__MAIN_TEXT__

Page 14

RAIVA

CONDOMÍNIO & SOLUÇÕES

O QUE É A RAIVA

É

uma doença infecciosa aguda, quase fatal, que acomete mamíferos (homem, cão, gato, morcego e outros animais). Causada por um vírus do gênero Lyssavirus, que se multiplica e se propaga – via nervos periféricos – até o sistema nervoso central, de onde passa para as glândulas salivares, nas quais também se multiplica. Quais são os sinais e sintomas de animais (cão e gato) com raiva? - o comportamento do animal se torna agressivo, agitado e irritado, podendo morder pessoas, animais e objetos. Ou fica triste e procura lugares escuros; - a salivação (baba) se torna abundante; - no cão, o latido fica rouco; - recusa de alimento e água e dificuldades para engolir (parece estar engasgado); - perda da coordenação motora, convulsão, paralisia e pode morder a si próprio. Como se transmite a doença? A raiva é transmitida por meio da saliva de animal infectado, seja por mordeduras, lambeduras e arranhaduras de mucosa ou pele que apresentam ferimentos. A fonte de transmissão é o animal infectado pelo vírus rábico. Em áreas urbanas, os principais transmissores são o cão, o gato e o morcego. Em áreas rurais, além de cães e gatos, morcegos, macacos, há também os mamíferos domésticos, como, bovinos, equinos, suínos, caprinos, ovinos. Os animais silvestres são os reservatórios naturais para animais domésticos. Como deve ser a prevenção? É preciso vacinar cães e gatos anualmente. Quem deve ser vacinado? Os cães e gatos a partir de três meses de vida. 14

Doença acomete animais de estimação Os animais vacinados pela primeira vez devem repetir a vacina após 30 dias. Recomendações: Não interferir em brigas de animais; não tocar em animais doentes na rua; não se aproximar de cães e gatos de rua ou sem donos; nunca tocar em morcegos ou outros animais silvestres diretamente, principalmente quando estiverem caídos no chão. O que fazer se alguém for mordido? Cuidados com o ferimento: - Lavar o ferimento com água corrente e sabão e desinfetar com álcool ou soluções iodadas, imediatamente após a agressão; - procurar imediatamente um posto de saúde para assistência médica. O que se deve fazer com o animal - Comunique à Gerência de Controle de Reservatórios e Zoonoses – Diretoria de Vigilância Ambiental, nos telefones 61-3341-2456, 3341-1900, 33412084 ou Disque Saúde – 160; - após a comunicação, a Gerência de Controle de Reservatórios e Zoonoses fará o recolhimento do animal para a observação durante dez dias e as condutas necessárias. - Caso o animal morra ou desapareça antes dos dez dias de observação, comunicar imediatamente ao Serviço Médico. Revista on-line : www.condominioesolucoes.com.br

Profile for Revista Condomínio & Soluções - Brasília-DF

REVISTA CONDOMÍNIO & SOLUÇÕES - EDIÇÃO VI  

Revista voltada para o mundo condominial, síndicos, prefeitos de quadras, administradores prediais no Distrito Federal e Entorno.

REVISTA CONDOMÍNIO & SOLUÇÕES - EDIÇÃO VI  

Revista voltada para o mundo condominial, síndicos, prefeitos de quadras, administradores prediais no Distrito Federal e Entorno.

Advertisement