Issuu on Google+

R E P R I N T

E S P E C I A L Revista de informação ANO X — Nº 93 — B OMNI EDITORA

www.revistafale.com.br

COBERTURA C OMPLETA 

ISSN 1519-9533 OMNI EDITORA

R$ 12,00


ISSN 1519-9533

REVISTA DE INFORMAÇÃO

EDITOR&PUBLISHER LUÍS-SÉRGIO SANTOS EDITOR ASSOCIADO Luís Carlos Martins EDITOR DE ARTE Jon Romano REDAÇÃO Luiz Antonio Alencar e Larissa

Sousa, COLABORADORES Fernando Maia, Roberto Martins Rodrigues e Roberto Costa ARTE Irosemberg Carvalho e Larissa Sousa JURÍDICO Mauro Sales BRASÍLIA (61) 8188.8873 SÃO PAULO (11) 6497.0424 IMAGEM Agência Brasil, AE, Reuters REDAÇÃO E PUBLICIDADE Omni Editora Associados Ltda. Rua Joaquim Sá, 746 n

Fones: (85) 3247.6101 n CEP 60.130-050, Aldeota, Fortaleza, Ceará n e-mail: fale@revistafale.com.br n home-page: www. revistafale.com.br Fale! é publicada pela Omni Editora Associados Ltda. Preço da assinatura anual no Brasil (12 edições): R$ 86,00 ou o preço com desconto anunciado em promoção. Exemplar em venda avulsa: R$ 12,00, exceto em promoção com preço menor. Números anteriores podem ser solicitados pelo correio ou fax. Reprintes podem ser adquiridos pelo telefone (85) 3247.6101. Os artigos assinados não refletem necessariamente o pensamento da revista. Fale! não se responsabiliza pela devolução de matérias editoriais não solicitadas. Sugestões e comentários sobre o conteúdo editorial de Fale! podem ser feitos por fax, telefone ou e-mail. Cartas e mensagens devem trazer o nome e endereço do autor. Fale! é marca registrada da Omni Editora Associados Ltda. Fale! é marca registrada no Instituto Nacional de Propriedade Industrial. Copyright © 2012 Omni Editora Associados Ltda. Todos os direitos reservados. IMPRESSÃO Halley S.A. Gráfica e Editora n Impresso no Brasil/Printed in Brazil. Fale! is published monthly by Omni Editora Associados Ltda. A yearly subscription abroad costs US$ 99,00. To subscribe call (55+85) 3247.6101 or by e-mail: df@fortalnet.com.br A Omni Editora não autoriza ninguém a falar em seu nome para angariar convites, presentes, empréstimos, permutas, benefícios de qualquer ordem. Qualquer relação comercial só terá validade sob contrato formal com a Omni através de sua diretoria.

DIRETOR EDITOR LUÍS-SÉRGIO SANTOS

TIRAGEM DESTA EDIÇÃO: 13.600 EXEMPLARES

4 Fale! | O U T U B R O 2 0 1 2


TalkingHeads, 6 Brasília, DF, 7 Cultura, 9 Política, 14 Economia, 22

Ao assumir a presidência do Tribunal Regional do Trabalho do Ceará, a Desembargadora Maria Roseli Mendes Alencar implantou o Processo Judicial Eletrônico na sua pauta de prioridades administrativas. Assim sendo, a fase inicial dos processos judiciais trabalhistas passa a ser agilizada virtualmente. PÁGINA19

Saiba de todos os detalhes dos preparativos para a tão esperada presença da Copa Mundial de Futebol 2014 em Fortaleza. Toda uma infraestrutura está sendo montada, incluindo uma praça de esportes com 66 mil lugares, estacionamento, centro olímpico, piscina e ginásio multiuso, além de geração de energia eólica PAGINA 14

O escritor Lira Neto resgata a história original de Getúlio Vargas, o carismático político brasileiro, em uma biografia completa, com abordagem jornalística e objetiva, visando refazer de modo minuncioso a trajetória política e pessoal desse personagem da história brasileira com a máxima isenção possível. PAGINA 10

Vai ao fundo do teu ser, bata na porta e pergunta ao teu coração o que ele sabe. WILLIAM SHAKESPEARE,

Consumo, 32 Persona,64

A FRACA RECUPERAÇÃO GLOBAL DEPENDE DO PROGRESSO DA EUROPA E DOS ESTADOS UNIDOS O Fundo Monetário InternacionalFMI indica que o crescimento sofreu uma queda de rítmo em algumas economias emergentes como o Brasil, a China e a Índia.

dramaturgo Inglês O U T U B R O 2 0 1 2 | Fale! 5


O Fundo Monetário Internacional reduz ligeiramente os prognósticos de crescimento para 2012 e para 2013. Riscos para a estabilidade financeira aumentaram no segundo trimestre mas ajustes fiscais prosseguem dentro das expectativas

RUMO INCERTO

U

A fraca recuperação global depende do progresso da Europa e dos Estados Unidos

MA JÁ MOROSA RECUPERAÇÃO GLOBAL mostra sinais de crescente enfraquecimento , principalmente em face dos contínuos problemas financeiros na Europa e um crescimento abaixo do esperado nas economias emergentes, segundo declarou o Fundo Monetário Internacional em uma atualização regular de seu Panorama Econômico Mundial.Dois outros relatórios do FMI foram também lançados no dia 16 de julho último. A atualização do Relatório sobre Estabilidade Financeira Global assinala que os riscos para a estabilidade financeira aumentaram no segundo trimestre de 2012, devido a lenta recuperação global, e os temores acerca da qualidade dos ativos bancários na Europa. Uma atualização do monitor fiscal do FMI indica contudo que um ajuste fiscal nas economias avançadas e emergentes prossegue dentro das expectativas. 6 Fale! | O U T U B R O 2 0 1 2


