Issuu on Google+

Revista – Ano XVIII – Nº 214 – Julho de 2013

CORRETOR DE IMÓVEIS Seu consultor para o mercado imobiliário

JUL/2013 - Nº 214 - R$15,00

CIRCULAÇÃO NACIONAL Colégio de Presidentes e Diretores do Sistema Cofeci-Creci

editorial

S

12

À Deus toda a Honra e toda a Glória pela realização de mais uma revista Foco

e estivermos constantemente tentando manter a dignidade e agir pacificamente, podemos imaginar que precisamos nos manter imparciais e que não há espaço em nossa vida para grandes sentimentos e coisas desse tipo. A boa notícia é que não é assim que funciona. Não há nada de errado em ter emoções. É normal sentir raiva quando alguém nos aborrece. É normal sentir uma profunda tristeza se perdemos uma pessoa querida. É normal experimentar uma grande alegria. Não há nada de errado em sentir medo, ansiedade, alívio, excitação, apreensão e todas as outras emoções. Somos seres humanos e temos sentimento. Isso é a coisa mais natural do mundo. É natural sentir grandes emoções, e não há nada de errado em demonstrá-las. Vamos, agora, às matérias do mês: DIA DOS PAIS: Como já é tradição nesta época, a Revista Foco traz diversas opções para presentear pais de todos os estilos e perfis! PEDRO GORDILHO: Escreve sobre mais que qualquer balé: A Sagração da Primavera, de Igor Stravinsky e Vaslav Nijinsky, está ligado à história da dança de Paris, onde o balé foi apresentado há exatamente cem anos. MARA AMARAL: Comenta sobre Abu Dhabi – Ferrari World, um parque temático. ESMALTES: Uma explosão de cores. Camila Bocchino conta um pouco sobre a moda dos esmaltes. MASSAGEM: Conheça um pouco sobre os tipos de massagem. GASTRONOMIA: Adriana Nasser aborda as delícias do fondue que aquecem a alma e apresenta o que há de novo na nossa Brasília. PLUS SIZE: Matéria escrita por Fernanda Caixeta que nos apresenta um setor de vestuário para gordinhas felizes. PET: Márcia Casali nos apresenta cuidados com os animais em condomínio e explica como é possível tê-los sem prejudicar a boa convivência. NINA ROCHA: Brasília entrou para o circuito dos grandes eventos, Copa das Confederações, Copa do Mundo, shows internacionais e festas. Nina faz também o Profile com Luiz Nasser. CRISTINA DE ALMEIDA: Perda de cabelos, por causa da genética ou temporária, chega a atingir 50% das mulheres. VAIDADE: Entrevista com o célebre sociólogo Jean-Claude Kaufmann, que revela o interior das bolsas das mulheres. EDUCAR: Como aprendem os bebês. Surpreenda-se com tudo aquilo que se tem descoberto sobre a forma que os bebês desenvolvem a linguagem. BELEZA: Tudo para ter uma pele fantástica e saudável. Revelamos alguns segredos que vão fazer sua pele mudar... para melhor. ETIQUETA: Como se comportar em inúmeras situações. Damos algumas dicas importantes. DIA DOS PAIS: Dicas de presentes para pais de todos os estilos. RESTAURANTES: A revista FOCO traz algumas dicas do melhor da cidade. SAÚDE: Márcia Casali explica um pouco sobre a fibromialgia. COMPORTAMENTO: Algumas dicas sobre a alimentação da criançada. Espero que gostem da edição e até o próximo mês, com muitas outras novidades da nossa querida Brasília. Abraços e até lá.

D-P

C B

consuelo@revistafoco.com.br D  A

R A

redacao@revistafoco.com.br

C A D, C B, C C, C P, J A, D A, F M, G A, J A M, L T, P C B, P A, P G, R C , M A  P P R C B, N C  C B R C C B, F C, F L, M C, M S  W S

expediente

C E C B, A P P  V, A D, C C, F M, J A M, P C B, P G  R C 

40. Mara Amaral Abu Dhabi – Ferrari World 22

Em primeira mão

F C B, J T S, P L  R P

A C E M comercial@revistafoco.com.br

F C A A, B S, C C, C R, J C D  K O

A  R V B verabarbara@revistafoco.com.br E  A A L criacao@revistafoco.com.br D G V H Q anunciofoco@gmail.com P G B D

I RR D C P-C D. A  F T L  S tania@revistafoco.com.br C M C financeiro@revistafoco.com.br

C SH/Sul Quadra 06, Conjunto “A”, Bloco “E”, Sala 809 Edifício Business Center I - CEP: 70.322-915 – Brasília-DF (61) 3248-7868 / 3532-4436

         . A       M F E L,   ,  -    . Acesse www.revistafoco.com.br

34 G C V G valeriagarcia@revistafoco.com.br

Consuêlo Badra Aristóteles Drummond Urge um pacto

35

FlorianM adruga Manifestações

36

Paulo Castelo Branco Orientações conjugais

37

José Alberto Couto Maciel Eleições

48

Pedro Gordilho A Primavera da Sagração

52

Ambientes Quando o vizinho de cima é você

56

Beleza Pele fantástica e saudável

F: A  B

60

Culinária Comer, comer...

64

Dia dos Pais Presenteie seu grande herói

78

Etiqueta Respostas aos leitores

82

Saúde Síndrome da fibromialgia

92

Boas e Novas Novidades da capital

14

94

Gente em Foco Destaques de Brasília

96

Agenda Cultural Veja, ouça, visite e divirta-se

98

Nina Rocha Must Know

102

Plus Size Gordinha e feliz

106

Novidades Foco nas novidades

112

126. Massagem

Pet

Cada qual com seu cada qual

Cuidados com animais

116

Vaidade A bolsa ou a vida

118

60. Comportamento Comer, comer...

Renato Riella De A a Z

124

Trabalho Trabalho suado

126

Massagem Cada qual com seu cada qual

130

Rangel Cavalcante Histórias miúdas

132

Gilberto Amaral A corte candanga

134

Gente Fina Prontas para brilhar

136

Cenas em Foco Flashes

86. Gastronomia

74. Esmalte

Uma explosão de cores

Delícias que aquecem a alma

64. Dia dos Pais Presenteie seu grande herói

68. Mulher Calvície feminina

15

FAtos e FOtos

Com um jantar agradabilíssimo, foi realizado no Restaurante Le Jardin du Golf a comemoração dos 50 anos de idade de Ana Claudia Badra, oferecido pela Revista Foco. Além da presença de suas mais íntimas amigas desde a infância aqui em Brasília até os dias de hoje no Senado Federal, a animação era grande, contando inesperadamente com o conhecido cantor Rogério Midlej, que brindou com deliciosas músicas.

Consuêlo ao lado da filha aniversariante Ana Cláudia, do neto Diego Badra Garcia Nunes e sua mulher, Thaís Santiago

Maria do Socorro Santa Brégida, Cristine Veloso, Ana Claudia e Stelina Pinha

consuêlo badra

A hora dos parabéns

Maria Clara R. da Cunha Santos ao lado da aniversariante e das filhas Ana Amélia, Júnea e Renata 16

Ana Claudia e Wrilene Limonge

Creomar Amaral, Ana Tereza Nascimento, Cláudia Tolenéiro Canhedo e Lucinha Mello

Helena Celeste Vieira, Sandra Bastos, Elaine Ricevich

Maria Helena Freitas e Ana Claudia

Daniela Mourão, Patrícia Barra e Ana Claudia

consuêlo badra

Ana Claudia e Marisa Fonseca da Cunha

17

Foco homenageia com jantar Ana Claudia Badra…

Ana Tereza Nascimento, Vandira Peixoto, Ângela Coronel e Maria do Socorro de Santa Brégida

consuêlo badra

Adeline Bezerra e Ana Claudia

Ana Maria Lucena e Ana Claudia 18

Josefina Pinha e Ana Claudia

Marinha Neves, Ana Claudia e Fátima Costa

Adeline Bezerra e Stelina Pinha

Jantar impecável do Restaurante Le Jardin du Golf comemorando os 50 anos de Ana Claudia Badra

Ana Claudia, Consuêlo e Mercia Crema

Sandra Gomes, Vanja Müller e Ana Claudia

Ana Claudia e Vandira Peixoto

Cisa Radaelli, Ana Claudia e Maria Luiza Fonseca da Cunha

Cláudia Peixoto e Cláudia Tolenéiro Canhedo

consuêlo badra

Mauricio Correia, Ana Claudia e Dulce Correia

19

Continuação da comemoração dos 50 anos de Ana Claudia Badra

Celine Pinéo, Ana Claudia e Carol Pinéo

consuêlo badra

Lais do Amaral e Ana Claudia

20

Rosinha Cunha, Ceromar Amaral, Ana Claudia e Nelia Brum

Gisele Ribeiro Camargo, o cantor Rogério Midlej e Ângela Ribeiro Castro

Mayna Monhan, Ana Claudia, Fátima Araújo e Dra. Edivilda

Ana Claudia e Beatriz Pinheiro Sales

FILME

PUXAR O TAPETE

Flores Raras, sobre o romance entre a poeta americana Elizabeth Bishop e a paisagista carioca Lota de Macedo Soares, já foi comercializado para mais de dez países. Nos EUA será lançado em novembro. O filme de Bruno Barreto, com a atriz australiana Miranda Otto e a brasileira Glória Pires, estreia em 150 salas brasileiras a partir de 16 de agosto.

Quem inventou a reeleição de prefeitos, governadores e presidente da República foi o PSDB há 16 anos, para entronizar Fernando Henrique Cardoso no Planalto por oito anos seguidos. Agora os tucanos querem liquidar com a reeleição, para puxar o tapete da presidente Dilma Rousseff. É o próprio presidente do PSDB, senador Aécio Neves, que é candidato ao Planalto, quem proclama: “A reeleição foi uma experiência válida, mas o atual governo federal desmoralizou essa experiência deixando de governar dois anos e meio antes do fim do mandato para cuidar exclusivamente da reeleição”.

BENEFICENTE

O casal Getúlio e Gracia Cantanhede, que aniversariam no mês de agosto. Ele no dia 29 e ela no dia 3.

PARKSHOPPING HOMENAGEIA PAIS Celso Jabour foi escolhido pelo ParkShopping para representar os pais brasilienses em sua campanha de Dia dos Pais. O empresário, dono da Sweet Cake, tem uma longa parceria de trabalho com o centro de compras e ficou todo orgulhoso por ter sido convidado pela agência Sette Graal. E para entrar no clima dos chefs de cozinha como Celso, o shopping vai sortear em sua promoção de pais dez churrasqueiras gourmet da marca Char Broil. Assim, todos os pais poderão mostrar seus dotes culinários para os filhos.

Um bingo beneficente em prol da Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe vai agitar o dia 11 de setembro. Os prêmios serão duas joias doadas pela designer Carla Amorim. Uma delas exclusiva.

CHEGOU O REIZINHO Cercado de cuidados e de toda pompa reservada aos membros da família inglesa, o primeiro filho do príncipe William e Kate Middleton, que nasceu dia 22 de julho, já começa a vivenciar certo ar de mistério. O bebê real é o terceiro na linha de sucessão do trono britânico, atrás do príncipe Charles e do príncipe William, sendo o terceiro bisneto de Elizabeth II.

A aniversariante do dia 25 de agosto Mácia Lima.

consuêlo badra

SERÁ?

22

Para quem alimentava o sonho de ver o ministro Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal Federal, mudar de endereço e atravessar a praça dos Três Poderes para subir a rampa do Planalto como presidente da República, pode tirar o cavalinho da chuva. Joaquim Barbosa não tem o menor interesse de ingressar na política, segundo suas próprias palavras: “Eu não tenho a menor vontade de me lançar a presidente da República. Eu tenho quase 41 anos de vida pública. Está chegando a hora, chega”.

NENÉM Quando novembro chegar, a cegonha vai trazer a Geovana, para alegria da mamãe Aretha Amorim. O papai Marcos Soares já prepara os charutos para a chegada da primogênita.

VOO INAUGURAL

A aniversariante do dia 2 de agosto Yara Curi.

GUERRA COM DATA MARCADA Será dia 20 de agosto a sessão do Congresso para apreciar os vetos presidenciais. No recesso, o líder do DEM, Ronaldo Caiado (GO), está articulando em busca de apoios para derrubar os vetos ao ato médico e à nova partilha dos FPE e FPM.

Na presença do ministro de Turismo da República Argentina, Sr. Enrique Meyer, e na ocasião do voo inaugural da Aerolíneas Argentinas entre Brasília e Buenos Aires, o embaixador Luís María Kreckler convida para um coquetel, com apresentação do reconhecido espetáculo de tango Esquina Carlos Gardel, dia 6 de agosto, às 20 horas, na Embaixada da República Argentina.

AGUARDEM A estilista Mara MacDowell, considerada a Channel carioca, virá a Brasília em agosto. Será recebida em noite temática para seletos convidados e, no dia seguinte, dará atendimento exclusivo em sua loja, no ParkShopping. Tiago Correia organizando a agenda dela na nossa Brasília.

gresso Global de Jornalismo Investigativo. Iniciativa da Abraji e da Global Investigative Journalism Network. Começa dia 12 de outubro, na PUC do Rio de Janeiro.

OLHO VIVO

Marcelo Chaves e Ana Helena Rangel se preparando para tour pela Europa no final de agosto, onde aproveitarão para comemorar o aniversário do colunista Marcelo Chaves.

ROTEIRISTAS EM BRASÍLIA A Associação dos Roteiristas, a Associação Brasileira de Cineastas e o Fórum de Cineastas estão montando uma comissão para vir a Brasília discutir o assunto no mês de agosto. O movimento pede tratamento igual ao dos músicos, visto que, por lei, diretores e roteiristas também são coautores de obras audiovisuais.

tir como princesas e não como cachorras”, diz a pastora e cantora gospel. Ela vai desenhar as coleções e avisa: nada de decotes e modelitos justíssimos. “Quero resgatar o romantismo nas vestes femininas”, explica.

Está mais do que explicado por que as ruas foram tomadas por jovens que se manifestaram contra o status quo da política nacional. Pesquisa divulgada pela ONG Transparência Internacional revela dados estarrecedores, como o de que 81% dos brasileiros afirmam que os partidos políticos são “corruptos ou muito corruptos”. E mais: 72% dizem não acreditar no Congresso Nacional. Segundo os entrevistados, a polícia é corrupta para 70% das pessoas. E o sistema de saúde do país é corrompido para 55%. Para os brasileiros, os políticos são campeões: 85% dos patrícios não confiam neles.

ATÉ AGORA... O aniversariante do dia 30 de agosto Rogério Rosso.

TODO CUIDADO É POUCO

A aniversariante do dia 21 de agosto Bernadette Amaral.

DALÍ

O polêmico deputado Marco Feliciano, do PSC de São Paulo, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, na qual tem sido alvo de manifestações de ativistas pró-causa gay, tem sido estimulado pela bancada evangélica, composta por 80 deputados, a se candidatar a presidente da República em 2014. Se vingar, a candidatura do pastor Feliciano causará um rombo nos planos da presidente Dilma de reeleição. Ela perderia o apoio do povo evangélico, hoje bastante expressivo.

As gaúchas Cosete Ramos e Wanzenir Edler comemoram idade com festa dia 28 de agosto, na Varanda do Unique Palace. Robinho Lemos cuidará da decoração e a chef Caroline Borges, do menu.

Natividade Pires, esposa do querido Manoelzinho, do restaurante Antiquarius Grill, abrirá seu primeiro restaurante, o Dalí – Cozinha Portuguesa e Catalã. Escolheu o Complexo XXI para o empreendimento, que será inaugurado no próximo dia 15 de agosto.

Logo logo, também abrirá na nossa Brasília uma filial do restaurante Bartô, que tem matriz na vizinha Goiânia. O empresário João Paulo Araújo já está de mudança para nossa cidade.

NA FRENTE

SANTA FASHION

CONTRA A HOMOFOBIA

Glenn Greenwald, jornalista que deu o “furo” mundial com as revelações de Edward Snowden, faz palestra no Con-

Sarah Sheeva prepara o lançamento de uma grife de roupas para o ano que vem. “Para mulheres que querem se ves-

Daniela Mercury, que assumiu recentemente seu romance com uma mulher, vai estrelar no Brasil a campanha global

NOVA IDADE

EMPRESÁRIO GOIANO

consuêlo badra

Com seu nome crescendo entre os presidenciáveis, é a segunda colocada nas pesquisas, se disputar a eleição de 2014 com a presidente Dilma Rousseff, a ex-ministra e ex-senadora Marina Silva corre contra o tempo para visibilizar o partido que está criando, a Rede Sustentabilidade. Ela já coletou mais de 700 mil assinaturas em todo o país, estimando que terá 800 mil até meados de agosto. Para oficializar a criação do partido junto à Justiça Eleitoral, são necessárias 495 mil assinaturas. Até outubro Marina Silva precisa estar com seu partido oficializado, e, aí, é botar a campanha na rua. Os petistas estão assustados com ela, que um dia foi um dos melhores quadros do PT.

23

da ONU contra a homofobia. O lançamento oficial será no final do mês de julho na África do Sul. No Brasil, a campanha começa na primeira semana de outubro.

ano passado, persiste na segmentação entre gêneros – seis longas de ficção e seis longas documentais disputam os principais “Candangos”, o troféu do festival. Além dos longas, competem 18 curtas.

BRASIL NO DIVÃ Mais brasileiros estão indo para os divãs, segundo a Federação Nacional de Saúde Suplementar. O órgão registrou um aumento de 33,2% no número de consultas com psicólogos, alcançando 2,7 milhões de sessões em 2012.

SOBREVIVERÁ

O ministro Marco Aurélio de Mello recebeu do dono do Copacabana Palace Hotel, Aloysio Maria Teixeira, um quadro pintado pelo artista plástico Roberto de Souza com uma reprodução de uma foto do ministro.

AFUNILANDO

consuêlo badra

A cada dia que passa, se afunilam os nomes de possíveis pretendentes do PT ao governo de São Paulo na eleição do próximo ano. A lista inicial tinha seis nomes de petistas notáveis; atualmente só dois são lembrados para enfrentar o atual governador, Geraldo Alkmin, do PSDB, que vai para a reeleição. São os ministros Alexandre Padilha, da Saúde, e Aloizio Mercadante, da Educação. O primeiro é o predileto do ex-presidente Lula; o segundo, da presidente Dilma Rousseff. É o que se comenta nos corredores do Planalto.

24

Mesmo entre tapas e beijos, a aliança entre o PT e o PMDB ainda sobreviverá até junho do próximo ano, quando os peemedebistas deverão realizar sua convenção para decidir qual rumo tomarão nas eleições de outubro de 2014. Em alguns estados, petistas e peemedebistas querem ser cabeças de chapa na disputa pelos governos estaduais, o que pode fazer com que termine em divórcio o casamento que levou Dilma Rousseff ao Alvorada e Michel Temer ao Jaburu. Rio de Janeiro, Ceará, Paraná, Rio Grande do Sul, Bahia e Pernambuco são estados onde os dois partidos estão falando idiomas diferentes.

O aniversariante do dia 20 de agosto deputado Paulo Roriz.

MÊS DA FOTOGRAFIA O mês de agosto será marcado por exposições, workshops, oficinas, batepapos e lançamento de livros sobre a arte da fotografia em todo o Distrito Federal. Nesta 4ª edição, o Mês da Fotografia – maior encontro desse gênero no Centro-­ Oeste – tem como tema “As Imagens de uma paixão – O futebol no imaginário popular brasileiro”. Com curadoria do fotógrafo Eraldo Peres, nomes como Walter Firmo, Ed Viggiani, Daniel Kfouri, Beto Barata, Sergio Dutti, Dirceu Maués, Fernando Bueno e José Rosa participam desse grande encontro – que será aberto no dia 1º de agosto com uma coletiva com trabalhos de cem fotógrafos na Galeria Térreo do Museu Nacional do Conjunto Cultural da República. No dia 18 de agosto, ainda como parte da programação, será realizado na área externa do Museu da República o FotografaçoBSB, que comemora o Dia Mundial da Fotografia (19 de agosto).

UVAS SELECIONADAS

SALÃO DE BELEZA

O Clube de Vinhos Gourmet Butler, concebido por Luiz Augusto Jabour, não para de crescer. Para agosto, o curador Celso Jabour fez uma seleção de rótulos italianos que está “uma uva”.

O salão de beleza Orange vai movimentar a Asa Sul. Para o dia de sua inauguração, será convidado um grupo de chiques para experimentar os serviços. A lista esta sendo elaborada pelo querido e badalado Tiago Correia.

O aniversariante do dia 11 de agosto Rafael Badra.

FESTIVAL DE BRASÍLIA

BOATE

Em sua 46ª edição, o Festival de Cinema de Brasília, que ocorrerá de 17 a 24 de setembro, trará uma seleção de filmes inéditos para a competição. E, como no

Sempre concorrida, a boate HOG, no Brasil XXI, faz cada vez mais sucesso. Gente linda e descolada, além de animada música. Sempre às quartas, sextas e sábados.

84 PROPOSIÇÕES VOTADAS Ao encerrar o semestre legislativo, o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, do PMDB do

GRIFE URUGUAIA Sucesso em vários países pelo mundo, acabou de chegar ao Brasil a marca uruguaia Lu By Lolita. A primeira loja no Brasília Shopping já é sucesso e em breve abrirão mais três pelo país. Um luxo!

MUITA DISCUSSÃO PELA FRENTE Se a reforma política for realmente adiante, a Comissão formada na Câmara dos Deputados para propor o tema terá que incluir um item em discussão. É o que trata da reeleição de prefeitos, governadores e presidente da República. A maioria dos prefeitos, exatamente 60,5%, declara ser contra a reeleição. Desses, 53,3%, no entanto, querem que os mandatos sejam de seis anos. É pano para muita discussão.

CINEMA BRASILEIRO EM 3D Protagonizado por Luiz Fernando Guimarães, o filme Se Puder... Dirija!, de Paulo Fontenelle, entrará em cartaz nos cinemas no dia 30 de agosto. Com distribuição da Buena Vista International, este é o primeiro live action em 3D. Uma comédia que promete muitas risadas. A aniversariante do dia 7 de agosto Odette Trotta.

VEM COISA ÓTIMA AÍ O negócio está ficando cada vez melhor na escalação das personalidades que vão dar depoimentos para a posteridade no Museu da Imagem e do Som. Na agenda já tem Nana Caymmi, em setembro, seguida de Fernanda Montenegro, em outubro.

TOMEM NOTA O novo embaixador do Brasil na Argélia será Eduardo Botelho Barbosa, nascido em Glasgow, Reino Unido, filho do embaixador Braulino Barbosa. E para a Sérvia irá o embaixador Sérgio Luiz Canaes.

O aniversariante do dia 25 de agosto Alberto Alves.

MUDOU DE POSIÇÃO O ex-ministro Ciro Gomes, irmão do governador Cid Gomes, do Ceará, ambos do PSB, e que até pouco tempo era defensor da reeleição da presidente Dilma Rousseff, mudou de posição. Agora, Ciro Gomes admite apoiar o presidente do seu partido, governador Eduardo Campos, na sua empreitada para subir a rampa do Planalto. Com a língua sempre afiada, Ciro Gomes dispara: “O governo de Dilma é muito frágil. Ela é uma boa pessoa, boa presidenta, mas o governo é muito ruim”. Com um aliado como esse, nem precisa oposição.

CHEGOU O MOMENTO Desde 2009, o embaixador dos EUA, Thomas Shannon, não teve tanto destaque no Brasil como no caso Edward Snowden. Logo agora que está partindo.

EMAGRECER

INTENSOS DEBATES

“Medida Certa” estava previsto para reestrear dia 25 de agosto, no Fantástico, mas poderá ser adiada para setembro. Tudo porque é muito difícil conseguir a liberação de seus personagens. Há quem esteja fazendo novela. Ou participando de programas, como Tiago Abravanel, que está na “Dança dos famosos”. Nos bastidores, há ainda reservas quanto a pessoas que fizeram tratamentos estéticos radicais, como lipoaspiração. A ideia é ter figuras exemplares que tentaram inúmeras dietas, mas sempre sem sucesso.

Dentre várias propostas que serão discutidas no Congresso Nacional para aprovação de uma provável reforma política, pelo menos uma será alvo de intensos debates. É a proposta de emenda constitucional nº 55, de 2012, do senador capixaba Ricardo Ferraço, do PMDB, que estabelece o voto facultativo no país. Tem político que tem horror à não obrigatoriedade do voto. Mas tem muita gente na sociedade que quer ver sua implantação. Se o voto facultativo fosse levado a plebiscito, iria ganhar de goleada.

A aniversariante do dia 26 de agosto Cosete Ramos.

consuêlo badra

Rio Grande do Norte, exultou com o número de projetos aprovados na primeira metade do ano, que totalizou 84 proposições votadas. Henrique Alves lamentou não ter votado o projeto que destina os royalties do petróleo para a educação e saúde, por falta de acordo das lideranças partidárias. E para valorizar a Câmara, o presidente exclamou: “Não adianta fazer discurso e não cumprir; esta Casa não é para gerar expectativas e frustrar”.

25

Planalto. O vice-presidente da Câmara, deputado André Vargas, do Paraná, diz o que pensa, sem medo de represálias: “A comunicação do governo é uma porcaria. Não tem uma estratégia de comunicação com as redes sociais. O Lula mantinha uma canalização de recursos para alguns blogs, mas a Dilma cortou tudo”. Um parlamentar da oposição não ousaria tanto nessa declaração.

ESPERANÇA

O chef Francisco Ansiliero, do restaurante Dom Francisco, recebeu homenagem do Brasília Wine House pelos 25 anos de dedicação à gastronomia e à enologia. Na foto, Francisco e Giuliana Ansiliero.

Pelo menos um grande credor de Eike Batista está olhando, com lupa, o campo Tubarão Martelo, da OGX. Viabilizado, pode significar um reequilíbrio financeiro. Detalhe importante, entretanto, aflige: certeza mesmo de que o campo conte com nível de petróleo condizente o mercado só terá em 2015.

HOMENAGEM

consuêlo badra

Agosto é o mês do chocolate. O Brasil é o maior produtor de cacau do universo.

26

NADA BOA A situação do Partido dos Trabalhadores, no momento, não é nada boa. Os diversos grupos que compõem o partido não têm se entendido, gerando atritos permanentes. Há uma guerra interna, cujo reflexo maior deságua no palácio do

VIDA EM CORES O arquiteto Raffael Innecco não tem medo de usar cores fortes nos ambientes que projeta. Para ele, uma paleta de cores intensas, como verde limão, vermelho e o laranja, dá vida aos ambientes e pode muito bem ser usada em espaços com toques clássicos. Mas adverte que para ousar nas cores é sempre bom ter um profissional por perto. A mistura deve ter harmonia.

TI-TI-TI Há fortes rumores de que o nosso chanceler Antonio Patriota será o próximo Secretário Geral da ONU.

CASAMENTO

QUESTÃO DE HONRA Advogados mandaram carta para a Globo reclamando de Silvia, uma advogada de família interpretada pela atriz Carol Castro em Amor à Vida. Na novela, a personagem orienta clientes a mentirem em juízo. Para a Acrimesp (Associação dos Advogados Criminalistas do Estado de São Paulo), a postura é “imoral e antiética” e “induz a uma opinião equivocada” sobre os advogados. Ademar Gomes, presidente do conselho da Acrimesp, pede que a personagem seja punida. A Globo informa desconhecer a carta e declara que novelas são obras de ficção sem compromisso com a realidade: “Ao recriar livremente situações que podem ocorrer na vida real, a dramaturgia busca apenas tecer o pano de fundo para suas histórias, sem a intenção de ofender qualquer categoria profissional”.

mem e disse que a fome é a expressão biológica de um fenômeno econômico, o desenvolvimento.

