Page 1

w w w.revistaequilibrio.com.pt

Mensal - Nº3 - Ano 1 - Setembro 2009 Exclusivo Online - Distribuição Gratuita

Perturbação Bipolar Conheça melhor esta doença

Regresso às aulas Dicas para o novo ano lectivo

Psoríase Hipertensão

SONO

Quais as perturbações mais comuns e como evitá-las


“A felicidade não é a ausência de conflito é a habilidade em lidar com ele”

Psicologia Clínica – Neuropsicologia – Terapia da Fala Terapia Ocupacional - Massagem Infantil

http://atitudes.home.sapo.pt Rua Rodrigues Sampaio, nº21 nº21 2ºA 1150– 1150–278 Lisboa

gabineteatitude@gmail.com

Rua Luís de Camões, n.º 28, 1º Esq. 7400– 7400–270 Ponte de Sôr

Telefones: 919496049 ou 93 872 12 41


Carla Pacheco Duarte geral@revistaequilibrio.com.pt

Setembro marca, para muitos de nós, o retorno à rotina e também o inicio de um novo ciclo. Assim, renovam-se as ideias e os projectos, procede-se a alterações fundamentais e planeiamse objectivos. Este mês deixamos-lhes alguns conselhos para ajudar os seus filhos a aproveitar o novo ano escolar ao máximo , falamos-lhe de Hipertensão e damos-lhes a conhecer melhor a Psoríase. No nosso especial desta edição debruçamo-nos sobre o tema do Sono, da sua importância para o bom funcionamento do nosso organismo, das suas perturbações e de como podemos promover uma boa Higiene do Sono. Nesta edição, damos ainda as boas vindas a dois novos colunistas, um especialista na àrea da massagem que nos irá dar a conhecer os diferentes aspectos desta terapia e à nossa reporter na àrea do exercício fisico que mês após mês nos trará as melhores dicas sobre as diferentes modalidades para descobrirmos a que melhor se adequa a cada um.

Espero que esta nossa e-zine seja do vosso agrado. Desejos de um excelente mês para todos!

3


Temas de Capa

28

12

Perturbação Bipolar

Regresso às Aulas

20

24 Psoríase

30 Especial Sono 4

Hipertensão


Sumário 06 ........... Notícias 10 ........... Gravidez e Parto: Plano de Parto 16 ........... Psicologia: Aprenda a dizer Não! 18 ........... Stress Infantil 22 ............ Nutrição: Pão 32 ........... Terapia da Fala: O Impacto da Audição no Desenvolvimento da Linguagem

34 ........... Exercício: Power Jump 36 ........... Medicina Tradicional Chinesa: A Base Material das Emoções

38 ........... Produtos 40 ...........Massagem: As mãos como “elemento de ligação” na massagem

44 ........... Gestão de Tempo: Criar Listas Eficazes 46 ........... Livros 5


Agenda Notícias

Acontece em...

Setembro A Terapeuta Psico-coporal Angeles Hinojosa, ministrará a partir de dia 26 uma formação de Instrutores de Reflexologia Infantil em Lisboa. Inscrições e info através do email reflexologia.infantil@gmail.com

No Espaço Brahmi, na Parede, poderá participar no Workshop Vivência Holística da Gravidez e Parto nos próximos dias 19/20.

6

A MatosinhosSport irá realizar aulas abertas de Tai-Chi no próximo dia 26 pelas 17 horas, no Parque Basilio Teles, em Matosinhos.

Indique-nos outros eventos que ocorram na sua zona! Escreva-nos para geral@revistaequilibrio.com.pt


Este poderá ser o espaço ideal para dar a conhecer a sua marca...

Peça-nos informação através do email publicidade@revistaequilibrio.com.pt


Páginas Web Página do mês

Portal da Obesidade

www.adexo.pt

A Associação de Obesos e Ex-Obesos de Portugal (ADEXO) lança um novo website, o “Portal da Obesidade”, numa altura em que a associação toma novas medidas de luta pelos direitos dos doentes obesos. Na homepage do site www.adexo.pt, a associação mostra com clareza a sua posição: uma vez que a maioria da população portuguesa tem excesso de peso (cerca de 60%), a ADEXO vai promover uma grande campanha em todos os meios de comunicação, a reclamar medidas eficazes no combate da obesidade, nomeadamente a comparticipação de todos os procedimentos terapêuticos, mais centros de tratamento e diminuição das listas de espera para consulta e cirurgia. No site é possível encontrar, também, informações sobre as actividades e campanhas realizadas pela associação, os protocolos estabelecidos com lojas de roupa, ginásios e prestadores de cuidados de saúde, conselhos sobre alimentação saudável e os mais recentes estudos sobre obesidade. A obesidade, que a Organização Mundial de Saúde considera “a epidemia do século XXI”, é uma doença crónica e constitui um dos mais graves problemas de saúde pública que o nosso país enfrenta.

8

Apesar de a incidência ter aumentado para o triplo nos últimos vinte anos, o tratamento da patologia continua a não ser comparticipado, e o Serviço Nacional de Saúde só consegue tratar os casos muito graves, a denominada “obesidade mórbida”. O mais recente estudo realizado em Portugal sobre a incidência da obesidade revela dados alarmantes: mais de metade da população tem excesso de peso, e destes 14,2 por cento são casos de obesidade. Ou seja, no nosso país existe já mais de um milhão e meio de obesos, a quem o SNS não consegue dar uma resposta adequada.


A Relicário de Sons é uma empresa de prestação de serviços de saúde em Terapia da Fala e áreas afins. Além desta vertente, a Relicário de Sons adicionou à sua actividade clínica, a tradução e/ou adaptação, bem como a concepção e o desenvolvimento de materiais especializados, em e para o Português Europeu, que visam a estimulação e a reabilitação da linguagem não verbal e verbal (oral e escrita), quer para fins didácticos como terapêuticos, dada a carência de instrumentos sentida pelos profissionais que intervêm nessas áreas. Assim, os materiais desenvolvidos ou adaptados assentam numa metodologia de conciliação do objectivo de apoio e intervenção no âmbito da linguagem, com o cumprimento das regras e critérios linguísticos considerados relevantes para os diferentes objectivos terapêuticos e/ou didácticos delineados, tendo sempre como referência a língua-alvo.

Conheça os nossos serviços e materiais!

Visite-nos e registe-se em www.relicariodesons.com Contacte-nos para geral@relicariodesons.com


Drª Rita Costa Psicóloga, Doula e Educadora Peri-natal

http://viva-o-seu-bebe.blogspot.com

rita.oliveira.costa@gmail.com

Plano de Parto O que é e para que serve

10

O Plano de Parto é um documento elaborado por si e

O Plano de Parto deverá ser partilhado com as pessoas

que reflecte aquilo que deseja para poder vivenciar

que a estão a acompanhar na gravidez, seja médico

uma boa experiência do parto.

assistente, enfermeira parteira e doula. Deve enviar uma

Trata-se de uma carta que deverá ser simples e não

cópia à Direcção do Hospital onde vai ter o seu bebé e

muito longa em que a grávida refere como gostaria de

deve colocar uma cópia no seu livro de grávida.

passar as diversas fases do parto, do pós-parto e os

E não se esqueça que só se estiver devidamente

cuidados ao seu bebé.

informada é que poderá decidir em consciência!


