Page 1


Editorial

Página 2 >>>>>>

É preciso reagir urgente

Redução da meta fiscal vem

Até esta semana o governo pro-

acompanhada por mais cortes no orça-

metia pagar todas as suas despesas, com

mento e tem tudo para agravar a crise

exceção das dívidas e, economizar R$

econômica na qual o Brasil está atolado.

66,3 bilhões, o que representava 1,1% do

O governo federal jogou a toalha

PIB. Estes recursos seriam usados exata-

na luta pelo superávit primário. De uma

mente para abater os juros da dívida pú-

só tacada reduziu a quase zero a meta fis-

blica, que hoje já é o equivalente a quase

cal prometida no início do ano. Ou seja, a

65% do PIB.

partir de agora o governo está sinalizando

que não se compromete a economizar a

meta fiscal, o compromisso do governo

mesma quantidade de recursos para pagar

agora é pagar tudo e terminar o ano com

a dívida pública que havia prometido an-

apenas R$ 8,7 bilhões, ou 0,15% do PIB.

tes. Na teoria, era de se esperar com isso

Isso não significa, no entanto, que o go-

que se afrouxasse o aperto econômico dos

verno vai gastar mais. A redução da meta

últimos meses e fossem abertos os cofres

foi influenciada principalmente por uma

para irrigar a economia, absolutamente

queda da arrecadação, que já se contraiu

travada e tentar reverter a recessão que

2,5% no primeiro semestre deste ano em

ameaça fazer o PIB cair quase 2% neste

relação ao mesmo período do ano passa-

ano. Na prática, no entanto, a redução da

do.

meta fiscal veio acompanhada de mais arrocho.

Com o anúncio de redução da

Márcio Junior, publisher Exper News

Expediente Publisher: Márcio Junior MTB 59904-SP, Diagramação: Editora Off, Colunistas: Roberto Amaral, Luiz Gustavo Pacete, Matéria de Capa: Vitor Cavalcanti, Distribuição: Gratuita Tiragem: 10 mil exemplares, Foto Capa: Arquivo Pessoal, E-mail: exper@expernews.com.br. Publicidade: 11 2819-4457 Exper News é distribuído nas Indústrias e Comércios do Alto Tietê e Vale do Paraíba. O jornal não se responsabiliza pelo conteúdo dos anúncios. As opiniões emitidas em artigos assinados são de responsabilidade dos autores.

YES! Mogi das Cruzes /11-3596-1775 / Rua Carmela Dutra, 37, Jd. Esplanada


Informe ACIP

Página 3 >>>>>>

Presidente ACIP participa de Homenagem Festiva da PM

O presidente da ACIP, Francis-

aniversariantes do mês de agosto, setem-

Marco Aurélio de Queiroz, comandante

co Quintino esteve na homenagem que a

bro e outubro. No evento esteve presente

da 2ª Companhia da PM, Carlos Setsuo,

Polícia Militar fez ao Cabo da PM Teodo-

o major José Carlos Alves Brandão, sub

secretário de Segurança Pública e o vere-

ro por seus 30 anos de trabalho nas filei-

comandante do 32º BPMM e o capitão

ador Lázaro Borges.

ras da PM, a soldado Simone conquistou a medalha de 5º grau, soldado Leonardo a medalha de 4º grau, Sargento André a medalha de 3º grau e a comemoração aos


Arte e Cultura

Página 4 >>>>>>

Natália Lemes é uma revelação nas artes

N

no E.T.E. Presidente Vargas, passou e não

Atualmente cursa sua pós-gra-

imaginava que o destino lhe preparava

duação de Direção de Arte em Comunica-

uma grande surpresa, o Centro Univer-

ção. Natália também trabalhou no estúdio

sitário Belas Artes, presenteou com uma

de animação Lightstar em Santos, espe-

Bolsa de Estudo para cursar uma pós-gra-

cificamente no desenho “Uma história

duação, conquistada pelo coeficiente de

de Amor e Fúria” onde adquiriu grande

rendimento mais alto entre os formandos.

conhecimento nas áreas de ilustração e

Não hesitou em terminar o curso técnico

animação, atualmente planeja com essa

de designer de interiores e de edificações

expertise realizar um projeto de animação

e seguiu rumo a sua pós-graduação. Com

e participar do Concurso Anima Mundi.

essa bagagem cultural consegue definir os

materiais de revestimento e acabamento,

senvolve projetos em ilustração, gravura,

Nas poucas horas que restam de-

atália Lemes começou a dese-

Natália desde os 17 anos ministrava aulas

cores e distribuição de móveis e objetos.

litografia, xilogravura, serigrafia e instala-

nhar desde pequena, sempre re-

de desenho na Escola Estadual Washing-

“É um trabalho que exige mais do que

ções. A artista já expôs seus trabalhos na

produzindo desenhos animados

ton Luís, no Programa Escola da Família,

criatividade, é preciso se manter atuali-

Bienal de Arte do Alto Tietê, no Centro

e claro que sua decisão não podia ser dife-

em papelarias, ateliês e escolas técnicas

zada sobre as novidades no mercado, ter

Cultural de Mogi das Cruzes, na ETEC

rente quando decidiu escolher sua gradu-

como a NTP e Millwide. Conciliou por

espírito prático para cumprir os prazos e

Presidente Vargas, no Espaço Cultural

ação. Optou por artes no Centro Univer-

muito tempo as aulas e os estudos.

saber fazer as escolhas segundo as possi-

do Mogi Shopping Center, Shopping In-

sitário Belas Artes, na Vila Mariana. Vale

bilidades financeiras do cliente”, salienta

ternacional de Guarulhos e Suzano Shop-

ressaltar que antes de iniciar seus estudos

vestibulinho para designer de interiores

a artista.

ping Center.

