Page 1

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA EDIÇÃO 49 - ANO 9 - DEZEMBRO 2018

‘‘Testemunha da história’’

SÃO PAULO

14 3335 3300 Rua Paraná, 900 Centro Ourinhos EskinaMed eskinamed.vendas@gmail.com

10o0s an


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

Carta aos Leitores Expediente

Após desfrutar do enorme sucesso alcançado em nossas edições anteriores, elaborar a edição especial de Ourinhos foi um grande e prazeroso desafio. Falar de Ourinhos sem demonstrar preconceitos e nem crenças pessoais, esclarecendo, formando e informando, foi nossa meta ao escrever cada linha desta edição, que traz como tema principal a história deste importante município que tanto representa para o Paraná e o Brasil. Nossos agradecimentos aos colaboradores não mediram esforços para que fizéssemos um trabalho sério e competente. Agradecemos também aos nossos patrocinadores que acreditaram no sucesso da Revista Destak de São Paulo Finalizando: É com grande prazer que convido a todos para um mergulho nas páginas seguintes. Uma ótima leitura a todos! O Editor.

Diretor Geral: Paulo R. Jorge Comercial: 43 8813 1611 (Claro) | 43 9638 9020 (Tim) Projeto gráfico: Vidatech Tiragem limitada. Revista Destak do Paraná Email: redestakpr@gmail.com | redestak@hotmail.com Av. Leste Oeste, 882 - 1º Andar - Londrina - PR

Agradecimentos Prefeitura Municipal, Secretaria de Comunicação, Biblioteca Municipal Tristão de Athayde.

As opiniões e artigos assinados não apresentam necessariamente a opinião da revista, sendo de total responsabilidade de seus autores.

03


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

PARABÉNS OURINHOS Pelo Seu Centenário da Emancipação Política-Administrativa

04


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

OURINHOS E SUAS ORIGENS A Colonização do Sudoeste Paulista

Até o início do século XIX, toda extensão das terras que compõe o Sudoeste Paulista, onde o Estado possui divisas com o Norte do Paraná, eram conhecidas e mapeadas apenas pelos Bandeirantes que adentravam o sertão à procura do ouro que era facilmente encontrado nos rios da região. Eram terras habitadas por várias tribos indígenas, e conhecidas apenas como “Sertão do Paranapanema”.

05


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

Ourinhos e sua Origens A Colonização do Centro Oeste Paulista

No final do século XIX, o Governo da Província passou a enviar técnicos para fazer o inventário geofísico e etnográfico da região para estender a Estrada de Ferro Sorocabana, com a clara finalidade do desenvolver esse território paulista, que faz divisa com o Norte Paranaense. A construção da Estrada de Ferro, aliada à abertura de grandes fazendas para a monocultura do algodão e posteriormente do café, trouxe uma grande leva de trabalhadores onde se deu o pontapé inicial do povoamento da futura cidade de Ourinhos. Fonte: Site Prefeitura Municipal.

Balsa de travessia entre Ourinhos e o Paraná (déc. de 1920)

06


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

Fundação do Município De Povoado a patrimônio

Toda essa extensão de terras que partia da vizinha cidade de Santa Cruz do Rio Pardo e se estendia até a divisa do município de Salto Grande, pertencia a Dona Escolástica Melchert da Fonseca. Em 1 906 o Sr. Jacinto Ferreira de Sá adquiriu essas terras e decidiu lotear a propriedade, doando na parte central uma área para a construção de um Grupo

Escolar e de uma igreja metodista, dando assim início ao povoado com reduzido número de casas e sem nenhuma infraestrutura urbana. no comeco tudo era muito difícil mas logo sugiram algumas vendas para suprir as necessidades dos primeiros habitantes, que logo se uniram para mudar o rumo do pequeno povoado. Fonte: Site Prefeitura Municipal.

Abertura da Rodovia que liga ao Noroeste Paulista ( década de 1928).

07


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

Fundação do Município De Patrimônio à Distrito de Paz

No ano de 1 908 foi construído o primeiro Posto da Estrada de Ferro que servia de coleta para a produção do algodão e do café. Quatro anos mais tarde foi construída a Estação que servia de baldeação para os passageiros com destino ao vizinho Patrimônio de “Ourinho” (no singular mesmo), onde hoje se localiza o

município de Jacarezinho-PR. Com o seu rápido desenvolvimento o pequeno povoado que ainda pertencia ao município de Salto Grande, foi elevado à categoria de “Distrito de Paz”, através do Decreto Estadual nº 1484 de 13 de dezembro de 1 915, com o mesmo nome da Estação conhecida como “Ourinho”.

