Page 1

#149 BRASIL netcult.com.br 2019 ANO 14

CAPA COM REALIDADE AUMENTADA. BAIXE O APP ZAPPAR EM SEU SMARTPHONE OU TABLET E APONTE PARA O SÍMBOLO E CONFIRA O VÍDEO.

EVA WILMA NÃO SOU 18 “EU MONSTRO

SAGRADO NENHUM. PREFIRO DESMITIFICAR, SER EU MESMA”

MAIS CULT

MULHERES VENCEDORAS

BEM CULT

SAÚDE & ESTÉTICA

MUNDO CULT

GASTRONOMIA & CULTURA


EDIÇÃO_CULT 149 EDITORA CULT

MULHERES VENCEDORAS! #149 BRASIL netcult.com.br 2019 ANO 14

CAPA COM REALIDADE AUMENTADA. BAIXE O APP ZAPPAR EM SEU SMARTPHONE OU TABLET E APONTE PARA O SÍMBOLO E CONFIRA O VÍDEO.

EVA WILMA NÃO SOU 18 “EU MONSTRO

SAGRADO NENHUM. PREFIRO DESMITIFICAR, SER EU MESMA”

MAIS CULT

MULHERES VENCEDORAS

BEM CULT

SAÚDE & ESTÉTICA

MUNDO CULT

GASTRONOMIA & CULTURA

Capa Eva Wilma Foto Divulgação

Nesta edição, dedicada às mulheres pela comemoração do “Dia Internacional da Mulher”, reverenciamos o empreendedorismo feminismo em vários segmentos, entre eles, o agronegócio, onde elas já ocupam cerca 30% dos cargos de comando no campo. Mostramos também cases de sucesso, marcas, produtos, serviços, profissionais e empresas lideradas pelas empresárias. Nossa capa traz a atriz global Eva Wilma, um dos maiores ícones das artes cênicas do Brasil, com sua premiada trajetória no teatro, televisão e cinema. O conteúdo cultural destaca os 50 anos do lendário Festival de Woodstock a serem comemorados num megaevento em agosto. Você confere ainda o Especial Circuito Uberlândia - Centro e Entorno mostrando a história do centro de Uberlândia com suas referências, personagens e curiosidades, além do comércio no coração de nossa cidade. Entre outros temas, estão a posse da nova diretoria da Aciub, prestigiada pelo governador Romeu Zema, a evolução da indústria do queijo artesanal em nossa região, a realização dos eventos Chefes da Brasa e Saint Patrick’s Beer Festival que prometem agitar a cidade, o lançamento do projeto Invista, da Prefeitura Municipal, para atrair novos investimentos para o município e a Páscoa Iluminada Araxá que acontecerá no Grande Hotel e Termas de Araxá. Tudo isso e muito mais com o profissionalismo de toda a nossa equipe em fazer, a cada mês, uma revista mais completa. Boa leitura e até a próxima!

Expediente

REVISTA COM REALIDADE AUMENTADA. BAIXE O APP ZAPPAR EM SEU SMARTPHONE OU TABLET E APONTE PARA O SÍMBOLO E DIVIRTA-SE.

4 _CULT

ÍNDICE

06 22 48 74 84 104 126 149 150

conselho de administração Célio Cardoso, Paulo Roberto Orlandini e Leonardo Regis Orlandini. gestão comercial / operações Célio Cardoso gestão de projetos Paulo Roberto Orlandini gestão administrativa Leonardo Regis Orlandini capa Eva Wilma foto Divulgação realidade aumentada Massfar colunistas e colaboradores Anita Godoy, Cássia Freitas, Dr. Alexandre Fernandes, Arlindo Drummond, Fernando Prado, Bruna Barcelos, Résia Morais, Lucas Bianchinni, Serifa Comunicação, GA Comunicação, Carina Alencar, Jéssica Côrtes, Agência Q9, Kelson Venâncio, Margareth Castro, Nando Medeiros, Bettina Ávila, Arthur de Aguiar, Uberlândia Convention & Visitors Bureau, Márcia Chicorsqui, Cezar Honório Teixeira, Marcos Maracanã, Mônica Cunha, Carlos Guimarães Coelho, Sonia Sampaio, Silvia Vilela, Karina Gera, Lara Paulinny, Paulo Gabriel Jr, Geni Costa, Dr. Jorge Pfeifer, Hélio Mendes, Marcelo Picosse, Karolina Cordeiro, Eduardo Girão, Eva Simone, Maresha Guimarães MGR Assessoria de Comunicação, Renato Faria/Secom PMU, Lucas Bittencourt, Mauro Almeida (Ituiutaba) e Marise Romano (Uberaba). coordenação e planejamento Flávia Almeida executivos de conta Flávia Tucci, Jéssica Araújo, Lucas Felipe, Dediane Baptista, Guiomar Domingos e Luiz Fernando. depto. financeiro Caroline Oliveira núcleo marketing digital Jéssica Araújo, Amanda Carvalho e Natália Santos. i_cult tv Artur Regis e Luiza Seyfried cult eventos Alessandra Picosse e Luiz Fernando. gestão de conteúdo Amanda Carvalho - Jornalista. editora de moda Carina Alencar. projeto gráfico Agência Sic. editor e revisor Chico Lúcio - MTB MG 03682 JP. diretor de criação | designer gráfico Jobcriativo - Jeferson Santos fotógrafos colaboradores Mauro Marques, Gabriel Rangel, Mayron Avelar, Marise Romano, Jorge H. Paul, Beto Oliveira, Daniel Cavalari, Nina Fotografias, Cris Bizzinotto, Rachel Andrade, Alexandre Guzanshe, Marco Crepaldi, Cleiton Borges, Valter de Paula/Secom PMU, João Caldas, Mila Maluhi, Luiz Crosara e KiyoshiOta/GettyImages. fotos conceito www.sxc.hu.com | gfxtra www.dreamstime.com | shutterstock edição de imagens Santos Edição-santosedicaodeimagem@gmail.com impressão CNEC Edigraf anúncios comercial@netcult.com.br - 34 3232-6600 versão digital www.netcult.com.br Os anúncios, artigos e imagens publicados e assinados são de responsabilidade de seus autores. É expressamente proibido a reprodução, parcial ou total, sem autorização prévia dos seus autores. O conteúdo editorial desta edição não reflete necessariamente a opinião da revista.

EDIÇÃO REGIONAL IMPRESSA E DIGITAL INTERATIVA

Cultura, música e cinema Saúde, estética e qualidade de vida Política, agronegócios, educação, turismo, tecnologia, comunicação e turismo Lifestyle, moda e comportamento Mulheres vencedoras Uberlândia e Uberaba

Gastronomia , queijo artesanal , bares e restaurantes fundinho e hipercentro de Uberlândia

Associativismo, CDL 42 anos, investimentos e mercado automotivo Acontecimentos sociais e empresariais Uberlândia e Ituiutaba

Av. João Naves de Ávila, 81 - Centro 34 3232-6600 Uberlândia - MG - CEP 38400-042 www.netcult.com.br revistacultnet @revistacult Para assinar: www.netcult.com.br Para anunciar: comercial@netcult.com.br


Annecy Moda Executiva é a solução, onde a mulher encontra: ternos, blazers, camisas, blusas, tubinhos, saias e acessórios. Peças indispensáveis para ambientes formais. Vá à Annecy Moda Executiva e garanta um look clássico e elegante.

34 3219-9080 | 99644-9080 Av. Rondon Pacheco, 2300 Griff Shopping - Piso 2 - Loja 72, 74, 76 Bairro Saraiva - Uberlândia - MG Icone Instagram e Facebook: annecymodaexecutiva


ALMANAQUE_CULT_CINEMA KELSON VENÂNCIO | JORNALISTA ARQUIVO PESSOAL | DIVULGAÇÃO

CAPA COM REALIDADE AUMENTADA. BAIXE O APP ZAPPAR EM SEU SMARTPHONE OU TABLET E APONTE PARA O SÍMBOLO E CONFIRA O TRAILER.

ESTA NOVA VERSÃO É, SEM DÚVIDA, A MELHOR DE TODAS

NASCE UMA ESTRELA

Jackson Maine (Bradley Cooper) é um cantor no auge da fama. Um dia, após deixar uma apresentação, ele chega em um bar para beber algo. É quando conhece Ally (Lady Gaga), uma insegura cantora que ganha a vida trabalhando em um restaurante. Jackson se encanta pela mulher e seu talento, decidindo acolhê-la debaixo de suas asas. Ao mesmo tempo em que Ally ascende ao estrelato, Jackson vive uma crise pessoal e profissional devido aos problemas com o álcool. Como uma mesma história pode ser contada quatro vezes no cinema e fazer tanto sucesso? A trama de “Nasce Uma Estrela” já é bem conhecida para os mais aprofundados na sétima arte. A primeira vez foi contada em 1937 e na época estrelada por Janet Gaynor. Depois foi a vez de Judy Garland viver a personagem principal em 1954. Barbra Streisand e Kris Kristofferson trabalharam juntos na versão de 1977. Agora o filme chega com uma nova roupagem tendo os atores Bradley Cooper e Lady Gaga vivendo o par romântico de cantores numa história que apesar de repetitiva, acaba sendo aclamada pela crítica e indicada a nove Oscars, entre eles melhor filme, ator, atriz e roteiro adaptado. O fato é que esta nova versão é sem dúvida a melhor de todas e merece ser vista com um olhar mais crítico já que não traz apenas uma boa história de amor. O

6 _CULT

filme tem ótimos elementos que fazem jus a todas as indicações que recebeu. A começar pela ótima trilha sonora composta de canções marcantes e com letras que tem tudo a ver com a trama. E são estas músicas que embalam a premissa que a princípio parece que vai trazer “mais do mesmo”, mas acaba nos dando boas reviravoltas num roteiro bonito, bem contado e ao mesmo tempo triste. Sim, o filme provavelmente vai te fazer chorar. Mas, é claro que de nada adianta uma boa história se ela não é bem dirigida e interpretada. E, neste caso, méritos totais dos atores Lady Gaga e Bradley Cooper, que também assina a direção. Os dois estão simplesmente fantásticos em suas interpretações e possuem uma química muito boa, sempre nos convencendo que se amam acima de tudo. Gaga, que já havia vencido o Globo de Ouro por seu trabalho em American Horror Story, agora prova de vez que além de ser uma excelente cantora é uma ótima atriz. Bradley não fica atrás e nos dá um personagem sofrido e cansado do sucesso, que se afunda no mundo da bebida e das drogas, até conhecer o amor da vida dele. Até a voz do personagem dele no filme é convincente. Nasce uma estrela ainda tem uma boa fotografia e uma boa atuação do veterano Sam Elliot. É, sem dúvida, um filme que vai te emocionar e te satisfazer, apesar de em alguns momentos ser óbvio.

Nota 8 Kelson Venâncio é jornalista, crítico de cinema e diretor-presidente da rede de mídias Cinema&Vídeo. www.cinemaevideo.com


LOTES

A PARTIR DE

250 m2 OBRAS INICIADAS

No ponto mais alto de Uberlândia

+ de 5.800 m² de área verde

Pista de caminhada com 436 m

Espaço kids e Arena baby

Próximo do Parque do Sabiá, padaria, farmácias, e supermercado

Área de convivência

Área de jogos

Ciclovia Infantil

Fácil acesso, perto de tudo

Projeto viário inteligente nas ruas internas do bairro

3 praças dinâmicas

Paisagismo planejado

Lotes a partir de 250 m2

Fiação subterrânea na praça central

Área Fitness

Monitoramentos em pontos estratégicos

VISITE NOSSO STAND DE VENDAS. Av. Dr. Vicente Salles Guimarães, 2.555. Aberto todos os dias, das 8h às 18h.

34 3210 0877 34 99837 5437 www.quintaaltoumuarama.com.br

REALIZAÇÃO

Todas as imagens são meramente ilustrativas das perspectivas artísticas. Rede de energia subterrânea, somente na praça central. Representação artística da vegetação, imagens ilustrativas com porte adulto das espécies, que será atingido anos após a entrega do empreendimento, de acordo com o projeto paisagístico. Por se tratar de empreendimento a ser construído, as cores e modelos dos mobiliários e equipamentos poderão sofrer alterações, sem aviso prévio, em função das disponibilidades dos mesmos no mercado. O projeto encontra-se aprovado na prefeitura da cidade de Uberlândia sob o n° alvará 004359/2015 aprovado em 17 de julho de 2018 e registrado sob R5 na matrícula n°179.134 no 1° Serviço Regional de Imóveis de Uberlândia – MG em 22/10/2018.


ALMANAQUE_CULT_TUDO DE BOM FERNANDO PRADO | COMUNICADOR MULTIMÍDIA LEO CROSARA | DIVULGAÇÃO

“TEMOS VOZ E VAMOS RESISTIR SEMPRE”

THIESSA WOINBACKK

Conheci a youtuber Thiessa Woinbackk em uma gravação de um clip, eu a dirigi e me apaixonei! Que pessoa linda, ser humano incrível, mulher doce e cheia de vontade de viver, mas que enfrentou e continua enfrentando uma barra apenas por ser quem é. Janeiro foi o mês da visibilidade trans e a Thiessa é sim uma militante, uma voz que se impõe exigindo o mínimo: o respeito. Se você ainda não a conhece, chegou a hora.

Quem é Thiessa Woinbackk? Sou uma mulher que desde que nasci as pessoas disseram que era um menino, mas nunca me senti como tal. Sou geminiana, falo demais. Sempre me interessei pela arte, por coisas digitais, produção de vídeo e acabei me encontrando na profissão certa: criadora de conteúdo online. Muitos te conhecem pelo Instagram e outros te conhecem pelo YouTube. Você tem uma plataforma preferida? Não tenho uma plataforma preferida, mas YouTube é um conteúdo bem mais elaborado, onde eu me sento e gravo vários vídeos em um dia só. Instagram é uma coisa mais cotidiana e amo ambas. Mas vejo que no Instagram eu tenho uma proximidade maior com meu público. Eu comecei pelo YouTube fazendo vídeos de entretenimento, mas chegou um momento que me vi querendo falar sobre a transição, ser mais eu. Hoje elas funcionam como trabalho, existe diversão, mas responsabilidade também. Produção de conteúdo online e o futura da internet... Eu crio o que me dá prazer, não fico focada no que tá em alta, porque prefiro ser eu mesma do que ficar criando coisas que todo mundo faz. Hoje eu vejo que eu tenho mais responsabilidade com o conteúdo que crio pelo alcance de pessoas, mas sempre criando conteúdos que eu acredito e levando informação às pessoas através da arte. Você é uma das representantes do movimento LGBTQ+ na internet brasileira. Como você se vê nesse papel? Eu fico muito grata porque sei que não existia espaço para pessoas como nós. Eu fico muito honrada de ser porta-voz de uma comunidade que viveu a vida sendo calada. Vamos falar sim e vamos resistir sim! Fernando Prado é comunicador multimídia, apresentador de TV, Rádio e Eventos. Em seu site fala de comunicação, criatividade e agenda cultural. www.fernandoprado.com

8 _CULT


CULT_ 9


ALMANAQUE_CULT_CULTURA CARLOS GUIMARÃES COELHO | JORNALISTA E PRODUTOR CULTURAL ARQUIVO PESSOAL | ELISA MENDES

CULTURA BRASILEIRA PERDEU UM DOS SEUS MAIORES FENÔMENOS, A ATRIZ E CANTORA BIBI FERREIRA

A ESTRELA MAIS RELUZENTE

Era quase um ritual. Carteirinha improvisada em frente ao televisor e a imaginação correndo solta nos desenhos de animais que se transformavam em letras para alfabetizar por meio da fantasia. Foi assim meu primeiro contato com a atriz Bibi Ferreira, sem saber que no futuro, pela afinidade com as artes cênicas, aumentaria a admiração por ela. Dali, saí alfabetizado, em uma época quando a pré-escola quase não existia. Com Bibi - e, tenho de admitir, também com a Vila Sésamo -, descobri o mundo da leitura e da imaginação. Com o passar dos anos e a proximidade com a linguagem teatral, que acabou desencadeando na produção cultural, além de me transformar também em um jornalista setorizado nessa área, passei a nutrir o desejo de trazê-la a Uberlândia. E consegui. Em 2003, cá estava Bibi Ferreira com o seu Bibi Vive Amália, provocando emoções na plateia de quase 2000 pessoas ao reviver a vida e os sucessos da cantora portuguesa Amália Rodrigues. Escrevo estas linhas

10 _CULT

no dia do falecimento de Bibi (13 de fevereiro de 2018), nascida Abigail Izquierdo Ferreira, que se permitiu apagar a estrela no alto de seus 96 anos de idade. Coincidentemente, em exatamente a um mês dessa data, chega à cidade o musical Gota D’Água (a seco), uma nova versão do trabalho que foi um marco na sua carreira, Gota D’Água, sucesso absoluto na segunda metade da década de 1970, criado por Chico Buarque e o último de seus seis ex-maridos, Paulo Pontes. Filha de um ator com uma bailarina, Bibi praticamente nasceu e morreu nos palcos. Ela estreou aos 24 dias de vida, substituindo uma boneca que sumiu nas coxias do teatro e só aposentou cinco meses atrás por recomendação médica. Ou seja, uma vida inteira dedicada aos palcos. Tudo o que possa ser dito sobre essa atriz vai parecer redundância. Ela pode ser considerada a maior atriz brasileira de todos os tempos, talvez seguida por Cacilda Becker e Fernanda Montenegro, esta última, aliás, a considera para si, como já declarou, uma das grandes referências e inspirações. E não são poucos


“Quero ser lembrada pelo meu trabalho, por meus espetáculos, pelas interpretações, pois tudo isso foi feito sempre com total amor e respeito por mim” - Bibi Ferreira. os depoimentos hoje dos maiores artistas do país que se disseram tocados e influenciados por Bibi Ferreira. Também o pai de Bibi, Procópio Ferreira, é reconhecido por muitos como o maior ator brasileiro de todos os tempos, provavelmente seguido por Paulo Autran. O mesmo Procópio que, em meados do século passado, veio com frequência a Uberlândia e chegou a dirigir um grupo local, como menciono no meu livro “Nau à deriva, o teatro em Uberlândia de 1907 a 2011”. Quando trouxemos Bibi Ferreira à cidade, realização de um sonho, não tínhamos um teatro adequado para recebê-la. Os dois teatros municipais de Uberlândia, ambos hoje inexistentes, Teatro Rondon Pacheco e Teatro Grande Otelo, eram pequenos para a produção. A opção foi levá-la para o Center Convention, dando continuidade à prática que iniciamos pouco tempo antes de realizar lá também eventos culturais, mesmo sendo oneroso instalar toda a estrutura necessária, além da logística inerente à produção local de um espetáculo, e criar ali um ambiente que se aproximasse ao máximo de um teatro convencional, com um fila em cada degrau de arquibancadas, caixa preta no palco, adequada estrutura de som e iluminação cênica, cadeiras numeradas, etc, criando uma atmosfera de “teatrão”, em uma época quando ainda não existia um na cidade. Fomos vitoriosos na empreitada. Os espectadores se sentiam mesmo em um grande teatro e respeitados na necessidade de conforto e aconchego que a arte teatral requer. O evento foi um grande sucesso e Bibi prometeu voltar, embora infelizmente não tenha cumprido a promessa, com o seu estrondoso “Piaf”. Lembro bem da emoção sentida, antes mesmo da apresentação, quando, no meio da entrevista coletiva, ela se dirigiu a mim para dizer do seu orgulho ao saber que o produtor local alcançou suas primeiras letras por intermédio do seu premiado programa de televisão, lá na virada das décadas de 1960 e 1970. Foi um gesto singelo e delicado, típico dos grandes artistas que carregam consigo a generosidade de reconhecer o próximo. Assim era Bibi, cuja grandiosidade manifestava-se também no palco. Sua morte, apesar de esperada, comoveu a classe artística. Claro, ela era mesmo um fenômeno, referência para todos que a conheceram ou a viram em cena. Um “bicho” do teatro, como nenhum outro. Gigante, Esplêndida. Atriz irrepreensível, cantora imponente, diretora fenomenal. O teatro brasileiro se fez também com Bibi. A maior parte dos comovidos depoimentos da classe artística brasileira, por ocasião do falecimento de Bibi, resumiuse a uma palavra: gratidão! O segmento cultural brasileiro se sente grato à atriz por uma vida inteira na plenitude artística. Desbravou terrenos, lançou talentos, militou incansavelmente pela vida artística de um modo como só os grandes artistas sabem fazêlo. Desnecessário listar aqui a quantidade de títulos

e premiações que recebeu ao longo de sua carreira. Hoje um dos principais prêmios do teatro musical brasileiro leva o seu nome. Tudo resultado de um histórico de lutas e desbravamentos. Bibi atravessou gerações, imersa, de corpo e alma, em uma profissão da qual somente os que a integram reconhecem as reais dificuldades. Viveu épocas em que as adversidades eram ainda piores. Já viu, por exemplo, sua matrícula ser recusada em uma escola simplesmente por ser filha de artista. Talvez também por que já fosse uma artista, uma atriz mirim. Há poucos anos, a atriz e cantora Liza Minelli não conteve a emoção diante de Bibi Ferreira e a enalteceu de tal forma, que chegou a afirmar que Bibi “mudou a sua vida”. A americana arriscou uma participação especial, dita improvisada, no show de Bibi Ferreira no Lincoln Center, em Nova Iorque. Fizeram um dueto cantando o clássico New York, New York. A carreira de Bibi Ferreira, ao longo de várias décadas, foi pontuada por grandes espetáculos, boa parte deles como musicais, e grandes parcerias, como as realizadas com Cacilda Becker, Dulcina de Moraes, Maria Della Costa, Henriette Morineau, Fernanda Montenegro, entre muitas outras. Como diretora, ergueu a batuta para ícones artísticos, como Clara Nunes, Marco Nanini, Marília Pera, Maria Bethânia, entre dezenas, quiçá centenas, de outros. Além disso, influenciou várias gerações no ofício da arte.

CULT_ 11


12 _CULT


CULT_ 13


ALMANAQUE_CULT_MÚSICA BETTINA ÁVILA | PRODUTORA DE FILME E TV ARQUIVO PESSOAL | DIVULGAÇÃO

FESTIVAL É UM DOS PRINCIPAIS EVENTOS CULTURAIS E SOCIAIS DA HISTÓRIA

WOODSTOCK 50 ANOS

Há 50 anos, o Festival de Woodstock reuniu quase meio milhão de pessoas por três dias de música e ativismo que viraram símbolo da contracultura dos anos 60. O festival aconteceu em um campo de uma fazenda de gado de leite na pequena cidade de Bethel no norte do estado americano de Nova Iorque depois de ter quase sido cancelado ao ter problemas com documentos garantindo uma locação. O evento reuniu clássicos da música como Santana, Jimi Hendrix, The Who, Janis Joplin, Stills, Joan Baez, Crosby, Creedence Clearwater Revival e vários outros. O Woodstock aconteceu durante um tempo de fortes mudanças nos EUA. O movimento

14 _CULT

hippie estava em crescimento e muitas pessoas se sentiam alienadas com o extremo capitalismo. O país também estava em guerra com o Vietnam e em meio ao movimento dos direitos civis, ambos caracterizados por muitos protestos e indignação da população com o governo. Neste cenário, o festival ocorreu em um momento ideal para reunir pessoas de todo o país, buscando um momento de paz e de apreciação do melhor da música. Tudo foi preparado na expectativa de receber no máximo 200 mil pessoas, mas assim que os produtores do evento perceberem que não conseguiriam controlar a multidão, os ingressos de $6 dólares por dia pararam de ser vendidos, as grades


que fechavam o espaço foram destruídas e o evento acabou sendo de graça. Muito mais que o dobro das pessoas esperadas apareceram, sem falar nas outras 250 mil que nem chegaram ao festival por causa dos quase 30 quilômetros de engarrafamento. O congestionamento foi tão grande que até as bandas que estavam marcadas para abrir o festival não conseguiram chegar a tempo, o que forçou Richie Havens a ser o primeiro a subir ao palco e tocar todas as músicas que ele conhecia até dar tempo dos outros artistas chegarem. Ele ficou tanto tempo no palco que acabou tocando algumas músicas dos Beatles e até improvisou e criou a canção “Freedom” que passou a ser um de seus maiores hits. Tudo sobre o festival foi tão maior que o planejado que um helicóptero do exército americano teve que trazer suprimentos de emergência para alimentar e cuidar da multidão. Sem falar das doações de frutas, vegetais frescos e muita granola que várias fazendas locais fizeram para o público. Pessoas esperaram uma média de 2 horas na fila para fazerem ligações de longa distância nos telefones públicos e só no primeiro dia foram estimadas meio milhão de ligações feitas. Dezoito médicos e 36 enfermeiras cuidaram dos mais de 5 mil espectadores que precisaram de assistência médica, quase um sexto deles por uso indevido de drogas. Felizmente, nenhum caso de violência foi registrado. Muitas pessoas desmaiaram por negarem comer, beber ou usar o banheiro por dias, pra não perderem o lugar em frente ao palco. Conta-se que duas crianças nasceram durante o festival, mas não há nenhum registro oficial.

uma fazenda de uma pequena cidade. O baterista do The Doors, John Densmore, pensou diferente e foi curtir o show mesmo sem a banda. A Jeff Beck Group, a banda do Rod Stewart, separou-se algumas semanas antes do evento e teve que cancelar o convite. Outras bandas que recusaram o festival foram os Beatles, Led Zeppelin, Bob Dylan, The Moody Blues e Jethro Tull. Há boatos de que os Beatles recusaram por não conseguirem reunir a banda para o evento, mas John Lennon ofereceu para se apresentar com sua banda Plastic Ono Band, mas foi recusado por causa de todo o drama envolvendo Yoko Ono. O contrato de Jimi Hendrix dizia que ninguém poderia tocar depois dele ou receber mais que ele. Ele foi contratado pra fechar o festival na noite de domingo, porém só subiu ao palco às 9 da manhã de segunda, quando muita gente já havia ido embora. Mesmo 50 anos depois, o Festival de Woodstock continua sendo o mais icônico evento da música na história. O lugar onde tudo aconteceu hoje abriga uma estrutura de shows e um museu do festival. Houve uma tentativa de recriar o evento em 1999 que não teve sucesso, mas este ano Michael Lang, um dos criadores do festival original, prometeu uma nova versão em comemoração aos 50 anos em Watkins Glen, no estado de Nova Iorque nos dias 16, 17 e 18 de agosto. Alguns artistas do festival original foram confirmados, mas tudo vai ficar em segredo até os ingressos irem à venda no final de fevereiro. Em entrevista a Rolling Stone, Lang disse que este festival vai focar em mudanças sociais e ativismo, o que faltou nas outras versões comemorativas. Ele promete uma experiência inesquecível.

Três dias de paz e música Apesar de tudo isso, Woodstock foi considerado um sucesso e entregou os tão prometidos “três dias de paz e música”. A cultura hippie do momento definitivamente teve um papel importante no sucesso do evento. É difícil pensar em qualquer outro momento da história em que tantas pessoas seriam tolerantes a três dias de muito improviso e sem acesso suficiente a hotéis, banheiros e até mesmo comida. Muitas bandas recusaram ser parte do evento por não entenderem a dimensão do que iria acontecer. Bandas como The Doors e The Byrds recusaram o convite porque acharam que o festival seria pequeno pelo fato de acontecer em CULT_ 15


ALMANAQUE_CULT_MÚSICA BETTINA ÁVILA | PRODUTORA DE FILME E TV ARQUIVO PESSOAL | DIVULGAÇÃO

show de Woodstock escolhidas pela própria banda, que não haviam sido mostradas no documentário sobre o festival. - Woodstock  Com lançamento previsto para o dia 16 de agosto deste ano, durante o aniversário de 50 anos do festival, este novo documentário promete mostrar partes do festival nunca antes vistas pela mídia. Woodstock focará na revolução cultural da década e colocará os espectadores do festival em foco. O documentário é dirigido por Barak Goodman, ganhador de 2 Emmys e indicado a um Oscar. Vale a pena esperar pra assistir.  Fontes:

Para você saber mais sobre Woodstock, a revista Cult apresenta uma seleção de filmes que vai te colocar por dentro deste histórico evento. - Woodstock: 3 dias de Paz, Amor e Música Ganhador do Oscar de Melhor Documentário em 1971, esta criação de Michael Wadleigh permite que novas gerações presenciem o evento como se estivessem lá. O documentário foi editado por sete editores, incluindo o ilustre Martin Scorsese. O filme cobre tanto os shows, quanto os bastidores do festival. Com participação de Jimi Hendrix, Janis Joplin, Santana, The Who e muitos outros, este documentário é imperdível para os fãs da música alternativa dos anos 60 e 70. - Aconteceu em Woodstock Dirigido por Ang Lee (O Segredo de Brokeback Mountain, As Aventuras de Pi), esta comédia é baseada na história real de Elliot Tiber que ofereceu o terreno da família para o Festival de Woodstock na esperança de fazer um dinheiro extra e salvar seu pequeno hotel da falência. Mal sabia ele que meio milhão de pessoas apareceriam para o evento. Com foco nos bastidores do festival, o filme mostra em detalhes como o acontecimento afetou a sociedade, tanto local como nacional, desde a superlotação da pequena cidade de White Lake até as grandes discussões sociais sobre racismo, liberdade e paz. Este filme é uma ótima escolha para quem já é familiar com o festival e tem curiosidade de conhecer seu lado menos glamoroso. - The Kids Are Alright Considerado um “rockumentário” esta produção é para os super fãs da banda The Who. O filme acompanha vários shows, entrevistas e até o dia a dia da banda. O documentário dá bastante ênfase ao comportamento destrutivo da banda, quebrando muitas guitarras e quartos de hotéis. Em especial, ele mostra partes do

16 _CULT

• http://mentalfloss.com/article/84715/time-us-army-helicopterdropped-snacks-woodstock • https://www.loudersound.com/features/50-things-you-never-knewabout-woodstock • https://www.huffingtonpost.com/2013/11/25/woodstocktrivia_n_4334870.html • https://www.nytimes.com/2009/08/09/arts/music/09pare.html • https://www.history.com/topics/1960s/woodstock • https://www.rollingstone.com/music/music-news/woodstock-50thanniversary-michael-lang-775588/ •https://www.history101.com/bands-turned-down-woodstock-69/ Meu nome é Bettina Ávila e sou formada em Produção de Filme e TV pela New York University. Sou amante da música e meu primeiro emprego foi na série da HBO “Vinyl”, criada por Martin Scorsese e Mick Jagger. Meu último trabalho foi como diretora de fotografia no clipe de música de “Eastside”, por Benny Blanco, Halsey e Khalid, que está perto de alcançar 300 milhões de vizualizações no YouTube.