Terminando a graduação prestou

Irmãs Vizotto não param de criar um minuto

A

Mais tarde abriu a própria marca, Flávia

Vizotto cresceram em meio a

Vizzotto, onde trabalhou também como

grandes artistas, o tio, Albano

“personal stylist” da cantora Fernanda Por-

Vizotto Filho, pintor de Natureza Morta,

to especialmente no show “Influências”

foi também um grande escultor no início

(Sesc Vila Mariana/2006) e dando assis-

de carreira. Fez uma série de três bustos

tência nos clipes “Sambassim” e “Amor

do ex-presidente Kennedy, um se encontra

Errado”. Atualmente usa a arte na culiná-

na Casa Branca, em Whashington, EUA,

ria, como “cake designer”, cria bolos com

outro com a família Kennedy e o último

pasta americana e várias outras delícias. É

na Embaixada Americana, em Brasília. Os

também fotógrafa e muralista. “A arte se

primos, Irmãos Campana, designers de re-

mistura no nosso dia a dia, uma vez des-

nome internacional. Essa fusão do clássico

pertada a base artística, você nunca mais

com o contemporâneo guiou as irmãs pelo

para de criar e inovar”, afirma a artista.

caminho das artes. Além da própria casa,

ambiente que exalava arte, o pai era muito

Vizzoto como é conhecida, se inspirou

School of Visual Arts. De volta ao Brasil

fundição e transformando materiais reci-

nas esculturas do tio pra dar os primeiros

conseguiu um estágio na DPZ no setor de

cláveis em matéria prima para novas pe-

passos nessa área.

RTV. Depois trabalhou na O2Films, na

ças. O seu design é arquitetônico e repleto

área de pesquisa de casting.

de vãos, espaços e sequências que rendem

paganda, mas logo descobriu que a reali-

Hoje se encontra mais madura

grandes elogios, o que a incentiva a avan-

dade era bem diferente do que imaginava

e experiente e tomou a decisão de voltar

çar neste projeto, que é considerado ino-

quando assistia a série “A Feiticeira”, que

para as artes plásticas. Começou a carrei-

vador pela crítica. Tem uma escultura no

tanto a influenciou na decisão da profis-

ra fazendo esculturas em arame, depois

acervo permanente do Consulado Geral

são. Cursou cinema em Nova Iorque, na

evoluiu para a cerâmica, metal, madeira,

do Brasil, em Nova Iorque.

talentoso, assim como a mãe, que adorava cerâmica, pintura, artesanato e todo tipo de arte, a avó costurava e cozinhava.

Flávia Vizzotto herdou da avó o

gosto pela costura e hoje é estilista formada. Desenhou e criou no exterior para grandes marcas como Abercrombie & Fitch, Express e Tommy Hilfiger, entre outras.

Fotos: Divulgação

mélia Piva Vizotto e Flávia Piva

Amélia Piva Vizotto e Flávia Piva Vizotto

Amélia Piva Vizotto ou MeMé

Ela começou a faculdade de Pro-


Arte e Cultura

Página 5 >>>>>>

Lídia encanta com seu espírito lúdico

L

Wilma Ramos nos deixou uma rica herança

ídia Costa sempre teve interes-

dades Socioculturais do SESI Jundiaí, de-

se por desenho, mas nunca teve

senvolvendo cursos de diferentes lingua-

oportunidade, somente com 18

gens artísticas e em parceria com diversas

anos trabalhando com o Victor Wuo e o

Secretarias de municípios do interior do

dith da Cunha Ramos, a artista Wilma

Daniel Mello que teve oportunidade de

Estado de São Paulo.

Ramos venho ao mundo em 22 de julho

desenvolver seu talento, logo mudou-se

Tendo sua carreira marcada pela

de 1937, numa casa da rua Flaviano de

para a Capital onde continuou suas pes-

confluência entre investigação, pesquisa e

Mello, a alguns passos da Igreja do Car-

quisas e investigações.

produção, a artista permanece produzindo

mo, no coração do Centro Histórico de

Graduou-se em Comunicação

ativamente na concepção de suas obras,

Mogi das Cruzes, SP. A Artista teve mais

Social. Iniciou sua trajetória artística

apresentadas em inúmeras exposições,

oito irmãos. A Arte é uma herança da mãe

como autodidata, tendo posteriormente

individuais e coletivas, e integrada a co-

da artista, já na primeira infância, com

aperfeiçoado sua formação por meio de

leções particulares no Brasil e no exterior.

quatro anos de idade a pequena Wilma

cursos livres em desenho, pintura, cerâ-

“Sempre tive uma paixão pela

rabiscava no chão da calçada, em frente a

mica, estamparia, marchetaria, mosaico,

performance, algo que brotou natural-

casa da rua Barão de Jaceguai, casa onde

Filha de Francisco Ramos e Ju-

fusing glass e arte-educação.

livre do MASP em 2007 e, em seguida, no

mente com cunho teatral e orgânico, com

passaria boa parte da sua vida.