Questões relacionadas com as rotinas hospitalares na admissão ao parto: _ Gostaria que não me realizassem enema (clister) _ Prefiro que me realizem enema _ Gostaria que apenas me realizassem tricotomia, se for necessária na altura da expulsão _ Gostaria que me realizassem tricotomia parcial logo na admissão _ Gostaria de poder tomar um duche

Questões relacionadas com o trabalho de parto: _ Gostaria que me acompanhasse durante o trabalho de parto: _ o meu companheiro _ um parente _ um(a) amigo(a) _ a minha Doula _ ninguém _ Gostaria de ter liberdade de movimentos durante esta fase _ Gostaria de poder beber líquidos claros (água, chá) _ Gostaria de circuncrever ao mínimo o número de exames vaginais _ Gostaria de ter musica ambiente no quarto _ Gostaria de ter o máximo silêncio no quarto _ Gostaria de ter luz suave no quarto _ Gostaria que não me rompessem artificialmente as membranas, se o bébé estiver bem

Questões relacionadas com a monitorização do bébé: _ Gostaria de ter monitorização intermitente, se o bébé estiver bem _ Desejaria ter monitorização contínua do bébé

Questões relacionadas com a gestão da dor: _ Gostaria de não ter medicação para a dor, a não ser que seja eu a solicitá-la _ Gostaria que me fosse administrada epidural, mais para o fim do trabalho de parto _ Gostaria que me fosse administrada epidural, o mais cedo possível _ Gostaria de poder utilizar métodos não farmacológicos para o alívio da dor (bola, massagens, terapia frio/calor)

Questões relacionadas com a fase de expulsão: _ Gostaria que estivesse presente para assistir ao parto ..................... (pessoa designada) _ Gostaria de poder usar os meus óculos _ Gostaria de poder escolher a posição mais confortável para parir _ Gostaria de poder tocar a cabeça do meu bébé, assim que ele coroar

Questões relacionadas com a episiotomia: _ Gostaria de não ser submetida a episiotomia (e assino termo de responsabilidade) _ Gostaria de ser submetida a episiotomia apenas em situação de risco eminente de laceração _ Gostaria de ser submetida a episiotomia apenas em situação de risco de vida para o bebé _ Prefiro que me seja realizada a episiotomia

Questões relacionadas com o recém-nascido: _ Gostaria que o cordão fosse cortado, depois de deixar de pulsar _ Gostaria que fosse ................... (pessoa designada) a cortar o cordão umbilical _ Gostaria de pegar imediatamente no meu bébé _ Gostaria que realizassem os procedimentos ao recém-nascido na minha presença _ Gostaria de poder amamentar o meu bébé, na sua 1ª meia-hora de vida

Questões relacionadas com a 3ª fase: _ Gostaria que me fosse mostrada a minha placenta _ Não desejo ver a minha placenta

Questões relacionadas com a cesariana: _ Gostaria de realizar uma cesariana apenas por razões clínicas, e sob efeito de epidural _ Gostaria que o meu acompanhante assistisse à minha cesariana _ Em caso de cesariana de emergência, gostaria que fosse ..................(pessoa designada)a cortar o cordão umbilical _ Em caso de cesariana de emergência, gostaria que fosse .....................(pessoa designada) a pegar no bébé, assim que ele estivesse vestido _ Gostaria de realizar uma cesariana, a meu pedido

Para mais informações consulte o site da Humpar, fonte da informação técnica constante deste artigo, em www.humpar.org

11


Regresso às Aulas: começar o ano com o pé direito

12


O inicio do ano lectivo marca o começar de um novo

entre os 11 e os 17 anos, a média dos jovens necessita

ciclo. Para alguns, é o início da vida escolar, a entrada

de cerca de 9 horas de sono para ficar repousado).

numa nova época da vida; para outros, é o retorno ao trabalho, ao dia-a-dia, mas também o enfrentar de

É fundamental estimular um estilo de vida activo e a

novos desafios.

prática de exercício físico, mas também deve ter o cuidado de não sobrecarregar o horário do seu filho pois,

Seja qual for o caso do seu filho, existem aspectos que

os tempos livres são fundamentais para o equilíbrio

deve ter em conta para lhe proporcionar a possibilidade

emocional das crianças e jovens, para que possam

de tirar o maior partido da sua vida escolar e, de

descobrir e desenvolver os seus próprios interesses.

construir para si um futuro sólido e próspero.

Ambiente de Trabalho Mente Sã em Corpo São Um dos factores que influencia determinantemente o Para que uma pessoa possa estar em condição ideal para aprender e trabalhar tem, antes de mais, de estar saudável e equilibrada. Neste aspecto é muito relevante vigiar regularmente a saúde do seu filho, garantir-lhe uma alimentação saudável e uma boa higiene do sono: condições físicas adequadas e tempo suficiente (uma criança entre os 5 e os 11 anos necessita de dormir entre 10 e 11 horas por noite, em média, ao passo que

sucesso do estudo é o ambiente de trabalho. Desde a entrada para a escola que a criança deverá ter um local destinado apenas ao estudo (que irá sendo adaptado à medida que vai crescendo). O local escolhido deverá ser calmo, confortável e com boa iluminação, a criança deverá

poder

organizar

os

seus

materiais

convenientemente e tê-los sempre à disposição e devem evitar-se as interrupções e distracções (irmãos a brincar, televisão ou computador ligados, etc).

13


Uma questão de atitude A atitude, sobretudo das crianças mais pequenas, relativamente à escola está em grande medida dependente das crenças que os pais e familiares lhes transmitem. Assim, se

demonstramos

desinteresse

pela

aprendizagem e apenas valorizamos os resultados, a criança tenderá a sentir a escola como uma obrigação e sentir-se-á pressionada a produzir notas altas. Por outro lado, se demonstrarmos interesse nos conhecimentos que a criança adquire, se estimularmos a sua curiosidade natural, os bons resultados surgirão, mas não serão o mais importante.

Há que ter em conta que as notas são apenas um método de avaliar conhecimentos obtidos e que o ensino visa a transmissão desses mesmos conhecimentos e não a produção de pautas no final dos períodos escolares.

Envolva-se na vida escolar Estar presente na vida escolar de uma criança ou de um jovem é a melhor forma de despistar precocemente todo o tipo de problemas que este possa vir a ter no decorrer da sua aprendizagem ou vida social. É também uma forma de o estudante se sentir apoiado e valorizado nos seus esforços.

Por outro, envolver-se no estudo do seu filho, principalmente no início da vida escolar, auxiliando-o nas tarefas, valorizando

Por um lado, uma boa comunicação entre a escola e a família permitirá que, sempre que necessário se adaptem estratégias de ambos os lados, para maximizar a aprendizagem e a integração do aluno.

as suas tentativas, transmitindo conhecimentos e estimulando a aprendizagem será determinante na construção da identidade e valor deste enquanto estudante. Não tenha receio de admitir que já não se recorda de algumas coisas, ou que não estudou determinada matéria. Apenas dará ao seu filho um excelente exemplo de saber lidar com as suas

14


vida do dia-a-dia. Pode levar o seu filho a exposições e espectáculos, etc ou imaginar inúmeros jogos que envolvam as matérias que este está a aprender.

A Importância de da Leitura O desenvolvimento de hábitos de leitura é um dos pilares fundamentais do sucesso escolar. Desde o nascimento da criança que os livros devem fazer parte da sua rotina do dia-a-dia e cultivar o hábito de ler uma história ao deitar é uma das formas de estimular a curiosidade pela leitura. Á medida que a criança vai crescendo, a história ao deitar passa a ser lida em conjunto e, mais tarde, é a própria criança que lê a história aos pais e, posteriormente, sozinha. Cada criança desenvolverá interesse especial por alguns temas e, devemos ter sempre em consideração os seus gostos se pretendemos cativá-la para a leitura. Pode obter mais informações sobre este tema e também a lista de obras recomendadas para cada idade no site do Plano Nacional de Leitura Ler+ em: www.planonacionaldeleitura.gov.pt .

Ensine a Estudar Procure ajudar o seu filho a desenvolver os ao seu filho um excelente exemplo de saber lidar com as suas

métodos de organização e de trabalho que

limitações e terá uma boa oportunidade para o ensinar a

melhor se lhe adequam. Por exemplo, assim

pesquisar informação.

que a criança aprende a escrever poderá colocar na sua área de trabalho um calendário

Dê vida aos conhecimentos

de parede onde esta possa apontar eventos importantes na escola.

Sempre que possível procure realizar actividades que

Existem inúmeros materiais á disposição para

transportem os conhecimentos adquiridos na escola para a

procurem os que sejam do agrado da criança mas também úteis.

