Page 1

Ano V Edição nº 45 - janeiro/fevereiro de 2014

doeNçaS iNeXiSteNteS, SiNtomaS reaiS Entre sintomas ilusórios e crises de ansiedade, pessoas hipocondríacas sofrem com a constante incógnita: será que estou doente?


Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014

3


Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014

EDITORIAL

4

Dois grandes temas, numa das melhores edições. A internet é um universo sem fronteiras, de vigilância quase impossível, o que oferece a oportunidade para os amigos do alheio abusarem de incautos inocentes, que em boa fé adquirem bens por meio desta poderosa ferramenta de relação humana. Entretanto, a internet tem a possibilidade de se tornar um forte aliado do consumidor consciente e também da empresa honesta e responsável. No caderno Negócios em Movimento procura-se dialogar com você leitor sobre as novas possibilidades de relação entre o consumidor e o fornecedor Este relacionamento se sofistica a cada dia, desde o advento da industrialização, que conjugada com a produção em larga escala, fizeram aumentar o volume de negócios, que passaram a ser pluripessoais e difusos, fato conhecido como “movimento consumerista”. O aumento da oferta e demanda de produtos e serviços ocasionou uma ampliação exorbitante das relações negociais, advindo a necessidade da criação de normas capazes de dirimirem os eventuais conflitos. A Dia Melhor aborda outro tema importante, também ligado à internet, a hipocondria, distúrbio que cresce impulsionada pela facilidade de informação existente sobre tudo, inclusive a respeito dos males que podem atingir um ser humano. Numa reportagem que ouviu especialistas – e até um hipocondríaco assumido - , o tema é explorado de forma ampla e em todos os seus ângulos. Temos a certeza de estar entregando a você leitor uma das melhores edições da Dia Melhor. Boa leitura Carlos A. B. Balladas

Nesta Edição 06 Entrevista Novo reitor da FSA pede calma aos alunos 08 Capa Entre a doença e a imaginação 15 Negócios em Movimento • Redes sociais: o maior balcão de reclamações • Feira de Franquias em São Bernardo atrai novas parcerias • ABC ganha associação de agências de comunicação • Projeto “Educando com Visão” entrega óculos • ParkShoppping São Caetano traz grifes inéditas ao ABC

Carlos A. B. Balladas Publisher Gilson Voltolini Carolina Balladas Publicidade Eduardo Kaze Reportagens Elaine Bosso Luz Diagramação Tiago Lopes Mendes Design e tratamentos Natália Balladas Arte Final A revista Dia Melhor é uma publicação da CABB Editora Ltda. Distribuição gratuita em dezenas de pontos incluindo as lojas da Fran’s Café e padarias do ABC. Tiragem desta edição: 10.000 exemplares. Fale conosco: Avenida Utinga, 413 - Santo André - S.P. CEP 09220-610 Tel. (11) 4463-3222 (11) 4463-3144 diamelhor@diamelhor.com.br Créditos desta edição Capa – Texto: Eduardo Kaze. Fotos: Hugo Silva, Divulgação e Fotolia. Negócios em Movimento – Texto: Eduardo Kaze e Agências. Fotos: Hugo Silva e Divulgação. Turismo – Texto: Da Redação. Fotos: Divulgação. Dia Melhor Indica – Texto: Eduardo Kaze. Fotos: Hugo Silva, Priscila Cardoso e Divulgação.

28 Turismo Um conceito diferenciado de hospedagem no interior de São Paulo 30 Artigo Seis de janeiro Dia de Reis e de Rainhas em Santo André 31 Dia Melhor Indica

www.diamelhor.com.br facebook.com/DiaMelhor twitter.com/DiaMelhor

Outras publicações da editora


Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014

6

Novo reitor da FSA pede calma aos alunos Escolhido por 70% da comunidade da Fundação Santo André, Amilton promete ampliar o diálogo com alunos, professores e funcionários.

E

leito para o cargo de reitor com 70% da comunidade da Fundação Santo André (FSA), o professor José Amilton garante que devolverá o espaço do Diretório Acadêmico (DA) Honestino Guimarães aos alunos. Escolhido oficialmente pelo prefeito andreense Carlos Grana, Amilton, que venceu Márcia Laporta substituirá Oduvaldo Cacalano. Leila Modanez ocupará o cargo de vice-reitora. Um dos desafios a ser enfrentado por Amilton se refere ao Diretório Acadêmico (DA) Honestino Guimarães. A polêmica em relação ao espaço do DA teve início quando Cacalano desmanchou o espaço, utilizando-o para o armazenamento dos arquivos da faculdade. Na ocasião, alunos, revoltados com a situação, chegaram a invadir o local. Amiton, porém, promete reverter a situação. “O espaço do DA é histórico e tem que ser devolvido aos alunos. Meu compromisso é devolvê-lo, mas será necessário paciência. Levaremos cerca de 120 dias para que achemos

um novo lugar para os arquivos. Provavelmente, como assumo em abril, no segundo semestre de 2014 o DA terá o espaço recuperado”, declara. Sobre a escolha, Grana afirma estar “respeitando o desejo da maioria, que elegeu José Amilton reitor”, e afirma: “é importante destacar que temos vontade política de estreitar ainda mais a relação com a Fundação Santo André. Nós queremos que a instituição volte a ter o papel que teve no passado, de ser um polo universitário de referência para a região”.

Redução de salários

Outra determinação de Amilton é a de reduzir em 15% o salário dos funcionários da reitoria. “Essa redução será realizada apenas na reitoria. Mas isso vai ter que passar por uma reunião do conselho diretor”, antecipa. Indagado quanto à mudança no quadro de funcionários da reitoria, cuja responsabilidade de escolha recai sobre Amilton, o futuro reitor garante que não manterá a atual estrutura. “Os professores que atualmente estão atuando na reitoria voltarão para a sala de aula. Isso, infelizmente, só ocorrerá em abril. Os professores que forem convidados para a pró-reitoria, por sua vez, deixarão as aulas e serão substituídos até o fim do mandato. Na campanha me comprometi em escolher um pró-reitor de cada unidade (Fafil, Faeco e Faeng), e isso será feito”, finaliza.

“O espaço do DA é histórico e tem que ser devolvido aos alunos. Meu compromisso é devolvê-lo, mas será necessário paciência”.


CAPA

8

eNtre a doeNça e a imagiNação Situados na fronteira do delírio e da realidade, os hipocondríacos sofrem com a dúvida constante em relação à doenças. Um simples espirro pode desencadear, nestas pessoas, crises de terrível aflição e angústia. O peito aperta, a respiração se torna difícil e, de repente, o pânico assume: um ataque do coração !?, imagina o sujeito. A dor de cabeça se torna câncer cerebral. Uma simples tosse, enfisema pulmonar. As cenas podem parecer exageradas, mas é a realidade de milhares de pessoas, denominadas hipocondríacas. A hipocondria pode ser caracterizada por pensamentos intensos e desconfortáveis que invadem a mente e se intrometem no raciocínio normal, com ideias de doença. A pessoa se imagina doente, percebe sinais que não existem, identifica-se com males descritos por outras pessoas e passa a considerar que também tem esta doença. O número exato de indivíduos que sofre deste distúrbio é desconhecido, porém, os portadores compartilham sintomas que, quando contestados, causam-lhe ainda mais sofrimento, explica o psicólogo Breno Rosostolato, professor da Faculdade Santa Marcelina (FASM). “O hipocondríaco é inquieto e agitado, lhe agrada que outras pessoas confirmem seu suposto estado de doença, não gosta de ser contrariado e afasta-se de quem não acredita em sua fantasia”. O afastamento, entretanto, não foi o caso de Alexandre Vantin Corrêa, 41 anos, analista programador sênior. Segundo ele, a hipocondria tornou-se, inclusive, motivo de brincadeira entre os amigos. “Quando meus amigos precisavam de algum remédio, por causa de algum problema em baladas ou viagens, vinham perguntar se eu tinha. E 98% das vezes eu tinha. Falavam que eu era o ‘remedinho’”, ironiza.


Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014

9

Medo da morte

Mas nem tudo são flores, e, de acordo com Rosostolato, o medo é um elemento constante na vida do hipocondríaco. “Geralmente, o hipocondríaco tem um terror irracional da morte, observam qualquer mudança e alterações no próprio corpo e, devido a isso, vivem na iminência de estarem doentes. Na tentativa de evitar ou ignorar essas ideias obsessivas, passam a ter comportamentos ritualísticos, buscando neutralizar a ansiedade causada por estas ideias, o que desencadeia uma compulsão por remédios e tratamentos. Automedicação, idas constantes ao médico e estocar remédios em casa são alguns comportamentos típicos do hipocondríaco”. E neste caso, podemos voltar a Corrêa, que mantém um estoque permanente de medicamentos. “Minha casa, meu carro, minha gaveta do serviço e a mala que carrego para o trabalho possuem remédios. Em geral são para estômago, fígado, cabeça e resfriado, mas ando também com Band-Aid na carteira e, quando vou à farmácia, digo que estou indo ao shopping center. A ideia é comprar algo específico, mas sempre volto com muito mais”, confessa. Corrêa, entretanto, está dentro dos limites da hipocondria leve, e a obsessão por estar doente tem graus muito mais dramáticos, como elucida Rosostolato: “A adição em remédios é uma disfunção psicológica grave que pode causar dependência e sérios danos à saúde. Esta compulsão pode camuflar conflitos emocionais como a depressão, o uso contínuo do remédio pode ser comparado à dependência química, como em casos de drogas ilícitas. Com o tempo o remédio não faz mais efeito, mas a pessoa continua usando como maneira de atenuar determinadas doenças, além de considera-se bem melhor ao ingerir o medicamento”.

O remédio e o veneno

E se a diferença entre o remédio e o veneno é a dose, o toxicologista Anthony Wong, do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (USP), desdobra a afirmação em dois novos tópicos. “Acrescentamos mais duas frases, que é a concentração e a intenção de uso. Para se ter uma ideia, a Aspirina (Ácido Acetilsalicílico) é considerada o medicamento com maior número de efeitos adversos notificados à Organização Mundial de Saúde (OMS). O Paracetamol, também muito


Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014

S.BELEGI

Las Mejores Carnes y Mucho Más

Superando todas as expectativas, o Parrilla Estação Riacho Grande traz o melhor da gastronomia argentina. Sobre o calor intenso das brasas são preparados os variados cortes de carnes, com espessuras generosas e temperos especiais, assados na legítima parrilla argentina. Tudo isso num ambiente elegante e bem perto de você. Venha nos visitar.

Rua Rio Acima, 229 - Riacho Grande - SBC Tel: (11) 4101-8234 facebook.com/parrillaestacaoo�icial www.grupoestacaoriachogrande.com.br


12

“O hipocondríaco é inquieto e agitado, lhe agrada que outras pessoas confirmem seu suposto estado de doença”, diz Rosostolato.

“Usando o exercício, já tive casos nos quais houve uma redução significativa, principalmente em casos de Diabetes, chegando a quase zerar o uso de medicamentos”, conta Amaral

usado, é a principal causa de destruição do fígado, tanto nos Estados Unidos quanto na Inglaterra”, conta. Claro, todos nós fazemos uso de analgésicos, seja para aquela irritante dor de cabeça, seja para dores musculares. O que pouco se fala, porém, é a eficácia dos exercícios físicos nestes casos. Willian Carvalho do Amaral, especialista em Ciência e Qualidade de Vida, afirma que com a rotina correta de malhação é possível, inclusive, reduzir o uso de remédios. “Já tive casos nos quais houve uma redução significativa, principalmente em casos de diabetes, chegando a quase zerar o uso de medicamentos”, diz Amaral. O psicólogo, por sua vez, aponta que não necessariamente o abuso de remédios está vinculado à hipocondria. Segundo ele, ainda que seja difícil determinar, os portadores deste distúrbio possuem características específicas. “A diferença é muito tênue, porque o hipocondríaco também pode desencadear vício por remédios, mas não é uma regra. O que caracteriza a hipocondria é a pessoa acreditar que possui alguma doença diante de sintomas simples. O indivíduo acredita que é portador de uma doença grave”. Tal medo é compartilhado por Corrêa. A automedicação é realizada rotineiramente por ele, que declara inclusive possuir a própria receita para combater a ressaca. “Quando começa um resfriado já começo tomando algum antigripal, faço chá com

vários ingredientes, praticamente uma poção, e se estou muito ruim, vou a um hospital e peço para aplicarem uma injeção de Benzectacil. Sempre antes e depois de comer e beber muito, praticamente todo fim de semana, tomo um ‘kit bêbado’, um coquetel de medicamentos composto por Cloridrato de Ranitidina, para o estômago; Xantinon, para o fígado; e Neosaldina, para a cabeça”. O exercício não é recomendado em casos de abuso de álcool, em virtude da desidratação e hiperagitação muscular ocasionadas, mas os sintomas de gripe citados por Corrêa e a baixa imunidade certamente poderiam ser evitados com os exercícios, afirma Amaral, atribuindo excepcional importância ao estresse na figura de antagonista do bem-estar. “O exercício realizado de forma regular traz, em muitos casos, os mesmos benefícios da medicação. Ele possui mecanismos junto ao sistema nervoso de proteção dos neurônios que, ao longo do tempo, promovem melhora das funções cognitivas, como a memória, ou estresse. O estresse, particularmente, afeta funções biológicas como a liberação de hormônios, e o exercício pode auxiliar nesses casos”.

Tratamento

Amaral, assim, determina o exercício e a melhoria do físico como forma de combater o estresse, melhorar a autoestima e o bem-estar. Rosostolato, em contrapartida, coloca um ponto interessante, segundo o qual um excessivo culto ao corpo pode

Hipocondríacos na história

Charles Darwin

Pai da Teoria da Evolução das Espécies era atormentado por palpitações, dores abdominais e de cabeça. Os problemas eram tão constantes que ele chegou a afirmar que “a saúde ruim me salvou das distrações sociais e da diversão”. Ele também era bastante preocupado com o tamanho de seu nariz.

Marcel Proust

A saúde delicada do escritor se agravou ainda mais quando o escritor francês passou a ter ideias bizarras de tratamento. Cobrir a casa toda com cortiças, por acreditar ser muito sensível ao barulho, e certa obsessão por toalhas úmidas, foram algumas de suas psicoses. Ele chegou a passar dias inteiros deitado na cama, escrevendo somente à noite.


Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014

desencadear um quadro hipocondríaco. “As causas do distúrbio não são bem definidas, mas estudos Quando meus amigos indicam que aqueles que sofrem de hipocondrismo valorizam precisavam de algum remédio, excessivamente o corpo e a por causa de algum problema saúde, ou tem dificuldade em em baladas ou viagens, vinham lidar com mudanças e limitações. perguntar se eu tinha. E 98% São pessoas que apresentam uma das vezes eu tinha”. ansiedade muito intensa e medos Alexandre Vantin Corrêa recorrentes. Apresentam, também,

Glenn Gould

Famoso por sua interpretação de obras como “Variações de Goldberg”, o pianista era averso ao toque de outras pessoas. Certa vez um colega desavisado tocou seu ombro ao saudá-lo. Foi o suficiente: uma semana depois do cumprimento, Gould ainda reclamava das dores no ombro que o toque lhe causara, submetendo-se a inúmeros exames.

