Page 1

ESTILO LIVRE

3


ÍNDICE_

06 08 12 13 18 26

entrevista

paloma bernardi

Papel de vilã em “Salve Jorge”

Carros

novidades Audi, Honda, Ferrari, BMW e Gol

informática

a tecnologia dos games Opção de ferramenta de educação

moda

Elephunk Assisense lança marca de roupas

páscoa

hora de montar a mesa

Sugestões especiais para a ocasião

turismo

na estrada de moto

DA REDAÇÃO_

Brincadeira que deu certo Na reportagem de capa deste mês da Estilo Livre vamos mostrar que, quando bem pensados e organizados, projetos que parecem apenas uma brincadeira entre amigos podem se tornar grandes. É o caso da festa Samba de Roda, que já se tornou tradição em Assis na época da Páscoa e que começou, na verdade, como uma reunião informal entre colegas. De encontro casual a um evento para mais de três mil pessoas, que já está em sua nona edição. Essa é a história do Samba de Roda, que vem sendo promovido anualmente por um grupo de cinco amigos e a cada ano vem fazendo mais sucesso pela organização e qualidade do evento. Confira na reportagem como surgiu a ideia da festa e quais serão as novidades para o evento deste ano. Acompanhe também as diversas outras coberturas jornalísticas que preparamos para vocês, como as reportagens que dão dicas de destinos turísticos paradisíacos e ainda locais bem pertinho de Assis que estão oferecendo cada dia mais opções de turismo rápido e muito prazeroso. Leia ainda a homenagem que fizemos às mulheres da cidade, pelo seu mês, contando as histórias de vida e de conquistas de algumas delas. Aproveite!

Assissenses viajam pela América do Sul

CAROLINA MARQUEZINI DIRETORA DA REDAÇÃO

30 32 34

paisagem regional Ribeirão Claro

Opção de turismo bem pertinho

literatura

pra levar na viagem

Livros e assuntos interessantes

decoração

contato com a natureza

Conheça a casa ecologicamente correta

DIRETOR Jeziel Marquezini EDITORA Carolina Marquezini DIRETOR COMERCIAL Daniel Israel DIREÇÃO DE ARTE E DIAGRAMAÇÃO Camila Bahis IMPRESSÃO Editora Conosco_Indústria Gráfica TEXTO E FOTOS Agência Estado FOTOS Ivan Mello_Freelance

24 Capa

4

Samba de Roda: a balada que virou tradição em Assis.

Foto de Capa: RED PHOTO IMAGEM ESTILO LIVRE

JORNALISTA RESPONSÁVEL Carolina Marquezini_MTB_41418 SP TIRAGEM 18 mil exemplares PARA ANUNCIAR Daniel Israel_18 9732 0007 daniel@revistaestilolivre.com.br ANÚNCIOS E PATROCÍNIOS Além de anúncios institucionais e comerciais em formatos tradicionais, a Estilo Livre oferece a opção de patrocínio das seções e colunas fixas. Fale com nosso departamento comercial. *O conteúdo das propagandas e informes publicitários é de inteira responsabilidade dos contratantes.

REVISTA ESTILO LIVRE Abílio Duarte de Souza, 257 . 18 3022.3152 revista@revistaestilolivre.com.br www.revistaestilolivre.com.br

ESTILO LIVRE

5


ENTREVISTA_

Cenas de briga e abuso sexual são complicadas

entrevista_

POR_ Leonardo Valle

(AE) - De menina traficada à cúmplice da máfia de tráfico humano, a ambiciosa Rosângela, interpretada por Paloma Bernardi, ganha cada dia mais importância na trama da novela “Salve Jorge”. “É o papel mais importante da minha carreira”, afirma ela. O que muita gente não sabe, entretanto, é que a trajetória profissional da atriz começou há 17 anos, na novela infantil “Colégio Brasil”, do SBT. A ida para a Globo só ocorreu em 2009. Nesta entrevista a atriz faz uma rápida revisão da sua carreira e revela os principais desafios de integrar o time de vilões de “Salve Jorge”. AE: Como recebeu o convite para “Salve Jorge”? PALOMA: O convite veio através do Marcos Schechtman (diretor-geral) que me recebeu de uma forma muito carinhosa. Tivemos uma conversa profunda sobre o universo da novela e, por fim, ele terminou com o suspense e me disse eu que faria a Rosângela. AE: Como você deu forma à personagem? PALOMA: Quando recebi o convite, já comecei a ver algumas coisas. Participamos de palestras com famílias que perderam suas filhas, com ONGs que abraçam a causa e delegadas que investigam esses casos. Também fui a prostíbulos, assisti a filmes, li diversos livros sobre o tema, enfim, pesquisei o cotidiano dessas mulheres, analisei a relação delas com os homens. Além desse trabalho de pesquisa e laboratório, eu também fiz aulas de dança sensual. AE: O que chocou mais nos prostíbulos? PALOMA: O que mais me deixa indignada é saber que existem pessoas, principalmente homens, que tratam as mulheres e até mesmo crianças como objeto. Como ‘coisa’ mesmo. Elas são abusadas e humilhadas simplesmente para satisfazer o prazer e realizar as piores fantasias sexuais deles. Esse tipo de gente não reconhece o próximo como seu semelhante. E se fosse com a filha deles? Com a irmã? Se existe o produto é porque existe a procura. Adoraria que essas pessoas colocassem a mão na consciência.

6

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

7


CARROS_

F150, sucessora da Ferrari Enzo, está em testes na Itália

8

Novo Audi será exibido no Salão de Genebra este mês

Honda apresenta modelo para o público jovem

(AE) -O sedã Audi A3, construído sobre a plataforma MQB do Grupo Volkswagen (a mesma do hatch A3), foi criado para concorrer diretamente com o também novato MercedesBenz CLA. A silhueta compacta do sedã esconde um interior quase tão espaçoso quanto o do A4 e basicamente com o mesmo nível de acabamento. O sedã terá duas opções de motor 2.0: a gasolina, com 220 cv, e turbodiesel, de 140 cv.

(AE) -A Honda escolheu a pequena mostra de Montreal, no Canadá, para apresentar um protótipo de modelo urbano feito para o público jovem. Trata-se do Gear, que, com sua dianteira quadradona, tem visual futurista e irreverente. A fabricante japonesa não revelou detalhes, mas publicações especializadas dos EUA e Europa informam que o carro pode dar origem ao novo compacto global da Honda.

(AE) - O mundo está cada vez mais perto de conhecer a nova supermáquina que a Ferrari lançará para ocupar o lugar que foi da Enzo. Conhecido nos corredores da empresa pelo nome de F150, o modelo foi flagrado em testes em Maranello, na Itália, onde fica a sede da fabricante. Segundo fontes, o carro tem monobloco de fibra de carbono - pesa menos de 1.100 kg -, e a posição de dirigir recria a experiência de um Fórmula 1. O superesportivo tem motor V12 de 6,3 litros a gasolina, e sistema híbrido Hy-Kers, que usa a energia de desacelerações e frenagens para produzir eletricidade e recarregar as baterias de íons de lítio. O câmbio é automatizado de sete marchas e dupla embreagem.

Novo Gol terá plataforma do Up

BMW 650i Cabrio: para ver e ser visto

Jac J3 ganhou leves atualizações

(AE) - O Volkswagen Gol vai mudar de geração, em 2015, pela quarta vez. O carro mais vendido do Brasil há 26 anos seguidos passará a usar a plataforma do novato Up, subcompacto que a montadora começa a produzir em outubro. Fabricar o Gol sobre a nova base ajudou a Volkswagen a “fechar a conta” para a produção do Up no País. O novato será o carro de entrada, com preço em torno dos R$ 26 mil. ESTILO LIVRE

(AE) - Enorme, ágil, classuda e para poucos. Assim é a versão Cabrio, primeira de três variantes da nova geração do Série 6 - a terceira começa a chegar agora às lojas do País. Apenas 1 centímetro mais curto que um Chevrolet Trailblazer, por exemplo, o conversível da BMW está à venda com motor V8 de 407 cv por R$ 577.200. No visual, chamam a atenção as linhas bem resolvidas da dianteira e, principalmente, as da traseira.

(AE) - A JAC Motors completou dois anos no mercado brasileiro e o J3, como era intenção da marca chinesa, tornou-se seu carro-chefe no País. No ano passado, o hatch recebeu leves atualizações para a linha 2013, como máscaras negras nos faróis, nova alavanca de câmbio - a mesma do sedã J5 - e espelho no para-sol. A tabela foi reduzida recentemente. Com isso o J3 passou a custar R$ 34.990, redução de R$ 2 mil.

ESTILO LIVRE

9


MÊS DA MULHER_

MULHERES: MUITAs HISTÓRIAs PaRA CONTAR

HELENIRA DOI- EMPRESÁRIA Como toda família recém constituída, após dois anos de casados, eu e meu marido resolvemos aumentá-la. Engravidei de trigêmios devido a um tratamento que fiz, mas infelizmente não consegui levar a gravidez até o final, pois tive praticamente um aborto. No entanto, felizmente conseguimos salvar um dos bebês, que nasceu com 800 gramas e 30 centímetros. Dois anos depois, engravidei novamente, sem tratamento, e dessa vez de gêmeos. Foi um susto, mas tudo bem, quem cria um cria dois, três e foi o meu caso. Ser mãe não é um trabalho fácil. No meu caso foi triplicado e cheio de emoções à flor da pele. Enquanto eles moravam comigo eu fazia tudo pra eles... Mas chegou o dia em que eles tiveram que sair de casa. Entrei em depressão e resolvi fazer alguma coisa pra preencher o espaço que faltava. Resolvi trabalhar. Fiz curso de estética, mas o que mais me agradou na área foi a depilação. Hoje tenho a franquia de uma cera de chocolate anestésica (cera marroquina) e vivo feliz!

INÊS PIMENTEL - PRESIDENTE DA CÂMARA DE C.M. Casada com Júlio Pimentel e mãe de Bárbara e Júlia, a candidomotense Inês Pimentel não mede esforços para se dividir entre a família e o trabalho. Na vida pública há 25 anos, sendo Assistente Social de formação (e coração), nesse período, exerceu diversos cargos em Cândido Mota, dentre eles: Secretária de Assistência Social, Secretária de Saúde, Vereadora e Vice-prefeita, e não poderíamos deixar de mencionar, ainda, sua passagem pela UNIP/Assis como professora e coordenadora da primeira turma do curso de Serviço Social. Atualmente comanda o Poder Legislativo candidomotense. É a primeira mulher a exercer este posto em Cândido Mota. “Sou incansável, apaixonada pelo que faço. Estou sempre aberta às críticas e sugestões, pois acredito que ninguém é uma ilha e que trabalhar em equipe é o caminho mais acertado”. Dedicada e empreendedora, Inês tem implantado diversos programas, atuando diretamente com a população menos favorecida.

LENIRA SIAN - PROFESSORA APOSENTADA Sempre fui uma pessoa muito dinâmica. Sempre gostei muito de estudar, ler, cuidar de mim, de meus pais, de ajudar minha família e quem precisasse de mim e muito, muito do meu trabalho. No início de 2006 quando eu devia estar com um novo ânimo, eu estava sentindo uma canseira imensa. Os médicos diagnosticaram cardiomiopatia dilatada. Fui ficando fraca, desanimada, emagrecendo muito. Minha única distração era a leitura. Foram vários diagnósticos errados: Alzheimer, Parkinson, depressão, síndrome do pânico. Até que um dia, lendo o Estadão, vi um artigo do Dr. Fernando Campos Gomes Pinto, que atua em São Paulo, sobre hidrocefalia de pressão normal. Foi a minha salvação. Consultando o Dr. Fernando ele confirmou o diagnóstico. Fiz a cirurgia e quando voltei da anestesia era outra: calma, tranquila, feliz... Renasci. Hoje vou ao cinema, leio, trabalho, bordo, costuro...Quero recuperar o tempo perdido. Agradeço a Deus e ao Dr. Fernando por esta revolução na minha vida.

