Page 1

ESTILO LIVRE

3


ÍNDICE_

06

16

20

22

24

assisenses

em terras estrangeiras

Contam sobre intercâmbio na Europa

arquitetura

“apto” em ipanema Com vista de tirar o fôlego

INFORMÁTICA “grafh search”

Nova ferramenta do Facebook

ViAGEM dubai

Os programas mais descolados

carros Fusca

Supera o DS3

DA REDAÇÃO_

Versatilidade na TV Marília Pêra sempre foi e sempre será uma musa da televisão brasileira. Aos 70 anos a atriz mostra toda sua versatilidade e leva os espectadores às gargalhadas com sua personagem Darlene, em Pé na Cova, novo seriado da Rede Globo. Normalmente dando vida a personagens da alta sociedade e a mulheres finas, ela mais uma vez arranca elogios de seu público, e, justamente por isso, escolhemos essa atriz para estampar a capa da Estilo Livre de Abril. Também nesta edição, entrevistamos um grupo de jovens garotas que se aventuraram por 90 dias em terras extrangeiras. Elas participaram de um intercâmbio promovido pelo Rotary Internacional e contam na reportagem como foi essa experiência. Na edição deste mês há ainda dicas de viagens sobre Dubai, a Rússia e outros destinos e uma reportagem especial que preparamos para vocês com sugestões para a montagem de uma mesa de café da manhã para a comemoração de Dia das Mães, com direito a decoração e cardápio. CAROLINA MARQUEZINI DIRETORA DA REDAÇÃO

34

38

DIA DAS Mães

sugestões diferentes

Mesa de café da manhã especial

harry potter tour pelo filme

Num pontos mais visitados de Londres

DIRETOR Jeziel Marquezini EDITORA Carolina Marquezini DIRETOR COMERCIAL Daniel Israel

40

televisão

fabio porchat

Humor sem censura

DIREÇÃO DE ARTE E DIAGRAMAÇÃO Camila Bahis IMPRESSÃO Editora Conosco_Indústria Gráfica TEXTO E FOTOS Agência Estado FOTOS Ana Carolina V. Falcão

32 Capa

4

Marília Pêra: “Existe preconceito de a dama ESTILO LIVREfazer humor” não poder

JORNALISTA RESPONSÁVEL Carolina Marquezini_MTB_41418 SP TIRAGEM 18 mil exemplares PARA ANUNCIAR Daniel Israel_18 9732 0007 daniel@revistaestilolivre.com.br ANÚNCIOS E PATROCÍNIOS Além de anúncios institucionais e comerciais em formatos tradicionais, a Estilo Livre oferece a opção de patrocínio das seções e colunas fixas. Fale com nosso departamento comercial. *O conteúdo das propagandas e informes publicitários é de inteira responsabilidade dos contratantes.

REVISTA ESTILO LIVRE Abílio Duarte de Souza, 257 . 18 3022.3152 revista@revistaestilolivre.com.br www.revistaestilolivre.com.br

ESTILO LIVRE

5


entrevista_

Em terras estrangeiras Equipe EL

Você já se imaginou vivendo uma cultura diferente, num lugar que fica a quilômetros de sua casa, com pessoas, costumes e hábitos que você nunca viu? Desafiador, né? Um grupo de meninas assisenses passou por essa experiência, e, acredite, foi inesquecível. Através de um intercâmbio cultural promovido pelo Rotary Internacional, as jovens Giovana Zanchetta, Beatriz Borges, Gabriela Lucano, Gabriela Maia Chade, Gabriela Correa, Victoria Abud e Maria

Victoria Brizzi Fontana, se aventuraram por diversos países da Europa. Durante os dias de viagem, elas ficaram hospedadas em casas de famílias rotarianas do Velho Continente, com as quais conviveram diariamente, dividindo tarefas, atividades familiares e estudando a língua e cultura locais. Na última semana de intercâmbio, todas se encontraram em Londres para contar o que viveram e garantem, adoraram. Confira um pouco dessa deliciosa viagem.

Victoria Abud Meyer 15 anos - 1° série do ensino médio Vechta - Niedersachsen

6

ESTILO LIVRE

Eu descobri em junho para onde iria e qual seria a família que me receberia, assim, já iniciei contato com eles antes mesmo da viagem. Porém, quanto mais perto da data, mais ansiosa eu ficava. Lá, eu não ia muito para a escola. Geralmente acordava, ajudava minha mãe, assistíamos TV e íamos buscar meus irmãos na escola. À tarde, cada dia era uma atividade diferente e, à noite, a família toda se reunia na sala pra ver TV e jogar baralho! Eu adorei a experiência e aconselho a todos que puderem que façam esse intercâmbio, porque tudo que é bom a gente guarda como lembrança, e as coisas ruins como experiência. Eu faria de novo com certeza.

ESTILO LIVRE

7


Gabriela dos Santos Correa 17 anos - pré-vestibular Neschönau - Bavária

Giovana de Luccas Zanchetta 16 anos - 2º ano do Ensino Médio Riedlhuette, Bavária

Maria Gabriela Lucano Alvares 16 anos - 2º ano do Ensino Médio Emden - Niedersachen

Minha família não me deixava ficar parada um só dia. Eles me levavam para viajar muito. Visitei a Áustria e a Republica Tcheca, entre outros lugares. Fui para a escola quase todos os dias, tive aulas de dança, fiz cross country skii, joguei hockey e fiz vários bonecos de neve. Minha família foi simplesmente perfeita. Meus pais e irmãos fizeram de tudo para eu me sentir bem e foram uns anjos na minha vida. Eles têm uma tradição de fazer uma prova sobre o natal todo ano, e minha tia fez em português para eu participar também. Não tem nem como explicar a fofura deles comigo. Sentirei saudades.

“Sempre quis conhecer uma cultura diferente da minha e ter uma irmã. Me inscrevi no processo de seleção do Rotary e escolhi minha família. No tempo em que fiquei lá, ia para escola todos os dias, saía com a minha irmã e visitava lugares turísticos com a minha família. Todos me acolheram muito bem, minha família me fez sentir em casa. Amei ter conhecido todos eles, são pessoas maravilhosas. Indico totalmente o intercâmbio. É a melhor experiência que você pode ter. É demais, conhecer pessoas, lugares, tudo muito diferente do que se tem no Brasil. Aprendi muitas coisas que nunca aprenderia aqui. Adorei.

Fiquei em uma cidade turística, então, no dia a dia, ou eu ia para a escola ou ia conhecer pontos turísticos da minha cidade. Era como se eu fosse parte da família. São pessoas que eu vou levar pra sempre, assim como os amigos que fiz lá, que são muito legais. Como intercambiária, eu aconselho quem puder a fazer uma viagem como essa, porque é uma experiência maravilhosa e única. Mariana Elsner 16 anos - 2º ano do Ensino Médio Aschau - Baviera Foi ótimo. Cada dia nós fazíamos algo diferente. Eu ia à escola, ia esquiar, subir a montanha, conhecer castelos, descer no schlittenfahren, que é um trenó na montanha. Íamos também ao shopping e saíamos com as amigas da minha host sister. Achei que as pessoas foram muito simpáticas, o tempo todo. Adorei os amigos deles. A minha família foi muito boa pra mim. Eles são muito acolhedores.

Gabriela Maia Chade 16 anos - segundo ano do ensino médio Marburg - Hessen

Maria Victória Brizzi Fontana 18 anos - pré-vestibular Lingen - Niedersachsen

Beatriz Borges 17 anos - 3ª série do ensino médio Lingen - Niedersachsen

Minhas atividades lá foram baseadas nas programações das minhas irmãs. Minha irmã ia para escola, ajudava na igreja, cuidava de algumas crianças nas horas vagas e fazia aulas de saxofone. Eu a acompanhava em tudo. Eu tinha duas irmãs, assim como aqui no Brasil. Viramos literalmente irmãs de sangue. Antes de ir pra casa da minha família alemã, eu e mais três assisenses fizemos um tour que passava pela Áustria, onde esquiamos e conhecemos castelos. Lá pude ver paisagens sensacionais. Os ensinamentos que tive lá vão ficar pra vida toda

Eu tinha vontade de ir para o intercâmbio para adquirir conhecimentos, conhecer lugares novos e viajar com as minhas amigas. Eu já sabia a cidade que iria e a família desde o começo dos preparativos, pois recebi minha irmã hospedeira seis meses antes de ir. Minha família hospedeira era meio parecida com a do Brasil, e isso me confortava um pouco. Eu cresci muito no intercâmbio. Senti muita falta da minha família daqui porque nunca tinha ficado tanto tempo longe. Acho que todos deviam viver a mesma experiência, pois é inesquecível.

8

ESTILO LIVRE

Eu sempre quis fazer um intercâmbio para qualquer país do mundo, mas perdi a data da prova do Rotary. De última hora apareceu uma vaga para Alemanha, o que me deixou muito feliz. Lá eu patinava no gelo, saia com os amigos, ia alguns dias na escola e viajava. Fui para os Alpes na Suíça e Áustria para esquiar. Os alemães foram muito acolhedores comigo e mesmo quando não sabiam o que falar, eles me olhavam e davam um sorriso. Aconselho a todas as pessoas que desejam fazer intercâmbio a fazer, pois essa é uma das melhores coisas da vida. Conhecer uma nova cultura e um novo país é incrivelmente bom. ESTILO LIVRE

9


vitrine_

A Festa a Fantasia Beneficente, organizada pela Lu Cerezani, reuniu um grande público e contou com participações musicais ecléticas: Teve o tecno do DJ Mega, o rock das bandas Barão do Tom e Maria do Céu e Tok de Vaidade. A decoração ficou por conta da Abelhinha Festas e as flores da Flores e Arts. Foram arrecadados mais de 450 litros de leite que serão doados para o Projeto Braços Abertos da Vila Ribeiro / Colinas e também para o Lar dos Velhos.