15


Drª Helena Mendes Psicóloga Clínica

http://atitudes.home.sapo.pt

Aprenda a dizer 16

Não!

geral.atitudes@gmail.com


“Não, não posso”. Parece fácil, mas há pessoas que sofrem muito só de pensar em dizer esta simples frase. Os porquês da dificuldade variam entre a falta de auto-estima, o querer sempre agradar aos outros e o mostrar-se competente. O mais crítico no mau hábito de dizer sempre que “sim” é transmitir uma ausência de valores pessoais e de amor-próprio. Saber estabelecer limites é assinalar quem você é e quais os seus valores. O mesmo se aplica no ambiente de trabalho. Deixar claro o que pode e o que não pode fazer é uma forma de adquirir credibilidade e respeito. Quem nunca diz “não” acaba construindo a imagem da pessoa sempre disponível, que renega o próprio trabalho para ajudar o outro. À primeira vista, parece louvável, mas o mais provável é que não consiga administrar todas as obrigações e acabe atolado de coisas para fazer – as suas e as dos outros. Quantas pessoas dizem “sim” a quase tudo durante toda a sua vida profissional para não sofrerem consequências, para mostrarem que são amáveis, para se sentirem queridas e solicitadas e, por vezes, até para não terem de tomar uma posição que seja contra a opinião dos seus colegas e que lhes seja do seu desagrado. O resultado: stress por responsabilidades acumuladas e angústia por abrir mão dos próprios princípios. Mudar parece sempre muito difícil e, com certeza, não vai conseguir ser mais assertiva e confiante da noite para o dia. No entanto, deixo-lhe algumas sugestões: -Diante de cada situação que julgue constrangedora, reflicta sobre quais as suas verdadeiras

responsabilidades e obrigações; -Admita que é impossível agradar ou estar de acordo com tudo e com todos. Se o pedido ou sugestão for contra os seus ideais, não pense duas vezes em dizer “não”, caso contrário a hipótese de se arrepender depois é grande; - Não lamente se por acaso perder a simpatia de alguém por lhe ter dito que não. Se isso aconteceu, acredite que provavelmente essa pessoa tem dificuldade em respeitar os outros e as suas opiniões; - Diga não com gentileza, simpatia e sinceridade, sem agressividade e sem falsas justificações. Demonstrando o quanto gostaria de ser útil mas que mesmo assim não pode acatá-lo. Algo do género: “Lamento, mas estou sem tempo”, “Não posso fazer isso, tenho imenso trabalho” ou mesmo “Não, esse trabalho não me compete a mim”. - Proponha soluções. Mostre-se disposto a ajudar, não da forma como a pessoa quer, mas da maneira que é possível, viável e mais confortável para si; Muitas vezes a agonia de manter o “não” é tanta que a pessoa desiste e aceita. Esta é, sem dúvida, a pior alternativa: vai faze-lo sentir-se ainda pior e, é como se dissesse ao outro que se ele insistir muito acabará cedendo. Por isso, siga até ao fim com a sua decisão.

Dizer “não” tem as suas responsabilidades e consequências como tudo na vida, e é preciso aprender a lidar com elas, pois é melhor lidar com elas, do que ter a angústia de fazer algo que não quer, simplesmente por não ter tido coragem de dizer “não”.

17


Stress Infantil 18


Tradicionalmente pensava-se que o stress patológico

criança, existe um conjunto de sinais que nos permitem

(distress) acometia apenas os adultos, sobrecarregados

identificar algum nível de desconforto na criança.

com as solicitações da vida moderna. No entanto, o

A nível comportamental, tendem a surgir manifestações

conceito de infância enquanto período de felicidade

como: pesadelos, ansiedade e medo excessivo, choro

plena, sem responsabilidades nem “dores de cabeça”

frequente,

tem vindo a ser deitado por terra pelas investigações

hiperactividade

agressividade e

e

desobediência,

instabilidade

emocional.

mais recentes e, hoje em dia é sabido que, tal como outras perturbações (por exemplo, a Depressão) as

Estes sintomas são frequentemente acompanhados por

crianças também sofrem de stress.

alterações físicas como: diarreias frequentes, enurese nocturna (fazer xixi na cama); dores de cabeça e/ou de

Entre as causas diagnosticadas como fontes de stress

barriga; tensão muscular; falta de apetite, tiques

infantil mais recorrentes encontramos os lutos/perdas

nervosos;

roer

as

unhas

e

náuseas.

familiares (morte, divórcio…); a mudança de escola ou residência; a violência doméstica ou a existência de

Tal como nos adultos, esta patologia tende a agravar

conflitos entre os familiares mais próximos; o consumo

outros quadros já existentes como alergias, asma,

de substâncias tóxicas ou alcoolismo nos pais ou

obesidade, etc. uma vez que o stress tem efeito directo

prestadores de cuidados; a existência de exigências

sobre o sistema imunitário do individuo.

exageradas relativamente ao desempenho escolar; o nascimento de um irmão e as doenças e hospitalizações.

A criança que apresenta sintomas de perturbação de stress deverá ser avaliada pois, esta perturbação, para

Normalmente esta perturbação tende a surgir no início

além do sofrimento que causa por si só, poderá estar

da idade escolar (por volta dos 5,6 anos) e, embora se

aliada a outras complicações como a Depressão Infantil,

possa manifestar de forma diferente de criança para

baixa auto-estima e/ou perturbações de adaptação.

19


PsorĂ­ase

20


A psoríase é uma doença crónica da pele, não

Nos casos mais graves, estas lesões podem cobrir

contagiosa, que pode surgir em qualquer idade e que

extensas áreas do corpo. As unhas são também

afecta 1 a 3% da população. O seu aspecto, extensão,

frequentemente afectadas, com alterações que podem

evolução e gravidade são muito variáveis,

variar entre o quase imperceptível e a sua destruição.

caracterizando-se, geralmente, pelo aparecimento de lesões vermelhas, espessas e descamativas, que afectam preferencialmente os cotovelos, joelhos, região lombar e couro cabeludo.

Uma vez que existem múltiplas doenças cutâneas que também se manifestam com lesões vermelhas e descamativas,

eventualmente

afectando

as

localizações típicas da psoríase, o diagnóstico deve ser sempre estabelecido pela observação clínica por um dermatologista. Em alguns casos poderá ser necessária a confirmação com biópsia de pele. Não existe uma cura definitiva para a psoríase, mas sim um conjunto variado de tratamentos, cujo uso isolado ou em associações permite controlar os sintomas na maioria dos casos. Cada doente tem a sua especificidade, pelo que estas terapêuticas devem ser usadas criteriosamente, de acordo com as indicações adequadas para cada caso e respectiva fase de evolução e com respeito pelas regras de segurança, Cerca de 10% dos doentes desenvolvem artrite

para evitar eventuais efeitos secundários ou

psoriática. Esta traduz-se por dor e deformidade, por

agravamento da própria doença. Os tratamentos mais

vezes bastante debilitante, de pequenas (mãos e pés)

recorrentes incluem aplicações tópicas (loções,

ou grandes (membros e coluna) articulações.

cremes…) e fototerapia.

A origem da psoríase não está totalmente esclarecida, embora se saiba que é geneticamente determinada e envolva alterações no funcionamento do sistema imunitário, que provocam inflamação e aumento da velocidade de renovação das células da epiderme (camada mais superficial da pele).

O facto de ser geneticamente determinada não implica que a hereditariedade de pais para filhos seja obrigatória. Contudo, verifica-se uma maior probabilidade de aparecimento da doença em pessoas que tenham familiares portadores da mesma. Fonte: PSO Portugal - Associação Portuguesa de Psoríase Para mais informações consulte www.psoportugal.com

21


DrÂŞ Sandra Almeida Nutricionista

http://e-nutricionista.blogspot.com

e.nutricionista@gmail.com

Mitos sobre o PĂŁo 22


Tanto na consulta de Nutrição como nas conversas

disso, foi recentemente aprovada uma lei que impõe

informais sobre alimentação com familiares e amigos,

um teor máximo de sal no pão e prevê coimas para

as dúvidas sobre o pão são muito frequentes, pois a

quem não cumprir esse limite.

informação divulgada sobre este alimento nem sempre

Só devemos comer pão simples?

é a mais correcta. Eis algumas questões:

O aconselhamento em relação a esta questão deve ser

O pão engorda?

personalizado pois aquilo que devemos ou não devemos

Falso. Na grande maioria dos casos, o engordar ou

colocar no pão depende muito das necessidades

emagrecer depende unicamente da relação entre a

calóricas de cada pessoa, do seu nível de actividade física

energia (calorias) que ingerimos e a energia que o

e da existência de algum problema de saúde relacionado

nosso corpo consegue gastar. Desde que exista um

com a alimentação.

equilíbrio neste balanço energético, o pão pode e deve

No entanto, aqui ficam alguns conselhos gerais:

fazer parte da nossa alimentação diária, não

- pode trocar o fiambre de porco pelo fiambre de perú

provocando aumento de peso!

ou frango;

Além disso, o pão é frequentemente substituído por

- opte por compotas sem adição de açúcar (contêm

outros alimentos (tostas, cereais de pequeno-almoço,

apenas o açúcar natural da fruta);

bolachas, etc) que normalmente são alimentos mais

- escolha queijos com uma menor percentagem de

caros, que saciam menos e que podem ter um valor

gordura;

calórico semelhante ou até superior ao do pão.

