeira de muitas outras. O que eu esperava não se concretizou. O embaixador adoeceu e foi internado em São Paulo, de onde não mais saiu. A casa branca que parecia vazia em seu silêncio, agora, o era realmente. Há poucos dias soube que a família, quase nunca vista, havia vendido o imóvel. A casa ficou durante alguns meses sendo mantida por um caseiro que cortava a grama e mantinha a sensação de que alguém poderia voltar a ocupá-la. Dia desses, ao sair para o trabalho, vi um caminhão com operários estacionar à frente da casa. – Finalmente uma família deverá se mudar para cá e, quem sabe, terão crianças, cães, gatos, pássaros, bicicletas e muita algazarra para alegrar a minha rua, pensei. Fui embora com a certeza de que, quando voltasse, a casa já estaria com outro aspecto: viva, respirando. O que vi deixou-me perplexo. A casa estava sendo demolida. Operários eficientes e sem emoções já haviam retirado a charmosa porta de demolição e as janelas. Outros retiravam telhas, tão rapidamente, que pareciam tornados americanos. Durante a semana, só restou a estrutura da bela residência. Dizem que o novo proprietário fará duas casas modernas no local. Acho que Brasília está mudando fora do seu tempo, ou do meu.


Corpo Deleite Reabilitação Física e Qualidade de Vida Era o que estava faltando! No mesmo mês em que a nossa capital comemorou 52 anos, chega a Brasília a Clínica Corpo Deleite, que conta com estrutura de última geração e técnicas alicerçadas nos mais conceituados avanços científicos, visando à Reabilitação Física e melhor Qualidade de Vida Por Nathália Cardim – Fotos: Ricardo Padue

Capa

N 44

o último dia 11, a fisioterapeuta Marianna Casanova brindou em grande estilo a inauguração de sua Clínica Corpo Deleite, localizada no Edifício de Clínicas, Asa Norte, com a presença de muitos amigos, familiares e personalidades do Distrito Federal. A proposta da Corpo Deleite é totalmente diferenciada. A meta é a busca e a conquista da saúde. “Hoje em dia ter saúde não é somente ausência de doenças, e sim o bem estar físico, emocional e social, como alimentação adequada, descanso proporcionado por um sono com qualidade, ausência de dores, equilíbrio emocional, condições essenciais para uma vida feliz”, explica a fisioterapeuta. Hoje, qualidade de vida possui um amplo conceito, afetado de

modo complexo principalmente pela saúde física do indivíduo, pelo seu estado psicológico, por suas relações sociais, por seu nível de independência, pelas suas relações com as características mais relevantes do seu meio ambiente. Enfatiza a fisioterapeuta e proprietária da Clínica Corpo Deleite, Marianna Casanova, que os profissionais desenvolvem um trabalho qualificado e humanizado, que objetiva o bem estar do paciente, deixando claro que a visão da equipe clínica é baseada na integração do ser humano como um todo, ajudando o paciente a gerir a própria saúde, proporcionando a ele a possibilidade de reabilitação física com o apoio da Fisioterapia, a orientação para a aquisição de hábitos saudáveis de alimentação por meio da Nutrição, atenção para a qualidade de seus relacionamentos interpessoais e resolução de conflitos por meio da Psicologia.


A recepção Corpo Deleite

ATUAÇÃO

Ginásio completamente equipado e adaptado para melhor atendê-lo

res de necessidades especiais. Marianna Casanova, fisioterapeuta especializada em Saúde da Mulher, atua na área da disfunção sexual, que abrange anorgasmia (ausência de orgasmo na relação sexual), dispareunia e vaginismo (desconfortos e dores durante as relações

sexuais). Utilizando-se da fisioterapia uroginecológica, promove um tratamento conservador das disfunções urogenitais, contribuindo para o bem estar físico e social de pacientes em situações de incontinência urinária de esforço, urgência miccional, flacidez perineal, do-

Capa

A Corpo Deleite é uma clínica multidisciplinar, na qual profissionais altamente qualificados e capacitados em Fisioterapia, Nutrição e Psicologia estão aptos a atender, de forma personalizada e diferenciada, todas as demandas e estabelecer conexões de bem estar físico, mental, social e emocional. Embora seja uma clínica multidisciplinar, o paciente pode optar por apenas uma de suas especialidades ou por uma avaliação completa feita por todos os profissionais. A clínica conta com infraestrutura e modernos equipamentos de eletroterapia e foi cuidadosamente projetada para trazer tranquilidade e bem estar aos pacientes e garantir aos profissionais uma condição favorável à aplicação de suas especialidades, contemplando todos os requisitos para seu funcionamento qualitativo, com ambientes climatizados, equipamentos e acessórios de última geração e um espaço completamente adaptado para receber cadeirantes e portado-

45


Capa

Marianna demonstra muita felicidade com a inauguração de sua clínica

46

res pélvicas, prolapsos genitais (a famosa bexiga caída) e cirurgias pélvicas. No acompanhamento pré e pós-parto, a fisioterapeuta Marianna ajuda as mamães a evitarem possíveis desconfortos durante a gravidez, promovendo uma melhor adaptação da mulher às mudanças do seu corpo no período de gestação, orientando-as a se prepararem com exercícios para facilitar o trabalho de parto e também nos cuidados pós-parto. Além disso, acompanha os pacientes em pré e pós-operatórios de cânceres ginecológicos e de mama, de acordo com as situações clínicas apresentadas, evitando assim complicações físico-funcionais no decorrer da evolução do quadro, como as

linfoedemas, por exemplo. Além da área de Saúde da Mulher, a clínica possui tratamentos para DTM – Disfunção Temporomandibular e dor miofacial, enxaqueca, reabilitação ortopédica, Pilates solo, treinamento funcional e reabilitação neurológica executados pelos fisioterapeutas Lívia Studart Comba e Bruno Alves, que atuam em suas respectivas áreas de especialização. A Clínica dispõe de um diferencial de treinamentos personalizados com o uso de videogames, proporcionando uma reabilitação de forma prazerosa e funcional. A nutricionista Larissa Xavier tem como objetivo principal trabalhar com sinais e sintomas dos pacientes para sa-

ber as deficiências nutricionais e suprir as necessidades de cada um. A Corpo Deleite também traz a ideia inovadora do Personal Diet que, no conforto da sua casa, irá lhe ensinar a aderir ao plano alimentar ideal, fazendo o treinamento com os manipuladores dos alimentos. Esse processo, chamado Gastronomia Funcional, ensina a preparar de forma prazerosa uma alimentação saudável e rica em nutrientes, com planejamento de cardápio de acordo com a rotina individual ou familiar. Para pacientes que apresentam compulsões alimentares ou se recuperam de cirurgias bariátricas, a Corpo Deleite coloca à disposição o trabalho conjunto entre nutricionista e psicólogo. O psicólogo Anderson Pacheco promove ao paciente o reencontro de seu equilíbrio emocional, ajudando-o a desenvolver um processo de aprendizagem interna que lhe permita suprir mais facilmente suas lacunas psicológicas. Para gerar transformações eficazes e duradouras, o terapeuta desenvolve um método para cada pessoa com base no histórico individual, tendo também a hipnose como possível ferramenta auxiliar na geração de mudanças, solucionando os mais diversos conflitos, tais como compulsão alimentar, fobias, depressões etc. Para realizar o seu trabalho, o psicólogo baseia-se em alguns pontos fundamentais que possam garantir uma verdadeira relação de ajuda para com os pacientes da Corpo Deleite. Atua ainda no campo da Terapia Breve, em que psicólogo e cliente trabalham com objetivos definidos, sempre visando a auxiliar pessoas a encontrar ou desenvolver recursos para a solução de seus problemas, como medo de dirigir, de avião, depressão, claustrofobia, síndrome do pânico etc. Agende seu horário e conheça a clínica que já é sinônimo de sucesso! Serviço: Corpo Deleite – Reabilitação Física e Qualidade de Vida SMHN, Qd. 02, Bl. A, Salas 1.001 e 1.002 Ed. de Clínicas – Asa Norte (61) 3327-8005 / (61) 3327-8006 www.corpodeleite.com.br


St. Thomas Caribe A

mara amaral

A baía de St. Thomas tem uma reputação como uma das praias mais impressionantes no mundo

48

s Ilhas Virgens norte-americanas (Saint Croix, Saint Thomas e Saint John) ficam no Mar do Caribe, a cerca de 64km a leste de Porto Rico. A principal delas é Saint Thomas, centro mercantil do Caribe. Comparada com as outras, é a mais acessível e também a que apresenta maior número de habitantes. É o porto favorito de muitos cruzeiros de navios. Possui um aeroporto internacional. Sua capital, Charlotte Amalie, foi fundada em 1691, seu nome foi escolhido pelos dinamarqueses para homenagear a rainha da Dinamarca (esposa do Rei Christian V), que, no ano de 1732, enviou os primeiros missionários protestantes para as ilhas. Duty free, night clubs e restaurantes bons não faltam. Até a colonização, St. Thomas era muito usada pelos piratas, que inspiraram muitas histórias narradas nos livros e filmes. Embora tenha sido Cristovão Colombo

A marina da ilha: iates maravilhosos


Castelo do Barba Azul quem visitou primeiro as Ilhas Virgens, embalado pelos ventos soprados de Portugal, foram os dinamarqueses que, chegando por volta de 1672, colocaram sua bandeira em terra firme e fundaram o primeiro estabelecimento. Montanhosa, com grandes baías e alguns terrenos próprios para agricultura, logo prosperou. A Dinamarca, como todos sabem, ficou neutra durante as guerras constantes da Europa, e o porto de St. Thomas era aberto para todos, incluindo navios particulares e navios piratas, que traziam mercadorias. Em 1724, St. Thomas foi declarada um porto livre, e permanece assim até hoje. Navios repletos de escravos chegavam na ilha para trabalhar nas plantações de cana de açúcar, assim que a ilha foi colonizada. As mercadorias transportadas eram vendidas em mercados e nos dias atuais, a rua principal de St. Thomas, voltada para o mar, ilustra a importância do seu comércio. O sonho de consumo dos turistas pode ser totalmente realizado, com os impulsos consumistas controlados. A natureza é exuberante, há mais de 40 praias espetaculares para conhecer: destaca-se a famosa Magens Bay, que está incluída na lista das dez mais lindas praias do planeta.

Mais um show da ilha: pôr-do-sol inesquecivél

Paradise Point – Parque, com diversas atrações incluídas; St. Peter Great House & Botanical Gardens – Localizada bem no cume dos piques vulcânicos de St. Thomas, com vista para “Hull Bay” e “Magens Bay”; mansão circundada por trilhas tropicais, cachoeiras, aviários, jardim botânico, orquídeas; Ecotours – Caiaque, trilhas e prática de snorkel (lagoa de Mangrove, St. Thomas e Parque Nacional de St. John);

mara amaral

O que fazer em Saint Thomas

49


Parque Oceânico de Corais

mara amaral

Mergulhos no St. Thomas Diving Club

50

O Jardim de Borboletas (no Parque Oceânico Coral World) – Tour de 25 minutos com guia; Boss – Scooter, novidade para você observar a vida marinha; Mergulhos no St. Thomas Diving Club, aulas com staff experiente, para diferentes níveis e considerando também faixa etária (segurança, prioridade); Double Header Sportsfishing – Para os amantes da pesca como atividade de relaxamento e diversão (Saphire Beach Marina), staff experiente, número limitado de pessoas; Lanchas (Pirate Bay Boat Charters, Snorkel equipment); Charlote Amalie (downtown) e atrações históricas, como a Igreja construída em 1666; Visitor’s Bureau, informações para o turista; Yatch Haven Grande – St. Thomas, Usvi. Complexo de restaurantes, lojas e hotéis; Galeria Camille Pissarro – O pintor, pai do impressionismo francês, nasceu e foi criado no coração do bairro Char-

A cor cristalina do mar do Caribe lotte Amalie, e sua casa foi transformada em galeria; Shows caribenhos, diversão nunca é demais; St. Thomas Skywatch – observatório (planetas visíveis, Vênus, Júpiter, Marte e Saturno); Observação de pássaros (Birdwatching).

E por nada no mundo perca Parque Oceânico de Corais e Observatório do fundo do mar (uma amostra das espécies do Caribe);

“Mountain Top” – uma das mais belas vistas panorâmicas da ilha; Nadando com os Golfinhos – Um dos programas mais divertidos, na ilha britânica de Tortola. Exigência: passaporte; Drakes’s Seat – vista panorâmica; Tour de um dia para as outras ilhas próximas; Trunk Bay Beach – St. John (prática de snorkel); Magens Bay Beach. Email: maraamaral2002@hotmail.com


) I ( E C N E V O R P pedro gordilho

N O R E B U L O D S A I N A C R NAS CE

52


Por Pedro Gordilho – Fotos: Arquivo

M

Pernes: magnífica fonte junto à muralha

ca. Laure era casada e virtuosa. Petrarca escreve sua canzoniere, o primeiro dos grandes poemas líricos, enquanto viveu em Vaucluse, para onde foi a fim de procurar a paz sob o ruído das águas de sua bela fonte. Ele descreve, em suas cartas, a vida e a natureza provençais. O máximo de desventura aconteceu em 1348, quando Laure morre. Petrarca vive até 1374, falecendo perto de Pádua, na Itália. As ruínas romanas dessa parte da Provença estão marcadamente em Vaison-La-Romaine, mas a cidade possui

igualmente a Cidade Alta, medieval, e o claustro da antiga catedral. A emoção é muito grande quando se atravessa a imensa área de ruína que se estende sobre 15 hectares. É como se penetrasse no passado e na vida cotidiana da antiga Vaison (vazio). Esses vestígios são dos quarteirões periféricos da cidade galo-romana, pois o antigo centro (o Fórum e áreas contíguas) está recoberto pela cidade moderna. Ela representa, concretamente, o êxito da pax romana. Depois da conquista romana, no fim século II

pedro gordilho

arselha, Marselha, Aix, Arles, Les Alpilles, Avignon, Orange e Saint-Remy, já muito amadas, não foram revisitadas. A preferência foi pela região do Luberon, com base na antiga capital do condado venessiane, o belo vilarejo Pernes-les-Fontaines. Seu brasão é indicativo: o fundo azul escuro é a cor outrora dominante na França. O sol dourado ressalta o esplendor da cidade no curso do século passado e a pérola de prata simboliza a fecundidade do terroir. Uma bela divisa contorna o brasão: inter alia lucet dei gratia (entre todas, ela brilha pela graça de Deus). Pernes está no coração do condado venessiane, aos pés do Mont-Ventoux, a dois passos do Luberon. No seu centro histórico estão as 40 fontes públicas, sua igreja romana, sua torre do castelo dos condes de Toulouse, seu Hôtel de Ville do século XVII, suas três portas fortificadas, suas inúmeras capelas, seus palácios, suas muralhas e seus três museus. Sempre buscando a luz do sol, os campos intermináveis cobertos da vinha, e das olives, surge l’Isle-Sur-La-Sorgue. É uma cidade de passeio, ou, como dizem os franceses, de flâneries. Basta uma rápida marcha para compreender porque esta cidade, arrodeada de água, tem o nome de Ilha. Quanto à palavra Sorgue, é uma expressão occitana que designa uma fonte que jorra abundantemente. O braço do rio Sorgue, visível todo o tempo, e as pequenas pontes, dão a esta localidade um aspecto agradável onde se localizam antiquários e brocantes. Depois a Fontaine-de-Vaucluse. O mesmo rio Sorgue oferece o espetáculo grandioso da ressurgência. Depois de um longo percurso subterrâneo, o rio Sorgue ressurge, mostrando uma massa abundante na cor verde esmeralda, produzindo uma festa para os olhos e para os sentimentos. Na mesma cidade está a casa de Petrarca. Foi um poeta imenso e é o primeiro dos grandes humanistas. Nascido na Itália, em 1304, frequentou Avignon, quando cruzou pela primeira vez, em abril de 1327, com Laure de Noves. Paixão fulminante, mas não recípro-

53


pedro gordilho

A deslumbrante Fontaine de Vaucluse

54

a.C., ela passa a integrar a Província, que cobre todo sudoeste da Gália. Cidade federada (e não colônia), conserva uma larga autonomia. Fiéis a Júlio Cesar durante a Guerra dos Gauleses (58 a 51 a.C.), os Voconces se integram ao molde romano. É mencionada como uma das cidades mais prósperas da região narbonnaise, chegando a ter uma população de cerca de dez mil habitantes. A sua grandiosidade ficou certificada quando os arqueólogos constataram que as luxuosas domus romanas eram muito maiores que aquelas de Pompeia, o que confirma sua prosperidade. Os grandes vinhedos dessa região, com a OC autorizada, estão nas imediações. Além do sempre celebrado Châteauneuf-­ du-Pape, conhecido de todos, lá estão os dois magníficos produtos da vinha local, Vacqueyras e Gigondas (pronuncia-se o s), o primeiro um grande cru das margens do Rodano que tira o seu nome de uma cidadezinha com seu charme tipicamente provençal, notando-se o curioso campanário da Igreja e as muralhas. Gigondas merece também uma breve visita, pelo charme de suas estreitas ruelas. Tendo pertencido ao principado de Orange, a cidade medieval de Gigondas era solidamente fortificada, por sofrer incursões sarracenas. Uma parte das muralhas está ainda visível, mostrando apenas ruínas do castelo feudal. Ao leste está Apt, cidade de 11.229 habitantes, antigamente uma próspera colônia romana estabelecida sobre a estrada Do- Pernes: uma das 40 fontes


SONETO DE PETRARCA (Tradução de Almansur Haddad) Doce ira, doce mal, doce brandura, Doce afã, doce peso que hei sentido, Doce falar tão docemente ouvido E que é doce de luz ou de aura pura. Alma, sofre calada o que tortura, Mitiga o doce afã que te há ofendido Com o doce louvor que hás recebido Por esta que é minha única ventura. Dia virá que suspirando diga Alguém cheio de inveja: Assás sofrera Este por belo amor e seu enredo. Outros: Ó sorte dura e tão imiga! Por que esta doce dama não nascera Pouco mais tarde ou eu pouco mais cedo?

miciana no começo de nossa era. Foi tornada capital da fruta em conserva e do ocre (a cidade conserva uma única usina ainda em funcionamento). É uma cidade atraente, que nos reserva outras surpresas, o charme apaixonante de suas ruelas ou a animação de seu grande mercado. Na catedral de Sant’Ana, construída entre os séculos XI e XII, estão presentes os estilos românico e gótico. Daí, diferentemente de muitas catedrais do interior da França, na parte que contempla o estilo românico, os arcos são ovais e não góticos. Os vitrais não têm a grandiosidade das catedrais góticas, os mestres de obra ainda não detinham a técnica das construções dos grandes vitrais com capacidade para sustentar o peso dos telhados. Como em todas as igrejas e catedrais francesas e muitas regiões da Europa central católica, o português Santo Antonio é altamente louvado. Manosque. Um passeio atento permite penetrar nos segredos das estreitas ruas provençais, como suas casas altas.

É a cidade do notável escritor Jean Giono (1895-1970). Boa parte de sua obra tem por quadro Manosque e sua região. Uma lenda cerca a cidade e merece ser lembrada. Em 1516, François 1er., voltando de guerras na Itália, para em Manosque. Como exigia o costume da época, as chaves lhe são entregues sobre uma almofada de veludo, apresentada pela belíssima filha do Cônsul da cidade. Eis que o Rei fica absolutamente dominado pela bela jovem e, nessa mesma noite, pede que ela lhe seja trazida. Horrorizada, por ser uma moça virtuosa, a jovem se desfigura com vapores de enxofre. Informado desse gesto, o rei denomina a cidade de “Manosque, a Pudica”. A jovem preferiu se desfigurar do que ceder aos avanços do rei. Ménerbes é um vilarejo perché (no poleiro). Sua padroeira é Minerva, a Deusa da sabedoria e das artes. Muitos escritores e celebridades passaram por lá. Camus estava sempre por lá, Picasso viveu

pedro gordilho

Pernes: Le chat

55


pedro gordilho

lá em 1945. É uma das mais belas cidadezinhas da região do Louberon. Lá também esteve o provençal por adoção mais conhecido, o britânico Peter Mayle. Responsável pelo grande interesse dos turistas japoneses e americanos, depois que leram Um Ano na Provença. Depois, Peter Mayle partiu, mas os turistas continuaram. Descendo até a parte baixa do village estão o jardim e a casa de Dora Maar. Picasso permaneceu aí nos anos 40 com sua bela musa. Também Lacoste, um agradável village dispondo de um imponente castelo que pertenceu à família do Marquês de Sade. Muitas vezes prisioneiro, condenado à morte por contumácia, o divino Marquês veio se refugiar, em 1774, em Lacoste. O atual proprietário é o costureiro Pierre Cardin, que busca restaurá-lo. É assim essa região da Provença. Em seu grande universo, a região provençal é a região que mais atiça a imaginação. Sua boa mesa, seus vinhos, sua bela paisagem resplandecente e a luz que brilha mais do que nas outras regiões da França inspiraram artistas e escritores de renome, como Van Gogh, Pablo Picasso, Pagnol, Scott Fitzgerald. Possivelmente muitos de seus trabalhos não teriam sido concebidos se não fosse a luz que brilha na Provença. À direita a casa de Petrarca

56


Más companhias Com a chegada da adolescência, eles escolhem os amigos. Alguns não agradam aos pais, que veem neles o rosto do perigo

adolescência

Por Consuêlo Badra – Foto: João Telles Sá

58

U

m final de tarde chega em casa mais cedo e descobre que as suas suspeitas estavam certas. Não conhece nenhum dos amigos que o seu filho convidou para ver o último filme que lhe ofereceram e, pior, eles não parecem minimamente interessados em trocar mais do que duas palavras consigo. Ao vê-los esticados pelos sofás, ignorando as suas perguntas, percebe onde o seu filho foi buscar a inspiração para as novas indumentárias, e, inspecionando o ar, parece cheirar restos de cigarro. De repente, o medo ataca suas convicções: serão aqueles rapazes com cara de criança, mas tamanho de adulto, uma ameaça?

Com a chegada da adolescência, não surgem apenas as primeiras discussões com os pais, aparecem também os primeiros amigos que não se conhecem, alheios ao círculo habitual de primos e vizinhos, e tão incontroláveis como as voltas que o seu filho pode dar na cidade com o carro dos pais, roubado. É certo que para os pais será mais tranquilo se os jovens escolhessem as amizades como eles próprios fariam. Mas neste período da vida os modelos de identificação deixam de ser os progenitores para passarem a ser os pares, num percurso de separação das figuras parentais que os especialistas consideram essencial para a construção da identidade.


se o seu grupo normal não o aceita ou até o rejeita, devido à aparência física ou às notas, isso é motivo para que sinta necessidade de se juntar a outro, onde a sua entrada seja mais fácil. Os motivos da natureza psicológica e familiar também são relevantes no que toca à atração pelo risco. O que se nota é que a maioria dos jovens que optaram por esse tipo de comportamento não desenvolveram competências sociais, como a assertividade ou a capacidade de dizer não. Uma coisa é o que o adolescente sabe ser o correto, e outra é aquilo que faz para ser aceito pelos seus pares. Quanto aos fatores familiares, podem ser a manifestação do conflito de gerações, ou seja, os jovens podem encontrar nos amigos e no risco uma forma de demonstrarem a sua raiva por não serem ouvidos, compreendidos e aceitos na sua necessidade de autonomia. Ou uma manifestação de problemas camuflados, normalmente entre os pais. Haverá uma forma de não chegar ao ponto crítico? Os especialistas dizem que sim. Mas aí também cabe aos pais o papel principal. Se existir um ambiente de

confiança e honestidade, a probabilidade desse tipo de situações ocorrer é bem menor. O maior drama é o jovem saber que, caso tenha uma dúvida ou queira partilhar uma dificuldade, não pode contar com a disponibilidade dos pais para o escutar, ou, pior, ser alvo de um juízo de valor automático. Confiança não quer dizer, no entanto, falta de limites. Até porque a ausência destes não permite respeitar o outro como pessoa e dificulta o crescimento. A medida certa é a tolerância firme. Isto é, facultar ao jovem a liberdade que ele demonstrou merecer pelo respeito às regras anteriormente instituídas. Não é positivo andar sempre mudando as regras ou acabar com elas só para não confrontar o jovem, sobretudo quanto à questão dos horários. A partir do momento em que os pais definem que o filho deve chegar às tantas horas, estão assumindo ali um compromisso. Se ele não for respeitado, essa situação deve dar lugar a uma conversa séria em que é explicado ao adolescente que lhe foi depositada uma dose de confiança que acabou traída. Quando os adolescentes sentem que alguém confia neles, sentem-se com a responsabilidade de corresponder a essa expectativa. A adolescência começa na infância. As coisas vêm de trás e têm a ver com os alicerces que fomos conseguindo criar na criança e com os laços que vamos estabelecendo entre os elementos da família.

adolescência

Mesmo que não goste das novas companhias do seu filho, elas acabarão por ocupar o lugar outrora reservado ao pai e à mãe, pois agrupam jovens de idades semelhantes, com interesses e necessidades idênticas. Na verdade, há uma espécie de atração recíproca. Em um livro que andei lendo, Compreender os Adolescentes – Um desafio para pais e educadores, escrito por Helena Fonseca, ela explica que no grupo de pares o adolescente como que dilui a sua identidade, ganha segurança à custa de ter comportamentos semelhantes aos outros. Ao ser integrado pelo grupo, reforça também a sua autoestima e ensaia diferentes maneiras de ser adulto até descobrir a sua própria maneira, aquela com que se sente mais confortável. E ao contrário do que habitualmente se pensa, o adolescente não vai escolher um grupo que o force a fazer o que não se sinta inclinado a fazer. Mais importante do que as más companhias são os maus caminhos nascidos dos comportamentos de risco. Até porque o perigo raramente tem a cara que os mais velhos estão à espera. Julgar a aparência, por exemplo, não é o mais acertado, pois os adolescentes querem sentir-se diferentes. Se a procura do risco é comum a todos os adolescentes, por que só alguns se deixam levar por ele, acabando unidos em grupos perigosos? Os fatores são os mais diversificados, como: o adolescente precisa se sentir integrado num grupo, mas

“Não é positivo andar sempre mudando as regras ou acabar com elas só para não confrontar o jovem”

59


a t e u q r i t E amo o d fe a g e é hoje u q e o d e s o m t o n b e é m e a O qu elacion r Por Consuêlo Badra – Foto: João Telles Sá nos

T

elefonar ou não telefonar para ele depois do primeiro encontro? Sair ou não sair com o ex da sua amiga? Deixar ou não deixar uma lingerie no apartamento dele? Dormir ou não dormir juntos na casa dos sogros? As autoras do best-seller norte-americano Rules (Regras), Ellen Fein e Sherrie Schneider, passam a limpo as grandes dúvidas que rondam os relacionamentos e mostram a maneira mais moderna de lidar com os homens.

CERTO X ERRADO

Estou morrendo de vontade de deixar uma escova de dentes e uma ou outra lingerie na casa do meu namorado.

60

Espere ser “convidada” a deixar suas coisas no apartamento dele. Do contrário, ele vai se sentir invadido. É mais prudente carregar um nécessaire do que sufocar o homem. Na verdade, você deveria dormir lá no máximo duas noites por semana. Portanto, para que precisa deixar a lingerie na gaveta do armário?


presa para encontrar um namorado. Abro o jogo ou continuo mentindo?

