Page 1

ESTILO LIVRE

3


4

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

5


ÍNDICE_

06 08 12 16 18 44 56 64

entrevista

Thiago LaCERDA

“Nunca fui ator, virei ator”

DA REDAÇÃO_

Uma nova gestão

Carros

lançamentos Marcas apostam em novidades

turismo

PORTO DE GALINHAS Destino preferido dos casais

REPORTAGEM MODELO PLUS SIZE

Conheça a assisense Thais Fabri

ENTREVISTA rAFINHA BASTOS

Conta sua saída da REDETV

Não há melhor forma de encerrar um ano do que vislumbrando dias melhores para o próximo. Sabendo disso estampamos a capa desta edição do último mês de 2012 da Estilo Livre com o novo prefeito de Assis, Ricardo Pinheiro Santana, que irá administrar a cidade pelos próximos quatro anos. Na entrevista, ele revela que sempre sonhou em ser prefeito da cidade e conta seus planos para “mudar” Assis. Confira na reportagem como Pinheiro se capacitou para exercer o cargo e como pretende transformar a cidade, buscando excelência em sua gestão. Nossa intenção com essa cobertura foi abrir espaço para o novo prefeito conversar com nossos leitores, revelando um pouco de sua história e também parte de suas propostas para a Prefeitura de Assis. Esperamos que gostem e que, a partir desta reportagem, possam encerrar o ano esperançosos em dias melhores para o futuro da cidade e de sua população.

body colors

sucesso no mercado Cosméticos naturais

CAROLINA MARQUEZINI DIRETORA DA REDAÇÃO

decoração

mostra de assis Fratto inova nos ambientes

natal

DIRETOR Jeziel Marquezini

Peças e mimos para a ceia

EDITORA Carolina Marquezini

tendências e novidades

DIRETOR COMERCIAL Daniel Israel

68

it grasi

moda verão O frescor das camisas sem manga

DIREÇÃO DE ARTE E DIAGRAMAÇÃO Camila Bahis IMPRESSÃO Editora Conosco_Indústria Gráfica TEXTO E FOTOS Agência Estado FOTOS Ivan Mello_Freelance

34 Capa

6

Ricardo Pinheiro: “Quero uma gestão profissional” Foto de Capa: RED PHOTO IMAGEM ESTILO LIVRE

JORNALISTA RESPONSÁVEL Carolina Marquezini_MTB_41418 SP TIRAGEM 18 mil exemplares PARA ANUNCIAR Daniel Israel_18 9732 0007 daniel@revistaestilolivre.com.br ANÚNCIOS E PATROCÍNIOS Além de anúncios institucionais e comerciais em formatos tradicionais, a Estilo Livre oferece a opção de patrocínio das seções e colunas fixas. Fale com nosso departamento comercial. *O conteúdo das propagandas e informes publicitários é de inteira responsabilidade dos contratantes.

REVISTA ESTILO LIVRE Abílio Duarte de Souza, 257 . 18 3022.3152 revista@revistaestilolivre.com.br www.revistaestilolivre.com.br

ESTILO LIVRE

7


ENTREVISTA_

“ THIAGO entrevista_

LACERDA NUNCA FUI ATOR, VIREI ATOR POR_IGOR GIANNASI

(AE) - O ator carioca Thiago Lacerda, de 34 anos, foi um adolescente tímido. Em cartaz em São Paulo com o clássico “Hamlet”, no qual interpreta o protagonista, um dos papéis masculinos mais desejados pelos atores, Lacerda entrou na profissão por acaso. A oportunidade surgiu após fazer um curso de teatro justamente para perder a inibição e se tornar gerente de banco, como o pai. Antes disso, passou grande parte da vida nas piscinas, como atleta - exemplo que seguiu dos pais e passou para os filhos Gael, de 5 anos, e Cora, de 2, frutos do casamento com a atriz Vanessa Lóes. EL: Você nadou dos 3 aos 18 anos. Qual a importância do esporte para você? THIAGO: É um momento da minha vida muito significativo, muito importante para saber conviver em grupo. Quando você faz parte de uma equipe precisa dar o seu melhor não só para conquistar aquilo, mas também como grupo, para o clube que representa. Gosto dessa ideia de protagonizar um espetáculo, de fazer parte desse pelotão de frente para levar essas histórias ao público e isso o esporte me deu. EL: Como ingressou na área artística, então? THIAGO: Isso foi absolutamente natural. Como tudo na minha vida, na minha carreira, as coisas acontecem sem que planeje muito. Aos 16 anos, fui fazer curso de teatro porque queria ser gerente de banco e eu tinha de lidar com o público. Meu pai era gerente de banco e era

8

ESTILO LIVRE

a referência que tinha. E um dia sai do curso porque comecei minhas aulas de economia da faculdade e fui arrumar um emprego, trabalhar em um shopping. Alguns meses depois, minha ex-professora me ligou falando que estavam abrindo um teste. Fui porque queria trabalhar, precisava arrumar uma grana para levar minha namorada ao cinema. EL: E era um teste para quê? THIAGO: Era um teste para “Malhação”. Aí tinha de fazer outro teste. Nunca imaginei que fosse dar certo, mas como tinha passado no primeiro, fui fazer e passei de novo. E comecei a trabalhar meio sem saber o que estava fazendo. A verdade é essa: eu nunca fui ator, eu virei ator. Eu fui me transformando em cena, fui percebendo e tendo a certeza de que aquilo ali ia acontecer para mim se eu fosse observando as pessoas que iam passando pelo meu caminho, os grandes atores com que já trabalhei. EL: Como foi a experiência nas filmagens de “O Tempo e O Vento” (dirigido por Jayme Monjardim)? THIAGO: Já terminamos tudo. Esse ano é muito especial para a minha carreira porque tive o Capitão Rodrigo (personagem do livro homônimo que inspirou o filme) e o “Hamlet”. Foi um desafio gigantesco porque, tanto quanto o “Hamlet”, as pessoas vêm de uma referência muito poderosa, a do Tarcísio (Meira), a minissérie fez um sucesso enorme. Tinha uma responsabilidade muito grande, mas tão pouco podia me preocupar com isso, senão a gente não faz. ESTILO LIVRE

9


CARROS_

Range Rover Vogue

Volvo XC60

Hyundai I30

(AE) - “Os motoristas não olham no retrovisor e cruzam de repente. Na pista há animais como camelos e ovelhas, além de bicicletas e pessoas. E se a polícia os parar, por favor, sejam gentis. Preparados para a aventura?” Com estas palavras, ditas pelo instrutor de test- drive da Land Rover, Alex Brown, teve início a avaliação da quarta geração do Range Rover Vogue no Marrocos. O utilitário chega ao Brasil em fevereiro de 2013 por cerca de R$ 500 mil.