- se fizer marmelada ou doces de fruta em casa, utilize muito menos açúcar do que o indicado nas receitas;

Devemos preferir o pão integral em substituição do pão branco?

- faça sandes mais saudáveis colocando no pão alface, tomate, milho, cenoura, etc.

Verdadeiro. Sempre que possível, devemos optar pelo pão escuro (pão de centeio, mistura, integral) pois o seu elevado teor de fibra é muito vantajoso para a saúde: promove o bom funcionamento intestinal e aumenta a saciedade, diminuindo a necessidade de “andar sempre a petiscar”.

O pão tem muito sal? Verdadeiro. O pão português tem, em média, muito mais sal que o pão dos restantes países europeus. No entanto, já é possível encontrar em muitos locais “pão

Não perca na próxima edição: as vitaminas que nos

meio sal”, com uma quantidade de sal inferior. Além

protegem do Inverno!

23


Especial

Sono 24


O sono é uma das funções mais vitais para a

fundamental para a recuperação física do organismo.

manutenção da saúde dos indivíduos. Dormir não é apenas uma necessidade de descanso mental e físico: durante o sono ocorrem vários processos metabólicos que, se alterados, podem afectar o equilíbrio de todo o organismo a curto, médio e, mesmo, a longo prazo. Estudos provam que quem dorme menos do que o

A distribuição dos períodos de sono REM e sono nãoREM varia ao longo da vida. Com o envelhecimento diminui a frequência e a duração dos períodos de sono profundo (não-REM) e aumentam os períodos de sono REM.

necessário tem menor vigor físico, envelhece mais

O mesmo se passa com a quantidade de horas de sono

precocemente e está mais propenso a infecções, à

que necessitamos por noite. Sabemos que as crianças

obesidade, à hipertensão e ao diabetes.

necessitam de mais horas de sono do que os adultos e

O sono tem diversos estádios. Normalmente, agrupamolos em 2 fases: Sono REM (rapid eye movement) e sono

que com o envelhecimento, o número de horas que dormimos vai diminuindo.

não-REM. O período de sono REM caracteriza-se por uma

No entanto, existem ainda as diferenças individuais:

intensa actividade cerebral, com uma frequência

Consideramos que, para um adulto saudável, necessita

respiratória e cardíaca e tensão arterial semelhantes aos

dormir entre 7 a 9 horas por noite, mas existem pessoas

períodos de vigília. É durante este estádio que sonhamos.

que se sentem completamente recuperadas ao fim de

O sono não-REM corresponde aos períodos de sono profundo, em que há um abrandamento da frequência cardíaca e respiratória e da tensão arterial, e é

5 e outras que necessitam de pelo menos 10, por isso não devemos criar uma regra rígida no que respeita ao período de sono necessário.

25


Durante o sono são produzidas algumas hormonas que - Doenças que interfiram com o sono, como as que são vitais para a saúde e bom funcionamento do causam dor (artrite, certos tipos de cancro), ou organismo, como a Hormona do Crescimento, que entre problemas respiratórios (asma, apneia do sono) ou ainda outros factores ajuda a manter o tónus muscular, evita a a depressão. acumulação de gorduras e combate a Osteoporose; ou a a Leptina que controla a saciedade.

- Uso de medicamentos que tenham como efeito secundário alterações do sono.

Com a redução das horas de sono, a probabilidade de desenvolver diabetes aumenta. A falta de sono inibe a produção de insulina (hormona que retira o açúcar do sangue) pelo pâncreas, além de elevar a quantidade de cortisol, hormona do stress, que tem efeitos contrários

- Jet lag (dessincronização do ritmo biológico que interfere com o sono e é causado por viagens aéreas para locais com uma variação horária grande em relação ao local de origem)

aos da insulina, fazendo com que se eleve a taxa de

A curto prazo, as implicações da falta de sono passam

glicose (açúcar) no sangue, o que pode levar a um

por cansaço e sonolência durante o dia, irritabilidade,

estado pré-diabético ou, mesmo, ao diabetes

alterações repentinas de humor, perda da memória

propriamente dito. Num estudo, homens que dormiram recente, comprometimento da criatividade, redução da apenas quatro horas por noite, durante uma semana,

capacidade de planeamento e de execução, lentidão do

passaram a apresentar intolerância à glicose (estado

raciocínio, desatenção e dificuldade de concentração.

pré-diabético).

Já a longo prazo, podemos encontrar complicações

Existem diversos factores que podem contribuir para que um individuo não consiga obter uma boa noite de sono, ou seja, não tenha uma boa higiene do sono:

como a falta de vigor físico, envelhecimento precoce, diminuição do tónus muscular, comprometimento do sistema imunológico, tendência a desenvolver obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares e gastro-

- Alterações da rotina diária, como viagens, intestinais e perda crónica da memória. acontecimentos emocionantes, mudanças de residência ou trabalho, etc.

Existem ainda diversas patologias do sono, sendo as mais comuns a insónia ou a apneia. A apneia do sono é uma

- Situações geradoras de stress, tais como problemas perturbação do fluxo respiratório durante o sono que familiares, laborais ou económicos, ou morte de alguém pode durar 10 segundos e é responsável pelo ressonar. próximo.

As suas características mais evidentes são a sonolência diurna, as cefaleias matinais e o cansaço. Afecta

- Trabalho intelectual ou exercício físico intenso imediatamente antes da hora de deitar. - Trabalho por turnos.

sobretudo os homens e pensa-se que atinja 1 a 4% da população portuguesa. A insónia divide-se em vários grupos, consoante a parte

- Condições físicas do quarto de dormir (ruído, do sono que afecta (adormecimento, manutenção do temperatura, luz, etc.)

sono ou acordar antecipado) e a sua duração (esporádica, de curta duração ou de longa duração). Se

- Ingestão de álcool ou bebidas contendo cafeína a partir do fim do dia.

26

sofrer de insónia por um período superior a 3 semanas, procure aconselhar-se com o seu médico.


Dicas para uma boa higiene do sono: - Mantenha uma rotina diária do sono (mesmo ao fim de semana) e procure assegurar que dorme entre 7 e 8 horas por noite. - Pratique desporto mas evite exercitar-se junto à hora de dormir. - Evite beber álcool ou bebidas com cafeína a partir do fim da tarde. -Á noite ingira apenas alimentos de fácil digestão e em pouca quantidade. -Abstenha-se de realizar actividades muito estimulantes antes de dormir, como jogar videojogos, fazer quebra-cabeças ou ver filmes de acção ou terror. - Torne o ambiente do seu quarto o mais propício possível ao sono: temperatura agradável (não quente), sem luz e sem ruídos. - Não utilize a cama para ler ou ver tv. - Utilize um colchão que seja adequado ao seu corpo, confortável e silencioso. - Telemóveis ligados e relógios luminosos na mesa de cabeceira, apenas contribuem para aumentar a ansiedade, caso não consiga adormecer. - Se tem dificuldade em adormecer, experimente tomar um banho quente ou praticar um exercício de relaxamento (alongamento suave ou respiração controlada) antes de se deitar. - Se não conseguir adormecer passados 30 minutos, saia do quarto e pratique uma actividade relaxante até voltar a sentir sono.

