Page 1

FEVEREIRO 2014

||

||

3


10

Índice ANO 4 | n ° 36 | fevereiro 2014 Cauã Reymond e seus personagens sedutores

06 | COLABORADORES 07 | CARTA DO EDITOR 06 | EXPEDIENTE

TELEVISÃO 10 | ENTREVISTA

“Adoro fazer minissérie” Cauã Reymond

12 | tv notas

Novidades em Encontro com Fátima

montain bike 14 | pedalassis

Evento reúne 150 bikers

gastronomia

motor 24 | no para-brisa

Dicas para uma make chic

24 | 316i da bmw

33 | cabelo

Chega por R$ 119, 950

de casa nova 26 | sandrin Inaugura novo showroom

18 | na cracolândia

28 | no exterior

decoração 22 | cozinhas

Confira três projetos inspiradores

4

||

||

FEVEREIRO 2014

Como fazer um cabelo de praia

tecnologia 36 | ENTREVISTA

Brasil vira potência das redes sociais

turismo 25 | jordânia

Restaurantes típicos se destacam

32 | maquiagem

Imagens do painel projetadas

16 | na tv americana

Chef brasileira é sucesso nos EUA

beleza

Cenário para filmes e turismo

Aps e flats para alugar

colunistas 40 | economia

A vulnerabilidade social em Assis

CAPA CAPA Vanessa Monte Bello FOTO Raphaella Dias


FEVEREIRO 2014

||

||

5


Colaboradores fabrizio zini

Fotógrafo publicitário, com especialidade em moda, still-life de bebidas e peças institucionais. Diretor e editor de filmes institucionais e publicitários. É formado em Desenho Industrial pela Universidade Mackenzie e pós-graduado em Fotografia pela Universidade Estadual de Londrina. Atualmente mantém estúdio próprio, atendendo São Paulo e o interior do Estado. Membro da Associação Brasileira de Fotógrafos de Publicidade (ABRAFOTO).

marina pereira oliveira

Formada pelo curso Cozinheiro Chefe Internacional pelo Senac de Águas de São Pedro, jornalista, formada pela FEMA e apaixonada pela arte de cozinhar. Ex-chef do Restaurante Tom, agora está se dedicando integralmente à família, ao filho Antônio e ao marido Artur.iMartins.

marCos antÔnio Conde

Proprietário do salão MAC Coiffeur, Marcos Conde é cabeleireiro e maquiador do Fashion Week, credenciado pela Molinos Trein. Técnico nacional Tânagra. Membro da Academia Intercoiffure Internacional.

.COM.BR { VEJA + SITE } vanessa monte bello

Publicitária, formada pela FEMA e Bacharel/licenciada em Educação Física e Esporte pela UNISANTA (Universidade Santa Cecília - Santos/SP). Atualmente atua como personal trainer e instrutora de Pilates, formada pela STOTT Pilates. Atua como personal na XV Academia e no Tênis Clube de Santos e no Estúdio Priscila Martins.

eXpediente diretor Jeziel Marquezini editora Carolina Marquezini diretor ComerCial Daniel Israel direção de arte Camila Bahis

riCardo zÖllner holmo

É natural de Assis, doutor em engenharia pelo ITA, especialista em Economia pela USP e em Marketing pela FAAP, Professor Universitário e Diretor da Lumina Estudos e Pesquisas.

impressão Editora Conosco_Indústria Gráfica teXto e fotos Agência Estado fotos Carolina Falcão Jornalista responsável Carolina Marquezini_MTB_41418 SP tiraGem 18 mil exemplares

andré zanoti

Mestre em Direito pelo Centro Universitário Eurípides de Marília - UNIVEM; Especialista em Política e Estratégia pela Universidade de São Paulo USP; Especialista em Direitos Especiais pelo Centro Universitário Eurípides de Marília UNIVEM; Graduado em Direito pela Universidade de Marília UNIMAR; É professor universitário e advogado. Escritor do Livro: Ordenamento e Exceção: uma relação necessária - LTr

6

||

||

FEVEREIRO 2014

para anunCiar Daniel Israel_18 99732 0007 daniel@revistaestilolivre.com.br anúnCios e patroCÍnios Além de anúncios institucionais e comerciais em formatos tradicionais, a Estilo Livre oferece a opção de patrocínio das seções e colunas fixas. Fale com nosso departamento comercial. *O conteúdo das propagandas e informes publicitários é de inteira responsabilidade dos contratantes.

revista estilo livre Abílio Duarte de Souza, 257 . 18 3022 3152 revista@revistaestilolivre.com.br www.revistaestilolivre.com.br


FEVEREIRO 2014

||

||

7


CarTa Do EDiTor { estIlo lIvre}

muITAS NOVIdAdES

Q

uem não desejou que este ano seja cheio de muitas novidades boas, com muita saúde, viagens deliciosas, realizações profissionais, enfim, tudo de bom? Todos nós queremos isso e muito mais. Queremos que 2014 seja de muitas realizações e, para isso, buscamos, com nossa primeira edição do ano, trazer pra vocês um pouco de conteúdo que permita alimentar esses sonhos. Prometeu começar a dieta? Então temos algumas considerações que vão ajudar. Para isso, entrevistamos uma personal treiner que está esbanjando boa forma e passa, na Estilo Livre deste mês, a sua receita para isso. Também trazemos nesta edição dicas de viagens, sugerindo o aluguel de apartamentos e flats para mais pessoas em viagens ao exterior, dicas de beleza, com sugestões de maquiagens e cabelos para acertar em qualquer ocasião e receitas saborosas e super nutritivas pra quem prometeu começar a dieta. Tudo isso com um projeto gráfico novo, mais leve, moderno e perfeito para acompanhar todas as promessas de um ano novo. Esperamos que gostem das mudanças e do conteúdo. Mais novidades virão por aí, afinal, nós também estamos desejando muita prosperidade e sucesso profissional para 2014! CAROLINA MARQUEZINI DIRETORA DA REDAÇÃO

8

||

||

FEVEREIRO 2014


FEVEREIRO 2014

||

||

9


TElevisão

{ FAMOSOS }

cauã reymond

E

E seus personagens sedutores - Por João Fernando Fotos AE

u sou um deus" foi um dos mantras que Cauã Reymond ouviu durante os quase dois meses que passou trabalhando no Nordeste. Mas não se trata de um surto de narcisismo do ator de 33 anos. O verso em questão faz parte da letra de "I Am a God", canção do rapper norte-americano Kanye West que ele escutava para buscar inspiração antes de entrar no set para interpretar Leandro, o protagonista sedutor de "Amores Roubados", minissérie da Globo inspirada no livro "A Emparedada da Rua Nova", do pernambucano Carneiro Vilela.

 Apesar do papel de garanhão e do histórico de atuação na televisão, o carioca jura não se enxergar como um galã. "Eu não me compro assim, não, bicho. Quando acordo de manhã, não acredito nessa brincadeirinha. O cabelo é 'toin oin oin'. Tem de tomar uma ducha se estiver grande, não gosto de usar boné", diverte-se.

 Para Cauã, a imagem que seus personagens passam não é exatamente a que ele associa a seu trabalho - tampouco a si mesmo. "Acho que o galã preenche uma função dramática. Às vezes, um cara bonito pode fazer outro papel. "O próprio não sabe definir qual impressão o público, que o acompanha em diferentes produções e comerciais, tem sobre ele. "Você analisa uma pessoa pelo conjunto, assim como analisa uma mulher pelo conjunto, pelo bom humor, pelas pernas, pelo decote, se ela se veste bem, pelo perfume. Acho que me veem como um conjunto, pelo que faço na TV e no cinema", diz.
 Cheio de convites para atuar, o carioca aceitou dar expediente na minissérie por ter se sentido atraído pelas complicações do personagem. “Hoje, na televisão, poucos autores escrevem papéis masculinos. A gente tem uma tendência de papéis mais femininos, mesmo que seja para homens, no caso dos gays. Toda novela tem um gay, e são personagens riquíssimos", analisa.

O período de imersão de "Amores Roubados" coincidiu com o término do relacionamento com a atriz Grazi Massafera. Por causa disso, surgiram rumores de que ele havia engatado um romance com Isis Valverde, companheira de cena, no Nordeste. No lançamento da série, no Rio, os dois não confirmaram a história. Na ocasião, Cauã fez graça ao falar com os

10

||

||

FEVEREIRO 2014

jornalistas. "Espero que essa história dê ibope para a série."

Ele conta ter criado uma defesa interna contra as notícias e especulações sobre a vida íntima. "Eu não me vejo mais na notícia, não me vejo mais como personagem. Não é mais a pessoa física, é outra pessoa. Isso acalma a alma. Quando você se mistura com isso, fica nervoso. Você chega a um limite e diz: 'Não sou eu'."



NOVOS PROJETOS 
Em 2014, ele começa a gravar "O Caçador", série policial da Globo, para a

Adoro fazer minissérie e cinema


qual está tomando aulas de tiro. "Faço um policial que, no primeiro capítulo, é preso e mandado para fora da polícia. Ele passa os capítulos provando a sua inocência e se tornando um caçador de recompensas", adianta.



CINEMA
Arredio no início da entrevista, Cauã de-

sencosta do sofá e abre um sorriso quando o assunto é cinema. Nos últimos três anos, ele tem sido disputado pelas produções nacionais. "Eu batalhei tanto para encontrar um lugar de reciclagem. Eu adoro fazer televisão, fazer novela. Vou fazer novela sempre, mas adoro fazer minissérie e cinema."

Mesmo sem números expressivos de bilheteria de longas recentes de que participou, como "Reis e Ratos", "Meu País" e "Estamos Juntos", o ator não se importa. "Eu não faço cinema por dinheiro. Faço por tesão. Não que a gente não faça televisão por tesão."

Entusiasta da sétima arte, ele está se aventurando em outras searas da indústria. "Estou entrando como produtor associado e coprodutor em alguns filmes. Estou produzindo meu próprio longa. Ano que vem, entro como coprodutor no Língua Seca, com o Homero Olivetto. Sou coprodutor associado no Alemão (sobre o complexo de favelas carioca). Faço o chefe do tráfico de drogas. Eles me chamaram para fazer um dos policiais e eu pedi para fazer o bandido. Frequentei o morro, conversei com pessoas que participaram do tráfico e com a polícia." Em 2014, Cauã também será visto em "Tim Maia", cinebiografia do cantor. "Sou o narrador do filme e melhor amigo do Tim. Foi sedutor, como narrador, estar ali como voyeur, acompanhando o Tim."

Segundo ele, atuar nos bastidores foi uma maneira de movimentar a carreira. "Enveredar pela produção está me dando bastante tesão, sair daquele lugar passivo de ficar esperando o convite da vida aparecer", analisa. Com outras ambições, Cauã se diz inspirado pela atitude do ator Kevin Spacey, que escreveu uma carta para Woody Allen pedindo um papel. "Se você for escrever sobre o Kevin Spacey, escreva sobre as cartas que vou mandar. Talvez um e-mail. Desde o Fernando (Meirelles) ao Walter (Salles). Também tem o Karin (Aïnouz), a Laís Bodanzky, entre outros."



FEVEREIRO 2014

||

||

11


TV NOTAS

Por Iva Oliveira

DE CASA NOVA Danilo Gentili, o repórter Léo Lins e a banda Ultraje a Rigor mudaram de casa e devem estrear em breve um talk show no SBT. Dizem, nos bastidores, que as saídas do apresentador do "Agora É Tarde" e de Sabrina Sato, contratada pela Record, ainda não foram digeridas por alguns diretores da Band.

NOS EUA A participação de Luciana Gimenez no programa "The View", da ABC, nos Estados Unidos, rendeu frutos. Recentemente, a apresentadora esteve em solo norte-americano para fazer testes para uma nova atração do canal. A brasileira agora gravou com uma plateia. Atualmente, ela apresenta dois programas na RedeTV!: "Superpop" e "Luciana By Night".

NOVOS PROJETOS O ano mal começou e as reservas de elenco na TV Globo já começam a surgir. Dira Paes é o mais novo nome cotado para integrar a nova novela de João Emanuel Carneiro, com direção de Amora Mautner e estreia prevista somente para o final de 2015. 12

||

||

FEVEREIRO 2014

MAIS UMA TENTATIVA Depois de muita especulação, a volta de Marcelo Adnet à programação da Globo já está agendada. Ao lado de Marcius Melhem, ele comandará o humorístico “Tá no Ar”, que estreia em 10 de abril (uma quinta-feira). O programa será exibido no mesmo horário que “Amor & Sexo” era apresentado. A proposta da atração é satirizar outros programas de tevê.

RECONHECIMENTO Após as férias de Fátima Bernardes, algumas reformulações prometem movimentar o matinal "Encontro com Fátima Bernardes" (Globo). Uma delas será o fortalecimento da participação do humorista Marcos Veras. Em um quadro, ele deverá conversar com o público nas ruas sobre temas abordados no palco. Em outro, fará reportagens em festas.


FEVEREIRO 2014

||

||

13


Mountain Bike

{ aconteceu }

PEDALASSIS

1º Desafio Pedalassis de Mountain Bike Por Waldy Marcondes - Fotos Fabrizio Zini

A

paixonados pelas duas rodas e por desafios, novamentes ciclistas da cidade e região se reuniram para pedalar pela zona rural de Assis. Dessa vez, durante a 2ª Etapa da Copa Assis 2013, o 1º Desafio Pedalassis de Mountain Bike, realizado no dia 15 de dezembro. A prova foi de maratona e realizada em percurso rural. Contou com a participação de mais de 150 bikers, que se lançaram para a aventura em trechos com muita areia, pedras e passando por matas. A largada e chegada aconteceram dentro do recinto Ficar, com uma boa estrutura oferecida aos atletas e demais presentes. Várias cidades da região marcaram presença no evento, entre elas, Ourinhos, Quatá, Cândido Mota, Palmital, Paraguaçu Paulista, Presidente Prudente e Dracena. Confira abaixo os vencedores das categorias Pró e Turismo. MAIS INFORMAÇÕES

Participe do grupo no Facebook f/Pedalassis

+ 14

CLASSIFICAÇÃO PRO Elite: Sub 25: Sub 30: Sub 35: Sub 40: Sub 45: Over: ||

||

1º Gustavo Amendola AMEA/ASSIS 1º Guilherme Henrique Ferreira AMEA/ASSIS 1º César Junior Mendes Ourinhos 1º João Aparecido 1º Sandro Aparecido Ourinhos 1º Flávio Camacho Ourinhos 1º Waldy Marcondes Silva Jr. World Sport/Assis

FEVEREIRO 2014

+

CLASSIFICAÇÃO Turismo Geral: 1º Danilo Ap. Oliveira Feminino: 1º Darlene Neris


FEVEREIRO 2014

||

||

15


gastronomia

{ CHEF DE COZINHA }

Brasileira sucesso Isa Souza, faz sucesso à frente de programa culinário nos EUA Por Márcia Pereira - Foto AE

A

gaúcha Isa Souza, 38 anos, saiu do Brasil para fazer carreira internacional em Direito, mas acabou largando a advocacia e se tornando uma chef de programa de TV nos Estados Unidos. Em março, ela lança a terceira temporada do “Isa, Vida y Sabor”, no canal latino Mega TV. Além disso, a brasileira acaba de lançar seu primeiro livro de receitas em espanhol. Agora, seus olhos se voltam para o Brasil, onde pretende colocar nas livrarias uma publicação em português. E Isa também já começa a elaborar um projeto do seu programa para oferecer aos canais de TV paga do país. Seu estilo não é ensinar a fazer comidas típicas latinas e, sim, valorizar a qualidade de vida. “Fácil, saboroso e saudável. Tenho de fazer isso no formato americano, mas o projeto une sabor e bem-estar. Não faço um show, como a maioria dos chefs. Procuro passar para as pessoas que cozinhar pode ser prazeroso”, afirma a apresentadora. Ela acrescenta que tenta passar a mensagem de que é possível comer de tudo, só que em pequenas porções para não engordar. “Dou truques para reduzir a porção ou sugiro a troca de alimentos, o que reduz muito as calorias de um prato e ainda engana os maridos, como purê de couve-flor que parece ser de batata”, confidencia. Ela gosta de ressaltar que é advogada por formação e chef de cozinha por escolha e amor. Isa conta que tinha o dom de manipular alimentos e criar novos sabores, mas não parou aí. Ingressou em uma conceituada instituição de gastronomia, a French Culinary Institute (atualmente chamada de International Culinary Center), em Nova York, depois de ter feito a primeira temporada de seu programa e ver que estava no caminho certo. 16

||

||

FEVEREIRO 2014

MÃE E FILHA

Isa se casou pela primeira vez muito nova, com apenas 14 anos. Quando foi morar fora, Mariana, sua filha, ficou vivendo com seu ex-marido. Hoje, mãe e filha trabalham juntas. Mariana, que tem 24 anos e estudou cinema, atuou nos bastidores da segunda temporada de “Isa, Vida y Sabor” e dirigiu a terceira, que está sendo finalizada para entrar no ar. “Um filho sempre aponta o seu defeito. Filho não é como mãe, que passa a mão na cabeça. Ela é muito crítica. Trabalhar com a Mariana faz com que eu fique muito segura. Sempre fui aberta a ouvir opiniões e não foi diferente com ela”, comenta a apresentadora. Isa gosta de ressaltar a diversidade da culinária mundial em seu programa. Por isso, já gravou edições cozinhando em vários países, como Argentina, Itália, Tailândia, Filipinas e, é claro, o Brasil.

