Page 1

revista do

Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 2º Região - Ano 5 - Número 11 - Agosto de 2017.

Crefito-2 abre o calendário de Jornadas Científicas Pág. 12

Conselho Regional nas Conferências de Saúde das Mulheres

Pág. 6

Siga o Guia para Autofiscalização Profissional e fique legal

Pág. 24


Sumário

Expediente

Entrevista: presidente e vice-presidente do Crefito-2 falam sobre as etapas da XVII Jornada Científica de Fisioterapia e Terapia Ocupacional

Pág. 4

Conselho Regional assume protagonismo no debate estadual sobre Saúde das Mulheres

Pág. 6

Interiorização: temporada de reuniões e visitas aos Núcleos

Pág. 8

Comissões de Acadêmicos de Fisioterapia e de Terapia Ocupacional: aproximando os futuros profissionais

Pág. 11

REVISTA DO CREFITO-2 Publicação oficial do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 2ª Região.

Sede Rio de Janeiro – RJ Rua Félix da Cunha, 41, Tijuca, Rio de Janeiro – RJ. CEP: 20260-300 Telefone: (21) 2169-2169 E-mail: faleconosco@crefito2.org.br

Pág. 12

Série Memória: criação da Aeferj

Pág. 14

Conheça as Câmaras Técnicas de Fisioterapia em Oncologia e Fisioterapia Desportiva

Pág. 16

Ações e Representações: atuação em evidência

Pág. 17

Eventos do Crefito-2: confira os destaques de maio a agosto

Pág. 20

Pág. 24

Fique por dentro das principais notícias do Crefito-2 Cadastre-se para receber nossos Informativos ou atualize seus dados. www.crefito2.gov.br/cadastro.html

Subsede Sul Fluminense / Volta Redonda – RJ Rua 18-B, 43, Sala 405 – Edifício Centro Empresarial, Vila Santa Cecília, Volta Redonda – RJ. CEP: 27260-100. Telefone: (24) 3343-3930 E-mail: subsedevoltaredonda@crefito2.org.br Subsede Norte Fluminense / Campos dos Goytacazes – RJ Rua Alvarenga Filho, 114, Sala 607 – Condomínio CDT, Pelinca, Campos dos Goytacazes – RJ. CEP: 28035-125. Telefone: (22) 3025-2580 E-mail: subsedecampos@crefito2.org.br Horário de atendimento ao público Segunda a sexta-feira, das 9h às 16h. Site www.crefito2.gov.br

Jornada Científica de Fisioterapia e Terapia Ocupacional: datas e novidades sobre o evento, que terá edições no interior e na capital

Orientações para Autofiscalização: guia para os profissionais

CREFITO-2

Diretoria Presidente: Dra. Regina Maria de Figueirôa Vice-Presidente: Dr. Omar Luis Rocha da Silva Diretora Secretária: Dra. Isis Simões Menezes Diretor Tesoureiro: Dr. Robson de Jesus Pavão Conselheiros Efetivos Dr. Bruno Vilaça Ribeiro Dra. Isis Simões Menezes Dr. Jorge Luis da Silva Nascimento Dr. José Antunes da Fonseca Filho Dr. Omar Luis Rocha da Silva Dra. Paula Maria Passos dos Santos Dra. Regina Maria de Figueirôa Dr. Robson de Jesus Pavão Dra. Valéria Martins Quintão Rocha Conselheiros Suplentes Dra. Adalgisa Ieda Maiworm Bromerschenckel Dr. Edson Virginio Rodrigues Dra. Luciene Abreu Santos Dra. Marisa Bacellar Dr. Odir de Souza Carmo Dra. Patrícia Valesca Ferreira Chaves Dra. Renata Campos Velasque Dra. Sandra Maria da Silva Carneiro REVISTA DO CREFITO-2 Comissão Editorial Presidente: Dra. Regina Figueirôa Vice-presidente: Dr. Omar Luis Rocha da Silva Assessoria de Comunicação: Eneida Leão Teixeira (MTB 31710/ RJ e CONRERP 3089); Cláudia Marapodi (MTB JP 27197/RJ); e Sidonio Macedo Jr. (MTB JP 31856/RJ) Redação e Revisão: Assessoria de Comunicação Programação Visual: Cesar Buscacio Tiragem: 35 mil exemplares Periodicidade: quadrimestral Impressão: Marc Print Contato: comunicacao@crefito2.org.br Todo o conteúdo publicado nesta revista poderá ser reproduzido em parte ou integralmente, desde que a fonte seja citada.


Editorial

“É por meio da integração com as esferas de decisão das políticas públicas que temos feito uma importante interface com os gestores de Saúde e com as demais profissões da área, divulgando e defendendo os campos de atuação da Fisioterapia e da Terapia Ocupacional e lutando pelos interesses da sociedade.”

C

omo profissionais da Saúde, devemos enxergar os nossos semelhantes com sensibilidade e empatia. Precisamos exercitar um olhar humanizado e compreender as vulnerabilidades e suscetibilidades do ser humano, especialmente em tempos tão difíceis no Brasil e no mundo. Temos acompanhado com perplexidade os desdobramentos dos acontecimentos no âmbito político e os ataques constantes que vêm sendo empreendidos contra o Sistema Único de Saúde e a Atenção Básica e, consequentemente, contra a parcela da sociedade que mais precisa da atenção do Estado. Não podemos nos calar – e não nos calamos – diante das arbitrariedades. Por isso, nos engajamos em ações que visam defender o SUS e os interesses da população que mais necessita de uma assistência universal, integral e igualitária de Saúde. O Crefito-2 também se manteve contrário às alterações na Política Nacional de Atenção Básica (PNAB), participando dos debates promovidos pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS), no Rio de Janeiro. No último quadrimestre, também lideramos o Grupo de Trabalho de Saúde das Mulheres do Conselho Estadual de Saúde do Rio de Janeiro (CES/RJ), no qual o Crefito-2 possui assentos. Em junho, nossa representante no órgão presidiu a Comissão Organizadora da 2ª Conferência Estadual de Saúde das Mulheres e, em agosto, participou da etapa nacional. Nossos representantes em Conselhos Municipais de Saúde também atuaram em etapas municipais e regionais das Conferências de Saúde e de Saúde das Mulheres, em diversas regiões fluminenses. É por meio da integração com as esferas de decisão das políticas públicas que temos feito uma importante interface com os gestores de Saúde e com as demais profissões da área, divulgando e defendendo os campos de atuação da Fisioterapia e da Terapia Ocupacional e lutando pelos interesses da sociedade. Os últimos meses também têm sido especiais para nosso projeto de interiorização. Avançamos nos diálogos com os profissionais das regiões fluminenses. Foram reuniões e atividades realizadas em diversos Núcleos de Representação Institucional, expandindo nossa atuação, aproximando os profissionais e trazendo novas demandas, que temos tratado conforme suas particularidades. É nosso jeito de olhar para além dos grandes centros e entender que os jurisdicionados querem esta oportunidade de dialogar com o Conselho. Tem sido uma experiência enriquecedora e muito estimulante, pois renova nossa paixão pela Fisioterapia e pela Terapia Ocupacional por meio da troca e da aproximação. Nosso investimento na formação continuada e no compartilhamento de saberes de nossas profissões também é uma estratégia que beneficia a sociedade com profissionais mais preparados. Até agosto, foram onze eventos, na capital e no interior, voltados aos fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e acadêmicos, além da segunda edição da ação de prevenção de quedas do idoso, realizada no Calçadão de Copacabana, pela Câmara Técnica de Fisioterapia em Gerontologia. Os detalhes sobre este importante trabalho estão em destaque nas páginas desta revista. E por falar em eventos, nossas Jornadas Científicas estão ganhando novas edições: Barra do Piraí e Valença; Regiões dos Lagos; Baixada Litorânea; Norte e Noroeste; e Sul. Em outubro, é a vez do Rio de Janeiro realizar a décima sétima edição, celebrando a passagem do Dia Nacional do Fisioterapeuta e do Terapeuta Ocupacional, com novidades e uma programação que está alinhada ao debate convocado pelo Conselho Nacional de Saúde – atenção à Saúde das Mulheres com equidade e integralidade. Nas entrevistas desta revista, apresentamos mais detalhes sobre as programações da Fisioterapia e da Terapia Ocupacional. Em mais uma edição, a Revista do Crefito-2 segue seu propósito: ser um canal de informações e prestação de contas sobre as muitas ações que o órgão desempenha em defesa da Saúde e pela valorização da Fisioterapia e da Terapia Ocupacional. Boa leitura.

Dra. Regina Figueirôa Presidente do Crefito-2


Entrevista

Saúde das Mulheres pauta a XVII Jornada do Crefito-2 presidiu a Comissão Organizadora do evento. Por isso, nada mais natural do que prosseguir nesta discussão, debatendo com os fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais, além dos acadêmicos e demais profissionais convidados, sobre nosso papel na atenção à saúde das mulheres, com equidade e integralidade.

Dra. Regina Figueirôa Presidente do Crefito-2 e da Comissão Científica da XVII Jornada Científica de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Crefito-2 – Etapa Fisioterapia Neste ano, a temática central sobre Saúde das Mulheres será a linha condutora da programação das duas etapas da Jornada Científica de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Crefito-2. Explique sobre a relevância do destaque a este assunto. Dra. Regina Figueirôa: Como órgão de controle social de duas imprescindíveis profissões da Saúde, o Crefito-2 entende que sua atuação não deve ser isolada nem deixar de considerar os anseios da sociedade. É neste sentido que resolvemos eleger, neste ano, uma temática central coerente com o debate que está ocorrendo fortemente no âmbito social, e alinhado ao Conselho Nacional de Saúde (CNS), que convocou, para 2017, a 2ª Conferência Nacional de Saúde das Mulheres. Participamos ativamente das etapas municipais e, com destacada representatividade na estadual. Nossa conselheira e representante no Conselho Estadual de Saúde do Rio de Janeiro (CES/RJ), Dra. Luciene Abreu Santos, Participe XVII Jornada Científica de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Crefito-2 – Etapa Fisioterapia “Integralidade com equidade: o olhar do fisioterapeuta no universo feminino” Quando: 24 e 25/10 Onde:Teatro Odylo Costa, filho, na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Rua São Francisco Xavier, 524, Maracanã, Rio de Janeiro 4

 revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017

A etapa Fisioterapia definiu como o tema “Integralidade com equidade: o olhar do fisioterapeuta no universo feminino”. O que público pode aguardar desta edição e que detalhes já podem ser revelados sobre o evento? Dra. Regina: Sobre o tema, posso afirmar que estamos bastante empolgados com as possibilidades que ele nos abre. Como profissionais da Saúde, lidamos com questões muito abrangentes e, ao mesmo tempo, muito específicas. Este debate sobre saúde das mulheres promete nos mobilizar nesse sentido, do olhar para as especificidades, não somente no atendimento às mulheres, mas de tantos outros que se apresentam em nossa conduta diária. Quando falamos do olhar do fisioterapeuta, queremos resgatar a importância deste profissional no cuidado e na atenção ao paciente como um ser único e dotado de capacidades, independentemente das limitações impostas e com as quais lidamos como profissionais habilitados ao estudo, prevenção e tratamento dos distúrbios cinéticos funcionais. Estamos certos de que será mais um grande evento, para celebrarmos os nossos 48 de regulamentação profissional no Brasil. O público terá, mais uma vez, a oportunidade de participar de um evento relevante, com palestrantes e debatedores de extrema capacidade e expertise em suas áreas, além de ser totalmente gratuito. Mais uma vez, realizaremos o nosso principal evento anual, que celebra o Dia Nacional do Fisioterapeuta e do Terapeuta Ocupacional - 13 de Outubro, no Teatro Odylo Costa, filho, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Somos extremamente gratos à Uerj, que nos acolheu em seu Teatrão em inúmeras edições de nossa jornada, especialmente após a retomada do evento, em 2012. Agora, mais do que nunca, é o momento de prestigiar esta grande universidade, que enfrenta os reflexos nefastos da crise econômica do Estado do Rio de Janeiro. A Uerj resiste e nós estamos juntos nesta batalha. 


