Page 1

PUBLICAÇÃO

Ano 19 Nº112 Set/Out

FUTURO

NA WEB

há 94 milhões de pessoas conectadas à internet no brasil. sua empresa está preparada para atender este mercado?

ADIBE apresenta seu novo presidente

Michael Diniz assume mandato

Conheça as 8 competências para se tornar um vendedor profissional Por Carlos Cruz

Quem são os consumidores de Whisky no Brasil?

TNS e Diageo realizam pesquisa inédita


EDITORIAL

Palavra

ADIBE

Continuamos vivendo um momento fantástico de mudanças, evoluções e transformações e isso afeta todas as atividades indistintamente. Num mercado de distribuição altamente competitivo no qual nossos associados atuam, sabemos que não é o maior aquele que sempre vence o jogo, mas sim, o mais rápido. Essa afirmativa foi tratada pelo eminente pensador de negócios Alvin Toffler em suas obras de administração e negócios. Observando nossa atuação no mercado surge a pergunta: será que estamos realmente preparados para a possibilidade de surpresas em nossa gestão mercadológica e administrativa? Às vezes, deixamos para ‘mais tarde’ algumas decisões urgentes e ações importantes e necessárias, mas será que ‘mais tarde’ pode não ser tarde demais? Hoje, e cada vez mais, temos que trabalhar, viver e conviver com seres humanos com as mais diversas aspirações, necessidades e desejos, e quanto mais nos aproximarmos desses valores, nossas organizações estarão sempre e cada vez mais preparadas para atravessar mares tranquilos e intranquilos. É nosso objetivo compartilhar, viver e conviver lado a lado com nossos associados, verificando quais são suas reais necessidades, expectativas e pensamento do desenvolvimento da gestão no mais amplo sentido da palavra, em suas organizações. A ADIBE conta com uma equipe de consultores com vasto conhecimento e longa vivência nas várias áreas de Gestão de Negócios. Temos certeza que eles poderão colaborar significativamente para a solução das necessidades dos associados. Por essa razão, a ADIBE está incentivando e estimulando seus associados criando uma “linha direta de comunicação”, nos informando suas necessidades para que juntos possamos desenvolver um programa de ação da Gestão de Negócios. A ADIBE acredita que a evolução só acontece quando estamos dispostos a mudanças, e essa transformação é a mais poderosa arma da evolução em todas as áreas do conhecimento.

Mário Ferreira Diretor Executivo 2

revistadosedupla.com.br

FAÇA COMO AS GRANDES, ANUNCIE NA DOSE DUPLA.


Sucesso.

É a melhor palavra para descrever a nova Revista da ADIBE . Você não pode ficar de fora. Se você gosta de grandes retornos, anuncie, as pessoas que buscam seus produtos e serviços estão folheando esta revista. Caso você ainda não seja um associado, associe-se e aproveite todas as vantagens que a ADIBE preparou para você e sua empresa.

W W W. R E V I S T A D O S E D U P L A . C O M . B R

bighead.com.br

PUBLICAÇÃO


SERVIÇO

Agradecemos a todas as pessoas e empresas que colaboraram gentilmente para a realização das matérias desta edição.

Dedicamos esta edição à memória de Edno Galdino, falecido em 13/10/13, sócio fundador da empresa Comercial Alterosa Ltda. A ADIBE presta solidariedade aos familiares.

Michael Diniz Carlos Dantas Comercial Soberana Tel.: (11) 4035-2829 Carlos Cruz IBVendas www.ibvendas.com.br Missiato Tel.: (19) 3582-1815 www.missiato.com.br Dubar SAC: 0800 13 19 13 www.dubar.com.br Kelly Carvalho FecomercioSP Tel.: (11) 3254-1700 www.fecomercio.com.br Rodrigo Valério Cooperativa Vinícola Aurora SAC: 0800 701 4555 Matriz Bento Gonçalves (RS): (54) 3455-2000 Filial São Paulo: (11) 3051-6124 www.vinicolaaurora.com.br IBOPE e-commerce www.ibope.com.br Vinícola Góes Tel.: (11) 4711-3500 www.vinicolagoes.com.br 4

revistadosedupla.com.br

Veja o que os leitores estão achando da Revista Dose Dupla. Mande você também a sua opinião!

Olá Mario, Acabei de receber a nova edição da revista DoseDupla, com a capa de Cervejas Artesanais. Muito interessante a matéria e o destaque para o assunto que, de fato, tem tido um crescimento para lá de expressivo, com um potencial ainda maior. Forte abraço! Luís Henrique Moreira Portal Giro News


DIRETORIA www . r e v ista d o sed u p l a . c o m . b r Associação das Distribuidoras de Bebidas do Brasil

Diretor Executivo Mário Ferreira São Paulo / Zona Norte (Sede ADIBE) Conselho de Gestão Michael Alexander Abdalla Diniz Presidente - AMA Arujá Dist. de Produtos Alimentícios Ltda, Arujá (SP) Marcelo Fruet Vice-Presidente - Dobel Com. de Bebs. Ltda, Itu (SP) Brauner Caetano Pereira Tesoureiro - Com. de Bebs. e Doces Viena Ltda, São Paulo (SP) André Perlatti Secretário de Redação - Distribuidora de Bebidas JC, Jundiaí (SP) Leila Aiach Fonseca Secretário de Protocolo - Dist. de Bebs. Pirituba Ltda, São Paulo(SP) Conselho Consultivo Odair Morelli Mauá (SP) Gilberto Milanésio Osasco (SP) Anderson Minaré Barretos (SP) Jonas Bertucci Bilac (SP) Administrativo / Financeiro Rita de Cássia Feijó São Paulo / Zona Norte (Sede ADIBE) Credibesp José Eduardo O. de Freitas Gerente Financeiro (Sede ADIBE) Suellen Tragueta Xavier Rodrigues Auxiliar Administrativo (Sede ADIBE) Contato ADIBE Rua Alfredo Guedes, n° 72 - 1° Andar Cj. 12/13 - São Paulo - CEP 02034-010 Telefone: 55 (11) 2221-7343 E-mail: adibe@adibe.com.br Site: www.adibe.com.br

Edição nº112 / Ano 19 - Setembro / Outubro Editora e Agência de Comunicação BigHead Brand Creativity Conselho Editorial Mário Ferreira, André Perlatti, José Eduardo O. de Freitas, Henrique Favery e Daniela Oliveira Diretor Editorial Henrique Favery Jornalista Responsável Humberto Kaoru Kinjô MTB0198 Redatora Responsável Daniela Oliveira Edição Daniela Oliveira Assistente de Redação Gilberto Damante Assistente de Arte Fabrizio Ravanelli Revisora Responsável Fernanda Santos Ilustrações BigHead Brand Creativity Comercial Rita de Cássia Feijó - rita@adibe.com.br Participe da DoseDupla Envie sugestões de pautas ou novidades para redacao@revistadosedupla.com.br Tiragem 2.100 Exemplares Distribuição ADIBE em parceria com os Correios

Projeto Editorial Projeto Gráfico Comunicação Qualidade de Impressão

w

br om.

ad.c

ighe

.b ww


ÍNDICE

02 EDITORIAL 04 SERVIÇO 09 NEWS 13 DUBAR CELEBRA 100 ANOS

RAIO-X DO FORNECEDOR

14 CONHEÇA AS 8 COMPETÊNCIAS PARA SE TORNAR UM VENDEDOR PROFISSIONAL

CARLOS CRUZ

16 SICOOB CREDIBESP

carteira de crédito cresce 11,2% no primeiro trimestre e os ativos atingiram R$ 38 bilhões

18

PRIMEIRO WINEIN MOVIMENTA SETOR VITINÍCOLA EVENTO DEBATE A POTENCIALIDADE DOS VINHOS PRODUZIDOS NO BRASIL

20 QUEM SÃO OS CONSUMIDORES

DE WHISKY NO BRASIL? TNS E DIAGEO REALIZAM PESQUISA INÉDITA

22 ADIBE APRESENTA

SEU NOVO PRESIDENTE MICHAEL DINIZ ASSUME MANDATO

24 ADIBE SEGUE COM SUA

MISSÃO EM TREINAMENTOS SUPORTE AO ASSOCIADO

CAPA

26 FUTURO NA WEB

HÁ 94 MILHÕES DE PESSOAS CONECTADAS À INTERNET NO BRASIL. SUA EMPRESA ESTÁ PREPARADA PARA ATENDER ESTE MERCADO?