Andy Warhol

A obsessão do artistal eram a aparência e a saúde. Odiava hospitais, o que fez com que adiasse uma operação na vesícula até o limite de seu corpo. Conclusão: a cirurgia foi um sucesso, mas ele morreu pouco tempo depois por causa de complicações cardíacas. Ele manteve anotações detalhadas sobre seu medo de doenças.

13

uma maneira mais negativa de encarar a vida e são pessimistas”, explicita. Corrêa não pratica exercícios e seu método é estritamente baseado no alimento. “Apenas procuro me alimentar bem, como de tudo, pois acho que a má alimentação baixa a imunidade e pode levar a alguma doença”, conta. Amaral complementa: “buscando a alternativa do exercício, a tendência é o aumento da autoestima e confiança em si mesmo, melhorando o quadro no qual a pessoa se vê como deficitária e dependente de medicamentos”. Na outra extremidade da discussão, Rosostolato aponta a psicoterapia como o modo eficaz de cura para a hipocondria. “O tratamento aconselhado em situações de hipocondria é a psicoterapia, realizando, num primeiro momento, a conscientização e a aceitação do paciente de que precisa de ajuda e, num segundo momento, buscando as raízes da hipocondria, que são situações de vida mal resolvidas do indivíduo. Traumas na infância, por exemplo, podem desencadear este quadro. Crianças que são sufocadas com cuidados extremos dos pais ou cuidadores podem crescer com medos e dificuldade em lidar com conflitos e questões emocionais”, alerta o especialista.

Doutor Google

Se não bastassem os agouros pelos quais passam os hipocondríacos, uma ferramenta fundamental da atualidade lhes serve de inimigo. A internet, e mais especificamente os sítios de pesquisa online oferecem uma

Howard Hughes

Engenheiro aeronáutico conhecido por ter fundado a empresa de aviões TWA começou a exibir fobia aos germes, levando-o a um esgotamento nervoso. O seu medo ficou pior devido ao vício em Codeína e Valium. Desde o início da década de 40 ele requeria que todos os que entrassem em contato com as mesmas coisas que ele tocava usassem luvas.


Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014

14

variedade infindável de doenças relacionadas aos mais variados sintomas. Uma simples dor no dedão do pé, segundo o Doutor Google, já pode ser um quadro de Gota (elevação dos níveis de ácido úrico no sangue). Dor nas costas, câncer de pulmão – acompanhada de falta de ar então, é batata, corra para o oncologista. Sobre isso, Rosostolato transmite um alerta: “o hipocondríaco é aquela pessoa que para confirmar sua suspeita de uma doença, busca na internet informações sobre a enfermidade, o que vai gerar muita ansiedade, pois a pessoa vai identificando os mesmo sintomas que apresenta, mas a ênfase dada a estas infor-

mações acentua seus medos e conflitos emocionais”, destaca. E saber que o problema é apenas coisa da cabeça não é o bastante para os hipocondríacos. Mesmo tendo ciência de que seus sintomas são estritamente fenômenos psicológicos, eles se veem tentados à consulta online. “A pessoa possui o discernimento de que esses pensamentos são irreais, reconhecem os excessos e exageros, mas mesmo o juízo crítico não é suficiente para acabar com as atitudes obsessivas e compulsivas. Assim, essas pessoas procuram se cercar de quantas informações conseguirem sobre a doença”, sustenta Rosostolato.


Este caderno é parte integrante da revista Dia Melhor edição 45 - janeiro/fevereiro de 2013

s om a dar c t. i l a endo erne rend as na int p a o tã ad da es is cri s ain des socia e r o d as re sumi e con onsumo n s a s c re Emp ações de rel

Veja também Feira de Franquias em São Bernardo atrai novas parcerias

Projeto “Educando com Visão” entrega óculos

ABC ganha associação de agências de comunicação

ParkShopping São Caetano traz grifes inéditas ao ABC


NEGÓCIOS EM MOVIMENTO

16

o apoio a s e d is e do porta ssão e s ou qualidad ue u c is d e tado es, q ns d gs, fóru r serviços presor consumidor lo b , is o ão p s socia ada p as rede uma insatisfaçdia mais utiliz n r a m Recla idor sobre tégia cada consum s é uma estra ltados. produto ente dá resu efetivam

É

cada vez mais comum que clientes insatisfeitos relatem por meio da internet seus dissabores com empresas ou prestadoras de serviços. O fato é que os caminhos da rede são rápidos e eficazes – segundo muitos, superam de longe o Serviço de Atendimento ao Cliente (o famoso SAC) de inúmeras empresas – e favorecem a divulgação da reclamação em proporções geométricas. Tudo o que uma pessoa insatisfeita deseja é que, em primeiro lugar, seu problema seja resolvido, mas, caso isso não aconteça, divulgar para o maior número de pessoas a situação desgastante pela qual está passando e quem está tirando seu sono. Antigamente, os problemas que o consumidor enfrentava ficavam restritos a ele, à empresa ou prestadora de serviço em questão e, no máximo, a um círculo de amigos e parentes. Hoje isso mudou e se as ações não forem

rápidas a imagem da empresa pode ficar grandemente prejudicada. Justamente por essa razão que muitas empresas, buscando uma aproximação maior com o cliente, criaram perfis na web. A intenção é obter agilidade na solução dos problemas e quebrar rapidamente a cadeia de comentários negativos. Essas ações, além de encerrarem a questão, ainda aproximam o cliente e podem beneficiar a empresa com comentários favoráveis e espontâneos. No entanto, especialistas em direitos dos consumidores afirmam que, mesmo que as pessoas se manifestem nas redes sociais, são as denúncias feitas junto aos órgãos de defesa do consumidor e agências reguladoras que servirão para mapear a situação, fiscalizar setores da economia e provocar mudanças necessárias onde existem problemas. Reclamações individuais nas redes sociais não levam à fiscalização ou punem responsáveis, no entanto podem,


Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014

17

“Se por um lado a internet facilita porque abriu novos caminhos para as reclamações e as empresas retornam com soluções mais rapidamente, por outro o comércio eletrônico disponível expõe o consumidor a sites de vendas que não respeitam os direitos dos clientes e que podem representar verdadeiras armadilhas aos incautos”, esclarece. Carlos Thadeu de Oliveira, gerente técnico do Idec

sim, arranhar a imagem de quem está sendo responsabilizado pela situação. Segundo pesquisa do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) realizada no fim de 2012, o número de pessoas que legalmente busca fazer valer seus direitos com base no Código de Defesa do Consumidor (CDC) é ainda pequeno: uma em cada quatro. E a impaciência na solução dos impasses pelos órgãos competentes é o principal motivo dessa postura. Para a maioria, reclamar nas redes sociais é o meio mais rápido de se obter retorno. Segundo Carlos Thadeu de Oliveira, gerente técnico do Idec, a internet facilita, sim, a vida do consumidor com problemas, mas a rede pode ser uma faca de dois gumes. “Se por um lado a internet facilita porque abriu novos caminhos para as reclamações e as empresas retornam com soluções mais rapidamente, por outro o comércio eletrônico disponível expõe o consumidor a portais de vendas que não respeitam os direitos dos clientes e que podem representar verdadeiras armadilhas aos incautos”, esclarece. Oliveira confirma que as reclamações de clientes em redes sociais provocaram uma mudança na maneira de agir das empresas, que as monitoram e tomam ações com mais rapidez e eficácia. No entanto,