Em outubro, o Crefito-2 realizará sua XVII Jornada Científica de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, no Rio de Janeiro. O evento contará com etapas específicas a cada profissão, compartilhando, contudo, um mesmo foco: Saúde das Mulheres. Nas entrevistas a seguir, Dra. Regina Figueirôa e Dr. Omar Luis Rocha da Silva, presidente e vice-presidente do Crefito-2, que também estão à frente das Comissões Científicas das etapas Fisioterapia e Terapia Ocupacional, respectivamente, revelam detalhes sobre a programação e comentam sobre a importância da temática escolhida. Dr. Omar Luis Rocha da Silva Vice-presidente do Crefito-2 e da Comissão Científica da XVII Jornada Científica de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Crefito-2 – Etapa Terapia Ocupacional Comente sobre o tema "Força econômica, social e política do Estado brasileiro: cuidado e cotidiano femininos", que será abordado na etapa Terapia Ocupacional. Dr. Omar Luis Rocha da Silva: Temos quebrado paradigmas e ampliado o escopo dos debates dos nossos eventos, propondo discussões que rompem com o convencional. Em 2016, a Terapia Ocupacional escolheu um tema adotado pela Campanha da Fraternidade, ampliando o enfoque sobre o espaço social e a dignidade do ser humano e inovando em linguagem e abordagens. Em 2017, novamente, o Crefito-2 olha para além de seus muros e traz para casa um debate que está em evidência na sociedade e foi destacado pelo Conselho Nacional de Saúde. A leitura recente do livro "Luta, Substantivo Feminino - Mulheres Torturadas, Desaparecidas e Mortas na Resistência à Ditadura", lançado durante o mandato da professora Nilcea Freire à frente da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, também foi uma das fontes de inspiração para a definição do tema abordado neste ano. O livro traz o relato contundente de mulheres fortes, heroínas conhecidas e anônimas, mas que, como todos nós, são passíveis de cuidados no cotidiano, principalmente após as brutalidades físicas e emocionais sofridas. Esse cuidado é a essência da Terapia Ocupacional.

Participe XVII Jornada Científica de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Crefito-2 – Etapa Terapia Ocupacional "Força econômica, social e política do Estado brasileiro: cuidado e cotidiano femininos" Quando: 6 e 7/10 Onde: Auditório Dr. José Luiz Silva Monteiro / Espaço Cultural do Crefito-2. Rua Aguiar, 44, Tijuca, Rio de Janeiro

A programação terá discussões voltadas ao contexto terapêutico ocupacional, mas abrirá espaço para debater questões sociais delicadas, como o universo do trabalho, gênero e identidade. Qual é o objetivo do Crefito-2 com essa abordagem mais arrojada para um evento técnico-científico? Dr. Omar: Se optássemos pelos caminhos mais fáceis, nos reuniríamos por dois dias e promoveríamos um excelente evento, exclusivamente voltado a olhar e a tratar do nosso próprio universo, a Terapia Ocupacional. Mas, num mundo globalizado e cada vez mais estruturado em rede, é mais plausível que possamos expandir nossa visão para um âmbito mais abrangente, discutindo sobre nosso papel, mas, também, nos preocupando em debater questões que nos cercam e nos afetam, cotidianamente, como cidadãos e como profissionais da Saúde. Por isso, nossa proposta é discutir o papel do terapeuta ocupacional e sua atuação na sociedade em transformação, trazendo para a conversa vozes e perspectivas de áreas diferentes. Nossa expectativa é que o produto dessa mediação seja o estímulo ao pensamento crítico, o surgimento de respostas, e, principalmente, de novos questionamentos, pois são eles que nos impulsionam a pesquisar, descobrir, propor e aperfeiçoar nossas profissões e, por que não dizer, a nós mesmos, enquanto seres sociais. O convite está aberto: vamos ao diálogo, nos dias 6 e 7 de outubro, no Auditório Dr. José Luiz Silva Monteiro, que leva o nome de um grande e saudoso colega terapeuta ocupacional.  Acompanhe mais informações sobre a programação e pré-inscrições das Jornadas Científicas do Crefito-2 e demais eventos gratuitos promovidos pela Autarquia. Acesse: www.crefito2.gov.br

revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017 

5


Desenvolvimento científico

Crefito-2 assume protagonismo no debate estadual sobre

Saúde das Mulheres P

Reforçando uma das principais estratégias de seu projeto de interiorização, o Crefito-2 mantém e vem intensificando sua representatividade em Conselhos de Saúde dos municípios e do Estado do Rio de Janeiro. Em 2017, o Conselho Regional alcança mais um balanço relevante de conquistas, que merecem ser celebradas e compartilhadas, com participação em Conferências de Saúde e, de forma inédita, nos eventos voltados a debater a Saúde das Mulheres.

ara debater o tema central “Saúde das Mulheres: Desafios para a Integralidade com Equidade” e propor diretrizes para a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Mulheres, o Conselho Nacional de Saúde convocou a 2ª Conferência Nacional de Saúde das Mulheres. O evento contou com etapas municipais, regionais, estaduais e nacional. O Crefito-2, engajado na proposta, participou de diversos eventos e teve destacada atuação na edição estadual, realizada na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), no dia 10 de junho. O Conselho Regional, que possui assentos no Conselho Estadual de Saúde do Rio de Janeiro (CES-RJ), assumiu a coordenação do Grupo de Trabalho de Saúde das Mulheres do CES/ RJ e, posteriormente, a presidência da Comissão Organizadora da 2ª Conferência Estadual de Saúde das Mulheres, representado por sua conselheira Dra. Luciene Abreu Santos. Foto: Arquivo CES/RJ

Mesa de abertura da 2ª Conferência Estadual de Saúde das Mulheres (da esq. para a dir.): Marcelle Medeiros Lopes Domingues, representante do segmento Usuários do Conselho Estadual de Saúde do Rio de Janeiro (CES/RJ); Tereza Cristina Abrahão Fernandes, vice-presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Rio de Janeiro (Cosems/RJ); Enfermeira Rejane, deputada estadual e presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj); Luiz Antônio de Souza Teixeira Júnior, secretário de Estado de Saúde do Rio de Janeiro; Jupiara Gonçalves de Castro, conselheira do Conselho Nacional de Saúde (CNS); Étila Elane Oliveira Ramos, presidente do CES/RJ; Luciene Abreu Santos, conselheira do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 2ª Região (Crefito-2) e presidente da Comissão Organizadora da 2ª Conferência Estadual de Saúde das Mulheres.

6

 revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017


Cunha (Barra do Piraí); e Dra. Valéria Quintão (Niterói).

Etapas municipais Grupo de Trabalho de Saúde das Mulheres do CES/RJ.

De acordo com a conselheira, “o Crefito-2, que vem desde sua criação atuando em defesa de uma boa assistência de saúde à população, assumiu uma posição estratégica no controle social por meio da coordenação da Conferência Estadual de Saúde das Mulheres”. Foram debatidos quatro eixos temáticos, e cada um deles gerou oito propostas para envio aos debates na etapa nacional, totalizando 32 propostas. Os temas foram: • Eixo I - O Papel do Estado no Desenvolvimento Socioeconômico e Ambiental e seus Reflexos na Vida e na Saúde das Mulheres; • Eixo II - O Mundo do Trabalho e suas Consequências na Vida e na Saúde das Mulheres; • Eixo III - Vulnerabilidades nos Ciclos de Vida das Mulheres na Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Mulheres; e • Eixo IV - Políticas Públicas para Mulheres e Participação Social. Entre outras questões, a Conferência Estadual foi de grande importância “na luta contra o congelamento de recursos públicos por 20 anos e contra a mercantilização e privatização do SUS, que ferem a Constituição da República Federativa do Brasil e a democracia”, conforme aponta o relatório final do evento. Ainda segundo o descrito no documento, tal iniciativa contribui para criar “um cenário de ruptura institucional da agenda de construção solidária do acesso das mulheres à saúde integral equânime, como direito de cidadania”. Representantes das vagas do Crefito-2 em seis Conselhos Municipais de Saúde participaram do evento. Foram elas: Dra. Fernanda Rodrigues Junqueira (Itaperuna); Dra. Beatriz Delphino Dantas Nascimento (São João de Meriti); Dra. Juliana Machado Barcellos (Barra Mansa); Dra. Patricia Câmara de Moura (Araruama); Dra. Rosane da Silva Alves

Cabe destacar que o Crefito-2 também atuou nas etapas preparatórias nos âmbitos dos municípios e das Regiões Fluminenses. Os nove eventos regionais foram realizados conforme o seguinte cronograma: Centro Sul (04/05); Serrana (06/05); Baixada Litorânea (11/05); Norte (12/05); Médio Paraíba (13/05); Metropolitana I (19/05); Bahia da Ilha Grande (20/05); Metropolitana II (21/05); e Noroeste (22/05). Veja os destaques:

diadora dos Grupos de Trabalho, onde foram discutidos os eixos temáticos e elaboradas as propostas levadas para a etapa regional. No encontro do Médio Paraíba, Dra. Rosane participou como delegada e foi contemplada com uma Menção Honrosa entregue pela I Conferência Regional.

Niterói e Regional Metropolitana II

Barra do Piraí e Regional Médio Paraíba

Niterói e Região Metropolitana II.

Barra do Piraí.

O Crefito-2 participou da Conferência Municipal de Saúde da Mulher de Barra do Piraí, no dia 29 de abril. Posteriormente, no dia 13 de maio, em Volta Redonda, integrou a I Conferência Regional de Saúde da Mulher do Médio Paraíba. A Autarquia foi representada pela Dra. Rosane da Silva Alves Cunha, coordenadora do Núcleo 2, que engloba os municípios de Barra do Piraí, Piraí, Mendes e Engenheiro Paulo Frontin. No evento municipal, ela foi a voz do Conselho Regional na Comissão Organizadora, além de ter atuado como me-

A 2ª Conferência Municipal de Niterói e 1ª Conferência Regional do Fórum Metropolitana II foram realizadas, respectivamente, nos dias 19 e 20 e 21 de maio. A conselheira do Crefito-2, Dra. Valéria Martins Quintão da Rocha, que também representa a Autarquia no Conselho Municipal de Saúde de Niterói (CMS), integrou a Comissão Organizadora das duas etapas e participou de ambos os eventos, na Universidade Federal Fluminense (UFF). Na 2ª Conferência Municipal de Saúde das Mulheres de Niterói, Dra. Valéria integrou a mesa da plenária final, como representante do CMS. Na 1ª Conferência Regional de Saúde das Mulheres do Fórum Metropolitana II, que reúne Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Maricá, Tanguá, Rio Bonito e Silva Jardim, Dra. Valéria Quintão também fez parte da mesa de abertura do evento, representando o Conselho Municipal de Saúde de Niterói. A Conferência seguiu a mesma temática, que foi abordada em rodas de conversa.