10

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

11


A tecnologia de games ensina coisas muito rápido POR_ Vinícius Félix

O nome de Nolan Bushnell pode ser desconhecido para você, mas sua criação certamente não. Fundador da Atari em 1972 e criador do clássico Pong, o senhor simpático de 69 anos foi o único chefe de Steve Jobs, que trabalhou na Atari. Ao longo da carreira teve mais de 20 empresas, além da conhecida Atari, responsável por popularizar o videogame doméstico. Na entrevista abaixo, ele falou de videogames, empreendedorismo e educação. (AE) - O que passou pela sua cabeça quando jogou videogame pela primeira vez? Bushnell - O primeiro foi o Spacewar, em uma universidade. Fiquei hipnotizado e fascinado e pensei comigo “preciso levar isso para todos”. Foi ali que pensei em trabalhar com isso no futuro. (AE) - Como era trabalhar com games na década de 70? Bushnell - Era impossível. Ninguém acreditava que o videogame pudesse se tornar um negócio. Como resultado desse cenário, nós começamos completamente sozinhos. O dinheiro todo da Atari no início eram apenas 500 dólares. E nós não tiramos um centavo de financiadores ou empresas de capital até termos uns quatro anos de idade e cerca de quatro milhões de dólares em vendas. Foi quando algumas pessoas começaram a acreditar em nós.

12

ESTILO LIVRE

(AE) - O senhor se arrependeu quando vendeu a Atari em 1976? Bushnell - Arrependo-me de ter vendido a Atari, mas ao mesmo tempo a empresa precisava de muito dinheiro para produzir o VCS (Video Computer System), e entrar no mercado do cartucho. E parecia que havia uma grande demanda e nós sabíamos que não tínhamos dinheiro para cumpri-la. A venda foi um passo estratégico. Atualmente gosto da minha vida de começar empresas e vendê-las para pessoas que vão dar continuidade a elas. (AE) - Por que investir na combinação de games e educação? Bushnell - Aprendi há muitos anos que a tecnologia de games ajuda as pessoas a aprender as coisas muito rápido. Primeiro é como jogar o jogo, como andar em um mundo estranho e resolver problemas, quando na verdade você está fazendo matemática no cérebro. Muitos games cobram isso da criança, mas não dizemos isso para elas. Seria bom dizer. Estou ficando velho e quero ajudar a consertar algum dos problemas do mundo e vi que esta é a hora certa de fazer. O que é a hora certa? Hardware barato, boa rede e bons softwares. Chega desse péssimo método “sente e fique quieto e ouça alguém” - 8% dos estudantes param de prestar atenção nos dez primeiros minutos.

Assisense se aventura no mundo da moda

ElephunK

games

INFORMÁTICA_

Criatividade é elemento indispensável na moda. E buscando inspiração nos mais variados conceitos do dia a dia, como música, cinema, arte e cultura, o assisense André Foganholi criou a marca de camisetas ElephunK, que transpira estilo e personalidade. Para desenvolver suas estampas, André vai além do simples modismo, é influenciado pela fotografia, grooves, contracultura e pela vontade de apresentar algo único. “Abordamos a moda ElephunK como um fenômeno sociocultural que expressa usos, costumes e hábitos em determinados momentos. Nós oferecemos inspiração para que você se mova e seja parte da nossa coleção, seja parte do que queremos transmitir e renovar, desde questionar valores retrógrados até fomentar discussões que acabem com preconceitos”, explica André.

Atualmente a marca é vendida através do site www. elephunk.com.br para diversos pontos do país. Mas esse sucesso vem de planejamento, discussão e muita dedicação. André possui experiência como produtor; já trabalhou com marcas conhecidas e hoje apresenta sua ideia embasado no compromisso com algo realmente diferente. “A moda nos permite ir além, criar algo incrível. Temos muito a dizer através da ElephunK; temos muito o que fazer”, completa o jovem empresário.

Onde encontrar +55 18 9701.8429 www.elephunk.com.br ESTILO LIVRE

13


VITRINE_

14

A empresária Gecilene Parrales, proprietária da Pax Universal, reuniu amigos e familiares na noite de seu aniversário. Os convidados conferiram uma bela apresentação árabe e ainda puderam contribuir com uma iniciativa social! Cada convidado, no lugar do presente, doou uma cesta básica para voluntários que atendem pessoas carentes. Parabéns para nossa querida Gecilene. ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

15


GASTRONOMIA_

Mania de fotografar comida POR_ Mônica Nóbrega

(AE) Caro chef David Bouley, Nem todo chef gosta da mania de clicar pratos e postar em redes sociais. Nós adoramos - e acreditamos que, com discrição, ninguém faz feio, seja em Nova York, Londres ou aqui no Brasil. Você contou ao mundo no The New York Times: não é um entusiasta da mania de fotografar comida. No seu restaurante em Nova York, convida o freguês a ir até a cozinha para não deixá-lo disparando cliques no salão. Com todo o jeitinho para não magoar, tenho certeza. Mas parece que, a partir daquele artigo publicado no jornal, ficou decretado: fotografar comida em restaurante chique é o novo comportamento cafona, que dá pinta de deslumbramento e transforma as expressões blasé ao redor em olhares de desprezo. Claro que você não foi o primeiro a mostrar chateação com as câmeras onipresentes. Também aí em Nova York, o três-estrelas Michelin Chef’s Table proíbe foto de comida há algum tempo (e avisa na reserva). No Momofuku Ko, que tem apenas 12 lugares, a equipe lembra os desobedientes de guardarem o iPhone. Os Momofukus Shoto, de Toronto, e Seiobo, de Sydney, pedem encarecidamente aos comensais que, ao menos, não usem flash. O mesmo faz o londrino Fat Duck. Parece que não há avalanche de curtidas no Instagram ou no Facebook capaz de mudar sua opinião e a de seus colegas de desconforto. Não vou me atrever a dizer que não têm a sua razão, nem entrar no mérito de que fotografar pode ser parte da experiência. Mas talvez vocês estejam exagerando um pouco. Aqui no Brasil, por exemplo, a chef Nancy Souza diz que até gosta quando o cliente se encanta com os camarões em molho de brie e damasco montados sobre uma folha de azedinha, o arroz de jasmim com lâminas de castanha-do-pará torradas para dar crocância, e prepara o clique. São só alguns segundos, não atrapalha nadinha, ela garante. O Santíssima Gula, restaurante da Nancy, fica em Tiradentes, Minas Gerais. Você conhece Tiradentes, Bouley? Ruas de pedra, casas coloniais, becos, igrejas absur-

16

ESTILO LIVRE

das de tão lindas. Aquilo ali é uma experiência. Até concordo com você que muita foto amadora sai ruinzinha de dar dó. Mas pense bem: mesmo estas ajudam a espalhar entre amigos as delícias do seu restaurante. Meu compatriota Diego Fabris acha que essa é a melhor propaganda que existe, por ser espontânea. Com o que a ótima chef Mônica Rangel, do restaurante Gosto com Gosto, em Visconde de Mauá, concorda. Diego sabe do que fala: é um “caçador de comida”, um dos fundadores do Destemperados, que começou como blog, virou projeto multimídia e tem mais de 100 “caçadores” escrevendo sobre experiências gastronômicas pelo mundo. Como nenhum deles quer incomodar, as fotos são sempre feitas sem flash, discretamente. Eis outro ponto, a discrição. A partir de suas queixas e das de seus colegas, tomei a liberdade de criar a pequena listinha de regras de etiqueta que está aqui embaixo, com a qual torço para que você concorde.

SEM MICO 1. Não use flash: incomoda e a foto ainda fica feia 2. Nunca fique em pé ou suba na cadeira. Fotografe sentado, discretamente 3. Jamais leve ao restaurante equipamentos extras como tripé 4. Em hipótese alguma fotografe o prato dos outros, nem pedindo licença 5. Se a foto de um prato incrível ficou horrível, não poste nas redes sociais, para não denegrir injustamente o trabalho do chef

ESTILO LIVRE

17


DICAS_

Cícera optaram pela mistura das cores branca, azul, amarela e verde, contrastadas com a madeira da mesa e com artigos em prata. Além disso, fomos buscar também ideias tradicionais da família Garmatz, que veio para Assis do Rio Grande do Sul e todos os anos comemora a Páscoa confeccionando ovos de chocolate e as tradicionais cascas de ovos pintadas à mão e recheadas com amendoim. Ainda fazem parte do cardápio pés de moleque. Tudo sempre envolvendo toda a família. Ovos pintados à mão – Segundo a matriarca da família, Noeli Garmatz, as cascas de ovos são guardadas durante o mês que antecede a Páscoa, depois são fervidas, para tirar o gosto do ovo, e posteriormente passam pelo processo de pintura com tiras de papel crepom mergulhadas no vinagre. As casas são recheadas com o amendoim que restou do tacho utilizado para fazer o pé de moleque e o buraquinho feito na casca do ovo é tampado também com o papel crepom molhado no vinagre.

Sugestões para a Páscoa Por_ carolina marquezini

Está sem ideias para montar uma mesa de Páscoa diferente para a ocasião este ano? Então aqui segue uma sugestão. Pensando em ajudar quem quer organizar uma comemoração com todo o requinte que a data merece, a Estilo Livre deste mês reuniu ideias da chef Marina Pereira, do Restaurante Tom, da empresária Bruna Fial, que agora está representando a marca Le Lis Blanc Casa na Papelaria Comercial, de Josiane Andreotti, da Cecica Doceria, em parceria com Helena Beltrão, e também da Cícera’s Floricultura. Para o cardápio, a chef Marina sugere que as pessoas procurem ingredientes simples, facilmente encontrados na cidade, sempre mantendo as tradições cristãs, utilizando por exemplo, o pão, o azeite e o alecrim, que representam as ervas amargas usadas na época de Jesus e na mesa da Santa Ceia. Para variar na utilização do chocolate e dar um toque de brasilidade à sobremesa na ocasião, a chef preparou um pavê de brigadeiro com mel e praliné de nozes de pecan. Para complementar o cardápio de doces, Josiane Andreotti preparou doces finos e também cupcakes, todos impecavelmente decorados por Helena Beltrão com os tradicionais símbolos da Páscoa, coelhos e cenouras - acabamento perfeito para a montagem de uma mesa de doces diferente e bastante atrativa para as crianças e também para os adultos. Já para a decoração da mesa do almoço, Bruna Fial e a

18

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

19


20

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

21


TURISMO_

Praia do Espelho Conforto e preço justo POR_ Felipe Mortara

(AE) - Há alguns anos, ela invariavelmente dá o ar da graça nas listas de praias mais bonitas do Brasil. Vaidades à parte, até o nome é inspirador: Praia do Espelho. Pertinho de Trancoso, ela reflete (com o perdão do trocadilho) com alguma fidelidade o que é este belo trecho do litoral sul baiano. O mar, de um verde transparente, convida a um mergulho demorado, sem hora para partir. Especialmente se você chegar durante a maré baixa, quando se formam piscinas naturais com águas quentinhas. É preciso dizer, contudo, que nem tudo são flores no Espelho. A não ser que dinheiro não seja um problema: a maior parte das poucas barracas de praia cobram consumação mínima para os visitantes utilizarem suas espreguiçadeiras, esteiras e banheiros. Os valores podem variar de R$ 40 a R$ 100 por pessoa, o que pode ser muito dinheiro para quem só quer curtir um despretensioso dia à base de água de coco e, no máximo, petiscar porções de isca de peixe ou camarão. Quando estive lá, no início do ano, passei por cinco barracas que, apesar dos preços tão salgados quanto a água do mar em frente, não tinham disponíveis cadeiras ou espreguiçadeiras minimamente confortáveis à sombra. Isso até chegar diante da aconchegante pousada Enseada do Espelho (enseadadoespelho.com.br). Cadeiras

22

ESTILO LIVRE

confortáveis e reclináveis, esteiras de palha e uma abundante sombra despertaram a curiosidade. O prestativo garçom Tiago explicou que poderíamos ficar por ali e curtir o dia se encomendássemos o almoço, com hora agendada. Do cardápio, pedimos um excelente e farto nhoque de aipim com frutos do mar (R$ 54) e um gostoso filé de badejo grelhado ao molho de maracujá com arroz de coco (R$ 50) - individuais. O almoço é servido em delicados pratos pintados à mão em mesas montadas sob chapéus-de-sol. O preço da diária, R$ 480 por casal, também é correto levando em conta a localização magnífica e o conforto que oferece.

