Issuu on Google+

\lvond*

Mutundpolit \iium t*iK

\Norte ' Slt»rd0 ' Goits lldpiMtO .ubw^a

oOwmp/ji>

4iMii Mi Afifiittto fio Vtt^

■fc Chhj«


Editorial

Indice

RESULTADOS POSITIVOS

MARKETING

4

Linha Aperitive Os numeros apresenfados em nosso Balance de 1997 PARCERIA

demonstram o acerto na

6

Supermercados Planaltao

esfrategia de gestae da empresa, voltada a recupera^do de mercado sem,

DESTAQUE

8

entretonto, abrir mao das Videiro e Marou fazem aniversario

margens de renfabilidade. As reesfrufuragdes sociefana e administrafiva, etapas concluidas no exerdcio, possilitaram total

CAPA

transparencia na gestao e capacitaram a empresa

Perdigao a cominho do ano 2000

10

para crescer com redu<;ao dos custos e aumento da rentabilidade. A manufengao dos niveis de capitalizagao e os avan(;os na desmobifizagao de ativos ndo operacionais tambem foram metas

ESPECIAL

14

Nova fabrica em Morau

alcangadas. Conclufmos nosso projeto de otimizagao, que nos proporcionou um crescimento de 21% na

POR DENTRO

16

Investimentos em ragoes

capacidade produtiva e uma consfanfe /novofoo do nosso mix de produtos. Alem disso, a esfrufura de distribuigoo da empresa foi ompliada e modernizada possibifitando a agrega0o de produtos

MERCADO

17

Um pregoo diferente

congefados e resfriados produzidos por terceiros. Obtivemos acrescimos sigmficativos dos percenfuais de partidpagao no mercado interna de carnes indusfrializadas e congeladas. Nosso

ACONTECE

18

Noticias dos unidodes Perdigao

desempenho no mercado exferno esteve acima da medio das demais empresas exportadoras, tanto em volumes como em receifas.

Perdigao Hoje e uma publico^ao periodka da Petdigoo AgroindiKtrial SA, de circulo^oo externo e dhlritHJi^oo gratuilo.

Encerramos 1997, nos preparando para o proximo milenio com o infcio das obras do complexo Agroindustrial de Rio Verde-CO, e com o projeto de implementagao do Centro de Tecnologia da'empresa em Videira, SC.

Nildemar Secches

Conselho Editoriol: Eggon Jodo da Silva; Nildemar Se<chÂŤ; Corlos Alberto Grodin; Wong Wei Chang; Jodo Roidrio do Sihro; Nelson Vos Hacklauer; Jodo Degenhordt; Poulo Ernoni de Oliveiro; Ahoir Zonchel; luiz Alberto Uocbodo de Brito; Antonio Zambelli; Ewlides Coslenaro; Ricaido Robert lAenezes; Stephen Detroemer. Colabora^ao: Anetisa Moradei; Fdbio G. Nunes Correspondenles: Mauro F. Cardozo e Jadi^son Beol (Videira); leocir Jose Deon (loges); [)o(oleia C do Silvo (Soho Veloso); Mouricio N. Fernondes (Capinzd); Robson C Triches e Ricordo J. G. Henriques (Marou); Edi Luiz Deitos (Serofina Corin) Elobora^oo: RMC (Miiumco^ao ltda. Rua Teodoro Sampoio, 417-1* ondor - (!P 0S40S-000-SdoPaulo-SP Tel.: (Ot I) 280-SI99 - Fax; (011) 853-201S (dHor Roberto Muyloert (MTb 2.967) Direlora ExMutivc UoriTia Muyloert CoontewKoo Editoriol â&#x20AC;˘ Texto: Mario Aporetida do S. OBveira, Monica Ronieri e Romy Aikowg Felos: Cloudn Milono Arte: lixiene CKilooka, Mario Gioni P Souso, Monico Conodi a Rodney Monti fotofito: Vox Impreswo: Adgrof frogem: $.000 exempiores


Baianco

ACERTO NA

ESTRATEGIA

Lucro liquido cresce 136,9% e foturamento atinge R$ 1,2bilhaoem 1997

agregado. A estrotegia comercial agressiva incluiu substanclais investimentos em logistica e marketing, resultando em expressive ampliagao de market shore da Perdigao nas llnhas de industrializados 119,5%) Chang: ^'Continuamos agregando valor a nossa linha de produtos"

e congelados (28,5%). No mercado externo os numeros tambem foram favordveis. As ex-

A Perdigao e um processador de carne de primeiro closse, superior em muitos aspectos a empresas do sefor norfeamericano e infernacional - em fermos de mix de produtos, custos de producao e impressionante forca de marca.