CULT_ 17


MAIS_CULT_ALMANAQUE REDAÇÃO JOÃO CALDAS | MILA MALUHY

A TRAJETÓRIA DE UMA DAS MAIORES DIVAS DA DRAMATURGIA BRASILEIRA

EVA WILMA

Eva Wilma, ou simplesmente Vivinha, se tornou uma das atrizes mais conceituadas e queridas do país. Com mais de 60 anos de carreira, sempre foi uma mulher de personalidade forte e uma atriz fabulosa. Nesta edição, dedicada às Mulheres Vencedoras, ela é nossa estrela de capa com matéria especial sobre o seu trabalho, hoje reconhecido pelo público e pela crítica no teatro, cinema e televisão. Nossa homenagem a esta mulher que, apesar de todo o sucesso, não abre mão da autenticidade e declara: “Eu não sou monstro sagrado nenhum. Prefiro desmitificar, ser eu mesma”. Com vocês, Eva Wilma! Eva Wilma iniciou sua carreira como bailarina clássica aos 14 anos. Passou a dar aulas de balé com uma amiga nessa idade e ganhou aulas de patinação no gelo e foi contratada pela empresa para participar do Holliday On Ice, um dos maiores festivais de patinação no gelo do mundo, mas foi proibida por seus pais. Sendo bailarina, logo passou a fazer parte do São Paulo Ballet, de Maria Oleneva. Em 1953 apresentou-se no Teatro Municipal de São Paulo, apesar de a primeira vez que se apresentou nesse teatro tinha nove anos. Em 1953 sua apresentação foi juntamente com o corpo de balé do IV Centenário de São Paulo. No terceiro mês de apresentação com o corpo de balé começou a aparecer chances para atuar como atriz. O produtor e diretor do TBC (Teatro Brasileiro de Comédia), José Renato, chamou-a para formar a primeira turma de teatro de arena, onde atuou com grandes astros e estrelas na época nos espetáculos, Judas em Sábado de Aleluia, Uma Mulher e Três Palhaços, depois teve grande repercussão ao fazer trabalhos como Boeing-Boeing, O Santo Inquérito, A Megera Domada e Black-Out, peça produzida e dirigida por John Herbert. Fez Um Bonde Chamado Desejo, Pulzt, Esperando Godot, dirigiu Os Rapazes da Banda, depois participou de Quando o Coração Floresce, Queridinha Mamãe, pela qual recebeu o Molière de Melhor Atriz e O Manifesto. Em 1952, o diretor italiano Luciano Salce convidou-a para fazer uma participação como figurante no filme Uma Pulga na Balança, na Companhia Cinematográfica Vera Cruz, simultaneamente, participou do documentário do IV Centenário de São Paulo, Se a Cidade Cantasse, do diretor Tito

18 _CULT

Banini. Protagonizou dois filmes ao lado de Procópio Ferreira: O Homem dos Papagaios e A Sogra, ambos do diretor Armando Couto, e o drama de José Carlos Burle, O Craque. Foi a estrela da cinebiografia do cantor Francisco Alves: Chico Viola Não Morreu, de Roman Vanoly Barreto, em coprodução com a Atlântida e Sonefilme da Argentina. Volta a trabalhar com José Carlos Burle em uma comédia, O Cantor e o Milionário. Atuou no policial Cidade Ameaçada de Roberto Faria, na aventura A Ilha, de Walter Hugo Khouri, e no suspense O Quinto Poder, de Alberto Pieralisi. Começa a trabalhar em coproduções estrangeiras, A Moça do Quarto 13, do americano Richard Cunha, simultaneamente, trabalha em filmes sob os olhos do alemão Horst Hachler como Noites Quentes em Copacabana e Convite ao Pecado. Premiada no Brasil e exterior, Eva Wilma, participa do filme São Paulo S/A, do diretor Luiz Sérgio Person, onde interpreta Luciana, a jovem esposa ambiciosa de um alto funcionário da indústria paulista em busca de ascensão social. Depois, ela participa de comédias como A Arte de Viver Bem, episódio 1: A Inconveniência de ser esposa, baseada na peça homônima de Silveira Sampaio, sob direção de Fernando de Barros, da coprodução Brasil-México, Juegos Peligrosos, episódio 2: Divertimento do diretor mexicano Luiz Algoriza e Cada Um Dá O Que Tem, episódio 2: Cartão de Crédito, sob direção de John Herbert. De Ricardo Bandeira faz uma pequena participação no filme religioso O Menino Arco-Íris (A Vida de Jesus Cristo). Representa a abnegada mãe de um jogador de futebol em Asa Branca, um sonho brasileiro do diretor Djalma Limongi Batista, e o Feliz Ano Velho, de Roberto Gervitz.


CULT_ 19


MAIS_CULT_ALMANAQUE REDAÇÃO JOÃO CALDAS | MILA MALUHY

Diva da Televisão Eva Wilma estreou na televisão, em 1953, quando Cassiano Gabus Mendes convidou-a para atuar no seriado Namorados de São Paulo, ao lado de Mário Sérgio. Posteriormente, Gabus Mendes mudou o título da série para Alô, Doçura, e esta foi protagonizada por Eva Wilma e John Herbert durante dez anos. O seriado entrou para o Guiness Book, como o mais longo do país, e Eva Wilma recebeu o Troféu Imprensa 1964 como Destaque do Ano. Eva Wilma, Jardel Filho e John Herbert na peça teatral “Boeing-Boing”, 1963, Arquivo Nacional. John Herbert e Eva Wilma formaram o principal casal da televisão brasileira dos anos 50 e 60, depois do sucesso em Alô Doçura, trabalharam na Record, protagonizando duas novelas: Comédia Carioca e Prisioneiro de um Sonho, de Roberto Faria. O casal retornou à TV Tupi e fez trabalhos importantes como, A de Amor e Confissões de Penélope. Eva

20 _CULT

Wilma comoveu os telespectadores como a meiga Ana Maria, de Ana Maria Meu Amor, fez Fatalidade e a vilã Jane de Angústia de Amar, novela baseada no filme O Que Aconteceu a Baby Jane? Recebeu reconhecimento internacional ao trabalhar em O Amor Tem Cara de Mulher, de Cassiano Gabus Mentes, e recebeu o Troféu Imprensa de atriz revelação em 1966. Também atuou em Nenhum Homem é Deus, de Lauro César Muniz. Na década de 1970 tornou-se, ao lado de Carlos Zara, um dos principais pares românticos da televisão brasileira, juntos trabalharam em novelas de grande sucesso, teleteatros e especiais. Zara foi o diretor de teledramaturgia da TV onde interpretou uma mulher amarga, Jandira, e a sonhadora Gabriela, em Nossa Filha Gabriela, ambas de Ivani Ribeiro. Em A Revolta dos Anjos, da psicóloga Carmem Silva, interpretou a prudente Silvia. Em 1973, Eva Wilma interpretou as gêmeas Ruth e Raquel, de Mulheres de Areia, novela de Ivani Ribeiro e sucesso nacional e


internacional. Trabalhou em duas novelas de sucesso de Ivani Ribeiro, A Barba Azul e A Viagem, e depois participou de duas novelas de Sérgio Jockymann, O Julgamento e Roda de Fogo. Fez o remake de O Direito de Nascer e chegou a participar das gravações da novela Maria Nazaré, que por problemas internos da emissora paulista nunca chegou a ser levada ao ar. Com o fim da TV Tupi em 1980, Eva Wilma foi contratada definitivamente pela Rede Globo, onde exerceu seu lado humorístico nas novelas Plumas e Paetês e Elas por Elas, fez a esquizofrênica Laura, de Ciranda de Pedra, a autoritária Francisca Moura Imperial, de Transas e Caretas, depois vieram a engraçada Angelina, de De Quina pra Lua, a exmilitante política Maura, que sofreu os horrores da ditadura militar, em Roda de Fogo, o sucesso Sassaricando e muitas outras novelas marcantes, como Pedra sobre Pedra, Pátria Minha e A Indomada, onde interpretou a cômica e perversa vilã Maria Altiva Pedreira Mendonça de Albuquerque que repetia sempre o bordão “Oxente, my God!”. Atuou em História de Amor, em que o autor Manoel Carlos criou um personagem só para ela, e fez também grandes produções como O Rei do Gado, Esperança, Começar de Novo e Desejo Proibido. Também participou de séries de televisão como Mulher, O Quinto dos Infernos, Os Maias, Um Só Coração, JK, Norma e Na Forma da Lei. Em 2011 volta às novelas para interpretar a cômica trambiqueira Tia Íris em Fina Estampa. Em 2014 fez uma participação em A Grande Família, no papel da Dra. Laura, a psicanalista da Dona Nenê. Já em 2015 interpreta a bon vivant e alcoólatra Fábia em Verdades Secretas. Atualmente está em cartaz com a peça “O que terá acontecido a Baby Jane?”, interpretando Baby Jane ao lado da outra grande dama do teatro, Nicette Bruno. Recentemente participou da segunda temporada da série Os Experientes e vem se dedicando ao show Casos e Canções, onde canta várias músicas que vão de Vinicius de Moraes, Inezita Barroso, entre outros, com seu filho John Herbert Junior e Willian Paiva. O seu mais recente trabalho foi na TV Globo, na novela “O Tempo Não Para”, onde viveu Pietra. CULT_ 21


BEM_CULT

PUBLI EDITORIAL instituto de neurorradiologia e radiologia intervencionista DIVULGAÇÃO

instituto de neurorradiologia e radiologia intervencionista

TRATAMENTO DOS MIOMAS UTERINOS SEM CORTES OU CICATRIZES EMBOLIZAÇÃO DOS MIOMAS UTERINOS Miomas Uterinos O que são? Miomas instituto uterinos são tumores benignos (não de neurorradiologia e radiologia intervencionista cancerosos) da porção muscular do útero que podem causar dor, sangramento, sintomas urinários por compressão sobre a bexiga e dificuldade de engravidar ou manter a gravidez. Como tratar? Dentre as opções terapêuticas existentes, destaca-se a Radiologia Intervencionista, que realiza o tratamento minimamente invasivo dos miomas uterinos utilizando a técnica denominada embolização dos miomas uterinos, ou embolização das artérias uterinas, realizada através de um diminuto orifício na pele da região da virilha, sem cortes ou cicatrizes e sem a necessidade de retirada do útero. A embolização das miomas normalmente requer uma internação, em geral, de apenas uma noite. Em média, 98 por cento das mulheres que tiveram a experiência relataram alívio significativo ou total de sangramento, de dor e/ou sintomas relacionados.

PRINCIPAIS VANTAGENS E BENEFÍCIOS DA EMBOLIZAÇÃO DOS MIOMAS: • Minimamente invasivo, menos agressivo ao organismo, com uso de tecnologia de ponta, sem cortes ou cicatrizes • Preserva o útero, não havendo a necessidade de retirada do mesmo, possibilitando que a mulheres possam engravidar futuramente. • Não é necessário anestesia geral; • A internação é mais rápida, em geral por 24 hs; a paciente retorna mais rápido para o conforto do lar. • O pós operatório é menos desconfortável quando comparado a outras técnicas cirúrgicas, como por exemplo a histerectomia, é menos doloroso, mais rápido. • A recuperação é mais rápida por não ter cortes, cicatrizes, não precisa retirar pontos e a paciente retorna mais rápido para as suas atividades do cotidiano • Substitui cirurgias convencionais, como a histerectomia. • A embolização evita a necessidade de transfusão de sangue, que é mais frequente na histerectomia. • Os efeitos da embolização são permanentes e muito raramente será necessário um tratamento adicional

O PROCEDIMENTO CIRÚRGICO

CATETER NA ARTÉRIA UTERINA INTRODUZIDO ATRAVÉS DA VIRILHA

22 _CULT

ARTÉRIAS NUTRIDORAS DO MIOMA SENDO EMBOLIZADAS


SAIBA MAIS SOBRE A EMBOLIZAÇÃO DOS MIOMAS:

WWW.MIOMA.UDI.BR /institutoirradia

na pele) na região da virilha, obtendo-se acesso ao espaço intravascular (artéria), e por meio de cateteres e fios-guia, sob orientação radiológica, navega-se de forma endovascular até as artérias que irrigam os miomas, que são ocluídas (fechadas) com o uso de

@rodrigo.padre

microesferas. Estes materiais e equipamentos utilizados nos procedimentos intervencionistas compõem o cenário de uma das áreas mais avançadas da medicina atual, utilizando assim tecnologia de ponta.

Apenas as artérias que nutrem os miomas são embolizadas (embolizar significa ocluir, fechar), deste modo tratando os miomas e preservando o útero, que não precisa ser retirado, como nas técnicas convencionais, enfatizando-se que o procedimento é realizado sem a necessidade de anestesia geral. ANTES DO PROCEDIMENTO CIRÚRGICO

APÓS O PROCEDIMENTO CIRÚRGICO

Múltiplas artérias nutrindo os miomas

Oclusão das artérias que irrigavam os miomas

O IRRADIA tem como diretor o Dr. Rodrigo Padre, especialista em Cirurgia Minimamente Invasiva, Neurorradiologia Intervencionista, Radiologia Intervencionista e Cirurgia Endovascular. Dr. Rodrigo Padre CRM 59.389 Contatos: COT - Centro Oncológico do Triângulo: (34) 3291-3500 Consultório Hospital Santa Genoveva: (34) 3239-0300 Sala Híbrida Hospital Santa Genoveva: (34) 3239-0292 contato@irradia.med.br www.mioma.udi.br | www.irradia.med.br CULT_ 23


BEM_CULT_SAÚDE EVA SIMONE RIBEIRO | FISIOTERAPEUTA DIVULGAÇÃO | SXC

“O MODO DE USAR O CORPO ESTÁ ESCRITO NA FORMA DOS OSSOS”

ELASTICIDADE ÓSSEA

Nossos ossos são elásticos: sentidos e consciência protegem nossas articulações. “Variem as posições! Despertem seus ossos!”. Ninguém é dono da verdade, mas essas avaliações nos dão elementos para compreender e ver que cada pessoa tem sua maneira peculiar de agir no mundo. Essa observação deve nos levar a propor uma conduta benéfica para que o corpo funcione melhor. Era uma vez uma senhora que percebeu que o corpo se mexe no espaço à espreita, voltado para cima, em ação, para a frente, voltado para si mesmo e seus apoios, que se exterioriza, que se interioriza, que pode viver de modo fluido, adaptável é variado, no meio dessas grandes direções antagônicas. O osso está vivo, é preciso que se diga! Esse corpo, eu digo, age como uma unidade em que o gesto e o que o anima são apenas um. EsTa senhora se chama Godelieve Denys Struyf. Tendo vivido seus primeiros 16 anos na África, aprendeu a observar por si mesma, com muita acuidade e independência de espírito. Ela desenvolverá assim o método chamado de cadeias musculares e articulares, método GDS. Este corpo percebido em sua globalidade física e psíquica é um desses “tesouros se especialista”, que ela fazia muita questão de que fosse partilhado com todo mundo como uma forma de prevenção. Essa motivação, aliás, é a origem desta jornada. Dar sentido às nossas tensões, ter consciência soluçar em que estamos, reprogramar nossos tecidos, que tendem a esquecer tal fato, toda a grande riqueza adaptativa do corpo, essa foi uma parte importante de suas pesquisas. Todas as manhãs nos vestimos

24 _CULT

novamente com as mesmas tensões. As atitudes e os gestos se repetem, idênticos. Eles se inscrevem, incrustam-se e acabam por comprometer nossas articulações. As solicitações ocorrem sempre-noiva mesmos lugares. O corpo sofre, defende-se, fica em péssimo estado. A cumplicidade lúdica entre os ossos e os músculos se perde. Ninguém se balança mais (as outras pessoas), mas, em vez disso, prende-se, mantémse na mesma posição, reprime-se, e os ossos ficam presos na armadilha das redes estendidas pelas couraças musculares. Uma das numerosas estratégias propostas pelo método é desenvolver em si mesmo a consciência do arcabouço ósseo. Para Mme Struyf, este era o melhor caminho da prevenção para e pelo movimento. “O modo de usar o corpo está escrito na forma dos ossos”, dizia ela. Mas ainda é necessário que os músculos leiam com atenção esse modo de usar. Ela dizia: “Costas sem consciência de sua coluna óssea vai criar uma para si com seus músculos!”. Difícil, então, pedir a esses músculos para relaxarem. Os ossos... mas que imagem temos deles? A pergunta é pertinente, pois o corpo tenta se adaptar à imagem que se tem deles. Podemos afirmar que o corpo imita o que penso dele? Uma imagem correta, integrada ao corpo, vai levar automaticamente ao gesto justo. A consciência dos ossos da bacia, do sacro, dos ilíacos, fêmures e lombares vai, automaticamente, criar uma harmonização dos músculos que prolongam sua forma (Gerda Alexander falava de eutonia). Eis um exemplo


de uma imagem correta que vai corrigir os efeitos nefastos de uma imagem errada. Nossos ossos têm uma parte de elasticidade que nossa consciência não utiliza e nos mexemos como se eles fossem duros ossos, como esqueleto (origem da palavra: seco!) - 10% do peso do osso é água. Ele tem o aspecto de uma matéria lenhosa, como madeira. Seco, ele se quebra, úmido, ele pode curvar. A matéria óssea tem a capacidade de reagir, poderíamos dizer, “suavemente”, às pressões e solicitações numerosas e variadas, graças à sua estrutura levemente elástica e esponjosa. Ora, essa realidade é amplamente ignorada em nossa consciência corporal. A compressão, a tração, a torção, o cisalhamento estimulam a produção e a vitalidade do tecido ósseo. Essa é uma boa notícia para todas as nossas articulações que veem, assim, seu papel de amortecedor ser feito, em parte, por estes que imaginávamos rígidos (imita a asa do pássaro para demonstrar que, se os ossos não fossem levemente flexíveis, o pássaro precisaria denunciá-los curtos, potentes e volumosos para levantar a asa na sua posição de extrema extensão. Esses músculos entravariam a sequência do movimento de flexão para dar um impulso e alçar voo com o fluxo do ar). É também uma boa notícia para nosso estado geral de saúde: a elasticidade do osso realiza uma estimulação reifica da medula, que produz glóbulos vermelhos, brancos e outras plaquetas, elementos bastante úteis. O movimento solicita ossos e, por intermédio deles, a medula óssea.

Para ser breve e incisivo: o movimento massageia a medula. Uma primeira parte das pressões provém da força da gravidade. Os ossos são o lugar em que se encontram, se cruzam e se opõem o peso do corpo e a resistência do chão. A infinita variedade das atitudes, posturas e movimentos (caminhadas, corrida, saltos, quedas) vai estimular e, portanto, manter bem viva a trama óssea, com suas abóbodas, seus arcos, suas traves, que se constroem sobre essas linhas de força. A ausência de gravidade (microgravidade) prolongada vai criar uma perda de matéria óssea (caso dos astronautas), da mesma forma que falta de solicitações (a osteoporose que contatamos quando colocamos uma haste rígida para fixar uma escoliose, donde o interesse de por uma haste relativamente flexível para prevenir essa complicação (conferir o trabalho do Dr. Paul Fayada). Uma segunda categoria de pressões provém do jogo múltiplo e variado de tensões antagônicas oriundas dos grandes conjuntos musculares que percorrem o corpo de alto e baixo e de extremidade à outra. As “cadeias musculares” são como ‘S’ cordas de um instrumento musical esticadas sobre uma estrutura óssea sensível e em interação com a variação de tensão dessas cordas. Conscientizarse a si mesmo dessa realidade fisiológica dos ossos durante o movimento será muito eficaz para a precisão do movimento, para a “beleza” do gesto reprogramado. Eva Simone Ribeiro - Fisioterapeuta - Crefito 16:112F. Formação em Cadeias Musculares e Articulares GDS Pilates. Reeducação do Movimento. Studio de Pilates e Centro Especializado em Coluna Vertebral.

A empresária Fran dinamiza suas atividades em Uberlândia

A LOJA MAIS CHARMOSA DA CIDADE

FRAN HAIR A empresária Fran, conceituadíssima quando se trata de Cabelo, Make e cuidados em geral para deixar as mulheres ainda mais belas, inovou mais uma vez. Agora conta com duas unidades: Matriz na Av. Getúlio Vargas e inaugura um novo espaço charmoso e compacto bem no centro da cidade para melhor atender quem precisa de rapidez e praticidade, na Av. Floriano Peixoto, Galeria Spini. Agende seu horário.

Unidade I - Matriz Av. Getúlio Vargas, 1024 - Martins Unidade II Av. Floriano Peixoto, 715 - Galeria Spini - Centro 34 99918-5229 34 99208-1258 Novidades e muito mais no

CULT_ 25 @hairfran


PRECISANDO DE AMBULÂNCIA?

0800 942 5550

NÓS TEMOS OS MELHORES RECURSOS EM ATENDIMENTO MÉDICO. FAÇA COMO AS MAIORES EMPRESA DA REGIÃO, CONHEÇA AS SOLUÇÕES DA PHOENIX EMERGÊNCIAS MÉDICAS, UMA DELAS É PRÓPRIA 26 _CULT

PARA SUA NECESSIDADE


LACA FILMES

ATENDEMOS:

• PARTICULAR

• EMPRESARIAL

• ASSISTÊNCIA

• EVENTO

• AMBULATÓRIO

MÉDICA DOMICILIAR

• VIAGEM

• ÁREA PROTEGIDA (FAMILIAR)

@ P H O ENIXEMERGENCIASMEDICAS

CULT_ 27


BEM_CULT_ARAXÁ REDAÇÃO DIVULGAÇÃO

REDE TAUÁ MOSTRA O MELHOR DA TECNOLOGIA E DA ARTE ATRAVÉS DE CINCO ESPETÁCULOS

PÁSCOA ILUMINADA

Vem aí a “Páscoa Iluminada Araxá 2019” (www. pascoailuminada.com.br) que alcançou sua excelência artística e promete ser histórica. De 8 de março à 21 de abril, o Grande Hotel e Termas de Araxá iniciará seus espetáculos de padrão mundial com a temática da Páscoa e se transformará em um reino encantado para crianças e adultos. Mais uma vez, a Rede Tauá mostra o melhor da tecnologia e arte através de cinco espetáculos de tirar o fôlego. O clássico e surpreendente “Jesus: paixão, vida e luz” traz arte e música unidos aos 2.500m² de projeção mapeada na fachada do castelo. A encantadora “Vila do Coelhinho” é um espaço lúdico voltado às crianças, de quinta a domingo, no entorno do hotel e acesso gratuito. Ainda, o gracioso sucesso da Paixão de Cristo em “Cordel”, e as duas novidades desta edição: o “Cantare Lago Show” e o “Baile Real”. Serão 45 dias de festival com apresentações de segunda a sábado. “Nosso principal destaque em 2019 é o Cantare Lago Show, com o tenor Márcio Di Freitas e a soprano Anna Kássia Neves”, revela João Luiz Chequer, diretor artístico e idealizador da Páscoa Iluminada Araxá. “Será um espetáculo épico com as peças líricas mais populares de todos os tempos, em um cenário único, com um incrível show de imagens através de projeção mapeada em uma cortina d’água, no meio do lago, com acompanhamento de um pianista”, explica. “Jesus: paixão, vida e luz” No set de músicas, dez clássicos conhecidos mundialmente serão revelados aos longo dos 50 minutos da apresentação, sempre às quartas e sábados, à noite. Do outro lado do castelo, no Cine

28 _CULT

Teatro Tiradentes, às quintas-feiras, um espetáculo que deixou filas de espera em 2018, a “Paixão de Cristo: um cordel no sertão” irá embalar pela magia da literatura de Cordel. O espetáculo mescla a história de Jesus e o cotidiano do Sertão Nordestino. É a história desfiada em versos, com muita zabumba e acordeom. Serão seis apresentações este ano. A organização recomenda a compra antecipada de ingressos. O conhecido “Baile da Beja” evoluiu se transformou em um verdadeiro “Baile Real”, com uma animada banda ao vivo, personagens de época, figurinos belíssimos e uma decoração mais que especial. O Salão Minas Gerais continua sendo o cenário da atração, que acontecerá todas terças-feiras e sábados do período. O carro-chefe da Páscoa Iluminada “Jesus: paixão, vida e luz”, trará muitos efeitos especiais tornando a fachada do castelo uma imensa tela de cinema. Os passos do Messias são mostrados de forma dinâmica, com várias interações tecnológicas, lembrando as passagens da vida de Jesus. Um espetáculo fantástico, sempre às segundas e sextas. Visitantes pagam R$ 40,00 reais para cada espetáculo. Araxaenses R$ 20,00 reais. O supermercado Barbosão e o Megamix da Av. Imbirara serão novamente os pontos de trocas de alimentos não perecíveis por ingressos para espetáculos de segunda à quarta. Em 2018, a Páscoa Iluminada Araxá arrecadou 2,3 toneladas de alimentos para instituições sociais da cidade. As famílias que desejam ampliar a experiência se hospedando no castelo, o pacote com três noites pode ser reservado a partir de R$ 3.268,00 reais, considerando dois adultos e até duas crianças de 8 anos no mesmo apto dos pais, com pensão completa e o charmoso chá da tarde. Bebidas e consumos extras são cobrados no check-out. Nas mesmas condições, o pacote com cinco noites pode ser reservado a partir de R$ 5.446,00 reais. (Informações e reservas: www.taua. com.br).


O maior evento temático da Páscoa no Brasil. DE 08 DE MARÇO A 21 DE ABRIL.

Imagine uma Páscoa com muita luz, música, teatro e fantasia. Tudo isso num castelo cheio de magia e encantamento!

Shows de padrão mundial com muitos efeitos especiais, música, teatro e diversão. Jesus: Paixão, Vida e Luz

Tenor Marcio Di Freitas

Teatro de Páscoa

Confira toda a programação em www.pascoailuminada.com.br

Patrocínio:

Apoio:

Realização:

MINISTÉRIO DA CIDADANIA

www.taua.com.br 29 7020 31 3236 1900CULT_ | 34 3669

*Consulte a programação completa em www.pascoailuminada.com.br. Confira detalhes de reservas no site do Tauá.


BEM_CULT_ NUTRIÇÃO JÉSSICA CÔRTES | NUTRICIONISTA E COACH DE EMAGRECIMENTO ARQUIVO PESSOAL | SXC

OS RESULTADOS DEPENDEM UNICAMENTE DE VOCÊ

DESLIZES ALIMENTARES

Para quem está tentando emagrecer, a vida social pode virar um tormento em vez de uma diversão. Os deslizes alimentares são comuns durante encontros com amigos em bares e restaurantes, festas de aniversário e eventos de família. E pior, as escorregadas são sempre seguidas pelo sentimento de culpa. Atualmente bares e restaurantes têm se adaptado para receber clientes que buscam refeições saudáveis. Muitos aderiram aos legumes cozidos como petiscos e saladas como refeições, além de lanches naturais. Então, cabe a cada um escolher algo que lhe caiba neste momento de mudança e saber parar quando está satisfeito. Antes de ir a qualquer evento social, uma boa saída é fazer um lanche em casa. Assim, não chega morrendo de fome e querendo pegar tudo o que vê pela frente. Em festas de aniversário, principalmente de crianças, não coma mais de que quatro salgados, pois sempre tem aquela torta que, às vezes, ninguém resiste. Estes salgados devem ser preferencialmente assados, como pão de queijo, esfiha, empada e quiche. Para beber, escolha sucos, água ou refrigerante light. E nem cogite levar um pratinho com guloseimas para

30 _CULT

casa. Nos bares, evite bebida alcoólica. Se quiser beber peça uma taça de vinho ou, no máximo, uma cerveja ou copo de chope. Se puder optar por suco natural, sem açúcar ou água, perfeito. Cuidado com o tipo de petisco, prefira os assados e as carnes grelhadas, e mastigue devagar. Sempre que possível, dê uma saidinha para ir ao banheiro com o intuito de desviar a atenção da comida. Quando for jantar fora, tente ver o cardápio do local na internet e decida antecipadamente o que vai pedir. Assim, não fica à mercê das vontades do momento. Dispense a cestinha de pães com manteiga ou patês servida de entrada. Se sentir que vai chegar no local com muita fome, belisque algo antes de sair de casa ou do trabalho, como um iogurte, uma fruta ou uma barrinha de cereal. Em almoços de família, evite as frituras e, mais uma vez, prefira os assados. Sirva-se de bastante salada, que, além do colorido, dá uma impressão de prato cheio, impedindo que você exagere na quantidade de outros alimentos. Os resultados que procura dependem unicamente de você mesma. Não espere e nem deixe que as decisões venham dos outros.


CULT_ 31


BEM_CULT_SAÚDE BUCAL DR. ALEXANDRE FERNANDES | CIRURGIÃO-DENTISTA DIVULGAÇÃO | SXC

SEMPRE INFORME SEU DENTISTA QUANDO HOUVER MUDANÇAS NA SUA SAÚDE OU USO DE MEDICAÇÃO

MEDICAMENTOS E SAÚDE BUCAL

Muitos medicamentos, tanto aqueles prescritos pelo seu médico, quanto aqueles que você compra por conta própria, podem afetar sua saúde bucal. Um efeito colateral comum dos medicamentos é a boca seca. A saliva ajuda a impedir o acúmulo de alimentos em volta dos dentes e neutraliza os ácidos produzidos pela placa bacteriana. Estes ácidos podem danificar as superfícies dos seus dentes e por isso a boca seca aumenta o risco de cáries. Os tecidos moles bucais - gengivas, bochechas, língua - também podem ser afetados por medicamentos. Por exemplo, pessoas com problemas respiratórios costumam usar inaladores. Inalar a medicação pela boca pode causar uma infecção fúngica chamada candidíase oral. Esta infecção aparece como manchas brancas na boca e pode ser dolorosa. Lavar a boca depois de usar o seu inalador pode evitar este problema. Os tratamentos contra o câncer também podem afetar a saúde bucal. Se possível, consulte o seu dentista antes de iniciar o tratamento. Ele pode garantir que sua boca esteja saudável e, se necessário, realizar procedimentos para ajudá-lo a manter

32 _CULT

uma boa saúde bucal. Seu dentista também precisa saber quais medicamentos você está tomando, porque muitos podem afetar os tratamentos odontológicos. Seu dentista pode querer falar com seu médico ao planejar seu atendimento. Problemas raros, mas sérios, nos maxilares também podem ocorrer em pessoas que receberam medicamentos para fortalecimento dos ossos para tratar o câncer e, em menor grau, a osteoporose. É importante que o seu dentista conheça os medicamentos que você está tomando para que ele possa fornecer o melhor atendimento odontológico para você. Informe o seu dentista sobre o uso de medicamentos e sua saúde geral, especialmente se você teve alguma doença recente ou tem alguma condição crônica. Sempre informe seu dentista quando houver mudanças na sua saúde ou uso de medicação. Fonte: https://www.mouthhealthy.org/en/az-topics/m/ medications-and-oral-health Dr. Alexandre Vieira Fernandes - CRO-MG: 12.398. Mestre em Estomatologia. Mestre e Doutor em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial. Responsável técnico da Primer Odontocenter.


