Issuu on Google+

DeMolayRJ Gabinete Estadual do Rio de Janeiro Maio de 2012 - Nº 006 - Ano 01 demolayrj.com.br

DESTAQUE: MENSAGEM DO SOBERANO GRANDE COMENDADOR PARA TODA A ORDEM DEMOLAY Página 03

25 anos Capítulo

Obreiros do Século XXI

Congressos Veja o que aconteceu

1

Arrastão Solidário Fique por dentro!

Demolayrj.com.br Novas Colunas e

suas Matérias!


SUMÁRIO GABINETE ESTADUAL Palavra do Soberano Grande Comendador do Supremo Conselho do R․• .E․• .A․• .A․• . para o Brasil Arastão Solidário - Rio de Janeiro ACONTECEU NO ESTADO 25 anos do Capítulo Obreiros do Séc. XXI Reunião Estadual de Lideranças

03 06

07 08

Aniversário de 114 anos da Loja Acácia, nº177 - GOB-RJ Treinamentos: Obreiros do Século XXI

09

Treinamentos: Imperial de Petrópolis

10

Congregações Regionais: Metropolitana II Congregações Regionais: Costa Verde e Médio Paraíba

10 11

Cerimônia Pública: Capítulo Geoffroy de Charnay

11

Ordem DeMolay na Loja D’Artagnan Dias Filho

12

Posse no Convento Fraternidade Templária

12

Capítulo Frank Sherman Land: Exemplo de dedicação

13

09

COLUNAS Perspectiva

13

História & Ciência

14

ARTIGO DEMOLAY O que vos liga à Fraternidade?

16 17

PALAVRAS DO MCE

Equipe DeMolayRJ Raphael Castro Marcel Ximenes Fellipe Neumann Adalberto Martins contato: revistagcerj@gmail.com Revista DeMolay RJ

2

Meus Irmãos leitores, a nossa revista DEMOLAY RJ está crescendo e cada vez com mais prestigio e divulgação nos principais sites maçônicos do Brasil. Isso só acontece graças ao esforço de todo o Gabinete Estadual da Liderança Juvenil do RJ e de vocês, que nos apóiam, contribuem e lêem a nossa Revista. Esta edição, nós mostramos nossa maior atuação na Maçonaria com a participação na comemoração dos 144 anos da Loja Acácia 177, estivemos presente também na Loja D`Artagnan Dias Filho. E sempre fomos muito bem recebidos. Na seção aconteceu no estado, podemos dizer que o mês foi muito produtivo. Tivemos dois Congressos Regionais, Costa verde e Metropolitana II, nas quais ocorreu um recorde de membros e a presença de dos Capítulos da Região fortaleceram os laços de Irmandade. Em saquarema foi fundado o Capítulo Cavaleiros do Novo Horizonte de Saquarema e em 29 de abril será instalado. E o Arrastão da Solidariedade foi um grande sucesso no RJ, que contribuiu e muito para o sucesso em todo o Brasil. Confira os resultados em nossa revista. Por fim, destacamos na Revista a mensagem do Soberano Grande comendador, Tio Enyr de Jesus da Costa e Silva, à Ordem DeMolay, matéria de capa com belas reflexões e palavras de incentivo aos jovens DeMolays. Destacamos também o aniversário de 25 anos do capítulo Obreiros do século XXI, em Teresópolis, que contou com a presença de várias lideranças e do nosso amado Tio Alberto Mansur. Espero que gostem dessa nova edição e que continuem colaborando para fazermos da Ordem DeMolay no Estado do RJ um exemplo de força e crescimento no Brasil, Boa leitura e saudações em DeMolay, Fellipe Neumann” Sec. De Comunicação - LJGCE


GABINETE ESTADUAL

Palavra do Soberano Grande Comendador do Supremo Conselho do Brasil para o R. ..E. . .A. . .A. . . Um homem e sua história Tio Enyr de Jesus da Costa e Silva iniciou na Maçonaria no dia 20 de novembro de 1975 na Loja Copacabana do Grande Oriente do Brasil . No dia 14 de maio de 1976, iniciou na Loja de Perfeição Cruzeiro do Sul, começando assim sua caminhada nos Graus Filosóficos da Maçonaria.

aria, testemunhou um momento histórico, quando a Grande Loja Maçônica do Estado do Rio de Janeiro, liderado pelo grande Tio Waldemar Zveiter, assinou Tratado de Muito Reconhecimento e Amizade com o Supremo Conselho do Brasil.

Com este mesmo sentimento, vimos a aproximação da Maçonaria Brasileira e Portuguesa, com a presença do Tio Jose Alves Dias, Soberano Grande Comendador de Portugal, que participou da concessão do Grau 33 do R.E.A.A.

No dia 14 de setembro de 2001, foi nomeado Membro Efetivo do Supremo Conselho do Brasil. E em função dos seus relevantes servições prestados á Maçonaria, aos dois dias de setembro de 2004, assumiu o cargo e encargo de Lugar Tenente Comendador na gestão do Soberano Grande Comendador Coronel Nei Coelho. Tendo hoje, a responsabilidade de ocupar o comando do Supremo Conselho do Brasil, como Soberano Grande Comendador. Sob a liderança do Tio Enyr de Jesus da Costa e Silva, sempre tendo como Norte o congraçamento da Maçon-

3

Demolayrj.com.br


Encontro de um DeMolay com o Soberano Grande Comendador Passado anos que o Supremo Conselho do Brasil, onde nasceu a Ordem de Cavalaria no Brasil, deixou de sediar um Corpo DeMolay, nosso Ir. Raphael Castro, Mestre Conselheiro Estadual RJ, esteve visitando esta Instituição histórica, e teve a honra de encontrar-se com o Tio Enyr de Jesus da Costa e Silva, “quando o fui apresentado á ele e o cumprimentei, logo falei da honra de um DeMolay poder encontrar-se com um maçom daquela grandeza”, lembra nosso Ir. Raphael Castro, que também destacou, “aproveitei para dizer-lhe que torcia para que toda a Ordem DeMolay possa de algum modo

conhecê-lo e conhecer mais desda grande instituição que o é Supremo Conselho do Brasil, pois sei que isso somará muito para nossas vidas”. O nosso Mestre Conselheiro Estadual RJ falou sobre a Ordem DeMolay hoje, o papel que ela vem desempenhando, mas principalmente, aproveitou para ouvir e aprender mais com esse sábio. E presenteou o nosso querido Tio Enyr de Jesus da Costa e Silva com o pin do Supremo Conselho da Ordem DeMolay para o Brasil, como simbolo desse dia tão importante.

