Page 1

Revista mensal . Ano 14 . nº 160 . Janeiro de 2014

1

“Igreja

chamada a chamar” 2014 - Ano Vocacional Diocesano www.caminhoseguro.com


2

Pintura, diamantação e conserto de rodas

Temos otimos preços em pneus R. Sergipe, 55 - Jd. Marajá | Bebedouro | 17 3345 2082

Assistência técnica em eletroeletrônico Instalação de antena parabólica com canais religiosos

(17) 3342 8460 Rua Vicente Paschoal, 797 - centro - Bebedouro SP


editorial

3

Somos uma Igreja chamada a chamar! Expediente Revista Jesus Caminho Seguro é uma publicação mensal da Associação Jesus Caminho Seguro. CNPJ 02.857.590/0001-07 Coordenação geral Maria Rita De Rosis Mazeu Coord. Depto. Comunicação Eliana Merchan Jornalista responsável Fernanda Luiz MTb 47.457 Revisão Maria de Lourdes Taube Conceição Diagramação Rodrigo Borba Fotos Arquivo|Divulgação|sxc.hu Publicidade Maria Rita de Rosis Mazeu (Lica) (17) 9145-0022 Joseimar Gonçalves da Cunha (Pim) (17) 9745-6877 Tiragem 2.500 exemplares Impressão Artes Gráficas Editora Circulação Bebedouro, Ibitiúva, Jaú, Matão, Monte Alto, Monte Azul Paulista, Ribeirão Preto, São Paulo, Taiaçu e Taiúva. Redação e Administração Rua São João, 722 – Centro Bebedouro – SP (17) 3344-3903 www.caminhoseguro.com contato@caminhoseguro.com Os artigos desta revista poderão ser reproduzidos, desde que se indique a fonte e envie cópia à Redação. O conteúdo dos textos assinados é de responsabilidade dos autores.

N

o domingo de Cristo Rei, com o tema “Igreja chamada a chamar” e o lema “Vinde após mim”, a Diocese de Jaboticabal deu início ao Ano Vocacional Diocesano. A matéria de Capa desta Revista ressalta que a nossa primeira vocação é para a santidade, pois Deus é Santo e quer que o sejamos também. A criatura humana é chamada a ser pessoa, a ser cristã, a ser santa. A resposta a esse chamado não se esgota na resposta meramente humana, mas requer a finalização da existência em Deus – ponto de chegada de todo homem. Somos chamados a ser santos, a ser luz e sal da terra, para transformar a sociedade. A matéria diz ainda que Deus chama, consagra e envia, pois Ele deseja contar conosco para levar à plenitude os múltiplos dons concedidos a cada um para o bem comum. Para nos enviar, Ele nos transforma, para que possamos ser eficazes na construção do seu Reino. Pe. Pedro, em seu artigo, salienta que Jesus disse: “Vós sois fermento na massa!”. Mas enfatiza que, “se analisarmos o nosso comportamento, podemos constatar que, muitas vezes, nossa preocupação ou nossa expectativa, consciente ou não, é a de sermos o enfeite do bolo, para que todos vejam e reconheçam nossas virtudes e, quem sabe, nos elogiem. Mas a nossa ação no mundo (massa) é como a do fermento que, levedando a massa, a faz crescer sem destacar-se ou aparecer. Se continuamos querendo que nos vejam, é possível que ainda não tenhamos compreendido quem somos”. Precisamos entender o sentido de nossa existência e o que Jesus quer nos dizer. Não podemos continuar querendo ser o “enfeite do bolo”, pois Ele nos quer fazendo o que é essencial – a parte do fermento – e nada mais. Pe. Marcelo Adriano Cervi, na abertura do Ano Vocacional Diocesano, disse: “Somos um povo de chamados! Somos uma Igreja chamada a chamar! O Senhor Jesus nos convoca: “Vinde após Mim!” (Mt 4,19)... Na alegria de nos descobrir como um povo amado e chamado, escutemos a voz de Deus e nos apresentemos, com disponibilidade, segundo o nosso estado de vida: Bispo, Presbíteros, diáconos, religiosos e religiosas, consagrados, leigos e leigas! Achemos o nosso lugar no Reino...!”. Descubramos o nosso papel neste mundo e, acolhendo o chamamento de Jesus, trabalhemos com responsabilidade e comprometimento para que o Reino de Deus se propague e a justiça e a paz possam, enfim, se abraçar. Maria de Lourdes Taube Conceição Equipe de Redação JCS

Nesta edição palavra do fundador - 04 cantinho de Maria - 05 sócio evangelizador - 06 flashes - 07 especial - 08 testemunho - 09 boas notícias -10 comunidade - 11 capa - 12 saúde e cidadania - 14 tesouros do coração - 15 espiritualidade - 16 a voz da Igreja - 17 livraria - 18 questões de fé - 19 promoções humana - 20 pequeninos de Jesus - 21 Erramos: O horário correto da reunião do Conselho para Assunto da Pessoa com Deficiência de Bebedouro, toda segunda terça-feira do mês, na Câmara, é das 8h às10h. E foram formados pelo curso de Assistente Administrativo, 16 deficientes, com bolsa de até R$ 460.


4

palavra do fundador

Ano Novo Vida Nova

A

mensagem que trago para este Novo Ano que se inicia é a de harmonizarmos o nosso interior, buscando viver de forma intensa a presença de Jesus Cristo. Muitos males do interior da alma e males físicos têm sua origem em distúrbios e desequilíbrios emocionais. A ânsia pela paz e equilíbrio interior leva as pessoas, muitas vezes, a buscarem soluções que não as satisfazem e não as levam a uma cura definitiva e à paz que tanto procuram. Muitas buscam de forma exagerada essa paz que não encontram dentro de si nos exercícios, na alimentação, nas dietas, nas horas de trabalho sem fim e em tantas outras coisas. Parece que existe um vazio impossível de ser preenchido. Porém, para Deus nada é impossível! Só Ele, o Senhor, pode preencher o vazio do coração humano. Vamos descobrir que uma grande porta para a cura desse vazio é o perdão. Embora possa ter sido lá no passado que tenha acontecido um ressentimento, as consequências disso são atuais, e o que poderá abrir a porta para essa cura é o perdão dado hoje. O Senhor nós dá dons, como o dom da fé. E a fé nos capacita para sabermos que não temos mais que ser vítimas do passado. Ele nos dá ainda outros dons, que não só nos ajudam na cura, mas também nos capacitam a sermos canais de cura para outros irmãos que tanto necessitam. A mensagem que quero transmitir é esta: Somos novas criaturas em Cristo Jesus! Não podemos mais viver no antigo, no passado, mas no novo. Que 2014 não seja apenas mais um ano em nossa