Recentemente saí com um homem maravilhoso. Minha melhor amiga diz que devo esperar três dias antes de procurá-lo. Minha mãe me aconselhou a ficar quieta no meu canto e minha irmã acha que tenho de falar com ele hoje mesmo – segundo ela, estamos nos anos 2000 e não faz sentido uma mulher ter medo de tomar a iniciativa. Quem está certa?

Diga que foram apresentados e ponto final. O que, na verdade, não é mentira. Um profissional aproximou os dois, não é mesmo? Não fique dando muita explicação. Evite até mesmo colocar “uma prima” no meio de vocês – além de correr o risco de ser desmentida, não há necessidade de informações adicionais. Lembre-se: não há nenhum motivo para você se sentir constrangida com a maneira como se conheceram. Isso não é da conta de ninguém. Está certo ser honesta, mas nada impede que seja um pouco misteriosa.

Sua mãe. É verdade que estamos nos anos 2000, o que quer dizer que você pode fazer um monte de coisas – como dirigir uma empresa e jogar futebol –, mas infelizmente telefonar para um homem não é uma delas. Ou seja, não é porque estamos no ano 2000 que você pode tudo. Falando assim, pode parecer caretice, mas não é. Resumindo, é muito mais elegante ser discreta. Além disso, a grande oportunidade que você tem de saber se um homem também achou fantástico o primeiro encontro é esperar que ele a procure!

Deixe claro que você tem outro programa. Definitivamente não é uma boa ideia incentivá-lo a cultivar esse hábito. Ele vai achar que basta comprar um par de ingressos para fazê-la desistir dos seus planos. Pode ser que na primeira vez o homem fique aborrecido, mas vai aprender a respeitá-la. Além disso, vai perceber que você dá valor às suas amizades.

Sempre que estamos num restaurante, ele faz e recebe pelo celular uma série de telefonemas de trabalho. Acho que ele deveria sair da mesa para fazer e atender as ligações. Estou certa em pensar assim? Você está certíssima. Se ele não estiver esperando nenhuma ligação importante,

Proponha uma troca de fotos. Você vai descobrir logo se as suas medidas importam ou não a ele. Mas não se desespere. Afinal, muitos homens também valorizam outros atributos físicos numa mulher – como o cabelo, os olhos e o rosto. Mesmo assim, aprenda a lição e, no futuro, não minta mais. Agora, se o seu corpo está incomodando tanto você, que tal fazer uma dieta? o ideal é deixar o telefone na caixa postal. Mas a questão a ser discutida é por que ele faz e recebe telefonemas nesses momentos. Tudo indica que seu namorado não valoriza o tempo que passam juntos. Talvez vocês andem se encontrando mais do que deveriam (uma ou duas vezes por semana). O melhor que você tem a fazer é sugerir que os jantares a dois fiquem para mais tarde – depois que ele tiver resolvido todos os problemas profissionais.

Quando minhas amigas perguntam como conheci o homem com quem estou saindo, digo que fomos apresentados por uma prima. A verdade é que eu o conheci por meio de uma agência de casamento. Detesto mentir, mas não suporto a ideia de que os outros saibam que procurei uma em-

Um dos meus paqueras morre de curiosidade de saber o que faço quando não estamos juntos. Acho que isso não é da conta dele. Existe uma maneira delicada de fazer com que entenda isso? Quando ele fizer uma pergunta desse tipo, responda com meias palavras. Isso não é mesmo da conta dele. Então, diga mais ou menos assim: “Faço o que todo mundo faz. Nada de especial. Saio com os amigos, vou ao cinema...”

Minha melhor amiga rompeu um namoro de três anos. Dois dias depois, seu namorado telefonou me convidando para sair. Estou dividida – ele é um homem interessante, mas a amizade dela significa muito para mim. O que faço?

CERTO X ERRADO

Nos últimos tempos, meu namorado começou a me convidar em cima da hora para ir ao cinema ou assistir a um show. Na maioria das vezes em que isso aconteceu, eu tinha combinado de sair com uma amiga. o que devo fazer? Desculpar-me com ela ou avisá-lo de que tenho compromisso?

Pela primeira vez vou me encontrar “ao vivo” com minha paquera da internet. O problema é que menti sobre meu peso. Tenho sete quilos a mais do que disse. Devo contar a verdade?

61


Na próxima vez que ele telefonar, diga que gostaria muito de vê-lo, mas infelizmente estará muito ocupada nas próximas semanas. Faça essa gentileza à sua amiga – e para ter certeza de que ele não está usando você para se reaproximar dela. Mantenha distância por pelo menos um mês. Se o homem estiver mesmo interessado em você, não vai se importar de esperar um pouco.

Devo seguir meu ritual de tratamento de pele mesmo quando durmo no apartamento do meu namorado? Sei que isso não é a coisa mais sexy do mundo, mas detesto acordar com a pele ruim porque dormi maquiada. Você está certa. Mas tranque a porta do banheiro quando for usar seus cremes. Ele não precisa tomar conhecimento da rotina. Nada a obriga a ser sexy o tempo todo – quando um homem está apaixonado, a mulher continua bonita mesmo sem maquiagem. Mas nada de deixar os cremes no armário dele, é invasivo demais. Até o dia em que ele sugerir que você deixe algumas de suas coisas na casa dele, leve tudo o que é seu.

ela. Mas se a relação dos dois não envolve exclusividade, não faça nenhum comentário. Mais: encoraje-a a ter um paquera, a se encontrar com o namorado uma vez por semana e a se mostrar menos disponível – porque essa é a maneira de atrair os homens.

Nas ocasiões especiais, meu namorado sempre me leva a restaurantes da moda e muito caros. Acho uma atitude romântica, mas fico magoada porque ele nunca me dá um presente. O que devo fazer? Fique atenta. Quando um homem opta por não dar presentes, pode significar que não está apaixonado. Os apaixonados compram presentes românticos, em geral joias ou mesmo flores. Muitos levam mulheres a restaurantes caros ou pagam estadias em hotéis cinco estrelas para seu próprio prazer e não porque gostam mesmo da namorada.

Vou almoçar na casa dos pais do meu namorado e não tenho ideia de que presente levar. O que poderia comprar e quanto devo gastar?

Eu e meu namorado moramos juntos há um ano e meio. Isso não é novidade para os pais dele, mas toda vez que vamos visitá-los ganhamos quartos separados. Existe uma maneira de convencê-los a nos deixar dormir juntos?

Uma caixa de chocolate, uma sobremesa ou uma garrafa de vinho são ótimas ideias. Mas fique atenta: seja qual for o presente, não gaste muito.

temos de seguir as regras delas – e abrir mão das nossas.

Existem. No geral, sua saia sobe até o alto da coxa quando você se senta e seus decotes vão até a cintura? Então, é possível, sim, que outros achem você um pouco vulgar. Portanto, quando sair com um homem pela primeira vez, evite minissaias de couro e meia arrastão – mas também não precisa exagerar e ir de tailleur. Você pode ser sexy mesmo sem estar vestida para matar. Se precisar de ajuda para comprar seu novo guarda-­ roupa, compre muita revista de moda, preste atenção ao estilo daquela amiga chique... troque ideias com o espelho.

Quero usar roupas que realcem minhas curvas, mas desconfio de que algumas pessoas me acham vulgar. Não. Quando nos hospedamos na casa Existem regras para usar de outras pessoas, diz a boa educação que uma roupa sexy?

Minha melhor amiga está sendo traída pelo namorado. mas ela gosta demais do sujeito e acredita que ele é o mais fiel dos homens. Conto a verdade? Primeiro confirme se ele é mesmo infiel. Pergunte à sua amiga se algum dia ele disse que ela é a única mulher da vida dele ou se isso é mera dedução dela. Se ele realmente for um cínico, conte para


Rejuvenescimento sem plástica e resultado natural

T

cleire paniago

odos gostariam de voltar no tempo e ter de novo a pele e a aparência jovens. O passar dos anos traz rugas e marcas de expressão. Alguns hábitos, como exposição excessiva ao sol e cigarro, acentuam manchas, rugas, flacidez, marcas de expressão. O resultado é aparência cansada, muitas vezes precocemente envelhecida. Felizmente o avanço das técnicas e equipamentos em dermatologia estética tem trazido soluções “mágicas” a esses problemas. Claudia Cavalcante, hoje com 56 anos, se prontificou a expor sua imagem do antes e depois do tratamento. Mulher decidida, independente, vaidosa e antenada às novidades, sentiu que outras pessoas como ela poderiam também se beneficiar dos tratamentos. A naturalidade e a recuperação da fisionomia que tinha quando jovem lhe trouxeram segurança e aumento da autoestima. Desde 2006 sendo acompanhada pela Dra. Cleire Paniago, já passou por diversos tipos de tratamentos. Luz intensa pulsada, peeling de cristal, toxina botulínica, sessões de laser. Claudia se diz muito feliz por estar hoje mais parecida à jovem mulher de 35, sem alterações da fisionomia. A perda de volume facial é uma das principais causas da flacidez e aparecimento dos sinais de envelhecimento. O lifting líquido repõe o volume perdido. Aplicado criteriosamente, apaga as rugas dos lábios, sulcos, olheiras, além de melhorar o contorno da face.

64

A

Pós-graduada pela Universidade de Nova York, especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica, membro da American Academy of Dermatology e da Academia de Medicina de Brasília

B

C

As fotos são da mesma mulher. (A) Aos 35anos; (B) Aos 54 anos, antes do tratamento; (C) Aos 56 anos, após a plástica sem cortes Serviço: Clínica de Dermatologia – Cleire Paniago Centro Médico de Brasília W3 Sul – Quadra 716, Bloco C, Térreo – Asa Sul Tel.: (61) 3245-3310 E-mail: cleirepaniago@yahoo.com.br


comportamento 66

Dupla de sucesso: enquanto Gabriel batuca, a babá Raquel mostra os seus dotes com o baixo


Por Karina Jordão – Fotos: Ricardo Padue

H

á quem acredite que as coisas proibidas são melhores, e as crianças também concordam. Quem nunca disse ao seu filho: “Não brinque assim, você vai se machucar”, “Não coma isso, vai te fazer mal”, e no final das contas ele acabou fazendo tudo ao contrário? As crianças são assim, gostam de ter liberdade para conhecer o universo da maneira delas, seja pelo tato, olfato ou paladar. Por isso, ao contratarem uma babá, as mães precisam ter muito cuidado e paciência pra não se decepcionarem futuramente, afinal, o seu filho merece toda atenção e cuidado necessário. Experiência já não é mais o quesito básico para encontrar a babá perfeita. Hoje em dia as mães querem mais do que isso, querem uma babá que goste de criança, que cuide dela com prazer e não por obrigação. Mas, diante da dificuldade para encontrar uma babá com o perfil que as mães desejam, muitas tiveram que mudar alguns critérios. No início, a mãe de Gabriel, 2 anos e 8 meses, Gabriela Soriano, 29, procurava uma babá com ex-

periência, que dormisse na sua casa de segunda a sexta-feira, e principalmente que gostasse de criança e fosse de confiança. Mas hoje em dia seus critérios mudaram. “Não exijo mais a experiência, caberia a minha empatia na hora da entrevista. Diminuí também a quantidade de dormidas para duas vezes por semana, porém continuei exigindo o gosto por criança, pois para ser babá tem que ter isso intrínseco na personalidade”, lista. Mas para não errar na hora da seleção, e futuramente ter que procurar por outra babá, Gabriela tomou todos os devidos cuidados para não pecar pelo excesso de exigências na escolha. Além da documentação obrigatória, nos primeiros dias de trabalho da babá, Gabriela acompanhou tudo de perto, sempre ensinando tudo do seu jeito. “É óbvio que esse acompanhamento é contínuo, mas depois que se adquire a confiança, ficamos mais tranquilas em deixá-los sozinhos com as babás”, diz. E ainda destaca: “Na nossa cabeça de mãe, não existe ninguém melhor que nós mesmas para cuidar dos nossos pequenos. Não existe babá 100% perfeita. Nós também não somos perfeitas como mães”.

comportamento

Como escolher a babá ideal para cuidar do seu filho quando ele não estiver sob os seus cuidados

67


comportamento

“Alô, quer falar com o Bryan?”. Enquanto Bryan se diverte com Cilene, a mãe os admira.

68

Há oito meses, a jornalista contratou Raquel, que, embora inexperiente na profissão, preencheu todos os outros critérios exigidos. “Ela é paciente, cuidadosa, brinca e tem carinho pelo meu filho e pela minha família. Aos fins de semana e feriados, o Gabriel sente a falta dela e pergunta por ela. Ela se preocupou em conquistá-lo e conhecê-lo desde o primeiro dia de trabalho”, garante. A empatia entre a babá, a criança e a família é o parâmetro fundamental para um bom relacionamento. “A Raquel faz parte da nossa família. Nós também temos uma relação boa com ela, de carinho, confiança e respeito”, afirma. Pela casa da administradora de imóveis Marta Ivanete de Souza Silva, 35 anos, já passaram três babás, mas somente a última atendeu a todos os seus critérios. “Já tive duas babás, uma era conhecida minha e do meu marido, mas não deu certo porque ela falou que o Bryan, quando bebê, era muito gordinho e estava causando dor na coluna dela, e ela se mudou para o Valparaízo de Goiás. E também tive outra que é indiretamente irmã do meu marido, mas

resolveu voltar para o estado natal dela, Minas Gerais”, lembra. Mas há onze meses Francilene Martins Ribeiro, 36 anos, cuida do pequeno Bryan, de dois anos. “O relacionamento deles é maravilhoso, eles se dão muito bem graças a Deus, e o Bryan adora a titia, sente saudades dela nos finais de semana e está sempre perguntando por ela”, diz. Em média, leva um mês para se conseguir uma nova babá. Para isso, Marta teve a opção de procurar por empresas que ofereciam mão de obra especializada de acordo com o perfil da família, mas, não satisfeita, preferiu apostar nas indicações de conhecidos. “Por se tratar da indicação de uma pessoa de confiança, que goste de criança e tenha paciência, tudo ficou mais simples na hora de selecionar a babá para cuidar do meu filho”, diz. Mas mesmo assim a administradora foi criteriosa nas entrevistas. Tinha preferências por babás que já haviam sido mães, pois assim já saberiam cuidar e entender as necessidades de uma criança. Marta conta que no caso dela não era necessário a babá ter curso, pois Cilene, como todos a chamam, também é mãe. “Acho necessário o curso

para as babás que estão começando agora e também não têm filhos. Assim elas adquirem uma noção de como é cuidar de um bebê”, ressalta.

Curso de Babá Cuidar de criança não é tarefa fácil, pelo contrário, é bastante complicado. Não basta gostar delas, é preciso ter técnica, empenho, paciência, criatividade e dedicação para conhecer os seus desejos. Crianças se entediam muito fácil e são difíceis de lidar, por isso é sempre bom aprender brincadeiras novas e outras atividades lúdicas, como contar história e conduzir cantigas de rodas. No curso, as futuras babás aprendem o que há de mais básico, como trocar fraldas e a dar banho, também há aulas sobre higiene pessoal, prevenção de acidentes e primeiros socorros. Faz parte do dever de casa da babá estabelecer limites para a criança, mas sem bater ou gritar e impor autoridade pelo diálogo. É necessário sempre esclarecer para criança o que ela fez de errado, por que ela se comportou mal, conduzindo-a sempre para o caminho certo.


casal

Sex 72

Fim ao


aos mitos

Da Redação – Foto: Divulgação

E

les podem falar de carros e futebol, e nós de filhos ou de moda; podem nos propor soluções milagrosas para os nossos dilemas, quando queríamos apenas que nos ouvissem. Mas, para Terri Conley, professora doutora de Psicologia na Universidade de Michigan e pesquisadora na área do estigma social e sexualidade, “homens e mulheres são mais semelhantes do que diferentes”. Coordenadora do artigo Women, men and the bedroom, que reviu vários estudos científicos sobre os papéis sociais de ambos os gêneros e a sua relação com a sexualidade, ela espera “ajudar a dissipar mitos comuns e a tornar as pessoas mais conscientes dos fatores sociais relacionados ao sexo (mais que razões supostamente baseadas na biologia)”. Conheça a verdade por trás de cada estereótipo, segundo a autora.

1

Eles valorizam a aparência em vez do estatuto social

“A noção de que os homens querem uma parceira sexy enquanto elas querem um com alto estatuto baseia-se na análise dos parceiros ideais de jovens adultos”, lê-se no artigo. A equipe de Conley reviu um estudo que, para passar o foco de análise para o “real”, se baseou nas percepções dos participantes em relação a pessoas que tinham conhecido em encontros de speed dating. “A atração física e o estatuto são igualmente importantes para homens e mulheres. Quando confiamos nas percepções no que se refere a parceiros ideais, focamo-nos em preconceitos das pessoas sobre os gêneros”, diz Conley. DICA: “Esse preconceito pode dissuadir homens e mulheres de desenvolverem relações adequadas porque suspeitam do outro gênero”.

2

Elas sentem menos desejo e têm menos parceiros sexuais

Nos estudos sobre o número de parceiros sexuais de homens e mulheres, “os participantes muitas vezes comportam-se de formas que acreditam ‘parecer bem’ para as outras pessoas”, comenta Conley e sua equipe. Para eliminar esse efeito, os autores de um estudo de 2003 submeteram os participantes a um (falso) polígrafo quando os questionavam sobre a sua história sexual, o que os fez acreditar que as mentiras seriam detectadas. Como resultado, as diferenças típicas entre eles e elas desapareceram. DICA: “É comum que as mulheres possam sentir menos desejo porque o encaram como socialmente inaceitável. Talvez o

casal

exo

Psicóloga norte-americana analisa o que distingue homens e mulheres na intimidade

73


sentissem mais focando-se em modelos sociais que são sexualmente assertivos”.

3

Eles pensam mais em sexo

5

Eles gostam mais de sexo casual

Essa ideia é contrariada por um estudo de 2011. Durante uma semana, estudantes universitários usaram uma calculadora para registrar o número de vezes que pensavam em sexo, em comida e em dormir. “Os homens pensaram ligeiramente mais em sexo, mas também pensaram significativamente mais em comer e dormir”. Segundo Conley, “em um nível menos consciente, elas possivelmente pensam menos nas suas necessidades pessoais porque foram socializadas para serem mais altruístas e cuidarem dos outros. Mas também pode haver vergonha consciente porque reconhecem que é menos socialmente aceito que expressem os seus desejos”. DICA: “Para estar mais à vontade com suas necessidades e desejos físicos, as mulheres devem ter uma mente mais aberta e aprender a se comunicar melhor com o seu corpo”.

Num estudo de 1989, 70% dos homens e zero por cento das mulheres aceitaram propostas de sexo casual. Em questionários sobre propostas hipotéticas desse tipo, Conley constatou que as diferenças entre gêneros desapareciam para proponentes famosos muito atraentes e pouco atraentes, bem como para amigos próximos considerados “grandes amantes” que trariam “experiências sexuais positivas”. Ao analisar vários estudos, concluiu que “as mulheres aceitavam menos propostas porque consideravam que os proponentes masculinos tinham capacidades sexuais relativamente baixas” e que “as diferenças eram mínimas quando elas sentiam que podiam evitar ser estigmatizadas pelo envolvimento”. DICA: “É menos provável que as mulheres tenham sexo casual porque consideram existir poucas hipóteses de obter prazer sexual, mas muitas obtêm. Esse tipo de encontro não tem que ser psicologicamente perturbador, como muitas vezes se faz parecer”.

4

6

Em 2009, ao examinar as respostas de cerca de 13 mil estudantes universitários a uma pesquisa nacional e entrevistar meninas sobre as suas experiências sexuais, pesquisadores dos Estados Unidos apuraram que “apenas 32% das mulheres tinha orgasmo com a mesma frequência que os homens nas primeiras relações, 49% em relações repetidas com o mesmo parceiro e 79% em relações estáveis”. As conclusões mostram que “os homens são mais generosos a dar atenção sexual não coital (preliminares) às parceiras em relações com compromisso” e que “elas desenvolveram mais estimulação do clitóris em encontros sexuais de relações estáveis”. DICA: “O clitóris é a fonte primordial de prazer feminino. Dizer o que se quer, guiar as mãos ou corpo do parceiro ou assimilar o que ‘sabe bem’ é normalmente bem recebido e pode fazer a diferença”.

Essa ideia baseia-se na “dinâmica de gêneros tradicional da nossa cultura”, em que, por norma, são eles que se aproximam delas, argumenta Conley. Para testar essa tese, um estudo de 2009 analisou os comportamentos dos dois gêneros em encontros de speed dating em que ambos tomavam a iniciativa. “Quando elas se aproximavam deles, comportavam-se mais como homens (sendo menos seletivas) e eles mais como mulheres (tornando-se mais seletivos)”, nota o artigo. Assim, “as mulheres são mais seletivas, mas apenas porque são abordadas mais vezes”. DICA: “O processo de aproximação é psicologicamente estimulante, tornando quem abordamos mais atraente. Se as mulheres estão sempre sendo abordadas, podem sentir que têm opções ilimitadas e ficar à espera da aproximação seguinte. Ao perceberem como é difícil ter a iniciativa, podem desenvolver mais empatia pelos homens”.

Elas atingem o orgasmo com menos frequência

Elas são mais seletivas ao escolher parceiros sexuais


O tratamento a laser do Glaucoma

cbv

H

76

á 30 anos, falar sobre o tratamento do glaucoma se resumia apenas em um medicamento com difícil aceitação pelos pacientes devido aos fortes efeitos colaterais. Havia também um procedimento cirúrgico que trazia limitações ao paciente e que só era utilizado em casos avançados, devido ao alto risco de complicações e à imprevisibilidade de resultados. Talvez por esse motivo muitas pessoas acreditam que o glaucoma conduza inevitavelmente à perda irreversível da visão e que “não há tratamento seguro para a doença”. Graças aos avanços da oftalmologia, nos últimos anos isso tem mudado. Atualmente, podemos contar com cinco grupos de medicamentos que podem ser combinados em associações (com dois tipos de drogas no mesmo frasco) e utilizados em poucas doses diárias, o que traz um conforto muito maior aos pacientes. Dispomos também de modernos procedimentos cirúrgicos, como implantes de drenagem e de fluxo, de cirurgias não penetrantes (menos invasivas), além da utilização cada vez mais precoce do tratamento a laser devido à previsibilidade e aos bons resultados encontrados a longo prazo. Podemos dividir o Glaucoma em dois grupos principais: o Glaucoma de ângulo aberto, que causa 80% dos casos, e o Glaucoma de ângulo estreito, que é responsável por 15% dos casos no Brasil. Os portadores de ângulo estreito (situação em que o tecido responsável pela drenagem do líquido do olho, chamado malha trabecular, é estreitado devido à sobreposição da íris), além da cirurgia, podem se beneficiar da iridotomia a laser, procedimento que cria uma via para facilitar a circulação de líquido dentro do olho, impedindo o aumento agudo da pressão intraocular. É um procedimento rápido e bastante seguro e que quando bem indicado pode realmente levar à cura do paciente. Já os portadores de glaucoma de ângulo aberto têm, atualmente, à disposição, lasers mais eficientes para a realização da trabeculoplastia a laser. Esse é um procedimento que aumenta a drenagem de líquido do olho por aumentar os orifícios do trabeculado (fazendo com que mais líquido possa sair do olho e, com isso, reduzindo sua pressão). Sem a modificação dos medicamentos em uso, conseguimos reduzir a pressão intraocular em até 30%, e em 50% dos casos, esse benefício pode durar mais que cinco anos. Algumas vezes, é até possível suspender o uso de medicações em alguns pacientes. Aliando os benefícios de uma cirurgia à efetividade do laser, temos a endociclofotocoagulação a laser, que é um procedimento cirúrgico indicado aos pacientes que necessitam de uma cirurgia para controlar sua pressão intraocular e, consequentemente, o glaucoma. Esse laser atua na região do olho que produz o líquido intraocular (humor aquoso), diminuin-

do sua produção e, consequentemente, diminuindo a pressão. Esse procedimento é realizado nos Estados Unidos há mais de 15 anos e, recentemente, foi aprovado pela Anvisa, pois proporciona bons resultados no controle do glaucoma a longo prazo, sem as inconvenientes complicações relacionadas aos implantes e às cirurgias de drenagem, cirurgias mais difundidas para o tratamento da doença. Devido a essas inovações no tratamento do glaucoma, podemos, com segurança, afirmar que se for diagnosticado precocemente, o acompanhamento for feito de acordo com os critérios corretos e relacionados ao estágio de comprometimento ocular e se forem utilizados os tratamentos disponíveis na medida em que surjam alterações clínicas, o risco de perda visual se torna cada vez mais distante e o paciente poderá usufruir de boa qualidade de vida ao longo dela toda.

Dr. Cassiano Rodrigues Isaac CRM/DF 12680 - Especialista em Oftalmologia e Dr. Marcos Antônio Ferraz Rego CRM/DF 10445 Especialista em Glaucoma e Cirurgia de Segmento Anterior

CBV – Centro Brasileiro da Visão (61) 3214-5000 www.cbv.med.br L2 Sul 613 - Asa Sul - Brasília - DF

Resp. Tec.: Dra. Maria Regina Chalita Oftamologista CRM/DF - 14147


A ameaça do crack no universo feminino A dependência não acontece com todos os usuários e pode ser entendida como uma doença. O uso de drogas ilícitas merece atenção, pois trazem problemas à saúde, mudanças de comportamentos e colocam em risco tanto o usuário como sua família Por Márcia Casali – Fotos: Zêh Cintra e divulgação

risco

H

78

á muito o crack tem causado dependência química e consequências nefastas no meio familiar e social. Com valor relativamente baixo, aliado aos efeitos estimulantes e prazerosos, causados pela liberação da dopamina, um excitante do organismo. a droga chegou no final dos anos 1980 e se espalhou pelo país. O consumo vem crescendo de modo avassalador. O nome crack refere-se ao som que as pedras emitem quando o composto

é aquecido. A substância é preparada à base de uma mistura da pasta de cocaína com bicarbonato de sódio. Para obter as pedras, misturam-se diversas substâncias tóxicas como gasolina, querosene e até mesmo água de bateria. Ela é fumada em cachimbo, tubo de PVC ou lata de alumínio. Após o trago, a substância é absorvida pelo pulmão e chega ao cérebro em dez segundos. Engana-se quem acredita que a droga atinge apenas moradores de rua ou pessoas de baixa renda. O crack vicia no primeiro “trago” e não escolhe classe social.


Efeito devastador Tratar um dependente químico sem tirá-lo do meio em que ele vive é quase impossível. De acordo com o toxicologista Maurício Homem de Mello, o dependente precisa sair do contato dos amigos viciados. Ele explica que a estimativa de vida de usuários crônicos não chega a um ano. E no organismo da mulher a capacidade de metabolizar substâncias é mais lenta, o que acarreta em mais tempo fazendo efeito. “Por isso, mulheres com doses menores são mais suscetíveis à dependência do que os homens. “No caso da grávida, a cocaína e o crack passam pelo cordão umbilical direto para o cérebro. Isso faz com que a criança também fique dependente. Esse efeito de dependência acontece na mãe e acontece até mais rápido na criança”, afirma. Foi o que aconteceu com Sumaya Costa, 23 anos, grávida pela quarta vez. A mãe resolveu fazer tratamento para salvar a vida da filha Sophia. Ela comenta que na terceira gestação fumava crack 24 horas, o que resultou em um derrame no feto. A criança resistiu, mas teve outro derrame com apenas um mês de vida, pois a mãe usava a droga enquanto amamentava. Na gestação de Sophia, não foi diferente. Com 15 dias na casa de recuperação, o feto sentiu falta da droga e teve que tomar adrenalina. “Ela viciou no crack. Estou no quarto mês de gestação, mas posso dar à luz a qualquer momento, pois já tenho dilatação”, explica a jovem, que conseguiu vencer o vício após sete meses de tratamento e comemora a aprovação em um concurso público. Sophia nasceu prematura, mas passa bem.