Etapa nacional

Regional Médio Paraíba.

A capital do país recebeu a edição nacional, de 17 a 20 de agosto. Confira na próxima edição da Revista do Crefito-2 mais informações sobre o evento.  revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017 

7


Interiorização

Coordenadores de Núcleos se reúnem na sede do Crefito-2 Acompanhamento de ações e participação de novos membros dos Núcleos de Representação Institucional marcaram reunião de integração e troca de experiências.

A

rede de Núcleos de Representação Institucional do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 2ª Região (Crefito-2) está cada vez mais fortalecida. É o que se pode concluir após mais uma reunião geral, realizada no dia 3 de maio, na sede da Autarquia, no Rio de Janeiro. Coordenadores de 14 Núcleos participaram do encontro de integração, com troca de experiências e orientação sobre as ações locais, com a presidente do Crefito-2, Dra. Regina Figueirôa; a coordenadora Geral de Núcleos e Subsedes, Dra. Marisa Bacellar; a diretora secretária, Dra. Isis Simões Menezes; e a assessora, Dra. Jane Lucia dos Santos. Na ocasião, Dra. Regina Figueirôa enfatizou o importante papel dos Núcleos na representação e no levantamento de demandas, ressaltando o desenvolvimento do projeto de aproximação com os Conselhos Municipais de Saúde. Além disso, destacou, entre outros temas: a necessidade de identificação das particularidades locais e demandas por profissionais, principalmente nos serviços públicos de saúde; a importância da participação e do acompanhamento nos Conselhos Municipais de Saúde; e o relacionamento com os poderes Executivo e Legislativo nos municípios. A coordenadora geral, Dra. Marisa Bacellar, orientou os coordenadores de Núcleos sobre prerrogativas e atuação nos municípios, destacando: a integração e troca de informações em grupos nas redes sociais; a elaboração de relatórios bimensais com depoimentos e fotos das ações; a promoção de Jornadas Científicas e eventos nos municípios do interior; além de esclarecimentos sobre a Resolução Crefito-2 Nº 32/2011,

8

 revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017

que dispõe sobre os Núcleos, especialmente para nivelar o assunto com os novos coordenadores que participaram pela primeira vez do encontro. Os coordenadores tiveram a oportunidade de compartilhar com o grupo as ações que vêm realizando em suas localidades, trocar experiências e tirar dúvidas sobre diversos assuntos.

Núcleos do Crefito-2 em plena atividade Acompanhe as principais ações e reuniões promovidas no segundo quadrimestre do ano.


NÚCLEO 1

Angra dos Reis (+ Paraty, Mangaratiba, Itaguaí e Rio Claro)

e terapeutas ocupacionais dos municípios de Cabo Frio, Arraial do Cabo e Armação dos Búzios. Já em junho, a presidente do Crefito-2, Dra. Regina Figueirôa, também participou da reunião com as representações da região. Estavam presentes os coordenadores dos Núcleos de Cabo Frio, Dr. Ricardo, e de Araruama, Dra. Patrícia Câmara Moura. A presidente da Autarquia ainda dedicou parte de sua agenda de trabalho na Região dos Lagos para receber e dialogar com um grupo de acadêmicos de Fisioterapia. NÚCLEO 6

Campos dos Goytacazes – Subsede Norte Fluminense (+ São Fidélis, São Francisco do Itabapoana e São João da Barra) 25 de julho - A coordenadora geral de Núcleos de Representação Institucional, Dra. Marisa Bacellar, e a assessora, Dra. Jane Lucia dos Santos, se reuniram com jurisdicionados para fomentar o grupo de apoio local. A coordenadora do Núcleo 1, Dra. Débora Rocha, formará uma equipe de apoio para atuar nas cinco cidades. Durante o encontro, também foram anunciados os novos representantes do Crefito-2 no Conselho Municipal de Saúde de Angra dos Reis: Dr. Luciano Pereira de Oliveira assume a cadeira de titular e Dra. Tatiana dos Anjos Pimentel, a de suplente. NÚCLEO 5

Cabo Frio (+ Armação dos Búzios e Arraial do Cabo)

18 de maio e 8 de junho – Foram promovidos encontros com objetivo de traçar estratégias para o processo de organização da I Jornada Científica de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Crefito-2 na Região dos Lagos – Etapa Fisioterapia e na Baixada Litorânea – Etapa Terapia Ocupacional. Além do Núcleo 5, a I Jornada Científica do Crefito-2 na Região dos Lagos também contempla os profissionais do Núcleo 23 (Araruama, São Pedro da Aldeia, Saquarema e Iguaba Grande). Em maio, a reunião contou com a presença da conselheira e coordenadora geral dos Núcleos e Subsedes, Dra. Marisa Bacellar, e do vice-presidente do Crefito-2, Dr. Omar Luis Rocha da Silva, com o coordenador do Núcleo 5, Dr. Ricardo Barboza Cordeiro,

13 de julho – A presidente do Crefito-2, Dra. Regina Figueirôa, e a coordenadora geral de Núcleos e Subsedes, Dra. Marisa Bacellar, realizaram uma reunião periódica de gestão, com a participação da coordenadora do Núcleo, Dra. Elizabeth Neves Fernandes Miquilito. Nesse mesmo dia, Dra. Regina Figueirôa recebeu o representante do Crefito-2 no Conselho Municipal de Saúde de Campos dos Goytacazes, Dr. Abel da Silva Santos. O profissional apresentou o andamento das discussões pertinentes às profissões de fisioterapeuta e terapeuta ocupacional no âmbito do CMS. O dia foi finalizado com a reunião das equipes da Sede, da Subsede e dos Núcleos Campos e Itaperuna. O tema central foi a organização da II Jornada Científica de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Crefito-2 no Norte e Noroeste Fluminense. NÚCLEO 9

Itaperuna (+ Laje do Muriaé, São José de Ubá, Italva, Bom Jesus do Itabapoana, Porciúncula, Natividade, Varre-Sai e Cardoso Moreira) 12 de julho – A presidente do Crefito-2, Dra. Regina Figueirôa, e a coordenadora geral de Núcleos e Subsedes, Dra. Marisa Bacellar, se reuniram com os participantes do Núcleo 9, coordenado pela Dra. Fernanda Junqueira, e fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais convidados. Dra. Regina Figueirôa fez questão de contar um pouco sobre a história das profissões e a relevância do trabalho dos Núcleos, relembrando que o

revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017 

9


Interiorização Representação Institucional e o debate sobre as Resoluções Coffito que tratam do: Código de Processo Ético-Disciplinar; Códigos de Ética da Fisioterapia e da Terapia Ocupacional; estágios obrigatório e não obrigatório; e prontuários. Os temas foram apresentados pela presidente do Crefito-2, com o apoio da coordenadora geral dos Núcleos.

de Itaperuna foi um dos primeiros a serem implantados pelo Crefito-2. A reunião oportunizou, ainda, um momento de reconhecimento à Dra. Karla Valéria Medina, que estava presente e foi coordenadora do Núcleo Itaperuna, na década de 1990, e a todos os que atuaram como membros da Comissão de Apoio na cidade. NÚCLEO 11

Maricá

26 de maio - O município Maricá completou seus 203 anos de emancipação político-administrativa e o Núcleo 11, coordenado pela Dra. Tatiana Pinheiro de Souza, participou da programação das comemorações. Foi montado um estande no evento realizado na Praça Orlando de Barros Pimentel, onde foi apresentada a importância do atendimento fisioterapêutico e terapêutico ocupacional e, ainda, prestados esclarecimentos sobre o trabalho do Crefito-2 no controle social de ambas as profissões. Na ocasião, foram distribuídos materiais de divulgação, como a Revista do Crefito-2 e fôlderes sobre Fisioterapia e Terapia Ocupacional. Além disso, houve a exposição de banners sobre as profissões e suas especialidades. NÚCLEO 17

Nova Friburgo (+ Cachoeiras de Macacu) 22 de junho - Foi realizada reunião em Nova Friburgo. O encontro contou com a presença da presidente do Crefito-2, Dra. Regina Figueirôa; da coordenadora geral de Núcleos e Subsedes, Dra. Marisa Bacellar; e de integrantes do Núcleo 17, que é coordenado pelo Dr. Agustin Esteva Campagnuci. A pauta incluiu esclarecimentos sobre a reformulação dos Núcleos de 10

 revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017

NÚCLEO 26

Volta Redonda – Subsede Sul Fluminense (+ Pinheiral) 4 de maio - O representante do Crefito-2 no Conselho Municipal de Saúde de Volta Redonda e também coordenador do Núcleo 26, Dr. Luis Renato Labecca Halfeld, participou da reunião entre a Comissão Executiva do CMS com o prefeito Samuca Silva (PV) e a secretária Municipal de Saúde, Márcia Cury. Entre os assuntos da pauta, Dr. Luis Renato agradeceu à Prefeitura pelos avanços dados na atenção ao usuário no âmbito da Fisioterapia Hospitalar e pontuou sobre a necessidade de se avançar em relação ao Plano de Cargos, Carreira e Salários do Município de Volta Redonda. 29 de junho - A presidente do Crefito-2, Dra. Regina Figueirôa, e a coordenadora geral de Núcleos de Representação Institucional, Dra. Marisa Bacellar, estiveram em Volta Redonda, onde se reuniram com o Dr. Luis Renato Labecca Halfeld e diversas lideranças de gestão em Saúde e profissionais atuantes nos municípios da região. A presidente falou sobre o papel e atribuições das instituições, como Conselhos, Sindicatos e Associações, e sobre as principais frentes de trabalho do Crefito-2. Além disso, a equipe esclareceu as dúvidas apresentadas pelos convidados e colocou o Conselho Regional à disposição dos profissionais. 


Formação

Comissão de Acadêmicos de Fisioterapia (CAF) e de Terapia Ocupacional (Cato) recebem novos integrantes e traçam planos de trabalho.

Aproximando os futuros profissionais

Comissão de Acadêmicos de Terapia Ocupacional.

O

Crefito-2 acredita que a construção do futuro da Fisioterapia e da Terapia Ocupacional depende, necessariamente, de uma sólida formação profissional. Além das bases técnicas e científicas, é imprescindível que os acadêmicos sejam bem preparados e convivam, desde cedo, com questões sobre a ética, a deontologia e a política das profissões. Este é um dos objetivos das Comissões de Acadêmicos do Crefito-2, que acabam de retomar suas atividades com novos membros. A CAF, coordenada pelo Dr. Bruno Vilaça Ribeiro, e a Cato, pela Dra. Paula Maria Passos dos Santos, promovem a integração entre o Crefito-2 e as Instituições de Ensino Superior, representadas por seus acadêmicos. Os grupos se reúnem periodicamente para discutir questões sobre a formação, apresentar demandas dos estudantes, contribuir na organização e realização de eventos das Câmaras Técnicas ou institucionais do Crefito-2 e definir estratégias de apoio a atividades nas próprias IES.

Todas as instituições que oferecem os cursos superiores de Fisioterapia e de Terapia Ocupacional no Estado do Rio de Janeiro são convidadas a participar, nomeando os alunos que serão seus representantes nas Comissões de Acadêmicos do Crefito-2.

