Page 30

SINDEPOMINAS SE REÚNE COM MP E PEDE AFASTAMENTO DOS PROMOTORES ENVOLVIDOS NA OPERAÇÃO FÊNIX O presidente do Sindepominas, Marco Antônio de Paula Assis, se reuniu no dia 28 de dezembro, na sede do Ministério Público, em conjunto com o Sindpol-MG e membros do Conselho Superior da PCMG, incluindo o Chefe de Polícia Civil, João Octacílio Silva Neto, para tratar das irregularidades processuais da Operação Fênix, que culminou com a prisão de 39 policiais civis. Durante a reunião, o Sindepominas entregou

ao Procurador-Geral do Ministério Público de Minas Gerais, Antônio Sérgio Tonet, um ofício por meio do qual expôs os argumentos que levaram a entidade a pedir ao órgão o afastamento de todos os promotores envolvidos naquela operação. A entidade também solicitou a investigação pela Corregedoria do Ministério Público e pelo Conselho Nacional do Ministério Público os excessos cometidos na Operação Fênix.

POLÍCIA FEDERAL ADMITE QUE A PRF AGIU COM IRREGULARIDADE NA OPERAÇÃO FÊNIX A Polícia Federal respondeu às indagações do Sindepominas sobre a atuação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na “Operação Fênix”, realizada no dia 19 de dezembro de 2017, em Uberlândia, por meio da Corregedoria-Geral da instituição, onde admitiu que o cumprimento a mandado de busca e apreensão, por parte da PRF, mostrou-se “irregular”, na medida em que realizou “atividade cuja atribuição é afeta às Polícias Civis”. O ofício assinado pelo Corregedor-Geral de

30

Polícia Federal, Omar Gabriel Haj Mussi, também informou que a PRF faz parte da estrutura do Ministério da Justiça, órgão para o qual ele sugere que seja remetido o expediente do Sindepominas, a fim de que se manifeste em definitivo quanto à ilegalidade do cumprimento de mandados de busca e apreensão por policiais rodoviários federais na “Operação Fênix”. O Sindepominas já aguarda essa resposta oficial do Ministério da Justiça desde os dias subsequentes àquela operação.

Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de Minas Gerais

Revista dos Delegados de Polícia nº 22  
Revista dos Delegados de Polícia nº 22  
Advertisement