Edna venceu a luta contra o crack e trabalha com a recuperação de viciadas

“Existe uma esperança que pode fazer toda diferença na vida de uma alma aflita, e é Jesus Cristo”, afirma Marlene

No Distrito Federal, o universo feminino do crack está crescendo dentro dos grupos de viciados. Uma forma de tratamento são as casas de recuperação femininas, onde etapas importantes são trabalhadas, como desintoxicação, ressocialização, psicoterapia e esportes. No DF, há apenas quatro casas de recuperação exclusivas para mulheres, dentre elas a Missão Vida em Abundância (MVA). Há 19 anos, a MVA, com a direção da teóloga Marlene de Santana, o apoio da Igreja Batista Filadélfia do Guará II e doações da sociedade, realiza trabalhos com usuários e dependentes de álcool, drogas e vítimas de violência. Toda equipe é formada por voluntários de diversas áreas, além de ex-­ dependentes que voltam para ensinar o que aprenderam enquanto estiveram internadas. “Já passaram pela casa em torno de 1200 moças. Não há escravidão tão grande quanto ser um dependente. Não há dor maior do que uma mãe, um pai, ter um filho dependente. E também um filho ter uma mãe, um pai dependente”, diz Marlene, que em todos esses anos nunca fechou a porta para as dependentes e famílias.

risco

O tratamento

79


risco

Para a ourives Edna Maria Formiga, 47 anos, o vício no crack a fez perder tudo o que tinha. Tanto material, quanto moral e familiar. Ela conta que dormia na rua e que sofreu três overdoses e uma tentativa de homicídio. “O crack simplesmente destruiu a minha vida. Tirou o sossego do meu pai, dos meus irmãos e, principalmente, tirou o sossego do meu filho”, comenta. Segundo Edna, uma amiga falou da MVA. Ela aceitou fazer o tratamento e lembra que os primeiros dias foram difíceis, devido às crises de abstinência. Após oito meses, ela afirma estar curada e ajuda outras mulheres a lutarem contra o vício. “Sem a casa de recuperação eu não conseguiria. E eu acho muito difícil uma pessoa conseguir”, explica Edna, que se emociona ao falar que ganhou o filho e a família de volta. Internada há três meses, a funcionária pública Rosangela Batista, 49 anos, conheceu as drogas com apenas 12. O

80

vício começou pela maconha, vindo em seguida os inalantes, comprimidos, álcool, merla e há oito anos o crack. Mãe de três filhos, ela assume que usou drogas durante a gestação da caçula, hoje com 15 anos e mãe de um bebê de 2 meses. “Resolvi fazer o tratamento, pois estou doente e minha vida sempre foi escravizada pelas drogas”, desabafa Rosangela. Ela acredita que a infância problemática a fez encontrar nas drogas uma forma de adormecer o sofrimento. “Não é fácil educar uma criança, imagina reeducar um adulto. Passei por mais de 20 internações, mas acredito que na MVA eu vou sair dessa, pois é a primeira vez que tenho forças para lutar”, afirma.

Enfrentamento e combate às drogas no DF Segundo o Conselho Federal de Medicina (CFM), ainda não existe uma droga

De acordo com o toxicologista, o crack mata e a estimativa de vida para um usuário crônico não chega a um ano

Rosângela usou drogas durante 38 anos e comemora o sucesso dos três meses de tratamento

específica para tratar o dependente químico. Uma forma de combate ainda é a prevenção, tendo como ponto fundamental a informação. No DF, de acordo com a Secretaria de Saúde, existem 12 unidades do Centro de Atenção Psicossocial em Álcool e outras drogas (CAPSad) distribuídas em bairros como Guará, Sobradinho, Ceilândia e Santa Maria, e apenas cinco trabalham com atendimento relacionado a álcool e drogas. Em agosto de 2011, foi inaugurada uma unidade CAPSad próxima à Rodoviária do Plano Piloto. É a primeira com atendimento 24 horas, que oferece acolhimento, avaliação e inserção dos usuários nos tratamentos de recuperação. De acordo com a psicóloga do CAPSad, Maria Garrido, o foco não é a droga, e sim o indivíduo. Uma expectativa sistêmica, de inseri-lo num meio social. A psicóloga faz parte do projeto “Consultório de Rua”, que todas as terças e quintas realiza trabalhos com dependentes. “Essa é uma proposta de acolhimento ampliado, onde levamos o acesso à saúde à rua. Nós não esperamos que o dependente químico nos procure. Por isso vamos até eles”, comenta. Para a psicóloga, o que torna o tratamento eficaz é o indivíduo querer. Esse é o primeiro passo. “Eu acho que


Para a psicóloga Maria Garrido do CAPSad, é importante levar o acesso à saúde para as ruas e não apenas esperar que o dependente o procure

A droga é absorvida pelo pulmão e chega ao cérebro em apenas dez segundos. A sensação de prazer e agitação dura entre cinco a dez segundos

eles só precisam de alguém que acredite que vai dar certo”, afirma Maria Garrido, que atende também as famílias. O CAPSad oferece um grupo multifamiliar. São encontros semanais, coordenados por um psicólogo e um assistente social. Maria Garrido explica que a eficácia do tratamento é bem melhor quando a família está junto e acompanha. A importância do grupo é oferecer apoio, pois o processo de recaídas faz parte de todo

tratamento, mas, com o passar do tempo, elas se tornem mais escassas. “Quando o paciente recai, a família recai junto”, finaliza Maria Garrido. Agradecimento: Secretaria de Saúde do Distrito Federal 3348-6102 / 3347-3159 Maurício Homem de Mello 3107-0535/ 0538 Missão Vida em Abundância 3381-2224/ 8129-4054


especial dia das m達es 82

A elas todo o nosso

amor!


Aproxima-se uma das datas mais importantes do ano: o Dia das Mães! Vamos dedicar a elas todo o nosso carinho neste dia especial e conferir dicas de presentes para deixá-las ainda mais charmosas e felizes Por Nathália Cardim – Fotos: Divulgação

especial dia das mães

N

o segundo domingo de maio, comemora-se o Dia das Mães. No Brasil, o primeiro Dia das Mães foi promovido pela Associação Cristã de Moços de Porto Alegre, no dia 12 de maio de 1918. Em 1932, o então presidente Getúlio Vargas oficializou a data no segundo domingo de maio. Em 1947, Dom Jaime de Barros Câmara, CardealArcebispo do Rio de Janeiro, determinou que essa data fizesse parte também do calendário oficial da Igreja Católica. O Dia das Mães é comemorado em todos os lugares do mundo, em diferentes datas por todos aqueles que nesse dia dedicam-se às mulheres que lhe deram a vida, ou àquelas que lhes criaram como se fossem suas geradoras. Mães são como anjos que dão aos seus filhos todo carinho e proteção e fazem de tudo para agradálos em pequenos detalhes. Estão conosco em todos os momentos, ensinando-nos e preparando-nos para o futuro, acalentando e nos acompanhando em nossa caminhada. Nada que possamos fazer será suficiente para agradecer à dedicação, generosidade, compreensão, os dias a fio e o amor que nos foi dedicado.

83


Com o passar dos anos, o Dia das Mães aqueceu o comércio de todo o mundo, pois os filhos sempre compram presentes para agradá-las e para agradecer toda forma de afeto que recebem ao longo da vida. Hoje o Dia das Mães é a segunda data mais importante para o comércio, ficando atrás apenas do Natal. Shoppings e lojas de rua projetam crescimento nas vendas de presentes como flores, perfumes, joias, cosméticos, roupas e eletrodomésticos. Os shoppings da cidade lançam promoções e fazem campanhas e, em todas as lojas, anúncios nas vitrines lembram que chegou a hora de começar a pensar no presente. O movimento, porém, como de costume, se intensifica somente nas vésperas de 13 de maio, o segundo domingo do mês.

Para Karine Pagotte, gerente de marketing do Terraço Shopping, “o Dia das Mães é nosso segundo maior investimento de mídia, perdendo apenas para o Natal. Em 2011, nossa campanha ganhou um incremento de 40% a mais em relação a 2010. Quando comparamos 2012 com a campanha do Dia das Mães de 2011, temos um crescimento três vezes maior. É mais um índice que mostra o cenário de renovação e readequação de investimento no Terraço Shopping”, ressalta Karine. Os corredores dos shoppings deverão ficar mais cheios após o quinto dia útil do mês, quando o pagamento dos trabalhadores já estiver em mãos para as compras do Dia das Mães. Para celebrar esse sentimento entre mães e filhos, a Revista Foco traz para vocês ótimas opções para presentear nesse dia. Confira!

Bolsa Tresse – R$699,90 e Bota Tresse – R$329,90 – Arezzo

especial dia das mães

Linda Radiance Des. Colônia O Boticário R$89

84

Bolsa laranja Lenny – R$1.590

Jaqueta de couro ecológico verde – R$398. Vestido de tricô azul marinho – R$ 348. Clutch – R$ 364 e Sapato acervo Avanzzo

Óculos Roberto Cavalli Óticas Fluminense – R$899

Calçado – R$269 e Bolsa Ávida – preço sob consulta


Presente Natura Águas Flor de Cerejeira – R$46,90

Escultura Pau Brasil Ana Paula Castro – Marcela Passamani Arquitetura e Interiores – R$498 Coleção Renascença Valisere: Soutien – R$139,90 e Calça – R$59,90 Blusa e cinto Osmoze – preço sob consulta

especial dia das mães

Biquíni Raia3 – R$315

Sapatilha pelo onça Belluno – R$199 e Sandália gliter chumbo Luiza Barcelos – R$379

85


Cardigans de linha Guida Boutique a partir de R$79,90

Brinco ouro amarelo 18K Talento Joias – 5 x R$1.665,40

Nokia Lumia 800, que no Claro 100 sai por 12x de R$ 48,25

Sapato Zeferino R$738

Colar de Ouro – R$1.290,00 e de Prata R$790 – Vânia Ladeira

Anel Dragão – R$4.800 – Pedrart

especial dia das mães

Brinco Quartzo Vermelho Millani Brasília – R$198,60

86

Brinco Bruna 18k/750 – 10 x R$490 e Brinco Fause Haten em ouro rose 10 x R$490 Miranda Castro

Lattissima+ Nespresso – Preço sob consulta no 0800 7777-737


COJAB

Diretoria Colegiada (da esquerda para a direita): o juiz arbitral Oswaldo Garcia Araújo, o senador Francisco Leite Chaves, o ministro Ilmar Nascimento Galvão, o ministro Marcelo Pimentel e o ministro Walter Costa Porto

Corte de Justiça Arbitral de Brasília

A

Corte de Justiça Arbitral de Brasília - COJAB visa promover a conciliação em conflitos econômicos. Saiba mais.

cojab

A Lei de Arbitragem

88

Segundo a Lei n.° 9.307, de 23 de setembro de 1996, a Lei da Arbitragem, “as pessoas capazes de contratar poderão valer-se da arbitragem para dirimir litígios relativos a direitos patrimoniais disponíveis”. Por exemplo, questões imobiliárias que envolvam construtoras, erros médicos, disputas comerciais, contratos com fornecedores, contratos de locação e revisão de aluguéis, ressarcimento por danos e acidentes de trânsito, uma gama imensa de conflitos que possam surgir na vida das pessoas “capazes de contratar”. As decisões arbitrais são adotadas por um único árbitro, escolhido em comum pelas partes em conflito, ou por mais de um, atendendo-se sempre à exigência da lei de que haja um número ímpar de julgadores, sendo, geralmente, um terceiro escolhido pelos dois indicados pelas

partes, ou, não havendo acordo, indica- tro ou árbitros, descrita a matéria que se do pelo Judiciário, prevalecendo, nesse pretende dirimir, afirmada a aceitação caso, a decisão por maioria. das decisões e informado o local onde Para assegurar a imparcialidade e a in- será proferida a sentença arbitral. dependência do árbitro, a lei prevê, para Segundo a Lei 9.307/1996, a sentença sua escolha, os mesmo impedimentos arbitral produz, entre as partes e seus previstos para os Magistrados, constantes sucessores, os mesmo efeitos da sentença do art. 134 do Código de Processo Civil, proferida pelos órgãos do Poder Judiciácomo o de não haver participado, ante- rio e, sendo condenatória, constitui título riormente, da demanda, não ter paren- executivo. tesco com as partes, entre outras. E o árbitro estará sujeito às mesmas obrigações estipuladas para o Juiz, dispostas no art. 125 do mesmo Código, como a igualdade de tratamento às partes, celeridade na decisão e insistência na conciliação. A fim de que se inicie o processo de arbitragem, é celebrada entre as partes uma convenção arbitral, que deve ter objeto lícito e forma prescrita em lei e onde são escolhidos o árbiO presidente da COJAB, ministro Ilmar Galvão


Os Procedimentos A execução do arbitramento obedece a quatro fases fundamentais: mediação, conciliação, instrução e sentença. Na mediação, que antecede à formalização da convenção arbitral, as partes devem ser induzidas a adotarem uma solução por acordo. Quando já se estabeleceu o litígio, com a exposição, pelas partes, de suas pretensões, deve o árbitro procurar conciliar os litigantes, propondo-se soluções para a celebração do acordo. A instrução implica na perquirição das provas, com o exame de documentos, por diligências pessoais do árbitro, pela oitiva das partes e de testemunhas e por perícia técnica. A Sentença Arbitral consiste no julgamento, pelo árbitro, sobre a matéria da disputa, devendo ser adotada por votação, quando houver mais de um julgador, devendo conter o relatório, a fundamentação e o dispositivo, com decisão, inclusive quanto ao pagamento de custas e despesas, e o local de sua prolação.

O ministro Costa Porto (vice-presidente técnico) e o senador Leite Chaves (vice-presidente Jurídico)

Os Benefícios A Justiça Privada tem, na simplificação de seus procedimentos, uma de suas principais características, pois permite que a causa seja julgada rapidamente, sendo que a celeridade é a principal vantagem. Utiliza-se, apenas, o que seja pertinente à causa, garantida praticidade e brevidade, sem prejudicar os envolvidos.

O ministro Ilmar Galvão (presidente) com o ministro Marcelo Pimentel (vice-presidente) e o juiz arbitral Oswaldo Garcia (vice-presidente executivo), na entrada da Corte

Serviço: COJAB SHIS QI 3 Bloco H Edifício Rio Doce - 2º andar. Lago Sul Tel.: (61) 3364-3027 / Fax.: (61) 3364-3193 www.cojabdf.com.br cojabdf@cojabdf.com.br

cojab

A arbitragem serve como opção e não como substituto à Justiça comum. Ou seja, não se restringiu o acesso à Justiça, mas se ampliou seu acesso ao se estabelecer a alternativa de percorrer, na cognição do conflito, outro caminho que não fosse a tradicional Justiça Pública. Importante ressaltar que a COJAB possui representantes em todos os estados brasileiros e também no exterior: Estados Unidos, Canadá, França, Espanha, Itália, Portugal, Bélgica, Inglaterra, Argentina e Chile.

Recepção da COJAB 89


S.C.A. impacta com lançamentos que envolvem diferenciais de produto e de inovação em mobiliário Campanha “S.C.A. Viva a Mudança” usa o tema “Migrações” para apresentar seus diferenciais no mercado de móveis planejados

lançamento

A

90

grife de móveis planejados S.C.A., uma das mais tradicionais do país, acaba de anunciar quatro grandes lançamentos. As novidades incorporam a recém lançada Campanha “S.C.A. Viva a Mudança” (conceito difundido pela marca desde 2010), agora relacionada ao tema “Migrações” e a importantes diferenciais de produto e de inovação em mobiliário. O tema “Migrações”, que norteia essa nova fase de lançamentos, representa o poder de mudança, de flexibilidade, origem e destino se confundindo para que as pessoas em suas casas possam experimentar diferentes sensações. As mudanças de comportamento refletem no modo de morar. As pessoas se transformam e os espaços também. Essa é a lógica que envolve a linha criativa da S.C.A. para um ano de grandes novidades. Entre os lançamentos da S.C.A. neste ano, está a aguardada Coleção Grafismi Migrações, assinada pela premiada designer de superfícies Renata Rubim, vencedora do prêmio iF Product Design Award. O Grafismi é a técnica de gravação a laser ou impressão em vidro que permite gravar ou imprimir desenhos, texturas, fotos ou estampas diretamente em padrões variados de laminado ou vidro. As peças, com a gravação ou impressão, podem ser instaladas em frentes do mobiliário ou painéis de parede, que personalizam e diferenciam ambientes de forma inusitada. O Grafismi que utiliza tecnologia a laser é aplicado diretamente em peças de diferentes padrões de revestimento para o mobiliário (laminados e TS). O resultado traz a valorização da textura, da sensação relacionada ao tato e à personalização. Já o Grafismi que utiliza a impressão no vidro por meio de tintas com nanotecnologia, à base d’água, livre de chumbo e outros produtos químicos, oferece alta definição de imagem e a inclusão da cor em suas mais variadas matizes e composições. As 15 opções de estampas e suas infinitas variações de cores da Coleção Migrações por Renata Rubim são verdadeiras obras de arte e estão disponíveis em ambas as técnicas, gravação a laser ou impressão em vidro. Ainda entre os lançamentos, vale ressaltar que a S.C.A. impactará o mercado de móveis planejados graças aos novos e exclusivos

padrões de acabamento para o mobiliário. Ao todo são 14 novos padrões de revestimentos incorporados à variada cartela já existente. As tonalidades foram principalmente inspiradas nas tendências europeias, trazem novos tons amadeirados, nudes sofisticados, lisos, acetinados, alto brilhos, além de novas versões para os famosos Tessutos, ou seja, os revestimentos de exclusivo efeito 3D. São quatro padrões destinados à caixaria do móvel: Blanc, Fieno, Malto e Tartufo; quatro laminados decorativos coloridos na versão alto brilho: Zafferano, Corallo, Verde Lago e Suede; dois padrões de laminados decorativos unicolores: Preto e Mettalo; dois laminados amadeirados: Blend e Nebbia Legno, sem contar os acabamentos de efeito 3D nas versões Amaro e Paglia Tessuto. A Coleção Arc é outra inovação 2012 da S.C.A., um produto que promete oportunizar formas diferenciadas e composições exclusivas ao mobiliário. A proposta desse produto envolve infinitas possibilidades de combinações. Já o último lançamento relacionado à nova Coleção envolve um material que a S.C.A. apresenta com exclusividade no Brasil. O Slimstone é considerado um produto inovador, uma revolução no uso do mármore ou granito, já que apresenta uma espessura muito fina, cinco milímetros, o que possibilita um leque maior de possibilidades de aplicação, principalmente se comparado à rocha convencional, normalmente usada na espessura 20 milímetros, mais pesada e limitada. Seu maior diferencial está relacionado ao fato de oferecer estruturas mais leves usando a pedra natural. A Coleção Grafismi Migrações por Renata Rubim, Slimstone, Arc e os novos padrões de cores e acabamentos são as quatro novidades anunciadas pela marca em 2012. Conheça esses diferenciais de produto e de inovação aplicados aos produtos S.C.A. Serviço S.C.A.: Setor de Indústria e Abastecimento Trecho 03, lote 830/840 Brasília-DF Fone: (61) 3233-1016 www.sca.com.br


Por Consuêlo Badra – Fotos: Divulgação

A

s criações de Gabrielle Chanel continuam a inspirar a moda internacional. Do vestido preto às listras, é a reinvenção da genialidade de Mademoiselle Coco.

1. VESTIDO PRETO Chanel teve a sabedoria de lançar o preto, então sinônimo de luto, como cor festiva e incomparavelmente elegante. Ao criar la petite robe noire, em 1926, lançou um clássico obrigatório no guarda roupa feminino.

2. TAILLEUR

Como Coco Chanel influencia o que vestimos

O que chamamos de tailleur – saia e casaco – foi criado no pós-II Guerra Mundial e a Vogue americana apelidou-o logo de novo uniforme feminino. O tailleur permite a liberdade de movimentos e é outro ícone do estilo Chanel, sobretudo se for em tweed, tecido que a criadora descobriu em 1928, na Escócia.

3. BLUSA E CALÇA Aos homens da sua vida Chanel roubou não só o coração, mas também a roupa do armário. Adaptou às mulheres as blusas (1916) e as calças (1920), que usou e tornou moda. A blusa branca com um laço preto é outro símbolo.

4. BLUSA COM LISTRAS Em azul e branco, que se tornou um ícone do look Navy, esta blusa foi “roubada” por Chanel dos pescadores e homens do mar, em 1913.

5. MALHA A malha era um material para roupa interior masculina, até Chanel começar a fazer vestuário feminino com ela. O cardigan em malha, de 1918, é um exemplo disso.

6. BOLSA MATELASSÉ As primeiras bolsas Chanel em matelassé (acolchoadas com pespontos) apareceram em 1930. Só em 1955 é que nasceu a icônica 2.55 com a famosa corrente dourada. Essa bolsa já inspirou interpretações por todo o mundo.

estilo

7. SAPATOS BICOLORES

92

Chanel pediu que criassem para ela um modelo de sapato que tornasse o pé menor. Surgiram assim os sapatos com a biqueira contrastante em preto, combinando com bege ou com branco.


ETIQUETA Por Consuêlo Badra e Silvia Seabra

1

etiqueta

Meu namorado é mais novo e deseja muito ter filhos. Já tenho um menino de 9 anos e não quero mais. Devo acabar o romance por incompatibilidade de planos?

94

Não. Antes vocês precisam amadurecer a questão. Você e ele devem pensar sobre os motivos de querer ou não ter filhos. Questões financeiras, profissionais, sua dinâmica de vida? É possível mudar de ideia? Com o tempo, quem sabe brota em você o desejo de ter um filho com ele; afinal, cada relacionamento é diferente. Da mesma maneira, seu namorado deve refletir se esse projeto é condição básica para estar com você. Ele pode perceber que um filho não é tão importante como pensava. Resumo: exponham suas perspectivas e seus sonhos. Vocês só não ficarão juntos se eles realmente forem incompatíveis.

2

Vou ter um jantar de negócios. Como deve ser?

Você janta para conduzir negócios e estabelecer relacionamentos. Você pode ter que comer, mas você não está lá por causa da comida. Outra coisa: conheça alguns bons restaurantes. Saiba se a comida e a atmosfera do lugar são apropriados para fazer negócios. Vá lá quando estiver com alguém. Assuma o comando. Se você é o anfitrião, precisa estar no comando e gerenciar toda a logística da refeição. Faça a reserva. Se seu cliente não fuma, garanta que sua mesa esteja na área de não fumantes. Direcione seu convidado para o assento mais confortável ou para aquele com a melhor vista.


3

O que posso e o que não posso fazer nas redes sociais?

Use sempre o bom senso. Nunca “eXcreva AssIM”, por exemplo. Além de castigar os olhos de todos, você vai ganhar fama de pouco inteligente. E nada de fazer propaganda ou doutrinação política nas redes. Ah! Evite usar posts públicos para conversar com uma colega sobre a balada de ontem – é como expor a sua intimidade no viva-voz do escritório. Também nunca finja ser quem você não é – coloque o seu nome e uma foto verdadeira no perfil do Facebook. Outra dica é pedir autorização aos amigos antes de baixar uma foto.

Meu dentista estava comentando que essa questão é mais que cerimonial. O uso de luvas, assim como de avental, máscara, óculos de proteção e gorro durante procedimentos no consultório é indispensável, segundo regulamento da profissão. Sem essas precauções, o paciente fica sujeito a contrair herpes labial e hepatite B, por exemplo. Exija que seu dentista utilize a roupa adequada completa. Ele também está correndo riscos se não usar. Se ficar completamente sem graça de questionar o profissional, há formas delicadas de chegar ao assunto. O melhor é ressaltar que a proteção será benéfica para os dois. Só não deixe de se colocar por medo de ferir a relação. Afinal, sua saúde está em jogo. Um bom profissional certamente vai priorizar isso.

Posso pedir “adaptações” nos pratos do restaurante? Esse é um assunto controverso. Há quem considere essas inofensivas mudanças como uma gafe. Na verdade, há restaurantes nos quais isso é perfeitamente possível, sem causar grandes estragos à qualidade da comida servida. Porém, há restaurantes que não permitem de jeito nenhum. Procure ser delicada(o) ao solicitar.

5

Fui convidada para organizar um chá de cozinha para uma amiga. O que posso colocar na lista de sugestões de presente?

A lista deve conter todos os utensílios necessários em uma cozinha: panelas de todos os tipos, talheres, copos, jogos para mantimento (de alumínio ou de plástico), panos de copa e cozinha, coadores, abridor de garrafa, de lata, tigelas, ralador, conjunto para temperos, livro de receitas, porta-talheres etc., que poderá ser desde liquidificador, batedeira, torradeira, sanduicheira até uma simples colher de pau. Faça a lista com uma amiga, colocando presentes de diversos preços, dando possibilidade de todas participarem. Quando você fizer os convites, pessoalmente ou por telefone, leia a lista para que os convidados possam escolher o que lhe convier e vá dando baixa no item.

6

Estou pensando em organizar um almoço de dia das mães em maio. O que você sugere para deixar o encontro especial?

Que delícia, receber a família sempre é bom. E você fará bonito se cuidar dos detalhes. Coloque para tocar baixinho um

CD que tenha a cara dos seus convidados. Também distribua algumas plantas para colorir o ambiente. Não esqueça ainda de deixar o banheiro em ordem: esconda seus pertences íntimos (escova de dente, barbeadores, cremes...), troque o sabonete por um novo e, se possível, providencie um aromatizador. Por último, capriche nos aperitivos. Eles são muito importantes, pois enganam a fome dos mais ansiosos.

7

Vou encontrar-me com um rapaz que conheci há poucos dias e se mostrou interessado. Uso joias ou bijuterias?

Se você faz questão de usar joias, tome alguns cuidados. Até às 18 horas, o ideal é colocar somente pérolas e ouro. Mesmo assim, sem exageros. Outra opção são as pedras brasileiras, semipreciosas, que ficam bem antes do anoitecer. Quanto às bijuterias, não use peças grandes pela manhã de jeito nenhum. Até o meio-dia, o certo é brinco colado na orelha, pulseiras e colar discretíssimo. Depois desse horário, o mundo é seu! Dicas: brincos grandes e colares vistosos ficam melhores em pessoas altas. Bijuterias combinando entre si são sempre mais elegantes.

etiqueta

4

Meu dentista é altamente competente. porém me incomoda o fato de ele não usar luvas para examinar meus dentes. Como comento isso com ele?

95


afim e percebo que ela também está? Se ela trabalha, mande flores para o local do trabalho com um bilhete de amor perfumado. Outra coisa interessante é você enviar o seu curriculum vitae e colocar junto um bilhete, dizendo: “Gostaria que você me conhecesse melhor”. Ou, ainda, uma foto de você quando era bebê. A mulher sempre se “derrete” com essas atitudes.

14 Quero homenagear um amigo que acaba de voltar a residir em Brasília. Como devo fazer? O convite básico deve ser impresso em papel branco (ou creme) e segue mais ou menos este padrão da foto. O “R.S.V.P.” significa “Repondez S’il Vous Plait” (Responda, por favor). E é para responder mesmo. Pessoas que não atendem a esse pedido atrapalham a organização da festa, porque impedem os anfitriões de programar o número de convidados. Já o “Pour Memoire” é o próprio convite impresso. Ele serve para enfatizar um convite oral feito anteriormente e vem com o R.S.V.P. cortado.