As últimas projeções do Panorama Econômico Mundial, indicam que a economia global crescerá 3,5 % este ano, menos 0.1 % pontos percentuais do que as projeções de abril de 2012, e 3.9 % em 2013, 0.2% pontos percentuais mais baixo do que o previsto pela tabela de projeções do Fundo Monetário Internacional. RISCOS PARA A RECUPERAÇÃO “Mais preocupantes do que essas revisões dos prognósticos básicos é o aumento dos riscos de queda,”afirmou Olivier Blanchard, economista chefe e diretor do Departamento de Pesquisa do FMI, que prepara o Panorama Econômico Mundial. O FMI enfatizou ainda que a menor queda registrada no panorama global sob projeções básicas é assentada em três suposições importantes: Que será posta em prática toda uma política de ação em favor da criação de condições financeiras na chamada área periférica do euro, que inclui Grécia e Espanha, que deverá ser atenuada em 2013. A política fiscal norte-americana não sofrerá um arrocho acentuado em 2013. Alguns dos maiores mercados emergentes darão passos importantes no sentido de estimular o controle dos ganhos de crescimento. O FMI declarou que o risco mais imediato para a recuperação global é justamente uma demorada ou insuficiente ação política que possa aumentar a escalada da crise na zona do euro. “ Em termos simples, os países periféricos do euro, terão que ser bem sucedidos,” afirmou Blanchard.

O crescimento sofreu uma queda de ritmo em algumas economias emergentes como o Brasil, a China e a Índia.

O relatório citou acordos na reunião de cúpula da zona do euro de 28 de junho de 2012, como um passo dado na direção certa. Ela afirma ainda que as ações da reunião de cúpula deverão ajudar a quebrar “ os elos adversos entre os Estados soberanos e os bancos”, dando ensejo à criação de uma entidade unificadora das instituições bancárias. Acontece que a recente deterioração no mercado de débitos soberanos demonstra que uma oportuna implementação dessas medidas, aliadas a avanços significativos por parte das coalizões bancárias e fiscais, devem ser uma prioridade. A atualização do World Economic Outlook — Panorama Econômico Mundial — também mencionou a possibilidade que o crescimento dos Estados Unidos seria travado por conta do excessivo arrocho fiscal causado pelo co-

lapso político. “ Numa abordagem extrema, se os políticos falharem em atingir um consenso no sentido de aumentar algumas reduções de impostos temporárias, e de reverter profundos cortes de gastos automáticos”, a economia norte-americana pode se deparar com um vertiginoso declínio de mais de 4% do Produto Interno Bruto( PIB) no seu deficit fiscal de 2013. O tal chamado precipício fiscal poderia causar um severo declínio no crescimento dos Estados Unidos, com “ significativos reflexos para o resto do mundo.” Além disso, caso os Estados Unidos não ajam prontamente para aumentar o débito de seu teto fiscal, crescerá o risco de uma ruptura no mercado financeiro e uma subsequente perda de confiança tanto para o consumo como para os negócios. O crescimento sofreu uma queda de rítmo em algumas economias emergentes como o Brasil, a China e a Índia. Isso se deveu a um fraco ambiente externo e mais uma aguda desaceleração na demanda doméstica como resposta aos limites de capacidade e à política de arrocho. Além de tudo, apesar dos pesares, os mercados emergentes superaram a crise de modo satisfatório. Em contraste com as amplas tendências no resto do mundo, o crescimento no Oriente Médio e no Norte da África será mais forte, na medida em que exportadores chave de petróleo continuam a impulsionar a produção dirigindo para cima a demanda doméstica, enquanto a atividade na Líbia passa por uma fase de recuperação após a agitação de 2011. A ÁfriO U T U B R O 2 0 1 2 | Fale! 7


ca Sub-Saariana, que se manteve ilhada contra os impactos financeiros externos,está também sob expectativa de desfrute de um relativamente robusto crescimento no período entre 2012-2013. RISCOS FINANCEIROS AUMENTAM Riscos para a estabilidade financeira têm aumentado desde o Relatório sobre Estabilidade Financeira Global de abril de 2012, a medida em que a recuperação global ainda se debate e apresenta temores acerca da qualidade dos ativos bancários na Europa, causando turbulência nos mercados financeiros, segundo ainda os mais recentes relatórios do FMI. Muitos procedimentos da mesma natureza na Europa e nos Estados Unidos que o Panorama da Economia Global identifica como ameaças ao crescimento global, o Relatório sobre Estabilidade Financeira Global assegura que podem ameaçar a estabilidade financeira e causar uma erosão de confiança no mercado financeiro. A atualização do Relatório sobre Estabilidade Financeira Global citou ainda um acordo da reunião de cúpula no sentido de se criar uma coalizão bancária envolvendo toda a Europa, o que iria ajudar a quebrar os elos negativos entre os governos e os bancos. Ela mencionou também a decisão de se criar um único supervisor bancário, juntamente com a injeção direta de capitais em bancos do fundo de resgate europeu, conhecido como Mecanismo Europeu de Estabilidade. Na realidade, são passos significativos no intuito de abordar a crise imediata, mas ainda há muitas outras contingências em pauta. “ As ações dos líderes europeus constituem um passo significativo na direção do assentamento da união monetária da Europa em solo mais firme,” afirmou José Viñals, Conselheiro Financeiro do FMI e chefe do Departamento de Capital e Marketing que produziu 8 Fale! | O U T U B R O 2 0 1 2

As ações dos líderes europeus constituem um passo significativo na direção do assentamento da união monetária da Europa em solo mais firme

o Relatório sobre Estabilidade Financeira Global. O FMI afirmou ainda que os políticos devem dar passos adicionais no intuito de construir confiança no progresso no qual eles geraram expectativa. Em síntese, os políticos devem resolver a incerteza acerca da qualidade dos ativos bancários, e apoiar o fortalecimento dos balancetes das instituições bancárias, através da recapitalização, reestruturação ou resolução. Os países devem também disponibilizar seus previamente acordados compromissos políticos no sentido de robustecer as finanças públicas e legalizar reformas estruturais saneadoras. Estes passos devem ser complementados por mais progresso em direção a uma desenvolta unifica-