30 SAIA DA ROTINA

enoturismo na vinícola góes

31 CURTA SEU MOMENTO

‘LADY IN RED’ E ‘FEEL GREEN’: POR MISSIATO 6

revistadosedupla.com.br


NÃO FAZ PARTE DO ANÚNCIO

OBSERVAÇÃO Esta é apenas a simulação da página sendo dobrada pelo leitor. O anúncio impresso original mostra sobre esta imagem uma linha pontilhada onde está escrito: “DOBRE AQUI”.


NEWS

VINHOS DA VINÍCOLA AURORA CHEGAM A 200 LOJAS DA REDE FRANCESA INTERMARCHÉ, NA POLÔNIA

CERVEJA PETRA FOCA NA MÍDIA IMPRESSA Campanha ressalta como a marca Premium é feita de detalhes. Dando continuidade à estratégia de fortalecimento de suas marcas Premium na mídia, o Grupo Petrópolis, segundo maior do setor cervejeiro no país e maior companhia 100% brasileira de bebidas, lança campanha de mídia impressa para apresentar todos os atributos de qualidade e sabor da cerveja Premium Petra.

A Vinícola Aurora, que já realizou dois embarques de seus vinhos para a Polônia, agora entra na rede francesa de supermercados Intermarché, que possui 1.800 lojas físicas espalhadas por seis países. Os vinhos Aurora Varietal Cabernet Sauvignon e Aurora Varietal Merlot estarão nas 200 unidades polonesas da rede. A menos de um ano presente no mercado polonês, a Aurora já conseguiu posicionar seus produtos nas mais importantes cadeias varejistas do país: Piotri Paweł Supermercados, E. Leclerc, Top Markets – Polish Chain de Supermercados e MarcPol. A vinícola exporta para mais de 20 países, nos 5 continentes. Na Europa, está presente no Reino Unido, Alemanha (com distribuição em todo o território alemão), Dinamarca, Holanda e França. Seu maior mercado fora do Brasil é o norte-americano, onde a Aurora já é a maior exportadora de espumantes presente nos Estados Unidos e está posicionada em 26 estados, com vários de seus rótulos selecionados.

A primeira ação criada pela agência Y&R para a marca aposta no conceito “Feita de detalhes” e usa a técnica de “desconstrução” da imagem, desmontando e separando todas as partes que a compõem. Normalmente usado em ilustrações, desta vez o recurso é aplicado em fotos para destacar cada um dos elementos que tornam a Petra especial – a espuma cremosa, os maltes, o tempo de produção. O resultado é um visual sofisticado e surpreendente. Com veiculação em algumas das principais revistas do Brasil, o primeiro anúncio divulga os diferenciais da Petra Schwarzbier, preparada como as tradicionais cervejas pretas da Alemanha. Já o segundo é focado na Petra Aurum – cerveja Pilsen Premium de paladar encorpado, leve, refinado, feita com puro malte e ingredientes importados selecionados. A criação da campanha é de Tiago Marcondes, Rafael Merel e Pedro Guerra, sob a direção de criação de Flavio Casarotti, Rafael Merel e Marcelo Fedrizzi.

revistadosedupla.com.br

9


NEWS

PRODUÇÃO DE CANA CHEGA A 652 MILHÕES DE TONELADAS

SELETA APRESENTA CACHAÇA ROCK IN RIO A cachaça do rock promete intensas sensações, como as do maior festival de música do Brasil e entretenimento do mundo. Depois de quase 30 anos, 12 edições realizadas e mais de seis milhões de pessoas reunidas, chegou uma edição especial da cachaça inspirada no evento.

Foto: Fotos Coppini

A cana-de-açúcar da safra 2013/2014 produzida no país deve chegar a 652 milhões de toneladas, com um aumento de 10,7% sobre as 588,92 milhões de toneladas do último período. Os números são do segundo levantamento divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em Brasília. O estudo mostra que houve também elevação da área de corte, que passou de 8.485 mil para 8.799 mil hectares. A estimativa do percentual de recuperação da produtividade média das lavouras ficou em 6,8%, devido à renovação de 968,38 mil hectares e à normalização das condições climáticas que contribuíram positivamente para os canaviais, principalmente os da região Centro-Sul.

A cachaça é um símbolo da cultura brasileira e a Seleta usou o festival que representa uma das maiores conquistas culturais do Brasil como inspiração para a criação da Edição Especial Rock in Rio. E as similaridades não acabam por aí. Assim como o Rock in Rio tem estilos de músicas para os mais variados públicos, a Seleta agrada aos mais diferentes paladares. O Rock in Rio aconteceu entre os dias 13 e 22 de setembro, no Rio de Janeiro.

SCHORNSTEIN LANÇA CERVEJA EM GARRAFA

A cerveja Schornstein sai do barril para ganhar a versão engarrafada. No mês de agosto foram lançadas garrafas de 500 ml dos tipos Pilsen, Weiss, IPA, Bock e Imperial Stout. As garrafas são produzidas em Holambra (SP) e distribuídas aos bares da cidade paulista e de Santa Catarina. Nos próximos meses, outros municípios brasileiros devem receber as cervejas Schornstein em garrafas. Para o sócio da Schornstein, Maurício Zipf, o lançamento representa uma nova fase para a empresa. A Schornstein iniciou os trabalhos em 2006, em Pomerode, e desde então busca entrar no mercado das cervejas em garrafa. “Estamos realizando um sonho antigo e nossa preocupação principal é crescer sem pressa, priorizando a manutenção da qualidade de nossos produtos”, afirma. Mesmo com a novidade, quem prefere a cerveja na pressão não precisa desanimar. A equipe da Schornstein garante que continua a oferecer a bebida em barril. “Um dos grandes desafios será equacionar de maneira inteligente a produção entre barris e garrafas para garantir o abastecimento de todos os clientes do chope da Schornstein. Vamos atender a todos”, garantiu Zipf. 10

revistadosedupla.com.br


INDÚSTRIA DE BEBIDAS PARATUDO LANÇA PRODUTOS A Indústria de Bebidas Paratudo teve início em 1951, com o lançamento de seu primeiro produto, o Paratudo, feito à base de ervas e raízes amargas. Fruto do trabalho de uma família empreendedora e genuinamente brasileira, a Paratudo está localizada em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Seu parque industrial e sua estrutura administrativa obedecem aos mais rigorosos padrões de qualidade, respaldados por uma das mais avançadas e inovadoras normas de produção, envase, controle microbiológico e logística. Um dos produtos mais vendidos do portfólio da empresa, o Paratudo Raízes Amargas deu início à sua trajetória de sucesso há mais de 60 anos. Preparado com ingredientes selecionados e da mais alta qualidade, tem um sabor marcante, forte e diferenciado, que agrada o paladar dos brasileiros. Atualmente, a Indústria de Bebidas Paratudo tem em seu mix lançamentos recentes, como o aperitivo de whisky Gold Par, e a partir de outubro serão lançados o Kriskof Passion Fruit (coquetel alcoólico com sabor de maracujá) e Kriskof Lichia, um sabor inovador no mercado. Estes dois produtos fazem parte da linha Kriskof, que já conta com a Kriskof Tridestilada, já consolidada no segmento, a Kriskof Apple e a Kriskof Red Fruits.


