Page 1

EDIÇÃO 26 DEZ/ 2013 JAN/2014

DECORAÇÃO E ARQUITETURA

ShowRoomFavorita SHOWROOM FAVORITA

Tudo que faltava para completar sua vida

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

1


CHICAGO MIAMI CIUDAD DE MEXICO MONTERREY CIUDAD DE PANAMA CIUDAD DE GUATEMALA SANTIAGO DE CHILE ASUNCION MONTEVIDEO PUNTA DEL ESTE 60 LOJAS BRASIL

2

AV EPITÁCIO PESSOA 3070 TAMBAUZINHO JOÃO PESSOA TEL 3244 6688

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

3


Editorial EDITORIAL

Cheia de charme e de graça, é assim que está nossa 26º edição com a loja A Favorita - Móveis Planejados em sua capa e matéria principal. Um show de imagens inspiradoras para nossos leitores. Nossos colaboradores Germano Romero e Rogério Almeida abrem nossa revista, Germano mostrando as janelas e fachadas desenhadas pelo mundo, enquanto Rogério nos mostra um pouco mais da beleza do Ceará.O paisagismo delicado de Patricia Lago, demonstra como devem ser os passeios, os caminhos que levam de um ponto à outro em jardins. A arte do grafiteiro Giga Brow inunda nossas páginas de cores, na sessão Artes e Ofícios. Saborei uma deliciosa comida japonesa com nossos colaboradores do blog ‘Onde comer em JP’. E leia um pouco sobre como iluminar bem com as ligthting designers Babienn Veloso e Stefania Duarte. Conheça também as novidades em adesivos e papéis de parede com a Personalitté e finalizando a sequência da última edição apresentamos mais dois premiados do Troféu D&A 2013.

EXPEDIENTE CEO Ricardo Castro Jornalista Responsável: Layse Veloso Designer Gráfico: Raiff Pimentel Supervisão Editorial: Tulio Alves Fotografias: Edson Matos Comercial: Graça Moura Freitas Mídias digitais: VF2 - Agência de Criação Mailings: Robson Mauricio

Boa Leitura! RC Comunicação: Rua Geraldo Mariz, 809, Sala 101, Tambauzinho - João Pessoa-PB. Serviço de Atendimento ao leitor:

+55 (83) 3042-1039

contato@revistadea.com.br www.revistadea.com.br

Ricardo Castro

PUBLISHER DA REVISTA D&A

4

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


Indice INDICE

*destaques da revista

48

34

90

08 18

70

Colaboradores COLABORADORES Germano Romero

Rogério Almeida

Patrícia Lago

Laisa Ronconi e João Neto

Babienn Veloso e Sthefania Duarte

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

5


6

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

7


Arquitetura pelo Mundo ARQUITETURA PELO MUNDO

por Germano Romero

Cheias de graça

Fotos: Germano Romero

Germano Romero é arquiteto, urbanista, bacharel em música e jornalista, com larga experiência no mercado imobiliário de empreendimentos residenciais multifamiliares. Os projetos desenvolvidos em seu escritório têm pontuado o cenário urbano da Paraíba com traços marcantes e singulares do ponto de vista estético, funcional, e sobretudo atualizados com o que há de mais moderno na produção arquitetônica contemporânea. Além de carregar nas veias o sangue de seu avô, arquiteto Clodoaldo Gouveia, autor de significativas obras na capital paraibana. /GERMANOROMERO @GERMANOROMERO @GERMANOROMERO

8

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

Remontam à era medieval as criativas soluções para janelas de fachadas, desenhadas geralmente com três faces, que passaram a ser chamadas muito apropriadamente de “Bay Windows”. A ideia faz jus ao nome, uma vez que a palavra “bay”, em Arquitetura, significa “recanto”, exatamente o espaço guarnecido por esquadrias que o design chanfrado em vértices cria, possibilitando maior utilização do interior, da abertura com melhor usufruto da paisagem.


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

9


10

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


Foi justamente para aproveitar mais os espaços internos que essas sacadas biseladas foram imaginadas, aumentando-lhes a amplitude visual, além de permitir abundante entrada de luz e ventilação. Inicialmente concebidas somente no piso térreo, como em castelos medievais, por exemplo, as “Bay Windows” foram se difundindo e subiram para os demais pavimentos, enriquecendo o movimento volumétrico das fachadas em diversos edifícios pelo mundo afora. Pode-se dizer que foram os britânicos que mais aproveitaram este tipo de janela, sobretudo no século XVIII e XIX, na era georgiana e vitoriana. E é em todo o Reino Unido, assim como nos países colonizados por seu povo, onde podemos explorar e nos deleitar com o romantismo conferido às características Bay Windows em célebres exemplos da Arquitetura pelo mundo.