ção bancária, e uma mais profunda integração fiscal. Para a unificação bancária, as medidas conducentes a um único regulador devem ser complementadas por um esquema de garantia de seguro de depósito pan-europeu, e um mecanismo de resoluções bancárias com suporte comum. O Relatório sobre Estabilidade Financeira Global afirmou ainda, que o despenhadeiro fiscal nos Estados Unidos não foi satisfatoriamente resolvido, e que pode haver ainda mais descidas da dívida norte-americana, que poderiam ter um impacto negativo na confiança no mercado financeiro. Os mercados emergentes enfrentam desafios tanto domésticos como externos, segundo o Relatório sobre Estabilidade Financeira Global. Na frente doméstica, os políticos são confrontados com um crescimento desacelerado e com o legado de um aumento de crédito muito rápido que vem ocupando espaço nesses últimos anos. Muitos mercados emergentes encaram também um fluxo de capital volátil e preocupações acerca de rápida depreciação. Alguns países ainda dispõem de espaço para alívio monetário, para responder a grandes e adversos choques domésticos ou externos, enquanto o estímulo fiscal permanece uma segunda linha de defesa. O relatório advertiu que um amplo estímulo ao crédito politicamente induzido, poderia elevar o interesse na qualidade dos ativos, e potencialmente debilitar o crescimento do Produto Interno Bruto e a estabilidade financeira nos anos posteriores. AJUSTE FISCAL NOS TRILHOS Enquanto isso os relatórios atualizados do Monitor Fiscal do FMI, afirmam que o ajuste fiscal está se processando geralmente como esperado em economias tanto avançadas, como emergen-


tes. Os deficits orçamentários nas economias avançadas estão com previsão de declínio em cerca de 0,1 por cento do Produto Interno Bruto-PIB, em 2012, um dado que leva ao compromisso entre restaurar a sustentabilidade fiscal e apoiar o crescimento. Em muitas economias emergentes, os deficts estão projetados para permanecerem amplamente inalterados entre 2012-2013, implicando em um rítmo levemente mais lento de ajuste, do que o previamente esperado, algo que o relatório vê como apropriado, levando-se em conta as posições fiscais geralmente mais fortes desses países, e os riscos para baixo da economia global. Contudo, o FMI faz as mesmas colocações. “Um foco nos alvos de defict nominal, poderia conduzir a um excessivo arrocho, se o crescimento enfraquecer nas economias avançadas.,” afirmou Carlo Cottarelli , Diretor do Departamento de Assuntos Fiscais do FMI, que prepara o monitor fiscal. “ Para países que dispõem de espaço para assim procederem, o foco deveria ser nas medidas a serem implementadas para a melhoria das finanças públicas, que seriam preferíveis.” Tanto a Espanha, como a Itália, estão implementando consideráveis reduções de deficit nos próximos dois anos, visando readquirir confiança no mercado, afirmou o FMI. Nos três países da zona do euro com programas respaldados por empréstimos da União Européia e do FMI-Grécia, Irlanda e Portugal- o ajuste está tendo prosseguimento, mas a recente deterioração no clima político e econômico na Grécia, serve como uma advertência acerca do potencial choque da “ fadiga de ajuste”, que permanece uma ameaça para as continuadas reformas, afirmou o Monitor Fiscal. n IMF Survey Magazine: In the News, publicação virtual do Fundo Monetário Internacional FONTE

Últimas projeções do FMI A economia mundial deve crescer moderadamente no próximo ano. PROJEÇÕES

2012

2013

PROJEÇÃO MUNDIAL

3.5

3.9

Economias Avançadas

1.4

1.9

Estados Unidos

2.0

2.3

Zona do Euro

-0.3

0.7

Alemanha

1.0

1.4

França

0.3

0.8

Itália

-1.9

-0.3

Espanha

-1.5

-0.6

Japão

2.4

1.5

Reino Unido

0.2

1.4

Canadá

2.1

2.2

Outras Economias Avançadas Economias Asiáticas Récem Industrializadas Economias Emergentes e em Desenvolvimento Europa Central e Oriental Comunidade Estados Independentes Rússia

2.4

3.4

2.7

4.2

5.6

5.9

1.9

2.8

4.1

4.1

4.0

3.9

Excluindo a Rússia

4.5

4.5

Ásia em Desenvolvimento

7.1

7.5

China

8.0

8.5

Ìndia

6.1

6.5

Asean 5 (1)

5.4

6.1

América Latina e Caribe

3.4

4.2

Brasil

2.5

4.6

México

3.9

3.6

Oriente Médio e Norte da África

5.5

3.7

África Subsaareana

5.4

5.3

África do Sul

2.6

3.3

(1)-Indonesia, Malásia, Filipinas, Tailândia e Vietnam O U T U B R O 2 0 1 2 | Fale! 9


CEARENSES MAIS INFLUENTES 2012

10 Fale! | O U T U B R O 2 0 1 2


A L I S TA D E 2 0 1 2

ÍCONES Adauto Bezerra, Humberto Bezerra POLÍTICOS Cid Gomes, Antônio Balhmann, Arialdo Pinho, Artur Bruno, Danilo Forte, Domingos Neto, Eunício Oliveira, Ferrúccio Feitosa, Heitor Férrer, Inácio Arruda, Luizianne Lins e Roberto Cláudio EMPRESARIOS & EMPREENDEDORES Beto Studart, Francisco Baltazar, Ivens Dias Branco, Joana Jereissati e Roberto Macêdo ARTISTAS&INTELECTUAIS Cláudio Lenz Cesar, Falcão, Lira Neto, Preto Zezé PROFISSIONAIS LIBERAIS Edilmar Norões, Eliomar de Lima, Evangelista Torquato, Lúcio Brasileiro, Orlando Mota, Tales de Sá Cavalcante e Valdetário Monteiro ESPORTES Robinson de Castro e Silva

O QUE É INFLUÊNCIA

“Ato ou efeito de influir; influxo. Ação que uma pessoa ou coisa exerce sobre a outra; influxo. Animação, entusiasmo. Prestígio, crédito. Ascendêcia, predomínio.” VERBETE INFLUÊNCIA DO DICIONÁRIO AURÉLIO DA LÍNGUA PORTUGESA.