Affonso e Margareth Cabral, amigos queridos, casam sua filha Julia com Carlos Alberto, filho de Vera Lúcia Ávila Nunes e Carlos Alberto de Oliveira Guimarães, dia 10 de agosto, às 16 horas, na MSPW Quadra 21 do Park Way. Direi “presente”.

BRINDE

A aniversariante do dia 15 de agosto Kátia Kouzak.

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), vai se casar em setembro. Há dois anos, ele ficou noivo da blogueira potiguar Laurita Arruda Câmara. Na festa de aniversário dela, ele colocou uma aliança Cartier dentro de uma taça de champanhe para fazer surpresa na hora do brinde.

CLASSICAL MUSIC

CINEBIOGRAFIA

Um mês após abrir sua bilheteria para a temporada lírica, o Teatro Municipal de São Paulo já vendeu três mil assinaturas. As apresentações acontecerão em agosto e setembro.

Anna Muylaert e L. G. Bayão escreveram juntos o roteiro do filme Irmã Dulce. Segundo a produtora Lafa Britz, 70% dos R$ 9 milhões orçados para o longa já foram captados e as filmagens ocorrem em novembro e dezembro. O filme, com direção de César Rodrigues (Uma professora muito maluquinha), deve estrear no segundo semestre de 2014.

FIGURA O embaixador Roberto Azevêdo, indicado para o comando da OMC, assumirá a instituição dia 2 de setembro.

PALAVRA Josué Montelo denunciou a fome como uma praga produzida pelo ho-

CASA COR 2013 Não deixem de visitar a 22ª Casa Cor Brasília 2013, que acontece até dia 5 de novembro e está um show, na antiga

ganha chá de bebê da mãe Vera, dia 17 de agosto, na casa da família na Península dos Ministros.

sede do Jornal de Brasília, no Setor de Indústrias Gráficas, tendo à frente, como sempre, Moema Leão, Eliane Martins e Sheila Podestá. Nomes de destaque da arquitetura e do design brasiliense como: Patrícia Tavares, Yeda Garcia, Walléria Teixeira, Denise Zuba, Ney Lima, André Alf e a dupla Hélio Albuquerque e Sônia Peres. A arquiteta Yeda Garcia faz nesta edição de 2013 a sua 13ª participação na mostra, O Café, e Mara Alcamim estará por lá, elaborando pratos deliciosos para todos nós.

VINDA O presidente da China, Xi Jinping, já confirmou que virá ao Brasil, ano que vem, para a reunião do Brics.

NOVO CONCEITO PARA EMBELEZAR Sempre atento ao mercado de beleza, o cabeleireiro Helio Nakanishi (foto abaixo) presenteia Brasília com mais um empreendimento. Com um conceito diferenciado, o empresário abriu no dia 22 de julho um novo espaço no shopping Liberty Mall. O novo projeto e conceito foram pensados em conjunto com o arquiteto Júlio Takano, da Kawahara Takano Soluções, empresa paulista responsável pela mudança de conceitos de marcas para lojas na América Latina – entre elas Cavalera, Hering, O Boticário, Pernambucanas, entre outras. O novo empreendimento marca o início de uma nova jornada para a marca HELIO, como será chamado o espaço. A ideia é oferecer serviços diferenciados para os cabelos, rosto e para o corpo.

A aniversariante do dia 27 de agosto Janete Vaz.

Na doce espera de Isabela, sua filha com Vitor Moreira, Elisa Castelo Branco

O advogado Estenio Campelo será pai novamente. A mulher Ana Cristina Campelo está na doce espera de um filho. O casal comemora a notícia.

VÊM AÍ NOVOS TALENTOS Dando pontapé inicial para a 15ª edição do Capital Fashion Week, que acontece entre os dias 17 e 20 de setembro, no CCBB Brasília, a empresária querida Márcia Lima.

Foto: Sueli Estrela

A terceira edição do GoFashion, Semana da Moda de Goiânia, acontece nos dias 7, 8 e 9 de agosto, no Centro Cultural Oscar Niemeyer, e traz as tendências e a coleção de moda primavera/verão 2014 das grandes marcas do estado. Um dos destaques do evento será a sala de desfile, feita com a mais alta tecnologia, não deixando de lado a sustentabilidade. À frente da organização está o diretor artístico Cleydson Francisco, e na direção executiva, Marcelo Safadi.

LIVRO A Casa da Palavra lançará agora em agosto Os reis da voz, livro de Ronaldo Conde Aguiar. É resultado de três anos de pesquisa. Vai falar da trajetória de 15 cantores e compositores brasileiros das décadas de 1940 e 1950, como Francisco Alves, Mário Reis, Cauby Peixoto, Orlando Silva, Moreira da Silva, Luiz Gonzaga...

Feira do Empreendedor Donos de empresas e potenciais empresários do Distrito Federal terão a oportunidade de participar de oficinas e palestras, além de conhecer soluções inovadoras e trocar experiências com fornecedores de outros estados. A programação extensa faz parte da Feira do Empreendedor 2013,

consuêlo badra

BEBÊ

HERDEIRO

MODA GOIANA

NO CAPÍTULO Seguindo a tradição de sempre inovar, a cada edição a Casa Cor Brasília 2013 se consolida como o evento em que as tendências se materializam reais e, principalmente, funcionais. Este ano, a mostra reforça o novo momento da economia brasileira e do mercado de arquitetura e decoração, afinal, a moda está cada vez mais presente no dia a dia das pessoas. Estampas, materiais, texturas e cores que servem de referência para os estilistas. Valéria Leão Bittar faz sua estreia na Casa Cor 2013 em espaço residencial, como vocês podem ver. A requintada decoradora de eventos assina a Sala de Jantar nesta mostra.

Depois de uma temporada na Europa, Cleia Chaves comemora seu aniversário com as amigas do campeonato de biriba.

27

promovida pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no DF. São quatro dias, de 21 a 24 de agosto, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, voltados para atender às demandas de quem precisa “incrementar” o empreendimento.

TURISTAS Maura Mendes está a mil com a organização do projeto Conexões/Arte e Arquitetura, que levará brasilienses para visitar a Bienal de Veneza, com direito a uma esticada em Roma.

CARAVANA PARA O CEARÁ Uma caravana do Sindiatacadista – DF levará cem empresários de Brasília para a 33ª Convenção Anual do Comércio Atacadista Distribuidor (Abad 2013) e a 16ª Sweet Brazil International, que ocorrerá em Fortaleza (CE), entre os dias 5 e 8 de agosto. De acordo com o presidente do Sindiatacadista, Fábio de Carvalho, o evento possibilitará aos participantes a oportunidade de gerar negócios com os fornecedores, ganhando desconto nos produtos de lançamento. As amigas de longa data Claudia Galdina e Lucia Alasmar

Espetáculo de Dança

consuêlo badra 28

O arquiteto Hélio Albuquerque e a designer de interiores Sônia Peres receberão o prêmio Top Talent da Hounter Douglas, por meio da empresa Artline, da empresária Nelma Caixeta. Os profissionais se destacaram no mercado de Brasília por utilizarem os produtos da marca holandesa – criada há mais de 90 anos, líder mundial em decoração de janelas e produtos arquitetônicos. O recebimento do prêmio patrocinado pela empresa será em Moscou, no mês de agosto. Também em agosto, a Artline inaugura nova loja no Lago Sul e traz novidades exclusivas para o setor de decoração e arquitetura.

INAUGURAÇÃO O Grupo Núcleos acaba de ativar sua sétima unidade, desta vez na Asa Norte, em parceria com o Hospital Santa Helena. No novo espaço, já estão sendo realizadas cintilografias e cirurgias radioguiadas. A nova área está localizada ao lado do serviço de cardiologia do hospital, o que confere maior comodidade aos pacientes cardiológicos que necessitam de exames de medicina nuclear para diagnóstico e follow up.

lançamentos em Alphaville

Com concepção, criação e direção de Cleani Marques Calazans, Brasília poderá apreciar o espetáculo de dança contemporânea intitulado Lua Negra, interpretado pela bailarina Marcela Brasil. A primeira apresentação acontece no dia 5 de agosto, no Teatro Newton Rossi, do Sesc de Ceilândia, e, em seguida, no dia 7, no Teatro Paulo Autran, do Sesc de Taguatinga. Já entre os dias 8 e 11 de agosto, a apresentação será no Teatro Garagem, do Sesc da 913 Sul.

DECORAÇÃO E ARQUITETURA

Gontijo, o espaço deverá se tornar reduto de mulheres interessantes. Para o open house, um time de peso foi escalado: Fabiani Cristine assina os convites, Renata La Porta comanda o catering e a jornalista Flávia Duarte media bate-papo sobre beleza. Quem também deve passar por lá é a escritora Cris Guerra, que estará em Brasília para lançamento do livro Moda Intuitiva.

O aniversariante do dia 17 de agosto Nelson Piquet.

No dia 24 de julho de 2013, o Grupo Via recebeu o alvará de construção de seus primeiros empreendimentos em Alphaville. Agora os primeiros empreendimentos verticais do bairro, promovidos pelo Grupo Via, podem ter suas obras iniciadas. Na solenidade d entrega do alvará, estiveram reunidos a prefeita da Cidade Ocidental, Giselle Araújo, o secretário de Viação e Obras, Francisco Avelar, o secretário de governo, Igor Araújo, o deputado estadual, Valcenôr Braz, oito vereadores, além de representantes das duas empresas e diversos outros presentes.

LIDERANÇA Na mais nova pesquisa de intenção de voto para o governo do Ceará, o senador amigo Eunício Oliveira lidera com tranquilidade. Segundo o Ibope, ele conquistou 50% das intenções do eleitorado. O segundo colocado está com 16%. Para o Senado, as pesquisas apontam a volta do tucano Tasso Jereissati, com 43%, seguido de 19% para o senador Inácio Arruda.

OPEN HOUSE No dia 14 de agosto, o Vita! Beauty Center abre as portas no Sudoeste. Com projeto assinado pela arquiteta Valéria

Sem dúvidas O Conselho Regional de Educação Física da 7ª região – CREF7 – realizou uma audiência pública para alunos do curso de Licenciatura em Educação Física da UnB. A reunião teve como objetivo esclarecer questões da formação e habilitação dos alunos no decorrer do curso. Além de tirar dúvidas sobre a área escolhida, o Conselho também dispôs de um espaço para esclarecer aos alunos sobre o que fazer quando terminarem a graduação, obtenção do registro profissional, entre outras questões.

RECORDAR é

viver Fotos: Henrique Guillen, Celio Costa, Rodolfo Stuckert e Emivaldo Silva

Yara Curi e a filha Karina (1986)

RECORDAR É VIVER

Terezinha e Paulo Bracarense, Emilze e Wanderval Calaça e Moema Leão de Souza (1986)

30

Gilberto Aamaral, Amaral Neto, Delfim Netto e Virgílio Távora (1986)

Consuêlo Badra, Pergentino Hollanda (do Maranhão) e Moema Leão (1987)

Embaixador Adriano de Carvalho, Consuêlo Badra, Tania Simões, Filomena de Carvalho e Guilherme Simões (1986) José Sarney e Consuêlo Badra (1988)

O coiffeur Stephany, sempre lindo (1986)

Márcio e Sheyla Machado, Moema Leão e o casal Edson Sebba e Sônia (1986)

Ex-ministro Almir Pazzianotto e Consuêlo Badra (1988)

RECORDAR É VIVER

Marita e Lino Martins Pinto ao lado de Elcy Meireles

31

Mara e Gilberto Amaral (1988)

RECORDAR É VIVER

Julio Jardim, Consuêlo Badra e Roberto Levy (1996)

32

Cleucy Oliveira (sentada), a mãe, Elcy Meirelles, Luiz Estevão de Oliveira com a mãe, Marita Martins, e ao lado o ministro Edison Lobão (1988)

Dra. Regina de Castro, Tereza Sabino, Lincoln Souza e Vera Lucia Rocha

Adhemar Ghisi e Sonia, Angela Amaral, Consuêlo Badra e o casal Cledy e Fernando Gonçalves

Casais Cacau e Soninha Abrantes e George Zardo e sua Márcia (1988)

Suely Abdulmassih, Ana Amélia Leão Lobo, Branca leite e Moema Leão (1986)

Maria Inês Nogueira e Silvia Seabra (1986)

O saudoso coiffeur Duda e a pioneira Lygia Leite de Camargo (1987)

Raquel Pacini e Ana Maria Gontijo (1987)

RECORDAR É VIVER

Rubens Gallerani com o pessoal da Barraca da Bahia na Festa dos Estados (1987)

33

Aristóteles Drummond

Urge um pacto

P

erto de completar meio século de atividade jornalís-

como referência maior o voto que leva aos mandatos no Exe-

tica e militância política – nunca fui candidato, mas

cutivo e no Legislativo. Primeiro com o afastamento de gran-

sempre filiado a algum partido –, fico realmente

des nomes do empresariado – Herbert Levy, Magalhães Pinto,

triste ao comparar a qualidade de nossos homens

Pereira Lopes, Antônio Luciano, Paulo Sarazate, João Cleofas,

públicos. Hoje, são ilhas de respeitabilidade nas diferentes

Basílio Machado Neto, Maurício Andrade, Gilberto Faria, Jessé

bancadas e bolsões de excelência nos órgãos públicos, com o

Pinto Freire, Euvaldo Lodi. Depois dos militares, afastados por

melhor que sobrevive em marcha batida para aposentadoria.

legislação criada na Revolução, que, no passado, havia con-

Reside aí a facilidade com que o Brasil caminha para a perda

sagrado nas urnas Menezes Cortes, Caiado de Castro, Janari

do controle sobre os padrões éticos e morais. A meritocracia é

Nunes, Juraci Magalhães, Costa Cavalcanti. E, por fim, intelec-

coisa do passado e a escolha de notáveis, praticamente inviável.

tuais, como Gilberto Freire, Menotti Del Picchia, Jorge Amado,

Mesmo durante o período militar, em que o Congresso sofreu

Plínio Salgado, Luiz Vianna Filho, Assis Chateaubriand, San-

artigos

perdas importantes, os nomes eram da maior respeitabilida-

34

tiago Dantas, Mário Martins.

de, inclusive na oposição. O MDB, que reunia os descontentes

Uma pequena amostra do nível de nossa representação

com o regime, ofereceu ao Brasil senadores inesquecíveis, como

política. As crises de 54, 55, 61 e 64 contaram sempre com a

Oscar Passos, Amaral Peixoto, Paulo Brossard, Nelson Carnei-

habilidade, a criatividade e o espírito público de nossos po-

ro, Marcos Freire, Franco Montoro e Itamar Franco. Deputados

líticos. JK, que enfrentou dois movimentos militares de con-

como Thales Ramalho, Tancredo Neves, Caruso da Rocha, J. G.

testação, a todos anistiou. Hoje, como disse Oswaldo Aranha

de Araújo Jorge. Na Arena, Daniel Krieger, Gilberto Marinho,

há décadas, o Brasil é um deserto de homens e ideias. E não se

Petrônio Portela, Dinarte Mariz, Arnon de Melo, Magalhães

sabe que homens e que ideias surgirão dessas manifestações

Pinto, Gustavo Capanema, Milton Campos, Nei Braga. E, na Câ-

ainda não decifradas.

mara, José Bonifácio, Rondon Pacheco, Flexa Ribeiro, Sandra

Os poucos, mas respeitados, homens públicos deste país,

Cavalcanti, Eurípides Cardoso de Menezes, Monsenhor Arruda

com mandato ou sem mandato, como Marco Maciel, Francisco

Câmara, Raimundo Padilha, entre outros. Dessa época, com atu-

Dornelles, Fernando Henrique Cardoso, José Sarney, Bernardo

ação sempre digna, o carioca Miro Teixeira, no nono mandato.

Cabral, precisam superar divergências eventuais para um pla-

Uma sucessão de erros veio se acumulando ao longo do tempo, até chegarmos a essa crise, que abala a democracia, que tem

no de emergência que devolva a paz e a confiança à nossa gente. Ainda é tempo!

Florian Madruga

Manifestações quem está inscrito no programa “Minha Casa Minha Vida”. E justificou: – Veja bem, o cara, ou a cara, recebe a casa. Depois, tira o empréstimo para mobiliar a casa. Continua faltando alguma coisa. O quê? Os utensílios para preparar o boião. É aí que entra a minha ideia. A CARAS, toda semana, presenteia o leitor com algum objeto para uso na cozinha. É só ele receber a revista que o descascador de limão vem junto. A Klarabel foi a última a falar. Nostálgica, e bem feminina, ela declarou, emocionada, sem conter as lágrimas, o que pretendia colocar no manifesto do grupo: – Meu desejo é que os estilistas, na próxima coleção primavera-verão, tragam de volta a saia plissada e as blusas banlon que tanto sucesso fizeram em meados do século passado. E, para estar em sintonia com os momentos patrióticos que estamos vivendo, que as saias sejam no tom verde-bandeira e as blusas no azul-bandeira. Uma homenagem ao nosso pavilhão. Pasmo, diante do que ouvia, ousei perguntar: – E para qual autoridade vamos encaminhar isso? O anãozinho, atrevido, rebateu: – Qual autoridade nada, idiota, vamos jogar nas redes sociais. Voltei para casa, botei um disco na vitrola e fiquei ouvindo Sílvio Brito cantar “Tá todo mundo louco”, que lançou nos anos sessenta do século passado, cujos versos estão mais que atualizados: “Tá todo mundo louco, oba... tá todo mundo louco, oba... tá todo mundo louco, oba... É a cabeça, irmão. Mas que depressão, mas que confusão. É a cabeça, irmão. Tudo está ficando diferente, e ninguém vê. Você me traiu e diz que é normal.” Parece que foi ontem. DO POETA INDIANO RABINDRANATH TAGORE, SEMPRE ATUAL: “Fé é o pássaro que sente a luz e canta quando a madrugada é ainda escura”.

artigos

F

ui convocado, às pressas, para reunião com o GP-5, o Grupo da Pastelaria, formado pelo Dagoberto, catador do lixão da Estrutural, a Klarabel, manicura e pedicura, a sempre presidenta da Associação das Mulheres Oxigenadas, o Moacyr, que guarda e lava carros no Setor Comercial Sul, o mais novo membro do grupo, o Brittinho, anão sergipano, e este escriba, que tenta harmonizar as diferenças sociais e culturais da turma, na maioria das vezes sem sucesso. Minha chegada ao balcão da pastelaria causou um certo rebuliço no grupo, todos querendo falar ao mesmo tempo. Designei o anão como porta-voz e a Klarabel para redigir a ata. Foi pedida uma rodada de pastel de guariroba e caldo de cana bem gelado. Brittinho subiu num tamborete arranjado por alguém, e, voz empostada, anunciou: – Nossa manifestação tem um só objetivo: dar voz ao que as ruas vêm pedindo. Nós, também, queremos anunciar à nação nossas reivindicações. Cada um fará as suas. Eu farei as minhas. E desfiou: – Em nome de todos os anões, exigimos 50% de desconto nas passagens de ônibus, trens, aviões e navios para quem tem menos de 1,53cm de altura. Esse desconto deve ser estendido aos cinemas, teatros e lupanares. É o mínimo que a classe exige. Brittinho, empolgado, começou a gritar: “Anões, unidos, jamais serão crescidos”, o que provocou risos dos outros. Moacyr pediu a palavra, solicitando que fosse registrado em ata o que ele reivindicava: – Como flamenguista autêntico só tenho um pedido a fazer: que na próxima convocação o Felipão chame um jogador do Flamengo. Qualquer um, já que são todos iguais. Só pra gente ter o gostinho de dizer que tem um rubro-negro na seleção. Dagoberto, que parece ser o mais intelectualizado do grupo, defendeu a distribuição da revista CARAS de graça para

35

Paulo Castelo Branco

Orientações conjugais

Artigos

A

36

s coisas não andavam nada bem em casa. Hermínio e Leda viviam às turras desde que D. Ludmila, mãe de Leda, ficou viúva e o casal decidiu recebê-la por uma temporada. Hermínio imaginava que seriam no máximo por três meses. No início, como sempre acontece com hóspedes, a família ficou animada. As crianças vibraram com a chegada da avó, especialmente a pequena Ludi, miniatura da sogra em quase tudo. Os dois meninos não gostaram muito, pois passariam a dormir num único quarto para ceder o outro para a visita. Os pais, antes da chegada da sogra, tiveram uma conversa com as crianças sobre as necessidades da avó, o respeito ao luto, e que relevassem qualquer bronca que, eventualmente, pudessem levar. Os três prometeram se comportar e ajudar em tudo. Ludmila chegou do velório do marido arrasada e recolheu-se aos seus aposentos por uma semana. Quase não comia, chorava baixinho, mas não tanto que impedisse que o genro e a filha ouvissem as lamúrias. Num sábado, a sogra saiu da reclusão. Estava mais magra e com olheiras profundas. Havia cortado os cabelos e trazia nas mãos uma bolsa de palha. Leda, preocupada, perguntou-lhe se desejava alguma coisa. Ela respondeu que após o café, iria à praia. A família ficou boquiaberta com a mudança, mas não interferiu quando ela saiu. Na volta, bronzeada, D. Ludmila parecia outra pessoa. Exalava cheiro de álcool e ria sem parar. Havia tomado alguns chopes com pessoas que conhecera na praia. A partir daí, a vida de Hermínio virou o caos. Leda já não prestava atenção nele, e D. Ludmila brigava com as crianças

por qualquer barulho que a incomodasse dormir até o meiodia. Ludmila vendeu a casa, comprou carro zero e passou a frequentar bailes, inclusive funk. Leda se transtornou com a vida da mãe e vivia emburrada. Hermínio propôs que tirassem férias e recomeçassem a vida caseira e harmoniosa de antes. Leda se enfureceu e pediu o divórcio. – Não vou esperar você morrer para ser feliz. Ainda sou nova e vou cuidar da minha vida, disse a mulher numa crise existencial. No trabalho, Hermínio recebeu um spam com mensagem sobre o lançamento de um livro que prometia ensinar procedimentos para salvar casamentos. Comprou o livro e iniciou a leitura. A autora recomendava atividades lúdicas e dezenas de posições sexuais, além de indicar roupas sensuais, restaurantes e viagens. Ao final da leitura, Hermínio procurou a companheira e contou-lhe sobre o livro que lera, tentando reviver os tempos em que viviam a sós com os filhos. Leda aceitou fazer a leitura e se convenceu de que era possível reatar o casamento quase desfeito. Seguiram o roteiro do livro e, à noite, iniciaram a programação recomendada para o primeiro dia: abrir um espumante bem gelado, entrar na banheira de hidromassagem, iniciar série de carícias conforme fotos da página cinco, colocar roupas sensuais, bebericar e derramar o espumante no corpo da mulher, trocar morangos com os lábios, fingir surpresa em cada gesto, concluir a relação. Nesse instante, ouviram pancadas na parede. Era a sogra que voltara da gandaia e queria dormir. Reclamava da pouca vergonha, dizendo que iria embora daquela casa de tolerância. Saiu e nunca mais voltou.

José Alberto Couto Maciel

Eleições Para quem foi todo esse privilégio?

É só o que se houve falar.

Meu filho, responde o Governador,

Marina, Dilma, Aécio,

Parece que você nem está lembrado,

Não dá mais para aguentar.

Tudo eu gastei, com muito amor,

Já não quero ler jornais,

Pois tenho mulher, filho, cunhado,

Fujo da televisão,

E se o Estádio era pequeno e desajeitado,

Tento esquecer, mas afinal,

Paguei por um grande, três vezes o preço

Começa o mesmo jargão.

E o meu bolso, já furado

É necessário, é urgente,

De tanto suborno que mereço,

Que surja novo candidato

Deu ao povo a sensação

Alguém com nova mente,

De uma Copa magnífica

Alguém que não seja tão chato.

Copa da Confederação,

Eduardo Campos não cresce,

Que nem sei, na verdade, o que é,

Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal?

Se são Confederações, como se explica.

Campos o povo desconhece

Só sei que tenho muita fé

Barbosa, um bom Juiz na política é um mal.

Que em um ano, dois jogos lá faremos

Nas passeatas o povo declara

E hospitais, segurança e o mais que o povo merece,

Que não aguenta mais a corrupção,

Nada importa, pois em um ano teremos

E é tanta falta de vergonha na cara

A Copa do Mundo e o povo tudo esquece.

Que o dinheiro vai para o Estádio,

Mas, continuando, Dilma, Marina ou Aécio,

E o povo, sem saúde, transporte, educação,

Não é por nada não.

Pergunta: Senhor Governador,

É que estou cansado e com medo

Minha filha morreu na fila do Hospital,

Da mesma repetição.

Meu filho foi assaltado indo para o Colégio,

Lula, Temer, Collor outra vez?

Onde está o dinheiro do Governo, afinal?

Não, não dá mesmo, não tem nem rima!

aritgos

D

ilma, Marina, Aécio,

37

RUY COUTINHO :

O DESCOBRIDOR DE OPORTUNIDADES

entrevista

C

38

erta manhã, no início dos anos 70, o ex-presidente Juscelino Kubitschek despendeu três horas de seu tempo numa conversa em seu escritório com um jovem de apenas 26 anos sobre a difícil conjuntura política e econômica que o país então atravessava, o que o deixou vivamente impressionado. JK acabava de retornar de um longo período de exílio no exterior e assumira a presidência do Conselho de Administração do recém-fundado Banco Denasa de Investimento. Ao final do

“Nunca ocupei cargo público por indicação partidária. Meu nome sempre surgiu como solução técnica, profissional. Aliás, nunca fui filiado a nenhum partido político”

encontro, assinou uma carta para seu genro Baldomero Barbará, então presidente executivo do Denasa, na qual dizia: “Eu aconselharia vocês a fazerem uma experiência de estágio com o Ruy Coutinho, que acaba de concluir seu curso de Direito na Universidade de Brasília. É inteligente, tem capacidade e especiais qualidades para se fazer amigo das pessoas, podendo, assim, se transformar num excelente colaborador”. Naquele momento teve início a rica e promissora carreira profissional do jovem advogado que, à época, inicia-

tinho. Ao fim do mandato, seu próximo destino foi o cargo de Secretário de Direito Econômico do Governo Federal, em que permaneceu por três anos até que deu por encerrado seu ciclo na área governamental e mergulhou de cabeça na atividade empresarial: fundou, em 2004, a Latin Link Consultoria Corporativa, com sede em Brasília e escritório em São Paulo, além de parcerias na República do Panamá, onde tem negócios. Em entrevista à FOCO, Ruy Coutinho mostrou-se muito seguro na evolução de sua empresa: “Quando entramos no mercado, a situação econômica do Brasil conspirava a favor de nosso projeto e os primeiros clientes foram importantes empresas das áreas de mineração, agronegócios e ensino superior. Hoje nossa carteira abrange outros setores, como etanol, energia e, em breve, infraestrutura”. A Latin Link está assessorando grande grupo interessado em implantar um polo de energia eólica no Triângulo Mineiro, que tem o apoio do governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia. “Nosso objetivo maior é quebrar paradigmas, descobrindo novas oportunidades de investimento, possuidores de boa governança corporativa e forte conteúdo inovativo. A Latin Link funciona como uma central de gerenciamento de parcerias estratégicas, com o que se tem força de trabalho remota, que permite variedade ampla de talentos não limitados pela geografia”, diz Coutinho. Ele vê, porém, com certa preocupação, o processo inflacionário e o cenário nebuloso para o crescimento econômico brasileiro neste ano, tanto que aposta numa elevação da taxa básica de juros para 9,5% em dezembro, segundo ele “resultado de uma conduta mais firme do Banco Central no combate à inflação”. Pela sua experiência profissional e de vida, as opiniões de Ruy Coutinho são sempre muito consideradas nos órgãos colegiados de que participa, como o Conselho Superior Jurídico da Federação das Indústrias de S. Paulo (FIESP), a American Law and Economics Association e o Grupo de Líderes Empresariais – LIDE. Os resultados do trabalho correto e eficiente da Latin Link surgem com a positiva resposta do mercado. Detalhe: a empresa, por expressa decisão de seus dirigentes, não tem contratos com o setor público.

entrevista

va seu curso de especialização em Mercado de Capitais na Escola de Pós-Graduação em Economia (EPGE) da Fundação Getulio Vargas, seguido depois pelo mestrado em Finanças pela Universidade de Minas Gerais. Havia concluído, pouco tempo antes, curso sobre Direito Comparado na Escola de Direito da Tulane University, em New Orleans, nos Estados Unidos. Sua formação acadêmica era, portanto, impecável. Já como executivo do Denasa, no Rio de Janeiro, algum tempo depois foi designado para implantar em Brasília as sete empresas que compunham o Grupo: banco de investimento, financeira, corretora de valores, distribuidora de títulos, empresa de leasing e até mesmo uma imobiliária, que foi a responsável pela construção de dois edifícios até hoje muito conhecidos na capital federal: o Denasa e o Oscar Niemeyer. Foi muito bem sucedido na missão. Por volta de 1975, o banco italiano BNL adquiriu o grupo liderado por JK. Ruy Coutinho foi, então, para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico – BNDES, no qual ocupou posições de comando durante mais de duas décadas. Tornando-se conhecido nacionalmente, vieram convites para ocupar funções importantes no governo. No período Sarney, dirigiu o Conselho de Desenvolvimento Comercial, do Ministério da Indústria e Comércio. Com o presidente Fernando Collor, foi designado presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica – CADE, no qual permaneceu por vários anos, inclusive nos governos de Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso. Como sobreviveu em tantos governos? “Nunca ocupei cargo público por indicação partidária. Meu nome sempre surgiu como solução técnica, profissional. Aliás, nunca fui filiado a nenhum partido político”, responde Ruy Coutinho. Em sua presidência no CADE, desenvolveu um trabalho extremamente relevante ao comandar o processo de elaboração da nova lei antitruste e transformar o Conselho em autarquia federal, o que deu ao órgão muito mais funcionalidade para exercer o seu papel de guardião da livre concorrência, condição essencial ao efetivo funcionamento de uma economia de mercado. “Substituímos os antiquados mecanismos de controle de preços pela efetiva defesa da livre concorrência”, afirma Cou-

39

ABU DHABI – FERRARI WORLD

Vista parcial da cidade

mara amaral

A

40

minha impressão ao visitar os Emirados Árabes era de que tinha saído do planeta Terra e entrado em outra galáxia! Tudo era muito diferente! Os prédios enormes, tudo era o maior do mundo. Capital dos Emirados Árabes Unidos e também o maior de todos os Emirados, Abu Dhabi é a cidade mais rica da região, a que contém mais reminiscências árabes e a que define os destinos do país – abriga a atividade parlamentar, o Gabinete Federal, a maioria das instituições, as embaixadas estrangeiras e a maioria das companhias de Petróleo. Abu Dhabi cresceu muito nos últimos anos, devido ao petróleo, ganhando importância na economia e no turismo. O Emirado sedia, desde 2009, uma das etapas mundiais de Fórmula 1. A região abriga, ainda, campos de golfe, marinas e o parque temático Ferrari World.