Armazém da Moda Rua. Dr. Bahia, 1757 - Jd. Casagrande Bebedouro S.P. - 17 3342 6031

vida, mas um ano em que viveremos o novo que Jesus traz para nós, um ano em que viveremos na verdade, pois ela nos liberta de toda tristeza, estresse, depressão, ira e preocupações exageradas. Viva o novo em sua vida! Deixe o Espírito Santo de Deus guiar e transformar você! Um feliz e abençoado 2014 a todos! Pedro Luís Bution - Comunidade Jesus Caminho Seguro


cantinho de Maria

5

Maria, a Mãe do Verbo Encarnado, que é Deus

A

Festa: 1º de Janeiro

contemplação do mistério do nascimento do Salvador tem levado o povo cristão a dirigir-se à Virgem Santa como a Mãe de Deus, e reconhecê-la como tal. Essa verdade foi aprofundada e compreendida como pertencente ao patrimônio da fé da Igreja, desde os primeiros séculos da era cristã, até ser proclamada pelo Concílio de Éfeso, no ano 431. Na primeira comunidade cristã, cresce entre os discípulos a consciência de que Jesus é o filho de Deus. Fica claro que Maria é a Theotokos, a Mãe de Deus. Um título que não aparece explicitamente nos textos evangélicos, embora eles recordem “a Mãe de Jesus” e afirmem que Ele é Deus (Jo 20,28; 05,18; 10,30-33). Maria é apresentada como Mãe do Emanuel, que significa ‘Deus conosco’ (cf. Mt 1,22-23). No século III, os cristãos do Egito dirigiam-se a Maria com esta oração: “Sob a vossa proteção, procuramos refúgio, Santa Mãe de Deus; não desprezeis as nossas súplicas, de nós, que estamos na prova, e livrainos de todo perigo, ó Virgem gloriosa e bendita” (da Liturgia das Horas). A expressão Theotokos, “Mãe de Deus”, aparece pela primeira vez de forma explícita entre os cristãos. No século IV, o termo Theotokos é já de uso frequente no Oriente e no Ocidente. A piedade e a teologia fazem referência, cada vez mais frequente, já entrado no patrimônio de fé da Igreja. Por isso, o grande movimento de protesto, que se manifestou no século V, quando Nestório pôs em dúvida a legitimidade do título “Mãe de Deus”. Propenso a considerar Maria somente como Mãe do homem Jesus, afirmava que só era doutrinalmente correta a expressão “Mãe de Cristo”. Nestório era induzido a este erro por sua dificuldade em admitir a unidade da pessoa de Cristo e pela interpretação errônea da distinção entre as duas naturezas – divina e humana – presentes nEle. O Concílio de Éfeso, no ano 431, condenou as suas teses e, afirmando a subsistência da natureza divina e da natureza humana na única pessoa do Filho, proclamou Maria Mãe de Deus. A resposta da fé da Igreja é clara: a maternidade divina de Maria referese só à geração humana do Filho de Deus e não, ao contrário, à sua geração divina. O Filho de Deus foi desde sempre gerado por Deus

Pai e lhe é consubstancial. Nesta geração eterna Maria não desempenha, evidentemente, nenhum papel. O Filho de Deus, porém, há dois mil anos, assumiu a nossa natureza humana e foi então concebido e dado à luz por Maria. Proclamando Maria “Mãe de Deus”, a Igreja quer afirmar que Ela é a “Mãe do Verbo encarnado, que é Deus”. Por isso, a sua maternidade não se refere a toda a Trindade, mas unicamente à segunda Pessoa, ao Filho que, ao encarnar-se, assumiu dela a natureza humana. A maternidade é relação entre pessoa e pessoa: uma mãe não é mãe apenas do corpo ou da criatura física saída do seu seio, mas da pessoa que ela gera. Maria, portanto, tendo gerado segundo a natureza humana a pessoa de Jesus, que é pessoa divina, é Mãe de Deus. Fonte: Livro A Virgem Maria - João Paulo II


6

áticos. m

sócio evangelizador

Ganhadores da Ação Solidária Manuela Guessi e Carlinhos Limão foram os contemplados com a Ação Solidária da Comunidade Jesus Caminho Seguro. A jovem Manu levou para casa o tablet e Carlinhos Limão, a pulseira, com a qual vai presentear sua esposa.

Parabéns aos dois e obrigado a todos os que colaboraram com a nossa Comunidade!

Promoção da Pizza Caminho Seguro Se contribuir com a evangelização já é bom, imagine isso com cobertura de mussarela, presunto e outros temperos especiais!

Duas opções em preço e sabor: 1 pizza: R$ 18 – 2 pizzas: R$ 35 Mussarela | Presunto e Mussarela

Entrega: dia 08 de fevereiro/2014 – das 10h às 14h Os vales se encontram à venda na Comunidade Jesus Caminho Seguro e com seus membros. E tem mais, você também pode pôr a mão na massa, ajudando-nos a vender! Informações: 3344-3904

VOLTA ÀS AULAS Variedade e menor preço Loja climatizada e o melhor atendimento. Aqui você encontra todo o material de sua lista escolar e livros didáticos. Pagamento parcelado e com desconto no pagamento à vista. Ganhe cupom para concorrer à prêmios.


Fique por dentro...

Cerco de Jericó – De 08 a 14 de novembro, na Matriz de

São João Batista, foi realizado o Cerco de Jericó com o tema “Combatendo o bom combate”. Sete dias e sete noites de oração. Em cada missa celebrada por sacerdotes convidados, um tema referente aos dons do Espírito Santo.

flashes

7

Direito de Viver - Nos dias 15, 16 e 17 de novembro, aconteceu a Festa Direito de Viver, em prol do Hospital de Câncer de Barretos. Cerca de 20 mil pessoas prestigiaram o evento, que contou com 27 barracas de entidades da cidade.

Solidariedade – No dia 24 de novembro, ocorreu na cidade a Caminhada Passos

que Salvam, que apoia a causa contra o câncer infanto-juvenil, com o apoio da Ação Social Cooperada Sicoob Credicitrus Coopercitrus, do Depto. de Comunicação e Marketing da Coopercitrus, da Prefeitura Municipal de Bebedouro, da Fundação Abílio Alves Marques e da Ong Artsol. Juntos, ultrapassaram as expectativas de vendas dos kits (camiseta, cadarço e boné), somando mais de 2 mil kits vendidos durante toda a ação.