CULT_ 33


34 _CULT


CULT_ 35


BEM_CULT_ESTAR BEM MÔNICA CUNHA | JORNALISTA BRUNO FERNANDES | MAURO MARQUES

“SOU VIZINHA DAS MINHAS MEMÓRIAS”

DOMINGO TEM CHEIRO DE BOLO

O aroma veio da cozinha. Passou pela sala. Subiu as escadas e me alcançou. Eu parei imediatamente diante daquele cheiro de bolo assado há pouco. Eu mesma havia tirado do forno, mas nem me dei conta do perfume. Deixei sobre o fogão assim que os quarenta minutos cravaram e o garfo saiu limpo. Cobri com um pano de prato, que tem uma aplicação de xícara de café, até esfriar. E fui seguir a tarde, quase o fim dela, de domingo. Pra mim esse dia é favorável para faxinas não previstas, mas sempre muito bemvindas. Era o que eu fazia quando aquela fragrância tomou conta do ar. Tão poucos ingredientes e uma avalanche de sentidos. Da fome que já dava sinais no estômago e de uma saudade repentina. Todo domingo era assim. Tinha bolo, não orgânico e com menos calorias, mas aquele bolo feito com farinha branca, manteiga, ovos, leite, açúcar e mãos ágeis e fortes do pedreiro Irany, meu avô. Ele também tinha jeito para panelas e pia. Carregava um avental

36 _CULT

costurado por ele mesmo. Acessório inusitado e que minha avó Divina não gostava tanto. Ele emendava um pedaço de lona aqui, um tecido ali, arrematava com retalho de alguma fita da caixa de costuras da minha avó e ‘voilá’! O cozinheiro se fazia presente entre a cortina de chita da sala de casa para nos convidar a comer bolo até se fartar. Uma cor entre o amarelo e o laranja na forma de alumínio. Dava agonia ouvir a faca riscando o fundo da forma enquanto as fatias abriam espaço no utensílio e ganhavam mordidas quase que simultaneamente. Sorrio enquanto me apego a essa lembrança tão boa. Tempos atrás. E o mais interessante: tudo isso acontecia do outro lado da parede de onde moro. Sim, hoje sou vizinha das minhas memórias. Talvez seja por isso que elas são tão vivas. Assim como o gosto do bolo do vô. Por onde estará a receita? Mônica Cunha é jornalista e apresentadora de TV. monikacunha@uol.com.br


CULT_ 37


BEM_CULT_SAÚDE DRA. GENI DE ARAÚJO COSTA | PROFESSORA DIVULGAÇÃO | SXC

A RELAÇÃO INTERGERACIONAL SE DÁ DE FORMA NATURAL, ESPONTÂNEA E PROFÍCUA

O AFETO NÃO TEM IDADE

Outro dia presenciei uma relação intergeracional na mais pura forma de doação. Estava carregada de afeto. Me encantou de imediato, quando vi aquela criança adentrando a sala. Era o mesmo local onde eu já estava - um velório. Existiam muitas salas. Todas estavam ocupadas. Sinal de que existiam pessoas tristes lastimando perdas irreparáveis. Onde eu estava não era diferente. Estava pintada com cores suaves. Repletas de flores brancas e amarelas. Deviam ser os tons prediletos da pessoa velada. O corpo era de uma senhora de, aproximadamente, 85 anos. Até onde sei, essas muitas décadas foram muito bem vividas. O garoto entrou na sala com a mãe. Havia com ela também mais uma criança pequena. Apresentava uns 3 aninhos. Era bem esperta e animada. Não deu tempo à avó (que acompanhou a filha) para tristezas e recordações. Muitas perguntas e pouco tempo para as respostas. Seguia adiante e queria saber sobre tudo daquele local. Imagino que deva ter sido a primeira vez que eles estavam participando de um cerimonial daquele porte e nível. Um dos garotos, de mais ou menos 8 anos, demonstrava uma imensa tristeza. Entrou na sala acabrunhado e com andar lento. Parecia não ter pressa. Em seguida, começou a chorar e não

38 _CULT

mais parou. Os soluços tomaram conta dele. E nos braços da mãe se pôs para ganhar forças e conforto. Para entender o que estava acontecendo, perguntei à minha amiga do lado quem era aquela criança que tanto lastimava a partida de uma velha senhora. Ela prontamente explicou que aquele garotinho era vizinho dela. Eles eram amigos, unidos pela boa convivência, pelos mesmos interesses, pelo afeto gratuito, pelo respeito mútuo e forte cumplicidade. Dizia ela que eles brincavam de quebra-cabeça, jogam baralho, tomavam lanche, faziam tarefas escolares. E tudo isso se repetia todas as tardes. Observei-o por algum tempo. O olhar dele negava a imobilidade dela. Cada soluço doía no dele e no meu coração. Me emocionei algumas vezes ao vê-lo tão consternado. Esta aproximação representa o que chamamos de ótima e efetiva relação intergeracional - ela se dá de forma natural, espontânea e profícua. Sei que a dor que vi, sem sentir era da alma. Era pura. Era real. Sempre lembrarei com amor aquele momento que presenciei. Profª. Dra. Geni de Araújo Costa - Universidade Federal de Uberlândia. Pesquisadora: Envelhecimento, bem-estar e qualidade de vida. Palestrante/comunicadora | genicosta6@gmail.com


CULT_ 39


BEM_CULT_ COMPORTAMENTO DR. JORGE PFEIFER | PSICÓLOGO E PSICANALISTA ARQUIVO PESSOAL | O RIBATEJO

“A CEGUEIRA MORAL DO NOSSO EGOÍSMO”

INGRATIDÃO

Quando me pediram que escrevesse alguma coisa sobre a ingratidão, me senti dividido entre o personagem e os sentimentos que o envolvem. Pensei que não se pode descrever um comportamento sem procurar as razões que os mobilizam e, de alguma maneira, retiram de muitos indivíduos os valores que os humanizam. Sabemos que o amor e o respeito humano são sentimentos positivos que aprendemos para nos fortalecer nas adversidades cotidianas. Eles representam a força do nosso equilíbrio e da nossa razão para escolher o bem e mal como forças antagônicas que podem e devem ser utilizadas em nossos grandes conflitos. A ingratidão é uma conduta consciente ou inconsequente quando nos procuram para fazer o bem. É uma resposta que se apoia na nossa incapacidade de lembrar e aceitar que, solidário, é a grande experiência de respeito e amor ao próximo. De pessoas ingratas, o que podemos conhecer e confiar? Em primeiro lugar, a sua ambiguidade diante do “sim” e do “não” quando ele nos faz esperar por suas respostas. Oportunista, ele se vale das dificuldades dos outros para se afirmar como bom sujeito. A solidariedade do outro não movimenta a sua boa vontade. Sua vaidade se afirma no papel de um bom negociante em termos de crises

40 _CULT

econômicas. Oportunista, explora o conhecimento de pessoas bem-sucedidas para, em suas companhias, desfrutar as benesses das pessoas inteligentes e vencedoras. Falastrão, costuma dizer-se um grande amigo dos famosos e bem-sucedidos. Seu maior defeito está na ausência de memória dos tempos difíceis e na indiferença por pessoas que conhecem a sua história e o ajudou. Ele não tem passado e o seu presente é seguro e sem culpas. Quando entre amigos discute a vida alheia, costuma ser perigoso ou desleal. Quando descrevi este personagem, procurei me aproximar de um entre tantos que vivem entre nós. Existem outros piores. Inconscientemente, esta indiferença moral representa o temor das pessoas de se verem projetadas em personagens que, aos seus olhos, são fracas ou incapazes de sobreviver ao próprio caos. Por outro lado, um desejo de destruir tudo que lembra os sofrimentos passados. Como uma cena revivida no pensamento, os ingratos se comportam como se a vida não lhes fosse generosa e hoje não têm razão alguma para serem diferentes. Sua falta maior é o não esquecimento. O ingrato não tem outra história para crescer e ser diferente onde isso aconteceu. Dr. Jorge Pfeifer é psicólogo, psicanalista e articulista.


BEM_CULT_ESTÁ ESCRITO ANITA GODOY | ESCRITORA MARCELA BORTONE | DIVULGAÇÃO

NÃO PERMITA QUE O DESEQUILÍBRIO DO OUTRO PERTURBE A TUA PAZ

A PAZ PERFEITA Houve um rei que ofereceu um grande prêmio ao artista que fosse capaz de captar numa pintura a paz perfeita. Foram muitos os artistas que tentaram. O rei observou e admirou todas as pinturas, mas houve apenas duas que ele realmente gostou. A primeira era um lago muito tranquilo, este lago era um espelho perfeito onde se refletiam plácidas montanhas que o rodeavam. Sobre elas encontrava-se um céu muito azul com tênues nuvens brancas. Todos que olhavam para essa pintura viam refletida uma paz muito grande. A segunda pintura tinha também montanhas. Mas estas eram escabrosas e estavam despidas de vegetação. Sobre elas havia um céu tempestuoso do qual se precipitava um forte aguaceiro com faíscas e trovões. Montanha abaixo, parecia descer uma turbulenta torrente de água. Tudo isso se revelava nada pacífico. Quando se observava atentamente, atrás da cascata havia um arbusto crescendo de uma fenda na rocha. Nesse arbusto encontrava-se um ninho. E ali, em meio ao ruído e à violência da cena, estava um passarinho placidamente sentado no seu ninho. Essa foi a pintura escolhida pelo rei que explicou: Paz não significa estar num lugar sem ruídos, sem problemas, sem trabalho árduo ou sem dor. Paz significa que, apesar de estar no meio de tudo isso, permanecemos calmos em nosso coração. Este é o verdadeiro significado da paz, a PAZ PERFEITA. Não permita que o desequilíbrio do outro perturbe a tua paz. Anita Godoy é Escritora, Taróloga e Palestrante Motivacional. www.anitagodoy.com.br | anita.godoy@yahoo.com.br

CULT_ 41 _CULT 41


BEM_CULT_RELACIONAMENTO CÁSSIA FREITAS | PSICÓLOGA ARQUIVO PESSOAL | JW.ORG

VIVER SOB PRESSÃO NÃO É VIVER, É SOBREVIVER.

UNDER PRESSURE

Sempre me perguntei se vivemos sobre pressão ou se somos uma fonte de pressão. Viver sob pressão não é viver, é sobreviver. Ainda que alguns possam defender o fato de que a pressão em forma de necessidade, de objetivo, nos força a ser melhores, mas não sendo um estado permanente. Envolto em nossos padrões e expectativas, fazemos de nossa ansiedade uma fonte de pressão para outros. Ansiedade é como febre baixa, não caímos de cama, mas nossas forças são exauridas. Viver e exaurir não são palavras positivas em uma mesma frase, mas é mais ou menos assim. Casais, casamentos, promoções, perdas, viagens, dispensas, tudo praticamente tem um pay back! João fala sobre sermos filhos de Deus e em uma de suas cartas fala que “nós seremos como Ele”, isso implica em um profundo questionamento sobre o que temos causado nas pessoas que nos cercam. Devemos considerar a sutil pressão que nossas expectativas causam. Estamos criando pessoas à imagem do que queremos ou ajudando a descobrirem quem elas realmente são? Se “seremos” como Deus, não seremos deuses e, sim, pessoas que entendem que o amor é a resposta para tudo. Jesus, mesmo sendo

42 _CULT

Deus, viveu o processo de renúncia, abrindo mão de sua divindade, por amor! Este é o caminho! Não somos deuses, mas como filhos de Deus, temos seu DNA, então há esperança. Voltando aos outros, temos que considerar que não deveriam ser excelentes para nossa satisfação ou que nosso amor por eles não esteja condicionado ao seu desempenho. Eles estão livres para falhar e começar de novo e que definitivamente nosso impulso competitivo não deveria forçá-los a nada. Não podemos roubar das pessoas o prazer de fazer o que poderiam e deveriam fazer por prazer. Não podemos permitir que nossos desconfortos com as exigências da vida contagiem nossos relacionamentos, pois essa pressão é internalizada por eles. Mas, se “seremos como Ele” não permitiremos que nossas declarações para liberar as pessoas sejam preenchidas com a tensão de nossos verdadeiros sentimentos e nosso amor será livre de padrões de adequações, liberando-as para fazerem o seu melhor com alegria. Cássia de Figueiredo Freitas é filha do Deus Altíssimo e tem se aproximado dEle a cada dia para ser uma com Jesus, como Ele é um com o Pai. cassiafreitas7@gmail.com


BEM_CULT_CIDADANIA KAROLINA CORDEIRO | PALESTRANTE MOTIVACIONAL ARQUIVO PESSOAL | DIVULGAÇÃO

SER RARO NÃO É NECESSITAR DE COISAS RARAS, É TER VEZ E SER OUVIDO, MESMO NO SILÊNCIO DA VOZ.

A VOZ DOS RAROS

No seu silêncio, ele grita ao mundo: - Ser raro não é necessitar de coisas raras, é ter vez e ser ouvido, mesmo no silêncio da voz. É seu ouvido no olhar. Fevereiro é um mês importante, pois é o mês da visibilidade de quem possui uma Doença Rara. É uma oportunidade de mobilizar gestores públicos sobre a necessidade das famílias e leis que possam assegurar tratamentos e dignidade de quem enfrenta uma batalha diária pela vida. Quem convive com uma doença necessita de empatia, generosidade, sorriso sincero e amor no coração. Que a sociedade possa enxergar que juntos somos mais fortes para enfrentar preconceitos e construir um mundo melhor para se viver. Sou Karolina Cordeiro, uma mãe que transforma a experiência de ter um filho com deficiência em aprendizado e oportunidade de criar relações significativas e importantes para um mundo melhor. O Pedro, meu filho, tem 12 anos, está no 6º ano do Ensino Fundamental numa escola pública municipal.

Engasguei. Quando olhei pra você, me calei. No seu silêncio, gritei. Dentro de mim, todas as vozes se calaram. Se calam quando encontro um lugar sem um olhar de cuidado e amor para as pessoas que possuem uma doença rara. Engasgo quando lembro das limitações do mundo em não enxergar você, como uma pessoa que é igual como todo mundo, mas que é tão diferente nas suas necessidades. A Voz dos Raros talvez seja o silêncio de falar menos e fazer mais. No silêncio profundo e absoluto do meu filho, ele me ensinou que não precisamos gritar, mas sentir. No seu silêncio ele grita que precisa só de: - Um sorriso quando você passar por ele. - Empatia na forma como você enxerga seu corpo. - Abrir seus olhos para outras inteligências. - Que não se estacione em vaga de deficiente.

44 _CULT


www.massfar.com

faleconosco@massfar.com

+55 16 31015446

CULT_ 45


BEM_CULT_PSICOLOGIA RÉSIA MORAIS | PSICÓLOGA MAURO MARQUES | SXC

SENSAÇÕES E SENTIMENTOS SE MISTURAM E O CASAL PRECISA DE UM TEMPO ATÉ SE REEQUILIBRAR

SEXO PÓS-PARTO

Após nove meses de espera, um bebê chega para mudar de vez a vida de um casal. Toda mudança tem suas expectativas e surpresas. Ter um filho deve ser sempre motivo de alegria em uma família e deve servir para fortalecer ainda mais o amor e o companheirismo entre um casal. Mas as dificuldades em lidar com a nova rotina podem levar o casal ao desgaste físico e psíquico. Sensações e sentimentos se misturam e o casal precisa de um tempo até se reequilibrar. Deste modo, a retomada do sexo tem de ser analisada dentro desse contexto. O parto psicológico é a separação psíquica entre mãe e filho e pode delongar até 90 dias após o parto fisiológico. Nesta fase é bastante comum pais encararem o filho como se fosse uma extensão de seu corpo e a dedicação passa a ser exclusiva. Uma boa medida é tirar a criança do quarto dos pais até o fim do terceiro mês e deixar o relacionamento amoroso retornar aos poucos. E como amor está também intimamente ligado a sexo, é fundamental que homem e mulher lembrem-se que devem, sim, retomar a vida sexual assim que possível após o nascimento do bebê. A mulher precisa ficar sem sexo após o nascimento do bebê, porque antes do período de 30 a 40 dias depois do parto, o interior do útero ainda estará se refazendo das mudanças ocasionadas pela gravidez. Vale destacar que nessa fase, a penetração, além de ser bastante dolorosa, aumenta o risco de

46 _CULT

a mulher desenvolver algum tipo de infecção uterina e/ou vaginal. Durante a amamentação, a produção do leite depende da prolactina. Este hormônio interfere na disposição sexual da mulher reduzindo a libido e ressecando a vagina, o próprio hormônio antissexo. Para que o casal não se afaste intimamente nessa fase de abstinência, ambos precisam abusar de abraços, beijos, provocações e carícias. É claro que estão ambos exaustos, mas reserve alguns instantes para esses jogos de sedução, na hora do banho, no momento de dormir ou mesmo na cozinha, de surpresa. É essencial manter o sentimento de desejo e fantasias com o parceiro, sem pressa e sem cobrança sexual. Sexo não se resume à penetração e algo exaustivo. Sexo é o encontro do prazer, do relaxamento e de bemestar. Portanto, não vale a pena se culpar pela perda da motivação sexual. Não é fácil sentir-se disposta com o cansaço, o sono, o estresse, a insegurança e a irritação características desse momento. O casal deve conversar sobre isso para não haver cobranças desmedidas. Résia Silva de Morais - CRP-MG 04/31203, Profª. Psicóloga Clínica em TCC e Psicopedagoga - UFU, Especialista em Terapia Familiar e Hospitalar, Mestre em Psicologia da Saúde - UFU e Doutoranda em Ciências - UFU. resiamorais@gmail.com


Casamentos | 15 anos | Formaturas | Coquetel |Corporativos

SOM – ILUMINAÇÃO - PISTA DE DANÇA - DJ/VJ Com experiência e profissionalismo, prezamos pela responsabilidade e qualidade, buscando sempre fazer o evento com objetivo a atingir a satisfação do nosso cliente.

Melhores equipamentos – Estrutura Moderna – Pista de dança Led

(34) 99106-3654

djmassilon@yahoo.com.br

@djmassilon

facebook.com/djmassilon

Youtube.com/djmassilon

www.djmassilon.com


MUNDO_CULT_COMUNICAÇÃO JÚNIOR Q9 | PUBLICITÁRIO MAURO MARQUES | SXC

POTENCIALIZE SEUS 4 D’S E FAÇA SEU PLANEJAMENTO FINANCEIRO

PLANEJAMENTO FINANCEIRO

Hoje quero abordar um tema que impacta diretamente 90% dos brasileiros: Planejamento Financeiro. Hoje quem recebe mais do que R$ 5.214,00 por mês já está entre os 10% mais ricos do Brasil. Isso é quase 7 vezes mais do que a média do rendimento real de metade da população, que foi de apenas R$ 754,00. Os dados são da pesquisa nacional por amostragem de domicílio e foram divulgados pelo (IBGE) em um passado não muito distante. Você deve estar pensando: mas o que esse texto vai agregar na minha vida? O seu conteúdo pode ser determinante para você conseguir comprar o seu carro, a sua casa, fazer aquela viagem, investir na educação dos seus filhos, garantir uma aposentadoria decente para você e outra cositas más. A primeira coisa que você precisa entender, quando falamos de planejamento financeiro, é que a nossa vida é feita de ciclos e, como todo ciclo, ele acaba. E é pensando nestes ciclos que sugiro que você potencialize os seus 4 D’s. Mas o que são esses 4 D’s? Nada mais é do que Disposição, Disponibilidade, Dinheiro e Disciplina. Até os 20 anos temos disposição, disponibilidade e não temos dinheiro. Dos 20 aos 60 temos dinheiro, disposição e não temos disponibilidade. Após os 60 temos disponibilidade, dinheiro e não temos disposição. A disponibilidade é a arte de otimizar o tempo e a disposição é a arte da energia vinda da qualidade de vida. Eu não vou me aprofundar nesse artigo porque prefiro me ater a dois dos 4 D’s

48 _CULT

que impactam diretamente os outros dois citados acima: o Dinheiro e a Disciplina. O tal do dinheiro só vai estar presente na sua vida, independentemente do ciclo que você está vivendo, se você colocar em prática o quarto D que é o D de disciplina. E esse D é a base que vai dar sustentação para que você consiga colocar em prática seu planejamento financeiro que é, basicamente, o ato de gastar menos do que você ganha, ou seja, é a capacidade que você tem de lidar com o seu dinheiro. Quando você não faz um planejamento, você se vê em uma sinuca de bico: ou você gasta tudo que ganha, ou o que é pior, gasta mais do que ganha e fica endividado, o que vai prejudicar sua saúde (disposição) e vai fazer você ficar correndo atrás do rabo, não tendo tempo (disponibilidade) para sair dessa areia movediça. Para te ajudar, quero dar 5 dicas que, se você tiver a tal da disciplina, vai começar a ver aquela luzinha no final do túnel. Acompanhe diariamente as suas despesas e receitas, compre somente o que você realmente precisa, utilize o cartão de crédito apenas quando for benéfico, pague à vista quando tiver desconto e viva de acordo com a sua condição financeira. Experimente colocá-las em prática que você vai ver o quanto sua vida vai mudar e mudar para melhor. Júnior Q9 é ator, músico, dançarino, humorista, compositor e autor do livro “Quer? Levanta e pega!”, publicado em 2018 pela Editora Assis, que aborda inteligência emocional, sucesso nos negócios e atitudes empreendedoras.


CULT_ 49


MUNDO_CULT_ETIQUETA BRUNA BARCELOS | CONSULTORA DE ETIQUETA MAURO MARQUES | SXC

AS CORES INFLUENCIAM EM TUDO NA NOSSA VIDA E NA SENSAÇÃO TÉRMICA NÃO É DIFERENTE

ROUPAS CASUAIS

Com o clima tropical como o nosso, várias empresas estão aderindo ao estilo casual nas empresas, porém algumas pessoas ainda ficam inseguras quanto ao que usar e como usar, porém a regra é clara. Mantenha o bom senso e saiba que você está no seu ambiente de trabalho e não exagere em decotes, cores forte e brilhos (que não é nada casual). Vamos às respostas para as dúvidas que podem surgir.

Tem um comprimento ideal? Vale short ou bermuda? Qual é o tamanho do decote permitido? Que tipo de tecido é interessante? Sim, o comprimento deve ser no caso das mulheres (saias acima do joelho 3 dedos no máximo), afinal você tem que se sentir à vontade para sentar em qualquer espaço dentro da empresa. Vale short e bermudas casuais (cores claras e tecidos como sarja, por exemplo). Nada de estampas fortes, estilo praia, e cuidado com o comprimento. Decotes que não mostre sutiã, e nunca muito profundos, deixe isso para baladas. Como as cores influenciam na sensação térmica? As cores influenciam em tudo na nossa vida e na sensação térmica não é diferente. Então, roupas com cores quentes, como vermelho e laranja, vão dar a sensação que está mais quente. Opte por cores

50 _CULT

cítricas e neutras, você e quem está a sua volta se sentirá melhor. A liberação das peças é uma tendência dentro das empresas? Sim, o mercado vem com pessoas mais jovens e descoladas e isso vai mudar, sim, o estilo das empresas para se adaptarem aos novos tempos. Porém, acredito que devem existir regras (independente do estilo). Existe a correlação entre aumento na produtividade e conforto das peças? Cientificamente não. Mas empresas como Google, por exemplo, estão no topo das empresas internacionais e têm um estilo totalmente despojado em relação ao vestuário de seus colaboradores. Acredito que isso possa influenciar, porém pesquisas ainda não existem. Algumas dicas de roupas casuais: Blusas de tecido planos Blazer coloridos com calça jeans ou moletons Calça jeans escuras Calças pantalonas (coloridas) Tênis branco Bruna Barcelos é consultora de comportamento e etiqueta. www.brunabarcelos.com.br


EQUIPPE HAIR ESTÁ DE CASA NOVA! Nosso endereço e nossa marca mudaram, mas nossa equipe é a mesma para prestar o melhor atendimento. Agende seu horário e venha conhecer o nosso novo espaço!

34 3219-5911 Alameda Sosthenes Guimarães, 181 Morada da Colina - Uberlândia - MG CULT_ 51


MUNDO_CULT_ENTIDADES ARTHUR DE AGUIAR I UCVB ARQUIVO PESSOAL | KIYOSHIOTA/GETTYIMAGES

EVENTO GERA IMPACTO NA ECONOMIA UBERLANDENSE

COPA DAVIS

O Brasil foi derrotado nas semifinais da Copa Davis, que aconteceu no início de fevereiro, mas os empreendimentos em Uberlândia, cidade sede da copa, apresentaram resultados muito satisfatórios para a economia local. A rede de hotelaria teve um aumento de cerca de 60%, tendo em vista que alguns hotéis alcançaram a marca de 90% de ocupação. Isso sem levar em conta o transporte e os restaurantes. Tal fato deu-se pelo grande fluxo de torcedores e jogadores que se deslocaram de várias partes do Brasil e do mundo para a região mineira. Dentro dessa perspectiva, o evento alavancou vários aspectos muito importantes para região de Uberlândia e apesar da desclassificação do Brasil na Copa, o evento gerou lucro e visibilidade mundial, uma vez que uma cidade de constante crescimento exponencial pode e tem capacidade para receber eventos grandes, deixando todos os

52 _CULT

envolvidos confortáveis. Esse foi o primeiro evento internacional de 2019 em Uberlândia, que receberá mais eventos de grande porte como esse para os negócios alçarem voos mais altos, pois não é a primeira vez que a cidade demonstra um espírito anfitrião de valor para o mundo. Em outros eventos, como o Festival Z, que recebeu atrações nacionais e internacionais, o resultado foi positivo de acordo com a crítica. Isso mostra como Uberlândia tem potencial para receber eventos de todos os portes. Desta forma, o Uberlândia Convention & Visitors Bureau pretende demonstrar o melhor da região mineira, com espírito anfitrião vigoroso, pão de queijo quentinho e cafezinho saboroso. Uberlândia está sempre de portas abertas aos eventos de todos os tamanhos, para que mais e mais impactos positivos sejam gerados na economia uberlandense.


você é dono da sua própria marca? IMAGINE SÓ você abre uma empresa, cria sua marca

investe em marketing, design, numa grande fachada,

mas aí tudo vai por água abaixo.

VOCÊ PERDE TODO O SEU NEGÓCIO para outra pessoa que fez o registro primeiro!

Isso mesmo, registrar sua marca é a única forma de se proteger legalmente de copiadores e da concorrência. A prioridade para registro é de quem solicita primeiro.

SAIA NA FRENTE faça seu registro com a Propriedade Intelectual

34 3219-7144 | 34 98406-0120 Av. João Naves de Ávila, 81 - Centro, Uberlândia - MG, 38400-042


MUNDO_CULT_ POLÍTICA CEZAR HONÓRIO TEIXEIRA | JORNALISTA DIVULGAÇÃO

A PREPARAÇÃO ADEQUADA DE UM PORTA-VOZ É ITEM BÁSICO DA DISCIPLINA DE GESTÃO DE CRISE

GESTÃO DE CRISE NÃO TOLERA IMPROVISO

Tenente Pedro Aihara, porta-voz do Corpo de Bombeiros na tragédia de Brumadinho

Este 2019 começou fervendo para o noticiário de maneira geral. Não bastasse a agitação natural da troca de governos estaduais e principalmente da nova gestão federal, tragédias em Brumadinho e no Rio de Janeiro fizeram deste início de ano um turbilhão de emoções. Um período tenso, onde a capacidade de gerenciar crises colocou à prova gestores públicos e privados. Com Brumadinho, aprendemos que o custo financeiro e principalmente de imagem é enorme quando não se dá a devida importância à gestão de riscos. A Vale, até pouco tempo orgulho nacional, viu a credibilidade literalmente escorrer rio abaixo juntamente com mais de 150 almas e outras tantas vidas animais. Por mais que a empresa tenha seguido à risca o manual de combate à crise, póstragédia, a evidente falha na prevenção ao desastre atingiu irremediavelmente a reputação da gigante do setor de mineração. Em meio à destruição humana e ambiental que tomou praticamente 100% do noticiário, algumas boas referências, do ponto de vista da gestão da influência. Aqui,

54 _CULT

destaco o desempenho do jovem porta-voz dos Bombeiros de Minas Gerais, tenente Pedro Aihara. Uma prova de que, no planejamento de gestão de crise, a preparação de um bom portavoz irá fazer grande diferença. Um alerta para milhares de organizações públicas e privadas brasileiras que sequer saberiam indicar a pessoa ideal para se posicionar em uma situação desgaste de imagem. A preparação adequada de um porta-voz é item básico da disciplina de gestão de crise. Identificar o perfil apropriado e treinar o profissional faz parte das ações pré-crise. No caso do bombeiro mineiro, que encarou dezenas de microfones mais de uma vez por dia, destaque para a clareza do jovem quanto ao seu papel de limitar-se a esclarecer os fatos e desmentir boatos. Notem que ele não tentou defender a corporação, o governo estadual ou a empresa responsável pelo acidente. Assim como não buscou apontar culpados ou transferir responsabilidades. Como porta-voz, Pedro limitou-se a esclarecer o que era questionado e, quando não tinha as respostas, objetivamente, informava que ainda não estavam disponíveis. Ter clareza das atribuições da função é o ponto de partida no processo de preparação da linha de frente da organização na hora de encarar uma crise. No caso dos Bombeiros mineiros, palmas também para o alto comando da corporação que delegou ao profissional treinado o papel de porta-voz. Ceder à sedução do palco midiático é erro frequente em situações de crise. Brumadinho acende o sinal de alerta. Sua empresa ou instituição pública está preparada para se defender caso vire o centro das atenções por motivos nada nobres? Talvez seja a hora de pensar seriamente sobre isso. Aliás, é melhor tomar algumas decisões neste sentido. Fatos negativos com potencial para arranhar ou mesmo destruir a reputação de uma marca não toleram improvisos. Cezar Honório Teixeira é jornalista e especialista em Gestão da influência pela www.czgestaodainfluencia.com.br


CULT_ 55


MUNDO_CULT_OPINIÃO HÉLIO MENDES | PROFESSOR ARQUIVO PESSOAL | SXC

NÃO VAMOS À MERCEARIA DA ESQUINA COMO ANTES, MAS À INTERNET, PARA VERIFICAR PRODUTOS E FORNECEDORES.

NÃO SÃO OS CLIENTES INFIÉIS, MAS ALGUMAS EMPRESAS O que mais acontece é que os problemas ou oportunidades emergentes, por vezes, tiram os empresários da realidade, ou levam-nos a apenas atender quem sempre atenderam, esquecendo-se da possibilidade de atrair novos clientes e criar novos mercados, de mudar estratégia ou até de setor. Os clientes, de forma geral, não prestam tanta atenção ao seu fornecedor como antigamente. Comenta-se que os clientes são infiéis. Na verdade, a mudança não está neles, mas na dinâmica do mercado: não vamos à mercearia da esquina como antes, mas à internet, para verificar produtos e fornecedores. E, quando entramos, recebemos ofertas dos mais variados produtos. Quem não está nas redes, está ficando fora do grande mercado. É onde crescem o marketing digital e a ociosidade das gráficas e de outros setores. Muitas empresas ainda cultivam a cultura de que, se oferecem um produto bom e processos internos que garantam essa qualidade, terão clientes fiéis. Ledo engano, a dinâmica é outra, a relação cliente e mercado mudou há muito. Até os sistemas de qualidade, que surgiram nos Estados

56 _CULT

Unidos, mas de fato foram reconhecidos no Japão, encontram dificuldade para repensar seu modelo. E ainda, vale observar o sistema ISO, criado para garantir um padrão tendo como princípio um ciclo longo de produtos ou serviços. Agora os ciclos são curtos, o contato acontece em tempo real, as equipes são superadas em todo momento. Qual o prazo de validade de uma certificação, atualmente? Nos últimos anos, a concepção de que o cliente é o rei tem sido questionada. Ele é apenas um seguidor de empresas inovadoras, à frente do seu tempo, com insights considerados inviáveis que se tornam ideia de sucesso. Empresas que possuem colaboradores, os quais não gostam de cumprir regras, são “subversivos organizacionais”, exigem perfis de lideranças flexíveis que saibam respeitar as lideranças emergentes, que questionam tudo e todos. As práticas dentro e fora agora são outras. E, se você ainda insiste em manter velhos modelos, corre o risco de ficar fora do jogo. Hélio Mendes - Professor e consultor de Planejamento Estratégico e Gestão nas áreas privada e pública. www.institutolatino.com.br


MUNDO_CULT_EU SOU CUSTOSO MARCOS MARACANÃ | JORNALISTA MAURO MARQUES | GAZETA ONLINE

“A TOLERÂNCIA DEVE SE TORNAR INTOLERANTE PARA SE PROTEGER DA INTOLERÂNCIA?

A INTOLERÂNCIA EM TUDO

A intolerância é um comportamento que se materializa pela violência física ou simbólica motivada pelo ódio ao outro. Trata-se de uma violência que é usada no cotidiano contra pessoas e povos, baseada na dificuldade de entender e aceitar as diferenças. Ela pode ser étnica, política, de gênero, de classes, religiosa, sexual, cultural e social. O desafio do mundo contemporâneo é o de que todas essas identidades consigam conviver juntas e em paz. No entanto, o exercício da alteridade não é fácil. Começamos a olhar o outro como um estranho, mas não como um “outro”. A visão de alteridade é ser capaz de olhar o outro como um sujeito visível, próximo, e não como um inimigo. Sair de sua própria visão de mundo para entrar na existência da outra.

A intolerância é fruto de um processo de diálogo que favorece a compreensão da razão. Assim, o diálogo não é a conversa entre iguais, mas a conversa real e concreta entre diferenças que evoluem na busca do conhecimento. No caso de preconceito contra as diferenças, a intolerância se torna ação necessária, o que sugere que a tolerância deve existir até certo limite. Mas como definir esse limite? O escritor israelense Amós Oz, para quem a tolerância é a questão fundamental do século 21, propõe uma pergunta para pensarmos a relação tolerância/ intolerância: “A tolerância deve se tornar intolerante para se proteger da intolerância?”. O que nos resta é fazer uma baita REFLEXÃO, meus nobres e amados leitores.

CULT_ 57


MUNDO_CULT_UBERLÂNDIA SECOM PMU VALTER DE PAULA

CAPA COM REALIDADE AUMENTADA. BAIXE O APP ZAPPAR EM SEU SMARTPHONE OU TABLET E APONTE PARA O SÍMBOLO E CONFIRA O VÍDEO.

