Page 28

PORTAS *

HARLEY CÂNDIDO NOGUEIRA

Q

uem se importa com a porta? Metaforicamente, as Com a devida vênia pelo portas nos abrem ao trocadilho, creio que todos novo, ao constante e ao nós nos importamos, ainda que não eterno. Guardam o sigilo, a tenhamos nos dado conta. intimidade, a lágrima mais Quando algo é bom, dizemos que triste, a alegria mais pura. isto nos “abre portas”. Ao guardião Pela porta somos expulsos de um segredo podemos dizer que ou acolhidos, enxotados ou ficou “mudo como uma porta”! recebidos e, até o Cristo se Dependendo do modo como as comparou a uma delas quando olhamos as portas são místicas, disse: _ “Eu sou a Porta!” mágicas, belas ou misteriosas. (Jo.10;9). Algumas tão formosas que se A cultura, a arte, a música a tornam atrações turísticas: moda, a religião são, numa tocadas, beijadas, quase acepção menos literal, portas idolatradas. que transportam o homem Tive a oportunidade de conhecer para outras esferas, mundos algumas das mais célebres de beleza inusitada, paraísos portas já criadas pela genialidade desconhecidos. artística do ser humano: a Símbolos de ambigüidade, “Porta Santa”,da Basílica de as portas transmitem ao São Pedro, em Roma(que só mesmo tempo, movimento é aberta a cada 25 anos!); as e perenidade, inquietude do Batistério de Florença, e equilíbrio, fragilidade e cujo próprio Miguelangelo ao proteção. contemplá-las chamo-as de “As Belas ou simples, elas sempre Portas do Paraíso”; e outras atrairão o olhar humano a tantas como as de Versalhes e uma nova dimensão. as da “Notre Dame”, em Paris; Enfim, creio que, de uma as dos “Jerônimos” e as de forma ou de outra, todo mundo “Mafra”, em Portugal; as de um se importa com a porta! fabuloso cassino, em Monte Carlo; e outras tantas de beleza incomensurável.

28 ESCOLHA Sinara Neves

8

Revista Escolha  

Revista Escolha por Sinara Neves

Revista Escolha  

Revista Escolha por Sinara Neves

Advertisement