10

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

11


“Mãe, quem dera se por um descuido, Deus te fizesse eterna”. Uma homenagem da equipe Estilo Livre para todas as mamães, tias-mães, e avós amigas e clientes.

Luca, Gabriel, Laura e Ani Maria José, José Leonardo e José Lucas

Sofia e Mayra

Nathalia, Marina e Lavinia

Carol e Theo

Rosana, Rafael, Gabriel, Maria Augusta e Luisa

Erminia, Estela e Mara

Alice e Daniela

Lurdinha, Bethania, Luana e Maria Eduarda Maria e Micaela Estela, Larissa e Beatriz

Fabianinho e Roberta

Alessandra e Bruna

04

Maria Regina, Nathalia e Luiza

Manuela, Suzane, Maria Vitória e Valentine

Manuela e Graziele

Maria Augusta, Isabela e Mara

Nathalia e Enzo

12

ESTILO LIVRE

Suzana, Ana Helena e Ana Alice

Carla e Júlia

Geane e Maria Fernanda

Fernanda e Maria do Carmo

ESTILO LIVRE

13


vitrine_

14

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

15


ARQUITETURA_

Projeto apartamento, arquiteta Andrea Chicharo

Vista de tirar o fôlego em apartamento de Ipanema Por_ Ana Paula Garrido

De tirar o fôlego: assim é a definição da vista deste apartamento no Rio. Não é de se estranhar, portanto, que os moradores quisessem estar o mais próximo possível da ampla janela, que parece mergulhar no mar de Ipanema, ou vice-versa. Com o aval dos clientes e a paisagem a seu favor, a arquiteta Andrea Chicharo decidiu abrir um dos quartos para a sala

16

ESTILO LIVRE

- ele virou um mix de home theater e escritório - e integrar a copa à área social, que, por sua vez, vai de ponta a ponta da fachada. Na hora da decoração, Andrea buscou o equilíbrio de cores, apostando nos tons neutros, que vão do bege do piso ao marrom vindo dos painéis de madeira. Tal qual uma onda, os materiais naturais parecem invadir o apartamento. Os motivos incluem aspecto técnico, estética e até mesmo um certo hábito dos moradores. Foi o caso do piso de mármore. “Os cariocas sempre pedem um material frio por causa do calor.” Para reforçar a ligação com a orla de Ipanema, Andrea revestiu o hall com pedras portuguesas, semelhantes às do calçadão. Fácil de limpar - Já a escolha do mobiliário levou em consideração o efeito corrosivo da maresia - daí a ausência de peças de ferro e a fartura de móveis de madeira, que, segundo a arquiteta, além de serem mais resistentes ao clima são de fácil manutenção, principalmente os revestidos de laca. Por falar em aparência, é possível trocar o tom amarelado da madeira por um mais acinzentado, como o da mesa e painéis no home theater, onde a arquiteta aplicou freijó com tratamento. Na sala de jantar, o aparador de madeira laqueada traz um toque contemporâneo e ainda esconde um louceiro. “Embutimos o armário para não ficar com cara de cozinha.” Os dois cômodos têm outro ponto em comum: ambos contam com portas venezianas de correr, úteis por integrar os ambientes e favorecer a ventilação. “Dá para olhar o mar por entre os vãos, sem falar que elas têm um charme, um estilo meio caribenho.” Outra solução discreta é a tela solar, da Luxaflex, usada no lugar das cortinas. Cheia de furinhos, ela protege o mobiliário da radiação solar, sem comprometer a vista, que continua de tirar o fôlego. ESTILO LIVRE

17


18

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

19


INFORMÁTICA_

vitrine_

Novo serviço do

Facebook facilita pesquisa POR_Ana Carolina Papp

20

ESTILO LIVRE

(AE) - “Venha ver o que estamos construindo”, dizia o convite para o evento que o Facebook realizou recentemente, em sua sede, em Merlo Park, na Califórnia. Agora já sabemos: a empresa lançou a busca social, ou “graph search” - ferramenta que auxiliará o usuário a encontrar informações em meio ao imenso conteúdo compartilhado na rede social. O novo serviço, uma indexação das mais de um trilhão de conexões feitas no Facebook, é diferente de uma busca tradicional da web, que mostra links a partir de palavras-chave. Na busca social, o usuário digita uma pergunta qualquer envolvendo pessoas, lugares, imagens e interesses, e terá resultados com base em suas conexões e preferências compartilhadas no site, como “fotos tiradas no Rio de Janeiro em 2000”, “amigos dos meus amigos que se chamam Pedro” ou “restaurantes por perto curtidos por meus amigos”. Os resultados, no entanto, são personalizados para cada usuário com base nas configurações de privacidade de cada conteúdo. Assim, a pessoa só pode ver informações que já estariam disponíveis para ela. Neste período inicial, o serviço está em fase beta, disponível apenas em inglês dos EUA para um número limitado de pessoas. “Foi um desafio técnico muito grande para a nossa equipe”, disse à reportagem Kate O’Neill, gerente de marketing de produto do Facebook. O projeto, liderado por dois ex-Google, começou a ser

desenvolvido em 2011, por uma equipe com cerca de 70 pessoas, de programadores a linguistas. “É uma busca em linguagem natural. Queremos que as pessoas perguntem do modo que pensam e falam, e não do modo que computadores pensam e falam”, disse O’Neill. Para Elizabeth Saad, professora e pesquisadora em comunicação digital da USP, a ferramenta passará a ser mais relevante quando buscar conteúdo efetivamente postado, compartilhado e comentado pelos usuários. “O que até agora foi apresentado ainda não consolida a ideia de ‘web pensante’, uma vez que o sistema só busca o que foi inserido e marcado pelo usuário”, diz. O Facebook afirmou que pretende expandir o serviço para posts, ações e comentários no futuro. Privacidade - A busca social também aumentou a preocupação com a possibilidade ainda maior de bisbilhotar a vida alheia. Resta saber se o serviço, com a enorme quantidade de combinações possíveis, conseguirá extrapolar o uso curioso para se consolidar como uma ferramenta útil e rentável para anunciantes e investidores. Segundo a empresa, a busca auxiliará na descoberta de novos serviços, como achar um bom restaurante, um lugar para praticar esporte ou até contratar uma pessoa. No entanto, a abrangência dos resultados está ligada ao conteúdo que os usuários estão dispostos a compartilhar.

ESTILO LIVRE

21


Os programas mais descolados de

DUBAI

ços atrativos há desde modelos tradicionais e exuberantes, inspirados na cultura beduína, até peças de design mais próximas do gosto ocidental. A paixão pelo ouro entre as muçulmanas tem explicação religiosa - o Alcorão diz que o homem deve dar ouro à sua mulher (talvez esta curiosidade cultural sirva de pretexto para as turistas exigirem um presentinho...). Perto dali, há lojas que vendem belos lenços de seda e especiarias a granel. A insistência dos vendedores também pode render passeios divertidos. Em lojas como a Ali-Saif (boxes 81386 e 82453, atrás do Gold Plaza Hotel), os vendedores fazem de tudo para agradar - insistem para que você prove trajes típicos, permitem que você tire fotos com as roupas. Desse jeito, entrar em uma das lojas pode ser bem proveitoso, mesmo que você não saia delas carregando muitas sacolas. Agora, se a ideia é comprar grandes marcas internacionais, o Outlet Mall (dubaioutletmall.com) faz você esquecer que está em um país do Oriente Médio - exceto na hora em que uma voz no alto-falante convoca os fiéis para rezar. Ali, é possível comprar peças da Diesel, por exemplo, com até 70% de desconto. Já o Dubai Mall (thedubaimall.com), que fica dentro do complexo do edifício Burj Khalifa, é responsável por mais um dos inúmeros títulos megalomaníacos de Dubai: trata-se do maior shopping do mundo, com mais de 1.200 lojas. Pelos corredores, que exibem lojas como Tom Ford, Carolina Herrera e até as galerias Lafayette, circula o que parece ser a elite dos Emirados - não por acaso, lá é bem mais comum encontrar mulheres usando lenços na cabeça.