Palavras do Soberano Grande Comendador do R ... E ... A ... A ... Maçonaria, Uma Ordem de importância ímpar para a história do Brasil, que sempre empenhou-se em realizar uma efetiva transformação positiva na sociedade. E a história comprova esta observação, basta vermos que nos maiores acontecimentos ocorridos em nosso país, a liderança da Maçonaria sempre foi determinante, assegurando que ocorressem as grandes transformações, tão necessárias para o progresso e crescimento do Brasil”. Supremo Conselho do Brasil, Uma organização heterogênica, que une e congrega homens de diferentes profissões, origens e culturas. Uma instituição que é um dos maiores símbolos da riqueza desde país: nossa diversidade. E que consegue, como poucas, enfatizar não aquilo que nos diferencia, mas destacar aquilo que nos une, tornando possível trabalharmos uníssono para oferecermos, efetivamente, ajuda, conselho e apoio para todos aqueles que precisam. E na atual administração procura-se em abranger todas as áreas necessárias para orientar e ajudar todos aqueles que formam esse Supremo Conselho, estamos sempre trabalhando em equipe, em uma mutua ajuda, afinal, ajudar ao próximo é maior demostração de amor pela Humanidade. Por isso, venho dedicado minha vida á está Instituição, assim como preocupo-me com minha família, minha esposa e meus filhos, preocupo-me tanto quanto a Maçonaria e com o Supremo Conselho, pela consciência das grandes realizações que tornamos realidade. A importância da juventude, A juventude á de ser uma prioridade para a Maçonaria e onde haveremos de sedimentar nossas preocupações com o bem estar do nosso país, seja no presente ou no futuro. É quando jovem que assimilamos os conhecimentos que levaremos por toda nossa vida, e quando teremos nosso caráter formado, então, se o jovem conhecer o ensinamento de uma vida retidão, assim como nos ensina a Maçonaria, então, teremos homens honrados no futuro. E os anos á nossa frente, essa juventude, comprometida com esses elevados valores, poderá nos substituir e guiar nossa Instituição e nosso país rumo ao crescimento.

Revista DeMolay RJ

4


O papel da Ordem DeMolay, Tenho muita esperança na Ordem DeMolay. É uma organização formada por rapazes sérios, que estão verdadeiramente comprometidos com os grandes ensinamentos pregados pela Maçonaria. São jovens dedicados á melhorarem-se como homens e preocupados com a prática do bem, são então, os DeMolays, jovens necessários para a nossa sociedade. E para os mais velhos também, pois vocês, jovens, DeMolays, são capazes de nos mostrar uma nova forma de olhar e entender o mundo, com a ilusão e esperanças da juventude podemos vislumbrar e acreditar em um futuro melhor. Serão também esses jovens que trarão uma nova visão a uma tradicional Maçonaria, e assim, possibilitar um novo impulso de crescimento á essa grandiosa instituição, serão aqueles que garantirão a continuidade da Maçonaria, bem orientada e estruturada, por isso, deposito minhas esperanças nessa grandiosa Ordem Juvenil. Ir. Alberto Mansur, O Ir. Alberto é uma figura impar, sua trajetória de vida, seja na Maçonaria ou fora desta, foi marcada por inúmeras lutas em favor do que é certo, hoje, posso afirmar que a Maçonaria Brasileira estruturou-se com excelente muito em função desde grande homem. Classifica-lo é um verdadeiro desafio, pois tenho por ele verdadeira simpatia, amor e respeito, seu nome tornouse um verdadeiro mito para mim e para a Maçonaria. Ele foi o homem visionário, que realizou grandes transformações na Maçonaria, que dedicou sua vida á esta Instituição. Foi ainda o grande responsável por trazer para o Brasil as organizações juvenis patrocinadas pela Maçonaria, conseguindo assim, unir a família com a Maçonaria, e trazer para o seio desta grandiosa Instituição, os jovens, para assim, desde de novos terem contato com nossos princípios. Desse modo, o Ir. Alberto realizou um grande serviço não apenas á Maçonaria, mas para o Brasil, que poderá com a Ordem DeMolay ter maiores esperanças em seu presente e no futuro. Por isso, ao Ir. Alberto Mansur minha admiração, pois ele é um exemplo de homem e suas realizações sempre serão lembradas e exaltadas, e ele, será eternamente um líder e exemplo a ser seguido por todos os maçom e todos os homens de bem. Os desafio do futuro á nossa frente, No futuro, de acordo com o que estamos trabalhando hoje, acredito que vamos conseguir grandes melhorias. Afinal, continuaremos preocupados em divulgar ideias, estudos, de nos aperfeiçoarmos cada vez mais. Haveremos de ter grandes mudanças, e para estes momentos é necessário que o homem esteja pronto para acompanhar esse avanço, e juventude, quando comprometida os mais elevados princípios, será fundamental para assegurar que o nosso amanhã seja de felicidade. Afinal, serão esses jovens que trarão essa nova perspectiva de mundo futuro. Então, peço aos nossos jovens DeMolays que continuem estudando, trabalhando e empanhados nessa nobre causa, e que juntem-se á nós, pois se sozinha uma andoria não faz verão, juntos, seremos capazes que tornar possíveis inúmeros verões e assegurar um grande futuro para o Brasil.

5

Demolayrj.com.br


DEMOLAYS DO RIO DE JANEIRO MOBILIZAM-SE NO ARRASTÃO DA SOLIDARIEDADE

Um projeto que nasceu na Ordem DeMolay de São Paulo, o Arrastão da Solidariedade tem o objetivo de no dia 19 de março, Dia do DeMolay, os Capítulos mobilizem-se para arrecadar alimentos, afinal, que modo melhor de comemorarmos nosso dia, do que ajudando ao próximo. Essa ideia foi apresentada na Congregação Nacional de Jovens Lideres em Brasília e por unanimidade, os Mestres Conselheiros Estaduais presentes aprovaram a proposta deste projeto tornar-se nacional. Então, esta campanha agora se preparava para alcançar uma dimensão nunca antes vista pela Ordem DeMolay Revista DeMolay RJ

brasiliera, nossa missão era fazer nesse dia a maior arrecadação já realizada por uma organização juvenil em um único dia. Os Capítulos do Estado do Rio de Janeiro “abraçaram esta causa e vestiram a camisa”, mesmo os DeMolays em Saquarema, onde ainda não existia Capítulo, não deixaram essa data passar em branco e recolheram alimentos. O Resultado desse dia inédito e inesquecível para nossa Ordem foi que mais de quarenta por cento dos Capítulos DeMolays do nosso Estado participaram do Arrastão da Solidariedade, totalizando a arrecadação de mais de cinco toneladas de alimentos em um único dia.

6

O Ir. Raphael Castro, Mestre Conselheiro Estadual RJ, que participou do Arrastão da Solidariedade realizado pelo Capítulo Imperial de Petrópolis afirmou, “Esse projeto deu um novo ânimo para os DeMolays. Não imagino forma melhor de comemorarmos nosso Dia, o Dia do DeMolay, do que trabalhando em favor de nosso próximo” e acrescentou, “esse ano vimos uma grande mobilização de Capítulos de todas as partes do Estado, tenho certeza que em 2013 repetiremos com ainda muito mais sucesso”. Este dia marcou a história da Ordem DeMolay brasileira e comprovou a força dessa organização juvenil e seu importante papel de transformação da sociedade.