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

11


12

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


Com o tempo e a difusão de seu uso, essa graciosa tipo de esquadrias foi se ornando com complementos de diversos tipos, cores, aplicações, detalhes, textura e soluções de coberta, em que se exploraram múltiplas possibilidades em versões encantadoras que marcaram e ainda marcam fachadas de edifícios, às vezes em ruas e bairros inteiros, da França ao Canadá, dos Estados Unidos à Nova Zelândia.

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

13


14

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

15


16

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

17


Luxury Travel

LUXURY TRAVEL

por Rogério Almeida

MARINA PARK HOTEL:

luxo e diferencial na hotelaria cearense

Rogério Almeida é graduado em Comunicação Social, leciona na UFPB e há 20 anos atua no jornalismo de turismo. É também, entre outras atividades de destaque na área, membro atuante do Clube Gourmet da Paraíba e do Conselho Executivo Nacional da Abrajet.

/ROGERIO.ALMEIDA1 @ROGERIOALMEID

Hospedar-se no Marina Park é como está em uma embarcação só que em terra firme. O formato do hotel lembra um navio ancorado e da janela pode-se ver o mar e a marina que recebe veleiros e iates do mundo inteiro.

Fotos: Yluska Quesado de Almeida e Holiday Inn Resort Puerto Vallarta

18

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

A piscina imensa é uma alegria para as famílias com crianças e o por-do-sol diante do mar cria um romantismo único para os casais apaixonados.


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

19


20

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


O Marina Park também é um ponto de encontro para os negócios com seu moderno centro de convenções e grandes eventos. Localizado na Praia de Iracema, em Fortaleza, o Marina Park Hotel, de categoria cinco estrelas, em estilo horizontal, é um dos hotéis preferidos pelos paraibanos. Com 315 apartamentos e suítes com decoração moderna, acomodações para pessoas com necessidades especiais, piscinas, bares, restaurantes, sala de massagens, sauna seca e a vapor, quatro quadras de tênis, sala de ginástica, salão de jogos, Marina Kid’s, equipe de recreação, fitness, salão de beleza e escritório virtual o Marina Park ainda se destaca pelo verde com um grande bosque com dois mil metros quadrados de área arborizada, que pode ser usada para eventos sociais de até quatro mil pessoas. REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

21


22

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


Outro destaque do hotel é a gastronomia com dois restaurantes: o Coffee Shop e o La Marine, instalados no térreo, com vista para o mar. O Coffee Shop, oferece diariamente no almoço e jantar um serviço em buffet, com 200 lugares em um salão e mais 150 em outro conjugado, que pode ser reservado para reuniões de negócios e eventos festivos.

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

23


24

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


O La Marine é o restaurante francês do Marina Park, com cardápio especializado e o melhor da cozinha internacional.

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

25


Considerado o hotel dos grandes eventos, entre eles o Réveillon, o Marina oferece uma estrutura de salões para congressos, convenções, feiras e exposições. O hotel inaugurou o Atlântico Hall com capacidade para 1 200 pessoas, instalado ao lado do bosque, com vista para o mar. O novo salão tem pé direito de cinco metros de altura e o espaço pode ser dividido em auditório de 300 e 400 lugares, podendo ser utilizado ainda como espaço para feiras e como camarim. O hotel possui ainda os salões: Iracema (500), Marina (180), Escuna (150), Catamarã (120) e Iate (40). O Atlântico Hall foi inaugurado durante o IV Seminario SEP de Logística e Mostra de Tendencias de Logística do Norte e Nordeste, ampliando em 100% sua capacidade de sediar eventos.

26

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

27


28

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


Outro destaque de fama internacional é a marina para 150 embarcações. Os viajantes contam com segurança e a infraestrutura necessária, como água, energia elétrica, telefone, serviços de reparos navais, abastecimento e suprimentos. Informações: (85) 4006.9595. Um diferencial que o Marina Park oferece aos hóspedes e gratuitamente são os traslados diários do hotel para a Praia do Futuro e para a Feirinha da Beira-Mar. O Réveillon mais famoso do Brasil, depois de Copacabana no Rio é o de Fortaleza. O maior e melhor réveillon de hotel do Brasil é o do Marina Park. O Réveillon 2014 teve como atrações Chiclete com Banana, Cristiano Araujo e Banda Acaiaca. Com o tema Réveillon Champion’s Night- Revivendo Todas as Copas, o Marina Park foi dividido em ilhas com a torcida organizada em mesas coletivas de quatro, oito ou dez lugares com os países da Copa: Alemanha, Itália, França, Uruguai, Argentina, Inglaterra, Brasil e Espanha. A arena possui o Espaço Zen e Tenda Eletronica. Outro ponto alto da festa é a decoração homenageando os países campeões além do show pirotécnico, que rivaliza com o da Beira-Mar de Fortaleza num momento mágico de cores, sonho e encantamento.

