Page 32

Condomínio & Soluções

O cidadão e as muitas facetas da

Segurança Pública A morte do cabo da Polícia Militar do Distrito Federal Renato Fernandes, no dia 5 de fevereiro, na BR 070, durante uma perseguição policial a suspeitos de crime, sob todos os aspectos é triste e lamentável. Na madrugada anterior, duas outras viaturas semelhantes em condições parecidas igualmente haviam capotado. O evento crítico suscitou comentários inadequados proferidos por um jornalista televisivo e textos ácidos nas redes sociais, muitos deles pouco oportunos diante do momento da morte de um companheiro policial, com certeza prematura, que com um gesto de altruísmo decidiu dedicar o melhor de seus esforços em defesa da sociedade. Os textos referiam à intensa mobilização de policiais e viaturas nos locais dos incidentes. A morte de militares, policiais civis e bombeiros militares em ato de serviço, no cumprimento do dever legal, e as manifestações subsequentes, sempre são uma demonstração que nos corações desses profissionais especiais existe uma força que os diferencia dos demais mortais. Importante o registro de que por ocasião do enterro, integrantes das polícias Civil e Militar do DF demonstraram uma união pouco vista no dia a dia. A sociedade espera que essa união perdure nas ações normais contra o crime e a violência e não seja motivada apenas, em cada uma das organizações, pelos sentimentos de revolta pela morte de um irmão de armas ou contra os baixos salários, falta de reconhecimento de valor pelas autoridades ou mesmo de certos segmentos so-

32

Por Marco Antonio dos Santos

ciais ou, ainda, pela insuficiência e inadequação dos meios colocados disposição para as complexas missões de proteger e servir. Oportuno lembrar, igualmente, à sociedade, que manifestações públicas de militares e policiais diante de ocorrências que vitimam companheiros, sejam elas nas cenas de incidentes e nas cerimônias fúnebres são comuns no mundo todo. Em alguns países, essas manifestações são acompanhadas e apoiadas pela sociedade, em outros, como no Brasil, nem tanto. Falta ao cidadão brasileiro um pouco de amor, reconhecimento e orgulho por aqueles que o defendem em momentos de grave risco. O Brasil passou por poucas provas cruciais como nação, talvez essa situação, a carência de líderes e o desprezo pela história, diferentemente do acontecido com nações mais evoluídas, tenha resultado no efeito de não levar na devida conta o trabalho silente de seus soldados, policiais, bombeiros e outros profissionais que atuam nos conflitos, calamidades, graves perturbação da ordem e acidentes de monta. Nunca tivemos, como nação, um 11 de setembro, mas nossa história é rica e não deve ser desprezada. A morte de policiais no DF, em ação decorrente de serviço, não é um fato tão comum como acontece nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. No Brasil como um todo, em 2015, foram mortos mais de 400 policiais. Um número assustador, mas ainda muito aquém dos

Revista on-line : www.condominioesolucoes.com.br

Profile for Revista Condomínio & Soluções - Brasília-DF

REVISTA CONDOMÍNIO & SOLUÇÕES- EDIÇÃO XII  

Revista dirigida ao mundo condominial: síndicos, prefeitos de quadra, administradores prediais, condomínios horizontais e verticais em Brasí...

REVISTA CONDOMÍNIO & SOLUÇÕES- EDIÇÃO XII  

Revista dirigida ao mundo condominial: síndicos, prefeitos de quadra, administradores prediais, condomínios horizontais e verticais em Brasí...

Advertisement