“A palavra influência tem um sentido tão amplo, que o próprio conceito se torna limitado para conter seu significado pleno e raio de ação.” LUÍS SÉRGIO SANTOS, diretor da Omni Editora

O U T U B R O 2 0 1 2 | Fale! 11


UM TIME A 12 Fale! | O U T U B R O 2 0 1 2


ARROJADO O U T U B R O 2 0 1 2 | Fale! 13


CEARENSES MAIS INFLUENTES 2012

DEPOIMENTOS

HEITOR FÉRRER, DEPUTADO ESTADUAL “O homem público vive de imagem, e é muito gratificante quando ele tem pela sociedade o reconhecimento. Estar dentro do estado do Ceará entre dezenas, centenas, milhares de pessoas como um dos trinta cearenses mais influentes é uma homenagem que nos enche de orgulho.” ROBERTO CLÁUDIO, DEPUTADO ESTADUAL “A minha gratidão a essa homenagem vem também com o sentimento de responsabilidade para continuar merecedor do carinho daqueles que me consideraram dentro dessa lista de ilustríssimos cearenses.” EVANGELISTA TORQUATO, MÉDICO “Ser pai, ser mãe é condição básica para a felicidade humana. Até o último dia que eu estiver aqui, nesta passagem, lutarei de forma incessante para que este sonho possa ser devolvido a esses casais.” ROBINSON DE CASTRO E SILVA: “Primeiro eu queria agradecer à Omni Editora, ao Luís Sérgio, à Isabela, aos meus amigos que me acompanharam e agradecer a generosidade daquelas pessoas que me escolheram para receber este prêmio.” 14 Fale! | O U T U B R O 2 0 1 2

N

O DIA 12 DE JULHO DE 2012, A OMNI EDITORA PRESTIGIOU OS 30 CEARENSES MAIS INFLUENTES 2012 NO SALÃO ATLÂNTICO HALL

DO MARINA PARK HOTEL. O

prêmio está em sua terceira edição e busca, por meio de votação de eleitores e internautas, homenagear cearenses ilustres que trabalham para o desenvolvimento do estado e que tem reconhecimento nacional e internacional. Para Luís Sérgio Santos, diretor da Omni Editora, a ideia se inspirou na publicação americana Time, que elege As 100 Pessoas Mais Influentes do Mundo.


As categorias desta edição foram seis: Ícones, que homenageou os irmãos Adauto e Humberto Bezerra, Políticos, representada pelo governador Cid Gomes, Antônio Balhmann, Arialdo Pinho, Artur Bruno, Danilo Forte, Domingos Neto, Eunício Oliveira, Ferruccio Feitosa, Heitor Férrer, Inácio Arruda, Luizianne Lins e Roberto Cláudio, Empresários&Empreendedores com Beto Studart, Francisco Baltazar, Ivens Dias Branco, Joana Jereissati e Roberto Macêdo, a categoria Artistas&Intelectuais homenageou o cientista Cláudio Lenz, o cantor Falcão, o escritor Lira Neto e o coordenador da CUFA-Ce Preto Zezé, Profissionais Liberais foi representada pelos jornalistas Edilmar Norões e Eliomar de Lima, pelo médico Evangelista Torquato, pelo escritor Lúcio Brasileiro, pelo publicitário Orlando Mota, pelo educador Tales de Sá Cavalcante e pelo presidente da OAB/ce Valdetário Monteiro, e Esportes com o vicepresidente do ceará Sporting Clube Robinson de Castro e Silva.

O troféu dos 30 cearenses mais influentes 2012 foi arquitetado por Sônia Bayma. A decoração da festa ficou por conta da designer-floral e decoradora Érika Martins e os recursos de áudio e vídeo com a Z Soluções Audiovisuais. A animação da noite dos 30+ (como o evento é conhecido) foi comandada pela banda Nagib Acário. A festa reuniu os homenageados e seus familiares numa noite de premiação, elegância, reconhecimento e muita alegria. A premiação teve início com prelúdio com a música “Do Além do Arco-íris” na voz de Tuane Colaço e sax de Kelson Soares. O diretor da Omni Editora, o jornalista Luís Sérgio Santos, abriu a premiação com discurso de agradecimento aos homenageados. Em seguida, o cientista Cláudio Lenz falou um pouco sobre Física. Ele realizou uma mini palestra sobre Bosón de Higgs com ajuda de episódio da engraçada série americana “The Big Bang Theory” para que a plateia melhor entendesse a respeito do assunto. DECORAÇÃO. 1. Detalhe no arranjo de flores decordado por Érica Martins 2. Salão Atlântico Hall (Marina Park Hotel) pronto para receber os 30 cearenses mais influentes 2012

O U T U B R O 2 0 1 2 | Fale! 15


CEARENSES MAIS INFLUENTES 2012

DEPOIMENTOS

TALES DE SÁ, PROFESSOR. “Sou apenas um recebedor simbólico deste troféu, na realidade eu não sou possuidor dele. Os possuidores são os meus 1.532 colegas de trabalho lá no Farias Brito. E tudo que o Farias Brito conquistou, incluindo este troféu, ele conseguiu num conselho de time, onde quando o goleiro está machucado, o centro avante vai para o gol e exerce a função do goleiro.” DOMINGOS NETO: “É um momento muito especial para mim, aos 24 anos, estar no hall com essas 30 pessoas, de todos os setores importantes da sociedade cearense. Que esse símbolo possa servir para a nossa juventude de que com dedicação, com esforço, com trabalho, com paixão pelo servir, com renúncia, nós podemos sim estar representando, estar protagonizando em qualquer que seja das nossas atividades.”

16 Fale! | O U T U B R O 2 0 1 2

A premiação foi narrada por Malu Cavalcanti, da Priscila Eventos. Após o recebimento do prêmio, cada homenageado tinha o tempo de 1 minuto para os agradecimentos. “A essas pessoas [30 cearenses mais influentes 2012], onde eu me insiro como um deles, o Ceará lhes deve muito. Portanto, eu, deputado estadual, representando 8,5 milhões de pessoas me sento muito honrado com essa homenagem, que é do povo do Ceará”, afirmou o deputado Heitor Férrer. O empresário Francisco Baltazar, o “homem dos fotosensores” que trouxe a tecnologia para o tráfego, durante o seu discurso, também falou sobre a alegria de estar entre nobres cearenses. “Para mim é uma honra poder estar ao lado de tantos cearenses ilustres cujos serviços transcendem o nosso grande estado e as fronteiras do nosso belo país. Eu queria dedicar esta homenagem aos meus familiares, aos

meus sócios e aos meus colaboradores, que são a base e o alicerce do que eu tenho feito.” O advogado e presidente da seccional Ceará (OAB/CE), Valdetário Monteiro, dedicou o troféu à advocacia do estado do Ceará. “Fazer justiça na Terra do Sol não é fácil, mas a advocacia vem mostrando cada vez mais que é possível lutar, que é possível sonhar e transformar o sonho da nossa população em realidade”, disse. E mesmo os homenageados que não puderam comparecer ao evento por motivos pessoais enviaram representantes ou notas de esclarecimento. “Gostaria muito de estar presente para abraçar cada um destes pessoalmente e compartilhar com eles esse momento. Agradeço a todos que indicaram meu nome para esta lista”, foram as palavras do empresário Beto Studart em nota. Ao final da premiação, foi servido um coquetel aos convidados. Confira a galeria de fotos do evento.


