Page 1

VISÃO JURÍDICA Um olhar sobre a desaposentadoria

Saúde Informe-se sobre uma vida de qualidade

Pensando no futuro

JUNHO 2013

ANO 1

EDIÇÃO N° 4

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

O poder do cuidado

O acolhimento de aposentados que precisam de auxílio é um dever de familiares e instituições


Editorial

Ponto de encontro Cuidado. Essa é uma palavra tão fundamental para a convivência humana que muitas vezes esquecemos o que ela significa. Cuidado é o modo como você se porta e age diante de determinada situação ou pessoa. O cuidado adequado, portanto, tem relação com uma ação prestativa, amorosa e próxima. E isso é fundamental em toda relação humana, mas principalmente na relação com as pessoas da terceira idade que estão mais fragilizadas. Convivemos diariamente com pessoas que passaram dos 60 anos e são mais fortes do que muitos meninos de vinte e poucos. Os aposentados que fazem parte da Fapesp, em sua grande maioria, têm muita vida e muita disposição. Mas também temos aqueles que adoeceram, que estão com algum problema sério de saúde e que precisam de maiores cuidados. Nossa reportagem de capa é exatamente para esse perfil. Se temos em nossas páginas aposentados que estão curtindo a vida, andando de bicicleta, viajando e se preocupando com a beleza e o espírito, também temos aqueles que sofrem com o abandono da família, dos amigos e da própria saúde. Esses precisam de cuidados. Nesta reportagem de capa mostramos como esse cuidado deve ser feito e como algumas instituições sérias e capacitadas podem ajudar. Outro foco importante desta edição está no tema saúde, com as já tradicionais colunas e um tema fundamental: a importância de manter a postura correta para uma boa qualidade de vida. O Mal de Alzheimer é outro tema tratado com muita atenção pelos nossos colunistas. A seção Vida Mansa deste mês traz a cidade de Olímpia, que além do já conhecido por nossos leitores Thermas dos Laranjais, é considerada a capital do folclore e traz opções para toda a família. Apresentamos este mês duas entidades fundamentais: A Fênix, com sede na capital, e a associação de São José dos Campos, que cresce cada vez mais em representatividade. Também abordamos os importantes eventos que aconteceram na cidade de Catanduva. A meditação também é tema, com dicas para iniciar sua prática e seus benefícios para a saúde. Além de dicas, notícias e as principais novidades para os leitores. Cada dia mais, a Experientes é o ponto de encontro perfeito para aqueles que desejam se atualizar com o mundo dos aposentados e pensionistas.

Boa leitura!

Antonio Alves Presidente da Fapesp


sumário junho /2013

7

20

20 Capa

A importância do acolhimento familiar ao aposentado

7 Saúde

Uma série de artigos fundamentais para uma melhor qualidade de vida

34

18 Vida Mansa 34 Eventos

Os Jogos Regionais do Idoso e a semana do aposentado em Catanduva

18

30 Visão Jurídica 32 Bem-estar 37 Entretenimento 38 Biblioteca 39 Entidades

Conselho Editorial Antonio Alves da Silva Adonias Cesário de Souza Jair Diniz Martins Alexandre Toniolo Marlon Alexandre Dutra Justo Diretor de Planejamento Guilherme Toniolo Diretor Financeiro e Administrativo Margareth Ferrari Diretor de Publicidade Beto Galassi Diagramação Maira Belasco Ilustração Fernando Laz Jornalista Responsável André Toso MTB 54.450 Tiragem 50.000 exemplares Distribuição 54 associações e entidades (pág. 35) Circulação Estado de São Paulo Câmara Federal Senado 24 Ministérios Presidência da República Impressão Grafilar

Presidente FAPESP Antonio Alves da Silva

Passeie por Olímpia, uma cidade com diversos atrativos

6 Acontece 14 Dr. Bactéria 25 Concurso Cultural 26 Festa Junina 28 Associações

Diretores Alexandre Toniolo Marlon Alexandre Dutra Justo

Vice-Presidente José Carlos da Cruz Prates Diretor de Comunicação Social Adonias Cesário de Souza Secretário Geral José Goulart da Silva 2º Secretária Mercedes Lopes Mendes Tesoureiro Octaviano Pereira Santos 2º Tesoureiro Felicio Pereira Barbosa Diretor Adjunto Ana Maria Martins Diretor de Assuntos Jurídicos Osmar de Jesus Fernando Diretor Adjunto Valdemar Venâncio Diretor de Relações Sindicais e Movimentos Sociais Jair Diniz Martins Diretor Adjunto Juraci Goes Diretor de Patrimônio Antero Ferreira Lima Diretor Adjunto Jaime da Silva Cortez Diretor Previdência Social Jandir Teixeira Diretor Adjunto Nelson Gonçalves Diretor de Eventos Rupert Martins Silva Diretor Adjunto Lydia Roque Diretor de Cultura e Lazer Eva Narciso Miguel Diretor Adjunto Norma Lopes Golçalves Conselho Fiscal Titular José Veiga de Oliveira, Laércio Carolino e José Nunes Conselheiros Suplentes José Roberto Scarpari e Ramios Pereira do Nascimento

Correspondência Rua 24 de Maio, 250 • 11° andar • República São Paulo • CEP: 01041-000 (11) 3362-9393 - 32216064 federacaofapesp@terra.com.br comercial alexandre@revistaexperientes.com.br (11) 9 5028.9064 | (11) 9 7379.5816

www.revistaexperientes.com.br facebook.com/revistaexperientes A revista Experientes não se responsabiliza pelo conteúdo dos artigos assinados ou pelas opniões emitidas pelos entrevistados, fontes e dos anúncios publicitários


sxc.hu

Acontece

A cidade de Bebedouro, interior de São Paulo

Inaugurado centro em Bebedouro

Foi inaugurado no último mês de abril o Centro Dia para Idosos. Localizado no município de Bebedouro, interior do Estado, o local tem capacidade para atender 60 idosos. No total, o governo do Estado gastou R$ 300 mil, sendo R$ 210 mil para obras e R$ 90 mil para aquisição de materiais permanentes, como mobiliários e equipamentos. O Centro Dia é uma estrutura de acolhimento, proteção e convivência de idosos com idade igual ou superior a 60 anos. O local disponibiliza alimentação, avaliação médica e atividades de lazer, cultura e entretenimento.

Pessoas com mais de 60 anos, aposentados e pensionistas que queiram viajar pelo Brasil, poderão contar com condições diferenciadas de crédito. A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil anunciaram a adesão ao “Viaja Mais Melhor Idade”, uma iniciativa do Ministério do Turismo para estimular as viagens, em especial na baixa estação. De acordo com o Ministério da Cultura, a segunda edição do programa visa concentrar as ofertas de produtos e serviços turísticos com descontos e vantagens exclusivas. O Brasil conta com mais 20 milhões de pessoas acima de 60 anos, que detêm 20% do poder de compra atualmente.

Novos casos de Aids em idosos crescem 26% em dez anos

Um levantamento da Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo revelou que a incidência de Aids em idosos aumentou 26% entre 2001 e 2011. Enquanto em 2001 foram registrados 253 novos casos, em 2011 foram 318. O aumento contrasta com a diminuição de novos casos entre mais jovens. De acordo com o Centro de Referência e Treinamento (CRT/Aids), a maioria dos novos casos de idosos com Aids é heterossexual. Mudanças comportamentais ajudam a explicar esse aumento, como o aumento da atividade sexual em pessoas de faixas etárias mais elevadas.

experientes

6

JUN 2013

sxc.hu

Bancos aderem a programa de viagens para idosos

Acesso à internet cresce mais entre os idosos

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que, de 2005 a 2011, aumentou em 222,3% o contingente de brasileiros com 50 anos ou mais de idade que entram na internet. Entre as faixas etárias investigadas, foi a que teve maior crescimento relativo no período. Mais 5,6 milhões de pessoas com 50 anos ou mais passaram a acessar a internet nesse período. Ainda assim, a camada mais idosa da população é a que, proporcionalmente, menos acessa a rede mundial de computadores. Do total da população com 50 anos ou mais de idade, 18,4% se conectaram, de alguma forma, por meio de microcomputadores ou notebooks, em 2011. Antes, em 2005, tal proporção era de 7,3%.


Freitas Junior Biomedico Estéta CRBM 20.000 freitasjrbiomedico@hotmail.com

Mude a

postura

Saúde

Novos hábitos ajudam a mudar a postura e a qualidade de vida

M

anter uma postura correta é importante para evitar dores nas costas e diversas lesões ao longo da vida. Essa atitude pode evitar vários problemas de coluna quando envelhecemos. No entanto, o aparecimento destes problemas e suas consequências podem ser prevenidos quando aplicados bons hábitos no dia a dia. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 80% da população mundial terá problemas de coluna ao menos uma vez na vida. Algumas dicas de postura simples para o cotidiano são fundamentais para que você não sofra desse mal um dia. Segundo a fisioterapeuta Isabela Dadamos, a adoção de novos hábitos pode levá-lo a ter uma vida saudável e sem dores por muito tempo.

Confira as dicas • Postura ao andar: o ideal é andar com a coluna mais ereta possível, olhando acima da linha do horizonte; • Postura ao abaixar: é normal que as pessoas se curvem para abaixar, porém, ao realizar esse movimento, as costas podem sofrer alguma lesão. A melhor posição para abaixar com maior conforto é aquela em que a pessoa flexiona ou apoia apenas os joelhos no chão;

levantados. Mantenha o corpo ereto, mas não rígido. Posicione um dos pés um pouco à frente do outro e flexione levemente a outra perna para garantir um descanso para as costas; • Postura ao dormir: ao dormir, procure não curvar a coluna. É importante escolher um bom colchão e um travesseiro adequado à altura do seu pescoço, que não fique muito alto ou muito baixo.