Ao longo de sua trajetória, esta

Parque da Imigração Japonesa de Mogi

o passar do tempo a arte te possibilita ex-

diversidade de experiências lhe possibili-

das Cruzes e em Centros Educacionais do

perimentar até achar sua identidade. Esse

damental na carreira da artista, sempre

tou a expressão em diversos gêneros ar-

Sesi de Jundiaí.

processo infinito e intuitivo, sempre este-

incentivou a filha a pintar, e quando não

tísticos, desde os mais tradicionais, como

entre

ve ligado, todos os meus trabalhos estão

tinha material para pintar, pois a família

pintura e desenho, aos mais contempo-

2002 e 2007 ministrou cursos de pintura

ligados e se dialogando, por isso hoje é

era humilde, a mãe providenciava peda-

râneos, tendo concebido e apresentado a

e desenho para diferentes públicos. Entre

muito difícil dizer que estilo eu sigo” sa-

ços de tábua para que a filha continuasse a

performance Papirus, que estreou no vão

2008 a 2011 atuou como Agente de Ativi-

lienta Lídia.

produzir.

Como

arte-educadora,

Nívea artista, ilustradora e professora

N

A Mãe de Wilma teve papel fun-

Wilma tinha um bom relaciona-

mento com a classe dos artistas Naïfs da Praça da República, aos poucos ela foi

ívea Lopes nasceu em 1975,

Aprendo muito dando aulas de Arte, Cur-

ficando popular entre eles e participando

na cidade de Suzano, São Pau-

sos de Desenho de Anatomia Humana, Luz

junto em exposições coletivas. Alguns

lo. Começou a estudar pintura

e Sombra, Perspectiva e Pintura.

museus ao redor do mundo mantêm em

a óleo sobre tela aos 7 anos, e aos 13, re-

Desenvolve um estilo onde procu-

seus acervos obras da artista, caso do

cebeu seu primeiro Prêmio de Desenho e

ra valorizar a simplicidade da criança e sua

Museu de Arte Contemporânea do Chile,

Pintura. Atua profissionalmente nas Artes

beleza natural e delicada, retratando-a em

Museu do Fomento e Turismo de Palma

Plásticas desde 1991.

situações do cotidiano, ou envolvida numa

de Mallorca, na Espanha, Museu de An-

Uma professora na pré-escola

atmosfera de natureza e fantasia. Busca

tropologia de Indiana, E. U. A. Museu de

descobriu seu talento e alertou os pais a in-

vivacidade ao criar seus personagens atra-

Arte Contemporânea de Skoje, na Sévia

vestir na carreira da pequena aluna. Traba-

vés de pinceladas sutis e coloridas. Nívea

(Ex Iugoslávia), Museu de Arte Contem-

lhou 10 anos lecionando inglês, português

convida você para aprimorar seu talento

porânea do Chile, Museu de Arte Primiti-

e literatura, e paralelamente, fazia retratos

com o curso de desenho artístico e pintura

va de Assis, Brasil, Museu das Igrejas do

por encomenda. Fez muitos retratos a lá-

em tela, ou transformar seu momento em

Carmo de Mogi das Cruzes e Museu do

pis sobre papel em preto e branco, antes

habilidade

obra de arte, a artista reproduz seus retra-

Vaticano, Cidade do Vaticano.

de passar a pintar retratos coloridos a óleo

como autodidata, além de cursos de apri-

tos a mão na técnica óleo sobre tela, basta

sobre tela. Com o nascimento de sua filha,

moramento em Desenho, Ilustração, Pintu-

agendar e fazer sua encomenda. Se desejar

ficência Portuguesa em São Paulo, por

em 1999, despertou seu encanto e inspira-

ra a Óleo, Aquarela, Pintura em Porcelana,

ter uma obra da artísta visite seu atelliê na

problemas cardíacos, foi operada, porém

ção para pintar crianças e neste estilo se

Artes Gráficas, Graffiti (arte urbana) e estu-

Rua Benjamin Constant, 643, 2 andar, sala

sofreu um infarto que a deixou em coma

envolveu de tal forma que abandonou a

dos e testes sobre Preservação de Pinturas,

23, Centro de Suzano - SP. Telefone para

irreversível, vindo a falecer às 22 horas do

carreira de professora para seguir exclusi-

resistência e compatibilidade das tintas,

contato é o (11) 95166.5047 ou pelo email:

dia 26 de Abril de 2009, aos 71 anos de

vamente na Arte.

pigmentos e outros materiais para pintura.

contato@nivealopesprado.com.

idade.

Desenvolveu

sua

Internada no Hospital Bene-


Matéria Capa

Página 6 >>>>>>

Por que o Brasil não se levanta? por Roberto Amaral

em engenharia mecânica, a produção core-

A

ana é quatro vezes maior que a do Brasil.

ção, além de tecnologia de fabricação

que, hoje mais do que nunca, depende da

Na economia globalizada, sob

produção e aplicação do conhecimento.

o império do capitalismo monopolizado

Nessa sociedade a inovação é sistêmica,

e o reino do sistema financeiro, condicio-

contínua, correndo mesmo à frente das de-

nada por acordos tarifários e comerciais

mandas de mercado, o que requer estoque

e o protecionismo imposto pelos grandes

de conhecimento e capital. Quanto mais o

mercados consumidores, além da guerra

mundo se globaliza, mais se tornam impor-

entre blocos, a indústria nacional precisa

tantes os mercados consumidor e produtor

de estratégia, desenvolvimento de produto,

nacionais como demonstram os exemplos

logística e gestão da produção --além de

contemporâneos dos EUA e da China.

tecnologia de fabricação.