PREFEITO ODELMO LEÃO APRESENTA NOVAS AÇÕES PARA FOMENTAR NEGÓCIOS EM UBERLÂNDIA

Prefeito Odelmo Leão apresenta o “Invista” no Centro Administrativo Municipal

“INVISTA”

Com mais de R$ 1,4 bilhão em investimentos anunciados desde 2017, Uberlândia entra em nova fase na atração de empresas e empreendimentos. Em evento realizado, dia 20 de fevereiro, no auditório Cícero Diniz do Centro Administrativo Municipal, o prefeito Odelmo Leão apresentou o “Invista” - um conjunto de ações que marca o novo posicionamento da administração municipal para fomentar negócios e geração de empregos. Na ocasião, foi lançada a publicação “Vem Viver, Inovar e Investir” elaborada pelas secretarias de Governo e de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo, com aspectos que tornam a cidade atrativa não só para se investir, mas também para se viver e inovar. O Município pretende atuar, nos próximos dois anos, as qualidades da cidade, promovendo a internacionalização do nome de Uberlândia e captação de investimentos sustentáveis que beneficiem a população. “O empresário não vem só pela oportunidade de negócios. Ele tem que ter o ambiente para viver. Então, as áreas sociais, de educação, de saúde e a água também é importante. As decisões das pequenas, médias e grandes empresas passam também por este recurso que nós temos em abundância e qualidade”, destaca o prefeito Odelmo Leão. “O ‘Invista’ é um conjunto de ações que visa atrair investimentos para geração de renda, fortalecimento da cadeia produtiva e do turismo de negócios e lazer para quem visita a cidade e para o cidadão uberlandense”, enfatiza o secretário

58 _CULT

de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo, Raphael Leles. A Prefeitura de Uberlândia tem adotado, desde 2017, políticas para estimular o empreendedorismo na cidade. Além da recuperação em áreas essenciais e do investimento em infraestrutura, implementou ações para incentivar novos negócios. Destacam-se em benefício aos micro e pequenos empreendedores a redução pela metade do tempo de abertura de novas empresas e a criação do Programa Municipal de Fomento ao Setor Cervejeiro, que resultou em investimentos privados de mais de R$ 20 milhões de 11 fábricas. Nestes dois anos, mais de 5 mil micro, pequenas, médias e grandes empresas foram abertas e criados mais de 3 mil postos de trabalho. Ações e diretrizes realizadas pela Prefeitura de Uberlândia: Apoio à produção de energia fotovoltaica, Criação do Censo do Ecossistema de Inovação, Valorização do Ecossistema de Inovação, Incentivo à instalação de Startups, Regularização do Município para receber ICMS Turístico, Retorno de Uberlândia ao Mapa do Turismo, Potenciais que alavancam o turismo aquático de aventura, Valorização das potencialidades regionais para o turismo rural, Realização do Cities e Conexão com a Singularity University dos Estados Unidos. Acesse a publicação ‘Vem Viver, Inovar e Investir’: http://www.uberlandia.mg.gov.br/2014/secretariapagina/27/3224/vem_viver__inovar_e_investir.html

Autoridades e convidados presentes à cerimônia de lançamento do “Invista”


MUNDO_CULT_DIREITO PUBLI EDITORIAL OUROFINO AGROCIÊNCIA

PARCERIA ESTRATÉGICA

Escritório Aires Vigo - Advogados

Winicius Borini e Rodrigo Vigo Aires Vigo, Norival Bonamichi e Jardel Massari

Aires Vigo, Norival Bonamichi, Shinji Tsuchiya, Okamoto e Jardel Massari

O escritório Aires Vigo - Advogados, com sede em São Paulo e filiais em Ribeirão PretoSP, Belo Horizonte-MG, Uberlândia-MG e Brasília-DF, contando com a experiência de seus profissionais sócios da área de M&A, assessorou a Ourofino Agrociência, maior empresa brasileira do setor de defensivos agrícolas, e seus acionistas. No dia 1º de fevereiro foram assinados os instrumentos jurídicos decorrentes da parceria estratégica e societária com as tradicionais empresas japonesas Mitsui Co. e Ishihara Sangyo Kaysha - ISK. Após a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), a parceria será consolidada. O evento aconteceu no escritório Aires Vigo - Advogados. A sede administrativa da Ourofino Agrociência está localizada em Ribeirão Preto (SP) e a empresa ainda possui um escritório de suprimentos em Xangai (China) e uma fábrica em Uberaba (MG), considerada uma das mais modernas do mundo e com capacidade de produção de mais de 120 milhões de quilos/litros por ano.

CULT_ 59


MUNDO_CULT_AGRONEGÓCIO RENATO FARIA | SECOM PMU MARCO CREPALDI E CLEITON BORGES - SECOM PMU | DIVULGAÇÃO

INICIATIVA DA PREFEITURA DE UBERLÂNDIA BENEFICIA MAIS DE 2 MIL PRODUTORES EM UM ANO

PROGRAMA NOVO AGRO

Há pouco mais de um ano, os pequenos produtores rurais do Município têm tido um auxílio maior para o desenvolvimento de suas atividades. Graças ao Programa de Desenvolvimento de Novos Negócios Rurais - Novo Agro, lançado pela Prefeitura de Uberlândia em novembro de 2017, eles obtiveram subsídios, capacitações, novas legislações a seu favor, visitas técnicas, entre inúmeras outras ações de fomento. Estima-se que aproximadamente 2 mil pequenos produtores tenham sido de alguma forma beneficiados com a iniciativa, que conta com a parceria de dez entidades do setor. A proposta é juntar a força do poder público com instituições

estratégicas, a fim de criar um ambiente favorável ao empreendimento rural em cinco grandes pilares: Agroecologia, Agroindústria de Pequeno Porte, Piscicultura, Turismo Rural e Gastronomia. Por seu pioneirismo em favor da comunidade rural, o programa proporcionou ao prefeito Odelmo Leão, o Prêmio Sebrae de Prefeito Empreendedor no fim do ano passado em Belo Horizonte. “A nossa Zona Rural é um ambiente composto por pessoas trabalhadoras e honradas. Pensamos o Novo Agro para facilitar e valorizar o trabalho executado por essas famílias. Queremos estar ao lado delas em todas as etapas, desde a produção até a comercialização”, destacou o prefeito.

Todas as diretrizes são conduzidas pelas Secretarias Municipais de Agropecuária, Abastecimento e Distritos, e Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo. Conheça mais sobre cada um dos pilares: Agroecologia Uma nova visão de agricultura baseada em uma perspectiva ecológica e sustentável. Este é o principal conceito da agroecologia, atividade econômica que está ganhando força no município recentemente. Para contribuir com esse cenário, a Prefeitura realizou consultorias gratuitas a 100 pequenos produtores, desenvolveu ações de conscientização nas escolas, criou uma nova feira de comercialização no Parque do Sabiá e doou mais de 738 m³ de materiais aos produtores. Também ofereceu subsídios de maquinário e revitalizou, nos últimos dois anos, quase 4 mil quilômetros de estradas para bom escoamento da produção.

60 _CULT


Agroindústria de pequeno porte Queijo artesanal, requeijão, doces, licores, mel e inúmeros outros produtos tão comuns na mesa da população só são obtidos graças à agroindústria de pequeno porte. No início de 2018 foi sancionada a Lei Municipal 12.905/2018, que incentiva a atividade e assegura a qualidade da produção. O Município também capacitou 60 produtores e ainda apoiou um diagnóstico do setor. Sem contar a realização da Feira de Queijos e Mel do Triângulo, que criou um espaço de comercialização e agregou valor ao produto municipal.

Piscicultura Em Uberlândia, o cultivo de peixes ganhou um novo patamar de importância. O primeiro grande marco para isso foi a reativação, por parte da gestão municipal, do Centro Tecnológico de Aquicultura Familiar (Cetaf), um local de pesquisa e reprodução semiartificial de espécies. Outra iniciativa histórica foi a criação da Lei Municipal 12.882/2018, que define e regulamenta o Programa de Aquicultura, reconhecendo a criação de seres aquáticos como uma atividade produtiva. Para estimular ainda mais o setor foram desenvolvidas capacitações para mais de 200 pessoas e consultoria a 17 produtores.

Turismo Rural Uma extensa área verde, recursos hídricos e estabelecimentos especializados em lazer fora do ambiente urbano. Estes são alguns atrativos do turismo rural de Uberlândia, setor que nunca teve tanta valorização. Pela primeira vez na história, um conjunto de diretrizes tem explorado todas as suas potencialidades, como paisagens, propriedades e comércios. Os principais atrativos turísticos da zona rural foram catalogados pela Prefeitura, que também promoveu eventos em distritos e apoiou um curso voltado para guias turísticos. Sem contar o apoio a instituições que prestaram visitas técnicas a empreendedores do ramo.

Gastronomia Reforçar a rica cultura gastronômica do município, agregar valor às iguarias produzidas na cidade e propiciar uma maior renda às pessoas envolvidas com o setor. Estes são os objetivos do programa Novo Agro. Pela primeira vez, o município conta com um Núcleo de Gastronomia, para pensar diretamente a evolução do segmento. Dentre as ações práticas, estão exposições gastronômicas durante eventos como a Femec e o Camaru. Sem contar uma série de capacitações e cursos gratuitos, além do aperfeiçoamento do modelo das 62 feiras livres. CULT_ 61


MUNDO_CULT_TECNOLOGIA KARINA GERA | CONSULTORA DE MARKETING ARQUIVO PESSOAL | DIVULGAÇÃO

“ATÉ 2023, CERCA DE 70% DOS CHEFES SERÃO SUBSTITUÍDOS POR ROBÔS”

MIOPIA DIGITAL

O termo “miopia” é usado para definir um distúrbio visual, que impede as pessoas de enxergarem objetos distantes. Em 1960, o norte-americano, economista e professor de Harvard, Theodore Levitt, usou a expressão “miopia de marketing” para alertar sobre o perigo de não se olhar para o futuro do negócio. Sintetizando seu artigo, ele aborda a preocupação com o olhar “curto”, onde grandes indústrias se esqueceram de olhar para o produto e seu cliente, a fim de entender, de fato, as reais necessidades do mercado. Há muitos exemplos citados por Levitt, um deles é sobre a indústria de “lavagem a seco”, que não enxergou longe, tratavam a concorrência como “outras empresas de lavagem a seco”, esquecendose que poderiam aparecer novas tecnologias, não de lavanderias, mas de tecidos. Desta forma, seu maior concorrente foi a própria indústria têxtil, que desenvolveu tecidos cada vez mais sofisticados e podiam ser lavados na máquina de lavar, em casa, substituindo a necessidade de se consumir a “lavagem a seco”. Mesmo após seis décadas, esta abordagem continua muito pertinente, diria que a miopia agora é

62 _CULT

ainda maior, ela é digital e fica cada vez mais rápida. Recentemente, a Forbes, uma das mais importantes revistas sobre economia mundial, publicou um artigo dizendo que, até 2023, cerca de 70% dos chefes serão substituídos por robôs, uma mudança brusca, que não acontecerá apenas no ambiente interno, é preciso ficar de olhos bem abertos para as transições que já estão acontecendo. O mundo hoje está diferente do que cinco anos atrás, o consumidor também está diferente, ele não busca mais por produtos e serviços, e sim por soluções para os seus problemas não atendidos. Isso explica a grande aceitação de tecnologias como a Uber, o Airbnb, o iFood e a Nubank, que oferecem muito mais do que o serviço, entregam agilidade, economia, logística, comodidade e suporte nas operações, fazendo com que o consumidor se sinta no controle do processo com todas as escolhas na palma da sua mão. E aí, quais são as mudanças que o seu negócio precisa enxergar? Karina Gera é consultora de Comunicação e Marketing. karinagera@gmail.com


MUNDO_CULT_COMUNICAÇÃO LARA PAULINNY E PAULO GABRIEL JÚNIOR | PUBLICITÁRIOS ARQUIVO PESSOAL | DIVULGAÇÃO

AS REDES SOCIAIS TÊM POTENCIALIZADO A FALTA DE LEITURA E APURAÇÃO DOS FATOS?

O BOLO É DE QUE?

A cada dia que passa, as redes sociais ganham mais e mais adeptos no mundo inteiro. Elas têm potencializado a voz das pessoas e trazido grandes avanços sociais, porém trazem consigo também uma verdade muito clara: ou estamos lendo menos ou desaprendendo a interpretar. Você já ouviu a historinha do bolo de cenoura com cobertura de chocolate por R$10 reais? Não. Então eu vou te contar. Um certo dia, uma jovem moça postou nas suas redes sociais que estava fazendo bolos para juntar dinheiro para pagar sua faculdade. Na descrição da publicação ela colocou que estava vendendo bolo de cenoura com calda de chocolate por R$10 reais. Ela estava muito feliz com a quantidade de curtidas e comentários que teve, na intenção de converter todos números em vendas. Dentre os milhares de comentários que ela recebeu, uma parte das pessoas perguntava de que era o bolo, a outra qual o valor e uma outra do que era a calda de chocolate. Parece engraçado, mas é preocupante. Vivemos um momento em que ninguém mais lê o que está expresso na sua tela, não é à toa que as diversas plataformas dizem

que o futuro da comunicação digital será o vídeo. Queremos facilidade até para absorver o conteúdo. Vemos, a cada dia, a grande disseminação de fake news, isso se dá porque ninguém quer pesquisar mais sobre o que acabou de ler, ninguém quer apurar. O primeiro entendimento é o que fica. Atualmente as redes sociais têm exposto a falta que a leitura e a interpretação de texto fazem nas nossas vidas. Veja bem, nossa intenção aqui não é menosprezar ou subestimar quem não teve acesso à educação. O que levantamos é a falta que faz na vida do ser humano e o quanto isso atrapalha o nosso dia a dia. As redes sociais virararam um púlpito para pessoas que querem mentir, manipular e disseminar coisas que, na maioria das vezes, foi só entendido errado. Precisamos ler mais para interpretar melhor, ou senão seremos só mais um a perguntar: o bolo é de que? Paulo Gabriel Jr é professor universitário de marketing e empreendedorismo e especialista em marketing digital, gestão de projetos e em inovação e empreendedorismo. Lara Paulinny é publicitária, especialista em marketing digital, vendas e trade marketing, gestão e projetos e em inovação e empreendedorismo.

CULT_ 63


MUNDO_CULT_ ENTIDADES JOANA ARAÚJO | GA COMUNICAÇÃO DIVULGAÇÃO

NOVO PRESIDENTE E NOVOS PROJETOS

ACIUB JOVEM

O Aciub Jovem, Conselho do Jovem Empreendedor ligado à Aciub, apresentou o novo presidente e seus vices. O empresário Rodrigo Braga assumiu a presidência, tendo os empreendedores Renato Gondim, Liana Braia e Gilberto Camargos nos cargos de vice-presidentes. Com experiência no associativismo, Rodrigo participa do Aciub Jovem desde sua reformulação, em 2013, e aponta o foco de sua gestão. “Acredito que se queremos mudar o mundo, temos que participar e colaborar para essas transformações. Sempre vi no associativismo e no Aciub Jovem uma oportunidade de desenvolver ações que acrescentam no mercado. O Conselho é um espaço democrático e voluntário com muita troca de experiência e crescimento profissional”, destaca o presidente empossado. O presidente acredita que seu maior desafio seja manter o nível, engajamento e relevância do Aciub Jovem. “O Frederico Prudente fez um trabalho incrível na gestão anterior. Meu desafio é manter o nível e as características tão marcantes e empreendedoras do Conselho, além de buscar sempre projetos de capacitação e enriquecimento para o jovem empresário”, observa. Característica marcante do Aciub Jovem, projetos para gerar mais negócios para os associados continuarão na nova gestão. “Já temos um projeto de realizar uma missão para São Paulo, com um grupo de aproximadamente 15 pessoas, para visitar algumas empresas e fazer um benchmark, conhecendo novidades e tendências de mercado, trazendo tudo isso para Uberlândia”, anuncia Rodrigo. Renato Gondim (Gonda Construtora), Rodrigo Braga (Palco Marketing) e Liana Braia (Sankhya Gestão de Negócios)

64 _CULT

Outro projeto que continuará a fazer parte do calendário de eventos do Conselho é o Happy Business, como enfatiza o vice-presidente Renato Gondim. “Com duas edições anuais esta ação proporciona oportunidades de networking entre os empreendedores da cidade e seguirá em nossa gestão, sempre buscando aprimorar e inovar”. Liana Braia, que também é vice- presidente, ressalta que a mentoria e os projetos sociais também continuarão a ser pauta no Aciub Jovem. “Em 2018 nosso projeto de mentoria, que conecta jovens empresários a profissionais consolidados no mercado, para troca de experiências e apoio na parte estratégica completou quatro anos. Também participamos de alguns projetos sociais, como Nova Canaã e Pontes de Amor, arrecadando doações em nossos eventos. Seguiremos com estas iniciativas, pois é uma forma de fazer nossa parte e também ajudar a cidade de forma responsável”, ressalta a vicepresidente. A participação das pessoas nestas ações é essencial, como salienta o também vice-presidente Gilberto Camargos. “Nossa diretoria é formada por jovens empreendedores, mas as atividades que desenvolvemos são para todos, independente de idade. Afinal, compartilhar conhecimento não tem limite, é isso que queremos fazer, junto com a possibilidade de ações sociais. Fiquem atentos às ações divulgadas no site da Aciub e venham com a gente”, conclui.


MUNDO_CULT_BUSINESS LUCAS BIANCHINNI | TÉCNICO EM OPERAÇÕES E MERCADO ARQUIVO PESSOAL | SXC

DESCUBRA O QUE VOCÊ QUER ANTES DE CHEGAR À MESA DE NEGOCIAÇÕES

BLOQUEIOS PSICOLÓGICOS NAS NEGOCIAÇÕES Não obstante, em negociações, os responsáveis enfrentam impasses de bloqueios psicológicos à negociação. Você sabe o que isto significa? Os motivos pelos quais um (a) negociador (a) pode sentir insegurança em relação a uma negociação correlaciona-se com os aspectos psicológicos existentes. Alguns reflexos naturais ou bloqueios emocionais podem afetar a capacidade de conseguir um acordo satisfatório. Veja alguns desses bloqueios: Necessidade de ser aceito e aprovado: muitas vezes essa necessidade faz com que você abra mão de parcelas de grande valor em uma negociação simplesmente para ser visto como uma boa pessoa, cooperadora, um bom jogador. Sentimento de culpa por defender seu próprio interesse: sua personalidade pode fazer com que você se sinta pouco confortável ao defender seus próprios interesses, fazer com que você sinta que está recebendo mais que o merecido, ou que esteja trapaceando. Temor de ser logrado: quem já passou por uma experiência ruim em negociação sabe bem o que é isto. Ser enganado, ludibriado, deixa marcas e faz com que a pessoa tenha dificuldade em acreditar que outros negociadores agirão de maneira honesta com ela. Ser intimidado por pessoas dominadoras: pessoas tímidas e reservadas serão pressionadas ao lidar com o negociador agressivo. Este usará de artimanhas para dominá-las e tirar o máximo de vantagem possível da situação. Falta de autoconfiança: quem tem baixa autoestima pode precipitar-se fazendo acordos não muito vantajosos para si, simplesmente para terminar logo com a negociação. Dificuldade de pensar sob pressão: o estresse pode interferir na nossa capacidade de raciocinar e a outra parte pode tirar vantagem disso, apresentando muitas questões de uma vez só e exigindo que a decisão seja tomada rapidamente. Perspectiva do remorso do negociador: este é um sentimento comum entre os negociadores que se sentem inseguros em relação a si mesmos, a outra parte e ao negócio que fechou. Você sai de uma negociação e pensa: será que fiz um bom acordo? Será que não fui enganado? A decisão que tomei foi a correta? Haveria outra alternativa mais vantajosa? Temor de perder prestígio perante o chefe ou os colegas: essa situação é mais frequente em

ambientes de empresas competitivas. A pressão do chefe ou colegas poderá fazer com que você tenha medo de agir ou se torne mais agressivo do que o habitual. Reconheceu algum desses sentimentos? Não se preocupe, eles são mais comuns do que você imagina. Uma alternativa para eliminar estes indesejáveis sentimentos é buscar ajuda com psicólogos especializados com estes bloqueios psicológicos, assim conseguirá reconhecer antes de começar qualquer negociação. Assim terá tempo de trabalhá-los e fazer uma autoanálise para verificar se está em condições de levar adiante a negociação. Antes de ajudar o outro a fechar um bom acordo, procure ajudar a si próprio, descubra o que você quer antes de chegar à mesa de negociações. Lucas Bianchinni - Técnico em Operações e Mercado, MBA em Gestão de Vendas e Trade Marketing, MBA em Gestão de Projetos, MBA em Gestão Estratégia de Negócios, Graduado em Administração, Graduado em Processos Gerenciais, CPA - 20 ANBIMA e CPA - 10 ANBIMA.

CULT_ 65


MUNDO_CULT_FLASHBACK PUBLI EDITORIAL DIVULGAÇÃO

VAMOS DE FLASHBACK?

DJ DOUGLAS MORAIS

Uberlândia e região ganham um nome de peso quando se fala em festas de Flashback. É um DJ especialista neste segmento. Além de DJ é VJ, ou seja, é o profissional que toca na noite com vídeo, o que é uma novidade nos grandes centros. É ainda produtor de videoclipe e tem junto a tudo isso uma bela bagagem de mais de 30 anos como DJ no mercado nacional. Este é Douglas Morais, que iniciou sua carreira como DJ em Brasília em 1986. Tudo começou por acaso, fazendo festinhas na casa dos amigos em Taguatinga Sul no Distrito Federal. Mais tarde, em 1988, conheceu suas principais referências: Elyvio Blower, Celsão, Chokolaty, Romar e Claúdio Lopes. Sua primeira casa como residente foi a New Age, em Taguatinga, depois se mudou para a tradicional London London. De lá pra cá, já passou por dezenas de casas noturnas e rádios por várias regiões do Brasil. Casado e pai de dois filhos, reside há 20 anos em Uberlândia - MG, onde já se considera um mineiro legítimo. Há 10 anos, resolveu tocar com vídeo e, percebendo que muita música não tinha um vídeo, começou a produzir seus próprios vídeos com versões exclusivas, tornando-se o principal produtor de videoclipe da região com quase 200 vídeos produzidos com total exclusividade. Viveu bem os anos 80 e 90, colocou a mão na massa literalmente, isso tudo na época do vinil e fita cassete. Mesmo assim procurou se aprofundar também nas décadas de 60 e 70. Antenado e atualizado com o mercado musical, se considera especialista em festas de Flashback, contendo um acervo raro e exclusivo de músicas e vídeos dos anos 70, 80 e 90 como poucos no país. Leva para suas apresentações alegria e um clima envolvente que faz com que todos não parem de dançar. “Quando se toca em uma festa Flashback, eu tenho a oportunidade de reunir músicas de décadas em apenas uma noite. Além disso, o público presente consegue voltar ao passado e lembrar da sua infância ou juventude, causando assim uma nostalgia enorme”, enfatiza. Conclui observando que o Flashback será sempre novo. Então, a partir de hoje, você tem mais uma boa opção para fazer aquela festa de Flashback, seja para sua empresa, na sua cidade, na sua rádio ou qualquer outra ocasião. Contato Acesse www.djdouglasmorais.com.br. No site tem vários sets mixados pra ouvir na hora ou fazer o download. Toda semana sairá um set exclusivo. Redes sociais: https://www.facebook.com/djdouglasmoraisudi/ https://www.instagram.com/djdouglasmorais/

66 _CULT

O DJ e VJ, Douglas Morais


CULT_ 67


68 _CULT


CULT_ 69


MUNDO_CULT_TURISMO LUCAS CARVALHO | EMPRESÁRIO DIVULGAÇÃO

VIAGENS FAZEM PARTE DO NOVO COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR

TURISMO EM 2019

Parece meio clichê, mas em 2019 o turismo virá com tudo. Segundo o relatório da Euromonitor International (consultoria global de pesquisa e inteligência estratégica de mercado), o desejo de viajar vai ganhar força entre os consumidores do mundo todo. O estudo intitulado “10 Tendências Globais de Consumo 2019” revela que as viagens experimentais e personalizadas serão o foco deste ano. Os viajantes estão em busca de experiências autênticas para transformação interna e isso tem gerado oportunidades para agências de turismo. Hoje no mercado há uma demanda crescente por viagens que ofereçam algo além de um roteiro tradicional de turismo, os viajantes buscam por viagens que acrescentem não só na experiência do agora, mas também na transformação da vida. As pessoas estão mais dispostas a conhecerem mais sobre determinadas culturas, culinárias e pontos turísticos. A pesquisa revela também que há um novo tipo de consumo turístico, um consumo voltado para o crescimento pessoal do viajante. Os turistas querem que as mudanças comportamentais durante suas férias os ajudem a mudar sua rotina diária e nesse sentido o que realmente importa é a personalização. Por isso é importante contar com a expertise de uma agência de viagens para traçar roteiros e possibilidades. O novo consumidor, convicto das mudanças que uma viagem traz para sua vida, precisa contar com um parceiro à altura dos seus sonhos e objetivos. Lucas Bittencourt Carvalho é empresário e atua no mercado de turismo há 10 anos.

70 _CULT


CULT_ 71


MUNDO_CULT_ EDUCAÇÃO REDAÇÃO DIVULGAÇÃO

ENCONTRO É CONSIDERADO MAIOR EVENTO ACADÊMICO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS DO BRASIL E AMÉRICA LATINA

VEM AÍ O XXIV ENERI

O Encontro Nacional de Estudantes de Relações Internacionais (ENERI) é um evento acadêmico anual interligado ao curso de Relações Internacionais que promove o intercâmbio do conhecimento entre alunos, profissionais e intelectuais da área. O evento conta com palestras, apresentações de trabalhos acadêmicos, minicursos, debates, workshops e festas. A primeira edição do ENERI aconteceu em Brasília, em 1996, contando com cerca de 300 estudantes. A cada ano, uma cidade diferente é sede do evento, sendo que estas contam com universidades que oferecem o curso de Relações Internacionais - os estudantes do curso se reúnem em comissão e organizam todo o evento em si. O encontro é atualmente o maior evento acadêmico de Relações Internacionais do país e da América Latina. O ENERI já chegou a contar com 1.500 congressistas, sendo que, a cada edição, procurase aprimorá-lo estruturalmente, sempre dando espaço para novas atividades, como a apresentação de trabalhos científicos, grupos de discussão e afins. Ainda, o evento conta com grandes parceiros, incluindo grandes nomes da rede nacional, assim como instituições internacionais. Em seu histórico de

72 _CULT

palestrantes, estão incluídos nomes renomados, como Joseph Nye, Robert Keohane, Stephan Krasner, Nelson Jobim, Celso Amorim, entre outros. Todos os anos, busca-se, ao máximo, a diversidade de palestrantes, temas e atividades, prezando sempre pela dinamização do evento e pela difusão de interesse para todos os atuantes na área. O ENERI hoje caminha para a sua 24ª edição, que ocorrerá pela primeira vez na cidade de Uberlândia - MG, entre os dias 27 e 30 de abril, deste ano. No espaço da Casa Garcia Eventos, o tema “Desafios globais de desenvolvimento: sustentabilidade, igualdade e crescimento no século XXI” será suporte para discussões políticas, econômicas, sociais e culturais durante o evento. O principal objetivo do encontro é estimular o protagonismo dos estudantes de Relações Internacionais de todo o país. A comissão preza por oferecer um evento completo para que a melhor das experiências seja alcançada por todos os congressistas, palestrantes e organizadores. Neste sentido, os interessados podem adquirir seu ingresso para o evento, bem como para as festas, através do site (www.eneri.udi.br), mas devem correr porque o lote promocional foi esgotado em 1 hora.


English version The International Relations Students National Meeting (ENERI) is an annual academic event linked to the International Relations graduation course and it promotes the exchange of knowledge among students, professionals and intellectuals of the area. The event features lectures, presentations of academic works, mini-courses, debates, workshops and parties. The first edition of ENERI happened in Brasilia in 1996, with about 300 students. Each year a different city which has universities that offer the course of International Relations hosts the event - the students get together to organize the event themselves. The Meeting is currently the largest International Relations academic event in the Country and in the Latin America. ENERI has already had 1,500 congressmen, and in each edition, it seeks to improve it structurally, always giving space for new activities, such as the presentation of scientific papers, discussion groups and others. In addition, the event counts with great partners, including strong names of the national network, as well as international institutions. Its historic of speakers includes renowned names such as Joseph Nye, Robert Keohane, Stephan Krasner, Nelson Jobim, Celso Amorim, among others. Each year, it seeks to achieve a big diversity of speakers, themes and activities, looking for the dynamization of the event and the diffusion of interest for all the people in the area. ENERI is moving toward to it 24th edition, taking place for the first time in the city of Uberlândia - MG from April 27 th to April 30 th of this year. At Casa Garcia Eventos, the theme Global Development Challenges: Sustainability, Equality and Growth in the 21st Century, which will support political, economic, social and cultural discussions during the event. The main objective of the Meeting is to stimulate the protagonism of International Relations students from all over the country. The committee is keen to offer a full event and give the best of the experiences for all the congressmen, speakers and organizers. In this way, those who want to get a place in the event may buy the tickets at (www.eneri.udi.br), but they better hurry as soon as the promotional tickets were sold in just an hour.

Farroupilhagrill 34 3216-1387 Rua Natal, 1262 Bairro Aparecida Uberlândia - MG

CULT_ 73


MAIS_CULT_LIFESTYLE NANDO MEDEIROS | PUBLICITÁRIO, BLOGGER E PRODUTOR DE EVENTOS ARQUIVO PESSOAL | DIVULGAÇÃO

TRÊS TENDÊNCIAS INDISPENSÁVEIS NA MODA MASCULINA EM 2019

FASHIONANDO Publicitário, blogger e produtor de eventos, Fernando Medeiros criou o portal de notícias Fashionando em 2015, com intuito de falar sobre a sua paixão pelo mundo da moda e pelas tendências do universo masculino. Em 2015, de um perfil pessoal no Instagram, nasceu um canal de comunicação criado para compartilhar dicas do universo masculino, lifestyle, moda, turismo e gastronomia. O Fashionando, que começou como um hobby, em 2016 transformou-se em um portal de notícias para o

mundo dos homens! É a moda em movimento, o tempo todo. Nando Medeiros - @fashionando. Olá pessoal, a partir desta edição da Cult vou falar um pouco sobre as tendências que temos visto e ainda veremos muito por aí. Há pelo menos uma década atrás, os looks clássicos eram essenciais para os homens, mas hoje em dia o público masculino está cada vez mais ligado nas tendências e busca se vestir melhor, seja qual for a ocasião. Pensando nisso, separei três tendências da moda masculina que estão bombando em 2019.

Calça Jogger Para quem ama montar looks numa pegada street wear, essa com certeza é a sugestão perfeita. Lembrando que esse tipo de peça de roupa cabe bem para ocasiões mais informais e descontraídas e combina super bem com os Ugly Shoes que já falamos aqui na matéria.

Listras Verticais Essa já era uma tendência forte na última temporada e promete permanecer neste ano de 2019. As camisas listradas, além de serem mega confortáveis, são peças ideais para fazer diferentes combinações e, consequentemente, podem ser usadas para inúmeras ocasiões. Ugly Shoes Essa é uma tendência que vem do street wear e, para quem tem um estilo bem ousado, pode ser a escolha perfeita para montar looks cheios de estilo. À primeira vista pode até assustar, mais com certeza ele super agrega ao look. @fShionando


76 _CULT

CALÇADOS, ROUPAS E ACESSÓRIOS CENTER SHOPPING UBERLÂNDIA

ARUBA BUENOS AIRES CANCÚN CANNES MIAMI MONTERREY PUNTA DEL ESTE RIO DE JANEIRO SANTIAGO SÃO PAULO


Carmen Steffens CarmenSteffensOnline

@carmensteffens


MAIS_CULT_MODA CARINA ALENCAR | EDITORA DE MODA DIVULGAÇÃO

“ELEGÂNCIA É UMA ATITUDE” KARL LAGERFELD

MUNDO DA MODA PERDE KARL LAGERFELD O mundo da moda parou ao receber a notícia da morte de Karl Lagerfeld, design alemão, diretor criativo da Chanel e Fendi. Sua trajetória na moda é de um homem persistente e com muito talento. Com 25 anos lançou sua primeira coleção de alta costura. Foi muito criticado por apresentar seu projeto de silhueta “K” de Karl, uma modelagem assimétrica e sem sentido na época. Anos depois, o design passou pela Chloé, Fendi e só em 1983 assumiu a casa Chanel. Dono de um estilo único e de um guarda-roupa preto e branco, Karl tornou-se um grande ícone da moda. Polêmico e extraordinário, é uma lenda. Deixou um legado e sua gata Choupette. Entrou para a história da moda e permanecerá para sempre na lembrança de cada um.