Por_Marina Vaz

(AE) - Andar pelos corredores estreitos dos mercados tradicionais da cidade (que se concentram em Bur Dubai e Deira, ao longo de seu canal, o Creek) é uma oportunidade de conhecer uma Dubai mais pulsante. Prepare-se para dizer muitos shukran (obrigado) diante da abordagem insistente dos vendedores, que ficam nas portas das lojas caçando, literalmente, os clientes. No mercado de ouro, o Gold Souk, entre as peças com pre-

22

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

23


FUSCA

MOTOR_

POR_Leandro Alvares

supera o DS3 graças a motor turbinado e visual chique

(AE) - Embora tenha sido batizado com o nome do “avô”, o novo Volkswagen Fusca é muito distinto daquele que um dia nasceu para ser o carro do povo. O hatch do século XXI é maior, tem motor dianteiro 2.0 turbo a gasolina de 200 cv, opção de câmbio automatizado de seis marchas e os concorrentes do antigo Fusquinha jamais poderiam encará-lo. Um dos rivais do modelo atual é o Citroën DS3, com o qual o comparamos. Assim como o VW mexicano, o carro francês traz motor turbinado (1.6 a gasolina de 165 cv) e aposta no visual chique para atrair admiradores. No preço, a diferença entre os dois é razoável. O Citroën começa em R$ 79.900 e o Fusca tem tabela inicial de R$ 77.890. O VW tem, por R$ 82.290, versão com o ótimo câmbio automatizado, que foi um dos motivos para sua vitória sobre o Citroën, que só tem o manual. Todo o conjunto mecânico do Fusca, aliás, é um destaque. Seu motor 2.0, que entrega elevados 28,6 mkgf de torque às 1.700 rpm, trabalha em sintonia afiada com a transmissão de seis velocidades e dupla embreagem, com opção de trocas sequenciais por

24

ESTILO LIVRE

meio de aletas atrás do volante. O DS3 não fica muito atrás. Nele, o câmbio manual de seis marchas faz ótimo trabalho com seus engates curtos e precisos e também explora com eficácia os 24,5 mkgf disponíveis a partir das 1.400 rotações. Em agilidade, porém, não é páreo para o concorrente. O ronco mais grave emitido pelo escapamento do Fusca a cada troca de marcha é outro diferencial, assim como as respostas da direção hidráulica, um pouco mais imediatas que as da elétrica do Citroën. Em ambos, a pilotagem é sinônimo de diversão. É fácil se acomodar atrás do volante de boa empunhadura e base reta. Nas curvas, os dois trazem tanta estabilidade que permitem ao motorista até abusar um pouquinho da sorte. Apesar do acerto firme das suspensões, elas absorvem bem os impactos com o solo. Mas as do Volks são mais modernas, com multibraço atrás, ante a de eixo de torção do DS3. Na cabine, dois adultos vão apertados no banco de trás - especialmente no Fusca, cujo teto é mais rebaixado. ESTILO LIVRE

25


vitrine_

2 1

3

5

1. Camila e Pit 2. Ricardo e Carol 3. Rodrigo e Mรกrcia 4. Marina e Camila 5. Norma e Luciene 6. Helinho e Alessandra 7. Dr. Edson e Sandra 8. Isabel e Josiane

4

6

26

7

ESTILO LIVRE

8

ESTILO LIVRE

27


PENSE GRANDE

Um novo ano chegou e com ele muitas expectativas Por_Elizabeth Hernandes de Oliveira

Mais uma vez nos vemos diante de um novo tempo e, como sempre, expectativas e esperanças são depositadas em dias que certamente poderão ser melhores ou não. Passada a euforia da chegada do novo ano, após pedidos e compromissos serem selados por meio de rituais já consagrados, as pessoas se voltam para o dia-a-dia e pacientemente vão aguardando que os sonhos e os projetos sejam materializados. Para o poeta Carlos Drumond de Andrade, para que as pessoas mereçam um novo ano é preciso fazê-lo. Parece algo simples, de fácil solução, mas não é. Exige quase sempre dose extra de disposição para mudar o que precisa ser mudado, sair da zona de conforto deixando os medos ou a preguiça de lado, ousadia, determinação e perseverança. Paciência e generosidade também não podem faltar. Quando o assunto é o mundo dos negócios e o mercado de trabalho a receita não é diferente, afinal, com cenário altamente competitivo, empresas e colaboradores sãoconvocados a refletirem sobre as mudanças e a melhor forma de se adequarem a elas.Por isso, para que o ano de 2013 seja diferente algumas dicas são sugeridas para oalcance do sucesso profissional: • Não tenha tudo como certo e pronto. Abra-se para novas aprendizagens e experiências. Muitas vezes é necessário jogar fora o que não serve mais e romper com paradigmas obsoletos. • Avalie o desempenho profissional e identifique no que é bom e o que precisa seraprimorado. • Reveja as metas, as prioridades, as condições e as ferramentas necessárias que possui para a realização de uma tarefa ou alcance de um objetivo. • Não se fixe nos pontos negativos ou frágeis que tenham comprometido algunsresultados. Com certeza muita coisa boa também aconteceu e isso não pode ser deixado de lado. •Aprimore a competência profissional por meio de cursos, leituras especializadas, e educação continuada. • Aperfeiçoe a habilidade de comunicar-se, de relacionar-se. Os novos tempos pedem pessoas com forte capacidade para negociação, trabalho em grupo, liderança positiva. • Demonstre o que é capaz de fazer. Revele-se. Seja ousado, curioso e pró-ativo. • Não desconsidere as mudanças e os impactos que a economia e a política provocam na vida das pessoas, nas carreiras e nas empresas. • E, por fim, aproveite o aprendizado de 2012 e promova as mudanças que deseja no trabalho ou na vida pessoal com mais maturidade e objetividade.

28

ESTILO LIVRE

Cada ano traz a oportunidade da renovação. Para isso é preciso romper com as amarras que impedem a libertação, a coragem de vivenciar outras experiências, de buscar pornovas possibilidades e viver intensamente cada dia sem temores e sobressaltos.

ESTILO LIVRE

29


30

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

31


CAPA_

CAPA_

Marília Pêra:

AE: Na sua opinião, o que o Miguel conservou daquele tempo? MARÍLIA: O Miguel é o mesmo menino daquela época. Tem a mesma vulnerabilidade. Vejo isso claramente tanto no camarim quanto no palco. AE: Seus papéis cômicos na televisão costumam ser memoráveis, como a Milu de “Cobras & Lagartos” (2006) e agora a Darlene. Como você avalia esse impacto? MARÍLIA: Eu adoro quando esses papéis chegam até mim porque, em geral, eu sempre sou a rica e má, que tem que ficar subindo e descendo aquelas escadas imensas do cenário (risos). Quando vem uma mulher engraçada e louca como a Darlene, eu tenho que agradecer. Há muitos anos não tenho um trabalho como esse na televisão. E um Miguel Falabella lá, para me deixar fazer.

“existe preconceito de a dama não poder fazer humor”

AE: Há um certo preconceito por você ser uma estrela consagrada? MARÍLIA: Sim, existe um preconceito de que a senhora, a dama - como eu sou tratada - não pode fazer humor. Não pode usar um decote, pois não tem o colo de uma moça. A presença do Miguel me garante, permite que eu faça a minha graça. Eu fico felicíssima de um papel como este existir para mim.

POR_ Leonardo Valle

(AE) - Decotes, calças justas e blusas coloridas não eram exatamente peças do figurino de uma Marília Pêra que o púbico estava acostumado a ver na TV. Até a estreia de “Pé na Cova”, pois é com esse visual suburbano que a atriz está roubando a cena no seriado de autoria de Miguel Falabella. Na trama, Marília dá vida à alcoólatra Darlene, que trabalha como maquiadora de defuntos na funerária do ex-marido Ruço (Miguel Falabella). O papel cômico e com falas rápidas é apenas uma pequena amostra do que ela, no auge dos seus 70 anos, ainda pode fazer. A carreira de Marília começa lá nos anos 1960, como bailarina dos teatros de revista. De lá, migrou para papéis em musicais - onde chegou a vencer a cantora Elis Regina na disputa por uma vaga - até ser escalada para a novela “A Moreninha”, em 1965. Em 1972, foi protagonista de “Uma Rosa com Amor” e, nas décadas seguintes, acumularia quase 40 personagens na teledramaturgia. Sua trajetória profissional também se confunde, em certos momentos, com a história do país. A atriz chegou a ser presa pela ditadura militar em 1968, por conta da peça “Roda Viva”, e foi uma das responsáveis pela repercussão internacional do filme “Pixote - a Lei do Mais Fraco” (1980), no qual interpretou a prostituta Sueli. Dona de uma carreira que contou mais com papéis dramáticos do que cômicos, Marília Pêra comemora agora o sucesso da sua Darlene. Em uma entrevista exclusiva à Agência Estado, a atriz fala sobre o começo da carreira, a

32

ESTILO LIVRE

parceria duradoura com Miguel Falabella e a reação do público a uma personagem tão pouco convencional. AE: É verdade que sua primeira experiência no teatro foi como bailarina? MARÍLIA: Sim. Fiz teste para ‘My Fair Lady’, em 1962. Passei e fiquei quase dois anos na montagem como bailarina. Os diretores aprovavam quem tinha a coragem de fazer uma estrela, porque naquele tempo não era comum acrobacias. Eu tentei fazer o movimento e caí deitada, mas fui admitida (risos). No mesmo período, fiz teste para os papéis das mocinhas de ‘Alô, Dolly’, mas não passei como atriz, o que foi pior. Só que logo depois consegui o papel de Rosemary em ‘Como Vencer na Vida sem Fazer Força’. AE: Você disputou com a Elis Regina este papel, certo? MARÍLIA: Sim, eu ganhei porque cantava melhor que ela (risos). Na verdade, consegui o papel porque cantava um pouco e atuava um pouco. Mas nós duas não éramos conhecidas naquela época e éramos muito novas. AE: Como foi sua primeira parceria com o Miguel Falabella? MARÍLIA: Eu o dirigi em uma peça de teatro, em 1978. Foi minha primeira experiência como diretora. Ele e o seu grupo praticamente me obrigaram. Foram até a minha casa, disseram que me ajudariam e eu aceitei.