muitas “apagam o incêndio” somente, quer dizer, resolvem a questão daquele consumidor que está reclamando mas não solucionam o problema na origem. Ou seja, a situação persiste e certamente novas reclamações virão. E exemplifica: “Veja, por exemplo, a posição de empresas de telefonia, bancos e internet. São sempre as campeãs no ranking de reclamação, ano após ano. Não se emendam, vendem mais do que entregam ou podem cumprir e não solucionam definitivamente problemas de serviços”. De acordo com o gerente do Idec, não existem estatísticas sobre onde os consumidores mais reclamam – se no Facebook, Twitter, blogs ou sítios -, mas o que o instituto já detectou é que no Facebook as pessoas costumam se manifestar com muita frequência. Para Marco Aurélio Ferreira dos Anjos, diretor do Procon de Santo André, as redes sociais atuam como uma ferramenta a mais à disposição do consumidor e aponta como pontos positivos principais a fácil acessibilidade, ausência de intermediários e rápida repercussão. No entanto, faz um alerta: “É preciso cautela. Alguns consumidores não utilizam corretamente os meios disponíveis na internet e fazem comentários mais com o objetivo de denegrir a empresa do que resolver o problema em si, se valendo de xingamentos, inclusive. Isso pode ser perigoso e trazer ainda mais aborrecimentos, pois, dependendo da situação, a empresa pode até acionar judicialmente o

continua


18

“É natural que o consumidor escolha o canal de contato com a empresa onde ele é melhor ouvido, compreendido e que conversa com ele numa linguagem humana. As empresas com toda automação se afastaram em demasiado da voz humana e isso é percebido pelo consumidor, que escolhe as redes sociais como opção” Alessandro Barbosa Lima, CEO da E. Life

Monitoramento da rede

A E. Life é uma empresa brasileira que iniciou suas atividades de monitoramento de redes sociais e inteligência de mercado em 2004 e que hoje já atua em vários outros países, entre eles México, Espanha e Portugal. Em 2005 já atendia clientes interessados em conhecer, por intermédio do monitoramento das redes sociais, qual a percepção de imagem que os consumidores tinham de suas marcas. Alessandro Barbosa Lima, diretor da E. Life, afirma que organizações de todas as áreas e tamanhos contratam os serviços de sua empresa: “Nossa atuação começa no planejamento da criação de canais digitais de atendimento pelas empresas. Monitoramos as redes sociais mais usadas para compreender onde está a demanda do consumidor. Geralmente, Facebook e Twitter são as escolhidas, mas outras redes específicas, dependendo da demanda já existente e do perfil do cliente, poderão ser definidas. A partir

“Eu deixei meu depoimento no site e logo no dia seguinte um representante da Perdigão me ligou e foi muito atencioso. Me explicou o porquê das modificações do produto no mercado, me ofereceu alternativas de substituição, enfim, foi bastante solícito e resolveu o problema. Procurei o Reclame Aqui porque, na minha opinião, as empresas dão mais atenção às reclamações feitas dessa maneira do que quando acionamos os Serviços de Atendimento a o Cliente que elas mantém”. Letícia Tomasi, consumidora

consumidor. Considerando-se esse aspecto o site ‘Reclame Aqui’ é eficaz porque dá diretrizes ao reclamante e proíbe palavras de baixo calão”. Na avaliação do diretor do Procon, as soluções em algumas questões podem mesmo chegar mais rapidamente, já que hoje as empresas mais estruturadas monitoram as redes e têm grande preocupação com o que é publicado. “As empresas precisam cuidar de sua imagem e reputação. Uma reclamação pode afastar muitos consumidores e gerar descrédito. Quanto mais rápido o problema for resolvido e o consumidor ficar satisfeito, melhor para todos”, avalia. No entanto, mesmo com a busca de solução nas redes sociais, dados do Procon indicam que o número de pessoas que formaliza suas reclamações aumenta ano a ano, ou seja, mesmo com as facilidades da internet consumidores ainda registram suas queixas no órgão.

de todo um planejamento é que configuramos nossos softwares internos para dar suporte não apenas ao monitoramento constante, mas ao armazenamento dos dados do cliente e o processo de atendimento em si”, explica. Para Lima, a internet é um canal onde o consumidor tem voz e dita o tom da conversação, por isso mesmo é avesso a roteiros predefinidos e atendimento automatizado. “É natural que o consumidor escolha o canal de contato com a empresa onde ele é melhor ouvido, compreendido e que conversa com ele numa linguagem humana. As empresas com toda automação se afastaram em demasiado da voz humana e isso é percebido pelo consumidor, que escolhe as redes sociais como opção”, finaliza. Letícia Tomasi, consumidora fiel do hambúrguer Perdigão, notou mudanças na qualidade do produto em relação a sabor, aspecto e cheiro. Depois de comprar uma embalagem do pro-


Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014

duto e não conseguir consumi-lo, publicou seu depoimento no Reclame Aqui, que atua como um espaço na internet no qual toda pessoa que se sentir prejudicada pode reclamar em relação a atendimento, compra, venda, produtos e serviços. “Eu deixei meu depoimento no site e logo no dia seguinte um representante da Perdigão me ligou e foi muito atencioso. Me explicou o porquê das modificações do produto no mercado, me ofereceu alternativas de substituição, enfim, foi bastante solícito e resolveu o problema. Procurei o Reclame Aqui porque, em minha opinião, as empresas dão mais atenção às reclamações feitas dessa maneira do que quando acionamos os Serviços de Atendimento ao Cliente que elas mantém”, esclarece Letícia. O fato é que, reclamando no SAC, um atendente ouve o problema relatado pelo consumidor e a situação fica restrita a ambos, mas nas redes sociais são muitas, muitas

19

“É preciso cautela. Alguns consumidores não utilizam corretamente os meios disponíveis na internet e fazem comentários mais com o objetivo de denegrir a empresa do que resolver o problema em si, se valendo de xingamentos inclusive. Isso pode ser perigoso e trazer ainda mais aborrecimentos, pois, dependendo da situação, a empresa pode até acionar judicialmente o consumidor. Marco Aurélio Ferreira dos Anjos, diretor do Procon de Santo André

pessoas que tomam conhecimento do problema. Um consumidor normalmente leva em consideração a opinião de outro, pode se identificar por ter passado por situação semelhante ou até mesmo criar previamente uma imagem negativa sobre a empresa em questão e passar a evitá-la. Para Letícia, a internet é um veículo de comunicação democrático ao qual muitos têm acesso e reclamações como a dela provocam desconforto e arranham a imagem das organizações, que procuram agir rapidamente para resolver logo o problema. Outro aspecto interessante do Reclame Aqui mencionado por Letícia é o de que muitas pessoas – inclusive ela mesma – acionam o portal para obter informações de uma empresa que ainda não conhecem na hora de comprar algo ou contratar um serviço. Esse é outro forte motivo que faz com que as organizações prestem muita atenção a tudo o que é postado em canais como esse.


Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014

NEGÓCIOS EM MOVIMENTO

20

ABC ganha associação de agências de comunicação Objetivo é unir profissionais do mercado e educar clientes a buscar assessoria na região.

O

mercado publicitário brasileiro deve, em 2015, atingir o 5° lugar no ranking mundial, de acordo com estudo realizado pela agência norte-americana Zenith Optimedia. A posição atualmente ocupada pelo Reino Unido será alcançada em virtude do crescimento econômico do País, garante o levantamento. O Brasil, atualmente, ocupa a 6ª colocação. Na região do ABC, entretanto, este desenvolvimento não é constatado, e a realidade aponta uma acentuada desunião entre os profissionais do mercado, além de altercações diversas que vão desde o egoísmo em relação aos Jobs (trabalhos solicitados por clientes) até práticas de trabalho perniciosas para ambos. Mas nem tudo é cinza, no horizonte um empreendimento desponta com a intenção de conectar os polos dessa relação. Trata-se da Associação de Agências de Comunicação e Publicidade do ABC (AACPABC). Segundo o presidente da associação, Luciano Bonetti, eleito por aclamação durante encontros realizados entre agências da região, promovidos pela revista ABC da Comunicação, o objetivo principal é organizar o mercado. “Sentimos nele

Rodrigo Messias, Luciano e Isaac Ramiris Zetune


21

uma desunião e falta de organização, que ainda conserva práticas predatórias para o negócio da comunicação. Teremos, para realizar essa organização, diversos comitês. Por exemplo, haverá um comitê de compras coletivas, para que as agências possam comprar equipamentos melhores”, explica. O diálogo e a busca por parcerias será, também, escopo da associação. Para o vice-presidente de expansão e sócio-proprietário da agência ATTA, Rodrigo Messias, regular regionalmente os tributos é uma premissa essencial. “Queremos buscar conversas com prefeituras para tratar da questão do ISS (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza). Por que, por exemplo, em São Bernardo do Campo se paga 2%, e em São Caetano do Sul 3%? Não queremos, evidentemente, chegar às administrações e impor nossas determinações, mas sim buscar o melhor para as agências de publicidade”, adianta.