ESTILO LIVRE

23


CAPA_

Samba de Roda marcará Páscoa POR_ carolina marquezini

O que começou apenas como um encontro informal entre amigos todos os anos na época da Páscoa, em Assis, hoje se transformou em um grande evento, mais precisamente na maior festa open bar de toda a região: o Samba de Roda. Organizado por cinco amigos, entre eles, Bruno Fiorucci, Danilo Balieiro, Fabiano Fiorucci, Gustavo Noronha e Pedro Monteiro, o evento, que este ano será no dia 30 de março, no recinto da FICAR, promete muita diversão, com estrutura para mais de três mil pessoas e espaço de camarote de tirar o fôlego. Confira a entrevista dos organizadores do evento e descubra o que eles programaram para este ano.

bruno, pedro, fabiano, gustavo e danilo (organizadores do evento)

EL: Há quanto tempo vocês organizam o “Samba de Roda”? RODA DE SAMBA: Há nove anos, porém este é o décimo evento. EL: Como surgiu a ideia da festa? RODA DE SAMBA: Estávamos cansados da falta de opções na época, quando os eventos que predominavam eram as chamadas ‘’festas rave’’. Então, em um sábado decidimos fazer uma festa com samba, muita cerveja e mulher bonita, e, o melhor de tudo, é que a festa seria durante a tarde toda até a noite. EL: A cada edição o Samba de Roda tem surpreendido mais pela qualidade e organização, comente este sucesso. RODA DE SAMBA: Nas primeiras edições comprávamos tudo e dividíamos entre todos os amigos, com direito até ao famoso ‘’rateio’’ no final, rsss. Porém, nas edições seguintes, os amigos levavam seus amigos, que depois levavam os amigos dos amigos e fomos tendo que nos adequar à quantidade de pessoas, e desde sempre nos preocupando com a qualidade e segurança da festa, afinal, ela sempre foi formada por todos os nossos amigos. EL: O que vocês estão planejando para este ano. Há alguma novidade? RODA DE SAMBA: Para este ano traremos o estilo malandro e alegre do Rio de Janeiro. O samba carioca ao som de Os Originais do Samba, grupo que teve, entre seus fundadores, o saudoso Mussum. Também teremos o bloco de carnaval mais famoso do Paraná, o Bloco Bafo

24

ESTILO LIVRE

18. 3324.2451 :: 3321.1825

Quente, que por onde passa arrasta multidões. Além disso, haverá ainda toda a grande infraestrutura que sempre foi vista, e um pouco mais. EL: Fale sobre a estrutura da festa deste ano, sobre a venda de convites, os camarotes, enfim, sobre tudo que as pessoas precisam saber para ir à festa. RODA DE SAMBA: O evento vai contar com uma infraestrutura para mais de 3.000 pessoas, com tendas e área coberta para 2.500 participantes. Grande bar de cerveja, bares com equipe de bartenders e praça de alimentação. Contaremos com segurança especializada, amplo estacionamento, painéis de led, decoração, etc. O camarote, que nessa edição terá parceria com a Revista Estilo Livre, terá decoração personalizada, banheiros, bares com drinks, puffs e louges exclusivos para os convidados, que terão acesso à area vip em frente ao palco. PROFISSIONALISMO Um ponto extremamente importante e que gostaríamos de ressaltar, é que fazemos a festa toda dentro da legalidade, com alvará da Prefeitura, Corpo de Bombeiros, licença da Vigilância Sanitária e com seguranças em número maior do que o necessário. Tudo isso porque temos total interesse em atender muito bem nossos amigos e todos os convidados que estarão presentes, com total segurança e tranquilidade. Os convites serão vendidos na VELVET e TESS 217, em Assis, por promoters, e através do site: www.sambaderodaassis.com.br. Mais informações no site e na fan page do evento no facebook.

ESTILO LIVRE

Dr. Marcelo Maluf Gomes CRO - SP 87029

18. 3322.2170

18 3022 1699

Batentes e portas sob medida

25


Peru, Chile, Argentina e Paraguay,

de moto Grupo de motociclistas de Assis e região roda 9.150 km em 21 dias, passando pelos quatro países.

Belas paisagens contrastam com as dificuldades enfrentadas pelo povo Inca

POR_ Jeziel Marquezini

Um aficionado por pesca mandou confeccionar um cartaz com dizeres informando que tempo perdido era aquele transcorrido entre uma pescaria e outra. Para quem gosta de moto, basta mudar a palavra “pescaria” por “viagem” e a máxima se mostra também perfeita. Foi com este espírito de aventura que no dia 11 de novembro passado, quatro motociclistas saíram de Assis com destino a Presidente Venceslau, onde mais quatro motos e duas caminhonetes já os aguardava para completar o grupo, que seguiu então para o destino previamente agendado. À frente de todo o planejamento estava o ex-delegado e atual advogado Dr. João Queiroz, que já havia se lançado a outras aventuras como esta, inclusive estando nos lugares que seriam agora visitados. Desta vez, porém, o itinerário seria outro. Com tudo preparado, o grupo saiu no dia seguinte (12) de Venceslau, rumando para o Mato Grosso. Com muito sol e muita chuva, a viagem já começou animada, já que quando a chuva começava, existia a necessidade de se colocar capa, mas quando ela cessava era preciso parar pra retirá-la, pois com ela o calor era insuportável. O problema é que alguns quilômetros à frente começava novamente e era necessário recolocá-la. Aliás, durante todo o percurso dentro de solo brasileiro (mais de 3.500 quilômetros), essa foi uma ESTILO LIVRE constante. Era um tal de põe capa e tira capa, que chegava a ser cômico.

26

No primeiro dia o grupo conseguiu chegar a Sonora, onde pernoitou. No dia seguinte, passou por Rondonópolis e Cuiabá, chegando a Cáceres. Depois disso, cruzaram Pontes, Lacerda, Comodoro e entraram na cidade de Vilhena, já em Rondônia, para reparos em uma das caminhonetes de apoio, chegando em Cacoal para mais um descanso. No dia seguinte, o fuso horário (duas horas a menos) judiou dos integrantes. Eles passaram por Ji Paraná e Ariquemes antes de chegar à capital Porto Velho, seguindo dali a Jaci Paraná, próximo à divisa com o Acre. Nesta região já não se contava com muitas das mordomias às quais estamos acostumados. Pra se ter ideia, água quente para o banho era um luxo. Depois de cinco dias de viagem atravessaram o rio Madeira, chegando a Rio Branco, capital do Acre. Por incrível que pareça, estas duas capitais, cujas cidades são modernas, ainda são ligadas por balsa. Segundo os moradores, o dono destas balsas é um político muito influente, que impede a construção de uma ponte, já que se isso ocorresse, ele perderia seu filão. Seguindo viagem, os motociclistas pernoitaram em Epitaciolândia, e no dia seguinte (17), chegaram à cidade de Assis Brasil, fronteiriça com o Peru. A partir daí o grupo começou a ter os problemas alfandegários, já que cada entrada ou saída de país implicava em acertar os documentos das pessoas e dos veículos. Depois de quase meio dia perdido, passou-se então a rodar pelo Peru.

Viajar pelo interior do Peru é uma experiência ímpar. Mesmo as localidades mais remotas do Brasil têm mais estrutura que as peruanas. Se em território nacional era difícil achar água quente para o banho, lá era difícil achar água, mesmo que fria. Na primeira cidade em que o grupo pernoitou, Mazuco, todos tiveram que se enxugar ensaboados, pois o fiozinho de água que tinha acabou no meio do banho. Com as dificuldades financeiras de lá, também não se veem motos grandes como as do grupo, então onde havia uma parada, juntava muita gente pra ver as motocicletas. Aí, porém, veio a surpresa: o povo peruano é muito gentil e solícito. Apesar das dificuldades da língua, fazia questão de conversar com os brasileiros. No segundo dia em terras peruanas, os assisenses iniciaram a subida das cordilheiras, para chegar a Cusco, cidade de onde se parte rumo a Machu Pichu. Aqueles que não acreditavam na falta de ar devido à altitude tiveram uma surpresa, pois é realmente um problema. Quase todos passaram mal (ânsia e tontura, além de canseira) no primeiro dia. Subir um lance de escada para entrar num hotel, por exemplo, já se tornava um grande sacrifício. O que ajudava um pouco eram as folhas de coca, que estão por toda parte pra fazer chá ou para mascar. A visita à “cidade perdida dos Incas”, Machu Picchu, foi uma grande aventura. Segundo os participantes, não há como não se encantar com tanta história. Localizada no topo de uma montanha, a 2400 metros de altitude, em Machu Picchu o grupo pôde conhecer a área agrícola composta principalmente por terraços e recintos de armazenagem de alimentos, e a urbana, na qual se destaca a zona sagrada, com templos, praças e mausoléus reais. Ainda no Peru, os motociclistas contam como se surpreenderam ao ver como o povo mantém suas tradições vivas, a começar pelas vestimentas coloridas. A situação precária, no entanto, se mostrou mais uma vez, agora com a falta de postos de combustível nas rodovias; foi preciso comprar gasolina de pessoas que têm estoque em casa, dentro de tambores, à beira da estrada. A gasolina é apanhada com um galão dentro do tambor e colocada com um funil.

A aventura ainda contou com visita ao canyon mais profundo do mundo, em Chivai, local onde em 2010 ocorreu um terremoto que dizimou 70% da população. A destruição ainda pode ser vista em vários locais. As trilhas incas e os povoados incrustados nas montanhas, lugares aonde só se chega a pé, são outras grandes atrações. Os motociclistas ficaram impressionados com a quantidade de turistas de todo o mundo que chegam àquela região.

a cidade perdida de machu Picchu

pai e filho, sempre viajando juntos

ESTILO LIVRE

27


vitrine_

1

um dos vulcões, ainda em atividade no peru

A volta, margeando o Pacífico Logo depois da saída do Peru, já no Chile, os viajantes desceram as cordilheiras chegando ao nível do mar, na cidade portuária de Ilo. Dali até entrarem na Argentina viajaram aos pés das cordilheiras, com o oceano Pacífico ao lado. Visitaram também o deserto do Atacama, outro destino que lhes chamou muito a atenção. Devido às dificuldades de sobrevivência, existem poucas cidades e vilas no deserto; uma delas, muito conhecida, e onde eles se instalaram, é São Pedro de Atacama, que tem pouco mais de três mil habitantes e está a 2.400 metros de altitude. Por ser bem isolada é considerada um oásis no meio do deserto e o principal ponto de encontro de viajantes do mundo inteiro. No local, eles também conheceram a Cordilheira do Sal, que era um lendário lago, cujo fundo foi sendo levantado e ver-

ticalizado pelos mesmos movimentos da costa terrestre que criaram a Cordilheira dos Andes. Foram ainda aos Gêiseres de Tatio, grandes colunas de vapor que saem para a superfície através de fissuras na crosta terrestre, alcançando a temperatura de 85°C e 10 metros de altura. Depois de quase vinte dias de viagem, e de se perderem na saída de Assumpcion, (acharam que o GPS estava errado e resolveram seguir por eles mesmos), chegaram novamente ao Brasil, mais precisamente em Foz do Iguaçu. Satisfeitos com a aventura, mas mais contentes ainda por estarem de volta à pátria mãe (afinal, como todo mundo sabe, viajar é bom, mas retornar é melhor ainda). Atualmente, todos estão naquele período em que se perde tempo, mas já iniciando os preparativos para uma nova jornada, desta vez até Uchuaia, na Patagônia Argentina.

2

4 5

6 PARTICIPARAM DESSA VIAGEM: Amauri Dias, Marcelo Queiroz, MaurÍcio Hernandes, Gustavo gorgulho, Toninho Gorgulho, Pedro de Toledo, Humberto Cipullo, Fábio Luis (Grello), Washigton Vilela Junior, Luis Antônio Batista E JEZIEL MARQUEZINI.