Horácio. Caso contrário, acharia arriscado fazer esse musical sem ele. AE: Depois de tantos anos de carreira ainda sente um frio na barriga quando entra em cena? MARÍLIA: Eu sempre tenho medo de entrar em cena. Fico nervosa, passo mal, tomo floral e amaldiçoo o dia em que decidi ser atriz Essa é uma dica para os jovens atores. Esse nervosismo nunca vai melhorar, só piora (risos). AE: Como “Alo, Dolly!” é um musical você está tendo algum cuidado especial com a sua voz? MARÍLIA: A voz é uma escravidão. Ela é frágil e eu não posso ficar conversando entre as cenas, porque a Dolly canta, dança e fala o tempo todo. Respondo só ‘humhum’ (risos). AE: E pensa em voltar a dirigir? MARÍLIA: Minha praia é ser atriz. Eu dirijo muito mal, ninguém me obedece (risos).

AE: E como está sendo a reação do público? MARÍLIA: Esses dias, no aeroporto, uma família veio me abordar. Disseram: ‘Que maravilha é a Darlene’. E foi Darlene pra cá, Darlene pra lá. Até que eles me chamaram de Marília Gabriela (risos). Ou seja, sabiam o nome da personagem e não sabiam o meu. AE: O Miguel Falabella escreve e protagoniza “Pé na Cova”. Como é contracenar com o autor do seriado? MARÍLIA: Ele mistura as falas, fala o texto dele e o meu (risos). Ele também vai mudando e dirigindo a cena na hora. Às vezes eu preciso entender essa diferença. AE: “Pé na Cova” mescla atores veteranos e novatos, como as atrizes Luma Costa e a Karin Hils. Como é esta troca? MARÍLIA: Eu gosto muito quando é um ator jovem, dedicado e interessado. Adoro poder ajudar de alguma forma e aprender também. Às vezes, uma pessoa que não sabe tanto pode te ensinar porque não tem vícios. Admiro muito a Luma Costa e é ótimo trocar com ela. Assim como o Daniel Torres (Alessanderson), a Sabrina Korgut (Adenóide), o Maurício Xavier (Marcão) e todos os outros. É um elenco maravilhoso. AE: Além de “Pé na Cova”, você está no teatro com o musical “Alô, Dolly!”, também do Miguel Falabella. Como surgiu este convite? MARÍLIA: Estava fazendo a Maruska, de ‘Aquele Beijo’ e o Miguel me chamou para o papel. Ele já ia fazer o papel do ESTILO LIVRE

33


DIA DAS MÃES_

vitrine_

2

Dia das Mães com sabor diferente Por_CHEF MARINA PEREIRA

Os presentes às mães são diversos naquele que é chamado “Dia das Mães”. De flores colhidas no jardim, passando por roupas, acessórios, perfumes até jóias e carros, cada qual adequado ao bolso de cada filho. Mas, mesmo ainda não sendo mãe, acredito que o melhor presente para uma mãe é ter todos os seus rebentos reunidos no dia especial. Sendo assim, tomo a liberdade de sugerir uma reunião familiar bem aconchegante, preparada com carinho pelos filhos às mamães. E que tal fugir do já esperado almoço de Dia das Mães e surpreender a todos com um delicioso café da manhã bem no estilo comfort food? Comece pensando no cardápio e, a partir de então, providencie os outros detalhes. O que sua mãe gosta de saborear no café da manhã? Frutas, sucos, queijos, frios, pães, bolos? E os outros membros da família? Tente elaborar um cardápio que possa agradar a todos os paladares, mas não se esqueça de que sua mãe é a “rainha” da festa! Se ela gostar de bolo formigueiro, providencie! E caso você tenha um pouco mais de intimidade com a cozinha, você pode fazer uma broinha de fubá. A receita segue no box ao lado, junto com a sugestão de cardápio que pode ser preparado com antecedência e não exige que ninguém fique “isolado” lá no fogão, enquanto todos confraternizam à mesa. Montar um álbum ou espalhar porta-retratos pela casa para esse dia com fotos da família, além de uma grata surpresa, ajuda a decorar o ambiente. Pode ter certeza que as fotos renderão boas risadas e, talvez, um pingo de nostalgia aconteça, mas que seja breve, afinal, o momento presente é o mais importante! Ah! Não esqueça de colocar de forma singela, porém não despercebida, flores na casa. De repente elas podem estar num vasinho no banheiro, dentro de um baldinho de gelo na mesa ou junto com os talheres que serão utilizados, trazendo alegria ao ambiente. As frutas não podem ficar de fora, afinal, além de saudável, elas contribuem com suas cores, formatos e aromas para uma mesa mais bonita. Uva, morango, maçã, pêra, banana e ameixa

34

ESTILO LIVRE

são fáceis de serem apreciadas e formam um colorido incrível! E então, mãos à obra para proporcionar um Dia das Mães inesquecível para sua mãe com as dicas da Estilo Livre, começando com o café da manhã?

Sugestão de cardápio Suco de mexerica com mamão e morango Café Leite Chá de maçã com canela Pão de queijo Pão caseiro Pão francês Frios e queijos Manteiga e requeijão Geleia de abacaxi Salada de frutas com coalhada fresca Broa de fubá com erva-doce Bolo formigueiro Torta de banana com nozes

3

4

Broa de fubá 4 ovos 2 xícaras (chá) de açúcar 2 xícaras (chá) de nata Mexer todos os ingredientes até ficar homogêneo. Acrescentar: 4 xícaras (chá) de fubá 2 xícaras (chá) de farinha de trigo 1 pitada de sal 1 colher (sopa) de fermento em pó 1 colher (chá) de erva-doce Mexer até que fique homogêneo e enrolar, untando as mãos e a assadeira com óleo. Assar em forno preaquecido a 220 graus, por cerca de 30 minutos.

5

1. Patrícia e Marcos Samponi 2. Paula e Marcos Caruso 3. Alexandre, Daniel e Neustinho 4. Rafael e Prado 5. Vanessa e Daniela 6. Lucia e Ana Lídia

ESTILO LIVRE

6

35


você sabia?

POR_André Zanoti

AndreZanoti@gmail.com

Direito Penal - Morte no trânsito e álcool

Direitos Sociais – Aids, câncer e outras doenças Você sabia que tão logo uma pessoa seja diagnosticada com AIDS, Parkinson, esclerose múltipla, cardiopatia grave ou câncer, ela passa a ter o direito de sacar seu FGTS, à devolução do Imposto de renda descontado na aposentadoria nos últimos cinco anos e a ter desconto do IPI e ICMS na compra ou adaptação de veículos. Pode-se pleitear também a isenção do IPVA e, se pago, a devolução destes valores, pagos a este título nos últimos cinco anos. Por fim, tem direito a andamentos mais céleres em processos judiciais, atendimentos preferenciais e instituições públicas ou privadas e, se necessitar de cuidados permanentes, a um acréscimo de 25% sobre a aposentadoria por invalidez.

Você sabia que matar alguém no trânsito, mesmo que sem a intenção, mas, porém, estando alcoolizado ao volante, equivale a vontade de matar alguém em um homicídio comum? É. Este é o chamado Dolo Eventual. Neste tipo de crime, o agente, mesmo não querendo praticá-lo, assume todos os riscos para que ele aconteça. Em um país como o nosso, onde 40 mil pessoas morrem por ano no trânsito, dirigir bêbado é uma situação com grande possibilidade ou probabilidade de que uma morte possa acontecer. Portanto, em um caso como este, se a morte realmente acontecer, ela será encarada como se o agente tivesse a intenção de matar.

Bem-vindo a Wisconsin Atenção criminosos e terroristas: Mais de 170.000 cidadãos deste estado tem permissão para carregar uma arma. Eles estão armados e preparados para se defenderem e defender aos seus, em caso de crimes e violência. VOCÊS FORAM AVISADOS! Já em Illinois e Chicago, os cidadãos foram desarmados para conveniência de todos vocês.

Direito Internacional – Delegacia da Mulher (DDM) Você sabia que a primeira Delegacia da Mulher no mundo foi criada no Brasil? Ela surgiu em São Paulo/SP, em 1985, em pleno período de redemocratização, onde a mulher buscou ampliar seus espaços e coibir a violência silenciosa crescente, sobretudo, as vivenciadas dentro de casa. Ampliou-se o diálogo com o Estado para buscar proteção. Estimava-se à época, que mais de 90% dos casos de violência contra a mulher aconteciam no seio familiar e não eram relatados às autoridades.

Leis engraçadas! Há uma série de leis engraçadas, mundo afora. Selecionei algumas para tentarmos entender o porquê de sua existência: LONDRES: É proibido transportar cães raivosos ou cadáveres em táxis. SAMOA: É crime esquecer a data do aniversário da esposa. MICHIGAN: É crime amarrar um jacaré no hidrante.

Direito Ambiental – Pichação de muros!

36

ESTILO LIVRE

Você sabia que pichar ou danificar edificação ou monumento urbano é um crime ambiental? Esta lei é bem severa e prevê a punição de multa mais detenção, que poderá variar de três meses a um ano de prisão. A poluição pode ser marítima, atmosférica, visual, do solo, nuclear, urbana, luminosa, térmica, sonora, hídrica e, no presente caso, visual!