8

E os homens, o que eles devem usar?

Para os homens, apenas um relógio. Nada de cordões no pescoço, pulseiras de ouro e anéis de formatura. Com menos de 35 anos e uma boa cara de pirata, arrisque um brinquinho discreto de ouro. Só.

9

Posso convidar amigos para jantar na praça de alimentação de um shopping?

Poder, pode. Mas não é o ideal. Não é por preconceito. É que, geralmente, o jantar ou o almoço são apenas pretexto para que possamos conversar com os amigos. E é muito mais complicado conversar no meio da bagunça reinante nas praças de alimentação, sempre lotadas.

10 etiqueta

Estou sempre de regime. devo recusar convites para jantar?

96

Nem pensar. Fique na sua e peça os pratos mais leves do cardápio. A não ser que sua dieta não permita alimentos sólidos (então, pode ficar esquisito tomar suco de laranja, enquanto seu compa-

nheiro devora uma picanha com batatas fritas). Nesse caso tente transferir o encontro para depois do jantar.

11

É feio fumar na rua?

É. E bem feio. Fume apenas em locais privados e, mesmo assim, observe atentamente a orientação. Se o restaurante ou clube pedir que não fume, não o faça. Não adianta querer convencer o encarregado do local de que é “só uma tragadinha”.

12

No supermercado, posso abrir para ver melhor a mercadoria?

Muita gente faz isso com produtos que não conhece. Mas não deveria. Além de feio, é uma falta de respeito total, não apenas para com os outros consumidores, mas para si própria. Imagine se as milhares de pessoas que passam pelo supermercado resolvessem testar na palma da mão o novo hidratante? Sobraria muito pouco ou nada no frasco para quem vai levá-lo, não é mesmo?

13

Como conquisto uma jovem senhora de quem estou muito

Fico irritada com senhoras, no salão de cabeleireiros que pegam inúmeras revistas ao mesmo tempo e não soltam para outras clientes lerem. Quantas revistas conseguimos ler durante os quarenta minutos que ficamos fazendo uma escova ou fazendo a unha? Uma, no máximo duas. Então não precisa pegar uma pilha de quatro ou cinco se não quiser atrair o ódio das outras freguesas...

15

Eu e meu marido trabalhamos juntos, mas ele me traiu e estamos nos separando. O que fazer para que o fim do casamento não interfira na vida profissional?

Só você pode avaliar o quanto essa situação está sendo benéfica, suportável ou nociva. Fique atenta a seus limites, e não apenas a sua ambição. Sente-se fisicamente mal na hora de ir trabalhar ou durante o expediente? Às vezes o corpo denuncia o que o coração não quer admitir. Se o que a motiva a ficar na mesma empresa é o desejo de controlar os passos do ex, talvez seja melhor reconsiderar essa decisão. Caso as razões sejam estritamente profissionais, evite situações relacionadas ao que está acontecendo na vida particular. Qualquer atitude que deixe transparecer o conflito poderá ser prejudicial para os dois.


16

Estou casada há pouco tempo e o Dia dos Namorados está próximo. O que fazer para cada dia mais conquistá-lo?

Saia bem cedinho, compre os jornais que ele gosta, e leiam na cama, juntos. Ou saiam para andar de bicicleta juntos. Ou ainda: convide-o para acompanhar você em sua próxima viagem a serviço, ele vai ficar surpreso. Mais uma dica: alugue fitas de bons filmes e vejam juntinhos na cama. Se você estiver numa situação financeira muito boa, compre as passagens para Kauau, “A Grande Ilha” do Havaí, que é conhecida como “Ilha da Lua de Mel”. Já dissemos tudo, não é?

17

Descobri que meu namorado navega em sites pornôs em

casa e na empresa onde trabalha, o que põe em risco nossa relação e a carreira dele. Falo sobre isso? Descobrir que o parceiro recorre à pornografia incomoda porque nos lembra que ele pode fantasiar o sexo com outras pessoas. Contudo, as fantasias eróticas fazem parte da condição humana, e isso não quer dizer que o desejo do parceiro por você esteja em baixa. A pornografia pode ser inclusive um tempero para a vida a dois. Só tome cuidado para que os sites pornográficos não virem um problema quando coloca em risco relações afetivas ou profissionais. Antes que aconteça, convém ter uma conversa adulta, sem condenar, mas advertindo seu parceiro de que poderá por tudo a perder nas duas áreas. Caso ele não mude de atitude, vale buscar ajuda especializada para ele.

18

Posso picar a comida toda para depois ir saboreando aos poucos? Nada de cortar os alimentos de uma vez para depois comê-los, como fazemos para as crianças. Vá picando à medida que você for comendo. É simples e muito mais chique!

Aulas de etiqueta com a Silvia Seabra – (61) 3366-2277 / 9257-6173 – Email: sseabra@gmail.com


Celebração da alegria Aniversário de Brasília fez a Esplanada dos Ministérios pulsar ao ritmo das competições esportivas, dos shows e da movimentação da 1ª Bienal Brasil do Livro e da Leitura

GDF

B

98

coloriram o céu da cidade no 2º Festival Nacional de Balonismo de Brasília. Pilotos de todos os estados vieram à capital mostrar suas habilidades em 18 balões multicoloridos, em provas que valeram vagas na Copa Mundial de Balonismo e posições no ranking da Confederação Brasileira da modalidade.

Crédito da foto: Lula Lopes

rasília convidou e milhares de pessoas atenderam ao chamado para a celebração dos 52 anos da cidade-monumento. Vindos de todos os pontos do Distrito Federal, crianças, adolescentes, adultos e idosos encontraram no coração da capital, a Esplanada dos Ministérios, o lugar certo para confraternizar, acompanhar competições esportivas, assistir a shows de estrelas da música local e nacional e, principalmente, conhecer o universo revelador da leitura por meio da 1.ª Bienal Brasil do Livro e da Leitura. “Sentimos que neste ano o clima durante as comemorações do aniversário de Brasília foi de alto astral. A cidade esteve em festa”, declarou o governador Agnelo Queiroz. Uma semana antes do ápice das comemorações, Brasília já vivia em clima diferente de sua rotina. A 1.ª Bienal Brasil do Livro e da Leitura, aberta em 14 de abril, sinalizava que a cidade teria, a partir dali, uma programação cultural frenética. Um público ávido pelas novidades do mercado literário ou somente interessado em desvendar o universo revelador de uma boa leitura teve à disposição um espaço coberto de 14 mil metros quadrados, onde se dividiram mais de 150 expositores e estiveram presentes 50 prestigiados escritores nacionais e internacionais. Em debates, seminários e lançamentos de livros, eles convidaram milhares de pessoas a refletir, sob diversos ângulos, a respeito do poder transformador do livro e da leitura, tema da Bienal. Para o nigeriano Wole Soyinka, prêmio Nobel de Literatura de 1986, a Bienal foi uma festa. “Esta é uma época maravilhosa! Estou retornando ao Brasil, que considero minha segunda casa. E isso não é só uma fala: é realmente o que sinto. Estou muito honrado em participar deste evento”, disse. Além das estrelas literárias, a

Bienal ofereceu uma rica programação de shows, exposições, filmes e documentários, além de peças teatrais. Até 23 de abril, dia de encerramento do evento, pelo menos meio milhão de pessoas estiveram na Bienal.

Esporte O espírito festivo da feira contagiou a Esplanada e se estendeu aos demais eventos que lá ocorreram, especialmente os esportivos. No primeiro quadrante, próximo à Rodoviária do Plano Piloto, a primeira etapa do Circuito Mundial de Vôlei de Praia, de 15 a 22 de abril, atraiu milhares de torcedores. Ao todo, 72 duplas, masculinas e femininas, exibiram-­ se na estrutura montada: uma arena central, seis quadras para jogos e duas para aquecimento. As arquibancadas e os camarotes, feitos com quase 210 toneladas de estrutura de ferro, comportaram 4,5 mil pessoas por dia. Enquanto estrelas do vôlei de praia disputavam a competição em terra, balões

Dia da festa O céu azul e o calor da manhã de 21 de abril anunciavam um dia cheio para quem estava disposto a acompanhar toda a programação que celebrava os 52 anos da cidade. Ela começou às 8h, com a Maratona Brasília de Revezamento, que reuniu aproximadamente 6 mil atletas amadores e profissionais. No estacionamento do Museu da República, os melhores jogadores das ruas do Distrito Federal e Entorno agitaram os mais de 5 mil espectadores que presenciaram a primeira etapa das finais da Liga Internacional de Basquete de Rua. Ao lado, campeonato de hip-hop e demonstrações de skate. Tudo isso embalado por mais de 100 atrações musicais, com destaque para Oswaldo Montenegro, Seu Jorge, Fernanda Takai, Capital Inicial e Caetano Veloso, que encerrou a festa.

Niemeyer O arquiteto Oscar Niemeyer não participou das celebrações do aniversário da cidade, mas se fez presente em dois momentos muito especiais. A reinauguração do Catetinho restaurado, primeira residência oficial do presidente Juscelino Kubitschek na Capital Federal e que foi projetada pelo arquiteto, remexeu as lembranças de quem viveu na época da construção de Brasília e despertou a curiosidade dos mais jovens. A Torre Digital, entregue em 21 de abril, surpreende pela imponência e pela proposta modernista e desafiadora de um profissional de 104 anos.


Avanços na medicina Agora você pode ter o melhor tratamento, aqui, na sua cidade Medicina antienvelhecimento Com os atuais estudos da medicina antienvelhecimento e ortomolecular, que de tão importante já é considerada a medicina do século XXI, os cientistas dizem que o envelhecimento é uma doença inflamatória e que, em breve, poderá até mesmo ser curada, e que com o tratamento apropriado chegaremos jovens aos 200, 250 anos de idade. Mas por enquanto temos de minimizar esse envelhecimento natural ou precoce com tratamento antienvelhecimento. Com ele, já não teremos a decrepitude do envelhecimento, as mulheres não terão os sintomas desagradáveis da menopausa, TPM, miomas, depressão, baixa de libido etc... Já podemos todos nós abandonar os quilos a mais e evitar todas as ditas “doenças normais da velhice”, tais como: obesidade, envelhecimento de pele, infarto, DPOC, hipertensão, diabetes, impotência, câncer, osteoporose, Alzheimer, calvície etc.

Agora você pode ficar ainda mais bonito, sem rugas, flacidez, manchas escuras, acnes e sequelas, estrias, celulites, calvície, gorduras localizadas.

Dieta Detox

Cirurgia Estética:

Novidade no Brasil! Emagreça até 12 quilos ao mês, naturalmente sem sofrimentos e sem contraindicação! Convidamos alguns pacientes a contar suas histórias de sucesso:

Sem cortes, cicatrizes ou pós-operatório complicado; Com anestesia local e resultados imediatos; Rejuvenescimento de corpo e rosto; Lifting facial, Fios Búlgaro e Russo; Preenchimentos com bioplastia; Peeling Fenol, Levantamento de Pescoço; Aumento e firmeza de: mamas, glúteos e panturrilha; Afinamento e otimização do formato do nariz; Orelhas de abano, retirada de cicatrizes e manchas. Retorne à sua rotina no mesmo dia, sem marcas ou necessidade de repouso.

fátima furtado

RELATOS DE PACIENTES

100

“No último ano engordei 17 quilos, minha libido diminuiu e meu colesterol aumentou, estava sempre cansado, irritado e sem prazer. Fiz a dieta DETOX e a modulação hormonal com Bio idênticos, em apenas um mês emagreci 14 quilos sem sofrimento, acabou o cansaço, ganhei força muscular, massa muscular e voltou minha libido como a de um adolescente, definiu meu corpo, zerando minha barriga que tinha desde a adolescência, meu cabelo cresceu um centímetro, inclusive nas têmporas, onde sempre fui calvo, o colesterol e pressão se normalizaram e nunca mais soube o que era depressão ou ansiedade”. I. S. 38 anos “Eu era hipertensa desde os 30 anos de idade, aos 45 sofri um derrame que me paralisou todo o lado esquerdo, após isso, em dez anos, engordei 24 quilos, apesar de várias dietas. Conheci a dieta DETOX por indicação de um amigo e em pouco mais de um mês, perdi oito quilos, mesmo sem nenhuma atividade física. Sinto-me mais alegre e bem disposta, é como se estivesse mais jovem. Com a medicina estética corrigi a queda de pálpebra, o desvio de comissura labial e a atrofia do glúteo que vieram após o derrame. Só tenho a agradecer”. C. S. 55 anos A menopausa chegou para mim aos 51 anos, foi como uma bomba de desesperança e trouxe depressão, irritação, perda de libido e da vida social, além de insuportáveis calores, sudorese e insônia constante. Engordei oito quilos e me senti 20 anos mais velha em dois meses. Tentei vários tratamentos, porém, somente com a Modulação Hormonal Bio Identica consegui reverter esses sintomas, foi um santo remédio, eu disse ao doutor. Hoje sou feliz, tenho vida social e me sinto como aos 30 anos. Iniciei a dieta DETOX e emagreci 8 quilos em menos de um mês”. R. M. 51 anos

Antes

Depois

Medicina estética – A medicina da beleza

Rejuvenesça naturalmente Com um aspecto semelhante, ou ainda melhor ao de quando você era jovem, com resultados naturais, imediatos e sem pós-operatório. Fuja de resultados plásticos artificiais, encontre na medicina estética as novidades em tecnologia de beleza para sua inteira satisfação.

Antes

Antes

Depois

Depois

Centro Médico Integrado – Beleza e saúde Tel.: (61) 4101-1130 Brasilia / (21) 4106-0073 Rio de Janeiro www.vivermelhorsaude.com.br


Investindo no que gosta Dia 11 de abril, a fisioterapeuta Marianna Casanova brindou com coquetel a inauguração de sua Clínica Corpo Deleite. Com profissionais qualificados em fisioterapia, nutrição e psicologia, e estrutura de última geração, com os mais modernos aparelhos do mercado, a Corpo Deleite apresenta a Brasília técnicas alicerçadas nos mais conceituados avanços científicos, visando à reabilitação física e melhor qualidade de vida. A proposta diferenciada da clínica é trazer para a capital um tratamento personalizado que englobe algumas funções, estabelecendo para suas pacientes bem estar físico, mental, social e emocional. Dentre as especialidades oferecidas, estão Fisioterapia Uroginecológica, Fisioterapia Ortopédica e Fisioterapia DTM, além de Nutrição com Personal Diet, fazendo acompanhamento nutricional até mesmo em domicilio e psicologia.

em meio à tentação Natural de Uberaba, Minas Gerais, a empresária Deborah Eliane Sousa Batista, formada em Administração de Empresas e Ciências Contábeis, pós-graduada em Gestão Econômica e Administração Financeira, tem hoje duas franquias do delicioso Chocolates Brasil Cacau. A primeira loja, aberta por Deborah em 2010, foi na 407 Sul, e como os produtos da Brasil Cacau tiveram excelente aceitação e caíram no gosto dos brasilienses, inaugurou a segunda loja, na 210 Norte, no mesmo ano. Para ela, fazer parte do processo de crescimento de uma nova marca é sempre um desafio: “Nesses dois anos, conquistamos uma clientela fiel e um importante espaço no mercado de chocolates do Distrito Federal, com os demais franqueados em Brasília. A cada dia a marca se consolida, o que nos estimula a ampliar os negócios. Atualmente, estamos em contato com um grande shopping da cidade para abrirmos mais uma loja, que será a primeira com o novo layout da Chocolates Brasil Cacau”, revela.

sucesso em forma de gente Com uma carreira brilhante, há 11 anos o carioca Hélio Ribeiro Conceição Filho administra o Conjunto Nacional, oferecendo aos consumidores e lojistas um mix de lojas diversificado e bem planejado. Formado em Engenharia e pós-graduado em Administração e Marketing, Hélio pretende continuar desfrutando do prazer que o varejo lhe proporciona. “O cumprimento dos objetivos é extremamente gratificante”, garante. Casado e pai de três filhos, Hélio adora curtir bons momentos ao lado da família. Quando não está trabalhando, gosta de andar de moto com a esposa e praticar esportes. “Como a maioria das pessoas, eu sonho em ser e estar feliz, ter ao meu lado pessoas que amo e que me amam, ter saúde e trabalhar em algo que eu goste, sendo bem remunerado”. 102


Exemplo de superação A administradora de empresa Joana Jecker dos Anjos, 35, teve a sua vida abalada por um câncer mamário. A jovem era estudante de Bussiness na cidade de Sydney, EUA, e após ser diagnosticada com um nódulo nos seios, teve que voltar o quanto antes ao Brasil para retirada das duas mamas. A espera pela primeira cirurgia de reconstrução da mama durou dois anos, mas finalmente conseguiu a reconstituição. Em agosto de 2011, Joana fundou a empresa Recomeçar – Associação de Mulheres Mastectomizadas de Brasília, com objetivo de mapear as mulheres mastectomizadas pelo SUS e propor planos de ação à Secretaria de Saúde do Distrito Federal. “Iniciei a luta como paciente e a Recomeçar nasceu para dar voz a essa luta e ajudar as mulheres a recomeçarem uma vida feliz e plena depois de tanto sofrimento”, revela. Em seus momentos de lazer, Joana gosta de sair um pouco da cidade para desfrutar da natureza com familiares e amigos. “É uma forma de renovar as energias e liberar o stress”, garante.

Mais sobre o Chef Rodrigo Viana nasceu em Barbacena (MG) e trabalha com gastronomia desde os 14 anos, quando começou a auxiliar sua mãe no buffet que ela tinha. Aos 16, fez o curso de Qualificação de Cozinheiro do SENAC-MG no Hotel Escola Grogotó, e de lá foi direto para Belo Horizonte, onde conseguiu emprego no hotel cinco estrelas Ouro Minas, que ainda seria inaugurado. Após seis anos de dedicação, Rodrigo passou por vários cargos no Hotel até que chegou a ser chef executivo, onde coordenou a preparação de até 15 mil refeições por dia. Ele trabalhou com alguns dos chefs mais importantes do mundo, como Joel Robuchon, Roger Jaloux, Yves Pinard, Alex Atala e Emmanuel Bassoleil. Em Brasília, o chef se instalou no tradicional restaurante Lake’s, onde comandou a cozinha por cinco anos. Em 2010, Rodrigo saiu do Lake’s e se manteve um ano prestando consultorias e ministrando aulas. No final de 2011, foi convidado para coordenar a cozinha e a gastronomia do restaurante Places, onde está até hoje.

Amante dos esportes A empresária Luciana Van Damme conta com uma vasta experiência no ramo fitness e são seis anos dedicados à prática segura dos esportes. Proprietária de uma loja especializada nesse mercado, a Pró Corrida, Luciana começou sua trajetória ao lado de seu marido, Cláudio Van Damme, proprietário de uma loja de aparelhos de ginástica, a Fit4 Fitness Store. Trabalhando com ele, era responsável pelos artigos esportivos lá comercializados, porém se viu na necessidade de montar um negócio totalmente voltado para esse ramo. E, com isso, trocou sua profissão de odontologista pelo esporte e hoje é proprietária da Pró Corrida, e lá busca sempre inovar e descobrir novas tecnologias que possam beneficiar os amantes dos esportes, principalmente a corrida. “Trabalhar nessa área é muito gratificante, porque lidamos com o bem estar, a saúde e a qualidade de vida das pessoas, e o brasiliense é um povo que se preocupa com esses fatores, o que me motiva ainda mais”, revela.

103


Boas

e Inauguração dupla no Terraço Shopping Contemporâneo e sofisticado. Esses são os conceitos do mais novo espaço gastronômico da cidade, o restaurante Couvert. A casa, que acaba de abrir as portas, faz parte do Grupo Couvert, que está presente em várias capitais do país e traz para Brasília um cardápio diferenciado, com alto padrão de qualidade, requinte e bom gosto. O cliente terá opções variadas entre saladas, peixes, risotos e massas, aves, camarões e também as sobremesas. Além dessa novidade, o Grupo Couvert, que possui mais três marcas (Mercado 153, Box 153 e Bistrô Couvert), inaugura uma nova casa do Mercado153 na cidade. O espaço é um mix de bar, restaurante e empório, e estará funcionando lado a lado ao restaurante Couvert.

Unhas e sofisticação Com conceito importado da Europa e dos Estados Unidos, a esmalteria tem mãos e pés como protagonistas. O local Nails Club, das sócias Andrea Munhoz e Daniela Mendes, localizado na QI 21 no Lago Sul, oferece nail art (desenhos nas unhas), esfoliação e hidratação feitos com produtos da marca grega Korres, e SPA, como o escalda-pés com óleos essenciais, além de serviços de manicure e pedicure com cerca de 500 esmaltes nacionais e importados à livre escolha do cliente. O THE NAIL BAR é um salão diferente, com grande variedade de esmaltes (das marcas nacionais mais conhecidas a marcas como Dior, Chanel, Mac, Sephora e Sally Hansen) e tratamentos para a unha.

Tel.: (61) 3248-0345

Marca de luxo Óticas Diniz Inaugurada recentemente, a Diniz Prime entra para o rol das grandes óticas de Brasília. Localizada no Centro Comercial Gilberto Salomão, em uma bela loja, a Diniz Prime tem à frente a jovem empresária Leila Diniz, da família que comanda a maior franchising ótica do país, com cerca de 570 unidades. Marca de luxo do grupo, a Diniz Prime, presente nos melhores centros comerciais e shoppings do país, chega a Brasília marcando o início do seu processo de expansão no Centro-Oeste. Tecnologia de ponta a serviço das lentes oftálmicas, associadas ao que há que mais elaborado em design. Com um dos maiores e mais bem equipados laboratórios óticos do Centro-Oeste, a Diniz Prime garante o melhor produto do mercado.

Tel.: (61) 3248-3896 104


Loja conceito AlphaVille Urbanismo A proposta do novo espaço inaugurado no shopping CasaPark é criar uma estrutura que funcione como uma vitrine de produtos da companhia, na qual o público poderá ter um primeiro contato com o empreendimento. “Essa loja-conceito reafirma o nosso compromisso de servir o cliente, proporcionando conforto e praticidade por meio de um espaço no centro da cidade. Queremos facilitar o contato do público brasiliense com o projeto da AlphaVille Urbanismo”, ressalta Fábio Valle, diretor de Vendas e Marketing da companhia. O projeto da nova loja é de Ângela Brito, em parceria com a AlphaVille Urbanismo.

Tel.: (61) 3453-5300

Nova Arezzo A conceituada franquia Arezzo acaba de lançar uma loja no complexo de entretenimento Gilberto Salomão. Segundo o franqueado e proprietário da loja, Renan Pinheiro, o local escolhido se ajusta perfeitamente ao perfil do consumidor da Arezzo. “O Gilberto Salomão está situado em uma área nobre, com grande potencial econômico e com clientes antenadas e apaixonadas por moda. O grupo Arezzo Brasília não poderia ficar de fora dessa região”, explica. Com design moderno e confortáveis instalações, os clientes podem ir à loja para conferir a nova coleção da Arezzo com produtos que se destacam pela qualidade, design, conforto e inovação, além de um mix de produtos selecionados criteriosamente.

Tel.: (61) 3364-4655

Toque árabe O restaurante Zahia Café e Kebab, localizado no Sudoeste, possui uma aconchegante área interna e externa, com visibilidade para o horizonte. “Tudo foi pensado para não só alimentar o corpo com as comidas saborosas e saudáveis, mas também receber de forma carinhosa os clientes, fazendo-os sentir-se em sua própria casa”, garante Márcia, uma das sócias, com sua irmã Dulcinéia. O cardápio segue os princípios Comfort Food, permitindo que os clientes saboreiem as receitas tradicionais da culinária árabe desde o café da manhã ao jantar. Além do famoso Kebab, outro prato muito apreciado é um especial da Chef, carré de cordeiro marinado ao arak, com arroz árabe com amêndoas e damasco.

Tel.: (61) 3551-5002 105


106

planta


Pelo médico Plínio Brant – Foto: João Telles Sá

G

riffonia é um arbusto com cerca de três metros de altura que habita as regiões africanas do Gabão, Gana, Libéria, Nigéria, entre outras. O seu particular interesse medicinal recai sobre as suas sementes de aspecto redondo e cor acastanhada. O extrato de sementes de Griffonia torna-se útil por conter uma substância importante no nosso metabolismo orgânico, o 5-hidroxitriptofano (5-HTP ou 5-HTF). Esse percussor natural da serotonina, um neurotrasmissor extremamente importante para uma série de funções nervosas, nomeadamente aquelas que estão relacionadas com o humor, apetite e sono, é sintetizado no organismo a partir do aminoácido essencial L-triptofano. Estudos científicos têm demonstrado que baixos níveis de serotonina no cérebro desencadeiam problemas de ordem emocional, como a depressão, síndrome pré-menstrual (SPM), ansiedade, estados agressivos e violentos, etc.

BENEFÍCIOS PARA A SAÚDE Nos últimos anos, a utilização do 5-HTP no tratamento de problemas de depressão, ansiedade e ataques de pânico tem sido muito estudada. O principal interesse está relacionado com o fato de poder aumentar os níveis de serotonina no cérebro e, consequentemente, melhorar estados patológicos associados à sua baixa concentração no sistema nervoso central. Outras utilizações e estudos estão continuamente a ser feitos, prevendo-se que o 5-HTP possa também ajudar nos casos de enxaquecas, fibromialgia, obesidade, distúrbios alimentares, SPM e até em casos de comportamentos violentos. O fato de se poder encontrar essa substância numa fonte vegetal, fez com que essa planta se tornasse importante para a indústria alimentar e farmacêutica. Atualmente, os extratos de Griffonia são utilizados para preparar suplementos alimentares e, embora os estudos efetuados ainda sejam escassos e a documentação científica pouco abundante, se crê que os extratos de Griffonia, por conterem níveis razoáveis de 5-HTP, podem ser úteis nos casos de depressão, insônia, obesidade, Jet-lag, ansiedade, fibromialgia e compor-

tamentos obsessivo compulsivos. As dosagens diárias de 5-HTP, que por regra vêm referenciadas, encontram-se na ordem dos 150-300mg divididos em três doses ao longo do dia. De todas essas informações , algo dispersas e, de certa forma, ainda pouco documentadas, resta-nos aguardar que a ciência faça o seu papel e que mais estudos científicos e ensaios clínicos sejam feitos, de forma a comprovar um potencial que, na verdade, já se avizinha promissor.

Cangiano, C., ET AL Eating behaviour and adherence to dietary prescriptions in obese adult subjects treated with 5- hydroxytryptofan, AMJCN, vol 56, 863-867, (1992). Wurtman, RJ., Wurtman, JJ., Brain Serotonin, Carbohydrate-craving, obesity and depression, Obesity Research 3: 477S-480S (1995)

planta

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

107


nas novidades Por Consuêlo Badra – Fotos: Divulgação

PARA SE VESTIR À NOITE, UMA COMBINAÇÃO DE MAGIA E SOFISTICAÇÃO. Vestido longo de Alexander McQueen. Sandália com preto, dourado e prateado de Pierre Hardy, colar de prata banhada em ouro com cristais Swarovski, de Bijoux Heart, e cinto com aplicação metálica de Stella McCartney. Luxo só...

PARA OS HOMENS MAIS TRÊS OBJETOS EM PRETO E DOURADO

novidades

Carteira com pedraria de Marni, sandália de tiras com pequena plataforma, de Roger Vivier, e, ainda, uma pulseira dourada de Yves Saint Laurent.