CASAMENTO

Em 2012, logo após ter sua trajetória retratada em uma reportagem de uma popular revista americana, Isa Souza foi convidada a dar entrevista no “Programa do Jô” (Globo). Após falar em rede nacional sobre o “fora” que levou do amado, os dois voltaram a se comunicar e, na virada do ano de 2012 para 2013, eles se reencontraram. Seis meses depois, Isa e o advogado André Torres se casaram. “Desisti de desistir. Minha família só soube que eu ia me casar com ele quando receberam o convite de casamento, mas não quis ir contra mim.” Agora, sua vida se divide entre a sua casa em Miami e a do casal, no Rio de Janeiro.


2

1

3

4 5

6 | 1 | Vanessa, Vitor, Alexandre, Marone, Marcelo e Ana Eliza | 2 | Ana Cláudia e Flávio | 3 | Carla, Tamara e Antônio | 4 | Maria José, José Leandro e José Donato | 5 | Lara, Larissa, Medley, Drielly e Pedro | 6 | Luciana, Leise, Murilo, Janaína e Luciana

FEVEREIRO 2014

||

||

17


gastronomia EDGAR VILLAR, CHEF DO RICONCITO

{ RESTAURANTE Típico }

Cracolândia Restaurante peruano entra na rota da culinária típica. Edgar Villar trabalhou vendendo artesanato na Rua 25 de Março. Imigrante sonha em construir filial de seu negócio na Avenida Paulista. - Por Artur Rodrigues - Foto Caio Kenji

E

les deixaram seus países para trás e mudaram de vida. Em São Paulo, imigrantes trocaram de profissão e passaram a atrair pelo estômago os nativos a uma parte abandonada da cidade, a Cracolândia, no centro. O segredo é a tradicional cozinha latino-americana, árabe e africana, com ótimo custo-benefício. Os restaurantes atraem não só moradores de bairros como Luz e República, mas também os chamados hipsters, público moderninho da cidade, que, às vezes, dita moda. O resultado é que parte dos restaurantes já figura nos principais guias gastronômicos. O mais conhecido deles é o Riconcito Peruano, de Edgar Villar, de 35 anos. Estudante de Literatura em Santiago, ele resolveu se mudar para São Paulo há 12 anos. "Trabalhei como camelô na Rua 25 de Março e resolvi abrir o restaurante depois que o rapa (polícia) levou tudo o que eu tinha", conta. Há três anos, surgia o Riconcito, na Rua Aurora, na República. Com acesso por uma escadinha discreta, o local passaria despercebido não fosse pelo entra e sai de peruanos e brasileiros. A decoração com tecidos coloridos e os videoclipes dão uma atmosfera exótica ao local. O principal prato da casa é o ceviche (peixe cru com especiarias), além do tradicional arroz chaufa, espécie de risoto condimentado, com vários tipos de carne, ovos e legumes.

18

||

||

FEVEREIRO 2014

MAIS OPÇPÕES - Na esteira do sucesso do Riconcito, outros peruanos têm surgido na região. Um deles é o Tradiciones Peruanas, na Avenida Rio Branco. Na Rua Guaianases, nos fins de semana, é possível encontrar até um quiosque vendendo ceviche. Na mesma rua, funciona o El Carajo! Perto dali, na Alameda Barão de Limeira, fica o restaurante africano Biyou’Z. Ele foi aberto há cinco anos pela camaronense Melanito Piyouha, de 43 anos. Ela não se restringe à comida do seu país, com uma culinária com influências do Congo, Angola, Senegal e Nigéria. Melanito veio ao Brasil a turismo e ficou. “Percebi que não havia restaurantes africanos no Brasil. O País precisa aprender mais sobre a cultura de seus povos de origem.” Apesar de o local ficar em uma área com grande concentração de africanos, segundo ela, hoje a maioria da clientela é brasileira. O prato principal ali combina banana da terra e peixe fritos ao molho acebolado. Três quarteirões separam a África do Oriente Médio na Cracolândia. Na Avenida Rio Branco, fica o restaurante árabe Habib Ali. O local é tocado pelo libanês Ahmad Merhi, de 45 anos, e sua família. O prato mais pedido por lá é o shawarma, conhecido aqui como kebab. Também é possível experimentar uma esfiha diferente das assadas no forno, feita no saj (chapa redonda).


1

2

| 1 | Dr. Ricardo, Ricardinho, Dra. Carla, Dona Vicentina, Sr. Valter, Dona Celícia e Dr. Rafael | 2 | Natália e Fernanda| 3 | Lucila e Jeferson | 4 | Alexandre, Zanzo, Anne e Jacqueline | 5 | Taís, Inara e Danilo | 6 | Ellen, Marco Antônio, Simone e Caio 3

4

5

6

FEVEREIRO 2014

||

||

19


{ BeM-estar}

CORPO SARAdO E mENTE SÃ Apaixonada por esportes, por alimentação saudável e por sua profissão, de personal treiner, Vanessa Monte Bello, revela na reportagem a seguir o que faz para manter o corpo e a mente saudáveis. Confira suas dicas! Por Vanessa Nardim Monte Bello CREF: 087398-G/SP e Carolina Marquezini Fotos Raphaella Dias

A

20

||

||

FEVEREIRO 2014

paixonada por esportes, por alimentação saudável e por sua profissão, de personal treiner, Vanessa Monte Bello, que nasceu em Piracicaba, mas se mudou para Assis em 1995, permanecendo até 2010, conta na reportagem a seguir um pouco de sua trajetória de estudos e de trabalho, hoje em Santos, revelando seus segredos para manter a saúde, o bem-estar mental e alcançar os resultados físicos que deseja com suas práticas esportivas e alimentação adequados. Ela começa a reportagem destacando a necessidade da associação do bem-estar físico e mental. “Sabe-se que o emocional é capaz de transformar um homem de sucesso, num homem fracassado. Quando não estamos bem mentalmente, nosso cérebro rouba nossas energias em todos os sentidos. Com a facilidade encontrada hoje em dia graças à tecnologia, nós estamos ficando cada vez mais acomodados. Dentro de casa temos controle remoto para tudo, usamos o carro em qualquer situação, se estamos sem tempo para almoçar de maneira correta, por que não passar rapidinho em uma rede de fast-food? Aí você ingere aquelas 700kcal em no máximo 15 minutos e já volta correndo para sua cadeira em frente ao computador, onde permanecerá por no mínimo 4 horas. Comer de 3 em 3 horas...fácil? Deveria ser! Deveria


virar um hábito, mas infelizmente é muito “complicado” carregar alguma barrinha de cereal ou fruta (fonte de fibras), ou um iogurte até o trabalho e lembrar de comer no tempo certo e até mesmo beber água durante esse período, não é mesmo? As pessoas estão muito acomodadas, tudo que as tira da zona de conforto incomoda, dá trabalho, etc. Infelizmente, ainda não criaram a consciência de que o corpo é sim uma máquina e essa máquina precisa constantemente ser hidratada e abastecida. A obesidade advém da falta de movimentos, da falta de atividades, em termos mais técnicos, vem de uma balança mais negativa do que positiva.

O que seria isso? Na balança positiva, ingere-se mais do que se gasta e na negativa, é exatamente o contrário. A cada nova década, os obesos foram embarcando em modismos e tendências equivocadas. Surgiram os spas, drogas emagrecedoras, livros de auto-ajuda, dietas da moda (algumas extremamente perigosas), terapias alternativas, congelados diet, a fórmula milagrosa. Ainda existe muita gente acreditando que os carboidratos são os grandes vilões. Cortam pães, arroz, batata e açúcar. Eles devem sim ser ingeridos de forma controlada, mas hoje em dia sabe-se que os piores são as gorduras. Outro erro são os remédios que fazem emagrecer. Médicos concluíram que não eram eficazes, afinal, quando os pacientes paravam de tomar, voltavam a engordar, concluindo então que a obesidade é uma doença crônica, pois qualquer medicamento para tratar doenças desse tipo perde seu efeito quando deixa de ser tomado. Exemplo: a pressão do hipertenso volta a subir quando ele para de tomar seu anti-hipertensivo; a glicose do diabético aumenta se ele deixar de tomar seus comprimidos hipoglicemiantes, etc. Então por que com a obesidade seria diferente? Muitas vezes o que falta são informações corretas. Por isso, o melhor é sempre procurar um nutricionista e um profissional de Educação Física para que ocorra tudo da maneira correta. Devemos sempre nos sentir bem com nós mesmos. Devemos esquecer a opinião dos outros, olharmos no espelho, e, se gostarmos do que estamos vendo, é isso que importa. Cuidado com a compra excessiva e equivocada de suplementos! Se não existir uma dieta correta e um treinamento adequado para atingir o seu objetivo, de nada vai adiantar.

Vanessa X Vanessa Hoje vivendo próximo de São Paulo, tive a oportunidade de fazer muitos cursos como: Treinamento Funcional com a Vânia Temporini (grande influência no Brasil e América Latina), Nutrição e Suplementação Esportiva no Hospital das Clínicas, Treinamento voltado para Mulheres e Gestantes, Administração e Marketing Esportivo, e a minha mais nova formação pela escola canadense de Pilates, que cuida de todo elenco do Cirque du Soleil, a STOTT PILATES. Através dessa formação, pude me tornar Instrutora do CORE

– método novíssimo trazido pela STOTT, focado no Condicionamento Físico de Atletas sendo considerado um treinamento de altíssimo gasto calórico e no Zenga (mistura de Yoga com Pilates) e o Total Barre (Ballet + Pilates). Também me apaixonei pelo Tênis e hoje estou inscrita na Federação Paulista de Tênis, participando direto de torneios. Treino 5x por semana musculação, pelo menos 4x na semana estou na quadra treinando técnicas, controle de bola, encontrando cada vez mais o ritmo de jogo, tudo isso encaixado perfeitamente entre os horários de aulas do estúdio que trabalho de manhã e meus alunos de personal à tarde e à noite. Há um mês fiz uma avaliação com um amigo que é fisiologista especializado em nutrição esportiva e comecei uma dieta restringindo um pouco o glúten, açúcares, gorduras e com dosagens corretas de suplementos de acordo com a necessidade do meu corpo, do objetivo que quero atingir de estética e performance e também, como tenho um gasto energético muito alto, preciso manter a porcentagem ideal de massa magra. E isso se dá somente com a ajuda de suplementos.

Ser feliz é isso. É fazer o que ama, é estar com pessoas agradáveis que gostem de você com seus defeitos e qualidades, que te incentivam a buscar sempre mais e o que nos realiza. Ser feliz é entrar no seu Instagram e ver um comentário de uma editora de uma revista pedindo para eu contar um pouco da minha história e o quanto a minha profissão me realiza... Ser feliz é poder ajudar o outro a ser feliz, a se realizar, a aprender que é capaz de tudo, basta querer e ir atrás do que quer. Obrigada pela oportunidade.

FEVEREIRO 2014

||

||

21


DECORAçÃO 1. Projeto de Chico Gouvêa desenvolvido para a 23.ª Edição da Mostra Casa Cor do Rio. 2. Projeto da arquiteta Flávia Gerab: no apartamento no Morumbi, zona sul de São Paulo, o casal de cultura norte-americana, queria que a cozinha tivesse um clima de casa de campo, um estilo country americano, explica. 3. Em um apartamento no Rio, a necessidade de colorir foi do próprio arquiteto, Chico Gouvêa, que, com um tom laranja, fez uma cozinha para um casal com dois filhos, diferente dos modelos planejados. A presença de cor em todas as paredes foi outra saída de Gouvêa para dar unidade ao ambiente. 4. A sala do Leonardo Gomes que está no site ‘Casa Aberta’. 1 2

3 4

22

||

||

FEVEREIRO 2014


AEASSIS

{ aSSOCIAção}

AEASSIS Aprimorando as ferramentas de fiscalização - Web

N

o início de 2014, o CREA-SP colocará em prática algumas ações para criar um sistema interativo de fiscalização. Uma dessas ações é a Rede de Responsabilidades Técnicas, um canal de relacionamento que identificará as pessoas físicas e jurídicas contratadas ou em fase de contratação para a realização de obra ou serviço de engenharia e agronomia que, por força da lei, devem atuar em situação regular no Conselho. Essas informações serão oferecidas, em tempo real, às empresas, empreendedores e instituições públicas, criando um canal de troca de informações com a sociedade. Com a divulgação da tabela de jogos para a Copa de 2014, a área de Fiscalização do Crea-SP definiu uma programação com foco nas obras de construção, adaptação e reforma voltadas para o campeonato mundial de futebol. O projeto piloto incluiu ações na Arena Corinthians e nos aeroportos de Viracopos e Cumbica. Esse relacionamento entre a empresa e o Crea-SP reforça a filosofia de fiscalização orientativa

e de caráter preventivo, estabelecendo uma parceria estratégica de interesse mútuo. Uma das vantagens para a empresa é a possibilidade de verificar continuamente a situação de seus contratados e subcontratados, apontando as irregularidades encontradas e apresentando as providências para solucionar cada situação. O cruzamento dessas informações com outros bancos de dados vai possibilitar a Gestão Inteligente de Demandas e Fiscalização, com a análise das inconformidades encontradas, sua correção e o planejamento estratégico da atividade. Também faz parte desse novo trabalho a utilização de veículos aéreos não tripulados (conhecidos como VANTs ou drones) e imagens satélites em ações de fiscalização. Como ainda não existe regulamentação para uso dessa ferramenta em ambiente urbano, na primeira etapa a fiscalização será feita nas áreas da agronomia e mineração. O Ano de 2014 começa com resultados efetivos, alcançados pela fiscalização, no combate ao mau exercício profissional.