Fonte: Site Prefeitura Municipal.

Primeira Igreja Matriz da Paróquia Bom Jesus (década de 1939).

08


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

Emancipação Político - Administrativa De Distrito à Cidade

Ourinhos foi elevado à categoria de município em 13 de dezembro de 1 918, através da Lei nº 1618, tendo sido desmembrado do município de Salto Grande. A sua instalação ocorreu em 20 de março de 1 919, através do Decreto Lei nº 9775 de 30 de novembro quando passou a ser considerada como Comarca Judiciária, e a partir daí passou a eleger os seus representantes para a Câmara dos Vereadores e também o seu prefeito, passando a dirigir os seus próprios destinos, agora como uma nova cidade.

Fonte: Site Prefeitura Municipal.

Reunião politica "Dec 1939"

09


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

PARABÉNS OURINHOS Pelo Centenário da sua Emancipação Política-Administrativa

10


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

Etimologia A Origem do Nome da Cidade

Segundo o dicionário etimológico; Ourinho é o diminutivo da palavra Ouro, (elemento químico), em pequena quantidade. O nome Ourinhos (no plural), é uma referência à fazenda do mesmo nome de propriedade do Sr. Antonio José da Costa Junior, político influente da época, cujas terras estendia-se desde a vizinha cidade de Jacarezinho PR (que já foi chamada de

“Ourinho”, entre outros nomes), e avançavam sobre o Paranapanema abrangendo estas paragens, cuja estação também era chamada “Ourinho”. Assim, depois da emancipação uma comissão de notáveis decidiram manter o nome do metal precioso (no plural) para os nascidos aqui, que passaram a ser chamados pelo gentílico de “ourinhense”. Fonte: Site Prefeitura Municipal.Dicionário Etimológico.

11


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

COLONIZAÇÃO ESTRANGEIRA Uma Parceria de Sucesso

O grande impulso para o desenvolvimento da cidade de Ourinhos, foi dado pela construção da Estrada de Ferro Sorocabana, que trouxe os trabalhadores migrantes e imigrantes de outros Estados brasileiros. Mineiros e nortistas eram maioria, e com eles os mestres portugueses, os engenheiros ingleses e uma gama de artesões oriundos de outros países da Europa fugidos da Primeira Grande Guerra, chegaram em busca das oportunidades que a abertura dos portos adotada pelo Governo Federal oferecia aos estrangeiros, com as promessas de um “Novo Eldorado”. Hoje encontramos uma grande mistura de raças oriundas das várias partes do globo terrestre: Portugueses, ingleses, italianos, espanhóis, alemães, poloneses, sírios e libaneses, além é claro, dos japoneses que trouxeram as novas técnicas de plantío para a cultura do café, contribuindo de forma definitiva para o progresso e também na formação das características culturais, sociais e econômica do nosso município. Fonte: Site Prefeitura Municipal.

12


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

PARABÉNS OURINHOS Pelo Centenário da Emancipação Política-Administrativa

13


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

CAFÉ O Ouro Verde

desmatavam para a abertura de novas fazendas, assim como também precisavam de mais escravos para o trabalho na terra. Porém, com a edição da Lei Áurea que aboliu a escravatura no Brasil, abriu-se o caminho para a chegada dos estrangeiros que deram o impulso para a nova onda de progresso. O cafezal que levava até quatro anos para a primeira colheita, com as novas técnicas aplicadas pelos imigrantes japoneses alcançaram altos índices de produtividade, e o “Ouro Verde” passou a bater todos os recordes de produtividade, contribuindo definitivamente para o progresso da nossa cidade, contribuindo definitivamente para o desenvolvimento da nossa cidade. Fonte: Site Prefeitura Municipal.