78 _CULT


CULT_ 79


MAIS_CULT_MODA CARINA ALENCAR | EDITORA DE MODA DIVULGAÇÃO

CINCO DICAS PARA UM DRESS CODE DE TRABALHO MAIS MODERNO

DRESS CODE

Use seu blazer de forma diferente, coloque o cinto por cima dele.

80 _CULT


- Invista em looks monocromáticos. - Se você gosta de cores, mas tem dificuldades em usá-las, comece acrescentando em acessórios, bolsas e sapatos. - Troque sua calça de alfaiataria preta por uma colorida.  - Use sua camisa branca do dia a dia com um nó e uma saia fluida. CULT_ 81


82 _CULT


CULT_ 83


MAIS_CULT_MULHERES VENCEDORAS PUBLI EDITORIAL RANGEL RETRATOS

A LOJA MAIS CHARMOSA DA CIDADE

TUNIKINHA BABY

Empreender sempre foi meu sonho. Mesmo na época em que nem sabia ao certo o que isso significava, tinha a plena convicção de que com fé, persistência e trabalho, muito trabalho, um dia chegaria lá. Foram tantas barreiras que a vida me impôs que, por vezes, pensava em desistir; mas o coração falava mais alto, me mostrando que eu era capaz. Tenho uma origem familiar muito humilde, do meio rural da cidade de Campos Altos, no interior de Minas. Eu, como a filha mais velha de uma família de 5 filhos, trazia a responsabilidade de ajudar a todos com meu trabalho e dedicação.

Empresária Leila Oliveira

Hoje, quando paro e penso, aliás, quando relembro meu passado, me sinto uma vitoriosa. Me lembro de meu primeiro emprego como telefonista e em seguida como vendedora de loja. Me recordo também que minha primeira tentativa de empreender junto às minhas irmãs foi em uma confecção de roupas femininas no ano de 2000, onde não obtivemos êxito e em pouco tempo fechamos as portas. Na época me questionei muito: onde erramos? O que precisava ser diferente? Mas com gana de crescer e acreditando no meu potencial, comecei tudo de novo. Abri uma confecção de enxovais no fundo da casa da minha mãe, onde vendia para pequenas lojas. Em 2005 surgia então a TUNIKINHA BABY, a loja mais charmosa da cidade, especializada em decoração, enxovais, móveis, roupas e acessórios para bebês. Com quase 20 anos de mercado percebo que soubemos nos posicionar no mercado, com muita dedicação e carinho, sendo referência de qualidade e beleza. Tendo ao meu lado meu filho e parceiro William Cesar e equipe de colaboradores, juntos fazemos tudo especialmente para quem nos encanta e traz uma alegria incondicional a nossa vida: nossos bebês!

84 _CULT

Praça Cícero Macedo, 111 Fundinho | Uberlândia - MG 34 3217-5800 34 99186-1301 Tunikinha Uberlândia @tunikinhababy

Para mim não valeria a pena ter acreditado, sonhado tanto, superado tantas tormentas, se não fosse para contribuir para que os clientes que fizemos nesses anos de trabalho, fossem ainda mais felizes, realizando seus sonhos assim como realizei o meu.


MAIS_CULT_MULHERES VENCEDORAS PUBLI EDITORIAL DIVULGAÇÃO

UMA EMPREENDEDORA SEM MEDO DE NOVOS DESAFIOS

RAFFAELLA LASMAR

À frente da direção da unidade Uberlândia da franquia Sobrancelhas Design, casada, mãe de Sofia (13) e Manuela (7), atuou durante 15 anos em sua área de formação, Arquitetura e Urbanismo, até que, no exato mês que concluiu sua pósgraduação em Arquitetura Hoteleira, parte dela realizada em Milão, resolveu que havia chegado a hora de seguir seu sonho de empreender em uma franquia. Nunca teve dúvidas de qual marca gostaria de representar e logo iniciou sua jornada e, a partir daí, foram apenas 5 meses até a inauguração. Relata que: “Uberlândia foi a primeira cidade que morei assim que me formei, foi aqui que comecei minha vida profissional. Durante as negociações com a franqueadora surgiu a oportunidade de abrir a unidade nessa cidade que tanto amo, logo não tive dúvidas, seria aqui que iria começar meu novo desafio, agora como empresária e representando essa marca que tanto amo, a Sobrancelhas Design” - SD. A marca Sobrancelhas Design é líder mundial do segmento de sobrancelhas e única empresa do mercado voltada para o tratamento e recuperação dos fios de forma natural. Está atuando no mercado há mais de 5 anos e já são mais de 450 unidades comercializadas no Brasil, Guatemala, Estados Unidos e recentemente Portugal. Além do serviço de sobrancelhas, a franquia oferece serviço de depilação facial com linhas orgânicas e uma linha completa de tratamento para sobrancelhas e maquiagem. Orgulhosa, explica que a unidade Uberlândia está caminhando para seu segundo ano de funcionamento na cidade, porém os empreendimentos não param de crescer. Recentemente, Raffaella assumiu o comando de mais uma unidade da mesma franquia, a SD Vila da Serra, na região metropolitana de Belo Horizonte, e em breve irá inaugurar outra unidade, dessa vez em Patos de Minas - MG, cidade onde reside atualmente.

A empresária Raffaella Lasmar

SD Uberlândia 34 3235-7003 | 34 99773-7003 Av. Cipriano Del Fávero, 140 - Centro sduberlandia SD Vila da Serra 31 3262-2064 | 31 98414-5144 Av. Ministro Orozimbo Nonato, 215 - loja 36 Vila da Serra - Nova Lima - MG sdviladaserra

CULT_ 85


MAIS_CULT_MULHERES VENCEDORAS CHICO LÚCIO | JORNALISTA DANIEL CAVALARI | MARCELA BORTONE

“ACREDITO NO PODER DE UMA FORÇA MAIOR ATUANDO EM NOSSAS VIDAS E ALIVIANDO AS NOSSAS DORES”

ANITA GODOY Anita Godoy: “A Pátria Espiritual é a nossa verdadeira vida. Precisamos nos preparar para o “outro lado”.

Fonoaudióloga, psicóloga, taróloga, escritora e palestrante motivacional, Anita Godoy é membro da Academia de Letras do Brasil Central e da Academia de Letras de Uberlândia. Agraciada com a Comenda Chico Xavier, palestrante motivacional, atuando no Brasil e Europa. Autora de 19 livros. Presidente Fundadora do C. E. Portal da Luz desde o ano 2000. Responsável pelo Grupo Portal da Luz desde 1985. Responsável, desde 1994, pela coluna Está Escrito no extinto Jornal Correio de Uberlândia e responsável, desde 2006, pela mesma coluna na revista Cult. Anita Godoy nasceu em Marília (SP), mas sua alma é uberlandense. Está casada há 45 anos, tem quatro filhos e seis netos. Nesta entrevista, concedida ao jornalista Chico Lúcio, ela fala sobre valores espirituais, projetos literários, missão de luz e auxílio ao próximo, provações contemporâneas e a busca das pessoas pela espiritualidade. Confira o bate-papo.

86 _CULT

Como tem sido a sua trajetória pelos caminhos espirituais? Há quanto tempo atua neste universo? O que mais te motiva nesta caminhada? Espiritualidade é a minha vida. Acredito que estamos nesta Terra para evoluir. Nasci em berço espírita, atuo neste universo desde sempre. Construí junto de um grupo de mulheres, uma casa espírita para melhor auxiliar as pessoas. Motivam-me os estudos da Doutrina, que são esclarecedores e transformadores, e também poder levar um novo sentido de vida com fé, esperança e alegria a todos. Como você se situa (ou se equilibra) diante desta forte materialidade que rege o mundo conturbado que vivemos hoje? Não é fácil, pois o mundo material é envolvente, mas procuro nos estudos, na fé, na caridade e na prece diária a força necessária para não me deixar envolver neste materialismo e imediatismo existente. Foco no


meu objetivo de evolução para todos, sabendo que estamos aqui só de passagem e que a verdadeira vida (espiritual) nos espera. Os valores espirituais estão “adormecidos”? É possível despertá-los dentro de cada um de nós? Como fazer isso? Acredito que cresce a cada dia o número de pessoas que buscam valores espirituais em todas as religiões. Sempre é possível despertar esta energia em nós, basta querer e buscar com vontade, como fazemos com as coisas materiais. Só depende de nós darmos prioridade às necessidades espirituais. Fale sobre o “Portal da Luz” (atividades, atendimento, proposta, trabalho, etc). O Portal da Luz é uma entidade beneficente, sem fins lucrativos, que tem por finalidade levar orientação e auxílio material, espiritual e moral. Foi fundado, no dia 13 de março de 2000, por um grupo de mulheres valentes que tiveram coragem de estudar para melhorarem a si mesmas, à luz da doutrina espírita, e assim poderem auxiliar a humanidade. Como é a Anita Godoy escritora? Já são quantos livros publicados e como tem sido a aceitação por parte dos leitores? Sou um espírito a caminho da luz. Venho através de erros e acertos buscando o autoconhecimento para as transformações necessárias. Nos livros busco levar tudo que tenho aprendido na vida e que me foi útil. Tenho 19 livros publicados. Fico muito feliz todas as vezes que recebo notícias de leitores que muito se beneficiaram com nossos livros e mensagens. Sua coluna “Está Escrito” é um marco na comunicação. Quantos anos ela tem, desde o início no extinto jornal Correio de Uberlândia até agora na Cult? O que ela significa para você? Amo esta coluna, realizo este trabalho com muita alegria. Desde o jornal, já escrevo nela há 25 anos. Agradeço à revista Cult pela oportunidade. É muito bom ver inúmeras pessoas que recortam nossos artigos e fazem álbuns, presenteiam, colam em lugares especiais. Quer alegria maior?

Nem castigo, nem recado, em geral são frutos do descaso e descuido humanos. Acredito que quem desencarna nestas ocasiões precisava passar por este tipo de prova (nada é por acaso), fazemos parte de um plano Divino bem maior do que imaginamos. Situações tristes, difíceis e complicadas para os envolvidos, mas proporcionam comoção geral, e nestas horas muitos despertam para a dor do próximo e a necessidade de ajudar. As curas espirituais ainda são muito questionadas. O que você diria sobre isso? Sou uma mulher de fé. Acredito no poder de uma força maior atuando em nossas vidas e aliviando nossas dores. Sei que a espiritualidade pode nos ajudar muito neste sentido e já temos vivido situações maravilhosas, de resultados brilhantes. Você não imagina o poder que tem muitas pessoas pedindo a Deus por você. O que mais te gratifica nesta sua missão de luz e auxílio ao próximo? O que mais me alegra é sempre a felicidade do outro, que encontra na Doutrina Espírita o alívio para as dores, a esperança para a vida, a paz que tanto deseja. É muito bom ver o outro feliz. Deixe uma mensagem para nossos leitores e todos que te admiram por este seu maravilhoso trabalho que tem ajudado tantas pessoas. A felicidade é o objetivo de todos, mas ela é uma escolha. Então, escolha ser feliz, apesar de todas as dificuldades. Acredito que “Força é Deus quem dá.” Lá em cima existem seres de luz que torcem pelo seu sucesso. Acredite em Deus, acredite em você, vá à luta e vença. Eu sei que você pode. Anita Godoy: “Buscar Deus significa se transformar em um ser humano melhor, para sairmos desta vida melhores do que chegamos”.

A humanidade nunca precisou tanto de Deus como agora. O que isso representa? Deus é a única salvação, o caminho e a vida? Deus representa um Poder Maior. É a certeza de que a morte não existe e a vida continua sempre. Jesus é o caminho, a verdade e a vida. Buscar Deus significa se transformar em um ser humano melhor, para sairmos desta vida melhores do que chegamos. A Pátria Espiritual é a nossa verdadeira vida. Precisamos nos preparar para o “outro lado”. Como você tem visto tantas catástrofes naturais no Brasil e no mundo. Considera isso um “castigo” ou “recados” de Deus? CULT_ 87


MAIS_CULT_ MULHERES VENCEDORAS JOANA ARAÚJO | GA COMUNICAÇÃO DIVULGAÇÃO

CONSELHO DA MULHER EMPREENDEDORA TEM NOVA PRESIDENTE

ACIUB MULHER

Isabel Rosita e a nova presidente Tomaídes Rosa

Após quase três anos à frente do Aciub Mulher, Conselho da Mulher Empreendedora, ligado à Aciub, a administradora Isabel Rosita Leite Fialho passou a presidência para a empresária Tomaídes Rosa, que até então ocupava a vice-presidência do Conselho e também faz parte da diretoria da Aciub. Esta mudança ocorreu juntamente com a posse da nova diretoria da Aciub, em fevereiro, quando Isabel Rosita assumiu um cargo na nova gestão, presidida por Paulo Romes Junqueira. Ao fazer um balanço sobre o período em que liderou o Aciub Mulher, a ex-presidente destacou os desafios que se propôs e segue como metas. “Assumi o Conselho em abril de 2016 com o desafio de contribuir com o fortalecimento das potencialidades da mulher que trabalha e gera renda. Desde então, sempre com o apoio das demais conselheiras, propiciamos diversas ações com foco em ampliar nossos conhecimentos e habilidades para alavancar nossos negócios e enfrentar os desafios, que foram vários”, ressalta. Dentre os destaques do período estão o fortalecimento da marca e do nome do Conselho, que deixou de chamar CME - Conselho da Mulher Empresária, para Aciub Mulher, o lançamento do Programa de Mentoria, o Prêmio Mulheres que Fazem História, diversas edições do tradicional Almoço Empresarial e as reuniões e capacitações mensais. “Além disso,

88 _CULT

participamos do XX Congresso das Associações Comerciais e Empresariais, elaboramos junto com a Prefeitura e aprovamos com os vereadores um projeto que concedeu maior prazo maior para adequação de imóveis a regras de acessibilidade e outros facilidades, e neste início de ano fizemos reunião com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo, Raphael Leles, com objetivo de traçar novas ações e parcerias em prol do ambiente de negócios, o que será conduzido pela presidente Tomaídes Rosa, que tenho certeza fará uma gestão brilhante”, conclui Rosita. Para Tomaídes Rosa, assumir a presidência do Aciub Mulher é uma grande responsabilidade, com foco em seguir com o fortalecimento do Conselho. “Estou muito feliz com esta nova etapa e assumo a presidência com a responsabilidade de seguir o belo trabalho já desenvolvido e posicionar, cada vez mais, o Aciub Mulher como uma referência, e não apenas para mulheres. Entendo que com nossa força e determinação podemos assumir lutas defendidas pela Aciub e que são comuns a todos os empreendedores. Teremos uma atuação política efetiva, estreitando o relacionamento com os Governos e legisladores, sugerindo iniciativas, acompanhando as ações e defendendo condições para garantia de um ambiente de negócios que resulte na geração de oportunidades e renda para todos”, conclui a presidente.


MAIS_CULT_MULHERES VENCEDORAS PUBLI EDITORIAL GABRIEL RANGEL

EXCELÊNCIA E INOVAÇÃO EM PROCEDIMENTOS ESTÉTICOS

VIP ODONTO UDI

Botox ou Toxina Botulínica? É uma proteína produzida por uma bactéria - Clostridium Bolulinum. Na década de 50 descobriu-se que esta proteína provocava diminuição da ação muscular quando injetada nos mesmos. Duração aproximada de 6 meses, devendo ser reaplicado caso queira.

Sculptra ou Acído Polilático? É um tratamento estético muito eficiente quando o assunto é rejuvenescimento da pele, ele utiliza um produto inserido sob a pele para criar bioestimulação de produção do colágeno, tratando flacidez, suavidade à pele, renovando de dentro para fora, de forma natural em Skinbooster ou Ácido Hialurônico? um efeito lift. Estes efeitos aparecem a É indicado para homens e mulheres com todos os tipos partir da 2ª ou 3ª sessão e são evidentes por de pele, da mais jovem a mais madura que deseje hidratar aproximadamente 25 meses. profundamente a pele em busca de rejuvenescimento. Tratar rugas finas, melhorar as olheiras e marcas de acne são a indicação, pois aumenta a elasticidade da pele. Duração aproximada de 4 a 6 meses. Dra. Paula Caetano Tomás

O que é Eletrocautério? Aparelho de corrente alternada de baixa tensão e alta intensidade, produz uma lesão mediada e controlada na superfície da pele. Dispara jatos de energia elétrica em um campo magnético seco e pode ser usado para remoção de micropigmentação e proporciona a pigmentação em casos de leucodermias (manchas brancas na pele) e faz curetagem.

Venha fazer seu orçamento e se cuidar com a VIP Odonto Udi Rua Real Grandeza, 25 - Tubalina - Uberlândia - MG 34 3253-1018 34 99107-7506 @paulatomasvip

CULT_ 89


MAIS_CULT_MULHERES VENCEDORAS MÁRCIA CHICORSQUI | EMPRESÁRIA DIVULGAÇÃO | CINTIA GUIMARÃES

QUAL FOI A ÚLTIMA VEZ QUE VOCÊ INTERROMPEU AS SUAS ATIVIDADES PARA AJUDAR ALGUÉM?

FAZER O BEM, SEM OLHAR A QUEM Divani Ferreira dos Santos: “Ser útil a alguém nos dá uma satisfação enorme”

90 _CULT


Uma boa ação tem o dom de transformar o mundo do próximo. Qual foi a última vez que você interrompeu as suas atividades para ajudar alguém? Essa ajuda pode ser feita por meio de um conselho, um abraço, fornecimento de conhecimento. Cada um de nós nasce com talentos e propósitos únicos, por isso temos muito a trocar e oferecer uns aos outros. Necessitamos de ser aceitos e pertencermos a um grupo e a forma mais fácil de fazer isso é deixar de vivermos apenas no nosso universo particular e doarmos através de pequenas atitudes, fazendo a diferença na vida do outro. Histórias de pessoas que se abdicam de algumas horas do seu dia, para estar ao lado de quem nem mesmo conhece, nos mostra essa realidade. Nesta edição vamos conhecer um pouco sobre Divani Ferreira dos Santos e Souza, natural de Santa Vitória, casada com Divino Sebastião de Souza há 40 anos, tem 3 filhos e 3 netos. Formada em Pedagogia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ituiutaba, cursou Administração Escolar, Sociologia e Psicologia da Educação, além de se capacitar em Orientação e Supervisão Escolar pela Faculdade de Ciências e Letras de Votuporanga. Atuou como professora e coordenadora estudantil quando morou em Iturama e também em Ituiutaba até 1991, quando se mudou para Uberlândia. Desde muito cedo, esteve à frente de trabalhos voluntários, participando de ações no grupo de jovens e, posteriormente, de grupo de casais nas igrejas. Foi coordenadora da catequese da diocese de Uberlândia e coordenadora da preparação de pais e padrinhos para o batismo. Há 30 anos faz parte da Casa da Amizade ligada ao Rotary Clube, na qual já exerceu todos os cargos da diretoria e hoje é conselheira. Já foi também eleita coordenadora assistente regional, coordenando as áreas do Distrito 4770 de 2001/2002. Seu carisma, atenção e facilidade de comunicação fizeram-lhe ser convidada para integrar o conselho gestor da AACD Minas (Associação de Apoio à Criança Deficiente), inaugurado em agosto de 2001 em Uberlândia, que atende oito patologias e quatro especialidades médicas, além de oferecer diversas terapias de reabilitação, onde ela tem prestado serviço voluntário desde 2003. Musa inspiradora para o nome “Artesanato das Divas”, que atualmente pertence ao grupo de amigas que se reúnem toda semana para transformar seu tempo em artesanato e artesanato

em doação. Em 12 anos já conseguiram confeccionar mais de 15 mil peças para doação em prol da AACD de Uberlândia. O Artesanato das Divas, ou as “meninas da Divani” doam seu tempo, conhecimento, dinheiro, experiências, buscando uma forma de minimizar o déficit financeiro da unidade Uberlândia. Divani é responsável por coordenar quase 35 voluntárias semanalmente para garantir a entrega de todas as peças perfeitamente confeccionadas nas datas dos bazares, o que às vezes lhe custa noites de organização e planejamento. Quando o assunto é trabalho voluntário as pessoas acham isso bonito. Afinal, é bacana dizer que ajuda uma instituição. O que a grande maioria esquece é que não se trata de favor, algo que se faz quando não se tem nada melhor a se fazer. Voluntariado é um compromisso sério, tanto quanto um trabalho remunerado. Não se trata de migalhas, mas de um comprometimento valioso. Podemos destacar outros serviços por ela prestados na cidade de Uberlândia, como Bazar Dia das Mães, Festa Junina, Bazar dos Blogueiros, Dia do Voluntariado, Teleton e Bazar de Natal. A ela foram concedidos alguns títulos, entre eles Paul Harris, o título é uma homenagem a companheiros rotarianos que tenham contribuído com recursos para sustentação das obras de combate à Poliomielite no mundo. Em 2010, foi homenageada como Mulher do Ano, pela Prefeitura de Uberlândia, pelas obras de apoio à sociedade e em 2018 foi condecorada também com a Comenda Alexandrino Garcia, título aos cidadãos e corporações que tenham contribuído com o desenvolvimento socioeconômico de Uberlândia. “Muitos acreditam que somente doamos, mas a verdade é que aprendemos e recebemos mais do que ensinamos. Ser útil a alguém nos dá uma satisfação enorme, hoje me sinto uma pessoa mais completa e esclarecida”, ressalta Divani.

Através do meu olhar, na vida, não vale tanto o que temos, nem tanto importa o que somos. Vale o que realizamos com aquilo que possuímos e, acima de tudo, importa o que fazemos de nós. Pois, de fato, cumprir compromissos assumidos, sem se interessar unicamente pelas recompensas, é vivenciar novas experiências e conhecer outras realidades. CULT_ 91


MAIS_CULT_MULHERES VENCEDORAS SILVIA VILELA | DIGITAL INFLUENCER NINA FOTOGRAFIAS

“SOU A MINHA MELHOR ESCOLHA E A PROTAGONISTA DO FILME DA MINHA VIDA”

SILVIA VILELA

A minha melhor escolha foi eu mesma! Pensando nisso, na minha satisfação e equilíbrio e pensando também em todos que estão em minha volta, sinto que em alguns momentos é necessário sair da rotina para descansar e recarregar a bateria. Isso vale para todos, inclusive crianças e idosos. Qualquer programação que alivie o stress, já vale a pena. Muitas vezes optamos em ficar na zona de conforto por comodidade ou preguiça. Concordo que em alguns casos, mudar hábitos gera custos, mas em outros não. Nessas férias eu optei por viajar com amigos e familiares, e essa opção é a que mais se encaixa no

92 _CULT

meu perfil. Concordo que ficar quietinha em casa ou ir a um parque, sítio, fazenda ou clube também me enche de boas energias. Quando descobri que eu sou minha melhor escolha e a protagonista do filme da minha vida, soube realmente o quanto eu era importante para mim. Atualmente faço minhas escolhas sempre com muito foco e sensatez, procurando me divertir com cautela e sempre rodeada por pessoas queridas, que podem contribuir para meu crescimento pessoal. Não tenho disposição e tempo a perder com o desnecessário ou pessoas que nada me agregam. Aos 55 anos, percebo que sou preciosa e o tempo que eu tenho vale muito.


CULT_ 93


CIDADE_CULT_MULHERES VENCEDORAS MARISE FERREIRA GIL ROMANO MARISE ROMANO

MULHERES. ADMIRÁVEIS! LINDAS! QUERIDAS!

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Uma mulher admirável tem motivações a cada amanhecer... Escolhe sua roupa e já pensa nas demais escolhas do dia: ser fiel aos seus princípios, ser doce e dedicada aos familiares e amigos, ser brava diante das injustiças. Uma mulher de verdade busca ser respeitada e crescer a cada dia, tornando-se uma pessoa melhor e mais realizada. Neste mês de março destacamos o papel da mulher na sociedade uberabense com retratos de MULHERES. Admiráveis! Lindas! Queridas! Pessoas de fé, amor próprio e liberdade, que escolhem fazer o seu próprio destino. Mulheres que escolhem o caminho da honestidade, da paz e da harmonia. Feliz Dia Internacional da Mulher!

Marina Junqueira Caetano Cruz representa a mulher realizada em sua profissão, pois trabalha com um sorriso no rosto e muito carinho pelos animais e pelas pessoas, por isso recebe nossa homenagem.

A administradora de empresas, Luisa Pinheiro Bertanha, recebe nossa homenagem por representar a elegância e o charme da mulher.

Empresária e presidente da Fiemg Regional Vale do Rio Grande, Elisa Gonçalves de Araújo, merece nossa homenagem por ser uma empreendedora de sucesso reconhecida em Uberaba e região.

Apaixonada por música, dança e viagens pelo mundo, a professora de ballet Nathália Luz ilumina esta homenagem no mês dedicado à mulher.

Cerimonialista Maria Clara Cicci Resende recebe nossa homenagem no mês dedicado às mulheres por ser uma profissional de experiência e trabalhar com alegria e responsabilidade.

A escritora e jornalista Fernanda Fatureto Freitas recebe nossa homenagem pelo Dia da Mulher por ser um exemplo de mulher bonita e inteligente.

A antenada arquiteta Rosemary Ribeiro Cavalcante Motta recebe a homenagem neste mês dedicado às mulheres por ter um olhar voltado ao bem-estar nas residências de seus clientes.

Sara Abdanur Gomes recebe todas as homenagens por representar a mulher que enfrenta as dificuldades da vida com um sorriso no rosto e paz no coração.

94 _CULT Rosani de Fátima Lopes descobriu uma nova vida após conhecer a dança, onde fez muitos amigos. Recebe nossa homenagem por ser exemplo de dedicação ao seu sonho.

Renomada arquiteta Claudia Ribeiro recebe nossa homenagem por representar a força da mulher que é mãe, esposa e profissional.

Psicóloga Nair Martins de Almeida, carinhosamente conhecida como Nani, recebe nossa homenagem por ser uma profissional séria e competente.

Profissional da Psicologia Positiva, Mírcia Palis representa a mulher charmosa e dona do seu destino. Por isso recebe nossa homenagem neste Mês das Mulheres.


Nossa homenagem vai para a coach de vida, terapeuta em Constelação Sistêmica Familiar e Barra de Access, Claudia Cobel, por ser uma profissional dedicada e competente.

Nossa homenagem vai para a querida professora de música Miriam Morel, que comanda o sucesso de vários musicais que agregam alunos e pais.

Mãe coruja de três filhos, a médica dermatologista Andrea Marques Martins recebe nossa homenagem por conseguir estar sempre em sintonia com a evolução na Dermatologia.

Médica Andrea de Cássia Bruçó recebe nossa homenagem por representar a mulher que cuida do corpo e do espírito, além do profissional.

Educadora Ana Paula de Souza Costa é daquelas mulheres que encantam pela simpatia e por isso merece nossa homenagem neste mês dedicado às mulheres.

E por falar em doçura, a empresária Isméria Junqueira Caetano merece o seu registro nesta homenagem que fazemos no mês dedicado às mulheres.

Nossa homenagem ao Mês da Mulher conta com a dona de uma voz de anjo, Karine Martins Barbosa, que canta e encanta em lindos eventos.

Laudeth Alves dos Reis recebe nossa homenagem por representar a alegria tão necessária à vida da mulher.

Cirurgiã-dentista Flávia Venâncio é um exemplo para todas as mulheres que desejam ter sucesso pessoal e profissional, por isso merece nossa homenagem.

Maria de Lourdes Costa Fernandes merece nossa homenagem por ser elegante na forma de tratar as pessoas com quem convive e por participar de projetos sociais.

A engenheira civil Daiane Luiza Assunção Souza merece esta homenagem por ser uma mulher determinada, que com dedicação e paciência conquista clientes e amigos.

Cidinha Coimbra recebe nossa homenagem pelo dinamismo em seus maravilhosos projetos.

CULT_ 95


Celebrante Vânia Weitzel recebe nossa homenagem por representar a força e a inteligência da mulher.

A professora Rosana Pontes Prata Oliveira Santos recebe nossa homenagem por fazer parte da feliz memória de muitas famílias uberabenses.

A empresária Luciana Vitali de Vito e Vitor comanda sua empresa com a garra de quem olha adiante, com planos na cabeça e amor no coração.

96 _CULT

Arquiteta Melissa Jorge Fazolino Tiago representa a mulher moderna e bem-sucedida, por isso recebe nossa homenagem neste mês em que destacamos o papel da mulher na sociedade.

A professora e arquiteta Heloisa Maria Marques Lessa tem a capacidade de conquistar amigos e esta foi a razão de receber nossa homenagem.

A empresária Cynthia Horiuchi Chagas Ferreira representa a sensualidade da mulher e recebe nossa homenagem pela vida de dedicada ao trabalho e à família.

A professora universitária e funcionária pública Denise Maciel Carvalho representa a mulher dinâmica e feliz, por isso recebe nossa homenagem.

A professora Sidneia Mary do Amaral Araújo recebe nossa homenagem por tantos anos de dedicação e carinho com seus alunos.

A médica Fernanda Oliveira Magalhães foi escolhida para receber a homenagem neste mês das mulheres pelo seu fundamental papel na sociedade uberabense.

A empresária Patrícia Coppola Oliveira, atualmente universitária do curso de Psicologia, recebe nossa homenagem por ser uma mulher dinâmica e alegre.

A empresária Cecília Chinarelli Cavalcante representa nesta homenagem a feminilidade da mulher.

A empresária Aline Ana Maria Silveira e Costa recebe nosso reconhecimento por representar a beleza da mulher.


A dentista Geórgia Maciel Xavier recebe nossa homenagem por apresentar um trabalho moderno em seu consultório, modificando para melhor os sorrisos das pessoas.

A decoradora que poderia ser modelo, Taciana Maria Goulart Borges, recebe nossa homenagem por representar a mulher de atitude e coragem para mudar.

A competente Maria Teresa Gomes Fontoura recebe nossa homenagem por ter espírito de liderança com doçura, algo difícil de conseguir.

A competente e carinhosa coordenadora pedagógica do Sistema Gabarito, Marina Elisa Molinar Guimarães Cunha, merece nossa homenagem neste Dia da Mulher.

A alergista e imunologista Juliana Lima Ribeiro merece nossa homenagem por melhorar a vida de crianças e adultos com seu trabalho sério e dedicado.

A advogada Lisandra Christian de Abreu recebe nossa homenagem pela competência e seriedade com que desenvolve o seu trabalho.

A conceituada psicóloga Márcia Almeida Bilharinho recebe a homenagem pelo Dia da Mulher por ser um exemplo de mulher moderna e competente.

A comerciária Nádia Parolini Borges consegue ter a força feminina com o jeito doce necessário ao seu dia a dia, por isso merece nossa homenagem neste mês das mulheres.

A advogada e ex-bancária Adriana Franca Reis recebe nossa homenagem pela dedicação à família e aos amigos.

A conceituada médica Sonia Regina Silva recebe nossa homenagem pelo seu dinamismo e sua competência no trabalho.

A arquiteta Karine Ferreira Assumpção foi escolhida para ser homenageada no mês da mulher por desenvolver o seu trabalho com doçura e excelência.

Pedagoga e futura educadora física, Alzineusa Amaral merece nossa homenagem por ser exemplo de mulher de fé, personalidade e dedicação à família.