empresa industrial pede estraté-

Não há milagres, nem o atraso é

gia, desenvolvimento de produ-

determinismo. Simplesmente não há desen-

to, logística e gestão da produ-

volvimento sem aumento da produtividade,

O Brasil dispõe de quase tudo o

É a conditio sine qua non para

que requer o desenvolvimento econômico e

um mínimo de competitividade, mesmo

a soberania – território, mercado consumi-

no mercado interno. Mas, no Brasil, o de-

dor em expansão, recursos naturais, popu-

senvolvimento cientifico e tecnológico é

lação, e estabilidade institucional. Por que

relegado a segundo plano pelas chamadas

nicas são a economia e a política ditadas

É assustador que o Brasil, um dos

a coisa não funciona? A industrialização

elites, especialmente as empresariais, com

pelos países altamente industrializados,

maiores territórios do mundo com popula-

cobra de seus agentes alta tecnologia/ino-

impacto nas políticas governamentais, des-

distinguidos pelo conteúdo tecnológico de

ção de 200 milhões de habitantes, partici-

vação que, por seu turno, depende de uso

contínuas, à mingua de estratégia.

seus produtos, e a tecnologia cada vez mais

pe com apenas 1,4% da produção mundial

intensivo de capital e de recursos humanos

Assim, quando o desafio da eco-

se torna estratégica e decisiva tanto para a

científica em engenharia. A Coreia do Sul,

qualificados. E investimentos em pesquisa,

nomia do desenvolvimento é dominar a

economia quanto para as políticas de poder

devastada pela guerra nos anos 50 e hoje

de que o empresariado nacional se afasta

tecnologia de ponta nos setores industriais,

que determinam a geopolítica e as estraté-

com população que é um quarto da nossa,

como o diabo da cruz.

quando os insumos principais deixam de

gias de blocos e guerras, imperialismo, do-

responde por 4,5% desse mesmo total; nas

ser bens físicos e cedem lugar ao trabalho

minação e tudo o mais.

áreas de engenharia elétrica e eletrônica e

países que deram certo, nosso desenvolvi-

Aqui, contrariando a trajetória dos

intelectual, ao conhecimento, quando a

mento científico e tecnológico está restrito

mão-de-obra barata e farta deixa de ser fa-

às universidades públicas e nelas aos cursos

tor decisivo na composição do preço, a pro-

de pós-graduação, que produzem milhares

dutividade, de que decorrem os ganhos de

de dissertações e teses, mas tem pouquíssi-

mercado, torna-se o resultado da equação

mas patentes depositadas no exterior. Entre

tecnologia-mão de obra qualificada (leia-se

as 20 maiores instituições depositárias de

conhecimento).

patentes, cinco são universidades públicas.

É bastante conhecer as transfor-

Os pesquisadores que atuam em

mações que se operam, por exemplo, na

pesquisa e desenvolvimento estão nas uni-

produção industrial da China e da Índia.

versidades. Por quê?

A polaridade subdesenvolvimento versus

desenvolvimento cede espaço à disjuntiva

os absorve, porque não investe nem em

dominante versus dominado, a saber, mun-

pesquisa científica nem em inovação, em

do produtor de tecnologia versus mundo

contraste com o mundo desenvolvido, onde

dependente de tecnologia.

cabe ao setor produtivo privado a fixação

de pesquisadores no setor industrial. Essa,

A economia e a política hegemô-

Porque a empresa brasileira não


Matéria Capa

Página 7 >>>>>> Fotos: Divulgação

a primeira distorção. A segunda, dela de-

de reversão do quadro, pois a crise econô-

rivada, é o fato de a pesquisa, no Brasil,

mica estimula o antipioneirismo e o rentis-

desviada para a vida acadêmica, descolar-

mo de nossos empresários, que preferem

se de qualquer projeto de desenvolvimento

pagar royalties a investir em pesquisa. De

nacional estratégico.

outra parte a clamorosa e crônica crise do

Enquanto exportamos minério de

ensino, em todos os graus, e a destruição da

ferro para importar trilhos da China, che-

escola pública de segundo grau: temos es-

gamos, em 2006, a publicar 35 mil disser-

colas do século XIX, professores do século

tações e 10 mil teses, mas sem qualquer

XX e alunos do século XXI, espantados.

correspondência no registro de patentes.

Nosso investimento em CTI em relação

em leitura, matemática e ciências de estu-

ao PIB é de três a cinco vezes menor do o

dantes de 15 anos em todo o mundo; em

de qualquer país à nossa frente. Há estreita

2009, o Brasil ficou em 57º lugar!

relação entre os investimentos empresariais

O PISA mensura o desempenho

O País avançou na democrati-

e o volume de patentes registradas, e esse

verno. No Brasil, o percentual de cientistas

No mesmo período, 60% dos engenheiros

zação da universidade e abriu o acesso a

fato não temos como superar.

e engenheiros trabalhando diretamente nas

americanos com doutorado trabalhavam

milhões de jovens. Não obstante o cresci-

indústrias é de apenas 10%.

em empresas; aqui, 2%.

mento das matrículas das escolas públicas

senvolve suas pesquisas com ênfase na

O Brasil possui somente 60 mil

nos dois governos Lula, o fato é que ape-

produção acadêmica, quase sempre dirigi-

contingência de formar o cientista e ter de

cientistas, um para cada três mil habitantes,

nas 15% do alunado superior estuda, hoje,

da pela linha das revistas científicas inter-

recebê-lo de volta, para a atividade docente,

20% do que carece. Já os EUA apresen-

em universidades públicas. Na Grande São

nacionais. A Academia produz a partir de

porque o mercado privado não o absorve.