(AE) - Apelo esportivo apenas no visual costumava ser um recurso utilizado pelas montadoras nos carros “populares” brasileiros. Agora, até marcas de luxo estão utilizando essa solução para atrair mais consumidores. Entre os exemplos recentes desse fenômeno há o Volkswagen Touareg R Line e o Volvo XC60 R-Design.

(AE) - O novo Hyundai i30 desfila pela pista da Fazenda Serra Azul, em Itupeva, interior de São Paulo. A marca que começou a fabricar carros em 1974 afronta rivais seculares como Ford e a GM, por cerca de R$ 65 mil, segundo fontes.

Renault Twizy

Corolla XRS

BMW M5

(AE) - Na Europa, o jovem que quer um carro acaba optando por um pequenino, como o Smart, que é mais fácil de estacionar, ou um elétrico, como o Twizy. Meio carro, meio scooter, o Renault tem quatro rodas e os dois ocupantes se sentam em fila.

O Corolla XRS foi um dos destaques do Campeonato Brasileiro de Marcas, em Londrina (PR). Com essa versão do “carro de rua”, a Toyota pretende dar um ar mais jovial ao sedã médio líder de vendas no País. Tabelada a R$ 73.030, essa opção é R$ 1.400 mais cara que a XEi, na qual se baseia. As diferenças entre elas são, principalmente, detalhes visuais.

(AE) - é preciso ter R$ 558.950 para levar o esportivo alemão para casa e, sim, ele vale cada centavo. Ao entrar no sedã, o motorista é envolvido pelo luxo. Os excelentes acabamento e nível de equipamentos (os itens de segurança, por exemplo, incluem controles eletrônicos de tração e estabilidade, freios ABS e muitos air bags) dão a impressão de se estar a bordo de um “mero” carro de luxo. Entre os detalhes, há LEDs na parte interna e externa das portas.

10

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

11


12

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

13


Porto de Galinhas Sol, jangadas e piscinas naturais Por_Ana Paula Garrido

(AE) - Porto de Galinhas não é queridinha apenas dos casais em lua de mel. Uma caminhada pela (concorrida) orla do principal balneário de Ipojuca revela famílias com crianças, grupos de amigos, estrangeiros. Qual seria a fórmula para agradar a um público tão heterogêneo? A paisagem, caracterizada pela moldura criada pela barreira de corais e um sem-fim de jangadas, é o primeiro ponto. Aliada às águas claras e à temperatura média de 28 graus o ano todo, fez a fama do destino. Fama que trouxe lojas refinadas e restaurantes interessantes, mas também um excesso de turistas em fins de semana e feESTILO LIVRE riados que pode frustrar quem busca sossego. Se for o seu caso, uma estratégia é fazer da praia seu primeiro

14

ponto de apoio a partir de Recife e, quando chegar o fim de semana, fugir para um recanto mais tranquilo. O passeio até as piscinas naturais é obrigatório. Em cinco minutos, os jangadeiros, concentrados em frente à praça da Vila dos Pescadores, levam até lá ao custo de R$ 15 por pessoa. Nada muito demorado: você caminha sobre os arrecifes, fotografa a piscina que tem o formato do mapa do Brasil (e os peixinhos que ficam presos nela), dá um mergulho e logo está de volta à jangada. Como em todo lugar onde há piscinas naturais, o ideal é programar sua ida nas luas nova ou cheia. Mas se não houver jeito e você estiver lá na maré alta, tudo bem. Não vai dar só para alimentar como também nadar com os

peixes. E até posar debaixo d’água com eles - sempre há fotógrafos com snorkel convidando para um clique. Cada foto custa em média R$ 10 e você pega mais tarde, no centrinho da vila. Caso você não queira dividir a piscina principal com uma multidão de peixes (e, consequentemente, de pessoas que querem tirar fotos com eles), peça para o jangadeiro te levar a uma sem cardumes, com água azulzinha e tranquilidade garantida. ‘Galinheiro’. De volta à vila, você pode se manter conectado à natureza no Projeto Hippocampus (Rua da Esperança, 700), que estuda os cavalos-marinhos do manguezal de Maracaípe. Na casinha simples do centro há aquários onde, até as 17 horas, você pode conhecer um pouco mais da vida desses simpáticos animais. A entrada custa R$ 4. Caminhando pela vila, você vai reparar: quem domina o cenário são as galinhas. Feitas com troncos de coqueiros, elas fazem parte da Chicken Parade (ao estilo da famosa Cow Parade) e são divertidíssimas: tem uma sósia de Dercy Gonçalves, uma turista e até uma em homenagem à seleção brasileira de futebol. O efeito colateral é a vontade de levar uma miniatura da anfitriã para casa - há souvenirs por a partir de R$ 5. Se quiser investir um pouco mais, não faltam opções. Na Gatos de Rua (Avenida Esperança, 127), por exemplo, há luminárias, jogos americanos feitos com garrafa pet... Fora da alta temporada, o agito noturno se concentra apenas no fim de semana. Para dançar, há basicamente dois lugares. No bar Biroska (Rua Beijupirá, 5), prevalece a música eletrônica. Já o Lua Morena é o palco do forró. Mesmo quem não sabe acaba arriscando uns passinhos com os professores (um homem e uma mulher), que circulam pelo salão para chamar quem está parado. Entre uma aula aqui, outra ali (é grátis), eles se apresentam, deixando o público com inveja. Seja qual for a sua escolha, combine a volta com um taxista - de preferência, indicado por seu hotel. Isso porque, depois da meia-noite, fica difícil encontrar um motorista disponível. Eles vão embora cedo para descansar, provando que a vila realmente dorme com as galinhas.