• Pegar peso no chão: nunca sobrecarregue as costas, curvando-a ao abaixar para pegar peso, pois o risco de lesionar a coluna é maior. Por isso, é preciso flexionar os joelhos para dividir com as pernas o peso do corpo e da carga;

• Atender ao telefone: evite a torção do tronco ou pescoço ao atender o telefone, nunca uso o ombro de apoio; • Carregar sacolas: divida o peso das sacolas em duas partes equivalentes, carregando um em cada mão; • Passar roupa ou usar a pia: a altura da pia ou mesa de passar deve ser suficiente para o corpo não ficar curvado ou com os braços muito

Fonte: Christina Ribeiro, educadora física e coautora do livro “De Olho Na Postura” (Summus)

• Usar o computador: mantenha a cadeira próxima à mesa para que as costas fiquem retas e totalmente apoiadas no encosto. Preste atenção à altura da cadeira para que a mesa fique a uma altura em que o cotovelo forme um ângulo próximo a 90 graus e os ombros fiquem relaxados. Os pés devem estar apoiados no chão ou em um apoio apropriado, para que a perna forme um ângulo também próximo de 90 graus;

experientes

7

JUN 2013


Saúde

Dr. Paulo Zupelari Gonçalves Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Contato para sugestões: cirurgiasdaface@gmail.com

Hoje vou molhar a

V

amos conversar hoje sobre um assunto meio escorregadio, pegajoso e até um pouco nojento para alguns, mas de extrema importância para o corpo humano. Iremos falar sobre a saliva! A saliva é um dos fluídos mais complexos, importantes e versáteis do nosso corpo, sendo que sua atuação não se restringe apenas à boca, mas afeta o funcionamento de toda orofaringe e das mucosas do estômago e do intestino. Não é à toa que no final de um dia nossa boca chega a produzir de um a dois litros de saliva. Sua função principal é a de proteção. Além do papel lubrificante, ela forma uma barreira contra estímulos nocivos, sejam bacterianos, virais e até mesmo traumáticos. Funciona como substância tampão, equalizando o pH da boca, auxiliando na remineralização dos dentes, além de neutralizar e reparar lesões nas mucosas. Durante a digestão, a saliva inicia a quebra do amido por meio da amilase, ajuda na formação do bolo alimentar, dilui o suco gástrico e neutraliza o conteúdo do esôfago. Isso sem falar que sua presença auxilia o funcionamento das papilas gustativas que possibilitam sentir os sabores dos alimentos que comemos. Os problemas começam a surgir quando a saliva não apresenta as características necessárias para esta proteção ou apresenta-se em quantidade insuficiente. A boca seca, chamada no meio médico pelo termo xerostomia, pode causar dificuldade em se alimentar e falar. Leva ao aumento expressivo das bactérias e fungos bucais, que acarretam em infecções, lesões e mau hálito. Os dentes tornam-se muito mais susceptíveis à infecção por cárie. A língua pode apresentar atrofia das papilas, rachaduras e fissuras que levam à infecções. E o paciente pode passar a se queixar de sintomas como dor, queimação, ardência e sensibilidade por toda a boca. Além disso, a diminuição do fluxo salivar pode ocasionar doenças periodontais, que em grau elevado pode se apresentar como uma periodontite (tema da última edição) che-

experientes

8

JUN 2013

A importância da saliva no corpo humano e os danos que sua ausência causa

gando a causar até a perda dos dentes. A saliva é produzida e excretada por quatro tipos de glândulas diferentes. As parótidas, que se encontram de cada lado do rosto em frente ao ouvido; as submandibulares, que se encontram por dentro da curvatura do ângulo da mandíbula; as sublinguais, que se encontram embaixo da língua; e todas as milhares de glândulas salivares menores espalhadas pela mucosa da boca. A diminuição do fluxo salivar pode ser ocasionado por problemas nessas glândulas, pelo uso de determinados medicamentos, por consumo insuficiente de água e também com o avançar dos anos. A manutenção da qualidade e da quantidade

da saliva é de extrema importância para o bom funcionamento do corpo. Diversos meios de tratamento estão hoje disponíveis para contornar eventuais problemas. Na sua próxima consulta ao Cirurgião-Dentista, peça para que ele lhe diga como anda a sua saliva! E agora, com licença, vou ali molhar a goela, pois fiquei de boca seca de tanto que falei! Seu garçom, um copo d’água, por favor!


CHPLD/0024 – ABR/13

Redescubra os sabores da vida com COREGA®. LIBERDADE

COREGA ajuda a bloquear partículas de alimento.** ®

CONFORTO

Fixação e segurança o dia todo.***

CONFIANÇA

COREGA® aumenta a força da mordida.****

(**) The use of soluble denture adhesives to prevent food particles from becoming trapped under full upper and lower dentures, Study L3920658, 2010. Publication in Progress. The use of soluble denture adhesive to block food from migrating under removable partial dentures, Study L3920659, 2009. Publication in Progress. (***) Consideram-se até 12 horas. (****) A study of denture adhesives in well-fitting dentures, Study L3510566, 2008. Publication in Progress.

Segurança para falar, sorrir e comer. (*) Protesistas – fonte: Sinergia 2012.

corega.com.br


Saúde

Por Camila Piccini Aiello Fonoaudióloga – Mestre em Ciências pela USP/Bauru Tire suas dúvidas: mi.aiello@gmail.com

Os aparelhos auditivos e sua Os avanços tecnológicos criaram opções cada vez mais completas para quem precisa ouvir melhor

A

ssim como houve grandes avanços na tecnologia e na miniaturização dos equipamentos eletrônicos nos últimos anos, os aparelhos auditivos também acompanharam essa evolução. As primeiras e inusitadas tentativas para solucionar as dificuldades auditivas foram utilizar a mão em forma de concha atrás da orelha, cornetas acústicas e até mesmo chifres de animais. Alguns anos depois, por meio de uma caixa presa à cintura ou peito, o som era captado, amplificado e enviando ao ouvido por meio de fios.

experientes

10

JUN 2013

evolução

No entanto, cada vez mais, buscava-se a discrição desses objetos que apesar de chamar a atenção traziam benefícios aos que os utilizavam. Foi então que em 1990 foi lançado o primeiro aparelho digital que ficava totalmente atrás da orelha e a partir daí, por meio da miniaturização dos componentes eletrônicos, tornou-se possível colocar um circuito eletrônico inteiro dentro da orelha do usuário. E não só o tamanho foi alvo da evolução, mas também o tipo de processamento do som. Se antigamente eram programados de forma bastante limitada, por

meio de dois ou três “botões”, hoje a conexão do aparelho auditivo para sua programação e realização de ajustes para personalizá-lo é feita por meio de cabos ou até mesmo por sistemas sem fio que se conectam ao computador para inúmeras possibilidades de ajustes. Há uma infinidade de tipos e modelos de aparelhos auditivos, alguns até mesmo possuem controle remoto e conexão sem fio com celulares, televisão, MP3 players entre outros. Cada vez mais pessoas tem se beneficiado com o uso dos aparelhos de amplificação sonora, aderindo efetivamente ao tratamento em virtude da discrição, conforto e melhoria na qualidade de vida, pela independência de poder compreender melhor a fala. Os aparelhos auditivos, bem como o tratamento completo, estão disponíveis pelo Sistema Único de Saúde (SUS), clínicas particulares e alguns planos que já cobrem parcial ou completamente os gastos com o tratamento, incluindo os aparelhos auditivos. O fundamental é fazer o diagnóstico adequado. Assim, em caso de dificuldades auditivas, procure um médico especialista, o otorrinolaringologista e um fonoaudiólogo que indicarão, caso necessário, qual o aparelho mais adequado para você poder desfrutar dos benefícios.


A VIDA OFERECE SONS MARAVILHOSOS.

NÃO DEIXE DE OUVI-LOS.

oferecemos Soluções para sua audição Aparelhos auditivos imperceptíveis Assistência técnica

Bauru/SP: (14) 3243-5900 - Rua Antonio Alves, 18 – 31, Centro Belo Horizonte/MG: (31) 3226-3508 – Av. Afonso Pena, 2764 - Funcionários Brasília/DF: (61) 3242-6026 - SEPS 710/910 Bloco C/D - Loja 31 – C. Méd. V. Brasil Campinas/SP: (19) 3234-2844 - Avenida Barão de Itapura, 1236 - Botafogo Rio de Janeiro/RJ: (21) 2135-8777 - Rua: Siqueira Campos, 93, Sala 206 (2° andar) -

Programa de fidelidade exclusivo para

Copacabana M. Center

troca de prêmios - Programa Advantage

São Paulo/SP: (11) 3083-0364 - Rua Oscar Freire, 2541 - Pinheiros - Metrô Sumaré

www.starkey.com.br

0800 772 0654

experientes

11

MAI 2013


Saúde

dr. rafael f. b. canineu CRM 118.110 Título de Especialista em Geriatria pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia

A doença de Alzheimer

memória

A doença quase sempre se inicia com a piora progressiva da memória e seu tratamento passa por medicamentos e por outros cuidados essenciais para a qualidade e a dignidade do paciente

C

omo disse uma vez o professor Renato Veras, o Brasil é um país de cabelos brancos. Ou seja, já estamos vivenciando a realidade do envelhecimento populacional, que trás consigo não apenas a experiência dos anos vividos, como também a maior prevalência de doenças crônicas, dentre elas as alterações de memória e a Doença de Alzheimer. Apesar de muitas vezes se confundirem, existe uma grande diferença entre as queixas de memória e a Doença de Alzheimer, pois enquanto a primeira pode existir em indivíduos saudáveis sem que, contudo, signifique doença, a segunda é sempre uma patologia, de caráter progressivo, mas que pode ter como principal característica em seu início o esquecimento como pano de fundo. Descrita há mais de 100 anos, a Doença de Alzheimer é apenas uma das mais de sessenta tipos de demência. É a mais descrita e estudada, pois é o tipo mais comum, atingindo, segundo os estudos, entre 50 a 70% de todos os casos de demência. Diferentemente dos outros tipos de demências mais comuns, a Doença de Alzheimer quase sempre se inicia com a piora progressiva da memória. “Doutor, a minha memória é ruim... pode ser Alzheimer?” A grande diferença entre as queixas de memória mais comuns que nos queixamos no dia-dia e as alterações de memória da Doença de Alzheimer é que na doença essa perda é de tal importância que passa a interferir nas atividades cotidianas. Muitas vezes não são valorizadas, pois atribuímos essas perdas ao próprio envelhecimento normal, o que fazemos de forma equivocada, já que o envelhecimento normal não cursa com essas alterações. Ter um familiar com a doença não significa necessariamente que iremos desenvolver a doença. Os casos genéticos são raros, acometendo menos do que 5% dos casos e geralmente são de aparecimento antes dos 60 anos. Alguns fatores podem ser encontrados em indivíduos de maior risco para o desenvolvimento da doença, dentre eles a idade, o sexo feminino, a hereditariedade e indivíduos com síndrome de Down. Esses são fatores que não podemos modificar. O que cabe a nós interferir se relaciona aos fatores modifi-

experientes

12

JUN 2013

cáveis, dentre eles, a hipertensão arterial, alterações no colesterol, diabetes, sedentarismo, obesidade, isolamento social, depressão, baixa escolaridade e traumatismos cranianos. Importante frisar que os fatores de risco modificáveis para o desenvolvimento da doença de Alzheimer são os mesmos que devemos abordar para diminuir o risco de desenvolver doenças do coração. Interferindo neles podemos diminuir as chances do aparecimento da doença! A Doença de Alzheimer se divide em fases, desde uma de menor dependência, onde o paciente ainda consegue ter algum grau de independência, até uma em que a dependência é total, às vezes com a necessidade do auxílio de um cuidador. O diagnóstico da Doença de Alzheimer é eminentemente clínico, principalmente por meio da história clínica, realizada com o paciente, com a família e com o cuidador. Nenhum exame mais diferenciado substitui esta conversa entre o médico, o paciente, a família e o cuidador. É preciso ter tempo, bom-senso e paciência de todos os envolvidos, para que o diagnóstico seja feito, excluindo-se todas outras doenças que podem interferir no quadro. É fundamental que o médico tenha tempo hábil para a realização de uma consulta completa, onde possa fazer uma história bem feita, ter tempo para examinar completamente o paciente e realizar os testes necessários. Complementando esta avaliação, devem-se solicitar exames, não para confirmar o diagnóstico, mas a fim de descartar outras alterações que possam interferir na memória e que possam ser tratadas. O tratamento medicamentoso da Doença de Alzheimer ainda não é realizado com o objetivo de cura, mas apenas de se tentar uma diminuição ou lentificação da progressão da doença. O tratamento não medicamentoso é tão importante quanto o realizado com medicamentos e deve ser sempre instituído. Deve ser sempre amparado na presença da equipe multiprofissional. A Doença trás consigo modificações permanentes na dinâmica familiar e todos os aspectos da vida dos pacientes e cuidadores. Apesar de ainda não existir cura para essa doença, a busca pelo conforto, qualidade de vida e dignidade deve sempre ser o objetivo do tratamento, pois sempre há o que fazer!


rcanineu@yahoo.com.br

Alguns fatores podem ser encontrados em indivíduos de maior risco para o desenvolvimento da doença, dentre eles a idade, o sexo feminino, a hereditariedade e indivíduos com Síndrome de Down.