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

29


Apartamento Luxo

Suíte Junior

Luxo Premium

Suíte Master

Suite Executiva

Suíte Presidencial

30

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


Marina Park Hotel reservas@marinapark.com.br comercial@marinapark.com.br Tel: (85) 4006-95 68 e (85) 9603-9849 e (85) 4006-9595 www.marinapark.com.br REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

31


32

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

33


MATERIAeriDEa CAPA Mat de Capa ´

´

AQUELA QUE E

A Favorita Móveis Planejados garante qualidade, prazo de entrega e atendimento impecáveis Valorizando a pluralidade dos estilos, A Favorita é uma das marcas de maior sucesso no mercado de móveis planejados do Brasil. Em João Pessoa, há três anos representada pelo casal José Carlos Júnior e Degivalda Cabral, que foram convidados pela própria marca para serem franqueados exclusivos na capital paraibana e em Natal (RN). 34

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

35


A loja conta com uma linha completa de ambientes: cozinhas, dormitórios, banheiros,closets, home offices, home theaters e áreas de serviço. Além de detalhes e acessórios únicos para personalização dos ambientes. Unindo beleza, conforto, versatilidade, praticidade e ideias para desenvolvimento de projetos exclusivos e funcionais. Toda a equipe de frente da loja é formada por designers e arquitetos que acompanham cada cliente. O atendimento e o comprometimento com a entrega de um produto impecável é arrematado com um toque especial, marca registrada da franquia pessoense, um delicioso cappuccino, para tornar a visita à loja ainda mais aconchegante.

36

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

37


38

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


“Além da preocupação com a estética e o conforto para realizar o sonho dos nossos clientes. Uma das prioridades da loja é superar as expectativas”, explicou a gerente da loja Helana Suassuna.

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

39


Todos os produtos são desenvolvidos por uma equipe própria de arquitetos e designers, sempre atenta às tendências e altamente qualificada para criar novidades. Os móveis são produzidos pela Unicasa Móveis, uma das maiores e mais modernas fábricas de móveis da América Latina. Localizada na cidade de Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, maior pólo moveleiro do país, que possui um parque fabril com 50 mil m² de área construída e produz mais de 200 mil módulos de móveis por mês. O que demonstra e garante ainda mais a qualidade do produto, que tem entrega garantida de até 30 dias úteis após o pedido. Um cuidado e atenção que só podia ser Favorita. 40

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


Av. Epitácio Pessoa, 2946, Tambauzinho, João Pessoa - PB +55 (83) 3021.8877 / 9612.8866

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

41


GIRO Giro 42

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

Noite Favorita Os empresários José Carlos Júnior e Degivalda Cabral celebraram, no dia 19/12, o sucesso de lançamento do novo showroom com a coleção 2014 da marca de móveis planejados Favorita, que possui ampla e moderna loja na avenida Epitácio Pessoa. Muita gente, entre arquitetos, decoradores, designers de interiores e clientes prestigiaram o evento, que contou também com inauguração da J.Carlos Design, loja anexa à Favorita e que pertence também ao casal. A J.Carlos Design, por sinal, também foi bastante elogiada, principalmente pelo mix de cadeiras de design exposta para os convidados e pelos preços, bastante accessíveis.


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

43


44

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

45


46

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

47


Artes e Oficios DESENHANDO A CIDADE ´

ARTES E OFICIOS

O grafiteiro Giga Brow marca João Pessoa (PB) com sua arte

48

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

49


De pichador a grafiteiro, Agnaldo Pereira - mais conhecido como Giga Brow, cresceu rasbiscando desenhos na infância. Um pouco mais velho passou a pichar com os amigos no bairro em que cresceu, em João Pessoa (PB). Foi introduzido no mundo do grafitti pelo amigo Leonardo Thomas integrante da banda Realidade Crua. “Os pichos que fazia eram sempre acompanhados por uma cabeça com a mão no queixo, ou um morcego gigante assinados com Tag Toc (uma referência à Transtorno Obsessivo Compulsivo)”, comentou o grafiteiro. Autodidata, arte-educador, integrante do movimento Hip-Hop e produtor cultural voltado para a direção e produção de arte para filmes e comerciais, também pinta telas em acrílico e aquarelas. Atua no mercado desde 1995 e atualmente desenvolve projetos de arte-educação na rede de ensino de comunidades paraibanas. Giga passeia por vários estilos, sua marca registrada são desenhos que se aproximam da arte naiff. As técnicas passam pelo desenho à lápis, aquarela, tinta acrílica, spray, pintura com compressor ou stencil. Brow reproduz coisas do seu imaginário, com referências na cultura popular ou em cenas do cotidiano.