Congresso da Misericórdia – Membros da Comunidade, voluntários e

amigos participaram, de 22 a 24 de novembro, do 12º Congresso Nacional da Divina Misericórdia, no Apostolado da Divina Misericórdia, em Curitiba. Na abertura do encontro, que teve como tema “A firmeza na fé”, Pe. Leandro da Silva, provincial dos Padres Marianos, afirmou aos presentes que fé é decidir estar com Jesus, é optar por estar com o Senhor, para viver com Ele.

1ª Mostra de Arte de Rua de Bebedouro – Grafiteiros da cidade estamparam nos muros da Feccib velha, em três dias de evento: a história dos tropeiros, a casa mais antiga da cidade, o trabalho escravo nas lavouras de café, a fundação da primeira capela, a chegada da ferrovia, dentre outros. A mostra contou ainda com apresentações artísticas.

E m p ó r i o C e n t r a l – n o Mercado Municipal velho Rua Brandão Veras, 710 – telefone: 3342-7885.


especial

8

O

Oração a São João Bosco Festa: 31 de Janeiro Dom Bosco Santo, que com tão grande amor e zelo cultivastes as múltiplas formas de ação católica que hoje florescem na Igreja, concedei às suas associações o maior progresso e desenvolvimento. Redobrai em todos os corações a devoção à Santíssima Eucaristia e a Maria Auxiliadora dos cristãos. Acrescentai neles o amor ao Papa, o zelo pela propagação da fé, um solícito esmero pela educação da juventude e grande entusiasmo para suscitar novas vocações sacerdotais, religiosas e missionárias. Fazei que em cada uma das nações se fomente e inicie a guerra contra a blasfêmia e o mal falar e contra a imprensa ímpia, fazendo surgir em todas as partes novos cooperadores para as diversas formas de apostolado recomendadas pelo Vigário de Cristo. Infundi em todos os corações católicos a chama de vosso zelo, para que, vivendo em caridade difusiva, possam ao fim de sua vida recolher o fruto das muitas obras boas praticadas durante ela. Pai-Nosso, Deus te salve e Glória. São João Bosco, rogai por nós!

Desça do pedestal

lhe à sua volta e observe as pessoas. Por onde quer que você ande, vai se deparar cada vez mais com pessoas soberbas, arrogantes, cheias de si, pessoas que se julgam melhores do que as outras, superiores. Mas olhe também para você. Coloque-se diante de um espelho – de preferência, diante do espelho da sua consciência – e procure reconhecer o quanto você também já se encheu de soberba, de arrogância, o quanto, às vezes, você se julga melhor que os outros, superior a eles. Se é cada vez mais comum encontrarmos pessoas soberbas e arrogantes na sociedade, deveria ser raro encontrá-las nas igrejas. Mas este é o alerta do Evangelho (cf. Lc 18,9-14): não poucas pessoas fazem da sua vivência religiosa um motivo a mais para se sentirem superiores aos outros, não apenas se julgando boas, justas, cheias de méritos, mas também se sentindo no direito de desprezar os outros, como fez o fariseu na parábola contada por Jesus. A oração deveria ser o momento em que ficamos descalços e tocamos o chão, para nos lembrar de onde viemos e quem somos: somos barro e, como barro, dependemos absolutamente de Deus para sermos alguma “coisa”. Como barro, somos também “sujos”, e somente a água da graça de Deus pode nos purificar. A oração poderia ser o momento em que entramos barro e saímos vaso novo, em que entramos feridos e saímos curados, em que entramos pecadores e saímos justificados. Porém, algumas vezes, saímos da oração do mesmo jeito que entramos; saímos das nossas igrejas e voltamos para as nossas casas sem ser justificados, porque nos colocamos na presença de Deus e ficamos como se

estivéssemos em cima de um pedestal; rezamos como o fariseu da parábola: “de pé”, para que não somente Deus, mas todas as outras pessoas da igreja vejam o quanto somos bons, perfeitos, retos, íntegros, observantes fiéis das normas religiosas, pessoas realmente evoluídas no sentido espiritual, diferentes de tantas outras, que julgamos ignorantes, atrasadas, não evoluídas... Na oração, como você se coloca diante de Deus? Como um copo cheio ou como um copo vazio? Como uma pessoa cheia de si mesma ou como uma pessoa que, na sua humildade e simplicidade de coração, tem espaço para Deus entrar e depositar no seu coração a bênção da justificação? Vivendo no meio de pessoas arrogantes, que se julgam melhores que as outras e, inclusive, mais evoluídas espiritualmente, Jesus nos convida a cultivar a humildade como abertura para Deus, a fim de que possamos sair da oração justificados. Lembrando que só pode ser justificado quem reconhece que a salvação vem de Deus e não dos seus próprios méritos; que só pode ser justificado quem tem consciência de que necessita ser salvo. Pe. Paulo César Mazzi Pároco da Par. São Benedito - Jaboticabal

MILMAQ Papelaria e Informática

Material Escolar Mochilas Materias para escritório e informática Vendas e Assistência Técnica Relógio de Ponto e Biométrico

Volta às aulas è aqui

a c e i t a m o s c a r t õ e s d e c r é d i to

Rua Francisco Inácio, 107 – Bebedouro S.P. | 17 3342. 4224 | 3343 7220 | www.milmaqinformatica.com.br


Testemunho de cura diante de Jesus Sacramentado

H

á quatro anos fiz uma cirurgia para a retirada de um cisto ósseo na mão direita. No ano passado o cisto voltou e apareceu outro na mão esquerda. Fui ao ortopedista e ele disse que não iria operar, mas puncionar. Fiquei sem os cistos por apenas 15 dias. Eles voltaram e, novamente, o médico os puncionou, mas após cinco minutos já estavam de volta. Fiquei muito nervosa, marquei uma consulta com outro médico para depois de três meses. Numa quarta feira, fui convidada a assistir uma palestra para os pais das crianças da catequese, na Matriz do Senhor Bom Jesus, em Monte Azul. Sinceramente, pensei em não ir, mas mudei de ideia e fui até lá. Foi uma noite maravilhosa, ministrada por membros da Comunidade Jesus Caminho Seguro. Assistimos a um vídeo e, depois, houve

I

testemunho

9

uma colocação e um momento de oração que, aliás, foi muito bonito. Em determinado momento, a missionária pediu que ajoelhássemos e pedíssemos por nossa saúde. Assim fiz: pedi pela minha saúde, do meu esposo, dos meus filhos e familiares. De madrugada, senti muita dor na mão. Pela manhã, percebi que os cistos haviam sumido. Até hoje eles não voltaram. Fiquei muito feliz! Agradeço a Deus todos os dias por essa graça alcançada. Lucimara Brunelli Paróquia Senhor Bom Jesus - Monte Azul Paulista