Sede da AEASSIS

Engenheiro Airton Nizoli

Rua Dionísio Dias Paião, 355, Vila Fiúza, Assis, SP 18 3324 1495 18 3325 1086 aeassis@femanet.com.br

FEVEREIRO 2014

||

||

23


MoTor Sistema projeta informações no para-brisa do carro

AMAROK A VW já está oferecendo a linha 2014 da Amarok, que na versão Highline, de topo, recebeu controle eletrônico de estabilidade e assistente para partida em rampas, entre outras tecnologias. Câmera traseira e air bags laterais entraram na lista de opcionais. As versões cabine-dupla passam a ter também sistema Isofix no banco traseiro.

(AE) - Em um carro a 100 km/h, no intervalo de um único segundo em que o motorista desviar o olhar para o velocímetro o veículo percorrerá 27,7 metros. A 120 km/h, esse "trecho cego" é de 33 metros. Para minimizar o risco representado por essa fração de tempo, algumas montadoras oferecem em seus modelos o head-up display, ou visor ao redor dos olhos, em tradução livre. Inspirado no recurso utilizado nos aviões de caça feitos a partir dos anos 70, o sistema projeta no para-brisa do carro informações como velocidade atual, giro do motor e até dados do navegador GPS.

Saveiro de cabine dupla e Fox atualizado chegam em 2014 (AE) - A Volkswagen fará atualizações nas linhas Saveiro e Fox, que devem ser lançadas no meio do ano. A picapinha terá versão com cabine dupla e quatro portas. Já o hatch receberá, em junho, interior renovado, com volante semelhante ao do novo Golf e mudanças estruturais no teto, que será alongado. A Saveiro cabine-dupla, que chega em julho - segundo fontes ligadas à fabricante -, será a resposta da Volkswagen à líder de vendas do segmento, Strada, que recebeu a terceira porta na versão de quatro lugares recentemente. diferentemente do carro da fiat, que tem porta "suicida", nas da saveiro a abertura é convencional. os bancos traseiros serão corrediços. As mudanças devem tirar cerca de 200 litros de capacidade da caçamba da picape VW. O motor 1.6 receberá modificações para gerar até 120 cv, quando abastecido com etanol, ante os atuais 104 cv.

Por R$ 119.950, 316i chega para ser nova versão de entrada da BMW

Honda CBR 500R chegará às lojas a partir de R$ 23 mil

(AE) - Se seu sonho é ter um sedã da BMW, talvez agora ele tenha ficado um pouco mais próximo da realidade. A marca alemã lançou o 316i, nova versão de entrada do Série 3, com preço de R$ 119.950. O modelo já responde por cerca de 30% das vendas da linha e é R$ 10 mil mais barato que a opção intermediária, 320i. Embora tenha nível tecnológico similar ao dos "irmãos", falta agilidade ao 316i. Já nas primeiras acelerações, fica claro que o sedã não foi feito para empolgar o motorista. O que predomina no sedã é a suavidade na condução. O 316i ganha pontos quando o assunto é conforto, um trunfo dessa versão. Na cabine estão quase todos os atrativos que um modelo desse segmento pode oferecer.

(AE) - O primeiro lançamento da Honda no Brasil em 2014 já tem nome e preço. A CBR 500 chega ao País por R$ 23 mil - e salta para R$ 24.500 com freios ABS. Seu motor a gasolina de 471 cm 3 traz comando duplo no cabeçote e injeção eletrônica. A potência é de 50,4 cv e o torque, de 4,55 mkgf. Produzida em Manaus, a nova CBR 500 R tem câmbio manual de seis marchas com transmissão final por corrente. Os freios são a disco - há pistão duplo na roda dianteira e simples na traseira. A suspensão tem garfo telescópico de 41 mm, com 153,3 mm de curso. A traseira é do tipo monochoque com pré-carga da mola ajustável. A moto pesa 193 quilos, tem 2,07 metros de comprimento, 0,74 metro de largura e 1,41 metro de distância entre-eixos. As principais rivais são Kawasaki Ninja 650 e Yamaha XJ6 F.

24

||

||

FEVEREIRO 2014


turismo Jordânia: cenário para filmes e experiências de vida (AE) - É deserto. Um horizonte árido e solitário, inesperadamente belo. Essa é a impressão inesquecível sobre sentar nas areias do deserto de Wadi Rum para contemplar a paisagem, pensar na vida, respirar ar puro, transpirar bons fluidos, viver. Wadi Rum simboliza bem a cultura jordaniana: os beduínos espirituosos galopando lentamente nos seus dromedários, os muçulmanos ajoelhados rezando em direção a Meca, os viajantes aventureiros chacoalhando na caçamba de carros 4x4 que cruzam trilhas invisíveis nas areias. Não por acaso, a Jordânia já foi set para muitas produções cinematográficas, como os clássicos Indiana Jones e a Última Cruzada (1989) e Lawrence da Arábia (1962), além dos recentes Cruzada (2005), de Ridley Scott, e A Hora Mais Escura (2012), de Kathryn Bigelow. Enquanto caminhava pelas ruínas de Jerash, uma novela do Kuwait era filmada perto do Arco de Adriano, o imperador andarilho, de 129 a.C. Ficções brasileiras também rolaram nas trilhas de Petra, como a novela Viver a Vida, de Manoel Carlos. Além das fronteiras imaginárias de Wadi Rum, perambular por cidades esquecidas no tempo e estradas quase engolidas pela areia também dá impressão que estamos rodando um filme repleto de histórias e contrastes em cenários incríveis: uma viagem de autodescoberta a um destino longínquo e talvez exótico, em tudo diferente da cultura latino-americana; um país encruzilhado numa zona de conflitos, mas perfeito para momentos de paz; um povo com identidade própria, mas aberto para abraçar a cultura de refugiados e de viajantes.

Liverpool não se resume aos Beatles

(AE) - Mais de 50 anos se passaram desde que quatro jovens de Liverpool, no noroeste da Inglaterra, se uniram e quebraram a monotonia do pós-guerra arrancando gritos histéricos das garotas da época. Um punhado de décadas depois, milhões de visitantes interessados em refazer os primeiros passos da banda mais famosa de todos os tempos continuam chegando à cidade de onde John, Paul, George e Ringo saíram para conquistar o mundo. Os primeiros sinais da beatlemania podem ser sentidos logo na chegada, no Aeroporto John Lennon, que tem como slogan o famoso verso da canção Imagine, "above us only sky" ("acima de nós, apenas o céu"). Do lado de fora, táxis esperam em fila para levar os montes de turistas que, a caminho do centro, já podem ver pontos eternizados em canções dos Fab Four. Como o Albert Dock, onde está um barco fantasiado de submarino amarelo que faz as vezes de hotel para os fãs mais fervorosos. A cidade, que funciona como uma espécie de Disneylândia para sessentões, atrai mais de 56 milhões de visitantes todo ano. Engana-se, porém, quem pensa que Liverpool é atraente apenas para os beatlemanícos. Desde meados dos anos 2000, a cidade vem passando por um processo de revitalização de sua área portuária e centro histórico. Passou a receber turistas interessados em sua vasta oferta de opções culturais, gastronômicas e esportivas - os torcedores do clube de futebol Liverpool também são protagonistas de peregrinações até lá.

Diversão encaixotada no México

(AE) - Não há litoral na pequena San Andrés Cholula, município localizado no Estado de Puebla, cerca de duas horas a sudeste da Cidade do México. Mas, ainda que a praia mais próxima esteja a duas horas de distância, os contêineres, elementos recorrentes na paisagem portuária, são o atrativo local. Inaugurada em 2009, a Container City (www.containercity.com.mx) é uma espécie de distrito boêmio em meio a um lugar que parece parado no tempo. Enquanto o Zócalo (praça principal) de Cholula concentra doceiras e artesãos tradicionais, Container City é vanguardista. As estruturas metálicas reúnem bares, restaurantes, galerias de arte e lojas de roupas. O distrito foi construído sem recursos públicos com 50 contêineres provenientes do porto de Veracruz. O projeto é do arquiteto Gabriel Esper Caram, da Universidad de las Américas Puebla (UDLAP), instituição que fica em Cholula e é uma das mais caras do país. Quem se jogar nesse SoHo interiorano precisa tomar três cuidados O primeiro é com as ruas quase desertas do entorno. O segundo, para quem for de Puebla, é não se deixar enganar pelos taxistas: eles costumam aumentar o preço para turistas, mas não aceite pagar mais de 80 pesos (R$ 14) pela corrida. Por último, cautela com os drinques a litro, comuns na cidade. FEVEREIRO 2014

||

||

25


Inauguração Sandrin Ambientes Planejados No dia 17 de dezembro de 2013, a Sandrin Ambientes Planejados, recebeu seus amigos, clientes e profissionais para a inauguração do novo espaço, com showroom totalmente renovado. Confira como foi essa noite de festa e venha você também conhecer e se surpreender!

26

||

||

FEVEREIRO 2014


FEVEREIRO 2014

||

||

27


TURISMO

{ Aluguel }

temporada no exterior Conheça alguns desses lugares incríveis Por Agência Estado Foto AE

Aluguel para temporada no exterior / Paris O Airbnb.com afirma ter credenciados mais de 500 mil imóveis para locação em 34 mil cidades de 192 países. Destaque para estúdio em Paris, perto do Marrais e do canal de Saint Martin, com diária de R$ 284.

Aluguel para temporada no exterior / São Francisco Há também disponível para aluguel um apartamento em São Francisco. Com diárias de R$ 520 também para quatro pessoas e localização privilegiada. Se você está pensando em passar uma temporada no exterior, vale a pena conferir as opções disponíveis no site. Há flats e apartamentos de diversos tamanhos e diferentes valores.

Aluguel para temporada no exterior / Roma No Airbnb.com há destaque também para este apartamento em Roma, perto da Piazza del Popolo, com diária de R$ 306, para 4 pessoas.

28

||

||

FEVEREIRO 2014


Aluguel para temporada no exterior / Nova York A STB aluga casas e apartamentos em Nova York e Orlando. As locações só são aceitas para período mínimo de um mês. A limpeza, quinzenal, está incluída. Destaque para apartamento em Nova York, 235 West 56th Street (Symphony House), com preço semanal de US$ 1.435.

Aluguel para temporada no exterior / Orlando Para a temporada em Orlando a casa mais cara sai a US$ 250 a diária, para até 12 pessoas. A residência fica em Kissimmee.

FEVEREIRO 2014

||

||

29


Foi com muita alegria e descontração que o casal Lilian Lima e o jogador de futebol Índio, do Clube Internacional de Porto Alegre, receberam amigos e familiares na inauguração da sua nova residência, em Assis. Na mesma ocasião, Lilian festejou seu aniversário, recebendo muito carinho do esposo e filhos. A casa será a nova morada do casal, que em breve estabelecerá laços fortes com a cidade, com a abertura de uma nova clínica de estética, sonho de Lilian. Desejamos felicidades à família.

30

||

||

FEVEREIRO 2014


FEVEREIRO 2014

||

||

31


BElEZa

{ especIal }

bELEzA NA PELE Preparamos para as leitoras da Revista Estilo Livre dicas de cabelo e maquiagem para qualquer ocasião Por Marcos Conde Fotos Lella Sodré

Chci mEgA

APRENDA A FAZER A mulher brasileira vai investir muito no batom nesta estação... Vermelho, pink, laranja, floral... o verão vai pedir uma boca colorida. Cuidado para não pesar no make, se for abusar na cor dos lábios, pegue leve nos olhos e blush. Os cílios postiços serão o segredinho de beleza da vez. modelo usa: Batom Orange MAC, cílios postiços de cerdas naturais MAC. Pele: Base Body and Face MAC.

32

||

||

FEVEREIRO 2014

Com um babyliss largo para dar um efeito mais natural, divida o cabelo em mechas médias e segure por 15s. Separe os cachos com as mãos e aplique o fixador Keune. Vai ficar um arraso! Uma boa opção são os famosos bobis que nossas mães e a Dona Florinda gostavam tanto. Eles são perfeitos para criar um visual: nasci assim! DICAS DO MAQUIADOR O primer vai entrar com tudo no verão porque nessa época do ano o clima fica mais úmido e os poros mais abertos. O primer ajuda a fechar os poros, controla a oleosidade e mantém o make por mais tempo. Protetor solar é indispensável!


Nessa página: Boca Batom Pretty Please olhos Sombra azul Ceuoceano, sombra Pétala, delineador e cílios postiços MAC. Pele Base Dior Air Flash Blush Laranja MAC

CABELO DE PRAIA É aquele baguançado chique tão usado pela celebridades em red carpets da vida. O visual expressa sensualidade e, ao mesmo tempo, é prático e ótimo para mulheres contemporâneas, diz o hairstylist Marcos Conde. No look foi utilizado mouse Redken de textura leve, depois modelado com Miracurl, o queridinho das celebridades. Para finalizar o look spray de sal da Tigi. DICAS DO CABELEIREIRO Lenço na cabeça: se quiser garantir um visual bem criativo e inusitado, invista no lenço na cabeça. É só não exagerar no tamanho do acessório e amarrar as pontas com um laço e pronto. FEVEREIRO 2014

||

||

33


COLUNISTAS d ireito

Você Sabia? Fique por dentro de seus direitos e deveres

Por André Zanoti Contato andrezanoti@gmail.com

Jornada de trabalho Grosso modo, a jornada de trabalho tem 8 horas diária e, no máximo, 44 horas semanais. (8 horas diárias durante os dias de semana e 4 horas aos sábados) Portanto, todo tipo de trabalho que ultrapassar este limite será chamado de HORA EXTRA. Este trabalho tem que ser remunerado com, no mínimo, 50% (cinquenta por cento) a mais que o valor normal da hora de trabalho. Não respeitar este direito é desrespeitar a lei!

ser configurado quando o proprietário o utilizar para praticar atos ilícitos, como, por exemplo, cultivar ou armazenar algum tipo de substância ilegal!

Doação temporária do útero! O termo “barriga de aluguel” ainda é utilizado, mas é totalmente incompatível com o fim que o ato se propõe. Em primeiro lugar, esta atitude não pode gerar fins lucrativos. Portanto, não há que se falar em “aluguel” de uma barriga. Ademais, não é a barriga e sim o útero que é fruto da negociação entre as partes. Continuando, o que é pouco sabido ainda é que a doação temporária do útero agora tem uma regra bem específica: a doadora deverá passar por exames bastante rígidos, sobretudo quanto a sua habilidade emocional e física. Além disso, não poderá ter mais de 50 anos de idade e deverá pertencer à família de um dos parceiros, num parentesco consanguíneo de até quarto grau (1º grau Mãe; 2º grau irmã/avó; 3º grau tia e 4º grau prima) Cartões de crédito!