ESTILO LIVRE

37


SCHUTZ DAY - Lançamento Outono Inverno 2013

PASSEIO PELO MUNDO DE

HARRY POTTER Por_Bruna Tiussu

FOTOS_IVAN MELLO

No dia 15/03 a Cinderela promoveu o coquetel de Lançamento da coleção outono/ Inverno 2013. Para receber os últimos lançamentos da marca, a loja criou o exclusivo espaço Schutz, grife de calçados com enfoque na qualidade, que traz coleções modernas, pensadas para mulher urbana, de estilo autêntico, irreverente. A festa de lançamento aconteceu das 15h às 22h onde modelos desfilaram pela loja em uma demonstração simples e agradável dos mais variados looks de Inverno e combinações perfeitas com os calçados da Schutz.

(AE) - Era naquela área de 14 mil metros quadrados que Daniel Radcliffe colocava seus óculos arredondados e dava vida ao bruxinho mais amado da telona. Também ali, profissionais surpreendiam na reinvenção de espaços: o que hoje era dormitório do castelo de Hogwarts, amanhã seria laboratório de poções. Ou refeitório, pátio de quadribol, loja de varinhas... Foram dez anos de trabalho árduo, recompensados com o sucesso dos oito filmes da saga Harry Potter repercutidos nos cinemas do mundo todo. Tudo feito sem magia alguma. Como você pode conferir em um tour pelo local, que há um ano abriu as portas para visitantes. Tudo pertinho do centro de Londres: são 20 minutos de metrô até a estação de Watford, onde ônibus esperam para levar até o estúdio Leavesden, da Warner Bros. A partir dali, a viagem será pessoal, de acordo com seu grau de familiaridade - ou seria fanatismo? - com o mundo mágico de Harry Potter. Diferente do que se vê no parque de Orlando, não espere brinquedos eletrizantes. O convite é para ESTILO LIVRE que serviram de cenário para os percorrer as áreas filmes, antes restrito à produção. Prepare-se para

38

desvendar os mistérios dos objetos flutuantes, se surpreender com o processo de fabricação das criaturas fantásticas e ficar cara a cara com o castelo de Hogwarts, em escala 1:24 do visto na telona. E caia na tentação de provar a famosa cerveja amanteigada, seja você adulto ou criança - é sem álcool.

ESTILO LIVRE

AV. RUI BARBOSA, 257

39

18 3322 3635


HUMOR_

POR_ Vinicius Felix

Humor além da TV

e sem censura

40

ESTILO LIVRE

(AE) - Esquetes de humor que arrisquem falar abertamente sobre drogas, religião, sexo ou qualquer outro tema que possa gerar algum mal entendido com o grande público passam longe da programação da televisão. Piadas com marcas, personagens históricos, palavrões e situações constrangedoras também não são bem vistas. Não funciona e não é preciso arriscar, dizem. Que público vai ver isso? Essa barreira para trabalhar com comédia era a principal frustração do humorista Fábio Porchat depois do cancelamento do programa Junto e Misturado, criado por Bruno Mazzeo e exibido na Globo em 2010, em que ele atuava e também cuidava do texto. Criar um programa na internet que pudesse ir além dos limites impostos pela TV se tornou uma necessidade. Virou realidade no ano passado com a criação do canal Porta dos Fundos no YouTube, ao lado de Gregório Duviviver, que também fez Junto e Misturado, Antônio Tabet, que faz o site Kibe Loco, o publicitário João Vicente de Castro e Ian SBF, sócio de Porchat na produtora Fondo Filmes e que também é responsável por outro canal de humor do YouTube, o Anões em Chamas. O Porta dos Fundos se compromete a publicar dois vídeos inéditos por semana, toda segunda e quinta às 11h, e mais um programa mensal de quinze minutos. Com isso, todos os limites que frustravam Porchat se transformaram em um canal com quase 450 mil inscritos e mais de 59 milhões de exibições. Ele afirma que o grupo já foi procurado por todas as emissoras, interessadas em levar a ideia para a televisão, mas que o plano é não deixar a internet. O objetivo nunca foi esse. Todos inclusive já atuam na TV também. O próximo passo do grupo é a tela do cinema - talvez ainda neste ano. ESTILO LIVRE

41


comemoração_

comemoração_

25 anos em Assis A essência dos sonhos

Equipe admini strativa

IPE

EQU TODA Uma história de apenas 25 anos. Muito pouco no contexto da história da cidade de Assis, mas neste caso vale salientar a dimensão daquilo que foi feito no tempo e no espaço: suficiente para passar de uma singular loja de armarinhos, para seis belas lojas que sustentam uma das marcas mais respeitadas e amadas no mercado de perfumaria e cosméticos no Brasil: O Boticário. Essa história não foi escrita sozinha, ela foi feita por muitas vozes. Por isso cultivamos com muito carinho a capacidade de ouvir, compreender e respeitar as pessoas. Foi assim que O Boticário de Assis nasceu e cresceu, combinando diferentes visões, concentrando talentos diversos e sabendo transformar em essência única essas múltiplas contribuições. Hoje, em 25 anos de história, ocupamos os espaços e preenchemos o tempo, como nosso jeito de ser e enaltecer a vida de cada indivíduo, lembrando a particularidade de cada um. Espalhamos alegria e a beleza da vida, tendo sempre em mente a importância de cada contribuição para essa nossa história. Com certeza uma história de sucesso, pois conta com o talento de cada “personalidade” desse “grande” grupo. Grupo formado por gente e gente feliz! Parabéns a todos vocês que fazem e fizeram a Essência dos Sonhos se tornar real.

42

ESTILO LIVRE

tes

en Ger

vend a dire

ta

ESTILO LIVRE

43


44

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

45


46

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

47


02 NOVO NA TURMA

NOTAS TV_

Jeffrey Wright ("Angels in America") é o novo nome confirmado para o quarto ano de "Boardwalk Empire" (HBO). Ele interpretará Valentin Narcisse. Criada em 2010, a série já ganhou 35 prêmios, entre eles quatro troféus no Emmy em 2012.

Por_IVA OLIVEIRA

03 AQUECENDO O ELENCO Neste mês, deverão ter início as gravações da terceira temporada de "Sherlock" (BBC One). Em entrevista recente, Martin Freeman, o John Watson na série, disse não saber ao certo o que irá acontecer com seu personagem neste ano.

01 CAIU NA REDE Já está na web um curta especial que a Fox lançou pra promover o lançamento da primeira temporada de "Touch", em DVD, no Brasil. Nele, Tim Kring, produtor executivo e escritor da trama, fala sobre o programa. No enredo, Martin Bohm (Kiefer Sutherland, de "24 Horas") é um pai solteiro que tem dificuldade em se conectar com Jake (David Mazouz), seu filho autista de 11 anos.

NOVIDADE EM PAUTA Responsável pela direção de "Som & Fúria", Fernando Meirelles tem um novo projeto na manga. A partir do próximo ano, ele deverá comandar "Os Experientes", com produção da O2 Filmes. Especula-se que Ney Latorraca deverá ganhar um personagem de destaque.

05

06 NA INTERNET Esticando seus tentáculos, o "Legendários" (Record) ganha agora as redes. Aos sábados, meia hora antes de ir ao ar na TV, a atração passa a ter uma edição especial na internet. A partir das 22h30, Trouva, que já atuava nos bastidores, exibe reportagens exclusivas e entrevistas com convidados e personalidades da internet. Tudo isso no R7.com.

48

04

ESTILO LIVRE

RECÉM-CHEGADO Depois de antecipada para junho, a oitava temporada de "Dexter" começa a dar sinais de vida. Rhys Coiro, conhecido como o Billy Walsh de "Entourage", se juntou ao elenco da trama. O ator fará uma participação especial como um fugitivo que será perseguido por Deb, vivida por Jennifer Carpenter.

ESTILO LIVRE

49


50

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

51


Casamento Audrei e vinicius Por_EL

Não dia 26 de março, Vinícius, que faz dupla com João Bosco, oficializou sua união com a candidomotense Audrei Franco. A festa para 400 convidados aconteceu em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. A Cecica Doceria e sua equipe participaram do casamento na produção dos doces finos e bem casados, assim como de toda a arrumação da mesa de doces. Nesta edição você confere como esta parceria aconteceu e alguns momentos desta experiência. EL: Como recebeu o convite para fazer os doces para a festa de casamento de Vinícius e Audrey? Foi em em março de 2012, faltando um ano para o casamento. Audrei me telefonou agendando. EL: Quais foram os doces escolhidos por eles? Foram vários tipos de doces: caixa de pistache, ninho com iniciais do casal, copinho de creme de laranja com physalis, camafeu de banana, nozes com fita verde, trufa aveludada, docinho de uva, damasco recheado (olho de sogro), coco queimado e copinho de brigadeiro com cereja. Também foram escolhidos macarons verdes trufados em branco e brancos com pistache. EL: Você participou da organização da mesa? Sim, começamos a preparar os doces às 14h e terminamos de colocar nas mesas às 19h. Havia uma equipe de apoio para nos ajudar, com decoradores e o cerimonialista Ed Mendes, que nos ajudou em tudo. EL: Como foi a festa, decoração, e os preparativos para você montar a mesa de doces de acordo ESTILO com tudo queLIVRE foi escolhido? A festa foi realizada no Espaço Golf na cidade de

52

Ribeirão Preto SP, a decoração foi feita nos tons de verde musgo, flores brancas, hortências, rosas, mosquitinhos, e folhagens verdes. As peças utilizadas para montagem dos doces foram de cristais e pratarias locadas em Ribeirão Preto. EL: Qual a sensação de ter seu trabalho reconhecido por um artista renomado como ele? É muito satisfatório poder ser reconhecida. Durante a festa ouvimos vários elogios de diversos famosos, como Michel Teló e sua namorada. Agradeço à Audrei e ao Vinícius pela oportunidade e confiança na CECICA DOCERIA. Segundo eles os nossos doces são os seus preferidos e os nossos macarons são perfeitos. EL: Essa é a segunda festa que você faz para o casal. Como surgiu seu contato com eles e como eles se apaixonaram por seus doces? O primeiro contato foi para o batizado da filha do casal, como Audrei tem família em Cândido Mota facilitou o contato. Logo combinamos parcerias com as outras festas, assim como o aniversário de um ano da Maria Clara . O casamento aconteceu na terça-feira, e na quarta-feira foi realizado o aniversário de dois anos da pequena.