O café é uma planta originária da Etiópia Central e entrou no Brasil pelas mãos do comerciante português chamado Mello Palheta, que plantou algumas mudas no quintal da sua propriedade em Belém do Pará no ano de 1 927. Dali em diante o café percorreu todo o litoral brasileiro, sempre em pequenas plantações para o consumo da casa e só depois passou a ser vendido em quitandas e “vendas”, até virar a bebida da moda na Europa e “Novo Mundo”. No século seguinte já havia grandes plantações no Espírito Santo e em Minas Gerais, de onde se espalhou para o interior de todo o Estado de São Paulo. Em 1 850 o café já era o primeiro produto de exportação do País. Os fazendeiros enriqueciam e como consequência

14


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

CAFÉ O Ouro Verde

15


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

A ESTRADA DE FERRO A Locomotiva do Progresso A Ferrovia foi inaugurada no País em 1 871, ainda durante o Império e a sua malha ferroviária atendia tão somente a região Sudeste, principal produtora de café. A linha mais conhecida, a Sorocabana chegou em Ourinhos na década de 1 908, onde foi construída uma estação, com oficina e barracões para o armazenamento de grãos, e um entroncamento de onde seguiu para o Médio Vale do Paranapanema até a cidade de Porto Epitácio, no antigo Porto Tibiriçá. E numa outra variante seguiu sobre o Rio Paranapanema em direção ao Norte Pioneiro do Estado do Paraná. A ferrovia teve importância fundamental no desenvolvimento da cidade fazendo o escoamento da produção baseada principalmente na cultura do algodão e depois do café até o Porto de Santos de onde seguia para a América do Norte e para a Europa, de onde se traziam vários insumos e toda gama de artigos e gêneros importados do Novo Mundo. Fonte: Site Prefeitura Municipal.

16


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

A LOCOMOTIVA DO PROGRESSO A Maria Fumaça

Locomotiva à vapor (década de 1939)

17


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

A INAUGURAÇÃO DA ESTAÇÃO A Maria Fumaça A estação foi inaugurada no final da década de 1 908 e no ano seguinte em 27/11/1 909 foi inaugurada uma agência postal junto ao pátio central, que era chamada de “Ourinho”.

“...Os trilhos rasgavam a floresta feito um rio que desaguava em uma grande clareira no centro do povoado, onde foi derrubada a mata nativa para a construção da Estação e também dos prédios dos armazéns da ferrovia. Toda a atenção do povo estava concentrada na ferrovia quando chegou o dia da inauguração. Na plataforma os convidados de honra e autoridades aguardavam ansiosos e eufóricos a chegada do trem com seus passageiros e o seu condutor, ornamentado com sua farda e o indefectível quepe alvinegro. Perto da hora marcada apontou na longa reta uma barulhenta locomotiva que

trazia à frente uma bandeira nacional. Entre o tanger dos sinos e o barulho dos fogos se fez ouvir o apito do trem, que soltava uma coluna enorme de fumaça branca. Quando finalmente a locomotiva estacionou, ouviuse ao fundo uma afinada banda marcial que após as saudações entusiasmadas executou o Hino Nacional Brasileiro. No discurso da maior autoridade municipal, o prefeito incisivo disse: “Se quiserem progredir vençam pelo seu próprio esforço, não fiquem esperando ajuda e tão pouco promessas vazias...”. De fato, a história da cidade seguiu seu rumo ao progresso paralelo àquele discurso. Fonte: da editora local

18


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

PARABÉNS OURINHOS Pelo Centenário da Emancipação Política-Administrativa

19


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

GALERIA DE PREFEITOS Vultos da História

Prefeitura de OURINHOS

Fonte: Site Prefeitura Municipal.

20


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

GALERIA DE PREFEITOS Vultos da História

Prefeitura de OURINHOS

21


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

SÍMBOLOS DO MUNICÍPIO Hino, Bandeira e Brasão

Brasão de Ourinhos No brasão, encontra-se um escudo português, referência à origem portuguesa das cidades brasileiras. A cor azul representa a glória e a virtude. Representa também a beleza da cidade, cercada por grandes rios. O triângulo de ouro, formado por três faixas brancas com movimento em forma de onda, é uma referência à cidade como uma "terra de ouro entre rios", lembrando a fertilidade do solo, razão de ser da riqueza do município. As três faixas representam os rios Pardo, Paranapanema e Turvo. Na confluência deles, é formado o município, cuja forma geográfica se assemelha justamente ao vértice de um triângulo. A árvore dentro do triângulo é o marco que identifica o local onde foram construídas as primeiras choupanas do município. Além disso, a sua presença indica a harmonia, pois todos os se unem a um único tronco. A sombra da árvore, para erguer o primeiro acampamento que deu origem à cidade. A coroa de espinhos e a folha de palmeira são uma referência ao cristianismo e uma homenagem ao padroeiro, São Bom Jesus. Os ornamentos ao redor do escudo evocam as riquezas agrícolas da região, o café e a cana-de-açúcar, o que confirma a riqueza do solo.Abaixo do escudo, está inscrita a frase em latim Terra populusque aurei, ou seja, "Terra e povo de ouro". Fonte: Site Prefeitura Municipal.