ACONTECEU NO ESTADO

JUBILEU DE PRATA DO CAPÍTULO OBREIROS DO SÉCULO XXI, nº 221 Para trabalhar pela Juventude e apoiar á Ordem DeMolay é necessário ser um homem guiado pelo Amor, amor que sempre testemunhamos no Tio Alberto Mansur, Grande Mestre Fundador, e que o destino o levou á ter ao lado o Tio Getulio Kader, que sonhou que a juventude de Teresópolis também merecia poder viver essa grandiosa organização, a Ordem DeMolay. Então, apenas sete anos depois da Ordem DeMolay ter chegado ao Brasil, esse dois grandes homens, auxiliados pelos nobres DeMolays do Capitulo Grande Rio e Guy D`Auvergnie, trouxeram, em 19 de julho de 1987, o primeiro Capítulo DeMolay da Região Serrana do Estado, com o nome de “OBREIROS DO SÉCULO XXI”. Desde cedo, os Obreiros do Séc. XXI assumiram sua missão de transformar jovens em homens, sempre guiados pelos ideais de companheirismo e a fidelidade. E ao longo desses 25 anos, trabalhou arduamente pela formação de jovens dignos, sempre destacando-se por seu tradicionalismo nos trabalhos ritualísticos, grande organização e sua visão progressista em relação ao futuro da DeMolay. Nesse espirito, no dia 1º de abril de 2012, o Capítulo Obreiros do Século XXI comemorou seu jubileu de prata, em uma belíssima cerimônia que mostrou a união desse Capítulo, facilmente percebi-

da pela demonstração de orgulho e fidelidade dos membros presentes, sobretudo dos iniciáticos. E contando com a presença do Tio Rodrigo Nascimento - Grande Mestre Estadual, que se disse emocionado em presenciar esse dia tão importante. Nosso amado Tio Alberto Mansur esteve presente abrilhantando esse evento e trazendo á todos palavras de amor á Juventude e lembrando de todo o trabalho para tornarmos o sonho da Ordem DeMolay realidade.

Nosso MCN Ir. Rafael Reis exaltou a importância e a credibilidade da liderança com o capítulo tendo e vista o número de oficiais na ocasião, e nosso MCE Ir. Raphael Castro, destacou, “estive presente no aniversário de 24 anos do Capítulo, e na época, com bem menos DeMolays, Maçons e convidados presentes, disse ter certeza que tinha ao meu redor grandes DeMolays, mas que precisávamos ser mais DeMolays também, que tinha certeza que se unidos, seriamos capazes de grandes realizações, e basta olhar em volta, e vemos um Capítulo grande, organizado e feliz”. Ainda com a presença do Oficial Executivo Regional Tio Antônio Gomes, do MCR Ir. Hugo Gomes, dos secretários de comunicação Irs. Vinicius de Azevedo e Rodrigo Silvestre. E durante homagem surpresa, o Tio Getulio Kader, pai do Capítulo Obreiros do Século XXI, recebeu o título de “ETERNO OBREIRO DO SÉC. XXI”, palavras estampadas na capa que lhe foi presenteada pelo Capítulo. Por fim, via-se os irmãos olharem e juntos recordarem o passado, lembrarem de todas as batalhas conquistadas, os desafios vencidos e as dificuldades superadas. Sentimento que motiva todos os Obreiros á seguirem em frente, rumo aos próximos 25 anos, para continuarem construindo os caminhos nos quais a nova geração irá trilhar.

7

Demolayrj.com.br


REUNIÃO DE LIDERANÇAS Trabalho em equipe, unir forças em favor da Ordem DeMolay do Rio de Janeiro, esse tem sido o sentimento que norteia a DeMolay RJ. E inspirado nisto, o Gabinete Estadual da Liderança Juvenil do RJ e o Grande Capítulo do RJ convocaram as lideranças Capitulares, Regionais e Estaduais para participarem de uma reunião para trazer luz á alguns assuntos, como, a unificação da Ordem DeMolay e os projetos desenvolvidos em âmbito estadual. Contando com aproximadamente trinta presentes, com representantes de Capítulos de todas as Regiões Administrativas do Estado, Oficiais Executivos Regionais, Mestres Conselheiros Regionais e com a participação do Ir. e Tio Paulo Hietor, Grande Secretário do Supremo Conselho da Ordem DeMolay para o Brasil, Ir. Rafael dos Reis, Mestre Conselheiro Estadual do RJ e o Tio Archimedes, Grão Mestre Adjunto Eleito do GOB-RJ, foi realizada nossa Reunião Estadual sob a liderança do Ir. e Tio Rodrigo Nascimento, Grande Mestre Estadual em Exercício, e do Ir. Raphael Castro, Mestre Conselheiro Estadual. O Ir. Paulo Heitor esclareceu á todos, questões referentes á existência de dois Supremos Conselhos DeMolay no Brasil, e comentou sobre a atuação

Revista DeMolay RJ

da comissão de unificação, destacando a importância de lutarmos pela garantia da soberania e independência da Ordem DeMolay brasileira, conquistada em 1980 com a fundação do SCODB. Todos os presentes puderam também tirar dúvidas e esclarecer questões referentes á essa questão. Em seguida, nosso Mestre Conselheiro Estadual apresentou aos presentes um relatório parcial dos projetos hoje desenvolvidos pelo Gabinete Estadual da Liderança Juvenil do Rio de Janeiro, “nesse que provavelmente será nosso último encontro estadual, fizemos questão de mostrar os projetos que estamos desenvolvendo, e principalmente, agradecer

8

o imenso apoio que temos recebido de cada Capítulo e cada DeMolay ao longo da gestão, o que tem renovado a cada dia nosso ânimo para trabalharpor esta grandiosa Ordem”, afirmou o Ir. Castro. “Nós, do Grande Capítulo do RJ, ficamos contentes com a presença de quase todas as lideranças regionais e capitulares do Estado, contando com um número expressivo de irmãos”, e acrescentou, “Este encontro ficará marcado pelos temas abordados, participação nos debates e demonstração de maturidade, isso nos dá a certeza que o GCE-RJ está no caminho certo”, destacou o Ir. Rodrigo Nascimento, Grande Mestre Estadual RJ em exercício.