28

3

1. Angélica e Vanessa 2. Lorena 3. Luiza 4. Fernando, Maria Eduarda, Gislene

7

5. Vanessa, João, Pedro e Eduardo 6. Henrique, Guilherme, Alexandre, Diego e Caisê 7. João, Fabiano e Matheus

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

CORDILHEIRA DO SAL

29


TURISMO REGIONAL_

Belas paisagens bem pertinho Por_ Carolina marquezini

Quer passar um dia agradável, à beira de cachoeiras e sem precisar ir muito longe para isso? Em meio a tantos destinos paradisíacos trazidos nesta edição, sugerimos também, aos moradores da cidade e região, um passeio por Ribeirão Claro, no Paraná, que faz fronteira com Chavantes, a 106 quilômetros de Assis, e cuja divisória natural é o Rio Paranapanema. Situado em região panorâmica com montanhas e colinas cobertas de vegetação remanescente da Mata Atlântica, o local conta com diversos pontos turísticos, entre eles a Ponte Pensil, construída em 1917, com 164 metros, e que foi tombada como patrimônio histórico graças à sua beleza arquitetônica e também por existirem apenas quatro pontes deste tipo no país. Rodeada por lindas cachoeiras, a represa conta com

30

ESTILO LIVRE

grande estrutura para os turistas, com diversas pousadas e hotéis, marinas para quem possui embarcação aquática, restaurantes e pontos estratégicos para a apreciação de suas belezas naturais, como a Torre de Pedra, que fica a 6 km de Ribeirão Claro e é uma formação rochosa que se assemelha às ameias de um castelo, com aproximadamente 80 metros de altura. Há ainda o Morro do Cruzeiro, a 4 km da cidade, o Mirante da Serra, localizado às margens da rodovia de acesso a Ribeirão Claro e Carlópolis e o Morro do Gavião, a 7 km do município. Nossa equipe de redação passou pela região e conferiu de perto seus atrativos, como a cachoeira da Cascata, que conta com duas quedas naturais de 70 e 11 metros que desaguam na Represa de Chavantes. No local, há serviços de lanchonete e restaurante.

ESTILO LIVRE

31


livros LITERATURA_

como companhia de viagem Por_ Bruna Tiussu

(AE) - Combinação mais que perfeita, aliar a viagem de férias com experiências gastronômicas autênticas tem rendido histórias incríveis. Sejam os mais deta-

1

Ao Gosto de Veneza Se não há como compreender toda a história de Veneza por meio de sua cozinha, é possível ao menos ir a fundo em curiosidades e ‘causos’ culturais que formaram sua identidade. É o que propõe a jornalista Luisa Frey: um passeio pelas ruelas e canais do destino italiano conduzido pelas histórias de personagens comuns: o peixeiro, um casal de agricultores e até um garçom do centenário CafeFlorian. Ano: 2012 Preço: R$ 28 ESTILO LIVRE Editora: Dorea Books

32

2

lhados relatos pessoais, daqueles que fazem os leitores salivarem pelos sabores descritos, ou textos de quem busca entender a fundo a origem e segredinhos de receitas que são verdadeiras relíquias dos destinos.

A Viagem de Cem Passos O autor Richard C. Morais conta a trajetória de vida (e gastronômica) do jovem Hassan Haji, indiano aspirante a cozinheiro. As aventuras se dão quando ele se muda para Lumière, vilarejo da França, passando a vivenciar uma inevitável diferença cultural que, no livro, é representada ora pelo cheiro de curry do restaurante que sua família ali inaugura, ora pelos aromas da cozinha francesa de uma casa a 100 metros de distância. Ano:2012 Preço: R$ 44,90 Editora: Record

3

Mundo à Mesa Jornalista e autodenominado um “gastronômade”, o italiano Vittorio Castellani assume a identidade de chef Kumalè para pesquisar e discutir os hábitos alimentares da humanidade. No livro, expõe curiosidades históricas e culturais que explicam as mais antigas regras e tabus da cozinha, que dizem muito sobre a identidade dos destinos. No fim, algumas receitas, como o cuscuz marroquino, frango tandoori da Índia e o challoth, o pão judeu. Ano: 2011 Preço: R$ 29 Editora: Saberes

ESTILO LIVRE

33


DECORAÇÃO_

DECORAÇÃO_

Casa em permanente contato com a

natureza POR_Marcelo Lima

(AE) - Era uma vez um jovem casal decidido a construir, não muito longe do centro de Goiânia, a casa de seus sonhos. Um lugar onde pudessem viver e criar seus dois filhos - e os filhos de seus filhos com segurança e em permanente contato com a natureza. Uma morada a meio caminho entre o campo e

34

ESTILO LIVRE

a cidade: construída dentro de um bosque, mas com acesso franqueado a todas as comodidades da vida urbana. E, ainda assim, correta do ponto de vista de suas soluções construtivas. Concluída em 2009, essa casa já existe. Conta com 933 m² de área construída, dois pavimentos - dividi-

DECORAÇÃO_

dos em dois blocos, um para a casa, outro para o lazer - e se abre para um jardim de 6 mil m², repleto de espécies vegetais do cerrado brasileiro. Referência entre os moradores locais, sua fama já ultrapassou fronteiras, tendo sida eleita, dezembro último, o melhor projeto da América do Sul na categoria “chácara urbana”. Distinção outorgada pelo prestigiado International Property Awards, com sede em Londres. Trata-se de uma premiação anual que assinala a excelência de construções residenciais e comerciais espalhadas pelo mundo - Europa, África, Ásia, Oriente Médio e Américas. Inscritos por seus autores, os projetos são avaliados por uma equipe de especialistas em diversas categorias (entre elas, inovação e sustentabilidade) e, uma vez selecionados, ganham o direito de portar o selo de qualidade emitido pela entidade britânica. “Procurei conciliar desejo e responsabilidade ambiental, privacidade e transparência. Acredito que foi a percepção desse enfoque que chamou a atenção do júri”, afirma a arquiteta goiana, radicada em São Paulo, Consuelo Jorge, autora do projeto. Como sua mais presente referência, a Casa da Cascata, célebre obra do norte-americano Frank Lloyd Wright, de 1934. “Equipei as fachadas com brises para ampliar as condições de conforto térmico, evitando a utilização permanente de ar-condicionado. Ao mesmo tempo, coloquei controles automatizados nas persianas, para regular a entrada do calor nos interiores”, conta Consuelo, que destaca ainda o predomínio do branco nas paredes internas, o que ajuda a diminuir o consumo de luz artificial - assim como o uso de sensores de presença e de dimerização em todos os interruptores. Quanto à distribuição, o bloco principal concentra, no pavimento térreo, a área social, com salas de estar e jantar, interligado diretamente aos canteiros laterais e às dependências de serviço. No superior, ficam os quartos dos filhos, cada um com banho privativo, um quarto de hóspedes, além de uma exigência expressa dos proprietários: uma ampla suíte, com closet e vista para o jardim. “Disso eles não abriam mão”, brinca ela. Menina dos olhos de toda a família, o bloco anexo, concebido como uma espécie de área de lazer, conta com cozinha gourmet e se transforma em centro nervoso da casa durante os finais de semana. Principalmente, em função de um acolhedor living, montado logo à beira da piscina: uma solução mais do que bem-vinda, principalmente em se tratando de Goiânia, que literalmente ferve nos dias de calor. “Como na Casa da Cascata, foi a forma que encontrei de incorporar o frescor da água ao funcionamento da residência”, pontua Consuelo. ESTILO LIVRE

35


No dia 16/02 a Cecica Doceria promoveu uma deliciosa tarde ao lado de parceiros como Helena Beltrão, Emporium Custódio e Cícera`s Floricultura. O evento foi direcionado a noivos e debutantes que buscam opções e novidades para suas festas. Os convidados puderam saborear maravilhosos doces e bem-casados, degustar a linha de espumantes, champagnes e vinhos do Emporium Custódio e ainda conhecer a delicadeza das caixas/ kits para banheiros personalizados por Helena Beltrão. As ideias de decoração com flores ficaram por conta da Cícera`s Floricultura. Parabéns à Cecica Doceria pela iniciativa.

36

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

37


04 NOTAS TV_

SEM ÚLTIMO ADEUS A nova e última temporada de “The Office”, da NBC, não deverá ter a participação especial de Steve Carell, que deu vida a Michael Scott. Depois de atuar em cerca de 140 episódios da série que começou em 2005, o ator irá se dedicar a outros projetos como “Meu Malvado Favorito 2”, em que empresta sua voz ao personagem Gru.

05 AGENDA CHEIA

01 NOVO PAPEL Elogiado por seu personagem na microssérie “O Canto da Sereia” (Globo), Marcos Palmeira está no remake de “Saramandaia”, de Ricardo Linhares. Seu personagem deverá ser Cazuza, vivido por Rafael Carvalho na primeira versão do texto de Dias Gomes, em 1976. Recentemente, o ator também esteve no filme “E Aí... Comeu?”, sucesso de bilheteria.

Cada dia mais popular entre os internautas, Gregorio Duvivier, de “Junto & Misturado” (Globo), começa a se dedicar a mais um projeto. Além da série de comédia “Porta dos Fundos”, que faz com outros atores para a internet, ele irá protagonizar o musical “Como Vencer na Vida sem Fazer Força”, que foi estrelado por Daniel Radcliffe, na Broadway.

02 MICHAEL J. FOX EM NOVA SÉRIE Um dos astros da série “The Good Wife”, Michael J. Fox, avança na negociação de uma série para o canal NBC, nos Estados Unidos. Ao que tudo indica, a atração, ainda sem nome divulgado, abordará a luta do ator contra o mal de Parkinson.

03

38

ESTILO LIVRE

MUDANÇAS EM CURSO Carolina Dieckmann foi vista com um gigantesco aplique no cabelo, no Rio de Janeiro. A explicação: ela está devidamente caracterizada para um novo filme.

06 O RETORNO Os fãs de “Army Wives”, do Lifetime, podem comemorar a chegada de mais uma estrela ao time. A sétima temporada, que será exibida ainda neste semestre, receberá Brooke Shields (“Lipstick Jungle” e “A Lagoa Azul”). A atriz viverá Katherine Young, uma personagem polêmica ligada à Força Aérea.

ESTILO LIVRE

39


40

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

41


42

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

43


ESPECIAL VILA BELA_

ESPECIAL VILA BELA_

VILA BElA Recanto bem pertinho

44

ESTILO LIVRE

Quer um recanto à beira do rio, com estrutura que reunirá pista de caminhada, salão de festas, quadra de tênis, parque infantil e amplo deck às margens do Paranapanema? Então o endereço certo é o Loteamento Vila Bela, em Porto Almeida. Cada vez mais procurado por moradores de Assis e região, com grande concentração de construções e opções como a venda de casas prontas, oferecida pela empresa Portal Verde A2, em parceria com a VRM Empreendimentos, proprietária do loteamento, o local tem estado cada vez mais movimentado durante os finais de semana. No feriado de carnaval, os proprietários e seus convidados puderam, além de aproveitar toda a estrutura já oferecida, conferir uma exposição de lanchas realizada em frente ao salão de festas do residencial. A atividade foi promovida em parceria com a marina local, que fica em frente ao Vila Bela e oferece toda a comodidade para os proprietários, com a manutenção adequada de suas embarcações, assim como toda a preparação para sua utilização. Como o rio neste ponto do Residencial não sofre oscilação de nível, e devido aos benefícios e facilidades proporcionados pelos serviços da marina, o Vila Bela também vem sendo bastante procurado por quem deseja curtir os finais de semana se divertindo em lanchas, jet skis, ou até mesmo praticando esportes náuticos. Faça uma visita e confira de perto as vantagens oferecidas.

