Page 1


Nesta Edição

>>>>>> Editorial...............................................5

08

Entrevista

Incubadora Tecnológica.......................6

Luciana Zukauskas

Entrevista............................................8

Diretora-Executiva e Conselheira do CIESP - Alto Tietê

Gestão Empresarial............................20

Exper News.......................................12 Capa..................................................14

Destaque Empresarial........................21 Saúde.................................................22 Case de Sucesso.................................23 Direito................................................24

Capa

Recursos Humanos............................26

Mulheres no Comando

14 Saúde Lídia Bueno Diretora-Executiva da SEISA

4 - Revista Exper

22

Para expressar sua opinião, dar sugestões, enviar releases e fazer contato com a nossa redação, escreva para: redacao@revistaexper.com.br e siga-nos nas redes sociais:


Editorial

>>>>>>

Que o cenário político é instável e muda a todo instante, todos nós sabemos, mas um fato que chamou nossa atenção foi a opção de Dilma por

Foto Reprodução

As mulheres firmam-se em posições estratégicas Ideli. Pela primeira vez na história brasileira, as mulheres estão em maioria nos postos de comando mais importantes da Presidência da República. Dos cinco ministros que trabalham no Palácio do Planalto, três são mulheres com a posse de Ideli: ela, Gleisi Hoffmann (Casa Civil) e Helena Chagas (Comunicação Social). Aos homens, restaram a Secretaria Geral, do ministro Gilberto

Paulo, Minas Gerais e Paraná.

mulher no comando utiliza uma socie-

Carvalho, e o Gabinete de Segurança

Com estas duas conquistas no

dade mais inclusiva, demonstra habili-

Institucional, do general José Elito Car-

âmbito político e empresarial, acredito

dades de ouvir mais forte e implementa

valho Miranda.

ser uma oportunidade de homenagear

um plano que incorpora as melhores

as mulheres, e quebrar a regra de fazer

ideias de todos os envolvidos. Ela tende

isso apenas no mês de março.

a operar sob a crença de que a inclusão

Outra grande conquista foi a rede varejista da empresária Luiza Helena Trajano comprar as lojas do Baú

Sendo assim entrevistamos

é preferível a exclusão, e a centralidade

da Felicidade por R$ 83 milhões, uma

Luciana Zukaukas, que está a frente

é preferível a hierarquia. Elas não que-

operação envolvendo 121 lojas em São

da empresa há alguns anos e prova que

rem sentar-se sozinhas no topo. Trouxemos a talentosa Maria Helena que administra a Couro Impres-

Expediente Publisher: Márcio Junior MTB 59904-SP, Conselho Editorial: CIESP Alto Tietê, Editoração Eletrônica: Offmktweb, Assessoria Jurídica: Marcelo Inocêncio, Colunistas: Ivan Melo, Epaminondas Nogueira, Márcia Thobias, Lídia Bueno e Antonio Palomares. Publicidade: 11 2819-4457 ou 11 9472-8104 / publicidade@revistaexper.com.br, Foto Capa: Diego Barbieri. A revista é distribuída aos associados do CIESP Alto Tietê, Fempi, SESI, SENAI, UMC, ACMC, ACE SUZANO, ACIDI, ACIFV, ACIP, Sebrae, Secretarias de Indústria e Comércio, Centros e Prédios Comerciais e algumas bancas. A revista não se responsabiliza pelo conteúdo dos anúncios e as opiniões emitidas em artigos assinados são de responsabilidade dos autores.

so, que é de longe um case de sucesso, e finalmente a senhora Laura Monteiro da empresa Argamont, com o título de destaque empresarial desta edição de julho. Boa leitura. Manoel Camanho Conselheiro Editorial

Revista Exper - 5


Incubadora Tecnológica

>>>>>>

Empreendedorismo feminino Márcia Thobias Sócia-proprietária da empresa Maltha Ecokímea. Empresa em desenvolvimento na Incubadora Tecnológica de Mogi das Cruzes - INTEC-MOGI

E

m uma era onde as mulheres têm avançado e proje-

Mogi das Cruzes, INTEC-MOGI.

tando-se em ambientes até então de domínio mas-

Mãe e filha, naturais de São Paulo, resolveram unir o

culino, o Brasil certifica e comprova este cenário ao

conhecimento técnico, a experiência de mercado e a oportuni-

liderar o ranking mundial de empreendimentos em estágio

dade vislumbrada para empreenderem em um negócio inova-

inicial comandados por mulheres, segundo pesquisa Global

dor e ambientalmente correto.

Entrepreneurship Monitor 2010.

A partir de pesquisas relacionadas à produção de

Não é difícil de entender esta tendência, basta um

biocombustíveis, chegaram a um leque de produtos químicos

olhar mais atento e veremos vários exemplos em que elas têm

modificadores de superfície que encontram aplicações diver-

exercido sua liderança, seja no âmbito política, no mundo cor-

sificadas na indústria têxtil.

porativo ou na esfera econômico-financeira.

Hoje, com um ano e meio de existência, Marcia e

Contudo, mais que empreender, o público femini-

Dione direcionam a MALTHA ECOKIMEA no sentido de

no também desponta para um viés de suma importância no

avançá-la e promovê-la enquanto empresa sustentável, com-

contexto das novas empresas: a pesquisa e a inovação tec-

prometida com o meio ambiente e geradora de emprego e ren-

nológica. Considerem-se como fatores que respaldam esta

da. Já que dentre os fatores determinantes para sua instalação

afirmação, o preparo sólido, a competência inquestionável e

em Mogi, o forte trato ambiental comum à região do Alto Tie-

a expertise adquirida ao longo de significativos períodos de

tê foi o primeiro aspecto considerado.

dedicação e desenvolvimento pessoal.