tam um milhão de cientistas, um para cada

Paulo, o ensino privado chega a absorver

seu foco, pois não conhece as prioridades

Essa distorção teria evidente correspondên-

300 habitantes, ocupando o 42% lugar no

93% do alunado universitário, 56% dos

nacionais. E as temos? São poucos os cien-

cia na formação de nossos profissionais. O

ranking de uso de tecnologias.

quais são cotistas. Ocorre, e eis a tragédia,

tistas e pesquisadores brasileiros traba-

caso das engenharias é exemplarmente la-

Talvez tudo isso explique o fato

que o ensino universitário privado é, no ge-

lhando em empresas.

mentável. O Japão possui 17 engenheiros

de 40% das exportações brasileiras serem

ral, de baixa qualidade, pouco investe em

para cada 100 mil habitantes, os EUA 9,5 e

commodities primárias de baixo ou ne-

cursos técnicos e não investe em pesquisa.

res estão em empresas e só 15% em ins-

a China 13,8.

nhum valor agregado, e só 18% produtos

tituições de ensino. Na Coréia e no Japão,

Temos apenas 2,8 engenheiros

de média e alta intensidade tecnológica,

um todo, não conhece a cultura da inova-

75% estão no setor privado. Na Alemanha,

para cada 100 mil brasileiros. Em 2011

contra 46% da China. Nosso quadro é o in-

ção. Se conhecimento gera conhecimento,

75% dos cientistas trabalham nas indús-

formamos 45 mil engenheiros, a Coréia,

verso dos desenvolvidos.

a ignorância nada gera; se tecnologia gera

trias, 18% nas universidades e 10% no go-

80 mil, com seus 49 milhões de habitantes.

tecnologia, sua ausência é o atraso.

A comunidade universitária de-

Nos EUA, 80% dos pesquisado-

A universidade, assim, se vê na

Não pode ser grande a expectativa

A universidade brasileira, como


Educação

Página 8 >>>>>>

Fotos: Divulgação

Lição de casa precisa ser repensada presidente da ABPp (Associação Brasilei-

sua realização. Isso porque a criança pode

ra de Psicopedagogia), Luciana Barros de

acabar procrastinando ou fazendo a lição

Almeida, esse tempo deve ser de no máxi-

de qualquer maneira, mesmo quando sua

mo 20 minutos para as crianças entre 3 e

proposta está adequada. Rosângela pede

6 anos de idade, e de 30 a 40 minutos para

atenção.

aqueles que se encontram na faixa entre 7

e 12 anos.

tam de lição de casa. É difícil tirá-las de

Em todos os casos, porém, a li-

outra atividade para que a façam. Por isso,

ção precisa ser discutida em aula, para que

é fundamental que os pais estabeleçam

o aluno chegue em casa mais preparado

uma rotina e que reservem um tempinho

para realizá-la.

para os pequenos.

A lição de casa precisa ser orien-

Geralmente as crianças não gos-

A necessidade de rotina se dá

tada pela professora em classe, explici-

para ambas as partes para a criança e para

tando o que ela espera do aluno naquela

a família que precisa dar exclusividade a

gawa, pedagoga e diretora do Berçário e

produção. Outro fator muito importante na

esta atividade. Mas é sempre bom lem-

Colégio Evolve, o cenário atual, caracte-

hora de planejar as tarefas de casa é saber

brar: os pais não devem dar as respostas

ensino deve ser complementar

rizado cada vez mais por escolas que ofe-

que listas intermináveis, cheias de exercí-

aos fi lhos, apenas auxiliá-los, estimulan-

ao aprendizado escolar e não

recem o período ampliado e o integral, a

cios, não colaboram para o aprendizado?

do-os a pesquisar e chegar às respostas

extensão dele. A lição de casa é

lição de casa deve ser repensada.

Muito pelo contrário.

corretas por conta própria.

parte fundamental do aprendizado: é atra-

vés dela que as crianças podem fi xar os

ças passam na escola, nem precisaria exis-

wa sugere: O ideal é propor desafi os com

e o pensamento. Outra dica é estabelecer

conteúdos passados em aula e desenvolver

tir a lição de casa. O tempo da lição deve

dois ou três exercícios.

que a criança faça a atividade de uma vez,

suas habilidades na resolução de exercí-

ser o mínimo possível, pois ela deve com-

cios. No entanto, quando ela é excessiva?

plementar o aprendizado escolar e não ser

Principalmente no caso dos pequenos que

uma extensão dele.

fessores e educadores discutirem e re-

é importante.

pensarem a lição de casa, as especialistas

fonte Estadão Conteúdo

O

Pensando no tempo que as crian-

O jeito certo

ainda estão na Educação Infantil? Pode

A pedagoga Rosângela Hasega-

Papel dos pais Além da necessidade dos pro-

A dúvida instiga a curiosidade

em vez de ir dando pequenos intervalos. Segundo Luciana Barros de Almeida, isso Não só pela sequência e elabo-

acabar trazendo mais aspectos negativos

O tempo gasto com a lição de

destacam a importância dos pais estarem

ração de pensamento, mas também pelo

do que positivos, como desânimo com os

casa deve aumentar gradativamente de

atentos e disponíveis para os fi lhos na hora

estabelecimento de rotina quanto à plane-

estudos. De acordo com Rosângela Hase-

acordo com a idade dos alunos. Segundo a

dos estudos, estabelecendo horários para

jamento e execução da proposta.