CULT_ 97


MAIS_CULT_MULHERES VENCEDORAS MARESHA GUIMARÃES | MGR ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO RACHEL ANDRADE | CRIS BIZZINOTTO | ACERVO PESSOAL

AS MULHERES JÁ OCUPAM EM TORNO DE 30% DOS CARGOS DE COMANDO NO CAMPO

MULHERES DO AGRO

Em um cenário protagonizado essencialmente por homens, as mulheres vêm se tornando cada vez mais presentes. Elas são veterinárias, técnicas agrícolas, pecuaristas, cooperativistas. A mulher do agronegócio está conquistando seu espaço, e de acordo com o Censo Rural do IBGE, hoje elas ocupam em torno de 30% dos cargos de comando no campo. Muitas mulheres se identificam com a realidade do campo. Outrora, elas não assumiam cargos de liderança e ficavam com papéis secundários nas fazendas. No entanto, atualmente, estão em busca de especializações e se tornam profissionais capacitadas. Um dos expoentes do agronegócio no Brasil é a pecuarista Teresa Vendramini. Natural de Adamantina (SP), socióloga por formação, Teka, como é conhecida, administra com sucesso suas propriedades rurais, além de viajar o Brasil falando Icce Garbellini Departamento de Relações Internacionais da ABCZ

98 _CULT

sobre a força da mulher do campo e fortalecendo os coletivos de agromulheres. Ela também é a primeira mulher a assumir um cargo de diretoria da Sociedade Rural Brasileira, hoje atua como Diretora do Departamento de Pecuária da entidade. Teka revela que o começo da sua jornada não foi fácil, mas buscou ajuda de profissionais competentes e conhecimento técnico. Até hoje participa de cursos e workshops que a preparem para lidar com seu negócio. “Acredito que as mulheres de hoje já estão impactando as novas gerações, mostrando um trabalho sério, consistente e como gosto de dizer, a possibilidade concreta de estarmos e fazermos parte do Agronegócio. “Ela destaca duas importantes características das mulheres que se dedicam ao agronegócio: elas buscam por novas tecnologias e modelos de negócios e são sempre detalhistas. “Fazenda de mulher é sempre um brinco”, brinca. Mão na massa Quando falamos das mulheres do agro também falamos das mais de 14 milhões de mulheres que estão nas lavouras, comunidades quilombolas e indígenas, bem como nas reservas extrativistas. Elas são protagonistas da agricultura familiar no Brasil, 45% dos produtos são plantados e colhidos pelas mãos femininas. Em 2006, 12,68% dos estabelecimentos rurais tinham mulheres como responsáveis, assim como 16% dos estabelecimentos da agricultura familiar. Segundo dados do Censo 2010, as mulheres rurais são trabalhadoras, responsáveis, em grande parte, pela produção destinada ao autoconsumo familiar e contribuem com 42,4% do rendimento familiar. O índice é superior ao observado nas áreas urbanas, de 40,7%. Em âmbito internacional, a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) afirma que as mulheres rurais cumprem uma série de funções-chave para a segurança alimentar regional, porém um grande número ainda tem menos acesso aos recursos produtivos como terra, água, crédito e capacitação, fatores que impedem que as mulheres rurais da América Latina e do Caribe desenvolvam todo o seu potencial. Em 2017, a FAO


A pecuarista Teka Vendramini

liderou a campanha internacional #MulheresRurais, mulheres com direitos, junto com a Reunião Especializada em Agricultura Familiar no Mercosul (Reaf). A iniciativa abrangeu a América Latina e o Caribe com ações realizadas entre os meses de março e novembro, trazendo como temática os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pela ONU. Segundo dados da pesquisa recente realizada pela Fran6, em parceria com a Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), 42,4% da mulheres do agro participam da renda familiar no campo frente a 40,7% que vivem na cidade. A maioria das mulheres dirigentes está na agricultura (42%), seguida pela pecuária (20%) e outras atividades relacionadas ao agro (agroindústria e setor de insumos). Apesar do aumento de sua participação, 67% das mulheres do agro não sentem que o espaço dado a elas seja igual ao dos homens. Além disso, a pesquisa revela que 71% das entrevistadas já enfrentaram problemas na liderança rural. Uma das principais reclamações é não serem levadas a sério pelos seus funcionários (43%). Elas também encontram resistência da família ao se interessar pelo negócio (41%). Além de dificuldade em ter um relacionamento estável pelo fato de ser trabalhadora (24%). A zebuinocultura brasileira é o cenário para o sucesso de agromulher. Icce Garbellini, natural de Ribeirão Preto, está há 18 anos na Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ). Para ela nunca houve dúvida que seu lugar era no campo, desde criança já sabia que trabalharia com pecuária, por isso a escolha pela Faculdade de Zootecnia foi natural. Hoje atuando como gerente de relações internacionais da ABCZ brinca que o dia mais feliz para ela é

quando tem a oportunidade de estar no curral. A força da representatividade feminina em novos espaços é fundamental para quebrar os estereótipos de gênero que estão tão intricados na nossa construção social. “Me sinto extremamente orgulhosa e realizada quando eu observo que os espaços que, até bem pouco tempo, eram ocupados unicamente por homens, hoje são trabalhados por mulheres. E com um grande diferencial: trabalhados com excelência!”. Para ela é notoriamente da essência feminina a visão detalhista que enxerga desde o macro até o micro, gerindo todos os aspectos do negócio e por isso obtém êxito no agronegócio. Um aspecto comum a muitas agromulheres é a vontade de entregar sempre um “plus” a mais e demonstrar na prática que estão preparadas para enfrentar as dificuldades do agronegócio, mas, sobretudo, alavancar a atividade. Icce ressalta ainda que apesar da pressão do mercado e dos empregadores em relação ao desempenho profissional, o maior nível de exigência para com seu trabalho, sempre partirá dela mesma. E o motivo é simples: amor pela profissão! À frente

HÁ MAIS DE 20 ANOS, DESENVOLVENDO TECNOLOGIA PARA PORTAS AUTOMATIZADAS.

34 3232-5491 | 34 99673-9342 Rua Maipó, 55 - Uberlândia - MG www.aunidas.com.br


MAIS_CULT_MULHERES VENCEDORAS MARESHA GUIMARÃES | MGR ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO RACHEL ANDRADE | CRIS BIZZINOTTO | ACERVO PESSOAL

do Departamento de Relações Internacionais da ABCZ, Garbellini vê seu trabalho como desafiador, mas gratificante. “Pensar que posso ajudar muitos produtores do nosso país a levarem o seu trabalho para fora das Porteiras do Brasil e que esse trabalho incansável dos nossos criadores auxilia na alimentação de diversos povos, só posso me sentir extremamente orgulhosa do meu papel e motivada a fazer cada dia mais e melhor”. “Qualquer lugar é lugar para uma mulher, inclusive o campo. Nosso lugar é onde quisermos estar.” Mais dados sobre as Mulheres do Agro - 57% participam ativamente de sindicatos e associações rurais. - 2/3 são casadas. - 88% são independentes financeiramente. - 60% possuem ensino superior completo. - 55% acessam a internet diariamente. - 14% contribuem mais em casa que o parceiro. “Essa conquista de espaço das mulheres hoje mostra não só que nós somos capazes, nós temos competência, e como temos. Nós também temos dedicação e empenho para nos superar a cada dia. Temos um cenário promissor para as mulheres do agro no Brasil, destaca Icce Garbellini. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento é liderado pela ministra Tereza Cristina, sem dúvidas, um impulso para aquelas mulheres que ainda têm dúvidas sobre atuar no setor. Em Minas Gerais, temos a secretária Ana Maria Valentini à frente da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento e, em Uberlândia, a pasta da Agricultura, Pecuária e Abastecimento também é liderada por uma mulher, Walkíria Naves, outra figura notória no agronegócio, especialmente em Uberlândia, médica veterinária e que tem no currículo 24 anos de serviço público. Além disso, também é produtora rural e desenvolve outros negócios relacionados ao agro. Ela reitera que as mulheres têm habilidades determinantes para o sucesso no agronegócio - são intuitivas, mas também estudiosas, gostam de inovações e mudanças, são otimistas, além de conseguirem lidar com vários conflitos ao mesmo tempo. E aponta um diferencial de ser mulher: geralmente sabem ouvir e ponderar antes de tomar decisões. Naves, que ocupa uma posição de liderança na administração municipal de Uberlândia conta que nunca teve decisões questionadas por ser mulher, mas que já foi testada para ver seu domínio sobre alguns assuntos ou determinadas decisões. Uma realidade experimentada pelas mulheres em diversos campos. Sua secretaria está à frente do Projeto Novo Agro, um projeto ambicioso que já está em andamento e é baseado em seis pilares: Agroindústria, Agroecologia,

100 _CULT

Aquicultura, Frango Caipira, Gastronomia e Turismo Rural. O Novo Agro integra produção, tecnologia, capacitação, comercialização, regularização, diversificação, sustentabilidade e comercialização. Especificamente para as mulheres há iniciativas na área de agroindústria (com assistência técnica e capacitação) e gastronomia. Sobre o seu sucesso como uma Mulher do Agro, ressalta: “Parti do princípio que sucesso é prosperar e ser feliz fazendo o que gosta, tomei conhecimento do meu sucesso quando me tornei uma agromulher. Se Deus nos permitiu ter a honra de trabalhar com a terra, nela plantar e produzir, façamos com amor, respeito, responsabilidade. Zelem, preservem e valorizem esse patrimônio. O Agro é o que nos move”, conclui. Teka, Icce, Walkíria. Três mulheres, três trajetórias profissionais distintas, mas que tem o agronegócio como denominador comum. Estas mulheres vencedoras aprenderam a seguir seus objetivos na vida pelo do uso da disciplina e da força de vontade. A mulher nasceu com todos os requisitos para ser vencedora. Só precisa tomar conhecimento do valor que representa. O nosso país é rico de mulheres de sucesso, de mulheres que “fazem acontecer”. Em cada canto do Brasil temos profissionais competentes, protagonistas da própria história, inspiradoras, apaixonadas pelo que fazem e já deram ao agronegócio brasileiro uma nova cara. Walkíria Naves, médica veterinária


MAIS_CULT_MULHERES VENCEDORAS PUBLI EDITORIAL DIVULGAÇÃO

UMA MULHER À FRENTE DE SEU TEMPO

TOMAÍDES ROSA Fundadora e sócia da Trust Mentoring, empresa especializada em desenvolvimento de conceitos de Gestão e microeconomia, a Mentora há mais de 19 anos em agronegócios, principalmente fazendas. Conselheira de Administração pelo IBGC e de mais de 20 grupos familiares agropecuários. Mentora de mais de 50 futuros sucessores e/ou herdeiros. Fundadora e sócia da TRi - Investimentos. Atualmente Presidente da Aciub Mulher.

“Hoje em dia trabalhamos com um olhar bem clínico e crítico para todos os tipos de custos existentes em uma fazenda. Consideramos custos tudo que impacta nos indicadores e nos resultados financeiros e econômicos do negócio, pois desta forma conseguimos identificar e fazer análises a fundo de cada cultura independente da quantidade de culturas que a fazenda tenha, e conseguimos medir a viabilidade de cada uma delas. Com a clareza dos custos, temos a possibilidade de ser mais assertivo e ter ciência para tomadas de decisões, criamos estratégias que permitam lançar metas e planos de ação que possam aperfeiçoar e trazer cada vez mais controle crescimento e evolução para a fazenda”, explica.

34 3217-4542 Av. Nicomedes Alves dos Santos, 1205 Sala 104 - Uberlândia - MG www.linkedin.com/in/trust-mentoring/ www.trustm.com.br

A empresária Tomaídes Rosa

CULT_ 101


MAIS_CULT_QUEIJO ARTESANAL MARGARETH CASTRO | JORNALISTA MAYRON AVELAR

ASSOCIAÇÃO QUER RESGATAR CULTURA DO QUEIJO NA REGIÃO

QUEIJO ARTESANAL

O empreendedorismo chegou ao campo e está resgatando tradições, revelando talentos e melhorando a vida das famílias. Uma iniciativa que tem contribuído para isso é a produção de queijos artesanais com certificação, com apoio da Associação dos Produtores de Queijo do Triângulo Mineiro (Aquimatri), criada em novembro de 2018, e que tem em sua diretoria seis mulheres de cidades da região que viram suas vidas transformadas. Além de produzir queijos, elas fazem gestão do negócio, com venda, marketing e controle financeiro. Segundo Walkiria Naves, secretária municipal de Agropecuária, Abastecimento e Distritos, e integrante da Associação, as mulheres estão se empoderando e esta nova realidade chegou ao campo. “No processo de sucessão familiar, as mulheres estão à frente, assumindo processos e se preparando. A mulher tem sensibilidade, senso de organização e sabe delegar. Hoje temos muito mais matriarcas do que patriarcas, inclusive na zona rural. As mulheres estão conquistando seu espaço e a admiração dos filhos”, revela. Com o slogan “Aqui se faz também”, a Associação quer resgatar a cultura do queijo na região, mostrando que no Triângulo Mineiro também tem queijo de qualidade.

102 _CULT

Queijo artesanal O trabalho de certificação do Queijo Artesanal do Triângulo começou em 2006, quando Walkiria Naves era assessora de projetos especiais na Secretaria. Ela começou a pesquisar porque Uberlândia e outras cidades do Triângulo não tinham um queijo artesanal certificado como as regiões da Canastra e o do Serro, por exemplo. “Fui em várias queijarias para conhecer a produção, entender o processo e fazer uma análise de como era em cidades como Coromandel, Abadia dos Dourados e como era aqui”, conta Walkiria, lembrando que a ideia era saber porque em Uberlândia havia se perdido a tradição de fabricação de queijos. E a conclusão que se chegou foi que o progresso, com a chegada de cooperativas e laticínios, de certa forma interrompeu essa tradição, já que para os produtores era mais fácil entregar o leite para pasteurização. Nas cidades menores, os produtores precisam dar consumo ao leite e a produção de queijo continua sendo uma alternativa. “Uberlândia sempre foi uma cidade polo, de desenvolvimento mais rápido, e os nossos produtores tiveram a oportunidade de deixar de produzir o queijo, porque tinham que fazer todo o processo e ainda comercializar. Eles ainda tinham um empecilho,


que era a legislação de 1950 do Ministério da Agricultura que proíbe fazer queijo de leite cru”, explica Walkiria. Com o avanço da pesquisa, começou o trabalho de caracterização do queijo do Triângulo Mineiro pela Emater. E em 2013 foi reconhecido o Queijo Minas Artesanal do Triângulo, sendo a 7ª região, que é a Microrregião do Triângulo Mineiro, composta por algumas cidades vizinhas como Tupaciguara, Monte Alegre, Indianópolis, Araguari e Monte Carmelo. De acordo com Walkiria Naves, essa certificação deu condições aos produtores da região de produzirem o queijo e se cadastrarem. “Em 2010 criamos a Lei Municipal do Queijo Artesanal de Minas Gerais que permite produzir queijo e ser inspecionado”, observa.

Regularização Com o reconhecimento, os produtores puderam fazer cadastros no Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) para fazer o processo de regularização do queijo. “Hoje temos bons produtores, com queijos de ótima qualidade no Triângulo. Agora eles podem comercializar o produto no Estado e alguns até fora”, ressalta Walkiria Naves. O queijo artesanal do Triângulo é consumido a partir de 22 dias de maturação, o que dá um sabor diferenciado. E a gourmetização do queijo, qualidade e segurança alimentar com que é produzido agregaram valor ao produto. Hoje, os produtores de queijo artesanal participam de concursos e festivais por todo Estado. Em Uberlândia estarão presentes no Festival de Gastronomia, que acontece no dia 8 de março no Mercado Municipal, quando todos os pratos terão como base o queijo artesanal. De tanto pesquisar sobre a produção de queijo na região e por ser veterinária por formação, Walkiria Naves conta que encontrou sua vocação e se tornou também uma produtora de queijo certificada, cadastrada no IMA, com a marca “Ouro das Gerais” e comercializa seu produto por todo o país.

CULT_ 103


MAIS_CULT_QUEIJO ARTESANAL EDUARDO GIRÃO | JORNALISTA GASTRONÔMICO ALEXANDRE GUZANSHE | DIVULGAÇÃO

PRODUTORES DE QUEIJO MINAS ARTESANAL SE UNIRAM A ENTIDADES PARA VALORIZAR OS BONS PRODUTOS DA REGIÃO

A EVOLUÇÃO DO QUEIJO

Minas Gerais tem grande diversidade de queijos de alta qualidade, entre artesanais e industriais. Neste cenário, o Queijo Minas Artesanal segue como o principal: está impregnado de história, tem evoluído constantemente, é feito por verdadeiros artistas e chega a ter subestilos. É o mais popular, sem dúvida. Apesar de ser feito no estado inteiro, é reconhecido legalmente em apenas sete microrregiões, cada uma delas em busca do seu

104 _CULT

diferencial no mercado. Para além da (justificada) fama da Canastra e da (comprovada) longa tradição do Serro, duas destas microrregiões queijeiras têm se firmado como última fronteira para o público: Cerrado e Triângulo Mineiro. Curiosamente, são as duas maiores em extensão territorial, vizinhas. No caso da primeira, é reconhecidamente produtora de grandes volumes o que não é problema, necessariamente -, mas tem sido prejudicada principalmente por falsificação,


Eduardo Furtado: “Não é só pelo queijo, mas por tudo que ele representa; o resgate da arte, da cultura de manufatura e de uma tradição secular do nosso povo mineiro”.

falta de identificação e desmazelo no transporte e armazenamento do produto, que frequentemente chega ao mercado como “Canastra genérico”. Já a segunda, foi a última microrregião a ser identificada pelo governo, em 2014, e seus produtores mal vendem fora de lá. Em ambas, há queijos de alto nível e a cultura da maturação vem crescendo, mas não ainda não gozam da reputação que merecem. Questão de tempo para essa situação mudar. Caso bem-sucedido disso vem de Abadia dos Dourados, município que pertence à microrregião do Cerrado, mas faz divisa com a do Triângulo Mineiro. De lá vem o queijo Carranca, cuja produção é tradição de família, mas só se estabeleceu comercialmente há menos de dois anos. O rebanho quase todo da raça Girolando rende leite suficiente para 25 a 30 queijos por dia, maturados em antigas prateleiras de madeira com ou sem os fungos naturais do entorno, o que muda completamente o resultado final. Eles podem ter a casca lisa e amarelada ou enrugada e mofada, consistência mais firme ou quase cremosa, sabor mais ou menos complexo. “Os queijeiros costumavam pagar mais caro pelos queijos da minha avó por conta de uma mancha rosa que tinha no queijo, além de serem deliciosos. Ela fazia uns quatro por semana e sempre dava para a gente. Logo que morreu, minha mãe assumiu a produção. Não mudamos a receita e quando começamos a produzir comercialmente, o fungo da mancha rosa apareceu sozinho”, conta Antônio Augusto Carvalho Costa, que cuida da produção ao lado da mãe, Bernadette. A queijaria é cercada por mata, tem paredes recobertas de barro e está próxima da margem do Rio Paranaíba, fatores que contribuem para manter alto o nível de umidade, o que é importante para a maturação.

O Armazém dos Queijos é uma loja especializada em queijo minas artesanal de leite cru e afins com um mix variado de doces, geleias, cervejas, antepastos, charcutaria, molhos, entre outras várias iguarias criteriosamente selecionadas e de origem artesanal. O Armazém dos Queijos tem como propósito, proporcionar aos seus clientes uma viagem única e inesquecível de sabores e sensações. Lá, você encontra kits presente, box, cestas variadas para presentear pessoas especiais em datas especiais. Mais do que produtos, o Armazém dos Queijos proporciona aos seus clientes uma verdadeira experiência gastronômica.

Rua Antônio Marques Póvoa Júnior, 401 - Loja 01 Villa Cajubá - Vigilato Pereira - Uberlândia - MG armazemdosqueijos 99166-9099


MAIS_CULT_QUEIJO ARTESANAL EDUARDO GIRÃO | JORNALISTA GASTRONÔMICO ALEXANDRE GUZANSHE | DIVULGAÇÃO

Ano passado, a família inscreveu duas versões do Carranca no Prêmio Queijo Brasil, a principal premiação do gênero no país. Com o tradicional (30 dias de maturação), conquistou Medalha de Prata e com o mofado (45 dias), Bronze. “A gente estava desacreditado. Depois deste prêmio, produtores daqui voltaram a fazer queijo, ligaram pra gente querendo trocar ideias, foram buscar capacitação. Recebemos três homenagens no último mês. A atmosfera da nossa produção mudou e também como estão olhando para a gente. Isso é melhor do que qualquer dinheiro. Trabalhar duro compensa. E olha que tudo isso aconteceu só por causa de uma Medalha de Prata”, relata Antônio. Feitos como este contribuem para trazer mais atenção para essas duas regiões que estão se movimentando no sentido de comunicar ao consumidor que possuem queijos de alta qualidade e com identidade. O reflexo é notável. Em dezembro passado, por exemplo, produtores de Queijo Minas Artesanal, da microrregião do Triângulo Mineiro, se uniram a várias entidades para promover a Feira Queijo e Mel, em Uberlândia, no intuito de valorizar os bons produtos da região. Para acompanhar essa demanda, também se percebe que lojas especializadas vêm abrindo as portas, como o Armazém dos Queijos, também em Uberlândia, que conta com uma série de outros produtos vinhos e cervejas entre eles, que harmonizam muito bem com os diferentes perfis do Queijo Minas Artesanal. O consumidor vem participando com entusiasmo deste movimento e se abrindo para novas experiências com produtos que, na verdade, já conhece há tempos. No entanto, estes queijos evoluíram e o contexto mudou. Viva a revolução!

106 _CULT

Medalha BRONZE e PRATA Região do Cerrado Mineiro Fazenda Carranca Abadia dos Dourados +55 34 9 8861-6516 +55 34 9 9116-6831 queijocarranca


MUNDO_CULT_BARES E RESTAURANTES REDAÇÃO GABRIEL RANGEL

GASTRONOMIA COM TRADIÇÃO FAMILIAR

ESTÂNCIA DO CUPIM Em 2012, o Sr. Junio Cesar Sguoti conversando com os filhos sobre como Uberlândia era carente de um restaurante familiar, um local que os adultos pudessem se divertir enquanto suas crianças pudessem brincar com segurança, os jovens pudessem aproveitar a noite em ambiente agradável com atendimento diferenciado, comemorações a dois e as empresas confraternizar ou realizar negócios. Enfim, uma empresa que saísse do comum, com novos produtos, cardápio variado, espaço amplo e de fácil acesso oferecendo conforto e bem-estar. Assim nasceu a realização de um sonho em Uberlândia, em frente ao Parque Sabiá: a Estância do Cupim inaugurada em 24 de outubro de 2012. Em 2015, o país enfrentou uma recessão que abalou muitos empresários, mas apesar das dificuldades a Estância do Cupim manteve o padrão e continuou inovando. “As conquistas foram gratificantes pela vitória de conseguir oferecer um produto de qualidade excepcional, como o Cupim Casqueirado na telha, considerado hoje o melhor Cupim Casqueirado da região, que é um diferencial oferecido em nossa cidade e um grande orgulho”, conclui Junio. Uma empresa familiar, onde o proprietário e seus filhos estão sempre presentes, acompanhando o funcionamento da casa, fazendo amizades com os clientes e garantindo a qualidade do atendimento. Um local que é mais que negócio, é formado por vínculos de amizades e família. Junio Cesar Sguoti, proprietário da Estância do Cupim

CULT_ 107


108 _CULT


CULT_ 109


MUNDO_CULT_GASTRONOMIA SERIFA COMUNICAÇÃO NINA FOTOGRAFIAS

EVENTO TRAZ A UBERLÂNDIA CARNES NOBRES E CHEFES RENOMADOS

CHEFES DA BRASA

Consumidores cada vez mais exigentes têm aquecido o mercado de comercialização de produtos diferenciados, como é o caso das carnes nobres. Estes cortes são chamados assim, pois são provindos das melhores partes do gado, sendo normalmente mais macias e saborosas, quando preparadas corretamente. Além disso, esta carne nobre é preparada desde a criação do gado, que recebe tratamento diferenciado para que tenha uma carne mais macia e marmorizada (gorduras no meio da carne que dissolvem ao serem assadas e dão gosto amanteigado para a carne). Para agregar valor ao produto, grandes chefs brasileiros têm buscado especialização em cortes nobres e preparações requintadas. Os uberlandenses terão a oportunidade de acompanhar a preparação e se deliciarem com esta especiaria da culinária carnívora em um evento que reunirá diversos chefs vindos de todo o Brasil. São 14 especialistas no comando do fogo e em carnes especiais em um encontro que apresenta cortes nobres e uma preparação diferenciada. O evento “Chefes da Brasa” acontecerá no dia 6 de abril, das 12h às 19h, no restaurante Terra Branca. Cerca de 1 tonelada de carne, do mais alto padrão de qualidade, será assada de diferentes formas, ressaltando sabores variados e experiências inesquecíveis. Além disso, o evento conta com várias atrações musicais e espaço kids completo. Entre os principais cortes servidos estarão picanha, carne de jacaré, entrecôte, ancho, carne de sol, língua, varal de cupim, brisket, pulled pork, frutos do mar, pernil bovino inteiro confitado, entre outros. Para acompanhar, cerveja, vodka, gim, vinho, água, suco e refrigerante à vontade. Para os que comparecerem ao evento, a organizadora Marielle Vilela acredita que terão uma vivência inovadora e diferenciada. “É um evento familiar, onde as experiências gastronômicas serão um show à parte. Além disso, irão degustar carnes e acompanhamentos que nunca saborearam”, revela.

110 _CULT

SERVIÇO: Chefes da Brasa Data: 6 de abril (sábado) Horário: 12h às 19h Local: Restaurante Terra Branca Ingressos: www.chefesdabrasa.com.br


CULT_ 111


112 _CULT


CULT_ 113


MUNDO_CULT_FESTIVAL SERIFA COMUNICAÇÃO DIVULGAÇÃO

TRADIÇÃO IRLANDESA INSPIRA FESTIVAL DE CERVEJA GRATUITO EM UBERLÂNDIA

SAINT PATRICK’S BEER FESTIVAL

A tradicional festa irlandesa, dia de St. Patrick’s Day, santo padroeiro da Irlanda, vem se tornando parte do calendário brasileiro, sobretudo dos uberlandenses. O Saint Patrick’s Beer Festival já é data marcada para os cervejeiros de Uberlândia e reúne dezenas de apaixonados pela bebida em um evento gratuito e com programação variada. A segunda edição do festival acontecerá, dias 15, 16 e 17 de março, no Fórum Abelardo Penna. A entrada será a doação de 1 quilo de alimento não perecível. A extensa programação cultural contará com diversas cervejarias participantes, representando a região, e uma gastronomia diferenciada com food trucks e food tents. Além disso, exposição de carros antigos e shows com grandes nomes da cidade animarão o fim de semana, regado de muita cerveja. Entre as cervejarias já confirmadas estão Helena’s, Trema, Uberbräu, Malte, Originale, Uai Bier, Abadiana, Campelle e Invicta. A parte gastronômica também conta com nomes conhecidos na cidade, como Fish Truck, Chicken Queen, Pit Smoke Dolores, Feels the Smoke, Espetaria, Yakibom, Alabhama’s e a Taberna Charcutaria. A programação musical traz grandes nomes do cenário musical uberlandense. A abertura do evento ficará por conta de Fred Costa, Bandit e Defuzz. No segundo dia, Matheus Leão, Berilo e Autopilots animarão o festival com muita música boa. Sérgio Tolucci e as bandas Inédita e Venosa fecham o evento com chave de ouro. O evento é realizado pela Revista Cult e o Uberlândia Food Trucks com o apoio da Prefeitura de

114 _CULT

Uberlândia. Para Célio Cardoso, diretor da Revista Cult, estes eventos são importantes para enaltecer o que há de melhor na cidade. “Valoriza a gastronomia e fomenta o mercado cervejeiro de Uberlândia, já que estamos nos tornando a cidade da cerveja artesanal. Além disso, o evento tem um papel social importante, já que arrecadamos alimentos para serem doados. Buscamos também sempre valorizar os talentos locais, trazendo bandas da nossa cidade”, enfatiza. Na Irlanda, a data é comemorada com diversos desfiles e festivais para homenagear St. Patrick. Há desfiles, cheios de cores e apresentações teatrais, além de espetáculos e bandas internacionais. Os festivais, por sua vez, duram uma semana com muita música, entretenimento e cerveja. No Brasil, a festividade se estende e já se torna tradição para os brasileiros, que também se vestem de verde, se divertem com a cartola e o trevo de quatro folhas, além de cantarem e beberem “green beer” (cerveja verde). “Em 2016, quando a delegação da Irlanda chegou em Uberlândia para os jogos Olímpicos, nós fizemos um evento chamado IrlanUdi, celebrando a chegada dos atletas. O evento foi um sucesso e percebemos que há um nicho de mercado bom para as cervejas artesanais na cidade. Desde então, temos feitos diversos eventos nessa linha, com o intuito de fomentar a cultura cervejeira em Uberlândia”, ressalta Marcelo Picosse, diretor do Uberlândia Food Trucks. São Patrício O Dia de São Patrício (St. Patrick’s Day) é comemorado na Irlanda e em diversos países do mundo que aderiram à festividade realizada dia 17 de março. A data marca a morte do padroeiro da nação irlandesa. Segundo historiadores, São Patrício nasceu na Grã-Bretanha e, com 16 anos, teria sido levado para a Irlanda como escravo. Pagão, Patrício teria se convertido ao Cristianismo e se tornado um missionário na tentativa de converter o povo celta. Dentre outros feitos, São Patrício ficou conhecido por utilizar o trevo como um símbolo da Santíssima Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo) e a cor verde como marca registrada. Serviço Saint Patrick’s Beer Festival Data: 15, 16 e 17 de março Horário: Sexta-feira, de 18h às 24h, sábado, de 15h às 24h, e domingo de 15h às 22h Local: Fórum Abelardo Penna (Rua Coronel Antônio Alves Pereira - Centro) Entrada: 1 quilo de alimento não perecível


CULT_ 115


MUNDO_CULT_GASTRONOMIA SERIFA COMUNICAÇÃO BETO OLIVEIRA

EVENTO COMPLETA 20 ANOS COM PRATOS A R$ 20

COMIDA DI BUTECO

Com a proposta de eleger o melhor boteco do país, levando em conta a culinária de raiz, a tradição dos pais para os filhos, o temperinho exclusivo do petisco servido com aquela cerveja geladíssima, o Comida di Buteco já faz parte do calendário de eventos de muitas cidades brasileiras. Em Uberlândia, o concurso acontece de 12 de abril a 5 de maio com participação de 19 bares, sendo sete calouros. O ano de 2019 é um marco importante para o projeto, pioneiro do segmento no país que completa 20 anos de história. São 20 anos contribuindo com o empreendedorismo e transformando vidas em todo o Brasil. De acordo com Thiago Gentil, coordenador regional do concurso, o Comida di Buteco cresceu ao longo desses 20 anos.

116 _CULT

“Começou em Belo Horizonte e hoje é um concurso nacional. Em 2018, registramos 600 mil votos válidos, com a participação de 5 milhões de pessoas em todo o Brasil nos 650 estabelecimentos participantes”, revela. Para celebrar duas décadas, a grande novidade dessa edição é o tema: 20 anos de Comida di Buteco, que culmina na venda do petisco concorrente a R$ 20, não havendo ingrediente obrigatório nas receitas. Em 2018, o Bar do Carlinho foi o vencedor do Comida di Buteco em Uberlândia com o prato “Bolinho Caipira”. O Mussa Petisqueira ficou com a segunda colocação com o “Rocambole de Frango” e em terceiro lugar ficou o Bar do Betão com o prato “Tilápia em pé do Betão”. Além de


Uberlândia, que completa a 12ª edição no evento, outras 20 cidades recebem a competição simultaneamente: Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, Juiz de Fora, Manaus, Montes Claros, Poços de Caldas, Porto Alegre, Recife, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo, São José do Rio Preto e Vale do Aço. Ao longo dos 24 dias de concurso todos os botecos são avaliados pelo público que vai até ao bar saborear o petisco participante e por um corpo de jurados mantidos sob sigilo. Cada cliente que provar o petisco recebe uma cédula de votação no bar e dá sua avaliação no local. São avaliados com notas de 1 a 10, a higiene, o atendimento, a temperatura da bebida e o petisco (que leva 70% do peso da nota, os demais quesitos têm peso de 10% cada). O voto do júri pesa 50% e os votos do público outros 50%. Ao final, um instituto de especializado faz a apuração do grande vencedor, que recebe premiação dos patrocinadores do evento. Após a escolha do melhor boteco de cada uma das 21 cidades participantes ainda acontece uma eleição nacional para eleger o melhor boteco do Brasil. Essa eleição é decidida apenas com o voto de um júri especializado que viaja o país para dar sua nota. O vencedor será divulgado no dia 20 de maio em uma festa que reúne todos os “botequeiros” participantes e patrocinadores.