Vizinhos Bom, nenhum direito que possuímos é absoluto. Nem o Direito à vida que, em alguns casos muito específicos, nos pode ser tirada como já vimos em outras edições (legítima defesa, estrito cumprimento do dever legal, estado de necessidade, exercício regular de um direito e em um caso de pena de morte) Sendo assim, mesmo que more e esteja em sua própria casa, você não poderá destiná-la uma função diversa da finalidade que possui. Em outras palavras, se você usa o que é seu de forma nociva, você também poderá ser punido! Então, fica a dica: se você é daqueles que diz que a casa é sua e que, portanto, pode fazer o que bem entender, cuidado! Você poderá ser punido. Tal pena poderá variar de uma simples advertência até a perda do imóvel, que é um caso extremo e que poderá

34

||

||

FEVEREIRO 2014

E, de repente, chega o boleto de sua fatura com taxa disso, tarifa daquilo e assim por diante. Mas, o que as operadoras de cartão de crédito podem cobrar de você? Lá via: • Anuidade • Emissão da segunda via • Uso do cartão para pagamento de contas • Pedido de avaliação emergencial no limite do crédito Qualquer outro tipo de cobrança só poderá ser feito mediante a sua autorização expressa. Rapidinhas... Não incide imposto de renda sobre indenizações por danos morais! Os planos de saúde podem estabelecer quais doenças serão cobertas pelos contratos, mas não poderão determinar que tipo de tratamento será utilizado para a cura de determinada doença. A testemunha que fizer afirmação falsa ou se calar sobre a verdade, em juízo, comete crime!


foto g rafia

Fotografia Fácil 7 Continuando com a abordagem mais avançada em fotografia, nesta matéria veremos mais técnicas e dicas sobre fotometria Por Fabrizio Zini Foto Fabrizio Zini Contato fabzini@hotmail.com

J

Foto 1

Fotometro

á vimos as ferramentas básicas para fotometragem (diafragma, obturador e sensibilidade), agora precisamos entender como as câmeras medem a luz, mas, antes, devemos entender a diferença entre luz refletida e luz incidente. A luz incidente é a luz que atinge a superfície de um objeto, independentemente de como ele é. As câmeras não fazem esse tipo de medição, apenas os fotômetros profissionais. A luz refletida ocorre quando a luz atinge uma superfície e retorna, sendo que parte pode ser absorvida pelo objeto. A quantidade de luz refletida/absorvida pelo objeto definirá sua cor, textura e forma. É essa a luz medida pelas câmeras. Portanto, é preciso prestar muita atenção, pois o material do objeto, assim como a cor e o ângulo em que ele está em relação à câmera vão alterar a medição de luz. Outro detalhe importante é que a câmera lê a luz ideal a aproximadamente 18% de cinza, ou seja, o que a câmera considera o ponto zero é um cinza escuro. Para entender melhor, basta fazer este teste simples: Aponte a câmera para uma parede branca e controle o fotômetro até ele zerar (o indicador deve ficar no meio do leitor, entre os sinais de + e -) e clique. A parede vai parecer acinzentada e escura na foto. Para a parede ficar branca como ela realmente é, devemos “abrir” um ponto no fotômetro e deixar a luz “estourar”. É importante saber também como sua câmera pode medir a luz. A fotometragem das câmeras mais modernas pode ser de 3 tipos: pontual, peso no centro ou matricial. Na fotometragem pontual, a câmera lê apenas a luz que está no ponto central do visor. É uma técnica difícil e exige habilidade. Na fotometragem com peso no centro, a câmera lê a luz do centro (como prioridade), mas também tira uma média da região periférica ao ponto central, resultando numa fotometragem mais equilibrada com o entorno. Já na medição matricial, o quadro é dividido em 5 partes (ou mais) e o fotômetro tira a média de luz dessas partes. Podemos ter três tipos de leitura de fotometragem: a foto zerada (foto 1), a foto subexposta e a foto superexposta. A foto zerada é aquela que foi exposta com a fotometragem ideal segundo a câmera. A foto subexposta (foto 2) é a mais escura (fotometragem no sinal de +) e a foto superexposta (foto 3) é a mais clara (fotometragem no sinal de -). Se a foto 2 fosse fotometrada mais clara, não teria o efeito dos

Foto 2

raios de luz entrando na água; já a foto 3, se fotometrada mais escura, mostraria apenas silhuetas em primeiro plano e o fundo muito poluído, com postes, fios, árvores e casas. Lembrem-se que não existem regras. O importante é fazer a leitura da cena e buscar a melhor fotometragem para cada tipo de situação ou abordagem desejada. Continua na próxima edição.

Foto 3

FEVEREIRO 2014

||

||

35


TECnologia

Em 2013, Brasil vira 'potência' das redes sociais

OrCam desenvolve tecnologia que ajuda deficientes visuais (AE) - A israelense Liat Negrin entra no mercado, aponta o dedo para a prateleira e, com a ajuda de uma pequena câmera presa à armação dos seus óculos, identifica produtos e escuta a descrição de cada um até encontrar uma caixa de leite. Em um vídeo disponível na internet, Liat mostra como usa essa tecnologia para superar as limitações impostas por um coloboma, doença genética que causa perda de visão. Com os óculos, ela pode realizar sozinha tarefas simples como identificar o ônibus correto para ir ao trabalho ou ler um cardápio. Liat é funcionária da startup israelense OrCam, desenvolvedora da câmera portátil dotada de sensor de reconhecimento de gestos capaz de ler e descrever textos e objetos, transformando qualquer óculos simples em uma espécie de "Google Glass adaptado para cegos". O sistema está disponível para os Estados Unidos por US$ 2,5 mil.

36

||

||

FEVEREIRO 2014

(AE) - Como acontece em boa parte dos países do mundo, o Facebook é disparado a rede social mais acessada no Brasil: segundo dados de outubro, tem 73,5% da audiência, totalizando 76 milhões de usuários no país. Uma pesquisa Ibope/YouPix de julho mostrou que 92% dos jovens do País que acessam a internet usaram redes sociais. Mesmo quando se leva em conta o total de pessoas que navegam na rede, de todas as idades, são 78% acessando algum tipo de rede social. "O brasileiro tem um número de amigos muito mais alto que a média global, o nível de engajamento também na plataforma é muito alto", acrescenta Leonardo Tristão, diretor-geral do Facebook no Brasil. "A média de tempo que o brasileiro gasta se engajando é mais alta que a média global. É esse tempo gasto na rede que garantiu ao Brasil (12 horas por mês, segundo o Facebook) a segunda colocação no ranking de países do Facebook, ultrapassando a Índia, que tem um número total de usuários maior. O Brasil é também segundo colocado em usuários, atrás apenas dos Estados Unidos, do Twitter e do Facebook.

Morador de rua de NY aprende programação (AE) - Há quem defenda que o ensino da programação de computadores tem tanta utilidade nos dias de hoje quanto a matemática ou a biologia - caso de Bill Gates e Mark Zuckerberg, por exemplo. E também do morador de rua de Nova York Leo Grand, que lançou o app Trees for Cars, disponível para iOS e Android (US$ 0,99 e R$ 2,30, respectivamente). O aplicativo, que ajuda pessoas a encontrarem caronas e calcula o impacto ecológico causado pelo compartilhamento de carros, foi criado após Grand receber aulas de programação do técnico Patrick McColongue. Grand continua a morar na rua e espera em breve conseguir um emprego.


1

2

3

4 | 1 | Ronaldo e Juliana | 2 | Ricardo e Gustavo | 3 | Mário, Lucci e Adriana | 4 | Valdinei, Cristina e Georginho | 5 | Juliana e Leonardo | 6 | Nádia e Thaís

6

5

FEVEREIRO 2014

||

||

37


d ireito

e m presarial

Contato cassiano@almeidapimentel.com.br // jesualdo@almeidapimentel.com.br

O que é o planejamento empresarial? Toda e qualquer empresa está sujeita a intercorrências das mais variadas, como a briga entre os sócios, o falecimento ou o divórcio de um deles etc. As empresas precisam estar preparadas para essas ocorrências, e isto tem que estar previsto no contrato social para evitar que sejam afetadas por estes problemas. Como assim, previsto no contrato social? As sociedades limitadas, que são o maior número de sociedades do Brasil, são disciplinadas através de contratos sociais. E, infelizmente, na maioria das vezes estes contratos sociais não preveem soluções para as questões acima levantadas. E por conta disto, esses problemas serão levados ao Judiciário, que é lento e muitas vezes não dá a resposta adequada aos interesses da sociedade empresarial. Se o contato social prever a solução para estas questões, os sócios evitarão problemas judiciais. Então é fundamental que o contrato social preveja com detalhes estas hipóteses? Sim, é fundamental. Um planejamento empresarial pressupõe necessariamente estas previsões. Por exemplo, se um sócio minoritário resolver sair da sociedade, como serão apurados seus haveres? Quanto terá direito de receber? Como receberá? Quem dará o valor à parte cabível ao sócio retirante? Se tudo isto estiver disposto no contrato social, evitaremos o conflito. Isso também vale para o caso de falecimento de um dos sócios? Sim, e é extremamente importante que assim seja. É natural que os sócios se deem bem, mas que hajam rusgas com as esposas e os filhos. Se o sócio falece, os filhos e a esposa herdariam as cotas sociais do morto e se tornariam sócios ostensivos da empresa. Isso, evidentemente, levará a um conflito se o sócio sobrevivente não se der bens com os herdeiros. Se o contrato social prever solução para este problema, o funcionamento da empresa estará amplamente preservado. Imagine-se também que o sócio casado num regime de comunhão parcial de bens se divorcie e as cotas sejam comuns com a esposa. Se o contrato prever esse planejamento, evitaremos que o divórcio afete o funcionamento da empresa. Numa divisão societária, o que cada um dos sócios têm direito? 38

||

||

FEVEREIRO 2014

Terão direito aos valores respectivos às suas cotas sociais. E, mais uma vez, se o contrato social for bem formulado será muito mais fácil a solução. Pode se estabelecer quem vai apurar o valor da empresa para a divisão, o que englobaria a potencialidade de lucro, a clientela, o valor dos bens materiais e, principalmente, o valor dos bens imateriais como patentes, marcas, registros de domínio etc. O que o Dr. sugere aos empresários? Que façam uma ampla revisão dos seus contratos sociais, alterando-os se for o caso, para prever as hipóteses e soluções para os problemas acima apontados, e outros que possam prejudicar o bom desenvolvimento da empresa.

JESUALDO EDUARDO DE ALMEIDA JÚNIOR, sócio do escritório Almeida & Pimentel Advogados Associados, Doutorando em Direito Constitucional, Mestre em Direito Constitucional, pós-graduado em Direito de Relações Privadas Internacionais pela Universidade de Buenos Aires, pós-graduado em Direito Contratual, pós-graduado em Direito das Relações Sociais, cursando MBA em Gestão Tributária, professor da pós-graduação da UEL, professor da pós-graduação da PUC/PR, da graduação e pós-graduação das Faculdades Integradas Antônio Eufrásio de Toledo - Pres. Prudente/SP, da graduação da FEMA - Assis/SP; professor visitante do Mestrado de Medicina da FAMEMA; professor visitante da Escola Superior da Advocacia - OAB/SP. CASSIANO DE ARAÚJO PIMENTEL, sócio do escritório Almeida & Pimentel Advogados Associados, mestrando em Direito Empresarial com ênfase em Empreendimentos Econômicos pela Universidade de Marília - UNIMAR, pós-graduado em Direito do Trabalho e Previdenciário pela Fundação Eurípides Soares da Rocha - UNIVEM, pós-graduado em Direito Civil e Processual Civil pela Universidade Estadual de Londrina - UEL, graduado em direito pela Fundação Eurípides Soares da Rocha - UNIVEM. CARLOS HERNANDES, Bacharel em Direito. Pós-graduado em Direito Civil. Sindicalista e bancário aposentado.


Cia Das PaTas

{ saúde anIMal}

CARRAPATOS Saiba como acabar com eles.

Por Fernando Pereira Sirchia

P

ara acabar com os carrapatos precisamos conhecê-los melhor para que possamos combatê-los eficazmente. Primeiramente devemos saber que existem várias espécies de carrapatos diferentes, e várias delas podem ser encontradas nos cães. Como eles chegam até os cães? Eles andam, e podem percorrer distâncias significativas para alcançar um hospedeiro. Ainda podem chegar de carona como serem deixados nas calçadas por outros animais parasitados ou ainda bastante comumente através de pássaros que vão até a ração dos animais para se alimentarem e podem transportar estes parasitas, por isso um cão que mora em um apartamento, por exemplo, não está livre de acabar sendo parasitado.

CICLO dE VIdA dO CARRAPATO

Um carrapato adulto pode colocar milhares de ovos no ambiente e estes em duas semanas, estão prontos para dar origem às larvas. Estas, assim que saem dos ovos, procuram imediatamente por sangue. Uma vez alimentada, volta ao solo e muda para a fase evolutiva seguinte que é a ninfa, que procura por mais sangue. Uma vez alimentado, cai no solo e muda novamente, agora para a fase adulta e aí novamente procura por sangue. Quando estão cheias de sangue, as fêmeas se desprendem do hospedeiro para realizar a postura dos ovos no ambiente colocando milhares de ovos, por isso em grandes infestações é impossível acabar com elas sem também relizar o manejo

ambiental. Doenças transmitidas pelos carrapatos: Os carrapatos podem transmitir diversas doenças graves aos cães, uma delas, a Erliquiose, popularmente chamada de doença do carrapato. Mas também temos outras doenças transmitidas por eles, tais como: Babesiose, doença de Lyme, Febre Maculosa e Paralisia do carrapato; algumas destas também podem ser passadas ao homem. Como combater o carrapato no cão ? A grande maioria dos produtos carrapaticidas foram desenvolvidos para serem utilizados na prevenção do carrapato, para prevenir que o animal pegue o carrapato. Produtos como coleiras, pipetas, e sprays, que se utilizados da maneira indicada pelo fabricante certificando-se de reaplicar no intervalo indicado, funcionam perfeitamente, mantendo os animais livres dos carrapatos, é claro que existem produtos de diferentes qualidades e características no mercado. Estes produtos também funcionam bem em casos de início de infestação, mas em infestações mais intensas também temos que fazer o controle ambiental na residência do animal através de dedetização do ambiente, com produtos carrapaticidas, e, quando necessário, a dedetização profissional do ambiente, repetindo quantas vezes for necessário para acabar com a infestação. Então quais são as medidas para exterminar os carrapatos no cão? - Banho com sabonete ou xampu carrapaticida para matar os carrapatos dos animais sem efetuar a remoção mecânica. - Utilizar produtos de efeitos residuais tais como: coleiras, pipetas, comprimidos e spray carrapaticidas. - Fazer uma boa dedetização com produto de boa procedência. - Procure sempre um Médico Veterinário somente ele poderá te orientar a melhor maneira de controlar o carrapato.

