__MAIN_TEXT__

Page 38

CONDOMÍNIO & SOLUÇÕES

E o condomínio Brasília ganhou seu Coliseu, mas segurança e ...

A

cidade brilha, nem tanto quanto desejariam os políticos, mas mesmo assim está brilhando. Asfaltada, maquiada, quase limpa e segura e enfeitada como os políticos gostam de apresentar seus domínios nas oportunidades em que visitas são previstas e a repercussão na mídia será grande. Mas, como sempre aconteceu no país quando os governantes se atreveram a promover megaeventos, a conta chega depois, muito salgada e em detrimento das classes menos favorecidas. Foi assim na Exposição Internacional do Centenário da Independência do Brasil (1922), a Copa do Mundo de Futebol de 1950, nos IV Jogos Pan-Americanos (1963), visita do Papa João Paulo II (1980), ECO-92, na Comemoração dos 500 Anos, nos XV Jogos-Pan Americanos em 2007 e na Jornada Mundial da Juventude, em 2013. Segundo reportagem da Revista de História da Biblioteca Nacional, edição nº 105, nem é possível estimar o montante dos prejuízos sociais decorrentes. A Copa da FIFA, um dos maiores eventos do mundo moderno, regado a denúncias de corrupção por onde acontece e pautando países de governo fraco, não deverá escapar desse desígnio no Brasil. Por mais que se apregoe na propaganda, o saldo não será positivo e o povo arcará com os restos a pagar, sem dúvida. Menos saúde, menos educação, 38

menos segurança e menos infraestrutura para um país que precisa crescer, reduzir as demandas sociais e prover segurança pública para não continuar a ser o campeão mundial de homicídios, com as tristes marcas de 60 mil mortos por ano e segundo maior consumidor mundial de drogas. As arenas dos gladiadores modernos, de chuteiras coloridas em pés que antes nem calçados eram, repletos de tatuagens, trejeitos e cabelos personalizados, para serem distinguidos da massa, aí estão em 12 capitais, muitas das quais não têm futebol e muito menos hospitais, escolas e segurança, ao custo de mais de R$ 30 bilhões em seu conjunto de gastos. No momento desfrutam de um aparato de segurança jamais visto neste país, com forças de todos os níveis, cores, competências e atribuições. Nos 30 dias iniciados em 12 de junho, parte da população aproveitou a ilusão do pão e do circo que, desde a Roma imperial, pauta a agenda dos políticos. Óbvio, mais circo que pão, pois a manutenção das necessidades sempre foi importante no discurso para a permanência no poder. Ao longo da história da humanidade, as carências sempre empolgaram as palavras dos candidatos aos cargos políticos. Convém lembrar isso em outubro e novembro próximos. “Sempre foi assim, por que vai mudar agora”? como Revista on-line : www.condominioesolucoes.com.br

Profile for Revista Condomínio & Soluções - Brasília-DF

REVISTA CONDOMÍNIO & SOLUÇÕES - EDIÇÃO VII  

Revista voltada para o mundo condominial, síndicos, prefeitos de quadras, administradores prediais no Distrito Federal e Entorno.

REVISTA CONDOMÍNIO & SOLUÇÕES - EDIÇÃO VII  

Revista voltada para o mundo condominial, síndicos, prefeitos de quadras, administradores prediais no Distrito Federal e Entorno.

Advertisement