DADOS ESSENCIAIS O PROJETO

2

3

O PRÊMIO

O troféu que premiou os 30 cearenses mais influentes 2012 é obra da arquiteta e designer Sônia Bayma com confecção da empresária Ligia Dourado — ACRILTEC. A peça, toda em acrílico, é dotada de leveza, encantando com seu design mini-

1

malista e contemporâneo. A versão do Troféu Omni 2012, assim como as das outras edições, também simbolizou a “criação”, conceito concretizado pela Omni Editora. Porém, dessa vez, a mão de Deus, de onde tudo partiu, foi reformulada para várias mãos, recebeu um toque de sofisticação e foi representada pelas seis placas de acrílico milimet-

ricamente iguais. Dimensões tão simétricas que representam a perfeição da criação. As seis placas remetem também às seis categorias: Artistas e Intelectuais, Empresários & Empreendedores, Esportes, Ícones, Profissionais Liberais e Políticos. O troféu também enaltece o poder Divino, assim como a influência que dele provém.

DIMENSÕES. 1. O projeto final recebeu algumas modificações e detalhes. Cada placa com 7 cm de altura apoiadas em uma base de 13,5x10. 2. Cada placa com 20 cm de comp. 3. O espaço e a largura das placas de 0,5 cm. Os troféus 30 Cearenses Mais Influentes 2012 expostos antes da premiação

O U T U B R O 2 0 1 2 | Fale! 17


CEARENSES MAIS INFLUENTES 2012

ICONES. As gêmeas Joana e Juliana — ao lado da mãe, Isabela — entregaram Trofeu aos irmãos Humberto e Adauto, gêmeos

18 Fale! | O U T U B R O 2 0 1 2


O U T U B R O 2 0 1 2 | Fale! 19


CEARENSES MAIS INFLUENTES 2012

Coronel Adauto Bezerra e Jackson Pereira se cumprimentam

Luís Sérgio Santos e Ana Luiza Madeiro Diogo Cruz 20 Fale! | O U T U B R O 2 0 1 2

Ferruccio Feitosa


Gaudêncio Lucena, Eunício Oliveira, Inácio Arruda, Carlos Castelo e Domingos Filho

Moroni Torgan e Luís Sérgio Santos

Heitor e Gabriela Férrer O U T U B R O 2 0 1 2 | Fale! 21


CEARENSES MAIS INFLUENTES 2012

Cláudio Lenz e Prof. Mauro

Daniel Mota Gutiérrez e Roberto Macêdo

Coronéis Adauto e Humberto Bezerra com Luís Sérgio Santos e Isabela Martin

Tales de Sá e Nelson Gonçalves 22 Fale! | O U T U B R O 2 0 1 2

Domingos Neto recebe o prêmio das mãos do pai Domingos Filho


Coronel Adauto Bezerra e Luís Sérgio Santos

Bruno Menezes, Daniel Oliveira e César Pinheiro

Preto Zezé e Luís Sérgio Santos

Demétrio Andrade O U T U B R O 2 0 1 2 | Fale! 23


CEARENSES MAIS INFLUENTES 2012

Roberto Moreira e Orlando Mota

Aline Pinho e Reno Ximenes

Eunício Oliveira

Roseane Medeiros e Francisco Baltazar 24 Fale! | O U T U B R O 2 0 1 2

Roberto Cláudio e Domingos Filho


Aurileda Torquato, Dr. Evangelista Torquato e Evangelista Torquato (pai)

Bia Bocaiúva e Luís Sérgio Santos

Roberto Cláudio e sua esposa Carol

Valdetário Monteiro O U T U B R O 2 0 1 2 | Fale! 25


CEARENSES MAIS INFLUENTES 2012

Fernando Férrer, Luis Sérgio Santos e Evangelista Torquato

Natércia Rios e Artur Bruno 26 Fale! | O U T U B R O 2 0 1 2

Coronel Adauto Bezerra


Carlos Bentivi, Valdetรกrio Monteiro e Salmito Filho

Clรกudio Lenz

ร‰rika e Assis Martins O U T U B R O 2 0 1 2 | Fale! 27


CEARENSES MAIS INFLUENTES 2012

Darlan Leite e Evangelista Torquato

Edilmar Norões e Paulo César Norões

Alfredo Marques, Sõnia Bayma, Luís Sérgio santos e Samires Queiroz

Tales de Sá e Orlando Mota 28 Fale! | O U T U B R O 2 0 1 2

Edilmar Norões


Solange Benevides, Fernanda Quinderé, Inácio Arruda, Fátima Catunda e Gláucia Viana

Eliomar de Lima e Paulo Gomes

Francisco Baltazar

Chico Mauro, Tânia Vieira e Artur Bruno O U T U B R O 2 0 1 2 | Fale! 29


CEARENSES MAIS INFLUENTES 2012

Tim Gomes, Luis Sérgio Santos e Paulo Gomes

Eunício Oliveira e Gaudêncio Lucena 30 Fale! | O U T U B R O 2 0 1 2

Robinson de Castro e Silva


FĂĄbio Pizzato e Luis SĂŠrgio Santos

Aline Pinho

Silvana e Adauto Bezerra O U T U B R O 2 0 1 2 | Fale! 31


CEARENSES MAIS INFLUENTES 2012

Luis Sérgio e Inácio Arruda

Artur Bruno e Demétrio Andrade

Epitácio Vasconcelos, Priscila Cavalcanti, Montiele e Humberto Arruda

Ana Karine, valdetário Monteiro e Maria Inês Andrade Monteiro 32 Fale! | O U T U B R O 2 0 1 2