Estejamos sempre de “mãos dadas”

nteressante esta história: Todas as manhãs, a mãe ia para a roça e levava a criança num balaio, e ali ela passava o dia. A vida era dura, eles trabalhavam de sol a sol. A criança já estava grandinha, já engatinhava e logo começaria a andar. Naquela manhã, a mãe fez como todos os dias: deixou o balaio na sombra, cobriu com um pano fino e foi trabalhar. Pela hora do almoço, quando ela voltou, o balaio estava caído e a criança não estava ali. Certamente tinha engatinhado e estava por perto. Procurou, procurou..., mas nada. A angústia começou a tomar conta dessa mãe, que gritou para as pessoas mais próximas, gritou pelo marido que estava mais longe. Todos chegaram... Ela tentava explicar. Cada um saiu para um canto a procurar... Mas ninguém encontrava a criança. Foram inúteis todas as buscas. Foi uma tarde terrível. Quando já começava a escurecer, o seu Manuel, um verdadeiro líder daquelas bandas, chamou a todos e deu uma ordem: “Vamos nos dar as mãos. E vamos varrer o campo em todas as direções. Mas sempre de mãos dadas”.

Começaram. E já estava bem escuro quando encontraram a criança caída de bruços na beira de um córrego, mas, infelizmente, já estava morta. Seu Manuel levantou a criança no alto e gritou para os companheiros: “Gente, por que não nos demos as mãos antes?”. Na vida espiritual, não podemos deixar que ninguém se perca. Somos responsáveis por aqueles que o Senhor colocou ao nosso lado. Nenhum familiar pode perder ninguém: nem pai, nem mãe, nem filho, nem filha, nem irmão... Por isso, precisamos nos dar as mãos, pois agora é o tempo favorável! Jesus mesmo disse: “Esta é a vontade do Pai que me enviou: que não se perca nenhum daqueles que Ele me deu”. A hora é agora, para que não aconteça que depois tenhamos de gritar como seu Manuel: “Por que não nos demos as mãos antes?” A todos um glorioso ANO NOVO. Louvado seja Deus! Fonte: Pe. Jonas Abib Por João Pena Comunidade Jesus Caminho Seguro


10

boas notícias

Festa de Cristo Rei

Aberto o Ano Vocacional Diocesano

N

Foram ordenados sacerdotes: Thiago Cézar Giannico e Daniel Bento Bejo

a Solenidade de Cristo Rei, dia 24 de novembro, a Diocese de Jaboticabal (SP) deu início ao Ano Vocacional Diocesano, com o tema “Igreja chamada a chamar” e lema “Vinde após mim!” (Mt 4,19). O Ano Vocacional acontece também em comemoração aos 85 anos da Diocese de Jaboticabal. Durante a Festa de Cristo Rei, foram ordenados sacerdotes Thiago Cézar Giannico, da Paróquia São João Batista, de Bebedouro, e Daniel Bento Bejo, da Paróquia São João Batista, de Barrinha.

Maria Aparecida

lembranças para casamento, bodas, 15 anos, aniversário, decoração de mesa e salão (17) 3342- 6786 / (17)3342-4440 / 8114-5968 Av. Raul Furquim, 2340 - (Jd.Júlia) - Bebedouro – SP Av. Pedro Paschoal, 1111 (Jd. Paraíso) -Bebedouro – SP email: mars.sampaio@hotmail.com


comunidade

11

Nossas ações, formações, missas...

fazermos uma experiência maravilhosa em visita aos Santuários Marianos da Europa. Foram momentos profundos de espiritualidade, comunhão, aprendizado e amizade. Nunca iremos nos esquecer do amor de Deus derramado nos nossos corações em cada lugar onde estivemos. Agradeço a todos os que estiveram conosco nessa viagem, em especial ao Pe. Benedito Pissuti, que foi de fundamental importância para que essas experiências de Deus pudessem acontecer (Lica Mazeu).

Noite

de

Espiritualidade – Em

novembro, foi realizada, com muitas bênçãos, a Noite de Espiritualidade, com o tema “Hoje eu vou tocar o Senhor”.

Missa festiva – No dia 27 de novembro, com a Capela da

Comunidade lotada, comemoramos o Dia de Nossa Senhora das Graças e os cinco anos de fundação de nossa Capela. A missa foi celebrada por Pe. Anderson de Carvalho, da Paróquia São Galvão, que no final abençoou os objetos e as medalhas de Nossa Senhora das Graças. No encerramento, ao sortear quadros e medalhas, a Comunidade agradeceu aos benfeitores que colaboraram com a reforma da pintura da Capela.

Confraternização – Em agradecimento

pelas bênçãos do ano de 2013, os membros da CJCS se reuniram numa confraternização, no dia 02 de dezembro, após missa celebrada na Capela São José pelo Pe. Sebastião Ricardo Vicente, de Monte Azul.

Praça

Valêncio de Barros, n ˚22 - Centro

(17) 3343 6403 Bebeouro S.P

Saudade – Nossa amiga Deise (a 1ª da

esquerda para a direita), além da saudade, nos deixou um legado de ensinamentos, através de sua participação na liturgia, de sua disponibilidade para o serviço, de seu sorriso e acolhimento. Deise, obrigado por tudo!

Dia da Noiva e do Noivo

Espaço especial para um dia especial

(17) 3343 6115 - Rua General Osório, 09 - Bebedouro

foto - Jaque PhotoArt Designer

Viagem – Quero louvar e agradecer a Deus pela oportunidade de


Viver em diferentes

12 12

capa

Viver é sentir-se vocacionado. Recebemos a vida como um dom, e assumi-lo é a nossa missão

