Issuu on Google+

Por: Graziela Potenza Foto: Roberto Silva

Caravana

Carlos Migliorini ganha

o Iveco Stralis

O autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, SP, foi palco de uma emocionante final da quarta Caravana Siga Bem Caminhoneiro.

O

caminhoneiro Carlos Alberto de Marco Migliorini foi o vencedor da quarta edição da Caravana Siga Bem Caminhoneiro, que aconteceu no dia 26 de novembro, em Interlagos, SP. Ele levou para a sua casa, um Iveco Stralis, zero quilômetro. Em segundo lugar ficou Eduardo Francisco Pita, que recebeu um Fiat Palio e, em terceiro, Jardel Gonçalves Nunes, que ganhou uma moto 125 cc. Carlos Migliorini, de Arapongas, PR, vibrou ao saber que era o vencedor. Afinal, estavam competindo 30 profissionais pelo título de Caminhoneiro do Ano Siga Bem 2008. Este ano, o resultado teve um sabor ainda mais emocionante. Pela primeira vez na história da Caravana houve empate. Sorte de quem tinha a carteira de habilitação mais antiga, primeiro critério de desempate segundo o regulamento. A adrenalina à flor da pele esteve presente durante toda a competição, num evento que se supera a cada ano. Segundo Marco Piquini, diretor de Comunicação da Iveco para América Latina, é muito importante a Iveco estar próxima dos caminhoneiros. “A Caravana propicia esse

contato direto com esse profissional que conhece todos os detalhes do transporte. Ele vive a estrada, vive o caminhão, vive a realidade desse mundo. Por isso, a opinião do caminhoneiro na hora da compra de um caminhão é determinante. Ele é a peça-chave em qualquer estratégia de uma montadora de caminhões”, diz Marco Piquini. Segundo Alexandre Côrte, diretor Geral da Cobram que é responsável pelo evento, a Caravana é um grande sucesso e tem um vasto conteúdo. “Ela reúne responsabilidade social e ação mercadológica”, diz Côrte. “Este ano, a Caravana Siga Bem Caminhoneiro se consolida com o maior número de testes realizados”. O número de retorno de cupons da participação dos caminhoneiros também foi grande”, diz. Nessas quatro edições, a Caravana percorreu mais de 100 mil quilômetros, visitou uma centena de cidades e atingiu mais de 1 milhão de profissionais do mercado de transporte rodoviário (estima-se que existam cerca de 2 milhões de caminhoneiros no País), além de profissionais envolvidos com as causas sociais e am-

bientais, ONGS e diversos projetos nos quatro cantos do Brasil. Durante a etapa final da quarta Caravana, Nery lembrou que a Petrobras foi indicada pelo Unicef como empresa referência mundial nas ações contra a violência e exploração sexual de crianças e adolescentes. O case Siga Bem Criança e as ações de itinerância da Caravana Siga Bem Caminhoneiro foram apresentadas pela Petrobras no III Congresso Mundial de Enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, no Rio de Janeiro. Da mesma forma pensa Edimario Oliveira Machado, diretor da Rede de Postos e Serviços Petrobras. “A Caravana traz a valorização do profissional da estrada. Além disso, há o fortalecimento da nossa rede de postos na rodovia. Esse evento tem uma importância grande por ser o único dessa natureza no País”. Edimario Machado salienta ainda, o papel social da Caravana. “O aumento das denúncias recebidas, mostra que uma parcela importante da população está sendo tocada por essa campanha”, afirmou Machado. m

30

Caminhoneiro ed253.indd 30

12/13/08 12:44:39 PM


253_CARAVANA