NEWS

Cachaça Ypióca lança no YouTube o canal “Vamos Brasilizar”, com vídeos bem-humorados sobre o comportamento brasileiro Primeira temporada de oito episódios traz bate-papos em uma mesa de bar entre brasileiros e um estrangeiro. Um canal de vídeos bem-humorados está no ar, no YouTube. Batizado de “Vamos Brasilizar”, faz parte da plataforma digital da cachaça Ypióca, que pertence ao portfolio da Diageo, líder mundial de bebidas alcoólicas premium. Com conteúdo divertido, retrata um americano buscando entender aspectos típicos da cultura nacional, numa mesa de bar. Os vídeos tratam de assuntos que parecem óbvios, mas dizem muito sobre o que é ser brasileiro, como comida, romance, praia, comportamento e futebol – sendo todos esses os títulos das obras. O objetivo é decifrar a brasilidade por meio de um olhar de fora. Os bate-papos em português tratam de assuntos comuns do nosso dia-a-dia, como arroz com feijão, o “braço brasileiro”, festas populares, paixão por praias e bares, orgulho e patriotismo. Os vídeos têm, em média, dois minutos de duração. A proposta é explicar, pela ótica estrangeira, o que é ser brasileiro, prezando pelo bom humor. A temporada da série tem oito episódios.

Sobre Ypióca Produzida desde 1846, no Ceará, Ypióca é referência quando o assunto é cachaça. Em 2012, a marca foi incorporada a Diageo, maior empresa de bebidas alcoólicas premium do mundo. Comercializada em 40 países, a empresa é a maior fabricante de cachaça do Brasil. Todos os processos são sustentáveis, desde o manejo da cana, passando pelo corte da cana-de-açúcar, até a reutilização do bagaço.


raio-x do fornecedor

DUBAR CELEBRA

100 ANOS

por Daniela Oliveira

Não é qualquer empresa que completa 100 anos de história. Ainda mais quando se trata do mercado atual, que a cada dia se mostra mais competitivo e exigente. E é por isso que a Dubar – fabricante de bebidas destiladas – está em festa, pois está celebrando um centenário de muito trabalho, sucesso e conquistas, além do fato de ser considerada uma das principais empresas do ramo no mercado nacional.

Localização Jundiaí – São Paulo. Objetivo da empresa Manter a tradição dos seus produtos, que levam em suas fórmulas ingredientes naturais da mais alta qualidade, além de ser reconhecida como uma das principais fabricantes de bebidas destiladas do Brasil. Distribuição no país Os produtos Dubar podem ser encontrados nos principais supermercados e mercearias de todos os estados do Brasil.

Conheça um pouco mais sobre a Dubar, empresa fornecedora associada à ADIBE.

Exportação A Argentina é o mercado comprador das bebidas Dubar.

Proprietário Grupo Belvedere, um importante conglomerado de empresas, com sede na França e com grande participação no mercado de bebidas finas em todo o mundo.

Maiores conquistas da empresa nesses 100 anos Consolidar-se como fornecedora de bebidas destiladas de qualidade e com preço justo.

Histórico da organização - como começou A Dubar foi fundada em 1913 pela Companhia Antarctica Paulista, que trouxe para o Brasil uma sofisticada tecnologia alemã para a produção de bebidas alcoólicas. Em 1996, a empresa passou a ser controlada por um grupo de executivos brasileiros que tinham como missão manter a tradição e a qualidade dos produtos. Em 2007, o Grupo Belvedere adquiriu o controle acionário da Dubar. Principais produtos O portfólio inclui vodkas importadas (Sobieski e Danzka) e nacionais (Dubar e Zvonka); licores (Fogo Paulista, Fogo Paulista Signature e Cacau); Genebra (Zora); Steinhaeger (Loewe); absinto (Lautrec e Ice Lautrec); Dubar 5 estrelas, vinhos (Quinado Dubar e Fernet Fenetti), e cachaças premium (Canamar Cristal, Prata e Ouro).

Ações da Dubar em comemoração ao centenário Além do lançamento do “Fogo Paulista Signature”, que traz em sua fórmula o acréscimo de frutas tropicais brasileiras (açaí e guaraná) e do Ice Absinto Lautrec, está sendo realizada uma promoção nos principais pontos de venda de São Paulo e Rio de Janeiro, na qual o consumidor ganha um copo comemorativo dos 100 anos da empresa na compra dos produtos Fernet ou Fogo Paulista. Segredo do sucesso Os produtos Dubar têm em sua composição uma extensa gama de ingredientes naturais. O sucesso se dá pela utilização das frutas, especiarias e mel de abelha nas fórmulas, além também do não uso de aromas ou aromatizantes. Uma mensagem da Dubar sobre os 100 anos da empresa “Os três pilares que permitiram a longevidade da empresa são a qualidade dos produtos, a confiança de nossos clientes e consumidores, e a fidelidade dos nossos colaboradores. Nossos agradecimentos a todos.” A Revista Dose Dupla, juntamente com a ADIBE, parabeniza a DUBAR por sua história de sucesso.

FAÇA COMO AS GRANDES, ANUNCIE NA DOSE DUPLA.

revistadosedupla.com.br

13


ARTIGO

POR Carlos Cruz

CONHEÇA AS 8 COMPETÊNCIAS PARA SE TORNAR UM VENDEDOR PROFISSIONAL Ser um vendedor profissional de sucesso é muito mais que oferecer produtos aos clientes e chegar ao fim do mês com bons números. Para os leigos, aparentemente, o processo parece ser simples: basta ter um vendedor “bom de conversa” e um comprador disposto a gastar dinheiro que o negócio será fechado. No entanto, trabalhar com vendas, assim como em qualquer outra profissão, exige conhecimento específico e habilidades relacionadas diretamente ao dia a dia. As pessoas já não caem mais no famoso ‘papo de vendedor’ e, atualmente, fazer uma venda é possível apenas para quem prova que as soluções disponibilizadas permitem otimizar os resultados do comprador, em diferentes áreas. Por conta disso, o profissional precisa estar sempre atento ao seu mercado e, além de conhecer profundamente o produto/serviço e as tendências, deve ter mapeado os principais atributos dos concorrentes, tudo para que os argumentos estejam baseados nos seus diferencias e sejam os mais concretos possíveis. O vendedor profissional precisa ser flexível e atento aos perfis do público atendido, adotar uma postura diferenciada para cada negociação. Isso porque cada venda tem uma característica única, fazendo com que não exista uma metodologia exclusiva para alcançar o sucesso. Cada comprador tem uma personalidade e é preciso identificar seus motivadores de compra para acertar na abordagem e oferecer algo que realmente faça a diferença. O vendedor profissional entende o cliente, investiga as necessidades e as oportunidades, fala na sua linguagem e se coloca na sua posição para definir qual é a melhor opção para apresentar sua proposta de valor. Mesmo não existindo caminhos prontos, podemos dizer que oito competências são imprescindíveis para a carreira de um vendedor profissional. São elas:

1.