A

primeira e superior vocação do homem é a santidade. Nem poderia ser diferente, pois Deus é Santo e quer que o sejamos também. A beleza da flor não está no botão, mas na flor desabrochada. Assim é a criatura humana. É chamada a ser pessoa, a ser cristã, a ser santa. Não chegar à plenitude da vocação é frustrar-se. Comprometer totalmente o sentido da vida é aborto: aborto existencial. A resposta ao chamado à vida não se esgota, portanto, na resposta meramente humana, mas exige uma resposta pelo culto cordial a Deus, requer a finalização da existência em Deus – ponto de chegada da criatura humana. Ali se encontra a beleza e a sublimidade do chamamento. Deus chama, consagra e envia. Ele não precisa de conselheiros e assistentes ao trono. É felicíssimo na comunhão Trinitária. Apraz-lhe, no entanto, contar conosco para levar à plenitude os múltiplos dons concedidos a cada um para o bem comum. Transforma para enviar: para a construção do Reino de Deus. Jesus para isto veio. Nós para isto

vivemos ou, sem isso, fracassamos. Eis nossa vitória ou derrota. Somos seres racionais, conscientes e livres. Livres, mas condicionados desde o berço. Por isso, há muito que fazer. Nos Evangelhos, os Apóstolos são geralmente denominados como trabalhadores (cf. Mt 20,4), pescadores (cf. Mc 1,17) ou pastores, jamais como aposentados. A alteridade faz parte do ser pessoa, a gratuidade é dimensão constitutiva do ser cristão. Existimos para... Há o vocacionado leigo. Pelo batismo-crisma, ele é chamado a ser sal da terra e luz do mundo. Cabe-lhe transformar o mundo em Reino de Deus. É chamado, antes de tudo, a ser santo, para tornar a sociedade sempre mais justa, solidária, amorosa e feliz. Pode viver sua vocação no matrimônio, pela família ou sem ela. Precisamos, na Igreja, urgentemente, de bons leigos. Tanto na economia como na política ou no mundo universitário, os leigos são a grande maioria do povo cristão. Sem eles a Igreja se tornaria anêmica em sua ação ministerial. Eu sempre agradeço a Deus pelos irmãos e irmãs leigos, entre os quais há tantos santos e santas.

Presentes Rua Jorge Frahia, 36 Jdim Sto Antonio

(Pertinho do Residencial Franciscano)

Fone:- 3342 1096


vocações

capa

13

Há os vocacionados para uma vida religiosa consagrada. São aqueles que dizem sim à proposta de uma vida colocada, imediatamente, à disposição da evangelização, do testemunho e da busca da santidade, em comunidade. Desejam renunciar amorosamente às coisas, para serem mais livres, para, despojadamente, servir ao próximo (pobreza) e buscar a perfeição pela vivência do voto de castidade. Não deixam de amar, mas pretendem amar a todos, em Cristo, sem direcionar seu amor a este (a) ou àquele (a). Querem imitar em profundidade a forma de viver de Jesus Cristo. Oferecem ainda suas vidas pelo voto de obediência, para poderem responder às necessidades do Reino.

Ninguém precisa invejar a vocação do outro. Basta-lhe viver a própria. Somente assim estará no lugar certo. É isto que o Senhor espera de cada um de nós.

Em uma vocação ministerial as pessoas são chamadas a ser profetas do Reino, pastores do rebanho e homens do culto, por excelência. Cabe-lhes evangelizar. Devem partir de Cristo, vivendo a caridade pastoral na fraternidade presbiteral. São sinais da transcendência, pela audição da Palavra de Deus, pela celebração da Eucaristia, buscando a santidade do Mestre, imitando-O de perto na construção do Reino. Como se vê, as vocações são específicas, mas complementares. Deus, que pela Divina Providência tudo governa, não quer fazê-lo sozinho. Conta conosco. Felizes os que têm ouvidos para ouvir, coração para amar e vontade para servir. Ninguém precisa invejar a vocação do outro. Basta-lhe viver a própria. Somente assim estará no lugar certo. É isto que o Senhor espera de cada um de nós. Fonte: Informativo CNBB Regional Sul 1 Dom Carmo João Rhoden, scj, bispo diocesano de Taubaté (SP) e Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada

Oração Vocacional 2014 Diocese de Jaboticabal Senhor da Messe e Pastor do rebanho, faze ressoar em nossos ouvidos teu forte e suave convite: “Vem e Segue-me”. Derrama sobre nós o teu Espírito, que Ele nos dê sabedoria para ver o caminho e generosidade para seguir tua voz. Senhor, que a Messe não se perca por falta de operários. Desperta nossas comunidades para a Missão. Ensina nossa vida a ser serviço. Fortalece os que desejam dedicar-se ao Reino na diversidade dos ministérios e carismas. Senhor, que o Rebanho não pereça por falta de Pastores. Sustenta a fidelidade de nossos bispos, padres, diáconos, religiosos, religiosas e ministros leigos e leigas. Dá perseverança a todos os vocacionados. Desperta o coração de nossos jovens para o ministério pastoral em tua Igreja. Senhor da Messe e Pastor do Rebanho, chamanos para o serviço de teu povo. Maria, Mãe da Igreja, modelo dos servidores do Evangelho, ajuda-nos a responder SIM. Amém!


saúde e cidadania

14

30 anos do Programa Estadual de DST/AIDS de São Paulo

P

Para diretor-adjunto, epidemia da doença poderá acabar em 2030

resente nas comemorações de 30 anos do Programa Estadual de DST/Aids de São Paulo, no final de outubro do ano passado, Luiz Antonio Loures, diretor-adjunto do Programa de AIDS das Nações Unidas (UNAids) e subsecretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), estimou que a epidemia de AIDS deverá ter fim em 2030. “A minha perspectiva pessoal é a de que 2030 é um alvo razoável para pensar sobre o fim da epidemia. Se tomarmos em consideração a experiência histórica, o tempo que levou a expansão dos tratamentos dá um bom parâmetro para pensar que, talvez, 15 anos seja um tempo razoável (para o fim da epidemia)”, disse em palestra durante evento no Hospital das Clínicas, na capital paulista.

Tratamento: Medicamentos já custaram U$ 17 mil/ano, hoje cerca de U$ 150/ano De acordo com Loures, até o ano de 2015 será possível eliminar globalmente a transmissão horizontal do vírus, ou seja, de mãe para filho. “Existem casos acontecendo ainda no Continente Africano, sendo que é quase virtual a transmissão mãe/filho fora da África”, disse. Atualmente, de acordo com o diretor, a maior epidemia de AIDS ocorre entre homossexuais do sexo masculino. A transmissão nesse grupo cresce em países do Hemisfério Norte, como Estados Unidos e Rússia; aumenta também na Europa, na África, na Ásia e em alguns países do Hemisfério Sul. “A epidemia entre homossexuais masculinos, essa é, no meu ver, a única epidemia verdadeiramente global que temos hoje, entre as muitas epidemias de AIDS”, destacou. Números Esse avanço recente na luta contra a doença ocorre graças a um acesso maior aos medicamentos e a uma queda considerável em seu custo. Há 20 anos, o tratamento anual para uma pessoa com HIV custava em média 17 mil dólares.