Quem nunca sonhou em andar numa Ferrari? No park você anda na montanha russa a 240km/h

Visões de abu dhabi

ALDAR HD – Formado por duas conchas de vidro que são unidas por uma estrutura interna. Não parece real , mas é

ADNEC – O maior centro de exposições do mundo. Inacreditável! merecendo investimentos altíssimos. Será inaugurada em 2015 a filial do famoso museu francês Louvre, projeto do arquiteto francês Jean Nouvel, na tradicional arquitetura árabe.

O complexo onde está o Hotel Viceroy – Arquitetura espetacular. Metade em terra e metade na água

FERRARI WORLD O parque temático da Ferrari Inaugurado em 2009, o parque de diversões da escuderia italiana abriga uma área de 80 mil metros quadrados, onde se pode conferir a montanha russa mais veloz do mundo, a Formula Rossa, que chega a 240km/h. Construído ao lado do circuito de Fórmula 1, o parque possui outras atrações para quem é aficionado pelo esporte e também para toda a família. O ambicioso projeto é o maior parque fechado do mundo. O Ferrari World está localizado na Yas Island, uma ilha artifi-

cial localizada a 40 quilômetros do centro de Abu Dhabi e a 120km de Dubai. A estrutura do parque é bem ampla, e o ambiente é enorme, todo climatizado, essencial para aguentar todo calor dos Emirados Árabes. Ao todo são 20 atrações, sendo 17 no pavilhão e três na área externa. Três dos brinquedos são apenas para crianças. O complexo ainda tem cinco opções de restaurantes com chefs italianos e duas lojas que vendem souvenires e produtos da Ferrari.

CULTURA O projeto cultural de Abu Dhabi está

Yas Island - Grande ilha artificial que está se tornando o grande complexo de lazer e entretenimento dos Emirados Árabes. Sheikh Zayed Grand Mosque – É uma belíssima obra da arquitetura islâmica que foi inaugurada em 2007 e tem o nome do falecido Sheikh Zayed Bin Sultan Al Nahyan, o fundador dos Emirados, que também se encontra enterrado no pátio externo da mesquita. Tudo a respeito da mesquita e dos seus arredores encanta por tanta beleza. Considerada a maior mesquita do mundo, com capacidade para acomodar 40.000 fiéis. Marina Mall – Um dos pontos turísticos mais característicos da capital, inaugurado em 2001. Geograficamente situado em uma das áreas mais importantes da cidade, o Marina Mall dispõe de 122 mil metros quadrados de espaço de lojas de moda, lazer e entretenimento. Ilha de Bu Thina – A agência do Meio Ambiente de Abu Dhabi (EAD) lançou recentemente uma campanha internacional para encorajar as pessoas a votarem na ilha de Bu como uma das

mara amaral

E POR NADA NO MUNDO PERCA

41

No c

Maquete do Museu Guggenheim

Sheikh Zayed – Seu interior é coberto pelo maior tapete persa do mundo

Maquete do Museu do Louvre

sete maravilhas naturais do mundo. Só isso já é um argumento forte que justifica a visita! Ilha de Saadiyat – Os arredores da cidade deverão ser um polo de turismo cultural com prédios projetados por arquitetos de renome internacional.

EMIRATES PALACE HOTEL De impressionante opulência, o Emirates Palace Hotel, com 362 suítes, custou US$2 bilhões e é considerado um dos mais caros do mundo. É um dos hotéis cinco estrelas mais luxuosos do planeta, administrado pela rede internacional Kempinski. Uma impressionante e majestosa obra da arquitetura árabe e islâmica que mais parece uma miragem de um palácio das 1001 noites.

mara amaral

Veja alguns fatos curiosos sobre o Emirates Palace:

42

Aproximadamente dois bilhões foram gastos na construção do hotel e levou perto de três anos para o projeto ficar pronto, utilizando 20 mil trabalhadores como mão de obra. Cinco quilos de ouro puro (18 quilates) são utilizados anualmente para a decoração dos doces e cafés oferecidos. Possui 1.800 funcionários de naciona-

O Emirates Palace Hotel lidades diferentes, e cerca de 8.000 pés de árvores, entre elas muitas palmeiras, compõem a paisagem verde dos jardins que rodeiam o Hotel. Mais de 15 restaurantes. O hotel apresenta uma exposição quase permanente das maquetes dos quatro museus que farão parte do audacioso projeto cultural “The Saadiyat Island Cultural District”. Entre eles está o Louvre Abu Dhabi e o Guggenhein Abu Dhabi.

Quando ir Localizado na linha do Trópico de Câncer, o clima nos Emirados Árabes é quente e ensolarado no inverno, sendo assim o destino perfeito para quem quer pas-

sar um inverno com sol. Se marcar sua viagem entre novembro e abril, não terá erro nenhum. Evite viajar entre os meses extremamente quentes de verão (maio a setembro) e durante o mês sagrado do Ramadã, quando é proibido fumar, beber e comer em lugares públicos à luz do dia..

HOTÉIS Le Meridien Millennium Hotel Sheraton Khalidya Hotel Hilton Corniche Hotel Apartments Para contatos com o guia e motorista Hanif em Dubai – Telefones: 0502868127 ou 0552746080. Email: maraamaral2002@hotmail.com

Foto: André Brant

Lideranças do Sistema Cofeci-Creci: o presidente do Cofeci, João Teodoro da Silva (centro), entre o vice-presidente Newton Marques (esq.) e o diretor Manoel Maia. Na segunda fileira, os diretores Valdeci Yase, Armando Cavalcante, o vice-presidente José Augusto Vianna e o diretor Sérgio Sobral

CORRETOR DE IMÓVEIS A ponte entre a sociedade e o mercado imobiliário

O

capa

corretor de imóveis é um consultor que, com seus conhecimentos especializados, auxilia o consumidor a investir no mercado imobiliário. O desenvolvimento profissional da categoria tem favorecido a sociedade brasileira. Ponte entre os anseios da população e as boas opções no segmento, o corretor de imóveis é um realizador de sonhos para aqueles que almejam a casa própria e uma importante bússola para quem quer investir no setor. A profissão é antiga. No Brasil, os primeiros registros da atuação de um corretor de imóveis remontam ao Brasil Colônia, no princípio do século 19. Quando Dom João VI e a família real portuguesa se instalaram no Rio de Janeiro, causaram a primeira “explosão” do mercado imobiliário no país. Para encon-

44

trar imóveis e intermediar negociações, surgiram os primeiros profissionais do segmento. Com o passar dos tempos e a organização da economia em todos os setores, a profissão passou a ser distinguida e nomeada como a conhecemos hoje: corretor de imóveis. Nos anos 50, a categoria passou a pleitear uma legislação própria. Isso aconteceu em 1962, com a promulgação, pelo Congresso Nacional brasileiro, da primeira lei de regulamentação da profissão. Homens públicos da envergadura de Ulysses Guimarães, parlamentar na época, e Arnaldo Cesar Prieto, que foi ministro do Trabalho, atuaram em defesa da regulamentação da profissão. Com a ascensão do mercado imobiliário, a profissão ficou ainda mais valorizada e cresceu 83% entre 2008 e 2012.

Profissão se destacou no país e cresceu 83% em cinco anos

Em sua definição clássica, o corretor de imóveis aproxima as partes interessadas na compra, venda ou locação de imóveis. No mercado imobiliário, é o profissional que atua na ponta, na atividade fim, atendendo diretamente à sociedade. Para ser corretor de imóveis, no Brasil, é preciso ter formação específica. O mínimo que exige a legislação atual é um curso técnico. Cerca de 60% dos profissionais em atividade possuem nível superior, além da formação específica requerida. Muitos deles fizeram a faculdade de Gestão em Negócios da Comunicação. Quase 10% da categoria têm pósgraduação, mestrado e doutorado. Antes de ingressar no mercado, após a formação técnica específica, o corretor de imóveis deve se inscrever em um Conselho Regional, o Creci. Só pode atuar no Brasil o corretor de imóveis que estiver em dia com sua inscrição no Creci

de seu Estado. O consumidor, ao escolher um corretor imobiliário, deve checar a validade de sua inscrição profissional. É um direito do cliente a exigência do número do Creci quando o profissional se apresenta para trabalhar. Essa simples providência amplia a segurança jurídica de todos. Corretor de imóveis é uma profissão regulamentada, assim como os médicos, engenheiros, advogados, arquitetos, enfermeiros, profissionais de educação física, entre outras categorias. A normatização, fiscalização, avanços e conquistas da profissão, em favor de toda a sociedade, são incumbência do Sistema CofeciCreci – o Conselho Federal de Corretores de Imóveis –, em Brasília, e os 25 Crecis – Conselhos Regionais de Corretores de Imóveis –, presentes em todos os Estados. Esse suporte técnico e legal dá à sociedade muito mais segurança. E confere ao

profissional credibilidade, eficiência e constante aprimoramento frente às mudanças econômicas, de legislação e de especialização no mercado imobiliário. “O corretor de imóveis brasileiro é um dos profissionais mais preparados e respeitados nesse segmento internacionalmente”, relata o presidente do Sistema CofeciCreci, João Teodoro da Silva. A entidade é uma autarquia mista, com fé pública. Além de intermediador entre as partes, o corretor de imóveis atua como um consultor especializado em mercado imobiliário, administrador de imóveis e avaliador de bens imóveis. Com a globalização do mercado imobiliário, especialmente após a crise internacional de 2008, os corretores de imóveis brasileiros vêm se internacionalizando, por intermédio das parcerias e oportunidades criadas pelo Sistema Cofeci-Creci com entidades imobiliárias de outros países.

capa

O QUE FAZ UM CORRETOR DE IMÓVEIS

45

Novela homenageia a categoria com protagonista de Amor à Vida Responsável por essa escolha, o autor da novela, Walcyr Carrasco, gosta de investir no mercado imobiliário. Ele se diz um “apaixonado por imóveis”. A seguir, entrevista exclusiva com o escritor sobre a escolha do protagonista de Amor à Vida: O que o inspirou a construir um protagonista que seja corretor imobiliário? Vou falar a verdade. Sou apaixonado por imóveis. Inclusive meus amigos brincam que minha verdadeira profissão é a de corretor, não de escritor. Vivo comprando, reformando e vendendo imóveis. Muitas vezes me saio bem. Mas, é claro, sempre chamo um corretor quando vou comprar ou vender. Mas gosto! Já comprei imóveis em leilão, em construção e, para minha felicidade, um apartamento na orla do Rio de Janeiro... Antes da explosão de preços, bem antes. Qual o seu conceito sobre a profissão de corretor de imóveis? Justamente por conviver tanto com corretores, tanto em São Paulo quanto no Rio, tenho uma boa visão da profissão. Há os bons, os bem éticos, e também os menos confiáveis, que não prestam tanta atenção na real condição do imóvel. Mas todo vendedor, eu inclusive, gosta de dar uma boa imagem do produto. Acho normal tentar mostrar as qualidades, não evidenciar os defeitos.

capa

O ator Malvino Salvador vive o corretor de imóveis Bruno na novela Amor à Vida

46

Pela primeira vez na história da televisão brasileira, o protagonista de uma novela é um corretor imobiliário. Bruno, o “mocinho” de Amor à Vida, trama das 21h da TV Globo, não só atua no mercado de imóveis, como tem explicado à população, em suas falas, a necessidade de o profissional estar inscrito no Creci para poder trabalhar. “Esse posicionamento nos ajuda no combate ao exercício ilegal da profissão e amplia a credibilidade de nossa profissão”, comenta o presidente do Sistema Cofeci-Creci, João Teodoro.

“No Sistema Cofeci-Creci, consideramos muito positiva essa abordagem. A novela é uma grande vitrine, pois fala a todas as camadas da sociedade brasileira. Para nós, o mocinho da trama ser um corretor de imóveis regularizado é uma excelente publicidade. E espontânea. Além disso, ele é um pai dedicado, um bom filho, um indivíduo ético e que batalha pela sobrevivência, exatamente como a grande maioria dos corretores de imóveis e dos trabalhadores do país”, analisa Teodoro.

Qual o destino de Bruno na novela? Ele seguirá como corretor de imóveis? Nunca falo sobre final de novela. Sinto muito. Pela primeira vez em um programa de tão grande audiência falou-se da necessidade de inscrição no Creci para ser corretor de imóveis. Por que decidiu dar destaque à regulamentação profissional? Sempre soube que é necessária. Obviamente, um corretor regularizado é mais confiável. O bom corretor se torna um amigo do cliente, traz boas oportunidades, mesmo quando a gente não está procurando alguma coisa específica.

pedro gordilho

A PRIMAVERA DA SAGRAÇÃO

48

Mais do que qualquer outro balé, A Sagração da Primavera, de Igor Stravinsky e Vaslav Nijinsky, está ligada à história da dança e de Paris, onde o balé foi apresentado há exatamente cem anos atrás. O espetáculo grandioso despertou paixões e aversões antes de cair no esquecimento por vários decênios. Ele volta, com todo o seu vigor, na primavera de 2013 em Paris, precisamente no Teatro onde foi apresentado pela primeira vez Stravinsky e Nijinsky

N

ão é a Primavera de Praga. Não é a Primavera Árabe. Mas é uma primavera igualmente libertária, porque A Sagração da Primavera, de Igor Stravinsky, representa, do ponto de vista da história da música contemporânea, o grande corte entre o passado e o futuro da música erudita. Noite de 29 de maio de 1913 no Théâtre des Champs-Élysées. A grande sala de espetáculos com arquitetura modernista não se limita a maravilhar – ou a enervar – o público: ela coloca no palco os famosos balés russos criados por Serge de Diaghilev.

Uma companhia que apareceu na Rússia mas fez de Paris, do Teatro do Châtelet e do Teatro des Champs-Élysées, seus pontos de ataque. Os maiores dançarinos de então – tendo à frente Vaslav Nijinsky –, os coreógrafos mais celebrados, lá estão. E a companhia conta, entre seus admiradores, com pessoas de renome, como Jean Cocteau e Coco Chanel – sendo que esta tornar-se-á mecenas, oferecendo somas para a manutenção do conjunto.

pedro gordilho

Cenas do balé

Ninguém tem dúvida do grande escândalo que viria na noite de apresentação da nova criação, A Sagração da Primavera. Os espectadores, pouco habituados às audácias da companhia, vão transformar uma simples representação num pugilato verbal. Como escreveu o maestro que regeu a inovadora peça musical, “a reluzente cartola de um cavalheiro foi baixada até a altura de seus olhos, as bengalas eram brandidas como ameaçadores utensílios de combate”. Diaghilev, homem de marketing avant l’heure, teve a ideia – que acabou por se revelar completamente desastrosa – de pagar uma claque encarregada de aplaudir tudo que era apresentado pela nova coreografia do protegido Nijinsky. Rapi-

49

Sergei Diaghilev (à esquerda) com Igor Stravinsky

Cena do balé damente os insultos se cruzam entre os a favor e os contra A Sagração no Teatro de Champs-Élysées. Uma desordem indescritível que impede os dançarinos de seguir a partitura dirigida pelo regente Pierre Monteux. Registra-se mesmo que Nijinsky, louco de raiva, em cima de uma cadeira nos corredores, grita os compassos para os bailarinos, que não conseguiam ouvi-lo. A programação não durou mais do que quatro representações. E o que contém essa magnificente peça musical e a correspondente criação coreográfica? Em dois atos, A Sagração narra a adoração da Terra após o sacrifício de uma virgem eleita. Essa criação anuncia nada mais nada menos do que a modernidade no balé. Imatura ou provocada por verdadeiro horror, preparada com a marca da espontaneidade, a confusão gerada pela pri-

meira apresentação da Sagração entrou, a partir de então, para os anais da História da Música, fazendo dessa estreia uma das mais celebradas de todos os tempos. O acontecimento informa que as plateias da capital francesa, diante da Primeira Guerra Mundial, reagiam de forma viva ao que acontecia no meio cultural de seu tempo. E apesar do vigoroso contencioso entre a claque e a plateia, o maestro Monteux conseguiu reger o balé até o seu final e tanto Stravinsky quanto Nijinsky vieram ao palco para os agradecimentos daqueles poucos que resolveram aplaudir. A Sagração da Primavera saiu como uma grande vencedora, sobrevivendo por todo um século àquela grosseira recepção. E que disse o empresário responsável pelo evento, o russo Serge Diaghilev? “Era exatamente o que eu queria”.

Ambientes

Quando o vizin cima ĂŠ vocĂŞ m

52

inho de mesmo!

O

duplex, apartamento com dois andares, tem sido a novidade na solução de novas moradias. Apostando nesse mercado, as empreiteiras lançam cada vez mais imóveis com essa característica. Esse tipo de apartamento atrai pessoas mais jovens e despojadas. Nesta matéria vamos conhecer duas sugestões diferentes para esse tipo de ambiente.

Ambientes

Texto e fotos: Clausem Bonifácio

53

Bicicletas nas paredes

Ambientes

Essa foi a solução da designer de interiores Cybele Barbosa para esse tipo de duplex com mezanino. O ambiente de 87 metros quadrados foi revestido com painéis de madeira, tijolo aparente, ferro, vidro, guarda-corpo nas cores neutras cinza e preto, com destaque pontual para os tons de vermelho e azul. O estilo rústico da parede e a mistura de materiais reforçam a proposta de um loft ambientado para um casal jovem com um estilo de vida saudável, que adora obras de arte e curte receber os amigos. Destaque para as bicicletas que foram utilizadas como peças decorativas.

54

Quartos no piso inferior

Ambientes

A arquiteta e urbanista Karla Amaral criou esse apartamento duplex em estilo despojado para atender a um casal moderno e sofisticado. Para garantir a jovialidade do imóvel, a profissional utiliza tons neutros que realçam a luminosidade dos espaços. Muitos efeitos e texturas, como o 3D Board, foram utilizados para maior impacto visual, aconchego e modernidade. Com relevo ondular no pé direito duplo que abre para a escada, o fulgê com pedriscos em tons de bege, amadeirados, cappuccino e muitos espelhos complementam a decoração. O destaque desse duplex é a própria planta do imóvel: os quartos são na parte inferior, deixando a área intima livre dos incômodos do vizinho de cima.

55

beleza

Se sentir a sua pele seca depois de um dia na praia, antes de ir, deixe uma mĂĄscara hidratante na geladeira. Depois do banho aplique-a na pele e massageie os resĂ­duos

56

TUDO PARA TER UMA

PELE FANTÁSTICA

E SAUDÁVEL Já experimentamos os produtos e fizemos os tratamentos. Mas o que realmente sabemos sobre a nossa pele ? Revelamos alguns SEGREDOS que vão fazê-la mudar...para melhor

Pela Redação – Fotos: Divulgação

OS SUPLEMENTOS REDUZEM AS RUGAS O nível de ácido hialurônico nas células da pele declinam com a idade – aos 40 anos temos metade das reservas que tínhamos aos 20. A pele precisa de ácido hialurênico, não só porque este sustenta mil vezes o seu peso em água, preenchendo-a, como é a chave para equilibrar os níveis de colágeno e retardar o surgimento das rugas. A solução: duas a três cápsulas do suplemento Inneov Firmeza Anti-Idade (você encontra em boas farmácias), que combate o envelhecimento cutâneo e melhora a firmeza, elasticidade, hidratação e luminosidade da pele. A PELE HIDRATADA AUMENTA O AROMA A pele seca trabalha como uma esponja, absorvendo tudo. Quando bem hidratada, a pele captura e segura o aroma à superfície. Espalhe um hidratante com perfume, depois de aplicar o hidratante de corpo, para fechar o aroma.

ALGUNS ALIMENTOS FAZEM A PELE BRILHAR As Vitaminas C e E são vitais para a pele. Reduzem o estrago causado pelos radicais livres (moléculas instáveis no nosso corpo), responsáveis por destruir o colágeno e a elastina. A Vitamina C existe nos cítricos e vegetais, como pimentões e brócolis. As folhas verdes, óleos, frutas secas, espinafres e aspargos são boas fontes de vitamina E. CADA TIPO DE PELE TEM DIFERENTES CARACTERÍSTICAS A pele clara pode ser mais seca do que a escura, pois tem uma barreira mais fraca. É por isso que tem tendência para irritações que causam danos mais profundos e é mais suscetível a agressões ambientais – a mensagem para quem tem pele a pele muito clara é assegurar que está sempre protegida com hidratante e protetor solar. TRATE DE SI DURANTE A NOITE Dormir num quarto quente e seco deixa a pele desidratada e reativa, devido ao aumento da circulação sanguínea. Se sofre de pele seca, experimente usar um umidificador no quarto. A pele estará sendo restaurada durante a noite, no momento ideal para aplicar um creme com antioxidantes, que repara os estragos do dia.

beleza

NÃO FAÇA EXERCÍCIO FÍSICO em excesso Certos exercícios, em excesso, podem contribuir para acelerar o envelhecimento. Correr, com os seus movimentos e o impacto constante, pode danificar a pele. Além disso, pode oxidar demasiadamente as células e levar a um envelhecimento precoce.

57

O LEITE DE PLANTAS DIMINUI A ACNE Pesquisas revelam que 75% dos adultos apresentam sinais de alguma intolerância à lactose, a qual vem a ter uma relação direta com a acne adulta – o leite de vaca contêm hormônios naturais de crescimento e existem evidências que agravam a acne. Coma bastante maçã, que melhora o aspecto da pele do rosto. APLIQUE PROTETOR MESMO QUANDO NÃO ESTÁ NO SOL Apesar da pigmentação ocorrer devido a condições da pele, também há uma relação direta com a exposição ao sol, por isso é importante aplicar protetor solar todos os dias. E não pense que a pele mais escura pode fugir à proteção – sofre mais com pigmentação. Recomenda-se, pelo menos, um SPF 30. É a melhor forma para se livrar de uma pigmentação heterogênea através do laser, que dá o benefício extra de tratar o fotoenvelhecimento causado pela exposição solar. OS SEUS LÁBIOS DIZEM TUDO Os lábios não têm melanina e queimam facilmente, por isso a proteção é crucial. Mostram sinais de desidratação, inicialmente com a secura, resultado da falta de ácidos gordos e ômegas na dieta. Combata-a com suplementos de ômega e esfolie suavemente os lábios com a escova de dentes. ESFOLIAÇÃO A MAIS FAZ MAL À PELE Esfoliar em excesso pode danificar a pele. Experimente aplicar um creme de papaia, o qual esfolia (tem da Clarins) enzimaticamente, em vez de o fazer mecanicamente – significa que as enzimas naturais na papaia esfoliam a pele em vez de a agredirem.

Limpe a pele com óleos

beleza

Nas férias, deve-se usar um produto de limpeza com óleos para retirar o cloro, sal e protetor, sem danificar a pele

58

AFINAL, HÁ BENEFÍCIOS EM SUAR Suar como resultado de exercício é bom para a pele, pois aumenta os níveis da circulação sanguínea e o transporte de nutrientes e oxigênio às células da pele. É importante, contudo, re-hidratar o corpo ao beber muita água (dependendo da intensidade do exercício, pode perder mais de um litro por hora e, assim, demora 20 minutos a re-hidratar. O seu corpo precisa estar bem hidratado se quiser uma boa pele. NEM TODOS OS PEIXES SÃO AMIGOS DA PELE Os óleos de peixe e os seus benefícios para a pele por meio dos ômegas são muito importantes. Mas os peixes, atualmente, podem ser tóxicos, pelo que se recomenda que opte pelo salmão do Alasca. Pequenos peixes (sardinhas e cavala) também são ótimos para a pele. Não se recomenda mais o atum. A PELE PRECISA DE AJUDA DURANTE TODO O ANO Nós tapamos – e negligenciamos – os nossos corpos a maior parte do ano. E depois entramos em pânico quando chega o tempo bom e revelamos que a pele foi esquecida e está em mau estado. Para evitar, temos de esfoliar e hidratar com cremes e óleos durante todo o ano.

O PEITO PRECISA DE CUIDADOS DIÁRIOS A pele do decote é fina e, por isso, mais suscetível a envelhecer, a ter marcas, manchas, rugas. Normalmente as mulheres só se preocupam quando aplicam creme do corpo, ou seja, raramente. A área do decote precisa ser tratada diariamente.

Trate do corpo como trata o rosto. Limpe, esfolie e hidrate. Esse último gesto é feito com massagens circulares para uma boa circulação

CIRCULAÇÃO SAUDÁVEL = MENOS CELULITE Uma boa circulação ajuda a libertar toxinas e as gorduras indesejáveis do corpo, ação crucial para um corpo livre de celulite. Infelizmente, o nosso sistema linfático precisa ser despertado com exercícios (até caminhar mais ajuda). Experimente massagear os glúteos, pernas e coxas. Chuveiradas alternadas de quente e frio também ajudam a circulação, tal como escovar a pele do corpo. Se quer mesmo pôr um fim à celulite, evite comer açúcar, sal, laticínios, carne, bebidas com gás e álcool e faça uma dieta de crus durante uma semana. Extremo, sim, mas vai obter os melhores resultados.