Gutemberg Figueiredo e Luis Carlos Martins


Demétrio Andrade e Isabela Martin

Domingos Neto e a namorada Lívia Feitosa

Samires Queiroz e Anne Tonante

Célia e Luiz Antônio Alencar

Preto Zezé O U T U B R O 2 0 1 2 | Fale! 33


CEARENSES MAIS INFLUENTES 2012

Prof. Mauro, Luís Sérgio Santos, Chico Mauro e Isabela Martin

Feruccio Feitosa e Teka Lenz 34 Fale! | O U T U B R O 2 0 1 2

Gutemberg Figueiredo


Assesores e amigos do homenageado Antônio Balhmann

Heitor Férrer

Roberto Macêdo e Luis Sérgio Santos O U T U B R O 2 0 1 2 | Fale! 35


CEARENSES MAIS INFLUENTES 2012

Jackson Pereira e Ferreira Aragão

Luis Carlos Martins, Sônia Bayma e Alfredo Marques

Paulo César Norões, Roberto Moreira e Luis Sérgio Santos

Lucas Lenz, Cláudio Lenz e Letícia Lenz 36 Fale! | O U T U B R O 2 0 1 2

Jaqueline e Tales de Sá Cavalcante


Nelson Gonçalves e Cleide Castro

Orlando Mota, Mariana Feitosa, Isabela Martin e Luis Sérgio Santos

Priscila Cavalcanti, Norma e Humberto Bezerra

Eliomar de Lima

Preto Zezé e Manoel Pereira O U T U B R O 2 0 1 2 | Fale! 37


38 Fale! | O U T U B R O 2 0 1 2


BILL CLINTON O HOMEM POR DETRÁS DO POLÍTICO

F

ALAR DA CARREIRA POLÍTICA DE BILL CLINTON PODE PARECER MERA REDUNDÂNCIA, JÁ QUE sua exaustiva exposição de mídia poderia o ter tornado até um lugar comum na imprensa internacional. Acontece que este simpático e carismático cidadão nascido William Jefferson Blythe III, em Hope Arkansas, no dia 19 de agosto de 1946, tem como peculiaridade ser o primeiro presidente norte-americano nascido após a Segunda Grande Guerra Mundial, e também um dos mais altos (1,88), faz o diferencial entre outros líderes norteamericanos justamente por conta de sua personalidade curiosa. Clinton desde cedo se revelou um músico habilidoso, tocando saxofone tenor com primor desde a sua adolescência na Hot Springs High School, onde se revelou também como líder estudantil e um leitor ávido e constante. Na mesma escola, Clinton fez parte do côro, ganhou a primeira cadeira na seção de saxofone da orquestra, acontece que a vida pública exerceu sobre sua jovem

personalidade logo um atrativo bem maior, como ele mesma revela em sua autobiografia “My Life” (Minha Vida): “Em determinado momento, por volta dos meus 16 anos de idade, eu decidí que queria estar na vida pública através de uma eleição oficial. Eu amava a música, mas pensei que até que poderia ser muito bom como músico, só que sabia também que nunca

poderia ser um John Coltrane ou um Stan Getz.” Na sua festa de posse ele tocou saxofone numa demonstração de que o músico ainda convivia harmonicamente com o chefe de Estado. Clinton revela contudo que dois momentos em sua vida foram marcantes para que ele resolvesse ingressar na vida pública, ambos ocorridos no ano de 1963. Um deles foi uma visita como senador O U T U B R O 2 0 1 2 | Fale! 39


Boys Nation à Casa Branca para encontrar o Presidente John Kennedy, o outro o famoso discurso de Martin Luther King,“Eu tenho um sonho” (I have a dream), que o impressionou tanto a ponto dele memorizá-lo mais tarde. Em 2006, Bill Clinton abriu show dos Rolling Stones em Nova Iorque para uma produção cinematográfica de Martin Scorcese com um discurso bem light sobre a banda, e ainda levou a mulher Hillary Clinton, a sua sogra Dorothy e um grupo de amigos e convidados para conhecer os Stones pessoalmente e ainda curtir o show. Em suma, Clinton demonstrou que curte um bom e velho rock and roll. No documentário Keith Richards, guitarrista dos Rolling Stones, até brincou com o baterista da banda Charlie Watts, fazendo um trocadilho: “Hey, Clinton, I Bushed” (Ei, Clinton, eu Bushei), se referindo de maneira jocosa ao presidente George Bush. Uma brincadeira bem camarada, portanto. Quando Clinton tocou saxofone no The Arsenio Hall Show, ele foi descrito por alguns conservadores religiosos como “o presidente MTV”. Contudo, à frente da mais forte nação do planeta, Bill Clinton incluíu em seu programa de governo reformas na área da educação, a restrição de venda de armas, o fortalecimento às leis do meio-ambiente e proteção ao emprego de pais que têm que cuidar de filhos doentes. Internacionalmente, colocou nas suas prioridades, a redução de barreiras de comércio (NAFTA) e a mediação de conflitos na Irlanda do Norte e entre árabes e palestinos. Os anos Clinton foram marcados por um grande desenvolvimento econômico, inclusive com o déficit fiscal da era Reagan sendo reduzido. Ao deixar o cargo, Bill Clinton teve o maior índice de aprovação para 40 Fale! | O U T U B R O 2 0 1 2

um presidente norte-americano com 58% de aprovação positiva. Mantendo uma certa linha controversa, Clinton implementou uma ordem oficial no Departamento de Defesa Norte-americano conhecido como “Don’t Ask, Don’t Tell” (Nunca pergunte. não diga.) permitindo a homens e mulheres de orientação sexual gay a servir nas forças armadas, desde que mantivessem a sua sexualidade em segredo e proibindo os militares a fazer perguntas a respeito. Depois de muita polêmica, a preferência sexual foi definitivamente excluída como motivo de exclusão das forças armadas americanas em 2011. n

Bill Clinton fala sobre interdependência global e os desafios da globalização para mais de 5 mil pessoas no 19º Congresso Brasileiro de Contabilidade em Belém – PA.