27


Perturbação Bipolar

A Imaginação é um processo mental superior vital que envolve inúmeros aspectos da nossa mente como a memória e a criatividade. É sem dúvida fundamental para o nosso bem-estar psicológico e deve ser, por isso, estimulada. 28


A Perturbação Bipolar, também conhecida como

actividades que antes eram relevantes para o

Perturbação Maniaco-Depressiva, é um transtorno

indivíduo, assim como a existência de sentimentos de

psiquiátrico do conjunto das perturbações afectivas

tristeza, pessimismo e abatimento. A estes sintomas,

que atinge cerca de 1% da população mundial.

aliam-se frequentemente outros como: mudanças

Actualmente, os estudos realizados apontam para a

significativas nos padrões alimentar e de sono;

existência de uma forte componente hereditária.

irritabilidade, ansiedade e agitação; incapacidade de concentração; sentimentos de culpa; apatia e

Esta doença é caracterizada por oscilações de humor

diminuição da energia.

que variam entre a euforia (mania) e a depressão, com períodos de relativa estabilidade. Estas variações afectivas têm um profundo impacto negativo na qualidade de vida dos doentes e das suas famílias, dado que podem comprometer todas as áreas da sua vida – financeira, afectiva, profissional, social… Estima-se que entre 25 e 50% dos sujeitos que sofrem desta perturbação tentam o suicídio.

Os episódios de Mania ou humor exacerbado podem durar uma semana ou bastante mais tempo e são caracterizados por um estado de euforia e irritabilidade em que o indivíduo não é capaz de julgar

Existe um grande número de sujeitos com esta

adequadamente as situações e os seus limites e se

perturbação que não estão correctamente

coloca em situações de perigo. Algumas das

diagnosticados o que leva a que não sejam alvo de

características mais comuns são: Optimismo e auto-

tratamento apropriado e que, em alguns casos, se

confiança exagerados; diminuição da necessidade de

agravem os sintomas.

dormir com sensação de energia aumentada; comportamento agressivo e irritação excessiva;

O tratamento desta perturbação pode levar o sujeito

percepção de aumento das capacidades físicas e

a viver uma vida normal, dependendo da adesão deste

mentais; discurso acelerado, impulsividade e irreflexão

aos medicamentos e às alterações ao estilo de vida

(comportamentos sexuais de risco, consumo excessivo

que terá de levar a cabo. A terapia medicamentosa visa

de álcool e drogas, condução perigosa, decisões

a estabilização do humor e deve ser contínua. A

financeiras desastrosas); ocorrência de alucinações nos

psicoterapia é indicada nesta perturbação em casos

casos mais graves.

em que haja uma deterioração significativa das diversas dimensões da vida do sujeito. A Terapia

Por outro lado, os episódios de Depressão, têm

Familiar tem-se revelado uma grande aliada no

geralmente uma duração mínima de 2 semanas e têm

ultrapassar da desorganização causada pelo

como principal sintoma a perda de prazer em todas as

surgimento desta perturbação no seio da família.

29


Hipertens達o 30


A tensão arterial corresponde à pressão sobre as

Idealmente o valor da tensão arterial deverá ser inferior

paredes das artérias que transportam o sangue através

a 120/80, pois valores superiores aumentam o risco de

do organismo e que é essencial para que a circulação

doença cardiovascular ou AVC.

se efectue de forma eficaz. No entanto, devido a um conjunto de factores (ambientais e genéticos) a pressão nestas artérias pode aumentar em excesso, configurando uma situação de Hipertensão Arterial.

A Hipertensão pode ser controlada através da adopção de um estilo de vida mais saudável e/ou de tratamento farmacológico, mas a melhor medida é sempre a prevenção, por isso aqui ficam alguns conselhos:

Em Portugal, existem 2 milhões de pessoas que sofrem

Meça a pressão arterial regularmente Uma vez que a

de hipertensão mas deste número apenas 50% está

hipertensão arterial geralmente não tem sintomas,

consciente de ter esta patologia e só 25% está

controle os níveis da pressão arterial com

medicado, sendo que apenas 11% tem a tensão

regularidade.No caso de adultos saudáveis, recomenda-

controlada. É exactamente por esta razão que a

se a medição da pressão arterial, pelo menos uma vez

hipertensão é um dos principais factores de doenças

por ano. Já a população obesa, diabética, fumadora

cardiovasculares no nosso país.

ou com antecedentes familiares de doença cardiovascular, deve proceder a um controlo mais

Os factores de risco da Hipertensão são: a obesidade;

frequente e de acordo com as indicações médicas.

o consumo excessivo de sal e/ou álcool; o sedentarismo; uma alimentação desequilibrada; o tabagismo e o stress.

Pratique actividade física, mas evite esforços excessivos A prática de uma actividade física regular consegue, em muitos casos, uma descida significativa dos níveis da tensão. Escolha exercícios que compreendam movimentos cíclicos (como a natação, a marcha, a corrida ou a dança) e evite esforços físicos bruscos (por exemplo, levantar pesos ou empurrar objectos pesados) que aumentam a pressão arterial durante o esforço. Coma de forma saudável e reduza o sal. Deixe de utilizar sal de mesa (se ainda o faz) e substitua-o por

A pressão arterial é quantificada através de dois

condimentos alternativos, como ervas aromáticas ou

números: O primeiro número e mais elevado, diz

sumo de limão. Evite também todos os alimentos

respeito à pressão que o sangue exerce nas paredes

naturalmente salgados ou aos quais tenha sido

das artérias quando o coração está a bombear sangue.

adicionado sal durante a sua preparação: caso dos

É a chamada pressão arterial sistólica — habitualmente

enchidos, enlatados, comidas pré-preparadas,

chamada “máxima”. O segundo número indica-nos a

aperitivos ou águas minerais com gás.

pressão que o sangue exerce nas artérias, quando o coração está relaxado. É a chamada pressão arterial diastólica — habitualmente chamada “mínima”.

Evite as bebidas alcoólicas e, se tem excesso de peso, procure reduzi-lo através de uma dieta moderada.

31


Drª Dina Caetano Alves Linguista, Terapeuta da Fala e Docente na Esc.Sup.Saúde Egas Moniz

www.relicariodesons.com

dina@relicariodesons.com

O impacto da audição no desenvolvimento da linguagem

32

Muito antes do nascimento, o feto já ouve os

A exposição a estímulos sonoros promove o

batimentos cardíacos e a voz da mãe, sendo esta forma

desenvolvimento das competências auditivas,

de percepção uma fonte de prazer que perdura após

contribuindo para que a criança seja capaz de identificar

o nascimento. Mais tarde, a criança experiencia o

vozes familiares, processar intenções comunicativas

prazer de ouvir as suas primeiras produções sonoras,

distintas (uma repreensão de um carinho, por exemplo)

começa a distinguir a voz humana de outros sons, bem

e, entre outros processos de maturação cognitiva e

como diferentes propriedades vocais (vozes graves de

linguística, percepcionar sons pertencentes à sua língua,

vozes agudas), entre outras coisas.

aos quais, oportunamente, atribuirá significado.


A audição é portanto um dos sentidos mais importantes para

conceito e assim construir significados mais

a aquisição da linguagem.

válidos.

Os problemas auditivos manifestam-se em crianças e

O papel dos pais é, nesta fase, essencial, uma vez

adultos e afectam cerca de 10% da população mundial.

que a criança deposita neles toda a sua confiança

Apresentam diversos graus (leve, moderado, profundo ou

e empatia. Por conseguinte, a família deverá estar

severo) e diversas etiologias (ou causas), tais como otites,

devidamente preparada para a ajudar,

traumatismos, meningites, rubéola materna, sífilis

contribuindo para a estimulação do resíduo

congénita, citomegalovírus, sarampo, entre outras.

auditivo e assim colmatar eventuais dificuldades, a fim de dar continuidade ao seu desen-

São recorrentes os casos em que os problemas auditivos,

volvimento.

principalmente os leves a moderados, passam despercebidos a pais e professores. Assim, estes deverão estar atentos a alguns sinais de alerta como, por exemplo, crianças com otites de repetição, crianças com rouquidão crónica, crianças que falam muito alto, que ouvem televisão com volume aumentado, que apresentam dificuldades escolares, desconcentração e/ou atraso no desenvolvimento

Em suma, a audição é de extrema importância

da linguagem, bem como crianças que produzem sons da

quer para a aquisição da linguagem, como para

fala distorcidos e/ou trocados (“fela” em vez de “vela” ou

o processo de maturação cognitiva, afectiva e

“fata” em vez de “faca”, por exemplo).

social, pelo que a detecção atempada da perda auditiva torna-se fulcral. Desta forma, o despiste