Serviço Contatos para a compra de terrenos ou de casas prontas no Loteamento Vila Bela podem ser feitos com a Kasa Imobiliária, pelos telefones: (18) 3322-6200 ou (18) 3322-6002

ESTILO LIVRE

45


competição_

PROVA DE LAÇO_

Haras 2Primos realiza Prova Team Roping em Prudente POR_carolina marquezini

Em breve Assis contará com uma estrutura completa para atividades equestres. Finalizando os preparativos para a inauguração do Haras 2Primos, localizado a cerca de mil metros da entrada da Ficar, nas proximidades do Condomínio de Chácaras Flamboyant, os empresários Alfredo Miras e Alexandre Nascimento promoveram o primeiro evento levando o nome do Haras, em Presidente Prudente, no dia 16 de fevereiro, chamado de Mega Team Roping 2Primos. A competição contou com três dias de provas e mais de R$ 350 mil em premiação. Mais de dois mil laçadores de todo o país participaram do evento, que aconteceu no Rancho Quarto de Milha, em Presidente Prudente, reunindo grande público. Entre os competidores, estava Alfredo Miras, organizador da competição, que também concorreu na modalidade. O sucesso foi tanto que o proprietário do Haras 2Primos já pensa em futuramente organizar uma prova semelhante em Assis.

46

Segundo o administrador do Haras, Fernando Maluf, o empreendimento já está atendendo proprietários de animais oferecendo hospedagem e o tratamento adequado, assim como atividades de adestramento e aulas de montaria, entretanto, a estrutura completa do Haras 2Primos deve ficar pronta em cerca de dois meses. Ele revela que o local contará com 40 baias, pista iluminada para as modalidades de team roping e laço, e com profissionais altamente qualificados tanto para o tratamento e treinamento dos animais, quanto para a orientação em aulas de iniciação nos esportes equestres. “Já estamos tendo bastante procura e também já temos alunos frequentando as aulas de montaria”, revela. De acordo com Maluf, o Haras está agendando horários para interessados nos treinos das diversas modalidades oferecidas, como equitação, team roping, laço, tambor, montaria, entre outras. Os interessados podem entrar em contato com Fernando Maluf, pelo telefone: (18) 9739-7124.

Team Roping Laço em Dupla Praticamente seu surgimento se deu em terras de gado americano, não era popularmente usado como esporte, e seu intuito era em auxiliar a lida e o dia-a-dia dos peões. A prova ocorre em arena com solo de areia e bretes. O laçador que ocupa o lado esquerdo do brete é chamado cabeceiro, pois é ele que deve laçar a cabeça do novilho, e o competidor do lado direito tem que laçar as patas traseiras, portanto é o peseiro. Quando o bezerro rompe a barreira, o cabeceiro corre atrás dele em perseguição, maneando a corda, enquanto o peseiro segue um pouco atrás. O cabeceiro é quem laça primeiro e tem que acertar um dos três lugares permitidos: ao redor dos chifres e da cabeça e ao redor do pescoço. Depois, enrola a corda no “pito” da sela. Então entra em ação o peseiro, que laça as patas traseiras do bezerro. A prova termina quando os dois competidores esticam a corda de frente um para o outro, com o bezerro preso pela cabeça e pelos pés. Se o cabeceiro sair do brete antes do bezerro - estourar a barreira - ou se o peseiro laçar apenas um pé do bezerro, a penalização é o acréscimo de cinco segundos ao tempo final. ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE FOTOS_edsinhocosta@hotmail.com

47


48

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

49


Chef Nobu Matsuhisa estreia na hotelaria

(AE) - O aclamado chef japonês Nobu Matsuhisa resolveu expandir seus investimentos para além de sua premiada cozinha. Seu primeiro empreendimento hoteleiro - que tem como sócios o astro Robert de Niro e o produtor de Hollywood Meir Teper - foi inaugurado na badalada Strip, principal avenida da sempre efervescente Las Vegas. Com 181 quartos projetados pelo designer David Rockwell, o Hotel Nobu (nobucaesarspalace.com, diárias desde US$ 299) ocupa a segunda torre do complexo Caesar Palace. Mas a ideia - a começar pelo número de suítes - é oferecer um ambiente intimista dentro do enorme resort. A decoração simples e clean, mas sem perder a sofisticação, mescla elementos ocidentais e asiáticos. Trabalhos de artistas japoneses, de desenhos a esculturas, estão por toda parte. Apesar do novo foco de negócio, Matsuhisa não abriu mão de inaugurar no espaço o maior restaurante Nobu do mundo, com capacidade para 327 pessoas. Além disso, é o primeiro da rede nos EUA a contar com mesas teppanyaki, com chapas de aço onde os pratos são preparados na frente dos clientes.

50

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

51


52

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

53


VITRINE_

1

2

3

4

5

54

ESTILO LIVRE

1. Maíra e Valéria 2. Marlon, Paulo e Gustavo 3. Ricardo, Raquel, Mazé e Toninho 4. Silvana, Whasington e Ana Elisa 5. Alessandro e Luciana 6. Rafael e Otávia

ESTILO LIVRE 6

55


56

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

57


58

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

59


VITRINE_

você sabia?

POR_André Zanoti

AndreZanoti@gmail.com

Sua ligação é muito importante para nós: Telemarketing!

1

2

Compra do carro usado: Evitando problemas!

3

4

5

6

7

1. Caio e Nayara 2. Felipe e Douglas 3. Amigos curtindo um som 4. Ronei, Ana Paula e Tábata 5. Renata e Gil 6. Diogo e Fábio 7. Juliano, Júlia e Andréia 8. Jucélia, Cristina e Leandro

60

ESTILO LIVRE

Para que você possa evitar ou diminuir a chance de ter problemas com a compra de um carro usado, é importante saber que você precisa: ORIGEM: não compre o carro de terceiros. Se no documento constar o nome de João Santos, compre o carro diretamente com ele e não de seu primo ou de um estacionamento. DOCUMENTAÇÃO EM ORDEM: anote a placa ou o número do Renavam e consulte o site do Detran - www. detran.sp.gov.br CONHEÇA O PRODUTO: leve-o ao seu mecânico de confiança! FINANCIAMENTO: caso deseje financiar, procure a financeira que lhe oferece o menor Custo Efetivo Total CET Lembre-se: isso pode diminuir bastante as chances de você ter dores de cabeças, pois, em Direito, existe um ditado que diz: QUEM PAGA MAL, PAGA DUAS VEZES!

Tenho certeza que você já ouviu esta frase por diversas vezes e também, tenho certeza de que ela não te traz boas recordações. Estou certo? É, mas o que muita gente não sabe é que: a) As ligações têm que ser gratuitas ao consumidor e estar disponíveis 24 horas por dia, sete dias por semana; b) O consumidor tem direito a falar com o atendente e esta opção, deve constar desde o primeiro menu telefônico; c) Caso a ligação caia sem que o problema seja resolvido, o fornecedor deve retomar o contato com o consumidor; d) Deficientes têm direito a acesso preferencial e o número do SAC deve constar em todos os produtos comercializados por este fornecedor; e) A solução do problema deverá ocorrer em no máximo 5 dias úteis, ou, se necessário mais tempo, em data marcada pela empresa; Lembre-se: para tanto, você precisa fazer sua parte, pois também é certo que: O DIREITO NÃO ATENDE AQUELES QUE DORMEM!

Queda de energia elétrica: o dia seguinte! Quem nunca sofreu com a queda da energia elétrica, rezou para que a luz voltasse logo e, depois que a energia voltou, verificou que a queda da força foi o menor dos males que este incidente causou? a) Reparações ou indenizações por aparelhos queimados devem ser feitas à empresa de energia elétrica em até 90 dias; b) Após a reclamação, a empresa elétrica tem 10 dias para fazer a análise dos danos e 15 dias para elaborar seu laudo. Caso verifique que há a necessidade de indenização, terá 20 dias para realizá-la! c) O pedido de indenização deve ser feito por carta (há modelos no site do IDEC: www.idec.org.br) d) Caso haja prejuízos pela falta de energia, o consumidor, caso prove seus prejuízos, pode solicitar a reparação de danos materiais pela perda de vendas de produtos e serviços. Lembre-se: a justiça não irá garantir seus direito à indenização se você não tiver energia para correr atrás de seus direitos!

Leis atrasadas 8

O Brasil é famoso por levar anos para aprovar leis (pelos menos as leis que não interessam aos governantes). Também somos famosos por não colocar em vigor alguns textos que permitiriam maior segurança à Nação. Veja: ESTILO LIVRE O “NOVO” CÓDIGO CIVIL: O Código Civil nada tinha de novo quando passou a vigorar. Ele começou a ser elaborado em 1969, fora apresentado ao Congresso em 1972, sancionado pelo Presidente da República no final de 2001, promulgado em 2002 e passou a valer a partir de 2003. Assim, o “Novo” Código Civil nasceu com 43 anos.

61


A fisioterapia vista de maneira global POR_ mayra triveloni

A fisioterapia é a ciência que estuda, previne e trata distúrbios do movimento humano decorrentes de alterações nos sistemas do corpo. De acordo com a Fisioterapeuta da ON Academia/ Reabilita, Camila de Moraes Delchiaro, especialista em ortopedia, traumatologia funcional e osteopatia, o objetivo da fisioterapia é preservar, manter ou restaurar a integridade do organismo e sua função, utilizando de recursos próprios com base nas condições psico - físico - social, aperfeiçoando ou adaptando o indivíduo a melhor qualidade de vida. “A fisioterapia pode atuar de maneira preventiva por trabalhar o movimento e a consciência corporal do paciente, melhorando sua função e seu desempenho para realizar sua atividades, seja relacionadas ao trabalho ou ao esporte”, explica a profissional em entrevista à Estilo Saúde. A ON Academia/ Reabilita oferece tratamento através de fisioterapeutas especializados nas áreas de ortopedia e traumatologia, cardio-respiratória, neuro-funcional e dermato-funcional, além do serviço de home care. “Utilizamos de recursos eletrotermoterápicos, cinesioterapia funcional, terapia manual, bandagem funcional e acupuntura”, acrescenta Camila. Com uma equipe multidisciplinar especializada com médicos, fisioterapeuta, personal e nutricionaista, a ON Academia/ Reabilita permite uma visão global de cada situação, disponibilizando um tratamento completo. “O paciente pode procurar qualquer um dos profissionais e, através da avaliação podemos encaminhá-los para os outros profissionais caso haja necessidade. Como temos uma visão global do paciente, e não nos prendemos à sua queixa principal, estamos constatando excelentes resultados nos tratamentos, o que satisfaz nossos clientes e a nós”, destaca Camila.

62

ESTILO LIVRE

Fisioterapia completa Distúrbios no sistema músculo esquelético: atua em traumas, fraturas, problemas posturais, doenças degenerativas (artroses), lesões por esforços repetitivos e doenças relacionadas ao trabalho (LER/ DORT), entre outras; Afecções cardio-respiratórias: atua em bronquite aguda/ crônica, quadro asmático, enfisema pulmonar, cardiopatias, hipertensão arterial, diabetes, pós- operatório; Geriatria (idosos): atua em falta de força muscular, equilíbrio e coordenação motora;

ACADEMIA / REABILI TA Obstetrícia (gestantes): atua no preparo para o parto, principalmente o normal, com exercícios específicos para fortalecimento do assoalho pélvico e alongamento da musculatura posterior, prevenindo alterações posturais devido às mudanças no centro de gravidade do corpo da mulher, e orientações para o pós-parto; Dermato Funcional (estética) e Vascular: atua no tratamento facial e corporal, pré e pós cirurgia plástica, limpeza de pele, peeling químico, endermologia, entre outros recursos para combater sinais do envelhecimento, flacidez, celulite, estrias e desarmonia corporal. Nos problemas vasculares, como erisipela, úlcera venosa entre outros, a drenagem linfática se faz necessária para a melhora do retorno linfático e venoso.