ANIVERSÁRIO DE 114 ANOS DA LOJA ACÁCIA n 177- GOB-RJ A maçonaria do Rio de Janeiro, ao longo da história, sempre esteve na vanguarda das grandes mudanças na sociedade, isso porque sempre contou com a força de Loja Maçônicas, como a A.R.G.B.L.S. Acácia 177 filiada ao Grande Oriente do Brasil no Rio de Janeiro. Completando cento e quarenta e quatro anos de trabalho, para comemorar essa data ímpar, foi realizada no dia sete de março, data de fundação, uma belíssima cerimônia. Com um templo completamente lotado de tio maçons, DeMolays e convidados, o Tio Reginaldo Barbosa dos Santos, Secretário Estadual da Guarda dos Selos e membro desta Loja, fez a leitura de um texto apresentando a história e as realizações desta Loja, em seguida foi realizada uma homenagem às mulheres, em alusão ao Dia Internacional da Mulher.

exercício interino do Grão Mestrado do GOB-RJ, tem dedicado a nossa Ordem.

Os DeMolays presentes, membros dos Capítulos Cidade de Niterói, Guy D`Auvergnie, Obreiros de Irajá e Gonçalense, liderados pelo Ir. Raphael Castro, Mestre Conselheiro Estadual RJ, realizaram a Cerimônia de Visitante Ilustre para o Veneravel Mestre da Loja, e para o Tio Fernando Nery, Grão Mestre Interino do GOB-RJ e membro desta Loja, em alusão ao apoio de longa data que esta Loja oferece a Ordem DeMolay, via Capítulo Cidade de Niterói e Convento Sir Arthur, e ao apoio que o Tio Fernando Nery, no

“Se um dia a Maçonaria proclamou independências e institui repúblicas, hoje é uma organização que acredita na Juventude, por meio do apoio a Ordem DeMolay, e a Loja Acácia e o Tio Fernando Nery são exemplos pessoas que acreditam e apoiam esta causa”, afirmou o Ir. Raphael Castro. Foi feita ainda a entrega da homenagem do Grande Capítulo do Estado do Rio de Janeiro a Loja pelos Irmãos Vinicius Azevedo, Secretário Estadual de Comunicação, e Raphael Pereira, Presidente da Associação Alumni RJ.

Emocionado com a homenagem recebida pelos DeMolays nesse dia, e lembrando de seu já histórico apoio a nossa Ordem, o Tio Fernando Nery destacou: “reafirmo meu compromisso com a Ordem DeMolay, estou ao lado do sobrinho Raphael e de cada DeMolay”, e acrescentou, “enquanto estivermos ocupando interinamente o Grão Mestrado do GOB-RJ, tenham certeza do apoio desta Potência a juventude e as Ordem Paramaçônicas, com destaque para a Ordem DeMolay”.

TREINAMENTOS: OBREIROS DO SÉCULO XXI, n 221 O Gabinete Estadual da Liderança Juvenil do Rio de Janeiro continua trabalhando a todo vapor para oferecer treinamento e capacitação à todos os DeMolays e Capítulos do Estado, e assim, elevar o padrão de qualidade da gestão da Ordem DeMolay no Estado do Rio de Janeiro. Capítulo Obreiros do Século XXI O Capítulo DeMolay da cidade de Teresópolis vive um momento contínuo de crescimento e visando oferecer maior capacitação e elevar o padrão de qualidade desde Capítulo, o Gabinete Estadual da Liderança Juvenil do RJ esteve presente, no dia quatro de março, por meio do Ir. Raphael Castro, Mestre Conselheiro Estadual RJ e o Ir. Fellipe Neumann, Sec. Estadual de Comunicação e membro do Capítulo Obreiros do Século XXI.

As Comissões Capitulares apresentaram seus relatórios, e logo após, foi realizado um treinamento na área de administração, ritualística e liderança.

9

“O Capítulo Obreiros do Século XXI sempre foram exemplo de excelência e é um Capítulo que vive a Ordem DeMolay com coração e alma”, afirmou nosso Ir. Raphael Castro. Demolayrj.com.br


TREINAMENTOS: CAPÍTULO IMPERIAL DE PETRÓPOLIS, N 470 O Capítulo da Cidade Imperial da Região Serrana do Rio de Janeiro sempre foi conhecido por sua excelência na área Ritualística e consciente disso, no treinamento realizado no dia dezoito de março, dia da Ordem DeMolay, foi dado maior foco á questões administrativas. Geramos um debate em torno de conceitos de liderança e principalmente, foi mostrada a importância de inserirmos os princípios da Ordem DeMolay e aplicá-los em nossas vidas diárias. “O treinamento foi excelente, um grande projeto estadual que soma muito tanto para nosso trabalho na Ordem DeMolay, como para nossas vidas”, afirmou o Ir. Luan Bastos, membro do Capítulo. O Ir. André Luiz, Mestre Conselheiro, destacou “ O treinamento foi muito instrutivo, tanto para a ordem, quanto para a vida”.

CONGRESSO REGIONAL: METROPOLITANA 2 presentes, em uma exposição enriquecedora. Contando também com a presença do Tio Ir. Rodrigo Nascimento, Grande Mestre Estadual em Exercício, Ir Rafael dos Reis, Mestre Conselheiro Nacional. Em seguida tivemos a Assembleia Regional, quando nossas lideranças regionais apresentaram relatório de atuação ao longo desses meses. O Ir. Marcelo Lopes Jr., Mestre Conselheiro Regional, com felicidade destacou: “ Reabrimos capítulos, fortalecemos amizades e expandimos nossa Ordem. A Metropolitana 2 demonstrou sua força em todas as vezes quem foi chamada e nosso futuro é promissor!”. Após o almoço o Tio Maury Cantalice, da Loja Maçônica Nilo Peçanha, realizou uma brilhante palestra sobre “Educação e Liderança”, realizando uma exposição quanto á importância e o perfil da educação ao longo da história, e sua influência na formação de liderança. Os Capítulos da Região Metropolitana 2 mobilizaram-se e nem mesmo a greve dos ônibus na baixada fluminense abalou o sucesso desse grande evento realizado no dia trinta e um de março. Com grande presença, mais de setenta presentes ao longo do dia e com a participação ativa do Clube de Mães do CapíRevista DeMolay RJ

tulo, que é exemplo de atuação, já era prelúdio de um grande dia. Começando com o treinamento realizado pelo Ir. Raphael Castro, Mestre Conselheiro Estadual, falando sobre administração capitular, com grande participação dos DeMolays e tios maçons

10

“Sediar o Congresso da Metropolitana II foi de grandiosa importância, pois nele senti a força da nossa união, fico grato a todos que participaram e não sei como agradecer aos que me ajudaram, pois qualquer agradecimento seria pouco”, afirmou o Ir. Gabriel Reis, Mestre Conselheiro do Capítulo Sede.