FEVEREIRO 2014

||

||

39


COLUNISTAS E C O N O M I A

O Índice de Vulnerabilidade Social de Assis Ferramenta para planejamento de ações Por Ricardo Zöllner Holmo

A

grande maioria dos municípios apresentam enormes desigualdades sociais, com áreas de alto padrão de qualidade de vida e outras de extrema miséria. São exemplos do modelo de crescimento econômico que não foi capaz de estender seus benefícios a grandes parcelas da população. Para desenvolver políticas públicas específicas para as comunidades mais vulneráveis, foi necessário que o poder público tivesse em mãos dados precisos e confiáveis. Desta forma, foi criado o Índice Paulista de Vulnerabilidade Social (IPVS), que contempla integralmente a questão da desigualdade social dentro dos municípios e a situação das suas áreas de concentração de pobreza. Examinar as condições de vida da população exige ter informação não apenas sobre a renda, mas também sobre a escolaridade, a saúde, as condições de inserção no mercado de trabalho, o acesso aos serviços prestados pelo Estado e as oportunidades de mobilidade social. Enfim, a análise da qualidade de vida num município é um fenômeno com diversas determinações, as quais devem ser levadas em conta para construir políticas públicas visando uma vida mais digna para todos. Os gestores públicos municipais têm com esse índice, na qualidade de ferramenta para planejar suas ações, um melhor diagnóstico das comunidades mais vulneráveis das suas cidades. E é certo que a atuação do poder público nesses territórios vulneráveis é fundamental tanto para a distribuição mais equitativa de bens e serviços públicos quanto para o desenvolvimento de ações que contribuam para romper o ciclo da pobreza. Este índice oferece ao gestor público e à sociedade uma visão mais detalhada das condições de vida do seu município, com a identificação e a localização espacial das áreas que abrigam os segmentos populacionais mais vulneráveis à pobreza. O índice paulista de vulnerabilidade social é dividido em 7 grupos, sendo: Grupo 1 – Nenhuma Vulnerabilidade: engloba as famílias em melhor situação socioeconômica (muito alta), com os responsáveis pelo domicílio possuindo os mais elevados

40

||

||

FEVEREIRO 2014

níveis de renda e escolaridade. Seus responsáveis tendem a ser mais velhos, com menor presença de crianças pequenas e de moradores nos domicílios. Grupo 2 – Vulnerabilidade Muito Baixa: abrange as famílias que se classificam em segundo lugar em termos da dimensão socioeconômica (média ou alta). Nessas áreas concentram-se, em média, as famílias mais velhas. Grupo 3 – Vulnerabilidade Baixa: formado pelas famílias que se classificam nos níveis altos ou médios da dimensão socioeconômica e seu perfil demográfico caracteriza-se pela predominância de famílias jovens e adultas. Grupo 4 – Vulnerabilidade Média: composto pelas famílias que apresentam níveis médios na dimensão socioeconômica, estando em quarto lugar na escala em termos de renda e escolaridade do responsável pelo domicílio. Nesses setores concentram-se famílias jovens, isto é, com forte presença de chefes jovens (com menos de 30 anos) e de crianças pequenas. Grupo 5 – Vulnerabilidade Alta: engloba as famílias que possuem as piores condições na dimensão socioeconômica (baixa), estando entre os três grupos em que os chefes de domicílios apresentam, em média, os níveis mais baixos de renda e escolaridade. Concentra famílias mais velhas, com menor presença de crianças pequenas. Grupo 6 – Vulnerabilidade Muito Alta: o segundo dos dois piores grupos em termos da dimensão socioeconômica (baixa), com grande concentração de famílias jovens. A combinação entre chefes jovens, com baixos níveis de renda e de escolaridade e presença significativa de crianças pequenas permite inferir ser este o grupo de maior vulnerabilidade à pobreza. Grupo 7 – Vulnerabilidade Alta Rural: famílias rurais de alta ou muito alta vulnerabilidade. A criação desse grupo se justifica na medida em que a forma de ocupação territorial nesses setores é totalmente diferente do que nos setores urbanos, implicando políticas públicas distintas. Os sete grupos do IPVS resumem as situações de maior ou menor vulnerabilidade às quais a população se encontra exposta, a partir de um gradiente das condições socioeconômicas e do perfil demográfico. Em 2010, o Município de Assis possuía 92.771 habitantes. A análise das condições de vida de seus habitan-


tes mostra que a vulnerabilidade social se mostra como na Figura 1:

ultrapassava meio salário mínimo per capita. Com relação aos indicadores demográficos, a idade média dos responsáveis pelos domicílios era de 47 anos e aqueles com menos de 30 anos representavam 12,6%. Dentre as mulheres chefes de domicílios 9,4% tinham até 30 anos, e a parcela de crianças com menos de seis anos equivalia a 9,0% do total da população desse grupo. O Grupo 5 (vulnerabilidade alta), com 5.511 pessoas (5,9% do total). No espaço ocupado por esses setores censitários, o rendimento nominal médio dos domicílios era de R$1.323 e em 28,3% deles a renda não ultrapassava meio salário mínimo per capita. Com relação aos indicadores demográficos, a idade média dos responsáveis pelos domicílios era de 43 anos e aqueles com menos de 30 anos representavam 17,7%. Dentre as mulheres chefes de domicílios 17,0% tinham até 30 anos, e a parcela de crianças com menos de seis anos equivalia a 10,8% do total da população desse grupo. No ano 2000, o mapa do IPVS de Assis se mostrava como a Figura 2:

Figura 1 Distribuição do IPVS de Assis / 2010

No Grupo 1 (baixíssima vulnerabilidade), encontram-se 2.188 pessoas (2,4%) e o rendimento nominal médio dos domicílios era de R$5.546. Com relação aos indicadores demográficos, a idade média dos responsáveis pelos domicílios era de 45 anos e aqueles com menos de 30 anos representavam 22,6%. Dentre as mulheres chefes de domicílios 30,4% tinham até 30 anos, e a parcela de crianças com menos de seis anos equivalia a 5,4% do total da população desse grupo. Grupo 2 (vulnerabilidade muito baixa), com 49.831 pessoas (53,7% do total), o rendimento nominal médio dos domicílios era de R$2.858 e em 7,6% deles a renda não ultrapassava meio salário mínimo per capita. Com relação aos indicadores demográficos, a idade média dos responsáveis pelos domicílios era de 51 anos e aqueles com menos de 30 anos representavam 8,7%. Dentre as mulheres chefes de domicílios 7,5% tinham até 30 anos, e a parcela de crianças com menos de seis anos equivalia a 6,0% do total da população desse grupo. O Grupo 3 (vulnerabilidade baixa), com 11.710 pessoas (12,6% do total), o rendimento nominal médio dos domicílios era de R$2.181 e em 14,6% deles a renda não ultrapassava meio salário mínimo per capita. Com relação aos indicadores demográficos, a idade média dos responsáveis pelos domicílios era de 44 anos e aqueles com menos de 30 anos representavam 18,7%. Dentre as mulheres chefes de domicílios 21,3% tinham até 30 anos, e a parcela de crianças com menos de seis anos equivalia a 8,2% do total da população desse grupo. No Grupo 4 (vulnerabilidade média), com 23.531 pessoas (25,4% do total), o rendimento nominal médio dos domicílios era de R$1.492 e em 22,5% deles a renda não

Figura 2 Mapa de Assis e a distribuição do IPVS / 2000

Analisando a Figura 1, podemos perceber que o município de Assis possui um espectro de vulnerabilidade social bastante positivo, principalmente em relação à média dos outros municípios do Estado de São Paulo. Em Assis predominam os índices de muito baixa, baixa e média vulnerabilidade social, podendo concluir por meio deste índice, que Assis se posiciona como um município de qualidade de vida acima da média do Estado de São Paulo.

FEVEREIRO 2014

||

||

41


receitinhas Por Marina Pereira Oliveira Chef de cozinha

Pizza no pão sírio Ingredientes: 2 fatias de pão sírio 1/2 cebola cortada em rodelas 1 tomate picado em cubos médios 1 lata de atum (eu prefiro o light) Cheiro-verde QB 150g de mozarela ralada Orégano QB Modo de preparo:

Suco de maçã verde, limão e gengibre Ingredientes: 1 maçã verde cortada em cubos com a casca 200ml de água de coco Suco de 1 limão 1 folha de couve sem o talo 1 pedaço de gengibre do tamanho de uma moeda de um real 10 pedras de gelo. Modo de preparo: Bater no liquidificador e beber imediatamente. Se julgar necessário, adoçar com mel.

42

||

||

FEVEREIRO 2014

Com o forno preaquecido toste o pão sírio de ambos os lados. Coloque a cebola em água fervente por cerca de 2 minutos, escorra água, passe a cebola em água fria. Misture a cebola, o tomate, o atum e o cheiro-verde. Coloque a mistura sobre o pão sírio, cubra com a mozarela e salpique o orégano. Leve ao forno até que a mozarela derreta.

Bolo integral de maçã com castanhas Ingredientes: 2 xícaras (chá) de açúcar mascavo 3 xícaras (chá) de farinha de trigo integral 1 xícara (chá) de mix de castanhas * 1 colher (sopa) de fermento 1 colher (café) de canela 1 colher (café) de bicarbonato de sódio 3 ovos 1 xícara (chá) de óleo 2 maçãs picadas 1 maçã ralada Modo de preparo: Em uma vasilha misturar os ingredientes secos. Reserve. Bater os ovos, as maçãs picadas e o óleo no liquidificador. Misturar com os ingredientes secos sem bater. Colocar numa assadeira untada com óleo e enfarinhada. Colocar a maçã ralada sobre o bolo e levar ao forno preaquecido a 180 graus por cerca de 1 hora. * Faço um mix com castanha de caju, castanha do Pará, amêndoa e nozes pecan. Se quiser pode colocar apenas um tipo.


A cidade de Assis recebeu no inĂ­cio de fevereiro, o primeiro astronauta brasileiro, Marcos Pontes, que esteve na cidade para uma aula inaugural aos alunos da FEMA. O evento tambĂŠm foi aberto Ă comunidade.

FEVEREIRO 2014

||

||

43


1

2 4

3 | 1 | Danilo e Camila | 2 | Adriana e Marcelo | 3 | Flávia e Evandro | 4 | Carol e Guilherme | 5 | Lúcia e Leandro | 6 | Victória e Carol | 7 | Isabela, Jéssica, Sandra, Rosana, Alexandre e Haroldo | 8 | Talita e Michele

6

5 7

44

||

||

FEVEREIRO 2014

8


2

1

3

| 1 | Alessandro e Andrea | 2 | Irene e Maria | 3 | Fernando, Lucio, Mariana, M么nica e Douglas | 4 | Carla, Fabiana, Rosana e Tida | 5 | Juliano e Andreia | 6 | Ant么nio e Carol

4

5

6

FEVEREIRO 2014

||

||

45


rou rou rou

Em Assis, na noite de Natal, aconteceu a 14˚ edição da festa mais tradicional da cidade: A Rou Rou Rou. A festa começou despretensiosamente no Bar Saint Louis, para reunir os amigos na noite de Natal, e, com o passar dos anos, tomou uma proporção incrível, chegando a reunir 2 mil pessoas (número este limitado a capacidade dos locais da festa). “Incrível! E pensar que na primeira tivemos 200 pessoas.” comenta o organizador Daniel Pípolo. "Ficamos muito feliz de ver um filho crescer assim e de ter parceiros tão competentes que ajudam na realização da festa até hoje", completa. A essência da Rou Rou Rou sempre foi de reunir uma galera que não mora mais em Assis e que, em razão das festas de fim de ano, volta e se reencontra. Achamos que a melhor palavra para definir essa festa é Reencontro, em que temos a oportunidade de ver pessoas que só encontramos no fim do ano: os amigos de longa data. Muito obrigado a todos e até o ano que vem!

46

||

||

FEVEREIRO 2014


2 1

3

4

| 1 | Priscila e André | 2 | Paulo e Rodrigo | 3 | Dr. Paulo Teixeira e Anaclaudia | 4 | Daniel Pipolo | 5 | Eveline, Nathália, Patrícia, Alessandra, Nathália e Raquel | 6 | Luana Bergamo, Marisa e Mônica Gomes | 7 | Flávia e Rodrigo | 8 | Carol e Pedro

5

6

7

8

FEVEREIRO 2014

||

||

47


BALÉ

{ REENCONTRO}

Bailarinas de Assis Se reencontram em escola de São Paulo

Por Julianna Granjeia - Fotos Tomas Kolisch e Patrícia Moraes

D

a vontade de encontrar um formato de escola de ballet, em São Paulo, que pudesse atender ao público adulto e infantil, com horários mais acessíveis, numa localização boa, que oferecesse muitos tipos de aulas, mas com a base sólida do ballet clássico, nasceu a Bravo! Ballet há um ano. E o que uma escola de ballet de São Paulo tem a ver com Assis? Quem já morou fora da cidade já deve ter ouvido a expressão que “assisense é como praga”: fácil de achar em qualquer lugar. E na Bravo! Ballet não é diferente. Uma das três proprietárias, Ana Yazlle, construiu sua carreira no município. “Apesar de eu ter feito muitos cursos fora, todas as portas me foram abertas pela mão da Fátima Barbosa, do Ballet Isabel Gusman. Ela que me levou a conhecer os profissionais com quem trabalho hoje. E é com o apoio dela que conto quando preciso realizar meu trabalho de direção artística da escola”, conta Ana.

48

||

||

FEVEREIRO 2014

Em São Paulo, ela conheceu Thais Gondar e Anna Rita Aguirre que enfrentavam as mesmas dificuldades. As três vieram de diferentes cidades, trabalham e têm uma vida corrida, praticamente não havia espaço com professor qualificado e boa oferta de horários para que adultos pudessem praticar ballet. O trio passou mais de seis meses concebendo a escola, pensada em cada detalhe para não deixar nenhum perfil de fora. “Oferecemos aulas tanto para adultos que queiram somente exercitar como para aqueles que desejam enfrentar os palcos. E isso vale para as crianças também, pois aqui temos a solidez do método da Royal Academy of Dance, com professora registrada pela Academia”, afirma Ana. Além disso, a novata escola conseguiu montar um time de professores estrelas: Neyde Rossi, Cristina Shimizu, Welton Nascimbene, Denise Nardi e Camila Geroto. Neyde é “maîtresse” convidada do Balé da Cidade de São Paulo, Cisne Negro Cia. de Dança, Cia de Dança Deborah Colker e Netherlands II. A estrutura da escola, a localização, os professores e, claro, a identificação com uma bailarina reconheci-


Fotos Tomas Kolisch

da de Assis, fizeram com que mais duas assisenses se juntassem rapidamente à Bravo!: a economista Mariana Hauer e a jornalista Julianna Granjeia. Para Mariana, a compreensão dos professores com as dificuldades da vida de uma aluna adulta e os horários alternativos, que fazem muita diferença na vida corrida em São Paulo, são as grandes vantagens da Bravo!. “Eu dancei com a Ana na escola da Fátima, mas depois perdemos contato. Voltamos a nos falar quando ela me contou que tinha montado um grupo de ballet para adultos e conheço o trabalho dela e a dedicação, ela nunca parou de dançar. E aí conheci a Anna Rita e a Thaís e elas me falaram que estavam abrindo a escola. Antes, eu fazia em um lugar longe, com horário ruim, tinha que me desdobrar para fazer o que eu gosto e que faz diferença na minha vida. A grade da Bravo! é bem pensada para quem trabalha e tem aulas de sábado, dia que posso acordar mais tranquila. E os professores são ótimos. O Welton, por exemplo, começou a dançar tarde e entende bem nossa realidade, porque depois dos 30 é muito mais difícil”, diz Mariana.

INTERNET Com apenas um ano de existência, a página do Facebook da escola já tem quase 20.000 fãs e é sempre muito compartilhada. Alguns posts já tiveram cerca de 150 compartilhamentos, inclusive por fanpages especializadas em dança. “Acho que esse crédito é meu”, brinca Ana, “da minha experiência em comunicação, já tenho aqui uns bons anos de carreira em agência de propaganda, atualmente na WMcCann e tendo passado pela Young & Rubicam e Africa, dentre outras”. Ficou curioso para conhecer um pouco mais da escola? Acesse a página da Bravo! https://www.facebook. com/bravoballet e o site http://www.bravoballet. com.br/

A FÁBRICA O primeiro espetáculo da escola também teve a colaboração de assisenses. Fátima Barbosa cedeu o direito de uso do roteiro de “A Fábrica de Ilusões”, que no remake da Bravo! se transformou em “A Fábrica”. “Dancei esse espetáculo do Ballet Isabel Gusman há muito tempo. Mantive a história, adaptei ao elenco, refiz algumas coreografias e os professores da Bravo! Ballet coreografaram o resto. Também foi com a ajuda da Fátima que criei os figurinos de cada personagem. Ela e o Fernando Vaz Riveros vieram para São Paulo pessoalmente me ajudar na compra de cada tecido e cada acessório”, explica Ana. O figurino foi feito em Assis pela costureira Regina Zanella. “São Paulo tem um público bastante exigente e tudo em nosso espetáculo foi elogiado. O trabalho do pessoal de Assis é artesanal, então cada detalhe parece ser exclusivo e não uma produção em série. Foi um diferencial que quero continuar mantendo, pois a essência da Bravo! Ballet sempre foi e será a arte em primeiro lugar”.