22


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

SÍMBOLOS DO MUNICÍPIO Hino, Bandeira e Brasão

Hino de Ourinhos

Bandeira de Ourinhos

Autor: Fernando Henrique Mella Ribeiro

Em relação à bandeira, o ouro é simbolizado pelo amarelo; a riqueza da terra, pelo verde; e a prata, pelo branco. O verde e o amarelo aparecem alternados, enquanto o brasão é aplicado sobre um retângulo branco.

Canto a nossa terra Berço que encerra um povo varonil. Canto o pioneiro que a semente um dia fez florir. Brado toda essa lida Que a mão sofrida aos poucos esculpiu. Ourinhos, tu és fruto de trabalho e amor. Solo de terra tão roxa De campos verdes cercados de água e céu. Foste um dia café, Hoje os horizontes são teus canaviais. Pardos Panemas e Turvos, Leitos que banham todos os dias teus. Ourinhos, tu és majestoso esplendor. No sudoeste paulista és a força que avança E persegue a meta de ser sempre bem melhor. Neste limite de estado és a guardiã, És a ponte primeira da integração. Sabes qual é teu caminho, Não sais dos teus trilhos. Constrói um ideal. Ourinhos, o futuro é a estação final.

23


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

ORGANIZAÇÃO POLÍTICA Dados e Índices CIDADE DE ASSIS O município foi emancipado de Salto Grande na década de 1910 e seu nome é uma referência ao antigo município de Ourinhos, hoje Jacarezinho, no estado do Paraná. Atualmente é formada pela cidade de Ourinhos, sendo a sede seu único distrito, subdividida ainda em cerca de 120 bairros. Também é uma das principais cidades da região e possui como principal atividade econômica o comércio. No setor da agricultura, destaca-se o cultivo da cana-de-açúcar, da soja e do milho.

CARACTERÍSTICAS GEOGRÁFICAS Área 296,203 km² (SP: 308º) População 111 813 hab. (SP: 73º) Estatísticas IBGE/2017 Densidade 377,49 hab./km² Altitude 492 m Clima subtropical Cfa Fuso horário UTC−3

O município conta ainda com uma importante tradição cultural, que vai desde o seu artesanato até o teatro, a música e o esporte. A cidade se destaca também em seus eventos organizados muitas vezes pela prefeitura de Ourinhos juntamente ou não com empresas locais. Um dos principais é a Feira Agropecuária e Industrial de Ourinhos, que é realizada anualmente no mês de junho e é considerada como um dos maiores eventos do ramo no país. Fonte: Wikipédia

Fonte: Wikipédia

24


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

ASPÉCTOS GEOGRÁFICOS Características Gerais Gentilico: Ourinhense Prefeito: Lucas Pocay (PSD) (2017 – 2020)

Dados Gerais Ourinhos é um município brasileiro no interior do estado de São Paulo. Localiza-se a oeste da capital do estado, distando desta cerca de 370 km. Ocupa uma área de 296,203 km², sendo que 12,4015 km² estão em perímetro urbano,[8] e sua população foi estimada em 2017 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 111 813, sendo então o 73º mais populoso de São Paulo. Está a 994 km de Brasília, capital federal.