CONGRESSO REGIONAL: COSTA VERDE E MÉDIO-PARAÍBA A Região da Costa Verde e Médio Paraíba já é conhecida pela sua excelência em organização de eventos, não por acaso nosso Congresso Estadual da Ordem DeMolay do Rio de Janeiro será nesta Região. E a sede do Congresso, o Capítulo Volta Redonda - Wilton Cunha Nº 005, um dos mais tradicionais Capítulos do Brasil, realizou no dia vinte e quatro de março um evento exemplar. Com a presença do Ir. e Tio Rodrigo Nascimento, Grande Mestre Estadual em Exercício, Ir. Raphael Castro, Mestre Conselheiro Estadual, Ir. e Tio Silvio Figueiredo Jr., Oficial Executivo Regional, o Ir. Magno Maleck, Mestre Conselheiro Regional. O Congresso contou com treinamentos dinâmicos na área de administração, ritualística e liderança, realizados pelo Ir. Raphael Castro.Em seguida, ocorreu um “bate papo informal”, para sanar dúvidas e fazer perguntas sobre questões ritualísticas, históricas e curiosidades sobre nossa Ordem, contando com grande participação dos presentes. Durante a Assembleia Regional, as lideranças regionais apresentaram sua prestação de contas, mostrando o trabalho desenvolvido ao longo desses meses, e contando com a presença de todos

os Capítulos da Região. Comentou-se a importância de maior unidade e trabalho em conjunto dos Capítulos. Como resultado, foi firmado entre os Capítulos um pacto de maior união e expostos meios para gerar maior aproximação dos Capítulos. “Testemunhei um momento histórico, após anos, vimos um Congresso Regional com a presença de todos os Capítulos da Região, público recorde e a maior conquista dessa gestão brilhante das nossas lideranças regionais, a

Região, se enxergar como Região, como um grupo de Capítulo que deve estar sempre unido”. O Ir. Antonio Sabença, Mestre Conselheiro do Capítulo sede destacou: “O congresso ajudou muito os capítulos a começarem a pensar como uma região. Foi um dia decisivo para o futuro de nossa região”. Agora o futuro da Região Costa Verde e Médio Paraíba será de grandes realizações.

CAPÍTULO GEOFFROY DE CHARNAY OBSERVA DIA DE JACQUES DE MOLAY Rodrigo Nascimento, Grande Mestre Estadual em Exercício, Ir. Rafael Pereira, Presidente da Associação Alumni RJ, Sir Hiran Tassinari, Ilustre Comendador Cavaleiro do Convento Sir Percival de Gales 001 e Ir. Gabriel Reis, Mestre Conselheiro do Capítulo Duque de Caxias. “Quando visitamos o Capítulo Geoffroy de Charney com a excelente recepção oferecida a seus convidados, nos sentimos em casa. Vemos um Capítulo padrão de qualidade e testemunhamos as Virtudes DeMolays mais vivas do que nunca”, afirmou o Ir. Raphael Castro.

Aos dez dias do mês de março, os membros do Capítulo Geoffroy de Charney reuniram-se em Cerimônia Pública em Observância do Dia Obrigatório de Jaques De Molay, liderados pelo Ir. Yuro Lima, Mestre Conselheiro e pelo Ir e Tio Alessandro Amaral, Presidente do Conselho Consultivo, foi apresentado um

texto com o relato da vida desse herói e patrono de nossa Ordem. Na ocasião, o Capítulo recebeu a visita oficial de uma grande comitiva incluindo nosso Ir. Rafael dos Reis, Mestre Conselheiro Nacional, Ir. Raphael Castro, Mestre Conselheiro Estadual RJ, Ir. e Tio

11

Essa visita reafirmou os laços que existem entre este grandioso Capítulo e o nosso Grande Capítulo do Estado do Rio de Janeiro, unidos em favor da Ordem DeMolay de nosso Estado

Demolayrj.com.br


ORDEM DEMOLAY NA LOJA D’ARTAGNAN DIAS FILHO, n 148 GLMERJ Sendo esta Loja Maçônica um exemplo de apoio ás Ordens Paramaçônicas, estas realizaram uma apresentação e homenagem á Loja e ao Tio que acabou de ingressar na Família Maçônica, os DeMolays representados pelos Irs. Raphael Castro, Mestre Conselheiro Estadual RJ, e o Rafael dos Reis, Mestre Conselheiro Nacional, e, a Ordem Internacional das Filhas de Jó foram representadas pela nossa prima Raissa Tassinari, Honorável Rainha do Bethel Suze Home, pela Tia Ana Maria Lina, Guardião deste Bethel e o Tio Rubem Azevedo, Guardião Associado do Suze Homes e Presidente do Conselho Consultivo do Conv. Sir Percival de Gales. Fundada no ano de 2011, a Loja D`artagnan Dias Filho Nº 148, jurisdicionada á Grande Loja Maçônica do Estado do Rio de Janeiro, teve no dia treze de março suas colunas fortalecidas com o ingresso de um novo Tio, contado com

a presença do Tio Sidney Lacé, Primeiro Grande Vigilante da GLMERJ, Tio Zé Mária, Grande Secretário de Paramaçônicas da Grande Loja do RJ, de outras autoridades maçônicas.

“Vale destacar que poucos anos atrás, estive nessa Loja com os membros do Capítulo Guy D`Auvergnie para realizarmos uma apresentação da nossa Ordem, comprovando o apoio já de longa data dos tios da D`artagnan Dias Filho á Juventude e ás Ordens Paramâçonicas”.

POSSE NO CONVENTO FRATERNIDADE TEMPLÁRIA Terminado o Congresso Regional, no dia trinta e um de março, ainda na sede da Loja Amor, União e Verdade, patrocinadora do Capítulo Caxias e onde se realizou o Congresso Regional a Metropolitana II, foi realizado a Posse do Convento Fraternidade Templária. Contanto com a presença do Tio Archimedes, Grão Mestre Adjunto Eleito do GOB-RJ, Tio Antonio Pena, residente da AMAVIM - Associação Maçônica Ary Vieira Martins, que congrega todas as Lojas Maçônicas de Duque de Caxias, além de outras lideranças DeMolays e Maçônicas. Após trabalho intenso dos Cavaleiros desde Convento, foi possível testemunharmos um momento totalmente diferente na vida do Convento Fraternidade Templária. Há alguns meses atrás o Convento tinha dificuldades para conseguir membros suficientes para realizar convocações e hoje, vive-se um momento diferente. Os Capítulos voltaram a abraçar a Ordem de Cavalaria, e não apenas o templo estava lotado de maçons, filhas de Jó e convidados, mas também de cavaleiros do próprio Convento e do Sir Percival de Gales, liderando pelo Sir Hiran Azevedo. Assumiram então a liderança do Fraternidade Templária, os Sirs. MarcelRevista DeMolay RJ

lus Pena, Raphael Verdan e Lucio Mascarenhas, respectivamente como, Ilustre Comendador Cavaleiro, Comendador Escudeiro e Comendador Pajem. “Tomar posse com Ilustre Comendador Cavaleiro do Fraternidade Templária me dará a oportunidade de buscar unir mais os meus irmãos e assim, fortalecer nossa Ordem na região”, afirmou Sir Marcellus Pena. Sir. Vinicius Azevedo reiterou: “assumir a liderança do Convento me foi

12

uma tarefa confiada e compartilhada com outros cavaleiros, e nossa missão era ao invés de desistir, reerguer o nosso Convento. Nosso sucesso se deve ao empenho de cada um dos membros que provaram que juntos podemos mais, muito mais”. “Ao longo desses últimos meses vemos surgir um sentimento de otimismo no ar, cada vez mais os Capítulos abraçam esse Convento e os Cavaleiros percebem a grandiosidade do trabalho realizado pela Cavalaria, hoje, o presente é bom, e o futuro nos promete grandes realizações”, afirmou o Ir. Raphael Castro, Mestre Conselheiro Estadual RJ.


