Issuu on Google+

Ano IV Edição nº 41 - setembro de 2013

Acompanhando a polêmica gerada pelo personagem de Antonio Fagundes, o médico César Khoury, da novela Amor a Vida, da TV Globo, a Dia Melhor buscou especialistas e relatos para entender como a homossexualidade está presente na vida humana.

Atrium Shopping:

comportamento Alimentação vegana, livre de produtos de origem animal ganha adeptos.

Experiência e novidades no novo empreendimento.


2

Dia Melhor - Ano - Edição 41 - setembro de 2013


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

3


4

Dia Melhor - Ano - Edição 41 - setembro de 2013


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

5


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

Novidades e polêmica na Dia Melhor

Nesta Edição 6 Editorial

Esta edição da Dia Melhor, além de ótimas matérias, traz algumas novidades para os leitores e, principalmente, para o mundo dos negócios do ABC. Aquilo que era uma seção da revista transforma-se, a partir de agora, num caderno: Negócios em Movimento. Com logotipia própria, criado pelo departamento de arte da editora, o caderno traz textos sobre empresas e empresários, em particular da região do ABC. Iniciamos mostrando o quanto a população de Santo André possui potencial de consumo. Uma prova disso é o novo centro comercial que abrirá suas portas no final do próximo mês: Atrium Shooping. Este empreendimento, que deslocará o centro de compras da cidade e da região, gerará, com certeza, mais empregos e impostos na cidade. Outra matéria interessante no caderno é o projeto Van Comigo, que dá mais liberdade àqueles que querem curtir a noite sem preocupações. Seguindo o escopo que orienta a Dia Melhor desde o seu nascimento, um importante e atual tema é discutido em sua matéria de capa: a homofobia na família. Testemunhos de quem vive tal drama, de quem o superou e de relatos de especialistas formam um quadro no qual o leitor enriquecerá seus argumentos sobre o tema. Alimentação vegana é outro assunto abordado nesta 41ª edição da Dia Melhor; que levanta a questão da necessidade da morte de animais para a sobrevivência humana. Boa leitura. Carlos A.B.Balladas

Estamos consertando Ao contrário do publicado na edição 40 da revista Dia Melhor, esta é a foto correta que corresponde ao texto da página 12, relacionado à reportagem Mulheres Empreendedoras. Ana Maria Ruiz Tomazoni, responsável pela escola de gastronomia Sabor e Saber foi uma das ganhadoras do 2º Prêmio Mulher Empreendedora promovido pela Acisa.

ESPAÇO DO LEITOR

EDITORIAL

6

8 Comemoração Primeiro de Maio comemora 100 anos 10 Comportamento Veganismo: filosofia de vida além da beleza 14 Capa Meu filho é gay. E agora? 19 Negócios em Movimento 34 Dia Melhor Indica 40 Consumo 41 Artigo Mitos de gênero. Pensa comigo!

Sensacional o artigo de Silmara Conchão, no último número da revista Dia Melhor ! Ela conseguiu sintetizar em poucas palavras a diferença entre vida e células vivas, o que faz toda a diferença em termos de conceitos biológicos, morais e legais. Como médica vejo que poucas pessoas conseguem entender a diferença entre ser vivo e célula viva, gerando preconceitos e moralismos que já não deveriam mais existir em pleno século XXI. As pessoas estão começando a respeitar as diversidades sexuais, mas não respeitam nem admitem diversidades de opções reprodutivas. Parabéns, Silmara. Dra. Judith Nogueira. Autora do livro Memórias de Uma Envelhescente- Ed Regência/2013

Carlos A. B. Balladas Publisher Gilson Voltolini Carolina Balladas Publicidade Eduardo Kaze Reportagens Elaine Bosso Luz Diagramação Elaine Bosso Luz Design e tratamentos Natália Balladas Arte Final A revista Dia Melhor é uma publicação da CABB Editora Ltda. Distribuição gratuita em dezenas de pontos incluindo as lojas da Fran’s Café e padarias do ABC. Tiragem desta edição: 10.000 exemplares. Fale conosco: Avenida Utinga, 413 - Santo André - S.P. CEP 09220-610 Tel. (11) 4463-3222 (11) 4463-3144 diamelhor@diamelhor.com.br Créditos desta edição Comemoração – Texto: Da Redação. Foto: Divulgação. Comportamento – Texto: Carla Guedes Ferreira. Fotos: Hugo Silva, Divulgação e Stockphoto. Capa – Texto: Eduardo Kaze. Fotos: Hugo Silva, Reprodução e Arquivo Pessoal. Negócios em Movimento – Textos: Da Redação, Nilton Carvalho, Sandra Pazzini e Montero Netto. Fotos: Hugo Silva e Divulgação. Dia Melhor Indica – Textos: Da Redação. Fotos: Divulgação. Consumo – Texto: Vivian Silva. Fotos: Divulgação e Reprodução.

www.diamelhor.com.br facebook.com/DiaMelhor twitter.com/DiaMelhor Outras publicações da editora


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

7


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

COMEMORAÇÃO

8

Primeiro de Maio comemora 100 ANOS O clube com a charmosa sede localizada no coração de Santo André chega aos 100 anos, com uma história que se confunde com a cidade.

S

ão poucas as instituições que conseguem se manter ativas e vivas por 100 anos. Estou feliz por ter presenciado parte da bonita história do Primeiro de Maio e ter atuado, com inúmeros companheiros e companheiras, para chegarmos até aqui”. Com este depoimento emocionado o atual presidente do centenário clube andreense, Nelson Mazzucato, define o clube e sua importante participação na história do clube fundado nos idos de 1913. Foram muitos os eventos programados para celebrar o centésimo aniversário do clube. Um selo comemorativo foi lançado pelos Correios; e no dia do aniversário, 18 de agosto, mil correspondências foram postadas com a estampa. Uma trajetória com tantas glórias e histórias não poderia deixar de ser contada por meio de um livro . Com o título 100 Anos Primeiro de Maio Futebol Clube, o livro, de autoria do jornalista e historiador Ademir Médici, apresenta a trajetória do clube, interagindo com a evolução de Santo André, década a década. A Câmara de Vereadores também prestou homenagem ao charmoso clube que ocupa a antiga Chácara Mimosa. A sessão solene, solicitada pelo presidente da Casa, o vereador Donizete Pereira (PV), na qual o clube foi representado por seu vice-presidente, Cássio Suozzi de Mello. Seguindo uma tradição do clube em realizar grandes e memoráveis festas, o cantor e ator Fábio Junior foi a estrela de show que contou com a presença de 800 convidados. Aqueles que desejam conhecer um pouco mais da história do Primeiro de Maio Futebol Clube devem visitar o Museu de Santo André até 30 de setembro, onde poderão ver por meio de fotos, objetos e documentos como o clube fundado por imigrantes, em sua maioria italianos, chegou aos 100 anos. “


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

9


COMPORTAMENTO

10

Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

Veganismo: filosofia de vida além da beleza

Imagine uma refeição sem um dos acompanhamentos prediletos dos brasileiros, a carne. Para alguns é complicado deixar de consumir o alimento. Agora, pense em algo mais complexo: elaborar um cardápio diário sem usar qualquer produto derivado de animais, como ovos, leite ou mel. Parece complicado, mas essa é a rotina dos adeptos do veganismo, uma das vertentes do vegetarianismo, criada na Inglaterrra, em 1944, por Donald Watson. Baseada no respeito e proteção aos animais, o veganismo é uma filosofia de vida na qual os seguidores suprimem de seu cotidiano o consumo de alimentos, assim como também o uso de roupas como couro, camurça e lã, ou qualquer outro produto de origem animal. O veganismo já conquistou o mundo das celebridades. A dieta é seguida a risca pelos atores Tobey Maguire, Natalie Portman, Woody Harrelson, Joaquin Phoenix, Alicia Silverstone, Robin Williams, além dos músicos como Bryan Adams e Alanis Morissete e dos atletas Martina Navratilova, Campeã mundial de tênis, Lucy Stephens, Triatleta, Edwin Moses, Campeão Olímpico e Lucy Stephens, Triatleta.