5% antes

dos 60 anos

Alzheimer

Saúde

Os casos genéticos são raros, acometendo menos do que 5% dos casos e geralmente são de aparecimento antes dos 60 anos.

100 anos Descrita há mais de 100 anos, a Doença de Alzheimer é apenas uma das mais de sessenta tipos de demência.

50% a 70% É a mais descrita e estudada, pois é o tipo mais comum, atingindo, segundo os estudos, entre 50 a 70% de todos os casos de demência.

2 fases A Doença de Alzheimer se divide em fases, desde uma de menor dependência, onde o paciente ainda consegue ter algum grau de independência, até uma em que a dependência é total.

O tratamento medicamentoso da Doença de Alzheimer ainda não é realizado com o objetivo de cura, mas apenas de se tentar uma diminuição ou lentificação da progressão da doença.

LEMBRE-SE É fundamental que o médico tenha tempo hábil para a realização de uma consulta completa, onde possa fazer uma história bem feita, ter tempo para examinar completamente o paciente e realizar os testes necessários.

Qualidade de vida e dignidade deve sempre ser o objetivo do tratamento, pois sempre há o que fazer!

experientes

13

JUN 2013


Dr. Bactéria

Roberto M. Figueiredo Biomédico

Você Sabia? Soda cáustica e água oxigenada não fazem parte da constituição normal do leite!

V

Soda Caustica Neutraliza o Acido Latico

Agua Oxigenada (Peroxido de Hidrogenio) Detem a Proliferacao Microbiana

amos entender o que acontece com o leite e porque algumas marcas foram fraudadas com adição de soda cáustica e peróxido de hidrogênio (água oxigenada). Inicialmente, vamos falar sobre a composição do leite: O leite é uma combinação de diversos elementos sólidos em água. Os elementos sólidos representam aproximadamente 12 a 13% do leite e a água, aproximadamente 87%. Os principais elementos sólidos do leite são lipídios (gordura), carboidratos (lactose principalmente), proteínas, sais minerais e vitaminas. Como podemos ver, a soda caustica e a água oxigenada não fazem parte da constituição normal do leite; seu aparecimento implica na adição fraudulenta e inescrupulosa. O leite sendo ordenhado em condições precárias de higiene ou sendo mantido em temperaturas inadequadas de conservação, existe uma ação dos microorganismos, principalmente sobre a lactose (açúcar do leite), cada molécula é quebrada em quatro moléculas de ácido lático. A presença deste ácido vai aumentar a acidez do leite e coagular, visualmente seria como se você adicionasse ao leite, algumas gotas de limão, ele, popularmente, azedaria. Este é o principal fator de degradação do leite. Pode haver outros sinais ocasionados também por microrganismos, como proteólise (putrefação) e lipólise (rancificação) com consequente sabor e odor desagradável. A adição de conservantes químicos é prática proibida, pois mascara estes efeitos dos microrganismos dificultando a sua detecção pelo consumidor. As fraudes observadas foram as seguintes:


microbiotec@uol.com.br

Dr. Bactéria

O Primeiro item, soda cáustica tem a finalidade de esconder um leite que permaneceu em temperaturas inadequadas de conservação, esta propiciou um aumento significativo de microrganismos com a consequente acidificação do produto. A adição de Soda Cáustica (alcalina), tenderia a neutralizar este ácido, impedindo as ações do ácido lático, isto é, azedamento (coagulação), enganando o consumidor. Relacionado ao segundo agente, a água oxigenada, se trata de um produto com uma ação muito boa contra microrganismos. Um leite ordenhado em condições precárias de higiene e, mesmo sendo deixado em condições inadequadas de temperatura, a presença deste desinfetante impediria a multiplicação destes, diminuindo sua ação sobre as substâncias constituintes do leite e consequentemente, inibindo a coagulação, putrefação e rancificação. A qualidade do leite seria mascarada e o consumidor seria, novamente, enganado. É importante falar que estes problemas se referem ao leite e não a sua embalagem. A crucificação de leite de caixinha seria, no mínimo injusta, pois estes problemas podem aparecer em qualquer das embalagens, não sendo esta , neste caso, determinante da verdadeira qualidade do leite.

Mesmo sendo difícil diagnosticar, a população tem que ficar alerta, não consumindo leites que apresentarem: • Sinais de alteração (mesmo leves) • Leite que não apresente carimbo do SIF • Leites, cuja indicação na embalagem implique na manutenção em refrigeração, que estiverem a temperatura ambiente • Derivados de leite que não possuam SIF, isto é, clandestinos • Caixinhas estufadas ou alteradas • Produtos fora do período de validade (produtos vencidos)

experientes

15

JUN 2013


Vida Mansa Pessoas do Brasil inteiro participam das atividades do Festival Nacional de Folclore, em Olímpia

A capital do folclore Além de opções para conhecer melhor o folclore brasileiro, a cidade de Olímpia apresenta ao visitante o Clube Thermas dos Laranjais, um dos maiores parques aquáticos da América Latina

A

cidade de Olímpia está localizada na região conhecida como Aquífero Guarani, distante 430 km da capital São Paulo. Trata-se de um dos polos turísticos mais importantes do Estado de São Paulo. Com uma população estimada em pouco mais de 50 mil habitantes, a cidade é referência em cultura popular e ostenta o título de “Capital do Folclore”. O Museu do Folclore, por exemplo, é um dos mais completos acervos sobre o tema, sendo visitado por estudiosos, pesquisadores e alunos de vários Estados. Além disso, a cidade realiza anualmente o “Festival Nacional de Folclore” na Praça de Atividades Folclóricas “Professor José Sant’anna”, que é o único local do gênero e por isso mesmo reconhecido mundialmente. Estima-se que, durante o festival, mais de 150 mil pessoas passem pela cidade. O

Festival Nacional de Folclore de Olímpia é um espetáculo que reúne grupos de todos os Estados brasileiros, sendo considerado um dos maiores encontros da cultura brasileira, onde é possível observar e reverenciar as nossas origens e costumes. Além de preservar e manter a cultura popular, o Festival fomenta o comércio, o turismo e os serviços na cidade e em toda região noroeste do Estado de São Paulo. O estudo de folclore no município faz parte do currículo escolar nas escolas públicas e privadas e para o futuro é almejada a criação da Universidade Livre de Folclore.

Um paraíso próximo Apesar da economia de Olímpia ser baseada na agroindústria e no comércio, o Turismo vem se destacando e ganhando impulso com a ex-


pansão do Clube Termas dos Laranjais, um dos mais importantes parques aquáticos da América Latina. O parque recebe diariamente milhares de turistas, atraídos por suas águas termais e uma grande variedade de atrativos que o clube disponibiliza. O Thermas está localizado em um vale cinematográfico, naturalmente protegido e enfeitado pelo verde exuberante do local. De fonte mineral, naturalmente aquecida pelas rochas submersas a mais de mil metros, o parque encanta ainda pela harmonia e aprimoramento paisagístico. Com mais de 23 piscinas de águas quentes natural, o destaque fica por conta de uma piscina com ondas e um toboágua de 18 metros de altura e seis pistas. O Thermas fica a 2 Km do centro da cidade. Além dessas atrações, a cidade apresenta um ar interiorano e provinciano ideal para descansar, conhecer igrejas com histórias e passear pelo orquidário.

O

Vida Mansa

que

fazeremOlímpia?

• Thermas dos Laranjais: considerado a principal atração turística de lazer da cidade e um dos maiores Parques Aquáticos de São Paulo. Informações: (17) 3279-3500 | www.termas.com.br • Museu de História e Folclore “Maria Olímpia”: um dos mais completos acervos sobre Folclore. É visitado por estudiosos, pesquisadores e alunos de vários Estados | Informações: Rua David Oliveira, 420 - Centro - Fone: (17) 3281-1929 Visitação: Seg a Sexta: 9h às 18h / Sáb, Dom. e feriados: 12h às 18h

• Praça de Atividades Folclóricas Prof. José Sant’anna: palco do maior Festival do Folclore do País, realizado desde o ano de 1964 | Informações: (17) 3281-6786 / www.folcloreolimpia.com.br

• Igreja Matriz de São João Batista: as características da nova Matriz se destacam pela leveza construtiva e pela delicadeza de suas obras de madeira | Informações: missas de Segunda e Sábado: 19h / Domingo: 10h e 19h • Igreja Nossa Senhora Aparecida: considerada uma das mais belas igrejas de nossa região. Possui em suas paredes internas pinturas a óleo | Informações: missas de Segunda a Sábado: 19h / Domingo: 07h e 19h

Olímpia em números População estimada 50.630 habitantes Produto Interno Bruto R$ 1.026,17 (em milhões) Número de Distritos: Três Olímpia, Baguaçu e Ribeiro dos Santos Hotéis:18 | Pousadas:36 | Resorts:02

• Orquidário Chácara Aguapey: além de conhecer várias espécies de orquídeas, é possível observar o processo de produção e cultivo | Informações: Rua Buno Riscali, 91 Vila Hipica / Fone: (17) 3281-7672 / Horários: diariamente das 8h às 20h • Gruta do Índio: a Gruta do Índio está localizada na Fazenda Floresta, onde é possível caminhar por trilhas que percorrem uma linda mata centenária | Informações: Rodovia Natal Breda, Km 8,5 (Bairro Capituva) / Tel.: (17) 3281-9963


Capa

A

importância de

acolher

No momento em que o aposentado se aproxima da terceira idade, é fundamental ter os parentes e os amigos por perto ou procurar uma instituição de qualidade