15 Livros inspiradores para empreendedores de sucesso

Para dar um empurrãozinho na-

meier Hansson.

queles que estão sonhando em abrir o seu

10. O lado difícil das situações difíceis: Como

negócio, empreendedores de sucesso con-

Construir Um Negócio Quando Não Existem

taram quais livros marcaram suas histó-

Respostas Prontas, de Ben Horowitz.

rias no mundo do empreendedorismo.

11. Good to Great: Empresas Feitas Para

1. O Livro Negro do Empreendedor, de

Vencer, James C. Collins.

Fernando Trias de Bes.

12. Breaking Banks: The Innovators,

2. Sonho Grande - Como Jorge Paulo Le-

Rogues,

mann, Marcel Telles e Beto Sicupira.

Banking,de Brett King.

3. Execução - A Disciplina Para Atingir Re-

13. Quem disse que elefantes não dan-

sultados, de Larry Bossidy e Ram Charan.

çam?, de Louis V.e Jr. Gerstner.

4. O Poder do Hábito, de Charles Duhigg.

14. Os Mandamentos da Lucratividade,

5. De Zero a Um: O que aprender sobre

6. A Hora da Verdade, de Jan Carlzon.

8. Por quê? Como grandes líderes inspi-

empreendedorismo com o Vale do Silício,

7. Diferente - Quando a exceção dita a re-

ram ações, de Simon Sinek.

de Peter Thiel.

gra, de Youngme Moon.

9. Rework, ‘Jason Fried e David Heine-

and

Strategists

Rebooting

Alberto Saraiva. 15. Segredos de uma mente milionária, T. Harv Aker.


Comportamento

Página 9 >>>>>>

Colorir está na moda. Até quando? comercial da Abrakidabra, o aumento

por Luiz Gustavo Pacete

C

na demanda coincidiu com o período de om os livros de colorir em alta,

voltas às aulas, no fim de fevereiro. “Os

fabricantes de lápis de cor co-

lápis de cor sumiram das prateleiras e

locam em prática estratégias

dos estoques das fábricas e distribuido-

para não perderem oportunidades

res”, explica. Para não perder a oportu-

Mesmo com a oferta de uma

nidade, a empresa passou a divulgar nas

infinidade de aplicativos que permitem

redes sociais outros produtos além do

pintar e desenhar, os livros de colorir

lápis de cor como aquarelas, cola glitter

para adultos fazem tanto sucesso a pon-

e tinta guache. “Com essas alternativas

to de causarem a falta de lápis de cor no

conseguimos suprir a lacuna do lápis de

mercado. A moda dos livros utilizados

cor.” A empresa mantém uma campanha

como terapia antiestresse começou em

intensa nas redes sociais para a promo-

dezembro do ano passado com o lança-

entre abril e maio, a empresa entregou

nha “Ideias feitas à Mão”, criada pela

ção de produtos como canetinha e ações

mento do título “Jardim Secreto’, segui-

1,5 milhão de exemplares, cerca de R$

agência David. Entre as ações, a marca

como oficinas em shoppings.

do por uma dezena de outras opções que

13,5 milhões. “Os livros para colorir se

montou uma plataforma para que seus

vão de histórias encantadas a desenhos

tornaram um fenômeno editorial”, diz

clientes retomassem o hábito da pintura

produção que vai das editoras às fabri-

de Andy Warhol.

Bruno Tortorello, diretor da Dinap.

à mão. “Nós já vínhamos trabalhando a

cantes de itens para colorir, passando pe-

Segundo Claudia Neufeld, dire-

essa ideia que retoma o valor da escrita

las livrarias, não havia hora melhor para

cações impactou diretamente os fabri-

tora de marketing da Faber- Castell, a de-

no papel e da importância de desenhar”,

que isso acontecesse. Muitos psicólogos

cantes de lápis de cor, giz de cera e ca-

manda por produtos para colorir alterou

diz Claudia.

vêm indicando o uso dos livros como te-

netinha. Empresas como Faber-Castell e

a dinâmica da companhia. “A alta per-

Outra marca atenta a esse mo-

rapia, muitos outros criticam o uso que

Crayola estão revendo a produção e lan-

cebida nas vendas em abril fez com que

vimento é a americana Crayola, distri-

está sendo dado ao material. A pergunta

çando mão de estratégias de marketing

destinássemos mais espaço na produção

buída no Brasil pela Abrakidabra. De

que fica é até quando esse ritmo de ven-

e vendas. Um levantamento da Dinap,

para produtos com maior saída como es-

acordo com Chrystine Pricoli, diretora

das dos livros deve se manter?

distribuidora de publicações em bancas,

tojos de 36 e 48 cores” De acordo com

estima que o montante de livros de colo-

a executiva, essa mudança de mercado

rir distribuído em todo o Brasil chegue a

veio em boa hora. Em janeiro deste ano,

R$ 30 milhões até o fim do ano. Somente

a Faber-Castell lançou sua nova campa-

A alta demanda por essas publi-

Para o mercado e a cadeia de


Tecnologia

Página 10 >>>>>>

Fotos: Divulgação

Deep Web: os segredos do submundo da internet

A

internet é muito mais do que os buscadores, como o Google, o Bing e o Yahoo! conseguem

mostrar. Na verdade, os resultados que

são indexados por esses sites de pesquisa compreendem uma ínfima parte do que a internet realmente representa. Imagine um gigantesco iceberg: como muitos devem saber, uma grande porção dessa estrutura de gelo fica submersa, enquanto uma pequena parte, cerca de 10%, aparece na superfície.

