Page 1

UMIDADE NAS PAREDES

HISTÓRIA

PROJETO DE LÚCIO COSTA

FAVELIZAÇÃO DO PLANO PILOTO

SÍNDICOPROFISSIONAL

ASPECTOS LEGAIS


CONDOMÍNIO & SOLUÇÕES

Se a evolução for rápida, é aconselhável procurar imediatamente ajuda de um profissional. Dicas simples: • acompanhe a evolução da abertura com o exame da régua; • verifique a profundidade e espessura da fenda; • verifique se a fenda está nos elementos estruturais: vigas, lajes, pilares.

FENDAS NAS VIGAS • Fenda vertical: no meio da viga, a causa provável é flexão da viga. Consequência: a viga pode se partir. • Fenda inclinada: nascendo da junção pilar e viga, a causa provável é sobrecarga. Consequência: a viga pode se separar do pilar. FENDAS NOS PILARES • Fenda inclinada: a causa provável é o afundamento do solo. Consequência: deformação da fundação. • Fenda horizontal: a causa provável é o afundamento do solo ou por cargas fora do eixo do pilar. • Fenda vertical: a causa provável é sobrecarga do pilar. FENDAS NAS PAREDES • Fenda acompanhando a laje: as causas prováveis são sobrecarga, falta de amarração da parede com a viga, ação de temperatura (dilatação e contração), adensamento da massa de assentamento de tijolos. Revista on-line : www.condominioesolucoes.com.br

9


para o presidente da República, o Catetinho, nome sugerido pelo amigo compositor e violonista Dilernando Reis. Poucos anos depois, o projeto da criação de uma cidade inteira embevecia a cabeça de grandes arquitetos mundo afora. Inclusive do famoso e prestigiado franco-suíço, Charles-Edouard Jeanneret-Gris, o “Le Corbusier”. Mas foi de um dos seus seguidores, Lúcio Costa, que o projeto foi aprovado. Aliás, o que foi aprovado não foi nem um projeto, mas uma proposta apresentada, a qual se segue: “Desejo inicialmente desculpar-me perante a direção da Companhia Urbanizadora e a Comissão Julgadora do Concurso pela apresentação sumária do partido aqui sugerido para a nova Capital, e também justificar-me. Não pretendia competir e, na verdade, não concorro — apenas me desvencilho de uma solução possível, que não foi procurada, mas surgiu, por assim dizer, já pronta. Compareço, não como técnico devidamente aparelhado, pois nem sequer disponho de escritório, mas como simples “maquis” do urbanismo, que não

pretende prosseguir no desenvolvimento da ideia apresentada, se não eventualmente, na qualidade de mero consultor. E se procedo assim candidamente, é porque me amparo num raciocínio igualmente simplório: se a sugestão é válida, estes dados, conquanto sumários na sua aparência, já serão suficientes, pois revelarão que, apesar da espontaneidade original ela foi, depois, intensamente pensada e resolvida; se não o é, a exclusão se fará mais facilmente e não terei perdido o meu tempo nem tomado o tempo de ninguém. A liberação do acesso ao concurso reduziu de certo modo a consulta àquilo que de fato importa, ou seja, à concepção urbanística da cidade propriamente dita, porque esta não será, no caso, uma decorrência do planejamento regional, mas a causa dele: a sua fundação é que dará ensejo ao ulterior desenvolvimento planejado da região. Trata-se de um ato deliberado de posse, de um gesto de sentido ainda desbravador, nos moldes da tradição colonial. E o que

se indaga é como, no entender de cada concorrente, uma tal cidade deve ser concebida. Ela deve ser concebida não como simples organismo capaz de preencher satisfatoriamente e sem