A Perdigao cresceu, em 1997, com

portagoes cresceram 36,4% em

maior racionalizagoo das operagoes, re-

volume, gerando uma receita de

dugao nos custos e ganhos de rentabiiida-

R$ 340,2 milhoes, acima da

de, alcan^ando um lucro liquido de R$

media das demais empresas

48,7 milhoes (peb CM1|, 136,9% su-

exportadoras, tanto em volumes

perior CO do exercicio anterior. As vendas

quonto em foturamento.

totois da empresa otingiram R$ 1.295,1

Para Chang a receita do suces-

bilhao, superondo em 15,5% o total acu-

so nao para por oi. "Obtivemos

mulodo em 1996.

ganhos de produtividade em

"A conclusao do projeto de otimizagao,

rela<pao o 1996, 16% a mois por funcio-

que permitiu um oumento de 21% na ca-

nario, reduzimos as despesas financeiras

pocidade produtiva da empresa oliado a

e otimizamos oindo mais nossa rede de

inovagao do nosso mix de produtos, re-

distribui(;ao, fatores de extrema importan-

sultou num crescimento de 14% nos ven-

cia para olcangarmos esses numeros", com-

das internes, apesar de um mercado su-

pleta. A empresa fez importantes investi-

perofertado e da depreciagao dos pre-

mentos no decorrer de 1997. Foram cer-

Cos", afirma Wang Wei Chang, vice-pre-

co de R$ 82 milhoes gastos na expansao

sidente do Perdigao.

e modernizagao de suas linhas de produ-

A empresa monteve um ritmo forte de lan-

gao, no nova unidode industrial de Ma-

(pamentos, 35 ao longo do ono, ampllan-

rau, RS, e no inicio das obros do Com-

do sua linha de produtos de maior valor

plexo Agroindustrial de Rio Verde - GO.

Mark Abramson, analista da Bear Steam


Marketing

Neste Dia das Maes serao <olo<adas a disposi^ao do consumidor 200 mil unidades de Chester

DIA COM

DAS SABOR

Comemoragao do Dia das Maes aumenta o

MAES ESPECIAL

olem de pratico e saboroso, seu tamanho e suficiente para alimentar uma familia inteira, o que o torna economico. A em-

consumo de Chester

presa esta colocando no mercodo 200 mil unidades de Chester, para o Dia das Maes, segundo Antonio Zambelli, direfor

Mc I ais uma vez a familia brasileira vai

de Marketing da Perdigao. Isso significa

comemorar o Dia das Maes em boa com-

um crescimento de 20% em relagao ao

panhia. Ja consagrada fradigao natolina

mesmo pertodo do ano passado. "Para

e de Pascoa, o Chester, produto exclusive

dar suporte aos nossos clientes, estamos

Perdigao, ganho, a coda ano, a pre-

investindo em a<;6es de marketing que in-

ferencia do consumidor para comemorar

cluem outdoors, duplica(pao do numero

essa data. De acordo com Wilson Bar-

de promotoras nos pontos-devenda e dis-

quilla, diretor comercial de Pereciveis do

tribui^ao de receitas", ressalta o diretor.

Pao de Acucar, as vendas de aves especiais, nessa epoca, chegam a ser quatro

VARIANDO O CARDAPIO

vezes maiores que nos outros meses. No

Na Pascoa, alem do Chester, a Perdigao

caso do Chester, em especial, a escoiha

disponibilizou tambem o pernil desossa-

do consumidor pode se justificar porque,

do e temperado e a linha Avis Rara.


"Acredito que a codorna e a perdiz estao

Isso porque anteriormente a produi^ao

conquistando um espacpo cada vez maior

nao era suficiente pora responder d de-

junto ao consumidor que quer variar o

manda. "Com o recente aumento da pro-

cardapio. Alem disso, o trabalho de di-

du(pao ja podemos atender nossos clien-

vulga^ao que fazemos juntamente com a

tes sotisfatoriomente", reveb Zombelli.

Perdigao tern mostrado resultcdos bas-

Outra novidade: as sugestdes de receitas

tonte positivos", afirma Borquilla.

para o prepare dos produtos do Perdigao

A linha Avis Rora, este ono, esteve

estao disponiveis no site da empresa na

presente pela primeira vez no Pascoa.

Internet (www.perdigao.com.br).

PARA

COMER

TODA

A

MORA

Por ser uma empresa atenta as oportu-

Com o langamento da Linha Aperitivos^

nidades, e buscondo oferecer mais op-

a Perdigao posiciona sua morca

(poes ao consumidor e ampliar sua participagao no mercado, a Perdigao esta lan-

em um novo segmento de mercado

(pando a Linha Aperitivos. Composta inicialmente por tres itens - Croquete de

preparado

Carne, Stick de Frango e Stick de Queijo

quanto assado, enquanto

tipo Prato, a novidade veio ocupar um ni-

o croquete de carne e o

cho de mercado ainda pouco explorodo.

stick de queijo, fritos.