A internet como a conhecemos,

também chamada de Surface Web e que compreende sites como o TecMundo e o

submersa do iceberg.

A Deep Web tem uma estreita re-

nimato dessa gigantesca parte da internet

lação com o Bitcoin. A moeda virtual que

acaba levando ao surgimento de uma série

permite aos usuários conduzir transações

de atividades ilegais. Nessa terra sem lei,

no anonimato é extensamente utilizada

também é possível conseguir a cidadania

na “internet invisível” para o comércio de

americana. Sites especializados criam pas-

produtos e serviços. Porém, seu uso está

saportes por US$ 5.900 (R$ 20.390).

relacionado ao comércio de drogas ilegais

na Deep Web, além de uma série de outras

do eBay ou do PayPal em uma das lojas do

atividades nem um pouco bacanas.

submundo online custa US$ 110 (R$ 380).

Como se trata de um lugar gi-

De acordo com o relatório, 34% das URLs

gantesco, a Deep Web geralmente é ima-

ou endereços eletrônicos que contêm

ginada como um local com divisões ima-

“malware” na internet do usuário comum

No entanto, a condição de ano-

A compra de uma conta roubada

ginárias. Quanto mais fundo um usuários

têm conexões com a internet profunda.

Baixaki, representa apenas a ponta do ice-

estiver, mais difícil é para chegar até ali, e

berg – ou seja, uma porção muito peque-

mais extremo é o conteúdo encontrado.

mente maconha, são a mercadoria mais

na do que a grande rede realmente é. Já

“Mariana’s Web” é o título dado

vendida neste ambiente online, que não

o resto da massa de gelo, aquela que está

para o lugar mais profundo da Deep Web.

é encontrado em buscadores tradicionais

submersa, corresponde à Deep Web, parte

Essa região provavelmente reúne os maio-

como o Google. Ao todo, 32% dos itens

da internet que exige métodos específicos

res segredos da internet, mas é impossível

comercializados nas 15 maiores lojas da

para ser acessada e que é capaz de propor-

dizer exatamente o que encontraríamos

“Deep Web” têm relação com a canna-

cionar certo grau de anonimato para os

por ali.

bis. Em seguida aparecem produtos como

usuários.

As drogas brandas, especial-

Ao contrário do que muitos po-

Ritalina e Xanax, mais conhecido como

Quanto ao seu tamanho, estudos

dem imaginar, acessar a Deep Web não é

Alprazolam, medicamentos pesados e de

estimam que a Deep Web seja 500 vezes

ilegal. Motivados pela privacidade que o

venda controlada.

maior que a Surface Web. Especula-se

local pode proporcionar, várias pessoas re-

também que a parte da internet que explo-

correm à “internet invisível” para tratar de

te disparada das URLs da “Deep Web”

ramos todos os dias compreende apenas

assuntos sigilosos e compartilhar arquivos

está em russo (41.40%) e inglês (40.74%).

4% do todo – o restante pertence à porção

que jamais poderiam ver a luz do dia.

Em português, há 1,25% das páginas.

Segundo o relatório, a maior par-


Exper News

Página 11 >>>>>>

Losango lança cartão internacional

Cerveja de graça nos voos da Azul

A Azul lançou em parceria com

exclusivamente nos jatos Embraer 190

sango Premium e busca atrair seu públi-

a WBeer.com.br, o Happy Hour Azul,

e 195. “A ação permitirá à companhia

co com benefícios como o “proteção de

ação em que servirá cerveja gratuita-

incrementar o seu já consagrado serviço

preço”, ligado ao cartão “classic interna-

mente a bordo de suas aeronaves entre

de bordo, o que gerará uma experiência

cional compra garantida”, que permite,

outubro e dezembro. A marca informou

de voo diferente e exclusiva. Para com-

entre outras coisas, que o cliente receba

que clientes em mais de cinco mil voos

pletar, temos ao nosso lado um grande

Para incrementar sua atuação

a diferença, caso encontre preço menor

que partem de 12 aeroportos brasileiros

parceiro, que é a WBeer.com.br, respon-

no segmento de mais alta renda, o ban-

de um produto adquirido. O cartão pode

poderão degustar a cerveja dinamarquesa

sável por distribuir no Brasil produtos de

co de varejo Losango criou o Viva, seu

ser usado em compras internacionais on-

FAXE, famosa por suas embalagens de

qualidade”, afirma Claudia Fernandes,

primeiro cartão de crédito internacional,

line ou em viagens e é aceito, segundo a

um litro, na versão Witbier.

diretora de marketing e comunicação da

que chega ao mercado sob o slogan “Seu

empresa, em mais de 30 milhões de es-

Azul. A cerveja será servida somente aos

passaporte para viver melhor todos os

tabelecimentos de 150 países. A Visa é

das as operações das 16h00 às 21h00,

dias”.Inicialmente, o produto será ofe-

parceira do projeto.

Fotos: Divulgação

recido aos mais de cem mil clientes Lo-

Twitter lança botão para criar enquetes

A distribuição será feita em to-

clientes com mais de 18 anos.

dias uma ferramenta para a construção de

Instagram lança app para animar fotos

enquetes.

Por meio de um botão, o usuá-

ta-feira, 22, o Boomerang, aplicativo que

da Product Audit que aponta que o até

rio poderá criar uma pergunta com duas

transforma fotos sequência em pequenas

o final de agosto deste ano, 978 rótulos

alternativas de respostas, que ficará dis-

animações.

foram trazidos ao País – crescimento de

ponível para voto por 24 horas.