TURISMO_

ESTILO LIVRE

15


INFORMÁTICA_

Dicas no

Por_Lais Cattassini

(AE) - Assim como existem os vídeos para dar dicas de maquiagem, ensinar artesanato e discutir cinema, há também os usuários do YouTube que discutem literatura. Chamados de “booktubers”, os canais fazem resenhas, brincadeiras, promoções e enriquecem a discussão literária online. A professora de inglês e tradutora Tatiana Feltrin, de 30 anos, foi uma das primeiras brasileiras a entrar para a categoria, com o canal Tiny Little Things, hoje com mais de 7,7 mil usuários inscritos. Ela diz que começou a fazer vídeos em 2007. “O primeiro era sobre livros em inglês para complementar os estudos da língua. Depois passei a mostrar os livros que eu tinha lido e muita gente se interessou.” Mais dinâmicas do que as críticas em texto, as resenhas em vídeo ainda têm a vantagem de mostrar aos usuários o tamanho do livro, da letra e até a qualidade da edição. Considerada uma das melhores “booktubers”, a canadense Priscilla Castro, de 26 anos, mantém o canal The Readables, com mais de 21,1 mil usuários inscritos. O canal começou em 2010, inspirado pelas pessoas que usavam o YouTube para fazer críticas de filmes. Priscilla acredita que vídeos são essenciais para transmitir uma boa opinião literária. “A pessoa precisa ter uma grande paixão por livros e precisa se

16

ESTILO LIVRE

expressar de maneira vívida nos vídeos”, diz. A holandesa Sanne Vliegenthart, de 23 anos, do canal Books and Quills, acha mais fácil se expressar em vídeo, e isso anima a audiência. “Eu nunca escrevi uma resenha de um livro.”

PARA ASSISTIR TINY LITTLE THINGS De Tatiana Feltrin. Tem mais de 7,7 mil inscritos. www.youtube.com/user/tatianagfeltrin/ THE READABLES De Priscilla Castro. Tem mais de 21,1 mil usuários inscritos. www.youtube.com/user/thereadables/ BOOKS AND QUILLS De Sanne Vliengthart.Tem mais de 17 mil usuários inscritos. www.youtube.com/user/booksandquills

ESTILO LIVRE

17


MERCADO PLUS SIZE_

Modelo plus size De olho no mercado Plus Size, que está crescendo cada vez mais no país, e incentivada por uma amiga a tentar carreira na área, a assisense Thais Fabri Oroídes, de 21 anos, 1,65 metros de altura e 89 kg, está correndo atrás do sonho de ser modelo. Já fez fotos, propagandas, e só não teve a oportunidade de participar de desfiles, pois, segundo ela, em Assis o mercado plus size ainda é pequeno. Agora em 2013, ela vai participar do maior concurso de Miss Brasil Plus Size de São Paulo, representando a cidade. Na entrevista a seguir, ela conta um pouco desta trajetória.

18

ESTILO LIVRE

1 – Como você começou a trabalhar como modelo plus size? Conheci o trabalho na área após uma amiga contar que, em Nova York, o mercado de modelo plus size é grande. Ela me incentivou a seguir em frente. Procurei várias agências, mas há dois anos o mercado de plus era pequeno e não tinha tanta procura. Ano passado me inscrevi para um concurso de troca-troca G/GG, e fui selecionada, mas não pude ir a SP para participar. Mesmo assim, minhas vontades foram crescendo. Então fui procurando achar lojas que precisassem de modelos plus size; foi difícil, o mercado só trabalhava com magras. No início de 2012 fui convidada para fazer uma filmagem para a TV com roupas plus size de uma loja da cidade. Em junho deste ano abri o concurso de Miss Brasil Plus Size 2013. Fui selecionada, e agora em 2013 vou participar do maior concurso de Plus Size em São Paulo. 2- Você acredita que esta área está em crescimento no país? Não tenho dúvidas! A não ser que o mundo mude muito e todo mundo emagreça. Estamos crescendo e o futuro promete para o mercado plus size. 3- Quais as dificuldades encontradas por quem usa plus size? Vivemos num mundo em que as mulheres magras são mais valorizadas, mas nem sempre foi assim. Fui atrás de patrocínio na única agência de modelos de Assis, mas eles só trabalham com modelos magras. A dificuldade é enorme. Entrar em uma loja comum, que não seja especializada em gordinhos, e achar uma blusa bonita e que sirva, pode mudar a vida de uma pessoa. “Viver em uma sociedade que não tem espaço para você é muito doloroso”. Defendo a felicidade independente da balança e acredito que a beleza vai muito além do número do manequim! FOTO:

ESTILO LIVRE

19


ENTREVISTA_

rafinha bastos fala sobre sua saída da RedeTV!

Por_João Fernando

EL: Você demorou para decidir que sairia da RedeTV!? RAFINHA BASTOS - Não demorei. O programa tinha uma temporada de 26 episódios e minha ideia sempre foi fazer a implementação do formato. Nunca foi para ser o programa do Rafinha. O projeto sofreu muito, talvez por essa superexposição que eu estava naquele momento. É um programa com fragilidades, com esquetes cômicos que não têm os apegos dos outros programas de humor. EL: Ainda precisa ir à emissora? RAFINHA BASTOS - Fui contratado em fevereiro. Mas o contrato não previa a temporada. Foi falado desde o começo que a gente poderia renegociar a data. Não foi uma surpresa em que virei e falei ‘Não aguento mais, gente’. Praticamente terminei minhas obrigações com eles. Em termos contratuais, vou até o final do mês. Mas tenho participado das reuniões de roteiro. Eu dirigi muito o programa no começo, depois fui largando a mão. O programa vai se renovar, provavelmente uma nova temporada de 26 episódios. Eu não poderia ter tido uma saída mais tranquila. EL: Você rescindiu o contrato? RAFINHA BASTOS - O contrato era de um ano, é o padrão na TV. Não temos a cultura de fechar por temporadas no Brasil. Eu não entrei dizendo que ficaria um ano. A ideia era colocar o programa para andar. Era importante estar num projeto de um nome forte como o Saturday Night Live, se eu vier a ter pretensões fora do País. Agora, vou focar na minha série (no canal FX) e nos meus projetos. Apesar de fazer esquetes, não sou um cara de esquete cômica. Talvez isso tenha atrapalhado. Uma das questões foi a minha inexperiência. Eu fui aprendendo na marra.