Hoje, o custo é de apenas 150 dólares anuais, o que se deve, em grande parte, à introdução dos remédios genéricos. Além disso, as pessoas com o HIV iniciam o tratamento cada vez mais cedo, o que retarda o aparecimento da doença. Ainda de acordo com o UNAids, o número de novas infecções anuais caiu 20% na última década e, em uma lista mais restrita de 25 países (13 deles da África subsaariana), caiu 50%. Além disso, em apenas 24 meses, o número de pessoas com acesso ao tratamento para o HIV aumentou 60%. Segundo dados apresentados por Loures, em 2011 foram registradas 500 mil mortes a menos – causadas por AIDS – do que em 2005. As maiores quedas ocorreram nos países da África Subsaariana. “Não tem dúvida nenhuma que existe progresso. Isso é resultado de uma mobilização social e avanço da ciência”, finaliza. Fontes: correio24horas.com.br | agenciaaids.com.br Fernanda Luiz – Depto. Comunicação

familia saborear além alem dos pratos tradicionais as exclusividades Venha com sua família Cebola Crocante e a Pimenta Recheada

Marmita e marmitex

ion

n O g i B

ta

n Pime

ada e h c e r

de segunda à sábado

Rua Lucas Evangelista, 1261 - Centro, Bebedouro SP - tel: (17) 3343-0642

das 11h às 14h


tesouros do coração

15

A didática de Cristo

N

ão foi por acaso que Jesus, em seu tempo na Palestina, recebeu o nome de “Mestre dos mestres”. E dentre as características do Mestre destaca-se a didática para transmitir sua mensagem divino-humana que, pelas Sagradas Escrituras, até hoje norteia a humanidade. Respeitando as condições humanas em todos os tempos, Cristo se utiliza de simples comparações, atitudes e palavras que venham mostrar concretamente seu plano de amor para cada um de nós. Uma das comparações que mais nos tocam como cristãos é a do “fermento na massa”. Além de ser facilmente assimilável por todos, é abrangente e profunda. Disse Jesus: “Vós sois fermento na massa!”. Partindo dessa afirmação de Cristo, nossa ação no mundo (massa) é como o fermento que, levedando a massa, a faz crescer sem destacar-se ou aparecer. Quando comemos um bolo gostoso, elogiamos sua beleza, deliciamo-nos com tudo e queremos saber quem o fez, para barabenizá-lo e lhe pedir a receita. Entretanto, nunca se viu alguém perguntar sobre qual “fermento” foi usado. Pois é, “fermento” ninguém vê! Se analisarmos nosso comportamento, podemos constatar que, muitas vezes, nossa preocupação ou nossa expectativa, consciente ou não, é de que todos vejam e reconheçam nossas virtudes e, quem sabe, nos elogiem. Se continuamos querendo que nos vejam, é possível que ainda não tenhamos compreendido quem somos. É hora de rever a nossa história e entender o que Jesus quer nos dizer. Caso contrário, ficaremos querendo ser o “enfeite do bolo”, quando, na verdade, Jesus nos quer realizando o que é essencial – a parte do fermento – e nada mais. Cônego Pedro Paulo Scannavino Paróquia São João Batista

Comece o ano economizando. Venha conhecer nosso Bazar. Produtos em ótimo estado, com qualidade e um precinho que cabe no seu bolso.

roupas | sapatos | acessórios | utensílios para a casa | brinquedos | móveis | eletrodomésticos Rua São João, 849 - Centro Fone: (17) 3044-1432


16

espiritualidade

Enquanto os ventos sopram...

U

m fazendeiro possuía terras ao longo do litoral do Atlântico. Constantemente anunciava estar precisando de empregados. A maioria das pessoas não estava disposta a trabalhar em fazendas ao longo do Atlântico. Temiam as horrorosas tempestades que varriam aquela região, fazendo estragos nas construções e plantações. Portanto, ele recebeu muitas recusas. Finalmente, um homem baixo e magro, de meia-idade, se aproximou do fazendeiro. - Você é um bom lavrador? Perguntou o fazendeiro. - Bem, eu posso dormir enquanto os ventos sopram. Respondeu o pequeno homem. Embora confuso com a resposta, o fazendeiro, desesperado por ajuda, o empregou. O pequeno homem trabalhou bem ao redor da fazenda, mantendo-se ocupado do alvorecer ao anoitecer, e o fazendeiro estava satisfeito com o trabalho do homem. Então, uma noite, o vento uivou ruidosamente. O fazendeiro pulou da cama, agarrou um lampião e correu até o alojamento dos empregados. Sacudiu o pequeno homem e gritou: - Levanta! Uma tempestade está chegando! Amarre as coisas antes que sejam arrastadas! O pequeno homem virou-se na cama e disse firmemente: - Não, senhor. Eu lhe falei que posso dormir enquanto os ventos sopram. Enfurecido pela resposta, o fazendeiro estava tentado a despedilo imediatamente. Em vez disso, ele se apressou a sair e preparar o terreno para a tempestade. Do empregado, trataria depois.

A

S CA

FÁ CI

L

Tudo para sua casa em um só lugar. Rua Campos Salles nº 10 na esquina do cemitério - Fone 3343 0825

Mas, para seu assombro, ele descobriu que todos os montes de feno tinham sido cobertos com lonas firmemente presas ao solo. As vacas estavam bem protegidas no celeiro, os frangos nos viveiros e todas as portas muito bem travadas. As janelas bem fechadas e seguras. Tudo foi amarrado. Nada poderia ser arrastado. O fazendeiro entendeu o que seu empregado quis dizer. Então retornou para sua cama, e também dormiu enquanto o vento soprava. Será que podemos dormir enquanto os ventos sopram em nossa vida? Queridos pais, estejam conscientes de que aquilo que os filhos não aprenderem em casa a vida irá ensiná-los e, muitas vezes, a duras penas. Ceder, deixar fazer, não dizer não, realmente é mais fácil. Amar, educar, disciplinar e exigir, sem aspecto de punição, preparando para a vida, é um grande desafio... As conquistas dependem 50% de inspiração, de criatividade e de sonhos, e 50% de disciplina, trabalho árduo e determinação. São duas pernas que devem caminhar juntas. Tenhamos a certeza de que a dureza de nossas palavras, hoje, poderá construir a solidez de caráter dos nossos filhos amanhã. Quando estamos espiritualmente, mentalmente e fisicamente preparados, não temos nada a temer. Fonte: www.amorexigente.org.br Eliana Merchan Comunidade Jesus Caminho Seguro


a voz da Igreja

Por que as pessoas não dão à Epifania do Senhor a importância que a Festa merece?