Mudando o cardápio

Após ler uma revista com informações sobre a realidade dos rodeios, os testes de indústrias químicas realizados em animais e também o significado do veganismo, Laura Kim Barbosa decidiu mudar completamente sua vida. “Nós crescemos pensando que os animais são felizes, mas isso é mentira. Quando descobri o que realmente ocorre com eles, me revoltei”, revela a ativista dos direitos animais. Para se dedicar em propagar a filosofia, Laura mergulhou de corpo e alma na causa. “Tomei coragem e abandonei meu emprego para me dedicar a minha paixão, o veganismo”, conta ela, que dirige a ONG Veganismo Brasil. “Já influenciei muitas pessoas a se tornarem veganos. Algumas, inclusive vieram me agradecer. Fico muito feliz em ser um instrumento para muitas pessoas, mas vai de cada um se tornar vegan. É a evolução de cada um, é individual, pessoal”. A primeira refeição: arroz, feijão, salada e suco de laranja. “Na hora inventei um bife feito de batata com cenoura, que ficou muito gostoso”, lembra Laura, que segue a dieta desde 2003. Também entusiasta do cardápio natural, o culinarista, empresário e coordenador do blog Bambu Chuveroso (www.bambuchuveroso.com.br), da


11

Culinarista, empresário e coordenador do blog Bambu Chuveroso, Ricardo Fioravanti, divulga os benefícios da vida saudável

região do ABC, Ricardo Fioravanti desde criança torcia o nariz quando o assunto era carne. “O alimento não agradava o meu paladar e a minha família respeitou isso sem me forçar a comer”, lembra. Fundado em setembro de 2011, com o objetivo de ensinar receitas práticas e divulgar os benefícios do estilo de vida saudável, Fioravante desenvolveu a página na internet com conteúdo direcionado aos vegetarianos e simpatizantes do assunto e recebe aproximadamente 750 cliques por mês “Seguimos a filosofia de que a pessoa deve gastar seu tempo com a fa-


12

mília ou fazendo coisas para enriquecer seus vínculos com os outros”, esclarece. Vegetariano nato, Fioravanti, que adotou há 13 anos o veganismo como estilo de vida, trabalha desenvolvendo e ensinando receitas de alimentação saudável. “Sou feliz e entusiasmado com o que faço. Não sou um militante destes que ficam atormentando os outros o tempo todo, mas gosto de ensinar e conversar sobre esse assunto com qualquer pessoa que tenha interesse”, explica. Para o culinarista, a dieta vegetariana contribui para equilibrar os níveis de estresse do corpo. “O consumo desses alimentos auxilia a liberação de substâncias ‘promotoras do bom humor’, como a endorfina, rica em triptofano (aminoácido do bem estar), que colaboram para manter a calma frente a situações de tensão”, conta.

Estilo de vida e escolhas

Laura Kim Barbosa abandonou o emprego para se dedicar à defesa do veganismo

Dicas de um café da manhã vegano: Todos esses alimentos são desprovidos de ingredientes de origem animal. Para conferir o modo de preparo de cada receita acesse: www.bambuchuveroso.com.br e também http://lauravegan.blogspot.com.br. • Torta de banana, canela e castanhas • Tofulete • Geleia de frutas secas • Salada de frutas

• Compota de peras • Sucos naturais • Pão integral • Bolo natural • Abacate • Biscoito campeão • Mingau de canjiquinha • Pão de queijo • Cuscuz paulista • Leite de castanhas • Lanchinho de tofu

Estresse, má alimentação, sedentarismo, vícios, além da correria diária são fatores que contribuem para desencadear diversos problemas de saúde. “As pessoas são o reflexo de suas escolhas. Portanto, se você deixa de tomar água regularmente, fica exposto ao sol durante horas, ou come sem nenhum controle, mais tarde será cobrado de alguma maneira”, acredita Fioravanti, que ministra aulas de culinária saudável. Em se tratando de escolhas baseadas em bem estar, saúde e proteção aos animais, George Guimaraes é entendido do assunto. Além de vegano e conselheiro consultivo do Instituto Abolicionista Animal, o nutricionista, especializado em dietas vegetarianas, também é um ativista forte na luta dos direitos animais e dirige a ONG Veddas. “Os animais não são objetos, tampouco mercadorias que podem ser consumidas ou exploradas. Nós mostramos essa realidade e cabe a cada um decidir o que fará. É um convite à reflexão”, ressalta. Guimarães se dedica a difundir a alimentação como um conceito saudável e um estilo. “Encaro esse trabalho como minha obrigação. Se há algo no mundo do que discordamos, é nosso dever lutar para que a situação mude, sobretudo quando se trata da exploração de seres indefesos”, explica o nutricionista e justifica: “Não me considero mais especial do que qualquer outra pessoa, apenas despertei para essa realidade e estou agindo para mudar a situação”, diz. No caso da alimentação, para o ativista, as vitaminas da carne são substituídas com suplementos. Os seguidores do vegetarianismo e do veganismo devem seguir uma dieta equilibrada. Segundo ele, a vitamina B12 é o nutriente que merece maior atenção e, portanto, deve ser substituído. “Também é necessário ingerir boas fontes vegetais de proteína, ferro e cálcio, mas o ‘risco’ de se consumir pouco desses nutrientes geralmente é divulgado de maneira exagerada. Uma dieta variada, com abundância de cereais integrais, (leguminosas, feijões, ervilha, lentilha, grão-de-bico, soja e derivados), oleaginosas (castanha, nozes, amêndoas e outras sementes oleaginosas), vegetais verde-escuros e frutas frescas é capaz de suprir todos os nutrientes em quantidade e qualidade suficientes”, garante. Embora ainda escassa a diversidade de oferta de alimentos, o mercado de produtos naturais está em crescimento. No Brasil, as informações sobre o número total de adeptos ao veganismo são inexistentes, mas uma pesquisa do Ins-


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

13

tituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) revela que 9% dos brasileiros, ou seja, cerca de 17 milhões de pessoas são adeptas do vegetarianismo. Aos poucos, a carne começa a ser substituída à mesa, e, de acordo com o estudo de hábitos alimentares do Instituto de Pesquisas de Opinião Pública e Social (Ipsos), 28% da população nacional “está procurando comer menos o alimento”. Para combater os danos ambientais e beneficiar a saúde, a Organização das Nações Unidas (ONU) publicou um relatório para chamar a atenção dos governos e dos cidadãos a reduzirem o consumo de carne. Segundo o documento, a dieta sem o alimento e também livre de laticínios é importante para salvar o mundo da fome, da escassez de combustíveis e dos impactos das mudanças climáticas. De olho no crescimento do mercado de produtos e alimentos naturais, ocorre em Curitiba entre 25 e 29 de setembro, o IV Congresso Vegetariano Brasileiro (Vegfest). A feira apresenta aos visitantes os diversos elementos da cadeia vegetariana brasileira nas áreas de ativismo, nutrição, empreendedorismo, culinária e medicina, com profissionais experientes compartilhando seus conhecimentos.

Felicidade, saúde e bem estar

Apreciar as boas coisas da vida, é escolha de cada indivíduo. A filosofia vegana impressiona a maioria das pessoas exatamente por romper com a dependência de outras espécies. Fioravanti acredita que, essa maneira de viver é uma chance de o ser humano despertar e perceber um jeito diferente de enxergar a comida e a sua passagem neste planeta. “A mesa vegana é convidativa e ideal para celebrar o prazer de uma boa conversa entre amigos. Seguir o veganismo é fácil, é gostoso, é barato e faz bem, pois melhora a disposição, o raciocínio, o humor. Além disso, auxilia a reduzir medidas e os pratos são deliciosos”, garante. Uma tarefa bastante difícil para os veganos é encontrar um lugar para comer, com qualidade, sem gastar muito. Na cidade de São Paulo há várias opções para esse público. A Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) tem observado o aumento na quantidade de restaurantes e produtos direcionados especialmente ao segmento. Na região do ABC, o restaurante Natural Jardim traz um cardápio variado aos seguidores do vegetarianismo. Elaborado com cuidado por uma equipe de nutricionistas, o cardápio oferece opções que variam entre lasanha, feijoada, risotos e culinária internacional. Empenhado em disseminar a cultura vegetariana, o espaço, inaugurado há dois meses lançará, em breve, a Noite Gastronômica, evento em formato de workshop cuja proposta é abordar culinária vegetariana, dando aos participantes a oportunidade de aprender receitas e técnicas culinárias. No mesmo local os clientes contam com a facilidade de adquirirem os ingredientes no VEG Armazém, espaço no qual se encontra produtos naturais, orgânicos, integrais, diet, light, sem glúten e sem lactose, hortifrúti orgânicos, opções de doces, variados sabores de sorvetes, sucos e massas. Além disso, o espaço oferece também diversos cursos e atividades, como yoga, tai chi chuan, acupuntura, massagens, florais e dança cigana.

Restaurante Natural Jardim tem um cardápio especial voltado aos seguidores do vegetarianismo

VEG Armazém oferece, além de produtos veganos, cursos e workshops

Serviços:

O Natural Jardim fica na Rua das Monções, 480, Bairro Jardim. O horário de funcionamento é das 11h30 às 15h, de segunda a sexta-feira, e das 12h às 15h30 aos sábados. Telefone 4903-1003. O VEG Armazém fica na Rua das Monções, 478, Bairro Jardim. Telefone 4437-2893.


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

CAPA

14

Meu filho é gay! E agora? Acompanhando a polêmica gerada pelo personagem de Antonio Fagundes na novela Amor à Vida, da TV Globo, o médico César Khoury, homofóbico assumido, que repudia o próprio filho gay, a Dia Melhor buscou especialistas e relatos para entender a homossexualidade, como ela está presente na vida humana e, mais importante, como lidar com as diferenças.