50

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

51


“O importante não é a ferramenta usada, mas o resultado final e o impacto que aquele trabalho vai causar nas pessoas. Eu tento provocar o bem estar daquele que observa minha arte ou levá-lo a contestar alguma ideia”, concluiu Giga. 52

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

53


Contemplado com vários prêmios, incluindo um da Funarte com o projeto Grafite Sertão Cultural e outro pelo Ministério da Cultura com o MAP – Mostra da Arte Periférica, Giga também já realizou e realiza vários projetos. Está produzindo um novo projeto que tem o grafiteiro Shiko como parceiro o “Se essa rua...”. Também tem organizado periodicamente, em vários bairros de João Pessoa, o Mutirão Grafite Sound System. Giga escreve junto com outros artistas da cidade a desmistificação do grafitti, que sai das margens para ser considerado o que sempre foi: Arte. Marcando muros, paredes e outras superfície, são grandes telas que trazem mensagens verdadeiras e conscientes para a sociedade.

54

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

55


56

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

57


58

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

59


MATERIAeriESPECIAL Mat a Especial

ARQUITETURA DA

CIBERCUTURA

60

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


Guto Raquena une técnica e pesquisa acadêmica em projetos magníficos Arquiteto e mestre em arquitetura pela USP - Universidade de São Paulo, Guto Requena é um estudioso sobre cibercultura e o impacto das novas tecnologias na arquitetura e no design e também personagem da primeira Matéria Especial deste ano.

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

61


Seu trabalho tem forte ligação com pesquisas acadêmicas onde Guto mapeia as transformações dos lares residenciais na chamada era digital. O resultado disso tudo é uma nova arquitetura e design que surgem como fruto desse enorme impacto. Seus projetos são carregados em inspiração de coisas simples, da rua, da cidade e de suas viagens.

62

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


“Cibercultura é toda cultura que surge em volta das tecnologias da Informação e Comunicação. Tudo o que vem mudando em nossas vidas com a introdução dos computadores e especialmente da Internet. Meu trabalho se alimenta desses conceitos e busca experimentar o uso de novas ferramentas de criação, novas tecnologias e sensores para construir espaços interativos,” esclareceu Guto.

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

63


Requena abriu seu Estudio em 2004 e desde então faz projetos e consultoria de design para clientes como Sebrae, lg, Editora Abril, Fiat, Walmart, Ellus, Senac, Sesc, além de desenvolver arquitetura de interiores, instalações interativas, produtos e mobiliários. Seus projetos têm se destacado na imprensa nacional e internacional. Em 2011, foi escolhido pela Google para desenhar sua sede em São Paulo. Já teve trabalhos expostos com destaque em Miami, Milão, Dubai, Londres, Madrid, Chile e, claro, por todo o Brasil. Além disso, Guto também é colunista na Folha de São Paulo, professor, palestrante e roteirista para um programa de TV. O Estúdio Raquena é formado por uma equipe de sete pessoas que buscam uma brasilidade contemporânea e original em projetos que partem de uma metodologia de criação associada à prática de pesquisa, com objetivo no processo e no resultado final.

64

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

65


66

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


“Arquitetura é todo ambiente artificial que nos cerca. Tudo aquilo que é projetado e construído pelo homem. A arquitetura tem o poder de influenciar a maneira como nos comportamos e nos relacionamos”

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

67


68

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

69


PAISAGISMO

PREMIADO

70

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


Confira o projeto da arquiteta Patrícia Casadei, que levou o Troféu D&A para casa Mais uma vencedora do Troféu D&A, desta vez na categoria “Projeto Destaque”, a arquiteta Patrícia Casadei conquistou o prêmio com o projeto paisagístico da loja Tok de Casa, que já foi publicada na nossa 22ª edição, que os leitores podem conferir no nosso site www.revistaea.com.br.

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

71


72

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


“Esta premiação é algo que levarei para sempre na minha carreira, com muito orgulho. Estou muito feliz não só pelo reconhecimento e projeção profissional, mas por saber que com amor e dedicação ao trabalho podemos fazer a diferença”,

declarou Patrícia sobre a premiação.