110

Espuma de barbear L’Occitane de R$78; Perfume 100ml da Lacoste na Fragance por R$330.


FASHION NAS MÃOS

novidades

As unhas são o acessório estrela para as festas. Douradas, prateadas, com estrelas... Use cores intensas de dia e aposte nos desenhos para suas noites. 1. Com estrelas douradas de Deborah Lippmann. 2. Na cor negra, de YSL. 3. Anel de Kara Ross. 4. Afasta cutícula de Tweezerman. 5. Esmalte de cor azul, de Dior. 6. Esmalte de linda cor da Bourjois. 7. Desenhos nas unhas de CND (C.V.P.). 8. Kit de cuidado das mãos, de The Body Shop. 9. Anel de Oscar de la Renta (C.P.V.) 10. Esmalte prata, de CND. 11. Detalhe das unhas do desfile em dourado e azul, de Christian Dior.

111


CHOCOLATE TEMPERADO

Inspirado pelo design, o catalão Oriol Balaguer faz chocolates com técnicas artesanais refinadas e equilíbrio perfeito de sabor. Sua sensibilidade fica clara na seleção Best 6 (moderna e quase ostentadora). Nela, há “cacauzinhos” de Yuzu (chocolate branco infusionado na frutinha cítrica japonesa), o polêmico de trufa (70% cacau trufa negra), de açafrão, o Mascleta (com crispies), o Kikos (com milho) e o de azeite. Em São Paulo, no Empório Santa Maria, custa R$ 67,25. www.oriolbalaguer.com

OURO E NEGRO

Vestido bordado, de Emilio Pucci, e vestido longo com aplicações em couro, de Gucci. Belíssimos.

TRUFA EM VIDRO

Os tartufos da marca italiana Acqualagna Tartufi são caçados por cães farejadores, selecionados e preparados artesanalmente. O negro (francês do Périgord, na Provença) aparece em conserva (R$39,90), perfeito para ser colocado sobre carpaccio; em fatias (R$50,60), ótimo pra finalizar massas e risotos. O creme de tartufo e queijo (R$27,50) e o de tartufo piemontês branco (R$77,60) podem ter a mesma função, assim como agraciar polentas e sopas. www.portoaporto.com.br

Muito bom gosto

novidades

Canetas Montblanc (preço sob consulta).

112

DECANTER DOIS EM UM Charmoso e elegante, conjunto com funil. Ajuda a abrir os aromas daquele vinho especial. O jogo de decanter e funil Diva, da Schott Zwiesel, é feito de cristal transparente e tem capacidade para um litro de vinho. Seu design ajuda a interromper as gotas, evitando manchas. É distribuído no Brasil pela Zwilling J. A. Henckels. R$460. www.zwilling.com.br


114

mundial


Brasília se prepara para

sediar a copa de

2014 Os hotéis passam por melhoria nos serviços para se adequarem às exigências dos turistas

Por: Karina Jordão/Fotos: Ricardo Padue

mundial

A

copa ainda não chegou, mas o Brasil já está se preparando para receber cerca de 600 mil torcedores do mundo inteiro. Na capital do País, desde que foi anunciada como uma das 12 cidades sedes do mundial de 2014, o governador do Distrito Federal não tem poupado esforços. O aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek já passou por reformas para receber os turistas de Brasília, pois devido à distância entre as sedes da competição, os torcedores privilegiarão o transporte aéreo. E quem não está louco para ver a ampliação do Estádio Nacional Mané Garrincha? O projeto executivo foi aprovado e atingiu a todas as exigências feitas pelo caderno de encargos da FIFA. Desde que iniciou a contagem regressiva com Belo Horizonte (MG), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ) e Salvador (BA), Brasília nunca mais foi a mesma. Com diversas obras estruturais previstas para a Copa do Mundo de 2014, a capital está entre as cinco sedes que obedecem ao cronograma de obras no estádio. Mas enquanto as obras estão em andamento, os 48 hotéis do Distrito Federal já se preparam para receber diversos turistas.

115


receitas locais para que seus hospedes possam desfrutar. No Restaurante Le Plateu D´argent, poderão experimentar a cozinha contemporânea e moderna. Em alguns dias da semana, o destaque será a culinária nacional e regional. Já no restaurante L’Affaire, os hospedes serão convidados a degustar das especialidades locais e internacionais. Visando à qualificação dos profissionais das áreas de hotelaria, comércio, transportes, gastronomia e entretenimento; a Casa Thomas Jefferson oferece o curso Hello Brazil! Com duração de quatro semestres, o projeto é para nível iniciante e de cunho social por uma mensalidade de R$75,00. De acordo com a Gerente Geral da Rede Mercure Brasília, Adriana Pinto, a Casa Thomas Jefferson disponibilizou 200 vagas para qualificar colaboradores no setor e, até então, 100 já foram beneficiados com cursos de inglês. A rede Mercure Brasília ainda ofereceu aos seus colaborados um curso básico de vinhos para que seus hospedes possam degustar das melhores marcas.

mundial

Sistema Fecomércio realiza ações para a Copa

116

Para garantir que tudo saia perfeito, os quatro hotéis que integram a Rede Plaza Brasília, Kubitschek Plaza, Manhattan Plaza, Brasília Palace e ST. Paul Plaza irão passar periodicamente por melhorias para se adequar às exigências dos diferentes perfis de hóspedes que irão receber diariamente. “Estamos sempre em sintonia com o mercado para buscarmos o que há de mais inovador em termos de conforto, segurança e praticidade”, garante a gerente Comercial, Salete Soares. Por isso, estão cada vez mais preparados para receber os turistas da Copa. Com o aumento substancial da demanda de serviços de hospedagens que irão vivenciar em 2014, as redes Plaza Brasília buscaram ampliar a oferta de serviços e os quatro hotéis da rede estão em reforma. O preparo dos colaboradores é prioridade da Rede Plaza de Brasília, pois eles são a

imagem da instituição. “Nós oferecemos cursos de inglês e espanhol aqui mesmo no hotel, e estimulamos a realização de cursos de aperfeiçoamento e reciclagem. Nossos recepcionistas são todos bilíngues”, diz Salete. Este ano, pela segunda vez, programaram uma campanha de endomarketing que tem como objetivo valorizar os colaboradores e motivá-los a atingirem o nível de excelência no atendimento aos hóspedes. Há mais de 35 anos, a Rede Mercure representa o know-how hoteleiro a serviço de uma estadia personalizada. E não vai ser diferente no mundial. Pensando em conforto e comodidade de seus hospedes, a Rede Mercure Brasília está renovando todos os quartos para melhor receber os torcedores do mundo todo. Localizado no Setor Hoteleiro Norte, a Rede Mercure Brasília irá oferecer

Com o objetivo de ajudar na mão de obra dos colaboradores nos setores de comércio, serviços e turismo, o Sistema Fecomércio irá oferecer diversos cursos. Entre eles, o Programa Nacional de Educação Profissional “SENAC na Copa” vai capacitar 16 mil alunos até junho desse ano e irá inaugurar sete pontos de gastronomia para treinamento. Além disso, somente no Distrito Federal, outros oito mil profissionais, entre garçons, atendentes e caixas, serão capacitados por meio do projeto “Profissional Bom de Copa”. Até 2014, a instituição SENAC disponibilizará 16.880 vagas para cursos, 3.000 vagas para workshops e 2.000 vagas para palestras, ambos voltados para o mundial. Haverá formação inicial e contínua nas áreas de recepcionista de hotel, camareira, garçom, frentista, cozinheiro, aperfeiçoamento para guia turístico e gestão de bares e restaurantes. Além de quatro workshops, o SENAC oferecerá palestras sobre boas práticas na manipulação de alimentos e sobre turismo no DF.


Literatura

MÚSICAS E MUSAS

RODA-VIVA

Uma tia de Chico Buarque de Hollanda, Cecília, faleceu em 1999, deixando um tesouro: extenso material sobre o sobrinho, incluindo fotos e recortes de reportagens. A jornalista Regina Zappa abriu esse baú, entrevistou o cantor, familiares e amigos e fez nascer o almanaque biográfico Para Seguir Minha Jornada. Editora Nova Fronteira, ao preço de R$79,90.

LAÇOS DE CORAGEM

Leo King é um adolescente americano desajustado – e há motivos: encontrou o cadáver do irmão-suicida, foi condenado por um crime que não cometeu e por aí segue. Em seu “rehab”, movido por boas intenções, faz amizades que o enredo acompanha durante 20 anos. Parrudo, elegante, A Mansão do Rio, de Pat Conroy, é um romanção para saborear com calma. Editora Record, ao preço de R$62,90.

A música Every Breath You Take, da banda The Police, foi escrita por Sting para a ex-mulher, Frances, a quem deixou para morar com a vizinha. Já Something foi um presente do Beatle George Harrison à esposa, Pattie, que cedeu ao assédio do guitarrista Eric Clapton, que por sua vez compôs Layla para ela. As histórias de amor, ciúme e traição por trás de 50 grandes clássicos do pop estão em Músicas & Musas, de Michael Heatley e Frank Hopkinson. Editora Gutenberg, ao preço de R$34,90. A ARTE DA RECONQUISTA Kim e Krickitt Carpenter, autores de Para Sempre, sofreram um acidente de carro em 1993, dois meses depois de se casarem. Ela ficou em coma e, quando recuperou a consciência, se lembrou de todos os parentes – menos do marido, que precisou reconquistá-la. O livro virou filme, com estreia prevista para abril. Editora Novo Conceito, ao preço de R$24,90.

VIAGEM SENSORIAL

livros

PÁGINAS DE AMOR

118

Foram 30 anos de casamento até que Edwige perdeu a batalha contra o câncer. Ao marido, o filósofo, sociólogo e antropólogo francês Edgar Morin, restaram as lembranças da vida em comum e o desejo de eternizá-las no livro Edwige, a inseparável, uma ode à mulher a quem amou tão intensamente. Editora Bertrand Brasil, ao preço de R$49.

“Os deuses jamais concederam ao homem algo mais excelente ou valioso do que o vinho.” A máxima, atribuída a Platão, rege a relação do filósofo inglês Roger Scruton com essa bebida em Bebo, Logo Existo, um tratado sobre o papel do vinho na sociedade através dos tempos. Sem discurso enochato, Scruton viaja no tempo para concluir, com texto instigante e erudição, que vinho faz bem à alma. Um brinde a ele!


Por Consuêlo Badra – Fotos: Divulgação

S

moda

ão tantas as tendências, que nós mulheres ficamos na dúvida do que realmente se usa. Por isso, preparamos um mini-guia do que vestir e não cair no ridículo no próximo outono/inverno.

120

As curtas estão praticamente out: adeus mini, olá saias longas! Modelos evasé inspirados nos anos 60 são usados um palmo acima do joelho, saias de pinças, um palmo abaixo; as saias lápis têm dois comprimentos, pelo joelho ou um palmo abaixo; as de pregas usa-se abaixo do tornozelo ou um palmo abaixo do joelho. Para cada modelo de saia há um tipo certo de calçado. Devese evitar as saias compridas com sapatos de salto alto, mas pode usar com botins compensados de salto.


O vestido mini, embora apareça de forma discreta, é reservado para as adolescentes, na tendência colegial. Os mais vistos e mais trendy são os de tecidos leves e esvoaçantes, que se usam pelo tornozelo ou a 7/8. Para um look informal, use com botas ou tênis; para um efeito formal, use com Mary Janes (sapatos de presilha). Os vestidos um palmo acima do joelho também seguem a mesma regra: Mary Janes para um visual formal e botins para um look mais descontraído. Com as saias lápis, opte pelos mesmos sapatos de presilha, que pode usar com meias de lã pela barriga da perna.

moda

Modelos que já vinham da estação passada em novos comprimentos, como as calças baggy, que nesta estação se usam compridas e com pregas no remate. Modelos skinny curtos para usar com botins compensados. Calças amplas de pregas admitem todo o tipo de calçado. Combine calças de linha direita com barra virada, um palmo acima do tornozelo, com sapatos de salto, rasos ou compensados, ou botins ou Mary Janes também compensados.

121


moda

CASACOS

122

A grande novidade são os casacos muito compridos, batendo no tornozelo. Há também os casacos sinos, dois palmos acima do joelho, para usar com minissaias (as que sobraram do verão) ou calças skinny. Os sobretudos usam-se a 7/8, por cima de vestidos ou saias lápis. Os compridos pelo joelho ou um palmo abaixo são os mais indicados para usar com calças retas, amplas e baggy. Os casacos pela anca e pela cintura, com calças skinny e saias curtas, sempre com meias grossas por baixo.


medicina alternativa 124

Outras maneiras de tratar

Atualmente o interesse dos indivĂ­duos por tratamentos mais suaves e com menos riscos de efeitos adversos estĂĄ em alta. O importante ĂŠ sentir-se bem!


A

medicina alternativa pode ser definida por um conjunto de métodos e práticas utilizados para potencializar e complementar a medicina tradicional, aumentando assim a eficácia ou reduzindo os efeitos colaterais dos remédios e tratamentos convencionais. Para os que sofrem de dores debilitantes ou de condições que os médicos não saibam como tratar, a medicina alternativa pode oferecer alguma forma de alívio ou meramente ajudar pacientes a lidar com os problemas de saúde que mudam suas vidas. Até mesmo pessoas saudáveis, que não tenham diagnosticado nenhuma doença, podem participar de práticas como yoga, homeopatia, acupuntura, entre outras alternativas, para gerenciar sua saúde e até mesmo evitar substâncias químicas usadas nas drogas padrão.

medicina alternativa

Por Nathália Cardim – Fotos: Divulgação

125


A responsabilidade da Osteopatia é recuperar a função normal dando equilíbrio e harmonia aos vários sistemas encontrados no corpo humano, considerando que a disfunção (causa) em uma ou mais estruturas corporais cria uma desarmonia do sistema corporal, que apresenta como principal sintoma a dor (consequência). Isso explica a eficácia do tratamento osteopático que atua diretamente na causa. O tratamento osteopático realizado pelo osteopata Dr. Alexandre Furlani é feito em duas etapas. A primeira consiste em fazer uma avaliação, na qual o paciente é avaliado minuciosamente com a história de sua atual dor (como, onde, local), acidentes que sofreu, entre outras dores físicas ou patologias e perfil psicológico. Os exames médicos também são avaliados. Após isso tudo, é feito o exame físico com palpação, postura e testes específicos de cada patologia. Tudo isso é feito para se encontrar a causa do problema e tratála. A segunda etapa é o tratamento, que se inicia logo após o término da primeira sessão, onde o osteopata elegerá as melhores técnicas no tratamento do paciente (técnicas viscerais, cranianas, musculares, articulares e para os nervos).

Tai Chi Chuan

medicina alternativa

Dr. Alexandre Furlani em procedimento

126

Conhecido como o pai da medicina ocidental, o médico e filósofo grego Hipócrates sempre acreditou que o equilíbrio e a saúde do corpo estão diretamente ligados ao ambiente em que vivemos. Parte dos pacientes que procuram as terapias alternativas compartilham dessa ideia e algumas vezes possuem também aversão a medicamentos químicos, dando preferência a esses métodos alternativos. Muitos acham que qualquer recurso terapêutico que demonstrasse a sua eficácia deveria ser incorporado à medicina convencional, mas antes de se iniciar tratamentos de medicina alternativa, lembre-se de que a medicina convencional normalmente está apoiada em padrões comprovados de eficácia e segurança. Hoje, já existem muitos médicos que indicam terapias alternativas para complementar e integrar os tratamentos à sua saúde e ao seu bem estar.

É importante conversar com seu médico sobre tratamentos alternativos e sobre a melhor maneira de utilizá-los nos cuidados da sua saúde. Se seu médico não indicar esse tipo de tratamento, pesquise o tema e peça indicações aos que já fazem algum tipo de medicina alternativa ou conhecem as técnicas. Nas próximas páginas, você vai conferir alguns dos tratamentos alternativos que são muito bem recomendados. Vale a pena dar uma olhada!

SINTA-SE BEM Osteopatia A Osteopatia é uma forma de tratamento que visa a diminuir ou anular por meio de técnicas manuais as dores existentes no corpo, levando sempre em conta as particularidades de cada pessoa. Técnica exclusiva e individual que respeita a teoria de que cada ser humano é único.

O Tai Chi Pai Lin integra o conjunto de práticas de origem milenar taoísta para a saúde e longevidade; treina a alternância entre movimento e serenidade; por meio da serenidade treina-se a amorosidade do coração; por meio do movimento treina-se a flexibilidade do corpo. Cultivando a flexibilidade e a serenidade, o brilho do sorriso interior ilumina o rosto do praticante. Na serenidade reconhecemos a nossa verdadeira beleza natural, despertamos nossa inteligência superior e descobrimos a abundância da natureza. É um modo efetivo de autoconhecimento que mantém o equilíbrio físico/energético do homem e promove a sua integração com a natureza. Portanto, o Tai Chi Pai Lin é o conjunto de práticas transmitidas pelo Mestre Liu Pai Lin, segundo a transmissão verdadeira e milenar. Os movimentos do Tai Chi Chuan ajudam a integrar nosso corpo físico, etérico, e recepcionar a energia cósmica, que


Método utilizado da Medicina Alternativa

medicina alternativa

purifica e harmoniza, possibilitando conexão com o nosso Self, a expansão da consciência e a nossa evolução. Na holopraxis, compartilhamos e doamos da plenitude recebida, na vivência, a todos os seres, à humanidade e ao nosso planeta. Para a professora e terapeuta Helena Fukuta, a prática é indicada para a prevenção e recuperação energética na cura de doenças, restabelecendo a saúde e possibilitando conforto na longevidade. Os treinamentos dão aos praticantes orientações para: a manutenção de sua vitalidade; o fortalecimento do sistema nervoso; a normalização da produção do sistema hormonal; o desenvolvimento pleno de seu potencial cerebral e espiritual; a preservação e a recuperação da energia vital; o equilíbrio total de todos os sistemas orgânicos do corpo, permitindo ao ser humano viver o tempo de vida natural que lhe foi destinado.

128

Acupuntura A Alma Naturae é uma clínica de Naturopatia que oferece Psicoterapia, Acupuntura, Massagem, Fitoterapia, Iridologia e algumas outras técnicas de apoio que estão dentro desse universo da Medicina Tradicional. Os atendimentos, segundo o professor Túlio Americano, formado em Educação Física, Química e Nutrição, com espe-

cialização em Fisioterapia, Recuperação Física, Tradicional Medicina Chinesa e Fitoterapia, são feitos em consultório, ambulatório, domicílio e hospital, podendo ser levados para onde forem necessários. Há ainda uma forte atuação na área pedagógica, pois muita gente tem interesse ou necessidade de dominar recursos de cura mais simples, e a Alma Naturae se propõe a democratizar irrestritamente esse tipo de conhecimento. De forma geral, a Naturopatia, ou Medicina Tradicional, tem aplicabilidade em quaisquer quadros clínicos, sendo mais ou menos resolutiva a depender da situação e do poder de realização do paciente. Entretanto, pode-se associar com vantagens a qualquer procedimento médico, o que amplia mais ainda esse universo de aplicação.

De tudo o que se oferece na casa, o mais procurado é a Acupuntura. E isso obviamente está ligado ao amplo espectro de situações que a Tradicional Medicina Chinesa pode resolver por si mesma, ou pelo menos apoiar no sentido de melhorar a qualidade de vida das pessoas dentro de processos de adoecimento mais graves. Como é uma escola médica muito antiga, e que se caracteriza por metodologias suaves e progressivas, a Tradicional Medicina Chinesa apresenta a vantagem de ser quase isenta de efeitos colaterais, ser uma medicina barata, que desperta os recursos de cura do próprio indivíduo. Vale ressaltar que a Medicina Tradicional é muito mais que Acupuntura em si. Acessa muitos recursos por meio da alimentação, das práticas respiratórias e físicas de caráter vitalizante, das massagens e manipulações, da meditação ativa e passiva, da revisão filosófica do individuo etc.

Sistema BodyTalk O BodyTalk, criado pelo Dr. John Veltheim, que foi reitor por muitos anos da Universidade de Acupuntura e Terapias Naturais de Brisbane, na Austrália, é um sistema de cuidado da saúde que facilita o realinhamento de todos os sistemas energéticos do corpo, permitindo que ele funcione em sincronia, de acordo com a sua natureza. Muitas vezes, em razão do estresse cotidiano, nossas vias de comunicação ficam prejudicadas, comprometendo a saúde física, emocional, mental e espiritual. Todos os tipos de estresse causam quebra de comunicação no corpo. Quando o corpo funciona em seu potencial máximo, todos os sistemas, células e átomos que os integram comunicam-se continuamente, regulando, assim, os quatro níveis de saúde citados acima. A Clínica Vitalitá oferece aos pacientes tratamentos médicos e terapêuticos como cardiologia, fisioterapia, massagens e BodyTalk. Durante uma sessão de BodyTalk, o terapeuta da clínica, Filipe Gomes Zorzo Moutinho, facilita a comunicação com a sabedoria inata do corpo pelo Biofeedback Neuromuscular, realizado por meio de leves toques com os dedos do terapeuta


Terapeuta Filipe gomes Zorzo Moutinho. Especialista BodyTalk.

na área do pulso do paciente. A sabedoria inata do próprio corpo do cliente indica quais são as prioridades a serem trabalhadas no momento. Tais prioridades referem-se aos sistemas do organismo em que falta a comunicação adequada. O terapeuta do BodyTalk ensina, ou relembra, ao corpo como reequilibrar-se estabelecendo contato com as áreas comprometidas e estimulando, por meio de leves toques, a cabeça e a área do complexo do coração do paciente. Não há contraindicação para se praticar o BodyTalk. Dentre uma lista de con-

dições que geralmente melhoram com a prática, estão: alergias; dor de cabeça e enxaqueca; insônia, hiperatividade, desordem de aprendizagem; medos e fobias, dores nas costas; problemas digestivos; depressão; lesões esportivas; cicatrização, entre outros aspectos. Confira! Agradecimentos: Dr. Alexandre Furlani www.osteopatiabrasilia.com.br Clínica Vitalitá – Filipe Gomes Zorzo Moutinho Terapeuta BodyTalk – CBP / CRT: 46949 www.clinicavitalita.com Professora e Terapeuta Helena Fukuta Professor Túlio Americano – Alma Naturae www.almanaturae.com.br


XIX Exposição Agropecuária de Brasília conta com a presença do Sincco A primeira etapa da exposição conta com a participação de mais de 250 carneiros das raças Dorper, White Dorper, Santa Inês, Ilê de France

XIX Exposição Agropecuária de Brasília

R

132

ealizada em duas etapas por ano, a Exposição Agropecuária de Brasília contou com a primeira participação do Sindicato dos Criadores de Ovinos e Caprinos do Distrito Federal (Sincco). Essa participação foi importante para uma reformulação do evento, que vinha perdendo um pouco da sua visibilidade nos últimos anos. A nova parceria propiciou a chegada de novos expositores e gerou o interesse de novas parcerias com indústrias do ramo. O evento é de grande importância para o mercado de ovinos e caprinos do Distrito Federal, pois é nele que se realizam os julgamentos das raças para a escolha do melhor animal da exposição. Além disso, a exposição também serve para a compra e venda de animais, o que se torna mais um atrativo para novos expositores. “Dificulta um pouco a venda de animais que não são de elite, mas dos 15 exemplares que eu trouxe, já vendi oito. Muito disso veio da divulgação feita pelo sindicato. Essa parceria ajudou muito nessa edição”, comenta o criador Franklen Soares de Freitas, que participa pela primeira vez do evento. “No evento é realizado um julgamento por dia. Cada dia eles julgam uma raça diferente e no último fazem o julgamento dos melhores de cada raça para eleger um ‘animal ideal’, que seria o com a melhor genética e que preenche melhor os outros requisitos”, explica o veterinário Fábio Ximenes. O objetivo dos julgamentos vai além de eleger o melhor animal, pois serve de vitrine para os criadores, o que atrai cada vez mais expositores. Esse ano, a 19ª edição do evento contou com expositores de diversos estados e um juiz da Bahia, que vieram a Brasília especialmente para a exposição. “O evento de abril desse ano está sendo melhor do que o de setembro do ano passado. Contamos com mais criadores

Rogério Tokarski, proprietário do Haras Rancho Tokarski, e o campeão da raça Dorper, Alamos 264

e, sem dúvida, as pistas de julgamento são uma vantagem. O evento teve uma visibilidade maior esse ano, o que também é muito importante”, ressalta Renato Mascarenhas Xavier, dentista e ovinocultor. Muito elogiada pelos expositores presentes, a reestruturação do evento realizada pelo Sincco foi outro destaque na Exposição. A participação do Sindicato dos Criadores de Ovinos e Caprinos do Distrito Federal também foi elogiada por Renato Simplício, presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Distrito Federal. “É um pessoal muito lutador. E essa atividade possui muito potencial não aproveitado. Um evento como esse ajuda a divulgar a grande demanda dos produtores do DF. Ajuda a dinamizar esse mercado por aqui”, comenta o presidente. Ele também ressaltou as dificuldades que os criadores da região enfrentam com a falta de infraestrutura e investimentos do governo. Outro ponto forte dessa edição da Ex-

posição Agropecuária de Brasília foram os leilões realizados pela Associação de Criadores do Planalto (APC). “Esse ano contamos com mais de 1.000 exemplares de animais de diferentes espécies, por isso tivemos que dividir o evento. Foram 487 baias disponibilizadas em dois turnos e dois finais de semana”, comenta o presidente da APC, Aguinaldo Lelis. Segundo ele, são seis anos de evento sem o apoio do governo. “A APC administra o Parque de Exposições e faz um trabalho autônomo. Aqui nós contamos com várias divisões que cuidam de cada detalhe”, continua o presidente. Além dos leilões, feirões e palestras, a programação do evento contou com grandes shows de artistas locais e nacionais. Entre as apresentações, o público pôde conferir os shows de Victor e Léo e Paula Fernandes, que cantaram no dia 13, e Gusttavo Lima, que foi o responsável por agitar os convidados no último dia do evento.


As maiores irritações

a bordo

Pela Redação – Foto: Divulgação

U

m estudo recente da low cost Monarch concluiu que as suas maiores irritações a bordo se devem a questões de espaço: o passageiro no lugar da frente que decide recostar o banco para cima do vizinho de trás e o passageiro da frente que sente as jorlhadas constantes do ciente do banco de trás. Qualquer das situações se resolve com um duelo em terra. Mas como é nos ares ?

viagem

O QUE NOS PODE DEIXAR MUITO ABORRECIDOS

134

Todo mundo sabe que os passageiros da retaguarda devem ser os primeiros a entrar no avião (e os da primeira fila devem ser os últimos). Todo mundo, menos a tripulação de bordo, que deixa cada qual entrar como calha. Os jornais distribuídos na primeira e executiva classes aleatoriamente não serão suficientes para presentear os “desgraçados” da classe econômica. O carrinho com caviar e Moët & Chandon da primeira e classe executiva nem “cheirinho” na econômica. Não ser informado sobre a ausência de refeições, snacks ou água a bordo.


O QUE NOS DEIXA MUITO FELIZES Ser recompensado com um upgrade para a classe executiva depois de chegar atrasado ao check-in.

O BILHETE ELETRÔNICO É UMA REALIDADE O bilhete virtual já não é novidade para ninguém: faz-se a marcação pela Internet. Recebe-se um código de reserva e, no momento do check-in, é só entregar a bagagem. Mas o ritual exclusivo das low cost passou a ser o único disponível na aviação civil.