O

preconceito contra homossexuais praticado pelo médico César Khoury, personagem de Antonio Fagundes na novela Amor à Vida, da TV Globo evidencia uma situação contrária ao senso-comum: o amor incondicional dos pais por seus filhos. Na trama do dramaturgo Walcir Carrasco, o cirurgião repudia a opção sexual de Félix (Mateus Solano), seu primogênito, e levanta a questão: até onde a ficção se confunde com a realidade? Para o psicoterapeuta Dirceu Moreira, especialista em

comportamento humano, as pessoas desconfiam das diferenças. Tal atitude, baseada no sentimento primitivo de preservação da espécie, ocorre na maioria das vezes de maneira irrefletida. “Apesar de o homossexualismo existir há muito tempo, ele incomoda exatamente por fugir aos ditames da sociedade e, atualmente, ainda mais por que o número dos que optam por essa versão de relaciocontinua


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

15


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

16

O que dizem os católicos

“A posição da Igreja, é importante destacar, se diz exatamente ao homossexualismo e não à pessoa do homossexual. Fazemos essa distinção porque, pela constituição dela (da Igreja), todo ser humano tem suas limitações e chega a pecar. Então, a pessoa não pode ser confundida com o pecado. A Igreja acredita que não há abertura para a geração de vida, por isso, a igreja se coloca contrária a isso”. Padre Ademir Santos de Oliveira, da Paróquia Imaculada Conceição, Igreja Matriz de Diadema.

namento está aumentando. É como se houvesse um medo inconsciente da extinção humana, caso a grande maioria comece a optar por esta prática”, explica. O pragmatismo apontado por Moreira, entretanto, toma proporções muito mais ferozes na vida real. Marcelo Gil, 44 anos, fundador da ONG Ação Brotar pela Cidadania e Diversidade Sexual (ABCD’s) é prova viva das crueldades praticadas por familiares desinformados e preconceituosos. Reclusão, agressões morais e físicas são apenas algumas das dificuldades vivenciadas por Gil em sua juventude, período no qual, afirma ele, era impedido até mesmo de atender telefonemas de homens em casa. “Tive situações de ser trancado no quarto, não podendo sair nem para urinar, pois meu pai não permitia. Eu não podia comer a mesma comida que eles comiam. Ou seja, a posição deles era: ‘se você quiser ser gay, não terá direito a nada’”, expõe. A imposição familiar chegou ao ápice quando a liberdade profissional de Gil foi comprometida. “Eu queria ser office boy e fui obrigado a estudar, no Senai, o curso de torneiro mecânico. Mas, como aprendi a ser um bom homossexual, comecei a sair com os rapazes de lá. Criei um habitat de sobrevivência, pois, quando chegava em casa era só briga”, relata.

Um mundo dividido

A criação de um ambiente de conforto, em detrimento a atmosfera hostil gerada pelo preconceito da família, é comum na comunidade homossexual. Tal como Gil, que praticava na adolescência uma espécie de dupla personalidade – “Em São Paulo, eu era gay e vivia normalmente, no ABC eu tinha de ser hetero – Iago Herressogl, 20 anos, também sofre por ser completamente livre apenas longe dos pais. “Contei que sou gay somente para a minha mãe, meu pai não sabe”, diz. Segundo Iago, o consentimento materno foi parcial. “Não que minha mãe aceite, mas respeita. Ela tenta me proteger, pois, caso meu pai saiba, certamente vai rolar uma discussão. Posso até ser expulso de casa, entre outras coisas. Ele é do tipo machista, o tipo de pessoa que não quer que os amigos dele saibam (que o filho é gay)”, esclarece. A mãe de Iago soube da opção do filho de maneira espontânea, explica o jovem: “Ela

A Bíblia e o sexo controverso

No livro Gênesis (capítulos 18 e 19), a cidade de Sodoma foi destruída em decorrência do alto grau de promiscuidade de sua população, relatando o conflito entre Ló e alguns homens que buscavam ter relações sexuais com os anjos enviados por Deus.

O pederasta grego

Filho de Edith fez nascer a associação

desconfiava. Um dia saímos e, quando percebi que o clima estava numa boa, com a conversa aberta, contei para ela. No momento, ela ficou meio triste. Em casa, percebi que chorou, mas depois conversou comigo e determinou me amar acima de tudo”. O amor também foi essencial na vida de Edith Modesto, 75 anos, fundadora do Grupo de Pais de Homossexuais (GPH). Há cerca de 23 anos, a professora universitária viu-se perdida ao descobrir a orientação sexual do filho. “Nessa época, não se falava sobre o assunto, a homossexualidade era um tabu, e fiquei muito abalada. Procurei conhecimento e tive a ideia de conversar com mães que estivessem passando pela mesma situação, mas não encontrei nenhuma. Tive, assim, a ideia de fundar o grupo”. Edith define a reação inicial dos pais como de “tristeza, desespero e decepção. Nossa sociedade não está preparada. Não foi natura-

Na Grécia antiga, o homem mais velho iniciava o homem mais novo na vida sexual. Essa iniciação acontecia por intermédio de um rapto. Nele, os amigos daquele iniciado auxiliavam o pederasta naquilo que resultaria no ato sexual.

Homossexualidade é lei

Em algumas cidades antigas, como Esparta, a pederastia era regulamentada por lei que punia aqueles que não escolhiam um rapaz para ser seu amado. No período grego arcaico, também ocorriam em algumas regiões da Grécia relações entre mulheres mais velhas e garotas.


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

17

se dizem prisioneiros de um corpo, ou seja, um homem no corpo de mulher e vice- versa. Em outros casos, uma criança começa a demonstrar estes traços a partir dos quatro anos de idade. Há aqueles que vão por curiosidade e podem tanto ficar quanto sair (da homossexualidade). Há muito que estudar sobre o assunto, para não cair simplesmente numa avaliação que acabe ainda mais por discriminar”, define. No campo da psicologia, Moreira garante que a abordagem profissional se dá no auxílio à aceitação por parte dos pais. Porém, ressalta a necessidade de trabalhar outros pontos importantes, como, por exemplo, a discriminação do restante da família. “Um terapeuta pode ajudar a trabalhar a aceitação da escolha do filho. No entanto, os pais também podem estar sofrendo uma discriminação velada na família e por parte da sociedade. Existem várias formas dos pais aceitarem, ou por que não há saída, ou aceitam parcialmente, não querendo conviver com a situação, desde que o filho não os exponha. E há os que aceitam, inclusive, com a convivência”.

Um mundo unido

Gil sofreu agressões morais e físicas

lizada a possibilidade das pessoas serem homossexuais. É necessário todo um processo de aceitação para os pais. Ninguém quer ser diferente, mas é uma condição natural (a homossexualidade), não opção. Existe, ainda, a crença de falta de caráter, promiscuidade. A mãe tem medo das drogas e da marginalidade. Mas o que leva para a marginalidade é não ter o apoio da família”.

Homossexualidade e ciência

A ciência, todavia, não explica se a homossexualidade é natural ou adquirida de acordo com a vivência. Segundo o psicoterapeuta Dirceu Moreira, “esta questão da hereditariedade sempre aparece, uns dizendo que há o aspecto herdado e outros que é um subproduto do meio. Há ainda aqueles que falam que pode começar pelo experimentar. Creio que as três abordagens têm suas razões. Há casos em que tanto homens quanto mulheres

Lesbianismo

A homossexualidade feminina também pode ser analisada a partir da história. O próprio termo lesbianismo é relacionado com a ilha de Lesbos, onde a poetiza Safo, por volta de 600 a.C., escrevia cartas e canções que continham descrições da beleza de garotas.

Parece, contudo, que a explicação técnica do processo de consentimento não é uma regra. Willian Tucci, 58 anos, é pai de uma filha lésbica e a rejeição nem sequer passou por sua cabeça. “A princípio, eu não tinha ideia de que ela era homossexual”, conta. A revelação se deu durante uma festa. “Ela veio ate mim, num churrasco, contar que estava namorando”, descreve. O que Tucci, porém, não sabia, era que o namoro da filha ocorria com uma pessoa do mesmo sexo. “Ela contou que estava num relacionamento e, então, disse: ‘só tem uma coisa, estou namorando uma menina’”, relembra rindo. “Na hora você tem certo choque, mas achei o máximo ela vir me falar. Aceito a namorada de minha filha como minha nora, assim como aceito o namorado de minha outra filha como meu genro. Fiquei sabendo com a maior naturalidade do mundo”. Edith, por sua vez, é menos otimista quanto à frustração das perspectivas dos pais em relação aos filhos. Se, para Tucci, “a única expectativa de vida que tenho para meus filhos é a de que eles sejam bons, honestos e ínte-

Homossexualidade

O termo homossexualidade foi cunhado em 1869 pelo jornalista e advogado húngaro Karol Maria Kertbeny. A criação se deu em referência ao discurso de Pusânias no livro Banquete de Platão, escrito em 1862 pelo jurista alemão Karl Heirnrich Ulrichs.

O que dizem os evangélicos?

“A Igreja preza pelo casamento, como diz o mandamento bíblico, entre homem e mulher. Em relação ao homossexualismo, porém, não há censura. Aos pais, que descobrem o filho homossexual, orientamos o diálogo entre a família. Bispo Ronaldo de Castro, vereador em Santo André.

O que dizem os kardecistas?

“Não há nenhum tipo de preconceito (em relação a homossexualidade). É uma opção de cada um, de acordo com o destino da pessoa. Sempre que aparece alguém na casa (espírita), buscamos, por meio da doutrina, mostrar a justiça divina e porque as coisas acontecem. Tudo tem uma razão para acontecer”. Ricardo Hudson Presidente do Educandário Espírita Cristão Simão Pedro.