"Somos a primeira empresa de porte a

Os

criar uma linha especialmente para aperi-

disponiveis nos Estados

tivos", diz Claudio Kliemann, gerente de

de Sao Paulo e do Rio

Grupo Novos Produtos da Perdigao.

de Janeiro a partir do

Os produtos forann desenvolvidos pelo

mes de abril, e, ate o

Centro de Tecnologia da Perdigao e serao

final do ano, sua distri-

produzidos nas unidades de Copinzal e

bui(pao sera nacional,

Lages. A empresa espera, com esse langa-

atingindo um volume

mento, dinamizar a imagem da marca, ao

de produ(;ao de 100

mesmo tempo em que diversifica e inova.

toneladas/mes.

Comercializados enn caixas de cartao

apoiar o lan(;amento foram programadas

impermeavel de 300 g, com receitas, no

degustapoes nos principals supermer-

verso, de molhos e acompanhamentos

cados, distribui(;ao de receituarios e

tesfadas e aprovadas pelo Centro de Culi-

anuncios em revistas, alem de material

naria Perdigao, o stick de frango pode ser

para ponto-de-venda.

tanto

produtos

frito

estarao

Para Novidade deve ocupar um nicho pouco explorado


Parceria

UMA

HISTORIA

DE

SOLIDEZ

Loja Planaltao da ddade satelite de Planaltina

De Porongafu oo Distrifo Federal, 33 onos

Planalfo, de apenas

120 m^ e duos

caixas registradoras. Os outros irmaos, entre eles, Jose Humberto, 13, juntaram-

de bons serv/fos

se a eles no ano seguinte, acompanhados pelos pais, seu Zeco e dona Santa. Antonio Carlos Pires, o verdureiro, e os em-

torongatu, Goias. Na casa simples, de

pacotadores Pedro Americo e Jose .Hum-

chao batido e fogao a lenha, vivia a

berto logo perceberam que estavam no

familia Pires Araujo. No ano de 1965, o

lugar certo e, unidos, come(;aram a fazer

comerciante Dias Noleto, a caminho de

carreiro nos "Planalfos". Foi no inlcio dos

uma pescaria, passou por 16 e nao hesitou

anos 70 que Dias Noleto resolveu se de-

em convidar urn dos nove primes a tentar

dicar mais a outras atividades comerciais

a vida no capital. Foi entao que Euzebio

e optou por abrir cotas da empresa.

Pires, aosl 8 anos, iniciou sua correiro de

Assim, OS irmaos que finham o dom para

supermercadista. Em seguido, os irmaos

o negocio foram os primeiros acionistas.

Antonio Carlos Pires, 16, e Pedro Ameri-

Na decada de 80, juntaram-se ao amigo

co, 14, tambem comegaram a frabalhar

Djalma Bondeira, hoje diretor Juridico e

para o primo, no pequeno Supermercado

de Potrimonio da empresa, e os quatro


tornaram-se proprietaries dos Supermercados Pbnaltao. A partir dai, a empresa nao parou mais de crescer. "Viviamos a epoca do Piano Cruzado, o que funcionou como uma ponte para que as empresas mostrassem sua forgo. Muitos fechoram suos portos e quern conseguiu sobreviver ficou bem mais forte", diz Pedro Americo, diretor Adrministrativo e Financeiro do rede.

NOVOS DESAFIOS

Distrito Federal,

1998. Adotando o

Brasilia, 1992. O Planoltao inaugurovo

slogan "junto com voce pelo menor pre-

sua primeira lojo no Piano Piloto. Segun-

?o", o Pbnaltao esta presente em sete

do o presidente do rede, Antonio Carlos

cidades-satelites com nove lojas, e quatro

Pires, esse foi urn grande desafio, e, para

no Pbno Piloto. Outros duos lojas jo

supera-lo, foi preciso modificar a forma

estao prontas. Uma debs, a 15" da

de se comunicar com os clientes, olem de

rede, localizada no Logo Sul, regiao

reestruturar por completo o area de mar-

onde moram as pessoas de maior poder

keting e, principalmente, de investir na

aquisitivo do Distrito Federal, deve ser

preparacpao dos funcionorios. "O cliente

totalmente diferente das outras unidades.

do Piano Piloto tem maior poder aquisitivo

"Estoremos privilegiando produtos de alto

e e mais exigente", diz. Para Jose Hum-

valor agregado como congebdos e es-

berto, diretor Comercial e de Marketing e

peciarias, e contaremos com um mix dife-

Expansao, a aberturo dessa novo unida-

renciado no setor de pereciveis", reveb

de impulsionou o crescimento da empre-

Jose Humberlo.