20

ESTILO LIVRE

EL: O que atrapalhou? RAFINHA BASTOS - Ter estreado no domingo foi um erro estratégico. Eu achei que, na inocência, poderia convencê-los de que seria uma má ideia fazer no domingo. Demorei três meses para conseguir uma reprise no sábado e aí convencê-los. A gente nasceu com a cobrança de audiência do Pânico. Foi também um pouco de mau planejamento meu. Programa de esquete ao vivo não funciona no Brasil. EL: A infraestrutura também foi um problema? RAFINHA BASTOS - Nos EUA, é quase tudo ao vivo. Era o que a gente queria e fez no começo. A RedeTV! fez de tudo para tentar entregar o que a gente precisava, mas ainda é uma emissora pequena, que tem os seus problemas, apesar da vontade de produzir.

Cinco meses após a estreia do “Saturday Night Live”, que melhorou a audiência ao passar do domingo para o sábado, que condiz com o nome - que em inglês significa ‘sábado à noite ao vivo’ -, o produtor-executivo Rafinha Bastos anunciou na terça-feira que deixaria a RedeTV!. Em entrevista à reportagem, o humorista diz que a saída não causou mal-estar na emissora e que lhe faltou experiência ao montar a versão brasileira da atração. ESTILO LIVRE

21


22

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

23


24

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

25


vitrine_

novidade O restaurante Chao Lin está com novidades deliciosas em seu cardápio. Venha conhecer os novos Temakis e Hot Rolls preparados especialmente para os paladares mais exigentes. Uma ótima opção para sua confraternização com a família e com os amigos!

26

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

27


28

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

29


Maria Rita homenageia a mãe, Elis, com “Redescobrir em CD e DVD” Por_Julia Fernandes

30

ESTILO LIVRE

(AE) - Com uma carreira consolidada de mais de dez anos, Maria Rita, de 35 anos, resolveu cantar, pela primeira vez, as músicas de sua mãe, Elis Regina, cuja morte completou 30 anos neste ano. O projeto Nivea Viva Elis nasceu como um conjunto de cinco apresentações gratuitas do show “Redescobrir” nas principais cidades do Brasil. Mas o sucesso foi tanto e a homenagem se tornou tão importante para Maria Rita, que ela se viu na obrigação de transformá-lo em uma turnê pelo Brasil, com direito ainda a registro de “Redescobrir em CD e DVD”, ambos duplos. “Foi mais do que a reação do público que me arrebatou. Tivemos também muitos pedidos nas redes sociais, principalmente de cidades que não tinham visto o show”, diz a cantora. Inicialmente, Maria Rita e sua equipe reuniram 65 músicas no repertório, mas acabaram chegando às 29 que mais marcaram a carreira de Elis. Na maioria das canções, os arranjos são bem semelhantes aos originais. “Se mexesse em certas músicas, poderia tomar um tomate. Nos ensaios, eu me colocava no lugar do fã que ouve as músicas da minha mãe há 30 anos. Sei do carinho que existe. Mexi em algumas músicas, mas sempre dentro das limitações, com muito respeito e humildade”, explica a cantora.

ESTILO LIVRE

31


vitrine_

1

2

3

4

5

5

7

1. Anielen e Isildinha 2. Luiza Antunes e Maria Angela 3. Mara e Alfeu 4. Ronaldo e AndrĂŠia 5. Miguel 6. Arthur, Vinicius, Lelinho e Rodrigo 7. Marcos e Giovana 6

32

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

33


Desfile Coleção Verão 2013 Donna Amora Sapataria Donna Amora & Homem M.Officer Realizado dia 26/11 na Mostra de Decoração de Assis.

34

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

35


capa_

capa_

“quero uma

gestão profissional” Por_carolina marquezini

FOTOS: RED PHOTO . IMAGEM // PRODUÇÃO: MAC COIFFEUR

Falar em nome do coletivo sempre fez parte de sua vida. Se na infância Ricardo Pinheiro se dispunha a organizar e liderar atividades na escola, e mais tarde, na faculdade, ampliou ainda mais suas experiências como líder, hoje ele comemora a conquista do sonho de administrar Assis.

36

F

ESTILO LIVRE

ormado em Direito, Pós-Graduado em Direito Tributário, área em que atuou por 10 anos, vereador desde 2008 e Pós-Graduado em Gestão de Cidades, esse assisense de 36 anos, que desde criança sonhava em ser prefeito de Assis, conta agora nesta reportagem como conquistou a confiança dos moradores da cidade para, a partir do ano que vem, “ser o melhor prefeito que o município já teve”, como ele mesmo diz. Capacitação para isso não faltará. Durante toda sua vida, sempre com o sonho de seguir carreira política, seguindo o exemplo de seu avô materno e também de um tio, que foram prefeitos de cidades do Paraná, Pinheiro buscou se capacitar na área de gestão de cidades e comemora agora a entrega de sua monografia no curso de pós na área. O título da pesquisa vai bem ao encontro de seus ideais: Profissionalização e Qualidade Total na Administração Pública. É a partir deste caminho que ele pretende mudar completamente a gestão de Assis.

Para o prefeito eleito, a busca por melhorias na qualidade da administração da cidade necessita que os servidores tenham um olhar especial por Assis. “Todos os serviços prestados à população partem deles, portanto, é preciso que tenhamos uma equipe motivada, que se sinta valorizada e que tenha possibilidades de crescer profissionalmente dentro de seus setores”, explica. A partir daí, a ideia é criar um Departamento de Gestão de Pessoas que atue além das questões burocráticas, mas que promova cursos de atualização e que esteja em constante contato com os servidores para auxiliá-los em suas necessidades. Para se ter uma ideia dos bons resultados desses investimentos nos servidores, basta uma consulta rápida na internet para se avaliar que as cidades que mais estão crescendo e se tornando exemplo no país estão seguindo esta linha de administração e colhendo resultados. É claro que os planos de Pinheiro são muito mais complexos, mas esse é o pontaESTILO LIVRE pé inicial para a série de mudanças buscadas.

