a product message image
{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade

Page 46

46

www.revistaconsulta.com.br

Sorriso aberto

A

desarmonia facial ocorre quando boca, queixo ou gengiva são muito acentuados. A solução para estes casos é a cirurgia ortognática. O procedimento reposiciona os maxilares para que atinjam a sua melhor relação, possibilitando uma melhor oclusão (mordida). Além de beneficiar também na questão estética, dando um aspecto mais proporcional à face. Essa cirurgia é recomendada para todos os pacientes que têm alguma alteração de crescimento, seja do ponto de vista vertical, como no ponto de vista posterior. Ou seja, pacientes que mostram muito ou pouco os dentes quando sorriem, que têm um queixo pequeno ou grande, os lábios desproporcionais ou que têm a maxila muito projetada ou a mandíbula sem queixo. A cirurgia ortognática pode aumentar a qualidade de vida das pessoas com desarmonia facial pela estética e melhorando a mordida. A intervenção é caracterizada como simples e o paciente passa apenas um dia internado. Para melhorar a condição dos pacientes, Dr. Paulo Germano Falcão e sua equipe decidiram trazer para João Pessoa um software que possibilita um melhor planejamento da cirurgia. Em um procedimento como esse, o planejamento cirúrgico é fundamental. O mais comum na capital paraibana é que o dentista peça por um molde de gesso do paciente para que ele realize a cirurgia de modelo, que é a simulação dos movimentos. Dessa forma, é necessário serrar o gesso, introduzir a cera e fazer as medidas de forma manual. Com o software utilizado pelos cirurgiões buco-maxilo-facial Paulo Germano, Leonardo Mendes e Rafael Grempel, a precisão na hora do procedimento é muito maior. “A gente trabalha com precisão de décimo de milímetro. O diagnóstico é muito mais preciso, porque no computador tem a possibilidade de fazer todas as feições e medidas desse paciente. A gente consegue fazer as correções em milímetros e prever o resultado de uma maneira muito mais precisa”, afirma Paulo Germano. A cirurgia traz o bem-estar ao paciente. Quando fizemos a entrevista com Dr. Paulo Germano, ele nos indicou uma paciente que usou a técnica em Revista Consulta FEV/2020

Tecnologia facilita cirurgias de desarmonia facial O planejamento tridimensional realizado pela equipe do dentista Paulo Germano dá mais precisão para os cirurgiões e segurança de resultado para o paciente

3D. A Revista Consulta conversou com Raissa Faria, que falou sobre a melhora que encontrou na sua imagem e ela nos enviou imagens de arquivo pessoal para mostrar a diferença da cirurgia. “Eu tive o queixo para frente desde pequena e quando fui diagnosticada, fiquei esperando ter a idade óssea para realizar o procedimento. No mesmo dia que fiz a cirurgia eu já conseguia enxergar a mudança. Isso foi muito importante para minha autoestima, porque eu sempre fui chamada de queixuda no colégio e agora eu sinto que estou realizando um sonho”, declara Raissa Faria. A paciente realizou a cirurgia no iní-

cio de 2020 e passou pela ortodontia inicial durante 6 meses. De acordo com o médico Paulo Germano, o processo anterior à cirurgia demora, em média, um ano. Após a intervenção, os pacientes voltam a mastigar todos os alimentos em 2 meses. “Do ponto de vista médico, é um procedimento muito seguro, porque a gente trabalha com pacientes jovens e saudáveis. E no ponto de vista de resultado é muito seguro também porque a gente trabalha com a previsibilidade alta. Além disso, o paciente também consegue ver como vai ficar essa condição”, aponta Paulo Germano.

Profile for Revista Consulta TV

Revista Consulta - 1ª Edição  

A primeira edição da Revista Consulta destaca o trabalho de um grupo de nove mastologistas, que formam o Centro Especializado em Mastologia,...

Revista Consulta - 1ª Edição  

A primeira edição da Revista Consulta destaca o trabalho de um grupo de nove mastologistas, que formam o Centro Especializado em Mastologia,...

Advertisement