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

18

gros”, a professora afirma que os “sonhos caem por terra e novos sonhos devem ser construídos”. O machismo da sociedade contemporânea é, acima de tudo, um dos principais responsáveis pela discriminação. De acordo com Moreira, “quem primeiramente aceita isto (a opção sexual) com mais facilidade é a mãe”. O especialista é complementado por Edith, que afirma: “para os pais, principalmente de homens, o complicado é a orientação. Eles ainda refletem nos filhos o estereótipo de machão, que vai ‘comer todas’”, explica. Mas os principais prejudicados nisso são, evidentemente, os filhos. Com medo da rejeição, muitos abafam seus impulsos, tornando-se reprimidos e depressivos, quando em ambiente familiar.

William Tucci tem orgulho de sua filha, Isadora

Tal dificuldade não é vivenciada por Tucci e sua filha, Isadora. “Ela é uma filha querida e amada. Agora, com quem ela namora, é problema dela. Acho burro e prepotente não aceitar.

A consequência é deixar de conviver com seus filhos, condenando-os por uma opção sexual. Você nunca descobre quem ele realmente é, pois o julga baseado no preconceito”, finaliza.

Gays e a História Sócrates (470 a.C. – 399 a.C.)

Alexandre, o Grande (356 a.C. – 323 a.C.)

Leonardo da Vinci (1452 – 1519)

Ernest Röhm (1887 – 1934)

Alan Turing (1912 – 1954)

Harvey Milk (1930 – 1978)

O filósofo grego Sócrates viveu uma época na qual era normal o homem mais velho manter relações sexuais com os mais jovens – uma espécie de tutoria sexual. Sócrates foi professor de outro filósofo influente, Platão, e chegou a afirmar que o sexo anal era sua melhor fonte de inspiração e que relações heterossexuais serviam apenas para procriação.

Foco de extrema polêmica, a orientação sexual do guerreiro macedônico já rendeu uma variedade de estudos. Segundo Plutarco, historiador grego nascido em 45 d.C., Alexandre se casou quatro vezes com mulheres, entretanto, de acordo com registros de Diodoro Sículo (90 a.C. – 30 a.C.), o célebre conquistador do mundo antigo tinha como maior amor Heféstion, seu braço direito.

Leonardo da Vinci foi cientista, engenheiro, anatomista, botânico, inventor, entre outras coisas. Contudo, baseado em registros históricos, tudo indica que sua orientação sexual foi homossexual. Inclusive, da Vinci foi julgado por um tribunal após ser acusado de sodomia com um homem prostituto. O processo não foi adiante, mas os boatos permanecem até hoje.

Por incrível que pareça, este homossexual assumido foi um dos conselheiros de Adolf Hitler e um dos responsáveis pela ascensão do nazismo. Porém, quando Hitler se deu conta da contradição entre sua doutrina higienista e a existência de um soldado gay em seu exército, não teve dúvidas, deu a Ernest o mesmo destino dado a milhares de homossexuais que cruzaram seu caminho: a morte.

Alan Turing foi um matemático britânico, cientista da computação, e um dos responsáveis pela base da teoria que possibilita o uso de computadores. Ele foi indiciado criminalmente em 1952 acusado de um crime inusitado: homossexualidade. A pena foi mais incomum ainda: foi obrigado a tomar hormônio feminino – tal condenação supostamente prejudicou sua saúde e causou sua morte em 1954, no Reino Unido.

Harvey Milk foi o primeiro homossexual assumido a vencer uma eleição nos Estados Unidos. Discursou amplamente em favor da liberdade, e, 11 meses após ser eleito, conseguiu aprovar uma lei sobre os direitos dos homossexuais. O militante foi assassinado um ano depois. Sua história pode ser conferida no filme “Milk – A Voz da Igualdade”, de Gus Van Sant e estrelado por Sean Penn.


Este caderno é parte integrante da revista Dia Melhor edição 41 - setembro de 2013

um mercado em expansão Ehent eumet ulpa vollaturio tem explitiis aliam, ex et a quas cum as sant as sero odi nations entiunt.

Van à la carte

Acisbec prepara mais uma edição da Feira de Franquia

Vendas de imóveis crescem no ABC

Um convite à interatividade

Lar Deco inova e leva produtos à casa dos clientes

Ginástica laboral alavanca resultados

Flores com o bom gosto oriental

Viana Negócios Imobiliários cria divisão especializada em loteamentos

Leia Jundiaí: um novo jornal no interior

Fábio Oliveira traz experiência de outros shoppings para o Atrium de Santo André.

um novo shopping em santo andré Veja também


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

NEGÓCIOS EM MOVIMENTO

20

Atrium Shopping promete atender consumidores do ABC e da capital A partir do próximo mês consumidores da região e da Zona Leste da capital contam com um novo polo de compras.

C

omo empreendimento âncora do maior complexo de multiuso do ABC, o Atrium Shopping deve se tornar a nova opção de consumo para a população do ABC a partir de 29 de outubro próximo. Fábio Oliveira, que assumiu a superintendência do shopping em junho último, afirma com entusiasmo que uma das principais vantagens do empreendimento é estar fincado numa área com uma grande população flutuante, isto é, os funcionários das empresas de Santo André e Mauá. O executivo, que já ocupou anteriormente as superintendências do Shopping Center 3 e do Mais Shopping Largo 13, localizados na capital, tem outras justificativas para a certeza de sucesso do novo shopping: “Em nossa área primária de influência (dois quilômetros de distância do shopping) há um adensamento populacional de cerca de 600 mil pessoas. E em função das vias de acesso ao shopping, temos grande expectativa de atrair consumidores da Zona Leste da cidade de São Paulo”. Um complexo composto por cinco torres residenciais, uma torre comercial, dois hotéis e shopping center, instalados em áreas anexas, produz um processo de sinergia, pois cada um destes componentes alimenta os demais com os seus públicos individuais, que passam a frequentar todos os empreendimentos devido a proximidade e conveniência. Este conceito inovador e inédito no ABC está localizado em área antes ocupada pela Pirelli na cidade de Santo André, no qual o Atrium Shopping ocupa lugar de destaque. Com investimentos de R$ 250 milhões, o novo shopping desenvolvido pela Nassau Empreendimentos será referência para os consumidores, disputando uma fatia do mercado do ABC, o terceiro em consumo no País, já no Natal de 2013. O Atrium Shopping enfrentará a acirrada concorrência entre os centros comerciais do ABC com um mix composto de mais de 200 lojas, contando como âncoras a rede C&A, Lojas Americanas, Marisa, Riachuelo, Shopping conta com a população flutuante de seu entorno.

McDonald’s, Ri Happy, Besni e Cinemark. Os empreendedores do Atrium, atentos à atratividade de público que o cinema proporciona, reservaram espaço para a instalação de sete salas de exibição, uma delas terá tela de 400 metros quadrados, sendo, portanto, a maior da região, o que, certamente, atrairá os amantes da sétima arte. Outro aspecto relevante do novo shopping é a sua área de alimentação, já quase totalmente locada, com as prin-

cipais redes de restaurantes e lanchonetes. O consumidor do Atrium encontrará na praça de alimentação dois mil lugares, segundo Oliveira. A certeza de sucesso do empreendimento está na perspectiva de ampliação do Atrium Shopping, de acordo com o relato de Oliveira: “Já temos a expansão planejada que contará com mais sete mil metros de área para lojas”. O que ampliará ainda mais a oferta de vagas de empregos, que nesta primeira etapa será de pouco mais de duas mil.


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

21


Dia Melhor - Ano - Edição 41 - setembro de 2013

NEGÓCIOS EM MOVIMENTO

22

Van “à la carte” Projeto da Mercedes-Benz oferece transporte personalizado de vans para eventos, shows e baladas.

Gerente de Inovação de Negócios da Mercedes-Benz do Brasil, Fernanda Bordin, afirma que objetivo do projeto é oferecer transporte prático e confiável

O

trajeto rumo às opções de entretenimento e lazer oferecidas pela cidade de São Paulo possui percalços consideráveis, entre os quais vale destacar a Lei Seca – hoje classificada como infração gravíssima – e a má qualidade do transporte público. Atualmente, quem precisa fugir do bafômetro ou do transporte coletivo utiliza o táxi, mas o valor do serviço nem sempre cabe no bolso do usuário. Em meio a tais dificuldades surge uma opção que pode funcionar como boa alternativa de locomoção em São Paulo. Idealizado pela Mercedes-Benz do Brasil, o projeto Van Comigo oferece um tipo de serviço à la carte e personalizado, que agrega conforto e preço acessível. Dependendo do trajeto, o valor chega a custar, aproximadamente, 85% mais barato que o táxi comum. Diferente da tradicional locação de van, no Van Comigo o usuário escolhe o evento que deseja ir, reserva o assento, informa

a localização de seu interesse e aguarda a confirmação da van. O processo completo, incluindo pagamento e emissão de recibo, pode ser feito no portal www.vancomigo. com.br. “O objetivo principal do Van Comigo é oferecer um transporte confiável e prático que simplifique e melhore a experiência das pessoas na hora de ir a eventos”, afirma Fernanda Bordin, gerente de Inovação de Negócios da Mercedes-Benz do Brasil. O projeto passou por uma “fase piloto”, no qual participaram funcionários da montadora, em abril deste ano. Durante o período de testes, foram registrados 23 mil acessos na home page e 4 mil visualizações no Facebook. “Foram meses de aprendizado. Na medida que o serviço foi sendo mais conhecido e fechamos mais Sprinters (modelo da van utilizada no projeto) para transportes, aprendemos quais eram as necessidades dos nossos clientes e como melhor atendê-las“, explica Fernanda.