O MELHOR CONSELHO PARA A PELE É GRÁTIS Depois de aplicar um tratamento de rosto, faça uma massagem facial para incrementar a circulação, ajudando os nutrientes a chegarem mais depressa às células. Além de preencher, tonifica e melhora a textura da pele. Use o dedo anelar para trabalhar o contorno dos olhos, usando o osso como guia, e com o dedo médio pressione as maçãs do rosto levantando-as suavemente. DAR MAIS ELASTICIDADE As fibras de elastina e colágeno atuam como um colchão da pele – dão-lhe flexibilidade para voltar ao lugar depois de distendida, sem marcar. À medida que envelhecemos, a perda de elasticidade traduz-se em rugas e flacidez. Para abrandar o processo de envelhecimento, não fume. A barreira de colágeno (a estrutura de suporte da pele) é quebrada pela nicotina, para não falar do ato de fumar que favorece o surgimento de rugas à volta dos lábios. Um ótimo motivo para parar de fumar. De vez.

OS MÚSCULOS ESGOTAM QUANDO SE CHEGA AOS 30 Depois dos 20 anos nós começamos a perder músculo – cerca de meio quilo por década. Geralmente o exercício vai ajudar a manter-se jovem, mas se treina muito ou começa a treinar subitamente, pode envelhecer o seu corpo porque este perde apoio.

beleza

DEVEMOS APLICAR ANTIOXIDANTE Os antioxidantes tópicos são um must para qualquer pessoa na casa dos 20, para manter longe sinais de envelhecimento que começa aos 30 anos. Os séruns antioxidantes podem ser usados como medida de prevenção.

59

Comer,

comportamento

comer...

60

Não tem jeito: pais e mães estão sempre preocupados com a alimentação e bem estar de seus pequenos

Por Camila Bocchino – Fotos: Divulgação

E

ntra ano e sai ano, uma coisa é certa: não tem como descuidar um minuto da saúde das crianças. A infância é uma das fases mais importantes da vida. É nela que a gente começa a formar o nosso caráter, aprender coisas e lições para a vida toda. Brincar e se sujar fazem parte, mas os pais têm que estar sempre atentos, pois os pequenos nem sempre prestam atenção no que fazem. Outro ponto importantíssimo da infância é que é nela que começamos a definir o que gostamos ou não, principalmente em relação à alimentação. E é aí que os pais têm que pegar firme, ou os pequenos podem desenvolver algum problema de saúde mais adiante.

Esse assunto pode gerar muitas dúvidas, confusões e alguns problemas com aqueles que são mais resistentes na hora de comer. A alimentação infantil tem que agradar à criançada e quanto menos trabalho der, melhor. Muitos pais acabam por ceder às vontades dos filhos quanto ao que comer, mas isso pode ser perigoso. Quanto mais cedo a criança começar a controlar a sua alimentação, tornase mais difícil que ela volte ou comece a comer de uma maneira mais saudável na vida adulta. “Falando francamente, o exemplo é sempre o melhor caminho, a melhor escolha. As crianças aprendem a comer assim também. Não adianta condenar o que seu filho come, faça antes uma avaliação do que você mesmo tem colocado no seu prato”, explica a nutricionista Tane Hermuche.

Foto: Alexandre Alves

O cuidado com o que o seu filho come deve começar ainda nos primeiros meses de vida, quando é recomendado que o bebê seja alimentado somente com o leite materno, e aumentar a partir dos 6 meses de vida, quando se começa a introdução de novos alimentos. “A introdução adequada dos alimentos complementares nessa fase da vida, auxilia na prevenção de doenças como a desnutrição, anemia, obesidade, pressão alta, diabetes, entre outras. Uma alimentação variada com frutas, verduras, legumes, leite, carnes magras e cereais integrais, deve fazer parte da alimentação diária das crianças”, comenta a nutricionista Sara Tereza Gomes. Ficar de olho na rotina alimentar dos pequenos ajuda muito. Além disso, procurar fazer ao menos uma refeição por dia com eles, mostra que você se preocupa com o que come e com o que eles comem também, fora ser uma ótima

“Uma alimentação correta ajuda a prevenir problemas de saúde”, afirma Sara Tereza, nutricionista

oportunidade de dar um exemplo de como você também gosta de comer de forma saudável. É normal que algumas crianças mostrem resistência a aceitar alguns alimentos, mas isso não é motivo para se declarar derrotado nessa batalha. “Se a criança não conhece um determinado alimento, ofereça a ela uma pequena quantidade. Caso ela não queira comer e cuspa o alimento, não insista. Espere alguns dias e volte a oferecer de outra maneira, faça outra receita, tente de 8 a 12 vezes, em dias diferentes, até que a criança aceite o alimento”, aconselha a Dra. Sara. Essa insistência pode parecer desgastante para os pais, mas se eles se esforçarem nesse período poderão evitar muita dor de cabeça no futuro. “Educar a criança nutricionalmente dá trabalho, principalmente no ambiente escolar, onde alguns pais não estão tão preocupados com essa questão. Mas nunca podemos abrir mão

comportamento

“O exemplo é sempre o melhor caminho, a melhor escolha”, diz Tane Hermuche, nutricionista

61

Panqueca colorida

Foto Bella Cardim

Ingredientes: 250ml de leite integral; 100g de farinha de trigo; 10g de açúcar refinado; 40g de manteiga derretida; 1 ovo; 1 beterraba cortada em cubos médios (pequena) ou 2 xícaras (chá) de espinafre cozido ou 1 cenoura cortada em cubos médios; Sal a gosto. Modo de preparo: Bata todos os ingredientes no liquidificador, colocando a manteiga derretida por último. Bata mais um pouquinho para a manteiga incorporar. Em uma frigideira untada com manteiga faça as panquecas em fogo médio. Opções de recheios: carne moída, frango, legumes variados. Sirva com molho de tomates fresco.

comportamento

Chef Marcelo Favaro

62

da alimentação dos nossos filhos. Uma criança bem nutrida adoece menos e tem menos complicações do que crianças com déficits nutricionais”, conta a Dra. Tane. Nessas horas é bom contar com uma escola que se preocupa com todos os aspectos da alimentação infantil. No colégio Maristinha Pio XII essa preocupação é constante. Lá eles até oferecem um cardápio para os pais seguirem como exemplo na hora de preparar o lanche das crianças. “Temos trabalhado a consciência no momento do lanche e estimulado o consumo de frutas, e também repassamos mensalmente às famílias um cardápio com sugestão de lanche saudável elaborado por uma nutricionista”, explica Sara Curvello da Costa, da Assistência Psicopedagógica do Colégio Marista de Brasília PIO XII.

Outro grande problema que a correria da vida moderna traz é a falta de tempo para se preparar uma refeição em casa, o que leva muitos pais a saírem com os filhos para comer fora. Quando isso acontece, fica complicado incluir certos grupos alimentares no prato dos pequenos sem que eles criem caso. Pensando nisso, alguns restaurantes oferecem opções de cardápios e pratos infantis. “Levamos em consideração o paladar das crianças para a elaboração do cardápio, que conta com opções de carne, peixe e frango em porções diferenciadas em quantidades e valores”, explica o chef Marcelo Favaro, do restaurante Barbacoa. Opções mais em conta, com porções menores e pensadas para a criançada, já se tornaram rotina em alguns restaurantes da capital, como o Botequim Informal, o Taypá, o Rubaiyat e a Esquina Gourmet. Outros empresários já pensaram mais à frente e resolveram investir em um mercado voltado exclusivamente para os pequenos. Um dos casos é o Empório da Papinha, especializado em fazer papinhas com produtos orgânicos e receitas acompanhadas por uma nutricionista. Outro caso é o da empresária Ana Inês, que, junto com seu marido, abriu o Cozinha do Mini Chef, onde oferece cursos de culinária para crianças a ser ministrado em festas, eventos diversos e colônias de férias.

Biscoito tipo cookie de aveia Ingredientes: 2 xícaras de farinha de aveia; 1 xícara de aveia em flocos; 1 xícara de água; ¼ de xícara de óleo de canola; ¾ de xícara de açúcar mascavo ou mel; Canela em pó; 1 colher de sobremesa rasa de fermento; Raspas de limão. Modo de fazer Colocar a aveia em flocos na água por 20 minutos, misturar tudo, fazer os biscoitos usando a colher e assar até dourar.

Suco de frutas vermelhas Ingredientes 5 morangos; 5 framboesas; 5 amoras ou mirtilos; 1 xícara de chá de suco de uva integral; 1 xícara de água filtrada. Modo de preparo Bater todos os ingredientes no liquidificador. Servir em seguida.

Aprender como organizar e praticar uma alimentação saudável para que o seu filho siga a vida inteira não é uma tarefa fácil, mas pode ser divertida. Trazemos aqui algumas dicas de comidinhas fácies e que vão agradar a criançada.

Presenteie o seu gr a

dia dos pais

he r

64

e rói

U

m pai contemporâneo que enfrenta diariamente o desafio de conciliar trabalho e família e que, mesmo diante de uma rotina intensa em busca de seus objetivos, está sempre presente na vida dos filhos para apoiá-los em suas conquistas. Se for dessa maneira que você enxerga o seu pai, não perca a oportunidade de escolher um belo presente para ele e demonstre nesse Dia dos Pais o quanto você o ama. Confira a lista de presentes que a Revista Foco selecionou para esses grandes homens:

Kit Terrunyo – Concha y Toro – Preço sugerido: R$389,80

dia dos pais

r ande

Como já de tradição nesta época, a Revista Foco traz diversas opções para presentear pais de todos os estilos e perfis!

Super cooler – floresonline.com.br – Preço sugerido: R$181,00

65

Bolo do Papai – Amor aos Pedaços – Preço sugerido: R$126,00 – 1,5kg Ferrari Chrono Gun - relogiosferrari. lojaintegrada.com.br – Preço sob consulta

Kit Drops of Joy - linha Mr. Care - Creme de barbear, balsamo pós barba, eau de toilette, sabonete e cesta inclusa – Preço sugerido: R$273,00

dia dos pais

Presente Natura Horus Azul Marine - Natura – Preço sugerido: R$59,40

66

Minibolo da Fortuna de castanhas-dopará - Amor aos Pedaços – Preço sugerido: R$29,50 - 150g

Presente Natura Sr N Âmbar - Natura – Preço sugerido: R$39,90

Cesta de café da manhã - Belini Pães e Gastronomia – Preço sugerido: R$179,90 Estojo Galbe - O Boticário – Preço Sugerido: R$115,00

Radio Vintage - Nardim Junior Home – Preço Sugerido: R$150,00

Caixa para charuto- Nardim Junior Home – Preço Sugerido: R$320,00

Luminária Brasília – Graça Seligman – Preço sob consulta.

dia dos pais

Caixa de presente - floresonline.com.br – Preço sugerido: R$82,00

67

mulher 68

CALVÍCIE FEMININA

Perda dos cabelos, por causa genética ou temporária, chega a atingir 50% das mulheres Por Cristina de Almeida – Fotos: Divulgação

O

mulher

Foto: Kazuo Okubo

hit carnavalesco “é dos carecas que elas gostam mais” infelizmente não pode ser aplicado aos dois sexos. Nem mesmo as mulheres acham graça quando começam a perder cabelo. E essa é uma incidência ampla, que já acomete metade do público feminino em todo o mundo. O problema, basicamente, se divide em dois tipos. O mais comum é a calvície genética, que atinge 50% das mulheres. é hereditária, tem tratamento, mas não tem cura. As perdas temporárias podem ser reversíveis, mas são causadas por múltiplos fatores. “Precisam ser bem diagnosticadas, identificando com precisão a origem do problema, para que o tratamento tenha êxito”, explica o dermatologista Ricardo Fenelon, presidente da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina, seccional Centro-Oeste. De acordo com o cirurgião capilar João Carlos Pereira – um dos papas em cabelo no Brasil, pioneiro nas técnicas de transplante no país –, cerca de 25% das mulheres com 30 anos de idade já mostram sinais de calvície. Depois dos 45 anos, a rarefação dos

cabelos fica mais visível. Avaliando os casos das mulheres que têm queda de cabelo difusa, 20% apresentam calvície. “Calvície é sempre androgenética. Algumas causas de queda de cabelo se assemelham à calvície. Só um especialista pode fazer a distinção entre ambas. Os tratamentos são absolutamente distintos”, alerta Pereira. Segundo ele, quando o cabelo começa a cair, a primeira coisa a fazer é procurar um dermatologista, e não um cabeleireiro. “Tem que procurar um especialista que atua nessa área, chamada de Tricologia. Shampus, loções e vitaminas, se a pessoa tem calvície, não ajudam absolutamente em nada”, orienta. Tanto para a calvície genética quanto para as perdas temporárias de cabelo há uma gama de tratamentos que podem reverter a situação. “Em condições normais, mulher também pode tomar Finasterida, com dose diferente da do homem. Também pode usar outras armas que atuam preventivamente na calvície, como Acetato de Ciproterona (hormônio feminino usado em anticoncepcionais). E podem recorrer ao Minoxidil”, informa Pereira. “Há ainda a alternativa de Fotobioestimulação, realizado com luz de led vermelha”, informa o dermatologista Ricardo Fenelon. Esse método utiliza o calor da luz para estimular a proliferação

A dermatologista Dra. Silvana Andrade 69

Foto Erivelton Viana

mulher

O dermatologista Dr. Ricardo Fenelon

70

do cabelo. “O aquecimento intensifica a circulação e a oxigenação do folículo piloso”, explica. Para surtir efeito, deve-se fazer uma sessão semanal de vinte minutos ao longo de dois meses. A dermatologista Silvana Andrade relata que cerca de 80% dos pacientes, de ambos os sexos, se queixam de queda de cabelo. “Perder até cem fios por dia é biológico, uma reposição natural do organismo”, diz ela. A hora de ser preocupar, orienta a médica, é “quando o couro cabeludo fica visível espontaneamente, sem que se faça nenhuma manobra com os cabelos”. Ricardo Fenelon conta que a queda de cabelos é a queixa que mais cresceu entre os pacientes no último ano. “Atualmente, há mulheres cada vez mais

jovens se queixando do problema. O primeiro passo é checar se há o componente genético na queda dos cabelos. Se a calvície hereditária for descartada, há que se investigar as outras causas”, diz. Segundo ele, além do fator hereditário, há pelo menos doze causas que desencadeiam a perda de cabelos em mulheres jovens. Segundo ele, o êxito do tratamento depende de um diagnóstico preciso. A seguir, as causas que mais interferem na queda de cabelos em mulheres jovens: estresse, depressão, ansiedade, doenças infeciosas e episódios febris, intervenções cirúrgicas prolongadas, sífilis secundária, pós-parto, contraceptivos orais, dietas emagrecedoras (especialmente quando há restrição de proteína), hiper fluxo

menstrual (ocorre a perda de ferro, que gera a queda de cabelo), doenças sistêmicas, como distúrbios da tireóides, diabetes mal controladas e hepatites, anemias profundas, amamentação e menopausa. Os cabelos têm grande importância na estética da mulher e são muito valorizados como característica feminina. Nas mulheres, essa perda gera ansiedade, abalos emocionais e problemas de autoestima. A calvície feminina é mais difusa, mais tardia, tem evolução mais lenta que a calvície masculina, preserva a linha frontal dos cabelos e é menos severa que a dos homens. Isso dá às mulheres mais tempo para reverter o problema com tratamentos de última geração. Quanto a isso, os médico são unânimes: quem tem perda de cabelo não pode adiar a solução do problema. “Em casos mais drásticos, quando chega num determinado grau de rarefação, a melhor indicação é o transplante capilar, técnica em que o doador é a própria paciente”, diz João Carlos Pereira. Há casos em que a perda é tão grande que não dá mais tempo nem para o transplante. “Aí, só a prótese capilar resolve”, salienta ele. “O cabelo é a moldura do rosto. A paciente tem que usar todos os recursos de que dispõe”, analisa Silvana Andrade.

O que Brasília precisava O Bar do Alemão chega à capital para ajudar a atender executivos, empresários e, de quebra, ser um espaço para reunir a família

Bar do Alemão

O

72

riginal de São Paulo, o Bar do Alemão nasceu em 1902, na cidade de Itu, quando o imigrante alemão Adolf Steiner abriu com seu filho Max a Padaria e Confeitaria Alemã. A padaria deu origem ao bar em 1930, graças às frequentes esticadas no expediente para receber os amigos e apreciar a combinação preferida de Adolf: cerveja e Steinhäger. No bar, o filho mostrava seus dotes culinários e preparava um suculento corte de carne frito na manteiga e acebolado, com molho de tomate. Nascia assim o Bar do Alemão, que passou a fazer história no estado, passando de geração em geração até chegar às margens do Lago Paranoá em Brasília. Com um espaço construído especialmente para abrigar o restaurante, ele mal chegou e já faz sucesso na capital. É um dos mais comentados, não só por ser uma novidade, mas pela combinação de atendimento, comida e ambientes excelentes. O prédio possui três pisos, onde oferece o serviço de restaurante no térreo, com espaço para 450 pessoas, e serviço de eventos no primeiro piso, que conta com três salas reversíveis com espaço para cerca de 350 pessoas. No terraço, o espaço comporta 250 pessoas e, em breve, contará com serviço de pizzaria. A vista incrível dispensa comentários, e a unidade da capital se mantém fiel aos padrões paulistanos, oferecendo a boa comida e as cervejas variadas, pelas quais a casa ficou conhecida, além de contar com um ambiente extremamente acolhedor. São

mais de 3.000 metros quadrados que contam com uma adega e Wine Bar no subsolo, além de seus três outros pisos, onde cerca de mil pessoas podem desfrutar seus eventos, reuniões ou um tempo com a família. Perfeito para um happy hour, o Bar do Alemão também o convida para desfrutar de uma noite agradável. Sob a direção dos sócios Luna Mirah, Celso Russomanno e Hebert Steiner, herdeiro da família criadora da casa, a unidade brasiliense ajuda a suprir a necessidade da capital por um local amplo, onde todos os tipos de evento podem ser realizados. Desde almoços do domingo com a família a eventos importantes ou reuniões políticas, são várias as possibilidades. A casa ainda conta com um deck flutuante exclusivo, brinquedoteca e serviço de translado para clientes durante a semana no horário do almoço, quando serve também pratos executivos. Bar do Alemão Brasília SHTN Trecho 01 Polo 03 Conj. 09 Projeto Orla - Asa Norte - Brasília - DF Tel.: (61) 2109-8700 www.bardoalemaobrasilia.com.br

Uma explosão

Esmaltes

de cores

74

Os esmaltes deixaram de ser uma proteção para as unhas e passaram a ser acessórios queridinhos das mulheres

Por Camila Bocchino – Fotos: Divulgação

Q

A Make B., de O Boticário, lançou uma linha com efeitos ativados por um ímã

Esmaltes

uando falamos de esmalte, logo pensamos nas infinitas cores e marcas que enfeitam as prateleiras de lojas de cosméticos, farmácias e até perfumarias. O que poucos sabem é que essa mania feminina vem de muitos, mas muitos anos atrás. O esmalte já integrava o cotidiano da realeza do Antigo Egito. As egípcias aplicavam uma tintura de henna preta nas unhas, as cores mais chamativas eram privilégio da família real e chegavam a despertar algumas preferências entre as rainhas do Egito. Entre os romanos, a pintura dava lugar a tratamentos com materiais abrasivos que faziam o polimento das unhas. Na China, o esmalte também era um meio de distinção social, em meados do século 3 a.C., o uso de tons vermelhos e metálicos, feitos com soluções de prata, representavam um lugar privilegiado na hierarquia social. Até meados do século 19, a tecnologia para o tratamento das unhas ficou relativamente estagnada. Nessa época, os cuidados se restringiam à obtenção de unhas curtas e que estivessem moldadas por uma boa lima e, em alguns casos, as unhas eram ligeiramente perfumadas com óleo e polidas com uma tira de couro. O recato e os costumes da época fizeram com que a tecnologia avançasse pouco nessa área. Somente no começo do século 20 os esmaltes começaram a recuperar espaço com o uso de soluções coloridas que não permaneciam fixadas mais do que algumas horas e, em 1925, durante estudos que desenvolviam tinturas para carros, foram descobertas as primeiras soluções que se assemelham aos esmaltes de hoje. A primeira versão do produto era de um tom rosa-claro e era aplicada no meio das unhas.

75

Esmaltes

Vinda de fora, a americana Essie traz efeitos que imitam a textura do couro nas unhas

76

Na década de 1930, já podemos notar que a “pintura” nos dedos do pé e da mão fazia muito sucesso entre as grandes estrelas do cinema hollywoodiano, como Rita Hayworth e Jean Harlow. Em 1932, os irmãos Charles e Joseph Revlon custearam a invenção de um novo tipo de esmalte, mais brilhante e com um leque variado de tonalidades. De lá para cá o que não faltou foram novidades. As próximas décadas trouxeram avanços cada vez mais complexos. Unhas postiças surgiram como uma alternativa para chamar a atenção sem gastar tempo com a manicure, máquinas que imprimem estampas nas unhas, esmaltes com partículas holográficas, glitter, partículas de metal que mudam de posição com a ajuda de um ímã… Enfim, o que se pode imaginar ou foi inventado, ou está em processo de criação. Hoje é difícil achar uma manicure que não saiba fazer uma nail art, nem que seja das mais simples. “As artes nas unhas podem ser bem simples como uma francesinha ou uma meia lua”, conta Maria do Carmo, manicure há 15 anos. “Ou mais complexas, como as de oncinha ou xadrez. O importante é inovar e fazer bonito”, continua. No mercado existem inúmeras

marcas e tipos diferentes de esmalte com os mais variados preços, desde esmaltes simples e tradicionais de marcas conhecidas como “Risqué”, “Colorama” e “Impala”, queridinhas das brasileiras por sua paleta enorme de cores e sempre

fáceis de achar, até marcas grifadas como “Chanel” e “Dior”. “Os preços são bem variados e, para mim, o que pesa mesmo é a qualidade e a durabilidade”, explica a estudante Júlia Faria. “Gosto muito de esmalte, mas reconheço que algumas marcas são Queridinha por muito caras mesmo”, comenta a estusuas maquiagens dante. Algumas marcas importadas e cosméticos, a Clinique resolveu apostam na qualidade de seus proinvestir no mercado dutos para justificarem seus preços das unhas altos, mas existem alternativas nacionais que juntam a qualidade a um preço acessível. É o caso da “Make B,” e da “Quem Disse, Berenice?”. Não importa se você é uma iniciante ou expert no assunto, esmaltes se tornaram uma paixão internacional e acabaram se transformando em acessórios que podem ou não combinar com o batom, roupa ou estilo do lugar aonde você vai, e isso ninguém pode negar. Ninguém sabe quanto tempo essa tendência vai durar, mas manicures e adeptas adoram. “Muitas das minhas clientes preferem uma cor só, mas também têm aquelas que estão sempre de olho nas novidades”, comenta Maria do Carmo. “Adoro como o fato de usar um simples esmalte pode mudar e muito o estilo com que me apresento”, confessa Júlia..

Por Consuêlo Badra –Ilustrações: Divulgação

1

etiqueta

Fui convidada para a festa de uma pessoa do trabalho do meu marido e o traje é esporte fino. De que forma devo me vestir? Pense em um salto alto e num vestido caprichado para você. Mas tudo discreto, sabe como? Comprimento na altura dos joelhos é sempre chique e decote tem de ser discreto (não, não vai ficar bem para o maridão se os colegas de trabalho dele puderem ver... digamos assim... a sua “alma”!). No caso dele, nada de gravata nem de jeans. O melhor é uma calça de sarja ou gabardine cáqui combinada com camisa de manga comprida. Um blazer dá um charme extra a essa dobradinha. Aproveite a festa.

78

2

Tenho um coquetel da empresa. Como devo cumprimentar os outros? Quem pode mais dá as regras. Simples assim. Ou seja, todos aqueles que têm um grau hierárquico mais alto do que o seu é que vão definir se é para dar beijinho, abraçar, apertar a mão ou só acenar. Você deve ficar atenta à aproximação e corresponder ao gesto iniciado pelo outro. Quando a pessoa que deve decidir for você, fique à vontade e seja natural para cumprimentar como preferir.

3

Meus colegas combinaram um encontro com fondue. Como se come isso? A palavra fondue é francesa e significa fundir, derreter. Você pronuncia “fondi”, tá, com biquinho e tudo! Eu adoro! O tipo mais tradicional é o de queijo, para comer com pão – cada convidado recebe uma espécie de garfinho, que espeta em pedaços de pão e passa no queijo fundido, colocado numa panelinha charmosíssima no centro da mesa. Também existe o fondue de carne, no qual os cubinhos são fritos em óleo bem quente, e o de chocolate, para comer com frutas. Atenção: o garfinho com o qual você espeta o pão, a carne ou as frutas não deve ser levado diretamente à boca. O mais educado é espetar o alimento, mergulhá-lo na panelinha, colocá-lo no prato e então pegá-lo com outro talher para comer. Bon appétit!

Foto: Tiaemilia

ETIQUETA

4

Fui convidada para o bar mitzvah do filho de uns amigos. Não sei com que roupa ir nem que presente dar ao menino. O bar mitzvah é uma celebração que marca a maioridade religiosa dos meninos judeus. Por essa tradição, quando completam 13 anos, eles já são capazes de assumir os preceitos judaicos, que deixam de ser uma responsabilidade dos pais. Durante a cerimônia, o garoto conduz a reza em hebraico e veste pela primeira vez o xale de orações. Em geral, o bar mitzvah acontece pela manhã dentro das sinagogas. Portanto, as convidadas devem caprichar, mas evitar roupas chamativas, justas, curtas ou com decotes e maquiagem muito carregada. Pergunte aos pais do menino em que tipo de sinagoga ele será realizado. Se for em uma ortodoxa, redobre os cuidados e opte por saia abaixo dos joelhos. Quanto ao presente, você é livre para escolher. É dado todo tipo de coisa na data, como binóculos, lunetas, que costumam fascinar meninos dessa idade.

5

Minha amiga foi demitida pela quarta vez. Pelo que conta, vejo que ela tem dificuldade em seguir ordens. Como dou o toque a ela? Faça com sua amiga uma espécie de retrospectiva da trajetória profissional dela. Comente situações de conflito que ela já havia contado a você e proponha

6

Vou receber amigos em casa no final do expediente. O que posso servir que seja fácil, rápido e agrade a todos? Para receber bem não é preciso formalidade. Basta a criatividade da anfitriã e a descontração dos convidados. Meu segredo: pensar em tudo com antecedência. Para não ter muito trabalho, que tal montar uma mesa de frios, canapés e petiscos variados? As padarias preparam lindas tábuas de frios, e, se você for prendada como eu, vai arrumá-la pessoalmente! Para beber, um vinho vai bem. Mas precisa de água e suco para quem vai dirigir na volta, ok? Deixe tudo à vista, arrumado com capricho. Faça um arranjo de flores bem bonito! Coloque a música que a sua turma curte e abra aquele sorrisão!

7

O convite de casamento de minha prima veio com cartão da loja onde ela deixou a lista de presentes. Preciso comprar lá? A gente nem sabe mais se está indo a um casamento ou pagando ingresso para um show, não é, querida? Não vá comentar com a sua prima, mas o que ela fez não se faz. O caminho tem de ser inverso: os noivos mandam o convite para o casamento. E o convidado que quiser, liga para saber se existe alguma lista. Entendeu? Mas vamos voltar ao seu cucumber (pepino, querida, pepino dos grandes!). Encare o endereço da loja escolhida pela sua prima (a fofa!) como sugestão – não como obrigação. Apenas lembre-se de que lá ela conseguirá trocar os presentes que quiser, o que facilita a vida dela. Agora, se a loja é fora de mão ou se é cara demais ou se você tem outro tipo de produto em mente para presentear, não se abale: escolha o mimo de onde quiser.