Patrícia trabalha com paisagismo de forma elegante e acolhedora. Seu trabalho transforma projetos acrescentando vida. Escolhemos um novo projeto para ilustrar o trabalho da arquiteta, que foi convidada para fazer o paisagismo do jardim da Galeria Louro & Canela.

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

73


74

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


“Já era um espaço voltado para apresentações, eventos artísticos e culturais. Então, a proposta foi desenvolver um projeto que potencializasse estas atividades, porém mantendo os efeitos originais do ambiente através da arte, da vegetação e do próprio aconchego do espaço”, explicou Casadei.

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

75


76

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


O traçado do projeto foi pensado através de planos, eixos e diferentes níveis de piso que direcionam o público ao palco de 80m², com paradas para a contemplação dos detalhes da paisagem. O palco elevado, além de permitir boa visibilidade, também proporciona um contato mais íntimo com a natureza através da proximidade com as copas das árvores. Toda a vegetação existente foi considerada. O bambuzeiro, da espécie brasileirinho, virou um elemento protagonista do cenário. O elemento natural através da água completa o projeto, tendo seu espaço reservado por meio de dois tanques, que emolduram o palco, transmitindo frescor e dinamismo ao ambiente através da cascata.

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

77


LUXO EM

78

WC

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

Vencedor do Troféu D&A na categoria Projeto Acadêmico, o estudante do curso de Design de Interiores do IFPB Renato Sitônio, garantiu seu espaço com um ambiente marcante pelo bom gosto e distribuição. Os jurados se encantaram com a técnica e precisão do projeto.


“É claro que qualquer profissional da área idealiza que um dia, pelo menos um projeto seu seja digno de uma premiação. Foi uma honra ter ganho o prêmio, principalmente pela dimensão e repercussão que o evento proporciona”, comentou Renato sobre a premiação.

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

79


80

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


Renato Sitônio (Foto: Arquivo RC Comunicação) A ideia principal do projeto do wc foi a de direcionar para um jovem adulto entre 25 e 35 anos. O banheiro para apartamento tipo estúdio, ou seja, com dimensões menores, tinha como proposta agregar funcionalidade e estética para o conforto e bem estar. O catálogo de cores foi baseado em tons frios como, o branco, azul e cinza. As linhas retas e figuras geométricas são marcantes no projeto. Entre os revestimentos destaca-se o porcelanato em alta definição que lembra a madeira, além de contrastar com os demais, harmonizando o cenário final. A utilização de plantas naturais foi uma forma de trazer o que existe de mais concreto ao ambiente externo, servindo não só como um elemento decorativo, mas também de integração com o meio que se vive. REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

81


82

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

83


Paisagismo

PAISAGISMO por Patrícia Lago

Passeando no Jardim Formada pela UFPE no curso de arquitetura e paisagismo, Patrícia Lago é natural do Recife-PE e reside em João Pessoa há 4 anos , onde também atua na área de decoração e paisagismo, área da qual se especializa e desenvolve vários projetos.

/PATRICIA.LAGO.125

Quando se pensa num projeto para o jardim, tão importante quando a vegetação e equipamentos de lazer ou as áreas de estar propostos, é pensar nos caminhos os passeios - que levarão a usufruir destes espaços.

Fotos: Divulgação

84

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

Em linhas retas ou sinuosas, em materiais sustentáveis e quantos mais integrados a natureza, melhor. Estes passeios devem oferecer conforto e segurança.


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

85


Cada passo deve ser um momento de contemplação à beleza, assim como a sensação de bem estar deve ser uma constante...

86

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

87


88

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

89


por Laisa Ronconi e João Neto www.ondecomeremjp.com.br

Uma experiência japonesa Laísa Ronconi, analista de marketing digital, nascida em cozinha italiana, acostumada com a fartura espanhola, acredita que a comida tem poder. João Neto, empresário bom de garfo, não dispensa a cultura e o tempero de uma boa cozinha. Juntos formam o Onde Comer em JP, um blog criado para mostrar o que a gastronomia paraibana tem de melhor.