Municípios limítrofes Norte: São Pedro do Turvo; Sul: Jacarezinho; Leste: Santa Cruz do Rio Pardo e Canitar; Oeste: Salto Grande Distância até a capital 370 km Fonte: wikipedia

Data de Fundação: 13 de dezembro de 1918 (100 anos)

Características geográficas Área 296,203 km² (SP: 308º) População 111 813 hab. (SP: 73º) –estatísticas IBGE/2017 Densidade 377,49 hab./km² Altitude 492 m Clima subtropical Cfa Fuso horário UTC−3

25


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

PARABÉNS OURINHOS Pelo Centenário da Emancipação Política-Administrativa

26


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

PADROEIRO DO MUNICÍPIO Senhor Bom Jesus A devoção ao Senhor Bom Jesus, é voltada ao mistério da Paixão e Morte de Jesus Cristo e tem suas raízes em Portugal, de onde foi levada aos países de colonização portuguesa. Por essa sua representação, nas aflições os fiéis romeiros recorrem à Jesus, vendo n'Ele o Homem das dores, da compaixão, da bondade e do perdão. Ele é identificado com todo o sofrimento humano. Trata-se de uma prática religiosa muito antiga, que participa da memória de diferentes localidades, de todos os estados do Brasil. Os primeiros vestígios do culto ao Senhor Bom Jesus no Brasil, remonta ao século XVII, se organizando junto com os primeiros lugarejos que se tornaram cidades importantes. Em Ourinhos, a festa em homenagem ao Senhor Bom Jesus, além de barracas com doces, artesanatos e comidas típicas, ainda conta com uma procissão dos fiéis. E é comemorada a partir do dia 06 de agosto nas dependências da Catedral, na Rua Arlindo Luz, 355 – Centro.

A devoção ao Senhor Bom Jesus, é voltada ao mistério da Paixão e Morte de Jesus Cristo, e tem suas raízes em Portugal de onde foi levada aos países de colonização portuguesa. Por essa sua representação n'ele é identificado o Homem das dores, da compaixão da bondade e do perdão. Trata-se de uma prática religiosa muito antiga de diferentes localidades do Brasil. Os primeiros vestígios datam do século XVII , organizados junto aos primeiros vilarejos e que se tornaram cidades importantes. Em Ourinhos a festa em sua homenagem é comemorada a partir do dia 06 de agosto, nas dependências da Paróquia, com barracas de comidas típicas, doces, artesanatos, além de uma procissão muito festejada entre os fiéis.

Fonte: Internet

27


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

PARABÉNS OURINHOS Pelo Centenário da sua Emancipação Política-Administrativa

28


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

CATEDRAL DIOCESANA Paróquia do Senhor Bom Jesus No dia 20 de junho de 1 919 Dom Lúcio Antunes de Souza, Bispo de Botucatu atendendo a pedidos, ordenou a construção da nova Paróquia do Senhor Bom Jesus em Ourinhos, desmembrando-a da paróquia de Salto Grande, quando foi lançado a pedra fundamental para a construção da Igreja Matriz do Senhor Bom Jesus e no dia 25 de dezembro de 1 925 foi celebrada a missa inaugural com a presença de várias autoridades civis e eclesiásticas e de uma multidão de fiéis. Com o crescimento da cidade surgiu a necessidade de se construir um novo prédio em novo terreno escolhido por uma comissão de notáveis presidida por Dom Luiz Maria Sant'Anna – Bispo de Botucatu, com a finalidade de construir esse belo edifício em estilo neoclássico religioso, que foi concluída em 1 949. A nova Catedral Diocesana do Senhor Bom Jesus, é o cartão postal da cidade da qual todos os ourinhenses se orgulham. Igreja Matriz de Ourinhos-SP (1940)

29


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

PARABÉNS OURINHOS Pelo Centenário da sua Emancipação Política

30


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

EXTIRPE OURINHENSE NOSSAS Origens

31


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

EXTIRPE OURINHENSE NOSSAS Origens

32


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

EXTIRPE OURINHENSE NOSSAS Origens

33


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

EXTIRPE OURINHENSE NOSSAS Origens

34


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

PARABÉNS OURINHOS Centenário da Emancipação Política

35


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

TUNEL DO TEMPO Revivendo o passado

Diz a história que o incêndio destruiu o trem e o lugar em que a estátua da Nossa Senhora estava, não queimou. Dando origem a uma igreja chamada Nossa Senhora do Vagão Queimado!