2.

Disciplina Reserve momentos no mês e na semana para se planejar. Tente fazer pelo menos duas paradas no decorrer do dia para avaliar se está investindo a sua energia em um trabalho que gerará retorno. Mesmo após inúmeros nãos, é preciso manter o foco nas ações diárias e no que realmente é importante para alcançar a meta. A maioria dos vendedores não planeja fracassar, mas falha pela falta de planejamento e organização. Comunicação O vendedor profissional é articulado e sabe se expressar de forma clara e objetiva, o que não significa falar muito. Seja preciso na comunicação. Evite os jargões, pois o senso comum não nos dá os elementos necessários para a inovação. Tenha um repertório, pesquise a concorrência, conheça as características e os benefícios do produto/serviço e busque informações o tempo todo.


3.

4.

5.

6.

Criatividade Busque alternativas para chegar até o cliente, use argumentos que o envolvam. Faça com que ele se imagine desfrutando dos benefícios do produto/serviço. Crie novas oportunidades e proponha soluções inovadoras.

Capacidade investigativa Fazer perguntas e saber ouvir para entender as necessidades do cliente é essencial para uma venda de sucesso. Não adianta forçá-lo a fazer uma compra pensando apenas na sua comissão. O bom vendedor entende e identifica as dificuldades e as necessidades do cliente, mapeando-as, para depois apresentar uma solução realmente eficaz. Clientes satisfeitos voltam e fazem indicações positivas, enquanto aqueles que se sentem enganados só trazem contribuições negativas e, normalmente, compram uma única vez.

Adaptabilidade Aptidão inerente à carreira de vendedores profissionais. É preciso aprender a lidar com diferentes perfis de clientes, influenciando todas as pessoas envolvidas no processo de compra. Para isso, administre suas emoções, frustrações e saiba se adequar ao que for necessário para alcançar suas metas.

Empatia Criar identificação e inspirar confiança fazem toda a diferença na relação comercial. Cuide da aparência e vista-se de acordo com o perfil da venda e do cliente. Isso pode ser fundamental para transmitir uma boa impressão. Normalmente, as pessoas preferem se relacionar e confiam em quem se parece com elas. Procure entender e falar sobre o que é importante para o cliente, seja ele um problema a ser resolvido ou um sonho que ele queira realizar.

7.

8.

Networking Quantas pessoas conhecem você? Não importa apenas quantas pessoas você conhece, mas sim, quantas sabem quem e o que você é. Em um mundo cada vez mais competitivo, conhecer pessoas, manter relações saudáveis com companheiros de trabalho e estar atento aos acontecimentos é fundamental para quem pretende se destacar e explorar oportunidades. É imprescindível cultivar uma rede de relacionamentos, pois nem sempre somos capazes de encontrar oportunidades sozinhos.

Tenacidade comercial A capacidade de entrar em ação, buscar resultados, ser otimista e persistente proporcionam vitalidade ao dia a dia do vendedor profissional. Ser persistente é diferente de ser insistente. Não desista da venda na primeira negativa.

Carlos Cruz é vendedor e diretor do Instituto Brasileiro de Vendas (IBVendas). Atua com foco na formação profissional de vendedores e gestores de vendas. Possui formação em Gestão de Planejamento Financeiro, graduação em Administração de Empresas, MBA em Gestão Empresarial pela FIA, formação em Dinâmica dos Grupos pela SBDG (Sociedade Brasileira de Dinâmica dos Grupos), Certificação Internacional em Coaching pelo ICI (Integrated Coach Institute) e pela Lambent do Brasil, sendo membro da International Coaching Community. www.ibvendas.com.br

revistadosedupla.com.br

15


sicoob credibesp

CARTEIRA DE CRÉDITO DO SICOOB CRESCE 11,2% NO PRIMEIRO SEMESTRE E OS ATIVOS ATINGIRAM R$ 38 BILHÕES Sistema alcançou volume de R$ 22,4 bilhões em operações de crédito. Balanço registrou também evolução de ativos e patrimônio líquido. O volume de operações de crédito no Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob) cresceu 11,2% no primeiro semestre deste ano, atingindo R$ 22,4 bilhões. Os ativos do sistema também evoluíram, chegando a R$ 38 bilhões, marca 11,4% superior à registrada no mesmo período do ano passado. Ainda no quesito patrimônio líquido, as cooperativas do Sicoob apresentaram avanço de 5,5%, com R$ 8,5 bilhões. Em depósitos, o crescimento foi de 15,2%, chegando a R$ 24,1 bilhões. O resultado líquido do período foi de R$ 625 milhões. Outros números O saldo da carteira de crédito do Sicoob destinado à pessoa física teve um acréscimo de 17,9%, alcançando a marca dos R$ 4,3 bilhões no primeiro semestre de 2013. Para o produtor rural – pessoa física, o acumulado do crédito ofertado foi de R$ 10,1 bilhões, o que equivale a um crescimento de 8,7% em relação ao mesmo período do ano anterior. Para a pessoa jurídica, as operações de crédito ultrapassaram a marca dos R$ 5,9 bilhões, o que representa um crescimento de 16,8%. Para a pessoa jurídica – rural, o saldo acumulado foi de R$ 1,9 bilhão. A rede de atendimento do Sicoob também evoluiu no primeiro semestre. O avanço foi de 1,2% em relação ao mesmo período do ano anterior. A evolução na adesão de novos associados ao Sistema foi de 5,93%.

16

revistadosedupla.com.br

Os números demonstram o fortalecimento do setor cooperativista, segundo o diretor de Negócios do Sicoob Confederação, Abelardo Duarte de Melo Sobrinho. Ele atribui os bons resultados à credibilidade do segmento, conquistada pela adoção continuada de um conjunto de ações. “O marco regulatório adequado às necessidades do setor e o seu aprimoramento possibilitaram o fortalecimento das cooperativas, que puderam oferecer crédito de forma cada vez mais inclusiva e justa. Além disso, podemos atribuir a expansão do setor a diferenciais como distribuição de sobras, taxas e juros mais acessíveis, atendimento personalizado, entre outros”, diz. Sobre o Sicoob O Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob) possui mais de 2,5 milhões de associados em todo o país e está presente em 23 estados brasileiros e no Distrito Federal. É composto por mais de 500 cooperativas singulares, 15 cooperativas centrais e a Confederação Nacional das Cooperativas do Sicoob (Sicoob Confederação). A rede Sicoob é a sexta maior entre as instituições financeiras que atuam no país, com mais de 2 mil pontos de atendimento. Fonte: Sicoob.


N� �������� ���� ������

V�������� E���������!

No você capitaliza mensalmente. Durante o tempo de contribuição será formada uma reserva individual, corrigida com juros de até 100% da Taxa Selic ao ano, que poderá ser resgatada conforme Estatuto Social.

Informações:

Rua Alfredo Guedes, 72 - 1º andar - Cj. 12/13 - Carandirú - São Paulo/SP

Ouvidoria:


MERCADO

por Daniela Oliveira

Primeiro WineIn movimenta setor vitivinícola com debates em torno da potencialidade dos vinhos produzidos no Brasil Concorrendo com argentinos e chilenos, rótulos brasileiros emplacam primeiro e segundo lugares em painel com rótulos acima de R$50 reais.