37


“competência

em primeiro

lugar

Desenvolvimento

Ricardo Pinheiro gosta de deixar bem claro que durante sua campanha política não houve nenhuma negociação de cargos ou secretarias em troca de apoio político. “Muitas pessoas não acreditavam que eu fosse conseguir fazer uma campanha assim, sem assumir compromissos. Entretanto, consegui e agora vou montar minha equipe por competência e não por favores”, revela. O prefeito eleito adianta que está em busca de profissionais honestos e qualificados para cada uma das áreas de atuação da Prefeitura. Ele também está optando por pessoas que, além destes requisitos, tenham qualificação em gestão. Apesar da curiosidade, nomes devem ser revelados até o final do ano.

38

Conhecendo de perto a estagnação industrial em Assis, frente a cidades da região, Pinheiro revela que está assumindo compromisso com os empresários para solucionar o problema do Distrito Industrial, a começar por sua falta de estrutura. A ideia também é desburocratizar a abertura de novas empresas em Assis e buscar a qualificação de mão de obra, por meio da abertura de mais cursos técnicos e profissionalizantes na cidade. “Quero que Assis se torne uma cidade interessante para empresários e indústrias. Para isso, precisamos oferecer-lhes estrutura e mostrar os benefícios da vinda de uma empresa para a cidade. Temos uma ótima localização geográfica para escoamento de mercadorias pelo país, entretanto, até hoje a cidade não conseguiu aproveitar esta situação para seu desenvolvimento”, pondera. ESTILO LIVRE

Cidade Sustentável Antes mesmo de se eleger, Pinheiro assumiu compromisso com o Programa Cidades Sustentáveis, garantindo que implementará, em sua gestão, instrumentos de planejamento e execução de políticas públicas que busquem a sustentabilidade em todos os projetos e ações do município. Para isso, ele garantiu que todas as secretarias deverão atuar conjuntamente, com metas e objetivos estabelecidos em seu plano de governo, que serão acompanhadas constantemente para a averiguação dos resultados. A intenção também é utilizar a tecnologia disponível hoje no mercado a favor da melhoria na administração. O prefeito eleito também disse que vai trabalhar em parceria com a Câmara Municipal e que uma de suas metas é solucionar um problema antigo na cidade, que é a falta de efetivação de leis municipais. “Vamos fazer um levantamento da legislação municipal, separar as leis por necessidade e, a partir daí, buscar colocar aqueles que são prioridade em prática”, explica. Ele também adianta que, visando garantir o auxílio tanto dos Governos Estadual quanto Federal, montará um departamento de projetos para que a cidade possa aproveitar as opções de auxílio oferecidas, que muitas vezes são desperdiçadas pela falta de organização para elaboração de projetos e apresentação em tempo hábil para o recebimento de verbas. Em meio à infinidade de projetos, de visitas e reivindicações que já estão sendo feitas nas diversas secretarias estaduais, além dos estudos sobre modelos de gestão que estão servindo de exemplo no Estado, Pinheiro segue aguardando 2013 para o início definitivo da conquista de seu sonho de ser o melhor prefeito e de mudar Assis. ESTILO LIVRE

39


40

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

41


42

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

43


44

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

45


BODY COLORS

entrevista_

SUCESSO NO MERCADO DE COSMÉticos Por_EL

A vontade de ter acesso, no Brasil, a produtos de beleza que fossem produzidos artesanalmente, com matérias-primas naturais, levou a advogada assisense, Luciana Piemonte, especializada em Direito Tributário, a se tornar uma empresária de sucesso. De olho neste mercado, Luciana montou a marca de produtos cosméticos Body Colors, que está conquistando cada vez mais fãs e se expandindo por diversas cidades, em modelo de franquia. Na entrevista a seguir, Luciana conta como teve a ideia de lançar essa linha de produtos naturais, fala sobre seu processo e anuncia novidades. Confira! 1 – Quando surgiu a ideia de montar uma empresa de cosméticos? Sou advogada, especializada em Direito Tributário, uma área totalmente diferente da qual estou hoje. Na verdade, a ideia surgiu quando fiz uma viagem de férias e lá encontrei uma loja muito atraente e cheirosa, e, como

46

ESTILO LIVRE

toda mulher, não resisti a seus encantos! Fiz várias compras dos produtos e pude perceber de imediato a diferença deles no contato com a pele e a alta absorção que eles proporcionavam. Fiquei muito entusiasmada e desde então não me contive. Comecei a fazer muitas pesquisas sobre os produtos naturais e seu processo artesanal. Nesse período, que foi longo, constatei a falta desse ramo dos cosméticos artesanais no mercado e apostei tudo nessa lacuna, pensando em todos os critérios, desde a fabricação até a montagem e finalização da loja. Hoje vejo que realmente fiz a melhor escolha, me entregando de corpo e alma a um trabalho que me toma por completa, mas que me deixa realizada, orgulhosa e muito satisfeita com todo resultado e principalmente pela ótima aceitação na nossa cidade. Sendo assim, deixei totalmente de lado a minha formação acadêmica.

A Body Colors desenvolveu toda sua linha de produtos pensando realmente no diferencial de aplicar a matéria-prima natural, ou seja, utilizar matérias-primas selecionadas. Essas matérias que envolvem todo o processo artesanal têm como principal eixo as manteigas vegetais como de karité, cacau e cupuaçu, óleos naturais, extratos naturais e cera de abelha. O mix de produtos da Body Colors é bem vasto, composto de 17 linhas, e cada uma delas tem seu toque especial e seus aromas exóticos. Agora no mês de dezembro, que é contagioso por sua data comemorativa, a Body Colors já reservou algumas novidades para serem lançadas. Serão linhas especiais, uma específica para o verão, que será a BODY SUMMER, e outra que traz como benefício o extrato do café, que será a KAHVE. 3 – E quanto à divisão do negócio em franquias?

2 - A Body Colors trabalha com matéria-prima natural. Fale um pouco sobre sua linha de produtos.