FEVEREIRO 2014

||

||

49


viTrinE ana FiT TrainEr

Os alunos da Ana Fit Trainer começaram muito bem o ano! No início do mês retornaram às atividades com muita disposição e fôlego!

50

||

||

FEVEREIRO 2014


FEVEREIRO 2014

||

||

51


glúten O que há de errado com ele? Por Estilo Saúde

O

glúten está em todo lugar... Macarrão, bolos, pães, biscoito, cerveja, etc. Não é de se admirar, já que o glúten é a principal proteína dos grãos de trigo, aveia, centeio, malte e cevada. E, de uns tempos pra cá, ganhou fama de vilão em virtude dos riscos da doença celíaca (intolerância ao glúten). Não faltaram publicações de estudos que mostravam os riscos à saúde associados ao seu consumo, tais como alergias, aumento de peso, inchaço, prisão de ventre e, em consumo exagerado, obesidade e até o desenvolvimento de doenças cardiovasculares crônicas. Mas, afinal, se o glúten faz mal para determinadas pessoas, por que não causaria o mesmo dano a outras? Alguns especialistas afirmam que não há nada de errado com o glúten; só é contraindicado para quem tem a doença celíaca. Estima-se que no Brasil existam quase 4 milhões de portadores dessa doenças, e, muitas nem desconfiam. Os dados são da Federação Nacional das Associações de Celíacos do Brasil (FENECELBRA). Sobre o fato de algumas pessoas terem emagrecido após abrir mão de consumir alimentos com glúten, a explicação se deve ao fato de que a perda de peso é normal pra quem deixa de comer certo grupo de alimentos. A diferença não é o glúten, e sim a mudança

52

||

||

FEVEREIRO 2014

na ingestão calórica. Portanto, antes de optar por abrir mão de determinados alimentos, informe-se com seu médico. DOENÇA CELÍACA Caracteriza-se por uma inflamação grave no intestino delgado e atrofia das vilosidades de sua mucosa, causando prejuízo na absorção dos nutrientes, vitaminas, sais minerais e água, assim como provocando crises de diarréia e cólica intestinal. A Doença Celíaca geralmente se manifesta na infância, entre o primeiro e terceiro ano de vida, podendo, entretanto, surgir em qualquer idade, inclusive na adulta. O tratamento da doença consiste em uma dieta totalmente isenta de glúten. ALGUNS ALIMENTOS SEM GLÚTEN Frutas Legumes Verduras Farinha de Arroz Creme de arroz Amido de milho (popular maisena) Polvilho doce Polvilho Azedo Tapioca


FEVEREIRO 2014

||

||

53


SAúde

{ Dr. rey }

Beleza Solidária INOAR A família Manoel traz para Assis o Memorial e Centro de Capacitação e Artes; Dr. Hollywood esteve em Assis para anunciar a novidade - Por Estilo Saúde

I

dealizado por Inocência Manoel, fundadora da INOAR Professional, o Projeto Beleza Solidária nasceu com o objetivo de recuperar a autoestima de mulheres carentes. O projeto, que beneficia mais de 2 mil mulheres todos os anos, chega à Assis pelas mãos da empresária que, em dezembro esteve em Assis, na companhia do filho, Alexandre Nascimento e de um convidado muito especial, Dr. Robert Rey, o Dr. Hollywood. “É realmente uma satisfação para a família Manoel, juntamente com a parceria do Dr. Robert Rey, retornar à Assis para anunciar o Memorial e Centro de Capacitação e Artes Manoel. Nosso objetivo é contribuir para que sonhos se realizem”, ressalta Inocência e explica que o Centro contará com uma escola de cabeleireiros com salão popular para atender mulheres da região, além de uma escola de

54

||

||

FEVEREIRO 2014

dança e teatro e distribuição de produtos para a população carente. “O projeto será construído na Rua Flauzino Pereira, na Vila São Cristóvão. É a forma que encontramos de preservar a nossa história, mas também permitir que muitas outras possam ter um final feliz”, comenta Inocência, que faz questão de demonstrar sua gratidão à cidade e aos assisenses. Dr. Rey, sempre muito atencioso e simpático, não economizou elogios à marca INOAR e à iniciativa da empresária Inocência Manoel e seu filho, Alexandre Manoel, em contribuírem com a cidade através de um projeto como esse, que valoriza a beleza de cada mulher. A coletiva de imprensa aconteceu no HD Plaza Hotel e a Revista Estilo Livre esteve por lá! Agora, é só esperar a novidade ser inaugurada em Assis.


CRM 92520

SAúde

{ endocrinologia }

O

Diabetes Mellitus Por Dr. Fabiano Morelli

Diabetes Mellitus é uma doença caracterizada por falta absoluta ou relativa de insulina e/ou incapacidade da insulina de exercer adequadamente seus efeitos (resistência à insulina). Para entender a importância deste hormônio é bom lembrar que toda vez que uma pessoa se alimenta, o pâncreas libera insulina, porque esta substância funciona como uma chave para permitir a entrada de açúcar e outros nutrientes nas células. A conseqüência principal da falta deste hormônio é a presença, no sangue dos pacientes diabéticos com cuidados insuficientes, de níveis altos de glicose (açúcar), freqüentemente acompanhada de dislipidemia (aumento colesterol e triglicérides) e hipertensão arterial (pressão alta). Além de faltar açúcar, isto é nutriente, nas células, o acúmulo do mesmo no sangue provoca danos em inúmeros órgãos (rim, olhos, coração, nervos, etc...) com surgimento, ao longo dos anos e de forma silenciosa (sem dor) de alterações irreversíveis, que representam o verdadeiro drama do diabético mal cuidado.

Sintomas mais comuns são: 1. Urinar excessivamente, inclusive acordar várias vezes à noite para urinar. 2. Sede excessiva. 3. Aumento do apetite. 4. Perda de peso – Em pessoas obesas a perda de peso ocorre mesmo estando comendo de maneira excessiva. 5. Cansaço. 6. Vista embaçada ou turvação visual 7. Infecções frequentes, sendo as mais comuns, as infecções de pele.

Como o médico faz o diagnóstico ? O diagnóstico pode ser presumido em pacientes que apresentam os sintomas e sinais clássicos da doença, que são: sede excessiva, aumento do volume e do número de micções (incluindo o surgimento do hábito de acordar a noite para urinar), fome excessiva e emagrecimento. Na medida em que um grande número de pessoas não chega a apresentar esses sintomas, durante um longo período de tempo, e já apresentam a doença, recomenda-se um diagnóstico precoce . O diagnóstico laboratorial do Diabetes Mellitus é estabelecido pela medida da glicemia no soro ou plasma, após um jejum de 8 a 12 horas.

Tratamento • Plano alimentar • Atividade física • Medicamentos “hipoglicemiantes orais” ou até mesmo injeções de insulina. • Mudança no estilo de vida • Manter peso normal • Não fumar • Controlar a pressão arterial • Evitar medicamentos que potencialmente possam agredir o pâncreas (cortisona, diuréticos tiazídicos).

Essas medidas, sendo adotadas precocemente, podem resultar no não aparecimento do Diabetes Mellittus em pessoa geneticamente predisposta, ou levar a um retardo importante no seu aparecimento e na severidade de suas complicações. FEVEREIRO 2014

||

||

55


SAúde

{ tecnologia } Os aplicativos que estão revolucionando a medicina Por Mayra Triveloni

O

s aplicativos são mais um dos recursos que vêm transformando a maneira de se fazer medicina e cuidar da própria saúde. Eles registram gasto calórico, valores nutricionais de cada refeição, qualidade e quantidade das horas de sono, glicemia, dosagens de remédios, batimentos cardíacos, grau de estresse... E muito mais! O fato é que o acesso fácil e rápido a informações médicas fez nascer um paciente participante nas decisões – muitas vezes sem subsídio médico -, capaz de monitorar o que acontece em seu organismo. Em contrapartida, muitos médicos adotam esse tipo de ferramenta a fim de auxiliar nos mais diversos tratamentos. A tecnologia, obviamente, não substitui o acompanhamento médico, mas pode, e muito, auxiliar, por exemplo, na falta de profissionais e recursos em determinadas localidades. No ano passado, por exemplo, a HealthSpot lançou uma estação de atendimento médico numa feira tecnológica em Las Vegas, nos EUA. Os pacientes eram consultados via teleconferência com um médico que estava há quilômetros de distância. Com o uso de aplicativos foi possível aferir a pressão arterial, temperatura do corpo e peso do paciente. Mas é importante ressaltar que é imprescindível estabelecer uma parceria com seu médico e, claro, certificar-se de que determinada ferramenta é realmente confiável. O fato é que o paciente, atualmente, assumiu uma postura ativa; e é papel do médico acompanhar essa realidade com o objetivo de ampliar o acesso à saúde

56

||

||

FEVEREIRO 2014

e as informações. Isso porque o paciente, antes mesmo de ir ao médico, já fez uma breve busca online. Ainda assim, mesmo com tanta informação disponível, é essencial que o médico seja parceiro; e, com um novo perfil de paciente, também surge um novo perfil médico, rumo ao melhor aproveitamento dos recursos móveis disponíveis.

APLICATIVOS MyFitnessPal A comunidade oferece motivação a quem quer entrar em forma. Aplicativos para controle de exercícios realizados e consumo de nutrientes. As informações podem ser compartilhadas. www.myfitnesspal.com Stress Check Registra níveis de estresse físico e psicológico. As medições são feitas quando um dedo é colocado sobre flash e a lente da câmara do smartphone. www.azumio.com Meu prato saudável Ao tirar fotos do prato você recebe relatórios sobre seu padrão alimentar. Esse aplicativo, que também sugere melhorias no cardápio foi desenvolvido pela Faculdade de Medicina da USP e pelo InCor. www.meupratosaudavel.com.br


SAúde

{ marketing}

a importância da comunicação na saúde Por Estilo Saúde

T

odo profissional da área da saúde dedica uma boa parte de seu tempo para adquirir uma formação que destaque-o no mercado de trabalho. Médicos, dentistas, fisioterapeutas, psicólogos, educadores físicos, entre outros, formam-se depois de uma longa caminhada e começam uma nova fase: a inserção e o sucesso no mercado de trabalho. Um fator diferencial de sucesso nas profissões de saúde é a maneira como esse profissional se comunica com seu cliente/paciente. Tal comunicação não se prende apenas à maneira que o profissional conversa com o paciente. Pequenos detalhes no atendimento, no conforto das instalações e uma comunicação visual dos serviços prestados, colaboram muito para a formação de uma opinião positiva. Para abordar melhor esse tema entrevistamos a publicitária e designer Camila Bahis e a jornalista e redatora Mayra Triveloni: Como você vê a importância da comunicação para os profissionais da saúde?

Como um bom trabalho de design pode auxiliar esse profissional? A comunicação visual aliada a uma marca forte vem agregar valor à credibilidade do profissional, já reconhecido por seu know how e experiência. Uma marca é importante para traduzir as características e diferenciais desse profissional e de seu negócio. Escolher os meios corretos é determinante para o sucesso ou fracasso de uma ação de comunicação, ampliando resultados e evitando desperdícios. Especialmente na área da saúde estamos falando de credibilidade e confiança, diferente de vender um produto. Por essa razão é fundamental se posicionar de forma responsável e clara, sempre respeitando os códigos de ética que regem as profissões. Com conhecimento e preocupação, a FreeCom está preparada para planejar, desenvolver e executar ações de comunicação.

Um novo paradigma propôs um deslocamento da doença para a saúde, visando sua promoção e prevenção com a utilização de diversas ações comunicativas que funcionam como ferramentas indispensáveis para atingir este objetivo. Além disso, a medicina evoluiu, não só pelo alto desenvolvimento da técnica, mas também pela evolução da consciência que nasceu nos profissionais em divulgar seu trabalhos. Com isso, o Marketing assumiu uma posição de grande importância na área da saúde. Planejar é fundamental para não correr riscos desnecessários. Com um plano estratégico de marketing e metas bem definidas, é possível investir na melhor forma de alcançar o êxito e promover o crescimento de sua empresa de saúde. Definir os objetivos e projetar a forma de alcançá-los é o primeiro passo para o sucesso.

FEVEREIRO 2014

||

||

57


SAúde

{ imunização}

Meninas de 11 a 13 anos Devem ser vacinadas em março contra o HPV

C

Por Estilo Saúde

omeça no próximo mês, dia 10, a vacinação contra o Papiloma Vírus Humano (HPV) para meninas de 11 a 13 anos. De acordo com informações do Ministério da Saúde, a meta é prevenir contra o câncer de colo de útero 80% das 5,2 milhões de meninas que formam o público-alvo da campanha. O vírus é uma das principais causas do câncer de colo de útero, atrás do câncer de mama e de cólon e reto; e todos os anos, segundo dados da Organização Mundial da Saúde, cerca de 270 mil mulheres morrem em decorrência da doença. A vacinação será feita em três etapas, sendo três doses: a segunda dose vem seis meses após a primeira e a terceira, cinco anos após a primeira. “A vacinação contra o HPV é uma precaução do câncer de colo do

58

||

||

FEVEREIRO 2014

útero. Não é terapêutica, portanto, deve ser recomendada como uma medida preventiva, e não curativa. A vacina não substitui a realização do exame preventivo (papanicolau) nem o uso de preservativos”, ressalta a coordenadora do Programa Nacional de Imunização, Carla Domingues. Para se vacinar, basta apresentar o cartão de vacinação ou um documento com foto. O Ministério da Saúde informa ainda que a vacina utilizada será a quadrivalente, recomendada pela Organização de Saúde (Opas), que oferece proteção contra quatro subtipos do HPV (6, 11, 16 e 18). Os subtipos 16 e 18 são responsáveis por cerca de 70% dos casos de câncer de colo de útero em todo o mundo. Em 2015, a vacina será oferecida para adolescentes de 9 a 11 anos.


CROSP 107.445

SAúde

{ Sorriso perfeito}

As lentes de contato dentais Por Mayra Triveloni e Dra. Gabriela Martinez

A

s lentes de contato dentais são facetas de porcelana ou laminados cerâmicos ultrafinos de espessura entre 0.2mm/ 0.4mm. São restaurações unitárias que substituem ou repõem estruturas estéticas do dente, fabricadas utilizando-se de cerâmicas feldspática, cerâmicas reforçadas por leucita (IPS Empress) ou as reforçadas por dissilicato de lítio (IPS e-max). Entre suas principais indicações clínicas estão: fechamento de diastemas (espaços entre dentes), dentes com imperfeiçoes de forma, com lascas ou fraturados, dentes girovertidos ou desalinhados, onde a ortodontia não é indicada ou desejada, dentes com manchamento ou escurecimento bem leve.