Consolidação do projeto e melhorias

Após os primeiros meses de funcionamento, o projeto Van Comigo pretende expandir o leque de serviços oferecidos para atender demandas cada vez mais personalizadas. De acordo com a gerente, existe a opção de um grupo de amigos, de no mínimo seis pessoas, solicitar trajetos para happy hours e baladas. “Com a ferramenta ‘Van da Galera‘ você cria sua proposta (saindo de onde você quiser) e os outros membros podem entrar na van. Assim você não precisa ter um grupo pronto”, conta Fernanda. A gestão do projeto “Van Comigo” é de responsabilidade da empresa de turismo GeminiTur, ligada à Mercedes-Benz. O novo serviço conta também com o apoio da SP Turis (São Paulo Turismo), empresa de turismo e eventos da cidade de São Paulo vinculada à Prefeitura.


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

Acisbec prepara mais uma edição da Feira de Franquia ABC Franchising & Negócios volta com novas oportunidades de investimentos. A Associação Comercial e Industrial de São Bernardo do Campo (Acisbec), com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e da Prefeitura de São Bernardo do Campo programou para os dias 18 e 19 de outubro a segunda edição da ABC Franchising & Negócios. A região do ABC é o terceiro maior mercado consumidor do Brasil, com os setores de serviços e comércio em ascensão, e os resultados da primeira edição - que ocorreu em março - superaram as expectativas e motivaram os organizadores a pensar em novo evento. Foram cerca de três mil visitantes e um volume de negócios em torno de R$ 15 milhões. O coordenador da ABC Franchising & Negócios e vice-presidente da Acisbec, Valter Moura Júnior, espera novamente bons resultados na segunda edição: “Nossa expectativa é de conseguir atrair novas empresas para a região. Esperamos que o ritmo de abertura de franquias seja mantido na mesma proporção da primeira feira, principalmente em função da inauguração de dois novos Shopping Centers no ABC”, comenta. Franqueadores também estão otimistas, tanto é que marcas como Baboo Giovanni, Subway, FIT4, Nação Verde, AcquaZero, Ligue Site e Carvajal já confirmaram presença. E a região continua sendo foco de interesse de várias outras. “Apesar dos modelos de franquias já virem formatados, há variáveis que podem viabilizar ou não o sucesso do negócio. Deve-se sempre prestar muita atenção nos contratos, particularmente no que se refere a pagamento de royalties”, conclui Moura Júnior.

Serviço

ABC Franchising & Negócios 18 e 19 de outubro de 2013 Pavilhão Vera Cruz Av. Lucas Nogueira Garcez, 756 SBC Tel.: 2131-4802 Entrada grátis

23


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

NEGÓCIOS EM MOVIMENTO

24

Vendas de imóveis crescem no ABC Pesquisa aponta crescimento das vendas do setor no 1º Semestre de 2013.

A

Associação dos Construtores, Imobiliárias e Administradoras do ABC (Agiabc), divulgou pesquisa que aponta para uma grande vitória do setor nas vendas de apartamentos no 1º semestre de 2013. Segundo o levantamento foram comercializadas 3957 unidades, de janeiro a julho deste ano. Este é o melhor resultado do primeiro semestre dos últimos quatro anos. Segundo o presidente da instituição, Milton Bigucci, o principal motivo para este desempenho é que havia um estoque muito grande na região. “Entenda-se por estoque apartamentos prontos e em construção que foram lançados. O que foi vendido neste primeiro semestre foi boa parte do que estava em estoque”, destaca. Na comparação com o mesmo período de 2012, o crescimento é claro e fácil de constatar: de janeiro a junho de 2012

Temos um histórico que mostra o segundo semestre sempre melhor que o primeiro. “ Milton Bigucci

Presidente da Agiabc, Milton Bigucci, diz que resultados positivos têm origem principalmente nos preços, nos juros mais baixos e na facilidade de financiamento

têm origem principalmente nos preços, nos juros mais baixos e na facilidade de financiamento, além é claro da necessidade pela habitação. “Ainda temos um déficit de aproximadamente cinco milhões de moradias, principalmente na classe mais popular, mas todas as categorias necessitam de moradia. Hoje a classe média é a que mais compra imóvel”, pontua. foram vendidas 3412 unidades. Um aumento e 16%. Observados cidade a cidade os números mostram Santo André como a campeã de vendas, com 1231 prédios comercializados, seguida de São Bernardo do Campo com 1073 apartamentos; Diadema com 815; São Caetano do Sul com 611 e Mauá com 227 unidades habitacionais vendidas. Em valores, as vendas deste primeiro semestre alcançaram a casa dos R$ 1,6 bilhão. Foram alvo do levantamento as grandes construtoras filiadas à associação e imóveis verticais novos. Os municípios de Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra não foram incluídos na pesquisa. Milton Bigucci lembra que os resultados positivos, comemorados pelo setor,

Perspectivas e estoques

Para este segundo semestre Bigucci acredita que o movimento pode ser melhor, já que tradicionalmente isso ocorre. “Temos um histórico que mostra o segundo semestre sempre melhor que o primeiro. Claro que dependemos de fatores como a economia global, a alta do dólar, dos juros, redução do emprego da indústria, fatores que mesmo não tendo a ver diretamente com a construção, podem afetar o setor”, conclui. A pesquisa da Agiabc aponta ainda que o estoque atual, de 2639 unidades, é o menor desde 30 de junho de 2012 (período equivalente) com 3423 unidades, uma redução de 22,9%. Em 31 de dezembro de 2012 o estoque total era de 4408 unidades, a redução para 30 de junho de 2013 foi de 40,1%.


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

um convite à interatividade

E

ntre 19 e 22 de agosto São Paulo foi palco do 39ª Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas (CONARH ABRH), maior evento da América Latina e segundo maior no mundo da área de Recursos Humanos, promovido pela Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-Nacional) com correalização da ABRH-São Paulo. O tema “Reinventar a Gestão: uma construção coletiva” foi um convite à inovação dos atuais modelos de gestão a todo o público participante. A abertura contou com a presença do presidente da ABRH-SP, Almiro dos Reis Neto, de Fernando Ariceta, presidente da Fidagh (Federación Interamericana de Asociaciones de Gestión Humana, entidade que congrega as associações de Recursos Humanos e gestão de pessoas de 15 países, inclusive a ABRH), Pieter Haen, presidente da WFPMA (World Federation of People Management Associations), instituição que reúne as entidades do segmento nos cinco continentes e Leyla Nascimento (foto), a presidente da ABRH-Nacional, entre vários outros presidentes, CEOs e executivos de organizações e entidades. A proposta do congresso, além de permitir o intercâmbio de experiências e vivências, foi a de provocar reflexão e a busca de soluções a modelos de gestão que já não atendem nem às necessidades do negócio, nem às expectativas dos colaboradores. “É preciso que os que atuam na área de Recursos Humanos conheçam a fundo o negócio de sua empresa e que criem condições para que as pessoas sintam-se integradas, realizadas e parte importante do todo”, afirmou Leyla Nascimento, da ABRH-Nacional.

25


NEGÓCIOS EM MOVIMENTO

26

Ambiente decorado pela designer de interiores Daniela Inês, em parceria com a Lar Deco

Lar Deco inova e leva produtos à casa dos clientes

D

ecorar um ambiente demanda, além de sensibilidade e bom gosto, disposição. Para muitos, garimpar as novas tendências e, acima de tudo, harmonizar o espaço da casa com os objetos decorativos é impossível, algumas vezes por ausência de tempo, outras por falta de noção estética. Nesses momentos, entram os profissionais da decoração. No ABC, a maior referência no assunto é a Lar Deco. A loja, localizada em Santo André e idealizada pelos proprietários Glaucia Leandro e Marcelo Cammarano tem inovado o atendimento para proporcionar mais comodidade ao público. A novidade é a modalidade decorativa denominada “ambientação”. Segundo Marcelo, o serviço tem atraído novos clientes e já é responsável pela maior parte do faturamento na Lar Deco. “O processo é simples, vamos até a casa do cliente e vemos onde ele quer colocar as peças. Isso leva cerca de dez minutos. Levamos algumas opções e as deixamos de um dia para outro. Com isso, o cliente sente como ficam as peças na casa dele e concluímos a venda com o que ele optar. A visita em si não possui custo algum, o cliente só paga pelas peças que escolher”, explica o proprietário. Entre os fregueses, a ambientação tem sido um sucesso, garante Marcelo. “A satisfação do cliente é muito maior, pois ele vê o produto na própria casa. Na loja, há produtos que são bonitos, mas, na casa do cliente, não fica tão legal. Ao mesmo tempo, um produto que não chamou tanto à atenção, acaba ficando ótimo na casa”. Há mais de seis anostrabalhando como designer de interiores, Daniela Inês conhece bem as necessidades dos clientes e aprova o sistema. Atuando junto à Lar Deco, a profissional afirma que para o decorador este é melhor método de trabalho. “Temos essa comodidade de não ter de ficar voltando com as peças para a loja. Isso reduz o trabalho do arquiteto. Eu só faço o intermédio. Em outras lojas, eu escolhia, eles embalavam tudo e eu levava as peças até o cliente. Às vezes, eu mesma tinha que devolver. É mais dinâmico o trabalho da Lar Deco, pois proporciona mais praticidade para mim e para o cliente”, conta.