E

m um pequeno sobrado na cidade de Araraquara, os Torres se dividem na tarefa de atenção ao ente mais velho da família. Geraldo Torres, 82 anos, aposentou-se tarde, com quase 70 anos, do serviço de porteiro. Desde então e após o falecimento de sua esposa, vive na casa da filha. Mariana Torres, de 33 anos, seu marido Lucas, de 35 anos, e os filhos Gabriel, 13 anos, e Mateus, com 9 anos, fazem questão de ajudar Geraldo no que ele precisa. A decisão de manter o pai em casa foi conjunta. “Meu pai queria que nós o colocássemos em uma casa para idosos, mas nós insistimos para que ele ficasse”, conta Mariana. Geraldo, já acostumado com a vida ao lado da filha e dos netos, acha que não teria nenhum problema se ele fosse para um asilo. “Eu até queria conviver com pessoas da minha idade, não dar trabalho pra minha filha, mas ela insistiu e eu acabei gostando da ideia de ficar com os netos”. Com seu quarto e sua privacidade, Geraldo recebe o afago dos netos e o cuidado de todos. “Temos que cuidar dele, ajudar a subir as escadas, ficar de olho, pois com essa idade os sentidos ficam mais lentos”, conta Lucas.

experientes

20

JUN 2013


Capa A mestre em Gerontologia pela Universidade Católica de Brasília e fisioterapeuta Noeme Cristina Alvares de Carvalho diz que a palavra acolher pode significar receber, atender, aceitar, proteger, nutrir, entre outros. Em seu trabalho “Acolhimento de Idosos e de Grupos de Idosos”, ela afirma que o acolhimento de indivíduos idosos engloba esses significados e talvez outros mais, revestindo-se de importância ainda maior em razão da crescente vulnerabilidade biopsicossocial que acompanha o processo de envelhecimento. “Essa fragilidade é causada pelas alterações sistêmicas próprias do processo, como a diminuição da acuidade sensorial, pelo surgimento de enfermidades e pela ocorrência de perdas de entes queridos e de status social, quer na família ou na sociedade”, comenta. Para Noeme, o acolhimento possibilita a integração que pode originar uma relação afetiva e respeitosa. “O acolhimento proporciona a me-

lhoria das relações afetivas entre seus protagonistas”. Para o pensador Leonardo Boff, acolher é, ao mesmo tempo, uma atitude e uma forma de um responsabilizar-se por outro, por aquele que necessita de seu cuidado. Nesse contexto, o idoso é a parte vulnerável da relação, a que detém menor poder e está mais sujeita a riscos e a perdas. A família Torres toma os devidos cuidados para isso. “Pergunto ao meu pai como ele está, ajudo ele, mas faço questão de que se sinta útil. A louça da casa, normalmente, é dele. É preciso consciência de que apesar de estar mais frágil, ele continua uma pessoa com muita força e muita vida”. Tanto é assim, que Geraldo está economizando o dinheiro que recebe da aposentadoria para fazer uma viagem no fim do ano. “Sempre sonhei em conhecer a Espanha, de onde meus avós vieram, e vou realizar este objetivo em outubro”, afirma com convicção.

Cinco fases do acolhimento 1) Preparação do ambiente físico: cuidados como limpeza, iluminação, ventilação e decoração da casa. Melhorar os problemas de acessibilidade do idoso.

2) Preparação do cuidador: disponibilidade interna, traduzida pela vontade de realizar o cuidado, pelo tempo reservado para tal e por suas boas condições de saúde.

3) Recepção do idoso: receber o idoso com afeto, demonstrando interesse por sua pessoa e por sua presença. Interesse dos familiares pelo bem-estar do idoso.

4) Atendimento físico: comunicar-se com o idoso por sinais de acolhimento ou de recusa, de identificação ou de antipatia. O atendimento físico consiste em comunicar, por meio da linguagem corporal, a disponibilidade e o interesse com uma postura receptiva.

5) Observação: Captar as mensagens transmitidas pelos idosos. Tanto as palavras ditas

por ele como os sentimentos que ele transmite. Está triste, alegre, ansioso? Perceber o idoso no que é mais subjetivo.

Instituições de primeira

A Casa dos Artistas, ou Retiro dos Artistas, é um dos locais mais famosos de acolhimento de idosos. Mais de 700 artistas já viveram no retiro, que fica em um terreno arborizado de 14 mil metros quadrados, em Jacarepaguá, zona oeste do Rio de Janeiro. Hoje vivem lá 52 artistas, entre eles o palhaço Cocada, a atriz Claire Digonn, o ator e artista plástico Fernando Otero Gonzales, ambos com 70 anos, entre outros. Ocupando casas coloridas, eles cuidam de suas residências e de si próprios. Apenas sete deles precisam de

cuidados especiais e ficam na enfermaria. A história dessa instituição se inicia no começo do século passado. A crise econômica gerada pela Primeira Guerra Mundial, deixou um grande número de desabrigados entre os artistas estrangeiros que se encontravam no Brasil. Dessa forma, em 1915, um grupo de donos de companhias de atores, encabeçados por Leopoldo Fróes, deu início a primeira tentativa de se organizar uma instituição que socorresse o artista idoso e desempregado, livrando o empresário do amparo informal que já dava aos seus elencos.

experientes

21

JUN 2013


Capa Um exemplo de acolhimento é o Projeto Velho Amigo, com o objetivo de promover uma nova perspectiva de vida aos idosos em situação de vulnerabilidade social, realiza uma série de eventos e parcerias para levantar recursos e destina esses recursos para organizações sociais que atendem idosos gratuitamente, buscando o desenvolvimento social, saúde, educação, cultura e lazer como forma de resgatar sua dignidade e auto-estima. Veja as diretrizes do projeto:

experientes

22

JUN 2013


Capa Missão Contribuir para a cultura de inclusão do idoso, assegurando seus direitos e valorizando a sua participação na sociedade; Objetivo Promover por meio de assistência e do desenvolvimento social, da educação, do esporte, da cultura e do lazer, a melhoria da qualidade de vida dos idosos, como forma de resgatar a sua dignidade e auto-estima. Meta Divulgar a causa do idoso dando visibilidade e multiplicando as ações que resultem em benefício desse público. Mobilizar a sociedade para oferecer serviços essenciais a idosos carentes e melhor qualidade de vida.

Saiba mais

www.retirodosartistas.org.br www.velhoamigo.org.br

Oficialmente fundada em 13 de agosto de 1918, no teatro Trianon, por 68 profissionais, com o passar do tempo, a Casa dos Artistas se resumiu ao trabalho assistencial do Retiro. Vivendo de doações, campanhas, a “nova instituição” tratou de investir na qualidade de atendimento, visto que, o número de profissionais da área artística aumentava cada vez mais. Aos residentes são oferecidos aulas de yoga, fisioterapia, tratamentos odontológicos, salão de beleza e hidroginástica. No local, os artistas aposentados podem re-

ceber Curso Profissionalizante de Interpretação Cênica, Curso Livre de Teatro e Curso Livre de Teatro Infantil. Há também uma boutique que vende produtos com a marca da Casa, um botequim com comidas deliciosas e até um brechó. “Temos uma vida muito boa por aqui. Café da manhã, almoço, lanche e sopa. O Retiro tem uma despesa muito grande. Tomara que este projeto consiga trazer um dinheirinho para podermos abrigar mais gente precisando, sem família”, conta a atriz Isa Rodrigues, que mora há dois anos em uma das casas do Retiro.

experientes

23

JUN 2013


5 Dicas

1

Chás para digestão

Chá de boldo, de menta, hortelã, camomila, erva-doce, etc. Por ser feito basicamente de água e ervas, o chá hidrata e causa uma sensação de bem-estar. As infusões ajudam na digestão, aceleram o metabolismo, combatem o inchaço e até cortam o apetite quando ele perde o limite. Esses chás ajudam a desinchar, desintoxicar e aceleraram o metabolismo, facilitando a queima de gordura. O chá verde, por exemplo, é um ótimo digestivo, já que ativa a produção de ácidos estomacais. Na lista das plantas conhecidas como digestivas estão também o hortelã, menta, hibisco, psilium, cáscara-sagrada, zedoária e fucus. São chás recomendados para depois das refeições.

2

Exercícios físicos

A prática regular de exercícios físicos na terceira idade traz inúmeros benefícios, como o aumento do HDL - colesterol, a redução dos triglicerídeos, diminuição da pressão arterial, redução da gordura corporal devido ao aumento do gasto calórico diário, ganho de massa muscular, diminuição de lesões causadas por quedas. Ajuda ainda a prevenir doenças cardíacas e vasculares, hipertensão arterial, diabetes, câncer de mama e próstata, obesidade, osteoporose, stress, depressão, etc. Para isso, é necessário realizar essas atividades no mínimo cinco vezes por semana, de 45 a 60 minutos.

3

Nos dias atuais, ter uma vida mais sustentável é primordial em qualquer idade. É importante separar o lixo para reciclagem entre orgânicos (restos de alimentos) e secos (papéis, plástico, papelão, madeira). Ao comprar um eletrodoméstico, prefira os novos e de qualidade, pois eles economizam energia. Evitar deixar torneiras abertas ou pingando, economize papel, Reduzir o uso do automóvel: se for sair para lugares próximos prefira ir a pé. Faça doações das roupas que não utiliza mais, normalmente bazares de caridade recebem. São dicas básicas e um começo para ter uma vida mais sustentável. Faça sua parte, se todos o fizessem teríamos outro panorama em nossa comunidade.

4

Organização do lar

Recolha todos os itens que não pertencem ao ambiente, como roupas, livros, papéis e DVDs. Coloque tudo em cestos plásticos, um para cada morador da casa e devolva-os para seus donos. Jogue fora os jornais e revistas antigos que não cabem no revisteiro. Caso colecione revistas, guarde-as em porta-revistas decorativos. Crie um local perto da porta de entrada para deixar chaves, celulares, carteiras e correspondência. Pode ser uma bandeja ou tigela que combine com decoração. Fotos demais poluem o ambiente: concentre os porta-retratos em uma mesa lateral. Aprenda novos hábitos.

5

experientes

Segurança para passear

Com o excesso de carros e estresse, andar pelas ruas fica cada vez mais perigoso. Por isso, é importante sempre andar pela calçada e afastado da rua. Em estradas ou vias sem calçada, caminhe o mais à esquerda possível, no sentido oposto ao dos carros para que possa ser visto. Sempre que estiver carregando sacolas, procure deixá-las para o lado oposto ao da rua. Atravesse sempre pela faixa de segurança, quando os semáforos para pedestres estiverem abertos. Caso não exista semáforo de pedestres, acene com a mão, sinalizando que fará a travessia. Saia de casa com segurança.