“mock up”, ou seja, um ensaio restaurador - as futuras facetas, mas de um material provisório. Após a aceitação do paciente é feito o preparo no dente e visto ser tão mínimo o desgaste, não há a necessidade da confecção de coroas provisórias. E por fim, em uma última sessão, a cimentação, passo importante para a longevidade do trabalho e estabilidade de cor das facetas. As porcelanas além de apresentarem biocompatibilidade, apresentam estética excelente e duradoura, lisura, resistência ao desgaste, sendo assim um ótimo material para você que busca a harmonização do seu sorriso.

Uma das principais dúvidas é a respeito do desgaste do dente, há ou não? Há sim, um mínimo desgaste, mas é uma técnica considerada minimamente invasiva, onde é feito um preparo no dente, descrito pela dentística restauradora, para que este possa receber a lente de contato por meio da cimentação adesiva da mesma. Por isso, em casos de dentes muito escurecidos, as lentes de contato não são indicadas, pois são tão finas que não conseguem mascarar a cor do dente; neste caso, indicam-se as facetas de porcelana (com espessura > 0.4mm) ou de resina fotopolimerizável (técnica direta). Os passos clínicos consistem, inicialmente, na moldagem do paciente para obtenção de um modelo onde se faz o enceramento diagnóstico, permitindo ao cirurgião dentista um correto planejamento. Com esse enceramento o profissional também pode mostrar para o paciente o resultado final, por meio da realização de um

Dra. Gabriela Martinez CRO-SP 107.445 Atendimento Adulto – Infantil • Canal • Prótese • Estética (lentes de contato e facetas/ clareamento dentário) FEVEREIRO 2014 || || 59 • Dentística


Suco Verde: ele está na moda! Por Mayra Triveloni

P

ra quem pretende afastar a fome incontrolável, repor as energias ou ainda fazer uma “faxina” no organismo, a opção do suco à base de folhas e legumes é uma excelente pedida! A bebida que confere a cor do verão, fresca e, muitas vezes, saborosa (algumas combinações podem desagradar o paladar), chamada suco verde, caiu nas graças nos adeptos a boa alimentação! Credita-se a ele a capacidade de eliminar toxinas, acelerar o metabolismo e proporcionar bem-estar. Vale ressaltar que o suco não substitui a fruta! Isso porque combinar frutas no liquidificador diminui a quantidade de fibras e os antioxidantes tendem a desaparecer. O ideal, segundo especialistas, é também apostar no consumo da fruta ou legume in natura e, que qualquer combinação de suco seja consumida logo após o preparo. A couve, por exemplo, utilizada na maioria das receitas de suco verde, é um ingrediente que ajuda a aumentar a quantidade de fibras nos sucos, sem falar no acréscimo de vitaminas e minerais. Aproveitar as cascas também é uma boa, pois reúnem bastante fibras. Claro que nem sempre é possível utilizar as cascas; as da laranja deixariam o suco muito amargo, já as da maçã e do abacaxi podem ir para o liquidificador tranquilamente. O fato é que o suco verde agora faz parte de um rol de bebidas conhecidas por sua ação “purificadora”, capaz de tirar do nosso organismo as toxinas geradas pela má alimentação, bebidas alcoólicas e falta de sono. Não existe receita perfeita para o suco verde, há várias prescrições. Basta você apostar na que mais agrada o seu paladar. E a gente te ajuda!

60

||

||

FEVEREIRO 2014

FOLHAS VERDES Agrião, couve, espinafre, salsão e rúcula. Você pode usar até dois tipos no preparo. No caso das frutas pode usar uma ou duas; o mesmo vale para os legumes. SUGESTÃO 1 SUCO VERDE 3 a 5 folhas de couve 1 maçã 1 pedaço de gengribre 120 ml de água Bata no liquidificador e, se preferir, passe na peneira. Pode acrescentar sementes de linhaça, girassol, chia ou gergelim – 1 ou 2 colheres. Outra opção é substituir a maçã pela laranja, ou mesmo prepará-lo com água de coco. SUGESTÃO 2 SUCO VERDE 2 folhas de couve 1 rama de couve-flor 1 rama de brócolis 2 a 4 cenouras 1 maçã 1 copo de suco de laranja Bata no liquidificador e adoce com mel.


CRM 72191

SAúde

{ Saúde digestiva }

S

Doença do Refluxo Por Mayra Triveloni e Dr. Paulo Teixeira Junior

ensação de mal estar, boca ácida, queimação... Estes podem ser sintomas da chamada Doença do Refluxo Gastroesofágico (DRGE), condição que afeta mais de 20 milhões de pessoas. E o crescimento acelerado dos casos de obesidade – uma epidemia global -, está diretamente relacionado à doença. O Refluxo tem relação direta com fatores comportamentais como consumo elevado de café, bebidas alcoólicas, fumo, gorduras, além de sedentarismo e longos períodos de jejum, que aumentam as chances de desenvolvimento da doença, que pode comprometer outros órgãos e a saúde bucal. “O refluxo pode chegar até a boca e provocar alterações dentárias, gosto ruim, mas pode também subir pelo esôfago e comprometer a laringe e os pulmões”, revela o médico gastroenterologista, Dr. Paulo Teixeira Junior, entrevista à Estilo Saúde. O especialista esclarece ainda outras dúvidas relacionadas à doença. ES. O que é e como é provocado o Refluxo? Dr. Paulo Teixeira: o refluxo é o retorno do conteúdo gástrico, não necessariamente só o ácido, para o esôfago. É provocado principalmente pelo relaxamento do esfíncter esofágico, um músculo localizado no fim do esôfago que normalmente se abre para a passagem de comida e depois se fecha para evitar o retorno dos alimentos ou do suco gástrico. Quando esse mecanismo apresenta algum problema, ocorre o refluxo. ES. O refluxo é acompanhado de outros sintomas? Dr. Paulo Teixeira: o principal sintoma do refluxo é a azia ou pirose. Ocorre em cerca de 10 a 20% da população diariamente. O refluxo pode apresentar outros sintomas como tosse, dor no peito, sensação de uma bola que sobe e desce no peito, dor e irritação na garganta, sinusite e, nos pacientes acamados, pneumonia aspirativa. E, e alguns casos, quando atinge a parte alta do esôfago, podem ocorrer engasgo rouquidão, pigarro e tosse crônica.

ES. Quais a complicações da doença? Dr. Paulo Teixeira: se não tratado, pode haver complicações como pneumonia, estreitamento do esôfago, câncer de esôfago, alteração do esmalte dos dentes, além de erosões e úlceras no esôfago. ES. Que outras alterações o ácido estomacal pode provocar? Dr. Paulo Teixeira: Se for aspirado, o refluxo gastroesofágico pode ir parar dentro dos pulmões e causar as doenças pulmonares propriamente ditas: pneumonias, bronquites e asma. Muitos pacientes jovens com asma desencadeada pelo refluxo melhoram muito do quadro asmático quando recebem tratamento para o refluxo. ES. Como é feito o diagnóstico e o tratamento? Dr. Paulo Teixeira: o diagnóstico é feito com a história clínica, complementado com a endoscopia e, em alguns casos, a PHmetria, que é um exame onde uma sonda é posicionada no esôfago para medir o ph esofágico durante 24 horas. Exames complementares – como a endoscopia – vão verificar se há alguma lesão causada pela doença, ou mesmo alterações anatômicas, como a hérnia de hiato, ajudam a avaliar a gravidade da doença. O tratamento é feito com medidas de melhora alimentar, emagrecimento, uso de medicações que diminuam a produção de ácido e, em alguns casos com a cirurgia.

Dr. Paulo Teixeira Junior CRM 72191 Médico especialista em cirurgia digestiva pela Unicamp, especialista em cirurgia do fígado, vias biliares, pâncreas pela Universidade de Birmingham – Inglaterra e Membro da European Digestive Surgery e da Transplantation Society e Membro Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva e da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos. FEVEREIRO 2014 || || 61


nação verde

{ SEMENTES DO BEM } cheias de vitaminas e minerais

A

s sementes oleaginosas são fontes de vitamina E, que protege contra doenças do coração. Ainda são ricas em vitamina C, complexo B e minerais, sem falar que são excelentes fontes de gorduras mono e poliinsaturada, auxiliam no aumento do colesterol bom, sendo assim, impedem o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Elas atuam também na diminuição dos radicais livres pelo alto potencial antioxidante. Castanha-de-caju A castanha-decaju tem ótimas quantidades de vitaminas do complexo B e de um aminoácido arginina que auxilia na circulação sanguínea. O melhor é consumi-la sem sal. Avelã Possui grande quantidade de potássio, fósforo, ferro, magnésio e vitamina A, E, B1, B2 e C. Por apresentar alta quantidade de vitamina B1 e possuir fósforo, é excelente para a memória.

62

||

||

FEVEREIRO 2014

Amêndoas As amêndoas contêm gorduras monoinsaturadas, vitamina E, ácido fólico e arginina, que é um aminoácido que atua no relaxamento dos vasos e no equilíbrio da pressão arterial.

Pistache Fonte de magnésio, fósforo, selênio, cobre e vitaminas A, B1 e B6, está envolvido na produção de hormônios e no funcionamento cerebral. É rico em fibra e em gordura monoinsaturada. Muitos estudos descobriram que as oleaginosas podem desempenhar um papel na manutenção do peso. Isso porque saciam, já que são lentamente metabolizadas pelo organismo graças à alta contagem de fibras. Sendo assim, as pessoas se sentem mais satisfeitas depois de comer as iguarias, do que após a ingestão de alimentos de valor calórico semelhante, mas de menor densidade de nutrientes. Para se ter uma ideia dos inúmeros benefícios das sementes oleaginosas, uma noz por dia pode manter o colesterol ruim baixo, de acordo com um estudo de 2010 publicado na revista Archives of Internal Medicine, que encontrou uma redução de 7,4% no colesterol ruim. As sementes mais comuns você encontra em qualquer mercado. O mais indicado são as lojas especializadas em produtos naturais e orgânicos.


CRM 97495

SAúde

{ Tratamento }

Conheça Maximus MED Nova tecnologia para tratar e tonificar o corpo. Por Mayra Triveloni e Dra. Juliana A. B. Coronado

Q

uando pensamos em tratamento para contorno corporal vem sempre à mente a dúvida com relação ao resultado! E com Maximus MED - esta nova tecnologia apresentada no último Meeting da Academia Americana de Dermatologia -, você notará resultados como a redução da celulite, firmeza da pele e também da musculatura, ou seja, menos flacidez. A Dra. Juliana A. B. Coronado, explica que o procedimento também pode ser utilizado em áreas extracorporais, como face e pescoço, promovendo um efeito lifting logo após a primeira sessão, com posterior melhora das quatro camadas de tecido – a epidermo, derme, hipoderme e o músculo. A tecnologia TriLipo associa a Radiofrequência à ativação muscular dinâmica, provocando contração e a regeneração das fibras colágenas. Dra. Juliana informa ainda que o procedimento é simples e rápido, sem interromper os afazeres diários por muito tempo. “Outro detalhe importante é que o tratamento é indicado para todos os fototipos de pele. Vale ressaltar a importância de um número mínimo de quatro a seis sessões para face/ pescoço e de seis a 10 sessões para áreas corporais”, informa Dra. Juliana.

Áreas de Tratamento Face

Pescoço Braços

Abdômen Coxas

Costas

Cintura

Glúteos Mãos

BENEFÍCIOS • Redução da circunferência

• Melhora na aparência da celulite

• Melhora da aparência das cicatrizes de acne • Melhora na aparência de estrias

• Tonificação e enrijecimento muscular

FEVEREIRO 2014

||

||

63


A Cirurdent, além de oferecer uma completa linha hospitalar, dispõe também de produtos para prevenção, destacando entre eles a marca UV.LINE de bonés, chapéus e luvas com FPS 50, e a linha completa da ALERGOSHOP, com esmaltes, maquiagem e capas antialérgicas. E para o conforto do seu dia a dia possui a linha de almofadas FOM, massageadores diversos e os benefícios dos produtos AROMAGIA.

CIRURDENT

64

||

Site http://www.cirurdent.com.br A loja entrega em todo Brasil. Você encontra toda a nossa linha de produtos, consulta de preços, formas de pagamento e entrega. || FEVEREIRO 2014

Rua Floriano Peixoto, 727 Centro Assis-SP 18 3322 3068 18 3322 7345 www.cirurdent.com.br


CRM 30893

SAúde

{ Saúde do cérebro}

Acidente Vascular Cerebral

O

Por Mayra Triveloni e Dr. Luiz Augusto Zanini

Acidente Vascular Cerebral (AVC) é definido como um déficit neurológico focal, repentino. E é dividido em dois grandes grupos, conforme explica o neurocirurgião Dr. Luiz Augusto Zanini: “Temos o mais comum (cerca de 80% dos casos) - o AVC Isquêmico, quando ocorre um entupimento arterial e o AVC Hemorrágico, que ocorre quando há um extravasamento de sangue das artérias. E, embora o AVCH seja menos frequente (20% dos casos), é mais drástico e com maior taxa de mortalidade”, explica Dr. Zanini. O AVC Isquêmico causa menos mortes, porém, apresenta maior morbidade, isto é, deixa mais sequelas. “Os AVCs isquêmicos representam um sério problema de saúde pública em todo o mundo, sendo a principal causa de invalidez, após os 40 anos, e uma das três mais frequentes causa de óbito”, revela.

SINAIS DE ALERTA: o cérebro é indolor. Diferente do coração, que apresenta dores que precedem o infarto, o cérebro, apesar de não doer, emite sintomas e sinais deficitários motores e sensitivos. “Apresenta ainda alteração na fala, visão ou audição, com duração de aproximadamente uma hora, o que chamamos de Ataques Isquêmicos Transitórios (A.I.T.), explica Dr. Zanini. Sintomas como tonturas, fraqueza generalizada, confusão mental, perda de consciência isolada, diplopia, disfagia e disartria isoladas não são consideradas evidência de ataque isquêmico. Sobre o quadro clínico, Dr. Zanini informa que depende da extensão e da eloqüência da área cerebral comprometida, que por sua vez depende do local da obstrução, se é no tronco da artéria ou em uma de suas ramificações; “mas o que chama atenção para o diagnóstico é a manifestação abrupta e deficitária do conjunto de sinais e sintomas, com duração máxima de 24 horas. A

extensão da área depende do local da obstrução ou numa de suas ramificações”, completa Dr. Zanini. Estilo Saúde: Como podemos agir ao presenciar uma pessoa com AVC? Dr. Zanini: É importante que o atendimento seja rápido. Devemos transportar imediatamente a pessoa com suspeita de AVC para o pronto atendimento mais próximo, com todas as informações sobre o estado de saúde pregresso, hábitos de vida e, se possível, receitas e exames em mãos para facilitar o diagnóstico. Estilo Saúde: O AVC pode ocorrer em qual idade? Dr. Zanini: As doenças cérebros-vasculares podem ocorrer em qualquer idade e a sua prevalência na população é estimada em 5 a 8 indivíduos por cada 1.000 habitantes acima dos 40 anos; porém, a literatura considera que apenas 4% da totalidade dos AVCs são em pessoas jovens e, nesses, o tabagismo apresenta-se como grande fator de risco, junto com a hipertensão arterial, estilismo, desidratação, uso de anticoncepcionais, apneia do sono e sedentarismo.