“Entendemos que um crescimento pautado em par-

Esta receita o país apresenta para o mercado nacio-

cerias e em liberdade com responsabilidade permite a conso-

nal e internacional. Estes inúmeros casos de empenho e de

lidação e a perpetuação do negócio (...), como indústria quí-

sucesso motivam e encorajam outras mulheres batalhadoras e

mica, é nosso desejo fazer parte de uma paisagem ambiental

inovadoras!

saudável”, afirmou a empreendedora e Engenheira Química

Um caso que confirma esta tese é o das empresárias

Márcia Thobias que, junto com sua filha, a Geógrafa Dione,

Márcia e Dione Thobias, sócias da MALTHA ECOKÍMEA,

retratam exemplarmente o contexto do “empreendedorismo

empresa em desenvolvimento na Incubadora Tecnológica de

tecnológico feminino”.

6 - Revista Exper


Entrevista

>>>>>>

Luciana Zukauskas Exper - Para que nossos leitores possam conhecê-la melhor fale um pouco sobre sua trajetória profissional e quais as responsabilidades e atribuições de li-

Formada em Administração, Pós-graduada em Marketing, DiretoraExecutiva da Zukauskas, empresa de médio porte no segmento de Usinagem e Caldeiraria e Conselheira do CIESP - Alto Tietê.

derar uma empresa como a Zukauskas?

indústria no PIB nacional encolheu em

vezes milagrosas para reter seus talen-

Luciana - Sou formada em Adminis-

mais de 50% na última década. É um

tos, entretanto na maioria das vezes

tração de Empresas com pós-gradu-

fator relevante, pois mostra o impacto

não compreendem que as expectativas

ação em Marketing. Minha trajetória

de alguns pontos importantes que são

de um indivíduo estão além do quan-

profissional começou na área de ven-

amplamente discutidos na atualidade:

titativo mensurável. A empresa bem-

das. Posteriormente, numa multinacio-

- Alta carga tributária das empresas;

sucedida é aquela que consegue com-

nal americana da indústria farmacêu-

- Invasão de milhares de produtos

prometer o colaborador com a visão e

tica, na área de vendas a marketing, a

manufaturados originários do conti-

missão da organização, bem como as

qual atribuo um grande aprendizado

nente asiático, em especial da China;

metas e objetivos, sempre atribuindo os

ao longo de quase 10 anos de carreira.

- Hipervalorizacão do real;

resultados tanto a capacidade funcio-

Entretanto na ZUKAUSKAS, uma in-

- Juros estratosféricos, entre outras

nal quanto a emocional do indivíduo.

dústria metalúrgica de médio porte, com

mudanças que fazem com que o Brasil

um parque industrial de 5.300m2, uma

não atinja percentuais de crescimento

Exper - Analisando o universo das

capacidade de produção que atinge a

condizentes com o seu real potencial.

empresas no Brasil, o que está sen-

marca de 48.000 peças manufaturadas

do feito e o que pode ser melhorado?

por mês, divididas em 1.700 produtos

Exper - Em geral, como você vê a

Luciana - Um diferencial positivo e

foi onde encontrei meu maior desafio.

atuação das empresas no Brasil em

muito forte nas empresas brasilei-

A missão de transformar uma em-

relação a “Retenção de Talentos”?

ras é sua facilidade de adaptar-se as

presa de cultura e gestão familiares,

Luciana - As empresas ainda estão em

mudanças. Em contraponto acredito

em uma empresa profissionalizada

busca de fórmulas efetivas, ou muitas

que os meios utilizados na busca por

e competitiva em sua estrutura funcional, orientada por um plano de metas e de avaliação por resultados. Exper - Quais foram às mudanças de maior relevância que ocorreram no mundo dos negócios nos últimos anos? Luciana - Numa análise mais direcionada, acredito que a “desindustrialização” do Brasil, onde a participação da

8 - Revista Exper


Revista Exper - 9


Entrevista

>>>>>> Prazo) devido a recentes mudanças nas tendências econômicas nos mercados que atuamos – especificamente o de máquinas agrícolas e de construção . Mas basicamente o Plano de Negócios da ZUKAUSKAS para 2012, contempla metas agressivas em redução nos custos, aumento da produtividade através de novos produtos em desenvolvimento com tecnologia de ponta e um crescimento na rentabilidade bastante acentuado. Exper cial

da

Qual Luciana

o

diferenZukauskas?

imediatistas,

lizou para acompanhar as tendências

Luciana - Participei de várias avalia-

na maioria das vezes comprometem a

do mercado e estar sempre inovando?

ções 360 graus*, e sempre me desta-

sustentabilidade e a sobrevivência des-

Luciana - A inovação numa indústria

quei nos quesitos: ética, criatividade

sas empresas a longo prazo. Em suma,

muitas vezes, está relacionada ao seu

e persistência. Mas acredito que meu

“parafraseando minha avó, em sua sá-

processo produtivo, portanto, inves-

“tempero” seja a paixão pelo que faço!

bia experiência de 85 anos, uma semen-

tir em novas tecnologias de produção

*É um tipo de avaliação de desempenho

te não vira árvore em pouco tempo”.

aliado ao estímulo à geração de no-

onde o colaborador é avaliado pelo(s)

vas ideias dos colaboradores costuma

chefe(s), subordinado(s) e pares que,

Exper - No Alto Tietê existem 4.500 indús-

dar excelentes resultados. Em nossa

entre outros pontos, destaca pontos for-

trias, que conselho você daria para estes

empresa estimulamos o colaborador,

tes e pontos de melhoria do profissional.

empregadores que vislumbram crescer?

através de atividades que envolvam a

Luciana - Acredito que a região do

participação deles e de seus familia-

Exper - Quais conselhos você daria

Alto Tietê ainda tenha um excelen-

res e a claro a busca incansável pela

as mulheres que sonham em se tornar

te potencial de desenvolvimento, que

especialização, através de cursos, pa-

diretora-executiva de uma companhia?

certamente será impulsionado com a

lestras, workshop e muito treinamento.