FRANK SHERMAN LAND n 456, UM EXEMPLO DE TRABALHO E DEDICAÇÃO No dia vinte e quatro de março, o Capítulo Frank Sherman Land, que leva o nome do fundador da Ordem DeMolay, realizou uma belíssima Cerimônia Magna de Elevação, com a presença de irmãos dos Capítulos Grande Rio, Luz do Universo e de outros Capítulos. “Sem a presença deles nada disso teria acontecido. Isso demonstra o que é a Ordem DeMolay”, destacou o Ir. Ramon Viana, Mestre Conselheiro do Capítulo Frank Sherman Land. Hoje, este Capítulo é um exemplo de dedicação á Ordem DeMola, e a cada dia vem crescendo mais. No dia seguinte, foi realizada uma ação filantrópica na Ação Cristã Vicente Moretti, onde foram doados 85 kg de alimentos para esta instituição que é exemplo de dedicação e empenho em favor daqueles que mais precisam. A Ordem DeMolay, por meio do Capítulo Frank Sherman Land não poderia ser indiferente ao trabalho desenvolvido por eles.

O Ir. Ramon Viana, Mestre Conselheiro do Frank Sherman Land, agradeceu e parabenizou o trabalho realizado pelo Coordenador da UCAM da unidade de Santa Cruz Blenner Senra. Agradeceu também a parceria e ao Presidente da

A.C.V.M, Carlos Alberto da Conceição Couto, por apresentar o excelente trabalho realizado pela Associação e seus voluntários.

Por Gabriel Gorini Há pouco passamos por um processo complicado: militares da reserva não reconheceram o Ministro da Defesa Celso Amorim. Além disso, desacataram a ordem da Presidência da República e comemoraram o Golpe Militar de 1964 – quando militares destituíram um presidente democraticamente eleito para implantarem uma ditadura. Com essa conjuntura, surge exatamente uma pergunta: qual são, justamente, os limites do direito à liberdade civil e intelectual? É óbvio que não há como discorrer sobre assunto em poucas linhas. Porém, darei uma sintética opinião, além, claro, dessa provocação já feita. Falar em limites da liberdade é, em dado momento, contraditório. Con-

tudo, é importante esclarecer para quem, exatamente, é essa liberdade, e o que ela significa, ao menos de forma geral. A liberdade precisa se equilibrar em duas instâncias: a individual e coletiva, e uma, em nosso Estado Político, não pode sobrepujar a outra. Isto é, há certos limites, ainda que não muito bem definidos. Entretanto, concretamente não é assim que funciona, pois certos grupos, que se segregam do resto por se acharem privilegiados, colocam seus interesses acima dos outros. Ou seja, interesses particulares em detrimento de interesses coletivos. E foi justamente o que aconteceu com os militares: um grupo que esteve no poder por muitos anos colocou seus interesses acima dos outros, transgredindo uma ordem expressa da presidente.

13

Além disso, não podemos confundir liberdade de expressão com liberdade de opressão: agora, na eminência da abertura dos arquivos, os militares da reserva se rebelam e tentam calar uma sociedade aflita por descobrir o que aconteceu de fato. O discurso da sociedade não pode ser oprimido – e os arquivos devem ser abertos. Obviamente, não me refiro aqui a todos que pertencem às forças armadas – não é possível generalizar uma instituição tão grande, que, como todas instituições, possui correlação de forças internas. Para terminar, se alguém ficou com dúvida, me proponho a tentar sanar, se souber.

Demolayrj.com.br


HISTÓRIA & Por CIÊNCIA Marcel Ximenes O tão repetido Axioma dos hermetistas, que traduz em si o segredo das analogias e parte do pensamento iniciático, permite ao intelecto humano contemplar parte da razão universal. Afinal, qual a importância prática desse pensamento no estudo dos mistérios? Muitas vezes mal compreendido, o axioma de Hermes, que nos afirma a semelhança entre o microcosmo e o macrocosmo, esconde na analogia, as chaves da percepção superior. Devemos perceber, porém, que o que está em cima é COMO o que está em baixo, marcando assim, um princípio de SEMELHANÇA, que em momento algum deve se confundido com: “O que está em cima É O QUE está em baixo”. Assim, a Bíblia nos confirma a afirmação de Hermes com a tão mal compreendida passagem da Gênese, onde Deus diz: “Façamos o homem à nossa imagem, como nossa semelhança.”2, passagem que levou inúmeros homens ao culto de um Deus humano e exterior, deixando de perceber assim, o Deus onipresente e interior de cada um. Os orientais, em sua filosofia simplista e pura, saúdam o Deus interior com seu namastê3. A busca do Deus exterior deixa de lado a própria essência divina do homem, a chama que arde e brilha no coração da Vida, deixa de lado ainda, a divina Natureza que, como parte criação de Deus, também é uma parte de Si, que durante todo o tempo mostra ao homem a beleza da criação.

Ora, se Deus em Sua magnificência, criou o Homem de Si mesmo, como poderia o homem estar privado de uma essência Divina ? O Grande Mestre Jesus não vos disse: “Não está escrito em vossa Lei: Eu disse: Sois deuses?”4, porque então, negamos nossa própria divindade? Devemos perceber, porém, que não cultuamos nossa própria personalidade ou individualidade, já que sabemos que do pó viemos e ao pó iremos, como nos afirma Salomão5, que a própria ideia do “Eu” é uma mera ilusão e, como sabemos, fomos revestidos de vestes de carne para habitar o mundo material, a carne é pois, um veículo necessário ao Espírito, para

“É verdade, certo e muito verdadeiro: O que está embaixo é como o que está em cima e o que está em cima é como o que está embaixo, para realizar os milagres de uma única coisa. E assim como todas as coisas vieram do Um, assim todas as coisas são únicas, por adaptação.” 1

Revista DeMolay RJ

14

que habite o Plano Material. O homem para o planeta, é o mesmo que uma célula é para o Homem, podeis então, dizer que uma célula que forma o teu corpo não é parte de ti? ou mesmo que o conjunto de células deste teu veículo material não é parte de um único corpo? Sendo assim, você próprio é como uma parte celular do planeta, assim como todos os Homens. são parte de um único corpo. Da criação em si, nada foge à semelhança de Deus, como nos mostra a passagem da gênese citada acima, sendo assim, a vida se repete em padrões que variam do Macrocosmo(universo) ao Microcosmo(homem) e que, embora diferentes superficialmente, contém a mesma razão e permitem ao ocultista verificar segredos da Natureza pela analogia. A água para os antigos e para os psicólogos na atualidade, representa então, as emoções, pela sua fluidez, falta de forma e difícil contenção. Usando esse método analógico, os sábios antigos classificaram os elementos e, de acordo com suas características, criaram o estudo dos Humores (a saber: Melancólico – Terra, Fleumático – Água, Sanguíneo – Ar, Colérico – Fogo) e aplicaram-o aos homens. E o próprio estudo da Astrologia, tão presente nas Escolas de Mistérios, permite ao homem conhecer a si mesmo, através dos Astros.