A primeira edição do WineIn reuniu importantes players do vinho para um grande debate sobre a bebida produzida no Brasil e seu posicionamento no mercado. O evento aconteceu no mês de agosto, no Centro Fecomercio de Eventos, em São Paulo. Os dois dias do encontro foram marcados por palestras sobre o vinho tinto brasileiro e seu mercado. Participaram, em média, 70 pessoas em cada palestra, entre profissionais do setor, jornalistas e consumidores finais. Para Breno Raigorodsky, coordenador e idealizador do WineIn, o objetivo foi alcançado. “Pela primeira vez tivemos um encontro para discutir intensamente sobre o vinho tinto brasileiro. Fomos atrás do mundo do vinho universal, privilegiando degustadores e palestristas representantes de países que são importadores em potencial, como a China, os Estados Unidos, a Alemanha, a Inglaterra, entre outros, mas contando também com a presença de nomes fortes do Brasil”, declarou ele. No primeiro dia do WineIn, o cenário nacional teve destaque com temáticas como o terroir do Brasil e suas pérolas, o mercado brasileiro e os vinhos produzidos para ele, o marketing do vinho e os formadores de opinião. A discussão seguiu para o mercado externo, quando especialistas internacionais falaram sobre o novíssimo mundo do vinho, seu desenvolvimento nas últimas décadas e o planejamento necessário para a consolidação do país no novo cenário mundial. 18

revistadosedupla.com.br

Brasil no topo: vinho nacional é eleito o melhor Outro destaque do WineIn foram as degustações que elegeram os 5 vinhos brasileiros em duas categorias abaixo e acima de R$50,00 -, em um desafio com rótulos da Argentina e do Chile. Na degustação às cegas entre 20 amostras nacionais, foram selecionados na categoria abaixo de R$50 os rótulos Do Lugar Cabernet Franc 2011, Pizzato Merlot Reserva 2010, Casa Perini Tannat 2011, Monte Paschoal Dedicato Cabernet Sauvignon 2011 e Salton Intenso Merlot 2009.


Na comparação com chilenos e argentinos, o resultado do júri técnico conferiu aos vinhos do Brasil uma pontuação média acima da pontuação do Chile e próxima a da Argentina. Acima de R$50, foram classificados os nacionais RAR Cabernet Sauvignon Merlot 2008, Pizzato DNA 99 Merlot 2008, Miolo Lote 43 Merlot Cabernet Sauvignon 2011, Don Abel Rota 324 Cabernet Sauvignon 2005 e Almaúnica Reserva Syrah 2011. No painel Brasil x Chile e Argentina, venceu o brasileiro Miolo Lote 43. “O espírito das degustações com argentinos e chilenos foi sempre mostrar que o Brasil produz vinhos de qualidade acima da média dos nossos vizinhos. Visto que os adversários tinham boas pontuações em publicações como o Guia Descorchados, o Wine Advocate (de Robert Parker) e outros certificadores internacionais, concluímos que os resultados superaram as expectativas”, disse Raigorodsky. Compondo o júri técnico estiveram Aguinaldo Záckia Albert (Degustadores sem Fronteiras), Beto Duarte (Papo de Vinho), Celito Guerra (Embrapa), Horst Kissman (Prazeres da Mesa), Jean Pierre Rosier (enólogo), Jeriel Costa (Blog do Jeriel), João Filipe Clemente (FalandodeVinhos), José Maria Santana (Gosto), José Luiz Pagliari (SBAV-SP/ SENAC-SP), Jorge Carrara (Prazeres da Mesa), Juliana Reis (SENAC-SP), Manuel Luz (consultor), Marcio Oliveira (Vinotícias), Mario Telles (ABS-SP), Mauro Zanuz (Empraba), Nicola Massa (enólogo), Silvia Mascella (Adega), Silvia Franco (Vinho e Gastronomia) e Suzana Barelli (Menu). Também participaram profissionais internacionais: Amy Friday e Andrew Shaw (Importadora Bibendum), Claudio Salgado (sommelier do Marriott, de Hong Kong), Charles Byers (escritor e radialista canadense), Daniel Marquez (brand ambassador de vinhos e destilados nos EUA), James Lapsley (professor do departamento de Viticultura e Enologia da UC Davis), Olivier Bourse (representante da Université de Bordeaux) e Roberto Rabachino (jornalista, professor e sommelier italiano).

O WineIn foi realizado pela Exponor Brasil, com supervisão técnica do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), patrocínio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e apoio da Fecomercio e do Comitê do Vinho da FecomercioSP. Circuito Brasileiro de Degustação Integrado ao WineIn, aconteceu também a etapa paulista do Circuito Brasileiro de Degustação, que recebeu a visita de cerca de 800 participantes em dois dias de evento. Participaram as vinícolas Aracuri Vinhos Finos, Casa Valduga, Casa Venturini Vinhos e Espumantes, Cooperativa Vinícola Garibaldi, Domno do Brasil, Don Abel Vinhos Premium, Dunamis Vinhos e Vinhedos, José Sozo Vinhos, LÍDIO CARRARO Vinícola Boutique, Luiz Argenta Vinhos Finos, Miolo Wine Group, PIZZATO Vinhas e Vinhos, Quinta Don Bonifácio, Sanjo – Cooperativa Agrícola de São Joaquim, Vinícola Routhier & Darricarrère, ViniBrasil, Vinícola Aurora, Vinícola Campos de Cima, Vinícola Kranz, Vinícola Nova Aliança, Vinícola Peterlongo, Vinícola Perini, Vinícola Salton e Projeto Suco de Uva 100% do Brasil.

revistadosedupla.com.br

19


MERCADO

TNS E DIAGEO REALIZAM PESQUISA INÉDITA NO BRASIL PARA ENTENDER QUEM SÃO OS CONSUMIDORES DE WHISKY DE HOJE Com crescimento de mais de 70% na exportação de whisky de 2008 para 2013, a Diageo – maior player do mercado no Brasil – quis entender melhor o novo consumidor brasileiro.

As destilarias escocesas viram o volume de exportação da bebida para o Brasil crescer 72% de 2008 até 2013, de acordo com pesquisa feita pela Scotch Whisky Association, a associação que as representa. Por isso, a Diageo, empresa líder de bebidas alcoólicas premium, e o Instituto TNS Research promoveram no Brasil uma pesquisa para entender quem é esse novo consumidor da bebida, que vêm sorvendo a produção dos blends. A TNS entrevistou 900 brasileiros, de 18 a 45 anos, que consomem o destilado e as respostas foram interessantes. Entre os entrevistados, 36% são mulheres que declaram consumir a bebida. O atual consumidor de whisky tem entre 25 a 34 anos (46%) e ganha de R$ 1.700 a R$ 4.000 mensais (78%). 51% dos entrevistados haviam consumido whisky na última semana. Este número cresce no Nordeste (66%) e no Centro-Oeste (59%). O whisky é a bebida favorita para 50% dos entrevistados, seguido pela cerveja (27%) e pelo vinho (10%). A principal mistura ainda é com gelo (63%) e, em seguida, em coquetéis (33%). Dos que tomam whisky em coquetéis, 64% o misturam com energético e 18% com água de coco. A mistura com a água do fruto tropical cresce no Nordeste, onde 35% declaram fazê-la. “Os resultados da pesquisa nos surpreenderam. Mostram que o Brasil, assim como boa parte da América do Sul, está se tornando um mercado cada vez mais significante para o scotch whisky. A pesquisa traz entendimentos valiosos para os produtores, que podem adaptar melhor seus produtos e estratégias de marketing de acordo com o que os consumidores estão buscando”, afirma Gavin Hewitt, diretor executivo da Scotch Whisky Association. 20