Sobre a franquia, já fui um pouco mais ousada. Pen-

sando no melhor e por toda pesquisa e elaboração, e a necessidade de empreendimentos diferentes, fiz a Body Colors toda projetada no ramo de franquia, porque é um mercado muito promissor, e por toda segurança que apresenta aos interessados por franquia. E o melhor disso tudo é a nossa cidade ser privilegiada por ter uma empresa sediada e projetada para franquia. 4 – Quais os planos para a expansão da marca para o ano de 2013? Os planos de expansão já estão bem delineados para o ano de 2013. Já apostamos na cidade de Londrina/ PR, nesse ano, pois já contamos com um quiosque no Catuaí Shopping, e uma loja no Londrina Norte Shopping. Agora, para o ano de 2013, iniciaremos nossa expansão pelo interior, portanto, além da loja no Assis Plaza Shopping, vamos investir nas cidades de Marília, Bauru, Presidente Prudente, entre outras cidades com mais de 100 mil habitantes. ESTILO LIVRE

47


Uma festa linda e cheia de emoção... Em grande estilo, com um Baile de Máscaras, foi comemorado os 15 anos de Laura Boczkovski Delfino. Pra lá de emocionante, pai e filha dançaram tango com passos perfeitamente sincronizados, demonstrando uma grande sintonia entre eles. Na presença dos seus amigos e familiares, Laura estava radiante com seu baile, tudo feito da sua forma e no seu estilo. Sua família não mediu esforços e dedicação para realizar esse momento. E, para expressar esse carinho à filha, todos puderam assistir o pai vestido de cazuza e cantando a música “PAI xonado”, criada da original Exagerado.

48

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

49


vitrine_

1

2

3

4

5

6

8

1. Joel e Mรกrcia 2. Roselene e Ariane 3. Daniel, Flรกvia, Fabian e Gian 4. Lucio, Sheila e Clรกudia 5. Lyliana, Vilma e Renata 6. Cristiano, Jaci e Priscila 7. Julhano e Karina 8. Arthur e Gabriel

50

ESTILO LIVRE

7

ESTILO LIVRE

51


52

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

53


54

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

55


vitrine_

1

2

3

4

5

6

56

1. Ninive e Camila 2. Adriana, Janaina e Lígia 3. José Luiz e Nami Sabeh 4. Guilherme, Tatiana e Willians Rapchan 5. Luzia, Dr. Helder, Camila e Gabriela 6. Marcel e Ligia 7. Weslei e Silvana ESTILO LIVRE

7

ESTILO LIVRE

57


58

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

59


60

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

61


62

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

63


64

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

65


É NATAL É com graça e descontração que o Natal chega para alegrar ambientes e despertar emoções.

Verde e vermelho são tradicionais e ficam perfeitos. Para inovar escolha peças em dourado, brancas ou faça combinações com mais de uma cor e texturas.

Por_mayra triveloni

São tantas as possibilidades para preparar a sua casa, que a gente foi conferir o que está em alta por aí. “Tons terrosos são uma ótima opção, misturam-se bem com o dourado e vermelho. As folhas em cobre ficam lindas em arranjos de mesa ou na entrada”, conta Maria Tereza Coelho, proprietária da loja Entre Outras Coisas. A novidade fica por conta das placas artificiais em cedro ou buchinhos. As placas medem 50 x 50 cm e podem ser colocadas na mesa ou na área externa. Aí é só usar a criatividade. As bolas em disco, em formato plano são bem diferentes também. Doceiras, castiçais, arranjos, lanternas e difusores com cheiro de Natal. Isso mesmo, cheiro de Natal! A Antik lançou um difusor de ambiente especialmente para as festas de fim de ano. O cheirinho é inconfundível. Os bonecos articulados são um mimo, além de graciosos, são funcionais. Ficam sentados, em pé e podem ser colocados no hall de entrada, por exemplo! As lanternas podem ser usadas como arranjos, ou como porta-velas. Fica lindo e muito aconchegante.

66

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

67


NOTAS TV_

PRA REVER EM CASA

01

04

GLOBO

Protagonizada por Pedrão (Marcius Melhem) e Jorginho (Leandro Hassum), a série “Os Caras de Pau” (Globo) acaba de ter sua segunda temporada lançada em DVD. No total, são 18 esquetes. A atração deverá retornar à grade da emissora carioca no ano que vem.

02

SBT

GLOBO

MEDO DA IDADE Alinne Moraes, no ar em “Como Aproveitar o Fim do Mundo” (Globo), diz que queria que o mundo acabasse no dia 21 de dezembro, como diz a profecia. “É que vou fazer 30 anos no dia 22”, brinca a atriz, há quatro anos sem férias.

05

CBS

RECEITA GORDA

DUPLA JORNADA

A soma da vendagem dos dois volumes da trilha sonora da novela “Carrossel”, adaptada por Iris Abravanel, acaba de chegar à marca de 250 mil cópias. Já o DVD com os clipes das músicas chegará às lojas em dezembro.

Além de gravar “Go On” (Warner), o ator Matthew Perry, intérprete de Chandler em “Friends” (Warner), terá de arrumar mais espaço em sua agenda. Isso porque ele voltará à série “The Good Wife” para uma participação. Na terceira temporada do programa, o ator deu vida ao advogado Mike Kresteva. As novas cenas deverão ir ao ar no início de 2013.

03

GLOBO

“OS NORMAIS” TERÁ NOVA SEQUÊNCIA

68

ESTILO LIVRE

Alexandre Machado, autor da série e dos filmes “Os Normais”, está escrevendo o roteiro do terceiro longa da série. A produção, que pode estrear no cinema ou direto na TV, será um falso documentário. Nele, Rui (Luiz Fernando Guimarães) e Vani (Fernanda Torres) colhem depoimentos de personagens e pessoas reais sobre o casal.

06

Disney

A Disney está de olhos mais abertos para o mercado brasileiro. Corre nos bastidores que o grupo estaria negociando com a matriz uma versão brasileira de “Hannah Montana” (2006-2011), um dos maiores sucessos da companhia. O processo já teria sido encaminhado.

ESTILO LIVRE

69


70

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

71


vitrine_

Lançamento Conquistando cada vez mais espaço com sua voz doce e simpatia, Lais Dágola lançou em novembro o seu primeiro CD. Junto com ele, foi lançado também o clipe da música “Ciclo Vicioso”. Amigos e parceiros prestigiaram a festa, que foi realizada no Skifish, com um requintado coquetel. Parabéns a todos os envolvidos nas produções da artista assisense.