sa, que gonhou mais tres grandes lojas

O sucesso do Pbnaltao tambem se deve

nessa epoca. A informatiza<pao e a auto-

as parcerias travados com seus fornece-

magao vieram a seguir.

dores. E e nesse contexto que se encaixa

"Nosso diferencial em rela<;ao 6 concor-

a Perdigao, um dos maiores e mais onti-

rencia esfa no atendimento personali-

gos parceiros da empresa, com 20 onos

zado. Procuramos chomar o cliente pelo

de rebcionamento comercial e participo-

nome e cortar os frios do jeito que ele pe-

gao em bngamentos e empreitadas em

de", afirma o presidente. "Nosso objetivo

novas atividades comerciais. E, por sua

e sermos lider no comercio vorejista de

dedicogao ao trabalho e visao empre-

alimentos e congeneres de todo o Centro-

endedora, Jose Humberto, por consenso

Oesle", revelo Pires, acrescentando que o

dos associados da Abras, devera ser

Pbnaltao tem a intengao de inaugurar

eleito presidente da entidade, durante a

filiais, em breve, nas capitais Goiania

32速 Convengoo Nacional dos Super-

(GO) e Polmos (TO).

mercados, no proximo mes de setembro.

Da esq. para dir.: Pedro Americo, Djalma Bandeira, Jose Humberto, Antonio Carlos e Pedro Liberio


Destaque

EM

CLIMA

DE

FESTA

Videira e Marau, crescimento e desenvolvimento econdmico

quilometros de Porto Alegre. Tanto uma quanto a outra apresentam oindo hoje vestigios de sua colonizagao, predominante-

ligados a Perdigdo

mente itoliona, e conto com a forte presence economico da Perdigao, que montem unidodes industrials nessos duos cidades.

\/deira e AAarau. A primeira esta situada a 440 quilometros da capital de

O EMBRIAO DE UMA EMPRESA

Santa Catarino, no Vole do Rio do Peixe,

No dia

meio-oeste cotarinense, e possui uma

de Videira festejou seu 54速 aniversario.

populagao de cerco de 40 mil habitan-

Uma data em que se comemorou mais

tes. A segunda fica no regiao do Planalto

que a emancipagao da locolidade a mu-

Medio do Rio Grande do Sul, tem 25 mil

nicipio. Comemorou-se tombem a deter-

habitantes

minogao de seu povo que, desde os

e esta localizoda a 269

de morgo de 1998 a cidode


primeiros colonizadores, fern trabalhado para o desenvolvimento dessa regiao de solo fertil e clima propicio a agricultura. Nesse cenario, as familias Brandalise e Ponzoni fundaram, em 1934, um armazem de secos e molhodos com o nome Ponzoni, Brandalise ^ Cia., o embriao de uma empresa que mais tarde veio a se chamar Perdigao. Videira e atualmente all速 economia do Estado e tem como base a agroindustria. Vista aerea de Videira

A!i, a Perdigao possui uma de suas principals unidades e um importante centro

Na decada de 80, bem estruturado e

administrativo e operacional, sendo res-

com grande potencial agricola, o munici-

ponsavel pela absorgao de grande parte

pio oferecia vantagens para a expansao

da maade-obra local; 65% do total de

da Perdigao, tais como a produgao de

empregos na regiao. Videira se destaca

graos e a cria(;ao de aves e suinos, disse-

ainda pela fruticultura de carogo (ameixa

minada entre os pequenos e medios pro-

e pessego) e e tambem o maior produtor

prietaries. Em 1985, a Perdigao adquiriu

de uvas do Estado. Os pomares de kiwi

as unidades fabris de uma das mais

e caqui ja representam culturas promis-

solidas e antigas'empresas sediadas no

soras como opcao para diversificagao.

municipio: o Grupo Borello, com um estabelecido parque agroindustrial, de fun-

A HISTORIA DE MARAU

damental importancia na estrutura econo-

Por volta de 1 840, habitavam a re-

mica da cidade. No decorrer dos anos a

giao onde hoje e o municipio de Marau

Perdigao modernizou suas instalagoes e

tribos de indios Coroados, cujo cacique

expandiu suas atividades, sendo respon-

se channava Marau. Devido a infindaveis

savel hoje por 50% dos empregos ge-

saques nas lavouras dos colonizadores,

rados na industria e por 46% da receita

travou-se uma batalha que resultou no

da cidade.

morte do cacique. O rio que cortava

A economia de Marau esta dividida

essas terras passou entao a se chamar rio

entre industria, comercio, agropecuario e

Marau, e, em suas imedia<;6es, comegou

prestagao de servigos. No agropecuario

a surgir o pequeno povoado que em

destacam-se as lavouras de sojo, milho

28 de fevereiro de 1955 se emancipou,

e a criat^ao de aves, suinos e bovinos,

tornando-se municipio.

mas sao as industrias, em especial as do

Em 1904, OS imigrantes Italianos come-

romo alimenticio (em que se inclui a

gorom a chegor co vilarejo, iniciondo o

Perdigao), metolurgico e de couros, as

desenvolvimento comercial, agropecuario

maiores responsaveis pelos empregos

e industrial local.

gerodos no regiao.