revistadosedupla.com.br

Mais qualidade Para 58% dos entrevistados, quando decidem por whisky, tomam menos doses de álcool durante a noite. Isso porque 73% afirmam que a bebida é consumida mais lentamente. O consumidor da bebida gosta de acompanhá-la com aperitivos (73%) e até com churrasco (28%). Apenas 15% dos entrevistados não comem nada quando tomam whisky. Companhia A imagem do consumidor solitário de whisky, no fim do expediente, já não existe mais. Entre os entrevistados, apenas 10% afirmam consumir whisky quando estão sozinhos. 81% oferecem whisky para os amigos quando os recebem em casa e 24% assistem a partidas de futebol com os amigos tomando algumas doses da bebida. Por tudo isso, 76% acreditam que o whisky está mais popular no Brasil. Setenta e quatro por cento afirmam que consomem mais whisky hoje do que há três anos. Conhecimento Animada com os dados, a Diageo vê ainda grandes oportunidades no mercado brasileiro, já que muita informação sobre a bebida pode ser transmitida ao consumidor, para tornar o consumo ainda mais popular. Entre os dados que mostram o pouco conhecimento sobre o produto está o que mostra que apenas 30% já sabem que a idade de um whisky não é assim tão importante e 81% ainda acham que quanto mais velho, melhor o whisky. 39% dos brasileiros consumidores da bebida acham que o whisky envelhece na garrafa, 22% acham que o certo é tomar com copo alto e 69% acham que o certo é tomar no copo baixo. Personalidade O consumidor brasileiro de whisky acha que quem toma a bebida tem personalidade, é sofisticado e estiloso. A imagem de ser uma bebida para velhos não existe mais. As mulheres que bebem whisky sentem-se confiantes e poderosas. Para os homens, além de confiantes, são sedutores e interessantes.


ADIBE EM AÇÃO

ADIBE APRESENTA SEU NOVO PRESIDENTE

Michael Diniz assume mandato. por Daniela Oliveira

Com 21 anos de experiência no segmento de bebidas e distribuição, Michael Diniz assumiu a presidência da ADIBE em substituição ao então presidente Edivandro Langoni, que deixou o posto para se dedicar a cargo público e interesses pessoais. Apresentamos a você, associado, o novo presidente da associação, além de seus planos e objetivos de trabalho.

Dose Dupla: Como começou sua trajetória profissional? Michael Diniz: Comecei junto com meu pai, Sr. Manoel Diniz, em 1992. Dos 17 até os 27 anos de idade, trabalhei na antiga zona cerealista - região central de São Paulo, onde o comércio era bem dinâmico e praticamente foi uma escola pra mim. Tínhamos uma distribuidora, a Food-Service, em que trabalhávamos com bebidas, alimentos, cereais, materiais de limpeza, dentre outros itens. Nosso depósito tinha vários clientes no interior de São Paulo que retiravam os produtos já naquela época. Depois desta experiência, eu havia me formado em Administração de Empresas (e na escola da distribuição nestes 10 anos de trabalho), meu pai decidiu tomar outro rumo e mudar de ramo, fechamos a empresa Food-Service e fomos representar uma grande firma de Azeites na época, mas para mim não me caiu bem, pois estava no sangue seguir na distribuição. Decidi sair do negócio e parti para o gerenciamento de empresas por alguns anos - de 2002 ate início de 2006, ano em que decidi abrir um pequeno negócio em sociedade com um grande amigo. Hoje estamos com a nossa Distribuidora AMA completando sete anos de existência.

22

revistadosedupla.com.br


Dose Dupla: Como você pretende contribuir para o trabalho da ADIBE enquanto associação, que visa o apoio aos empresários do setor de bebidas? Michael Diniz: Toda a diretoria da ADIBE vêm se reunindo para buscar uma forma de apoio aos empresários. Fazemos reuniões quinzenais para encontrarmos as melhores soluções, e muitas mudanças estão sendo feitas, embora tenhamos resultados que levam um certo tempo para serem percebidos, mas estamos 100% empenhados.

Dose Dupla: Assumiu quando na ADIBE? Mandato vai até quando? Michael Diniz: Assumi em junho e meu mandato vai até dezembro deste ano, mas pretendo trabalhar muito mais para a ADIBE. Dose Dupla: Michael, quais são as expectativas na presidência da ADIBE? Michael Diniz: São as melhores possíveis, quero ajudar na aproximação da indústria com as distribuidoras de SP, e tentar otimizar a invasão dos distribuidores de outros estados que vêm vender fora da região em que deveriam atuar, o que causa um descontrole à industria. Dose Dupla: Quais os planos futuros? Michael Diniz: Precisamos planejar tudo isso para que a indústria possa entender a necessidade do distribuidor, pois as coisas vêm mudando, e pode ser que alguns distribuidores não enxerguem isso, ou não achem corretas essas mudanças. Vejo que algumas indústrias estão se preocupando com essas invasões, mas depende muito do retorno nos distribuidores paulistas para ajudarem neste processo. Precisamos também fazer com que os distribuidores enxerguem as mudanças do mercado, não ficando na mesmice, se aprimorando contabilmente e tributariamente, e saindo da informalidade. Os cursos e palestras oferecidos pela ADIBE ajudam bastante nesse sentido, para que possamos ampliar mais nossos horizontes.

FAÇA COMO AS GRANDES, ANUNCIE NA DOSE DUPLA.

Os distribuidores associados estão sendo convidados para todas as reuniões da diretoria da ADIBE, mas são poucos os que comparecem, a nossa satisfação é que todos pudessem estar presentes e expor suas ideias. Hoje a ADIBE está mudada, e eles precisam enxergar isso, que a nova Diretoria/Administração espera que todos compareçam, pois a união traz resultados positivos. Insistimos que nossos associados são importantes, pois toda a diretoria apenas os representa, pois nós, diretores, também somos distribuidores. Dose Dupla: Uma mensagem aos associados ADIBE Michael Diniz: Venham participar das reuniões, pois a ADIBE é de vocês.


ADIBE EM AÇÃO

ADIBE SEGUE COM SUA MISSÃO EM TREINAMENTOS por Daniela Oliveira

Treinamento patrocinado pela Cia. Müller de Bebidas em SP

Dando continuidade ao objetivo de sempre oferecer suporte ao associado, a ADIBE realizou um treinamento no mês de agosto mais precisamente no dia 17 do mês. Com o tema ‘Excelência em Atendimento’, o consultor Eduardo Congentino proferiu suas palavras para mais de 40 pessoas, em um espaço no bairro Santana, em São Paulo. O evento foi realizado com o patrocínio da Companhia Müller de Bebidas. Treinamento ADIBE na Comercial Soberana Mais um treinamento realizado ‘in loco’, ou seja, no local da empresa. Essa foi a vez da Comercial Soberana receber a visita do consultor da ADIBE, Kléber Silva, para um encontro com os funcionários com o tema ‘Vendas, resultados e pós venda’, ocorrido no dia 21 de setembro, em Bragança Paulista. Entre em contato com a equipe ADIBE e agende também um treinamento de acordo com a necessidade de sua empresa! Aproveite esse benefício e tenha uma equipe motivada e pronta para o trabalho.

