__MAIN_TEXT__

Page 42

CONDOMÍNIO & SOLUÇÕES

FIM DAS

QUEIMADAS A

té o fim de setembro, os bombeiros do Distrito Federal atenderam mais de mil e quinhentas ocorrências de incêndio em toda a região. Apesar dos índices estarem abaixo dos de 2012, no mesmo período, a incidência é muito grande. O pior de tudo isso é que a maioria desses incêndios são provocados pela ação humana. Para os profissionais que trabalham nessa difícil tarefa de debelar incêndios o meio mais eficiente para enfrentar o problema ainda é a conscientização. Nos períodos de longa estiagem, de abril a novembro, aumenta o número de incêndios no Distrito Federal, principalmente na zona do Jardim Botânico e do Parque Nacional. Atear fogo propositalmente para provocar incêndio é crime. Para comunicar que há um foco de incêndio em qualquer parte do Distrito Federal, a pessoa deve ligar para o telefone 193. Se presenciar um caso de incêndio provocado, o telefone é 190, pois o caso é de polícia mesmo. Apesar da rápida recuperação da vegetação, que rebrota em um curto período, o cerrado continua sendo vítima da ação predatória do homem. Segundo estudos, o fogo é um fator que altera, de maneira drástica a vegetação. Diz também que este acontecimento elimina muitas espécies. Muitas vezes não são notadas pelas pessoas comuns, mas são notadas severas mudanças pelos estudiosos e pes-

42

quisadores. Nessas queimadas chamadas antrópicas (com a atuação do homem) os danos são incontáveis. Podemos evitar que muito desses episódios aconteçam, tomando atitudes básicas, como, não queimar lixo onde haja uma área de vegetação por perto. Não jogar ponta de cigarro acesa nas plantas, não soltar balões com fogo, não acender fogueira na época da estiagem. Medidas simples que estão ao nosso alcance, ajudam a preservar esse bioma tão rico que é o Cerrado. Portanto, a intensificação das queimadas pelo homem, sem manejo adequado, tem ocasionado perda da biodiversidade do Cerrado e provocado degradação do ambiente, entre outros fatores negativos. Piromania Para a psiquiatria, a piromania consiste no desejo mórbido e incontrolável de provocar incêndio, queimar ou atear fogo às coisas. A piromania é definida como comportamento repetitivo de atear fogo de forma proposital e intencional. Para realizar esse diagnóstico é necessário que outros sintomas como esquizofrenia, mania bipolar e personalidade antissocial estejam incluídos. O piromaníaco demonstra grande fascinação pelo fogo e coisas relacionadas a ele.

Revista on-line : www.condominioesolucoes.com.br

R

Profile for Revista Condomínio & Soluções - Brasília-DF

REVISTA CONDOMÍNIO & SOLUÇÕES - EDIÇÃO IV  

Revista voltada para o mundo condominial, síndicos, prefeitos de quadras, administradores prediais no Distrito Federal e Entorno.

REVISTA CONDOMÍNIO & SOLUÇÕES - EDIÇÃO IV  

Revista voltada para o mundo condominial, síndicos, prefeitos de quadras, administradores prediais no Distrito Federal e Entorno.

Advertisement