C

omo de costume, fui com a família à Catedral de Campina Grande neste domingo. Era a celebração da Epifania do Senhor. Segundo Pe. Márcio Mendes, que celebrou a Missa, é a apresentação de Cristo Jesus a todos os povos, e é considerada uma das mais importantes festas da Igreja Católica. Mas por que as pessoas não dão à Epifania do Senhor a importância que ela tem? Ouvimos falar do Natal, da Páscoa, mas não da Epifania. Aliás, muita gente não sabe nem o que significa Epifania. Talvez o Papai Noel e os ovos de páscoa contribuam para isso. Afinal, na Epifania não há um símbolo comercial agregado. Nas palavras de Pe. Márcio, a Epifania marca o momento em que Jesus, após o nascimento, foi anunciado a todos os povos. Tanto que os Reis Magos vieram do Oriente para adorá-Lo. A partir de então, o mundo tomava conhecimento de que o Salvador havia nascido, de que Ele estava entre nós. Por este aspecto, vemos o tamanho da importância da data. “A luz agora vai iluminar todos os povos. O próprio Jesus é a estrela luminosa, que atraiu os magos e hoje atrai a todos nós”,

disse Pe. Márcio, ao lembrar que o povo pagão passou a ter em Jesus um ícone da sua própria existência, ícone que só se fortalece nos dias de hoje. Uma vez explicado o significado da Epifania do Senhor, é hora de analisarmos o que ela nos traz atualmente. Pe. Márcio lembra que, a exemplo dos Reis Magos, que trouxeram presentes para o Menino Deus, nós também temos que presenteáLo. Porém, não mais com ouro, incenso e mirra, “mas com o amor, o serviço, a doação, a generosidade...”. Da mesma forma, precisamos fazer como os Magos do Oriente, que deixaram tudo e partiram ao encontro do Rei que nascera. “Precisamos partir de uma fé preguiçosa – às vezes nossa vida está tão acomodada... Cada um sabe do que tem de partir”, afirma Pe. Márcio, propondo-nos uma reflexão. Segundo ele, quando nos deixarmos guiar pela luz do próprio Cristo, vamos enxergar a presença de Deus em outras coisas, naquilo que já foi descartado porque era simples, humilde, ou não estava tão reluzente. “Cada um reflita a si próprio”, disse ele. E aí vemos, talvez, a mensagem mais

importante: os magos, após o encontro com o Menino Jesus, voltaram por outro caminho, pois haviam sido alertados, em sonho, dos planos do Rei Herodes de evitar que o novo Rei sobrevivesse. “É assim que acontece hoje também. Quem se encontrou com Jesus muda de vida, não se utiliza do mesmo caminho”. Que possamos, a partir da Epifania do Senhor, fazer como os magos do Oriente, voltar por outro caminho. E o início de um novo ano talvez seja uma ótima oportunidade para mudar os caminhos que vínhamos seguindo até então. Pensemos nisso... Fonte: www.carlosmagno.com.br Carlos Magno - Jornalista

Muito obrigado! Agradecemos ao Jorge do Foto Jorge pela disponibilidade em fotografar nossos “pequenos modelos” da edição de dezembro/2013, que ficou maravilhosa. Agradecemos também às mães que colaboraram conosco, disponibilizando seu tempo para trazer seus filhos nas sessões de fotos.

17


18

livraria

Livros para entrarmos em contato com Deus e interceder pelas pessoas através da oração Lançamentos Livros:

Tel: 3344-3902

Lançamentos CDs:

“Já deu tudo certo” - Pe. Marcelo Rossi “Faça-me crer” - Pe. Reginaldo Manzotti

A força da oração aos Santos

Homens da Bíblia

Mulheres da Bíblia

O poder da oração a Maria

Salmos para rezar ao longo da vida

Liturgia Diária | Deus Conosco | O Pão nosso de cada dia

Estas três liturgias (de diferentes editoras, mas com conteúdos parecidos) já fazem parte da vida de muitas famílias e podem fazer parte da sua também. Basta você entrar em contato com a Livraria e fazer sua encomenda mensal. Este subsídio é ferramenta essencial para a compreensão da Palavra de Deus no dia a dia, com as leituras e Evangelho e explicações de cada um.

CF 2014: produtos

Espaço “Pequeninos de Jesus” Invista na educação cristã de seus filhos. Dê produtos que evangelizam!

Livros:

Deus é meu amigo (um guia infantil em direção a Deus) - Eu não quero ir à Igreja (da rejeição...) - Aprendendo sobre virtudes (um manual...) CD canções de ninar - Bonecos para a menina e o menino

(CDs, cartazes, texto base e outros)

sob encomenda.

Tema: “Fraternidade e Tráfico Humano” Lema: “É para a liberdade que Cristo nos libertou”

CV &

modas

Venha conferir a coleção

verão 2014 Rua Pres.Vargas, 329

Rua: Coronel João Manoel, 439 - fone: (17) 3342 5860 Bebedouro Shopping - (17) 3345 3970

Vila Major Cicero de Carvalho (Rua do Lago Auto Posto)

Fone: 3343-5274


questões de fé

19

São Paulo Apóstolo de perseguidor da Igreja a pregador da Palavra

S

eis anos após a Ascensão de Nosso Senhor Jesus Cristo, o grande chefe e articulador da perseguição contra a Igreja era o fariseu Saulo de Tarso. Inesperadamente derrubado do cavalo, é questionado por Jesus sobre o motivo de tantas perseguições. Ao levantarse, repentinamente transformado pela graça, teve início a obra extraordinária do grande São Paulo, que escreveu Epístolas inspiradas e levou a fé católica a toda a bacia do Mediterrâneo. O martírio de São Paulo é celebrado junto com o de São Pedro, em 29 de junho, mas sua conversão tem tanta importância para a história da Igreja que merece uma data à parte, comemorada em 25 de janeiro. Saulo, no seu nome original, nasceu no ano 10, na cidade de Tarso, na Cilícia, atual Turquia. Seu pai, Eliasar, era fariseu e legionário do imperador Augusto. Pelo mérito de seus serviços, recebeu o título de Cidadão Romano que, por tradição, era legado aos filhos. Portanto, Saulo era um cidadão romano, fariseu de linhagem nobre, bem situado financeiramente, religioso, inteligente e culto. Aos quinze anos, foi para Jerusalém dar continuidade aos estudos de latim, grego e hebraico, onde também recebia educação religiosa fundamentada na doutrina dos fariseus, pois seus pais o queriam um grande Rabi, no futuro. Saulo era totalmente contrário ao cristianismo e combatia-o ferozmente. Por isso, tinha muitos adversários. Foi com ele que Estevão travou acirrado debate no templo judeu, chamado Sinédrio. Ele tanto clamou contra Estevão que este acabou apedrejado e morto, iniciando-se então uma incansável perseguição aos cristãos, com Saulo à frente, tendo total apoio dos sacerdotes do Sinédrio. Mas como Deus escolhe as pessoas mais imprevisíveis, eis que chama Saulo de maneira arrebatadora, fazendo-o

cair por terra com força proporcional ao seu ímpeto de perseguidor. Em Damasco, após ser curado por Ananias, a conversão ocorre no mesmo instante, e ele pede então o batismo em nome do Senhor. De Damasco, saiu a pregar a Palavra de Deus, já com o nome de Paulo, como lhe ordenara Jesus. Conhecido como o Apóstolo dos gentios, foi perseguido incansavelmente, preso várias vezes e martirizado no ano 67, em Roma. Suas relíquias se encontram na Basílica de São Paulo Fora dos Muros, em Roma. As 14 cartas que escreveu se transformaram numa verdadeira “Teologia do Novo Testamento”. Paulo Francisco Tellaroli Comunidade Jesus Caminho Seguro