Treinamento ADIBE ‘in loco’, na Comercial Soberana

“Para nós, diretores da Comercial Soberana, é de SUMA importância que a empresa faça a reciclagem dos funcionários pelo menos uma vez ao ano. As palestras da ADIBE são bem ministradas pelos consultores da associação, e este último treinamento não foi diferente, conduzido de forma brilhante, em que os participantes puderam interagir, tornando o encontro interessante e não cansativo, e mostrando que o que temos de mais valor na nossa empresa é o CLIENTE. Após o treinamento, notamos um ótimo retorno dos colaboradores (funcionários e terceirizados), tanto no dia-a-dia bem como na integração entre motorista/entregador e vendedores. Resumindo, o treinamento aos colaboradores é de EXTREMA importância, seja em qualquer área em que atuem. Nós procuramos reciclar sempre e recomendamos às empresas que ainda não o fazem para se atentarem, caso contrário ficarão para trás”. Carlos Dantas Sócio-Diretor Comercial Soberana


Sua empresa poderia estar aqui.

Classificados Revista Dose Dupla.

bighead.com.br

Ou aqui.

Não importa o tamanho da sua empresa, agora ela também pode participar da mais importante revista do segmento de distribuição de bebidas do Brasil. W W W. R E V I S T A D O S E D U P L A . C O M . B R

Aproveite as condições especiais para Associados.

Do mesmo jeito que você está lendo este anúncio, seu cliente também está.


CAPA

FUTURO

NA WEB Há 94 milhões de pessoas conectadas à internet no Brasil. Sua empresa está preparada para atender este mercado? 94 milhões de pessoas com acesso a internet no Brasil, um número pra lá de expressivo. Esse gigantismo tecnológico mudou e está mudando cada vez mais o comportamento das pessoas. Agora, cada indivíduo é um ser ativo no ‘mundo das redes’. As pessoas não mais assistem passivas aos conteúdos impostos pelos veículos de comunicação tradicional, hoje com a internet, todos podem ser ou são atores participativos, que interagem, buscam informação, criam e mantém relacionamentos nas mídias sociais, monitoram as práticas empresariais, e principalmente, compram. Sim, existe um universo gigantesco à espera dos produtos de sua empresa. Falando nisso, sua organização possui e-commerce?

26

revistadosedupla.com.br

Redação: Daniela Oliveira

E-commerce

entenda um pouco mais

Trata-se da venda de produtos na internet. O e-commerce é um dos negócios mais promissores desta década, tanto para grandes empresas como para o pequeno empresário. Atualmente, com a popularização das plataformas prontas de e-commerce e com a facilidade de hospedagem com baixo custo, é possível ter uma loja virtual em um curto espaço de tempo e com baixo investimento.


Diante de tantas oportunidades para novos negócios na web, quais fatores podem ser considerados chave para o sucesso tanto de pequenas quanto grandes empresas no comércio eletrônico brasileiro? A Revista Dose Dupla conversou sobre o assunto com Kelly Carvalho, economista da FecomercioSP.

Dose Dupla: Kelly, como abrir um e-commerce (loja virtual)? Kelly Carvalho: Para abrir uma loja virtual, o empresário precisa seguir os mesmos passos ao abrir uma empresa física: é necessário possuir CNPJ, estar legalmente estabelecido na Junta Comercial, emitir nota fiscal, oferecer opções de crédito e formas de pagamento, ou seja, trabalhar legalmente. A empresa que tem intenção em oferecer seus produtos na internet precisa também se adequar a Lei da Entrega (em vigor no estado de São Paulo), o cumprimento a essa legislação é obrigatório e essencial para fidelizar os clientes. A entrega deve ser feita conforme prometido no site, o que pode ser feito pela própria empresa ou por meio de terceiros, porém é imprescindível que seja feita na data correta. Uma questão muito importante é que o site tenha certificações de segurança, mostrando aos clientes que é 100% confiável, pois o consumidor precisa se sentir seguro ao fazer a compra. A política de troca de produtos também é indispensável e deve constar no site da empresa. Dose Dupla: Quais empresas devem e podem investir nesse negócio? Kelly Carvalho: Qualquer comércio pode vender pela internet, seja de qualquer porte ou tipo de atividade, mas lembrando de que é obrigatória a legalização da empresa. Dose Dupla: Empresas pequenas também podem aderir ao negócio ou somente as grandes? Kelly Carvalho: A pequena empresa também pode aderir ao negócio, mas ela precisa estar bem estabelecida, pois têm se constatado que a rentabilidade nos negócios da internet vem se reduzindo porque existem processos burocráticos, como pagamento de impostos e barreiras logísticas que dificultam o sucesso do negócio. É preciso estar bem preparado para enfrentar este mercado! Uma dica: muitos investidores de grupos estrangeiros (os chamados investidores anjos) têm investido no e-commerce de empresas, sejam elas pequenas, médias ou grandes. Procure por eles.

Dose Dupla: Estratégias para sucesso no e-commerce: Kelly Carvalho: Para ter sucesso, é preciso fazer um planejamento de qual mercado consumidor a empresa quer investir, qual produto ela quer vender, fazer um estudo de mercado e buscar atrativos para o site além da venda. Um bom exemplo seria uma empresa que oferece conteúdo para o site, como fonte de informação para os compradores. Para ter sucesso, também é preciso obedecer aos prazos de entrega, divulgar a empresa (usar principalmente os recursos das redes sociais), oferecer formas de pagamento possíveis, adquirir certificações de segurança e se atentar para a política de troca. Em um ambiente tão competitivo como o da internet, é preciso inovar sempre, buscando deixar o virtual o mais próximo do real.

Case de Sucesso Vinícola Aurora A Vinícola Aurora possui e-commerce de seus produtos desde 2003, em que são vendidos os vinhos tintos e brancos, espumantes, sucos de uva, frisantes, destilados, dentre outros produtos. Segundo Rodrigo Valério, do Marketing da empresa, são muitos os benefícios da venda online de bebidas: baixo custo para alcançar um público cada dia maior, estar 24h por dia em contato direto com o cliente, além de obter informações sobre o consumidor e por meio delas executar um marketing personalizado. “O e-commerce é capaz de prometer uma vantagem nos custos, consegue diferenciar os produtos e serviços ofertados, aliado a um relacionamento direto com os consumidores”, diz Rodrigo.

revistadosedupla.com.br

27


CAPA

Outro beneficio é atingir mercados onde a empresa não atua. “O e-commerce chega a locais que não possuem uma distribuição adequada, ou onde determinado produto não esteja disponível. Os lançamentos sempre chegam antes a esses locais quando são feitos por meio da loja virtual. Como as ações promocionais passam a ser realizadas diretamente, agilizam todo o processo de vendas e aumenta a satisfação dos clientes”, complementa Rodrigo Valério.

Dificuldades da transação para a empresa De acordo com Rodrigo, uma das principais dificuldades nesse meio de negociação é o frete, pois representa o custo mais impactante nas operações de e-commerce. Segundo pesquisas, o Brasil possui uma infraestrutura péssima, com estradas em más condições de conservação e frete aéreo caríssimo. Outro ponto que dificulta o negócio é o gasto com análise de risco e fraude, pois chegam a representar até 2% do faturamento. “Uma dificuldade também pontual é a falta de investimento nos canais adequados ao público. O e-commerce brasileiro (não só da nossa empresa), precisa entender melhor o marketing digital, compreender as ações efetivas e definir esse caminho como sendo concreto, com investimentos presentes e frequentes, e não apenas em determinadas épocas do ano. A ‘gôndola’ virtual nunca está vazia e funciona 24h por dia, 365 dias por ano. Se não tivermos esse cuidado e essa percepção, a médio e longo prazo não será uma estratégia sustentável para o negócio em si”, alerta o representante da Vinícola Aurora.