Capa

F'malizadas as obras de terrapfenagem do Compiexo Industrial RIO

VERDE:

Com a assinafura dos primeiros confratos de porceria com os

dos modulos de cria^ao de aves e suinos. O primeiro a concretizar a integra(;ao foi o agropecuarista Celio Mundim, que fi-

produtores integrados, a Perdigao

nanciou US$ 520 mil para instalar uma

inicio mais uma fase na concrefizogoo

granja de produgao de leitoes. Outro

de sua nova unidade

contrato de parceria foi assinado no mesmo dia pebs irmaos Renato, Juliana e Ana Ligia Sancfies, que estarao instalando duas granjas em um mesmo sitio. Alem

AAais um importante passo para a im-

deles, mais 50 candidatos a integra<;ao

plantagao do Compiexo Agroindustrial

ja estao selecionados pela Perdigao e

da Perdigao em Rio Verde, GO, foi dado

aprovados pelo Banco do Brasil para o

no mes de margo com a assinatura dos

financiamento.

primeiros controtos de parceria entre a

Com a assinatura desses primeiros contra-

Perdigao e os produtores integrados e en-

tos, a constru(;ao da primeira granja de

fre estes ultimos e o Banco do Brasil. Os

suinos ja esta programada para iniciar no

produtores receberao financiamento do

final de abril. "A cada 40 dias come<;a

FCO - Fundo Constitucional do Centro

remos um novo modulo, ate finalizarmos

Oeste, atraves do Banco do Brasil, no to-

OS 64 previstos no cronograma de pro-

tal de R$ 110 milhoes, para a instala(;ao

du^ao de leitoes", revela Nelson Vas

a


UM

PASSO

DO

ANO

2000

Hacklauer, direlor de desenvolvimento de

produtores integrados, transportadores e

Negocios. A constru(;ao de cada modulo

a parte da Perdigao, US$ 320 milhoes.

dura cerca de seis meses e aindo este

A industrio iniciara suos operagoes no

ano tera inicio a implantagao de outras

ano 2000, com capacidade para abate

granjos de suinos.

de 281.600 aves/dia e 3.500 suinos/

Para 1999 esta previsto o inicio das

dio. Serao gerados tres mil empregos di-

obras dos 478 modulos de aves, ca-

refos e seis mil indiretos.

da

urn com capacidade para alojar

23.500 cabegas. "O mais importante e

INFRA-ESTRUTURA

a produ<;ao de animais estar fluindo

Nessa mesma solenidade o governador

normalmente quando a fabrica estiver

do Estado, Maguito Vilelo, e a prefeita de

pronta para entrar em funcionamento",

Rio Verde, Nelei Spadoni, tambem assi-

completa o diretor.

naram atos administrativos e ordens de

O complexo, que cormpreende: incubato-

servtQO autorizando obros de infra-estrutu-

rio, granjo de matrizes, fabrica de ra(;6es,

ra como refor(;o na rede elefrica das fazen-

central de inseminagao artificial, frigori-

das, recupera^ao das estradas vicinais e

ficos de aves e suinos, e unidade de indus-

perfura(;ao de pO(;os artesianos, aceleran-

trializagao, exigira um total de US$ 470

do a implanta^ao do projeto. A Lei de Zo-

milhoes em investimentos, computando-se

neamento Urbano de Rio Verde tambem

nessa soma recursos canalizados pelos

foi ossinada durante a solenidade. Essa


aPA

para 16 milhoes de ovos/ano. Com isso, a producao de matrizes aumentara de ],7 para 2,7 milhdes por ano. Ainda com o objetivo de aumentar a produgao de matrizes, a Perdigao adquiriu em Brofas, cidade proximo a Rio Claro, uma area de 105 hectares para a construgao de uma nova granja. MODERNIDADE Moderna desde a sua concep(;ao. Assim poderia ser definida a fabrica de Rio Verde, projetada pela alema Falkensfein Archittekten + Ingenieure, uma das melhores do mundo no setor de projetos industrials.

Celio Mundim foi o primeiro a concretizar a integrafao

A planta da unidade tambem e extremamente moderna, com as aves sendo abotidas e processadas em um predio, e os lei busca disciplinar o crescimento da

suinos, no edificio ao lado. Em um tercei-

cidade em diregao d area industrial.

ro predio, justamente em frente aos abatedouros, sera feita a industrializa(;ao das

12.