Glaucia Leandro, Daniela Inês e Marcelo Cammarano

A Lar Deco fica na Avenida Portugal, 1473, no centro de Santo André (Telefones: 2325-7466 ou 2325-7468). A designer de interiores Daniela Ines possui um portal próprio na internet (www.danielaines.com.br) e atende na Rua Continental, 295, sala 32, no Jardim do Mar, em São Bernardo (telefone: 41230008 ou 4124-7448).


27


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

NEGÓCIOS EM MOVIMENTO

28

Ginástica Laboral alavanca resultados Life PQV encerra o ano com crescimento acima das temporadas anteriores graças ao foco em fortalecimento de parcerias, com projetos de qualidade de vida.

A

Life PQV, empresa especializada em ginástica laboral e avaliações ergonômicas, projeta crescimento de 50% para 2013. A expectativa da empresa é resultado do incremento de 40% registrado em 2012, em comparação a 2011, ancorado pela intensificação da profissionalização da gestão da ginástica laboral em conjunto com os gestores de RH dos clientes, dos programas de qualidade de vida e palestras voltadas ao mercado corporativo. Para o diretor da Life PQV, Márcio Aldecoa, o momento é propício para fortalecer os conceitos de saúde dentro do ambiente corporativo e de firmar parcerias com outras companhias para elaborar projetos voltados à qualidade de vida. “A estratégia foi reforçarmos a imagem da empresa com foco na profissionalização de ginástica laboral. Neste ano, aumentamos o número de empresas que utilizam a prática do serviço e o ABC passou a responder por 40% de nosso rendimento anual”, revela.

Estúdio

A Life PQV também investe em infraestrutura própria para atendimento personalizado voltado à qualidade de vida. Em 2011, a empresa intensificou o trabalho com o Espaço LIFE Saúde, que dispõe de aparelhos específicos para a realização de exercícios físicos, como aulas de musculação, avaliação física e condicionamento físico, entre outros. O resultado foi a parceria com a Associa-

Diretor da Life PQV, Márcio Aldecoa vê momento propício para o fortalecimento dos conceitos de saúde

ção Paulista dos Cirurgiões Dentistas de São Caetano do Sul (APCDSCS). O próximo passo é aplicar o mesmo método de trabalho no mercado de atendimento para condôminos. “Voltaremos também nossas atenções para a implantação de projetos de qualidade de vida em parcerias com condomínios, para que seu espaço de academia seja utilizado com acompanhamento profissional, o que garante segurança e qua-

lidade aos moradores”, enfatiza Márcio. Com sede em São Caetano do Sul (Avenida Valter Tomé, 75), a empresa atua há 11 anos e tem colecionado cases corporativos com programas internos de saúde para prevenção de acidentes de trabalho, maior produtividade e redução de problemas ligados ao afastamento de funcionários, entre outras questões trabalhistas. Informações pelo portal www.lifepqv. com.br. Telefone: 4232-1193.


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

29


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

NEGÓCIOS EM MOVIMENTO

30

Flores com o bom gosto oriental Nikkey Flores aposta na variedade de produtos e no atendimento diferenciado

I

naugurada há um ano e dois meses, a Nikkey Flores, localizada num dos bairros nobres de Santo André, tem uma clientela cativa que busca flores, arranjos, mudas frutíferas e toda a linha de produtos de jardim. A empresária Sueco Sueli Ogusku Oshiro, ao lado de seu fiel escudeiro, o florista e gerente, Roberto Yoshiake Kadekaro, oferece aos clientes e amigos não só seus produtos diferenciados, mas um local de descontração, conversa de boa qualidade e hospitalidade oriental. Para Sueli, este tem sido o grande diferencial da floricultura. “Quando nossos amigos vêm até aqui, atrás de um arranjo floral, acaba se inte-

grando ao nosso estilo, e uma grande amizade começa a ser cultivada”, garante. A loja segue o conceito híbrido, no qual a variedade de materiais oferecidos possibilita o atendimento de uma clientela variada. Serviços personalizados são um dos grandes nichos de mercado descobertos pelos comandantes da Nikkey. “Ao fazermos um arranjo trabalhamos em cima daquilo que os clientes nos pedem. Muitas vezes acabamos dando vida aos sonhos daquela pessoa, a qual sai daqui feliz, realizada”, destaca Roberto. Os arranjos florais, produto campeão de vendas, têm preços convidativos que vão de R$ 30 a R$ 120.

Eventos

Focados na realização de eventos, os profissionais da Nikkey têm atendido casamentos, recepções e festividades de todos os tipos. Não importa o tamanho da empreitada. Planejamento e execução podem ser delegadas a floricultura que tem know-how para atender os anseios do cliente. “Quando somos chamados para atender os eventos garantimos qualidade aliada a preço justo”, ressalta Sueli.

Serviço

A Nikkey Flores fica na Rua José Bonifácio, 53, Vila Assunção – Santo André. O horário de funcionamento é de segunda-feira a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos das 9h à 13h. Telefone para encomendas: 4427-3566.


31

Viana Negócios Imobiliários cria divisão especializada em loteamentos A Viana Campo atuará junto a incorporadoras e proprietários de grandes áreas para desenvolver loteamentos no interior do Estado de São Paulo.

Presidente da Viana Negócios Imobiliários, Aparecido Viana discursa para cerca de 400 pessoas

A

Viana Negócios Imobiliários lançou, em agosto, uma divisão especializada em loteamentos horizontais em áreas localizadas fora do perímetro urbano. Denominado Viana Campo, o empreendimento se concentrará em todo o Estado de São Paulo. O evento de lançamento ocorreu na Casa Conceito, em Santo André, e reuniu cerca de 400 pessoas. De acordo com o presidente da Viana Negócios Imobiliários, Aparecido Viana, a iniciativa surge em um momento de expansão do setor. “Tudo indica que o mercado deve continuar crescendo, principalmente porque no interior há muito mais áreas disponíveis do que na Grande São Paulo. Além disso, as pessoas estão em busca de qualidade de vida, é por isso que vamos levar para o campo o conhecimento que construímos trabalhando na cidade”, comenta. O primeiro produto a ser comercializado pela nova divisão será o loteamento residencial Vida Real, localizado em Itupeva

(SP), que oferece terrenos a partir de 800 metros quadrados. Entre os itens de lazer oferecidos pelo estão: quadras esportivas, pista de cooper, ciclovia, piscina com borda infinita, raia e deck molhado, SPA com piscina para hidromassagem e sauna seca e a vapor, salão de jogos, academia de ginástica, club theater, playground e espaço gourmet com sala de lareira, tudo integrado a uma área verde, com quiosques, redários e viveiro de plantas comunitário. A segurança do empreendimento será formada por portaria com guarita blindada e sala de monitoramento e controle de acesso de pedestres e veículos (portões elétricos). Contará ainda com circuito fechado de TV e ronda montada a cavalo. Localizada em São Caetano do Sul e com atuação na Região Metropolitana de São Paulo, no litoral, interior paulista e também em outras capitais, a Viana Negócios Imobiliários está há 37 anos no mercado imobiliário. Informações pelo portal www.viananegocios.com.br


Sua padaria de todos

Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

os dias

NEGÓCIOS EM MOVIMENTO

32

Leia Jundiaí:

um novo jornal no interior

U

m seleto grupo de convidados – empresários, políticos e sindicalistas - acompanhou, em 28 de agosto, o lançamento do jornal Leia Jundiaí, mais uma publicação da CABB Editora. Totalmente colorido, com artigos gerados especialmente para o município, o periódico agradou aos presentes e mostrou que veio para ficar. O Leia Jundiaí mantém o padrão de qualidade dos demais produtos da CABB, responsável pelo jornal Ponto Final, Ponto SP e revista Dia Melhor. A distribuição é realizada em sistema de receptáculos dispostos no interior dos ônibus do município, patente da CABB. O conteúdo é voltado para a família, com ênfase na mulher (cerca de 70% das editorias). Segundo Alcir de Oliveira, editor local do Leia Jundiaí, “este jornal cumpri um papel importante, trazendo informações não somente da cidade, mas de interesse nacional”. Para Carlos A. B. Balladas, publisher da CABB, a publicação apresenta um formato editorial determinante para a estabilidade do jornalismo impresso. De acordo com ele, “o jornal não morreu, é preciso apenas mudar o modelo de negócios. É isso que estamos apresentando”, declara, citando o sucesso de tablóides internacionais, distribuídos gratuitamente e o crescimento deste formato entre 2011 e 2012, período no qual o sistema impresso de jornalismo teve aumento de aproximadamente 5% no Brasil.