Encontros A CAF reiniciou suas atividades com uma reunião, no dia 25 de maio. Estavam presentes 14 acadêmicos, representando sete instituições de ensino.

A Cato promoveu um encontro no dia 26 de abril, e contou com a presença de oito acadêmicos, de duas instituições de ensino.

Veja como participar Os estudantes de Fisioterapia e Terapia Ocupacional que desejarem participar das Comissões de Acadêmicos do Crefito-2 devem procurar o coordenador do curso em sua Instituição e manifestar o interesse. O coordenador deve avaliar o pedido e encaminhar a indicação ao Conselho Regional.  Comissão de Acadêmicos de Fisioterapia.

revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017 

11


Capa: Jornadas

Crefito-2 abre seu calendário anual de Jornadas Científicas

I

ntegração com profissionais e acadêmicos da Região Sul Fluminense, presença de importantes palestrantes e convidados e promoção de mais uma atividade de fomento à educação continuada dos fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais fluminenses. Todos esses objetivos foram atingidos pela I Jornada Científica do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 2ª Região (Crefito-2) de Barra do Piraí e Valença – Etapa Fisioterapia, realizada no dia 29 de julho, com organização dos Núcleos de Representação Institucional da Autarquia.

(coordenadora do Núcleo de Representação Institucional do Crefito-2 de Barra do Piraí); Dra. Mônica Macedo (coordenadora do Núcleo de Representação Institucional do Crefito-2 de Valença); Dr. Ivan Borges da Costa Neto (representante da Santa Casa); e Dr. Juberto Folena de Oliveira Junior (secretário municipal de Saúde).

O evento foi promovido no Centro de Estudos da Santa Casa de Barra do Piraí, que abriu as portas e foi um importante apoiador da Jornada. Ao local, compareceram cerca de 60 espectadores, entre profissionais e acadêmicos da região.

A primeira apresentação ficou a cargo da Dra. Fabiana Pagliares, que abordou “a importância da Fisioterapia no paciente pediátrico”.

A recepção de boas-vindas aos presentes foi dada pela Dra. Marisa Bacellar, conselheira e coordenadora Geral dos Núcleos de Representação Institucional e Subsedes do Crefito-2. Representando a presidente da Autarquia, ela destacou a importância do encontro, os objetivos do projeto de interiorização e a atuação dos profissionais nos Nucrins. Ao seu lado na mesa de abertura, estavam presentes e fizeram uso da palavra: Dra. Rosane da Silva Alves Cunha

Dra. Marisa Bacellar fala durante a abertura do evento.

12

Evento inaugural foi realizado em Barra do Piraí, no dia 29/07. Conselho divulga programação de edições do segundo semestre.

 revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017

A programação científica teve início após o ato de abertura. Foram apresentadas seis palestras e uma mesa-redonda, com temáticas bastante abrangentes.

A visão do fisioterapeuta nos “cuidados prolongados e paliativos” também foi pauta para as discussões da Jornada. Este assunto foi tratado pela Dra. Thaís de Medeiros Figueiredo, fisioterapeuta no Hospital da Cruz Vermelha em Barra do Piraí, com experiência no Programa de Cuidados Paliativos do Ministério da Saúde. Falar sobre atuação profissional também reforça a importância de olhar para a “formação acadêmica e o papel das instituições de ensino”. Por isso, a I Jornada Científica do Crefito-2 em Barra do Piraí também incluiu o assunto em sua agenda. Dr. Vladimir Lopes de Souza, coordenador do Curso de Fisioterapia no Centro Universitário de Barra Mansa (UBM) e do Serviço de Fisioterapia da Prefeitura de Volta Redonda, foi o palestrante. No segundo segmento da programação, já no período da tarde, foi a vez da abordagem sobre uma questão que tomou os noticiários e se mostrou como um grande desafio para a área da Saúde. Dra. Rosane Cunha refletiu sobre o Zika vírus e a microcefalia, a partir de um questionamento: “estamos preparados para atuar?" A coordenadora do Núcleo do Crefito-2 de Barra do Piraí também é representante do Crefito-2 no Conselho Municipal de Saúde.


Jornadas Científicas de Fisioterapia de Terapia Ocupacional do Crefito-2 A temporada 2017 conta com novas edições nas Regiões Fluminenses. A penúltima palestra destacou a “atuação da Fisioterapia no tratamento de linfedema pós-mastectomia”. A palestrante foi a Dra. Regina Soares Ramos, fisioterapeuta com formação e experiência em Drenagem Linfática Manual e Linfoterapia / Terapia Compressiva. O evento contou, ainda, com a participação do Núcleo do Crefito-2 em Itaperuna. A coordenadora daquele Nucrin e do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador – Noroeste, Dra. Fernanda Rodrigues Junqueira, foi a convidada para debater sobre a “saúde do trabalhador” e a atuação do fisioterapeuta na prevenção da LER e da DORT. Fechando o dia de importantes reflexões e discussões, foi realizada a mesa-redonda sobre o “papel dos Núcleos de Representação do Crefito-2”. A mediadora, Dra. Marisa Bacellar, recebeu as seguintes debatedoras: Dra. Fabiana Pagliares e Dra. Rosane Cunha (Barra do Piraí) e Dra. Fernanda Junqueira (Itaperuna). “A experiência bem-sucedida da I Jornada Científica em Barra do Piraí é mais um fruto positivo do trabalho desenvolvido com muita seriedade pelo Crefito-2. Nosso Colegiado, sob a liderança da presidente, Dra. Regina Figueirôa, está empenhado em estimular ações de fiscalização, formação continuada, debate e aproximação com profissionais e cidadãos de todo o Estado do Rio de Janeiro. Esta foi a primeira jornada de uma série a ser realizada ainda neste ano, em várias regiões fluminenses”, afirmou Dra. Marisa Bacellar. 

Acompanhe a programação e a cobertura completa na próxima edição desta revista. I Jornada Científica de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Crefito-2 na Região Sul - Etapa Fisioterapia • Local: Volta Redonda • Data: 31 de agosto (quinta-feira) I Jornada Científica de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Crefito-2 na Região das Baixadas Litorâneas - Etapa Terapia Ocupacional • Local: Cabo Frio • Data: 1º de setembro (sexta-feira) I Jornada Científica de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Crefito-2 na Região dos Lagos - Etapa Fisioterapia • Local: Cabo Frio • Data: 16 de setembro (sábado) II Jornada Científica de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Crefito-2 nas Regiões Norte e Noroeste • Local: Campos dos Goytacazes • Data: 29 e 30 de setembro (sexta-feira e sábado) XVII Jornada Científica de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Crefito-2 - Etapa Terapia Ocupacional • Local: Rio de Janeiro • Data: 6 e 7 de outubro (sexta-feira e sábado) XVII Jornada Científica de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Crefito-2 - Fisioterapia • Local: Rio de Janeiro • Data: 24 e 25 de outubro (terça e quarta-feira) Saiba mais em www.crefito2.gov.br revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017 

13


Série

Nesta edição, a Série Memória dá um salto no tempo para contar um importante capítulo da história recente da Fisioterapia: a criação da Associação de Empresas Prestadoras de Serviços de Fisioterapia do Estado do Rio de Janeiro (Aeferj), proposta pelo Crefito-2. Neste ano, a entidade completa cinco anos de existência e de muito trabalho. Ao longo de toda essa trajetória, o Conselho Regional mantém a parceria e o apoio institucional. Foto: Arquivo Aeferj

O

dia 6 de julho de 2017 marcou os cinco anos de realização da primeira reunião pró-criação da Associação de Empresas Prestadoras de Serviços de Fisioterapia do Estado do Rio de Janeiro (Aeferj). O encontro, realizado por iniciativa do Crefito-2, foi o ponto de partida da proposta de reunir as empresas fluminenses para unificar discursos, somar forças e conquistar maior representatividade nas negociações em prol da implantação do Referencial Nacional de Honorários Fisioterapêuticos (RNHF) pelos planos de saúde, além de atuar mais fortemente perante a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Os representantes do Colegiado 2010-1014 receberam os profissionais convidados na Sede do Crefito-2. Estavam presentes: Dra. Regina Figueirôa (presidente); Dr. Robson de Jesus Pavão (diretor-tesoureiro; então presidente da Comissão Interinstitucional do Referencial Nacional de Honorários Fisioterapêuticos do Crefito-2); Dr. José Antunes da Fonseca Filho (conselheiro e então presidente da Comissão de Ética e Deontologia da Fisioterapia); e Dr. Bruno Vilaça Ribeiro (conselheiro e presidente da Comissão de Acadêmicos de Fisioterapia). Para o primeiro encontro, o Conselho Regional convidou profissionais empresários na área de Fisioterapia do Rio de Janeiro e a Federação Nacional das Associações de Empresas Prestadoras de Serviços de Fisioterapia (Fenafisio), representada por sua presidente, Dra. Marlene Izidro. Na ocasião, foi formalizada uma Comissão Pró-associação, responsável por viabilizar a criação da associação fluminense. “A ideia é formarmos um grupo forte, que possa se integrar ao Conselho Regional e à Fenafisio no diálogo com a ANS sobre a questão dos planos de saúde. O Crefito-2 está empenhado neste propósito”, afirmou, na ocasião, a presidente da autarquia, Dra. Regina Figueirôa.

Integrantes da atual diretoria da Aeferj: Dr. Gustavo da Costa Pinto; Dr. Leonardo Alves; Dra. Vânia Alvares de Carvalho; Dra. Tatiana Borges Serpa; Dra. Marisete Pilon; Dra. Gisele da Silva Jóia; e Dr. Cosme da Silva Guimarães.

14

 revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017

O trabalho da Comissão avançou rapidamente, diante da reconhecida necessidade de iniciar ações e atuar pelo fortalecimento da futura associação. Dr. Robson de Jesus Pavão, diretor-tesoureiro do Crefito-2, participou de todo o processo. Como integrante da Comissão, ele coordenou, no mês de agosto, a reunião que estabeleceu a pauta do evento que formalizou a Aeferj.


Primeira reunião entre Crefito-2, Fenafisio e representantes de empresas de Fisioterapia, no dia 6 de julho de 2012: união pela valorização profissional.

Primeira Diretoria eleita da Associação (da esq. para a dir.): Dr. João Hypólito; Dra. Yunã Magalhães; Dr. Marcelo Mendes; Dra. Marisete Pilon; Dr. Marco Gama; Dr. Robson de Jesus Pavão (diretor tesoureiro do Crefito-2); e Dra. Eloise Bellizzi. Assembleia de Fundação da Aeferj, no dia 05 de setembro de 2012.

Registro: participantes da Assembleia de Fundação da Aeferj, no dia 05 de setembro de 2012.

Dr. Robson de Jesus Pavão (diretortesoureiro do Crefito-2) durante o Encontro das Empresas de Fisioterapia do Estado do Rio de Janeiro, no dia 27 de novembro de 2013.