www.ondecomeremjp.com.br /ONDECOMEREMJP /ONDECOMEREMJP

90

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

Das mais tradicionais opções às versões ocidentais da comida japonesa, o restaurante Sagae é um presente para os olhos e para o paladar Fotos: João Neto Gastronomia é um termo bem abrangente, que se refere a todos os aspectos culturais ligados à alimentação. Desde à culinária, bebidas, materiais utilizados e etc. Na gastronomia japonesa, estes aspectos são bem distintos da nossa cultura ocidental: o arroz, a alga (nori), o peixe cru, wassabi e todos os instrumentos tradicionais de preparo, com raízes culturais muito fortes. O sushi, por exemplo, surgiu de uma técnica utilizada há mais de 200 anos no Japão, para conservar o peixe: ele era colocado entre camadas de arroz avinagrado, que conservava o peixe por mais tempo. Inicialmente o arroz era descartado, mas com o tempo, a técnica foi se aprimorando, e o sushi passou a ser servido como uma comida rápida, em feiras perto da Baía de Tóquio. É nessa história rica em tradição que o Restaurante Sagae Culinária Oriental está situado, com seus aromas e sabores apresentados pelo Chef Chagas Leite.


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

91


92

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


Fomos recebidos por um dos proprietários, SebastiãoAlencar, que nos mostrou o cardápio e indicou os melhores pratos para uma completa experiência japonesa. O Sebastião é administrador, e coordena junto com o irmão Chagas o Sagae e o restaurante China Norte, no bairro de Manaíra. Chagas tem anos de experiência em cozinhas japonesas tradicionais de restaurantes do eixo Rio-São Paulo.

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

93


O restaurante possui ambientes diversificados, separados por cores e decorações diferenciadas, todos climatizados. Boa parte das mesas dispõe de sofá, o que facilita o encontro de turmas e casais. A arquitetura e decoração do lugar é assinada pelas arquitetas Pedrita Tavares e Raquel Campos, que em conjunto com o professor Demetrius César, criaram diferentes ambientes, sempre com objetos e recortes que remetessem à cultura oriental, ainda se utilizando do artesanato local: bambus, flores delicadas e texturas incríveis! O restaurante possui o buffet completo de comida japonesa, com sushiman preparando todos os pratos na hora, além do buffet de comida chinesa e o menu `a la carte`, contendo também várias opções também de temakis. O preço do sushi é de R$63,90/kg, além do rodízio que está disponível todos os dias por R$53,90. Começamos com um Sunomono Misto – sunomonos são saladinhas com base de pepino em conserva. Provamos a de pepinos, salmão, pescada branca e kani (R$20,90). Esta é uma entrada muito gostosa e refrescante. Além de toda a preparação visual, que dá um charme ainda maior!

94

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

95


Em seguida, o sushiman preparou um combinado individual de sushis fritos (preço por quilo), conhecidos também por `hot rolls`. De adaptação ocidental, estes sushis fritos são uma delícia! E pra quem fica com receio de experimentar o peixe cru, pode ser um boa entrada na culinária japonesa. Queridinhos de muita gente, os Joys são aquelas peças de salmão por fora, recheadas de cream cheese e cebolinha, e por último, são flambados (preço por quilo). E existem as variações, como esta, com camarão. 96

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

97


98

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


O que nos chamou a atenção foi o capricho em cada prato: todos tão bem montados e decorados que deu até pena de desmontar pra comer. Mas depois de provar, valeu bem à pena! O Restaurante Sagae fica na av. Beira Rio, 71, no Cabo Branco. Ele funciona todos os dias, e o horário de funcionamento é de Segunda à Sexta, das 11h às 23hs, finais de semana das 11h à 00h. O telefone de lá é (83) 3247-1066.

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

99


conheca os novos papeis de parede personalizados e texturizados Personnalité traz impressão digital de alta resolução

Decorar, cada vez mais, busca transformar ambientes em lugares vivos e humanizados. A exclusividade e a personalização de peças marcam espaços e permitem dar um toque pessoal a projetos de interiores. O papel de parede é uma opção de intervenção prática que agrega estilo aos ambientes. A Personnalité, nova loja de comunicação visual em João Pessoa (PB), oferece uma linha de tecnologia exclusiva em adesivos texturizados e importados, que foi desenvolvidapara decoração de ambientes e móveis, utilizando a impressão digital de alta definição. O adesivo é completamente branco e funciona como um papel de parede personalizado, pois pode ser impresso qualquer imagem que o cliente desejar. São sete tipos nas variações de textura:couro, madeira, telado e listrado garantindo um visual personalizado e diferenciado.

100 REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

101


102 REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

103


104 REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


Além dos papéis de parede importados e personalizáveis, a Personnalité também produz material de campanhas publicitárias - como banners, etiquetas, faixas, adesivos e padronização de stands – como também vitrines, letras caixa, sinalização de condomínios, hotéis e resorts e materiais para eventos. A loja Personnalité – Comunicação Visual está sob o comando dos empresários Otávio Mariz e Ruthe Freitas que já têm um histórico importante em desenvolvimento e produçãode trabalhos na área de comunicação visual. Agora a proposta é trazer para o mercado pessoense um produto novo e exclusivo. A loja fica no Via Mar Shopping, no Retão de Manaíra com um showroom completo e inspirador.