Jundiaí, uma cidade em crescimento

A escolha de Jundiaí por parte da CABB não foi por acaso. O município apresentou nos últimos anos extraordinária

AV. ITAMARATI AV ITAMARATI, 1001 00 PQ. JAÇATUBA - STO. ANDRÉ • SP

4479-3574 4479-3606

www.palaciodopao.com.br facebook | palaciodopao

Implantação será gradativa nos ônibus

ascensão, colocando-se em 2°lugar no ranking do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) no Estado de São Paulo, entre os municípios com mais de 200 mil habitantes (Jundiaí possui, segundo censo de 2011, 375 mil moradores). O sistema de transportes do município também foi determinante na seleção. De acordo com Balladas, “o transporte público em Jundiaí é excelente”. O publisher lembra que Jundiaí possui sete terminais de ônibus que interligam a cidade. Com uma única passagem o cidadão jundiaiense pode pegar mais de um ônibus, sendo possível fazê-lo em alguns pontos da cidade, no sistema de bilhete único, chamado no município de Ganha Tempo. Alcir e Balladas apresentaram o projeto para dezenas de convidados


33

www.fdbcom.com.br

Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013


Dia Melhor Indica

Gogol Bordello e o punk cigano nova-iorquino

A banda Gogol Bordello tornou-se conhecida por seu som – batizado como Gipsy Punk –, que mescla música cigana, influências folclóricas eslavas e punk rock. O show é repleto de performances teatrais envolvendo dança e arte de rua. O primeiro single do Gogol Bordello foi lançado em 1999, e desde então foram lançados quatro álbuns e um EP. Em 2005 a banda assinou con-

trato com a gravadora SideOneDummy. O grupo já se apresentou nos maiores festivais do mundo, inclusive na 1ª edição do Lollapalooza no Brasil, em 2012, onde consolidou uma legião de fãs e conquistou o reconhecimento da mídia nacional. Em turnê de divulgação de seu mais recente trabalho, intitulado Pura Vida Conspiracy, Gogol Bordello retornará ao Brasil para se apresentar

no Rock in Rio como headliner do palco Sunset e em São Paulo se apresenta no Hsbc Brasil, em 25 de setembro. Os ingressos podem ser comprados pelo portal www.hsbcbrasil.com.br. Os preços variam entre R$ 100 e R$ 280. O HSBC Brasil fica na Rua Bragança Paulista, 1281, Chácara Santo Antônio, São Paulo. Informações pelo telefone 4003-1212.


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

35

Masp recebe exposição fotográfica internacional Está em exposição em SãoPaulo a 1ª edição da FotoBienalMASP, que marca uma nova fase da parceria de mais de 20 anos entre o MASP e a Pirelli, agora com foco ampliado. Organizada por Ricardo Resende, curador convidado, o evento reúne uma centena de trabalhos de 35 fotógrafos de diferentes origens e proposições – tônica do que poderá ser visto no futuro. Nesta 1ª edição o tema é o cotejo entre a fotografia e outras linguagens próximas. A exposição é orientada por um enfoque atual da fotografia, entendida não só como aquela obtida por um aparato especificamente construído para esse fim, mas - e isto é decisivo -, no seu formato de campo ampliado que a qualifica como uma das formas mais ricas da arte atual. “Esse traço é, aliás, aquele que o MASP oferece por sua própria natureza, não a de um centro de exposições em si mesmo vazio, onde uma mostra de fotos pode ser colocada de modo neutro, mas a de um museu com coleção própria que acolhe di-

ferentes modos da arte do passado e do presente oferecidos ao visitante como outros tantos pontos de comparação e apoio para uma experiência aumentada da arte nele mostrada”, escreve Teixeira Coelho. A linguagem da fotografia tradicional será confrontada, nesta Bienal, com os demais meios artísticos que com ela hoje dialoga, como a pintura, o vídeo e instalação. Esse diálogo entre as diferentes linguagens marca o propósito renovador que anima esta nova fase da coleção Pirelli no MASP. Jovens fotógrafos ao lado de consagrados, autores brasileiros e do exterior numa troca intensa de pontos de vista e soluções estéticas, indispensável no atual momento da comunidade global da arte. A mostra fica no Masp (Av. Paulista, 1.578 - Bela Vista, Centro) até 3 de novembro. A visitação ocorre terça, quarta, sexta-feira, sábado e domingo, das 10h às 18h. Às quintas-feiras, o local funciona das 10h às 20h. O ingresso custa R$ 15. Informações pelo telefone: 3251-5644.


36

O Amante do Meu Marido

Iron Maiden vem a São Paulo

Atual e divertida, a história de O Amante do Meu Marido se passa dentro do apartamento de Esperidião (Milton Levy) e Telma (Patrícia Gordo). Aposentado, Esperidião tem um sonho: ser ator, e para alcançar este objetivo ele não poupa esforços. Entre um telefonema ao agente onde interpreta o papel de homossexual e a inesperada chegada de sua esposa que ouve parte da conversa, surge a grande confusão. Telma acredita que seu marido seja realmente homossexual e tenha um caso com Arnaldo (Mateus Carrieri). Para aumentar o burburinho, Dorothy (Adelita Del Sent), empregada da casa flagra o patrão em novos e divertidos ensaios de seu papel provocando grandes mal entendidos e muitas risadas do público. “A peça ganhou força e aceitação por ser despretensiosa e ter uma narrativa leve e divertida”, conta Mirian Lins, diretora e atriz da peça. O espetáculo está em cartaz no Teatro Ruth Escobar (Rua dos Ingleses, 209, Bela Vista, São Paulo), até 20 de outubro. As apresentações ocorrem às sextas-feiras e sábados, às 21h30; e domingos às 20h. Os ingressos custam R$ 50 (consulte direito a meia-entrada). Informações pelo telefone 3289-2358.

Os fãs do Heavy Metal já podem comemorar a volta dos britânicos do Iron Maiden ao Brasil. A apresentação paulista será realizada em 20 de setembro, na Arena Anhembi. Liderado pelo baixista Steve Harris, o grupo apresentará, além de clássicos como Fear of the Dark e The number of the beast, músicas de seu 15º álbum, de nome homônimo à turnê – The Final Frontier. Como é de costume, a banda aterrissa em território tupiniquim em seu avião particular, batizado de Ed Force One – uma referência ao mascote Eddie, the Head, que estampa grande parte de seus produtos. O piloto, claro, é o vocalista Bruce Dickinson. Os ingressos podem ser adquiridos exclusivamente pelo portal www.livepass.com. br ou pelo telefone 4003-1527. Os valores custam entre R$ 130 e R$ 450. A Arena Anhembi fica na Avenida Olavo Fontoura, 1209, Zona Norte de São Paulo.

Elenco: Matheus Carrieri, Mirian Lins, Milton Levy e Adelita Del Sent Gênero: Comédia Duração: 60 min. Autor: Carvalhinho Diretor: Mirian Lins Sala: Gil Vicente Classificação Etária: 14 anos


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

37

Editora lança primeiro guia brasileiro do caminho de Santiago

Abandonar os antigos hábitos, libertar-se das pressões do cotidiano e mergulhar na busca de novos ideais de vida são algumas das motivações de muitos que decidem percorrer o Caminho de Santiago. Esse trajeto já foi tema de filmes, romances, músicas, poemas e, agora, o jornalista Daniel Agrela lança o primeiro guia brasileiro, que apresenta o percurso com dicas e relatos diários que podem ser úteis para o peregrino de primeira viagem ou até para aqueles que gostariam de retomar esse projeto há muito engavetado. Dividido em três partes – Orientação, Preparação e Direcionamento - ‘O Guia do Viajante do Caminho de Santiago – Uma Vida em 30 dias, publicado pelo Selo Generale da Editora Évora, é baseado na experiência do autor que por duas vezes (2007 e 2011) andou os quase 800 quilômetros do Caminho Francês, que ligam Saint Jean Pied de Port, na França, até Santiago de Compostela, na Espanha.

Serviços Título: O guia do viajante do Caminho de Santiago Uma vida em 30 dias; Autor: Daniel Agrela; Páginas: 208; Editora: Évora.


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

38

Venha conhecer a nova coleção e aproveite as promoções!!!

Talento Dádiva Twist’s

Principessa Program Forma Rara

Rery Dezembro Júlia

Colucci Moda Feminina - Tamanhos do Av. Itamaraa, .... - Jaçatuba - Santo André -

ao -----

O 1º jornal gratuito do ABC. Mais de 12 milhões de exemplares distribuidos em 16 anos. www.pfinal.com.br


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

anuncio2final.pdf

1

02/07/13

Em Minas Gerais ha quitutes divinos.

No ABC também.

Tenha na sua casa os melhores quitutes mineiros. São diversas delícias feitas por produtores que seguem a tradição das receitas que tornaram Minas Gerais famosa por seus sabores. Faça os seus pedidos pelo facebook ou por e-mail:

facebook.com/quitutesdeminas uai@oslegitimosquitutesdeminas.com.br

42216936

Rua São Paulo, 2160, SCS.