5,6% em relação ao ano passado.

O novo recurso facilitará essa

GIFs no aplicativo em alta resolução e

forma de comunicação, que era feita por

depois reproduzir em loop de trás para

tenha triplicado entre 2010 e 2014, das

meio do uso de hastags, retuítes ou ras-

frente.

2.206 opções que estiveram disponíveis

treamento de respostas. O voto não será

É a terceira funcionalidade lan-

no mercado local, 892 deixaram de ser

compartilhado publicamente e pode am-

çada pelo Instagram. Já foram criadas o

importadas. Entre rótulos que chegam

pliar o contato de usuários com um gran-

Layout para montagens e o Hyperlapse

e os que não voltam, crescer num ritmo

Com o objetivo de oferecer mais

de número de seguidores. A ferramenta

que permite a montagem de vídeos em

mais moderado – mas ainda assim as no-

uma forma de comunicação com o públi-

estará disponível para iOS, Android e

time lapse. O Boomerang está disponível

vidades são mais numerosas. Foi o que

co, o Twitter vai habilitar nos próximos

desktop.

para Android e iOS.

aconteceu no primeiro semestre.

O Instagram lançou, nesta quin-

Os usuários podem criar os

Cervejas importadas em alta

Essa é a conclusão de um estudo

Ainda que o número de marcas


Dinheiro

Página 12 >>>>>>

Investir em imóveis pode ser boa saída

Dólar impulsiona visitas a parques

O crescente desejo dos brasi-

zado sobre os novos empreendimentos.

leiros de viajar para destinos turísticos

Busque sair da sua área mais confortá-

nacionais, motivado pela alta cotação da

vel, ou seja, procure mais informações

moeda norte-americana, está impulsio-

em outras fontes, inclusive sobre outras

nando a visitação a parques temáticos do

regiões e estados. Muitas vezes a sua

País. A expectativa é que a procura por

ideia sobre alguma zona de determinada

esse tipo de destino acompanhe o aumen-

cidade já pode estar ultrapassada ou com

to da cotação do dólar no mesmo perí-

Fotos: Divulgação

O primeiro passo é estar atuali-

os dias contados, pois é sempre necessá-

locação. Para que seja rentável, no entan-

odo, passando de 17 milhões em 2014

tem atrativos como a mina de chocolate;

rio pensar a médio e longo prazo.

to, é preciso estar muito seguro quanto à

para 18 milhões em 2015, de acordo com

território dos dinossauros, com réplicas

Se a sua ideia for o investimen-

localização do imóvel para garantir sua

a Associação das Empresas de Parques

de animais pré-históricos que se movem

to a longo prazo, uma das maiores ga-

valorização. Também é indicado encon-

de Diversões do Brasil (Adibra). No Rio

e emitem sons; teleférico no formato de

rantias de valorização são os terrenos,

trar uma incorporadora de confiança e

Grande do Sul, a região reúne vários par-

um pterodáctilo; cinema 7D, entre outras

principalmente os de entorno das gran-

credibilidade.

ques temáticos. A Terra Mágica Florybal,

opções de lazer.

des capitais. Essa forma de aplicação é

conhecida como um bom gerador de ri-

em imóveis usados o ideal é saber iden-

quezas porque muitas vezes essas áreas

tificar quais são as boas oportunidades.

são pouco conhecidas e, com o passar do

Normalmente é necessário fazer uma re-

aconteceu e você precisa cancelar a via-

tempo e o crescimento das grandes cida-

forma para dar um novo ar ao ambiente,

gem de lua de mel? Sofreu algum tipo

des, elas acabam sendo buscadas por em-

rendendo uma valorização maior para a

de constrangimento na internet? Saiba

presas e famílias que desejam viver fora

hora de vender o imóvel.

que para todas essas situações já exis-

dos grandes centros urbanos.

tem apólices específicas oferecidas pelas

Um outro fator precisa ser acer-

rico do local e levar um especialista para

operadoras de seguros em todo o País.

tado antes de fazer o investimento é: vale

avaliar a casa, o apartamento ou o escri-

mais a pena comprar um imóvel usado

tório, de modo a analisar quais são as

muns como seguros para imóveis, carros

ou um empreendimento novo na planta?

mudanças necessárias para torná-lo mais

e vida, hoje, procurando com atenção,

atrativo para o mercado imobiliário.

se intensificou no mercado de seguros a

Um imóvel na planta costuma

Para quem pensa em investir

Novas opções de seguros

É importante consultar o histó-

Além dos produtos mais co-

O mercado de seguros se de-

prática de oferecer produtos como pro-

to atraente de locação de imóveis para

senvolve e oferece produtos que vão da

teção contra bullying nas escolas, contra

buscam essa estratégia, podendo reven-

negócios, que pode render lucros ainda

proteção ao bullying até os riscos ciber-

riscos cibernéticos (crimes de internet),

der o por um preço mais alto quando

maiores do que o aluguel de uma casa

néticos. Seu filho quebrou a janela do

cancelamentos de viagens e até para

construído - ou até mesmo colocar para

para moradia, por exemplo.

vizinho? O tão sonhado casamento não

crianças “levadas”.

ter um valor 40% menor do que um imó-

vel pronto, por isso muitos investidores

Há também um mercado mui-

Jornal Exper News  
Jornal Exper News  

Edição Número 07

Advertisement