Luciana - Equilíbrio, perseverança,

resultados

financeiros

foco e muito preparo, acredito ser fa-

finalização da construção do Rodoanel – Norte. Em curto prazo, estabe-

Exper - Quais são seus planos e pers-

tores fundamentais, mas que devem

lecer parcerias entre as empresas da

pectivas de negócios para 2012?

ser conquistados e amadurecidos, ou

região com o objetivo de maximizar as

Luciana - O plano de negócios para

seja, o ideal é dar um passo de cada

oportunidades de mercado e aumen-

2012 está em fase de revisão e con-

vez; estabelecer em sua vida profis-

tar o market-share de seus negócios.

solidação pois pequenos ajustes fo-

sional metas de curto, médio e longo

ram necessários, considerando nosso

prazos, ter sempre planos contingen-

P.E.L.P. (Plano Estratégico de Longo

ciais e nunca desistir dos seus sonhos!

Exper - Quais os recursos que você uti-

10 - Revista Exper


Revista Exper - 11


Exper News

>>>>>>

União de Skype e Microsoft Brasil. O consentimento da autarquia antitruste americana é decisiva para que a união seja autorizada até nas últimas instâncias reguladoras. Apesar disso, outra notícia, não tão boa: Skype demitiu

A Exper marcará presença

seus principais executivos. O porta-

nos dias 9 a 12 de agosto, no Terceiro

Após a Microsoft anunciar

voz da Skype, Brian O’Shaughnessy,

Encontro das Indústrias em Suzano. O

a aquisição da Skype, o negócio

declarou em comunicado à imprensa

evento ocorrerá no pavilhão de esportes

foi

Trade

que as demissões fazem parte de um

do Parque Max Feffer e é organizado

com

projeto de mudança de liderança dentro

pelo CIESP, com apoio de diversas

da organização.

entidades. O espaço para exposição

aprovado

Commission

pela -

Federal

FTC,

órgão

atribuições similares às do Cade, no

será dividido em 132 estandes para

Diego Barbieri Fotografia

expositores, parceiros e patrocinadores,

Diego Barbieri iniciou na

trabalhos em jornais da região, onde

com o objetivo de promover o

fotografia ainda jovem, tomou gosto

permanece até hoje, e paralelo efetua o

desenvolvimento econômico do Alto

e decidiu que seria sua profissão. Com

registro de casamentos, aniversários e

Tietê. A divulgação terá ampla cobertura

19 anos, procurou profissionais da área

eventos sociais.

na mídia local, além de uma edição

para aperfeiçoar seus conhecimentos

Para saber mais acesse o blog:

Especial da Exper que será produzida

e formou-se no SENAC - São Paulo.

http://barbierifotografia.blogspot.com/

com depoimentos, fotos e anúncios

Ao adquirir sua primeira máquina

ou pelos números:

dos expositores, de forma a promover e

fotográfica, deu início a sua carreira com

(11) 2378-3199 / (11) 9607-7662

gerar bons negócios, após o encontro.

Rede de Combate ao Câncer no McDia Feliz A Rede de Combate ao Câncer

sociais e imprensa. Várias etapas deverão

a Rede de Combate ao Câncer Guiomar

Guiomar Pinheiro Franco que este ano

ser cumpridas até o dia 27 de agosto pelas

Pinheiro Franco é uma delas. Neste ano,

completa 50 anos de atuação participará

instituições

estarão

os recursos da Campanha serão investidos

em 27 de agosto da 23ª edição do McDia

concorrendo a prêmios adicionais em

em 74 projetos de 59 instituições em todo o

Feliz, a maior Campanha Nacional no

dinheiro para seus respectivos projetos.

país. Os recursos obtidos com a Campanha

participantes

que

Combate ao Câncer Infantojuvenil, além

No McDia Feliz, todo o recurso

pela RCC Guiomar Pinheiro Franco

de ser o principal evento comunitário do

arrecadado com a venda de sanduíches

serão doados ao Projeto Algodão Doce

Sistema McDonald’s no Brasil.

Big

do Hospital do Câncer Dr. Flávio Isaías

Pelo segundo ano consecutivo

Mac,

vendido

separadamente

ou

na McOferta de Big Mac, além dos

Rodrigues.

a Rede também está participando da

materiais

confeccionados

O evento garante o dia de maior

Gincana McDia Feliz, coordenada pela

pelas instituições participantes e tíquetes

movimento em mais de 600 restaurantes

equipe do Instituto Ronald, que objetiva

antecipados, é revertido para instituições de

McDonald’s, e conta com uma mobilização

divulgar a Campanha através das mídias

apoio e combate ao câncer infantojuvenil,

de mais de 30 mil voluntários.