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

105


106 REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

107


Ser Sustentável SER SUSTENTAVEL

10

TENDENCIAS

DA CONSTRUCAO

(Fonte: Dora Brasil Arquitetura)

SUSTENTAVEL

108 REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

PARA 2014

Jerry Yudelson, é um líder de destaque no mundo dos “Edifícios verdes”, publicou recentemente a sua lista anual das tendências da construção sustentável para o novo ano. Fundador da consultoria de construção verde Yudelson Associates,Yudelson é autor de diversos livros sobre o tema Greenbuild. Confira a lista:


01

O mercado da construção sustentável estará em(Texto: alta. No topo da lista de Tânia Bértolo) Yudelson está a previsão de que o mercado vai continuar seu forte crescimento em 2014, com a edificação de novos imóveis comerciais em conjunto com o governo, universidades e instituições sem fins lucrativos. “Edifício verde é o tsunami do futuro que irá inundar todo o setor imobiliário”, diz. No Brasil, o mercado da construção sustentável tem passado ileso pelo desempenho errático da economia nos últimos anos. De acordo com um estudo realizado pela EY (antiga Ernst & Young), em 2012, os prédios verdes movimentaram R$ 13,6 bilhões no país. O valor dos imóveis que reivindicam a certificação alcançou 8,3% do total do PIB de edificações naquele ano, que foi de R$ 163 bilhões.

02

Eficiência energética em foco. Crescente foco da eficiência energética em todos os tipos de edifícios, incluindo o papel cada vez maior da automação predial para a eficiência energética utilizando sistemas baseados em nuvem. Tamanho e dimensão das janelas e os tipos de vidro escolhidos, iluminação, que avalia, por exemplo, a intensidade de luz natural no prédio e o desligamento automático do sistema estão entre soluções que ajudam a evitar o desperdício de energia.

03

Prédios de Energia Zero. Outra megatendência são os Edifícios de Energia Zero (zero energy buildings ou ZEBs, na sigla em inglês), que produzem mais energia do que consomem ao longo de um ano. Os ZEBs já estão sendo incorporados na estratégia energética de diversos países no mundo, como Alemanha e Noruega e também nos Estados Unidos.

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

109


04

110

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

Novas certificações de construção sustentável. A principal certificação de construção sustentável, o LEED (sigla em inglês de “Leadership in Energy and Environmental Design”) vai atrair competidores como nunca.Yudelson prevê que o custo e a complexidade da certificação abrirá o mercado para outros concorrentes. Nos EUA, por exemplo, um dos recém-chegados é o sistema de classificação Green Globes, que conta com ajuda de ações recentes do governo Obama para ficar em pé de igualdade com o LEED nos projetos federais. No Brasil, um dos selos mais procurados, além do Leed, é o selo Aqua.

05 06 07

Retrofit verde em prédios antigos. O foco da indústria de construção verde continuará a mudar dos novos projetos para a adaptação de edifícios existentes aos padrões sustentáveis.

08

Automação Predial. Edifícios verdes serão cada vez mais planejados e gerenciados por tecnologias de informação inovadoras baseados na “nuvem “. Na verdade,Yudelson chama 2014, ” O Ano da Nuvem “, pela rapidez com que esta tendência vai se tornar totalmente estabelecida.

– Produtos de construção saudáveis. Exigências para a divulgação do conteúdo do produto, juntamente com várias ” listas negras” de produtos químicos, vão se tornar ferramentas para o consumo de produtos menos nocivos à saúde. O uso de energia solar em edifícios vai continuar a crescer. As oportunidades de financiamento para projetos dessa natureza ajudarão a fornecer capital para instalação de sistemas de cobertura de edifícios comerciais, estacionamentos, armazéns e lojas de varejo, além de residências.


09

Divulgação do desempenho dos edifícios verdes vai continuar como uma grande tendência nos Estados Unidos, com destaque para os requisitos de divulgação promulgada em 2013 por mais de 30 grandes cidades em todo o país. As leis exigem que proprietários de edifícios comerciais divulguem o real desempenho dos “Greenbuildings”.