Fisioterapeutas ON Academia/ Reabilita Da esquerda para direita: Caroline Santiago Tanes Fiorucci: especialista em ortopedia e traumatologia funcional, osteopatia e dermato funcional. Ethiene Toni de Moraes: especialista em ortopedia traumatologiaa funcional e cardiopulmonar. Camila de Moraes Delchiaro: especialista em ortopedia e traumatologia funcional e osteopatia. Celso Gonçalves Junior: especialista em ortopedia clínica e desportivo e acupuntura. Luis Henrique Magro: especialista em ortopedia e traumatologia funcional. Onde encontrar Rua Angelo Bertoncini, 174 18 3321 7395

ESTILO LIVRE

63


cirurgia plástica_

lipoaspiração é a cirurgia mais procurada no Brasil POR_ mayra triveloni

64

ESTILO LIVRE

POR_ mayra triveloni

CUIDADOS ESSENCIAIS Ao mesmo tempo em que constatamos o aumento no número de lipos, o procedimento acumula erros muitas vezes atribuídos à imperícia profissional. A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, na pessoa de seu presidente, José Horácio Aboudid atribui problemas e em muitos casos, mortes, “à banalização do processo; inclusive com procedimentos realizados por médicos que não são cirurgiões plásticos”. “Buscar informações sobre o profissional, a sua equipe e o local onde será executado o procedimento são passos fundamentais para se obter sucesso com este tratamento. Realizamos de rotina um check-list e adotamos protocolos de segurança visando minimizar os riscos e intercorrências. O bom senso também nunca deve ser deixado de lado. Acredito que se bem indicada e bem executada, a lipoaspiração é um procedimento seguro e que oferece resultados muito gratificantes”, reforça Dr. Edélcio Shimabucoro. VICE-CAMPEÃO Em números absolutos, o Brasil é vice-campeão mundial em cirurgia plástica. Só perde para os Estados Unidos, que realizou 1,1 milhão de procedimentos em 2011.

DR. EDÉL CIO S. SHIMABUC ORO CRM 79 890

CIRURGIÃO PLÁSTI CO

Com um padrão de qualidade e excelência reconhecidos, o Hospital Maternidade de Assis - HMA - garante a pacientes e corpo clínico a segurança em todas as etapas de processamento de materiais e esterilização. “Através da Central de Materiais, formada por uma comissão de controle de Infecções relacionadas à Assistência à Saúde (IRAS), temos um controle efetivo de segurança. Seguimos um protocolo de utilização e realizamos o teste biológico diariamente, visando a comprovação de que todo material utilizado está ausente de microorganismos”, explica o médico e presidente da comissão, Dr. Cilas Tavares Costa, em entrevista à Estilo Saúde. Segundo ele, o HMA padronizou o processo de acordo com as regras estabelecidas pela Anvisa, com o objetivo de tornar as intervenções cirúrgicas e utilização de materiais mais seguras para o paciente. “O posicionamento do HMA visa o bem-estar de todos. Temos uma comissão atuante que visa uma política de controle não somente para a Central de Materiais utilizados no centro cirúrgico, mas também da qualidade da água, desinfecção de materiais, retaguarda nos equipamentos, enfim, sistematizamos a rotina e transmitimos isso ao corpo clínico através de um Manual de Diagnóstico e Tratamento”, acrescenta Dr. Cilas, reforçando que o HMA se antecipou ao implantar essa rotina, exigida pela Anvisa em 2012. “Implantamos em 2009”, completa. Hoje é um trabalho reconhecido, fruto de uma política de qualidade, atenção à saúde e segurança hospitalar; os resultados refletem o esforço.

Dr. Cilas Tavares Costa

Nos últimos dois anos, a lipoaspiração voltou a ocupar o posto de cirurgia plástica mais procurada no Brasil; até meados de 2011 a operação mais solicitada nas clínicas era a de prótese de silicone. Os dados, publicados em fevereiro pela Isaps (Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética) em conjunto com a SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica), demonstram um aumento de 130% na procura por lipos: em 2011 foram feitas 211.108 lipos contra 91.800 em 2007. No mesmo período, segundo a pesquisa, foram 148.962 cirurgias de aumento de mama. “Um dos fatores para essa constatação foi a preocupação gerada pelos implantes de silicone rompidos. É compreensível que as mulheres ficaram reticentes, ou seja, houve um acanhamento devido ao problema com as próteses, que ocorreu não só no Brasil, mas também na França, Itália e Espanha”, aponta o Médico Cirurgião Plástico Dr. Edélcio S. Shimabucoro em entrevista à Estilo Saúde. Segundo ele, outro fator determinante é a facilidade no acesso à cirurgia plástica que, de maneira geral, tem aumentado muito nos últimos anos. “A cirurgia plástica está mais acessível a todos, mais exposta na mídia e isso tem contribuído também para o aumento na procura por procedimentos”, acrescenta. Dr. Edélcio explica que a lipoaspiração é uma técnica consagrada para correções do contorno corporal em relação à distribuição do tecido gorduroso localizado abaixo da camada da pele, porém, é importante lembrar que não deve ser confundida como um método de emagrecimento! “É imprescindível que o profissional esclareça ao seu paciente que a lipoaspiração não é indicada para fins de emagrecimento, ela têm indicações precisas além de limites em relação ao volume de gordura que deve ser aspirado não devendo também ultrapassar 40% da área corporal, parâmetros que se não forem respeitados podem colocar em risco a segurança do procedimento”, esclarece Dr. Edélcio.

Atenção à saúde, à segurança e ao bem-estar

TAXA GERAL DE INFECÇÃO CIRÚRGICA Janeiro/ 2010: 3,09% Janeiro/ 2011: 2,08 Janeiro/ 2012: 0,9%

Marco divisório Em 2008, o Brasil acompanhou a ocorrência de um surto associado a procedimentos cirúrgicos e estéticos pelo uso de determinado equipamento; Assis teve 11 casos de infecção da chamada microbactéria de crescimento rápido. Desde então o HMA se antecipou e vem tomando todas as medidas pertinentes para que, se um novo surto aparecer no país, “ele não chegue até a nossa população pelo HMA”, ressalta. “Não poupamos esforços para aperfeiçoar procedimentos e garantir a excelência em todas as fases de processamento de materiais. Esse reconhecimento, que veio recenESTILOdesta LIVRE Central, temente com a Certificação de Qualidade atesta a eficácia do processo adotado”, finaliza Dr. Cilas.

65


VITRINE_

MÊS DA MULHER_

Depressão: a tristeza que não acaba Um jeito divertido de chamar a atenção de quem passou pela Love Brands, no dia 23 de fevereiro, foi a vitrine viva que a loja fez! A novidade agradou e reuniu muitos curiosos.

66

ESTILO LIVRE

POR_Mayra Triveloni e Ana Laura Rabelo Araújo de Castro CRP 06/37058-1

Têm dias que nos sentimos desmotivados, muitas vezes o corpo não colabora, falta vontade de sair, trabalhar, ir à academia, assistir um filme e mesmo bater um papo com amigos. A psicóloga e psicoterapeuta Ana Laura Rabelo A. de Castro, em entrevista à Estilo Saúde, explica que isso pode ser traduzido como uma forma de expressão de tristeza e avalia: “esse sentimento faz parte das reações do ser humano, diante das situações que vivemos, diante de problemas, conflitos, dentre outras circunstâncias pelas quais não desejamos passar”, explica. No geral, o momento de tristeza exige um “balanço”, uma reflexão sobre como temos levado nossa vida. O ritmo louco, o imediatismo, a correria do dia a dia, as exigências no trabalho e em casa, o cansaço e o estresse. Sabe-se que a tristeza é tão importante quanto a felicidade e é fundamental colocar todas as possibilidades de saída para determinada situação e, dessa forma, buscar o equilíbrio, compreendendo, como afirmado acima, que os momentos de tristeza fazem parte da vida. “Podemos considerar esses sentimentos e sintomas como sinal de alerta, de que algo não vai bem. Essa é uma das formas da mulher reagir”, acrescenta Ana Laura explicando que a tristeza profunda pode ser uma oportunidade de crescer e se transformar, porém, segundo ela, o problema começa quando esses momentos de tristeza ficam frequentes e intensos, caracterizando de fato uma depressão - um mal que atinge 121 milhões de pessoas no mundo -; estima-se que em 2.020 a depressão será a segunda doença que mais provocará a incapacidade. “Quando abordamos o ser humano em sua integralidade, observamos que a depressão apresenta fatores biológicos e psicológicos, entre outros (sociais, familiares, etc). Assim, o tratamento medicamentoso enfoca os sintomas físicos, permitindo que a pessoa obtenha condições de, através de uma psicoterapia, chegar a entender e tratar as causas mais profundas do sofrimento. O remédio ajuda muito, mas não deve ser usado somente para ‘regular’ as nossas emoções. Se a causa primeira não for tratada, a depressão voltará”, ressalta Ana Laura. As terapias são responsáveis por auxiliar o paciente a

repensar a situação e lidar com os momentos de crise. A participação da família é essencial nessa recuperação. Atualmente é preciso considerar que quanto menor a capacidade da família em lidar com problemas diários, se ajudar e compartilhar sentimentos, maior é a chance de desenvolver um quadro depressivo. “A gente precisa se relacionar para crescer. Isso envolve diálogo, convivência, afeto, satisfação, limites. Tudo isso vai construindo nossa personalidade. É no íntimo da família que aprendemos a ser uma pessoa”, afirma Ana Laura.

SINTOMAS Os sintomas da depressão são muito variados. É preciso levar em conta o tempo de sofrimento, profundidade, alterações do sono, vigília, dificuldade de concentração, sentimento de fracasso, desesperança, alterações na alimentação, no cuidado consigo mesmo, na capacidade produtiva, dentre outros fatores. Os sintomas corporais mais comuns são sensação de desconforto no batimento cardíaco, constipação, dores de cabeça e dificuldades digestivas.

1 em cada 5 pessoas poderá passar por uma depressão Embora não se tenha um cálculo exato, estima-se que 30% da população mundial sofra de depressão. No geral, em algum momento de suas vidas, uma em cada cinco pessoas experimentará pelo menos um episódio depressivo. Fonte Dados: Organização Mundial da Saúde (OMS)

Onde encontrar Ana Laura Rabelo Araújo de Castro CRP 06/37058-1 Rua Benedito Spinardi, 1.237 ESTILO LIVRE Assis-SP 18 9751 3802

67


MÊS DA MULHER_

A IMPORTÂNCIA Da

mamografia POR_mayra triveloni

A descoberta precoce do câncer de mama através da mamografia, aumenta muito as chances de um tratamento bem-sucedido. Os benefícios da mamografia quanto a uma descoberta precoce e tratamento do câncer mamário são muito significativos, sendo muito maiores do que o risco mínimo da radiação e o desconforto que algumas mulheres sentem quando a mama é comprimida durante o exame. Saiba mais sobre o assunto na entrevista a seguir, com o Médico Radiologista Dr. Arthur Sérgio N. G. Martins, CRM 79.147. ES: Qual o objetivo da Mamografia? Dr. Arthur: O principal objetivo é o diagnóstico precoce do câncer de mama, antes que se forme o nódulo palpável” pela paciente, ou seja, ainda na sua forma inicial, que se apresenta em 90% dos casos com aspecto de microcalcicações pleomórficas agrupadas, facilmente identificadas ao exame em qualquer tipo de mama. ES: O procedimento é rápido? Dr. Arthur: O exame é bem rápido, cada radiografia dura cerca de 3 a 5 segundos. São necessárias quatro radiografias, duas de cada mama, sendo duas na posição crânio-caudal e duas na médio-lateral oblíqua. ES: Qual o preparo para o exame? Dr. Arthur: O preparo é bem simples, deve-se evitar talco ou desodorante nas axilas antes do exame, para que não haja artefatos indesejáveis nas radiografias, interferindo na análise e no diagnóstico. ES: Quando a primeira mamografia deve ser feita? Dr. Arthur: Em torno dos 35 anos. Caso esteja normal, pode fazer um exame a cada dois anos até os 45. Após os 45, recomenda-se a mamografia anualmente, ou a critério do seu médico.