12 - Revista Exper

promocionais


Sesi-SP lança Projeto Cão-Guia

O Sesi-SP e o Instituto Meus

Nova regra

permitirão equilíbrio comportamental

Olhos têm Quatro Patas, com o apoio

aos futuros cães-guias.

prazo para compensação de cheques

da Fundação Dorina Nowill, lançou o

No segundo momento, os

com valor acima de R$ 300,00 será

Projeto Cão-Guia Sesi-SP. A iniciativa

animais serão encaminhados ao centro de

de um dia útil, já com valor inferior a

para transferência de tecnologia social

treinamento do Instituto Meus Olhos têm

R$ 299,99 passará a ser de dois dias

beneficiará

Quatro Patas para adestramento intensivo

úteis, informou a Federação Brasileira

trabalham na indústria paulista.

e especializado. Nesta etapa, o cachorro

de Bancos (Febraban). Antes os

O projeto contempla a criação,

será avaliado, permanentemente, por

prazos eram de dois e quatro dias,

treinamento e doação de cães-guias para

treinadores qualificados. O treinamento

respectivamente.

industriários com deficiência visual,

terá duração de seis a oito meses,

permitindo mobilidade autônoma e

dependendo da evolução do animal.

casos, o prazo menor irá vigorar em

segura a esse público.

No terceiro momento, os cães

todo o território nacional, acabando

Em sua primeira etapa, os 32

escolhem seu futuro dono e passam

com as diferenças regionais. Em locais

filhotes de labrador e golden, adquiridos

por um período de instrução. Os cães-

de difícil acesso, os cheques, até então,

pelo Sesi-SP, serão entregues a famílias

guias serão doados gratuitamente aos

poderiam levar até 20 dias úteis para ser

acolhedoras, selecionadas pela entidade,

industriários com deficiência visual,

compensados. O projeto começou a ser

para diferentes vivencias e situações que

previamente selecionados pelo Sesi-SP.

desenvolvido em 2009 pela Febraban.

deficientes

visuais

que

A partir do dia 19 de julho o

Segundo a Febraban, nos dois

Revista Exper - 13


mulheres no comando A mulher e seu espaço no mundo

Por Fátima Cosmo*

Mulher, lutar para se libertar!” Esse é um antigo jargão das feministas brasileiras, usado até

hoje, em tempos de certa desmobilização de grupos sociais organizados, como sindicatos, entidades de moradores e até organizações de mulheres. Contudo, é da característica feminina a persistência. E elas resistem. Vão sempre adiante pelos seus sonhos, sempre valentes, mas isso nem sempre foi assim. Vejamos um pouco da mulher, especialmente a brasileira, ao longo do período patriarcal de nossa sociedade até os dias de hoje. Nos tempos da tataravó

Do período colonial (1500-

1808) até o segundo período republicano (Estado Novo, 1930-1945) a mulher era como uma propriedade. Primeiro ficava sob o jugo do pai, que arranjava o casamento da filha, depois para o

14 - Revista Exper


jugo de seu marido, como se fosse uma

ços tecnológicos e o intenso crescimen-

çam a assumir os negócios da família

transação comercial. O marido espe-

to da maquinaria, parte da mão de obra

e a posição do homem no mercado de

rava da esposa dotes de boa dona de

feminina é transferida para as fábricas

trabalho. Com o fim da guerra essa re-

casa, propícia para lhe dar herdeiros,

– altas jornadas de trabalhos e grandes

alidade continuou, pois muitos homens

sendo-lhe dispensável conhecimento e

diferenças salariais, além da discrimi-

ficaram mutilados, outros morreram e a

cultura, para que a mesma não contes-

nação conceitual: “homem é que sus-

mulher não podia abandonar as obriga-

tasse a condição de submissão exigida

tenta a mulher, porque o lugar de mu-

ções do lar. No entanto, tinha que acres-

por ele, que fazia o que bem entendia,

lher é no fogão e no tanque”.

cer no rol de suas responsabilidades o

sem compartilhar opiniões com a com-

trabalho antes realizado pelo marido. Nos tempos da Era Vargas

panheira. Se não gerava filhos, poderia

Direito ao voto

ser devolvida para sua família, mantida

em casa, sofrendo toda a sorte de humi-

foram reprimidos durante a ditadu-

lhação ou mandada para um convento

ra de Getúlio Vargas. Elas retomaram

femininas da história do Brasil é o di-

ou para hospícios, em casos de enfren-

suas atividades somente no início da

reito de votar, pois até 1932 era prerro-

tamento. Muitas foram abandonadas e

Segunda Guerra Mundial. Com a I e

gativa apenas dos homens. Faz 79 anos

passaram a lutar sozinhas por sua so-

a II Guerras Mundiais (1914‒1918 e

que a mulher brasileira ganhou o direi-

brevivência e pela dos filhos.

1939‒1945) os homens partem para as

to ao voto nas eleições nacionais. Esse

frentes de batalha e as mulheres come-

direito se deu por meio do Código Elei-

No século XIX, com os avan-

Os movimentos feministas

Uma das grandes conquistas

toral Provisório, de 24 de fevereiro de 1932. Porém, a conquista não foi completa. O direito restringia-se apenas as mulheres casadas com autorização do marido, viúvas e solteiras com renda própria. As mulheres lutaram para que essas restrições ao voto fossem eliminadas no Código Eleitoral de 1934, mais uma vez o código não tornava obrigatório o voto feminino, apenas o masculino. Esse só passou a ser obrigatório em 1946.