36


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

TUNEL DO TEMPO Revivendo o passado

37


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

TUNEL DO TEMPO Revivendo o passado

38


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

TUNEL DO TEMPO Revivendo o passado

39


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

PARABÉNS OURINHOS Pelo Centenário da sua Emancipação Política-Administrativa

40


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

OURINHOS HOJE Centenário da sua Emancipação Política-Administrativa

Ourinhos é um município brasileiro do interior do Estado de São Paulo. Distante cerca de 370 Km à oeste da capital, ocupa uma área de 296,203 km2, sendo que 12,4015 km2 compõe o perímetro urbano, e sua população foi estimada em 2 017 pelo IBGE-Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística em 111. 813 habitantes, sendo o 73º município mais ,populoso de São Paulo, com 120 bairros dotados de toda infraestrutura urbana.

Calçadão de Ourinhos

41


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

Comércio e Indústria Associação Comercial e Empresarial

Considerada como uma das principais cidades da região, possui como principal atividade econômica o comércio. No setor da agricultura destaca-se no cultivo da cana de açúcar, da soja e do milho. Ourinhos conta ainda com diversas entidades que prestam o suporte e assessoria técnica necessárias no campo da pesquisa e do desenvolvimento, com ampla concentração de conhecimentos em tecnologia. No setor terciário a cidade conta com várias empresas na prestação de serviços na área da saúde, o que caracteriza o município como centro de excelência médica regional, respaldadas pelas várias faculdades e seus cursos de graduação.

42


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

Comércio e Indústria Associação Comercial e Empresarial

A sua localização geográfica é um entroncamento estratégico entre as principais artérias regionais e estaduais, no que facilita o escoamento dos insumos, produtos e mercadorias. Também conta com um moderno aeroporto localizado no Distrito Industrial Dr. Hélio Silva, dotado de infraestrutura para operação de voos domésticos. O município conta com uma importante tradição cultural que vai desde o seu artesanato até o teatro a música e os esportes. Destaca-se também em seus eventos organizados juntamente com as empresas locais, como a FAPI- Feira Agropecuária e Industrial de Ourinhos, entre outros eventos apoiados pela ACE - Associação Comercial e Empresarial de Ourinhos realizada anualmente no mês de junho, é considerada como uma das maiores do ramo no País.

43


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

PARABÉNS OURINHOS Pelo Centenário da sua Emancipação Política-Administrativa

44


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

Cultura Lazer e Turismo Nossas Festas

Centro Cultural Tom Jobim em Ourinhos

Projeto SACI e Coral Adulto no Pré-Festival de Música

45


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

Cultura Lazer e Turismo Nossas Festas

Parque Olavo Ferreira de Sá – Festival de Provas de Arrancadas - Ourinhos / SP | Adelmo Carneti Parque Olavo Ferreira de Sá – Festival de Provas de Arrancadas - Ourinhos / SP | Adelmo Carneti

Parque Ecológico Bióloga Tânia Mara Netto Silva

46


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

Cultura Lazer e Turismo Nossas Festas

47


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

ESPORTES EM DESTAK Brava Gente Ourinhense

karateca ourinhense José Augusto de Oliveira Netto E seu professor e treinador Adílson Luiz Oliveira

Roda de Capoeira no Ginásio de Esportes “Monstrinho”.

48


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

ESPORTES EM DESTAK Brava Gente Ourinhense

49


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

ESPORTES EM DESTAK Brava Gente Ourinhense

50


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

PARABÉNS OURINHOS Pelo Centenário da sua Emancipação Política-Administrativa

51


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

ESPORTES EM DESTAK Brava Gente Ourinhense

Jogos do varzeano estreiam novo banco de reservas no Monstrinho

52


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

ESPORTES EM DESTAK Brava Gente Ourinhense

O Ginásio Municipal de Esportes

José Maria Paschoalick “Monstrinho”