No dia 5 de setembro de 2012, apenas dois meses após o primeiro encontro, a sede do Crefito-2 foi palco da Assembleia de Fundação da Associação das Empresas Prestadores de Serviços de Fisioterapia do Estado do Rio de Janeiro (Aeferj). Na ocasião, foi realizada a leitura e a aprovação do Estatuto. Em seguida, aconteceu a eleição dos membros dos Conselhos Executivo, Deliberativo e Fiscal (veja os eleitos no box). A Aeferj surgiu como uma importante aliada na luta pela valorização da classe, e tanto os profissionais empresários da área de Fisioterapia quanto a Fenafisio abraçaram a causa e apoiaram o projeto proposto pelo Crefito-2. A primeira presidente eleita da Aeferj, Dra. Marisete Pilon, destacou o apoio dado pelo Conselho Regional. “O Crefito-2, por meio do trabalho incansável do Dr. Robson Pavão, tem nos apoiado e, acima de qualquer coisa, o apoio institucional dá credibilidade à Aeferj”, afirmou em entrevista ao site da Autarquia, em dezembro de 2012.

Parceria O Crefito-2, por meio de sua Comissão do Referencial Nacional de Procedimentos Fisioterapêuticos, mantém um canal de diálogo aberto com a Aeferj. As instituições integram o Grupo de Trabalho de Saúde Suplementar, cujo objetivo é debater as pautas mais urgentes em relação à Saúde Suplementar e as estratégias de atuação do Conselho e a Associação, respeitando suas prerrogativas legais. Um dos frutos deste trabalho é o Manual de Orientação para Prestadores de Serviços de Fisioterapia na Saúde Suplementar,

História da Aeferj

Reunião do GT Saúde Suplementar, no dia 31 de maio de 2016 (da esq. para a dir.): Dr. Jorge Luis da Silva Nascimento (conselheiro e membro da Comissão do Referencial Nacional de Procedimentos Fisioterapêuticos do Crefito-2); Dra. Marisete Pilon (vice-presidente da Aeferj); Dra. Tatiana Serpa (presidente da Aeferj); Dr. Leonardo Alves (conselheiro da Aeferj); e Dr. Marcelo Mendes de Vasconcelos (membro da Comissão do RNPF/Crefito-2).

editado em 2017. O material reúne o arcabouço legal e orientações às empresas. "A integração de todas as instituições só traz benefícios para categoria", afirma a Dra. Tatiana Serpa, atual presidente Aeferj. O Conselho Regional manteve o apoio logístico e parceria com a Aeferj na realização de eventos de capacitação e encontros voltados aos representantes das empresas prestadoras de serviços de Fisioterapia. Ao todo, foram quatro edições da Capacitação sobre Novos Contratos com as Operadoras de Saúde: Lei nº 13.003; dois Fóruns de Gestão; reuniões do Grupo de Trabalho de Saúde Suplementar e Empresas; encontros das Empresas de Fisioterapia do Estado do Rio de Janeiro; e representações no Meeting de Gestão em Fisioterapia.  Primeira Diretoria Eleita em 05/09/2012, durante a Assembleia de Fundação da Aeferj, no Crefito-2 Presidente: Dra. Marisete Pilon Vice-presidente: Dr. Marcelo Mendes de Vasconcellos 1º Secretário: Dr. João Baptista Hypólito da Silva Filho 2º Secretário: Dra. Yunã Faislon Galvão Magalhães 1º Tesoureiro: Dr. Marco Antonio de Souza Gama 2ª Tesoureira: Dra. Eloise Andrade Bellizzi de Almeida Segunda Diretoria Eleita em 24/11/2015, em pleito realizado na sede da Aeferj Presidente: Dra. Tatiana Borges Serpa Vice-presidente: Dra. Marisete Pilon Secretária: Dra. Gisele da Silva Jóia Tesoureira: Dra. Vânia Alvares de Carvalho Conselheiros: Dr. Gustavo da Costa Pinto; Dr. Cosme da Silva Guimarães; e Dr. Leonardo Alves.

revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017 

15


Reflexão Técnica e Científica

Conheça mais duas

Câmaras Técnicas por meio dos depoimentos de seus coordenadores. Fisioterapia em Oncologia Coordenadora: Dra. Danielle de Mello Florentino

Coordenador: Dr. Odir de Souza Carmo

Fisioterapeuta e mestre em Telemedicina e Telessaúde (Uerj). Cursou MBA em Gestão de Serviços de Saúde e Hospitalar (UFF) e especialização em Fisioterapia Oncológica (Inca). É especialista em Fisioterapia Oncológica(Coffito). Atualmente, é fisioterapeuta do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into).

Fisioterapeuta, educador físico e mestre em Ciência da Motricidade Humana. Conselheiro do Crefito-2 na Gestão 2015-2019. Atua no Hospital Municipal de Reabilitação do Rio de Janeiro e no Comitê Paralímpico Brasileiro. É coordenador do curso de graduação em Fisioterapia da Faculdade Gama e Souza (Campus Barra da Tijuca). Atuou como fisioterapeuta da Seleção Brasileira de Futebol durante 15 anos.

“A Câmara Técnica de Fisioterapia em Oncologia do Crefito-2 prima pela construção de uma identidade junto aos profissionais atuantes nesta especialidade no Estado do Rio de Janeiro, por meio de um apoio técnico-científico. A Fisioterapia em Oncologia atua de forma integral e interdisciplinar na promoção da saúde, detecção precoce, diagnóstico e tratamento dos distúrbios cinético-funcionais, cuja linha de cuidados perpassa todos os níveis de atenção (básica, especializada de média e de alta complexidade) e de atendimento (promoção, prevenção, diagnóstico, tratamento, reabilitação e cuidados paliativos), resgatando a funcionalidade do indivíduo, por meio do diagnóstico fisioterapêutico, prescrição e execução de métodos, técnicas e recursos fisioterapêuticos e educativos. Dentre as propostas de trabalho nesta coordenação está a realização de ações conjuntas em prol da divulgação da especialidade, valorização do profissional atuante em oncologia, além do desenvolvimento de materiais educativos e programas de atualização em âmbito regional com instituições parceiras e de referência na área. Nossa meta para este ano é a realização do nosso III Fórum e do I Workshop de Cuidados Paliativos, com o objetivo de compartilhamento e troca de saberes e experiências no tratamento do paciente oncológico. Dentre os desafios, está o mapeamento dos profissionais atuantes na área, o oferecimento de um sistema de interlocução, de apoio e suporte frente às suas necessidades ao exercício profissional, bem como o estabelecimento do perfil da clientela assistida. Sinto grande prazer em realizar este trabalho com o apoio do Crefito-2, juntamente com os demais membros da Câmara Técnica, formada por fisioterapeutas especialistas e de grande destaque, dedicação e competência na área.

16

Fisioterapia Desportiva

 revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017

Em 2013, assumi a coordenação da Câmara Técnica de Fisioterapia Desportiva do Crefito-2, onde desenvolvemos, com um grupo de profissionais experientes, atividades como assessoria ao Colegiado e, ainda, organização de eventos. É um trabalho de grande importância, pois reunimos especialistas para refletir sobre a atuação do fisioterapeuta no âmbito do esporte e para compartilhar o que aprendemos, sempre buscando o melhor para nossa profissão. Cumprimos nossa meta de realizar fóruns anuais, com edições promovidas no Auditório da Sede do Crefito-2, além das extensões para o interior do Estado. Trabalhamos a formação continuada e o pensamento crítico, ampliando o debate e trazendo para nossos eventos profissionais de outras áreas, que sempre podem somar com nosso trabalho como fisioterapeutas. No esporte, atuamos sempre integrados com outras categorias, como médicos e educadores físicos. Por isso, é tão importante nossa capacidade de ouvir, ponderar e trabalhar juntos, somando forças, respeitando a autonomia dos colegas e, igualmente, defendendo nosso próprio campo de atuação. Por nossos eventos já passaram grandes nomes, como Zico, Ricardo Gomes e Bebeto, além de excelentes profissionais da Saúde. Nossa parceria e o apoio do Crefito-2 são fundamentais para o crescimento da Fisioterapia Desportiva com excelência no Rio de Janeiro.


Acontecimentos

Ações e representações O Crefito-2 tem participado e apoiado importantes iniciativas pertinentes às profissões de fisioterapeuta e terapeuta ocupacional e em defesa da Saúde da população. Comissão do Coffito se reúne com parlamentares Nos dias 5 de junho e 10 de julho, o representante do Crefito-2 na Comissão de Assuntos Parlamentares (CAP) do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, conselheiro Dr. Bruno Vilaça, participou das primeiras reuniões do Grupo de Trabalho para a discussão do PLC 77/16 (PL 959/03 – PL 2332/15), que regulamenta as profissões de esteticista, cosmetólogo e técnico em estética. Os encontros, em Brasília, foram realizados no gabinete da senadora Ana Amélia Lemos, que é a relatora do projeto no Senado. O GT, montado pelo Coffito e o Conselho Federal de Medicina, contou com a participação de representantes das áreas de Dermatologia, Estética e Fisioterapia, que iniciaram a revisão do

texto final do projeto. “Na segunda reunião, promovemos profundas modificações no PLC, em defesa da saúde da população e em defesa das profissões. Se as alterações forem aceitas pela senadora, o projeto deverá retornar à Câmara dos Deputados para nova apreciação”, explica o conselheiro do Crefito-2. Em maio, Dr. Bruno Vilaça também integrou o grupo que se reuniu o deputado Deley para tratar do PL 6083/2009, que institui a obrigatoriedade de realização de ginástica laboral no âmbito dos órgãos e entidades da administração pública federal direta e indireta. “O deputado Deley faz parte da Comissão de Esportes, que está atualmente debatendo o projeto que versa sobre a ginástica laboral. O texto original sofreu alterações e, com isso, acabou limitando a prática

da ginástica laboral exclusivamente ao educador físico. O deputado entendeu que era importante que outras profissões pudessem continuar atuando no Brasil com a ginástica laboral, e está propondo uma emenda para que o fisioterapeuta e outros profissionais tenham essa prática assegurada, voltando ao texto do projeto”, comenta Dr. Bruno Vilaça. Saiba mais sobre o andamento dos principais projetos que estão sendo acompanhados no site do Crefito-2: www.crefito2.gov.br

3ª Jornada Abrafidef abre espaço para discussão sobre ética A 3ª Jornada promovida pela Associação Brasileira de Fisioterapia Dermatofuncional (Abrafidef) foi realizada em 3 de junho, em Porto Alegre. O Crefito-2 foi representado pela coordenadora da Câmara Técnica de Fisioterapia Dermatofuncional, Dra. Mariane Altomare. O tema central do evento foi “A Abordagem Fisioterapêutica no Pré e Pós-operatório e Altas Tecnologias na Fisioterapia Dermatofuncional”. “Foi um evento de cunho científico onde os palestrantes abordaram as atualizações na área, mas também foi bastante discutida a questão ética,

de honrar o código de ética, o cuidado com a mercantilização da Fisioterapia”, afirmou a Dra. Mariane Altomare, que apresentou palestra sobre “Complicações de preenchimento facial e atuação da Fisioterapia nas cirurgias reparadoras”. Na véspera da Jornada, dia 2 de junho, foi realizado, em Porto Alegre, o Fórum das Câmaras Técnicas de todo o Brasil, onde todos os Crefitos foram convidados. O Crefito-2 também foi representado pela coordenadora da Câmara Técnica de Fisioterapia Dermatofuncional, Dra. Mariane Altomare.

revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017 

17


Acontecimentos

Diretrizes Curriculares Nacionais da Fisioterapia são discutidas em Brasília O diretor tesoureiro do Crefito-2, Dr. Robson de Jesus Pavão, e o conselheiro e presidente da Comissão de Educação em Fisioterapia, Dr. Jorge Luis da Silva Nascimento, representaram a Autarquia na reunião organizada pela Comissão de Desenvolvimento Científico e Educação da Fisioterapia (CDCEF) do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional. O encontro foi em Brasília, no dia 9 de junho. Na ocasião, foi apresentada a proposta de uma nova minuta para as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs) da Fisioterapia. Os representantes do Sistema Coffito/ Crefitos analisaram o texto da minuta e propuseram orientações que deverão ser ponderadas pela CDCEF e depois submetidas à avaliação do colegiado.