A luta pelo direito ao voto fe-

minino começou pelo Rio Grande do Norte. O Estado, em 1927, se torna o primeiro do país a permitir que as mulheres votem nas eleições. A professora Celina Guimarães de Mossoró (RN) é a primeira brasileira a fazer o alistamento eleitoral, invocando a Lei Saraiva, que

Revista Exper - 15


determinava direito de voto a qualquer cidadão que tivesse uma renda mínima de 2 mil réis. Essa ação beneficiou a expansão do voto de saias para todo o país. Outra vitória dá-se com a criação da lei do divórcio, fruto de persistente luta, conforme promulgação da Emenda nº. 9, de 28/06/1977, que foi regulamentada pela Lei nº. 6.515, de 26/12/1977. Mulheres no poder

Alzira Soriano foi a primeira

mulher eleita prefeita de Lajes (RN), em 1928, pelo Partido Republicano, ela não finalizou o seu mandato, porque a

na Assembléia Nacional Constituinte

Comissão de Poderes do Senado anulou

entre 1934 e 1935.

res eleitas senadoras foram Júnia Mari-

os votos de todas as mulheres. A médi-

Eunice Michiles (PDS-AM)

se (PRN-MG) e Marluce Pinto (PTB-

ca paulista, Carlota Pereira de Queiroz,

foi a primeira mulher a ocupar um lu-

RR). Eva Blay (PSDB-SP), suplente de

em 3 de maio de 1933, foi a primeira

gar no Senado, em 1979. Suplente, as-

Fernando Henrique Cardoso, assumiu o

mulher a votar e ser eleita deputada fe-

sumiu o posto com a morte do titular do

mandato quando o FHC se tornou mi-

deral. Carlota participou dos trabalhos

cargo, o senador João Bosco de Lima.

nistro do ex-presidente Itamar Franco.

Em 1990, as primeiras mulhe-

Roseana Sarney (PFL), em 1994, foi a

Não se trata de ocupar um

espaço que fora dos homens. Trata-se de desempenhar de maneira diferenciada as atribuições de uma profissão. A presença feminina

no

universo

profissional

representa uma atuação peculiar que promove, por exemplo, uma visão mais sensível na racionalidade que demanda a solução de um problema, o agregar novas atitudes na concepção de estratégias que levam a um bom resultado. O fato é que ao associar conhecimento, princípios

primeira mulher a ser eleita governadora, no Maranhão. Esther Figueiredo Ferraz foi a primeira ministra de Estado (Educação), em 1982. Dilma Rousself (2010) a primeira presidente do Brasil. O Congresso Nacional em 1996 criou o sistema de cotas na Legislação Eleitoral o qual obrigava os partidos a inscreverem, no mínimo, 20% de mulheres nas chapas proporcionais. Esse sistema no ano seguinte foi revisado e o mínimo passou a ser de 30%.

éticos, autoconfiança e determinação a Márcia Regina de Oliveira

mulher descobriu que pode empreender

Diretora Etec Presidente Vargas

grandes projetos, e contribuir para uma

Mogi das Cruzes - SP

sociedade mais justa e harmoniosa.

16 - Revista Exper

Mulheres no Alto Tietê

Ganham dimensão assumindo


cargos de poder em empresas, comér-

cio, poder público, líderes sindicais,

DO CONHECIMENTO e nesse

entre outros. Na região do Alto Tietê,

contexto a mulher terá cada vez mais a

dos 988.275 eleitores, 52% são mulhe-

importância estratégica, pois trabalha

res (510.486), segundo dados divulga-

naturalmente com as diversidades e

dos pelo Tribunal Superior Eleitoral

processos multifuncionais.

(TSE) no ano passado. Com 80.819

votos, Heroilma Soares Tavares (PTB),

o cipó, vale ressaltar que o preparo e

putada na história de Itaquaquecetuba e

o conhecimento permite sua evolução

região do Alto Tietê, representando as Para a deputada é necessário lutar em prol dos direitos da mulher e vários trabalhos são realizados em benefício da mãe, da trabalhadora e cidadã que ain-

Estamos experimentando o

mundo em que a fibra ótica substitui

eleita em 2010, é a primeira mulher de-

mulheres na Assembléia Legislativa.

“Estamos vivendo na ERA

e dessa maneira, estamos migrando Ivone Mello - Graduada em Psicologia,

para um cenário que direciona à

Pós Graduação em Gestão de RH, Docente

reflexão. Enfim, caso o Tarzan não

na UBC e na UMC e Psicólogo na NIC

se recicle, os filmes do futuro serão

Recursos Humanos há quase 18 anos.

estrelados somente por Jane”.

da sofre maus tratos e para ampliar os projetos a deputada conta com o apoio

das Cruzes), Maria da Penha Gelk

das mulheres para novas conquistas.

(Suzano) e Rosania Morales Morroni

Na Educação há a batalha das dirigen-

(Itaquaquecetuba). No poder Legislati-

tes de ensino por melhorias como a de

vo regional contamos com projetos de

que têm competências diversas, apesar

Teresa Lúcia dos Anjos Brandão (Mogi

várias mulheres que se empenham pelo

de serem taxadas de sexo frágil e ain-

Heroilma Soares Tavares (PTB), eleita em 2010, é a primeira mulher deputada na história de Itaquaquecetuba e região do Alto Tietê.

desenvolvimento de suas cidades. Mulheres no mercado de trabalho Elas foram à luta, mostraram

da receberem menos que os homens em muitas funções idênticas. Elas são fortes para encarar os desafios do mercado de trabalho com convicção e disposição. A sensibilidade da mulher tem colaborado muito nas influências humanas. Ela consegue transmitir as mudanças com clareza e a delicadeza necessárias, despertando o envolvimento de cada indivíduo no ambiente laboral. No século XX tem participação ativa na sociedade encontrando seu espaço através de articulações organizativas, como a União Brasileira de Mulheres, UBM, para adquirir seus direitos como cidadã,

trabalhadora,

companheira,

Revista Exper - 17


mãe. Passa a questionar e não apenas

pital paulista, entre tantas outras. Nas

ra Gandhi, Madre Tereza de Calcutá e

a aceitar passivamente o que o homem

artes: Carmem Miranda, a pequena

tantas outras heroínas, algumas anô-

diz. Se torna cientista, romancista, his-

notável, a luso-brasileira que encantou

nimas, foram importantes para denun-

toriadora, caminhoneira, padeira, faz

o mundo com seu samba estiloso, com

ciar injustiças e conquistar direitos. No

qualquer profissão e mostra ser tão ca-

visual único, que pôs os “gringos” de

Afeganistão de hoje, o acesso limitado

paz quanto o homem, mas não deixa de

joelhos. Leila Diniz, atriz que escanda-

a médicos, leva ao alto índice de mor-

exercer a sua feminilidade, governando

lizou a ditadura na década de 70 ao ex-

talidade na hora do parto. As que re-

seu corpo e seu espírito.