ONDE ENCONTRAR CECICA DOCERIA 18 3324 7433

ESTILO LIVRE

53


VITRINE SAMBA_

fotos_Carol Falcão e Ivan Mello

VITRINE SAMBA_

Como esperado, o Samba de Roda 2013 foi um sucesso. O evento reuniu mais de 2.300 pessoas de Assis e toda a região. Foram mais de 500 caixas de cerveja e muito samba de qualidade, com o grupo Originais do Samba e o Bloco Bafo Quente. Após apresentação das bandas, o camarote Estilo Livre seguiu noite adentro, embalado pelas pick-ups do DJ Felipe Mencacci. Em 2014, os organizadores prometem muitas novidades, e um evento cada vez mais bonito.

54

Dr. Marcelo Maluf Gomes

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

CRO - SP 87029

18. 3322.2170

18 3022 1699

Batentes e portas sob medida

55


AREZZO MOB PARTY CELEBRA A CHEGADA DA COLEÇÃO INVERNO 2013 Aconteceu no dia 07 de Março, na Arezzo, o lançamento da coleção Inverno 2013 com um evento inovador em suas lojas: a AREZZO MOB PARTY. Foram mais de 300 lojas Arezzo, presentes em todos os estados do Brasil, participando do lançamento simultâneo. A festa também aconteceu nos perfis da marca nas mídias sociais com uma grande cobertura on line dessa festa nacional. O Inverno 2013 Arezzo faz uma leitura completa das principais tendências da estação, como acessórios que exploram franja, jaccquard, camuflagem, bordado, pedraria e tachas, além das botas com canos variados. Os metálicos – dourado e prateado - contrapõem o clássico preto, cinza, vinho e tons terrosos nas bolsas, cintos e sapatos da marca. O lançamento contou com a presença da blogueira Juliana Aline, que deu dicas de moda e esbanjou seu charme e simpatia durante todo o evento.

FOTOS_IVAN MELLO

56

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

57


FOTOS_IVAN MELLO

58

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

59


60

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

61


62

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

63


vitrine_

Em celebração ao Dia da Mulher, a clínica de Medicina e Estética Ideally realizou um encontro muito especial com suas clientes. Um delicioso coquetel foi servido e as participantes foram carinhosamente homenageadas pelo seu dia. Parabéns a todas as mulheres!

64

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

65


SAÚDE DO SONO_

Apneia do Sono

Por_mayra triveloni

A Síndrome da Apneia e/ou Hipopneia Obstrutiva do Sono (SAHOS) é um dos distúrbios mais relacionados ao sono e altamente prevalentes na população mundial. Estima-se, inclusive, que cerca de 80% das pessoas que sofrem de apneia não sabem que possuem o problema. “A Apneia do Sono é um bloqueio da passagem de ar pela via aérea superior, de pelo menos 10 segundos, os quais a pessoa para de respirar. Como os pulmões não recebem o ar, o cérebro envia uma mensagem ativando os músculos da garganta e ocasionando um microdespertar com fragmentação do sono - é quando ocorre o ronco, com a volta da respiração”, explica o médico pneumologista com capacitação em Medicina do Sono, Luis Marcelo Pacheco Rotondaro, em entrevista à Estilo Saúde. Em recente pesquisa realizada pelo Instituto do Sono em São Paulo, através do exame de Polissonografia aplicado em 1.000 pacientes, homens e mulheres em idade adulta, constatou-se uma incidência de 30% da doença nos participantes.

66

ESTILO LIVRE

“Um dado alarmante, e, infelizmente, pessoas que sofrem de apneia do sono podem desenvolver outros problemas de saúde, como hipertensão, diabetes, distúrbios neurológicos como a sonolência excessiva diurna e doenças cardíacas”, aponta Luis Marcelo. Segundo ele, dentre as causas, estão fatores anatômicos - como alterações de mandíbula (retrognatia) -, síndromes genéticas e obesidade. “Atualmente, em virtude do estilo de vida da sociedade, estamos em meio a uma epidemia de obesidade, condição diretamente ligada à apneia obstrutiva do sono”, completa Luis Marcelo. A privação crônica do sono, por meio da apneia ou qualquer outro distúrbio, afeta significadamente a saúde e a sanidade, o desempenho e a segurança de todos nós. “Esses problemas têm tratamento e podem ser detectados através do exame de polissonografia”, ressalta Rotondaro.

ESTILO LIVRE

67


Vacina contra gripe Por_Mayra Triveloni

Começa este mês em todo país a campanha contra gripe 2013. O objetivo da campanha, que segue até o dia 26 de abril, é prevenir os casos mais graves e mortes decorrentes do vírus Influenza, uma das doenças mais comuns do mundo. Para este ano o Ministério da Saúde anunciou a inclusão de mulheres no puerpério, ou seja, grávidas que deram à luz há menos de 45 dias. O objetivo é imunizá-las para que evitem a contaminação de seus filhos. Gestantes e crianças de 6 meses a 2 anos con-

tinuam no grupo de risco, e devem receber a vacina. Outra melhoria é a atenção às pessoas com doenças crônicas. Os profissionais responsáveis pela campanha fizeram uma revisão dos grupos de risco e decidiram que todas as pessoas com doença respiratória crônica, doença cardíaca crônica, doença renal crônica, doença hepática crônica e doença neurológica crônica deverão ser vacinados, além daqueles que possuem algum tipo de imunossupressão, diabetes, obesos e quem recebeu transplante.

Para esclarecer dúvidas comuns a respeito da vacina contra a gripe, procuramos o médico infectologista, Dr. Cilas Tavares Costa, que nos concedeu entrevista:

ES. Essa vacina pode dar gripe? Dr. Cilas: Não, pois é feita com vírus da gripe inativado, ou seja, “morto”. A reação adversa mais comum é dor no local da aplicação, raramente vermelhidão no local e febre baixa no dia da aplicação.

ES: Qualquer um pode tomar essa vacina? Dr. Cilas: A princípio sim, porém se houver histórico de reação alérgica grave após ingestão da gema do ovo, é necessário avaliar risco/ benefício e sugiro antes uma avaliação médica e exames para poder indicar a vacina. ES: Após vacinada, quando a pessoa estará protegida e por quanto tempo? Dr. Cilas: A vacina protege a partir de duas semanas após a aplicação e a proteção é para cerca de 1 ano. ESTILO Todo ano deveLIVRE ser dada nova dose, pois muda a composição da vacina.

68

ES: Vacina na gravidez faz mal? Dr. Cilas: Esta vacina não tem contra indicação na gravidez, inclusive no primeiro trimestre. Pelo contrário: ela é recomendada para todas as gestantes. Existem outras vacinas que são contra-indicadas na gravidez, como a tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola). ES. Quanto custa? Dr. Cilas: R$ 70,00 a dose. Crianças com menos de 9 anos nunca vacinadas precisam de duas doses com intervalo de 30 dias entre as doses e, nos anos seguintes, apenas uma dose anual.