68

ESTILO LIVRE

ES: Qual a eficiência deste exame? Dr. Arthur: A mamografia é extremamente eficaz em mamas lipossubstituídas ou adiposas, presentes na maioria das mulheres acima dos 60 anos de idade, com acurácia próximo de 100%; já em pacientes mais jovens, ou mulheres com mamas densas e tecido fibroglandular exuberante, apresenta acurácia em torno de 75%; mas com o advento da mamografia digital, um estudo científico mostrou que mulheres assintomáticas, com menos de 50 anos, com mamas densas, ou em período pré-menopausa, a acuracidade no diagnóstico foi maior. Lembrando que quanto antes for feito o diagnóstico de câncer de mama, a chance de cura pode chegar a 100%. ES: Qual a sua incidência? Dr. Arthur: O câncer de mama atinge cerca de 5% de todas as mulheres de todas as faixas etárias. ES: Qual é o equipamento de mamografia utilizado no Centrorad para seus diagnósticos? Dr. Arthur: Foi adquirido recentemente, há cerca de um ano, o mamógrafo digital da Siemens, modelo mammomat1000, pink edition, edição especial lançada mundialmente para agradar as mulheres durante a realização dos exames. Sua configuração contempla o que há de melhor para o rastreamento do câncer de mama, com alta produtividade, projetado para satisfazer as necessidades específicas das clínicas. Com esse novo e moderno equipamento de mamografia digital, o Centroad reconhece mais uma vez a necessidade de investir em saúde da mulher, com os benefícios clínicos e operacionais desta nova tecnologia, adotando-a em seus serviços. Ficamos à disposição para qualquer esclarecimento ou dúvidas pelo email: centrorad@ uol.com.br. ESTILO LIVRE

69


O stress e o envelhecimento POR_ Dra. Juliana Augusta Bettiol Coronado CRM 97495

Já são há muito tempo conhecidas as inúmeras ações e efeitos deletérios ao metabolismo humano decorrentes do stress, o grande mal dos tempos modernos. Esses efeitos incluem redução da capacidade imunológica, aumento da incidência do câncer, redução do metabolismo cerebral, elevação dos processos oxidativos, aumento da produção de radicais livres e intensificação de todos os processos de envelhecimento, dentre outros. Um pessoa cronicamente estressada passa a envelhecer de uma forma brutalmente acelerada, fazendo com que seu organismo esgote precocemente as suas reservas, ceifando a vida muito mais cedo! Diante deste voraz roubador de vida, onipresente em nosso dia a dia, resta-nos usar a nossa inteligência e equilíbrio para que consigamos driblar as ações do inimigo e possamos nos poupar de morrer de forma precoce e evitável. É na sabedoria contida nas coisas simples da vida que poderemos encontrar as verdadeiras respostas para o manuseio do stress. Deixo a vocês, leitores, algumas regras simples e preciosas, porém, cientificamente comprovadas, que poderão mudar para sempre as suas vidas:

1. Nunca se preocupar com pequenas coisas. Nunca esqueça: todo os problemas são pequenas coisas; 2. Durma pelo menos 6 a 8 horas todas as noites e descanse pelo menos 20 a 30 minutos após o almoço; 3. Pratique uma atividade física de forma moderada e dedique tempo ao lazer e a atividades que dão prazer: leitura, cinema, pintura, música, viagem, falar bobagens e amar bastante! 4. Elimine o sentimento de culpa; sorria sempre - é contagioso e usamos cinco vezes mais músculos para sorrir do que para permanecer com o rosto carrancudo; 5. Ajude o próximo, pratique o bem e agradeça a Deus por todas as coisas - lembre-se que problemas são oportunidades que Ele nos dá para que possamos crescer e evoluir;

70

ESTILO LIVRE

6. Mentalize sempre pensamentos positivos; invista mais no “ser” e menos no “ter” - lembre-se que o ter é natural consequência do ser; 7. Busque a felicidade! No campo profissional faça exatamente o que gosta e goste do que faz. No campo pessoal, tenha em mente que o segredo da felicidade consiste em ter um coração enorme uma memória curta; 9. Perdoe! E lembre-se: não existe felicidade sem sabedoria. 10. Comece a praticar esses ensinamentos ontem!

Reflita sobre tudo que tem feito em sua vida nos últimos tempos. Faça sua autocrítica de forma honesta e consciente, e logo verá que sempre é possível melhorar, crescer e evoluir. Fazendo isso estará dando um passo enorme para o manuseio do stress, agregando mais anos à sua vida e dando mais vida a esses anos. Acredite em você, porque eu já tenho certeza de que você é capaz!

Dra. Juliana Augusta Bettiol Coronado CRM 97495

Clínica Ideally Av. Otto Ribeiro, 575 18 3322 4847

ESTILO LIVRE

71


Saúde Bucal previne doenças do coração “Por trás de um belo sorriso está a mais nova maneira de se previnir de doenças cardíacas” Por_Dr. Felipe valverde

A doença periodontal é o processo inflamatório que ocorre na gengiva em resposta às bactérias da placa dentária que se acumulam na margem do dente próximo à gengiva. Sua manifestação inicial é a gengivite, que é caracterizada por edema e sangramento gengival, e que quando não tratada precocemente pode evoluir para um estágio mais avançado da doença, a Periodontite. Nesta fase o paciente já apresenta uma perda de inserção do dente, mau odor bucal, perda óssea e consequentemente mobilidade dentária, podendo vir a perder este dente quando não diagnosticado precocemente.

Bactérias dos dentes mal cuidados podem chegar ao coração. A Doença periodontal está também associada a doença cardíaca. O sangramento gengival é a porta de entrada para a bactéria da periodontite chegar a corrente sanguínea, e essa bactéria que antes estava na cavidade oral pode chegar ao coração. Doença Periodontal X Cigarro Todos sabem que o cigarro causa inúmeros males a saúde, e não é diferente com a doença periodontal. O consumo excessivo do cigarro acaba criando condições ideais para que a periodontite evolua cada vez mais, pois esse hábito acaba diminuindo a vascularização e salivação intra-bucal, interferindo na cicatriESTILO LIVREe alterando assim tanto a resposta zação da gengiva inflamatória quanto a imunológica do indivíduo.

72

Doença Periodontal pode trazer riscos à gravidez É comprovado cientificamente que mulheres com doença periodontal levam até 2 meses a mais para engravidar quando comparadas a mulheres com saúde bucal satisfatória. Além disso as gestantes enquadradas nesse quadro clínico possuem 4 vezes mais risco de ter um parto prematuro e consequentemente bebês de baixo peso. Esses cuidados devem começar se possível antes da gravidez, pois na gestação podem agravar mais ainda devido às variações dos hormônios, podendo afetar até a futura dentição da criança, já que sua formação se inicia na sexta semana intra-uterina. Associação entre Doença Periodontal e Diabetes Melito A Diabetes Melito é uma doença crônica caracterizada por deficiência na produção de insulina, resultando em hiperglicemia. Além de complicações crônicas, a Diabetes Melito está relacionada a complicações bucais, sendo a Doença Periodontal a mais importante. A Diabetes favorece o desenvolvimento da doença, que quando não tratada acaba piorando ainda mais o controle metabólico do diabetes. O controle da glicemia, raspagem gengival e higiene oral são as maneiras de controlar a Doença Periodontal. Com a evolução cada vez maior da Odontologia, a forma mais eficaz de estar livre destes problemas bucais é realizando higiene bucal satisfatória em casa e controles periódicos no consultório, para prevenir qualquer recorrência da doença.

ESTILO LIVRE

73


CUIDADOS_

A IMPORTÂNCIA DO CUIDADO COM AS

UNHAS Por_Carla Ganassin CRM 120861 médica dermatologista

Nos tempos das cavernas, as unhas tinham funções vitais: destroçar alimentos e auto defender-se contra inimigos e animais. Com a evolução, as unhas humanas perderam grande parte das funções, mas nem por isso deixaram de ser importantes. Parte pela questão estética: unhas, bem cuidadas, dão uma aparência mais delicada às mãos e aos pés e denotam assepsia. Contudo as unhas também podem ser focos de problemas e incômodos além de, em alguns casos, revelarem doenças. Por isso é fundamental tratar muito bem as unhas das mãos e dos pés. Unha também sofre As agressões semanais com o uso de acetona, lixa, alicate para remover cutícula, etc. agridem a queratina, uma substância que reveste a unha. O uso contínuo da acetona pode ressecar as unhas e alguns esmaltes também podem provocar alergia. Você sabia que ao eliminar a cutícula você remove uma estrutura de proteção que impede a entrada de microorganismos, como vírus e bactérias? Até mesmo sabonetes e detergentes, com todo o arsenal químico que possuem em suas composições, são agressivos, ressecam as mãos e as unhas. Com o passar do tempo, as unhas enfraquecem, descamam, podem ficar onduladas e com manchas brancas.

74

ESTILO LIVRE

O que fazer para evitar esses problemas? Para deixar as unhas bonitas e saudáveis, aí vão algumas dicas: use removedores de esmalte sem acetona. Não use lixa sobre a unha, apenas na sua extremidade. Não remova a cutícula, mas apenas afaste-a com espátula, e retire com alicate apenas o que ficou sobrando nos cantinhos. Procure uma manicure que esterilize o material usado, ou leve você mesmo seu kit pessoal. Isso evita que você entre em contato com vírus, fungos ou bactérias que podem contaminar os instrumentos mal lavados. Por fim, é aconselhável passar ao

menos um dia por semana sem esmalte, e então aproveite para hidratar as unhas com um creme à base de uréia. Nas pessoas que utilizam muita água e detergente, especialmente no trabalho diário, é muito comum que a pele ao redor das unhas das mãos fique constantemente inflamada, inchada, avermelhada e dolorida. As unhas podem ficar frágeis e onduladas. É o que chamamos de “Paroníquia Crônica”. Para resolver esse problema, além do tratamento medicamentoso individualizado, a pessoa deve evitar contato com água e detergente, usando luvas de borracha, que devem ser compridas o suficiente para evitar a penetração da água. Se mesmo assim isso persistir, recomenda-se usar uma luva de algodão por baixo da luva de borracha. Pode até demorar, mas a pessoa acaba acostumando-se a usar luvas. Outro problema muito freqüente que ataca as unhas são as micoses, principalmente nas unhas dos pés. Um fungo que se alimenta da queratina da unha é o culpado por deixá-la com aparência espessa, opaca, amarelada e descamada. O tratamento é longo, porque é preciso erradicar por completo o fungo, senão ele volta. Todavia, com medicamentos adequados as unhas voltarão ao normal. Unha encravada Quando o canto da unha penetra no tecido lateral do dedo temos a unha encravada. Isso também ocorre com mais frequência na unha do dedão do pé. Isso acontece ou porque a unha é muito encurvada ou porque a pessoa costuma cortar a unha de modo inadequado. O ideal é cortar as unhas do pé em formato quadrado. Quando a unha dá o alerta Muitas vezes, alterações das unhas são só a ponta de um iceberg. Por exemplo, unhas acentuadas e originalmente arredondadas podem significar doenças pulmonares. A anemia provocada por deficiência de ferro deixa as unhas arqueadas. Problemas no funcionamento da tireóide deixam as unhas quebradiças. Estrias longitudinais nas unhas podem aparecer em pessoas com artrite reumatóide ou com doenças vasculares, ou com doenças específicas da pele, como o líquen plano. Feito o diagnóstico, com um profissional da área, deve-se tratar a doença que inicialmente gerou a alteração nas unhas. Nos idosos é comum aparecer estrias nas unhas, porém nesse caso isso é normal. O hábito de roer unhas Roer as unhas é sinal de ansiedade. Com o tempo, a pele ao redor delas inflama, e as unhas deformadas têm dificuldade para crescer. Já existem formulações de esmaltes com sabor amargo e desagradável para coibir o hábito, entretanto, para conseguir parar de roer as unhas é preciso, antes de tudo, muita força de vontade. Evitar o estresse e cuidar do aspecto psicológico da questão, também pode ajudar a acabar, definitivamente, com esse hábito. Cuidar corretamente ESTILO LIVRE É, das unhas não deve ser somente uma questão de estética. sem dúvida, preservar a saúde.