por, de biquíni na praia, sua barriga de

clamam das más condições e assumem

Uma das atividades que as

grávida. Dercy Gonçalves, atriz e co-

papel de lideranças são ameaçadas e

mulheres mais se destacam a cada dia,

mediante hilária, que chocava por sua

até assassinadas, conforme o noticiário

é a atuação política. Muitos nomes nos

irreverência e se citarmos as mulheres

internacional. Há mulheres que se atre-

lembram inovações memoráveis como

na literatura, na telenovela, nas ciên-

vem a sair às ruas sem burcas (espécie

a revolucionária Anita Garibaldi, a mi-

cias? São muitas, mas também não po-

de véu árabe com tela cobrindo o rosto)

litante comunista, jornalista e escrito-

demos esquecer as pioneiras do mundo.

e aquelas que decidiram abandoná-la

ra Pagú, a polêmica deputada carioca

para usar apenas o véu cobrindo a caLuta internacional da mulher

e ex-governadora Sandra Cavalcanti,

O papel de várias mulheres

beça, mas ainda são vistas com alguma

Ivete Vargas, sobrinha de Getúlio, Lui-

za Erundina, primeira prefeita da ca-

na história como Joana D´Arc, Indi-

“As mulheres são mais dedicadas.

“A função da advogada é essencial,

“Acompanho de perto os eventos,

Da mesma forma que os homens

pois a maioria das mulheres têm

campanhas e novos projetos, contato

não gostam de pedir informações

vergonha de expor seus problemas

com profissionais da área de saúde,

quando se perdem no trânsito, o

particulares a um advogado, e

educação, indústria, e paralelamente,

mesmo acontece nos negócios. As

na profissional do mesmo sexo a

junto à Rede de Combate ao Câncer

mulheres são muito mais abertas a

confiança é maior, além de sentirem-

Guiomar Pinheiro Franco, vestindo

desconfiança.

Em pleno século XXI, a situa-

aprender.”

se à vontade e compreendidas.”

cor de rosa literalmente”.

Eliane Aparecida Morais Empresária

Silvania Aparecida Ruiz Advogada

Tânia Monta Relações Públicas

18 - Revista Exper


ção da mulher africana também é pre-

gurada a primeira Delegacia de Defe-

ser e agir, transmitiam mentiras e pre-

ocupante. Segundo relatório da Orga-

sa da Mulher (DEAM) em São Paulo

conceitos que se perpetuam até hoje fa-

nização das Nações Unidas, ONU, as

e criado o Conselho Nacional dos Di-

zendo a mulher, ainda em muitas socie-

mulheres africanas têm 175 mais chan-

reitos da Mulher (CNDM), através da

dades, acreditar que sempre será assim.

ces de morrer durante o parto do que

lei 7353/85. Um ano depois foi criada

Mas ela reage a essa cortina de menti-

as mulheres dos países desenvolvidos.

pela Secretaria de Segurança Pública a

ras e cada vez mais se conscientiza de

Muitas mortes ocorrem pelo atraso em

primeira Casa-Abrigo do país para mu-

sua importância e poder na sociedade.

reconhecer que há um problema, pela

lheres em situação de risco de morte.

A mulher vence as barreiras e põe sua

dificuldade da mãe em chegar a um es-

O CNDM tem como objetivo promo-

marca no mundo. O grande desafio é

tabelecimento médico ou em receber

ver políticas que assegurem condições

não perder de vista a sua feminilidade e

um atendimento de qualidade.

de igualdade às mulheres junto com

parceria com os homens sem abrir mão

Um dos maiores problemas

a Secretaria de Estado de Direitos da

de seus direitos de igualdade.

enfrentados pelas mulheres brasileiras

Mulher (SEDIM), criada no segundo

ainda é a violência, um dos motivos

semestre de 2002, vinculada ao Minis-

*Jornalista, coautora da série de li-

para a resistência da luta dos movimen-

tério da Justiça.

vros São Paulo de Perfil, USP/ECA,

tos e de investimentos de políticas pú-

A mulher por anos se enxer-

assessora de Comunicação da Secre-

blicas para a erradicação da violência

gou através do olhar masculino. Os

taria Municipal de Educação de Ita-

contra mulheres.

homens que determinavam a forma de

quaquecetuba, Semei.

Em 1985, foi inau-

“O mundo aposta no mercado de

“A mulher tem convicção que ainda

“A ausência da mulher nos campos

trabalho feminino, pelo belíssimo

tem muito a aprender. O papel das

das artes e das ciências no século

resultado nas tomadas de decisões

mulheres no Comando de Equipes

XX era devida à impossibilidade de

que misturam razão e sensibilidade,

tem dado muito certo, e acredito que

frequentar escolas e academias, o

privilégio apenas das mulheres. Sem

isto ocorra devido a sensibilidade

preconceito era grande. A realidade

contar a responsabilidade, em cuidar

aguçada, ao carisma, determinação

do século XXI é diferente. A mulher

da gestão da casa e da família!”

e superação das dificuldades.”

faz, acontece, e todos ficam sabendo.”