O melhor happy hour da cidade! Happy Hour de terça à sexta a partir das 17 horas. Sábado, Domingo e Feriado a partir das 13 horas.

16

dezesseis SOM

E

CEVA

34 997942611 Av. Ana Godoi de Souza, 799 | Bairro Santa Mônica Uberlândia - MG

CULT_ 117


6%

de desconto para pagamento no dinheiro

cartรฃo

fidelidade

.

Segunda a sรกbado a partir das 11h.

Serviรงo de entregas

34 3236-0707 34 9 8407-9465

Av. Cipriano Del Fรกvero, 640 - Centro | 34 3236-0707 /cipriannerestaurante

@cipriannerestaurante


MUNDO_CULT_GASTRONOMIA PUBLI EDITORIAL ARTUR ORLANDINI

TRADIÇÃO, SABOR E QUALIDADE

NOVA ESTAÇÃO PANIFICADORA

Com estilo moderno e sofisticado, a empresa foi criada, em 2006, por Luiz Carlos Dantas, atual proprietário e empreendedor de seu próprio negócio. Sua visão empresarial e experiência no mercado tornou a Nova Estação Panificadora referência no mercado de Uberlândia nestes 13 anos de atividades. Localizada no bairro Santa Mônica, possui ambiente aconchegante para um atendimento de alta qualidade aos seus clientes. Também oferece café da manhã e da tarde e atende pedidos de festa e coffee break para empresas. Tudo isso com profissionais qualificados para prestar um atendimento realmente personalizado. Já com três lojas na cidade, Nova Estação Panificadora estará inaugurando em breve, sua quarta unidade, com restaurante, no Pátio Sabiá. Aguardem!

34 3222-5314 Rua Dr. Laerte Vieira Gonçalves, 35 Bairro Santa Mônica - Uberlândia - MG

CULT_ 119


120 _CULT


CULT_ 121


C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K


LA BROCA X

M E X & B XU R G E R S

CULT_ 123

Rua Maria das Dores Dias, 696, Santa Mônica


MUNDO_CULT_PROPAGANDA ANGELO CORNELLI NETO | PUBLICITÁRIO DIVULGAÇÃO

ANALISAR CONSUMIDORES E NECESSIDADES DE MERCADO É FUNDAMENTAL NA CRIAÇÃO DE CAMPANHAS ASSERTIVAS

PROPAGANDA, COM AGÊNCIA OU SEM? A propaganda sempre possuiu um papel fundamental no desenvolvimento de empreendimentos e negócios. Vivemos hoje em uma sociedade que deseja cada vez mais rapidez e praticidade, e é importante que a propaganda acompanhe esta evolução. Analisar os consumidores e as necessidades de mercado é fundamental na criação de campanhas assertivas que atendam suas necessidades, além de mostrarem, ao máximo, as qualidades da empresa e de seus serviços. Relevância no conteúdo divulgado é essencial. Este processo exige, além da criatividade, um olhar mais atento para os desejos, anseios e a realidade da empresa e de seu consumidor, cuja finalidade é transformar a propaganda em relacionamentos interpessoais com maximização de resultados, conquistando o coração dos clientes.  Com a ajuda de agências de publicidade, as empresas conseguem se destacar em meio à concorrência e trazer um diferencial aos clientes, colaborando para que eles atinjam seus objetivos junto ao público-alvo. Elas criam mais do que campanhas, pois seus planejamentos minuciosos, de elaboração de estratégias de marketing e posicionamento de mercado, trazem as melhores opções e caminhos para que as empresas conquistem um espaço no mercado e uma visibilidade positiva. Angelo Cornelli Neto Publicitário e Diretor da Agência 360º Propaganda e Marketing. www.360p.com.br

124 _CULT


CULT_ 125


MUNDO_CULT_FUNDINHO E HIPERCENTRO MARGARETH CASTRO | JORNALISTA JORGE H. PAUL | DIVULGAÇÃO

HIPERCENTRO E BAIRRO FUNDINHO COMBINAM CHARME, CULTURA E HISTÓRIA

FUNDINHO, CORAÇÃO DE UBERLÂNDIA

Trânsito intenso, com cerca de 25 mil veículos por dia nas avenidas João Pinheiro, Floriano Peixoto e Afonso Pena, comércio diversificado, arquitetura que mescla o moderno e o antigo e ainda praças que são verdadeiros cartões-postais. Assim é o hipercentro de Uberlândia, cidade polo do Triângulo Mineiro. O hipercentro fica entre as avenidas Getúlio Vargas e Rio Branco e entre a Praça Clarimundo Carneiro e a avenida João Naves de Ávila. Em 2009, o Centro começou a ser chamado de hipercentro, devido ao crescimento da cidade. Mas, a região

126 _CULT

central engloba vários bairros: Brasil, Nossa Senhora Aparecida, Bom Jesus, Cazeca, Martins, Osvaldo Rezende, Daniel Fonseca, Tabajaras, Lídice e Fundinho. De acordo com os dados do Censo 2010, o Centro tem 7.262 habitantes em 3.663 domicílios. A maioria dos moradores é mulher e a faixa etária predominante é de jovens de 20 a 24 anos, que estão em fase escolar e/ou trabalhando e gostam de morar no setor pelas facilidades em lazer, comércio diversificado e transporte público. Vários ônibus fazem o itinerário até o Terminal Central.


Revitalização Há praticamente uma década discute-se a revitalização do Centro da cidade, envolvendo poder público e entidades representativas. Entre as propostas estão as construções de um estacionamento subterrâneo na praça Tubal Vilela e de um calçadão nas imediações para fomentar o comércio local. Na opinião do historiador Antônio Pereira, a revitalização é necessária. Para ele, transformar a praça Tubal Vilela em um grande estacionamento, mantendo a concha acústica, a estatuária urbana, a fonte luminosa e isolar o tráfego nas avenidas Afonso Pena e Floriano Peixoto, entre as ruas Santos Dumont e Machado de Assis, faria do Centro um shopping descoberto. “Acho que o comércio não perderia nada e ficaria mais simpático o espaço. Enquanto o projeto não sai do papel, algumas intervenções urbanas prometem trazer novos ares para a área central. A mais recente foi a mudança do Fórum Abelardo Penna da praça Jacy de Assis para a avenida Rondon Pacheco. Recentemente foi anunciada a possibilidade do primeiro andar do prédio, que é formado por subsolo, térreo e primeiro pavimento, se transformar em um centro cultural e biblioteca. Ainda não há data para que isso aconteça. História Mas, engana-se quem pensa que o hipercentro sempre teve essa delimitação, tendo como referência principal a praça Tubal Vilela. Segundo o historiador Antônio Pereira da Silva, o Centro surge com a criação da Cidade Nova, que era o espaço que ia da atual praça Clarimundo Carneiro até a estação da Estrada de Ferro Mogiana, que ficava onde é a praça Sérgio Pacheco. “Era apenas um tabuleiro de xadrez no meio do cerrado. A urbanização começa com as primeiras construções na avenida Afonso Pena.

DELICIOSO BUFFET E ESPAÇO PARA EVENTOS

CASARÃO GRILL Gastronomia requintada e diversificada no seu dia a dia. Tudo isso e muito mais você encontra no Casarão Grill, que oferece buffet variado no almoço, de terça a domingo, e também disponibiliza o seu espaço à noite para realização de eventos sociais, temáticos e corporativos, com estrutura completa e equipe especializada. Venha conhecer nosso espaço, localizado em bairro nobre da cidade, e o nosso delicioso cardápio. Teremos muito prazer em receber você, seus amigos e sua família. Cardápio: casaraogrill.com.br

34 3235-0528 Praça Cel. Carneiro, 52 Centro - UberlândiaCULT_ - MG @casaraogrilluberlandia casaraogrilluberlandia

127


MUNDO_CULT_FUNDINHO E HIPERCENTRO MARGARETH CASTRO | JORNALISTA JORGE H. PAUL | DIVULGAÇÃO

estabelecimento. Viu muitos negócios abrirem e fecharem, como cinema, bares, restaurantes. “Em frente ao London já foi o Cine Windsor, que depois virou igreja, restaurante, bar e hoje é o Burguer King. O supermercado Sinhá era Serve Bem e depois Uberlândia. Mas, a principal mudança foi na praça da Bicota, que já teve uma rua que passava bem no meio. Ao descer a Floriano Peixoto podia virar à esquerda e passar em frente à sorveteria”, conta David Moreira.

Essa avenida era o caminho das carroças e charretes entre a estação da estrada de ferro e a cidade que começa na praça Clarimundo Carneiro”, revela. Antônio Pereira lembra que os primeiros prédios públicos construídos no hipercentro, como o Fórum, Banco de Crédito Real e o Grupo Escolar Bueno Brandão, passaram por uma disputa longa entre os antigos habitantes da Cidade Velha (Fundinho) e os habitantes da Cidade Nova. “Cada um puxando a obra para sua área. A Cidade Nova acabou vencendo e tudo foi construído lá, o que puxou o centro”, explica. Sobre a história da cidade, Antônio Pereira se lembra do caso do cidadão apelidado “Carioca”, que vivia na comunidade uberabinhense, pela época da Guerra do Paraguai, um pouco depois. Ele era o estafeta que ia a Santa Maria semanalmente a cavalo, buscar e levar correspondências. “O Carioca, em entrevista concedida ao professor Jerônimo Arantes, muitas décadas depois, disse que aquele lugar, onde é a praça Tubal Vilela, era o melhor ponto para caçada de tatus. Essa praça foi o primeiro campo de futebol da cidade”, esclarece Antônio Pereira. Lazer No hipercentro de Uberlândia há muitas opções de lazer, como as praças públicas, com pista de caminha e parque infantil, como na Sérgio Pacheco, a praça Rui Barbosa (Bicota) com barzinhos e sorveteria, Teatro Rondon Pacheco, Mercado Municipal com bares com música ao vivo e casas de shows, como o London Pub Bar, que funciona no mesmo endereço, na avenida Floriano Peixoto, há quase 32 anos, que serão comemorados no dia 9 de julho deste ano. Segundo o fundador David Moreira, o imóvel é próprio e o sucesso do espaço se deve à dedicação e paixão. O London recebe várias gerações, isso, de acordo com David graças à programação, tradição, profissionalismo e, claro, à localização. Há três décadas no mesmo lugar, ele já presenciou muitas mudanças na avenida, especialmente nos quarteirões próximos ao seu

128 _CULT

Fundinho É comum as pessoas acharem que o Fundinho foi o primeiro bairro de Uberlândia, quando na verdade era o centro da cidade, onde tudo começou. “A cidade nasceu em torno da igreja de Nossa Senhora do Carmo e acompanhando o rego d’água que vinha das cabeceiras do córrego Lagoinha. Acho até melhor dizer que o Fundinho é que nasceu na cidade”, explica o historiador Antônio Pereira da Silva. Segundo ele, o bairro Patrimônio foi o primeiro da cidade e tinha tão poucas casas, dispersas, e sem qualquer alinhamento, que não pode dizer que era um bairro, mas, mais ou menos uma vila. De acordo com o censo de 2010, o bairro tem 2.732 O jornalista e historiador, Antônio Pereira da Silva

moradores, sendo a população composta por 9.3% de jovens e 20.8% de idosos, e a maioria mulheres. Hoje o bairro passa por grande especulação imobiliária, além de tráfego intenso. São cerca de 9 mil veículos por dia no cruzamento da rua General Osório com a avenida Rondon Pacheco, segundo dados da Prefeitura de Uberlândia. Sobre os investimentos no bairro, a Prefeitura informou que nos últimos dois anos foram anunciados mais de 30 investimentos na cidade que totalizaram a quantia de R$ 1,4 bilhão, mas que não possuem o número filtrado por bairro. O bairro Fundinho é o berço cultural da cidade. Além do charme, que mistura casarões antigos e edificações modernas como os prédios com um dos metros quadrados mais caros do município, tem ainda Museus, Casa da Cultura e Biblioteca Municipal. O bairro também possui charmosas cafeterias e restaurantes de


CULT_ 129

/culturainglesaudi


MUNDO_CULT_FUNDINHO E HIPERCENTRO MARGARETH CASTRO | JORNALISTA JORGE H. PAUL | DIVULGAÇÃO

culinária diversificada, como italiana, japonesa, mineira e muitas boutiques. De acordo com Antônio Pereira da Silva, um bairro que guarda aspectos históricos importantes, traçado urbano, imóveis, não pode desenvolver-se no sentido econômico e, por isso, vê o desenvolvimento como relativo. “Tem que permanecer como era, para manter os seus valores tradicionais, históricos. Qualquer mudança é um prejuízo. E o Fundinho já perdeu muito do seu peso histórico”, adverte. O Fundinho ainda preserva casarões antigos e bem conservados, que abrigam, em sua maioria, algum comércio. Possui também muitas praças, onde os moradores gostam de passear com as crianças ou cachorros. Algumas casas chamam a atenção pela beleza da arquitetura, com seus muitos detalhes e fachadas. Praças e prédios públicos Das seis praças grandes que o bairro possui, apenas a Cel. Carneiro e a Adolfo Fonseca não sofreram modificações significativas em seu traçado original. A praça Cel. Carneiro homenageia Felisberto Alves Carrejo (fundador do Arraial em 1846) e Cel. José Teófilo Carneiro (1852-1931). Nesta praça, por exemplo, fica a Casa da Cultura, construída entre 1922 e 1924 como residência de Eduardo Marquez, intendente municipal. Depois foi adquirida pelo Dr. Laerte Vieira Gonçalves para construção de uma Casa de Saúde e Maternidade. Em 1960 foi sede da Delegacia de Polícia Civil e, em 1970, abrigou a Superintendência Regional da Fazenda Estadual. Em 1985 tornou-se Casa da Cultura. Na praça Adolfo Fonseca fica a Escola Estadual de Uberlândia, conhecida como Museu, inaugurada em 1929. Por suas salas de aula e corredores passaram o cardiologista Adib Jatene e o exgovernador de Minas Gerais, Rondon Pacheco. O prédio foi o primeiro de uma escola a ser tombado como Patrimônio Histórico e Cultural do Município. Há alguns anos, em dezembro, abriga o projeto “Janelas Encantadas”. Já a Biblioteca Municipal Juscelino Kubitschek fica na praça Cícero Macedo. Antes disso, em 1846 era uma capelinha, que foi demolida e, em 1943, foi construído o novo prédio para a abrigar a Estação Rodoviária Castelo Branco. Hoje, a Biblioteca conta com um acervo totalmente informatizado e com mais de 40 mil exemplares ou 22 mil títulos à disposição para pesquisa. Outra praça de destaque no Fundinho é a Clarimundo Carneiro, que até 1898 foi um cemitério. Inicialmente a praça foi chamada de Praça da Liberdade, depois Praça Antônio Carlos, e só em 1961 recebeu o nome atual. Na Praça Clarimundo Carneiro foram construídos o Paço Municipal ou Palácio dos Leões, onde hoje funciona o Museu Municipal e o Coreto. Nos últimos anos, a praça sofreu várias interferências no seu contorno e paisagismo, como a substituição de plantas de médio porte por pequeno porte.

130 _CULT

Fatos históricos O historiador Antônio Pereira da Silva diz que tudo que aconteceu na velha Uberabinha até 1920, 1930, aconteceu no Fundinho. Entre tantos fatos interessantes, destaca a Batalha de 1910, quando jagunços do coronel Severino Rodrigues da Cunha entraram em conflito com os soldados do governo que vieram garantir a ordem nas eleições. “Foi um momento de muito medo e até de terror. As famílias fugindo para a roça ou para Uberaba e Araguari”, lembra. Um pouco antes disso, em 1895, teve uma rebelião na Câmara Municipal, quando os vereadores deixaram de se reunir. Os líderes da oposição, coronéis Manoel Alves dos Santos e Severiano Rodrigues da Cunha, e o capitão Pedro Machado da Silveira resolveram banir da cidade o juiz de Direito, Duarte Pimentel de Ulhoa e o vereador Augusto César e outros. “Foi preciso vir força policial de Uberaba para garantir a permanência destes cidadãos”, conta Antônio Pereira.

David Moreira, fundador e proprietário do London Pub Bar


Tem coisas que só cliente Unimed Uberlândia tem. Você conhece a Reabilitação Unimed? Um espaço planejado com todo o carinho para fornecer cuidados personalizados em reabilitação de acordo com sua necessidade. São 18 fisioterapeutas, 8 fonoaudiólogas e 3 Terapeutas Ocupacionais, com especialização nas áreas desportivas, neurológicas, ortopédicas, uroginecológicas e cardiovasculares.

Acesse e conheça os nossos programas. www.unimeduberlandia.coop.br

Central de Vendas 34 3293-3333 Av. João Pinheiro, 907 – Centro

Mais um serviço exclusivo para você Cliente Unimed Uberlândia.

CULT_ 131


MUNDO_CULT_FUNDINHO E HIPERCENTRO UNIMED UBERLÂNDIA DIVULGAÇÃO

ASSISTÊNCIA CONTINUADA E INTEGRAL PODE CONTRIBUIR PARA MELHORAR A QUALIDADE DE VIDA DE IDOSOS

POPULAÇÃO IDOSA BRASILEIRA CRESCE DE FORMA ACELERADA

A expectativa de vida do brasileiro está aumentando e seu perfil epidemiológico se caracteriza pelo forte predomínio das condições crônicas, prevalência de elevada mortalidade e morbidade por condições agudas decorrentes de causas externas e agudizações de condições crônicas. O País envelhece de forma rápida e intensa e tem uma população idosa de mais de 29 milhões de pessoas, o que representa 14,3% de sua população total, conforme dados do IBGE (2016).

132 _CULT

A maioria dos idosos no Brasil, segundo o Ministério da Saúde, é portadora de doenças ou disfunções orgânicas. Cabe destacar, no entanto, que essa realidade não impõe necessariamente limitação de suas atividades, restrição da participação social ou do desempenho do seu papel social. Para oferecer soluções para estes pacientes, o Centro Integrado de Atenção à Saúde - CIAS - da Unimed Uberlândia presta atendimentos integrais aos idosos que antes não possuíam um médico de


referência e que não realizavam acompanhamento periódico. Para tanto, o serviço possui quatro médicos geriatras disponíveis às segundas e sextasfeiras. Os agendamentos para interessados podem ser feitos pelo telefone 34 3293-3300. Já aqueles pacientes que foram ao médico e se fidelizaram, agora precisam de suporte para manter os cuidados, ampliar o convívio social e ainda se exercitar. Para atender a esta demanda, o Espaço Viver Bem Unimed Uberlândia possui o Programa Idoso Bem Cuidado que garantirá a continuidade e integralidade da assistência oferecida pelo CIAS. O objetivo do programa é oferecer ações que estimulem o autocuidado e a interdisciplinaridade, com o intuito de promover o bem-estar e a qualidade de vida do idoso. O programa tem duração de um ano com encontros quinzenais e atividades físicas semanais. O público-

alvo são clientes idosos com idade igual ou acima a 60 anos. Para saber mais sobre esta iniciativa, clientes Unimed Uberlândia podem entrar em contato com o Espaço Viver Bem na Av. Cesário Alvim, 3521; pelo telefone (34) 3239 6937 e ainda pelo e-mail saudeintegral@unimeduberlandia.coop.br. Médicos cooperados Unimed Uberlândia podem indicar seus pacientes por meio do IRYS para acompanhamento do programa. A Unimed Uberlândia passa por avanços com implantação da Governança Corporativa e se mantem forte na liderança do mercado de planos de saúde. Segundo o gerente de mercado, Ubirajara Zacharias, a cooperativa apresentará novas soluções para o mercado com o lançamento de produtos especiais para clientes de Uberlândia e região. Fonte: Ministério da Saúde.

CULT_ 133


MUNDO_CULT_FUNDINHO E HIPERCENTRO PUBLI EDITORIAL DIVULGAÇÃO

Seja um franqueado barboterapia! Barboterapia

Nasce um novo negócio diferente de tudo que você já viu! Com um investimento pequeno, você será dono de uma franquia única. A barboterapia é um processo de barbear que nasceu na barbearia e, por entregar muito mais do que o esperado, transformando um simples barbear em uma sessão de relaxamento, o sucesso foi tanto que o processo ganhou destaque em programas de tv locais e nacional, o que veio a tornar o processo conhecido em todo território nacional. Hoje os criadores e donos da marca estão elevando a barboterapia a um outro patamar, a barboterapia

se transformou em um novo negócio sendo uma nova linha de produtos de alta qualidade e sofisticados para a barba, esses serão comercializados em quiosques que serão instalados em shoppings e aeroportos. Nesses, o consumidor poderá encontrar além da linha exclusiva, uma completa sessão de presentes da linha e uma série de produtos para o barbear de outros fabricantes também. A linha de produtos barboterapia poderá ser encontrada também nas 17 unidades da rede iBarbearias e Newbarbo. Faz parte do plano de expansão ainda, criar um e-commerce onde consumidores e revendedores de todo Brasil poderão comprar a linha de produtos.

Mais informações: 34 3231 8800 34 9 8428 7853 comercial@bemestarlicenciamentos.com.br

LOCAÇÃO E VENDAS DE VEICULOS 34 3226-0400 / 9 9211-5210 Av. Brasil, 3400 Bairro Brasil - Uberlândia - MG www.maisautomoveis.com.br @fernandomaislocadora

134 _CULT


Tem coisas que só cliente Unimed Uberlândia tem. Você já teve vontade de parar de fumar? Já se sentiu perdido com a chegada de um filho? Teve dúvidas sobre a cirurgia bariátrica? Passou por fortes dores de coluna? Desejou apoio profissional para perder peso?

multidisciplinar possibilitando um cuidado amplo e extremamente efetivo.

Se você é cliente Unimed Uberlândia temos uma ótima notícia. Nosso Espaço Viver bem foi criado exatamente para desenvolver programas que auxiliem você a cuidar cada vez melhor da sua saúde e assim poder evitar ou minimizar cada uma das situações acima ou tantas outras pelas quais você pode passar. Os programas são desenvolvidos por uma equipe

Acesse e conheça os nossos programas.

o ç a p es

Mais um serviço exclusivo para você Cliente Unimed Uberlândia.

www.unimeduberlandia.coop.br

Central de Vendas 34 3293-3333 Av. João Pinheiro, 907 – Centro

CULT_ 135


GRIPE: temos um alerta mundial em 2019 Tem que tomar vacina da gripe de novo? Essa pergunta surge todo ano nessa época, quando os vírus da gripe, ou Influenza, dão as caras e nos deixam um “trapo” se nos infectam! Na verdade, esses pequeninos invadem nossos corpos, enganam nossos sistema imunológicos e nos deixam com febre, dor de cabeça, espirros, tosses, pneumonia e até podem levar a óbito - especialmente crianças e idosos. “O mundo enfrentará outra pandemia de gripe - a única coisa que não sabemos é quando será atingida e quão severa será.” Isso foi o que a Organização Mundial de Saúde anunciou no início de 2019, dentre outras 10 ameaças eleitas por eles, como por exemplo: dengue, febre amarela e AIDS. Nós iremos pagar pra ver? Não! Qual é a solução? Nova temporada de vacina anti-gripe (Influenza A H1N1 / H3N2 + 2 Virus Influenza Tipo B)!

No in

A partir da segunda quinzena de março, toda a equipe da clínica Imunovida Vacinas estará pronta para atender a população de Uberlândia. A Unidade Central conta um amplo espaço de recepção, salas de atendimento, consultórios, estacionamento próprio e equipamentos de alta tecnologia para armazenagem de seus imunobiológicos, sendo reconhecida como um centro de referência em prevenção corporativa e individual para toda a região. E temos uma boa notícia! Para levar ainda mais saúde, e com a confiança de nossos clientes, nós crescemos! E agora você pode contar com a Imunovida Vacinas | Unidade UMC - Zona Sul, garantindo uma excelente localização junto do primeiro Centro de Saúde Multiplex da região, o Uberlandia Medical Center.

Conheça nossos números da gripe no Brasil!

H1N1 foi a cepa de vírus influenza (gripe) que mais causou mortes em 2018

3meses

foi o tempo que levou para que a população fosse 90% vacinada em 2018, comparado com 3 semanas em 2017

194%

a mais de mortes em decorrência da gripe em 2018, comparando com dados de 2017

Durante a replicação do vírus da gripe em nossas células ocorrem mutações e proteínas da sua “capa” são sutilmente modificadas. Graças a isso, o influenza consegue driblar os anticorpos que produzimos no “ano passado” e por isso precisamos vacinas novas contra a gripe todo ano. Os dados acima (Ministério da Saúde) 136de_CULT ressaltam a necessidade VITAL de prevenir anualmente!


Você está no centro de Uberlândia?

Venha até nossa unidade central ou vamos até você!

Unidade Central

Nosso jeito de cuidar + perto de você! Nova Unidade - UMC | Zona Sul

Os profissionais responsáveis pela Imunovida estão sempre se atualizando nos principais congressos científicos e sempre respeitando as diretivas da Sociedade Brasileira de Imunização e Ministério da Saúde. Contamos com uma equipe altamente especializada e, mais que isso, todas estamos preparadas para cuidar de você e de sua família da melhor forma possível, nas clínicas ou em sua casa. Porque quem ama, vacina!

Sabe por que se vacinar na Imunovida? Acesse nosso site e conheça nossos diferenciais! imunovida.com.br Unidade Central: R. Eduardo Marquez, 36 | 34 3235.0291 / 99970.4704 Unidade UMC: R. Rafael Marino Neto, 600 Loja 51C | 34 3084.5551 / 99636.4704 CULT_ 137


MUNDO_CULT_FUNDINHO E HIPERCENTRO REDAÇÃO MAK | DEANGELIS ARQUITETURA DE INTERIORES

EMPREENDEDORISMO E DEDICAÇÃO

IMUNOVIDA VACINAS

Unidade Central

Unidade UMC

A Imunovida Clínica de Vacinas tem seu principal foco em imunização humana, oferecendo uma experiência única com atendimento humanizado em sua estrutura local ou domiciliar. Nascida em 2012, na cidade de Uberlândia-MG, a mesma foi idealizada pela empreendedora e enfermeira Gizele Maciel, com uma experiência em imunização há mais de 10 anos.

Tem como objetivo promover o bem-estar da população por meios de ações preventiva sendo a principal delas a vacinação. Com a credibilidade e reconhecimento recebido de seus clientes e fornecedores, a Imunovida Vacinas traz mais uma grande novidade inaugurando, em fevereiro/2019, sua segunda unidade dentro das instalações do Hospital UMC - Uberlândia Medical Center, no bairro Jardim Karaíba, oferecendo todas as novidades dentro do segmento de vacinas.

Gizele Maciel e Flávia Alcântara, sócias-empreendedoras

Nesta nova fase a mesma conta com a administradora e sócia Flávia Alcântara que recebeu o convite para maximizar a atuação da clínica no segmento de vacinação, somando experiências para garantir um atendimento cada vez mais personalizado aos seus clientes. Pensando sempre em garantir o processo com credibilidade, a mesma tem como médico responsável o conceituado Dr. Reinaldo Ugrinovich, que está lado a lado com os avanços da clínica. As unidades da Imunovida Vacinas contam com um amplo espaço de recepção, salas de atendimento, espaço kids, consultórios, estacionamento próprio e equipamentos adequados para conservação das vacinas. Dedicação, amor e força de vontade fazem a Imunovida Clínica de Vacinas uma empresa consolidada com pioneirismo, empreendedorismo e dedicação!

138 _CULT


CDL Uberlândia

42 ANOS

CULT_ 139


MUNDO_CULT_CDL 42 ANOS COMUNICAÇÃO CDL ARQUIVO PESSOAL | DIVULGAÇÃO

UMA ENTIDADE COMPROMETIDA COM O BRASIL

CDL UBERLÂNDIA CDL - Palavra do presidente O Presidente Jair Bolsonaro foi eleito pela maioria da população por apresentar um programa econômico liberal, entre outras proposições, norteado pelas ideias do recém-nomeado Ministro da Economia Paulo Guedes. Esta pauta nos parece a mais importante dentre todas por prometer desonerar as empresas, atuando nas áreas tributária, trabalhista e do livre comércio. Reduzindo também a burocracia, promovendo a reorganização do judiciário, a simplificação das leis e retirando o excesso de direitos da constituição e os privilégios existentes. Tal ação facilitará a sobrevivência e a criação de novos negócios, principalmente para o empreendedorismo e as micro, pequenas e médias empresas, que hoje sofrem de todas as mazelas de um estado opressor e inchado.  Está provado que a única maneira de distribuir renda, criar empregos, pagar impostos justos e melhorar o desnível social é por meio de empresas fortes e com regras justas. O problema é que neste momento existe um interesse maior na busca do equilíbrio das finanças do país, que demandam muito tempo e esforço para serem negociadas e aprovadas, como a reforma da previdência. As necessidades do Ministério da Justiça para criar leis, melhorar o combate à corrupção e garantir punições mais rápidas e exemplares, também demandam prazo e trabalho. Desta forma, será preciso uma agenda paralela para tratar deste assunto e assegurar a celeridade deste processo. O envolvimento da família do Presidente em várias situações, que se misturam com as atividades específicas do Planalto, tem prejudicado o bom andamento da implantação das promessas de campanha. Outro fato que pode impactar direta-

140 _CULT

mente na qualidade do programa, são as pressões de algumas atividades produtivas e protecionistas sobre o Presidente para manter as isenções, subsídios, subvenções e taxas antidumping. Este cenário precisa ser revisto pelo governante, para que as medidas sejam implantadas com qualidade e presteza. Como brasileiros, precisamos apoiar com vigor este caminho e ajudar nas ações que possam coroar o sucesso das mudanças que o país tanto precisa.     CDL Uberlândia completa 42 anos A história da CDL Uberlândia começa em 1977 com a criação do “Clube de Diretores Lojistas de Uberlândia”, primeiro nome da atual Câmara de Dirigentes Lojistas. Fundada por seu primeiro presidente, o Sr. Orlando Pinto Guimarães, o clube foi criado nas dependências do Senac com apenas 18 associados e já integrava a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas.Na época, a cidade não possuía uma estrutura de crediário sólida, nem condições para aportar empresas financeiras que pudessem alavancar o comércio. Por isso, a entidade buscava meios de mobilizar empresários locais, na busca de resoluções que pudessem eliminar a burocracia na aprovação de crédito e consequentemente, facilitar o comércio na cidade. A solução encontrada para impulsionar o associativismo e apoiar o desenvolvimento econômico na região, foi a aquisição do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), na época conhecido como Credicerto e de propriedade particular. Já era possível perceber a forma visionária como os dirigentes daquele tempo atuavam, buscando sempre ferramentas inovadoras, como uma central telefônica com 150 linhas privadas e um PABX com cinco ramais exclusivos para o atendimento ao associado. 