AS VANTAGENS A compra do bilhete eletrônico é habitualmente feita em casa. Logo, elimina-se os intermediários e as deslocações às agências de viagens em cima da hora. Ótimo para os cabeças no ar que habitualmente não sabem onde guardar os bilhetes (ou a própria cabeça). Pelo fato de disponibilizar apenas um código associado ao cliente que fez a reserva, o bilhete eletrônico não tem valor financeiro e pode ser duplicado. Os bilhetes virtuais facilitam alterações de última hora no horário, rota ou destino. Menos papel, mais árvores.

AS DESVANTAGENS O fanático por refrigerantes que insiste em viajar na janela. E que se dirige ao banheiro de cinco em cinco minutos. Os passageiros habituados a transportes públicos que gostam de viajar de pé e conversar com os outros passageiros. Os passageiros com celular que decidem ligar ao pai, mãe, avó, filhos, sobrinhos e periquitos antes de levantar voo e logo depois de aterragem. Os bebês que choram a torto e a direito durante os voos de longo percurso. Os adultos que roncam a torto e a direito durante os voos de longo percurso. Acordando, assim, os bebês. O banheiro que não tem papel higiênico. Foi gasto pelo bebê fungando depois de tanto chorar.

A reserva exclusiva online pressupõe alguma experiência no manuseamento de computador e a utilização incontornável de cartões de crédito. Para muita gente, a posse do bilhete representa uma tranquilidade em relação à viagem. A maioria das pessoas não confia ainda nas máquinas e acredita que, no check-in, a sua reserva poderá não ser efetiva. Quando o sistema vai abaixo, raramente o staff de terra tem disponibilidade para emitir bilhetes individuais e canalizar os seus passageiros em tempo útil. Não podemos continuar culpando as agências de viagens por reservas mal feitas, viagens mal marcadas ou voos mal conseguidos. Que grande chatice.


A simplicidade é um luxo Delícias mineiras com descendência novaiorquina fazem o gosto da clientela da Biscoiteria Pingo de Leite Por Karina Jordão – Fotos: Divulgação

N

o adeus a Araxá (MG) é impossível visitar a cidade e não conhecer o doce pingo de leite. O doce é o que melhor representa a tradição da culinária mineira, especialmente da região de Araxá, onde nasceu e cresceu a empresária e chef de cozinha Denise Zoghbi. Amiga inseparável do fogão e principalmente da cozinha, a empresária fez com que esse casamento criasse laços com a culinária mineira por meio do curso de confeitaria. Aposentando-se em 2008, partiu para se especializar no design de doces e bolos. E, em 2010, lançou um desafio aos filhos João Zoghbi (cursando Gastronomia no IESB) e Marcelo Zoghbi (Administrador): “Vamos abrir uma confeitaria?”. Os rapazes aceitaram o chamamento e, em junho, nascia a Pingo de Leite Biscoiteria. Mas não era confeitaria? Sim! Como primeiro passo, era importante uma retrospectiva ao que vinha do berço na arte da chef. E lá está a Pingo de Leite, na SCLS 413. A Casa funciona de segunda a sábado das 8h30 às 19h30.

e festas de 15 anos na cidade. Sua especialidade é montar festas personalizadas. “Para mim, cada festa é única. Tem que ter a cara do homenageado”, diz. E assim surgem cupcakes caracterizados, decorados com esmero, nos mínimos detalhes; doces artesanais deslumbrantes agigantando-se em colorações de acordo com a ocasião, tornando sonhos de noivas uma realidade palpável, e o mais importante: com sabores refinados, exóticos e inesquecíveis aos paladares mais exigentes. Com certeza, comentário geral em todos os Day After a que estejam presentes. E os tradicionais brigadeiros? Ah! Estes desmancham na boca. Além dos pretinhos e branquinhos básicos, tem uma ampla linha de brigadeiros gourmet que incluem até coca-cola, papaya e cassis. Imperdível! Das mãos da chef e de seu filho João também nascem coloridas torres de macarons e deliciosos bem-casados, indispensáveis, nos dias de hoje, ao fechamento de uma requintada festa. E para completar o esmero, eles ainda têm uma variedade em produtos diet, sem lactose e sem glúten. É demais! Vale conhecer.

Biscoiteria

NOVIDADE

136

O sucesso das inovações, que se tornaram constantes nas mãos que não param de criar, transformando chocolates belga – alegria dos chocólatras –, avelãs, pecãs, physalis, frutas variadas e raras, enfim, promovendo a legítima confeitaria internacional com o toque de brasilidade, como a cachaça, ou o queijo bem mineiro, indispensáveis à cozinha de uma araxaense que se preze. Tudo de dar água na boca! Hoje temos a CAKE DESIGNER Denise Zoghbi comandando artesanalmente as mais belas mesas de doces de casamentos

Serviço: 413 Sul – Bloco B (61) 3445-1330 contato@pingodeleite.com De 2ª a 6ª feira, das 8h30 às 19h30 sábados, das 8h30 às 18h


Comida até no nome Por Consuêlo Badra – Fotos: Divulgação

paladar

Q

138

uem nasce no Rio Grande do Norte é potiguar. O termo vem dos índios que dominavam a região antes da chegada dos franceses, os primeiros europeus que colonizaram a região. Potiguar significa “comedor de camarão” e atesta a importância que, desde antes da chegada do homem branco, o crustáceo já ocupava na alimentação de quem vivia na costa mais oriental do Brasil. Os potiguares hoje não são apenas comedores do camarão. Estão entre os maiores criadores de crustáceos do Brasil. Os camarões são criados em fazendas de carcinicultura, nas cidades da chamada Costa das Dunas, nas proximidades de Natal. Não é de admirar, portanto, que, com o camarão, os “comedores de camarão” preparem várias das receitas mais características de sua culinária. O bobó (pimentão, tomate, cebola, cheiro-verde, azeite-de-dendê e purê de mandioca); o camarão

ao creme de milho (com cuscuz, legumes e queijo de coalho), refogado com temperos e servido no abacaxi, com manteiga de garrafa e arroz-da-terra; com legumes, manga e cachaça; no leite de coco; na moqueca; e até na paella. O coco foi introduzido pelos portugueses que, no século XVIII, expulsaram os holandeses, encerrando um período de 20 anos de ocupação holandesa no Rio Grande do Norte. A fruta vinha das ilhas do Oceano Índico. A mandioca era a base da alimentação dos índios de praticamente todas as regiões do Brasil. Os holandeses desenvolveram a exploração do sal – durante muito tempo um dos principais produtos do Rio Grande do Norte –, a criação de gado e o cultivo da cana-de-açúcar. Da pecuária vêm produtos largamente consumidos no estado, como a carne de sol, o charque (carne-seca) e os derivados de leite, como a manteiga de garrafa ou do sertão e o queijo de coalho. Vamos às receitas.


PRATOS SALGADOS CAMARÃO CAJUEIRO INGREDIENTES

380g de camarões limpos, só com a cauda; Sal a gosto; Pimenta-do-reino a gosto; ¼ de xícara (chá) de farinha de trigo; 2 ovos; ¼ de xícara (chá) de farinha de rosca; 1/3 de xícara (chá) de castanhas de caju picadas; Óleo de fritar.

PARA O MOLHO 2 colheres (sopa) de polpa de maracujá congelada; ¼ de xícara (chá) de maionese; 2 colheres (sopa) de iogurte natural; ½ colher (chá) de açúcar.

PREPARO

Faça o camarão: tempere os camarões com o sal e a pimenta. Em um prato fundo, coloque a farinha de trigo. Bata os ovos em uma tigela e reserve. Em outra tigela, misture a farinha de rosca e as castanhas de caju. Passe os camarões pela farinha de trigo. Depois, mergulhe-os nos ovos batidos e deixe escorrer o excesso. Por último, envolva-os na mistura de farinha de rosca e castanhas. Em uma panela, aqueça bem o óleo e frite os camarões até dourar. Faça o molho: em uma tigela funda, misture vigorosamente a polpa de maracujá congelada, a maionese, o iogurte e o açúcar até misturar bem os ingredientes. Arrume os camarões em uma travessa e sirva o molho à parte.

SALADA DE FRUTOS DO MAR INGREDIENTES 1kg de polvo bem lavado; 1kg de camarões grandes limpos e com casca; Sal a gosto; 1kg de camarões médios, limpos e com casca; Pimenta-do-reino a gosto; Suco de 1 limão-siciliano; 3 colheres (sopa) de vinagre; 1 fio de azeite de oliva; 2 colheres (sopa) de cheiro-verde picado; 2 pés de alface-romana picados grosseiramente; 2 tomates-caquis médios e firmes cortados em cubos; 1 pepino descascado e cortado em cubos; 500g de palmito cortado em rodelas. Na panela de pressão, cozinhe o polvo por oito minutos (marcados quando a panela começar a pegar pressão) ou até ficar macio. Pique-os em pedaços médios, cubra com filme plástico e reserve. Tempere os camarões grandes com o sal, transfira-os para uma frigideira antiaderente grande com tampa e cozinhe por três minutos. Reserve. Em uma tigela com água fervente e levemente salgada, deixe os camarões médios de molho por três minutos. Elimine as cascas, cubra com filme plástico e reserve. Em uma tigela, misture a pimenta, o limão, o vinagre, o azeite e o cheiro-verde. Reserve esse molho. Em uma travessa, distribua a alface e o tomate. Cubra com o pepino, o palmito, os camarões médios e o polvo. Ponha os camarões grandes, misture com o molho e sirva.

paladar

PREPARO

139


FILÉ DE TILÁPIA INGREDIENTES

500g de filés de tilápia; Sal a gosto; 1/3 de xícara (chá) de farinha de trigo; ¼ de xícara (chá) de manteiga de garrafa; 4 fatias de abacaxi.

PREPARO

Tempere os filés de peixe com o sal. Passe uma mínima quantidade de farinha de trigo nos filés, para tirar a umidade do peixe. Aqueça uma frigideira com borda alta, de preferência de ferro, e coloque a manteiga. Frite os filés com o auxílio de uma espátula, dourando dos dois lados. Reserve-­ os em um prato. Na mesma frigideira, doure as fatias de abacaxi em fogo baixo. Reserve. Coloque os filés de volta na panela, por cima do suco que se soltou do abacaxi, para que o sabor do caldo se misture ao do peixe. Escorra e sirva.

CARNE DO SOL COM BANANA INGREDIENTES

500g de carne de sol (contrafilé) em peça; 2 colheres (sopa) de manteiga de garrafa; ½ cebola cortada ao meio e fatiada.

PARA O MOLHO DE NATA

½ cebola cortada ao meio e fatiada; 3 colheres (sopa) de nata.

PARA AS BANANAS

1 colher (sopa) de manteiga; 2 bananas prata.

paladar

PREPARO

140

Faça a carne: lave a carne, coloque-a em uma travessa e leve ao forno, preaquecido, a 180°C por 20 minutos, até dourar. Quando estiver dourada, retire-a do forno e corte-a em dois pedaços. Coloque a manteiga em uma frigideira, leve ao fogo e, quando estiver derretida, adicione a carne de sol. Deixe dourar dos dois lados e, em seguida, junte a cebola. Faça o molho de nata: em uma frigideira, misture a cebola com a nata. Mexa e deixe ferver até ficar cremoso. Reserve. Faça as bananas: em uma frigideira, esquente a manteiga. Corte as bananas ao meio, no sentido do comprimento, e frite-­ as. Reserve. Em um prato, arrume as bananas e a carne de sol, regue com o molho de nata e sirva.


PRATOS DOCES DOCE DE FORNO INGREDIENTE

12 ovos; 4 xícaras (chá) de leite; 2 xícaras (chá) de açúcar.

PREPARO

Bata todos os ingredientes no liquidificador até formar uma mistura homogênea. Despeje em um refratário untado e leve ao forno preaquecido por 40 minutos, aproximadamente. Sirva quente ou gele antes de servir.

PASTEL COM CREME DE DOCE DE GOIABADA INGREDIENTES Para o creme de doce de goiabada 500g de doce de goiabada; 3 xícaras (chá) de leite.

PARA O PASTEL

Massa para pastéis pronta; Óleo para fritar; 10 colheres (chá) de chocolate em pó; 10 colheres (chá) de açúcar. Faça o creme de doce de goiabada: amasse o doce de goiaba com um garfo. Leve uma panela ao fogo e acrescente o doce e o leite, misturando bem, por dez minutos, até obter uma pasta cremosa grossa. Apague o fogo e reserve. Faça o pastel: recheie os pastéis com a pasta de goiaba. Dobre a massa para fechar, apertando bem as extremidades com um garfo. Leve uma frigideira pequena ao fogo com óleo. Quando estiver quente, frite os pastéis. Depois de fritos, coloque-os sobre papel toalha, para tirar o excesso de óleo. Em um prato, misture o chocolate com o açúcar e polvilhe sobre os pastéis. Sirva os pastéis quentes em

paladar

PREPARO

141


Parkfashion Connection difundindo a moda e seus conceitos

A

semana de moda do ParkFashion integrou o conteúdo do evento para o mall do shopping e ampliou a programação para difundir conceitos e conhecimentos gerais sobre a moda e seu universo. Por isso mesmo, grande parte da programação do PFC foi pautada em workshops e palestras com especialistas da área. Com inscrições gratuitas, os brasilienses puderam conferir workshops com temas variados como Estilo e Beleza, com Theo Carias e Katia Fridrich; Incrementando looks de todo dia, com o pessoal da Oficina de Estilo; e Desenhando com Tecido, com Helena Pimenta. Já no quesito palestras, podemos enumerar Tenha Estilo, com Arlindo Grund; Decorativismo na Moda, com Karlla Girotto; Moda em movimento, com Jackson Araujo; e Hot Tickets do Inverno 2012 e Preview Verão 2013, com Thais Losso. O lançamento do livro 25 anos de Cia Paulista de Moda, de Reginaldo Fonseca, também foi um dos momentos cults do ParkFashion Connection, que contou com sessão de autógrafos na sala VIP do Kinoplex ParkShopping. Fotos: Fotoforum

Thiago Malva, Cilene Vieira e Ricardo Lucas

Carina Azevedo com o superintendente do ParkShopping, Marcelo Martins

PARKSHOPPING

Reginaldo Fonseca

142

Antonio Jota

Clariana Gonzaga e Nathália Abi-Ackel

Thais Losso e Jackson Araújo

As modelos da Scouting desfilando o trabalho final do workshop Desenhando com Tecido, de Helena Pimenta

Arlindo Grund

Fernanda Resende e Cristina Gabrielli

Larissa Cunegundes e Dan Augusto

O estilista Samuel Cirnanski

Aline Ferrari, Adriana Mendonça, Acelino Freitas, o Popó, e Edaian Campos


Por Consuêlo Badra – Foto: João Telles Sá

pesadelo

O

144

s pesadelos estão ligados ao medo e aparecem na idade em que começamos a percebê-lo. “O medo que começa a revelar-se a partir dos 12-18 meses representa uma expressão da interiorização da nossa fragilidade enquanto humanos”, explica o pediatra Mário Cordeiro, no livro Dormir tranquilo. “A partir de um ano e meio, a criança começa a ter uma ideia muito nítida do seu posicionamento no mundo: gosta de conhecê-lo, mas o sente na sua agressividade e limitações. E ela, criança, sente-se cada vez mais pequenina, vulnerável e impotente. Estão criados os mecanismos do medo”, revela. Como ainda não sabe dar nome aos seus medos (por isso é que os pesadelos diminuem quando eles aprendem a falar bem), eles surgem com vários relatos: os monstros, os lobos, e depois situações de perigo. Temos vários tipos de medo, desde aqueles que herdamos dos antepassados (quase todos nós

tem medos de cobras, e no entanto quase ninguém viu uma ao vivo...), medos que adquirimos por experiências desagradáveis (quem apanhou um susto com um cão – que para uma criança pode ser enorme –, pode ficar com medo de cães), até medos de imprevistos: sabia que os insetos, por exemplo, se enquadram neste medo? Logicamente seria ridículo termos medo de uma minúscula aranha, mas temos medo do imprevisto que ela simboliza, porque nunca sabemos por onde se vai enfiar... Junto aos muitos medos há o escuro da noite, onde as crianças se sentem abandonadas e frágeis. Além disso, por volta dos três anos o cérebro começa a amadurecer, a imaginação desenvolve­­ se, e enquanto não a controlam, muita coisa pode acontecer...

Por que a maioria dos nossos sonhos são negativos? Os cientistas pensam que os pesadelos libertam o cérebro das imagens e memórias que provocam medo. Dormir com os pais não é solução, porque não os ajuda a lidar com esse medo.


Os pesadelos mais comuns: Monstros Está no top precisamente porque simbolizam qualquer medo. Reconhecíveis ou não, monstros de todos os calibres são presença constante nos sonhos infantis. O QUE SIGNICA: Não significa necessariamente que está sendo atacado por alguém na vida real, mas pode indicar uma situação de stress. Tente perceber o que anda a irritá-lo. Precipícios A sensação de cair é muito comum nas crianças, tal como nos adultos. O QUE SIGNIFICA: Em alguns casos pode ter a ver com doenças do ouvido, mas geralmente significa que ela tem medo de algo acontecer à sua vida. Sente-­ se com ela e tente perceber de que é que ela tem medo. De ficar sem os pais? De se perder? Insetos ou outros bichos Aparecem muitas vezes mais nos sonhos do que na realidade. O QUE SIGNIFICA: Refletem a sensação de desorientação e descontrole. Aparecem muitas vezes em situações fora da rotina, como um divórcio dos pais, uma mudança de casa ou a chegada de um irmão. Uma transformação Uma criatura que na vida “real” é bondosa, no sonho transforma-se numa ameaça terrível: pode ser um cão, um amigo ou até mesmo o pai ou a mãe... O QUE SIGNIFICA: Que ele não se sente seguro na forma como vê o mundo: como explicar que as pessoas pareçam boazinhas num segundo e no outro nos ralhem? A pobre mãe pode estar inocente, o sonho reflete apenas essa desorientação geral. Bruxas Muitas vezes não são nada mais terrível do que uma transposição dos desenhos animados e histórias que eles veem ou ouvem. O QUE SIGNIFA: Que são suficientemente espertos para perceberem que alguém com um ar tão ameaçador não pode ter boas intenções...

“Seja solidário com a criança”, aconselha Mário Cordeiro, “não dizendo nada no sentido de ‘está apavorado sem nenhuma razão, sabes que não tem monstros por aqui’”. Não abane as cortinas para mostrar que não há nada. Qualquer criança sabe que os monstros se escondem dos pais. O que fazer: mostrar que somos mais fortes do que eles. Deixe a luz do abajur acesa: desde a pré-história a “luz” (o fogo...) afasta os monstros. Explique-lhe como lidava com os “seus” monstros quando pequeno. “Diga às crianças que a podem chamar sempre que quiserem”, aconselha Mário Cordeiro.

Animais malvados Um cão que os ataca, uma aranha que os pica, um dinossauro de histórias... O QUE SIGNIFICA? É mais um daqueles sonhos que herdamos dos nossos antepassados da pré-história, quando os dinossauros apareciam... Ficar sem os pais, ser raptado, abandonado ou mesmo esquecido... O QUE SIGNIFICA: Que a criança se sente insegura. Enfrente o medo e explique-lhe que, no caso improvável de acontecer alguma coisa aos pais, ela terá sempre com quem ficar.


rangelcavalcante@uol.com.br

SABEDORIA Januário Feitosa foi um desses políticos típicos do Nordeste rural. Homem de poucas letras, mas dotado de uma tremenda sabedoria, foi deputado estadual e federal por várias legislaturas, raramente fazia discursos ou apresentava projetos. Dedicava todo o tempo na peregrinação pelos ministérios, em busca de recursos para os municípios onde era votado, na região seca dos Inhamuns, beneficiando principalmente as áreas da educação e da saúde. Não era de esquerda nem de direita. Não fazia negócios, não tinha empresa nem se metia em negociatas. Estava sempre do lado dos governos do estado. Certa feita, no Comitê de Imprensa da Assembleia Legislativa, um jornalista aproximou-se dele e perguntou qual dos três coronéis – Virgilio Távora, César Cals e Adauto Bezerra – tinha sido, na sua opinião, melhor governador do estado. O nosso Januário não titubeou: – Ora, o Virgílio Távora foi o melhor governador no tempo dele. Já o César Cals foi o melhor do seu tempo, assim como o Adauto Bezerra foi o melhor do tempo dele. Nada mais foi dito nem lhe foi perguntado.

IDIOTA O correto e competente jornalista Merval Melo, nosso companheiro de O Imparcial, no Maranhão, foi nomeado diretor da Imprensa Oficial do Estado pelo governador Pedro Neiva de Santana. Poucos dias depois da posse, foi recebido em audiência pelo governador no Palácio dos Leões. Levou um catatau de papéis para o seu primeiro despacho com o chefe do governo. Mas nem teve tempo de abrir as pastas. Mal se sentou e o governador disparou: – “Seu” Merval, nunca pensei que o senhor me considerasse um idiota! Sem esperar que o jornalista se recuperasse do susto, continuou: – Veja isso aqui. É um telegrama seu me comunicando que foi nomeado diretor da Imprensa Oficial do Estado. O que o senhor pensa? Que eu seria tão idiota a ponto de não saber que fui eu mesmo quem o nomeou para o cargo? O Merval saiu de fininho e foi descontar na secretária, que enviara a comunicação a todas as autoridades do estado, entre as quais o próprio governador.

rangel cavalcante

TIO PATINHAS

146

O jornalista Nelson Faheina conta, e jura que é verdade, que na terra dele, Limoeiro do Norte, morou um juiz que era uma verdadeira versão tupiniquim do Tio Patinhas, da Disney. Botava os filhos para caçar andorinhas na torre da igreja, que eram assadas e comidas no jantar. As três crianças iam ao banheiro em fila, para gastar apenas uma descarga do vaso sanitário. Mesmo tendo um automóvel, o magistrado conseguiu um passe livre para viajar de graça nos ônibus da “Vale do Jaguaribe”, a empresa que fazia a ligação de Limoeiro com a capital. Numa de suas viagens, desembarcou na rodoviária de Fortaleza sentindo fortes cólicas, uma dor de barriga danada. Quase teve um troço quando se viu obrigado a pagar R$1 pelo uso do sanitário. Revoltado, pagou com uma nota de R$5. Recebeu de troco quatro moedas de R$1, que colocou no bolso da lapela do paletó. “Desobrigado”, ao vestir as calças curvou-se e uma das moedas caiu no vaso sanitário, antes que desse a devida descarga. Angustiado, dirigiu-se ao homem que controlava a borboleta de entrada dos banheiros: – Amigo, caiu uma das minhas moedas aqui no vaso sanitário. Como posso tirá-la? O homem olhou para o vaso sujo e disse: – Meu caro, só há um jeito de tirar a moeda. É meter a mão aí e pegá-la. Quando viu o juiz começando a arregaçar a manga do paletó para pegar a moeda, não se conteve: – Eu não acredito que o senhor tenha a coragem de meter a mão nisso aí por causa de uma moeda! – O senhor tem razão. Por uma moeda eu não meto a mão aí! E para espanto do funcionário, sentenciou: – Mas por quatro, eu meto! Jogou as outras três moedas no vaso sujo, meteu a mão e apanhou as quatro, saindo do banheiro com ar vitorioso.


DONA OLGA Filha única do coronel Chico Monte, um dos grandes caciques da política nordestina, com base em Sobral, na zona norte do Ceará, dona Olga Barroso não era mulher de levar desaforo para casa. Mulher de Parsifal Barroso, que foi deputado, senador, ministro e governador do estado, tinha fama de mandar no governo do marido. Decidida, chegou a invadir, quando primeira dama, o quartel da 10.ª Região Militar para exigir a libertação do jornalista Themístocles de Castro e Silva, então secretário de Governo do seu marido, que os militares prenderam por assinar um artigo defendendo a posse de João Goulart, quando da renúncia de Jânio Quadros, em 1961. Os milicos guardaram o ódio no freezer e o descongelaram em 1964, quando eclodiu a “revolução redentora”, que nos regalou com duas décadas de ditadura castrense. Era o homem forte no estado o coronel Egmont Bastos Gonçalves, comandante do 10.º Grupo de Obuses, sediado em Fortaleza. Mandava e desmandava, prendendo e soltando, interrogando, abrindo os famosos Inquéritos Policiais Militares, os temidos IPMs. Foi aí que envolveu dona Olga no inquérito que apurava denúncias de envolvimento de políticos com o contrabando de café. A ex-primeira dama estava na Europa e de lá enviou uma carta ao coronel. Era curta e grossa. Dizia apenas: “Coronel Egmont, Conheci sua mãe, Maria Alice, e sei que é uma santa. Você certamente não é filho dela e sim de alguma p#xx. Os espíritos Joaquim Bastos (político da família do coronel) e Chico Monte certamente o amaldiçoarão por tanta ruindade e injustiça. Assinado: Raimunda Olga Monte Barroso”. A carta só foi conhecida do público porque o próprio coronel a exibiu e leu num programa de televisão. Dona Olga foi inocentada no inquérito e nunca mais se falou nisso.


Começar uma nova relação amorosa é uma experiência emocionante, sob muitos aspectos. Contudo, no plano sexual, ela pode transformar-se num verdadeiro suplício, se não tiver paciência, capacidade de adaptação e, sobretudo, muita sinceridade

convivência

Por Consuêlo Badra – Fotos: João Telles Sá

148

M

uitas vezes, o problema não está na falta de experiência, nem na timidez, nem nos preconceitos morais; também não tem a ver com o desconhecimento, as dívidas, os medos ou os desejos de cada um. Simplesmente não conseguimos assimilar o fato de que temos um novo parceiro, com vivências e gostos diferentes daqueles a que estamos habituadas.


149

convivĂŞncia


FALHAS NAS CARÍCIAS Tem um namorado novo. Na primeira vez que fizeram amor, o desejo e a excitação foram os donos do momento. Agora, com mais calma, você procura acariciá­lo nas zonas a que estava habituada, mas nota que não provocam grande satisfação, ao mesmo tempo que tem a sensação de que ele talvez esperasse algo diferente. Por sua vez, ele pergunta insistentemente “está gostando?” ou “já teve um orgasmo?”. Você não entende o porquê destas perguntas, pois pensa que devia bastar ele observar as suas reações; no entanto, não para de pensar que talvez ele esteja habituado a mulheres mais expressivas. Muitas vezes, acontece mesmo que, depois de ter experimentado um grande prazer, ele pare com as carícias, como se o encontro sexual tivesse que acabar ali. Talvez ele não se dê conta de que você consegue obter vários orgasmos, quase seguidos. E o que dizer dos beijos, das posições, da força e do ímpeto que cada um gosta de imprimir ao ato de fazer amor? Ou da angústia de não ser suficientemente atraente ou de ejacular mais rapidamente do que seria o desejável? Dúvidas, equívocos, medos, complexos e, sobretudo, a sensação de que não se obteve nem se proporcionou 100% de satisfação é algo comum quando se iniciam relações sexuais com um novo parceiro.

convivência

ALGUMAS RESPOSTAS

150

O que fazer, então, para que o par se entenda melhor e mais rapidamente, numa nova relação? A resposta é muito simples e podemos resumi-la em três conselhos. 1 Não dê importância às dificuldades iniciais. Jamais deve pensar que existe algum tipo de incompatibilidade sexual. Pelo contrário, o melhor é considerar esse período de acasalamento como o mais normal do mundo e ter a plena segurança de que, nos próximos encontros, existirá um melhor conhecimento do corpo e dos gostos do parceiro. 2 Experimente, sem pressa, acariciar especialmente uma nova zona do corpo, experimente uma nova posição, algo que já conheça, mas que nunca tenha feito com ele. O corpo de cada um é novo mundo para o outro explorar.