Aberto de Segunda a Sexta das 17:30h às 22h Sabado das 10h às 15h

Rua Barretos 383 - Jardim Talarico - CEP. 14700-790 383 Bebedouro - S.P.

Cel: (17) 9739 9650

de a d i nov a Suina Kaft

Rua - Viradouro, 11 Jardim Ciranda


20

promoção humana

N

5 anos de respeito à vida

a década de 60, o único hospital especializado para tratamento de câncer situava-se na capital do Estado de São Paulo. E os pacientes que apareciam com a doença no Hospital São Judas de Barretos eram, em sua maioria, previdenciários de baixa renda, com alto índice de analfabetismo. Por isso, tinham dificuldades em buscar tratamento na Capital, por falta de recursos, receio das grandes cidades, além da imprevisibilidade de vaga para internação. Em 27 de novembro de 1967, o hospital São Judas Tadeu, que fôra assumido pelo casal de médicos Paulo Prata e Scylla Duarte Prata, foi instituída Fundação Pio XII e, conforme memorando 234, de 21 de maio de 1968, assinado pelo Dr. Décio Pacheco Pedroso, diretor do INPS, passou a atender pacientes portadores de câncer. Esse pequeno Hospital contava com apenas quatro médicos: Dr. Paulo Prata, Dra. Scylla Duarte Prata, Dr. Miguel Gonçalves e Dr. Domingos Boldrini, que trabalhavam em tempo integral, dedicação exclusiva, caixa único e tratamento personalizado. Filosofia de trabalho que promoveu o crescimento da Instituição. Devido à grande demanda de pacientes e ao velho e pequeno hospital não comportar todo crescimento, Dr. Paulo Prata, idealizador e fundador, recebeu a doação de uma área na periferia

da cidade e propôs a construção de um novo Hospital que pudesse responder às crescentes necessidades. No ano de 1989, Henrique Prata, filho do casal de médicos fundadores do hospital, abraça a ideia do pai e, com a ajuda de fazendeiros da cidade e da região, realiza mais uma parte do projeto. O pavilhão Antenor Duarte Villela, onde funciona o ambulatório do novo hospital, é inaugurado em 6 de dezembro de 1991. Dando sequência ao projeto que vem ganhando grandes proporções com a ajuda da comunidade, de artistas, da iniciativa privada e a participação financeira governamental, outras áreas do hospital estão sendo construídas para atender, via SUS, aos pacientes com câncer. Uma maneira que o Hospital encontrou de homenagear essas pessoas que contribuem com esta nobre causa foi colocar nos pavilhões os seus nomes. São 16 pavilhões somente dentro do HC de Barretos. O projeto expandiu-se, passando a atuar também em outras regiões do país. São seis unidades móveis e quatro unidades fixas: Jales e Fernandópolis, no interior de SP, Juazeiro (Ba) e Campo Grande (MS). Fonte: hcancerbarretos.com.br


pequeninos de Jesus

Mês de

janeiro é mês de

21

Atividades: 1) Aprenda uma musiquinha bem legal para brincar de roda com seus amigos:

Cantiga de Roda A Barata

É

, gente, mais um ano de muitas conquistas se passou, principalmente para os pequeninos que já estão na escola. Muito aprendizado, amigos novos, novas experiências, muito trabalho e também muita diversão. Ah, e também teve momentos de conflitos, tristezas, saudades, mas tudo foi superado! Agora, temos mais tempo para curtir a família e para a realização de novos projetos. Mas o mais importante é aproveitar tudo o que aprendemos de bom para vivermos um ano melhor. As coisas ruins... fazemos um grande esforço para que elas não aconteçam mais. E se algo sair nosso controle, C A L M A!!! Só não tiramos férias da proteção e do amor de Deus. Amor esse que vamos treinando com as pessoas com quem vivemos. Então, pequeninos, divirtam-se, amem e sejam amados! Busquem na história de vida de Jesus a certeza de que vocês são muito importantes neste mundo e merecem ser felizes! Tchau, pequeninos! Um

A barata diz que tem sete saias de filó É mentira da barata, ela tem é uma só Ah, ah, ah, oh, oh, oh Ela tem é uma só.

A barata diz que tem um anel de formatura É mentira da barata ela tem é casca dura Ah, ah, ah, oh, oh, oh Ela tem é casca dura. 2) No desenho, pinte quantas são as saias da barata da musiquinha.

FELIZ ANO NOVO para todos vocês!

Mês de Janeiro IPVA1º Parcela ou Integral com desconto


22

“Sua nova antena parabólica, sem custo mensal e com inúmeros benefícios, confira...!!! “

12x sem juros e nada mais de mensalidade, o equipamento é 100% seu. Aproveite agora a substituição da parabólica com vantagem de o sinal ser 100% DIGITAL!!! (17) 3344 0350

www.assineskyagora.com.br

Parceiros:

Rua Rubião Junior, 500 - Bebedouro SP - CEP 14700-410 bebedouro@tintaecompanhia.com.br

www.tintaecompanhia.com.br


23


24

FENIX

SEGURANÇA PATRIMONIAL

Comércio de Sistemas de Alarmes, Câmeras, DVR, Cerca Elétrica e Automação de Portões e Concertinas. Serviços Elétricos em geral.

17 3343 2120 / 17 9197 6398 Plantão

Representante Comercial da Marca PERIMETRAL

Rua Campos Salles, 374 - Centro - CEP 14700-420 - Bebedouro - SP

e-mail: fenixsegurancatotal@hotmail.com

Revista Caminho Seguro Janeiro 2014  

“Igreja chamada a chamar” 2014 - Ano Vocacional Diocesano

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you