Resultados de vendas As vendas na loja virtual da Vinícola Aurora têm um volume satisfatório. Em 2012, foi registrado um aumento de 40% em relação a 2011. A empresa tem investido muito na promoção e comunicação digital, com a finalidade de influenciar cada vez mais esse canal de venda direta. 28

revistadosedupla.com.br

Porém, nem tudo são flores... A FecomercioSP promoveu debate sobre rentabilização do e-commerce no atual momento da economia brasileira. “Os negócios virtuais precisam focar no lucro”, dizem especialistas. Se querem ser lucrativas, empresas de e-commerce devem deixar de lado vantagens como frete grátis e amplos parcelamentos sem juros. Essa foi a conclusão dos especialistas que participaram do evento Como Rentabilizar o E-commerce, realizado pelo Conselho de Interação e Comércio Eletrônicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), em setembro, na sede da entidade em São Paulo. Os balanços das empresas que atuam no segmento têm mostrado que as companhias convivem com margens apertadas e apontam para a necessidade de uma mudança de cultura e comportamento. “É necessário rever conceitos enraizados como dar frete grátis e parcelamentos muito longos. Precisamos prestar atenção na longevidade do negócio. Se o cliente gosta do seu serviço e se sente seguro, ele volta a comprar”, explicou o vice-presidente de planejamento da Netshoes, José Rogério Luiz. As práticas atuais são fruto de uma mentalidade do modelo de negócios criada para o segmento, segundo o diretor de e-commerce da Hi Happy e PB Kids, Roberto Oliveira. “A diferença é que focaram no crescimento acelerado e não na lucratividade, que deveria vir depois. Mas isso nunca aconteceu e não é sustentável”, afirmou. Os especialistas apontam a necessidade de uma mudança cultural e comportamental do varejista on-line. “No momento, o mais importante é investir em uma boa equipe e em tecnologia para


automatizar a operação”, comentou Mauricio Salvador, presidente da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). Ele também analisou o desafio provocado pela venda direta de sites estrangeiros para os brasileiros: “É difícil competir em preços, mas é possível explorar novos nichos e apostar na qualidade do serviço”. O gerente de desenvolvimento de negócios da Buscapé Company, Claudio Roca, concordou neste ponto. “A especialização e a paixão na sua operação será o diferencial, apostando inclusive em produtos exclusivos. Mas tudo isso deve ser embalado por uma boa comunicação para mostrar o seu valor”, explicou Roca.

Ticket Médio do Setor de bebidas R$ 140,42

Outra opção para os empresários brasileiros é investir na inovação. “Existem muitas opções para isso, como integração entre comércio físico e eletrônico, vender conveniência, melhorar experiência de compra, investir em novos sistemas de pagamentos e aqueles que abreviam compras e reduzem abandono”, afirmou o presidente do Conselho de Criatividade e Inovação da FecomercioSP, Adolfo Melito.

Itens que mais vendem Bebida láctea 29,36% Suco 23,45% Cerveja 14,84% Refrigerante 14,73% Bebida solúvel 4,64% Água mineral 3,19% Vodca 1,92% Itens que apresentam maior faturamento Vodca 20,59% Whisky 15,88% Cerveja 10,78% Suco 10,42% Bebida láctea 9,72% Vinho 8,15% Bebida solúvel 7,70% Refrigerante 4,43%

O IBOPE realizou uma pesquisa sobre as vendas de bebidas na internet, de janeiro à agosto/13. Veja os itens que mais vendem e apresentam maior faturamento: Fonte: IBOPE e-commerce

revistadosedupla.com.br

29


SAIA DA ROTINA

por Daniela Oliveira

ENOTURISMO NA VINÍCOLA GÓES Opção de passeio charmoso e atraente para todas as idades.

São Roque fica a apenas 65 km de distância da capital paulista. Para quem busca tranquilidade e passeios agradáveis para o final de semana, eis um ótimo roteiro. Na cidade está localizada a Vinícola Góes, que oferece opções de entretenimento para todos os públicos. Uma das prioridades da empresa é o enoturismo, ou seja, a viagem motivada pela apreciação do sabor e aroma dos vinhos e nas tradições e cultura das localidades que produzem essa bebida. Sempre investindo na recepção dos visitantes, a vinícola oferece as visitas guiadas, acompanhadas sempre por um especialista. Essas visitas são feitas nas videiras e na vinícola, onde é possível conhecer os equipamentos utilizados para produzir e armazenar o vinho. Ao fim, o turista é encaminhado até a loja, onde pode degustar toda a linha de produtos, desde os sucos, o Grape Cool, vinhos de mesa, espumantes e até os finos. As opções são saboreadas em ambiente agradável e decorado de forma a resgatar a tradição milenar da elaboração do vinho. Esse passeio ocorre aos finais de semana e para participar, basta agendar horário pelo telefone.

30

revistadosedupla.com.br

A Vinícola Góes também oferece um serviço requintado de gastronomia com o restaurante Vale do Vinho, onde o turista saboreia pratos temperados com vinho. Há também um minishopping, onde são encontrados doces caseiros, licores, souvenirs e uma cafeteria, e ali próximo está localizado um lindo lago com cachoeira. Para conhecer esses locais não é preciso agendar, estão abertos ao público todos os dias da semana, das 8h30 às 18h. Todos os passeios da Vinícola Góes são gratuitos, aproveite!

Complexo Turístico da Vinícola Góes

Endereço: Estrada do Vinho, km 09 - Bairro Canguera - São Roque/SP. Telefone e Website: (11) 4711-3500 - www.vinicolagoes.com.br Horário de Funcionamento: Visita Guiada - Aos finais de semana. Horário a ser agendado pelo telefone. Restaurante Vale do Vinho e Minishopping Aberto todos os dias da semana, das 08h30 às 18h. Onde se hospedar: Hotel Cordialle Rua Sotero de Souza, 500 - São Roque/SP. Informações e reservas: (11) 4784-9500 www.hotelcordialle.com.br


CURTA SEU MOMENTO

Redação: Daniela Oliveira

‘LADY IN RED’ E ‘FEEL GREEN’ Por Missiato. Finalmente, os dias de sol estão aí. E para comemorar, que tal aprender a preparar dois drinks deliciosos e refrescantes criados pela Missiato? As receitas levam os lançamentos da empresa: Skarloff Caipiroska Frutas Vermelhas e Skarloff Caipiroska Green Apple. Ficou com água na boca? Então, mãos à obra!

LADY IN RED Ingredientes • 4 a 5 morangos; • 1 fatia de limão; • 70 ml de Skarloff Caipiroska Frutas Vermelhas; • Gelo. Modo de preparo:

FEEL GREEN Ingredientes • 1 kiwi; • 1 fatia de limão; • 70 ml de Skarloff Caipiroska Green Apple; • Gelo. Modo de preparo:

Corte os morangos em pedaços. Junte-os com a fatia de limão e coloque num copo. Amasse suavemente para extrair seu suco. Adicione a Skarloff Caipiroska Frutas Vermelhas e gelo à vontade. Misture bem e sirva.

Corte o kiwi em fatias grossas. Junte-as com a fatia de limão e coloque num copo. Amasse suavemente para extrair seu suco. Adicione a Skarloff Caipiroska Green Apple e gelo à vontade. Misture bem e sirva.

revistadosedupla.com.br

31


Revista Dose Dupla 112  

Edição nº 112 - Set/ Out 2013 by BigHead Brand Creativity

Advertisement