ESTILO LIVRE

69


COMPORTAMENTO_

A procura pela cirurgia plástica cada vez mais cedo

Dr. Bruno Baldi CRM 108381 Médico Cirurgião Plástico

Por_Mayra Triveloni e Bruno Baldi CRM 108381

Com o passar dos anos notamos várias mudanças no perfil das cirurgias plásticas no Brasil. Dentre elas, uma das mais evidentes é quanto a inclusão de implantes mamários de silicone, a segunda cirurgia mais realizada no país. O volume de mamas desejado pelas pacientes vem aumentando, conforme constatado por entidades da área, como a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). De acordo com o Médico Cirurgião Plástico Dr. Bruno Baldi, no passado, o volume padrão solicitado ficava entre 215 - 235 ml. “Hoje raramente utilizamos menos que 300 ml”, revela. Outra mudança é quanto à idade mínima para a realização de cirurgias plásticas: pacientes cada vez mais jovens procuram os consultórios de cirurgia plástica, não somente para implantes de silicone, mas também para variados tipos de cirurgias estéticas. Nestes casos, conforme orienta Dr. Bruno Baldi, é importante levarmos em conta algumas questões: a paciente já atingiu todo o seu potencial de crescimento? Os pais estão de acordo com este o procedimento? A paciente tem expectativas reais quanto a este tipo de intervenção? “Pacientes jovens, na maioria das vezes, ainda não têm filhos e a grande dúvida quando optamos pela inclusão de implantes mamários, é quanto à amamentação. Quando falamos apenas de mamoplastia de aumento, sem ter que ‘levantar’ a mama, não manipulamos a glândula mamária e o implante fica atrás da mesma, não interferindo no ato da amamentação”, explica Bruno e reforça: “vale lembrar

70

ESTILO LIVRE

que a amamentação em si não causa queda das mamas e sim o fato do aumento seguido de redução do volume das mamas causado pela gestação”. Pacientes jovens ficam mais tempo com esses implantes e, dessa maneira, caímos em outra questão: quando deveremos trocar os implantes? Segundo Dr. Bruno Baldi, hoje em dia, o grande diferencial dos implantes é a tecnologia empregada no seu revestimento, responsável por uma baixíssima taxa de contratura, uma indicação formal para a troca de próteses mamárias. “Felizmente a incidência de contraturas é baixa, dessa forma indicamos a troca dos implantes mais para acompanharmos as mudanças no corpo de nossas pacientes, como pós gestação, perda de peso, entre outras, que pela contratura propriamente dita”, esclarece Dr. Bruno e completa, “frente a tantas questões envolvendo o aumento de mamas e sua idade mínima, o ideal é que prevaleça sempre o bom senso”, conclui.

ESTILO LIVRE

71


CAPA_

CAPA_

LONGEVIDADE

Tratamento multidisciplinar Atualmente, como em nenhuma outra época, a medicina dispõe de um gigantesco arsenal diagnóstico e terapêutico para abordagem do paciente idoso, bem como para portadores de doenças psíquicas. “Muitas vezes a população não tem conhecimento pleno disso ou orientação para aproveitar os benefícios destes avanços. Cabe a nós, profissionais, fazermos uma ponte entre estes conhecimentos e os pacientes”, enfatiza Dr. Marcelo. Segundo ele, o clínico deve estabelecer um aspecto multidisciplinar quanto ao idoso, incluindo áreas afins como a Nutrição, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Psicologia, Terapia Ocupacional e Enfermagem, que se integram à abordagem geriátrica e gerontológica. “O amadurecimento e o envelhecimento são viáveis, portanto, devemos repensá-los à luz dos avanços que nos permitirão neste século, termos um “old-boom” da população, sobretudo, com grande qualidade de vida” finaliza.

Prevenção é a palavra fundamental POR_DR. MARCELO FLORIANO - CREMESP 77277

maneira o de 2012, na Filadélfia - USA - postulou-se a grande preocupação da sociedade com o crescimento numérico das doenças psíquicas em proporção geométrica, principalmente na população da terceira idade. No entanto, Dr. Marcelo Floriano também acrescenta que hoje em dia a velhice não precisa e não deve mais ser associada somente ao sofrimento ou perdas. “O idoso hoje exibe outro perfil e continua a fazer todas as coisas importantes que fazia com menos idade. Tal comportamento ressalta o valor do envelhecimento com preservação funcional e manutenção de uma possibilidade de independência”, considera.

Visão do paciente de maneira geral A população brasileira está vivendo cada vez mais. Quem comprova essa afirmação é o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que apontou, em pesquisa, que no período de 1980 e 2011, a expectativa de vida no país aumentou em mais de 11 anos, chegando a 74 anos e 29 dias. Diante dessa nova realidade, que mostra que as pessoas vão aproveitar a vida por mais tempo, o segredo para que isso seja feito sem sofrimento, mas sim com qualidade, está na prevenção. Para falar sobre o assunto, a Estilo Saúde deste mês entrevistou Dr. Marcelo Floriano, especialista em geriatria/gerontologia e saúde mental, que revela no texto a seguir, o caminho certo para se chegar à terceira idade com qualidade de vida e motivos só para comemorar. Segundo ele, as pessoas ainda costumam procuLIVRE ram osESTILO consultórios clínicos mais para o tratamento de alguma doença já existente do que para a preven-

72

ção de outras. No entanto, conforme explica, o acompanhamento preventivo, através de uma investigação adequada, pode ser responsável pela construção de uma vida diferente no futuro. “Diagnosticar problemas tanto do presente momento, como estimar doenças que poderão se expressar há alguns anos é fundamental para a busca pela longevidade e pelo envelhecimento com qualidade de vida,” afirma. O médico destaca que é preciso dar muita atenção ao diagnóstico e tratamento precoces das doenças de caráter degenerativo, quer sejam as demências e outros distúrbios cognitivos. “Pela longevidade aumentada, tais patologias se tornam bastante expressivas na população da terceira idade e o desconhecimento ainda permite que muitos danos ocorram pelo atraso do diagnóstico e do tratamento específicos”, enfatiza. Segundo ele, nos últimos quatro congressos da Associação Americana de Psiquiatria (APA), sobre-

Atualmente, a população idosa não aparenta mais a idade que tem, devido a uma mudança de postura física e dos cuidados com a sua saúde ou estéticos. Através da forma de se vestir, posição no mercado profissional e postura social, cidadãos de 70 anos muitas vezes podem aparentar uma idade próxima aos 50. Mesmo com estas mudanças visuais, é de grande importância o paciente passar por um parecer de forma integral do geriatra, com ênfase ao aspecto físico, mas considerando também o aspecto social, e o espiritual da vida humana. “O idoso deseja entender, para o sucesso do seu acompanhamento clínico, o que está ocorrendo com ele nesta fase de vida. Ele também quer ter total esclarecimento da conduta que será tomada para seu tratamento, com orientações que contribuirão para a melhora de sua qualidade de vida”, explica.

Dr. Marcelo Rodrigues Floriano CREMESP 77277

18 3321 1607 18 3022 3440

ESTILO LIVRE

73


VITRINE_

2

3

1

01. Elaine Mendes 02. Fabiana, Cláudia, Poliana e Monik 03. Valéria, Nathali, Tati e Stella 04. Pedro e Vitor 05. Mariana, Cris, Sarah e Gabi 06. Luíza, Eduardo e Paula 07. Kelem e Michele

5

4

6

7

Modalidade que pode ser realizada por adolescentes, adultos, idosos e até grávidas, o Xtend Barre une de forma adaptada os príncipios do pilates e os movimentos do ballet clássico. Os exercícios utilizam o peso do próprio corpo como carga e podem ser adaptados de acordo com as possibilidades do aluno. Em pouco tempo é possível perceber os resultados, como redução do peso, fortalecimento dos músculos e melhora da postura. Apesar das semelhanças com o Pilates e o ballet, o Xtend Barre possui características próprias. Trabalha de uma forma mais dinâmica, com uma aula ritmada

74

ESTILO LIVRE

e com música. A aula confere um gasto calórico de cerca de 400 calorias e queima de gordura corporal. O Xtend no Brasil já existe em grandes cidades e os estúdios licenciados recebem treinamento e certificação para aplicação do método. Os professores são treinados e submetidos a um teste para ministrar as aulas, pelo Xtend Barre Brazil. O método é internacional e pode ser encontrado nos Estados Unidos, Canadá, Londres, Austrália e Dubai. O estudio Pilates Hall é o único licenciado pelo método Xtend Barre Brazil no interior do estado de São Paulo. Agende a sua aula experimental sem custo.

ESTILO LIVRE

75


ENTREVISTA COM A DERMATOLOGISTA_

ENTREVISTA COM A DERMATOLOGISTA_ 4) Dra. Carla, a senhora já utiliza alguns dos produtos e equipamentos que existem na área de estética, ainda assim houve alguma nova descoberta?

AS TENDÊNCIAS QUE ESTARÃO NOS CONSULTÓRIOS DOS DERMATOLOGISTAS DO BRASIL E DO MUNDO. DRA. CARLA GANASSIN FALA SOBRE O ÚLTIMO ENCONTRO DA ACADEMIA AMERICANA DE DERMATOLOGIA: O 71º MEETING OCORRIDO EM MIAMI DE 1 A 5 DE MARCO 2013. Por_Carla Ganassin CRM 120861 | médica dermatologista

O Brasil marcou presença com mais de 3.500 especialistas, no 71º. Meeting, Encontro da Academia Americana de Dermatologia. Dra. Carla Ganassin foi uma das brasileiras que participou e fala sobre as grandes novidades na área da dermatologia clínica, estética e cirúrgica. 1) Dra. Carla, qual a importância desse evento para os dermatologistas? O Meeting é muito esperado pelos dermatologistas, pelas pessoas ligadas à área e pela população de modo geral que anseia por soluções efetivas para doenças da pele e para o tão sonhado rejuvenescimento. O evento é berço das novas tecnologias no segmento e é justamente pela sua importância, que a indústria cosmecêutica concentra os grandes lançamentos de equipamentos e produtos para a ocasião. 2) Quais são os grandes lançamentos e avanços que o 71º. Meeting American Academy of Dermatology (AAD) apresentou? De fato, o congresso trouxe avanços no tratamento das

76

ESTILO LIVRE

O profissional de qualquer área tem sempre que buscar novos conhecimentos. Isso ainda é mais importante na área médica que almeja a cura e a prevenção. Para ser mais objetiva, existem alguns problemas estéticos como a celulite, a gordura localizada e a flacidez que hoje em dia, com tratamentos minimamente invasivos podem ter uma melhora muito significativa. O uso combinado da radiofrequência, do vácuo, do ultrassom e da drenagem linfática manual e mecânica já é considerado “padrão ouro” na busca pela perfeição corporal e facial. Aparelhos como o Reaction, o Manthus, o Cellutec reúnem essas características. É claro, tudo isso associado a uma dieta equilibrada e à adoção de exercícios físicos regulares.