esforço as funções vitais próprias de UMA CIDADE MODERNA QUALQUER, não apenas como URBS, mas como civitas, possuidora dos atributos inerentes a uma capital. E, para tanto, a condição primeira é achar-se o urbanista imbuído de CERTA DIGNIDADE E NOBREZA DE INTENÇÃO, porquanto dessa atitude fundamental decorrem a ordenação e o senso de conveniência e medida capazes de conferir, ao conjunto projetado, o desejável caráter monumental. Monumental, não no sentido de ostentação, mas no sentido da expressão palpável, por assim dizer, consciente, daquilo que vale e significa. Cidade planejada para o trabalho ordenado e eficiente, mas ao mesmo tempo cidade viva e aprazível, própria ao devaneio e à especulação intelectual, capaz de tornar-se, com o tempo, além de centro de governo e administração, num foco de cultura dos mais lúcidos e sensíveis do país. Dito isto, vejamos como nasceu, se definiu e resolveu a presente solução: 1 – Nasceu do gesto primário de quem assinala um lugar ou dele toma posse: dois eixos cruzando-se em ângulo reto, ou seja, o próprio sinal da cruz. 2 – Procurou-se depois a adaptação à topografia local, ao escoamento natural das águas, à melhor orientação, arqueando-se um dos eixos a fim de contê-lo no triângulo equilátero que define a área urbanizada. 3 – E houve o propósito de aplicar princípios francos da técnica rodoviária — inclusive a eliminação dos cruzamentos — à técnica urbanística, conferindo-se ao eixo arqueado, correspondente às 13


COMBATE À DENGUE NO DF

O

programa de combate à dengue no Distrito Federal tem sido prioridade para a Secretaria de Saúde. O órgão vem realizando ações de prevenção junto ao Grupo Interesdadual Intersetorial de Combate à dengue. A novidade é o reforço efetivo, pois o Distrito Federal recebeu 100 militares do Exército para combater a dengue e a chikungunya. Os militares receberam treinamento e estão auxiliando no combate às doenças. O grupo chegou ao Distrito Federal após solicitação do governador Rodrigo Rollemberg ao Comando Militar do Planalto. Os homens estão divididos em 17 equipes de atuação e trabalham nas regiões de maior incidência da doença. Planaltina foi a cidade que mais registrou casos de dengue no Distrito Federal. Sobradinho I e II, Gama, Santa Maria, Ceilândia e São Sebastião também estão

em primeiros lugares em contaminação. Segundo a Secretaria de Saúde foram registrados 11 458 casos da doença em 2014. Contudo houve um decréscimo de 79% nos casos de dengue registrados em janeiro de 2015, em comparação ao mesmo mês de 2014. A febre chikungunya é uma doença viral com sintomas parecidos com a dengue e transmitido pelos mesmos mosquitos, o Aedes aegypti e Aedes albopictus. Dores fortes nas articulações, na cabeça e musculares, manchas vermelhas na pele e febre repentina e intensa são os sintomas. A recomendação em ambos os casos é repouso absoluto e ingestão de líquidos em abundância.

27


Essas informações são então repassadas seletivamente Pelos Provedores de Conteúdo aos Fornecedores de Conteúdo, que por sua vez as entrega aos Pontos de Fornecimento dessas informações aos seus públicos interessados. Um Ponto de Fornecimento de Informações pode ser: um monitor ou uma TV ligados a um microcomputador. Para justificar a implantação dos Pontos de Fornecimento das informações on-line, seria necessário agregar valor àquelas. E como isso é feito? Juntando-se aos conteúdos internacionais e nacionais, os assuntos locais, da região onde o Fornecedor de Conteúdo atua. Exemplo: em Brasília temos as seguintes fontes de informações locais: jornais, revistas, sites na internet, dentre outras. Destacamos como os principais conteúdos locais de relevância: comportamento do trânsito, manifestações de entidades de classe, greves dos meios de transporte, informações de eventos culturais, e ações dos governos Distrital e Federal. Além da massa de informações acima, ainda existe outro tipo de conteúdo que é importante, e que pode ser agregado àquelas, que são os anúncios de publicidade, com informações de fornecedores de produtos e serviços locais, da região. Aqui o universo de conteúdo é enorme: padarias, drogarias, academias, restaurantes, imobiliárias, lojas de departamentos, shoppings centers, escolas, prestadores de serviços, e todos os tipos de comércio e serviços conhecidos. Essa categoria de conteúdo é paga para ser veiculada nos seus Pontos de Fornecimento, cujos locais onde podem ser instalados, também são os mais variados, a começar pelos condomínios residenciais e comerciais, em lugares de grande afluxo de pessoas como shoppping centers, hospitais, clínicas, bancos, padarias, restaurantes, elevadores, prestadores de serviços públicos, onde os clientes têm que aguardar o atendimento. É na veiculação desse tipo de conteúdo, que as empresas acima citadas, com um forte destaque para os condomínios, podem gerar receita, sem onerar as mensalidades dos condôminos. Os fornecedores diretos e indiretos, tanto dos condomínios quanto dos condôminos, têm interesse em anunciar os seus produtos ou serviços na região em que atuam. Exemplo: uma escola de Inglês quer anunciar para os moradores dos condomínios próximos ao seu estabelecimento. O mesmo ocorre com

os outros segmentos de mercado, que se fossemos citá-los certamente não caberiam nessa página.