SEJA DIALOGANTE Para que as diferentes formas de viver a sexualidade se acomodem o mais rapidamente possível, não se esqueça: • Comente com ele o que lhe pareceu a experiência, o que foi novidade, o que gostou mais e o que gostou menos. Não se esqueça de lhe pedir suas impressões. • Nunca caia no erro de comparar um namorado atual com os anteriores.

3 E, sobretudo, dialogue. Algo que deveríamos fazer com mais frequência, falar com sinceridade. É triste verificar como alguns casais, com vários anos de relacionamento, não se atrevem a contar um ao outro os seus desejos, os seus gostos sexuais ou o seu desconforto perante certas práticas.

NOVOS HÁBITOS “Já praticaste alguma vez sexo oral?”; “Gosto que me acariciem os genitais, antes da penetração”; “Incomoda-me que me beijes tanto no pescoço”; “Não me

acaricie apenas o peito”; “Gostaria de saber se atingiste o orgasmo, porque eu não noto”: estes são exemplos de frases-chave que não devem ser diferentes de pronunciar, em nenhum momento da relação, e que são vitais, nos primeiros encontros entre duas pessoas. A experiência de desfrutar sexualmente com um novo parceiro é como introduzir-se numa nova cultura, com um idioma, hábitos e símbolos distintos, aos quais tem de se habituar. Levará algum tempo, mas irá conseguir, principalmente por meio do diálogo.


De A a Z AYRES BRITO, ministro empossado como presidente do Supremo Tribunal Federal, é hoje detentor de uma das melhores imagens públicas do Brasil, sendo praticamente uma unanimidade entre ocupantes de altos cargos no Estado brasileiro. Pena que completará 70 anos em novembro e se aposentará. Mas até lá terá muito o que fazer. ANTÔNIO MATIAS, à frente da Rede Gasol (postos de gasolina), desenvolve desde 2007 um projeto magnífico chamado de Casas do Saber. Neste ano, ele completou a marca de 100 bibliotecas instaladas nas mais diversas cidades do DF, valendo-se das doações feitas pelos brasilienses. Se puder, você também deve entregar livros, de qualquer tipo, num dos postos Gasol. Serão de grande utilidade para o povo de Brasília.

renato Riella

DANIELA MENDES inaugurou na QI 21 (Bl. A) do Lago Sul a primeira loja da rede Nails Clube, definida como “novo conceito na beleza das unhas”. Ela pretende chegar a quatro lojas até o fim de 2013. A esmalteria Nails Club é um espaço dedicado aos pés e mãos femininos, com esfoliação, hidratação e SPA, além de serviços de manicure e pedicuree. Tem cerca de 500 esmaltes à disposição da clientela. Vale a pena conhecer.

152

FERNANDO LEMOS, brilhante jornalista, faleceu repentinamente aos 64 anos e deixou uma multidão de amigos sob grande tristeza. Ele será lembrado pela profunda atuação que teve na cultura da cidade. Entre outros méritos, é um dos principais responsáveis pelo título de Patrimônio Cultural da Humanidade, dado pela Unesco a Brasília na década de 80. IBANEIS ROCHA, advogado dos mais conhecidos em Brasília, está sendo pressionado por companheiros de todas as cidades do DF para disputar no fim do ano a presidência da Ordem dos Advogados do Brasil (Secção-DF). Será uma eleição duríssima, mas acredito que Ibaneis vai aceitar o desafio, embora ainda não diga que sim, nem que não. LUCIANO CARVALHO foi vice-presidente da Associação Médica de Brasília (AMBr) e agora preside a entidade até 2014, eleito para o cargo no final de 2011. Ele tem a meta de transformar a Associação numa espécie de Ordem dos Médicos, com o mesmo grau de importância que se dá à OAB. A AMBr congrega as sociedades médicas que representam cada especialidade em Brasília.

DANIELA VEREZA começa a fazer sucesso com o bufftet Festim Eventos Gastronômicos. Carioca, ela mora em Brasília há mais de 30 anos. Trabalha na área de alimentos desde 1990 (antes teve restaurante), mas criou um buffet dinâmico, que consegue atender a grandes eventos. Daniela também faz atendimentos mais personalizados com a mesma qualidade. Maiores detalhes no site festimeventosgastronômicos.com.br.

REGUFFE é um deputado federal surpreendente, que os brasilienses elegeram com a maior votação proporcional do Brasil. Tem sempre propostas chocantes. Agora ele defende que a Câmara Federal, em vez de 513 deputados, tenha apenas 300. Parece uma boa ideia. Caso contrário, o espaço útil estará a cada momento mais apertado nos gabinetes e nos salões do Congresso. Além disso, haverá grande economia. Será que passa?

FERNANDA FERRUGEM, estilista brasiliense de sucesso, além de se destacar nos desfiles do Capital Fashion Week, marca presença no DF com o Espaço Ferrugem, na QE 10 do Guará II. Trata-se de um ambiente formado por vários departamentos: loja, ateliê e um brechó que reúne peças vintage garimpadas pela própria artista.

TADEU FILIPPELLI, em meio a tantos escândalos locais e nacionais, destaca-se como um político que se mantém preservado. O atual vice-governador do DF não apareceu, por exemplo, nas fitas bombásticas divulgadas pelo denunciante Durval Barbosa. E agora, nas gravações ligadas a Carlinhos Cachoeira, também está imune. É qualidade a se destacar.


Circulação e frio, perigosa conjugação Por Consuêlo Badra – Foto: João Teles Sá

O

organismo humano é mais sensível aos fatores climáticos do que se pensa. As baixas temperaturas podem desencadear ou agravar patologias, incluindo as relacionadas com o coração, e isso indica tomar medidas preventivas. Vamos entrar daqui a meses na época fria do ano, o que implica uma série de transformações e patologias próprias do outono/inverno. A circulação sanguínea – quer a venosa, quer a arterial – e o frio são maus companheiros de viagem. As lesões que o frio pode provocar são muitas e variadas, desde as frieiras até as temidas congelações dos alpinistas. Quanto às primeiras, são consequência de uma congelação localizada, devida à exposição ao frio úmido. Afetam, principalmente, os dedos das mãos e dos pés, embora também sejam frequentes nos ouvidos e no rosto. Apresentam a forma de tumefações vermelhas e dolorosas, que podem ulcerar e infectar.

saúde

CARDÍACOS EM RISCO

154

É importante saber que o frio atrasa a circulação e dificulta o fornecimento sanguíneo às partes distantes do organismo; este necessita, portanto, de mecanismos compensatórios, entre os quais o coração, que desempenha um papel importante, já que terá que fazer um esforço suplementar para que o sangue chegue a todo o corpo. Assim, é de suma importância que os cardiopatas – pessoas que sofreram um enfarto ou têm angina de peito – controlem as

mudanças de temperatura e saiam para a rua suficientemente agasalhados, para evitar o contraste de temperaturas, que obrigaria o coração a um trabalho extra. Desse modo, evitarão também as constipações, outro dos fatores que descompensam facilmente esses doentes. É praticamente impossível fazer uma lista das afecções em que o binômio circulação/frio intervém, dada a sua vasta influência. Porém, essa influência também depende de fatores como a susceptibilidade de cada indivíduo, que pode ser acentuada pelo excesso de álcool, pelos medicamentos e, sobretudo, pelo tabaco, bem como pela idade.

TABACO FATOR AGRAVANTE O tabaco merece um destaque especial, por ser o fator mais nocivo e agravante de certas patologias circulatórias. É o caso do coxear intermitente, que algumas pessoas de meia-idade sofrem em resultado de episódios de estrangulamento circulatório na barriga da perna, quando baseiam em baixas temperaturas. Esses doentes – e qualquer pessoa que apresente patologia vascular das extremidades inferiores – devem evitar aplicar calor local, em frente a lareiras ou aquecedores ou através de sacos de água quente, porque podem ter sérias lesões. Conclusão: a conduta a seguir face ao frio passa, antes de mais nada, pela adoção de medidas preventivas, sobretudo se existe uma patologia associada, e recorrer à consulta médica perante qualquer alteração que pensemos estar relacionada com o frio.


saúde

É de suma importância que as pessoas que sofreram um enfarto ou têm angina de peito controlem as mudanças de temperatura e saiam para a rua suficientemente agasalhadas

155


156

relacionamento


Só quem é sabe o que é Em terra de defensor do casamento, não é de bom-tom disparar elogios à vida de solteiro, ou vice-versa. As duas tribos, definitivamente, têm interesses distintos disparidade: em 2000 esses números totalizavam 33,3%. É também ponto contrário paras as trocas de alianças, a escoeijo apaixonado de tirar o fôlego, seguido de um so- laridade feminina, cada vez mais elevada. Outro levantamento noro “vou te amar pra sempre”: assim se conclui a recente, este conduzido pelo Inep, Instituto Nacional de Estuquase totalidade dos casórios eternizados pelas telas dos e Pesquisas Educacionais, mostra que na atualidade 63% do cinema ou celebrados à miúda numa igrejinha de dos concluintes do ensino superior são do sexo feminino; do tocidade interiorana. Com a presença do fraque, da grinalda e do tal de matrículas, elas representam 56,5%. A consequência dislogan “juntos na alegria e na tristeza...” ou não, todos nascem reta dessa estatística: mulheres escolhendo parceiros cada vez com um objetivo – completude amorosa, engenharia humana mais à altura de seus feitos educacionais e consequentemente profissionais. Tudo isso e os derivados que atravessou o tempo e hoje esbarra que transbordam da sociedade moderna, em mulheres e homens focados em mais como a inversão de valores tidos como e mais crescimento profissional. Resultamofados, põem os “juízes de paz” e o “pado: a opção por relacionamentos exprespel passado” em caminho célere rumo ao sos, prazeres descartáveis e uma transa esquecimento. resumida a uma mensagem no Facebook. Para injetar modernidade a essa arEssa soma que tem feito do casamento quitetura, ganha eco a voz de um grupo algo adiado, quando não muito, descarporto alegrense com signatários espalhatado. Mas, sem alarde, pela contramão dos pelo país, batizado de Rede Relações segue uma turma disposta a mostrar que Livres. São cultores de algumas soluções “juntar escovas” ainda está na moda. conjugais famosas na web para a querela Essa massa resistente de apaixonados acima. A mais destacada: viver todas as foi responsável por insuflar o número de paixões ao mesmo tempo sem se enterrar uniões legais em 6,6 por grupo de mil haem uma de cada vez e, sobretudo, nada bitantes com 15 anos ou mais, garante as de casamentos. O grupo ultramodernista Estatísticas do Registro Civil de 2010, últiconta com estrutura sólida, regras e filomo levantamento do gênero desenvolvido “As pessoas felizes aceitam com sofias alimentadas por ideais que gravipelo IBGE. Um declínio amargo na comnaturalidade suas escolhas” tam pelo universo do amor, do sexo e da paração com os matrimônios registrados nas décadas de 70 e 80, que oscilavam entre 11 e 13. Os divórcios libertinagem. Pela esteira do grupo seguem ideias que defentambém pesaram nesta equação: 75,2% deles foram consensu- dem “uma visão de relações afetivas e sexuais onde as pessoas ais. Entre a fatia não consensual, 52,2% foram iniciados pelas têm direito de desejar e viver quantas relações e amores quisemulheres. Ainda de acordo com a pesquisa, 40,9% dos divórcios rem. Ausência do casamento e do tabu da monogamia (restrivieram de casamentos que duraram no máximo 10 anos. Outra ção a que não se tenha mais de uma pessoa)”. Por Wemerson Santos – Fotos: Ricardo Padue

relacionamento

B

157


“Os casais hoje estão mais maduros”

Lendo o que não está dito subentende-­ se: ninguém é de ninguém. Para celebrar a existência de filosofias do gênero, o grupo criou o evento Universo Livre – culto que acontece uma vez por semestre em âmbito estadual. É onde os RLIs, como se intitulam, espalham seu “processo de consciência e identidade”. Para quem não é do ramo, é onde se “desatam os nós que estrangulam as possibilidades pessoais de vida e afeto livre”. Desafio que encabeça uma lista cujo desfecho se dá na construção de uma vivência da multiplicidade das relações afetivas e amorosas. Para chegar a tal grau de desprendimento, na conclusa (e complicada) solução do grupo, é preciso “construir, sustentar e viver a felicidade e os desafios de se ter dois ou mais companheiros simultaneamente”.

contemporâneos, mesmo que em baixa, estão mais maduros, os casais mais cientes da escolha e isso pode gerar novo fôlego às uniões no futuro. “Isso nós percebemos no comportamento do casal – há um perfeito entrosamento na quase totalidade deles”, diz Vivi Manzur, responsável, ao lado de seu marido, por imprimir um virtuosismo técnico ímpar nas fotografias de casamento.

relacionamento

O amor plastificou?

158

Pela avaliação do grupo gaúcho, não, ele apenas é merecedor de dois ou mais transeuntes ao mesmo tempo. O que plastificou foi o casório, uma especiaria ultrapassada. Instituição arcaica, mas defendida pelo casal de fotógrafos Vivi Manzur e Luiz Finotti. Casados há oito anos, a dupla, especialista em capturar o mais sublime da emoção de noivos e noivas através de suas objetivas, acredita que os casamentos

Também blindados no que se refere à extinção do matrimônio, instituição que acompanhou até aqui a evolução humana, estão Monique Kniggendorf Oliveira e Mateus Barreiros de Oliveira. O último nome duplicado ajuda a traduzir: trata-­ se de outro casal. Formalmente casados há um ano, ela, publicitária, ele, consultor de informática, ambos paulistas e na casa dos 27 anos de idade, cultuam um cálculo simples para sustentar as bases do seu relacionamento: troca de felicidades, mais amor borbulhante, mais momentos memoráveis. Amigos por quase cinco anos antes do casamento, hoje ostentam a felicidade que Monique garante ser fruto de uma decisão acertada. “Percebi que era ele o escolhido após quatro anos de amizade. Éramos como irmãos, nos conhecíamos de verdade, sem pretensão alguma de se mostrar interessante um para o outro. Nosso relacionamento não tinha como dar em outra coisa a não ser no casamento”, diz Monique. Voo solo ou acompanhado, o matrimônio continua sendo um dos grandes divisores de opinião da humanidade. Aquém aos exotismos que emergem das multirrelações e ponderado quando o assunto é a suposta monogamia matrimonial, o psicólogo paulista Odair J. Comin apela ao subjetivismo ao dizer que ambas as situações civis têm seus pontos positivos e negativos. “O importante é aproveitar o máximo, usufruir o melhor de cada estágio da vida. Estar bem com o que lhe é presente, solteiro ou casado. Se o indivíduo está casado e queria estar solteiro e vice-versa, então é provável que esteja infeliz, e quando mudar de lado, continuará infeliz. Pois têm dificuldade de conectar-se com o presente. É certo que toda escolha requer uma renúncia, mas até aí, nada mais natural. Viva o melhor de cada fase e olhe o mais perto possível de si, pois é onde a sua vida realmente acontece”, afirma. Serviço: IBGE: 0800-721-81-81
 INEP: 0800-61-61-61
 www.rederelacoeslivres.wordpress.com
 Vivi&Luiz Fotografia: (61) 3242-0230

“O casamento foi a melhor decisão que tomamos”


Especiarias aos molhos

Pela Redação

D

ão cor e sabor às nossas receitas sem acrescentar calorias. São presença constante nos mais variados pratos, dos salgados às sobremesas, desde o momento do Descobrimento. Reconhecidas por darem sabor e cor, podem associar-se entre si ou serem usadas sozinhas, com a vantagem de não acrescentarem quaisquer calorias e de reduzirem a quantidade de sal usado. Além disso, também têm propriedades benéficas para a saúde. Estamos comentando sobre especiarias, cujo aroma intenso depressa nos traz à memória receitas que já experimentamos e até viagens que realizamos.

CANELA Em pau ou em pó, dá sabor a doces, como é o caso do arroz-doce e outros tantos. Mas há também quem misture no café e, no médio oriente, aromatiza carne e até vegetais.

Benefícios

CRAVO Tem um perfume forte e adocicado e serve para aromatizar guisados e marinadas, entre outros pratos salgados, mas também doces e chás.

Benefícios Tem propriedades antibacterianas e anti-inflamatórias, combate a dor de dentes e dor de cabeça.

COMINHO É presença obrigatória na gastronomia indiana, mexicana, tailandesa, vietnamita e árabe.

Benefícios Combate constipações e outras infecções do trato respiratório, além de facilitar a digestão.

CARDAMOMO É muito usado nas receitas indianas, mas também aromatiza pudins de leite e o café árabe. Encontra-se à venda em vagem e em pó.

PIMENTA-DO-REINO

Benefícios

Moída ou em grãos, branca, rosa, verde ou preta, a pimenta-do-reino é muito usada para temperar vários pratos, como bifes, risotos, massas e molhos. Prefira em grãos, para moer na hora.

É usado para tratar infecções de gengivas, dores de garganta, problemas gástricos, flatulência e mau hálito.

Benefícios

É utilizada geralmente em pó, possui cor amarelada e um sabor picante.

NOZ MOSCADA temperos

Ajuda a digestão, tem propriedades analgésicas e estimula a função cerebral.

Possui propriedades antibacterianas e antifúngicas e melhora o sistema circulatório. Ajuda a reduzir os níveis de açúcar no sangue e estimula a concentração.

Promove a digestão e acelera a destruição da gordura, estimulando o processo metabólico.

160

Benefícios

Aromatiza molhos, empadões, pratos de caça e dá um sabor especial ao puré de batata.

CURCUMA

Benefícios Tem propriedades antioxidantes que, entre outras coisas, protegem os neurônios das doenças degenerativas e diminuem também a formação de placas nas artérias coronárias. DICA: As especiarias são muito sensíveis à luz e à umidade, por isso, devem ser conservadas num local fresco e seco.


Vamos estudar! Ingressar no terceiro ano do Ensino Médio não significa cursar o último ano escolar. Essa fase final traduz um ciclo, a passagem para uma vida adulta, a entrada na Universidade Por Nathália Cardim – Fotos: Divulgação

O

pré-vestibular

vestibular é um momento de grande tensão e desafio para o aluno. É necessário que os cursinhos preparatórios, assim como a escola em que os jovens estudam, proporcionem ao educando crescimento intelectual, preparando-o para o ingresso no curso superior. É por meio dessa premissa que o Maristão trabalha com o objetivo de criar no ambiente escolar uma casa de realizações humanas e pessoais. A aprovação no vestibular não significa ape-

162

nas uma conquista, mas sim a realização concreta de anos de estudos. Os alunos do Maristão alcançaram mais de 240 vagas na Universidade mais concorrida do Distrito Federal, a UnB, no último vestibular. Sem contar as inúmeras aprovações nas melhores instituições privadas de Ensino Superior de Brasília. Para Andréa Studart Corrêa Galvão, diretora educacional do Colégio Maristão, e José Leão da Cunha Filho, diretor geral do colégio, isso significa a boa execução de projetos de estudos, uma equipe determinada a preparar mais e melhor e, lógico, seus estudantes. São eles que fazem toda a diferença.


Yuri Barcellos Galli – Engenharia Mecatrônica – UnB “Tudo que eu aprendi durante a minha vida escolar foi aplicado nos meus estudos para o vestibular. O Marista foi uma segunda casa para mim. São várias as oportunidades que o colégio oferece para você sempre melhorar, sem contar o suporte acadêmico que é oferecido. O Maristão também foi responsável pela escolha do meu curso; sempre fui fascinado pelas aulas de física e os excelentes professores que me deram aula só me fizeram ter mais certeza do que eu queria cursar.”

pré-vestibular

A alegria dos alunos junto a alguns professores

163


Estudantes comemoram

Júlia de Noronha – Administração – UnB “O Marista é minha vida! Sempre me senti muito bem acolhida na escola. Graças aos meus professores e todo o suporte que o colégio oferece, consegui uma vaga na UnB. Passava as tardes na biblioteca estudando, pois sempre havia professores dispostos a tirar qualquer dúvida a qualquer hora do dia. Eu já estou morrendo de saudades da escola. No começo a gente fica aliviada porque essa etapa da nossa vida acabou, mas depois bate uma nostalgia.” Estar preparado para uma etapa tão importante da vida é necessário, afinal, o vestibular é apenas um passo para ingressar em uma faculdade, conseguir alcançar sonhos e se tornar um profissional em determinada área. Os cursinhos prévestibulares oferecidos aos estudantes têm por objetivo ajudar os alunos a conseguirem ingressar nas universidades. Um pré-vestibular tem como objetivo principal e inato aprovar. O perfil do aluno que procura o Galois Pré-Vestibular é aquele que deseja passar no vestibular, tendo para isso condições máximas para lograr seu êxito em qualquer curso que pretenda. A procura maior é pelos cursos de Medicina e Direito, mas diversas

outras graduações têm se mostrado atrativas e motivam o estudo por parte dos alunos, que procuram também não só a Universidade de Brasília, mas outras instituições na região ou até distantes. Mais do que procurar, eles têm a certeza do sucesso. As aprovações são expressivas. Nos últimos oito vestibulares da UnB, por quatro vezes um aluno que estudou no Galois ficou em primeiro lugar. A cada resultado, as listas de aprovados são publicadas nominalmente no site para que se parabenizem os alunos, além de certificar junto à comunidade de forma transparente o ritmo de aprovação. Usando exemplos recentes, seguem alguns dados sobre os vestibulares: primeiro lugar geral na UNB no 1º de 2009, 1º de 2010, 2º de 2011 e no último vestibular, 1º de 2012. Um bom desempenho nos estudos está diretamente ligado à saúde integral e não apenas ao aspecto cognitivo. Investir um pouco de tempo em cuidado com a saúde é sinônimo de maior rendimento e aproveitamento nos estudos e maior tranquilidade na hora de fazer as provas. Agradecimentos: Galois Pré-Vestibular (61) 3252-2070 Colégio Marista Brasília (61) 3445-6900


AFRANIO RODRIGUES DA CUNHA

Com o então presidente da República, Fernando Collor

adriana colela

A 166

franinho, como é carinhosamente chamado pela legião de amigos que tem, veio para Brasília em 1960. Nascido em Uberlândia, Minas Gerais, morava no Rio de Janeiro, onde o pai era deputado federal. Atendendo ao pedido de JK, de que todos os deputados viessem para Brasília com suas famílias, ele chegou e é parte da história da cidade. Aqui estudou e formou-se em Direito. Trabalhou na Presidência da República, na secretaria particular do presidente Castelo Branco, na Justiça Federal, por dez anos, e também foi diretor de Admi-

nistração dos Correios por cinco anos. Foi diretor do famoso “Congressinho”, onde a juventude de Brasília se reunia no Clube do Congresso. Foi lá um dos primeiros shows de Roberto Carlos na cidade, trazido por Afranio. Por sete anos foi diretor social do Iate Clube e fez grandes festas. Casou em 1972 e teve sua linda filha Juliana, que lhe deu a neta Ana Sofia. Adora dançar e até hoje sai todas as noites. Gosta muito de um charuto cubano, um bom vinho, e estar com as amigas e amigos lhe dá muito prazer. Muito querido, merece uma saudação: Salve Afranio!

Deborah Secco


Bate-bola: Sou assim: Amigo Lugar especial: Minha casa Um luxo: Seu carro Mercedes Benz Paixão: Ana Sofia

Com a filha Juliana e a neta Ana Sofia

Prazer: Mulheres bonitas O que te tira do sério: Trânsito Medo: Avião Como relaxa: fumando um bom charuto

Com Consuêlo Badra

Com Luiza Brunet

adriana colela

Com Mara Sarahyba e Daniela Sarahyba

167


Bruno Stuckert: sinÔnimo de talento Captar o instante e guardar lembranças por meio das lentes fotográficas: Foi em meio a essa filosofia que o fotógrafo brasiliense Bruno Stuckert nasceu e foi criado. Com a tradição familiar da fotografia presente no sangue e na alma, Bruno, aos 15 anos, já manejava com grande habilidade uma câmera fotográfica. Três anos depois, aos 18, ele, que representa a quarta geração de fotógrafos da família Stuckert, realizou seu primeiro trabalho e, desde então, coleciona experiência obtida nas mais importantes redações do País em editorias de política, economia e cultura, além de agências de notícias e revistas. Mas foi em 2003 que Bruno Stuckert redescobriu um novo olhar fotográfico para flagrar momentos únicos e especiais, quando passou a direcionar seu trabalho à cobertura de casamentos. Inspirado por renomados fotógrafos, como Annie Leibovitz, Bob Wolfenson e o primo, Ricardo Stuckert, Bruno já fez diversos trabalhos dentro e fora do País e leva aos seus trabalhos a arte de imprimir nas lentes a captação de momentos únicos e especiais. O fotógrafo Bruno Stuckert, figura carimbada das melhores coberturas de eventos sociais em Brasília, foi aceito na renomada WPJA (Wedding Photojournalist Association) pelo seu trabalho em fotografia de casamentos. Ele agora se torna o primeiro brasiliense a entrar para o time da WPJA, dentre 47 inscritos. Basta visitar o portfólio virtual do rapaz, que faz parte do famoso clã de fotógrafos Stuckert, para ver porque o título foi realmente merecido.

Feliz Aniversário!!! No próximo dia 24, quem completará mais um ano de vida é a nossa querida amiga Stella Sartório. Que Deus te abençoe cada dia mais e que Ele possa realizar todos os desejos do seu coração.

juliana albuquerque

Feliz Dia das Mães

168

Mais uma linda data torna a fazer parte de nossas lembranças cotidianas. O momento é delas, as “Mães”. Como todos os anos, dedicamos um dia no calendário para comemorar e homenagear aquela que nos gerou e nos conduziu à vida. Mulher virtuosa, quem a pode achar? Pois o seu valor muito excede ao de joias preciosas. O coração do seu marido confia nela, e não lhe haverá falta de lucro. Ela lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida. Ela busca lã e linho, e trabalha de boa vontade com as mãos. É como os navios do negociante; de longe traz o seu pão. E quando ainda está escuro, ela se levanta e dá mantimento à sua casa, e a tarefa às suas servas. Considera um campo, e compra-o; planta uma vinha com o fruto de suas maos. Cinge os seus lombos de força, e fortalece os seus braços. Prova e vê que é boa a sua mercadoria; e a sua lâmpada não se apaga de noite. Abre a mão para o pobre; sim, ao necessitado estende as suas mãos. Provérbios 31:10-20

Grande Comemoração Para comemorar 45 anos de milagres, unção, renovação, busca e manifestação da presença de Deus, a Batista Central vai realizar uma semana de celebração. O aniversário da igreja será comemorado de 20 a 27 de maio, ocasião em que será dada posse ao novo presidente da igreja, Pr. Ricardo Espindola. A Central tem 45 anos de história e é referência no Brasil e nas nações, é reconhecida como uma inspiração para muitos ministérios. A igreja começou com poucas pessoas em um barracão de madeira, mas logo cresceu e ficou conhecida em várias partes do país e do mundo por causa das curas e milagres que Deus operou em muitas vidas por meio do Pr. Vilarindo Lima.

Enfim – Cuisine & Art Brasília ganha casa inspirada nos lounges nova-iorquinos com música mais alta e cardápio contemporâneo. Apostando nesse conceito, o restaurante Enfim abre as portas na cidade. O novo empreendimento é resultado de cinco meses de pesquisa, dedicação e muito trabalho. Os esforços estão presentes em cada detalhe do projeto. O empreendimento é uma nova página na trajetória dos sócios dos Corrientes 348, Tiago Boita Laude e Leandro Pompeo, e também para os irmãos Samir e Igor Suaiden, do Taioba. Com um cardápio enxuto e contemporâneo, o menu soma a criatividade do chef Celson Luiz às sugestões dos sócios. Com pouco mais de um mês de inaugurada, a casa já é um sucesso.