OBRAS EM ANDAMENTO

materias-primas provenientes dos abates

As obras de terraplenagem e de galerias

(salames, lingui(pas, hamburgueres, salsi-

pluviais do complexo estao em fase final

chas e presuntos]. Os tres predios serao

e as etapas de estaqueamento e funda-

interligados, seguindo conceilos arquitetd-

goes da fabrica estarao comecpando em

nicos dos mais modernos, com enormes

seguida. Ao mesmo tempo foi iniciada a

vaos livres que facililarao a disposi^ao

terraplenagem das areas destinadas as

dos maquinas, paredes e divisorias com

granjas de matrizes-aves Sao Tomas e Rio

isolantes termicos e cobertura metplica.

Verdinfio, localizadas nas imediacoes de

As tubula<;6es e a fiagao eietrica passam

Rio Verde, com capacidade para abrigar

por "corredores tecnicos", o que facilita a

900 mil aves. Para atender a esta deman-

manuten^ao,

da de matrizes-aves, a Perdigao mantem

mais higienico e menos tumultuado.

em Rio Claro, SP, uma unidade de desen-

"A modernidade esta presente nos equi-

volvimento genetico que esta recebendo

pamenfos de ponta, com alto nivel de

investimentos de US$ 3,5 milhoes. O va-

automa^ao e recursos que permitem con-

lor sera aplicado na constru(;ao de uma

trolar todas as varidveis dos processos,

nova granja e na ampliagao da capa-

obtendo assim melhor resultado final", re-

cidade de produgao do incubatorio, que

vela Nilvo Mittanck, gerente do departa-

devera passar dos atuais 7,5 milhoes

mento de Engenharia da Perdigao. Para

permitindo um ambiente


garantir rendimento total da capacidade

com cerca de 50% da necessidade ener-

industrial, todos os funcionarios da nova

getica do unidade.

unidade estarao recebendo treinamento. GRANJA-ESCOIA A QUESTAO DO MEIO AMBIENTE

Com o objetivo de criar uma unidade de

O respeito ao meio ambiente e uma

treinamento e pesquisa no setor agropecua-

premissa basica para a empresa. O trata-

rio, a Perdigao estabeleceu uma parceria

mento de efluentes garante que a agua

com a Funda<;ao de Ensino Superior de

devolvido ao rio de onde foi captada es-

Rio Verde - que ministra cursos de agro-

teja em condi(;6es ainda melhores do que

nomia e zootecnia -, para a instala(pao

quando coletada, enquanto um sistema

de uma gronja-escola padrao, composta

de filtragem de ar elimina biologicamente

por um modulo do sistema de produgoo

OS odores que poderiam existir em um fri-

de leitoes com 520 matrizes, um modulo

gorifico desse porte. Ja o projeto cje re-

de termina^ao de suinos com capaci-

florestamento preve a planta<pao de cerca

dade para mil animais, e um aviario com

de 550 hectares de arvores ao redor das

capacidade para 23.500 aves. Os resul-

granjas, com o objetivo de char uma bar-

todos financeiros obtidos pela foculdade

reira fitossanitaria, olem de 1.280 hecta-

serao convertidos em fundos para novas

res de mudas que serao plantadas na

pesquisas, visando ao desenvolvimento

fazenda Rio Doce, recentemente adqui-

agropecuario da regiao. A Escola Agro-

rida pela empresa, visando aproveitar a

tecnica do municlpio tambem utilizara as

madeira na geragao de vapor para o

instala(;oes da granja-escola para for-

processo industrial, contribuindo, assim,

ma(;ao de mao-de-obra especializada.

Q Adrnlnisttoc;6o Fdbrico de Racoes Q Frigorifico de aves 0 FrigoriFico de suinos Q- Incubotorio O' Induslrializa^ao Š Veteda 'J \

Planta da unidade industrial

Rodovia BR 060 13


.Especial

NOVA ESTA

Modernidade na planta e equipamentos de ultima gerafdo

PRONTA

UNIDADE PARA

OPERAR

Mais uma fabrica

pelas unidades de abate da empresa na

com tecnologia de ponta

regiao e oHmiza infra-estrutura industrial e de controle ambiental \a implantada na

enfra em operagao

unidade localizada ao lado. "A fabrica tem por objelivo atender ao mercado interno e ao Mercosul, devendo represen-

14

A Perdigao inaugura no mes de maio

tor 20% da capacidade atuol de pro-

sua nova unidode de industrializados em

dugao de industrializados da empresa",

Marau, RS. Projetoda para incrementar a

dizjose Luis Santin, gerente da unidade.

capacidade produtiva do empresa em

Englobando as linhas de salsichas, lingui-

260 tonebdas por dia, sua constru<;ao ain-

gas curados, mortadelas, presunto cozido

da racionaliza custos, uma vez que apro-

e fatiodos, a unidade envolveu inves-

veita materias-primas disponibilizadas

timentos de US$ 30 milhoes.