O Pensamento de Clinton

U

ma compilação de frases de Bill Clinton poderá criar uma painel de avaliação da personalidade de um homem que mesmo na presidência dos Estados Unidos, conseguiu sair do esquema de pompa e circunstância que o cargo requeria, para ser aquilo que ao que tudo indica ele sempre fez questão de ser: um cidadão igual aos outros. “Se você viver muito tempo, irá cometer muitos erros, mas se você aprender com eles, irá se tornar uma pessoa bem melhor. O importante é nunca desistir, nunca desistir. Não podemos construir nosso próprio futuro, sem ajudar ás pessoas a construir o seu. As vezes quando as pessoas estão estressadas, elas detestam pensar, acontece que

é justamente nessa hora que você precisa pensar mais. A pobreza global é um barril de pólvora que pode incendiado pela nossa indiferença. O propósito dos políticos é dar ao povo ferramentas para fazer o melhor pelas suas vidas. A estrada para a tirania começa com a destruição da verdade. O pessimismo é uma desculpa para não tentar e uma garantia para o fracasso pessoal.” “Apesar de marchamos segundo a música do nosso tempo, nossa missão é atemporal. Se nós quisermos investir na prosperidade da nossa nação, devemos investir na educação de nossas crianças para que os seus talentos possam ser amplamente aproveitados. Todo mundo deve ser levado em conta, todo mundo merece uma chance, todo mundo tem

O ex-presidente dos EUA Bill Clinton com o governador do Ceará Cid Gomes um papel responsável para desempenhar, e nós fazemos melhor quando fazemos juntos. Cobrar menos impostos e gastar mais.... pode ser diversão a curto prazo mas é também uma receita para o desastre. Quando as nossas memórias pesam mais do que os nossos sonhos, é porque nós ficamos velhos. Ser presidente é como administrar um cemitério, você tem um monte de gente abaixo de você é ninguém lhe escuta. Eu posso não ter sido um grande presidente, mas eu tive os oito anos mais divertidos da minha vida. Nós devemos ajudar as pessoas mais jovens a reconhecer a sua própria capacidade de fazer o bem, e ajudá-los a descobrir as recompensas da generosidade.” O U T U B R O 2 0 1 2 | Fale! 41


ELEITOR SE TORNA PARCEIRO POLÍTICO NAS MÍDIAS SOCIAIS Por Luiz Antônio Alencar

C

OM A PRESENÇA DAS MÍDIAS SOCIAIS NO COTIDIANO DO CIDADÃO, o eleitor se torna assim um novo e participativo agente no processo político-eleitoral. Começa pelo nivelamento do político ou candidato com o eleitor, sem nenhum distanciamento através da intimidade virtual de um twitter ou um facebook. Por conta dessa ferramentas o corpo a corpo político transcende o período eleitoral e continua no campo virtual, a nível de um clima de monitoramento e cobrança, de modo que o homem comum se nivela com o candidato ou político eleito no processo de participação social.

Assim sendo, o diálogo e a transparência permanecem, no que as mídias sociais mudaram o jogo político tradicional. Assim sendo, o monitoramento de fatos 42 Fale! | O U T U B R O 2 0 1 2

recorrentes como desvio de conduta, desrespeito à coisa pública e promessas não cumpridas e outras derrapagens éticas facilitam todo um trabalho de rastreamento, co-

laboração, registro, réplica e classificação por parte do cidadão comum que faz das mídias sociais um observatório constante de modo a detectar possíveis turbulências ou


atalhos comportamentais antes raramente detectáveis. Quem julga contudo que a utilização de redes sociais conduz a um sucesso garantido nas urnas, está apenas abordando um lado da questão. De acordo com a revista VEJA, o presidente da Agência de Publicidade e Marketing Político Propeg Fernando Barros adverte que “será preciso montar estratégias criativas, inéditas e que trabalhem a customização das mensagens para grupos específicos, deixando de lado os boletins generalistas”. Segundo ainda a publicação, outro especialista em marketing político, o Consultor Gaudência Torquato, afirma que as redes sociais podem modificar a cultura de participação do povo brasileiro no processo político em geral. “Nunca se viu tanta propagação de mensagens de interesse político na internet: se acontece um escândalo, uma votação polêmica em Brasília, imediatamente as pessoas começam a se manifestar nos blogs.” Ao que parece, uma das ferramentas preferida pelos políticos brasileiros é o Twitter, um microblog que aceita textos de no máximo 140 caracteres, muito popularizado pela facilidade de postagem de mensagens a partir do computador ou celular. Voltando ainda a Fernando Barros na mesma matéria, ele menciona o processo de humanização do candidato nas eleições legislativas de Angola em 2008, quando o Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) obteve 80%. Lá a estratégia desenvolvida pelo publicitário foi justamente aproximar o político do eleitorado. “Quando um político comenta em uma rede social a música que está ouvindo, ele humaniza a sua figura e se aproxima do eleitor. É impressionante como funcionou:o resultado foi muito superior ao esperado,”comentou Barros. É muito simples: as regras do novo

jogo político, tendo como cenário a internet prescrevem uma identificação do candidato com seu eleitorado, a receita básica sendo fazer com que esse mesmo candidato se mostre como “ um de nós”, uma pessoa com sentimentos e preferências comuns ao seu eleitorado, em suma, mostrá-lo como “ gente

Será preciso montar estratégias criativas, inéditas e que trabalhem a customização das mensagens para grupos específicos, deixando de lado os boletins generalistas.