5) E a questão das rugas, de retardar o envelhecimento? Existem tantas opções de tratamento, algumas que de fato funcionam e outras que nem tanto - que o “leigo” não sabe mais em quem ou em o que confiar. Acredito ser essa a principal questão a ser resolvida na dermatologia, uma das áreas da medicina que mais cresceu nas últimas décadas. Já existem alguns consensos. Por exemplo, com relação à aplicação da toxina botulínica, não há dúvida de que ela é a solução para as rugas finas de expressão ao redor dos olhos, na glabela, na testa. O que se aperfeiçoou é a maneira de aplicá-la, para quem e quando é a hora de utilizar, para obter um resultado efetivo e o mais natural possível. O mesmo pode-se dizer dos preenchedores. Existem técnicas e produtos testados e aprovados mundialmente. Tratam-se de substâncias naturais e hipoalergenicas, bastante seguras e com resultados surpreendentes. 6) O que a senhora tem a dizer às pessoas que leem a sua coluna e acompanham o seu trabalho sempre com muita expectativa? Para nós dermatologistas, o Meeting é um evento muito especial de aprendizado e de intensa reflexão. É preciso adotar uma postura criteriosa para selecionar os procedimentos que se tornarão rotina e que apresentarão, de fato, os melhores resultados. É de vital importância deixar de lado a ganância que norteia o meio acadêmico, e não alardear falsas promessas, tratamentos experimentais, sem comprovação científica condenados ou não aprovados pelo FDA, pela ANVISA e pelo CFM.

alopecias, nas áreas de cosmecêuticos e nutracêuticos, novas fórmulas de peelings, opções terapêuticas para discromias da pele e substanciais mudanças na aplicação da toxina botulínica e de preenchedores. 3) O que isso muda na vida das pessoas de modo geral? Para os pacientes com queda de cabelo, já existem tratamentos acessíveis, seguros e que, de fato, funcionam. É possível recuperar o cabelo que foi perdido nos últimos dez anos e evitar – se tratados no início da queda – que muitas pessoas fiquem carecas. Para os pacientes portadores de doenças como o vitiligo; para o melasma e melanoses de difícil tratamento e principalmente para os cânceres de pele bastante agressivos foram apresentadas opções de terapias mais rápidas e menos invasivas. Além de inovações no tratamento e nas cicatrizes da acne e de inúmeras outras patologias que preenchem o dia a dia dos consultórios. Aparelhos consagrados de laser como o Starlux, com suas múltiplas ponteiras foram reiterados como excelência em resultados para diversas doenças da pele. ESTILO LIVRE

77


Envelhecimento_

A importância da alimentação saudável em cada fase da vida. Por_mayra triveloni

Numa sociedade onde vale tudo para manter a juventude cultuada, é normal que muitas pessoas veem na velhice um certo temor. Mas é importante ter consciência de que o envelhecimento é algo inerente a todos nós e que, nesse inevitável processo, o estado de saúde interno vale bem mais do que uma pele lisinha e jovial. Permanecer jovem por mais tempo também depende de uma série de fatores, dentre eles a alimentação: em entrevista à Estilo Saúde desse mês a nutricionista Ana Paula de Souza explica os cuidados com a alimentação em cada fase da vida. Infância: priorizar a amamentação até o 6º mês para se evitar processos alérgicos e favorecer a simbiose intestinal. “Após este período, é importante respeitar a introdução correta dos alimentos, evitando misturas homogêneas em que a criança não sabe o que está comendo; fato que pode ter como consequência a recusa na idade pré-escolar”, explica Ana Paula. Introduzir os chamados alimentos do século, cereais integrais como macarrão, pão e arroz, segundo Ana Paula, irão prevenir o sobrepeso, dislipidemias e diabetes. “Até a criança completar cinco anos, seu apetite não está lá aquelas coisas, portanto, se faz necessária a suplementação de algumas vitaminas. O médico ou nutricionista é quem irá avaliar”, completa. Não se deve oferecer o que é mais prático, como os sucos de caixinha, e comidas industrializadas, pois prejudicam a saúde. “Pesquisas recentes apontam que os filhos terão menos expectativa de vida que os pais, em virtude dessa prática”, informa. Pré-adolescência: estimular as grandes refeições, como o café da manhã, por exemplo, importantíssimo para o desempenho escolar. “Entre todos os alimentos que devem fazer parte de uma alimentação equilibrada, priorizar os cereais integrais, as frutas e verduras e o feijão. Mesmo que o pré-adolescente coma as guloseimas, ele estará protegido”, explica. Adolescência: continuar a introdução dos alimentos funcionais, como sucos integrais (uva), linhaça, peixes,

78

ESTILO LIVRE

etc. “O apetite está bom nessa fase, e já há um bom entendimento do que é saudável ou não. Cabe aos pais não desistirem de estimular, pois os bons hábitos alimentares e de vida já se consolidaram para a vida adulta”, esclarece Ana Paula. Fase adulta: apostar na alimentação funcional! “O importante não é só somar as calorias, mas saber de onde elas vêm”, destaca. Comprar mais produtos orgânicos, preparar receitas com farinhas integrais; consumir linhaça, aveia, castanhas (amêndoa, Pará, pistache), frutas e vegetais crus. “É importante consumir molhos concentrados preparados com tomate fresco para os homens, principalmente, e mulheres. São grandes aliados na prevenção do câncer”, acrescenta Ana Paula reforçando que nessa idade, até perto dos 60 anos, deve-se aumentar o consumo de alimentos ricos em antioxidantes e ômegas, que neutralizam o envelhecimento e diminuem os riscos de doenças degenerativas. Acima dos 60 anos: continuar apostando na nutrição funcional. “Cuidar para ter uma vida equilibrada, afinal teremos ao menos 20 anos pela frente e devemos ter autonomia para que esses anos sejam bem vividos. Ou seja, se tivermos bons hábitos alimentares e de vida não precisaremos da ajuda dos outros para andar, tomar banho, etc.”, finaliza Ana Paula.

ONDE ENCONTRAR Dra. Ana Paula de Souza Rua Sebastião da Silva Leite, 798 Centro Assis-SP

18 3323 3395 ESTILO LIVRE

79


DA REDAÇÃO_

Escolhas inteligentes, para um envelhecimento saudável. Você pode não saber, mas os hábitos do dia a dia ocupam quase metade do nosso tempo. Mais precisamente, 40%, segundo pesquisa realizada pela Universidade Duke, dos Estados Unidos. É como se estivéssemos no “automático” boa parte do nosso dia. Felizmente, os hábitos são decisões conscientes que podem sim ser mudados, por mais enraizados que estejam! E especialmente neste mês,a Estilo Saúde faz uma abordagem sobre a importância da mudança de comportando para um envelhecimento saudável. Envelhecer é um processo inevitável da vida e as decisões que você toma hoje determinarão a saúde de amanhã. Permanecer jovem por mais tempo também depende de uma série de fatores: alimentação, atividade física, sono de qualidade, laços afetivos e ainda questões sociais. O Brasil tem hoje cerca de 21 milhões de idosos (pessoas acima dos 60 anos); em 2055 esse número passará para 32 milhões, quando o país ocupará o sexto lugar no mundo em população idosa. Em 2050, o percentual de idosos será igual ou superior ao de crianças de 0 a 14 anos. Nessa edição você confere também uma reportagem sobre a procura cada vez mais cedo por intervenções cirúrgicas - o que considerar nestes casos? O Cirurgião Plástico, Dr. Bruno Baldi esclarece. Falaremos ainda sobre Apneia Obstrutiva do Sono, um mal que atinge mais pessoas do que você imagina. E, em abril, começa em todo país a vacinação contra a gripe. Quem deve tomar? Essas e outras dúvidas você confere na reportagem com o Dr. Cilas Tavares Costa. Boa leitura!

Mayra Triveloni

Atendimento e Redação

DIRETOR Jeziel Marquezini EDITORA Carolina Marquezini DIRETOR COMERCIAL Daniel Israel DIREÇÃO DE ARTE E DIAGRAMAÇÃO Camila Bahis IMPRESSÃO Editora Conosco_Indústria Gráfica TEXTOS Mayra Triveloni FOTOS Ana Carolina V. Falcão JORNALISTA RESPONSÁVEL Carolina Marquezini_MTB_41418 SP TIRAGEM 18 mil exemplares PARA ANUNCIAR Daniel Israel_18 9732 0007 daniel@revistaestilolivre.com.br ANÚNCIOS E PATROCÍNIOS Além de anúncios institucionais e comerciais em formatos tradicionais, a Estilo Livre oferece a opção de patrocínio das seções e colunas fixas. Fale com nosso departamento comercial.

80

*O conteúdo das propagandas e informes publicitários é de inteira responsabilidade dos contratantes.

ESTILO LIVRE

REVISTA ESTILO LIVRE Abílio Duarte de Souza, 257 . 18 3022.3152 revista@revistaestilolivre.com.br www.revistaestilolivre.com.br

ESTILO LIVRE

81


82

ESTILO LIVRE

Edicao27  
Advertisement