Associados e o mercado

Para Bonetti, o empreendimento deve ter início com aproximadamente 40 agências associadas. De acordo com levantamento feito pela revista ABC da Comunicação, a região possui cerca de 170 empresas especializados em propaganda. Porém, o grande número de agências não impede que muitas empresas busquem assessoria em outros locais, devido à falta de conhecimento do amplo mercado regional. E tal desinformação não é particularidade dos clientes, e os próprios publicitários sofrem deste mal, como explica o presidente da associação. “Por mais estranho que pareça, as pessoas não se conhecem. Em São Bernardo do Campo, por exemplo, numa mesma rua existem três agências que não sabiam uma da existência da outra”, conta.


Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014

NEGÓCIOS EM MOVIMENTO

22

Feira de FraNQuiaS em São BerNardo atrai NovaS parceriaS A terceira edição da feira de franquias do ABC será realizada de 27 a 29 de março, no Pavilhão Vera Cruz.

A

Feira de Franquias da Associação Comercial e Industrial de São Bernardo do Campo (Acisbec) conta agora com novas e importantes parcerias, o que promete dar maior corpo ao evento. Além da Associação Brasileira de Franchising (ABF), Editora Lamonica, Sebrae e Porto Seguro, agora a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo da cidade se junta à Acisbec, incluindo definitivamente a feira ao calendário do município. De acordo com o vice-presidente da Acisbec, Valter Moura Júnior, a primeira edição de 2014 da ABC Franchising & Negócios chega com novidades, além de apresentar um visível crescimento. “Queremos aumentar em 15% o número de expositores em relação à última feira. Nessa terceira edição, queremos ter pelo menos 120 marcas, em aproximadamente 60 estandes. Uma média de duas marcas por estande”, conta. Apesar de São Bernardo do Campo ser a sede da feira, o setor vem expandindo no ABC, com crescimento anual de aproximadamente 14% e movimento de R$ 1,2 bilhão a cada ano.

Subway está entre as franquias expostas na feira

Rua São Paulo, 2160, São Caetano do Sul. Ligue: 4221 6936 Conheça a nossa página no Facebook: facebook.com/quitutesdeminas


23

Esses números, aliados aos índices econômicos, faz do ABC uma região promissora às empresas franqueadoras. Segundo Moura Júnior, é grande o número de franquias que fazem consultas para se instalarem ou ampliarem seus negócios na região. “Estamos no segundo melhor mercado para o franchising no País, perdendo apenas para a cidade de São Paulo”, explica.

Franquias confirmadas

Entre as franquias já confirmadas para esta edição, figuram grandes nomes como Grupo Mercosul, Baboo Giovanni, Encontre Sua Viagem, Troow, GVA Advocacia, Grupo Astral, Alto Padrão e Cia, Prepara, Dr. Soluciona Tudo, Subway, Agil Copiadora, Vai Card, Mister Sheik, Embrascon, Mercatta, Multinegocios. Info, Syncrodata Automação, Vicpani, Golden Square, JC Almeida, Porto Seguro, Acquazero, Elefante Verde e GTime. E as expectativas não poderiam ser melhores, já que na segunda edição o evento movimentou cerca de R$ 20 milhões em negócios. Moura Júnior, confiante, adianta que o setor de serviços será enfatizado no evento. “O seguimento de serviços, de modo geral, terão destaque maior. Nossa ideia é, também, continuar com palestras, mas que atendam tanto a quem está começando no setor de franquias como quem já atua nesse ramo. Traremos especialistas na área com cases de sucesso”, finaliza. Os interessados em expor sua empresa na feira devem entrar em contato com a Acisbec pelo telefone 2131-4802, ou pelo email eventos@acisbec.com.br. Mais informações no portal www.feiradefranquia.com.br.


Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014

NEGÓCIOS EM MOVIMENTO

24

Projeto “Educando com Visão” entrega óculos Cerca de 980 crianças foram convocadas para passar por exames oftalmológicos.

O

projeto Educando com Visão entregou, gratuitamente, óculos para 205 alunos das Escolas Municipais de Educação Infantil e Ensino Fundamental (Emeiefs) de Santo André. Todos os alunos já haviam escolhido as armações, oferecidas pelo Rotary Club de Santo André – Norte. A distribuição ocorreu em 8 de dezembro no Camp Piero Pollone, entidade sem fins lucrativos. O Educando com Visão é uma iniciativa do Rotary Club de Santo André-Norte, iniciada em 2004, com o objetivo de identificar crianças de 6 a 12 anos de idade, matriculadas no ensino fundamental das escolas estaduais e municipais da cidade e que tenham qualquer tipo de deficiência visual, para serem atendidas e assistidas, com o objetivo de melhorar o aprendizado escolar. Durante dois mutirões realizados em outubro e novembro deste ano, 980 crianças foram convocadas para passar por exames oftalmológicos. Apesar do trabalho realizado pelas secretarias de Inclusão Social e Educação de Santo André em conscientizar os pais desses jovens sobre a importância dos cuidados relacionados a doenças dos olhos e do acompanhamento médico, apenas 550 estudantes compareceram ao Ambulatório Médico de Especialidades (AME) na ocasião da ação.

Desde 2004, o projeto atendeu cerca de dois mil alunos.


25


Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014

FRANQUIAS & FRANQUEADOS

26

ParkShopping São Caetano traz grifes inéditas ao ABC Empreendimentos abrangem segmentos de decoração, joias, gastronomia e serviços.

O

ParkShopping São Caetano encerrou o ano de 2013 ampliando seu mix de lojas nos segmentos de decoração, joias, gastronomia e serviços, e já possui novos empreendimentos em vista. Com a ampliação, o espaço reforça seu objetivo de trazer marcas inéditas e de prestígio para a região do ABC. Uma das novidades é a marca Oppa, primeiro e-commerce brasileiro de móveis com design a preço acessível, que mantém seu modelo de showroom para exibir o portfólio de produtos. O espaço promete proporcionar aos clientes a oportunidade de conhecer os itens da marca antes de adquiri-los pela internet. Também inédita na região, a grife H. Stern, consagrada mundialmente pelo conceito exclusivo de suas coleções, iniciou em dezembro suas operações. A estilista belgo-americana Diane Von Furstenberg e o arquiteto Oscar Niemeyer assinam algumas das mais famosas coleções da marca. O shopping ganhou ainda a cafeteria Café do Ponto, unidade eleita para ser a primeira da rede a receber o novo layout que apresenta um mobiliário sofisticado e uma identidade visual moderna. Os amantes de café agora têm a oportunidade de apreciar diversos tipos de café expresso, gourmets, aromatizados, descafeinados, entre outras opções da marca. Para complementar as novidades, em 2014 serão inauguradas a Casa Lotérica São Caetano, que oferecerá serviços para facilitar as atividades cotidianas de seus frequentadores; a Mr. Pipe Tabacaria e Presentes, especializada em charutos, nacionais e importados e representante exclusiva das canetas Montblanc no ABC; e o Bar do Alemão, famoso por seu filé à parmegiana, que mantém a mesma receita desde a década de 50. De acordo com a superintendente do ParkShopping São Cae-