Cabe destacar que o Crefito-2 sediou o primeiro encontro regional para debates sobre a reformulação das DCNs da Fisioterapia, nos dias 6 e 7 de maio de 2016, durante o VII Fórum Estadual de Ensino em Fisioterapia da Associação Brasileira de Ensino em Fisioterapia - Seção Estadual do Rio de Janeiro (Abenfisio-RJ). No VIII Fórum Estadual de Ensino em Fisioterapia, também realizado no Auditório do Conselho Regional, em 10 de junho (foto) – um dia após o encontro realizado pela CDCEF/Coffito –, os participantes também puderam conhecer e

Fisioterapia e Terapia Ocupacional presentes no XXXIII Conasems

debater sobre o texto da nova minuta das DCNs da Fisioterapia. O Crefito-2 apoiou e participou do evento, representado pelos conselheiros e membros da Câmara Técnica de Educação em Fisioterapia: Dr. Jorge Luis da Silva Nascimento; Dra. Marisa Bacellar; e Dra. Adalgisa Maiworm, que participou da mesa de abertura do fórum representando a presidente do Conselho Regional, Dra. Regina Figueirôa.

do do Rio de Janeiro; e Dra. Valéria Quintão, que representa o Crefito-2 no Conselho Municipal de Saúde de Niterói. Além de atuarem divulgando as profissões no estande do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito), elas interagiram com as lideranças políticas presentes, ressaltando a importância das profissões de fisioterapeuta e terapeuta ocupacional nos quadros de servidores e nas equipes de Saúde. O dia 14 de julho foi marcado pela entrega da premiação da Mostra “Brasil, aqui tem SUS”. A experiência do município de Niterói foi uma das vencedoras, com o trabalho “Regulação da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência pelo Município de Niterói”. O grupo, formado por Maria José Soares Pereira, Ana Carolina Reis, Barbara Celeste Rolim, Fabiana Santanna, Patricia Nelly Santos e Omar Luis Rocha da Silva, vice-presidente do Crefito-2, conquistou um dos prêmios na Temática 11 – Regulação do SUS no Município.

O XXXIII Congresso do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) reuniu, de 12 a 15 de julho, em Brasília, representantes das três esferas de governo e especialistas em políticas públicas de saúde em âmbito federal, estadual e municipal. O evento teve como tema “Diálogos no Cotidiano da Gestão Municipal do SUS” e discutiu práticas e estratégias voltadas à melhoria da gestão do Sistema Único de Saúde. O Crefito-2 se fez presente com a participação das conselheiras: Dra. Renata Campos Velasque, uma das representantes da Autarquia no Conselho Estadual de Saúde do Esta-

18

 revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017


Crefito-2 apoia e participa do Conifito 2017

Abrafin e Abrafito realizam evento no Crefito-2

O Conselho Regional apoiou e participou do I Congresso Internacional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Conifito), realizado de 1º a 3 de junho, em São Luís (MA). O evento abordou o tema “Ética e Sustentabilidade”.

Foi realizado, no dia 3 de junho, no Auditório do Crefito-2, o evento Interseção Abrafin e Abrafito. A atividade promoveu o congraçamento entre a Associação Brasileira de Fisioterapia Neurofuncional e a Associação Brasileira de Traumato-Ortopedia.

O vice-presidente do Crefito-2, Dr. Omar Luis Rocha da Silva, e o conselheiro, Dr. Jorge Luis da Silva Nascimento (foto), participaram do evento representando a Autarquia. Dr. Omar fez uma apresentação sobre a experiência com a "Implantação da Regulação Multiprofissional da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência das Regiões de Saúde Pactuadas com o Município de Niterói-RJ". Já o Dr. Jorge, que é membro da Comissão Nacional de Procedimentos Fisioterapêuticos do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito), ministrou uma palestra sobre a quarta edição do Referencial Nacional de Procedimentos Fisioterapêuticos, publicado por meio da Resolução Coffito nº 482, de 1º de abril de 2017. O tema de sua apresentação foi “O RNPF hoje”. O Conifito foi realizado pelo Crefito-16, que possui jurisdição no Maranhão, e visou incentivar e divulgar a produção científica, com apresentações e discussões sobre as pesquisas hoje em desenvolvimento na área.

Dra. Regina Figueirôa participa de encontros com presidentes do Sistema Coffito/Crefitos A presidente do Crefito-2, Dra. Regina Figueirôa, participou da Reunião do Colegiado de Presidentes do Sistema Coffito/Crefitos, nos dias 26 de maio e 07 de julho. As pautas abordaram, entre outros assuntos, a apresentação do Portal da Transparência, a atualização de Resoluções Coffito e a publicação de informes. Durante o encontro de maio, os presidentes elaboraram uma nota, onde esclarecem que qualquer ofensa ao pleno exercício do fisioterapeuta, em razão de interpretações desprovidas de embasamento técnico/ científico, será repelida. O texto menciona a ostensiva divulgação, por parte do Sr. Henrique da Mota, de suposta necessidade de prescrição e diagnóstico médico  para tratamento de Fisioterapia.

A coordenadora da Câmara Técnica de Fisioterapia Neurofuncional do Crefito-2, Dra. Wilma Costa Souza, representou a presidente da Autarquia, Dra. Regina Figueirôa, na mesa de abertura. Ao seu lado estavam a Dra. Lívia Dumont Facchinetti, representante da Diretoria da Abrafin, e o Dr. Fernando Zikan, representante da Abrafito.

Crefito-2 presente nos eventos da Aeferj O II Fórum de Gestão da Associação de Empresas Prestadoras de Serviços de Fisioterapia do Estado do Rio de Janeiro (Aeferj) foi realizado no dia 20 de maio, no Auditório Dr. José Luiz Silva Monteiro, do Espaço Cultural do Crefito-2. Representando a Autarquia, o conselheiro Dr. Jorge Luis da Silva Nascimento recebeu os organizadores e os palestrantes convidados pela Aeferj e abriu o evento dando boas-vindas aos participantes. Já o Meeting de Gestão em Fisioterapia ocorreu no dia 5 de maio, na sede da InterFisio, no Rio de Janeiro. O conselheiro Dr. José Antunes da Fonseca Filho, representou o Crefito-2 no evento e ressaltou as atribuições da Autarquia. A Câmara Técnica de Gestão do Conselho Regional, coordenada pela Dra. Adalgisa Mayworm, também integrou a programação do evento, na mesa-redonda “Prospecções Futuras para o Fisioterapeuta”.

Crefito-2 prestigia posse do Diretório Acadêmico do Unifeso O Centro Universitário Serra dos Órgãos (Unifeso), localizado em Teresópolis, empossou os membros de seu Diretório Acadêmico de Fisioterapia – DAF, no dia 6 de junho, em solenidade que contou com a presença do Crefito-2. A conselheira e coordenadora geral de Núcleos e Subsedes, Dr. Marisa Bacellar, representou a Autarquia. revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017 

19


Eventos

Programação intensa de eventos do Crefito-2 aborda diversos temas de interesse dos profissionais Acompanhe, mês a mês, os eventos realizados no Auditório Dr. José Luiz Silva Monteiro. MAIO Boas Práticas em Saúde estreita parceria entre Crefito-2 e HCE Realizado no dia 19 de maio, o Fórum Fisioterapia: Boas Práticas em Saúde foi organizado pela Coordenação das Câmaras Técnicas em uma parceria entre Crefito-2 e o Serviço de Medicina Física e Reabilitação em Fisioterapia do Hospital Central do Exército (HCE). A participação expressiva dos profissionais demonstra a importância do tema no contexto da formação continuada e da atualização profissional.

niano, coordenador da Câmara Técnica de Terapia Intensiva do Conselho e chefe da Fisioterapia da Policlínica Militar da Praia Vermelha. Entre os palestrantes: Dra. Ana Paula Conceição dos Santos Ferreira, Dra. Rachel de Farias Abreu, Dr. Charles Capella Costa, Dr. Lauro dos Santos Fernandes, Dra. Laisa Liane Paineiras Domingos, Dra. Amanda Abrantes Saraiva, Dra. Tatiana Tannure Alonso Rainha e Dr. Braz Perpetuo de Lima.

Crefito-2 promove curso gratuito sobre Adequação Postural em Cadeira de Rodas

A programação do Fórum foi estruturada a partir de tópicos importantes da área, como atuação e condutas fisioterapêuticas adotadas no atendimento de emergência, tratamento de pacientes com câncer, além de discutir importantes aspectos de atuação do fisioterapeuta no meio militar. Para a chefe do Serviço de Medicina Física e Reabilitação em Fisioterapia do Hospital Central do Exército, Dra. Silvia Nobre, “esse evento foi importante para trazer novas experiências e informações sobre a Fisioterapia e solidificar essa parceria com o Conselho, que é muito relevante para esse intercâmbio”. Além da Dra. Silvia Nobre, a mesa de abertura foi composta pelo conselheiro do Crefito-2, Dr. Jorge Luis da Silva Nascimento, e pelo 1º Tenente Dr. Alexandre Justi-

O Crefito-2 realizou, no dia 26 de maio, o Curso de Adequação Postural em Cadeira de Rodas: Raciocínio Clínico para a Prescrição, ministrado pela terapeuta ocupacional, Dra. Caciana da Rocha Pinho. Na abertura, o vice-presidente do Crefito-2, Dr. Omar Luis Rocha da Silva, agradeceu a presença de todos em nome da presidente, e falou da importância do tema na formação dos profissionais de Fisioterapia e Terapia Ocupacional. A coordenadora da Câmara Técnica de Saúde Funcional, a terapeuta ocupacional Dra. Lycia Christina Machado Feitosa, também integrou a mesa de abertura.

20

 revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017


Gerontologia é tema de mais um Ciclo de Palestras

como atuação, gestão e condutas fisioterapêuticas adotadas na prevenção e no atendimento de pacientes com lesões esportivas.

Foi realizado, no dia 27 de maio, o VIII Ciclo de Palestras da Câmara Técnica de Fisioterapia em Gerontologia, que é coordenada pela Dra. Marli Irene Griebler.

Na avaliação do coordenador da CT, Dr. Odir de Souza Carmo, o evento atingiu o objetivo de informar aos acadêmicos e profissionais sobre as diversas formas de trabalho com atualizações.

A série, iniciada em 2013, já reuniu mais de 1.200 fisioterapeutas e acadêmicos de Fisioterapia, que acompanharam os eventos desde a primeira edição. A programação seguiu o padrão dos ciclos anteriores, com quatro temas apresentados. Na primeira palestra, Dra. Patricia Suassuna apresentou as questões ligadas à "Abordagem da Dor Crônica no Idoso". Em seguida, as "Alterações Posturais e Envelhecimento" foram tema da palestra da Dra. Mônica França. Os temas seguintes foram a “Neuropatia Periférica no Idoso", abordada pela Dra. Debora Lima e "Abordagem Fisioterapêutica em Pacientes Parkinsonianos", com o Dr. Sérgio Seixas.