Uma criança com perda auditiva também passará pela fase

precoce e periódico em otorrinolaringologia e em

do balbucio, no entanto, por não ter o prazer de ouvir os

terapia da fala é imprenscindível. Os programas

seus próprios sons, bem como os produzidos pelos outros,

de rastreio auditivo e linguístico, em crianças na

nomeadamente pela mãe, desmotiva e acaba por se calar,

pré-escola e no 1º Ciclo do Ensino Básico, são por

compromentendo assim o seu desenvolvimento linguístico

isso altamente recomendáveis, prevenindo assim

e articulatório.

dificuldades na aquisição da fala e no desenvolvimento da linguagem, advindas de

A forma mais eficiente de estimular a criança com défice

problemas auditivos. Este tipo de rastreio permite

auditivo consiste na activação dos seus restantes sentidos,

identificar as perturbações do sistema auditivo e

explorando com ela as pistas multissensoriais que o meio

determinar o seu grau, o tipo e o local da lesão,

envolvente lhe oferece, de forma a que possa extrair o

bem

máximo de informações acerca de um determinado

desenvolvimento da linguagem.

como

as

suas

implicações

no

33


ExercĂ­cio

pela jornalista

Karina Santos karinavmsantos@gmail.com

Power Jump Um salto para o bem-estar

34


Exercício Afinal não é à toa que sempre que as crianças se colocam

vencer os limites. Já para não falar que convém que se

em cima de uma cama começam a saltar. Resultado?

mantenham em cima do trampolim, sem cair. O Jump

Um sorriso rasgado e a histeria instalada, mesmo depois

permite então também trabalhar a concentração e

de ouvirem o ralhar dos pais para não fazer tal coisa.

treinar o equilíbrio mental e físico.

Está provado! Saltar proporciona um enorme bem-estar

Para tal, a aula é divida em vários picos de intensidade.

físico e ajuda a encontrar o equilíbrio psicológico

A primeira fase é de aquecimento e a seguir a uma faixa

aliviando o stress. Como não podemos passar a vida a

de exaustão há sempre uma faixa de recuperação. A

saltar por aí surgiu o Power Jump, modalidade já

última, é conhecida pelos abdominais e exercícios de

disponível na maioria dos ginásios portugueses.

relaxamento.

Para quem não conhece, o Power Jump é uma

No entanto, a instrutora alerta: É preciso seguir uma

modalidade pré-coreografada, oriunda do Brasil,

série de regras básicas e fundamentais como saber

realizada em grupo que utiliza o mini-trampolim como

respeitar o corpo, sobretudo o coração, não parar o

principal instrumento para trabalhar todo o sistema

exercício de forma brusca e não esquecer sair do

cardiovascular. Através de movimentos simples, mas

trampolim por trás, de forma a proteger os joelhos.

extraordinariamente bem coordenados, o Power Jump melhora a resistência geral e aumenta a força nos principais músculos utilizados para saltar, as pernas. No entanto, desengane-se quem pensa que esta actividade apenas trabalha os membros inferiores. Para quem quer ter, ou manter, uma barriga de fazer inveja, o power jump trabalha também os músculos estabilizadores, que é o caso dos abdominais e de toda a zona lombar.

Ana Oliveira, instrutora de Power Jump há vários anos, explica a importância deste desporto não só para o bemestar físico, mas sobretudo emocional. Pela manhã, ou depois de um dia exaustivo de trabalho, o power permite

Queimando cerca de 700 calorias por aula praticada os

soltar o stress e as más energias acumuladas, em 60

resultados a nível corporal são visíveis após poucas

minutos. Ana realça também a importância da

semanas de treino.

concentração. A concentração é fundamental em actividades pré-coreografadas, como é o caso. No jump,

Com o Verão aí e a aproximação do fim das férias e o

esta é indispensável para acompanhar as músicas, para

regresso ao trabalho, porque não começar já a saltar? É

encontrar a perfeição no exercício dos movimentos e

tão bom voltar a ser criança.

35


Drª Ana Paula Guerreiro Medicina Tradicional Chinesa

http://mtc-anaguerreiro.blogspot.com

anaguerreiro.ag@gmail.com

A base material das emoções 36


Não há separação, somos mente-corpo-alma num só agregado, quando um está em desequilíbrio o resto deixa de exercer a sua função natural enquanto o equilíbrio não for restabelecido. De facto, pelo menos 60% das doenças são psicossomáticas. A Medicina Tradicional Chinesa (MTC) também trata os distúrbios denominados psicológicos tais como a depressão, a ansiedade, o estado de pânico, entre outros. No entanto, na MTC, é percebido o elo entre o corpo e a mente; sabemos que a interacção entre os dois é incessante. O Coração, por exemplo, é denominado o príncipe do fogo e o soberano dos órgãos. É considerado o centro da consciência, do sentir e do pensar. E ainda há quem diga que não pensamos com o Coração! A nível das emoções na MTC, coração corresponde ao: - Ao sentido inato da harmonia e da perfeição - À razão

Tem altos e baixos emocionais muito grandes e diversas formas de histeria e de psicose maníacodepressiva. Um coração com a energia dispersa e confusa expressa-se em nervosismo, pânico, medo do público, insónia e um olhar opaco. Quando a energia de “Fogo” está intensa demais no Coração – os chineses apelidam-na de “Shih”, excesso – o exagero expressa-se num dilúvio de palavras, suor em demasia e tensão nervosa. Muitas vezes não são capazes de delegar responsabilidades aos outros. Esta é uma característica dos estados emocionais e mentais que provocam, frequentemente, um enfarte cardíaco ou uma insuficiência cardíaca. Uma forma fácil de reconhecer alguém com desarmonia da energia do coração, é pela cor extremamente vermelha do rosto. Na Medicina Tradicional Chinesa o Verão atinge principalmente a energia do órgão Coração. Devemos proteger-nos do calor excessivo para não comprometer este órgão, principalmente na fase da “terceira juventude”.

- À clareza dos pensamentos e fluidez na comunicação - À alegria - À inspiração e criatividade - Ao senso de justiça Um coração energeticamente saudável, a partir de onde se equilibram os sentimentos, encarrega-se de favorecer uma maneira de falar sincera. Afinal, há quem não fale com o Coração! Podemos perceber através destes pressupostos, que a MTC visa um verdadeiro equilíbrio integral, tentando ajustar todos os aspectos que compõem o ser humano. A actual Física Quântica alega que um pensamento pode ser quase tão material quanto o próprio corpo. Cada pensamento pode de facto afectar o físico e viceversa;quando o corpo está em desequilíbrio a mente também perde potencialidades. A Verdadeira Medicina, a Superior, a que funciona, deverá sempre integrar as várias partes. Na verdade, não existem várias medicinas, existe uma única “MEDICINA”, com vários aspectos, material (alopático), emocional (psico-fisiológico) e energético. Cabe a cada um de nós “ambicionar” que esta solução avance o mais rapidamente possível, para bem da nossa “autêntica” saúde. Quando a energia do coração está perturbada e sem força, manifesta-se em pensamentos pouco claros, falta de capacidade de reflectir, uma maneira pouco clara de falar que pode levar a pessoa a pronunciar mal as palavras, a murmurar, balbuciar, gaguejar e até à mudez.

O coração também influencia as funções cerebrais através do que é chamado a “onda da tensão arterial”. Esta é a onda de energia criada pelo batimento cardíaco que empurra o sangue através das artérias e veias. Esta onda influencia a actividade eléctrica no cérebro. Na sua essência, investigadores sabem agora que a função cerebral é extremamente dependente das informações que recebe do coração através do sistema nervoso e das ondas de tensão arterial. Este novo conhecimento coloca a frase “ouvir o seu coração”, num novo contexto. A “emoção púrpura” aliada à “massa cinzenta” para gerar uma palete de cores eléctricas num circuito sem fim.

E com muita “Razão” e “Afeição” concluo esta revelação sobre a matriz afectiva da energia que define uma das bases da lógica de raciocino da Medicina Chinesa.

37


Produtos Imunid, um suplemento alimentar à base de WGP™ Beta-Glucano, vai ser o seu auxiliar de protecção neste inverno. Com apenas uma cápsula por dia, Imunid ajuda-o a proteger-se contra os vírus da gripe, uma vez que actua no fortalecimento dos mecanismos de defesa do organismo e assegura um melhor funcionamento do sistema imunitário.

