__MAIN_TEXT__

Page 12

CONDOMÍNIO & SOLUÇÕES

CONSELHO COMUNITÁRIO DA ASA SUL

O

s Conselhos Comunitários da Asa Sul e Norte são os caminhos mais curtos para que as demandas comunitárias cheguem à Administração de Brasília, para que cheguem ao Governo, no sentido mais amplo. O fato é que na realidade a relação Governo/Conselhos anda um pouco titubeante. As entidades reclamam da falta de interatividade entre os dois lados, e do não cumprimento de algumas promessas feitas pelo Governo. Fomos procurar a presidente do Conselho Comunitário da Asa Sul, Verônica Gomes da Silva para conhecer melhor as atribuições e desempenho da instituição. RCS: Primeiramente, quando foi fundado; quando se reúne e quais são as atribuições do Conselho Comunitário da Asa Sul? O CCAS é uma associação de moradores da Asa Sul, instituída em 15 de junho de 1993, de caráter representativo, que congrega associações de moradores/ prefeituras comunitárias de suas respectivas quadras residenciais, com duração indeterminada, sem fins lucrativos, possuindo autonomia administrativa e financeira e personalidade jurídica de direito privado. Procuramos nos reunir semanalmente em nossa Sede, localizada na EQS 106/107, atrás do Cine Brasília. O CCAS tem por missão contribuir para a constante melhoria da qualidade de vida dos moradores de Brasília, em particular da comunidade da Asa Sul, bem como cooperar para a preservação da área tombada da cidade, notável testemunho da concepção urbanística do século XX. RCS: Quem são e quantos são os membros do Conselho, como são eleitos e qual a duração do mandato? Somos 22 conselheiros, eleitos pelos votos dos moradores residentes na Asa Sul, e nosso mandato tem a duração de três anos. Esta nova Diretoria foi eleita em maio de 2012 para o triênio 2012/2015. RCS: O Conselho tem poder de veto nas medidas tomadas pela Administração de Brasília? 12

Verônica Gomes da Silva Presidente do Conselho Comunitário da Asa Sul

Não. O Conselho não é órgão do Governo, mas, por sua representatividade, tenta garantir a participação da Sociedade Civil da Asa Sul nas decisões de Estado afetas à sua circunscrição, além de encaminhar aos órgãos do Governo, as demandas comunitárias. RCS: A sua posse foi em junho de 2012. O que a senhora pretende inovar no seu mandato? Como Colegiado, nossa meta principal é incentivar não só a criação de prefeituras nas quadras que ainda não contam com essa representação, mas a efetiva participação dos moradores nos assuntos da Asa Sul. A força do CCAS está diretamente ligada ao exercício de cidadania desses moradores. RCS: Quem pode, e como deve agir a pessoa que quer se dirigir ao Conselho Comunitário da Asa Sul ? Qual o endereço, telefone, e-mail? Qualquer cidadão pode se dirigir ao CCAS, que possui como principais canais de comunicação um blog - ccasdf. blogspot.com, e o endereço eletrônico - ccas2012.2015@ hotmail.com. RCS: Os integrantes e a presidente do Conselho são remunerados? Não. Trata-se de um trabalho voluntário. Nossa remuneração é a satisfação da comunidade da Asa Sul. RCS: Como funciona a comunicação do Conselho com as prefeituras? Nossa comunicação acontece pelos canais informados anteriormente, ou por telefone, etc. Realizamos reuniões e assembleias, nas quais planejamos nossas atividades,

Revista on-line : www.condominioesolucoes.com.br

Profile for Revista Condomínio & Soluções - Brasília-DF

REVISTA CONDOMÍNIO & SOLUÇÕES - EDIÇÃO II  

Revista voltada para o mundo condominial, síndicos, prefeitos de quadras, administradores prediais no Distrito Federal e Entorno.

REVISTA CONDOMÍNIO & SOLUÇÕES - EDIÇÃO II  

Revista voltada para o mundo condominial, síndicos, prefeitos de quadras, administradores prediais no Distrito Federal e Entorno.

Advertisement