72

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

73


vitrine_

1

74

ESTILO LIVRE

2

3

4

5

1. Sidnei, Viviane e Luciano 2. Jo達o Paulo, Caio, Jhonatan e Carlinhos 3. Ariane e Viviane 4. Verusca, Viviane, Eduardo e Rebecka 5. Taciane e Luis

ESTILO LIVRE

75


vitrine_

1

2

3

4

5

1. Edilson e Lívia 2. Roger Campos e Marco Antônio 3. Jonathan e Juliana 4. Poliana e Mariana 5. Dr. Newton, Rafaela, Fátima e Marcela 6. Graziele Scobar

76

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE 6

77

6


78

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

79


Corvina Qual o melhor preparo? Frito

Tem o dobro de calorias, deve ser consumido com moderação.

Grelhado

Opção fácil e saudável, ideal para espécies mais firmes, como o salmão e a tilápia.

Assado

Por que não

peixe? Por_ Mayra triveloni

Não sofre aumento no teor de gordura. Para deixá-lo mais suculento e com sabor acentuado, aposte em vegetais no preparo.

Ensopado

Outra alternativa saudável. Atenção à perda de nutrientes. Para diminuir essa perda, coloque o peixe na panela após a água do cozimento ferver.

Empanado

Para que o preparo fique mais saudável, leve o filé já empanado ao forno.

Os preparativos para as festas de final de ano estão a todo vapor! O nosso dia a dia fica mais corrido e, quase sempre, optamos pelos pratos tradicionais para a ceia. Quer uma sugestão saborosa e muito saudável? Peixe! A sugestão é boa e justificada. Afinal de contas, os pescados carregam proteína de sobra e concentram pouquíssima gordura. E, com tantas opções de receitas e espécies, dá pra variar o cardápio na noite de Réveillon, por exemplo. A carne vermelha e o frango disputam espaço na mesa dos brasileiros e seu consumo anual por brasileiro chega a 40 quilos, enquanto que o consumo de peixe é de apenas 9 quilos/ano. Em termos de proteínas, minerais e vitaminas, carne de boi, frango e peixe não se diferenciam tanto; já no quesito gordura, a carne de peixe se destaca e muito. Os nadadores de águas frias são ricos em ômega-3, um ácido graxo poli-insaturado que é considerado o protetor do coração e parceiro das artérias. É importante mencionar que a maior parte do ômega-3 está localizada nos olhos - parte que, para nós, não é muito apetitosa... No filé que costumamos consumir, a quantidade é menor; não no caso da sardinha enlatada, que vai inteira para a embalagem e só não percebemos porque está desidratada. Para estimular a presença de ômega-3 no cardápio dos brasileiros, a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), pretende promover informações sobre novas diretrizes para o consumo de gordura. A ideia é incentivar o profissional da saúde a orientar seus pacientes sobre a importância do consumo de peixes e outras fontes de ômega-3 na alimentação, como óleos de soja, canola e linhaça. Para a SBC o ideal é que o consumo de peixe seja de pelo menos duas vezes por semana. E, na hora de seguir a recomendação de investir em pratos que levam peixe, o menu pode ficar bem variado se contarmos também com as espécies que nadam nas bacias hidrográficas brasileiras. Elas não contam com a mesma concentração de ômega-3 das espécies que vivem no mar, mas também oferecem doses caprichadas de vitaminas, minerais e proteínas de altíssimo valor biológico. Portanto, vale a escolha. Bom apetite!

80

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

81


82

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

83


84

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

85


86

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

87


botox no dentista Por_ES

Acompanhando uma tendência mundial nos consultórios odontológicos a toxina botulínica, mais conhecida comercialmente como Botox, tem sido confirmada como uma terapia com grandes benefícios quando utilizada corretamente pelo cirurgião dentista na sua área de atuação. Para tanto se torna necessário esclarecer que apenas um profissional habilitado em diagnosticar corretamente um problema deve indicar o uso da toxina botulínica. Quando a toxina botulínica é usada para finalidades exclusivamente estéticas fica evidente que uma marca de expressão deverá ser amenizada com a aplicação, mas no caso do cirurgião dentista,

para o qual ela é liberada para finalidade terapêutica, mais especificamente na dor orofacial e disfunção temporomandibular torna-se necessário um diagnóstico diferencial mais preciso e objetivo para não haver prejuízo ao paciente. Após realizar vários cursos sobre o tema e com uma experiência de mais de vinte anos atuando no diagnóstico e tratamento de dor orofacial, o cirurgião dentista especialista em Disfunção temporomandibular e Dor Orofacial e mestre em anatomia pela Universidade Federal de São Paulo, Dr. Anderson Israel de Anchieta Ramos, alerta para alguns aspectos relacionados à técnica.

“A toxina pode ser usada pelo dentista em todas as circunstâncias em que o paciente não tem uma necessidade exclusivamente estética e que a área anatômica se limite à cabeça e pescoço. Em casos mais específicos, pode ser usado quando o paciente adquire o hábito de apertar os dentes durante o dia e sente dores na cabeça devido à inflamação dos músculos da mastigação, e nos casos de bruxismo noturno, lembrando que o produto não trata o bruxismo nem elimina a placa acrílica interoclusal em todos os casos, mas diminui consideravelmente a hiperatividade muscular. Outra indicação muito importante é no caso do sorriso gengival, quando o paciente sorri e a gengiva aparece tanto que além de prejudicar a estética gera ressecamento, inflamação da gengiva e escurecimento dos dentes.” O Dr. Anderson Israel ainda lembra que o procedimento é indolor e passa a ter pleno efeito a partir de sete dias.

88

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

89


90

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

91


VERÃO

FOTOS: ACERVO PESSOAL

Antes de preparar as suas férias de verão, lembre-se de que o calor combina com praia e piscina e com muito, mas muito pouca roupa. Saiba como enfrentar o verão com a pele saudável, e com pernas sempre lindas. Por_Carla Ganassin CRM 120861 médica dermatologista e Dr. Ricardo Ganassin - CRM 110607 médio cirurgião vascular.