Como estava escrito: “Conhece-te a ti mesmo e conhecerás a Deus e ao Universo.”5 O homem, pois, possui em si as chaves do entendimento do Universo. Sobre as correspondências, Levi nos diz: “Ora, a lei que rege os corpos é análoga e proporcional àquela que governa os espíritos, e a que governa os espíritos é a própria manifestação do segredo de Deus, isto é, do mistério da criação. Suponde um relógio de duas molas paralelas, com uma endentação que as faça mover em sentido contrário, de modo que, uma afrouxando-se, aperte a outra: assim, o relógio se dará corda por si mesmo, e tereis achado o movimento perpétuo. Esta endentação deve ser para dois fins e de grande precisão. Será impossível de se achar? Não o cremos. Mas quando um homem a tiver descoberto, este homem poderá compreender, por analogia, todos os segredos da natureza: o progresso em razão direta da resistência.”6 A simbologia cabalística nos fornece chaves importantes para a compreensão das diversas manifestações do Todo, nos parece adequado mostrar aqui, uma parte que diz respeito à essência divina do Homem. Malkuth, que representa o mundo material como um todo, tem como símbolo o duplo cubo, curiosa-

mente, Tiphereth, que representa o Sol, tem como um de seus símbolos o cubo. Tiphereth representa não só o Sol, mas dentre outras coisas, o Plano onde encontramos com nosso Eu superior, quem realmente somos, o Espírito que vive além os planos da encarnação, Tiphereth é então, a Esfera da Iluminação. Devemos perceber ainda, que assim como Tiphereth mostra a essência Divina e interior de cada ser, a correspondência entre a simbologia desta Sephirah (representando o espírito imortal) e Malkuth (representando o Homem), confirma esta ideia. As correspondências entre o macro e o micro, material e espiritual foram essenciais na criação dos Ritos religiosos e iniciáticos em todos os tempos, principalmente daqueles que se usam de figuras alegóricas em sua composição. Graças a esse princípio de correspondência, os sábios iniciados puderam durante o período negro da Idade Média, esconder nas fórmulas alquímicas, o segredo da Arte Real, perpetuando-a e tirando os olhos inflamados da Igreja que, neste momento, fazia cinzas da Verdadeira Ciência. Passavam assim despercebidas as fórmulas da Ciência Oculta, disfarçadas sob um manto material e simbólico, que fez muitos homens perdidos em sua materialidade, adentrarem o domínio da alquimia buscando o ouro material, sem saber que a verdadeira transmutação deveria ocorrer dentro do seu coração.

“Então, a Inteligência é o Conhecimento máximo, e a Sabedoria é a utilização que dela se faz. E, como da união do Enxofre e do Mercúrio dos Sábios, nasce, por conseguinte, no Ovo Filosófico (que os Alquimistas denominam também de Sublimatório), a “Pedra ao Vermelho”, a Crisopéia, também nasce na Alma do Homem, este atanor (ou forno filosófico), onde o Coração é o Sublimatório (ou Ovo Filosófico), a iluminação total, fator decisivo da Reintegração. E este fim último da Obra interior tem por nome a Luz Divina.”7 A transmutação então, não é nada além da sublimação da alma, a lapidação do homem, assim como ensinada hoje por muitas Escolas de Mistérios. É aquele que morre (Caput Mortem) como chumbo e que renasce como ouro, atingindo assim a Iluminação (Crisopéia). Aqueles que se encontram familiarizados com a simbologia iniciática, sabem a importância da Morte e do Renascimento. A Grande Obra, por fim, representada pela união entre Deus e o Homem, é representada pela estrela de seis pontas, símbolo do equilíbrio e da união entre os princípios inferiores e superiores, que mostra mais uma vez, a semelhança da criação e dos princípios inferiores e superiores. O Homem então, renasce na Luz e pode contemplar a Obra Divina.

1 Tábua de Esmeralda 2 Gênese, I, 26 3 ”O Deus que habita em mim saúda o Deus que habita em você.” 4 João, X, 34 5 do grego antigo: γνῶθι σεαυτόν; (também conhecido pela tradução em latim, nosce te ipsum) é um aforismo grego que segundo a tradição estaria inscrito nos pórticos do Oráculo de Delfos 6 Dogma e Ritual de Alta Magia, Eliphas Levi 7 Alquimia e a Via Interior, Robert Amberlain

15

Demolayrj.com.br


ARTIGO DEMOLAY

O QUE VOS LIGA À FRATERNIDADE? A Ordem DeMolay conta com Iniciações e, portanto, pode ser chamada de Ordem Iniciática. No entanto, não é uma Ordem magística – seu intuito é formar bons homens, amigos fiéis, jovens cidadãos de nossa grande nação, dignos dos elogios de todos os homens de bem. Como a Maçonaria, ela é uma organização fraternal, tanto que sua 4ª Virtude é o Companheirismo, e, por isso, seus membros tratam-se entre si como Irmãos, chamando os maçons de Tios [nos Estados Unidos, o termo é Dad, Pai]. Entre nossos Tios, incluem-se Marcelo Del Debbio, criador deste portal. Não é uma ideia curiosa? Um belo dia, você é admitido como membro de um grupo e, a partir daquela data, passa a tratar pessoas que você nunca viu na vida como Irmão. Não parece surreal e falso? Na melhor das hipóteses, forçado. Afinal, quem é aquele DeMolay Iniciado no Capítulo Abaeté, nº 583, ou no Capítulo Xanxerê, nº 469? Nos Congressos Regionais, Estaduais e Nacionais, dezenas e centenas de outros jovens que eu devo chamar de Irmãos? Não é um conceito estranho? Este é o mistério dos Iniciados, o mistério que está além do véu e mesmo quem devassar nossos Rituais e observar nossas Cerimônias, sem contudo tomar parte de nossas reuniões, jamais será capaz de compreendê-lo. Os Maçons o conhecem, os Cavaleiros Templários o conhecem, os Pitagóricos o conhecem – e nós, os DeMolays, também o conhecemos. O que nos liga nessa fraternidade indissolúvel são os juramentos que realizamos. Nós nos dedicamos aos mesmos ideais e seguimos as mesmas Virtudes. Nosso grande objetivo é sermos melhores e sabemos que, para isso, podemos contar com todos os nossos Irmãos – e eles sabem que podem contar conosco. Como dissemos, esta não é uma exclusividade da Ordem DeMolay. Todas as organizações fraternais são assim. Aí está a grande dificuldade para entendêlas – e os homens temem aquilo que não compreendem, acovardam-se diante do terrível enigma “Decifra-me ou devorote” e recorrem à violência para não desnudarem seus corações.