Kelly Cristina Rovaris Advogada

Aparecida Regina do Nascimento Gerente Financeira/RH

Waleska Firmino Diretora de Teatro, Cenógrafa e Atriz

Revista Exper - 19


Gestão Empresarial

>>>>>>

Sintonia com o Mercado Ivan Melo MBA Executivo – Gestão Empresarial Estratégica. Mestre em Semiótica, Tecnologia da Informação e Educação. Autor do Livro: Empreendedorismo para a Sala de Aula

N

os últimos anos o mundo passou por grandes mu-

Atualmente, faço parte de um grupo de empresários

danças. Vimos diversas empresas nascerem e mor-

da área educacional que têm como objetivo empreender o

rerem. Acompanhamos crises e ápices do mercado.

conhecimento desses sistemas educacionais. Recentemente,

Tomamos conhecimento de diversos estudos e teorias rela-

com mais 80 empresários, conheci os sistemas educacionais

cionados ao mundo dos negócios que alteraram tudo o que

da Dinamarca e da Holanda, tidos como países referência na

conhecemos como modelo. Enfim, podemos afirmar que o

qualidade do ensino.

mundo mudou.

A experiência foi gratificante do ponto de vista de

E partindo desse princípio procuro estar antenado ás

exemplos. Muitas situações, com a devida adaptação, serão

essas mudanças mercadológicas, ou seja, estou sempre reven-

coladas em práticas pela ETM. Essa troca de idéias e de co-

do os meus paradigmas.

nhecimento são muito importante para conhecermos metodo-

Como empreendedor procuro diferenciar meus ser-

logia de ensino e estruturar nossos cursos. Com certeza elas se

viços e produtos para aumentar o valor e diferencia-los dos

refletem no dia a dia da ETM. São essas atitudes fomentadas

demais; sou adepto às mudanças, principalmente, no que diz

por uma boa experiência em gestão e muita responsabilidade

respeito ao uso de novas tecnologias, comunicação e recursos

que faz a ETM se manter 16 anos no mercado.

midiáticos para se conectar aos clientes e parceiros. Com 16 anos no mercado, a ETM – escola Técnica Mogiana tem se firmado, aos longos dos anos, como referência na formação de mão de obra qualificada e capacitada para Mogi das Cruzes e região. Promover a educação de qualidade não é uma tarefa das mais fáceis. Mas para se manter no mercado a empresa, por meio de seus gestores, precisa estar atenta á todas experiências de ensino. Por isso procuro, frequentemente, conhecer novos modelos de gestão escolar, tanto nacionais como internacionais.

20 - Revista Exper

Ivan Melo, Diretor-Presidente da ETM, Gonçalo B. C. Mello Mourão, Embaixador do Brasil na Dinamarca e José Augusto de Mattos Lourenço, Presidente SIEEESP/FENEP


Revista Exper - 21


Saúde

>>>>>>

Compartilhamento estratégico Lídia Bueno Diretora Executiva da SEISA

D

e olho na evolução dos mercados onde atua e que

destaca que o programa de compartilhamento comercial da

lhe dá a verdadeira dimensão de suas necessidades,

SEISA foca tanto o benefício ao Recursos Humanos, como

seja no que se refere às empresas como dos seus

também ao funcionário e o nível operacional.

beneficiários, a SEISA se uniu a outras duas empresas do

Edson Rodrigues, gerente geral da Presmed – Saúde

grupo, DENTAL CENTER e PRESMED, para compartilharem

Ocupacional, explica que as estratégias de cross-selling, as

as suas áreas comerciais. Deste modo consegue chegar mais

chamadas vendas cruzadas, são essenciais neste momento da

próximo do objetivo principal de oferecer serviços completos

SEISA. “Escolhemos o momento chave para trabalharmos

e de melhor qualidade a custos mais atrativos. Esse é um

com o cross selling, pois o mercado está mais maduro e

passo adiante nas políticas adotadas, visto que outros, como

visamos otimizar as receitas e custos”, diz.

o call-center da empresa, por exemplo, foi transformado em

Já o gerente geral da Dental Center, Renato Haddad,

uma Central de Relacionamento que atende às três empresas

afirma que tanto a SEISA quanto as empresas desfrutam

em conjunto.

dos benefícios desse compartilhamento. “É mais prático e

Do ponto de vista da SEISA é de real importância

econômico utilizar os serviços e produtos da SEISA vinculados

que o paciente seja cuidado pelo grupo todo, ou seja, a oferta

a uma mesma área comercial. A empresa é contemplada

será de todos os produtos e serviços, como a assistência

em todos os aspectos da saúde, desde a prevenção até a

médica, assistência odontológica e a medicina ocupacional,

necessidade de internação”, explica.

agregando a vantagem de contar com serviços de qualidade e com custo otimizado.

Os gerentes, com vasta experiência nas áreas assistencial e comercial, garantem que o compartilhamento

Hoje em dia as empresas não buscam apenas o

oferece ainda um suporte adequado. A junção das equipes

melhor custo de planos de saúde, procuram na realidade por

com o mesmo objetivo já demonstra um ganho de otimização

operadoras parceiras que compartilhem os trabalhos com a

interna, também oferece ao mercado uma solução de bem-

área de Recursos Humanos, numa sintonia que diminua as

estar de saúde e qualidade de vida, visando o ambiente do

tarefas, mas aprimorem os serviços ofertados.

colaborador. Os bons resultados dos testes realizados até

Ricardo Rossi, gerente comercial da SEISA, ainda

22 - Revista Exper

agora se mostraram bastante positivos.


Revista Exper - 23


Direito

>>>>>>

Ascensão da mulher Dr.