Abertura do Campeonato Municipal de Futsal Menor lota Monstrinho

53


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

PARABÉNS OURINHOS Pelo Centenário da sua Emancipação Política-Administrativa

54


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

NOSSA TERRA, NOSSA GENTE O Melhor de Ourinhos é o Ourinhense

55


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

NOSSA TERRA, NOSSA GENTE O Melhor de Ourinhos é o Ourinhense

56


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

NOSSA TERRA, NOSSA GENTE O Melhor de Ourinhos é o Ourinhense

57


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

NOSSA TERRA, NOSSA GENTE O Melhor de Ourinhos é o Ourinhense

58


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

NOSSA TERRA, NOSSA GENTE O Melhor de Ourinhos é o Ourinhense

59


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

NOSSA TERRA, NOSSA GENTE O Melhor de Ourinhos é o Ourinhense

60


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

PARABÉNS OURINHOS Pelo Centenário da sua Emancipação Política-Administrativa

61


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

NOSSA TERRA, NOSSA GENTE O Melhor de Ourinhos é o Ourinhense

62


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

NOSSA TERRA, NOSSA GENTE O Melhor de Ourinhos é o Ourinhense

63


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

NOSSA TERRA, NOSSA GENTE O Melhor de Ourinhos é o Ourinhense

64


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

NOSSA TERRA, NOSSA GENTE O Melhor de Ourinhos é o Ourinhense

65


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

NOSSA TERRA, NOSSA GENTE O Melhor de Ourinhos é o Ourinhense

66


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

NOSSA TERRA, NOSSA GENTE O Melhor de Ourinhos é o Ourinhense

67


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

NOSSA TERRA, NOSSA GENTE O Melhor de Ourinhos é o Ourinhense

68


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

NOSSA TERRA, NOSSA GENTE O Melhor de Ourinhos é o Ourinhense

69


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

NOSSA TERRA, NOSSA GENTE O Melhor de Ourinhos é o Ourinhense

70


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

PARABÉNS OURINHOS Pelo Centenário da sua Emancipação Política-Administrativa

71


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

NOSSA TERRA, NOSSA GENTE O Melhor de Ourinhos é o Ourinhense

72


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

NOSSA TERRA, NOSSA GENTE O Melhor de Ourinhos é o Ourinhense

73


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

NOSSA TERRA, NOSSA GENTE O Melhor de Ourinhos é o Ourinhense

74


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

NOSSA TERRA, NOSSA GENTE O Melhor de Ourinhos é o Ourinhense

75


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

NOSSA TERRA, NOSSA GENTE O Melhor de Ourinhos é o Ourinhense

76


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

NOSSA TERRA, NOSSA GENTE O Melhor de Ourinhos é o Ourinhense

77


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

NOSSA TERRA, NOSSA GENTE O Melhor de Ourinhos é o Ourinhense

78


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

Escola Ouro Educacional Pueri Domus: Bilíngue

Quanta alegria temos em participar das comemorações do primeiro Centenário de Ourinhos. É com satisfação que fazemos parte dessa história, com nosso empreendimento voltado para a educação em Ourinhos. Nosso Colégio possui uma trajetória favorável por conquistar um espaço na expansão da educação, em nossa cidade. A nossa proposta é revolucionária no seguimento educacional. Contamos hoje com um dos maiores sistemas de ensino, sendo o Pueri Domus o primeiro sistema de ensino Bilíngue em rede integrada de alta performance, com matérias que vão desde a

Educação Infantil ao Ensino Fundamental. Em nosso Colégio há grandes espaços onde os alunos aprendem brincando e se favorecem do ambiente saudável e natural para todos com a intenção de tornar acessível e agradável o aprendizado com prazer e satisfação para todos: professores, alunos e também para os pais de maneira geral.Aqui seus filhos encontrarão tudo que precisam para atender as exigências do s é c u l o X X I , desenvolvendo suas habilidades de forma lúdica e natural. Tragam seus filhos para o futuro! Vamos prepara-los para os próximos Centenários de Ourinhos!

79


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

Dica de Beleza Cuidados com o seu Corpo - Sua Pele

GELATINA E LEITE: Essa máscara funciona como uma limpeza de pele. Serve para re ra ou amenizar cravos e espinhas.| Vai precisar de: 1 colher (de sopa) de leite, 1 colher (de sopa) de gela na sem sabor | Como fazer: Coloque o leite e a gela na em um po nho e aqueça no microondas por 10 segundos (para que dissolva bem a mistura); aguarde até que esteja morna e aplique no rosto limpo; espere até que a máscara seque naturalmente na pele; re re a máscara com as mãos e perceba que ela irá remover junto os cravos; em seguida lave o rosto.

GELO: O gelo funciona como um primer que fecha os poros e segura a oleosidade! Basta aplicar na pele antes da maquiagem (coloque um paninho para aplicá-lo).