Revista DeMolay RJ

As empresas e as corporações fazem longas pesquisas e traçam estratégias para conseguir com que seus funcionários “vistam a camisa”. Nós, seres humanos, temos vontade de sermos parte de algo maior do que nós mesmos. Queremos ser parte de algo grandioso, algo que vá além de nossas vidas breves, pois somos coisas frágeis. O que os empresários falham em perceber é que seus empregados estão ali motivados por objetivos particulares; a grande meta é o salário, utilizado para diversos fins, a influência e o poder. Não há como vestir a camisa e se identificar plenamente quando não se tem tanto em comum, exceto frequentar o mesmo lugar. Até certo ponto, funciona – basta lembrar dos anos de escola e da rivalidade com outros colégios – mas, internamente, não existe coesão. Não existe fraternidade. Por isso, dentro das Ordens fraternais, temos pessoas de todo tipo, de todo credo, de toda história e de todo pensamento. Somos cristãos e somos agnósticos, somos judeus e somos muçulmanos, somos espíritas e espiritualistas, somos petistas e psdbistas, somos esquerdistas, direitistas e centristas, somos apoiadores e condenadores do governo atual e do passado, somos ricos e somos pobres, somos negros, brancos, mulatos, somos muito novos e somos bastante velhos. Porque nós estamos unidos em torno de uma causa comum, uma chama [que se manifesta em sete, no caso dos DeMolays] que reconhecemos arder no íntimo dos nossos Irmãos.

16

O verdadeiro espírito de Companheirismo e de fraternidade é sublime e mesmo as discordâncias intelectuais e materiais são incapazes de fazer frente à ligação que nos une de modo permanente. A Ordem DeMolay permanece ativa através das décadas porque ela não existe somente nos sábados e domingos em que seus membros se reúnem, mas se manifesta a cada instante que os DeMolays agem de acordo com seus princípios, na escola, na faculdade, em casa, com os amigos, com a namorada, com um estranho e com um Irmão. Nossas cerimônias não são palavras mortas no papel ou fórmulas vazias, posto que tomam vida nos nossos gestos, palavras e pensamentos. Ser um DeMolay não é um privilégio que nos torna homens especiais ou superiores aos demais; na verdade, tratase de uma dádiva, um presente de serviço porque o verdadeiro DeMolay trabalha para ser um homem melhor, sabendo que esta é a melhor maneira de fazer com que as luzes das Virtudes Cardeais brilhem diante dos homens, de modo que eles vejam nossos bons trabalhos e glorifiquem o Pai Celestial. Do site: http://www.deldebbio. com.br/2011/09/20/o-que-vos-liga-afraternidade/


PALAVRA DO MCE

“Devemos ser a mudança que queremos ver no mundo”, Gandhi. Reli essa belíssima frase recentemente, e desde de então, ela tem ecoado em minha mente. E no Dia DeMolay, quando participei do Arrastão Solidário, quando pude testemunhar a garra, a mobilização e o empenho de inúmeros DeMolays e Capítulos, seja no Rio de Janeiro, ou em outros Estados, em tornar a vida mais agradável para o próximo. Ao poder olhar á minha volta inúmeros jovens, que poderiam fazer milhares de coisas naquela domingo, mas decidiram unir forças nessa causa, tive então, uma grande certeza: nós, DeMolays, estamos sendo essa grande mudança que tanto desejamos. A Ordem DeMolay do Rio de Janeiro tem vivido um momento impar em sua história, não porque deixamos ter encontrar dificuldades á nossa frente, mas porque hoje, estamos ainda mais fortes, e essa força vem da nossa união. E essa Liderança Juvenil do Rio de Janeiro, toda nossa equipe que forma o Gabinete Estadual da Liderança Juvenil RJ, tem se dedicado ao máximo, pois acreditamos que devemos, também ser, a mudança que queremos ver na Ordem DeMolay. Ao longo desses meses nosso Norte tem sido abraçar todos os Capítulos e cada DeMolay, para isso, não medimos esforços, pois a Ordem DeMolay do Rio de Janeiro não merece nada menos, que nosso melhor. E o resultado já pode ser visto, nossos Capítulos estão mais fortes, crescendo e mais unidos, a Maçonaria cada vez mais apoiando e acreditando nesse grandioso trabalho, que é a Ordem DeMolay. E como todos devemos ser agente dessa mudança, nos esforçamos para mostrado que antes de um DeMolay estar á serviço de sua liderança, essa liderança deve estar á serviço dos DeMolays. E como membros da maior organização juvenil iniciática do Mundo, ao ingressarmos nessa Família, que é a Ordem DeMolay, assumimos também um compromisso pessoal de sermos melhores. Missão que não se limita ás nossas Salas Capitulares, muito pelo contrário, nós devemos ser os portadores das Luzes DeMolay, seja onde for, e estando onde estivermos, devemos fazer com que brilhem diante de todos os homens. Então, chegando á este dia, refletindo esses palavras, fico feliz em ver o trabalho que nossa Ordem DeMolay, que nossos DeMolays, têm desempenhados. Em cada Cerimônia de Iniciação á Ordem DeMolay, em cada Cerimônia de Posse, vejo nossa mensagem e nossos ensinamentos serem passados, e assim, mais jovens engajam-se nessa missão, e por meio de suas atitudes, suas posturas e ações, tornarem possível que possamos transformar o mundo para melhor. Aproveitando, espero encontrar todos vocês no Congresso Estadual da Ordem DeMolay do Rio de Janeiro, (http://ceod. demolayrj.com.br/) para podemos juntos, assim como começamos essa caminhada, comemorar por esse ano, e poder, novamente, ao lado de cada um dos membros da Família DeMolay do RJ, agradecer pelo apoio incondicional e pelas inúmeras palavras e demostrações de incentivo. Agradeço também porque cada vez que precisei, e convoquei nossos Capítulos, vocês sempre estiveram apostos e responderam a altura, nunca terei como agradecer, e em Resende, espero poder pessoalmente dizer: Muito Obrigado. Avante Ordem DeMolay do Rio de Janeiro, que nossa missão é nobre e nossa fé inabalável!!!

17

Demolayrj.com.br


Revista DeMolay RJ #006