8

Volta e meia esbarro com o meu ex e a nova namorada dele. Não sei como me comportar... Nossa, que situação chata! Você tem duas maneiras de agir da próxima vez. Se o encontro não a incomoda, cumprimente o casal rapidamente e escape – assim você desfaz qualquer tipo de clima ruim. Agora, se você ainda sente algo pelo seu ex e morre de vontade de pular no pescoço dele, engula seco, dê meia volta e vá embora do local. Só não vale armar o maior barraco e deixar todo mundo constrangido por causa do seu ciúme.

etiqueta

que avalie as próprias atitudes da perspectiva de um gestor. Assim será possível mostrar que, aos olhos dos outros, os atos dela podem parecer uma resistência exagerada a regras ou insubordinação. Depois, ajude-a a encontrar soluções diferentes para os problemas vividos. Se toda essa estratégia não funcionar, pergunte como os chefes a descrevem em avaliações de desempenho. A postura meio arrogante já deve ter aparecido. Outra sugestão é traçar semelhanças entre o comportamento dela na vida pessoal – da qual você faz parte – e na profissional. As pessoas têm consistência e tendem a ser as mesmas independentemente do ambiente.

79

visivelmente cansado, né? Quando isso acontecer, pare de servir guloseimas, cafezinho, salgadinhos, bebida gelada... A intenção é acabar com a zona de conforto! Se ainda assim a visita permanecer, peça para alguém da sua família dizer que tem compromisso e precisa se retirar para se aprontar. Não está dando certo? Aguente por poucos minutos e informe às pessoas que está muito cansada. Costuma funcionar...

13

9

Terminei meu namoro quase ficando noiva, porque soube que ele tinha uma amante. Como me defendo dele já que não quer me deixar em paz? O final é sempre dolorido. E o pior é que não estamos livres dos detalhes práticos. Não devolva nada, nem fotografias. Fim de namoro não deve ser encarado como divórcio para ter divisão de bens. Aí é outra história. O jeito é sentar e partir para a negociação. A não ser que o clima tenha ficado tão ruim que você prefira abrir mão de tudo só para não ter de passar pelo desgaste. Mas não espere que ele banque o bom moço como nas novelas. No momento da separação, as pessoas se transformam. Se ele tiver cópias das chaves de sua residência, peça para devolvê-las no mesmo dia em que resolver terminar. Chaves que nunca voltam ao dono são portas abertas para falsas esperanças e, se você resolveu terminar mesmo, não fique alimentando sonhos. Caso ele não devolva, troque de fechaduras para evitar transtornos.

10

etiqueta

Se em um jantar servirem língua ao vinagrete, caso eu não goste, posso recusar? Não é sinal de boa educação. Sirva-se em pouca quantidade do alimento indesejado e mais dos complementos, como legumes etc. Coma devagar e pode deixar um pouco da carne indesejada debaixo dos complementos, como estratégia para não chamar atenção.

80

11

Fui convidada pelo chefe e sua esposa para jantar em um restaurante fino com meu marido. Devo me manifestar para dividir a conta? O convidado evita escolher os pratos mais caros do cardápio. As coisas se com-

plicam para jovens inexperientes quando é apresentado à mulher o cardápio sem os preços, como fazem alguns restaurantes mais sofisticados, que reservam os menus com a lista de preços aos homens, na presunção de que eles sempre paguem a conta. É momento de quem está convidando fazer as sugestões, principalmente das bebidas, dando o tom do que está pretendendo gastar. Entendeu? Vocês como convidados jamais pagarão, mas devem seguir o que o convidado sugerir!

12

O que fazer quando a visita não quer ir embora? Tem sempre aquele que não arreda o pé, mesmo vendo que o anfitrião já está

Tudo bem se eu cochilar no cinema ou no teatro? Quem nunca dormiu no meio de um filme, né? Às vezes, é inevitável mesmo dar uma cochiladinha, especialmente quando o enredo é morno. Não vejo nenhum problema nisso, contanto que você não ronque! Se sabe que ao dormir faz altos barulhos, levante-se e vá embora. No caso da apresentação de uma peça de teatro ou de um concerto, não pague mico de se sentar nas primeiras fileiras e dormir na cara dos atores e músicos, por favor!

14

Como devo tomar uma sopa? Ao tomar sopa em prato fundo, movimente a colher em direção à borda mais distante. Por quê? Quando for levar a colher à boca, se pingar sopa será dentro do prato e não em sua roupa. Para sorver a sopa, deixe a colher um pouco de lado, não tomando a sopa pela ponta do talher como se fosse remédio. A colher de sopa segura-se sempre com a mão direita – fazem exceção os canhotos –, com o cabo apoiado nos dedos polegar, médio e indicador, o anular e o mínimo apoiados na palma da mão, meio escondidinhos, sim.

15

Quando a sopa é servida em taça de consomê, aquela com duas alças, ao terminar posso deixar a colher dentro da taça? Não. A colher fica sempre no pires. Em serviços mais refinados, ela é menor que a colher de sopa e redonda. Você pode segurar a taça pelas alças com as duas mãos. Fica deselegante, não só no prato fundo como na taça, inclinar a peça para aproveitar a sopa até o fim.

saĂşde

Dados referentes à fibromialgia mostram forte predominância nas mulheres, podendo manifestar-se em crianças, adolescentes e idosos

82

Síndrome da Fibromialgia M

uitas dúvidas cercam o diagnóstico sobre a Síndrome da Fibromialgia. Comum em mulheres com idade entre 20 e 50 anos, ela muda de um paciente para outro, e pode ocorrer também na infância. O termo refere-se a uma condição dolorosa generalizada e crônica. De acordo com a Secretaria de Atenção à Saúde, a Síndrome é uma doença, muitas vezes, confundida com problemas psicológicos. Ela causa dores crônicas generalizadas, geralmente seguida de fadiga, distúrbios do sono, rigidez matinal, parestesias (formigamento e dormências), problemas de concentração, distúrbios cognitivos, tontura, sensação de inchaço, irritação intestinal, irritabilidade na bexiga, sonolência diurna, cefaleia e depressão. Podendo ainda ocasionar síndromes secundárias, como a síndrome da fadiga crônica e a síndrome de dor miofascial. O paciente apresenta uma série de queixas, dentre elas o fato relacionado à dor generalizada, que muitas vezes não é levada a sério, pois quem não tem noção do sofrimento acha que a pessoa se faz de vítima. Vale destacar que a síndrome pode prejudicar a qualidade de vida e o desempenho profissional do indivíduo. Na falta de exames complementares que por si só confirmem o diagnóstico, a experiência clínica do profissional, que avalia o paciente, é fundamental para o sucesso do tratamento. Diferentes fatores, isolados ou combinados, podem estimular o aparecimento dessa síndrome. Doenças graves, traumas emocionais ou físicos e mudanças hormonais são sintomas que po-

dem provocar alterações no humor e diminuição da atividade física, o que agrava a condição de dor. A medicina A classe médica apresenta um crescente interesse no estudo dessa entidade clínica. O Conselho Regional de Medicina (CRM) divulga congressos que debatem o tratamento homeopático da fibromialgia, nos quais especialistas abordam não apenas os medicamentos, mas também medidas alternativas que podem beneficiar o paciente. Quem também se destaca na causa é a Associação Paulista de Homeopatia (APH), na realização de eventos que, além de contribuir para o desenvolvimento da homeopatia brasileira, atualizando especialistas com as mais recentes práticas da área, visam a favorecer o exercício da homeopatia mais competente e eticamente orientada. A APH busca familiarizar os homeopatas quanto ao tratamento medicamentoso da fibromialgia, uma avaliação mais ampla e profunda, associando os acontecimentos da vida aos sintomas psíquicos e físicos, com diagnósticos que visam a aliviar o problema, para trazer de volta a qualidade de vida do paciente. Dores constantes Não existe uma cura para a fibromialgia, sendo necessários estudos a longo prazo, pois a causa é desconhecida. A dor crônica migra por vários pontos do corpo e se manifesta especialmente nos músculos, tendões, ligamentos e articulações. O tratamento exige cuidados multidisciplinares e se mostra eficaz com o uso de analgésicos e anti-inflamatórios associados a an-

saúde

Por Márcia Casali – Fotos: Ádamo Soares

83

saúde 84

tidepressivos tricíclicos; atividade física regular; acompanhamento psicológico e emocional; massagens e acupuntura. No diagnóstico é extremamente importante a relação médico-paciente, tendo em vista não haver lesões identificáveis e nem exames específicos. A hair design Patrícia Amaral Alvarista, 42 anos, descobriu a doença ainda na infância. Ela lembra que em 1997 ficou quatro meses sem andar, até receber o diagnóstico do especialista: fibromialgia grave com 18 tender points – pontos que devem ser pesquisados pelo médico para o diagnóstico da doença. Dores em 11 pontos são indicados como fibromialgia. É necessário realizar exames como o de sangue para detecção de doenças que Com o objetivo de ajudar outras pessoas, Patrícia e Anninha criaram causam dores generalizadas, como o dia- a Comissão de Portadores de Fibromialgia betes, o câncer e os problemas da tireoi- lizado multidisciplinar pelo Sistema Único de que não temos força de vontade para de. “É difícil diagnosticar a fibromialgia. de Saúde (SUS), com garantia de distribui- trabalhar, quando na verdade sentimos O exame de termometria foi muito im- ção de medicação de forma gratuita em to- dores no corpo todo”, desabafa Anninha. portante para meu laudo. Ele representa das as unidades do Sistema, dentre outros. Em maio, Anninha participou, com a o calor do corpo em uma imagem, sendo Comissão de Portadores de Fibromialgia, que, quanto mais vermelha, maior a cir- Horário especial de uma audiência na Câmara Legislaticulação sanguínea no alvo da sensação Segundo a designer têxtil e tatuadora va, na Comissão de Seguridade Social e desagradável”, explica. Ana Paula de Brito Silveira, 28 anos, co- Família. Na ocasião, uma deputada que A doença de Patrícia e as fortes dores a nhecida como Anninha Tatuadora, foi abraçou a causa falou sobre a discusimpedem de fazer coisas normais no dia preciso alterar o horário de funciona- são acerca da fibromialgia. Ela destacou a dia, como lavar o próprio cabelo. Ela mento em seu estúdio, devido às fortes emocionantes relatos de alguns memsabe da gravidade da doença, e apesar do dores e fadiga, que é maior em pessoas bros da Comissão e, sensibilizada, falou diagnóstico, vive seus dias sem reclamar com o diagnóstico de fibromialgia. Mem- da necessidade de se criar uma política da vida. Para a família e amigos, ela é um bro da Comissão de Portadores de Fibro- pública que assegure assistência e saúde exemplo de vida e de coragem, pois en- mialgia, ela defende que os pacientes multidisciplinar. quanto as pessoas reclamam de tudo, ela merecem tratamento digno, assim como A tatuadora descobriu a doença há simplesmente vive os seus dias e aproveita receber os remédios, um direito que não um ano e observa que em Brasília não é a vida sem reclamar de nada. Presidente e está sendo respeitado. “As pessoas não possível fazer o tratamento, motivo pelo fundadora da Comissão de Portadores de acreditam que sentimos dores, pois não qual ela viaja a São Paulo para tratar com Fibromialgia, ela luta pela criação da As- temos uma coisa exposta, não temos um reumatologista de sua confiança. Ela sociação Nacional dos Portadores da Sín- uma fratura aparente. Fica difícil, para reforça que os custos são altos e um dos drome da Fibromialgia (Anafibro). nós, expressar o que sentimos depois de exames custa seiscentos e cinquenta reO objetivo visa a atender aos portado- tanta desconfiança e crítica das pessoas ais. Admirada pelo carisma e força de res da doença que não podem vontade, a jovem não deixa custear as despesas, além do de fazer tudo que gosta, apereconhecimento efetivo da fisar das limitações. “Nosso obbromialgia como doença pelo jetivo é assegurar diagnóstico Ministério da Saúde, além de precoce e atendimento em incluí-la no rol de doenças todas as esferas de assistênconsideradas graves pela lecia à saúde. Com tratamento gislação; campanha nacional digno e remédios”, finaliza para conscientização e senAnninha. sibilização sobre a síndrome Agradecimento: da fibromialgia, por ser uma Conselho Federal de Medicina fisiopatologia ainda pouco co- Portadores da Fibromialgia participam de audiência na Comissão de Comissão de Portadores nhecida; atendimento especia- Seguridade Social e Família, na Câmara Distrital, na qual foram tratados de Fibromialgia assuntos referente à doença

86

gastronomia

Delícias que

aquecem a alma!

Q

uando agosto chega, todo mundo logo associa o mês ao início da seca. Tudo bem que têm feito dias lindos, céu azul e sol forte, mas ainda é inverno! Pois é, por isso vamos aproveitar as noites frias que ainda nos restam para curtir sopas e caldos, polentas, chás, drinks quentes, fondues e outras delícias. Basta a temperatura cair, que alguns itens se tornam certeiros, como receitas à base de café, chocolates quentes, vinhos e licores. Além de aquecer o corpo, essas opções têm sabores que combinam com o clima frio. Agora, de todos os pratos, a sopa é, sem dúvida, a que mais provoca afetividade e calor. Seja numa tarde fria ou numa madrugada, num pós-balada com amigos, a sopa é sempre muito bem-vinda e traz sempre boas lembranças. Vai dizer que uma sopinha gostosa não te faz recordar da infância? Na hora da sobremesa, doces, crepes, tortas, trufas, mix de sementes e castanhas são os que mais combinam com a estação, já que no inverno temos muito mais vontade de comer chocolate, pois doces gordurosos esquentam mais. E, na mesa, a sugestão de Carla Elage é o fondue, mas, dessa vez, de chocolate com frutas. Além de quente e prático, pode ficar em uma ilha da madrugada ao lado de combinações salgadas. Crepes, tortas e sopa quente de chocolate ou de frutas vermelhas também são ótimas opções. Mas se você não quiser abusar das calorias, aposte nos alimentos termogênicos, aqueles que aceleram o metabolismo e aumentam a temperatura do corpo, facilitando a queima de gorduras. Eles são ideais nos dias de baixas temperaturas. Você não precisa banir para sempre da sua alimentação o chocolate

quente nem o fondue. Mas, para aquecer o organismo, use também esses aliados: Canela: além de ajudar no aumento da temperatura corporal, tem excelente poder digestivo e fortalece o sistema imunológico. Uma dica é assar uma maçã e colocar por cima um pouco de canela. Gengibre: contribui na queima de gordura pelo organismo. Contém substâncias que ajudam na circulação do sangue e dão uma sensação de conforto térmico ao corpo. O chá de gengibre puro ou misturado com ervas é uma excelente opção para o inverno. Pimenta: assim como a canela e o gengibre, ela também tem efeito termogênico. A pimenta apresenta inclusive propriedades que contribuem para a moderação do apetite. Embora seja rica também nas vitaminas C e E, que têm efeito antioxidante, deve ser evitada por quem sofre de gastrite, úlcera ou por quem tem alergia. Chá verde: contém polifenóis, substâncias antioxidantes que combatem o envelhecimento do organismo. No entanto, procure não consumi-lo em jejum, pois a cafeína presente na bebida pode piorar quadros de gastrite e elevar a pressão arterial. Frutas oleaginosas: contêm gorduras boas, como o ômega-3 – que ajuda na queima de calorias, no controle das taxa de colesterol no sangue e favorece a memória e a concentração. Algumas ainda são ricas em cálcio também, como as amêndoas e o pistache. Embora ofereçam diversas vantagens, é preciso consumi-las com moderação, por causa do alto valor energético. Agora, que tal colocar a mão na massa e preparar uma das receitas a seguir? Quem sabe eles não entram no seu menu para o Dia dos Pais?

gastronomia

Por Adriana Nasser – Fotos: Rômulo Juracy, Gui Teixeira e divulgação

87

Drinque do Chef, do Café do Chef, elaborado pelo barista Sérgio Kumon Ingredientes:

100ml de leite vaporizado; 20ml de licor Baileys; 15g de açúcar-mascavo; 1 expresso (45ml); Grãos de café torrado para decorar.

Modo de preparo:

Em uma taça para espumante, coloque duas colheres-bailarina (usadas no preparo de drinques) de açúcar-mascavo. Se não tiver, a medida equivale a duas colheres de chá bem cheias. Em seguida, posicione a colher invertida na borda da taça e adicione lentamente os 200ml de Baileys. Essa técnica evitará que o licor se misture ao açúcar-mascavo. Na sequência, vaporize o leite. Com uma colher, acrescente aos poucos – e cuidadosamente – a crema (espuma do leite resultante da vaporização) sobre o Baileys, sem que se misturem. Junte o leite vaporizado. Por fim, despeje o expresso em fio no centro da taça. Decore com três grãos de café e sirva quente. *Para fazê-lo, é necessário ter uma máquina de expresso para vaporizar o leite (isso pode ser feito no ponto automático).

Creme de baroa do Loca Como Tu Madre, da chef Renata Carvalho Rendimento: 4 porções de 500ml Ingredientes:

2kg de batatas-baroas; 1 cebola pequena; 200g de queijo holandês defumado e ralado; 100ml de creme de leite fresco; 1 colher de sopa de manteiga; 1 pitada de noz-moscada; 1 folha de louro; Sal a gosto.

gastronomia

Modo de preparo:

88

Descasque as batatas-baroas. Pique-as grosseiramente. Em uma panela, coloque os pedaços de batata-baroa e cubra-os com água. Leve-os ao fogo. Adicione a folha de louro, a noz-moscada, a cebola inteira sem casca e o sal. Quando as batatas estiverem cozidas, retire os pedaços, escorra-os e reserve o caldo. Em seguida, liquidifique os pedaços de batata-baroa com um pouco do caldo e o creme de leite fresco até ficar homogêneo. Em uma panela de fundo grosso, acrescente a manteiga, junte o creme de batata e deixe ferver até que a mistura alcance uma consistência cremosa. Se necessário, coloque mais um pouco do caldo no qual foram cozidos os pedaços de batata. Acerte o sal. Sirva com queijo holandês defumado e ralado.

Confira o que há de novo na nossa cidade: A casa que já existe há mais de um ano está com uma proposta nova. O Cantucci, que fica na 403 Norte, aposta agora em um menu com traços da cozinha mediterrânea. O lugar deixou de ser café e virou bistrô. Investiu na carta de vinhos e na de cervejas também. Vale a pena conferir!

O Camarão da 206 Sul preparou uma seleção de pratos especiais para o frio. O Festival de Inverno só termina no dia 22 de setembro. Tem sopa de frutos do mar, San Peter com vôngole, polvo, camarão, lula e mexilhão e a lasanha aberta de legumes e vôngole. Além dessas delícias, a casa criou uma sobremesa especial para a estação e que serve duas pessoas: sopa de chocolate com calda de frutas vermelhas. La Boutique. Esse é o mais novo endereço da cidade quando o assunto é pão. Isso mesmo. A mais nova padaria no melhor estilo francês fica na 413 Norte. Quem passa por lá sente de longe o cheiro das fornadas de pães frescos preparados pelo padeiro Benoit Rataboul. Tem pão com vinho, de calabresa com pistache, baguete com parmesão e muito mais.

gastronomia

Você ainda não conhece o Beco? O mais novo bar da capital fica na 407 Sul e promete virar point. A casa oferece sanduíches variados, como o de pernil com abacaxi, e salgados tradicionais, como coxinha, pastel e a já famosa empada de camarão. Além disso tem rabada, cozido e a tradicional feijoada como opções de almoço.

Brasília ganhou uma loja pra lá de diferente: é o Empório da Papinha, que abriu na 303 Norte. A loja, que já marca presença em outras cidades como Rio de Janeiro, São Paulo, Florianópolis, Porto Alegre e Salvador, é especializada na produção de alimentos saudáveis, gostosos e práticos, elaborados com ingredientes orgânicos selecionados e cultivados sem agrotóxicos, adubos artificiais ou modificações genéticas.

89

“A persistência realiza o impossível”

gran cursos

A

90

frase acima não é minha. Não se sabe o autor, Nunca me canso de comparar o(a) concurseiro(a) ao corsó que se trata de um provérbio chinês, conheci- redor de maratona, que não admite desistir antes de crudo há muitos anos, talvez alguns séculos, e que zar a linha de chegada, ao fim de 42.195 metros percorrivem a calhar para o tema do meu artigo desta dos. Não importa as dores que esteja sentindo, o cansaço semana, que vai tratar exatamente da importância da extremo, o peso das pernas, ele segue em frente graças à persistência para o concurseiro que busca a aprovação em sua persistência para atingir o objetivo que estabeleceu. concurso para ingressar no serviço público. Isso acontece com todos os verdadeiros maratonistas, que Se este é o seu caso, amigo(a) leitor(a), então me acom- nunca ficam pelo caminho. Eles sempre acabam cheganpanhe nas próximas ideias sobre o tema, pois acredito que do, não importa em que colocação. Aliás, na maioria dos tenho uma boa contribuição para ajudá-lo(a) a alcançar casos isso é o de menos. Todo mundo sabe que só um poseu objetivo. E começo com uma pergunta fundamental: derá vencer e essa glória só poderá ser alcançada por um você já foi reprovado(a) alguma vez num concurso públi- atleta de ponta, excepcionalmente bem preparado para ser o melhor da prova. Para os outros, co? Se a resposta é positiva, então aí “O(a) candidato(a) a concurso o que conta é vencer o desafio desses vai a primeira lição: as eventuais rekm e cruzar a linha de chegada. provações que um(a) concurseiro(a) público precisa saber que o 42 Assim, eles se sentem tão vencedores “conquista” ao longo da preparação sucesso traz cobranças ainda quanto o campeão da prova. não podem ser motivo para desistir de fazer aquilo que o deixa feliz. Ao maiores. Por isso, ele(a) tem O(a) candidato(a) a concurso públicontrário: estes insucessos devem co precisa saber que o sucesso traz coservir de motivação para que você se que seguir dando o melhor de branças ainda maiores. Por isso, ele(a) prepare melhor para correr atrás do si e se dedicar ao máximo para tem que seguir dando o melhor de si seu ideal. Ter persistência e não desae se dedicar ao máximo para manter manter o bom desempenho nimar diante dos fracassos é fundao bom desempenho em outros certamental para vencer. E não sou só eu em outros certames. Passar mes. Passar para Técnico, depois para que estou dizendo. Posso listar aqui e depois para Juiz de Direito, para Técnico, depois para Analista dezenas de pensadores que refletiram porque não? Se essa é a sua visão de a respeito e produziram verdadeiras Analista e depois para Juiz de futuro, mantenha sempre os pés no pérolas do pensamento humano em chão, mas sem ter medo de se arrisDireito, por que não?” poucas palavras. Como, por exemplo, car ou de errar em busca de resultaum certo Charles Chaplin, que no cinema se tornou mun- dos melhores. Valho-me de outro pensamento da imensa dialmente conhecido como Carlitos. O que ele disse? galeria de mentes ilustres que abordaram as virtudes da persistência para reforçar este conceito: A persistência é o melhor caminho para o êxito. O homem não teria alcançado o possível se, repetidas Elementar, meu caro, como diria Sherlock Holmes ao Dr. vezes, não tivesse tentado o impossível. Watson, ao resolver mais um mistério engendrado por Sir Arthur Conan Doyle. Essas palavras são do filósofo alemão Max Weber e dispensam maiores comentários sobre o ensinamento que Nem tanto, direi eu, modestamente, pois há tantos obstáculos no caminho de um concurseiro que nem com todo contêm. Elas continuam tão válidas hoje quanto na época o poder de dedução sherloquiano serão superados se ele em que Weber viveu, entre as últimas décadas do século não tiver, antes de tudo, a persistência de um cão farejador XIX e as duas primeiras décadas do século XX. Delas, podetreinado para achar alguma coisa escondida. Conquistar mos retirar uma lição preciosa sobre aquilo que constitui a a primeira aprovação, ainda que fora do número de vagas, essência real de nossa existência, que é a busca permanente ou um resultado positivo dentro dos cargos do edital não pela afirmação da vontade, da inteligência e do talento humanos. Quando se tenta o impossível, fica mais fácil alcansignifica que seu trabalho acabou.

Outro aspecto fundamental para quem deseja ser vitorioso em qualquer atividade, como é o caso dos concursos públicos, é um ensinamento básico para toda a vida: sem paz interior fica mais difícil tocar qualquer projeto, seja profissional ou pessoal. Os aspectos psicológico e físico se refletem no seu desempenho seja qual for o traba-

“Quando se luta para fazer o que se ama, o senso do merecimento e a desejada aprovação no concurso dos sonhos vêm em seguida e com louvor” lho em que esteja envolvido(a). Como diz a sabedoria popular, seu corpo é seu templo. Cuide dele com carinho e faça atividades, especialmente aeróbicas, que ajudem você a encontrar o equilíbrio físico e mental, oxigenar o cérebro e aumentar a capacidade cognitiva. Isso é realmente importante se você quiser conquistar um cargo pú-

blico e não apenas ser mais um na fila, esperando a aprovação cair do céu. Para ser bem sucedido no seu próximo concurso, tente ir além do que esperam de você, pois isso vai ajudá-­ lo(a) a sempre tentar se superar. O que você não pode é “pirar” com expectativas exageradas criadas pelos outros, especialmente a família. Eu me recordo que fui reprovado no meu primeiro concurso, do Banco do Brasil, para o qual estava bem preparado, porque quis superar a expectativa dos meus pais e conquistar os primeiros lugares. Além disso, vista a camisa dos seus projetos e defenda-os com unhas e dentes. Quando se luta para fazer o que se ama, o senso do merecimento e a desejada aprovação no concurso dos sonhos vêm em seguida e com louvor. E este é o momento em que você, finalmente, conquista o seu

FELIZ CARGO NOVO! J. W. GRANJEIRO Diretor-Presidente do Gran Cursos Coordenador do Movimento pela Moralização dos Concursos - MMC. www.professorgranjeiro.com http://twitter.com/jwgranjeiro http://facebook.com/josewilsongranjeiro

gran cursos

çar o possível que está diante de nós pela simples atitude de insistir nessa busca sem temer o insucesso. Isso faz parte da vida e da briga pela vaga num concurso público. Quem não tem medo de errar, acaba conquistando a vitória na próxima tentativa. Para transformar o impossível em possível, porém, algumas regras devem ser observadas pelo candidato a concurso público. Entre elas, estudar com método e metas e praticar exercícios constantemente são estratégias fundamentais para o crescimento profissional e a realização pessoal. Com a concorrência cada vez maior, é um grande erro achar que um dia você vai estar totalmente pronto e não precisará mais buscar aprimoramentos. Durante a vida inteira, sempre é possível aprender algo novo para crescer e aparecer. O genial cearense José de Alencar disse certa vez que o sucesso nasce do querer, da determinação e persistência em se chegar a um objetivo. Mesmo não atingindo o alvo, quem busca e vence obstáculos no mínimo fará coisas admiráveis. Concordo em gênero, número e grau com o autor de O Guarani, obra-­ prima da literatura brasileira.

91

e Nova unidade na Asa Norte Já pensou em renovar o guarda-roupa gastando pouco, adquirindo peças importadas, seminovas, novas ou vintages, e praticamente únicas? O caminho certo para isso são os brechós. Com três lojas na cidade, a empresária Bruna Vasconi acaba de inaugurar a quarta unidade do Brechó Peça Rara. O novo espaço funciona na 204 Norte. Ao todo são 170 metros quadrados divididos em espaços para o público feminino, infantil e masculino. Cerca de 10 mil peças das mais variadas marcas – muitas de primeira linha no mercado mundial – estarão expostas no novo Brechó Peça Rara. A primeira loja foi aberta em 2007, na 307 Sul. A empresária diz ainda que prevê a abertura de novas lojas em algumas cidades satélites.