24

JUN 2013

sxc .hu

Para começar a reciclar


Um fim de semana

Concurso Cultural Confira a opinião dos vencedores do Concurso Cultural do Thermas dos Laranjais de abril

inesquecível N eusa Aparecida Martins Honario, de 60 anos, aposentou-se no ano passado como agente administrativa da Escola M.F. Comendador, da cidade de Jaú (SP). No último mês, uma oportunidade única caiu em suas mãos. A revista Experientes lhe foi entregue pela Associação dos Aposentados de Jaú e, ao iniciar a leitura, ficou sabendo do Concurso Cultural. “Tinha muita vontade de conhecer o Thermas dos Laranjais, achei interessante participar e decidi me inscrever”, comenta. Neusa não avisou ao marido do cadastro que havia feito. Casada há 35 anos com Joaquim Honorio de Oliveira, 62 anos e aposentado como servidor público municipal na Prefeitura de Jaú, decidiu surpreender o marido. E funcionou. Os dois ficaram muito felizes quando contatados pela direção da publicação com a notícia de que haviam vencido o concurso e passariam um fim de semana no Thermas. O marido – que continua trabalhando como agente no combate à Dengue – ficou muito feliz com a notícia inesperada. Nascida em Jaú, Neusa se mudou para São Paulo onde conheceu e se casou com Joaquim. Moraram na capital por

25 anos, onde tiveram dois filhos, Fábio e Willian, e depois regressaram para Jaú. Os netos, Rodrigo de 14 anos e o recém-nascido Lorenzo, são as alegrias da casa. Neusa e Joaquim são dinâmicos, alegres e de bem com a vida. Tanto é, que participam de atividades físicas, bailes e outros eventos promovidos pela associação de Jaú. O Concurso fazia a seguinte pergunta: “Porque você gostaria de passar um fim de semana desfrutando do melhor do Thermas dos Laranjais?” A resposta vencedora foi a seguinte: “Ter incríveis momentos prazerosos de lazer e relaxamento só encontramos num lugar como o Thermas dos Laranjais”. Feliz, Neusa diz que está vivendo um momento de coroação em sua vida, com a chegada da aposentadoria no ano passado, com o nascimento do seu segundo neto e com o prêmio recebido. O casal afirma que foi muito bem recebido no Hotel Tifanny e também no parque do Thermas. “Certamente iremos voltar e recomendamos a todos, independente de ganhar o concurso. É um passeio que vale a pena!”, finaliza Neusa. Mais informações: www. thermasdoslaranjais.com.br.

experientes

25

JUN 2013


tudo gostoso www.tudogostoso.uol.com.br

Divulgação

Festa Junina

Neste mês de junho, a Revista Experientes trás para você 4 receitas super práticas que vão deixar todo mundo com água na boca. Seja na festa junina ou em casa, essas receitas são sucesso garantido.

Participe da sessão de receitas

Envie uma receita que faz sucesso em sua casa e compartilhe com os leitores da Revista Experientes!

Tempo de preparo

Rendimento

30min

40 porções

Bolinho caipira INGREDIENTES

Participe!

Divulgação

Massa • 1/2 kg de farinha de milho amarela • 1 l e 1/2 de água • 2 cubinhos de caldo de carne • 4 colheres de sopa de óleo • 2 colheres de sopa de farinha de mandioca

Para participar envie a receita completa para o e-mail contato@revistaexperientes.com.br. A receita deve conter foto com boa qualidade, tempo de preparo e rendimento da receita. Sua receita será avaliada pela revista e se aprovada será publicada nas próximas edições.

Recheio • 1/2 kg de carne moída • Cebola picada, alho amassado • Salsinha e cebolinha picadas • Sal e pimenta do reino, a gosto MODO DE PREPARO • Em uma vasilha junte as farinhas, vá misturandoas e desmanchando todos os grumos • Adicione o óleo e reserve • Ferva a água com o cubinho de caldo de carne • Derrame sobre a farinha aos poucos e misture bem, mexendo sempre até que a massa fique homogênea • Separe uma pequena porção da massa, e achate-a na palma da mão • Coloque dentro um pouco do recheio (carne temperada crua) e feche com a própria massa dando o formato de um bolinho compridinho • Feitos todos os bolinhos, frite-os em óleo quente • Escorra-os em papel absorvente • Sirva-os quentes

experientes

26

JUN 2013

Tempo de preparo

Rendimento

50min

8 porções


Divulgação

Festa Junina Chocolate quente especial INGREDIENTES • 1 litro de leite desnatado • 1 lata de leite condensado • 4 colheres de sopa de chocolate em pó • 2 colheres de sopa de amido de milho • Canela em pó para polvilhar MODO DE PREPARO • Bater todos os ingredientes no liquidificador (menos a canela) • Levar ao fogo em temperatura média até o líquido ferver engrossar • Servir em xícaras, polvilhar com canela • Para um sabor especial pode se colocar chantily sobre a xícara de chocolate

Paçoca super prática INGREDIENTES

Tempo de preparo

Rendimento

• 500 g de amendoim torrado e moído com pele • 1 pacote de bolacha maizena • 1 lata de leite condensado

15min

4 porções

MODO DE PREPARO

Bolo de pão de queijo INGREDIENTES • 100 ml de óleo • 100 ml de leite • 2 ovos • 1 colher de chá de sal • 1 pacotinho de queijo parmesão ralado • 1 colher de sopa fermento em pó • Polvilho doce até dar ponto

• Torre o amendoim por aproximadamente 20 minutos • Bata no liquidificador até que fique todo triturado • Coloque em uma vasilha grande para que possa misturar todos os ingredientes bem • Bata a bolacha também no liquidificador, misture ao amendoim • Coloque o leite condensado aos poucos, mexendo bem, até que fique uma massa bem dura • Espalhe em uma forma média untada com margarina, apertando bem com as mãos • Deixe descansar por 20 minutos e corte os quadradinhos

MODO DE PREPARO

Divulgação

• Coloque no liquidificador o óleo, leite, ovos e o sal • Bata tudo muito bem, até ficar homogêneo • Em uma bacia despeje a mistura do liquidificador e coloque o queijo parmesão • Adicione o polvilho aos poucos até tomar ponto de massa de bolo • Adicione o fermento e coloque em uma forma de pudim untada com margarina • Asse em forno médio por 30 a 35 minutos

Tempo de preparo

Rendimento

30min

30 porções


Inscrições abertas

Seminário nacional discute situação da Previdência e dos aposentados Nos dias 10, 11 e 12 de julho, acontece o Seminário em Defesa da Previdência e pela Valorização dos Aposentados e Pensionistas. O evento, de caráter nacional, será promovido em Caraguatatuba (litoral de SP), na Colônia de Férias do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos. Durante o Seminário serão discutidos os efeitos da desoneração da folha, a situação financeira da Previdência, as propostas de reformas que atacam direitos, os convênios médicos e um plano de lutas dos aposentados. As mesas de debates contarão com especialistas, dirigentes da Cobap e de federações estaduais e representantes de centrais sindicais. Após as exposições nas mesas, serão realizados debates no plenário. A organização do Seminário é de responsabilidade da Admap (Associação Democrática dos Aposentados e Pensionistas do Vale do Paraíba-SP). Os interessados em participar devem fazer suas inscrições pelo e-mail seminario@admap.org.br ou pelo telefone (12) 3922-1341, de 3 a 28 de junho. A taxa é de R$ 150 por pessoa e inclui alojamento, refeições e materiais. Inscreva-se, já!

ADMAP

Tanda Melo

Manifestação em defesa dos aposentados realizada em São José dos Campos

Admap tem forte atuação em defesa dos aposentados A Admap é uma associação com forte atuação em defesa dos aposentados e pensionistas, com sedes em São José dos Campos, Jacareí e Caçapava. Além de promover iniciativas de formação e debate, como o Seminário que

Associação Democrática dos

Aposentados e Pensionistas do Vale do Paraíba

São José dos Campos - Praça Carlos Maldonado Campoy, nº 8, Centro telefone: (12) 3922-1341 - endereço eletrônico: admapsjc@ig.com.br. Jacareí: Rua José de Medeiros, 80, Centro, telefone: (12) 3951-9768 Caçapava: Avenida Coronel Alcântara, 500, Centro, telefone: (12) 3652-6001.

será realizado em julho, a Admap realiza manifestações e participa dos atos convocados pela Fapesp, Cobap e CSP-Conlutas. Tem departamento Jurídico, convênios e uma estrutura disponível para servir seus associados.

Filiada às entidades:

Cobap Fapesp


Associações

Força e luta Fênix, Movimento dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas do Estado de São Paulo, é uma associação forte na luta dos direitos da categoria

A

força da Fênix, Movimento dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas do Estado de São Paulo é conhecida desde seu início. Fundada em 1992, o movimento conseguiu se fortalecer muito apesar das adversidades. Mercedes Lopes Mendes, presidente da Fênix, conta que o movimento se iniciou dentro da Federação dos Aposentados e Pensionistas do Estado de São Paulo (Fapesp). Em 1987, ela iniciou um serviço voluntário para a federação e conseguiu juntar 2992 novos associados no departamento em que trabalhava. A Fapesp, então, convidou Mercedes a fundar uma associação independente. Pouco tempo após sua criação, a Fênix reuniu mais de 17 mil associados. Uma das conquistas mais notáveis em que o movimento teve atuação direta foi no pagamento dos 147%, índice de reajuste aos aposentados que o governo Itamar Franco, por meio do ministro da previdência, Antônio Brito, realizou após anos de luta dos aposentados. “Era uma dívida do governo e eles não queriam pagar; fomos várias vezes à Brasília, fizemos atos públicos, cobramos e conseguimos o 147%”, recorda-se Mercedes. Hoje, a Fênix conta com mais de 3500 associados. Possuem um forte trabalho ao lado da Fapesp para melhorar o salário dos aposentados e pensionistas. O associado da Fênix possui advogados para fins previdenciários que atendem duas vezes por semana, dentistas, cabelereiro e

Colônia de Férias Fênix Informações e reservas 13. 3596-3114 ou 11. 3231-2726

atendimento diário em sua sede própria, localizada na Rua Barão de Itapetininga, 46, 6° andar, no centro de São Paulo. Outra opção para os associados é a colônia de férias na colônia, construída pelos próprios aposentados com o dinheiro das mensalidades. “Não tivemos a ajuda de ninguém, nem de empresas, nem do poder público”, destaca Mercedes. Para construir, foram três a quatros anos de batalha da Fênix. O resultado, 27 apartamentos, com capacidade para 108 pessoas, quatro por apartamento. A colônia está localizada na Rua Tomé de Souza, 612, na Praia Grande, litoral de São Paulo. Uma conquista de todos os associados da Fênix, que aproveitam a colônia durante todos os meses do ano. Mercedes conta que a grande batalha da Fênix hoje, ao lado da Fapesp e da Confederação dos Aposentados e Pensionistas do Brasil (Cobap), é pela melhoria dos salários dos aposentados e por melhorias para a vida dos associados do movimento.