75


Yogap

CAPA_

exercícios associados à qualidade de vida

HISTÓRIA

Exercícios físicos emagrecem, tonificam os músculos e melhoram a qualidade de vida e a saúde. A especialista da Yogap, Iza Roncon, que está comemorando 15 anos de sua academia em Assis e é pioneira no desenvolvimento do treinamento físico personalizado na cidade, segue este conceito na Yogap. Quer perder peso, ganhar massa magra, delinear o corpo e ainda acabar com as dores que incomodam diariamente? Basta associar as modalidades corretas e planejar o treinamento de acordo com os resultados esperados. A Yogap busca atingir os objetivos estéticos dos alunos, sempre focada também em seu bem-estar e na prevenção de problemas de saúde futuros. Para isso, o novo aluno passa por avaliação física e, depois de apresentar seus objetivos, recebe recomendações ESTILO LIVRE dos profissionais e um programa de treinamento específico para suas necessidades. Segundo Iza Roncon, dentro

76

de todos os planos da academia, sempre estão presentes exercícios aeróbicos e de yoga, fundamentais para qualquer treinamento, associando a queima de gordura e o aumento da capacidade cardiorrespiratória à melhora da flexibilidade e força muscular. Ela revela também que, ao contrário do que muitos pensam, o fato de a Yogap trabalhar com atendimento personalizado, não significa que o investimento seja mais alto. A intenção é oferecer excelência no atendimento, com opções de planos individuais e de grupos com até 10 pessoas, número máximo para um atendimento de excelência. Há diferentes opções de planos de pagamento que se ajustam às possibilidades de cada indivíduo. “Fico muito feliz de ver que os alunos já percebem os resultados nas primeiras aulas”, afirma a especialista. Com uma equipe altamente capacitada e entrosada - todos os professores conhecem as características individuais de

cada aluno – a Yogap conta com ambientes climatizados, aulas de musculação, exercícios aeróbicos, treinamento funcional e de corrida, pilates, yoga e alongamento, com o que há de melhor em cada uma dessas áreas, seguindo as tendências dos principais centros do país. Segundo Iza Roncon, os interessados podem agendar gratuitamente aulas experimentais.

YOGAP Travessa brasil, 400 vila fiuza . assis SP 18 3324 4382

Iza Roncon montou a academia, inicialmente GAP, em 1998, pela necessidade de um espaço para desenvolver treinamentos personalizados. Ela já atuava havia anos em outras academias, mas seus alunos buscavam um atendimento mais individualizado e não havia local adequado para isso na cidade. Foi então que ela descobriu que este tipo de trabalho era realizado em apenas duas cidades do Brasil, São Paulo e Rio Preto. “Fui até Rio Preto conhecer a academia que oferecia este atendimento personalizado e trouxe a ideia para Assis”, conta. Com sua busca por excelência, a GAP foi a primeira academia a oferecer o Pilates na cidade e seu espaço foi crescendo, com a inclusão de novas modalidades, possibilitando a ampliação das atividades oferecidas também a pequenos grupos. Com olhos voltados para a inovação e investimento na formação e desenvolvimento profissional, em 2007 a academia passou a oferecer também a Yoga, passando a se chamar Yogap. “Construímos nossa história olhando para frente, pesquisando e estudando os diferentes métodos de atividade física, e com isso, encontramos as melhores soluções para promover saúde e qualidade de vida”. Venha para a Yogap e perceba os grandes resultados para uma vida saudável com o que há de mais moderno ESTILO em conhecimento e tecnologia, com LIVRE muita competência, ética e seriedade.

77


OFTALMOLOGIA_

SÍndrome do Olho Seco Por_Dr. Victor A. C. Antunes CRM-SP 108.193

78

ESTILO LIVRE

A lágrima, ou filme lacrimal, é um líquido produzido pelas glândulas lacrimais. Ela é composta por água, sais minerais, proteínas e gordura, com a função de lubrificar, limpar e proteger o olho das agressões causadas por substâncias estranhas ou micro-organismos. Olho seco é um termo usado para descrever um grupo de diferentes doenças e condições que resultam da lubrificação inadequadas dos olhos ou por má qualidade da lágrima. Várias são as condições que causam o olho seco, seja pela diminuição da produção de lágrimas, evaporação excessiva, problemas com o piscar, etc. Fatores que contribuem com o desenvolvimento de olho seco: Causas ambientais: clima seco, vento, poluição, lugares fechados, ar condicionado e radiação dos monitores de computador e TV; Diante do computador ou da TV, a tendência é piscar menos. Consequentemente, o filme lacrimal não é distribuído com regularidade sobre a superfície dos olhos, aumentando a evaporação da lágrima, comprometendo a lubrificação ocular. Medicamentos: alguns medicamentos tomados por via oral podem diminuir a produção das lágrimas como descongestionantes nasais, antihistamínicos, tranquilizantes, antidepressivos, diuréticos, alguns anestésicos, medicamentos para o tratamento da hipertensão arterial (betabloquadores) e para transtornos digestivos (anticolinérgicos). Lentes de contato: o uso prolongado de lente de contato pode agravar ou provocar o olho seco; Fatores nutricionais: desnutrição, deficiência de vitaminas C e B12. Disfunções hormonais: menopausa, problemas na tireóide; Doenças sistêmicas: como artrite reumatóide, lupus, sarcoidiose, Síndrome de Sjorgren, alergias e as doenças de pele. Lesões por trauma das glândulas lacrimais; Causas oculares contributivos como blefarite (infecção crônica das glândulas dos cílios)  Sintomas do olho seco Sensação de areia ou de corpo estranho; desconforto ao piscar os olhos; sensibilidade à luz (fotofobia); lacrimejamento reflexo; Diagnóstico É realizado pelo Oftalmologista através do exame biomicroscópico e uso de corantes de superfície ocular como a fluoresceína e rosa bengala, além de testes que quantificam a produção de lágrima como o teste de Shirmer.

Tratamento O tratamento do olho seco depende da causa. As lágrimas artificiais são o tratamento mais utilizado e eficaz, independentemente da causa do olho seco. O objetivo é aumentar a umidade da superfície ocular e melhorar a lubrificação. Existem vários tipos de lubrificantes oculares: Gotas – os lubrificantes na forma de gotas são os mais usados, pois são fáceis de aplicar e mais parecidos com a lágrima natural; Gel – apresenta conteúdo de água menor do que as gotas e maior retenção no olho, contudo, pode provocar embaçamento na visão. Pomadas – são preparações semi-sólidas, com menor quantidade de água e um componente gorduroso. Embaçam muito a visão e são usados em casos mais graves. Existem outros tratamentos aplicados a casos mais severos e refratários ao uso de lubrificantes convencionais, como oclusão dos pontos lacrimais temporária ou definitiva, uso de medicações orais como óleo de linhaça, antiinflamatórios tópicos e imunomodulação local como a ciclosporina tópica. Se você apresentar alguns dos sintomas mencionados acima, procure seu oftalmologista de confiança para que este oriente o tratamento adequado para seu caso. A auto-medicação pode mascarar problemas mais graves.

www.ioa.com.br 18 3302 8200

ESTILO LIVRE

79


A mulher e sua multiplicidade DA REDAÇÃO_

Um fenômeno interessante ocorre em nossos dias. Nós o vemos na publicidade e o assistimos publicado nos mais diversos formatos de mídia. O mundo contemporâneo tem um novo foco: a mulher. Todo este poder também causou algumas anomalias: percebe-se que para algumas pessoas conquistas tornaram-se obrigações, motivo de angústia, preocupação e sofrimento. Hoje é possível afirmar que muitos corações e mentes femininas estão sobrecarregados por tantas promessas “glamourizadas” de sucesso, seja ele profissional, afetivo, sexual, espiritual, financeiro, familiar, entre outros que compõem a multiplicidade do atual “Ser mulher”. A verdade é que no universo feminino há respostas simples ou não para questões como a felicidade ou realização pessoal. A definição de sucesso para alguns é impensável para outros, assim o sentimento de glória ou de fracasso depende de nuances psicológicas, do modo de encarar a vida, entre outras variações do gênero humano que são demasiado complexas para que possamos encontrar fórmulas ou definições que se enquadrem a todos. O interessante mesmo é que as pessoas conheçam a si próprias, e que busquem uma “felicidade” que ocorra naturalmente, se preocupando mais em viver do que enquadrar-se neste ou naquele padrão estabelecido por quem quer que seja. Nesta edição, em alusão ao Mês da Mulher, elaboramos entrevistas com profissionais da área da saúde sobre depressão, cirurgia plástica, prevenção contra o câncer, exposição solar, estresse, dentre outros assuntos relacionados ao universo feminino. Boa leitura!

Mayra Triveloni

Atendimento e Redação

DIRETOR Jeziel Marquezini EDITORA Carolina Marquezini DIRETOR COMERCIAL Daniel Israel DIREÇÃO DE ARTE E DIAGRAMAÇÃO Camila Bahis IMPRESSÃO Editora Conosco_Indústria Gráfica TEXTOS Mayra Triveloni FOTOS Ana Carolina V. Falcão JORNALISTA RESPONSÁVEL Carolina Marquezini_MTB_41418 SP TIRAGEM 18 mil exemplares PARA ANUNCIAR Daniel Israel_18 9732 0007 daniel@revistaestilolivre.com.br ANÚNCIOS E PATROCÍNIOS Além de anúncios institucionais e comerciais em formatos tradicionais, a Estilo Livre oferece a opção de patrocínio das seções e colunas fixas. Fale com nosso departamento comercial.

80

*O conteúdo das propagandas e informes publicitários é de inteira responsabilidade dos contratantes.

ESTILO LIVRE

REVISTA ESTILO LIVRE Abílio Duarte de Souza, 257 . 18 3022.3152 revista@revistaestilolivre.com.br www.revistaestilolivre.com.br

ESTILO LIVRE

81


CUIDADOS_

Exposição ao sol O benefícios superam os riscos? Por_mayra triveloni

Em recente publicação da Revista Veja, em sua edição 2.304, a reportagem “Um lugar ao sol para a vitamina D” - sobre a necessidade da exposição ao sol em virtude dos benefícios da vitamina D em nosso organismo, chamou a atenção de médicos dermatologistas e também da população em geral: afinal, a exposição solar supera os riscos? De acordo com a Dermatologista Dra. Beatriz Baldi - CRM 121398 -, em entrevista especial à Estilo Saúde, a Sociedade Brasileira de Dermatologia, em nota, afirma que “o tema é controverso e envolve, entre outros fatores, a orientação acerca da necessidade de exposição ao sol versus a proteção solar, medida frequentemente orientada pelos dermatologistas a seus pacientes”. Ela esclarece que, considerando os benefícios da vitamina D para a saúde dos ossos (já que os outros benefícios citados na reportagem ainda não tiveram comprovação científica) e os riscos da exposição solar, especialmente relacionada ao câncer de pele (tipo mais comum de câncer do organismo humano), a Sociedade Brasileira de Dermatologia manifestou-se contrária à exposição solar como fonte de produção de vitamina D, uma vez que esta prática negligencia os riscos de desenvolvimento do câncer de pele e mesmo de outras doenças provocadas pelo sol. “As medidas de proteção solar, como uso de roupas e chapéus, óculos escuros e evitar o sol em hoESTILO LIVRE rários entre 10h e 15h, continuam sendo a recomendação mais adequada para a prevenção do câncer e

82

envelhecimento da pele”, reforça Dra. Beatriz Baldi alerta que o cuidado com as crianças é ainda mais necessário; isso porque os pequenos possuem uma pele mais fina que a dos adultos, e seu sistema produtor de melanina não está completamente amadurecido. A Dra. Beatriz Baldi explica ainda que os pacientes com risco de desenvolver deficiência de vitamina D (como crianças recebendo amamentação exclusiva, idosos - porque a pele envelhecida produz menos Vitamina D - e obesos mórbidos -, devem ser monitorados através de exames periódicos e podem utilizar alimentos ou suplementos vitamínicos para prevenção de deficiência desta vitamina. “Assim, a exposição ao sol, de forma intencional não deve ser considerada fonte para a produção de vitamina D, nem para a prevenção de sua deficiência. Os riscos reais presentes na exposição solar superam os possíveis benefícios, conforme demonstrado em diversas publicações científicas”, esclarece Dra. Beatriz.

Suplementos A suplementação de vitamina D é feita, em geral, por cápsulas ou gotas. No Brasil são comuns ainda os alimentos fortificados com a vitamina D, como a manteiga, o leite e o iogurte. Para saber mais sobre o assunto converse com seu dermatologista. Sociedade Brasileira de Dermatologia - Instituição que congrega mais de seis mil dermatologistas brasileiros e a única reconhecida oficialmente pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e pela Associação Médica Brasileira (AMB). Av. Otto Ribeiro 965 Jardim Europ a Assis S P

3324 6846 9624 6160

Edicao26  
Advertisement