Fotos de Paulo Lima e Gilberto Amaral

Boni ladeado pelo ministro Edison Lobão e Toninho Drummond. Os três foram diretores da Globo. Toninho ainda é

Homenagem ao Boni

Amigos, antigos companheiros de trabalho e admiradores foram homenagear o grande homem de televisão, José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, em sua passagem pela Corte ao ensejo do lançamento de seu livro em Brasília. Isto aconteceu ontem, em plena segunda-feira de calor, na casa

de Yara e Pedro Rogério Moreira, que abriram as portas para um almoço em que o prato de resistência foram duas leitoas pururucas. No dizer da colunista Eliane Cantanhede, Yara fez da segunda um domingo azul de plena felicidade! Boni ficou muito feliz. Há muito não vinha na capital.

A anfitriã Yara Moreira ladeada pela jornalista Eliane Cantanhede e a conselheira da Embratel, Emília Maria Silva Ribeiro Curi

O ex-ministro das Comunicações Hélio Costa, que disse ao colunista que pretende voltar à política, o homenageado e o anfitrião Pedro Rogério

revendo companheiro de trabalho Os anfitriões proporcionaram ao Boni rever antigos companheiros de trabalho, como o atual ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, que, poucos sabem, foi o primeiro chefe de jornalismo da TV Globo de Brasília, nos tempos bons do Governo Médici. Estavam também: Hélio Costa, Álvaro Pereira, Toninho Drummond, Anchieta Hélcias, Carlos Monfort, a turma da Globo. E, repetindo, a musa do reportariado brasiliense e nacional, Eliane Cantanhede, cada vez mais bela.

comportamento

o mais antigo e não o mais velho...

170

Boni se lembrou de que este colunista é hoje o mais antigo (e não o mais velho...) apresentador da televisão brasileira, ao lado de Hebe Camargo. Graças a Deus, estou bom de bola, comi leitoa, tutu à mineira e couve rasgada. E ainda mandei uma sobremesa sensacional, melado com inhame. Só mesmo a Yara para fazer me lembrar de meus tempos de menino em São Sebastião do Paraíso. Onde, por sinal, os telespectadores podem ver outra obra do Boni: a Rede Vanguarda, televisão de sua autoria que emite a partir de São José dos Campos. Uma tarde de grande prazer. Boni e este colunista


O presidente da Anatel, João Resende, ladeado pelo senador Heráclito Fortes, o homenageado, Toninho Drummond e pelo diretor regional do SBT, Daniel Pimentel Slaviero

recuperação de sarney Reaparecendo Heráclito Fortes, preocupado com a ausência de Sarney para presidir as sessões no conturbado momento político, e Reginaldo Oscar de Castro. Cachoeiras, cascatas e bicas foram motes para a boa conversa em torno de bons vinhos e do velho “Poire” do saudoso Ulysses Guimarães. Pena que o senador José Sarney não pôde aparecer. Mas todos brindaram à recuperação do grande presidente dos brasileiros e brasileiras. Os jornalistas Carlos Manfort e Álvaro Pereira ladeando Boni e o ministro Edison Lobão

Almoço

Excelente notícia

O secretário de Governo do DF, Roberto Wagner Monteiro, reuniu em almoço, com a presença do secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Geraldo Magela, um grupo de empresários do Lago Sul para apresentar o recémnomeado administrador do bairro, Wander Azevedo.

Entre os vários assuntos falados, a melhor notícia foi dada pelo secretário Magela, sobre as áreas verdes do Lago Sul. Está sendo estudado um projeto para que o morador pague em cima do seu IPTU 10% do valor relativo à ocupação/benfeitoria que fez em seu terreno.

comportamento

Marisa Letícia O site do Instituto Cidadania divulgou a bela homenagem que a dona Marisa Letícia Lula da Silva, ex-primeiradama do Brasil, recebeu das crianças da Legião da Boa Vontade, nesta última terçafeira, em comemoração ao seu aniversário, no dia 7 de abril. Presente na ocasião, o expresidente Luiz Inácio Lula da Silva. Parabéns, dona Marisa!

171


Direito de família: não podem existir ex-pais Por Serra Azul, Subprocurador Geral da República, aposentado

serro azul

E

172

xistem, pois, ex-cônjuges e ex-companheiros; não podem existir, contudo, ex-pais”. (ST1 REsp 1 003.628-DF. V. STF, RE 2488691 /SP e HC 69303/MG). Em nosso ordenamento jurídico está prevista a Ação Negatória de Paternidade, cuja legitimidade é privativa e exclusiva do pai contra seu próprio filho. Há na Constituição da República o Princípio da Proteção Integral ao Menor. Na separação judicial, muitas vezes as mágoas existentes entre os cônjuges acabam por atingir direta ou indiretamente os filhos do casal, até mesmo da forma mais cruel que é a destruição de sua identidade, negando-lhe o estado de filiação. Só acontece que a mãe convence – inclusive com um exame de DNA – o pai a negar a paternidade de seu filho e assim logra afastar-se definitivamente do ex-marido e de sua família, pouco se importando com as consequências morais e psicológicas para seu filho. O pai, chocado e traído, nega a paternidade de seu filho, abandonando-o e até entregando a outro que se diz pai biológico, mas sem nenhum conhecimento da criança. Então, ajuíza-se ação negatória de paternidade cumulada com investigação de paternidade, para retirar o nome do pai registral e pôr o nome de um suposto pai biológico que a criança nunca conheceu. O Poder Judiciário, preocupado com as consequências para a criança, em recentes acórdãos dos Colendos Superior Tribunal de Justiça e do Supremo Tribunal Federal, cada qual a seu modo, rechaçaram a pretensão e deram prevalência à proteção ao menor. O Egrégio STJ no REsp 1.003.628 assentou na ementa: “- O assentamento no registro civil a expressar o vínculo da filiação em sociedade nunca foi colocado tão à prova como no momento atual, em que por meio de um preciso e implacável exame de laboratório, pode-se destruir verdades construídas e conquistadas com afeto. - Se por um lado predomina o sentimento de busca da verdade real. no sentido de propiciar meios adequados ao investigante para que tenha assegurado um direito que lhe é imanente, por outro, reina a curiosidade, a dúvida, a oportunidade, ou até mesmo o oportunismo, para que se veja o ser humano – tão falho por muitas vezes – livre das amarras não só de um relacionamento fracassado, como também das obrigações decorrentes da sua dissolução. Existem, pois, ex-cônjuges e ex-companheiros; não podem existir, contudo, ex-pais. - O reconhecimento espontâneo da paternidade somente pode ser desfeito quando demonstrado vício de consentimento, isto é, para que haja possibilidade de anulação de registro de nascimento de menor cuja paternidade foi reconhecida é necessária prova robusta no sentido de que o “pai registral” foi de fato, por exemplo, induzido a erro, ou ainda, que tenha sido conduzido a tanto. - Tendo em mente a salvaguarda dos interesses dos pequenos, verifica-se que a ambivalência presente nas recusas de paternidade são particularmente mutuantes para a identidade das crianças, o que impõe ao julgado substancial desvelo no exame das peculiaridades de cada processo, no sentido de tornar, o quanto for possível. perenes os vínculos e alicerces na vida em desenvolvimento. - A fragilidade e fluidez dos relacionamentos entre os adultos não devem perpassar as relações entre os pais e filhos, as quais precisam ser perpetuadas e solidificadas. Em contraponto à instabilidade dos vínculos advindos das uniões matrimoniais, estáveis ou concubinárias, com vistas ao interesse maior da criança, que não deve ser vítima de mais um fenômeno comportamental do mundo adulto.

- Recurso Especial, conhecido e provido.” Os Embargos de Declaração foram rejeitados em 3/2/2009. No seu voto, a sábia Relatora chegou a dizer de forma clara: “O assentamento no registro civil a expressar o vínculo da filiação em sociedade nunca foi tão colocado à prova como no momento atual. em que por meio de um preciso e implacável exame de laboratório, pode-se destruir verdades construídas e conquistadas com afeto (...) existem, pois, ex-cônjuges e ex-companheiros; não podem existir, contudo, ex-pais. – O reconhecimento espontâneo da paternidade somente pode ser desfeito quando demonstrado vício de consentimento, isto é, para que haja possibilidade de anulação de registro de nascimento de menor cuja paternidade foi reconhecida é necessária prova robusta no sentido de que o ‘pai registra’ foi de fato, por exemplo, induzido a erro, ou ainda que tenha sido coagido a tanto (...) Afinal, por meio de uma gota de sangue, não se pode destruir vínculo de filiação, simplesmente dizendo a uma criança que ela não é mais nada para aquele que, um dia, se disse seu pai (...)” O fato do assento registral trazer o nome da criança, sua família, seus pais e avós, faz parte do sobreprincípio da dignidade humana, como decidiu o Pleno do Colendo Supremo Tribunal Federal, no RE 248.869-1/SP: “O direito ao nome insere-se no conceito de dignidade da pessoa humana e traduz a sua identidade, a origem de sua ancestralidade, o reconhecimento da família, razão pela qual o estado de filiação é direito indisponível, em função do bem comum maior a proteger, derivado da própria força impositiva dos preceitos da ordem pública que regulam a matéria” (RE 248.869-1/SP, reI. Min. Maurício Corrêa, DJ 12/3/2004, Ementário 2.143-41). Quando o detentor do menor age de forma a prejudicar os interesses desse menor, inclusive causando-lhe a alienação parental da qual antes já falamos, o Supremo Tribunal Federal já decidiu que é caso de habeas corpus, no HC 68303/MG, RT J 144/01, p. 233, Ementário 1685-03, p. 633, DJ 1, de 20.11.1992, p. 21612, verbis: “EMENTA. Habeas Corpus. A criança e o adolescente. Pertinência. À família, à sociedade e ao Estado, a Carta de 1988 impõe o dever de assegurar, com absoluta prioridade, à criança e ao adolescente, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária e de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão – art. 227. As paixões condenáveis dos genitores, decorrentes do término litigioso da sociedade conjugal, não podem envolver filhos menores, com prejuízo dos valores que lhes são assegurados constitucionalmente...“ (ReI. Min. Néry da Silveira). A negatória de paternidade deve ser analisada e julgada em consonância com o princípio da proteção integral à criança. Felizmente os Tribunais Superiores, capitaneados pelo Colendo Supremo Tribunal Federal, guardião da Constituição Federal, e pelo Egrégio Superior Tribunal de Justiça, estão implantando no Brasil o Estado Democrático Republicano de Direito, que tanto almejamos.


Uma noite inesquecível! A

ntonio Reinaldo e Ana Cristina Silva receberam seus familiares e amigos no Porto Vittoria para celebrar os 15 anos de sua filha Giovanna no dia 31 de março. O projeto foi feito pelo arquiteto Maurício Cortes e a deslumbrante decoração

ficou a cargo do finíssimo decorador Luiz Pedro, que habilmente organizou os três ambientes do evento (França, Estados Unidos e Itália) com toques de glamour e sofisticação. O cerimonialista Daniel Azevedo e sua equipe ficaram responsáveis pelos momentos da festa, inclusive a apresentação surpresa da aniversariante em conjunto com o “Dinner Show Cantores Performáticos”, a orquestra de Rogério Midlej e os atores da Caixa Cênica. O menu elaborado pelo Gagliardi Buffet estava maravilhoso, assim como os bolos e doces de Maria Amélia. A pista de dança com o monograma da aniversariante deu toque de sofisticação ao ambiente, que ainda contava com um Bar Temático – Top Bar. O DJ Ariel foi responsável pela animação musical da noite. Os painéis e registros fotográficos ficaram a cargo do fotógrafo Cristiano Tavares e sua equipe. A Intervideo Produções ficou responsável pela filmagem e transmissão simultânea da festa. A debutante e a mãe estavam com vestidos assinados por Gleidson Sapé, com produção de cabelo e maquiagem de Toni Feletti, enquanto o pai e o irmão estavam elegantemente vestidos com ternos Armani.

Giovanna em apresentação com os cantores performáticos “Dinner Show”

Giovanna com seus pais, Antonio Reinaldo e Ana Cristina, e seu irmão, Antonio Neto

niver

A valsa da debutante com seu pai

174

A aniversariante em um momento bastante emocionante: a valsa com seu avô

Apresentação Surpresa da Debutante aos convidados


Embaixadora da República do Chipre, Martha Mavrommatis, seu marido, Andreas Spyrou, e sua filha Mary Spyrou com a aniversariante, seus pais e irmão

Giovanna e sua mãe Ana Cristina

Mariana Duarte, Lídia Brandão, Giovanna, Josemara, Pinha e Pierre Duarte

Giovanna com Floro e Maria José Ribeiro,seus avós

Camila Helena Macedo, Elisa Maria Nunes, Giovanna e Ana Elisa Von Borstel. Amigas inseparáveis!

Giovanna com sua tia Lúcia Martins

Ana Cristina com seus pais, Floro e Maria José Ribeiro e sua irmã Alana

Debutante com seu lindo vestido por Gleidson Sapé

Debutante com Antonio Rafael e Isabella

Giovanna com seus padrinhos, Eugênio e Ailza

Giovanna com Antonio Augusto e Flávia Martins

A debutante com todo o carinho de seu irmão Antonio Neto

Giovanna com Oberdan e Michelle Rigotti

Giovanna com a baleira para distribuir as guloseimas Giovanna com Ribamar personalizadas com seu nome Martins e Vanessa Malheiros

niver

A debutante com Michel, Pollyana, Kauan, Manoela e Rafaela Brandão

175


Prontas pa M

uitos e muitos elogios para as elegantes de Brasília que estão sempre brilhando nas festas, com roupas belíssimas importadas ou não, de grifes famosas ou não. O mais importante é saber combinar sem os exageros, carregar um vestido com charme, usar joias na medida certa, ter postura, educação. A Foco, a partir de agora, irá apresentar corpo inteiro das mais belas nas grandiosas noitadas brasilienses, como:

Fátima Freitas de Castro

gente fina

Catherine Taffarel

176

Moema Leão

Carla Amorim Adrienne Senna Jobim


ara brilhar Aline Galv達o

Ministra Ellen Gracie

Valeska Tonet Camargo Denise Zuba

gente fina

Ana Maria Gontijo

177


cenas

em

Fotos: Paulo Lima

FO CO

Uma noite “comme Il faut”: assim pode ser descrita a festa comemorativa do aniversário da empresária Arlete Egido, que movimentou o Lago Sul. Jantar delicioso para 300 convidados, entre familiares e amigos íntimos.

Wiliam e Arlete com os filhos Carlos, Cláudia e Marlon Egido

Casal Márcia Lima e Renato Riella com a jornalista Consuêlo Badra

Felipe e Isabella de Faria (na doce espera) e o casal Iza e Antônio José Eduardo Loureiro e Tâmara Bontempo

Cleucy e Luiz Estevão de Oliveira

flashes

Joyce Cardoso e Ana Maria Gontijo

178

Mõnica e Rúbio e Sousa

Matias


Dando continuidade à grandiosa festa em comemoração à nova idade de Arlete Egido, as presenças elegantes de:

Hedwiges Siqueira e Hélio Fausto

Patrícia, Leonardo e Janete Vaz: bela família

Benigna Venâncio e Francisco Reis

Luftallah e Lilian Farah

flashes

Andréa e Francisco Lopes

180

Abadia Yahya, Saud e Nahla Kamel

Keyla e Marcos Cardoso


aurante

indo as amigas do rest Odaiza Rodrigues Alves comemorou idade nova reun La Tambouille, no ParkShopping.

inha Galvão

Rita Márcia Machado, Cosete Gebrim e Terez

mond

Odaiza Rodrigues Alves, Cintra e Valdete Drum

ide, Gitana Lira, Anita Maia, Maria Helena Gomeira Leinha Soares e Marly Nogu

Lenir Fonseca, Heloisa Hargreaves e Marly

Galego

flashes

Claudia Machado comemorou seu aniversário na residência da irmã Márcia Lima e do cunhado Renato Riella.

182

Renato Riella, Márcia Lima, Felipe Novaes, Cláudia Machado e Caio Novaes

cesca

Antonella e Embaixador Gherardo La Fran

eira

Maria Elvira, Cláudia Canhedo e Mônica Oliv


Mais um empreendimento da PaulOOtávio, o lançamento do Residencial Ministro Marcelo Pimentel, na quadra 300 do Setor Sudoeste, bem prestigiado.

Ministro Marcelo Pimentel, Wilma Pereira, Eliana Pimentel, Anna Christina e Paulo Octávio Pereira Antônio e Brunilde Moraes

Thalita Souza, Fernando Henrique, Márcia Mara e André Luiz Martinez

Dalmo Silveira, Dalmo Silveira Júnior e Marlene Silveira

Sara Brito, Andri, Daniel, Marconi, Inês e Marcela Barros

Cláudia Pereira

flashes

Em recente evento social aqui na nossa Brasília.

184

Francelino Popó e Carlinhos Beauty


Lançamento do Alphaville Urbanismo,

um enorme sucesso no CasaPark.

Maurício Neves, Vanessa Mendonça, Anna Paola e João Pimenta da Veiga

Guilherme Campelo, Rita Márcia e Francisco

Machado

Tiago Correa entre Ana Mariah, Daniela e

Cris Di Giacomet

Vera e Luiz Coimbra com Andréa Lalina

A Tiffany & Co. recebeu em sua ampla loja para um breakfast.

flashes

Simone e Eliana de Campos

186

a Mi Kim (gerente comercial) e Silvia Dutra Badr Alki Linhares e Joana Valadares Pádua


Joyce Cardoso abriu sua magnífica Chácara no Lago Sul para elegante chá-de-bebê de Tamara Gontijo Rudje. Tarde das mais chiques.

Ana Maria Gontijo, Tamara Gontijo Rudje e Joyce Cardoso As irmãs de Tamara: Melissa e Isabela Gontijo

Ana Paula Fonseca, Marina Slaviero e Valéria Leão Bittar Neusa Baeta e Mara Cherem

Cleucy Meirelles de Oliveira, Mônica Oliveira e Gláucia Benevides

flashes

Abadia Teixeira, Pompéia Addario e Élida Wayne

188

Larissa Benevides, Mariana Tarja e Mariana Ferrer


iPhone, reuO Laboratório Sabin lançou o aplicativo da cidade. nindo amigos, clientes e personalidades

Gastão Cunha, Jair Rocha e Renault Mattos

s

Lídia Abdalla, Sandra Costa e Luciana Nave

Odeonofre Ferreira e Vanuza Sá

rou dia A Criare Móveis Planejados inauguloja da 3 de abril, em Taguatinga, a maiordos. dra qua franquia, com 750 metros

Ribeiro Júnior

Gilvan Alves, Alexandre Cunha e Nicole Tassis

abertura da exA Hill House promoveu um bate papo na loja no CasaPark. posição “Habitação/Residência”em sua

cus Ferreira Aristeu Pires, Gêorthof, Carina Viana e Mar

flashes

Adalberto e Gabrielle

190

nda

As arquitetas Suellen, Karla Madrilis e Ama


Concorridíssimo o aniversário do pioneiro Elson Cascão, que completou seus 80 anos bem vividos. O convite foi bem sugestivo: uma caixa com goiabada cascão.

Família Cascão: Elson II, Elca, Elson, Alice, Elce e Elma

Os casais Isabella e Felipe de Faria com Júnia Souto e Oscar Morais

Iza e Antônio Matias

Raul e Cláudia Sabóia

Daniela Lyra e Raphael Matias

flashes

Rogério e Yara Moreira

192

Os noivos Iarinha Cavalcante e Phelipe Matias


ento da nova coleção Boho da Talento çam lan o jo nti Go a liss Me de a nci idê Foi na cinematográfica res Talento. ed. Encontro de amigas e clientes vips da Mix da o eçã col a nov da ção nta ese apr Joias e

iane Vicentini

Ana Maria Gontijo ladeada por Hely e Mar

Melissa Gontijo entre Maria Tereza e Terezinha

Géo Rodrigues

ão e Daniela Endres

Sabrina Estrela, Caroline Collor, Ludmila Galv

dia Carneiro

Isabela Gontijo, Rejane da Costa e Ana Clau

flashes

Ana Paula Gonçalves, Gláucia Benevides e

194

Janine Brito

Karina Lima entre Sandinha e Bebel Dias Fernanda Adriano, Fernanda Queiroz, Lúcia Vilela e Marília Nogueira


Foi um enorme sucesso a abertura do Capital

Fashion Week na Embaixada da Itália.

Rose Rainha, Reitor Getúlio Lopes e depu

tado Luiz Pitiman

Renato Riella ao lado da sua Már italiano Antonella e o embaixador Ghecia Lima com o casal rardo La Francesca

Iracema Torres e Marina Sakamoto

Victória e Marisa Junqueira, Laís do Ama

ral e Benigna Venâncio

Carol Hudson e Nathanry Ibiapina

flashes

Rodrigo Lima e Carol Pellegrino

196

Andréa e embaixador Ivan Jancarek


A Nespresso lançou a nova máquina de café Expresso. Os presentes admiraram a praticidade da máquina.

Cristiane Nunes Paulo Mello e Dudu Camargo

Casamento de Beth e Paulo Seabra de Noronha realizado após seis anos de união afetiva, na residência do casal, no Lago Sul.

Ana Kelly Guedes e Rodrigo Santurbano

Os noivos Paulo e Beth

flashes

a e Luiz Coimbra Os padrinhos do casamento: Ver

198

o da exNa solenidade da aposição da fot leria de senadora Ivonete Dantas na Ga Senadoras do Senado Federal.

Silvia Seabra e embaixador Sérgio Seabra de Noronha Ivonete Dantas


O Superior Tribunal de Justiça, por meio de seu presidente, o ministro Ari Parge ndler, homenageou os ministros aposentados dessa Corte Antônio de Pádua Ribeiro, Castro Filho, Edson Vidigal e Jorge Scartezini.

Ministro Antônio de Pádua Ribeiro e Ivis Glória

Ministros Jorge Scartezini, Jorge Nussi e Marco Aurélio Bellizze

Ministros Edson Vidigal e Castro Filho

José Xavier, Ítalo Mendes e ministro Roberto Rosas

Movimentadíssima a exposição do artista plástico Roberto Camasmie, realizada no Restaurante A Bela Sintra.

flashes

Embaixador Paulo Tarso Flecha de Lima com o embaixador Pedro Luiz Rodrigues, José Carlos Netto e ministro Rafael Portugal

O artista plástico Roberto Camasmie Celina Kaufman e Vânia de Sousa

200


u O advogado Estenio Campelo comemoro seu aniversário com um happy-hour, em s do seu escritório, reunindo amigos e colega trabalho, e, dias depois, comemorou com ncia. churrasco para familiares em sua residê oel da Luz, Estenio, Marcos Feitoza, desembargador Lecir Man stro Brito Pereira mini e za deputado Mário Feito

Denise Franca, Ricardo Figueiredo, Vivianne Ferreira e Luciana Turibio

José Carlos Netto, Marisa Abreu e

Wanderval Calaça

flashes

Guilherme Campelo, Carol Frota

202

e Marcelo Chaves,

Ana Cristina e Estenio Campelo com a esposaCleide e Betânia r, ube Cle , ine Ela os os cunhad

Patrícia e José Eduardo Frota com sua mulher Campelo me lher Gui de lado ao ol, da filha Car O aniversariante com a esposa e

os irmãos


livro lançou, no restaurante Carpe Diem, seu ra vei Oli de ar Ces lo Pau eiro min ista O jornal parecimento de amigos. Minha Palavra, com movimentado com

a Cardoso

mulher, Luiza Lann Gustavo César de Oliveira, Paulo Cesar e sua

a, Elza Roberto Moraes, Anna Paola Pimenta da VeigGontijo dio Cláu e a Veig da nta Pime João Couto,

Tatiana Mares Guia e Jack Corrêa

Celso Dias e Moema Leão

Gilberto Amaral e Ivan Trilha

flashes

Marcelo Chaves e Marco Aurélio Costa

204

Erna Bauer, ministro Garibaldi Alves Filho,

Lourenço e Rosália Peixoto


O advogado e Coronel Aviador (Ref) Carlos Motta de Souza e sua Maria Helena reuniram amigos da Força Aérea para comemoração do seu aniversário,

O Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica, Ten-Brig Aprígio Azevedo, e Srª Regina, Maria Helena, Srª Vera, Carlos Motta e o Comandante da Aeronáutica, Ten-Brig. Juniti Saito

Os anfitriões, Srª Vilma e o ministro do STM Ten-Brig José Américo dos Santos

Ministro do STM Ten-Brig William Oliveira Barros e Srª Vitória com os anfitriões

Ladeando o Comandante da Aeronáutica o ministro do STM Ten-Brig José Américo, o anfitrião, o ministro do STM Ten-Brig William Barros e o chefe do EMAER, Ten-Brig Aprígio Azevedo

O auditório a Livraria Cultura do CasaPark recebeu, no dia 9 de abril, arquitetos e designers para a primeira edição do Abradi Papo Design2012, que trouxe a Brasília o arquiteto baiano David Bastos e a designer de interiores Denise Zuba.

Daniel Mangabeira, David Bastos e Rodrigo Scheel

flashes

David Bastos, Denise Zuba, Yeda Garcia e Hélio Albuquerque

206

Soraya Brixi e Ivana Valença Ana Ballesteros e Carlos Manoel Balesteros


Com coquetel para familiares, amigos e convidados, Marianna Casanova brinda a chegada da Corpo Deleite.

Marianna Casanova e seus pais, José Maria de Almeida e Sonia Trujillo, e o ministro Garibaldi Alves Filho

Larissa Xavier, a anfitriã Marianna Casanova e Livia Studart Comba

Joaquim Araújo de Almeida , a atriz Kashi Mello, Larissa e Sivani Xavier

José Maria de Almeida e ministro Garibaldi Alves Filho

Murilo Morais Moura, Nathalia Beatriz Moura, Wandir Morais e Victor Guilherme de Araújo Morais

Valéria Sovat, Gabriela Cabral, Marianna Casanova e Angela Maria Gomes de Sá

flashes

Zilda Palhares, Marianna Casanova e Mércia Loretins

208

ine Milano

Cesar Fussiger Luz, Lucka Pimenta, Sonia Trujillo e Rosele

Ministro Garibaldi Alves Filho e Jaime Melo


No último dia 13, o SOLARIUM SPA abriu suas portas com todo o requinte e conforto na cobertura da Unique Fitness. Fotos: Telmo Ximenes.

Janaína Dutra, Erica Dutra, Monique Abreu, Luciana Rizzo e Cinthia Milan

Valéria Dias e Rogério Midlej Cristiane Tavares, Paloma Salim e Livia Eon

Os proprietários da franquia da Evviva Bertolini em Brasília, Régia e Roberto Rezende, receberam no dia 29 de abril um grupo de arquitetos e designers de interiores na loja localizada no CasaPark. Fotos: Clausem Bonifácio.

Roberto Carril, Andréa Mattos e Mariângela Lemos

flashes

Roberto Rezende, Raquel Ferretti, Nardim Junior, Andréa Mattos e Régia Rezende

Gislaine Garonce, Ana Barata, Heloiza Alcoforado e Régia Rezende 210

Sonia Lacombe, Roberto Rezende e Heloiza Alcoforado


Revista Foco 199  

Revista Foco 199