Epaminondas

Nogueira

Mogi das Cruzes - Av. Narciso Yague Guimarães, 664, Centro Cívico – Tel: (11) 4799-1510 São Paulo – Barra Funda Rua do Bosque, 1589 – Ed. Capitolium, Bl. II, Conj. 1207 - Tel: (11) 3392-3229

S

ejamos honestos e admitamos: somos todos suspeitos quando o assunto é mulher.

mores, sentimentalismos e outros tantos motivos infundados. Mas, as mulheres deram a volta por cima e tão por

E como você, caro leitor, jamais falaria mal da sua

cima que logo ali, daqui a muito pouco tempo serão maioria

mãe, aliás, como todas as pessoas de bom gosto, a conclusão

na administração do Estado, no setor Privado, nas academias,

óbvia é a suspeição. Suspeição ao lado, a verdade é que elas

nas artes, instituições de ensino, pesquisas até em esportes

de uns tempos para cá estão vivendo o seu paraíso astral. O

privativos de homens, como futebol, por exemplo.

que se vê pelo mundo a fora, são terras de machões presididas

Quem 50 anos atrás poderia supor que mulheres se

por mulheres, aí estão: Argentina, Brasil, um pouco atrás o

tornassem militares? Pouca gente e dessa parcela um núme-

Chile, primeiras-ministras da Alemanha, Índia, Paquistão, ou

ro bem menor assumiria o risco de admitir, publicamente, tal

seja, estão no comando.

ideia. Hoje eis aí o enorme e crescente número de moças e

E pensar que houve tempo em que não se admitia

senhoras com patentes e notáveis folhas de serviço. Por todos

alfabetizar meninas para evitar que elas se correspondessem

os lados e em todos os setores atividades antes restritas aos

com namorados. Lembre-se disso e bata na boca quando tiver

homens são exercidas com competência e desenvoltura pelas

a tentação de dizer que “antigamente era melhor” porque você

mulheres.

estará mentindo. Tempo em que a mulher no máximo podia ser professora primaria e em que maus sujeitos se orgulhavam de dizer que a coitada era a “rainha do lar” que não era reino e nem sequer lar.

Meu caro amigo não duvide jamais de uma mulher e creia: entre o que ela pretender fazer e o que, efetivamente, fará a diferença é só o tempo, pouco tempo. Cada vez menos tempo porque estão acelerando a ascensão sempre mais e mais, se na sua empresa ela trabalha

Até a década de 70 eram raríssimas mulheres na

na produção esteja certo que mira a administração, se lá é che-

magistratura, no ministério público, em importantes carreiras

fe busca uma gerência, se for gerente será diretora e se você

públicas e em cargos de mando no setor privado.

for o presidente que se cuide.

Dizia-se que seriam trabalhadoras problemáticas por serem suscetíveis de menstruação, gravidez, aleitamento, hu-

24 - Revista Exper

A humanidade agradece. Viva a mulher.


Revista Exper - 25


Recursos Humanos

>>>>>>

As mulheres ocupam seu espaço Antonio Carlos Palomares

palomares@diagnosticorh.com.br

Profissional da área de RH há mais de 30 anos, consultor, palestrante e ministra treinamentos no CIESP - Alto Tietê, ACMC e ACE Suzano

U

m dia, num desses “papos” de café, comentei que

pesquisa da Fundação Seade apontava nos dois últimos anos,

no início de minha carreira, há mais de 30 anos,

um crescimento de 30% na presença de mulheres em cargos

Recursos Humanos era uma atividade masculina

de chefia. Na mesma matéria a psicóloga e consultora, Marisa

e hoje, as mulheres são a maioria plena no setor, dentre os

Gonçalves comenta que para a mulher se destacar no mercado

poucos homens que restam, estão os famosos “jurássicos”, e

de trabalho, exige muita força de vontade, persistência, bom

todos concordaram plenamente.

humor para encarar os desafios para poder conquistar o seu

Este simples comentário levou-me a pensar muito no

espaço. Isso faz com que a mulher esteja sempre atualizada

assunto e verifiquei que mais de 70% das empresas atendidas

e muito bem informada, consequentemente, mais preparada

em minhas consultorias, tem na gestão de Recuros Humanos

do que o homem. Sem dizer que o mercado busca profissio-

e na Administração, mulheres. Nos meus treinamentos e pa-

nais cooperativos, qualidade facilmente encontrada na mu-

lestras 80% dos participantes, são mulheres.

lher, ainda segundo Marisa Gonçalves, quando mãe, a mulher

É notório que as mulheres estão em plena ascensão

tem que tomar decisões rápidas, com isso sabe se posicionar

nas mais variadas atividades e segmentos profissionais. En-

e impor seu ponto de vista, facilitando-a na vida profissional

tão, lembrei de uma frase que ouvi em uma palestra “o ho-

(Thays Scavacini e Cristina Amorim, 2011).

mem será dono de casa e as mulheres dominarão o mercado de trabalho” Max Gehringer, 2010.

Enfim, a pesquisa ratificou meu “diagnóstico”. Como mencionado, sem utilizar dados ou estudos científicos mais

Como era curiosidade, não quis aprofundar-me em

profundos, acredito que no geral a mulher, por natureza dentre

critérios técnicos e sim, diagnosticar o fato com base na vi-

outros atributos é determinada, dedicada, esforçada, decidida,

vência profissional e por acompanhar diversas mulheres com

e menos acomodada. E ainda, diante de todas as dificuldades

excelente evolução profissional.

impostas principalmente pela nossa cultura, precisa ser muito

Embora, seja claro os motivos dessa explosão profissional feminina, continuei a buscar opiniões e informações. Nessa busca deparei com uma matéria, onde uma

26 - Revista Exper

mais preparada para poder se destacar no “universo profissional” e, obviamente isso acontece e elas vão ocupando esses espaços, inclusive claro, os de comando.


Revista Exper  

Edição Número 10

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you