A seguir citaremos dois depoimentos de síndicos que já fornecem conteúdo on-line para seus condôminos: “A TV é muito importante para passar os recados e informações que queremos divulgar para nossos condôminos. E conseguimos isso sem cobrar nada deles. O recurso para a assinatura do Conteúdo On-line, vem dos anúncios que os nossos fornecedores fazem conosco” Almir Alves – Síndico no Guará-DF “No primeiro mês já conseguimos um acordo verbal no valor da licença. Estamos satisfeitos com os conteúdos e a possibilidade de arrecadação é grande, o que minimiza ou até evita taxas extras nas nossas obras de melhorias e reformas”. Condomínio Florida Center 20/03/2015. – Guará-DF Conclusão: a combinação de informações mundiais, nacionais, locais, e de anúncios fornecidos em tempo real, são altamente relevantes, pois mantêm as pessoas bem informadas sobre os conteúdos importantes; quer sejam notícias ou anúncios. Aí está a razão que mais fortalece o crescimento contínuo do mercado de Fornecimento de Conteúdos on-line, que continuará crescendo, à medida em que, os condomínios e estabelecimentos comerciais em geral adotarem essa mídia como fonte de renda extra para si, sem onerar os condôminos e clientes das empresas comerciais respectivamente.

Fábio Oliveira é diretor técnico da Condomídias e é especialista em gestão e fornecimento de conteúdo para tevê corporativa em condomínios e estabelecimentos comerciais. E-mail: vendas-df@condomídias.com.br

45


sentido único, foi ligeiramente sobrelevado em larga extensão, para o livre cruzamento dos pedestres num e noutro sentido, o que permitirá acesso franco e direto tanto aos setores do varejo comercial quanto ao setor dos bancos e escritórios. 11 – Lateralmente a esse setor central de diversões, e articulados a ele, encontram-se dois grandes núcleos destinados exclusivamente ao comércio — lojas e magasins, e dois setores distintos, o bancário-comercial, e o dos escritórios para profissões liberais, representações e empresas, onde foram localizados, respectivamente, o Banco do Brasil e a

sede dos Correios e Telégrafos. Estes núcleos e setores são acessíveis aos automóveis diretamente das respectivas pistas, e aos pedestres por calçadas sem cruzamento, e dispõem de autoportos para estacionamento em dois níveis, e de acesso de serviço pelo subsolo correspondente ao piso inferior da plataforma central. No setor dos bancos, tal como no dos escritórios, previram-se três blocos altos e quatro de menor altura, ligados entre si por extensa ala térrea com sobreloja de modo a permitir intercomunicação coberta e amplo espaço para instalação de agências bancárias, agências de empresas, cafés, restaurantes, etc. Em cada núcleo comercial, propõe-se uma 58

sequência ordenada de blocos baixos e alongados e um maior, de igual altura dos anteriores, todos interligados por um amplo corpo térreo com lojas, sobrelojas e galerias. Dois braços elevados da pista de contorno permitem, também aqui, acesso franco aos pedestres. 12 – O setor esportivo, com extensíssima área destinada exclusivamente ao estacionamento de automóveis, instalou-se entre a praça da Municipalidade e a torre rádio emissora, que se prevê de planta triangular com embasamento monumental de concreto aparente até o piso dos studios e mais

instalações, e superestrutura metálica com mirante localizado a meia altura. De um lado o estádio e mais dependências tendo aos fundos o Jardim Botânico; do outro o hipódromo com as respectivas tribunas e vila hípica e, contíguo, o Jardim Zoológico, constituindo estas duas imensas áreas verdes, simetricamente dispostas em relação ao eixo monumental, como que os pulmões da nova cidade.

Continua na próxima edição...


REVISTA CONDOMÍNIO & SOLUÇÕES - EDIÇÃO IX  

Revista voltada para o mundo condominial, síndicos, prefeitos de quadras, administradores prediais no Distrito Federal e Entorno.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you