10

A consciência de que a água é um recurso escasso vai aumentar globalmente. Para Yudelson, os edifícios verdes podem ser um dos aliados no combate ao problema, por meio da incorporações de sistemas que otimizam o uso de água. REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

111


112

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

113


IlumiILUMINACAO nação

Iluminando

com Babienn Veloso e Sthefania Duarte

No início dos tempos a preocupação da humanidade era com o fogo e em como mantê-lo. Com a evolução das civilizações e dos sistemas de iluminação, a preocupação também evoluiu para como obter mais luz como o menor consumo de energia. Projetos residenciais não seguem regras específicas. O que se exige é a integração entre o profissional, o bom senso, e os interesses do cliente. Em um sistema de iluminação devem estar bem resolvidas as questões de eficiência energética, conforto

114

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


visual e flexibilidade do uso. A identidade da iluminação residencial se fundamenta em valores intimista e aconchegante. Partindo do princípio de levar aconchego, conforto e de fazer com que os usuários sintam-se bem acolhidos e seguros em seu espaço. Para tanto, procura-se modular diferentes sistemas de iluminação, com o objetivo de criar uma atmosfera agradável com certa dramaticidade. REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

115


116

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


Um bom aliado para a concepção dessa identidade são as lâmpadas, pois além de possuírem finalidades múltiplas, a sua seleção dependerá do efeito que se deseja criar no ambiente a ser iluminado. Logo, os profissionais da área de Iluminação (Lighting Designers) devem conhecer e levar em consideração fatores comportamentais e psicológicos dos usuários que irão fazer uso do ambiente. Outro aliado para a concepção dessa identidade é a integração do sistema de iluminação com o controle de luz, a automação. Seu uso além de proporcionar comodidade, conforto e beleza gera flexibilidade e possibilita a criação de diversos cenários em um único ambiente.

Escritóro i2 - Design Iluminação e Design Babienn Veloso e Stefania Duarte (83) 8710-5258 (83) 8872-3505 i2-design@outlook.com

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

117


GIRO Giro 118

REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

Arqdesign em Festa! A festa “Celebrate Life” bombou, no útimo dia 27 de dezembro, transformou o Lovina Tropical em festa para lojistas, arquitetos, decoradores e designers de interiores do grupo Arqdesign. Um clima de pré-Réveillon com todos os convidados de branco. O Dj Astek comandou a animação e só parou de tocar suas deliciosas músicas no momento dos sorteios e da apresentação das novas lojas associadas do Arqdesign, a Aprimore, Tok de Casa e Abraccio, tudo apresentado com muito entusiasmo por Douglas Monteiro, presidente do grupo. Entre muitos brindes e desejos de muita coisa boa para todos, o Arqdesign fechou 2013 com “chave de ouro”, proporcionando uma noite realmente inesquecível. Confira nossa cobertura!


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

119


120 REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

121


GIRO Giro

122 REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

Comemorando 2014 com o Circuito AD O Circuito AD, grupo que reúne lojistas e profissionais da arquitetura e decoração realizou em 19 de dezembro, no novo point Republick Pub, a sua tradicional confraternização de fim de ano e como não poderia ser diferente,todos atenderam ao convite do AD e a casa ficou lotada de arquitetos, decoradores e designers de interiores. Uma caravana de profissionais de Campina Grande também marcou presença na festa e foram calorosamente recepcionados pela diretoria do grupo. O presidente do AD, Eduardo Cabral e toda sua diretoria recepcionavam com a maior alegria quem chegava no Republick.Um dos momentos esperados da noite foi o sorteio de brindes, onde as lojas do AD levaram poderosos presentes para sortear entre os profissionais.Tudo deu certo e a festa foi um sucesso total!


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

123


124 REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

125


126 REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

127


GIRO Giro

128 REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

Chá Elegante! O Chá da Tarde promovido pela Oficina do Granito e Espaço Revestt, ocorrido no último dia 19/12, marcou a confraternização de fim de ano das duas empresas com os profissionais da arquitetura e decoração. A família Monteiro – Douglas, a esposa Nísia e a filha Denise – juntamente com a equipe de trabalho, receberam os convidados na própria loja Espaço Revestt da avenida Edson Ramalho. E quem chegava lá não queria mais sair tamanha a receptividade e alegria na recepção, afinal, tudo foi planejado com muito carinho para os arquitetos, decoradores e designers de interiores, profissionais que são acima de tudo amigos. Para fechar a confraternização com “chave de ouro”, todos receberam um mimo super especial: uma obra do artista plástico e escultor Chico Ferreira, que por sinal foi super elogiada.


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

129


130 REVISTA D&A - EDIÇÃO #26


REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

131


132 REVISTA D&A - EDIÇÃO #26

Revista D&A #26  

SHOWROOM FAVORITA - Tudo que faltava para completar sua vida!

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you