Amor por Minas.

39

14:25


Dia Melhor - Ano - Edição 41 - setembro de 2013

CONSUMO

40

Dia das Crianças com tecnologia e diversão Para a alegria dos baixinhos, a Dia Melhor levantou uma lista de presentes para o Dia das Crianças que une os brinquedos clássicos às novas tecnologias.

Autorama Fiat – Estrela R$ 799,99. www.lojadaestrela.com.br

Princesas Disney Cinderela Super Luxo Mattel R$ 149,90. www.americanas.com.br

Bicicleta Aro 16 Hot Wheels – Caloi Bicicleta Aro 16 Monster High – Caloi R$ 399,99. www.rihappy.com.br

Patinete Ben 10 Bandeirante R$ 179,99. www.rihappy.com.br

Buzz Light Year Ultimate com controle remoto Fl R$ 999,90. www.bebestore.com.br Magic Tablet Disney – TecToy - R$ 529,00. ww.rihappy.com.br


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

ARTIGO

41

Mitos de gênero. Pensa comigo! por Silmara Conchão Estou utilizando a palavra “mito”, que de acordo com os dicionários, é uma representação fantasiosa, delineada pelo mecanismo mental, a fim de explicar os fenômenos da natureza e da vida. Mitos, em muitas vezes, determinam ideias, padrões de comportamento, atitudes, destinos, histórias, ou seja, o jeito de pensar, acreditar, fazer, ser e viver. No caso dos mitos de gênero, estes proporcionam uma série de imagens preconcebidas do que é ser mulher ou homem. Determina o que é bonito o que é feio, o que é adequado ou inadequado, o que tem valor e o que não tem; o certo e o errado, e assim, vivemos um mundo dividido entre o masculino e o feminino: lugar de homem, lugar de mulher; jeito de homem, jeito de mulher; roupa de homem, roupa de mulher; pensamento de homem, pensamento de mulher; bebida de homem, bebida de mulher; perfume de homem, perfume de mulher; cor; carro, enfim... Dois mundos. Socialmente vivemos estes estereótipos de gênero, embora o conteúdo varie de lugar para lugar, diverge de cultura para cultura, estamos rodeadas (os) por ideias e/ou mitos comuns. No geral não questionamos, apreendemos e reproduzimos essas ideias de forma compulsória. Não paramos para pensar, se são verdadeiras ou não, e estas começam a adquirir uma qualidade quase mítica, sendo colocadas fora de qualquer questionamento. Começa na fantasia e vira lei social. Uma lei que não está no papel, mas cristalizada no imaginário, nas mentes e nas práticas como verdades absolutas. Está nos corações? Nos

sonhos e desejos? Muitas vezes não... Mas a obedecemos. Você pode até achar que o mundo mudou. Sim, acredito que estamos mudando. Mas onde nossas crianças apreendem e vão se formando e assumindo papeis distintos enquanto homens ou mulheres? E reproduzem os mitos que apreendem. Minha sobrinha, com sete anos, não gosta da cor azul porque é cor de menino, diz ela. Um exemplo emblemático da contemporaneidade. A criança sente o peso de que não dá para ser o que ela realmente é. É bombardeada de informações carregadas de mitos

de gênero. Simone de Beauvoir já dizia na década de 1940, “a gente não nasce mulher, a gente se torna mulher”. Minha sobrinha Mariana está se tornando mulher. Vale para os homens também. Esses mitos podem criar um efeito devastador: a mesma imagem do homem como “naturalmente” agressivo, de temperamento difícil, de ser controlador, dá suporte à ideia de que é da responsabilidade da mulher permanecer sóbria e serena para acalmar a discussão e manter a relação e a família unida, caso contrário, ela é a culpada. Isto tem, historicamente, cronificado a violência contra a mulher, um fenômeno baseado nestas desigualdades de gênero. Esta reflexão nos dará oportunidade para revisitar alguns mitos tomados como óbvios. Rever onde estes nos têm levado e usá-los como ponto de partida para olhar o passado, o presente e o futuro. Pensar que são possíveis outras possibilidades. Romper com esses mitos é valorizar a livre expressão da sexualidade como um direito. Sonhar com uma sociedade mais igualitária, autêntica com potencial criativo e libertador... E sem violência. Pensa comigo...

Silmara Conchão – Professora universitária, socióloga, feminista e Autora do Livro: Masculino e Feminino - a primeira vez (Ed. Hucitec, 2011).


Dia Melhor - Ano - Edição 41 - setembro de 2013

42

© Revistas COQUETEL 2013

www.coquetel.com.br

Folhear (livro) Curdos, ciganos e tuaregues, por seu estilo de vida

Foi traído por Cássio e por Brutus

Benefício concedido ao réu medianLocal das primeiras te sua colaboração apresentações dos com as investigações Beatles Persona(jur.) gens machadianos Deutério (símbolo) Dardo

Une yin e yang Território dos EUA no oceano Pacífico com base militar

Processo de impressão em relevo Cardápio Introvertido; concentrado

M Ã naEarena

Sequer O autor como Tem o som de Molière, “s”, em pelo esti“cachaça” lo teatral Indivíduo que se Hospetraja com daria, apuro em inglês Impróprio; incompatível

O século iniciado em 401

Pedidos de socorro

Molécula-grama Senti- (abrev.) mento de Ritmo de 2Pac aversão

O mais extenso rio da Venezuela

“(?) dos Apóstolos”, livro da Bíblia

Metal usado na crisoterapia

Bhagavad(?), texto religioso hindu Característica importante no juiz Moeda da UE, não foi adotada pela Grã-Bretanha

Gemidos (bras.)

Cidade da Toscana Adereço da noiva

Medida do portamalas (símbolo)

Para, em “internetês”

Fruto do cerrado apreciado com arroz

Prefixo: Um dos crimes antes contra a adminisQue passam a noite tração pública em claro

cravado no touro,

Condição iminente da parturiente Do aspecto da opala

© Revistas COQUETEL 2013

O país mais pobre das Américas Duns Scotus, teólogo escocês

N E M

Detalhe do corpo da zebra Tratamento entre “rappers”

Visavam à libertação de Jerusalém

Decifrei o código da escrita

Estado de Serra do Mel (sigla) O conteúdo principal da rádio CBN

Hectolitro (símbolo) Moita espessa

Sigla de diretor executivo (inglês)

(?) card, tipo de cartão de memória

Evento esportivo de Toronto em 2015

Deus-Sol, no Egito Antigo Própria dos sonhos

Calçado para hóquei no gelo

Meio de comando de robôs cirúrgicos

“Programa” da TV Senado

Barco usado no desencalhe de navios

O ser como as harpias (Mit.) Paul Devaux, pintor belga

Capaz (fem.) 4/gita. 5/pequi. 7/orinoco. 9/pedúnculo. 11/ensimesmado — rotogravura.

Inacessível; impenetrável A empresa controlada por outra

BANCO

Boro (símbolo)

Letra que precede o cifrão no real

Escola budista chinesa do séc. VI

Polo industrial colombiano O dia 6 de junho de 1944 (Hist.)

Remo, em inglês Carbono (símbolo)

3/inn — oar. 5/siena. 8/impérvio — touceira. 10/bandarilha.

2

Confira a solução destes passatempos em www.diamelhor.com.br

quadrinhos quebUmra-lincabdoeça clássicos Grátis! anos 40 e 50 livro 2 nas bancas e livrarias

Solução

TR

edição especial

I N S O N E S

N O M A D E S

D E L A Ç Ã O P R E M I A D A

livro 2 nas bancas e livrarias

C C O M Ã P V U R L LO S M A D R A O N D A D A T I L O A S C P N C I

lindo quadrinhos queUm bra-cabeça clássicos Grátis! anos 40 e 50

Solução R E P U L S A

edição especial

Vivien Leigh, atriz britânica

Título nobiliárquico britânico

Prefixo de “epicarpo”: sobre

3

C O C F L A M E L E I T O S R N A R O T O G R M E N U O A A P E N S I M E G I T A Q O W O U S O B R I O I P E D U N C U L O R A O C C O N S O N

BANCO

Órgão Contratou máximo (o serviço da Justiça da TV a cabo) militar Em outro momento ou ocasião

L H A A F L I M I CO S D N T E R I P A N R F V L N O U Z EN O C A L I R I A

Fragmento resultante do uso da britadeira Tirar (a nata do leite)

O N I R I C A

Adrian Newey, projetista da F1

H P N D A R S I E M T A G I C N R O N GR U OT Z C I R A E O C A D I A A S S I E R V P I D I

Haste de sustentação de frutos Acordo; concordância (fig.)

C A V E R N C L U B

Cineasta de “Gran Torino” Agente da atração sexual entre insetos (pl.) Dança andaluza (Espanha)

S T A M P O B S

www.coquetel.com.br

Cruzadas

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

B U E N T I I N H T O R E C A A P I T S U

Sudoku


Dia Melhor - Ano IV - Edição 41 - setembro de 2013

43


44

Dia Melhor - Ano - Edição 41 - setembro de 2013


Dia Melhor - 41 - Setembro - 2013