MARAU

PLANTA FUNCIONAL

nos horarios de pico. "Com isso pretende-

O projeto conta com incentives fiscais do

mos reduzir custos e proporcionar a auto-

Programa FUNDOPEM - Fundo de Ope-

suficiencia da unidade em casos de

ragao Empresa do Governo do Estado

interrupgoes de fornecimento de energia

e com o apoio do prefeitura do muni-

eletrica pela concessionaria", diz Santin.

cipio. A fabricQ foi construida em 20 meses, tendo sido as obras finolizodas

SUPORTE TECNICO

antes do prazo ajustado com o governo.

Os supervisores e tecnicos de produ(;ao e

Com 1 1.265 m^ de area construida, a

manuten(;ao, assim como os operadores

unidade prima peb modernidade e conta

de maquinas, estao sendo treinados em

com equipamentos de ultima geratpao,

equipamentos iguais ou similares nas

importados dos Estados Unidos e da Euro-

unidades de Videiro e

pa. Sua planta tambem e bastante funcio-

Herval

nal, com niveis predeterminados para o

Santa Catarina, e no

abastecimento de insumos, recebimento

propria regional do Rio

de materias-primas e expedigao de pro-

Grande do Sul. Os res-

dugao. "Instalamos o 'corredor tecnico',

ponsaveis pelo treina-

um conceito atual de suprimento de utili-

mento sao tecnicos vin-

dades (agua, vapor, energia eletrica, frio

dos do exterior. "Adqui-

e or comprimido] aos ponfos de consumo.

rimos

Por ser um local anexo e externo a area

mente modernas, capazes de fazer um

produtiva, facilita a manuten(;ao preven-

autodiognostico informando as falhas

tiva 8 corretiva, alem de garantir a higie-

ocorridas, alem disso, elos poderao ser

ne do local e a durabilidade das redes,

supervisionados diretamente pelo fabri-

ja que estao instaladas em ambiente

cante, fora do Brasil, via modem", acres-

menos agressivo", explica o gerente.

centa Santin.

A planta da fabrica foi cuidadosamente

Inicialmente, a fabrica estara contratando

desenhada, evitando a coloca(pao de

cerca de 500 novos funcionarios, mas se-

pilares internos na area produtiva, o que

gundo Santin existe a previsao de au-

possibilitara maior flexibilidade quando

mento do volume de algumas linhas, o

forem necessarias ampliacpao ou mudan-

que

(pas no posicionamento das maquinas em

pessoal futuramente. Outros 500 produto-

fungao de alferagao de fluxo.

res integrados foram incorporados ao sis-

A industria conta tambem com um sistema

tema agropecuario da empresa para

de geracpao de energia a diesel, usado

atender a unidade.

D'Oeste,

maquinas

implicara

em

Aceitamos o desafio do governador Antonio Britto e vamos, com competitividade, abasfecer a partir do RS o Mercosul. Nildemar Secches, presidente da Perdigao

real-

contratai^ao de

mais

15


POR OENTRO

QUALIDADE

E

MODERNA

TECNOLOGIA

explica

Euclides

Costenaro,

diretor

regional de Videira. A linha de nucleo, marca PigPlus, incorpora conceitos afuais de nutrigao a avangada tecnologia de industrializa(;ao e controle de qualidade, oferecendo ao produtor programas compativeis com as necessidades dos animals. Locoiizoda no Distrito Industrial do Rio dos Pedras, junto a estrutura de ra<p6es ja existente, a unidade foi construido com base em projeto orientado pelas areas de Engenharia e Nutrigao Animal da Perdigao. Utilizando tecnologia suig:a Buhlere totalmente automatizoda (com sistemas de dosagem A nova industria proporcionara maior produfao e melhor qualidade

e pesagem microprocessadas), a atual inEmpresa realiza

dustria tem o dobro de capacidade das ontigas instalacpdes e pode produzir 600

investimenfos

toneladas/mes em um turno de trabalho.

em fecnologia SUPORTE TECNICO Um laborotorio quimico-bromotologico,

16.

u ma nova fabrica de nucleo para

instalado junto a fabrica de nucleo, da

ragoes come(pou a operar em Videiro,

suporte a unidade, realizando analises

SC, no mes de fevereiro. Os investimen-

criteriosas de toda a materia-prima utiliza-

fos para a viabilizagao dessa unidade

da, assegurando a qualidade e a efica-

forom de US$ 1,2 milhao. O nucleo e

cia dos componentes do nucleo PigPlus.