Entre os palestrantes convidados, profissionais da Fisioterapia e de outras áreas: Dra. Marcia Fernandes, Dr. Rodrigo Góes, Dr. Othon Luiz Brum Almeida, Dra. Mildre Freitas e Souza, Dr. Cláudio Café, Dr. Fabio Cruz Damião, Dr. Paulo Alexandre Azevedo, Dr. Dângelo Alexandre, Dr. Luciano Teixeira, Dr. Guilherme Bianchi, Dr. Fabio Feitosa e a atleta Maria Elisa Antonelli.

Estimulação Transcraniana é debatida em simpósio O IV Simpósio da Câmara Técnica de Fisioterapia Neurofuncional abordou a temática central “Estimulação Transcraniana por Corrente Contínua: Perspectivas Terapêuticas”, no dia 29 de junho. As boas-vindas aos participantes, em nome da presidente do Crefito-2 e de todo o Colegiado, foram dadas pela Dra. Adalgisa Maiworm, conselheira da Autarquia. Ela integrou a mesa de abertura ao lado da coordenadora da Câmara Técnica de Fisioterapia Neurofuncional, Dra. Wilma Costa Souza, e da vice-diretora-secretária da Associação Brasileira de Fisioterapia Neurofuncional (Abrafin), Dra. Lívia Dumont Facchinetti.

JUNHO Câmara Técnica de Fisioterapia Desportiva promove terceiro fórum Realizado no dia 22 de junho, o III Fórum da Câmara Técnica de Fisioterapia Desportiva do Crefito-2 contou com uma programação estruturada a partir de tópicos importantes da área,

A programação contou, ainda, com apresentações de palestras por profissionais e pesquisadores sobre o tema. Além da própria Dra. Wilma Costa Souza, vale destacar a participação das integrantes da CT de Fisioterapia Neurofuncional do Crefito-2, Dra. Adriana Fátima Valente de Abreu e Dra. Maria da Conceição Moraes Rangel. O evento recebeu ainda duas palestrantes convidadas: Dra. Erika Rodrigues e Dra. Mariana de Mendonça.

revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017 

21


Eventos

JULHO Valorização profissional em Teresópolis Teresópolis recebeu mais um evento que faz parte do projeto de interiorização do Crefito-2. O Ciclo de Palestras Valorização Profissional foi organizado pela Coordenação Geral dos Núcleos de Representação Institucional e pelo Núcleo 24, no dia 1º de julho, no Centro Universitário Serra dos Órgãos (Unifeso). O Núcleo 24 é composto pelos seguintes municípios: Teresópolis, Carmo, Sumidouro, São José do Vale do Rio Preto, Guapimirim e Magé. O evento teve participação livre e gratuita para os profissionais e acadêmicos de Fisioterapia e Terapia Ocupacional dessas localidades e de toda a região.

aproveitou para apresentar os componentes da CT que estavam presentes: Dra. Lillian Moraes, Dra. Raquel Souza Santos, Dr. Jefferson Braga Caldeira e Dr. Leandro Pascoutto Borges (que também desempenha o papel de coordenador do Núcleo de Representação Institucional do Crefito-2 em Niterói).

A mesa de abertura foi formada pela coordenadora geral de Núcleos e Subsedes do Crefito-2, Dra. Marisa Bacellar; pela coordenadora do Núcleo Teresópolis, Dra. Josiane Fonseca; e pela coordenadora do curso de Fisioterapia da Unifeso e membro do Núcleo, Dra. Andréa Graniço.

Após a mesa de abertura, teve início a programação científica. Dr. Leandro Pascoutto coordenou a primeira mesa-redonda, que tratou dos assuntos ligados ao “Doente Neurocrítico” com duas apresentações: uma feita pelo Dr. Jefferson Braga Caldeira e outra, pelo Dr. Helson Lino. A segunda mesa do evento, moderada pela Dra. Lillian Moraes, destacou a importância da “Interpretação de Exames Laboratoriais pelo Fisioterapeuta Intensivista”, tema apresentado pelo Dr. Alexandre do Nascimento Justiniano.

A programação contou com palestras sobre desenvolvimento profissional, empreendedorismo e áreas de atuação da Fisioterapia, com os seguintes palestrantes: Dra. Josiane Fonseca, Dra. Andréa Graniço, Dr. Wanderley Gomes do Vale, Dra. Fabíola Fiorio Grepe e Dr. Arthur Esteves. O evento contou com o apoio das integrantes da Comissão de Acadêmicos do Crefito-2, Beatriz Farias Gonçalves e Letícia Corrêa Pimentel; do Diretor de Ensino do Diretório Acadêmico do Unifeso, Raí dos Santos Oliveira; e também do aluno do curso de Fisioterapia da instituição, Vinicius Baltar de Araújo.

III Fórum de Fisioterapia em Terapia Intensiva do Crefito-2 reúne público expressivo O Crefito-2 realizou, no dia 14 de julho, o III Fórum da Câmara Técnica de Fisioterapia em Terapia Intensiva. Na abertura do encontro, o conselheiro do Crefito-2, Dr. José Antunes da Fonseca Filho, destacou a importância do evento e a disponibilidade dos palestrantes e da Câmara Técnica. O coordenador da CT de Fisioterapia em Terapia Intensiva do Crefito-2, Dr. Alexandre do Nascimento Justiniano, saudou os presentes e 22

 revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017

As “Novas Tecnologias de Avaliação e Tratamento da Função Cardiovascular e Pulmonar” pautaram as discussões da terceira mesa, moderada pela Dra. Raquel Santos e pelo Dr. Newton Júnior. A temática foi abordada em quatro palestras distintas, proferidas por: Dr. Marcos David Parada Godoy, Dr. Bruno Guimarães, Dr. Frederico Lamim e Dr. Leonardo Cordeiro de Souza. A dinâmica do evento incluiu discussões após cada rodada de palestras, enriquecendo a programação com troca de informações e debate entre os palestrantes.

Crefito-2 recebe uma das maiores autoridades do mundo sobre o tratamento não cirúrgico da escoliose O fisioterapeuta italiano Dr. Michele Romano foi palestrante no Seminário de Atualização em Escoliose Baseada em Evidências, realizado no dia 24 de julho. O evento, organizado pela Câmara Técnica de Fisioterapia em Traumato Ortopedia do Crefito-2, contou com a parceria da fisioterapeuta e educadora física Dra. Patrícia Italo Mentges. Na mesa de abertura, representando o Crefito-2, o conselheiro da Autarquia, Dr. José Antunes da Fonseca Filho, deu as boas-vindas aos presentes. Em seguida, a coordenadora da Câmara Técnica de Fisioterapia em Traumato Ortopedia, Dra. Vanessa Knust, saudou os membros da CT e agradeceu à Dra. Regina Figueirôa pela oportunidade de realizar mais um evento.


Destacou, ainda, o apoio da Dra. Patrícia Italo Mentges para a concretização da vinda do fisioterapeuta italiano Dr. Michele Romano, diretor técnico do Istituto Scientifico Italiano Colonna Vertebrale (Isico) e presidente da Society of Scoliosis Orthopedic and Rehabilitation Treatment (Sosort). O profissional é o primeiro fisioterapeuta a ocupar este cargo desde a fundação da instituição. Após a abertura, a coordenadora da CT desfez a mesa e convidou o palestrante para iniciar sua apresentação. Em seguida, foi realizada uma mesa de debate, composta por fisioterapeutas brasileiros que contribuíram com seus questionamentos e ponderações. Participaram da discussão os fisioterapeutas: Dra. Patricia Italo Mentges, Dr. Dan Gotlib Pilderwasser, Dr. Ney Meziat Filho e Dr. Pablo Marinho.

A programação contou com especialistas de reconhecida competência como palestrantes. Foram eles: Dr. Leandro Azeredo, Dra. Raphaela Modesto Mota, Dr. Bruno Leonardo Guimarães e Dr. Rogério Tavares dos Santos. As apresentações foram seguidas por debates e interação com o público e entre os especialistas convidados.

Evento voltado para a população aborda Prevenção de Quedas do Idoso No dia 20 de agosto, das 8h às 13h, quem passou pelo calçadão da Avenida Atlântica, no trecho entre as Ruas Siqueira Campos e Figueiredo Magalhães, viu uma tenda diferente. Esse espaço pouco usual oferecia valiosas informações sobre prevenção de quedas de idosos e outros temas relacionados à saúde do idoso.

AGOSTO Fisioterapia Respiratória é destaque de mais um fórum do Crefito-2 O III Fórum da Câmara Técnica de Fisioterapia Respiratória, realizado no dia 18 de agosto, manteve o alto nível técnico e científico das atividades promovidas pelo Conselho Regional, por meio de suas Câmaras Técnicas, ao longo deste ano. O evento adotou como temática central “Tecnologia Assistiva em Fisioterapia Respiratória”, e teve como objetivo apresentar novas tecnologias associadas à atualização clínico-assistencial.

No espaço montado pelo Crefito-2, foram realizadas mais de 150 avaliações de equilíbrio e marcha. Além disso, a população conheceu de perto o trabalho dos fisioterapeutas especializados em Gerontologia e como sua atuação pode auxiliar na qualidade de vida da população com mais de 60 anos. Este foi o segundo evento realizado pela Câmara Técnica no Calçadão de Copacabana e mais uma vez foi muito bem-recebido pela população.

Na mesa de abertura, a coordenadora Geral das Câmaras Técnicas do Crefito-2, Dra. Renata Campos Velasque, deu as boas-vindas ao público e salientou que é uma premissa do Colegiado manter o Espaço Cultural em atividade constante. Ela também estendeu os cumprimentos aos membros da Câmara Técnica e palestrantes convidados, agradecendo a todos pela contribuição com o evento. A coordenadora da Câmara Técnica de Fisioterapia Respiratória, Dra. Beatriz Helena de Souza Brandão, saudou o público e agradeceu aos membros da CT pela parceria e empenho na realização de mais um evento. Ela fez, ainda, uma breve explicação sobre a temática central. revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017 

23


Fiscalização

Guia para

Autofiscalização Profissional Fiscalizar o exercício profissional dos fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais no Estado do Rio de Janeiro e estimular a exação no exercício dessas profissões são atribuições do Crefito-2, conforme a Lei nº 6.316/1975. É papel dos fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais exercerem suas profissões com ética e responsabilidade, observando as regulamentações e preceitos éticos e deontológicos. O não cumprimento do que determina a legislação sujeita o infrator às penalidades cabíveis. Para ajudar seus jurisdicionados, o Crefito-2 está publicando este guia de autofiscalização. Faça uma análise criteriosa de cada tópico, acesse e conheça a legislação, promova as adequações necessárias em sua conduta, no consultório ou na empresa onde atua, e fortaleça sua profissão.