Tel.: (61) 3327-7465

Delícias para a sua mesa A famosa Casa de Biscoitos Mineiros acaba de inaugurar mais uma loja. O ponto fica em Águas Claras, na Avenida Castanheiras. Essa é a maior loja do grupo, com 540 metros quadrados. Os moradores da região podem agora experimentar os mais de 400 itens do cardápio, entre eles a nova torta da casa, sabor ouro branco. A marca também está lançando produtos menos calóricos, como o pão de passas e o pão de sete grãos, ambos integrais. A inauguração foi marcada por um grande e delicioso coquetel de inauguração. Com esse incremento, a Biscoitos Mineiros vai gerar mais 30 novos postos de emprego direto, somando-se aos 166 trabalhadores da casa.

Foto: Rômulo Juracy

Bar do Alemão abre em Brasília

92

Em Brasília, sob a direção dos sócios Luna Mirah, Celso Russomanno e Hebert Steiner, herdeiro da família criadora da casa, o Bar do Alemão se localiza no Projeto Orla, ao lado do Antigo Museu de Arte, e conta com um espaço dividido em quatro ambientes: no subsolo, uma adega com um Wine Bar; no térreo, um salão com capacidade para 450 pessoas; um andar destinado a eventos e reuniões para até 350 pessoas, e uma cobertura para 250 pessoas. O piso superior é voltado para quem necessita de um bom espaço para reuniões e negócios, com quatro salas com elevadores e garagem privativos. Dentre os serviços exclusivos, o Bar do Alemão oferece heliponto, salas privativas, salões para eventos, deck para lanchas com serviço delivery e garçons.

Tel.: (61) 2109-8700

Santa Teresa Social Clube abre suas portas Localizado em Taguatinga, o Santa Teresa Social Clube chega para trazer ao público um novo conceito de diversão, com serviços exclusivos, bar variado e ambiente arrojado. A casa promete se tornar referência em samba e pagode na cidade. A atmosfera tem a cara do Rio de Janeiro. O projeto da casa é assinado pelo arquiteto Marcos Senna e tem capacidade para 1.000 pessoas. O nome também é uma referência ao morro de Santa Teresa, ao lado da Lapa, separado apenas pelos arcos pelos quais, por muitos anos, passou o famoso bondinho de Santa Teresa. A casa abre sob o comando dos sócios Carlos Constantino, Marcio Schettino, Jeremias Cezar e Kleber Morais, que se uniram em prol de uma característica em comum: o amor pelo samba.

Tel.: (61) 3264-4669

Nova proposta para crianças e adultos Em julho, foi inaugurado o Empório da Papinha em Brasília. Presente nas grandes cidades brasileiras, a empresa é especializada na produção de alimentos saudáveis, gostosos e práticos – elaborados com ingredientes orgânicos selecionados e cultivados sem agrotóxicos, adubos artificiais ou modificações genéticas – para crianças e adultos. Os produtos da marca são congelados por “ultracongelamento”, que é a maneira correta de se congelar alimentos de modo que eles não percam seus nutrientes, e ainda possuem selos e certificações que garantem a utilização de insumos saudáveis em toda a sua linha de alimentos. Não deixem de conferir mais esta novidade em Brasília, na 303 Norte!

Tel.: (61) 3526-6875

Arezzo inaugura outlet Sempre pensando em garantir conforto e comodidade para agradar as mulheres, a Arezzo inovou mais uma vez e agregou sofisticação e bons preços em seu recém-inaugurado outlet. Localizado na quadra 206 da Asa Sul, a loja apresenta um projeto moderno e dinâmico para as clientes. O vitrinismo diferenciado traz os calçados dispostos por números e reúne as características das últimas coleções, em nova oportunidade para quem não conseguiu laçar aquela peça que amou. Para isso, a Arezzo Outlet foi criada especialmente para receber bolsas, sapatos e acessórios com descontos que variam de 30% a 70%. Assim, produtos de estilos variados e para todas as ocasiões poderão ser encontrados no novo espaço, com peças surpreendentes para agradar a todas. Afinal, que mulher não é louca por lindos sapatos e preços baixos?

Tel.: (61) 3242-4799 93

Brasília em forma! Sempre dedicada ao mundo esportivo, Cristina Calegaro, 41 anos, é formada em Educação Física pela Universidade Católica, com especialização em reabilitação e atividade física para grupos especiais pela FMU/SP e em cinesiologia e fisiologia aplicada na saúde pela Universidade Gama Filho no Rio de Janeiro. À frente da presidência do Conselho Regional de Educação Física 7ª Região do Distrito Federal, o CREF7, Cristina se dedica a lutar pela classe, valorizando o trabalho realizado pelo profissional de educação física. “O trabalho feito por um educador físico chama a atenção por ser capaz de melhorar a saúde das pessoas, única e exclusivamente, por meio da atividade física”, acrescenta.

Mostra de vitrines A arquiteta e designer de interiores Gislaine Garonce participa da mostra de vitrines da São Geraldo. Durante o ano inteiro, a loja irá promover o lançamento da edição de vitrines de 2013, e a profissional foi convidada para elaborar a primeira ambientação da série. A proposta da arquiteta foi criar um banheiro contemporâneo e moderno, que contará com peças inovadoras, como os detalhes da parede feitos com Carbone Delux, que parecem pequenos cubos. Os produtos escolhidos para a mostra são todos da Decor Tiles. O ambiente foi detalhado em porcelanato que imita madeira e está presente na bancada, no piso e no rodapé. A cor preta garante o toque moderno na cuba, no vaso sanitário e no box.

Foto: Clausem Bonifácio

Sob novo comando

O Brasília Shopping tem uma nova gerente de Marketing. Maíra Garcia assumiu recentemente a posição com o desafio de preparar sua equipe para atender a brasilienses e turistas no momento em que a capital desponta para o mundo. “Fizemos um trabalho muito bacana de atendimento e hospitalidade durante a Copa das Confederações. Para a Copa do Mundo, estaremos ainda mais preparados para receber o público local e os visitantes de outras cidades e países. O Brasília Shopping fica ao lado do estádio. Planejamos surpresas bem interessantes”, adianta. Maíra também dedica seu tempo à elaboração da programação cultural do Teatro do Brasília Shopping e a consolidar a imagem do mall como principal ponto de vendas dos maiores shows, eventos e acontecimentos da cidade, na Central de Ingressos. 94

Método científico na psicologia brasileira Psicoterapeuta de renome, Dra. Esly Souza de Carvalho trabalha no tratamento de traumas, fobias, síndrome do pânico, doenças psicossomáticas, melhoria de desempenho, dentre outros. Ela emprega, para isso, o método EMDR (Dessensibilização e Reprocessamento através dos Movimentos Oculares), uma ferramenta psicoterápica que, por meio da estimulação bilateral (movimentos visuais, táteis ou auditivos), auxilia o cérebro no processamento de informações relacionadas às dificuldades emocionais. Com uma vasta experiência na área, Dra. Esly morou 25 anos nos Estados Unidos, é mestre e doutora em Psicologia, treina profissionais de EMDR, é supervisora de psicodrama e a única brasileira que fez os exames do American Board of Examiners de Psicodrama nos EUA, sendo aprovada com destaque.

Conceito esportivo Juliana e Daniel Calil, casados – ela jornalista, ele publicitário –, jovens empreendedores, ambos amantes de esportes e lutas, tiveram a ideia de abrir uma loja diferente de tudo que havia no mercado. Nascia a UP ENERGY, inicialmente com o intuito de comercializar, exclusivamente, suplementos alimentares a nível internacional. Ao observar a diversidade de oferta de produtos do Gilberto Salomão, onde está localizada a loja, seguindo a tendência fitness e a febre do MMA (Mixed Martial Arts), o casal decidiu expandir o seu comércio e torná-la uma empresa completa, de conceito esportivo, com a venda de produtos fashion, fitness, fight e nutrition. Hoje, um ano depois, a UP ENERGY é precursora das lojas do estilo e está com a inauguração de uma nova unidade nas dependências da Academia Clubecoat Fitness.

Verdadeira pizza napolitana O restauranter Gil Guimarães recebeu na Baco Pizzaria, da 408 Sul, a delegação da Associazione Verace Pizza Napoletana (AVNP). O mestre pizzaiolo Giovanni Improta, o diretor da AVPN da Itália, Gianluca Liccardo, e o representante da AVPN no Brasil, André Guido, foram os responsáveis por ensinar como fazer uma verdadeira pizza napolitana. O ponto alto da aula show foi a entrega do selo da Verace Pizza Napoletana ao chef Gil Guimarães para a unidade da pizzaria da Asa Norte. “É muito importante para a Baco Pizzaria ser contemplada com essa certificação, pois é o reconhecimento do nosso trabalho diário e da qualidade dos produtos que utilizamos. Além disso, é um presente para a equipe que trabalha comigo. A unidade da Asa Sul já possui o selo e agora a da Asa Norte também foi agraciada”, conta, orgulhoso. Foto: Rômulo Juracy 95

Veja, ouça, visite e divirta-se Mês da Fotografia 2013 Durante 30 dias, Brasília vai mergulhar na arte de fotografar: entre 1º e 30 de agosto, a quarta edição do Mês da Fotografia – maior encontro do gênero no Centro-Oeste – vai oferecer à cidade um farto banquete de exposições fotográficas, oficinas, workshops, encontros com autores e ciclos de debates. Com imagens deslumbrantes e a intensa troca de ideias, o encontro é movido pela vontade de sensibilizar e formar novos públicos para a fotografia e para as artes visuais como um todo. Para o diretor executivo do projeto, o fotógrafo Eraldo Peres, o evento tem como missão também democratizar a arte da fotografia, não somente pela gratuidade das atividades, mas por serem realizadas também fora do centro da cidade, atingindo lugares à margem dos centros culturais tradicionais. Saiba mais: http://mesdafotografia2013.blogspot.com.br/p/exposicoes.html

Amannda se apresenta em Brasília A única brasileira à entrar três vezes na Billboard está de volta. A cantora Amannda estará na boate Victoria Haus, no dia 3 de agosto, às 22h30, em Brasília, fazendo um grande show. A morena, que deu uma pausa dos palcos devido à gestação da pequena Bella, garante que o show será apenas uma prévia do que estará por vir da sua nova turnê, que tem previsão de estreia para julho. Amannda é a pioneira das cantoras brasileiras de música eletrônica a representar o Brasil na cena internacional, com doze anos de carreira, sete anos apenas com música eletrônica. A Wegroup Management, responsável pela carreira da cantora, garante que vêm muitas novidades por aí e Amannda virá para surpreender a todos. Ingressos a partir de R$20.

agenda cultural

Fotógrafo Walter Firmo no CCBB

96

Luz em corpo e alma é o tema da mostra que será realizada dentro da programação do Mês da Fotografia, no Vão Central do CCBB Brasília, entre os dias 23 de julho a 18 de agosto. A ideia da exposição é apresentar um recorte afetivo da obra de Firmo, criando uma coleção de fotografias que contempla a história do fotógrafo que nasceu no Rio de Janeiro e ganhou o mundo com o trabalho consagrado por premiações e, sobretudo, pelo público. A exposição Luz em corpo e alma acompanha um documentário filmado e produzido por Egberto Nogueira. No dia 9 de agosto haverá visita guiada e bate-papo com o autor às 19h30. Entrada franca e classificação indicativa livre.

Nila Branco na Livraria Cultura São vinte anos de carreira, cinco cds e dois dvds. E agora, a cantora goiana Nila Branco chega a Brasília para apresentar ao público mais um trabalho: o cd Sete mil vezes. O lançamento será no dia 16 de agosto, às 19h30, na Livraria Cultura do shopping CasaPark. Além da noite de autógrafos, Nila fará um show acústico com três violões, um baixolão e bateria. Com uma pegada mais próxima da MPB, mas sem deixar de lado o pop rock que a consagrou, Nila Branco traz uma sonoridade diferente dos últimos discos neste novo trabalho. É um disco sofisticado sem ser pernóstico, que surpreende pelo repertório e pela produção musical, pela primeira vez assinada pela própria cantora em parceria com Renato Faleiro. A entrada é franca.

A vida real de cinco atores mesclada com doses de ficção é o mote para o mais recente trabalho da premiada Cia. Hiato. O projeto, intitulado Ficção, apresenta cinco montagens realizadas a partir de histórias vivenciadas pelos atores, com toques de dramaturgia acrescentados pelo diretor Leonardo Moreira. Ao final, os enredos se entrelaçam e formam uma leitura completa, mas é perfeitamente possível compreendê-los separadamente. A peça, que já passou por várias capitais brasileiras e recebeu elogios da crítica, chega ao teatro da CAIXA Cultural Brasília, nos dias 9, 10 e 11 de agosto de 2013. Sexta e sábado às 20h e domingo às 17 horas. Os ingressos custam R$10 (inteira) e R$5 (meia).

Foto Ligia Jardim

Ficção e realidade sobem ao palco

Se é que isso é amor O grupo de comédia Os Filhos da Peça estreia nova comédia que fala sobre evolução dos relacionamentos amorosos com o passar do tempo. Existe sexo sem amor? Amor sem sexo? E se tivéssemos que escolher um dos dois? São questões como essa que inspiraram o segundo espetáculo inédito do grupo “Os Filhos da Peça”, que retorna aos palcos do teatro Brasil 21 com a comédia Se é que isso é amor. A peça apresenta uma versão irônica da criação e da evolução desses dois elementos indispensáveis para a humanidade. De 3 a 11 de agosto na sala Juca Chaves. Aos sábados às 21 horas, e aos domingos às 20 horas. Preço: R$25 a meia (estudante, idosos, professores, doadores de 1 Kg de alimento e cadeirantes).

O Rei Roberto Carlos volta a Brasília nos dias 23 e 24 de agosto, às 21 horas, e o Centro de Convenções Ulysses Guimarães será palco para noites de muitas emoções com suas canções de amor, amizade e fé. Nascido em Cachoeiro de Itapemirim (ES), no dia 19 de abril de 1941, Roberto Carlos completa 72 anos em 2013. E seu show mais recente, que tem viajado o Brasil, é uma festa para comemorar essa carreira repleta de clássicos. Ingressos: plateia especial: meia entrada – R$420, plateia vip: meia entrada – R$580, plateia vip lateral: meia entrada – R$460, poltrona superior: meia entrada – R$140. Pela internet: www.ingressorapido.com.br. Classificação: 16 anos. Menores acompanhados dos pais ou responsáveis.

agenda cultural

Roberto Carlos na capital

97

Mustknow Brasília entrou para o circuito dos grandes eventos. Copa do Mundo, shows internacionais e festas. Isso deixa a cidade lotada de turistas e amigos que vêm de fora nos prestigiar. E se você tivesse apenas 24 horas para mostrar a alguém o que a nossa capital tem de melhor? O que faria?

Bernardo Lisboa, 25 “Se eu tivesse apenas 24 horas para apresentar Brasília, hospedaria a pessoa no Brasília Palace Hotel, pois fica às margens do lago e é um projeto de Oscar Niemeyer. No café da manhã, a levaria para a Cacahuá e depois passearia pela Torre Digital e pelo CCBB para assistir à mostra do Hitchcock (na cidade até 4 de agosto). Para o almoço, o restaurante Gero seguido de um chope no Bar do Alemão. À noite, convidaria uns amigos e ofereceria um jantar em casa feito pela personal chef Tati Lisboa”.

Nina rocha

O CCBB é uma opção para levar o visitante turista durante o dia na cidade

98

Carla Pinto, 25 “Geralmente meus amigos de fora ficam na minha casa, mas indico, também, o Royal Tulip Brasília Alvorada, que fica na beira do Lago Paranoá. Após um café da manhã no Daniel Briand Pâtissier & Chocolatier, faria um passeio pelo Parque da Cidade. O Baby Beef Rubaiyat, recém-inaugurado na cidade, seria a minha opção para o almoço, seguido de uma volta de lancha pelo lago e uma pausa no Labecca Café Bistrô para um lanche. A noite começaria com um jantar e drinques no Soho e terminaria na Q5 Club”. O Baby Beef Rubaiyat, recém inaugurado, é uma opção para o almoço com vista para o Lago Paranoá

Gustavo Bertoni, 19 “Eu hospedaria o visitante em minha casa, seria uma oportunidade de mostrar um pouco da rotina de quem mora aqui. O café da manhã seria na padaria Delícia e, depois, um passeio pelos principais pontos turísticos de Brasília para que a pessoa absorva a arquitetura e a identidade da cidade. No almoço, as opções seriam dois lugares com vista para o lago: o Baby Beef Rubaiyat ou a varanda do Porcão. Em seguida, um passeio de barco com uns amigos para apresentar a galera daqui. Uma opção de lanche seria a Pizzaria Dom Bosco da 108 Sul pois, além de tradicional, é localizada em uma comercial de Superquadra, que é parte do conceito da capital. Para jantar, a Cervejaria Devassa e, de lá, alguma festa ou show para prestigiar os talentos locais”.

Daniel Briand, ideal para um café da manhã

Profile

Luizanasser Nome completo: Luiza Nasser. Idade: 24. Profissão: Advogada. Para agitar no fim de semana: Fazer um “get together” na casa dos amigos, sair para jantar em lugares animados como Universal, Bottarga ou Dudu Bar. Para quem prefere algo mais light, ir ao cinema sempre é uma boa opção e, para quem gosta de balada, Q5 ou Villa Mix também sempre são uma boa. Para ir a dois: Grand Cru, Au Fondue, A Bela Sintra e Gero são os meus preferidos.

Destino preferido nas férias: Não tenho um destino preferido. Não gosto de repetir lugares, sempre estou indo para lugares novos, mas Miami é do “nosso lado” e sempre tem boas opções de restaurantes, hotéis, baladas e compras, né? Quem vem a Brasília não pode deixar de: Conhecer o Pontão e ver o pôr do sol, único de Brasília, às margens do Lago Paranoá.

Nina rocha

Para beber uns bons drinks: Caipirosca de maçã verde no Dudu Bar, Caipicoco no Coco Bambu, Bellini do Gero e Dry lichia no Café Antiquário.

99

Lounge Lápis Vermelho movimentou o Parkshopping em dias de promoção

A

promoção do Lápis Vermelho já é tradição em Brasília, mas o ParkShopping está sempre criando ações especiais para atender os clientes do centro de compras mais antenado da Capital Federal. Nesta edição de inverno não foi diferente, o shopping inovou com ações especiais nas mídias sociais que contaram com a participação da blogueira Denise Gebrim, da F* Hits, que fez questão de convidar as amigas Isadora Campos, Nathalia Abi Ackel, Tatá Canhedo e Amanda Guerra para conferirem,

Aline Silva

Nathalia Abi Ackel e Denise Gebrim

As consultoras de moda Clarissa Ludovido e Daniela Kniggendorf

logo no primeiro dia da promoção, as melhores ofertas. A grande novidade desta edição foi o Lounge Lápis Vermelho, onde foram realizadas consultorias de estilo oferecidas por Clariana Gonzaga e Clarice Dewes e oficinas sobre moda masculina e plus size, além de dicas sobre combinações de cores e uso de acessórios na hora de montar aquele look especial. Dois iPads foram disponibilizados aos clientes com um Guia de Compras preparado pelo shopping especialmente para a liquidação.

Clarice Dewes, Lilian Lemos, Natália Vaz e Clariana Gonzaga

Daniella Campos e Karla Beatriz Barbosa de Oliveira

Daniela Paschoalin, Carmem Valéria, Sidney Burle e Milena Oliveira

PARKSHOPPING

Luciana Lima, Tininha Almeida, Meire Moreis e Juliana Cunha

Isadora Campos

100

Tatá Canhedo e Amanda Guerra

Viviane Barbosa

Mirian e Bruna Salgado

plus size

Sou

102

“Uso de tudo um pouco, mas dentro de um perfil bem meu�, diz Lilian

a h n i d r o g u !

z i l e ef

tor de e s o d % 5 ta mais de n e s ual, e s r n p e e s r o e il iz t S s e Plus erem um u q s a O mercado r o s que id o m t u r s u n c o s c o t s A omprimen c vestuário. e s o formas d a s s a u u o s s m e e t iz o r c com de es e valo t r o f s o t n po realcem os

Por Fernanda Caixeta – Fotos: Divulgação

A

A Ki Graça oferece roupas de festas, roupas casuais e moda praia

plus size

s mulheres consideradas fora do peso ideal não têm mais por que se queixar em relação ao armário. Empresas têm investido muito na moda plus size. A Ki Graça, loja especializada em moda na numeração 42 ao 56, se especializou nesta numeração depois que a proprietária da loja, Regina Moulin, ficou grávida e engordou um pouco a mais que o desejado. Muito vaidosa, Regina não encontrava roupas bonitas e jovens na sua numeração. Surgiu então a ideia de vender roupas com caimento perfeito para a mulher curvilínea. Com 38 anos no mercado de Brasília, a Ki Graça oferece vestidos de festas, roupas casuais e moda praia. Os vestidos têm forro especial, corte e caimento para disfarçar a barriguinha ou o braço cheinho, vestidos para o dia a dia que alongam, blusas com decotes lindos, o jeans que disfarça imperfeições e dão uma modelada na perna, sobreposições e blazers ajustados são também peças-chave para o mundo plus size. Para compor o estoque da loja, parte do que é vendido é escolhido nas principais capitais como Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba, cidades estas que também se encontram no eixo da moda brasileira.

103

plus size

Contudo, a Ki Graça possui uma fábrica própria na qual são produzidas peças exclusivas da marca, o que faz com que os preços sejam mais competitivos. Além de representarem as marcas Nutrisport, Cleo, Jes Couture, Márcia Morais, Refinata, Absinto, Cia da Moda, Alfazema, Rogério Costa, Ultima Hora, Lígia Nogueira, fábrica Belle Carolle, Faven, Engenharia da Roupa, Malharia Santa Helena, Padronagem, Inn, Tamara Capelão, Elaine Fernandes, At Last, Scalon, Patwork, Malharia Santa Helena, Maiôs Catalina, dentre outras. De acordo com a consultora de estilo Paula Moulin, a mulher na numeração plus size não deve ver isso como um empecilho para se vestir, pois existem looks para esse perfil. “O principal é conhecer bem o corpo e procurar algo que vista bem, que tenha o melhor caimento e, para isso, existem estampas e tecidos que a favorecem”, explica.

104

A empresária Andrea Vasques de Lyra Pessoa Medeiros, 42 anos, sempre usou tamanho 42, mas já chegou a usar o 48. O tamanho plus fez com que ela identificasse, nos últimos quatro anos, uma oportunidade de mercado. Mesmo com uma ideia em mente, Andrea percebeu que precisava voltar ao manequim 42. “Emagreci por questões de saúde, estava com minhas taxas sanguíneas alteradas e tendo problemas nas pernas”. Por gostar de roupas confortáveis, coloridas e alegres, que valorizam algumas partes do corpo, Andrea abriu uma loja, Andrea Vasques, na 113 Norte. Pensando no conforto, qualidade, moda e beleza de suas clientes plus size, a loja já vende moda praia, roupas para o dia a dia, roupas de festa, além de lingerie. “Tenho várias amigas de todos os tamanhos. Sinto uma vontade de gritar ao mundo o quanto precisamos valorizar as diversas formas de beleza, pois muitas pessoas tem

a autoestima baixa e cresceram ouvindo que ser plus é feio e isso definitivamente não é verdade”, reforça. A publicitária Lílian Lemos, 35 anos, adora moda. Ela é casada, mãe de dois filhos, cheia de projetos, ativa e não se envergonha disso, vestindo tamanho 46. “Meu corpo conta a minha vida. Até ficar grávida meu tamanho era regular. Daí, abusei de todos os direitos da gestante e com ele vieram quilos a mais. Passei do resguardo com aversão a legging e túnica e foi aí que percebi que a moda plus size existe”, conta. Então Lílian fez um perfil no Instagram, o “Amanhã vou assim”. Ela queria que as amigas vissem os looks plus que usaria no dia seguinte e a quantidade de pessoas foi surpreendente. Logo, nasceu uma rede social voltada para o público mais gordinho, um local onde lojas e prestadores de serviços anunciam seus produtos e consumidoras acham o que precisam. No site tam-

“Uma pessoa não precisa esperar chegar ao seu sonhado peso ideal para se permitir e se sentir bem vestida”, diz Andrea

Dicas para vestir conforme seu corpo: Use

Evite

Ampulheta

Calças retas e de cintura baixa; listras verticais; vesti­ dos tipo envelope; decote V; regatas; blazers acinturados; cintos e faixas não apertados.

Estampas grandes e deta­ lhes na altura do busto; om­ breiras; vestidos longos de corte reto, tubinho; saias muito curtas.

Triângulo invertido

Decote V; manga ou cava americana; cores escuras na parte de cima; volume na par­ te de baixo: saias evasês, saias rodadas, saias A, pantalonas; blusas com efeito blusê.

Blusas de tecido volumoso; detalhes na altura do busto; calças justas de boca afuni­ lada; saias e vestidos justos; blusas de decote canoa, to­ mara que caia, nadador; ja­ quetas curtas; acessórios na parte superior do corpo.

Triângulo

Golas volumosas; mangas de ombros caídos; casacos acinturados e cortes retos; decotes canoa; saias e calças de corte reto; acessórios na parte superior do corpo.

Calças cigarettes ou strech; cintos nos quadris; saias ro­ dadas ou com pregas; minis­ saias; detalhes na altura do quadril; roupas claras na parte de baixo e escuras em cima.

Retângulo

Blusas e camisetas leve­ mente acinturadas; blusas com decote em V ou U; peças que ajudem a formar cintura; calças pantalonas; casacos com pences.

Camisas ou camisetas largas ou retas, curtas ou compri­ das; blusas de lã ou linha com pontos grossos ou largos; gola alta; casacos curtos de corte reto; cintos claros.

Oval

Cardigans e casacos na altura do joelho de corte e caimento retos; listras verticais, pences e recortes; roupas do tama­ nho certo, nem largas nem justas; blusas decote V; man­ gas 3/4 e 7/8; twin-set; cores escuras; calças de corte reto; saias ligeiramente evasês; co­ lares e brincos compridos.

Calças de cintura baixa e com muitos detalhes; barriga de fora; golas-rolês; echarpes amaradas no pescoço; tecidos volumosos; muitos detalhes na roupa, babados, pregas; alças finas; blusas para dentro da calça; tons claros; recorte abaixo do busto.

Fonte: Daniela Kniggendorf e Clarissa Ludovico – InDue - Consultoria e estilo

Ser plus size é normal! A mulher tem que estar saudável e realizada! Isso é importante!

bém tem a consultoria de uma psicóloga, que escreve sobre esse sentimento de ser plus, a autoestima e o amor próprio. E, futuramente, terá uma consultora de estilo e um médico. Ser plus size é normal! A mulher tem que estar saudável e realizada. O mundo da beleza, da moda, dos conceitos dão opções para ser alegre todos os dias! “Meu estilo é definido, conheço bem o meu corpo ampulheta e sei o que fica bem nele. Gosto de calças flare, saias lápis, camisas de seda e vestidos tubinhos estampados. Uso de tudo um pouco. Minha moda é colorida e com estampas. Gosto de padrões geométricos e africanos. Tudo bem alegre!”, diz Lílian. Serviço: Ki Graça: (61) 3443-8898 / Paula Moulin: (61) 9968-7102 / Andréa Vasques: (61) 3037-2905 e InDue - Consultoria e estilo: (61) 8199-0607 e 8122-7115

plus size

Tipo físico

105

nas novidades Por Consuêlo Badra – Fotos: Divulgação

novidades

PRIMAVERA/VERÃO — EUROPa

106

novidades

BLOCO DE COR

107

novidades

MODA PRIMAVRA NA EUROPA

108

PENTEADOS DIFERENCIADOS

ESPÍRITO AFRICANO A grife Morellato criou uma linha especial de pulseiras da coleção “Drops” para apoiar o projeto africano “As mães e os filhos primeiro”. Os braceletes com as cores do momento na Europa são fabricados com peças de cristal e couro.

RECORDAÇÕES ETERNAS

IT BAG

A multidisciplinar Charlotte LeBon idealizou uma bolsa antiostentação para Comptoir des Cotonniers. O modelo tem desenhos de diamantes que simbolizam o luxo. Para as fashionistas com senso de humor que não querem que falte em seu armário o modelo do ano.