“Nossa estratégia é continuar adequando nosso mix”, garante Beatriz

tano, Beatriz Alves, a expansão continua. “Nossa estratégia é continuar adequando o nosso mix com novas marcas, com o objetivo de surpreender os nossos clientes. O ParkShopping São Caetano é um shopping regional, portanto, precisamos ter um mix diversificado, democrático e completo, e este ano não será diferente, continuaremos incrementando nossas opções de lojas nos segmentos de gastronomia, moda e serviços”, explica.


carNaval 2014:

arraSe NaS FaNtaSiaS e aceSSórioS Eis que está chegando uma das épocas mais festivas do ano, o Carnaval. Para que você faça bonito na avenida, a Dia Melhor selecionou fantasias e acessórios para fazer a alegria dos foliões. Máscara pirata R$ 11,90 www.animafest.com.br

Óculos Elvis R$ 8,50 www.animafest.com.br

Fantasia presidiário R$ 139,94 www.mbfesta.net

Lança confetes estrelas R$ 19,90 www.animafest.com.br

Batgirl saia renda Preço somente na loja www. ateliartfantasias.com.br

Imperatriz romana Preço somente na loja www. ateliartfantasias. com.br

27

CONSUMO

Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014


Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014

TURISMO

28

Um conceito diferenciado de hospedagem no interior de São Paulo Esportes náuticos, golf, praias, esportes de aventura, gastronomia diferenciada e espaços exclusivos para a realização de eventos corporativos são os diferenciais deste resort instalado no coração do estado de São Paulo.

N

o interior de São Paulo, a 200 quilômetros da capital, é possível praticar esportes radicais, entrar em contato com a natureza, encontrar lazer para toda a família e ainda jogar golf, praticar esportes aquáticos ou realizar eventos especiais. Estamos falando do Broa Golf Resort, que fica na cidade de Itirapina, bem no coração do estado de São Paulo. Entre seus atrativos, o resort oferece 76 apartamentos com vista para a represa, uma academia ao ar livre, sauna e três banheiras de ofurô, que podem ser usadas durante o dia ou à noite. Para as crianças, o resort é um convite à aventura. No Fly-in Kids, uma equipe de monitores capacitados – um monitor para cada grupo com seis pessoas – oferece entretenimento para crianças a partir de 4 anos. Os pequenos podem escolher entre cavalgada, bicicleta, jogos como xadrez e dama em tamanho gigante, e esportes em quadra, incluindo vôlei de areia. Para quem deseja se aventurar nos esportes radicais, o ribeirão Feijão, que passa por dentro da fazenda, oferece opções para crianças a partir dos 7 anos, como boia cross, rafting e tirolesa. Arco e flecha e paintball complementam a adrenalina.

Esportes náuticos

No setor náutico, o hóspede tem a opção de trazer seu jet ski, barco ou lancha e fazer uso deles pagando apenas


Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014

29

uma taxa de rampa ou deixando a embarcação ancorada nas instalações do hotel, mediante custo de manutenção. O resort também oferece clínicas para iniciantes a partir de 7 anos, com agendamento, na área de esportes náuticos, como ski e wakeboard e passeios de lancha. Para os amantes do Golf, o hotel oferece um campo com nove buracos de 300 mil metros quadrados e com toda a infraestrutura necessária como carrinhos elétricos, vestiário e bolinhas, que podem ser alugados, além de instrutor, que pode ensinar o básico do esporte para iniciantes. Outra opção são as sete quadras de tênis com piso do tipo lisonda, para jogos rápidos. O material esportivo pode ser alugado e o espaço utilizado por agendamento, assim como as aulas com instrutor especializado.

Praia no campo

O Broa Golf Resort é cercado pela represa do Broa, na qual existe uma linda e exclusiva praia onde os turistas podem tomar sol, nadar, realizar relaxantes caminhadas ou simplesmente admirar o pôr do sol no Bar da Praia, opção de happy hour para terminar bem o dia.

Outra atração do complexo é um criadouro conservacionista mantido pelo Instituto Arruda Botelho. Regulamentado pelo Ibama desde 1993, conta com um acervo de 20 espécies de animais silvestres ameaçados de extinção, com a ideia de aprimorar técnicas de criação e reprodução em cativeiro e trocar informações com zoológicos e outros criadores. Além da visitação aberta aos hóspedes, o criadouro também recebe visitas escolares, com agendamento prévio.

O Broa Golf Resort fica na Rodovia Municipal Ayrton Senna da Silva, quilõmetro 8, em Itirapina, São Paulo. Informações pelo telefone (19) 3875- 1136, ou pela internet, no endereço www.broagolfresort.com.br.


Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014

ARTIGO

30

Seis de janeiro Dia de Reis e de Rainhas em Santo André por Silmara Conchão

P

ara a Igreja Católica Apóstolica Romana, o dia de Reis é aquele em que Jesus Cristo recém-nascido recebera a visita dos três Magos do Oriente, e que ocorre no dia 6 de janeiro de cada ano. A data marca o dia para a veneração aos Reis Magos, que a tradição surgida no século VIII converteu nos santos Belchior, Gaspar e Baltazar. Nesta data, ainda, encerram-se os festejos natalícios, sendo o dia em que são desmontados os presépiose árvores e retirados todos os enfeites de Natal. Seguindo atradição cristã, e para estender as homenagens a outras figuras, em Santo André, em 6 de janeiro de 2014 foi, não só o dia de Reis mas também de Rainhas, e a veneração desta vez - aqui e agora, no século XXI - foi para as mulheres, que não estão ligando em ser ou virar santas. E a galera respondeu: “Demorô!”. Esta data selou um marco na história na cidade relacionada àsconquistas femininas. Pode ser possível que esse fato não signifique pra muita gente, o contrário para muitas mulheres que se dedicaram e se dedicam incansavelmente engajadas em movimentos de mulheres de Santo André e região.A Prefeitura de Santo André acaba de criar a Secretaria de Políticas para as Mulheres, a primeira na região do ABC e a segunda do Estado de São Paulo. Na cidade temos diversas organizações de mulheres, dentre elas, Feminina, Negra Sim, Proleg, Viva Melhor, Rosas de Saron, Mulheres da Paz, da Pastoral, dos Partidos, Sindicatos, enfim milhares de mulheres que incluem em sua agenda, já tão cheia de obrigações impostas, a atuação nesses movimentos para ver o sonho de uma sociedade mais justa se tornar realidade. Em Santo André, a iniciativa da gestão local nessa área teve início com a criação da Assessoria dos Direitos da Mulher em 1989, ligada diretamente ao Gabinete do prefeito Celso Daniel.