SERVIÇO Fênix | Movimento de Trabalhadores Aposentados e Pensionistas de São Paulo Rua 24 de Maio, 77 • 7º andar Conj. 72 • República - São Paulo Fone: (11) 3231.2726


Visão Jurídica

Jorge Alexandre Langona OAB-SP 249.180

Um olhar sobre a

desaposentadoria V

ocê que é aposentado e após a concessão do benefício previdenciário continuou trabalhando ou necessitou retornar ao mercado de trabalho para suprir uma dificuldade financeira, certamente irá se deparar com uma situação injusta e que vem causando indignação em muitos brasileiros. Tal injustiça decorre da seguinte situação: O aposentado que volta a ativa ou que continua exercendo atividades laborativas após a concessão do benefício previdenciário, por expressa determinação legal, será considerado segurado obrigatório e compulsoriamente terá que recolher as suas contribuições mensais normalmente, sejam elas para o Regime Geral de Previdência Social ou para um Regime Próprio de Previdência Social. Ocorre que essas contribuições serão inúteis para os aposentados, pois inexiste uma contraprestação adequada por parte do ente previdenciário, já que o segundo tempo de contribuição não será utilizado para uma nova aposentadoria e os benefícios previdenciários não serão reajustados à nova realidade do trabalhador (aposentado). Vale ressaltar que a legislação brasileira proíbe a concessão de duas aposentadorias cumulativas por um mesmo regime previdenciário. Diante dessa situação de injustiça é que surgiu o instituto da desaposentação, com objetivo primordial de garantir alguma vantagem ao segurado já aposentado, tanto por tempo de contribuição, por idade e aposentado especial, que retorna a atividade laboral e passa a contribuir novamente para a Previdência Social de forma obrigatória. Embora não haja nenhuma lei que discipline o instituto da desaposentação ou desaposentadoria, o conceito mais aceito por nossos juristas é descrito como a possibilidade do segurado renunciar à aposentadoria com o propósito de obter benefício mais vantajoso, no Regime Geral de Previdência Social ou em Regime Próprio de Previdência Social, mediante a utilização de seu tempo de contribuição.

experientes

30

JUN 2013

Devido a ausência de previsão legal sobre a matéria, o INSS está negando todos os pedidos na via administrativa por considerar impossível a renúncia ao benefício previdenciário. O principal requisito para que o segurado possa requerer a desaposentação é que o mesmo renuncie a aposentadoria. Por se tratar de um ato explícito e voluntário do segurado aposentado, já se encontra pacificado na jurisprudência a possibilidade de renúncia da aposentadoria. Uma das questões que está gerando muita polêmica no instituto da desaposentação é quanto à devolução dos valores, visto que tanto na doutrina como na jurisprudência esse assunto ainda não está pacificado. É importante destacar que no STJ já está pacificado a não devolução dos valores, sendo que tal entendimento também já está sendo adotado pela maioria do Tribunais Regionais Federais. O principal argumento que pesa em favor do aposentado é que por se tratar de prestação de natureza alimentar e recebida de boa-fé, não há que se falar em devolução. O Supremo Tribunal Federal já reconheceu a existência de Repercussão Geral na questão da desaposentação e a expectativa é que a matéria seja julgada ainda neste ano, o que acarretará na uniformização das decisões de processos sobre desaposentadoria em instâncias anteriores. Para se ter uma ideia da importância do assunto, a desaposentação é um entrave jurídico que soma aproximadamente 24 mil processos e tem potencial de beneficiar meio milhão de brasileiros que se aposentaram e voltaram ao trabalho. O tema da desaposentação também está se alastrando no Congresso Nacional e poderá ser transformado em lei, porém, o Governo Federal não tem visto a questão com bons olhos, pois estima-se que cerca de 500 mil aposentados poderiam ter a revisão do benefício concedida se a tese da desaposentadoria sair vencedora, sendo que em 20 anos o custo poderá atingir o montante de R$ 50 bilhões. Para evitar que a desaposentação avance no


jorgelangona@gmail.com

Congresso Nacional e seja transformada em lei, há rumores de que o Governo Federal está articulando a volta do antigo pecúlio e a criação do reembolso das contribuições previdenciárias feitas após a concessão dos benefícios pelo INSS. De qualquer modo, diante dos obstáculos colocados a prova, é evidente que não há interesse

É vantojoso? Uma questão que sempre gera dúvidas para os aposentados é saber se a depaposentadoria é vantajosa. Esse assunto é complexo e exige uma análise particular de cada caso, porém, para muitas das situações existentes é possível afirmar que o aposentado não terá vantagem com a desaposentação quando contribuía sobre o teto até se aposentar e passou a contribuir sobre o mínimo após a concessão do benefício previdenciário. Nesse caso, para que não haja injustiça, o interessante é que sejam devolvidos os valores relativos a contribuições realizadas após a aposentadoria.

Visão Jurídica

por parte do Governo Federal com a aprovação do projeto de lei que prevê a desaposentação, motivo pelo qual o melhor caminho continua sendo o ingresso com a ação judicial cabível, pois o que se espera é uma decisão favorável por parte do STF, cujo os efeitos será extensivo a todos os processos em curso no País.


Bem-Estar

Paz para a alma sxc.hu

A meditação é uma prática que ajuda no desenvolvimento pessoal e no combate ao estresse

A

palavra meditar é originária da raiz latina “meditatum”, que significa ponderar e voltar-se ao centro, ao meio. Em um mundo cada vez mais sufocado por um excesso de informações, ruídos e falatório, a prática de origem oriental ganhou espaço no ocidente. Meditar se tornou uma forma de relaxamento e de encontro espiritual. A meditação tem raízes religiosas no taoísmo chinês e no budismo indiano, mas dados sugerem que se trata de uma prática que remonta os tempos pré-históricos mais antigos, quando civilizações usavam cânticos repetitivos para apaziguar seus deuses. De corrente religiosa ou não, a meditação é uma ótima ferramenta de autoconhecimento e de um maior controle sobre a mente e o corpo. Mais do que um contexto religioso, é uma forma de desenvolvimento pessoal. Nos dias atuais, com tantas preocupações e responsabilidade, percebe-se facilmente como a mente pensa de forma contínua no passado (memórias) e no futuro (expectativas). Com a devida atenção, é possível diminuir a velocidade dos pensamentos, chegar a um silêncio mental em que o momento presente é vivenciado com mais nitidez. O objetivo, dessa forma, é dissolver preocupações e problemas que bloqueiam a mente. Mas como fazer? É sempre recomendável procurar algum especialista para ter ensinamentos. Mas se o caso é tentar iniciar a prática em casa, recomenda-se um local confortável e acolhedor, de preferência com meia luz, e um momento tranquilo em que você não será incomodado ou interrompido. Com os joelhos dobrados e o tronco apoiado sobre ambas as pernas, coloque alguma espécie de acolchoado sob os pés e sinta-se confortável. O importante é estar em uma posição agradável, com o tronco reto. O pescoço e a cabeça devem ficar em alinhamento com a coluna. A postura deve ser reta, mas não rígida. Depois disso, mantenha os olhos semiabertos,

experientes

32

JUN 2013

focalizados a uns dois metros à sua frente. Mantenha leve sorriso. Relaxe todos os músculos do corpo, principalmente a face. Deixar um sorriso espontâneo e leve aparecer é importante para tirar as contrações do rosto, geradas pelo estresse e nervosismo. Preste atenção em sua respiração. Tente deixar seus pensamentos para trás pensando apenas na sua respiração. Sinta o ar entrando e saindo de suas narinas. Ao prestar atenção na sua respiração e relaxar o corpo, sua sensação após alguns minutos será de relaxamento profundo. Mas é difícil chegar a esse estado, quando paramos para não pensar em nada percebemos toda a nossa ansiedade e nossos pensamentos confusos. Deixe esses pensamentos passarem, esforce-se para não prestar atenção neles e sim em seu respirar.


Bem-Estar Duração e objetivos

Def inicõe s da medita ca o

sxc.hu

quando a mente se Estado que é vivenciado amentos; torna vazia e sem pens te em um único objeto Prática de focar a men estátua religiosa, na (por exemplo: em uma um mantra); própria respiração, em ra o divino, invocando Uma abertura mental pa der mais alto; a orientação de um po

Não há um tempo mínimo para a prática. Como no início é difícil se manter em um estado de quietude, o melhor mesmo é ir aos poucos. Alguns poucos minutos todos os dias são mais importantes do que horas, mas raramente. A frequência da prática é que leva a um estado de espírito mais calmo. A meditação pode ser praticada por diversos motivos, como simples relaxamento, até a busca pelo que é chamado de iluminação. Muitos praticantes da meditação têm relatado melhora na concentração, consciência, autodisciplina e equanimidade. Na terceira idade, ela é fundamental para que o idoso se sinta mais presente nos tempos atuais. É comum, quando passados os 60 anos, viver mais no passado do que no presente. Meditar significa tentar deixar os pensamentos de passado e futuro um pouco de lado e sentir-se presente no agora. Além disso, a meditação pode ser uma busca espiritual, um autoconhecimento para aceitar as perdas, as culpas e outros sentimentos negativos que nos colocam para baixo. Meditar é voltar-se para si mesmo com o objetivo de reencontrar a nossa essência, que muitas vezes se perde em um mundo cheio de barulho e informação.


Eventos

Competir

e se divertir

Q

uem disse que a terceira idade significa dores no corpo, cansaço e descanso? Para uma grande parte dos aposentados e pensionistas do Estado de São Paulo, essas palavras não correspondem à realidade após os 60 anos. A prática esportiva faz parte do cotidiano e não apenas como um simples lazer, mas também como competição. A maior prova disso são os Jogos Regionais do Idoso (JORI), que teve inicio no mês de maio na cidade de Araçatuba. O evento, que ocorre em diversas cidades do Estado, terá sua grande final no mês de novembro. Os jogos são promovidos pelo Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo e envolve a população idosa das cidades sedes (confira quais elas no boxe) em atividades esportivas. Várias Secretarias, como da Juventude, Esporte e Lazer, Educação, Saúde, Desenvolvimento Social, apoiam o evento, além do município anfitrião em cada rodada. No Jori não existe tempo para descanso. São catorze modalidades diferentes adaptadas para o público idoso, tais como bocha, atletismo (corrida), buraco, coreografia (dança), damas, dominó, danças de salão, malha, truco, natação, vôlei adaptado, tênis de mesa, tênis de quadra e xadrez. Os objetivos são claros. Entre eles, promover a integração do idoso na sociedade, por meio de atividades físicas e desportivas, conquistar o respeito das demais gerações, sensibilizar a sociedade para novas formas de participação da pessoa idosa e valorizar e estimular a prática de atividade física, como fator de promoção da saúde e bem-estar das pessoas idosas. Em resumo, o Jori se destina para estimular a práti-

experientes

34

JUN

Os Jogos Regionais do Idoso (JORI) agitam diversas cidades do interior de São Paulo

ca de desportos para a terceira idade e criar um ambiente de comunidade e inserção dos idosos nas cidades sedes. Para participar dos jogos, o idoso deve ter no mínimo 60 anos completo no ano dos jogos. Terminada a fase regional, os dois primeiros classificados em cada modalidade participam do Jogos Estaduais do Idoso (JEI). O objetivo dos organizadores é aumentar, a cada ano, o número de municípios e idosos participantes. Os JORI teve sua primeira edição em 1994, com a nomenclatura de “Caras e Coroas”, em São Paulo, no Ginásio do Ibirapuera. O evento foi um sucesso, e a Secretaria de Esporte de São Paulo organizou outro encontro dos participantes em 1995, mas já com o nome de Jogos Regionais do Idoso (JORI). A partir de então, os jogos passaram a realizar-se em algumas regiões paulistas, evoluíram e tornaram-se classificatórios para os Jogos Estaduais do Idoso, Mas, oficialmente para os organizadores, o primeiro JORI ocorreu em 1997.