Abajur Gigante

Decoração irreverente no melhor estilo, um Abajur Gigante era o que faltava na sua decoração. Com mais de 1 metro de altura é feito em cerâmica e cúpula de tecido, e tem tudo para dar um up a mais no ambiente. A sua decoração não precisa ser simples e sem graça. Você pode (e deve) inovar com objetos divertidos, glamourosos e irreverentes. Decore e surpreenda! www. ibacana.com.br

novidades

A grife italiana Persol surpreende com os novos modelos de óculos de sol inspirados no mundo da fotografia, Persol Reflex Edition. Se há décadas os modelos da empresa fundada por Giuseppe Ratti seduzem as celebridades como Greta Garbo e Steve McQueen, hoje muito mais.

109

Cinto Channel

Pulseira Michael Kors

Mochila J.W. Andrson

Sapatos Missoni

TEXTURAS ETERNAS

novidades

Bolsa Emporio Armani Sandテ。lias com rテ。fia da Nine West テ田ulos Lozza

110

Para Ellen o passeio diário é fundamental para a saúde de Ayla

PET

Cuidados com animais em condomínio

112

É possível ter um animal sem prejudicar a boa convivência com os vizinhos. Especialistas alertam sobre as leis, mas o bom senso faz toda a diferença

Por Márcia Casali – Fotos: Ricardo Padue

U

m bom relacionamento com os vizinhos é fundamental. Respeitar o espaço e a individualidade de cada um é uma forma de garantir um convívio coerente e cordial. Uma grande polêmica para quem vive em condomínio são os animais domésticos, em especial os cães. Para quem tem animais de estimação, o bom senso é uma garantia de boa convivência. Latido, mal cheiro e dejetos deixados em áreas comuns são as principais reclamações. Especialistas dão orientações sobre o assunto e explicam o que diz a atual legislação. A Lei dos Condomínios, número 4.591, defende que a posse de animais em condomínios é livre. De acordo com o advogado Rodrigo da Rocha Lima Borges, as regras pré-estabelecidas e aprovadas em assembleia são fundamentais para a regulação e o bom convívio entre moradores. Para fins de segurança, muitos condomínios fazem um cadastro dos animais, com todas as informações, como

Denise espalha bichinhos de pelúcia pelo apartamento para distrair Nick

Foto Cinara Moura

Boa convivência O Sindicato dos Condomínios Residenciais e Comerciais do Distrito Federal (Sindicondomínio/DF) indica que o bom senso é uma forma de garantir a boa convivência entre moradores. De acordo com o presidente do Sindicato, José Geraldo Pimentel, é importante que os donos de animais e vizinhos se entendam. Os cuidadores devem colaborar para que o convívio social seja pacífico. Ele destaca também que respeitar os limites dos animais é algo importante para a saúde deles, além de evitar conflitos. “Um cachorro muito grande em um apartamento, por exemplo, pode estar suscetível a problemas psicológicos se estiver em um espaço muito apertado, e isso acarreta em comportamentos que podem incomodar a vizinhança”, explica Pimentel, que alerta sobre a sujeira criada pelos animais. “Playgrounds e jardins devem ser reservados, especialmente às crianças. A chance de contaminação por causa de dejetos de animais é grande. Caso isso aconteça, o dono deve sempre ser respon“Respeitar os limites dos animais também é algo importante para a saúde deles”, afirma José Geraldo sável pela limpeza”, lembra. Pimentel, presidente do Sindicondomínio

Segundo Pimentel, áreas comuns devem ser alvo de atenção dos donos de bichinhos. Animais, geralmente, só andam nos elevadores de serviço. Dicas importantes devem ser respeitadas para evitar que a boa convivência com os vizinhos fique abalada, tais como: uso de coleiras e guias ao andar pelo condomínio; raças como rottweiler, pitbull e doberman devem utilizar focinheiras; cuidados com o mau cheiro; é proibido que os animais façam suas necessidades nas áreas comuns do condomínio e, por fim, os animais de estimação devem ser mantidos dentro das unidades habitacionais. Imprudência O avanço de um cão da raça pitbull na direção de um poodle e sua dona, a jornalista Cristina de Araujo, em um condomínio, acabou gerando sérios problemas. Ela conta que o seu animal foi mordido na pata, e ela ficou com algumas escoriações no corpo. Ao chegar no condomínio após caminhada com o cão, eles foram surpreendidos pela pitbull que estava solta no estacionamento. A jornalista alega que as regras do condomínio não permitem a circulação de animais livremente no espaço comum. O descumprimento desse princípio, por parte de alguns moradores, está deixando os demais reféns do medo de serem atacados. “Foi um grande susto, acredito que a cadela nos atacou por

PET

a raça, nome do animal e do proprietário, tamanho, idade, vacinas aplicadas, dentre outras observações. “Entretanto, para fins de formalizar essa exigência, faz-se necessário a aprovação em Assembleia de um ‘regulamento de conduta para animais’, no qual deverá detalhar toda a norma que se pretende aplicar, inclusive com cláusula das multas por descumprimento das normas”, explica o advogado. Quanto à aplicação de multas, um instrumento adequado para punir o condômino que infringir as regras internas do condomínio está previsto no artigo 1.337 do Código Civil, caso o animal venha a causar qualquer incômodo ou danos aos condôminos, o proprietário deverá ser notificado pelo condomínio. E, no caso de reincidência, poderá ser multado em até cinco vezes o valor da taxa de condomínio. “Todos devem fazer sua parte, condôminos e administração. Campanhas de conscientização e de educação são muito bem vindas, e a adequação do condomínio também é parte fundamental”, afirma o advogado, que incentiva o condomínio a deixar nas portarias sacos plásticos para atender aos moradores que saem com os animais, nas proximidades do prédio, para fazer as necessidades.

113

O zelador Alcides Rodrigues Sales alerta sobre o barulho causado pelos animais

114

Ayla é considerada um membro da família. Na hora de dormir, ela sempre procura um espaço na cama das donas. Para chamar a atenção, ao perceber que está sozinha em casa, ela estraga tudo o que encontra pela frente. Para corrigi-la, Ellen finge estar brava e chama a atenção do animal, uma forma de impor limites sem maltratar. “É necessário gastar um pouco mais da energia dela, ainda mais por se tratar de um filhote. Por isso, sempre que possível eu desço com ela, além de brincar um pouco mais em casa”, explica Ellen. Quanto às necessidades do animal, ela aprendeu que o local certo é em cima do jornal. Tanto que ao descer ela corre e brinca com os outros animais do condomínio, mas segura as necessidades até voltar ao apartamento. Considerado o melhor amigo do homem, o cão é o animal mais indicado para conviver com crianças. Para isso, é preciso conhecer as características ideais do animal, para um relacionamento har-

Bons hábitos A funcionária pública Denise Torres Araújo foi uma das pessoas que presenciaram o ataque da pitbull. Antes de sair para o trabalho, Denise leva o pequeno Nick para passear. Ao ver o que estava acontecendo, a reação foi segurar a cadela pela corda, mesmo correndo o risco de ser atacada. “O que aconteceu com o Sleepy é inaceitável. Um cachorro de grande porte não deve habitar em apartamento. Ainda mais vivendo na varanda, onde divide espaço com um pincher. O animal não tem culpa, e sim o dono, que não tem domínio e nem voz de comando sobre o cão”, afirma Denise. Para evitar latidos, Denise distrai o Nick com vários bichinhos de pelúcia. Para Sarah, Desde filhote, o animal aprendeu a uma maneira de cansar o poodle usar o sanitário canino instalado na Mayck é fazê-lo varanda do apartamento. “Quando correr pela casa desço, atravesso o saguão com ele no para pegar os colo, assim evito que ele faça suas nebrinquedos e cessidades nas pilastras”, comenta. bolinhas Ao ganhar a elétrica Ayla, a preocupação da estudante de enfermagem Ellen Christina Ferreira é em relação ao barulho, algo que pode gerar reclamações dos vizinhos e síndico. Carinhosa e brincalhona, Foto: Cinara Moura

PET

estresse. Ela vive em uma pequena varanda, sem espaço para correr e brincar, isso pode ter desencadeado a reação do animal”, diz Cristina, que lembra o fato de o dono da pitbull não conseguir dominá-­ la, e que a cadela é guiada por uma corda, sem coleira e focinheira.

Sleepy foi atacado por um pitbull dentro do condomínio

monioso. Uma raça considerada excelente para viver cercada de crianças é o poodle, principalmente para quem vive em condomínios. Obediente e protetor, o cão foi eleito o segundo mais inteligente do mundo. Pensando nisso, a avó materna de Sarah Kauanny a presentou com o poddle toy Mayck. Inteligente, o filhote aprende rápido todos os comandos, mas gosta de mastigar brinquedos e objetos pequenos. “Se não tomar cuidado, ele estraga as rodinhas dos carrinhos do meu irmão, além de ser comilão. Lembro que saí do quarto para pegar algo e quando voltei ele havia comido o chocolate que deixei em cima da cama”, diz Sarah. Bastante agitado, para evitar reclamações dos vizinhos, a menina joga bolinhas e brinquedos para ele pegar, uma forma de cansá-lo. Qualificação Muitos não percebem, mas o zelador é um profissional fundamental para o bom funcionamento do condomínio, além de garantir a segurança, o bom relacionamento entre os funcionários, moradores e demais usuários dos condomínios. Há 15 anos responsável por um condomínio no Guará, Alcides Rodrigues Sales alerta que as maiores reclamações em relação aos animais de estimação estão relacionadas ao barulho e, em seguida, aos dejetos deixados em área de comum acesso. “Muitos moradores descem com seus animais e não têm o cuidado de manter o lugar limpo. É importante que cada um faça a sua parte”, afirma Sales.

A BOLSA OU A VIDA!

A VAIDADE

bolsa de mulher é uma forma de amor. Que elos nos ligam às it bags, besaces e outras que carregam para todo lado? Que revelam elas dos nossos desejos? Em Le Sac, uma obra esclarecedora e divertida*, o célebre sociólogo Jean-Claude Kaufmann revela o interior das bolsas das mulheres.

116

O que o atrai na bolsa das mulheres? O mistério. Enquanto homem, sinto que é território interditado. E, portanto, fascinante. Não há nada mais intrusivo que meter a mão na bolsa de uma mulher. Enquanto investigador, quis compreender a escalada histórica do seu poder. Há uns 50 anos, só se usava para ir à missa de domingo. No máximo continha um frasco de água de colônia, um lenço e o livro de missa. Atualmente, tem um papel predominante na vida das mulheres. Quanto mais emancipadas, mais pesada.

Como é que analisa esse fenômeno? O ritmo de vida feminino tornou-se mais acelerado. As mulheres têm mais liberdade e também mais pressão. Andam sempre correndo, têm mil coisas no pensamento e consequentemente na bolsa. Alguns dos objetos mais frequentes, por exemplo, são a aspirina e o batom. É revelador da carga mental que as mulheres carregam hoje em dia. Elas lutam pela igualdade com os homens, mas pagam bem caro, o que se traduz no peso das suas pastas de trabalho. Pesam, é verdade, mas estamos presas a elas! Toda essa ambivalência da ligação. As mulheres adoram suas bolsas. Manipulada, afagada, adulada, a bolsa passa a ser uma extensão da própria mulher. É um estojo de ferramentas e uma gruta de tesouros. Mas essas maravilhas acabam por pesar.

No seu livro, pede a algumas mulheres que esvaziem a bolsa. O que se destaca nesse inventário aleatório? Há aquilo a que as mulheres chamam “o essencial”, mas que difere de uma pessoa para outra. É frequente fazer parte dele o estojo de maquiagem. Depois, temos os objetos funcionais do gênero chaves e celular. Em seguida, os “para o caso de”, tudo o que pode ajudar a resolver problemas que possam surgir e responder às falhas interiores. Sem nenhuma ordem, talões de cheque, cartões de crédito, cartões pessoais, preservativos, carteira de motorista etc. Depois temos objetos de passagem que se instalam prolongadamente. Uma mulher tirou da carteira uma esferográfica. Depois uma segunda. E uma terceira! Tinha cinco. Há também as que estão sempre a beliscar e aí guardam todo tipo de alimentos. As que gostam de escrever tudo e que trazem cadernos e papéis. Finalmente, bem lá no fundo, encontramos objetos que transportam memórias. Amuletos, fotos, lembranças... Evocadores de um instante de felicidade, nunca mais os largamos, fazem parte de nós. Uma bolsa feminina contém mais do que objetos... Ela transporta a memória do afeto, do relacionamento. É a companheira íntima que ajuda a ultrapassar a adversidade, que ajuda a mulher a pensar em si própria e a encarar o futuro. E isso se vê sobretudo quando uma mulher se torna mãe. Quando um filho nasce, a barriga diminui e simultaneamente a bolsa aumenta. Pode adivinhar-se a idade dos filhos desde a chupeta, passando pelas aulas de judô ou de dança. É revelador o papel da mulher na sociedade. Elas es-

tão no centro de todas as atividades dos filhos, da rede de amigos e de relações... Transportam, a tiracolo, toda uma carga de compromisso amoroso pelos outros. Gostamos mais de encher a bolsa do que de a esvaziar. Por quê? Porque enchê-la é um prazer. Todos os maus momentos da vida se podem revelar com esse gesto rápido e espontâneo. “Por lá dentro” as faturas, as multas... A mulher mete na carteira todas as suas emoções negativas e reporta-se para mais tarde. O problema é quando há o “mais tarde”, quando há que esvaziar e selecionar.

O sociólogo francês JeanClaude Kauffman nasceu em Rennes, em 1948,

e, entre outros livros, escreveu Sex@mour e Sociologie du couple.

A ordem ou a desordem de uma carteira refletem a personalidade da sua dona? Eu não acredito na frase: “Diz-me como arrumas, dir-te-ei quem és”, embora as mulheres que possuem uma bem arrumada sejam as primeiras a afirmá-lo: “Eu sou arrumada, disciplinada, com a cabeça no lugar”. Muitas vezes, poderá haver uma ligação. Mas ter uma bolsa em desordem não significa que se seja desordenado na vida e na cabeça. A alma da bolsa feminina está precisamente no perpétuo movimento, na mistura entre o funcional, o afetivo, o relacional. Adoramos e ao mesmo tempo nos enerva. Sobretudo quando procuramos em vão

as chaves e o celular. A irritação nasce de uma decepção. É a companheira fiel, a amiga íntima que tem resposta para tudo, da qual se espera ajuda, e nessas ocasiões dificulta e estorva. Tem-se vontade de dar-lhe pontapés quando não é o animal dócil que normalmente sabe ser. É um mundo de emoções e de paixões contraditórias. No seu livro, refere-se a verdadeiros amores à primeira vista... Houve mulheres que me enviaram declarações de amor pelas suas bolsas. Com um vocabulário do registro de sentimentos humanos. Dão de cara com ela quando estão de férias ou em viagem, exposta numa vitrine. Ela as enfeitiça, não lhes sai da cabeça. Uma bolsa de luxo continua a ser um indicador social muito forte. Como é que a analisa? A bolsa feminina tem uma vida ampla. O seu interior é um mundo, sem disfarces, fora da vista e do julgamento dos outros, longe das aparências e das conveniências. Mas não nos esqueçamos da sua outra vida, a magnífica, a deslumbrante, quando se ostenta e se exibe. A sua colocação no braço, estudada ao milímetro, transportada na mão ou enfiada no braço. Ter uma bolsa bonita é uma arma psicológica para reforçar a autoestima. A mulher sente-se mais forte sob o olhar dos outros. É também central na classificação social, porque se fala e olha-se para uma mulher com mais respeito. Pode também ser um escudo, uma proteção. Lembre-se daquela foto de Grace Kelly metralhada pelos flashes dos paparazzis: ela escondia-se atrás de sua bolsa Hermès. Se bem o percebo, a palavra “acessório” já não se adapta... Certo. Para as mulheres, mais do que um acessório, tornou-se uma profunda necessidade. É o último reduto da intimidade feminina, a parte mais íntima de si, a fábrica da identidade, o coração da pessoa. É um mundo só seu, um mundo de amor. Porque são as mulheres que transportam o amor para a sociedade.

VAIDADE

A obsessão mais frequente das mulheres é torná-la mais leve, conseguir retirar uma caneta, uma maquiagem ou um pacote de lenços de papel. Não tem nada de anedótico! É um grande debate filosófico interno. Fazer a triagem do seu conteúdo, esvaziá-la, aliviar o peso ou, pelo contrário, guardar consigo todo o seu íntimo, é uma escolha de vida. Escolher entre o ideal de leveza e aventura e o de segurança, felicidade e conforto.

117

De A a Z CLÁUDIO MONTEIRO, secretário da Copa do Mundo, tem conseguido argumentar bem a favor do novo Estádio Mané Garrincha, valendo-se das atrações captadas para a arena do DF. Realmente, jogos do Flamengo com outros times vêm gerando renda elevada. Para completar, teremos o show da Beyoncé em 17 de setembro. O Mané Garrincha está sendo mesmo útil. ELLEN OLERIA, brasiliense vencedora do The Voice Brasil, destacou-se em muitos shows públicos no Brasil, mas agora parte para novo desafio. Ela lança o seu CD de estreia, pela Universal Music, com quatro músicas autorais e composições de outros artistas. Brasília torce pelo sucesso de Ellen, que tem sido prestigiada pelo público local.

renato Riella

GETÚLIO LOPES, reitor do UniCEUB, lançou o curso de Medicina no campus da Asa Norte justamente no momento em que se discute a carência de médicos no Brasil. É a hora exata. Mas, em paralelo, vem a polêmica sobre o possível estágio de dois anos para os formados nessa área, que a presidente Dilma quer impor. Certamente essa discussão ocorrerá também dentro do UniCEUB.

118

GUILHERME CUNHA COSTA, bastante conhecido por atividades diversas nas áreas empresariais do DF, está à frente de um novo desafio: é o sócio brasiliense do restaurante Baby Beef Rubaiyat, inaugurado em junho, às margens do Lago Paranoá Sul. Como advogado, ele atuou na FIESP e no Grupo Queiroz Galvão e agora está à frente da Progresso Consultoria Institucional. IZALCI LUCAS, deputado federal brasiliense, luta no Congresso Nacional para instalar a CPI da Copa do Mundo, para investigar suspeitas diversas relacionadas com a Fifa e com a Confederação Brasileira de Futebol – CBF. A Lei Geral da Copa, por exemplo, não leva em conta os interesses do Brasil e está sendo questionada pelo Ministério Público.

JOSÉ WALTER, secretário de Transportes, começa a dar resposta expressiva no seu setor, ao trocar empresas de ônibus, oferecendo veículos novos à população. O DF passa a ser atendido por cinco grupos especializados em transporte coletivo, escolhidos em licitação pública. Cinto de segurança, ar condicionado e facilidades para deficientes são algumas das novidades. MÔNICA NÓBREGA, comunicadora de TV bastante experiente, vem fazendo sucesso com o portal Viver em Brasília, hoje com mais de um milhão de acessos registrados. Ela abre espaço diário para as atividades culturais do DF, mas também lança informações sobre comportamento, mantendo o público atualizado e participante. É ótima opção de leitura diária. PAULO DE TARSO FLECHA DE LIMA, um dos embaixadores mais prestigiados do Itamaraty em todos os tempos, completou 80 anos de idade. A comemoração, comandada pela embaixatriz Lúcia Flecha de Lima, foi feita numa festa julina que contou com a presença de grandes personalidades da República, confirmando o prestígio do homenageado. RENATO ANDRADE, secretário de Trabalho do DF, tem feito ótimo trabalho no apoio ao artesanato brasiliense, sem descuidar-se da atenção geral ao trabalhador, inclusive no Seguro Desemprego. Ele teve passagem de destaque na Câmara Legislativa e nas próximas eleições deverá representar o PR na disputa de votos no DF, sendo mais identificado como Bispo Renato. WASNY DE ROURE, presidente da Câmara Legislativa do DF, conseguiu gerar imagem mais positiva para essa Casa, que teve um primeiro semestre isento de escândalos. No entanto, no segundo semestre, ele tem o desafio de avaliar a situação de quatro a cinco deputados distritais passíveis de julgamento no Conselho de Ética da CLDF. Não será fácil enfrentar esses casos.

Vida cultural e social da cidade Arraiá dos Serra Azul

O procurador da República Marcelo Antônio e a delegada federal Cariné

O casal médico Francisco Machado e Rita Márcia ladeando Raimunda Serra Azul

Padre Abdon e Dona Nazaré, sua mãe

Serra azul

O casal médico Francisco Machado e Rita Márcia acompanhados de Geru e Silvia Ponce

120

Laura Vitória, Marco Antônio e Perla Gabriela

Nazareth Tunholi e o fotógrafo Paulo Lima

Sara, João Henrique e Beth

Lâmia, João Henrique e Alessandra

Florinda Maria Miranda em férias escolares

Marcelo Antônio e Nilda

Raimunda Serra Azul e os procuradores regionais da República, Marcelo Antônio Maria Soares

Perla, Dona Inô e seus netos Maria Rita e Marco Antônio

Gilberto Amaral entrevistando Serra Azul

CLOTILDE CHAPARRO ROCHA A escritora dos sentimentos, dos problemas sociais e da mulher

Por Nathália Cardim – Fotos: Divulgação

CLOTILDE CHAPARRO

C

122

lotilde Chaparro Rocha é paulistana, formada em Direito pela USP, entretanto, se tornou uma escritora brasiliense internacional. O primeiro livro, Duzinda, premiado, já foi traduzido para o inglês e para o espanhol. Este já em sua segunda edição, pois a primeira se esgotou na Feira do Livro de Nova York, EUA. O segundo, O Ministério do Absurdo, também foi premiado. O terceiro, Pesadelos, sonhos e contos, também foi traduzido para o inglês. O primeiro e o último tiveram versão em audiolivros, tanto da edição em português, como em inglês. Já participou de três feiras de livros internacionais: Miami Book Fair, Feira Del Libro de Buenos Aires e Book Expo 2012, a Feira Internacional do Livro de Nova York, EUA. Dessa última, foi a primeira brasileira a estar com livros e audiolivros, os audiobooks, em inglês. Nas três feiras houve repercussão positiva, porém na última foi maior – ela apareceu até na televisão em Nova York

–, pelo tamanho e pela importância no mundo todo, principalmente no que se refere à cibernética. Suas obras, através do editor Victor Tagore, da Thesaurus Editora, estão na Amazon, na Apple e outras pelo mundo afora. Seu conjunto literário também está na Internet, através de Scribd, onde pode ser acessado. Quando escreve, a Clô, como é carinhosamente chamada, não se preocupa em descrever cenários, nem locais e muito menos pessoas. Ela descreve sentimentos. Aqueles do fundo da alma. Aqueles que as pessoas não querem revelar nem a si próprias.

Gosta também de retratar situações sociais com suas dificuldades, seus anseios, seus problemas... Entende que assim pode fazer as pessoas virem um outro ângulo. Os homens apreciam-na, principalmente no segundo e terceiro livro. Mas as mulheres sentem sua mensagem com mais intensidade, em especial no Duzinda, aquela que foi maltratada pelo marido, pela família dela e dele. Ela nos fala que é comum escutar de mulheres que leram o Duzinda que o fizeram “numa sentada”, isto é, em poucas horas sem intervalo. Isso se deve porque a leitura de suas obras flui tão bem que o leitor ou a leitora têm vontade de continuar. Ela ainda nos fala que, depois do lançamento de seus audiolivros, as pessoas lhe falam: “Escutei seu livro e gostei”. No começo a frase nos choca um pouco, mas depois se acostuma, pois são coisas da modernidade. Duzinda – aquela que foi maltratada pelo marido, pela família dela e dele –, que sofre violência moral, tem no Brasil inteiro em todas as camadas sociais. E no mundo inteiro também. Por isso, cada leitor, e muito mais as leitoras, as encontrarão ao seu redor. Com as aparências mais diversas possíveis. Compras: www. thesaurus.com.br No dia 3 de junho a nossa escritora recebeu em sua residência amigas para celebrar seu aniversário e participarem do lançamento de edições de seus livros. A renda foi revertida para a Casa São José do Varjão, cujo objetivo é proporcionar cursos profissionalizantes para pessoas carentes. Ela havia planejado o evento para cem pessoas. Quando viu que chegaram quase cento e oitenta, a Clô se assustou. Porém sua preocupação logo deu lugar à alegria de ter contribuído com uma quantia bem polpuda para obra assistencial e de ter tantas amigas que vieram lhe dar sua consideração. Prova de quanto é querida e prestigiada, inclusive com a presença de pessoas de destaque em nossa capital.

Trabalho

Suado Jogos Empresariais ganham espaço no Brasil e no mundo como forma de integrar equipes e trabalhar dificuldades individuais Por Bruno Aguiar – Fotos: Divulgação

trabalho suado

Q 124

ue tal juntarmos os colegas de trabalho e construirmos alguns barcos de garrafa pet, jogá-los no lago e fazermos uma competição? Parece difícil, desafiador ou até mesmo constrangedor. Pois saiba que muitas empresas têm se valido de atividades como essa para despertar em seus funcionários não apenas um espírito de equipe, mas de time. Conhecida como Jogos Empresariais, a modalidade, que surgiu na década de 50 nos Estados Unidos, está ganhando muitos adeptos ao redor do mundo, inclusive no Brasil. O campeão mundial em Corrida de Aventura, Monclair Cammarota, é coach credenciado pela Federação Internacional de Coaching e diretor executivo da Ekoá Jogos Empresariais, pioneira do segmento no Distrito Federal. Monclair conta que nos jogos são trabalhados pontos como tomada de decisão em

Muitas empresas têm se valido de atividades como essa para despertar em seus funcionários não apenas um espírito de equipe, mas de time

grupo; liderança; correção de erros; feedback; assertividade; entre outras competências. “São bases que permeiam o ambiente corporativo, mas que não são possíveis de ser desenvolvidas dentro de uma sala de aula”, explica o atleta. É o que confirma Luiza Guaraciaba, assistente técnica do departamento de desenvolvimento humano do Banco Mundial em Brasília, que aderiu às atividades propostas pela Ekoá. “Foi uma experiência única! Fomos para um hotel fazenda próximo de Brasília e lá dividimos a empresa em várias equipes com mistos níveis hierárquicos, de assistentes a diretores. O jogo proposto desafiou as equipes a montar embarcações feitas com garrafa pet – um número limitado, o que atiça a capacidade de planejamento –, fazê-las flutuar no lago, remar 300 metros, competir com as outras equipes e ganhar”, conta Luiza. “Além de trabalharmos diversos pontos da equipe, tivemos um maior contato com a responsabilidade social e a questão da reciclagem”, completa.