O WGP™ Beta-Glucano é obtido através da levedura de cerveja. Este princípio activo fornece uma protecção natural contra as gripes, constipações ou outras Para assinalar o Dia Mundial do Linfoma, comemorado situações patogénicas, pois melhora a mobilização das a 15 de Setembro, a Associação Portuguesa de células imunitárias para o local de ataque e estimula a Leucemias e Linfomas (APLL), em parceria com a capacidade de destruição de invasores por parte das Roche, lançam a edição de 2009 do passeio de bicicletas células imunitárias. Pedalar contra o Linfoma a decorrer no dia 20 de Setembro, pelas 10h00, no Parque da Cidade, no Porto. Imunid é especialmente recomendado para o reforço do sistema imunitário na prevenção da gripe e outros O campeão da Taça de Portugal de ciclismo Cândido ataques virais e pode ser tomado por indivíduos de Barbosa renova a sua presença como padrinho desta todas as idades. É especialmente recomendado para iniciativa e irá liderar o pelotão solidário pelas ruas do indivíduos mais expostos a situações de contágio viral Porto, vestindo a camisola oficial deste passeio de ou para indivíduos com o sistema imunitário bicicletas desenhada pelo estilista João Rôlo. A comprometido que não podem ser sujeitos a vacinas. iniciativa conta com a presença do Secretário de Estado da Saúde, Dr. Manuel Pizarro, do Presidente da Câmara Numa época de muita gripe, sem vacina disponível para Municipal do Porto, Dr. Rui Rio, do Presidente do todos, pode optar por atacar o vírus, ao defender e Conselho de Administração do Hospital da Boavista, o proteger toda a família de forma natural e Eng. António Bissaia Barreto, da Directora do Centro cientificamente comprovada com Imunid. de Histocompatibilidade do Norte, Dra. Helena Alves, e da estilista Katty Xiomara, entre outras personalidades. Os fundos angariados durante a iniciativa revertem para a Associação Portuguesa das Leucemias e Linfomas. Os interessados em “pedalar contra o linfoma” devem inscrever-se por SMS, conforme indicado no site da associação. Para mais informações e/ou inscrições consulte o site www.apll.org ou ligue para o número 91 051 11 64.

38


39


Carlos Silva Massagista Responsável pelo Portal da Massagem

http://www.portalmassagem.com

info@portalmassagem.com

As Mãos como “elemento de ligação” na massag em massagem As Nossas Mãos

para os outros? Seguramente que sim, desde que as

As nossas mãos são apenas um dos vários mecanismos

utilizemos no contacto com os outros da mesma forma

de contacto com o que nos rodeia. Mas são seguramente

como as utilizamos em nós próprios: com atenção,

o nosso mecanismo mais táctil. As nossas mãos

cuidado e muito Amor. Devemos sempre lembrar-nos

conseguem transmitir, a nós próprios e aos outros, uma

que as mãos são, sem dúvida, uma das “ferramentas”

grande variedade de estímulos físicos, emocionais e

mais poderosas na interacção humana.

sensoriais. Todos sabemos que as nossas mãos estão

40

repletas de terminações nervosas que nos transmitem

A Massagem precisa das Mãos? E do Toque?

diversas sensações quando tocamos em algo. Será,

A massagem, tal como a entendemos enquanto técnica

portanto, fácil deduzir que as nossas mãos são também

manual, precisa sempre das mãos! Felizmente para

um veículo de transmissão de sensações aos outros.

todos nós que apreciamos uma boa massagem. Mãos,

A utilização das mãos é uma inevitabilidade quando se

sempre. E o toque? É necessário para a massagem? Sim,

trata de aliviar, relaxar, tratar, reabilitar, curar, …

sempre. Mas estamos a falar de que tipo de toque?

Utilizamo-las inúmeras vezes em nós próprios em

Toque físico ou energético? O toque físico requer o

inúmeras situações do dia-a-dia. Já tinha pensado nisso?

contacto das mãos com a pele do paciente/cliente. Já o

Se as nossas mãos são boas para nós, não serão boas

toque energético não implica necessariamente o


contacto físico entre ambos. Não é um contacto físico,

Em grande parte destes e de outros motivos, o “estado

mas não deixa de ser toque. O tipo de toque a utilizar

de saúde das mãos” do terapeuta é fundamental, pois

depende muito do tipo de massagem mais indicado para

são, como vimos, um dos principais elementos de

determinado paciente/cliente. O próprio conceito de

ligação entre ambos. Nesta altura, há quem possa estar

massagem, em termos restritos, considera implícito o

a pensar: “Como paciente/cliente, como é que sei se as

toque manual físico. No entanto, como em qualquer

mãos do terapeuta estão saudáveis?” Muito bem, esta

regra, há excepções. Hoje em dia sabemos que a

é uma questão verdadeiramente pertinente. E na

massagem, no seu conceito mais amplo, pode existir

realidade, só o poderá saber no final da sessão de

sem o toque manual físico, mas nunca sem as mãos: é o

massagem.

caso do Reiki, onde as mãos do terapeuta podem não tocar fisicamente no corpo do paciente/cliente (estamos assim perante uma massagem energética sem contacto manual físico) ou da Massagem do Som, onde a massagem é efectuada através de ondas sonoras, vibratórias, não havendo lugar ao contacto físico entre ambos. Os toques, nestes casos particulares, não são físicos e são muito subtis. Em síntese, as mãos e o toque, seja ele com contacto físico ou não, são elementos fundamentais e indispensáveis para qualquer tipo de massagem.

Se já recebeu alguma massagem e no final disse ao terapeuta “Muito obrigado. Você tem umas mãos

Há Mãos e… há mãos!

divinas!” ou algo parecido, então é porque se

As mãos são, portanto, indispensáveis para a prática da

estabeleceu uma ligação favorável entre ambos… tendo

massagem. Mas também sabemos que não há duas

as mãos do terapeuta contribuído muito para esse

mãos iguais. Nem as nossas próprias mãos são iguais! E

último comentário. Todos queremos receber uma

são, em grande parte, o elemento de ligação privilegiado

massagem e poder dizer (ou pensar) algo do género.

entre o terapeuta e o paciente/cliente. Sem mãos, não

Porém, há massagens em que isso não acontece. Uns

há toque e sem toque não se pode experienciar uma

têm esse tipo de mãos, outros não. Uns têm-nas por

massagem. Infelizmente, nem todas as massagens

vezes e outros talvez nunca as terão. E não é nada que

correm bem. Porquê? Bem, há vários motivos para que

se ensine nas escolas. Acreditamos, porém, que essa

tal possa acontecer: menor entrega do terapeuta; ritmo

capacidade pode ser desenvolvida! As mãos podem

e pressão da massagem inadequados ao paciente/

fazer a diferença. Não descanse até encontrar as Mãos

cliente; maior fragilidade do paciente/cliente em termos

que procura… e depois… obtenha o máximo rendimento

físicos e/ou emocionais, etc.

delas! BOAS MASSAGENS.

41


A sua E-zine de Saúd

geral@revistaequ Escreva-nos para nos dizer que temas gostaria que abordássemos.

Ajude-nos a criar a nossa agenda de eventos. Indique-nos workshops, formações, palestras e outros encontros, relevantes para a área da saúde , que vão ocorrer na sua zona.

Pode também colocar as suas questões directamente aos nossos especialistas.

Faça parte des


de e Bem-estar

uilibrio.com.pt

ste projecto!

Se é profissional desta área e gostaria de colaborar connosco, dê-nos a conhecer a sua ideia!

Indique-nos outras páginas de interesse para as podermos dar a conhecer a outros leitores.

A sua opinião é importante para nós, envie-nos as suas sugestões, comentários e criticas!