Divulgação/Prefeitura de Campinas

Representantes de Campinas levantam o troféu durante o JORI

Regiões-sedes dos jogos em 2013 Araçatuba Araraquara e Bauru Barretos, Franca e Região Ribeirão Preto Campinas Marilia Presidente Prudente São José do Rio Preto São José dos Campos Sorocaba Grande São Paulo e Santos *Os Jogos Abertos do Idoso será de 27 de novembro a 01 de dezembro

08 a 12 de Maio 15 a 19 de maio 05 a 09 de junho 26 a 30 de junho 21 a 25 de agosto 28 de agosto a 01 de setembro 11 a 15 de setembro 25 a 29 de setembro 01 a 06 de outubro 06 a 10 de novembro Para participar Entre em contato com o Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo Fone: (11) 2588.5700


Eventos

O

Um

manifesto por

direitos

O Manifesto dos Aposentados, realizado em Catanduva, mostrou a força da associação da cidade e rendeu novos e importantes benefícios aos associados

O Manifesto dos Aposentados, em Catanduva, pediu o fim do fator previdenciário e contou com a participação de diversas autoridades

Farmácia

Rancho Sales

Praia Grande

Rancho Borborema

SERVIÇO Associação dos Aposentados e Pensionistas do Setor da Alimentação de Catanduva e Região Rua Alagoas, 117 • Centro - Catanduva • CEP: 15800-090 Fone/Fax: (17) 3521.3440 • e-mail: aapsacr@hotmail.com

experientes

36

JUN 2013

s últimos meses foram agitados em Catanduva. A Associação dos Aposentados e Pensionistas do setor da Alimentação organizou, ao lado da Confederação Brasileira dos Aposentados e Pensionistas (COBAP), da Federação dos Aposentados e Pensionistas do Estado de São Paulo (Fapesp) e da Associação dos Aposentados de Catanduva, o “Manifesto dos Aposentados”. Com cartazes e faixas nas mãos, os aposentados fizeram uma passeata pelas ruas centrais da cidade e um ato ecumênico, com a participação de diversas autoridades, pedindo fim do fator previdenciário, o fim da desoneração da folha do INSS, um reajuste único e digno a todos os aposentados e mais médicos nos postos de saúde. Tantas ações renderam parcerias importantes e a disponibilização de benefícios aos seus associados. Há sete anos, a Associação dos Aposentados e Pensionistas do setor da Alimentação de Catanduva e região luta, incansavelmente, pelos direitos dos aposentados e pensionistas. Fundada em cinco de dezembro de 2005, por José da Cruz Prates (presidente), a entidade trabalha – ao lado do Sindicato da Alimentação de Catanduva e região – pelo fim do fator previdenciário. Para isso, a associação participou e continuará participando de todos os manifestos já realizados em Brasília e demais cidades do País, com o objetivo de defender a categoria. “O poder de compra do aposentado é cada vez menor. O governo concede aos beneficiários reajustes menores do que os do salário mínimo. Isso provoca a desvalorização dos benefícios. Por isso, precisamos nos mobilizar e ir às ruas para pressionar o governo”, afirma o presidente José da Cruz Prates.


Entretenimento Teu Dia

PA L A V R A S C R U Z A D A S a. Manuscrito antigo b. Evita obstáculos (avião, navio) c. Boneco articulado d. Qual é a capital de Cuba? e. Tanque artificial para natação f. Profissão (telefone) g. Pequena vala h. Cobertura de cabeça i. Rocha j. Empregada no calçamento das ruas

Eu te desejo um bom dia, neste dia que é só teu. Peço que o sol seja teu guia mas que o poema seja meu, que é pra eu te dar poesia.

k. Profissão (mensagens) l. Pássaro de canto melodioso m. Vaso esferoidal n. Figura formada por duas hastes o. O macho da abelha p. Cilindro q. Cobertura de feltro, palha etc. r. Vinho s. Animal (mão-pelada) t. Suco que circula nas plantas

Que tua pele e teus sentidos sintam bafejos de mar, sussurros de lendas, suaves sons, trinados, solfejos. Que teus olhos - lindos, mirem transparências, jades lampejos, suaves cores, alvaiades. Que teu alimento tenha tanto sabor quanto teus lábios, que seja mais leve e mais pura a água que desejas, que as maçãs sejam mais vermelhas e te saibam mais doces as cerejas. Que o perfume de uma flor te abrace, misture-se ao teu e se complete.

u. Alimento (ave) v. Diamante lapidado w. Planta graminácea x. Usado para escrever ou riscar y. Objeto (restaurante) z. Flor (cor)

Que teu corpo tenha desejos, centelhas, evidências.

3

4

6

7

1

6

4 9

2

5

9 3 3

1 2

1

8 5

2

7 7

3

2

7

4

9 2

9

6

5

8

5

6

1

3

8 3

5

7

6 3 2 7 6 7 1 1 8 5 8 5 2 7 3

7 2 8 7

1

5 4 5 2 9 6 3 4 9 1 4

8 9

7 3

1- Preencha os espaços em branco com algarismos de 1 a 9, de modo que cada número apareça apenas uma vez na linha. 6 3 2 7 6 7 1 1 8 5 8 5 2 7 3

7 2 8 7

1

5 4 5 2 9 6 3 4 9 1 4

8 9

7 3

3 - Nos quadrados menores (3x3), a regra é a mesma: aparecem números de 1 a 9, mas nenhum devem estar presentes.

6 3 2 7 6 7 1 1 8 5 8 5 2 7 3

7 2 8 7

1

5 4 5 2 9 6 3 4 9 1 4

8 9

E peço à noite que ouça tua prece, que te proteja, te agasalhe, te envolva. Em acalantos.

7 3

2 - O mesmo deve acontecer em cada coluna. Nenhum número pode ser repetido e todos os números de 1 a 9 se encontram presentes.

Alberto Gattoni

Respostas 8 4 7 6 1 2 5 3 9

3 6 1 4 9 5 7 8 2

5 2 9 8 3 7 4 1 6

4 5 3 1 7 9 2 6 8

7 1 6 2 8 3 9 5 4

2 9 8 5 4 6 3 7 1

9 8 5 7 6 4 1 2 3

1 7 4 3 2 8 6 9 5

6 3 2 9 5 1 8 4 7

PALAVRA CRUZADAS

8

Por ser um jogo de probabilidades, alguns jogos sudoku podem vir a ter mais de uma resposta, dependendo de onde são colocados certos números, principalmente quando são de níveis mais avançados. Essa técnica é chamada de “tentativa de erro”, na qual se estuda todas as probabilidades de posição dos números, para que o jogo se feche.

SUDOKU

S udo k u

Eu te quero um dia lindo e claro: que seu azul intenso te enlace, te aqueça, te dê amparo, que sua brisa beije tua face e que seu vento cante teus encantos.

experientes

37

JUN 2013


Biblioteca FILME

O Exótico Hotel Marigold Direção: John Madden Duração: 124 min. Ano: 2012 País: Estados Unidos Gênero: Drama

MÚSICA

LIVRO

Terceira idade e atividades físicas Autora: Maria Alice Corazza Lançamento: 2009 Páginas: 96 Sinopse: A autora Maria Alice Corazza mostra uma visão sensível do envelhecimento combinado à prática de atividade física. Sua preocupação principal é valorizar a riqueza da vida madura e mostrar que os caminhos ainda podem ser iniciados. Com muito sucesso, no decorrer dos anos trabalhados, a autora transmite experiência prática, valorizando ainda mais o profissional de Educação Física e mostrando que a atividade física é realmente um dos caminhos para viver melhor.

Abraçado Cantor: Caetano Veloso Lançamento: 2013 Gravadora: Universal Music Aos 70 anos, Caetano Veloso mostra mais uma vez a jovialidade de seu espírito e de sua música. Acompanhado de uma banda com metade da sua idade, Caetano passeia por diversos ritmos, modernizando sua música ao utilizar referências atuais somadas à sua experiência como músico. No disco, canções serenas como “Estou Triste” e “Quero Ser Justo” dividem espaço com o carimbó de “O Império da Lei”, e a modernidade de “Funk Melódico”. O grupo que acompanha Caetano no disco é formado por Pedro Sá (guitarra), Marcelo Callado (bateria) e Ricardo Dias Gomes (baixo e teclado).

experientes

38

JUN 2013

Exposição

Sinopse: Os aposentados Muriel, Douglas, Evelyn, Graham e mais três amigos decidem curtir a aposentadoria em um lugar diferente e o destino é a Índia. Encantados com o exotismo do local e com imagens do recémrestaurado Hotel Marigold, eles viajam e são recebidos pelo jovem Sonny. Mas nada era muito bem como parecia ser, descobrem que a estrutura do lugar não é o que a propaganda dizia. Mas aos poucos o grupo acaba descobrindo alguns encantos inesperados do hotel, da cidade e das pessoas.

Costumeiramente tida como algo chato e demorado, a fila acaba ganhando uma nova conotação a partir da exposição “A fila”, das artistas Gigi Manfrinato e Sandra Lee, disposta na Rodoviária de Araraquara. Formada por 23 bonecos em tamanho natural, a fila traz figuras e expressões comuns do nosso cotidiano, como o casal de idosos, o chinês e o motoboy, modelados em papel, cola e gesso. Os bonecos já estiveram em várias cidades do País e seguem na rodoviária de Araraquara até a primeira semana de junho. É uma ótima pedida para quem mora ou passará pela rodoviária da cidade.


Entidades filiadas à FAPESP SINDAPFER | Sindicato dos Aposentados, Pensionistas, Ferroviários e demais Categorias do Estado de São Paulo (11) 3229.8295 / 3228.0271 sindap@bighost.com.br UAPO | União dos Aposentados e Pensionistas de Osasco (11) 3682.9895 uapo@terra.com.br Associação dos Trabalhadores Aposentados nas Indústrias Químicas do ABCD (11) 4433.5835 / 4432.3624 aposentados@quimicosabc.org.br Associação dos Aposentados e Pensionistas de Mauá (11) 4513.2271 apmaua@yahoo.com.br Associação dos Trabalhadores têxteis Aposentados de São Paulo (11) 3313.4011 / 3313.3679 texteis@uol.com.br Associação dos Aposentados e Pensionistas da SABESP (11) 3372.1000 / Fax: 3372.1099 aapsabesp@uol.com.br Associação dos Aposentados Idosos de São Carlos e Região (16) 3411.2189 apaisc.sc@gmail.com Associação dos Aposentados e Pensionistas de Araraquara (16) 3335-2452 assoc.apa@bol.com.br Associação dos Aposentados e Pensionistas de Sorocaba (15) 3211.3554 / 3233.4867 apenso.sorocaba@gmail.com ADMAP – Associação Democrática dos Metalúrgicos Aposentados e Pensionistas de São José dos Campos e Região (12) 3922.1341 / 3923.8298 admapsjc@ig.com.br Associação dos Aposentados e Pensionistas de Mogi das Cruzes (11) 4727.5157 / 4794.5806 uapemc@hotmail.com Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jundiaí e Região (11) 4583.1190 / 4583.1193 aapjr@aapjr.org.br Associação dos Aposentados e Pensionistas de Salto (11) 4028.0112 / 4029.8639 Associação dos Aposentados e Pensionistas de Piracicaba e Região “Eclética” (19) 3447.3447/ 3447.3440 aposentadospira@terra.com.br União dos Aposentados e Pensionistas de Transporte Coletivo de São Paulo