Conhecida como Jogos Empresariais, a modalidade, que surgiu na década de 50 nos Estados Unidos, está ganhando muitos adeptos ao redor do mundo, inclusive no Brasil

Liderança; correção de erros; feedback; assertividade; entre outras competências, são pontos trabalhados durante os jogos

Áreas externas são muito recomendadas pelos coaches em geral, pois distanciam as pessoas da atmosfera laboral. É o que garante a coach conectivo do Instituto Karana, Sabrina Ferroli. “São nessas oportunidades que identificamos e desenvolvemos competências e novos processos. Conseguimos também fazer a correlação de reações e situação do cotidiano de trabalho com a vida fora das empresas”, conta Sabrina. Segundo Monclair Cammarota, os jogos empresariais, por serem realizados em contato com a natureza, conseguem atribuir novos significados para coisas que soam comuns no dia a dia em outro ambiente. “O lúdico, a competição e a cooperação abrem as possibilidades para um ambiente integrador”, garante o especialista. Em jogos empresariais, a Ekoá possui atividades bastante desafiadoras, como a “Construtora Sinergia”, em que os participantes imaginam uma ponte, planejam o processo construtivo e – acredite! – constroem de verdade com bambu, madeira e corda. “Mesmo que as pessoas tenham uma formação acadêmica muito robusta, colocar o conhecimento em prática não é óbvio”, destaca Monclair, afirmando que o seu trabalho segue a máxima de Confúncio: “O que ouço, esqueço; o que vejo, lembro-me; e o que faço, eu aprendo”, finaliza, propondo o desafio.

trabalho suado

O campeão mundial em Corrida de Aventura Monclair Cammarota é diretor executivo da Ekoá Jogos Empresariais, pioneira do segmento no Distrito Federal

125

Cada qual com seu cada quaal

O mercado de Spa’s está cada vez maior e continua em ascensão na nossa capital. Para não ter erro, conheça alguns tipos de massagem e escolha a que melhor lhe atende Por Camila Bocchino – Fotos: Alexandre Alves

R

Massagem

Foto Marcos Brandão

elaxar... Até a palavra já causa uma sensação agradável ao ser lida. Quem não gosta de passar um tempo sem fazer nada, de descansar os ombros do peso dos problemas diários e não pensar em absolutamente nada, nem que seja por preciosos poucos minutinhos? Esse pode parecer um privilégio de poucos, mas com o tratamento certo, milagres acontecem em 30 minutinhos e às vezes menos. As massagens passam a serem dádivas concedidas àqueles que precisam relaxar, mas não conseguem sem uma ajuda. Com um pontapé inicial, elas podem apagar problemas da sua mente durante aqueles minutos mais estressantes do dia. Mas

engana-se aquele que acha que elas só possuem esse objetivo. São milhares de tipos diferentes de massagem, cada um à sua maneira traz um benefício específico que contribui tanto para a saúde mental, quanto para a saúde corporal. Em Brasília é fácil encontrar um Spa que ofereça um cardápio diferenciado de massagens de vários tipos e para vários fins. Algumas marcas de cosméticos oferecem produtos para auxiliar e potencializar os resultados das massagens, como é o caso da Natura e da Adcos. Podem ser óleos, cremes e às vezes o uso combinado dos dois. São tantos tipos de produtos e massagens que podemos nos confundir na escolha. Pensando nisso, selecionamos alguns tipos de massagem oferecidos pelos Spa’s da capital e trazemos um pequeno resumo que pode ajudar na escolha.

126

A terapia de pedras quentes ajuda a relaxar profundamente

Shiatsu Ao se adequar à necessidade de cada cliente, algumas massagens podem mexer até com o lado emocional do paciente. É o caso do Shiatsu. Utilizada para amenizar o stress e o cansaço, ela trabalha o lado emocional e físico, através de pressões feitas com as pontas dos dedos em partes especificas, melhorando o equilíbrio e o funcionamento do corpo.

Algumas massagens podem trazer benefícios calmantes e estéticos

Essa técnica alia movimentação vigorosa em toda a massa muscular simultaneamente com manobras e alongamento. Os benéficos são imensos, pois ajuda a aliviar as tensões musculares, adquirir flexibilidade e é eficaz na liberação das toxinas e ativação de toda a circulação sanguínea, propiciando sensação de equilíbrio e bem-estar.

Drenagem linfática A drenagem linfática se tornou a queridinha de quem procura resultados estéticos. Além de eliminar de forma mais rápida o excesso de líquido acumulado entre as células do corpo, melhorando a circulação e diminuindo edemas, ela é responsável pela redução da fadiga e do inchaço nas pernas decorrente do acúmulo desses líquidos. Porém, antes de se submeter ao tratamento, a escolha do profissional deve ser rigorosa e é recomendável um acompanhamento médico em alguns casos.

Massagem corporal relaxante Por possuir vários tipos e poder ser combinada a outros tratamentos, esse tipo de massagem é um dos mais eficazes. Pode ser uma Back Massage, que consiste em massagear as costas, cabeça, ombros e pés; uma Bamboo Massage, com varas de bambu e óleo essencial; uma massagem a quatro mãos, com o auxílio de óleos essenciais; Ducha Vichy, realizada por meio de jatos de água e oléo aromático sobre todo o corpo, entre outras.

Ayurvédica Ao unir massagem e exercício, a Ayurvédica é a mais indicada para quem procura resultados estéticos.

Reflexologia podal Muito procurada pelos seus resultados relaxantes, a Reflexologia podal é uma técnica milenar inicialmente desenvol-

Momentos relaxantes podem ajudar a enfrentar o dia a dia com mais ânimo

vida como tratamento médico. A terapia é feita através de pressões em pontos estratégicos na planta dos pés. Ela ativa a circulação e é muito eficiente no combate ao estresse, restabelecendo a harmonia e equilíbrio do seu organismo. Abhuanga A massagem Abhyanga é de origem indiana e é feita com movimentos longos e completos, ao som da música. Ela lembra uma dança coreografada entre o terapeuta e a cliente e utiliza óleo aquecido e massagem sensorial com velas quentes. O efeito do calor produzido pelo óleo e pelas velas é capaz de aliviar incômodos musculares, proporcionando um relaxamento profundo e alívio do estresse. Massagens estéticas Na linha da busca pelo corpo perfeito, encontramos várias opções de massagens. O Heccus é uma delas e trabalha na quebra das células de gordura com o uso da terapia por ultrassom, correntes de média frequência e terapia conjunta. Na mesma linha encontramos o Manthus, que também oferece os mesmos recursos, com a vantagem da redução das medidas e das celulites. Outro recurso com resultados parecidos é o Velashape, que além de queimar a gordura e reduzir a celulite, é manuseado em áreas específicas e não causa dor. Serviço: New Day Spa Golden Spa SPA & Cia Cinthia Dias Spa Health Adcos Natura

Massagem

Terapia de pedras quentes Uma das mais completas, além de facilitar a perda de peso, esse tipo de massagem também auxilia no tratamento de pessoas com doenças crônicas, como fibromialgia, dores articulares, bursites, artrites, gota e reumatismo. Ela é feita com a aplicação de pedras aquecidas sobre a pele, produzindo um efeito de massagens profundas.

127

rangelcavalcante@uol.com.br

Carpideiras O riquíssimo conde Francisco Matarazzo e o jornalista Assis Chateaubriand foram inimigos radicais. Matarazzo, dono de uma das maiores fortunas do Brasil, era atacado quase diariamente pelo fundador dos Diários Associados em seus artigos na cadeia de jornais que comandava. Chatô o chamava de o “Estado Matarazzo”, numa alusão à força que o industrial mantinha junto aos poderes públicos. O conde também não poupava o desafeto. Só se referia a ele como o “chantagista”. Mas ambos fingiam uma “inimizade cordial”, se é que isso existia entre eles, quando se encontravam em algum evento. Quando o conde morreu, Chateaubriand quis dar uma de elegante, sem rancores, e compareceu ao velório, em São Paulo. Chegou acompanhado do seu fiel escudeiro, o repórter David Nasser, redator principal da revista O Cruzeiro, que fora a de maior circulação no país e chegou a ter uma edição em espanhol. O ambiente era dos mais solenes e só se ouvia uma música suave e o choro dos presentes. Conta o jornalista e escritor Hélio Passos, que estava lá, que a certa altura o “doutor Assis”, como era chamado, não conteve a irreverência e cochichou ao ouvido de Nasser: – Está vendo essa gente toda aos prantos, carpindo o defunto? Uns estão chorando porque são parentes do Conde. Os outros porque não são!

rangel cavalcante

Velhos tempos

130

Ainda durante o Império, Afonso Celso, historiador, poeta e político, elegeu-se deputado na primeira experiência da Lei Saraiva, que em 1881 promoveu uma reforma política no Brasil e instituiu a eleição direta para o legislativo. Foi eleito para mais três mandados, encerrando a carreira política quando a família acompanhou o deposto imperador D. Pedro II ao exílio na Europa. Muito jovem, numa dessas eleições enfrentou um adversário de porte: o velho coronel Manuel Fulgêncio Alves Pereira, dirigente do poderoso Partido Conservador, professor e rábula de renome, que não enfrentava os adversários apenas nas urnas, mas também, como advogado, em recursos e apelos às juntas apuradoras. Numa dessas eleições o coronel recorreu à Junta para anular os votos de algumas urnas que deram pequena maioria a Afonso Celso. Reuniu os documentos necessários, contestando de forma veemente os resultados que favoreciam o jovem adversário. Tinha que apresentá-los à Junta Apuradora, que funcionava no distante município de Grão-Mongol. Às vésperas de vencer o prazo para a entrega do recurso, já se preparava para viajar quando recebeu a notícia de que um parente próximo estava gravemente doente e necessitava de sua assistência. Entre atender ao parente enfermo e viajar para apresentar sua defesa, optou pelo primeiro. Como enviar os documentos a Grão-Mongol? Pelo Correio não daria mais tempo. Precisava de um portador para levar a papelada e dar entrada na Junta. Soube então que Afonso Celso viajaria naquela noite para Grão-Mongol. E logo dirigiu-se à casa onde o adversário estava hospedado. A conversa foi curta: – Eis aqui os documentos que contêm os argumentos e instruem o meu recurso contra a sua eleição. Preciso de alguém que os leve em segurança e os faça chegar a tempo à Junta Apuradora em Grão-Mongol. Como sei que você vai viajar para lá hoje, peço que se incumba disso. Ficarei grato e tranquilo. Afonso Celso recebeu o envelope aberto, com a papelada, e disse apenas: – Eles serão entregues a tempo. Obrigado pela confiança! No dia seguinte, antes mesmo de abraçar os correligionários que o esperavam em Grão-Mongol, Afonso Celso desceu do cavalo em frente à Junta Apuradora e deu entrada no processo que o adversário movia contra ele. O escritor Josué Montello, que contou a história, não revelou o resultado do julgamento do processo pela Junta Apuradora. Mas nos deu um bom exemplo de como eram os políticos de antigamente. Desses que não se fazem mais hoje.

Na lata O senador Roberto Requião tem a fama de não levar desaforo para casa. Contam por aí que certa feita ele recebeu um telegrama da presidente Dilma Rousseff, cumprimentando-o pela passagem do seu aniversário. A mensagem era assinada por um subordinado do Gabinete Civil da Presidência e não pela própria chefe do governo. Pavio curto, o senador não pensou duas vezes. E enviou à presidente um telegrama de agradecimento pela gentileza presidencial, assinado pelo seu motorista.

Matemática O professor Manuel Álvaro Cavalcante Gomes, um sujeito irreverente, espirituoso, gozador e bom bebedor de cerveja, ensinava matemática no Liceu do Ceará. Muito querido por todos, era conhecido pela severidade, e aluno dele que não estudava, e muito, não passava de ano. Boa parte das turmas caía na chamada segunda época, que era um exame adicional a que se submetiam os que eram reprovados na matéria, uma espécie de repescagem, uma nova chance de aprovação. Certa manhã ministrava uma aula sobre logaritmos e muitos dos alunos mostravam dificuldades em entender, fazendo indagações e pedindo esclarecimentos. Foi então que um deles perguntou: – Professor, para que serve na vida prática esse negócio de logaritmo? E o mestre, carinhosamente chamado pelos alunos de “Manuel Buchim”, respondeu de imediato: – Pode não servir de nada para você. Mas para mim serve, e muito, para ganhar dinheiro, garantindo o meu salário todos os meses.

Quero é voltar Otacílio Correia, o fundador das “Mudanças Confiança”, que foi deputado estadual no Ceará por várias legislaturas, tinha um empregado, o “Pé Véio”, que era uma espécie de homem dos sete instrumentos. Fazia de tudo. Mesmo semianalfabeto, era ao mesmo tempo motorista, segurança e vigia, e topava qualquer serviço, desde os de eletricista e carpinteiro até os de pedreiro, pintor de paredes e jardineiro. Certa feita o Otacílio regressava de São Paulo com a família. No aeroporto, “Pé Veio” estava à espera. Ficou deslumbrado diante da bagagem da família do patrão, que acomodava numa camionete. Tinha de tudo: televisor, aparelho de som, gravador, vídeo-cassete, além de presentes diversos, já que estava chegando o Natal. Ao chegarem à casa do deputado, o “Pé Veio” descarregava a bagagem quando Otacílio chegou perto dele e perguntou: – Então, “Pé Véio”, você também não tem vontade de ir a São Paulo? E o “Pé Véio”, dando uma olhada na imensa bagagem do patrão: – Não, “seu” Otacílio, eu tenho vontade mesmo é de voltar de São Paulo.

Bela

Bruna

15 anos

Fotos de Célio Costa, Cristina Granato e Gilberto Amaral

D

epois do belíssimo casamento de Joana e Aloysio – fotos na página ao lado –, fui a Niterói para o festão de 15 anos da bonita Bruna, que reuniu a juventude dourada na casa de festas “IF”. Na entrada um belo

Bruna ladeada pelos pais, Mariana Decat e Atratino Coutinho Neto

Os avós maternos, o presidente de Furnas, Flávio Decat, e sua Jane, e as tias Viviane e Paula Decat

pôster da aniversariante, e os convidados eram recebidos por simpáticas recepcionistas, que colocavam um gracioso colar de crochê com orquídeas naturais. Toda ambientação lembrava os mares do sul. Abundantes flores tropicais faziam a decoração.

A noite gloriosa dos 80 anos de Paulo Tarso

C

gilberto Amaral

om uma linda festa julina, com bandeirolas de São João, São Pedro, São Paulo, Santo Antônio, os jardins da mansão dos Flecha de Lima tornou-se palco de um elegante arraial. Barraquinhas com deliciosos petiscos e doces mineiros fizeram a alegria dos convidados. Churrasquinhos, pamonhas, pipoca, quentão, bons vinhos e a sanfona puxando os pares à pista. O motivo dos mais justos: comemorar os 80 anos do meu amigo embaixador Paulo Tarso. Tudo preparado pelas filhas Beatriz e Isabel.

132

A

companho a trajetória de Paulo Tarso desde 1955, em Belô, ele entrou para o Itamaraty. Tinha o título de cônsul. Eu tinha o programa na Rádio Inconfidência, “Variedades Bemoreira” e gravei a festona na casa de seus pais, dona Lourdes e Sebastião Dayrrel de Lima. Era um gravador que parecia uma mala de viagem de mão e gravava num fiozinho metálico. Depois passei para o acetato e ele guarda os discos até hoje, como recordação do início de uma carreira brilhante.

Mônica e Rúbio Fernal, diretor da Odebrecht Sarney e dona Marly sendo recebidos pelos Flecha de Lima, Lúcia e o aniversariante Paulo Tarso

O casal mais elegante: Lilian e Heitor Gurgulino

O casamento das...

N

ada mais lindo no mundo do que o amor! E foi por causa do amor que Joana e Aloysio, depois de 25 anos, foram os protagonistas de uma beleza de casamento, que reuniu a sociedade carioca, políticos, judiciário, acadêmicos e amigos do Rio, do Brasil e do exterior. Uma noite deslumbrante.

...mil e uma noites

J

á assisti a casamentos e casamentos, mas o de Joana e Aloysio foi marcado pelo ineditismo da festa onde a juventude dourada se misturava aos mais experientes; as meninas elegantes, nada ficavam a dever a exuberância das senhoras, exibindo joias milionárias, vestidos de grifes internacionais e beleza natural.

Entre os 58 padrinhos, o ministro Moreira Franco e Clara Vasconcelos; Hildegard Angel e Francis Bogossian; o acadêmico Arnaldo Niskier e Ruth. Deputado Rodrigo Maia e sua Patrícia

Feijão com gosto de festa a hora de servir a deliciosa feijoada no dia do seu aniversário, o embaixador Pedro Luiz Rodrigues proclamou em alto e bom som: “Eu que fiz a feijoada”. Ao seu lado sua mulher, Mara, não ficou calada: “E eu cuidei dos entornos”. Pedrinho, cercado das filhas e dos amigos mais íntimos, viveu um sábado feliz, atendendo a todo o momento o celular para receber os parabéns. Antônio Gustavo Rodrigues e Mônica Jornalista Amauri Teixeira e Danielle, Doris Peixoto, diretora do Senado, com seu marido o professor João Paulo

O aniversariante e sua Mara cercados pelas filhas e netos: Ana Lúcia, Tatiana, Luiz Henrique e Júlia

gilberto Amaral

N

133

Prontas par Fotos Paulo Lima e César Rebouças

gente fina

Na moda, tudo vai mais além do lance das “cores mais fortes”, “ombros mais largos” ou “comprimentos mais longos ou mais curtos”. Esses detalhes escravizam-nos. Liberte-se das pequenezas e aposte nos conceitos por trás das tendências, tirando partido deles em um prazeroso exercícios de autoconhecimento, como essas socialites

134

Mirelle Nasr

Terezinha Galvão

Paloma Gastal

Rita Márcia Machado

Natรกlia Nasser

Ludmila Carvalho

Denise Arantes

Candice Jobim

gente fina

ara brilhar

135

cenas em

Fotos: Paulo Lima, Telmo Ximenes, Lincoln Iff, Cléo Passos, Cesar Rebouças

Inauguração concorrida do curso de Medicina no UniCeub. Presença de personalidades.

O reitor Getúlio Lopes ao lado do governador Agnelo Queiroz e do vice-governador Tadeu Filippelli

Mário Lúcio Lopes, Elizabeth Mansur e João Herculino Lopes Júnior

Ministro Marco Aurélio de Mello com a filha Letícia

Edevaldo Alves da Silva Deputada Liliane Roriz

flashes

João Pimenta da Veiga e Dácio Vieira

136

O lresidente da Câmara Legislativa, deputado Wasny de Roure, homenageou o embaixador dos Estados Unidos, Thomas Shannon, com o título de Cidadão Honorário de Brasília, em solenidade na sede do Legislativo.

Embaixador Thomas Shannon ao lado do presidente da Câmara Legislativa e do vice-presidente, Agaciel Maia

Durante a recepção pelo aniversário de Sua Majestade a Rainha Elizabeth II, com o comparecimento da sociedade brasiliense.

Marian Evans (Adida Militar) e o embaixador Alan Charlton Cleire Paniago e Maurício Gomes

Cosete Gebrim e o casal Luiz e Vera Coimbra

Lygia Leite de Camargo ao lado da filha Tânia

Sofia e Francisco Santos (filhos da aniversariante)

Ministro Cláudio Santos, a aniversariante Eliene ao lado do casal Márcia e George Zardo

flashes

Maria Inês Nogueira, Maria Helena Gomide e Oswaldo Gomide

Muito bem comemorado o aniversário da desembargadora Eliene Bastos, reunindo amigos queridos.

137

Em sessão solene no Pleno do Superior Tribunal Militar, realizada em 17 de junho do corrente ano, despediu-se daquela Egrégia Corte o Ministro CARLOS ALBERTO MARQUES SOARES, após 15 anos de relevantes serviços prestados ao STM. À sessão seguiram-se coquetel e os cumprimentos ao homenageado.

Estefânia Viveiros, Min. José Elito Siqueira, Estenio e Guilherme Campelo

Juiz Federal Alexandre Vidigal, Desembargador. Catão Alves (TRF), Ministro Artur Vidigal (STM), com Estenio e Guilherme Campelo

flashes

Min. José Coelho Ferreira, Técio Lins e Silva entre Estenio e Guilherme Campelo

Ministro Olympio Pereira Júnior e Estenio Campelo

138

Estenio e Guilherme Campelo ladeando o homenageado Min. Carlos Alberto Marques Soares e sua esposa Alda

Guilherme e Estenio Campelo com o casal Vilma Maria e o Min.Ten-Brig-do-Ar José Américo dos Santos

Técio Lins e Silva, Guilherme Campelo, Min. Elizabeth Rocha e Gen. Romeu Bastos e Estenio Campelo

O casal Verônica e o Gen. de Ex. Min. Lúcio Mário Goés

Angélica, Júlia e José Carlos Peréa

Concorrido o lançamento do livro A Herança do Homem Sábio, de José Carlos Peréa, no Restaurante Coco Bambu.

Mauro Floripes e Beto Pinheiro Ademir e Simone Zeni

Joseane e Nelson Leal

Orlando e Marinês Pauletti Sônia e Adriano D’Assunção

flashes

Ana Maria e Carlos Santos

139

Lúcia Flecha de Lima como sempre impecável em tudo o que faz. Ela recebeu, em sua chácara, amigos queridos para festejar os 80 anos do marido, Paulo de Tarso Flecha de Lima, com movimentada festa julina. Barraquinhas com deliciosos petiscos e doces mineiros fizeram a alegria dos convidados. Isabel e Beatriz ao lado da mãe recebendo todos.

Dulce Tannuri e Márcia Lima

flashes

Paola Flecha de Lima, Paulo Ribeiro e Chris Rudge

Luiz Octávio Mello, Alessandra Flecha de Lima, Adriana Rudge e César Granello

140

D. Marly e senador José Sarney rodeiam o aniversariante

Andrea Esteves, Eduardo Moscoso e Isabel Flecha de Lima

Embaixadores Carlos Garcia e Synésio Sampaio

Lúcia Flecha de Lima

no Mezanino do STF. Muito concorrido. Durante lançamento do livro Decisões de Cezar Peluso, do próprio,

e Adrielle Ministro Luis Roberto Barroso ladeado pelo ministro Carlos Ayres Britto

O autor e sua esposa, Lúcia Peluso

Deputado Paes Landim e o ministro Joaquim Barbosa

Ministro Paulo Sanseverino e Maria do Carmo com o casal ministra Maria Cristina Peduzzi e Luiz Carlos Madeira

Guida Carvalho, Carmem Menuzzi, Lúcia Itapary e Carminha Antoni

Ministros Fernando Neves, Gilmar Mendes, Carlos Mário Velloso e Carlos Eduardo Caputo Bastos

Maria Olímpia Gardino, Cosete Gebrim e Carmem Bocorny

flashes

Lucinha Itapary ganhou almoço do Clube Pró-Arte no Restaurante Piantella.

141

Como nos anos anteriores, ocorreu a 29ª Festa Junina do ministro José Jorge e sua esposa Socorro. Prestigiadíssima.

Senador Romero Jucá, Rosilene Brito, Bruno Dantas, Helga Jucá e ministro Marco Aurélio de Mello

flashes

Marly Nogueira, Rosa Duarte, Socorro Vasconcelos, Anna Maria Maciel e Alda Corrêa

142

O reitor da UnB, Ivan Camargo, e sua Gisele ao lado do casal Christiane e André Sanmarco

Cleber Oliveira, ministro José Jorge e Gilberto Kassab

Marco Maciel, ministro Guilherme Palmeira, senador Jarbas Vasconcelos e Jorge Bornhausen

Bia e Francisco Amaral, Guiomar e ministro Gilmar Mendes

Luiz Fernando Bandeira e Isabelle Argé

Roberto Wagner abriu sua casa para descontraído e bem prestigiado almoç o, em torno de Gim Argello, com grupo de empresários e jornalistas. Tarde das mais agradáveis.

flashes

Consuêlo Badra e secretário Roberto Wagner Monteiro

144

Janete Vaz, Paulo Octávio Pereira e Eda Coutinho

José Natal e Luiz Coimbra

Empresários Orlando Taurisano e Lourenço Peixoto

Luiz Claudio Cunha, Victor Paulo e Carlos Alves

Senador Gim Argello e Consuêlo Badra

Ruy Coutinho

Adelmir Santana, Laura Oliveira e Glauco Santana

para um divertido chá de Ana Beatriz Lins reuniu em sua casa, no Lago Sul, um grupo de 60 amigas panela. A noiva se casará com Eduardo Lobo no dia 24 de agosto.

Margaret Cabral , Carmelita Holanda e Gláucia Benevides Ana Beatriz ladeada por sua mãe Rita e a irmã Paula Lins

Jacqueline Magalhães, Geisha Sily e Brunella Bumachar

Ionice e Liz Lobo com Patrícia Cardoso

Iza Mozatto abriu sua residência, no Lago Sul, onde recebeu as sócias do Clube Internacional de Brasília para festejar a tradicional Festa Junina.

flashes

Sentadas: Luisa Ferreira e Renata Naoum. Em pé, Maira Amorim, Naila Rodrigues e Nívia Barreto

146

Elaine Caldas, Maria Lúcia Moriconi e Rita Márcia Machado

A presidenta do Clube, Maria Cecília Martins, entre Maria Luiza Mathias de Souza e Iza Mozatto

Isabel Breckenfeld, Fabíola Loureiro e July Benevides

Para comemorar sua nova idade, a sempre alegre e amável Rita Márcia Machado ofereceu um almoço para 150 convidados no restaurante Soho. Tudo perfeito nos seus mínimos detalhes.

Raul Pinto (genro), Mariana (filha), a aniversariante ao lado da outra filha, Natália, e o marido, Francisco Machado

Lucinha Itapary, Marisa e Victória Junqueira ao lado de Benigna Venâncio

Isabel Breckenfeld e July Benevides

Janete Vaz, Glaúcia Benevides, Sandra Costa e Bia Guimarães

flashes

Regina Moura, Gracia Cantanhede e Odette Trotta

Cláudia Galdina, Consuêlo Badra e Laís do Amaral

148

Maria Inês Nogueira, Marly Nogueira, Marizalva Campelo e Eliana Pimentel

Padre Abdon com os noivos Maria Camilla e Luiz Felipe Leal

Uma romântica história de amor entre Maria Camilla Arnez Coelho e Luiz Felipe Leal teve como cenário do casamento uma estrutura montada em um terreno da família da noiva, às margens do Lago Paranoá, onde 400 convidados disseram “presente”. Ela foi conduzida ao altar pelo pai, Ricardo, trajando belíssimo vestido do estilista Sandro Barros, ao som de Ave Maria. A mãe da noiva (vestida de Zuhair Murad), conhecida pelo olhar apurado e bom gosto, assinou o décor, por sinal impecável e deslumbrante.

Ricardo e Cristina Arnez Coelho, pais da noiva

flashes

Paulo Octávio, Anna Christina e o filho André Pereira

150

Casal Luiz Estevão e Cleucy ao lado da deputada Liliane Roriz e Cristiane Constantino Foresti

Pais do noivo, Patrícia Leal e Luiz Fernando

Marcelo Chaves, Consuêlo Badra e Tiago Correia

Rodrigo e Márcia Lima com o marido Renato Riella

Continuando com o casamento de Maria Camilla Arnez Coelho e Luiz Felipe Leal: a pista de dança foi aberta pelos noivos, comandada pelos Djs Milton Chuquer e Rodrigo Lunardelli. A decoração ficou a cargo de Cristina, mãe da noiva, juntamente com Maurício Cortês. O bufê da Sweet Cake, o bolo de Cecília Falcão, as guloseimas de Pat Piva, Marisa Doces e Barriga de Freira, os bem-casados de Marlene Pina e os drinques da Help Bar. O casal foi curtir a lua de mel em Bora Bora e Los Angeles.

Rogério Rosso e sua Karina

flashes

Isa e Antônio Matias

152

Deputada Jacqueline Roriz e o marido Manoel

Glaucia Ferrer, Adriana Colela, Consuêlo Badra e Pompeia Addario

Wilma Pereira e a filha Claudia

Bia e Sergio Koffes

Raphael e Carol Matias

numeroso grupo A MS Vip, novo ramo da MS Turismo,levou em junho último um a Sofia, em Istambul. para conhecer a bela Turquia. Na foto, o grupo em frente a Sant

Armand Pinheiro, Mércia Faria e Valéria Borges, na incrível Capadócia

A competente guia da MS VIP, Marly Pinheiro, a nutricionista Mônica Nicolau, Cida Branquinho e a enfermeira Maria Vilma dos Santos

Parte do grupo quando navegava pelo Bósforo, braço de mar que separa a Ásia da Europa

flashes

Um sonho realizado do Cadete Aviador Márcio Felippe Miranda ao receber o Espadim na Academia da Força Aérea Brasileira, ao lado de sua família.

Márcio Miranda e Felippe Miranda

154

Isabella Miranda e Márcio Felippe Miranda

Márcio Felippe Miranda e Alice Santiago


Foco Julho 214