 DOCUMENTAÇÃO Mantenha o cadastro de profissional ou consultório atualizado no Sistema Coffito/Crefitos • Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 3, § 2 (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 425/2013, Art. 3, § 2 (Terapia Ocupacional) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I

Utilize o consultório de forma que a atividade profissional não esteja vinculada ou condicionada, sob qualquer aspecto, a dos demais • Resolução Coffito nº 08/1978, Art. 105, § Único Não permita a utilização de seu nome profissional em locais em que não exerça a atividade • Resolução Coffito nº 424/2013, Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I • Resolução Coffito nº 425/2013, Art. 25, Inc. VII (Terapia Ocupacional) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I

Mantenha o cadastro da empresa atualizado no Sistema Coffito/Crefitos • Resolução Coffito nº 37/1984, Art. 3, § 1

 PUBLICIDADE

Porte sempre sua identificação profissional, que é obrigatória durante o exercício da Fisioterapia e da Terapia Ocupacional • Resolução Coffito nº 08/1978, Art. 61; • Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 3, § 1º (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 425/2013, Art. 3, § 1º (Terapia Ocupacional) • Lei Federal 6.316/1975, Art. 12 e Art. 16, Inc. I e Inc. VII

Utilize somente as expressões “fisioterapeuta” e “terapeuta ocupacional” para designar titulação profissional, não utilizando expressões genéricas • Resolução Coffito nº 158/1994, Art. 1 e Art. 2 • Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 30, Inc. IV (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 425/2013, Art. 30, Inc. IV (Terapia Ocupacional) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I

Registre seu consultório, inclusive para atendimento fisioterapêutico com método Pilates • Resolução Coffito nº 08/1978, Art. 105, Art. 106 e Art. 110 (Fisioterapia e Terapia Ocupacional) • Resolução Coffito nº 386/2011, Art. 2 (Fisioterapia/método Pilates) Registre sua empresa • Resolução Coffito nº 37/1984, Art. 1 (empresa) • Resolução Coffito nº 386/2011, Art. 2 (Fisioterapia/método Pilates) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 12, § Único e Art. 16, Inc. VII

24

Mantenha atualizada e disponível a Declaração de Regularidade para Funcionamento (DRF) da empresa ou consultório válida • Resolução Coffito nº 08/1978, Art. 110 (consultório) • Resolução Coffito nº 37/1984, Art. 5 (empresa)

 revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017

Inclua na publicidade as informações obrigatórias – nome do profissional, profissão e número de registro • Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 48 (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 425/2013, Art. 48 (Terapia Ocupacional) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I Inclua na publicidade as informações obrigatórias – nome e número de registro da empresa • Resolução Coffito nº 37/1984, Art. 28


Divulgue e/ou declare somente títulos acadêmicos e/ou de especialista que comprove possuir • Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 30, Inc. II e Art. 48, Inc. I (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 425/2013, Art. 30, Inc. II e Art. 48, Inc. I (Terapia Ocupacional) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I. Divulgue e prometa somente terapias cuja eficácia seja comprovada para atuar na área • Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 15, Inc. III (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 425/2013, Art. 15, Inc. III (Terapia Ocupacional) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I. Comprove possuir conhecimentos das práticas integrativas e complementares para atuar na área • Resolução Coffito nº 380/2010, Art. 3 Comprove anotação de especialista em Acupuntura na carteira de identificação emitida pelo Crefito-2 para a prática da atividade • Resolução Coffito nº 219/2000, Art. 2; Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 5, § Único (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 405/2011; Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 5, § Único (Terapia Ocupacional) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I

• Resolução Coffito nº 425/2013, Art. 40 e Art. 47 (Terapia Ocupacional) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I Não divulgue ou insira em anúncio profissional referências que possibilitem a identificação do paciente • Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 15, Inc. V (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 425/2013, Art. 15, Inc. V (Terapia Ocupacional)

 RESPONSABILIDADE TÉCNICA Certifique-se que haja responsável técnico pelas atividades de Fisioterapia e/ou Terapia Ocupacional desempenhadas na instituição • Resolução Coffito nº 37/1984, Art. 27 • Resolução Coffito nº 139/1992, Art. 5 Verifique se o responsável técnico desempenha seu papel conforme legislação específica (Resoluções Coffito; Leis; Normativas emanadas pelo Crefito-2) • Resolução Coffito nº 139/1992, Art. 2, Inc. III • Resolução Coffito nº 37/1984, Art. 24, Inc. II • Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 31 (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 425/2013, Art. 31 (Terapia Ocupacional) • Lei nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I

 ESTÁGIO Comprove anotação de especialista em Osteopatia e/ou Quiropraxia na carteira de identificação emitida pelo Crefito-2 para a prática das atividades • Resolução Coffito nº 220/2001, Art. 7; Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 5, § Único e Art. 30, Inc. II (Fisioterapia) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I Comprove conhecimento em Auriculoterapia para a prática da atividade • Resolução Coffito nº 462/2015, Art. 1, § Único; Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 5, § Único (Fisioterapia) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I Promova seus serviços com exatidão e dignidade, sem realizar propaganda enganosa • Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 46 (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 425/2013, Art. 46 (Terapia Ocupacional) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I Não exponha anúncio de honorários em ambiente externo ao local de assistência (inclusive divulgação na internet) • Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 40, Inc. I e Art. 47 (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 425/2013, Art. 40, Inc. I e Art. 47 (Terapia Ocupacional) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I Não oferte serviços por meio de página na internet para negócios eletrônicos coletivos (profissionais e empresas) • Resolução Coffito nº 391/2011 • Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 40 e Art. 47 (Fisioterapia)

Como profissional, zele pelo respeito à legislação atinente aos estágios, garantindo a qualificação técnico-científica dos aprendizes • Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 41, Inc. VI (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 425/2013, Art. 41 Inc. VI (Terapia Ocupacional) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I Como Instituição, apresente ao Crefito-2 e à Fiscalização os documentos inerentes ao estágio curricular obrigatório • Resolução Coffito nº 431/2013, Art. 2, Inc. II, Inc. III e Inc. IV; e Art. 6 (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 451/2013, Art. 2, Inc. II, Inc. III e Inc. IV; e Art. 6 (Terapia Ocupacional) Como Instituição, apresente ao Crefito-2 e à Fiscalização os documentos inerentes ao estágio curricular não obrigatório • Resolução Coffito nº 432/2013, Art. 3, Inc. I, Inc. III e Inc. IV; Art. 5; e Art. 9 (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 452/2013, Art. 3, Inc. I, Inc. III e Inc. IV, Art. 5, e Art. 9 (Terapia Ocupacional) Certifique-se de que o estágio obrigatório respeite a relação profissional/acadêmico • Resolução Coffito nº 431/2013, Art. 3 (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 451/2013, Art. 3 (Terapia Ocupacional) Certifique-se de que o estágio não obrigatório respeite a relação profissional/acadêmico • Resolução Coffito nº 432/2013, Art. 7 (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 452/2013, Art. 7 (Terapia Ocupacional)

revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017 

25


Fiscalização Certifique-se de que o Estágio é realizado somente por acadêmico a partir do penúltimo ano do curso • Resolução Coffito nº 432/2013, Art. 1 (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 452/2013, Art. 1 (Terapia Ocupacional)

Adote o Referencial Nacional de Procedimentos Fisioterapêuticos como parâmetro mínimo econômico e deontológico • Resolução Coffito nº 482/2017, Art. 4, Inc. III (Fisioterapia) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I

PRONTUÁRIO

Respeite o natural pudor e a intimidade do cliente/ paciente/usuário • Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 14, Inc. III (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 425/2013, Art. 14, Inc. III (Terapia Ocupacional) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I

Registre todas as atividades assistenciais em prontuário • Resolução Coffito nº 414/2012, Art. 1; Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 14, Inc. V (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 415/2012, Art. 1; Resolução Coffito nº 425/2013, Art. 14, Inc. V (Terapia Ocupacional) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I Providencie que o prontuário contenha todas as informações mínimas • Resolução Coffito nº 414/2012, Art. 1, § 1; Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 14, Inc. V; Resolução Coffito nº 386/2011, Art. 1 (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 415/2012, Art. 1, § 1; Resolução Coffito nº 425/2013, Art. 14, Inc. V (Terapia Ocupacional) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I Como estagiário, registre e assine em prontuário os atendimentos • Resolução Coffito nº 414/2012, Art. 1, § 2, Inc. I (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 415/2012, Art. 1, § 2, Inc. I (Terapia Ocupacional) Como responsável técnico/supervisor/preceptor, assine o prontuário do paciente atendido e registrado pelo acadêmico • Resolução Coffito nº 414/2012, Art. 1, § 2 (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 415/2012, Art. 1, § 2 (Terapia Ocupacional)

 EXERCÍCIO PROFISSIONAL Como profissional, se contraponha ao exercício da profissão por leigos ou pessoas inabilitadas • Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 25, Inc. I e Inc. V (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 425/2013, Art. 25, Inc. V (Terapia Ocupacional) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I e Inc. II Não exerça a profissão quando impedido de fazê-lo • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. II Como profissional, não atribua ou delegue funções de sua exclusividade e competência para profissionais não habilitados ou leigos • Resolução Coffito nº 80/1987, Art. 4 (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 81/1987, Art. 4 (Terapia Ocupacional) Não preste atendimento gratuito (profissional deve ser remunerado pela assistência prestada) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. II • Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 39 (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 425/2013, Art. 39 (Terapia Ocupacional)

26

 revista do CREFITO-2  Número 11  Agosto de 2017

Como profissional, esteja sempre em legitimidade (adimplente) junto ao Conselho • Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 29 (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 425/2013, Art. 29 (Terapia Ocupacional) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 15 e Art. 16, Inc. I, Inc. VI e Inc. VII Como profissional com registro de outro estado/ circunscrição/Crefito, não atue com inscrição secundária na jurisdição do Crefito-2 (Estado do Rio de Janeiro) • Resolução Coffito nº 08/1978, Art. 7, Inc. II • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 14 e Art. 16, Inc. VII Como profissional, assegure os parâmetros assistenciais fisioterapêuticos • Resolução Coffito nº 424/2013, Art. 9 (profissional) • Resolução Coffito nº 139/1992, Art. 3 (responsável técnico) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I Como empresa, assegure os parâmetros assistenciais fisioterapêuticos • Resolução Coffito nº 387/2011 • Resolução Coffito nº 444/2014 • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I Como profissional, assegure os parâmetros assistenciais terapêuticos ocupacionais • Resolução Coffito nº 425/2013, Art. 9 (profissional) • Resolução Coffito nº 139/1992, Art. 3 (responsável técnico) • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I Como empresa, assegure os parâmetros assistenciais terapêuticos ocupacionais • Resolução Coffito nº 418/2012 • Resolução Coffito nº 445/2014 • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 16, Inc. I Mantenha o estabelecimento em conformidade com as legislações de outros órgãos • Lei Federal nº 6.316/1975, Art. 7, Inc. III (legislações específicas) Faça o registro obrigatório para divulgação de titulação/especialista • Resolução Coffito nº 207/2000; Resolução Coffito nº 377/2010 (após julho/2010) (Fisioterapia) • Resolução Coffito nº 208/2000; Resolução Coffito nº378/2010 (após julho/2010) (Terapia Ocupacional)


13 de Outubro Dia Nacional do Fisioterapeuta e do Terapeuta Ocupacional

O Colegiado do Crefito-2  Gestão 2015-2019 parabeniza a todos os fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais, comprometidos com a assistência à saúde da população de forma ética e responsável.

Revista do Crefito-2 11ª Edição  
Revista do Crefito-2 11ª Edição  

Publicação oficial do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 2ª Região (Crefito-2), Autarquia Federal responsável pelo c...

Advertisement