TOMATE: A máscara de tomate é ó ma para quem sofre com pele oleosa e para quem quer eliminar marcas| Vai precisa de: 2 tomates, 2 colheres (de sopa) de açúcar | Como fazer: Bata tudo no liquidificador e aplique a mistura no rosto (deixando de fora a área dos olhos), deixe por 30 minutos por dia, e depois enxague com água fria. Faça isso todos os dias, por duas semanas, e você vai começar a notar os resultados.

80


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

PARABÉNS OURINHOS Pelo Centenário da sua Emancipação Política-Administrativa

81


• EDIÇÃO 49 • ANO 9 •

• DEZEMBRO DE 2018 •

DICA DE SAÚDE BUCAL Mês de Aniversário da Cidade NESTE MÊS DE ANIVERSÁRIO DA CIDADE, NÓS, DA EQUIPE ODONTO COMPANY GOSTARÍAMOS DE PARABENIZAR A POPULAÇÃO QUE ACOMPANHA O CRESCIMENTO DE OURINHOS DURANTE ESTES 100 ANOS. APROVEITANDO O MOMENTO PARA CONVIDÁ-LOS A NOS CONHECER E DEIXÁ-LOS CADA VEZ MAIS SATISFEITOS COM O SORRISO. VOCÊ, LEITOR, AÍ DO OUTRO LADO CONHECE A FRASE: “A SAÚDE COMEÇA PELA BOCA”? ELA É COMPLETAMENTE CORRETA, UMA VEZ QUE A MÁ HIGIENE BUCAL PODE DESENVOLVER DIVERSAS CONSEQUÊNCIAS COMO, POR EXEMPLO: O MAU HÁLITO, O APARECIMENTO DE CÁRIES, A NECESSIDADE DE TRATAMENTO DE CANAL, A DOENÇA PERIODONTAL, A RETRAÇÃO GENGIVAL E ATÉ MESMO A PERDA DOS DENTES, ACARRETANDO OUTROS PROBLEMAS PARA A SAÚDE GERAL DO INDÍVIDUO.

DIARIAMENTE. É ATRAVÉS DA ESCOVAÇÃO E COM O AUXÍLIO DO FIO DENTAL QUE CONSEGUIMOS REMOVER A PLACA BACTERIANA, PREVENINDO A CÁRIE E A DOENÇA PERIODONTAL, PROPICIANDO UM HÁLITO BOM E UM SORRISO SAUDÁVEL. ENTRETANTO, ALÉM DA ESCOVAÇÃO E O USO DO FIO DENTAL, É DE SUMA IMPORTÂNCIA A VISITA AO DENTISTA PERIODICAMENTE. O MAIS RECOMENDÁVEL É QUE ESSA VISITA ACONTEÇA DE SEIS EM SEIS MESES, POIS SÓ O CIRURGIÃO-DENTISTA PODERÁ INDICAR A SITUAÇÃO DA SAÚDE DA SUA BOCA, ORIENTÁ-LO ONDE DEVE HAVER MELHORAS, COMO TAMBÉM, O MELHOR MÉTODO PARA A SUA HIGIENE. O TRATAMENTO EXIGE A COLABORAÇÃO DE AMBAS AS PARTES, POR ISSO, NÃO DEIXE PARA DEPOIS OS CUIDADOS COM A CURVA MAIS BONITA DO SEU CORPO. A CLÍNICA CONTA COM O PROFISSIONALISMO, INTEGRIDADE E O BEM ESTAR DOS SEUS PACIENTES, OFERECENDO TRATAMENTOS COMO CANAL (ENDODONTIA), LIMPEZA (DENTÍSTICA), PRÓTESES (PRÓTESE), IMPLANTE (CIRURGIA), EXTRAÇÃO (CIRURGIA), CLAREAMENTO (DENTÍSTICA), APARELHOS (ORTODONTIA), HARMONIZAÇÃO FACIAL E CLÍNICO GERAL.

MAS, COMO POSSO MANTER A MINHA SAÚDE BUCAL EM DIA? ESSA RESPOSTA É MUITO SIMPLES E DEVE SER PRATICADA

ODONTO COMPANY: PAIXÃO PELO SEU SORRISO.

RUA ARLINDO LUZ, 452 - CENTRO 14 3326-1632 / 14 99626-1632 14 99604-7936

82


Profile for Revista Destak do Paraná

Edição 49 Ourinhos  

Revista Destak

Edição 49 Ourinhos  

Revista Destak