Gest達o de Tempo Parte 3

Criar Listas Eficazes

44


Quando falamos em Gestão de Tempo ocorre-nos frequentemente a imagem de listas de tarefas e agendas preenchidas. Mas para que as listas sejam uma ferramenta util devem seguir alguns princípios, caso contrário, acabaríamos com um molho de papéis nas mãos, tendo perdido tempo quando a ideia era poupálo. Devemos pois ter em conta alguns aspectos: - Existem inúmeros tipos de listas, consoante a finalidade. Devemos apenas utilizar aquelas que nos possam ser verdadeiramente úteis e não tentar seguir todos os modelos de gestão de tempo que encontramos. Os instrumentos que escolhermos usar devem adaptar-se ao nosso propósito (tarefas diárias; compras a fazer; planeamento de um projecto; plano anual de desenvolvimento…); ao nosso estilo individual (mais flexível ou mais rígido) e ao nosso dia-a-dia. - Independentemente do tipo de lista e da finalidade convém optar por criá-la de forma personalizada e eficaz. Existem inúmeros programas de gestão de tempo à disposição mas, para este tipo de planeamento, uma folha de Excel acaba por ser o instrumento mais eficaz e simples, pois pode ser totalmente configurado de acordo com a nossa finalidade e a qualquer momento podemos alterá-lo com a mesma facilidade. Se preferir o formato em papel, recomendamos que utilize um caderno de folhas brancas ou quadriculadas, com folhas destacáveis, ao invés de adquirir uma agenda com listas de pré-definidas e planificadores.

- Assim como as nossas acções não são erráticas, mas definidas de acordo com os nossos propósitos, as listas de tarefas a realizar não surgem por si próprias. São um detalhar de um objectivo maior. Por conseguinte, concentre-se em verificar qual o objectivo maior que está por traz de cada item que adiciona a uma lista e verifique de que forma esse item é realmente necessário para o cumprimento do objectivo. Evitará tarefas desnecessárias ou repetidas. - Quando realizar a sua lista de tarefas diárias lembre-se de dois aspectos vitais: o dia só tem 24 horas e você, como qualquer ser humano, irá necessitar de descansar, de se alimentar, entre outras actividades; por outro lado, os imprevistos acontecem sempre que não estamos a contar com eles (daí o seu nome!). Na prática isto significa que, se tiver muitas tarefas para realizar, terá de trabalhar com prioridades. Deste modo, divida a lista em 3 grupos distintos: Realizar, Deferir e Delegar. Antes de mais, delegue o máximo de tarefas possível (iremos abordar este tema mais a fundo no próximo artigo), em seguida concentre-se nas tarefas que tem mesmo de realizar e defira as restantes para o dia seguinte. - As listas tipo inventário, como as compras mensais no supermercado ou bagagem para uma viagem tornamse muito mais eficazes e rápidas de manejar se criar uma lista mestra (utilizando por exemplo uma folha de Excel) com todos os artigos que normalmente necessita. Assim, sempre que necessitar dela basta ocultar os artigos que não são necessários e acrescentar algum que falte. Por outro lado, é mais difícil esquecer-se de algo pois está a visualizar uma lista já completa.

45


Livros Pai, quero ser feliz Apesar de os nossos filhos serem a nossa prioridade, nem sempre conseguimos estar à altura de todas as situações. Se conseguíssemos identificar aquilo que maior influência tem na personalidade e no futuro das crianças,

tudo

seria

menos

complicado.

Frequentemente, colocamos as seguintes questões: - O que fará a diferença na forma como crescem e se tornam adultos? - O que devíamos fazer ou ensinar-lhes para que se tornem pessoas equilibradas e felizes? - Quais são os valores e as lições de vida mais importantes? Em Pai, quero ser feliz vai encontrar conselhos muito

Guia do Aleitamento Materno

claros e práticos sobre aquelas que devem ser as nossas prioridades enquanto pais e educadores. Um livro repleto de técnicas para acompanhar os seus

“As mamãs deveriam recebe este livro com a primeira contracção. A Clare sabe verdadeiramente como “falar” com um bebé, evitando, à mãe e seu filho, horas de tormento. Agradável, sensata e extraordinariamente bem informada, a ajuda de Clare foi para mim tão essencial como ter discos de amamentação e chocolate. Comprem este livro!” Kate Beckinsale Fácil de consultar, este guia reúne conselhos práticos sobre o aleitamento materno para quem acabou de ser mãe ou está prestes a ter um bebé. Cada vez há mais mães a optar pelo aleitamento materno, mas enquanto umas se sentem perfeitamente à vontade, outras têm mais dificuldade e precisam de ajuda no início. O Guia do Aleitamento Materno dá conselhos simples e motivadores para dar de mamar com facilidade e fazer da amamentação uma experiência maravilhosa para si e para o seu filho, dando indicações úteis sobre: - Como preparar-se para o aleitamento materno - O que esperar nos primeiros tempos - Como resolver os problemas comuns Este pequeno guia responderá a todas as suas questões e dar-lhe-á a confiança necessária para amamentar com sucesso. Um livro de Clare Bryam-Cook , Arte Plural Edições

46

filhos desde a infância até ao final da adolescência, ajudando-o a concentrar-se naquilo que realmente importa. Roni Jay é autora de diversos livros, é reconhecida pela sua capacidade invulgar que ajudar pais e educadores a lidar com questões difíceis, abordando os problemas com sabedoria, experiência e inspiração. Academia do Livro.


Livros As Doenças das Crianças Claro que o filho ideal cresce saudável, raramente vai ao médico, mas… e se não for sempre assim?

As Doenças das Crianças é um precioso aliado para esclarecer e ajudar pais e educadores no diagnóstico de doenças e um utensílio indispensável para compreender que a maioria das doenças faz parte de um crescimento normal.

Ariane Brand é médica pediatra. Trabalhou durante

Abrir a Porta

catorze anos no Hospital São Francisco Xavier, em Lisboa. Presentemente, é directora de uma clínica

Baseado na pesquisa de John T. Cacioppo, Abrir a

médica onde dá consultas a crianças e adolescentes.

Porta explora os efeitos desta vivência tão humana e

É formadora em nutrição e saúde infantil para

proporciona uma visão fundamentalmente nova da

profissionais de saúde, pais e crianças.

importância das ligações sociais e do modo como elas nos podem salvar de um isolamento doloroso. Os seus

Colabora com inúmeras revistas e é convidada

estudos sofisticados, baseados em imagiologia

regularmente para participar em programas de

cerebral, análises de pressão arterial, reacções

rádio e de televisão no âmbito da pediatria. É co-

imunológicas, hormonas de stresse, comportamentos

autora do livro Como Devo Alimentar o Meu Filho e

e expressão genética, revelam que os seres humanos

colaboradora do projecto «Ler +» do Ministério da

são muito mais interdependentes e interligados, tanto

Educação. Editora Oficina do Livro.

fisiológica como psicologicamente, do que os nossos pressupostos culturais nos permitiram reconhecer.

As conclusões de Cacioppo também demonstram que a solidão prolongada pode ser tão prejudicial à saúde como o tabaco ou a obesidade e transformam-se numa mensagem urgente. Por outro lado, também comprovam o poder terapêutico dos relacionamentos sociais e apontam para a acessibilidade geral desse bálsamo curativo.

Uma obra de John T. Cacioppo e William Patrick. Editora Estrela Polar.

47


Revista Equilibrio Nº3 - Setembro 2009

Especial Ritmos Biológicos Como funciona o nosso relógio biológico? Qual o seu impacto na nossa vida? Conheça a resposta a estas e outras questõs

Distribuição Gratuita Exclusivo Online em www.revistaequilibrio.com.pt

Propriedade e Edição: Carla Pacheco Duarte

Arquivos Fotográficos : Fotofólia, Stockxchng Colaboraram nesta edição: Ana Paula Guerreio (Med. Trad. Chinesa); Ana Rita Costa(Psicologa, Doula,e educadora Peri-natal); Carlos Silva(Massagista); Dina Caetano Alves (Linguista e terapeuta da Fala), Helena Mendes(Psicóloga Clinica), Karina Santos (Jornalista); Sandra Almeida(Nutricionista) Sede: Rua Helena Vaz da Silva, nº10 5ºD 1750-432 Lisboa

Etapas do Desenvolvimento da Criança

Contactos Gerais: 917215818 geral@revistaequilibrio.com.pt

Como se processa o desenvolvimento da criança aos vários níveis

Registo ERC nº125703


na próxima edição...

Chaves para uma Boa Discussão A Dra. Helena Mendes vaidar-nos algumas dicas sobre Gestão de Conflitos.

Gestão de Tempo A 4ª parte deste dossier foca o tema da Delegação de tarefas

Vitaminas Saiba quais asvitaminas que nos protegem no Inverno.Pela mão da nossa nutricionista.

5


www.revistaequilibrio.com.pt

Revista Equilibrio - nº3 - Setembro 2009  

Revista Equilibrio. Edição de Setembro

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you