Maior incidência de raios solares e aumento da exposição. Essa combinação de fatores comuns no verão pode custar caro para a pele, principalmente se não houver proteção adequada. Um dos principais fatores que levam ao surgimento do câncer de pele é a exposição aos raios solares. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), 25% dos tumores malignos, registrados no Brasil, correspondem a esse tipo de neoplasia. Saiba quais são os principais descuidos cometidos pelos brasileiros nessa época do ano: Abusar do sol em horários críticos No verão, é comum encontrar as praias lotadas a qualquer hora do dia. No entanto, os dermatologistas recomendam que as pessoas evitem a exposição ao sol entre 10h e 16h. Nesse horário, a radiação ultravioleta é maior e, consequentemente, o risco de aparecerem mutações genéticas que causam o câncer. Não passar filtro solar em dias nublados Algumas pessoas acreditam que o efeito dos raios ESTILO LIVRE solares sobre a pele é minimizado se o sol estiver atrás das nuvens. Basta passar algumas horas em ex-

92

posição num dia nublado para perceber que se trata de um mito. Os raios ultravioletas não são bloqueados pelas nuvens. As pessoas devem se lembrar de que estão se protegendo da radiação ultravioleta e não da luz solar simplesmente. Fazer bronzeamento artificial em câmaras UV Apesar de proibidas pela ANVISA desde novembro de 2009, ainda existem pessoas que procuram por serviços de bronzeamento artificial em câmaras que emitem radiação ultravioleta. O efeito cumulativo da radiação ultravioleta durante a vida amplia as chances de o indivíduo adquirir câncer de pele. Além disso, acelera o envelhecimento do tecido cutâneo, já que os raios ultravioletas penetram até as camadas mais internas da cútis. Abrir mão de proteções físicas Apenas o filtro solar não é suficiente para acabar com os riscos da exposição ao sol. Principalmente entre 10h e 16h, é importante usar roupas e chapéus que protejam a pele dos raios solares. A maioria das roupas reflete ou absorve os raios UV. Já os chapéus são importantes para proteger o rosto, pescoço e nuca, que são áreas mais sensíveis.

Esquecer-se de proteger crianças e adolescentes Segundo dados do INCA, até os 18 anos recebemos 80% de toda exposição solar de nossa vida. Por isso, é importante proteger as crianças e convencer os adolescentes a fazerem uso de filtro solar e outras formas de proteção constantemente. Em crianças abaixo de seis meses, devido à sensibilidade da pele, não é recomendável o uso de filtros solares, por isso, a exposição ao sol deve ser ainda mais cautelosa. Negligenciar o aparecimento de alterações na pele A modificação de pintas e manchas ou mesmo o aparecimento de feridas que não cicatrizam, marcas ou nódulos podem indicar modificações celulares relacionadas ao câncer. Por isso, é importante que se faça regularmente o auto-exame da pele, usando espelhos e, caso apareça algum tipo de alteração, procurar o médico. Abusar de rasteirinhas O verão pede dedinhos pra fora, porém o uso de rasteirinhas podem aumentar as varizes em pessoas predispostas. Opte por sandálias de saltos largos de 3 a 4 cm. Exagerar na academia Nesta época do ano, a procura por academias aumenta e muitas pessoas exageram na musculação, o que aumenta as varizes. A dica é praticar exercícios aeróbicos no início e no término de seu treino de musculação. Cultuar o sol nos trópicos é modo de vida, de nada adiantará a lenga-lenga dos especialistas sobre os perigos do Astro Rei. Então aproveite o verão, a praia e a piscina sempre com parcimônia e sabedoria.

ESTILO LIVRE

93


94

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

95


VITRINE_

O Instituto de Oftalmologia de Assis (IOA) encerrou o ano de 2012 com uma grande comemoração entre seus colaboradores .

96

ESTILO LIVRE

ESTILO LIVRE

97


DA REDAÇÃO_

É importante celebrar. E continuar... Esta é uma edição muito especial. No início de 2012 não era tão fácil saber o que nos reservaria o final do ano. Após maturarmos um novo conceito, até então inédito em nossa cidade, buscamos implementar esta ideia chamada Estilo Saúde. Lançamos a EL no mercado acreditando que o diferencial da qualidade editorial e o profissionalismo excepcional daqueles que colaboram com suas colunas realmente agregassem valor ao que já estava sendo desenvolvido. E foi o que ocorreu. Então, ao final de 2012 celebramos a realização de um sonho, a prática de ideais e o sucesso de todos os envolvidos. Terminar 2012 com essa conquista nos faz acreditar em nosso trabalho e seguir adiante na proposta de inovar sempre, através de nossos anunciantes e parceiros, colocando em prática

um conceito moderno com ética e dedicação. E temos muito a melhorar, muito a buscar na intenção de efetivamente atingir nosso leitor e garantir ao anunciante uma comunicação eficiente. Até porque investir em publicidade e em marketing é mais do que obrigatório para a saúde de toda e qualquer empresa, e, através de tais investimentos, esperar um retorno igual ou maior do que se foi investido. Obrigada a todos que acreditaram em nosso trabalho. Nos vemos em 2013. Feliz Natal e um próspero Ano Novo!

Mayra Triveloni

Atendimento e Redação

saúde

DIRETOR Jeziel Marquezini EDITORA Carolina Marquezini DIRETOR COMERCIAL Daniel Israel DIREÇÃO DE ARTE E DIAGRAMAÇÃO Camila Bahis IMPRESSÃO Editora Conosco_Indústria Gráfica TEXTOS Mayra Triveloni FOTOS Ivan Mello - Freelance

98

ESTILO LIVRE

JORNALISTA RESPONSÁVEL Carolina Marquezini_MTB_41418 SP TIRAGEM 18 mil exemplares PARA ANUNCIAR Daniel Israel_18 9732-0007 daniel@revistaestilolivre.com.br ANÚNCIOS E PATROCÍNIOS Além de anúncios em formatos tradicionais, a Estilo Saúde oferece a opção de patrocínio de reportagens e colunas fixas. Fale conosco. *O conteúdo das propagandas e informes publicitários é de inteira responsabilidade dos contratantes.

. REVISTA ESTILO LIVRE Abílio Duarte de Souza, 257 :: F: 18 3022.3152

ESTILO LIVRE

99


100

ESTILO LIVRE

101

ESTILO LIVRE

Edicao24  
Advertisement