(11) 2921.5747 / 2976.7492 uniaodosaposentados@terra.com.br

Monte Alto e Região (16) 3242.6925 aposentadosmontealto@gmail.com

Departamento de Aposentados e Assuntos de Aposentadoria STU – Sindicato dos Trabalhadores da UNICAMP (19) 3289.4242 / 3521-7691 stu@stu.org.br

FENIX – Movimento dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas de São Paulo (11) 3258.6514 / 3256.9370 fenixassociacao@terra.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Catanduva (17) 3523.1148 associacaocatanduva@bol.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Araras (19) 3541.8068 aapas@terra.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Matão e Região (16) 3384.1139 / 3386.1433 aapmr@uol.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas do Setor da Alimentação de Catanduva e Região (17) 3531.0404 jccprates@hotmail.com

SINTAEMA – Sindicato dos Trabalhadores de Água, Esgoto e Meio Ambiente do Estado de São Paulo – Política Social (11) 3329.2500 / 3329.2509 aposentados.sintaema@terra.com.br Associação dos Aposentados de Taquaritinga (16) 3253.1224 associacao.aposentadospensionistas@hotmail.com Associação dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas da Região do Grande ABCDMRPRGS (11) 4992.4702 / 4427.8977 secretaria@associacaoabc.com.br Associação dos Pensionistas Aposentados de Itanhaém (13) 3422.2114 apaire@terra.com.br Associação dos Aposentados e Pensionistas de Presidente Epitácio (18) 3281.1233 aappesaopaulo@yahoo.com.br União dos Aposentados e Pensionistas de Embu e Região (11) 4782.1541 / 4149.0477 União dos Aposentados, Pensionistas de Guarulhos (11) 2087-7788 / 2443-4563 uniaodosaposentadosguarulhos@ hotmail.com Associação dos Aposentados e Pensionistas de Ribeirão Preto (16) 3636.6914 / 3612.7852 aapirt@yahoo.com.br Associação Regional dos Aposentados e Pensionistas de São José do Rio Preto (17) 3235.3688 arap-riopreto@bol.com.br Sindicato de Trabalhadores em Empresas Ferroviárias de Bauru, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso (14) 3223.6642 / 3223.6532 sinferrobru@uol.com.br Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de

SAAP – Secretária de Assuntos de Aposentados e Pensionistas – SINTIUS – SANTOS (13) 3226.3200 (ramal 3215) silviosivoca@hotmail.com APJR – Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jaú e Região (14) 3601.6870 | www.aapjau.com.br ass.aposentados@uol.com.br Associação dos Trabalhadores Metalúrgicos Aposentados e Pensionistas de Piracicaba (19) 3433.9845 assaposent@terra.com.br Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Birigui e Alta Noroeste (18) 3641.2701 | aapiban@hotmail.com

Associação dos Aposentados e Pensionistas de São José dos Campos (12) 3942.2930 | aapsjc@hotmail.com Associação dos Aposentados e Pensionistas de Várzea Paulista (11) 4606.2414 | aapiclp@hotmail.com

Associação Regional dos Aposentados Pensionistas pela Previdência Social Rio Claro – ARAPS (19) 3533.8787 arapsrioclaro@uol.com.br Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos e Lençóis Paulista (14) 3264.1393 contato@aposentadoslp.com.br

Associação dos Aposentados de Campo Limpo Paulista (11) 4039.4109 duarteaapi@hotmail.com

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Porto Ferreira (19) 3585.6600 slaniza1@yahoo.com.br

Associação dos Aposentados de Caraguatatuba (12) 3883.2418 / 3883-2174 caragua.aapc@gmail.com Associação dos Aposentados e Pensionistas da Região de Garça (14) 3471.1188 | aaprg@spacnet.com.br

Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Ribeirão Bonito e Região (16) 3344.1194

Associação Aposentados de Votorantim (15) 3353.8080 assessoria@apevo.com.br

Associação dos Metalúrgicos Aposentados de Sorocaba e Região (15) 3334.5404 / 3031.4271 amasosor@yahoo.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Penápolis (18) 3652.8555 / 3652.5446 aposentadospenapolis@hotmail.com

Associação Eclética de Aposentados e Pensionistas de Mogi Guaçu (19) 3841.8841 / 3861.7755 a.ecletica@ig.com.br

AAPIAR – Associação Aposentados, Pensionistas e Idosos de Andradina e Região (18) 3723.7557 / 3722.8616

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Tupã e Região (14) 3441.5050 aaptrtupa@cabonnet.com.br

AAPINHOR – Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Novo Horizonte e Região (17) 3542.4127 agallindo@itelefonica.com.br AAPV – Associação dos Aposentados e Pensionistas de Valinhos (19) 3849.2656 / 3871.0092 aapv@ig.com.br

Mais Informações Ligue para (11) 3362-9393 ou acesse www.federacaofapesp.com.br experientes

39

dez 2012


RESORTS Férias de julho Viaje com a CVC

Viaje com a CVC para os melhores resorts do Brasil. A melhor opção para as férias da sua família com completa estrutura de esporte, lazer e diversão.

À vista R$ 1.617. Passagem + transporte + sistema tudo incluído. Preço para pacote 5 dias/4 noites com saída 1º/julho.

GRAND PALLADIUM A PARTIR DE

5 dias - Saídas diárias Imbassaí - BA

10X

SEM JUROS

199,

80 REAIS

À vista R$ 1.998. Passagem + transporte + sistema tudo incluído. Preço para pacote 5 dias/4 noites com saída 1º/julho.

IBEROSTAR BAHIA A PARTIR DE

5 dias - Saídas diárias Salvador - BA

10X

SEM JUROS

199,

70 REAIS

À vista R$ 1.997. Passagem + transporte + sistema tudo incluído. Preço para pacote 5 dias/4 noites com saída 1º/julho.

SEM JUROS

111,

20 REAIS

10X

SEM JUROS

209,

80 REAIS

À vista R$ 1.112. Passagem + transporte + café. Preço para pacote 8 dias/7 noites com saída 30/julho.

À vista R$ 2.098. Passagem + transporte + café. Preço para pacote 8 dias/7 noites com saída 27/julho.

SALINAS MACEIÓ

PESTANA NATAL

8 dias - Saídas diárias Maceió - AL

10X

SEM JUROS

199,

80 REAIS

8 dias - Saídas diárias Natal - RN

10X

SEM JUROS

252,

80 REAIS

À vista R$ 1.998. Passagem + transporte + pensão completa. Preço para pacote 8 dias/7 noites com saída 27/julho.

À vista R$ 2.528. Passagem + transporte + sistema tudo incluído + passeio pela cidade + praia de Pirangi. Preço para pacote 8 dias/ 7 noites com saída 27/julho.

PRODIGY BEACH RESORT

SERRAMBI

8 dias - Saídas diárias Aracaju - SE

10X

SEM JUROS

119,

40 REAIS

À vista R$ 1.194. Passagem + café. Preço para pacote 8 dias/7 noites com saída 30/julho.

SEM JUROS

242,

10X

SEM JUROS

174,

60 REAIS

À vista R$ 1.746. Passagem + transporte + sistema tudo incluído. Preço para pacote 5 dias/4 noites com saída 31/julho.

BEACH PARK OCEANI 4 dias - Saídas diárias Fortaleza-CE

10X

SEM JUROS

108,

70 REAIS

À vista R$ 1.087. Passagem + transporte + café. Preço para pacote 4 dias/3 noites com saída 31/julho. Pacote não inclui ingressos.

SERRANO RESORT

8 dias - Saídas diárias Porto de Galinhas - PE

10X

5 dias - Saídas diárias Fortaleza - CE A PARTIR DE

10X

VILA GALÉ CUMBUCO

A PARTIR DE

70 REAIS

8 dias - Saídas diárias Natal - RN

4, 5 e 8 dias - Saídas diárias Gramado - RS

80 REAIS

À vista R$ 2.428. Passagem + transporte + meia pensão. Preço para pacote 8 dias/7 noites com saída 1º/julho.

A PARTIR DE

161,

OCEAN PALACE A PARTIR DE

SEM JUROS

8 dias - Saídas diárias Maceió - AL

A PARTIR DE

A PARTIR DE

10X

VILLAGE PRATAGY

A PARTIR DE

CVC

A PARTIR DE

EXCLUSIVO

A PARTIR DE

RESORT

5 dias - Saídas diárias Costa do Sauípe - BA

A PARTIR DE

SAUÍPE FUN

10X

SEM JUROS

10X

SEM JUROS

138,

80 REAIS

À vista R$ 1.388. Passagem + transporte + meia pensão + passeio pela cidade. Preço para pacote 5 dias/4 noites com saída 29/julho.

Vá até uma loja CVC, tem sempre uma perto de você, ou fale com seu agente de viagens. PARAÍSO.......................................................2146-7011 CAMPO BELO ...............................................5041-2740 FARIA LIMA ..................................................3038-5300 FRADIQUE COUTINHO..................................3596-3470 HIPER CARREFOUR ARICANDUVA ..............2269-5380 HIPER CARREFOUR CASA VERDE.................3858-5335 HIPER D´AVÓ ITAIM PAULISTA .....................2567-2674

HIPER EXTRA ITAIM .....................................3078-6443 HIPER SONDA JAÇANÃ.................................2243-2020 LIBERDADE...................................................3209-0909 MORUMBI MUNDO......................................5181-7777 PIRITUBA......................................................3903-6611 PRAÇA DA ÁRVORE ......................................2577-0507 RAPOSO SHOPPING .....................................2109-0199

SHOPPING BUTANTÃ ...................................3722-1188 SHOPPING FREI CANECA..............................3472-2010 SHOPPING IBIRAPUERA I - PISO MOEMA ...2107-3535 SHOPPING INTERLAGOS ..............................5563-6300 SHOPPING MORUMBI II - PISO SUPERIOR...2146-7200 SHOPPING PÁTIO HIGIENÓPOLIS.................3667-8622 VOLUNTÁRIOS DA PÁTRIA ...........................2367-1774

cvc.com.br

Prezado cliente: os preços publicados são por pessoa, com hospedagem em apartamento duplo, com saídas de São Paulo. Preços, datas de saída e condições de pagamento sujeitos a reajuste. Condições para pagamento: parcelamento 0+10 vezes sem juros no cartão de crédito. Ofertas válidas para compras até um dia após a publicação deste anúncio. Taxas de embarque cobradas pelos aeroportos não estão incluídas nos preços. Descontos informados já estão aplicados nos preços anunciados. As passagens aéreas anunciadas nos pacotes são em classe econômica.

Junho 2013  
Junho 2013  

O poder do cuidado - O acolhimento de aposentados que precisam de auxilio é um dever de familiares e instituições | Visão juridica - um olha...

Advertisement