Novidade no País, este organismo tinha o objetivo executar, articular e coordenar políticas no combate à discriminação que afeta a vida das mulheres. Empenhou-se na criação da 1º Delegacia de Defesa da Mulher de Santo André e do ABC em 1990, na criação de um Serviço de Atendimento Social e Jurídico especializado, inaugurou uma Casa de Apoio às Mulheres Vítimas de Violência. O período de 1993 a 1996 foi demarcado por um retrocesso, no âmbito do governo municipal, quando as políticas públicas para as mulheres, implementadas até então, foram excluídas das açõesde gestão governamental local. O Movimento de Mulheres reagiu com denúncias, plenárias, manifestações e pedidos de audiênciasque nunca foram atendidos naquela gestão. O ano de 1997 traz ao cenário político o retorno da Assessoria dos Direitos da Mulher. Um período também de muitas conquistas, estendendo-se na

esfera regional e no cenário internacional. Em 2001, com a reeleição de Celso Daniel, as políticas para as mulheres continuaram a cumprir suas metas no município. Em 2005, após reforma administrativa, foi extinta a Assessoria dos Direitos da Mulher e criou-se o Núcleo de Políticas de Gênero, Raça, Geração e Pessoa com Deficiência, atuando junto à Secretaria de Governo. Iniciativa que não garantiu sucesso nas ações nem nos resultados, e assim,mais um retrocesso que durou até o ano de 2012. Em 2013, a Prefeitura de Santo André, anuncia o compromisso com a criação da Secretaria de Políticas para as Mulheres, atendendo novamente a reivindicação do Movimento de Mulheres e em 2014, dia 6 de janeiro, cria-se de fato a nova secretaria com apoio da Câmara Municipal e do Governo Federal. Há ainda muitos espaços a serem alcançados pelas mulheres aqui, no Brasil e no mundo, como espaços de poder, respeito e de valor na sociedade. As conquistas existem, mas não foram para todas e estão longe de chegarem igualmente a todas. Prova disto, o IBGE divulgou recentemente um estudo “Síntese de Indicadores Sociais” (2013), que mostra uma realidade relacionada àdesigualdade de gênero na juventude: de cada dez jovens de 15 e 29 anos que nem estudam e nem trabalham, sete são mulheres. Por isto, dia 6 de janeiro, agora é Dia de Reis e de Rainhas em Santo André, vamos comemorar a criação da nova secretaria, nas quais as ações em políticas públicas para as mulheres, agora com mais poder, serão mais incisivas no combateao sexismo, que de forma estruturante, tem reproduzido a pobreza, afetando a vida de milhares de pessoas, e ao atingir diretamente às mulheres, faz mal a toda sociedade. Silmara Conchão, feminista, socióloga e professora universitária.


Dia Melhor Indica

A ciência de Max Planck invade São Paulo Para celebrar a Temporada da Alemanha no Brasil, a cidade de São Paulo recebe a mostra global “Túnel da Ciência Max Planck”. Inédita no País, a exposição fica aberta ao público até 21 de fevereiro, no Centro de Convenções do Shopping Frei Caneca, em São Paulo. O Túnel da Ciência, realizado pela Sociedade Max Planck, aborda os grandes temas da pesquisa básica desde o seu ponto de partida, mostrando as possibilidades e oportunidades científicas e tecnológicas para as inovações mais transformadoras do futuro. Com entrada gratuita e direcionada ao público acima de 12 anos, trata-se da maior e mais interativa exposição do mundo na área de educação para as ciências. Criado em 2000, o Túnel da Ciência já visitou 20 países nos cinco continentes e recebeu mais de nove milhões de pessoas em suas três versões. A versão 3.0, que é apresentada no Brasil, é a mais recente – lançada na Rússia em 2013 – e está distribuída em oito módulos de conteúdo extenso e profundo, todos no limite dos conhecimentos científicos atuais: Universo – dos quarks ao cosmo; Matéria – design do

mundo microscópico; Vida – dos elementos aos sistemas; Complexidade – dos dados à compreensão; Cérebro – fábrica de maravilhas na cabeça; Saúde – pesquisa para a medicina do futuro; Energia – vida no Antropoceno; e

Sociedade – o mundo em mobilidade. O Centro de Convenções do Shopping Frei Caneca fica no 6º andar do shopping (Rua Frei Caneca, 569). Visitação de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h, sábados e domingos das 12h às 19h


32

As Encalhadas: peça de Bibi Ferreira é apresentada no Aramaçan

As Encalhadas é uma comédia musical no formato do teatro de revista, satirizando as angústias e prazeres de mulheres de diferentes classes sociais que vivem sozinhas, e as insólitas situações com que se defrontam num mundo feito para casais. Dirigida por Bibi Ferreira, o espetáculo é sucesso de público e crítica. A história gira em torno de três mulheres que por motivos diferentes encontram-se sozinhas. A primeira encalhada, Cecília, é solteirona convicta. Tem muitos namorados, mas não consegue se fixar com nenhum, colocando defeitos insuperáveis em todos. Narcisa, por sua vez, encontra-se casada, mas não menos sozinha. Seu marido, milionário, viaja muito e não lhe dá atenção. A última encalhada, Grace, é maquiadora do programa “Mulher 2000” e vendedora de produtos eróticos. Seu grande sonho é casar, mas só se envolve com homens comprometidos, vivendo sempre o papel da amante. Essas três mulheres, apesar de possuírem perfis bem diferentes, encontram dificuldades semelhantes ao tentar lidar com o problema da solidão. Todas as situações são apresentadas em forma de esquetes bem humorados, na academia de ginástica, no cabeleireiro, ou no sex shop, até que elas descobrem que possuem também em comum o mesmo homem, Ernesto, marido de Narcisa, amante de Grace e pai do filho de Cecília. A peça será apresentada em 15 de fevereiro, às 21h, no Clube Atlético Aramaçan (Rua São Pedro, 345, Vila América, Santo André). Os ingressos custam R$ 30 para associados e R$ 60 para os demais (a compra antecipada sai por R$ 50). Estudantes e pessoas com idade acima de 60 anos pagam meia-entrada. Informações pelos telefones 3438-8338 ou 4972-8200.

OMA Galeria promove simultaneamente duas exposições inéditas


nte s

Sua padaria de todos

Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014

33

os dias

Os amantes de cores já podem anotar na agenda: até 28 de fevereiro a OMA Galeria traz ao público duas exposições simultâneas, Alegria Alegria, com obras de Henrique Belotti, e Florescência, com trabalhos de Quim Alcantara. Com cinco telas inéditas, em Alegria Alegria Belotti, artista plástico nascido em São Bernardo do Campo, aborda o universo do tropicalismo que marcou a cultura popular brasileira. A principal inspiração está na música de Caetano Veloso e na Tropicália. “Quis destacar a força e todos os excessos desse movimento por meio de meus traços e da escrita nas telas, que é uma característica marcante em minhas obras. Afinal, esse movimento de contracultura transformou a MPB bem comportada da época com paródias, deboches, cores e outras influências musicais”, explica.

Já em Florescência, com seis telas e uma instalação interativa, Quim Alcantara tem como inspiração o tempo que não pode ser alterado, a vida que se desenrola de forma transparente e a vibração. Tudo isso, somado à introdução da música What a Wonderful World, de Louis Armstrong. “Nessa versão, Pops – o apelido de Armstrong – conta que sempre era questionado ‘Hey Pops, o que há de tão maravilhoso no mundo?’e ele explica que precisamos ver as coisas de maneira positiva e que o amor é o grande segredo”, revela. A OMA Galeria fica na Rua Carlos Gomes, 69, centro de São Bernardo do Campo. A entrada é gratuita, de segunda a sexta-feira, das 10h às 19h e aos sábados das 10h às 14h. Outras informações pelo telefone 41289006, ou no portal www.omagaleria.com.

AV. ITAMARATI AV ITAMARATI, 1001 00 PQ. JAÇATUBA - STO. ANDRÉ • SP

4479-3574 4479-3606

www.palaciodopao.com.br facebook | palaciodopao

056_Anuncio Palacio_do_Pao_2.indd 1

29/05/13 13:14


Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014

34

Pizzeria Quartiere, do bom e do melhor

O Bairro Jardim, na região nobre de Santo André, é definitivamente um dos locais com maior concentração de restaurantes de qualidade da região. Prova disto é a recém inaugurada Quartiere Pizzeria, que se destaca pelo uso de ingredientes de alta qualidade, além de serviços diferenciados. A Quartiere atua segundo o sistema de entrega Delivery Premium. A ideia surgiu durante um bate-papo entre os amigos Samuel Dias, consultor e auditor gastronômico há 16 anos, e os irmãos Gil Varela e Gilton Vasconcelos, muito conhecidos na região por atuar no ramo de vendas de automóveis.