SOBRE O DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO Dr. Zanini explica que a confirmação do AVC, identificação da etiologia e avaliação dos fatores de risco devem ser rápidas e concomitantes com a realização dos exames, dentre eles, a tomografia, a fim de iniciar o tratamento mais rápido possível com medidas gerais e específicas na fase aguda para diminuir ou mesmo eliminar as lesões neuronais. Desde 1996 podemos contar com o uso de trombolíticos que reduzem a morbi-mortalidade da doença. “É importante considerar, no entanto, as limitações impostas pela doença como o atendimento que deve acontecer nas primeiras horas; além disso, muitas vezes, o paciente é encontrado já caído e inconsciente sem poder precisar a hora do início dos sintomas e já fica fora do protocolo de se opFEVEREIRO 2014 || || 65 tar pelo trombolítico”, afirma Dr. Zanini.


66

||

||

FEVEREIRO 2014


SAúde

{ UTI }

Neonatal e pediátrica

Todo cuidado e carinho que o bebê precisa Por Mayra Triveloni

A

Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal/ pediátrica do Hospital Maternidade de Assis – HMA é um local preparado para receber bebês recém-nascidos que apresentam algum risco. “E todos os que nascem prematuros, ou seja, antes das 37 semanas de gestação”, explica a gerente de enfermagem, Fernanda Brando, em entrevista à Estilo Saúde. O Hospital Maternidade de Assis – HMA possui três leitos de UTI neonatal e um leito pediátrico, equipados com o que há de mais moderno em recursos tecnológicos, que garante ao seu bebê toda segurança, cuidado e carinho que ele precisa. Você sabia que a cada 100 partos, 10 são prematuros? As principais causas de parto prematuro são a ruptura da bolsa (cerca de 40% dos casos), contrações precoces (35%) e infecções (15%). Na UTI neonatal/ pediátrica do HMA você conta com um trabalho de profissionais especializados capazes de oferecer toda a assistência necessária a esses pacientes tão especiais! Sem falar na rotina de visita médica, enfermeiras e fisioterapeutas. “No UTI neonatal o bebê é monitorado 24 horas; controlamos sua temperatura corporal e toda parte respiratória. Nossa responsabilidade é cuidar de qualquer necessidade do bebê, prestando auxílio contínuo à sua saúde e desenvolvimento”, reforça Fernanda.

No HMA os pais têm livre acesso à UTI. Para os familiares a UTI é aberta nos horários de visita.

FOTOS DO LOCAL 1

2

3 |1| UTI neonatal |2| UTI pediátrica |3| Enfº Celso Paiva, Enfª Fernanda Brando, tec. Enf. Ana Paula Melo, Dr. Marcos Bastos, Enfª Stefânia Santos, Enfª Nair Menegazzi, Enfª Rosane Sotta e tec. Enf. Karolyne Souza.

projeto Mamãe Unimed 2014.

FEVEREIRO 2014

||

||

67


CAPA

Por Mayra Triveloni - Foto capa RED Fotos Produção RED e Chizolini Produções

HOOP F

ato comum aos pacientes que procuram por atendimento médico especializado é que todos desejam ser atendidos por algum profissional previamente indicado, num local sabidamente estruturado, cujos bons resultados sejam conhecidos e reconhecidos, ou seja, todos procuram por referências quando o assunto é saúde.

É amplo o conceito de referência dentro das especialidades médicas, e, somente pode ser determinado, levando-se em conta aspectos técnicos diversos que incluem conhecimento científico, aparato tecnológico, experiência profissional, estrutura física, ética profissional, 68 || || FEVEREIRO 2014 que possuem dentre outras variantes

o potencial de transformar este conjunto de qualidades em resultados concretos, que signifiquem benefícios efetivos aos pacientes, transformando a realidade das pessoas. O Hospital de Olhos Oeste Paulista – HOOP atende a todos os requisitos diferenciais que classificam a excelência, possuindo um corpo clínico altamente qualificado, inclusive com renome internacional, sempre atuando na vanguarda do conhecimento médico científico da área oftalmológica, bem como na fronteira tecnológica existente, o que possibilita disponibilizar tratamentos médico-cirúrgico de alta complexidade aos seus pacientes, também aos beneficiários de suas ações de responsabilidade social, o que demonstra uma ética profissional irrepreensível. A estrutura física do o HOOP oferece um ambiente projetado para receber a realização de exames, consultas e cirurgias, contando com a mais alta tecnologia em aparelhamentos. “Muitos desses equipamentos são

Corpo clínico, conhecimento científico e investimentos em estrutura são as bases que fizeram do Hospital de Olhos Oeste Paulista um centro de referência mundial.

únicos em nossa região, no Estado e até mesmo no país. Nosso objetivo é oferecer ao paciente toda estrutura necessária e completa na cidade de Assis, onde se localiza nossa matriz”, salienta o Dr. Ossires Maia Jr., em entrevista à Estilo Saúde. O HOOP estende suas atividades através de sua filial em Presidente Prudente e em mais de 80 centros oftalmológicos.


TECNOLOGIA AO ALCANCE DE TODOS Atendendo pacientes de todo Brasil e também de outros países, os diretores do HOOP reforçam a preocupação de investir na cidade de Assis e expressar cuidado com seus pacientes. Somente de cirurgias de catarata já foram realizadas mais de 40 mil, sendo algumas de altíssima complexidade. No total, entre cirurgias de retina, miopia, astigmatismo, e hipermetropia – realizadas com o Excimer Laser Schwind (6ª geração), Vitrectomia, laser, dentre outras, já foram mais 80 mil procedimentos.

ESPECIALIDADES • Tratamento para ceracotone • Tratamento para Glaucoma • Cirurgias de Catarata (sem pontos com anestesia tópica) • Cirurgias de retina • Cirurgias de miopia, astigmatismo e hipermetropia (excimer laser scwind 6ª geração única na região) • Plástica ocular • Prótese ocular • Vitrectomia • Tratamentos atuais para DMRI (degeneração macular relacionada à idade) • Laser de micropulso amarelo (único na região) • Exame de acuidade visual em bebês (Cartões de Teller)

prêmios internacionais Desde o ano 2000, o Hoop prioriza essa linha de pesquisa e conhecimento científico, inclusive com aulas ministradas em todos os continentes do mundo; motivo pelo qual, desde então, recebe premiações de destaque internacional, dentre elas: Prêmio Sérgio Lustosa da Cunha – Melhor Vídeo Inovações Técnicas – SBRV. Belo Horizonte-MG. Melhor Vídeo – Técnicas em complicações cirúrgicas, ASRS – em Vancouver – Canadá. Prêmio Paul Kayser Award – Luteína: Um novo corante para cromovitrectomia PAAO – Associação Panamericana de oftalmologia.

ESTRUTURA FUNCIONAL

Aliado a um trabalho que exige estrutura tecnológica e conhecimento científico, a equipe de médicos do HOOP contribue significativamente com a oftalmologia, razão pela qual foi reconhecida através de prêmios e publicações. “Todas as técnicas e estudos desenvolvidos parcialmente ou totalmente pelo Hospital de Olhos Paulista auxiliam hoje na melhoria das cirurgias oculares ao redor do mundo. A tecnologia desenvolvida na cidade de Assis, dentro do HOOP faz parte da elite da oftalmologia mundial”, comenta o Dr. Maurício Maia, PhD e diretor do serviço de cirurgia de retina e vítreo Hoop e Professor Afiliado e da Pós-Graduação do Departamento de Oftalmologia da Universidade Federal de São Paulo.

• Salas independentes para exames • Centro cirúrgico exclusivo para procedimentos oftalmológicos com três salas distintas (segmento anterior, posterior dos olhos e procedimento a laser e plástica ocular) • Apartamentos para internações • Estacionamento próprio com acessibilidade • Helicóptero para transporte de pacientes e médicos.

FEVEREIRO 2014

||

||

69


PILATES

{ CORPO NOVO} PROMESSAS DE ANO

O

início de ano geralmente começa com grandes promessas de mudanças,conquistas e realizações de objetivos. Um dos principais focos está relacionado ao aspecto físico em como melhorar nossa imagem corporal. É de extrema relevância começarmos o novo ano com um planejamento adequado, direcionado ao bem mais importante que temos: Nossa casa, Nosso corpo!!! São inúmeras as dietas, as modalidades de exercícios, os tratamentos estéticos oferecidos no mercado. Mas a real importância deve ser estabelecida com a continuidade, frequência e principalmente satisfação pessoal e prazer na realização de qualquer um desses trabalhos. É importante o indivíduo encontrar uma atividade na qual sinta-se confortável e tenha prazer na realização da mesma, para que os resultados sejam excelentes e duradouros. O Pilates é uma excelente atividade para quem deseja experimentar desafios e perceber os incríveis resultados na mudança do corpo logo nas primeiras semanas de aula. O método proporciona uma melhora na postura tonificando, alongando o corpo e ainda traz o fator de relaxamento e bem estar corpomente.

70

||

||

FEVEREIRO 2014

As aulas são realizadas em estúdios amplos e bem equipados para o excelente desenvolvimento das atividades e conforto dos alunos. Oferecemos também, aulas especÍficas para gestantes, idosos e crianças a partir dos 10 anos. Agende sua aula experimental gratuita.

O estúdio Priscila Peruzzolo Pilates, inicia 2014 com novidades: • SPINE STRETCH Alongamento profundo, específico para prevenção e reabilitação de problemas e dores na coluna. • POWER PILATES Exercícios desafiadores para grupos de alunos. • PREGNANCY CLASS Aulas em grupo especiais para gestantes • CORE Resistência, potência e agilidade em uma aula com alto gasto calórico. • ZENGA Uma sutil combinação de Pilates, Yoga e dança.

Currículo Priscila Peruzzolo é Fisioterapeuta formada pela Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC. Fez curso de Pilates pela STOTT PILATES - CANADÁ e pelo Estúdio Teresa Camarão - RJ. É especialista em RPG - SP, Pós-graduada em Fisioterapia Desportiva Universidade São Marcos e INSTITUTO COHEN - SP. Realizou em 2013 em Los Angeles (EUA) um curso de ZENGA. Atua na área de Pilates desde 2004.


CRM 77277

SAúde

{ Ansiedade }

Até que ponto é saudável se sentir ansioso?

S

Por Mayra Triveloni e Dr. Marcelo Rodrigues Floriano

im, as pessoas são ansiosas por natureza. Porém, há uma diferença significativa entre estar ansioso diante de prova do vestibular ou mesmo uma entrevista de emprego, por exemplo, e aquele sentimento que aperta o peito dia e noite, gerando insônia e, em alguns casos palpitação e taquicardia. O ritmo de vida atual, como o celular “apitando” um novo e-mail, prazos apertados, metas para cumprir, família pedindo atenção, estresse com funcionário, trânsito, contas... São vários os motivos! Fica difícil administrar seu tempo quando tantos problemas e imprevistos exigem uma resposta imediata. Pra esclarecer um pouco mais sobre o assunto, conversamos com o Dr. Marcelo Rodrigues Floriano, especialista em geriatria/ gerontologia e saúde mental. 1. As pessoas são ansiosas por natureza, mas existe um limite saudável para a ansiedade? Dr. Marcelo Floriano: Existe. Quando a ansiedade passa a ser um problema? Quando ela interfere nas relações cotidianas do indivíduo; no seu momento de descanso, na vida profissional, afetiva – onde há uma desarmonia nessas relações. A ansiedade nasce de uma desarmonia no inter-relacionamento do indivíduo com uma determinada situação ou mesmo dificuldade nos círculos de relações em que está inserido. 2. Estresse e ansiedade na medida fazem bem? Dr. Marcelo Floriano: Um pouco de ansiedade e estresse fazem bem – por incrível que pareça. Esses sentimentos mantêm as pessoas alertas e ativas, estabelecem limites, metas, servem de estímulo. Mas, a ansiedade também tem o seu lado negativo; a ansiedade patológica toma conta da realidade das pessoas naquele momento. E, mesmo que seja uma situação imaginária, o organismo reage com respostas orgânicas e metabólicas muitas vezes desfavoráveis. Os transtornos de humor, em que a ansiedade está incluída, já respondem pela quarta causa de incapacidade para o ser humano entre as doenças existentes,

revela Dr. Marcelo. Paralela a agitação dos dias atuais, a sensação de ansiedade cresce, bem como os diagnósticos de transtorno de ansiedade generalizada. Os transtornos de ansiedade têm aumentado nos últimos 25 anos. “Não se falava tanto no assunto há 20, 30 anos. A violência, trânsito, o estresse no trabalho, combinados com alta expectativa em relação a si próprio, ao trabalho, ao ‘ter’, têm papel no processo de desencadear o quadro de ansiedade”, comenta Dr. Marcelo. 3. A crise de ansiedade pode levar a outros problemas? Dr. Marcelo Floriano: Sim, a distúrbios psíquicos, como interferência na atividade cognitiva, distúrbios do sono, alterações na área motivacional, prazer, recompensa, transtornos psicóticos e também na área orgânica, como por exemplo, alterações pressóricas, arritmias cardíacas, distúrbios metabólicos - incluindo a obesidade, disfunções hormonais e emocionais, como a depressão. 4. Quais os tipos de ansiedade? A ansiedade se gradua desde uma ansiedade simples, sem repercussão sobre a atividade psíquica ou cognitiva até as formas mais graves como fobia e pânico. Devido ao tempo de permanência ou ao grau de prejuízo nas diversas funções do indivíduo, tais como trabalho, vida familiar, lazer e nas sensações de recompensas pessoais – quando o indivíduo não vê o retorno das coisas.

TRATAMENTO As diversas formas de tratamento incluem desde as terapias alternativas, técnicas de relaxamento, a psicoterapia – incluindo a forma cognitiva e comportamental e, por fim, as terapias medicamentosas. “O tempo de tratamento vai depender da intensidade de cada caso e grau de comprometimento da cada paciente, portanto, o tempo de tratamento também deverá ser individualizado”, conclui Dr. Marcelo. FEVEREIRO 2014 || || 71


CarTa Do EDiTor { estIlo saúde }

NOVO PROJETO gRÁFICO. CONTEúdO CAdA VEz mAIS INTERESSANTE.

J

Junto com o novo projeto gráfico da Revista Estilo Livre/Saúde vieram também as novidades em textos e reportagens! Nesta edição, tivemos a grata satisfação de conhecer o trabalho brilhante de profissionais médicos de nossa cidade. Um desses exemplos é o do Hospital de Olhos Oeste Paulista, reconhecido por seu trabalho no Brasil e referência em oftalmologia, oferecendo uma estrutura de ponta para Assis e inúmeras outras cidades. Esse é um dos assuntos que você confere nessa edição! Fomos buscar informações sobre a onda do suco verde, os modernos tratamentos para o corpo, ainda sobre uma doença cada vez mais frequente: o refluxo. O AVC – Acidente Vascular Cerebral também é pauta dessa edição. A doença, que tem feito vítimas de várias idades, é a principal causa de invalidez após os 40 anos.Ansiedade também é tema da primeira revista de 2014.Você confere ainda informações sobre como os aplicativos para smartphones devem revolucionar a maneira como você encara a sua saúde. Aliás, esse é um dos recursos que prometem mudar o comportamento de médicos e pacientes num futuro que já está bem aí, na nossa frente. Tudo isso numa nova maneira de diagramar matérias: mais moderna e dinâmica. Aproveitem a leitura! MAYRA TRIVELONI

ATENDIMENTO E REDAÇÃO

72

||

||

FEVEREIRO 2014


FEVEREIRO 2014

||

||

73


74

||

||

FEVEREIRO 2014

Edicao36  
Advertisement