Com o tempo, a nossa CDL, primeira fundada na região do Triângulo Mineiro, entendeu a importância do seu papel para o desenvolvimento da classe empresarial e, a partir de um birô de crédito, cresceu e ampliou o seu propósito, se transformando em uma entidade representativa que oferta hoje um amplo portfólio de serviços para alavancar o ciclo de negócios das empresas e assume participação ativa no desenvolvimento de políticas públicas em defesa da classe empresarial, da atração de novos negócios e da qualidade de vida do município. Hoje a CDL Uberlândia está entre as cinco maiores entidades do sistema CNDL de todo o país e eleva a atuação das empresas locais a partir de soluções estratégicas em gestão operacional, financeira e de pessoas, segurança de negócios, captação de novos clientes, organização de eventos empresariais e sociais, responsabilidade social, educação corporativa, consultorias em gestão e inovação e muito mais!    São mais de 3.500 associados que utilizam nossas soluções e contam com a força do sistema CNDL, criado em 1955 para congregar a maior rede representativa do varejo brasileiro. Sua estrutura atual é formada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), as Federações das Câmaras dos Dirigentes Lojistas (FCDLs), com representatividade nas 27 Unidades Federativas, 1.500 Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDLs), que se apoiam na infraestrutura operacional do maior banco de Dados com informações de pessoas físicas da América Latina, o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). CULT_ 141


MUNDO_CULT_CDL 42 ANOS COMUNICAÇÃO CDL ARQUIVO PESSOAL | DIVULGAÇÃO

Orlando Pinto Guimarães Gestão: 1977-1979, 1979-1980, 1988-1990, 1991-1993. Olavo Raghane Samora Gestão: 1980-1982 Lourival Rodrigues de Sousa Gestão: 1982-1984 José Neuton dos Reis Ângelo Gestão: 1984-1986, 1987-1988 Surrel Attiê Gestão: 1994-1995, 1996-1997, 1998-1999 Araken de Carvalho Novaes Gestão: 2000-2001, 2002-2004, 2005-2006 Celso Vilela Guimarães Gestão: 2007-2010, 2011-2014 Cícero Heraldo Novaes Gestão: 2015-2017, 2018-2022

Essa é a nossa força! Há 42 anos, a CDL Uberlândia compartilha histórias de lutas, de sonhos, de gente que faz da crise um desafio diário em um país que pouco acolhe quem produz. Para estimular o lado social e a capacitação de nossas empresas e trabalhadores, criamos a Fundação CDL. Outra iniciativa da entidade para fomentar a atuação das empresas e torná-las instrumentos de transformação da comunidade é o Selo Empresa Cidadã, uma parceria com Câmara Municipal de Uberlândia, que certifica empresas com fins lucrativos do município de Uberlândia nas categorias: Selo Empresa Cidadã, Selo Excelência Cidadã e Título Cidadão Benemérito.. Outra iniciativa da entidade para fomentar a atuação das empresas e torná-las instrumentos de transformação da comunidade é o Selo Empresa Cidadã, uma parceria com Câmara Municipal de Uberlândia, que certifica empresas com fins lucrativos do município de Uberlândia nas categorias: Selo Empresa Cidadã, Selo Excelência Cidadã e Título Cidadão Benemérito.   O desafio é árduo e a missão é honrosa Todos os nossos esforços são direcionados para a construção de um ambiente de negócios mais favorável e confiável para que as empresas que trabalham honestamente, consigam gerar empregos e criar riquezas para o país sem as interferências burocráticas e avassaladoras impostas pelo Estado. Nossa luta em defesa da classe empresarial é legítima e conquistada com nossos próprios recursos, sem conchavos, favores políticos ou qualquer tipo de vínculo. Isto propicia autonomia para propor melhores condições em defesa da classe. Seguimos convictos de que, somente por meio de uma representatividade política atuante e permanente, conseguiremos contribuir com as discussões governamentais que impactam a economia e a realidade de quem produz. Aproveitamos a oportunidade para homenagear todos os dirigentes que construíram até aqui uma CDL forte e respeitada em todo o território nacional.

142 _CULT

São quatro décadas construindo bases firmes e somando forças com aqueles que escrevem com suor o destino da nação, gerando renda, emprego, movimentando a economia e acreditando em um futuro promissor. Hoje queremos agradecer e homenagear os nossos associados pela confiança e por seguirem ao nosso lado, transformando o ambiente de negócios e dando voz à nossa luta incessante por tributações mais justas, menos burocracia para empreender, maior flexibilização das relações de trabalho e uma legislação idônea, capaz de garantir segurança jurídica ao empresário. Seguimos defendendo os interesses da nossa classe e mostrando para a sociedade que prosperar não é ofensa pessoal, mas mérito de quem acorda cedo e luta para conquistar melhores condições. Ser empresário no Brasil é assumir o papel do herói anônimo, que promove o equilíbrio social e abre suas portas para que outros também possam prosperar. A nossa trajetória é ainda mais forte porque é feita por quem tem força, talento e coragem para transformar o presente, que são as nossas empresas associadas. “Esta é a nossa força”. Para preservar a qualidade de nosso ambiente de negócios e preocupada com a polarização entre os dois candidatos à presidência do Brasil, no mês de setembro de 2018, a CDL Uberlândia se posicionou com uma proposta que, antes de tudo, visasse a prosperidade econômica e social do país. Nasceu assim a cartilha a seguir:


PROPOSTA PARA O REEQUILÍBRIO E A PROSPERIDADE DO BRASIL

2) Repactuar a distribuição dos tributos prevista no pacto federativo, reduzindo a participação da união em 20% e repassando este valor para os municípios, que teriam condições de aplicar melhor estes recursos. A partir desta mudança o morador se tornaria fiscal do uso e finalidade de seu imposto recolhido. 3) Eliminar o despropósito de incentivos e isenções sobre a estrutura econômica do país, reduzir o imposto sobre as importações e a anomalia de sua cobrança ao incidir sobre frete e taxas alfandegárias.

O nosso Brasil se encontra em uma situação de adulteração profunda, onde os princípios democráticos são deturpados, a política sem princípios ou idealismo e o Estado corrompido, incompetente e sem lideranças isentas e comprometidas, capazes de conduzir nossa nação à paz e a prosperidade. Não existe outro caminho para a harmonia, a segurança e o bem-estar da população que não se baseie no respeito ao próximo, na união de todos e no equilíbrio de posturas e decisões.

4) Criar alíquotas iguais para impostos sobre riquezas naturais exploradas nas localidades do país e que serão distribuídas em percentuais decrescentes a serem repassados para o Município onde é extraída, para o Estado envolvido e para a União. 5) Desenvolver um imposto com tarifa única nacional sobre o consumo para substituir o ICMS, a ser distribuído nos seguintes percentuais: 40% para o estado produtor, 40% para o estado consumidor e 20% para o município.

O princípio de oportunidades iguais a serem assegurados pelo Estado e o fortalecimento do empreendedorismo e das pequenas e médias empresas é que garantirão empregos, melhoria de renda e geração de impostos cobrados de forma justa, criando a base para a formação de um país equânime, civilizado e feliz. Este processo só terá sucesso se for respaldado por um programa, que nos conduza de forma séria e constante ao cumprimento de ações, que ao final nos levará à mudança que todos almejamos. A CDL desenvolveu um roteiro com sugestões que permitirão ao novo governante, levar nosso país na direção que todos ansiamos e sonhamos. IMPOSTOS E SUA DISTRIBUIÇÃO 1) Racionalizar os tributos, eliminando o excesso, redefinindo a profusão de taxas e contribuições, diminuindo os impostos sobre a produção, comercialização e serviços e acabar com as distorções como: o Pis Cofins, cobrado sobre o faturamento das empresas, a CSLL, cobrada sobre o valor do imposto sobre a renda das empresas e outras similares.

JUDICIÁRIO: 1) Reformular o papel do STF, que no Brasil se transformou na 4ª instância e não no guardião da constituição. Seus ministros são indicados pelo presidente do país e acabam se tornando membros políticos partidários e interessados em tomar decisões monocráticas, distorcendo o sentido do Supremo. A indicação dos ministros deveria ser objeto de uma lista tríplice feita por um colegiado de juízes notáveis, que seria encaminhada para o presidente da república escolher um deles e o candidato indicado, seria posteriormente chancelado pelo senado. 2) A justiça do trabalho deveria ser uma vara da justiça comum, como nos países desenvolvidos. Seus membros seriam obrigados a julgar de acordo com a lei vigente e o TST extinto. Isto possibilitaria uma economia gigantesca e um reequilíbrio nas relações de trabalho. 3) A profusão de recursos jurídicos e o exagero de leis, decretos, resoluções e portarias criam uma burocracia e um atraso sem precedentes no judiciário. É necessário um enxugamento geral e uma simplificação nas normas e regras, para diminuir a carga legal desnecessária sobre as empresas e a impunidade obtida pelo tempo transcorrido dos processos. CULT_ 143


MUNDO_CULT_CDL 42 ANOS COMUNICAÇÃO CDL ARQUIVO PESSOAL | DIVULGAÇÃO

4) A autonomia exagerada dos juízes e o excesso de ajudas de custo, que fazem parte do pacote de honorários da magistratura e de seus funcionários, precisam ser regulados por princípios éticos e comparativos. A atuação de uma corregedoria eficiente e estruturada para a punição das irregularidades, se faz imprescindível.

3) Implantar a obrigação de que os ministros sejam técnicos e competentes no tipo de atuação do ministério que representam.

5) A arbitragem como instrumento alternativo para a mediação de questões cíveis, comerciais, familiares, tributárias e outras é fundamental para a celeridade e a segurança jurídica. Para isto é necessário uma precisa e coerente definição legal e sua abrangência.

PREVIDÊNCIA:

LEGISLATIVO: 1) O volume de partidos deveria ser reduzido a no máximo 6 (seis) e a forma de financiamento de campanha definida e fiscalizada por comissões oriundas da sociedade produtiva. 2) A implantação do voto distrital e a distribuição de senadores e deputados pelo volume de habitantes é o meio mais democrático de exercer a vontade do povo e a garantia de uma cobrança efetiva da população.

1) Igualar os valores pagos ao setor público com os do privado, mantendo diferenças apenas a setores essenciais a segurança. 2) Definir a idade mínima de aposentadoria de 65 anos. 3) Desvincular o gerenciamento do recolhimento de valores pagos ao plano de aposentadoria do INSS, sua rentabilidade e o efetivo pagamento aos aposentados, do gerenciamento dos benefícios sociais definidos por lei.

3) Um processo de governança que implante a ética, a transparência e a fiscalização no Legislativo é de extrema importância. 4) A regulamentação legal do lobby evitaria os desvios que ocorrem de forma constante e regular no Congresso. EXECUTIVO: 1) Reduzir o número de ministérios em pelo menos 30%. 2) Reduzir o número de estatais, levando em conta a segurança nacional e a dificuldade da iniciativa privada para absorver o tipo de atividade por ela exercida.

144 _CULT

RELAÇÕES DE TRABALHO: 1) O contrassenso de leis ultrapassadas que visam regular as relações de trabalho entre patrões e empregados, prejudicam os interesses de ambas as partes e dificultam uma relação racional e negociada. A modernização e a simplificação das normas, a diminuição dos encargos e a extinção de anomalias, como a multa de 40% sobre o FGTS por dispensa, será imprescindível.


EDUCAÇÃO: O Brasil nos últimos anos facilitou a abertura de faculdades, mas não se preocupou com a qualidade do ensino em todos os níveis. Hoje contamos com um enorme contingente de pessoas que são graduadas em curso superior, mas não têm o conhecimento necessário para exercer sua profissão. INFRAESTRUTURA: Atualmente a infraestrutura foi deixada de lado em prol de outras áreas consideradas de maior interesse. Este problema agravou o escoamento de mercadorias e a logística de nosso país, prejudicando a competitividade de nossas empresas e o transporte público e privado. Este problema afeta diretamente a geração de empregos e renda. 1) Precisamos investir na conservação e abertura de novas estradas de rodagem. 2) Precisamos desenvolver uma malha ferroviária e hidroviária para o transporte de cargas. 3) Precisamos estimular novos meios de transporte público para as grandes cidades, que sejam rápidos, seguros e capazes de dar mobilidade urbana em grandes volumes. 4) A falta de recursos públicos para desenvolver a infraestrutura, deveria ser contornada por uma política eficaz de parcerias público-privadas (PPPs), que gerariam as condições para a implantação dos projetos necessários.

1) O investimento maciço para melhorar a qualidade do ensino fundamental e médio tem que ser prioridade, assim como a reformulação do currículo para adaptar as mudanças e as necessidades que hoje são mundiais. 2) A implantação de um ensino superior de qualidade, utilizando um programa moderno de disciplinas curriculares, meios de fiscalização eficientes e transparentes sobre as escolas existentes é fundamental. 3) A implantação de programas de bolsas com fiscalização e acompanhamento eficaz é fundamental, para dar oportunidade aos mais esforçados e necessitados.

CULT_ 145


MUNDO_CULT_CDL 42 ANOS COMUNICAÇÃO CDL ARQUIVO PESSOAL | DIVULGAÇÃO

MEIO AMBIENTE:

Formular uma nova constituição que reequilibre a atual, que parece uma colcha de retalhos com 116 emendas ou PECS e cria direitos sociais excessivos e poder acima do normal para o Estado, sem que o país tenha condições ou recursos para isto. Os constituintes não podem ser os deputados e senadores eleitos e nem contar com um número significativo de juristas e sim, membros da sociedade composta por pessoas qualificadas de diversas áreas e principalmente, com membros que produzam e tenham prática nas atividades que gerem empregos e renda.

1) A conservação e medidas capazes de perenizar a floresta amazônica é a garantia de manter o regime pluviométrico de toda a região sudeste e sul do Brasil. É essencial uma política severa amparada por leis, que sustentem esta ação permanentemente. 2) A poluição das águas e a falta de saneamento básico, que infelizmente assolam nosso país, demandam posturas e investimentos capazes de reverter este quadro. 3) A manutenção dos biomas regionais e a exploração regulada das riquezas naturais são condições essenciais para a qualidade de vida da população.

CONCLUSÃO:

Desejamos um país cujo governante nos conduza ao equilíbrio social e crie um ambiente onde quem trabalha prospere e seja capaz de ser um cidadão feliz e com condições para educar seus filhos.

NOVA CONSTITUIÇÃO:

CDL Uberlândia Marketing CDL - 2018 (34) 3239 3400 Av. Belo Horizonte, 1290 - Osvaldo Rezende Uberlândia - MG - CEP 38400-454 www.cdludi.org.br /cdludi @cdluberlandia

146 _CULT


Os es�mulos às a�vidades produ�vas são o caminho...

AGRONEGÓCIO

INDÚSTRIA 12 11

Cartilha.indd 11

COMÉRCIO

16/11/2018 Cartilha.indd 11:35:3312

SERVIÇOS

16/11/2018 11:35:35

...para o reequilíbrio e a prosperidade do Brasil. 14 13

Cartilha.indd 13

16/11/2018 Cartilha.indd 11:35:3714

CULT_ 147 16/11/2018 11:35:39


MUNDO_CULT_MOTORS_ LANÇAMENTO EVALDO PIGHINI | JORNALISTA ARQUIVO PESSOAL | DIVULGAÇÃO

ARRIZO 5 ESQUENTA A BRIGA ENTRE OS SEDÃS MÉDIOS

CAOA CHERY

Arrizo 5 é oferecido nas versões: a básica RX por R$ 65.990 e a mais completa RXT que custa R$ 72.990

Numa lista que conta com Volkswagen Virtus, Chevrolet Cobalt, Hyundai HB20S, Toyota Yaris Sedã, Honda City e Fiat Cronos, entre outros, a Caoa Chery aposta no Arrizo 5 para conquistar consumidores no segmento dos sedãs médios. A montadora aposta nos preços, na ampla gama de itens de série e no motor turbo para emplacar o modelo no mercado brasileiro. O Arrizo 5 é oferecido em duas versões, o modelo base RX que custa R$ 65.990 e a versão top de linha RXT por R$ 72.990. A marca oferece ainda recompra garantida e seguro total por R$ 1.990 reais. As duas versões são equipadas com o motor quatro cilindros 1.5 Turbo Flex, com 150 cv, associado sempre com a transmissão automática CVT - um tipo de

148 _CULT

transmissão também usada pelo Toyota Corolla e Honda Civic, caracterizada por funcionamento suave e linear, sem trancos e oscilações bruscas de rotação. Esse câmbio conta com 7 relações de marcha simuladas. Esse conjunto é capaz de levar o modelo 0 a 100 km/h em 10 segundos e a uma velocidade máxima de 190 km/h. Desenvolvido sob a plataforma do M1X, feita em parceria com grandes montadoras globais nos moldes europeus, o Arrizo é o resultado do trabalho de uma equipe engenheiros da Caoa Chery que promoveu adaptações na motorização, transmissão e suspensão do veículo para atender


Arrizo chega para competir com Volkswagen Virtus, Chevrolet Cobalt, Hyundai HB20S, Toyota Yaris Sedã, Honda City e Fiat Cronos, entre outros

aos gostos do consumidor brasileiro. O modelo sai de fábrica, equipado de série, com controles eletrônicos de estabilidade e tração, sistema partida frio sem reservatório de gasolina, volante multifuncional em couro, central multimídia com tela de 7 polegadas, câmera de ré, sensores de estacionamento na traseira, rodas de 16 polegadas, controle de cruzeiro, chave presencial e botão de partida. A versão top acrescenta rodas de 17 polegadas, airbags laterais de tórax e de cortina (seis ao todo), teto solar e bancos em couro. O espaço interno acomoda bem motorista e passageiros, mas o porta-malas deixa a desejar, limitado em 430

litros, abaixo de muitos concorrentes. A expectativa da Caoa Chery é comercializar 500 unidades/mês do Arrizo 5, meta por enquanto ainda não atingida, desde a sua chegada ao mercado no fim do ano passado, mas que a montadora espera alcançar com a abertura de novas concessionárias no país. A Caoa Chery, nova montadora 100% nacional, é união da Caoa, maior conglomerado de distribuição e fabricação de automóveis da América Latina e da Chery, maior exportadora de veículos chineses. A fábrica instalada em Jacareí, no interior de São Paulo, de onde sai o Arrizo, tem capacidade de produção de até 150 mil veículos por ano.

O Arrizo 5 é equipado com central multimídia de 7” com espelhamento para os sistemas Android e IOS

CULT_ 149


Produtora

GENTE_CULT_COQUETEL REDAÇÃO GABRIEL RANGEL

EVENTO APRESENTOU A REVISTA E A NOVA UNIDADE DO COLÉGIO GABARITO

CAPA COM REALIDADE AUMENTADA. BAIXE O APP ZAPPAR EM SEU SMARTPHONE OU TABLET E APONTE PARA O SÍMBOLO E CONFIRA O VÍDEO.

O espaço da nova Unidade do Colégio Gabarito, na Avenida Rondon Pacheco, foi o palco de lançamento da edição 148 da Cult. O evento reuniu cerca de 400 pessoas, entre convidados, pais e alunos do colégio, além de anunciantes, parceiros e colaboradores da revista. O diretor do Gabarito, Júlio Cesar Abdalla, e o diretor da Cult, Célio Cardoso, recepcionaram os convidados numa noite duplamente especial, onde foi apresentada a nova edição da revista e as instalações do novo Gabarito. Confraternização e empreendedorismo marcaram o clima do coquetel que integrou um público formador de opinião e antenado com as inovações do mercado.

150 _CULT

NOITE CULT NO GABARITO


Durante o evento, todos destacaram a qualidade gráfica e o conteúdo da revista que trouxe como capa o Dr. Augusto Cury, médico psiquiatra, psicoterapeuta, escritor, autor da Teoria da Inteligência Multifocal e idealizador do programa Escola da Inteligência. A primeira edição do ano teve como tema “DNA dos Vencedores” mostrando cases de sucesso, marcas, produtos, serviços e profissionais de sucesso em todos os segmentos de mercado.

CULT_ 151


GENTE_CULT_COQUETEL REDAÇÃO GABRIEL RANGEL

Destaque para os parceiros: Villa Rica Buffet, Alessandra Guimarães Cerimonial, Dj Massilon (som e iluminação), Dj Túlio Max (estrutura de palco e painel de Led), Matheus Leão & Banda, Derson Drink’s Bar, Via Promo (recepção), Atrium Locações, Cerveja Petra (bebidas Itaipava), Shake Deli (shakes e delícias), Água Ibirá, Sucos e Guaraná Mineiro.

152 _CULT


Em ação solidária foram arrecadados 300 quilos de alimentos não perecíveis que foram doados para o Núcleo de Apoio Jesus de Nazaré, instituição que

atende idosos e portadores de deficiência mental. Confira imagens do coquetel pelas lentes fotográficas de Gabriel Rangel.

CULT_ 153


GENTE_CULT_FOTO LEGENDA CÉLIO CARDOSO MAURO MARQUES | DIVULGAÇÃO

ACONTECIMENTOS E ATUALIDADES

FOTO LEGENDA ROCHA CERIMONIAL O cerimonialista Elizeu Rocha apresentou seu novo espaço em nossa cidade. Convidados e clientes marcaram presença e desejaram sucesso a ele neste novo projeto. A Rocha Cerimonial Assessoria e Planejamento de Eventos  atua na realização de festas debutantes, casamentos, bodas, entre outros eventos, visando transformar os sonhos, ideias e expectativas dos clientes em realidade.

SOLIDARIEDADE O cantor, empresário, palestrante e escritor Leo Chaves entregou para o Hospital do Câncer em Uberlândia um cheque de R$ 214.037,92. O valor foi arrecadado durante a 3ª edição do “Amigos do Futuro”, evento beneficente promovido pelo cantor para comemorar seu aniversário, em outubro do ano passado. Desde o 1º “Amigos do Futuro”, em 2016, parte da renda é destinada à construção do Centro de Cuidados Paliativos Oncológicos do Hospital do Câncer em Uberlândia e parte ao Instituto Hortense, do qual Leo Chaves é Presidente Fundador e Executivo, e que atualmente impacta mais de 35 mil pessoas.

154 _CULT

DR. ALYSSON MARCONDES Modelo Daniella Mello Cabelo e Make Fran Hair Vestido Cantão Uberlândia Shopping Acessórios VM Designer Produção de Moda Flávia Tucci Fotógrafo Mauro Marques

INVESTIMENTO O prefeito Odelmo Leão em tarde de apresentação de investimentos do grupo ABC de supermercados. Na foto com diretores do grupo e cervejeiros artesanais. (foto Marlúcio Ferreira)


ACIUB TEM NOVA DIRETORIA Com a presença do governador Romeu Zema, a Aciub realizou a posse da Diretoria Gestão 2019/2020, que tem como presidente o empresário Paulo Romes Junqueira. O prefeito Odelmo Leão também participou juntamente com o presidente da Câmara

INOVAÇÃO Há apenas um ano em Uberlândia, a Casa Thomas Jefferson inova com produtos voltados para o segmento da educação bilíngue e lança o Thomas Bilíngue for Schools. Em Uberlândia, três escolas já adotaram o programa: Marista, Cesil e Gabarito. Parabéns a toda equipe e ao coordenador de Relacionamento, Robson Moura, que aposta cada vez mais na cidade trazendo os diferenciais que tanto faz sucesso em Brasília há mais de 50 anos. 

Municipal, Hélio Ferraz - Baiano, deputado federal Zé Vitor, o líder do Governo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado Luiz Humberto Carneiro, além de dezenas de associados, deputados, prefeitos, vereadores e demais autoridades de toda a região. (Fotos Luiz Crosara).

GRUPO ASOEC Os diretores das faculdades do Grupo Asoec, mantenedora da Unitri, estiveram no campus, dia 7 de fevereiro, em reunião com os mantenedores para avaliação de resultados de cada unidade e planejamento para 2019. Os professores Wellington Salgado de Oliveira e Jefferson Salgado de Oliveira, respectivamente presidente e vice-presidente do grupo, receberam a todos no Núcleo - Centro de Inovação Permanente. O grupo possui faculdades em Uberlândia-MG, Juiz de Fora-MG, Belo Horizonte-MG, Goiânia-GO, Niterói-RJ, Campos dos Goytacazes-RJ, São Gonçalo-RJ, Recife-PE e Salvador-BA, além de diversos polos de ensino à distância em todo o país.

Robson Moura, coordenador de relacionamento CULT_ 155


CIDADE_CULT_ITUIUTABA MAURO ALMEIDA ANTONIO RIZZA

REQUINTE E PRESTÍGIO MARCAM EVENTOS EM ITUIUTABA

GIRO SOCIAL Eventos que marcaram o segundo mês do ano com aquele toque de requinte e prestígio. Nesta coluna destacamos dois grandes eventos que foram destaque na agenda social em Ituiutaba, que por sua vez deram aquele brilho extra de descontração e muita alegria. Convidamos a todos a apreciar mais este trabalho que entregamos com todo carinho aos leitores da Revista Cult. E já estamos preparando mais novidades para as outras edições. Abrimos com o casamento de Melina de Paula Rocha Marquez e Fernando Marquez Teodoro que, junto a seus familiares e amigos, trocaram alianças em uma bela noite onde não faltou emoção e muito romantismo. Na sequência, o lançamento do livro “O Filho da Fotografia” do estimado Antonio Rizza, que aconteceu durante um prestigiado coquetel.

156 _CULT


LIVRO CONTA TRAJETÓRIA DE ANTONIO RIZZA Contando com a presença de seus familiares, parceiros e também dos amigos, o consagrado fotógrafo Antonio Rizza lançou, durante um prestigiado coquetel, seu livro intitulado “O Filho da Fotografia”, contando sua história de vida e o gosto pela arte da fotografia que o acompanha desde sua infância até se tornar este grande profissional. A obra é composta por belos registros selecionados ao longo dos anos de trabalho, além de várias dicas para compor um ensaio perfeito com registros precisos que traduzem sua paixão pelo ofício.

CULT_ 157


GENTE_CULT_EM SOCIEDADE SONIA SAMPAIO DIVULGAÇÃO

Site www.soniasampaio.com.br Instagram @soniasampaio Facebook Sonia Sampaio

EVENTOS, PESSOAS & FATOS “Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo à porta” - Martha Medeiros. VOANDO A empresária da moda Raíssa Garcia - leia-se grife Alexandrino - embarcou para um tour internacional. Mas, não sem antes acompanhar todos os detalhes do lançamento de sua coleção outono-inverno, que aconteceu em meados de fevereiro. No tour, Raíssa passou por Berlim e Amsterdã e outros vários destinos da Europa. Férias merecidas de alguém que consolida cada vez mais a marca Alexandrino no circuito da moda brasileira e internacionalmente.

WELCOME 2019 O Uberlândia Shopping recebeu jornalistas, blogueiros e influencers para contar as novidades preparadas para o ano que iniciou. Sempre preocupados com o mix de lojas, atrações de entretenimento e eventos para toda a família, o momento foi muito agradável e de bom papo. Em breve teremos a cantina italiana, Pernambucanas, um grande empreendimento de negócios, além das promoções diferenciadas nas grandes datas do varejo. Vamos aguardar.

REFORÇO NA EQUIPE O Diário de Uberlândia vem se tornando uma referência para o jornalismo na cidade. O veículo, comandado pelo empresário Felipe Faria, agora tem uma equipe dedicada ao conteúdo digital e redes sociais. A jornalista Caroline Aleixo está à frente deste projeto, que também conta com Bruna Merlin e Igor Martins. O Diário trouxe também Stefânia Alves, no Marketing, e Higor Gomes, no departamento comercial comandado por Juliana Marques. Vida longa ao impresso. BRILHANDO Eliseu Rocha, o cerimonialista queridinho das tops, incluindo a blogueira pop star Thassia Naves, cujo casamento ele já prepara, recebeu convidados para apresentar seu novo espaço de atendimento. A julgar pela quantidade de pessoas que passou por lá, entre elas a própria Thassia, ele continuará prosperando. Parabéns!

158 _CULT


ALÉM DA MODA Algumas pessoas, felizmente não muitas, pensam que encontros festivos em torno das novas coleções de moda são apenas reuniões de dondocas, patricinhas e damas aparentemente fúteis da sociedade. Ledo engano. Sempre tiro muito proveito de cada encontro destes, seja pela mera apuração do senso estético ou pela evolução pessoal que resulta desse convívio. O mais recente deles foi além de quaisquer expectativas. Além de uma tarde agradabilíssima, proporcionada pelas anfitriãs Eugenia Resende e Zulma Carvalho, a história de

vida contada pela carismática Isadora Biasi na palestra motivacional, ilustrou o lançamento das tendências outono-inverno da moda. O “case” mostrou o quanto somos pequenas diante da vida e como o destino molda nossos pensamentos e atitudes e nos leva onde devemos ir. O que isso tem a ver com moda? Moda é atitude! O destino nos desenha e nós desenhamos o presente. Simples assim! Gratidão à equipe da Bazar Original por esse momento de beleza na passarela da moda e nas mentes e corações que abrilhantaram a tarde deste encontro. CULT_ 159


GENTE_CULT_EM SOCIEDADE SONIA SAMPAIO DIVULGAÇÃO

NOVA GESTÃO O empresário Paulo Romes foi empossado como presidente da quase centenária Aciub Associação Comercial e Industrial de Uberlândia. Ele assumiu a vaga antes ocupada por Fábio Pergher. Liderando o grupo da Aciub Mulher, a empresária Tomaídes Rosa também foi empossada, tendo o cargo repassado por Isabel Rosita. Desejo sucesso e grandes realizações à frente destes desafios.

UBERLÂNDIA NA ROTA DO TEATRO No mês da mulher, um dos romances mais viscerais da cultura brasileira chega aos palcos de Uberlândia. A história de Joana e Jasão estão no musical Gota D’Água (a seco), que acontece no Teatro Municipal, nos dias 15, 16 e 17 de março. A primeira Joana, da década de 1970, foi Bibi Ferreira. A responsabilidade agora fica por conta de Laila Garin, atriz revelação que brilhou no Brasil inteiro na pele de Elis, a Musical. O premiadíssimo espetáculo tem a produção de Andrea Alves, a mesma produtora de Gonzagão, a Lenda e Suassuna o Auto do Reino do Sol. Com certeza, um momento arrebatador, com assinatura local de Carlos Guimarães Coelho e equipe. TEATRO EM ALTA Outro artista que dá o ar da graça neste semestre em Uberlândia é o ator Diogo Vilela. Ele vem em junho com o espetáculo A Verdade. Detalhe: o rapaz faz temporada de estreia no Maison de France, no Rio, entre março e maio, e Uberlândia é a primeira cidade depois do Rio a conhecer o espetáculo.

160 _CULT

NOVIDADE A Galli Home, dos empresários do setor de móveis Daniel Cecílio e Cintia Silveira, traz mais uma novidade para a cidade. A loja agora é representante exclusiva da marca premium de roupas de cama, mesa e banho Troussau, sinônimo de luxo e ineditismo. Em breve, dentre as várias novidades que os sócios trarão para a loja, será lançada a campanha Trousseau do Bem, onde parte da venda de produtos será revertida para uma entidade da cidade. Muito bom termos marcas reconhecidas nacional e até internacionalmente chegando por aqui. Sucesso aos empreendedores.


CULT_ 161


Mapeamento “full face” com sistema Vicia CR. Scanner “Fotofinder” e Videodermatoscopia digital, tecnologia alemã para avaliação de tumores cutâneos e acompanhamento de lesões suspeitas. Cirurgia dermatológica para exerese de lesões de pele, radiocirurgia. Lasers fracionados de CO² e Erbium para rejuvenescimento, acne, cicatrizes e estrias. Radiofrequência fracionada microagulhada para estrias, cicatrizes, melasma e rejuvenescimento. Luz pulsada e laser ND-Yag no fotoenvelhecimento com lesões vasculares. Lasers para depilação. Tecnologia MMP e lasers de Erbium no tratamento da calvície feminina e masculina.

O avanço do conhecimento e evolução dos materiais possibilitou harmonização e embelezamento. A miomodulação feita com toxina botulínica, a utilização do MD codes visionary, o uso de bioestimuladores, fios de sustentação e a aplicação de lasers fracionados promovem um rejuvenescimento muito satisfatório, evitando ou protelando uma cirurgia plástica por muitos anos.

SERVIÇO DE DERMATOLOGIA CIRURGIA DERMATOLÓGICA PROCEDIMENTOS ESTÉTICOS COSMIATRIA E LASER www.dermoestetica.com.br 162 _CULT


34 3253-8700 Rua Arthur Bernardes, 555 Uberlândia - MG www.dermoestetica.com.br 9 9240.6673

reidapele

CULT_ 163

@reidapele


Modelo Daniella Mello | Make e Cabelo Hair Fran | Vestido Cantão Uberlândia Shopping | Acessórios VM Designer | Produção de Moda Flávia Tucci | Fotógrafo Mauro Marques

Dr. Alysson Marcondes Cirurgião Plástico

CRM-MG 44231 - CRM-SP- 127888

Também conhecida como mamoplastia de aumento, a cirurgia de prótese mamária utiliza implantes de silicone para dar volume aos seios. É um procedimento individualizado e você deve fazê-lo para si mesma, não para satisfazer a vontade de alguém ou para se adaptar a qualquer tipo de imagem ideal. O sucesso e a segurança do procedimento _CULT dependem muito de sua sinceridade durante a consulta. Seja participativa, procure esclarecer dúvidas. Você será questionada sobre sua saúde, desejos e estilo de vida.

164

Profile for Revista Cult

Revista Cult 149: Eva Wilma  

Confira mais uma edição da Revista Cult

Revista Cult 149: Eva Wilma  

Confira mais uma edição da Revista Cult

Advertisement