A linha premium de pizzas é produzida com produtos de alta qualidade, como uma das melhores farinhas italianas, azeite extra-virgem, tomate da região de San Marzano, considerado pelos chefes o melhor do mundo. A farinha tipo “00”, classificação top de mercado; feita com o melhor do trigo em pequenos engenhos e vendida somente em importadoras, confere a leve textura da massa e o equilíbrio com a cobertura na dosagem certa. Um dos destaques da Quartiere é o catering. O sistema consiste numa ideia simples: levar a pizzaria até o cliente, com toda infra-

-estrutura. “Você contrata a Quartiere Pizzeria, e ela vai até sua casa, sua empresa, ou até mesmo sua chácara, com todo o necessário: facas, talheres, copos, além de todo o operacional. Para o cliente, a única preocupação são os convidados”, explica um dos proprietários, Samuel da Silva Dias (foto). A Quartiere Pizzeria fica na Rua das Figueiras, 579, Bairro Jardim, em Santo André. O local atende, também, em salão próprio. Os pedidos e solicitações de serviços podem ser realizados pelo telefone 4438- 8888, ou pela internet, no endereço www.quartierepizzeria.com.br.


Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014

35

Estação Leopoldina lança Happy Hour

O recém inaugurado Estação Leopoldina já apresenta novidades. Especialista em saborosos cortes de carnes argentinas na parrila, o restaurante agora cria mais uma opção para melhor atender seus clientes, o “happy hour” de fim de tarde, às 18h, de terça a sexta-feira. Em um ambiente rústico e requintado, planejado de acordo com as expectativas dos proprietários Anselmo Venzol e Dennis Littell, o Estação Leopoldina serve pratos de requinte, sem perder a originalidade. Dentre as porções, o cliente encontra jamon espanhol, presunto parma, queijo

parmesão, azeitonas verdes e pretas, cebolinhas temperadas com aliche e calabresa seca apimentada. O acompanhamento segue a mesma característica, com variados sabores de caipirinhas, entre elas, Caipinela (banana com canela), Caipifresh (abacaxi, limão e hortelã), Caipora (abacaxi, limão e gengibre), todas servidas com vodka ou saque. Para os amantes da cerveja, rótulos nacionais, importados e artesanais estão disponíveis no cardápio. O estação Leopoldina fica na Avenida Imperatriz Leopoldina, 434, Bairro Nova Petrópolis, em São Bernardo do Campo.

Rafael Venzol e Anselmo Venzol comemoram o sucesso


Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014

36

Venha conhecer a coleção PRIMAVERA - VERÃO Colucci Moda Feminina Tamanhos do

ao

Av. Itamaraa, .... - Jaçatuba - Santo André -----

O 1º jornal gratuito do ABC. Mais de 12 milhões de exemplares distribuidos em 16 anos. www.pfinal.com.br


Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014

37

Legalização, Aberturas, Contabilidade, Apurações Fiscais, Recursos Humanos, Imposto de Renda Pessoas Físicas e Jurídicas.

SMART

Contábil Empresarial

CS

Assessoria

Rua Suíça, 607 Parque das Nações 09210-000 Santo André - SP Tel.: 11 4975 8120 www.contsmart.com.br


orixás (Rel.)

Vale do (?), região industrial da Itália

    

Matériaprima de esculturas astecas

   

Atração de Genipabu Instância trabalhista

a; Cedo, em 1 a 9. ina Preencha os espaços vazios com algarismos de francês de Os algarismos não podem se repetir nas linhas Pronome verticais e o pessoal Preencha os espaços vazios com algarismos de 1 a 9. horizontais, nem nos quadrados (3x3). Aficionado pormenores Oscomputador algarismos(ingl.) não podem se repetir nas linhas verticais e Ingrediente da www.coquetel.com.br © Revistas COQUETEL horizontais, nos quadrados menores (3x3). cerveja e donem uísque Sufixo de Meio de “febril” ajudar a COQUETEL www.coquetel.com.br © Revistas “matar” a Número os espaços Preencha vazios charada com algarismos de 1 a 9. (abrev.) Os algarismos não podem se repetir nas linhas verticais(?)eLeñas, polo horizontais, nem nos quadrados menores (3x3). argentino do esqui Examinei Anaïs Arthur www.coquetel.com.br © Revistas COQUETEL (o texto) Fiedler, Nin, maestro escritora 2, em dos EUA francesa romanos

    

    

     

Queijo apreciado à milanesa Escritor de “A Revolução dos Bichos” Tendência ausente no eremita O primeiro mamífero clonado Imediatamente seguinte (fem.)

Solução

           Solução

  A R   N TA   U M   D E  N       T OT          R  D      T E      R           L I       S     A   S CO



Solução

        

PO

C M O A M

    

    

        

        

        

        

        



        

Solução

3/son — tôt. 4/jade — nerd — team. 7/angeli

AN P L G R E G A R I S E O E N T E O V E L H A R P R O X IM A M I I G L U N O V E GA S E O S O N E B J A P R E F I X A D O S W A C U S A      P E D R A  N E M A L L I L SO L E N I D A D E     D B I  A  A R A U C A R I S Ã O F R A N C I

        



        

        

        

        

        

        

        

Solução

 



Arte em debate na Flip (abrev.) Espaço paulistano para espetáculos

Mensageiro dos orixás (Rel.)

Time, em inglês

Última década de todo milênio Combustível opcional para carros Espada mágica do rei Artur (Lit.)

Abrigo esquimó Filho, em inglês

Trabalhar como o tecelão

Culpa; incrimina Tipo de ângulo

Os juros já embutidos no crediário 10

Sufixo de “febril” Número (abrev.)

(?)infernal, nitrato de prata

© Revistas COQUETEL 2013

Líder da Cabanagem (Hist.)

E X U



.com.br

        

ar ra

        

           

        

       

 

        

 

        

 

        

        

fios

www.coquetel.com.br

        

   

Cruzadas

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

O sexo sem preservativos, em relação às DSTs Sequência contínua

Vale do (?), região industrial da Itália

Soltar a voz (o gato) Artigo definido masculino plural

Matériaprima de esculturas astecas

Número de chifres do unicórnio (Mit.) Heroína queimada em Rouen (FR)

Cedo, em francês Pronome pessoal

Aficionado por computador (ingl.) Ingrediente da cerveja e do uísque Meio de ajudar a “matar” a charada

Atração de Genipabu Instância trabalhista

(?) Leñas, polo argentino do esqui Cerimônia Árvore que é cartãopostal do Paraná (pl.) Rio que separa Sergipe e Alagoas

BANCO

Arthur Fiedler, maestro dos EUA

Examinei (o texto) 2, em romanos

Anaïs Nin, escritora francesa

50 Desafios para mudar sua maneira de pensar Nas bancas e livrarias www.coquetel.com.br

10

Solução

PO

Número de chifres do unicórnio (Mit.) Heroína queimada em Rouen (FR)

Trabalhar como o tecelão

www.coquetel.com.br

C M O A M

© Revistas COQUETEL

A R N TA U M D E N T OT R D T E R L I A S S CO

Sudoku

de todo milênio Combustível opcional para carros Espada mágica do rei Artur (Lit.)

Dia Melhor - Ano V - Edição 45 - janeiro/fevereiro de 2014

L R I S T E A R M I O V E S J A D O S S A N E M A L A D E A A R I N C I

Artigo

38 Preencha osdefinido espaços vazios com algarismos de 1 a 9. masculino plural Os algarismos não podem se repetir nas linhas verticais e Última horizontais, nem nos quadrados menores (3x3). década

AN P G R E G A E O E N O V E L H P R O X IM A I G L U N GA E O S O N E B P R E FI X A W A C U P E D R A L I L SO L E N I D D B I A R A U C S Ã O F R A

Soltar a voz (o gato)

3/son — tôt. 4/jade — nerd — team. 7/angelim. 10/gregarismo.

E X U

inglês


Dia Melhor - 45 - Fevereiro - 2014