da gente.” É como se um parente, um vizinho ou amigo íntimo se candidatasse a um cargo eletivo. As redes sociais bem utilizadas facilitam esse processo salutar de aproximação e identificação, já que o universo virtual se configura com uma imensa praça pública onde todos os cidadãos do mundo convivem democraticamente, in-

clusive candidatos e eleitores. Segundo um novo estudo do Ibope Nielsen Online, divulgado em setembro de 2011, o Brasil conta com 46,3 milhões de usuários tanto em casa como no trabalho, ficando no terceiro lugar do ranking mundial de 2011. As assessorias especializadas em mídias sociais por sua vez, estão na agenda de contratações de parlamentares, criando assim uma nova categoria de comunicadores presentes nas dependências do Congresso Nacional. O site virtual Midiatismo, por sua vez fez a alusão a uma pesquisa política coordenada por Alexandre Secco, jornalista e diretor da agência Medialogue Digital, que levantou mais de 70 mil dados entre 27 de junho e 09 de setembro de 2011 criando assim um quadro de avaliação sobre como os políticos federais se relacionam com as redes sociais. De acordo com Secco, a pesquisa detectou no ar sites desatualizados e com problemas de funcionalidade, políticos que ignoram e-mails e que desprezam ferramentas de interação com os eleitores como enquetes, constatando que muitos não divulgam sequer agendas e compromissos. A inabilidade por parte de políticos no trato com internautas levam a falhas elementares visíveis como excesso de autopropaganda, falta de interatividade, não atualização de dados, foco em apenas um tema, e até o fato de ignorar críticas e não esclarecer dúvidas. Resumindo- a mídia social para certos políticos deveria migrar para o modelo de mais um marketing político, para uma ferramenta com prevalência da cidadania e da transparência e o diálogo aberto e democrático entre o cidadão e seus representantes junto ao poder público. n O U T U B R O 2 0 1 2 | Fale! 43


Adeus

AIRTON MONTE

O verbo que silencia 44 Fale! | O U T U B R O 2 0 1 2


A

O FALECER AOS 63 ANOS DE IDADE NA noite de 10 de setembro de 2012, às 20 horas em sua residência, vítima de um câncer de fígado Antônio Airton Machado Monte, médico psiquiatra, escritor e jornalista deixou um espaço silencioso nas letras cearenses, ele que fazia literatura de maneira elegante e descontraida nas sua crônicas diárias no Jornal O Povo. Unindo o estilo com sabor de poesia ao humor, Airton Monte escrevia com quem conversava, deixando nos seus escritos um sabor inconfundível de bate-papo inteligente. Nascido em Fortaleza em 1949, Airton Monte formou-se em medicina pela Universidade Federal do Ceará em 1976, tendo participado de várias antologias de poetas e cronistas cearenses, e publicado seis livros, entre eles Memória de Botequim e Moça de Flor a Boca. Como cronista diário do Caderno Vida e Arte do Jornal O Povo, ele marcava uma presença obrigatória para os amantes de uma crônica leve com sabor literário, com toques populares e eruditos na medida certa para o leitor. Cresceu no bairro da Gentilândia, Fortaleza, e chegou a ser um talentoso jogador de futebol, torcendo time do Fortaleza, e até um coroinha fervoroso, o que nutriu em sua genitora a esperança de que ele se tornasse uma proeminente figura do clero. Apesar de ateu confesso, herança de seus tempos jovens de ingresso no movimento comunista, Airtom Monte tinha uma predileção especial por Francisco de Assis, o São Francisco Católico, ao qual se referia como “ meu Chiquinho,” que para ele era o maior cristão que já existira, e até mesmo o exemplo do perfeito comunista. Sua vida caracterizou-se por

um engajamento lúcido em lutas políticas do Brasil, na boêmia efervescente das mesas de bar da cidade, e pelo seu trabalho com doentes mentais como psiquiatra no Hospital Mira y Lopes, atividades que enfatizaram o seu lado veementemente humanitário e apaixonado pela vida. O câncer no fígado diagnosticado em novembro de 2009, o teria feito abrir mão de seu ateísmo convicto para a oração diária, o que lhe concedeu uma temporada final de religiosidade circunstancial. Com o agravamento de seu quadro clínico, Airton Monte já havia deixado de se alimentar, e dois antes de falecer entrou em estado de inconsciência. Finalmente o homem das crônicas com sabor de poesia sobre o bairro que tanto amava, a Gentilândia, os personagens emblemáticos de seus escritos, como o Moita, sua cidade, suas noitadas pisando nos astros nem tão distraído assim, suas musas, seus sonhos e elocubrações, saiu suavemente da vida terrena, para se imortalizar na memória de quem o conheceu e nos seus escritos personalíssimos. n

O pensamento de Airton Monte

A

través de uma entrevista concedida por Airton Monte ao Jornal o Povo, se pode pinçar trechos nos quais ele revela a sua visão de mundo que rima agudeza com singeleza, sempre naquele clima aconhegante de prosa elegante, solta e despojado que sempre o caracterizou. “O medo da palavra tempo é o de me tornar obsoleto em relação ao presente.” “Passei a viver nessa Fortaleza que ensandeceu, enselvageceu, onde nós perdemos aquilo que era a democracia da gentileza, a democracia do lirismo. Hoje não somos mais próximos, somos ilhas. Ilhas de solidão, de desconfiança.” “ A única coisa em que me retiro é quando começam a falar mal de amigo meu.” “ O homem bem educado, ou suficientemente bem educado, conhecendo seus limites, não precisa de leis para dizer o se que pode ou não fazer.” “Nós erramos pelo fato que querer fazer a revolução sem povo.” “Essa entidade mágica que eu não sei quem é, é o povo. Porque eu também sou o povo. O povo também é sem vergonha. È vilão e vítima.” “Democracia é você dar oportunidades iguais.” “ Escrever é um ato muito solitário.” O U T U B R O 2 0 1 2 | Fale! 45


10

Razões para

o sucesso

das revistas 1 Revista é uma importante fonte de informação e análise. 2 O leitor de revista gosta de inovação. 3 Revista atinge todos os seguimentos da sociedade. 4 São mais de 4500 títulos para atender aos interesses do leitor. 5 O leitor de revista tem poder de compra.

6 Revista é o primeiro passo para criar o hábito de leitura. 7 O leitor de revista valoriza a publicidade. 8 Revista gera credibilidade para produtos e marcas. 9 A combinação de revistas com outras mídias resulta em melhores resultados. 10 Revistas duram mais, seus anúncios também.

CONTEÚDO + DESIGN. www.omnieditora.com.br 46 Fale! | O U T U B R O 2 0 1 2


O U T U B R O 2 0 1 2 | Fale! 47



Fale 93 _ Os 30 Mais Influentes 2012