uma imporfante mistura, promotora de

Com instalagoes modernas, equipomen-

crescimento, formoda por vitaminas, mi-

tos de ultima geragao, completa estrutura

crominerais e aminodcidos, que compoe

de suporte e profissionais altamente quali-

a formulagao de ra(;6es para suinos.

ficados, a nova fabrica de nucleo alia

"Quando incorporado a ragao o nucleo

maior produ(;ao a melhor qualidade de

proporciona o maximo de aproveita-

produtos, padroes de mistura de preci-

menfo do capacidade genetica dos ani-

sao, eficacia e rapidez no atendimento

mais, melhorando a eficlencia alimentar e

das necessidades dos produtores rurais,

permifindo o rapido ganho de peso",

parceiros da Perdigao.


Mercado

UM

PREGAO DIFERENTE

Oao oito horas da manha no Rio de Janeiro. Supermercadistas e comerciontes

No Rio de Janeiro, uma bolsa de alimentos garanfe

do segmento do olimentagao comecpam o chegar no Bolsa de Generos Alinnenticios

pregos e qualidade dos produtos

(BGA) para efetuar as compras que irao abastecer seus estabelecimentos. Ali, 420 empresas ligadas ao setor atendem seus clientes. "Seja no contato direto no pregao, nas brincadeiras durante os intervalos, no bale-papo do cafezinho, e nesse espago que os negocios acontecerm. Nossos clientes sao atendidos em box exclusivo, onde geralmente deguslamos produtos, acerfamos detalhes e concluimos negocios", conta Gilberto Liberalli, gerente da Regional Leste da Perdigao. O funcionamento e semelhante ao de um pregao da Bolsa de Valores, a diferencpa e que se lida com produto fisico. Latino. "Diariamente, sao negociados R$ 40 MILHOES DIARIOS

R$ 40 milhoes atraves da Bolsa, que

A BGA foi fundada em 1951 na Asso-

movimenta 80% de toda a comercia-

ciagao Comercial do Rio de Janeiro para

liza<;ao do Estado", revela Jose de Sousa

dar suporte aos vendedores e compra-

e Silva, presidente da BGA-RJ.

dores que frequentavam a rua do Acre,

O grande beneficio dessa forma de

tradicional ponto de compra e venda de

comercializagao e a garantia da quali-

generos alimenticios da cidade na epo-

dade do alimento, do cumprimento do

ca. Hoje, a Bolsa congrega todos os pe-

prazo de entrega e a certeza do paga-

quenos, medios e grandes produtores,

mento. "Aqui, se o acordo nao for cumpri-

fornecedores e industriais do Brasil. Do

do, a empresa ou o estabelecimento per-

outro lado, grandes compradores, ataca-

de a credibilidade. Isso gera um aumento

distas e supermercadistas do Rio de

na qualidade de produtos e servi(;os, e

Janeiro, tofalizando dois mil associados.

uma seguranga a mais para quem com-

E a unica bolsa de comercializoQao de

pra e para quem vende", acrescenta

alimentos do pais, e a maior da America

Sousa e Silva.

Sa/ao de Negociafao da Bolsa de Generos Alimenticios do Rio de Janeiro

17


Acontece

NOVO

CANDIA,

Centre de Tecnologia

visao de crescimento

Com a finalidade de criar uma moderna estru-

Com dez anos de existencia e Ires lojas na

tura de suporte ao seu crescimento industrial e

cidade de Sao Paulo, o Hipermercado Candia

a sua atualizagao tecnologica nos segmentos

tem sido campeao em vendas nos ultimos cinco

de carnes congeladas e industrializadas, a Per-

anos e ocupa o 16째 lugar no ranking da Abras.

digao inaugurara em julho o seu novo Centro

Grande parte desse sucesso se deve ao seu

de Tecnologia. Localizado em Videiro/ SC,

trabalho de treinamento: a Unlca - Universi-

ele sera dotado de modernas instalacoes e

dade Candia (se escreve assim, com o

abrigara, em seus 1.630 m^, uma planta-piloto

algarismo), criada para oferecer treinamento

e laboratorios de analises fisiccrquimica, micro-

especializado a todos os funcionarios da rede,

biologica, sensorial e de embalagens. La serao

do empacotador a direforia. A universidade,

investidos US$ 1,5 milhao, alem da incorpora-

em seus dois anos de existencia, [a conseguiu

gao de equipamentos ja existentes na atual uni-

reduzir o turnover (rotatividade) de funcionarios

dade de pesquisa e desenvolvimento de produ-

de 20% para 3% e as reclama<;6es dos clientes

tos. O Centro de Tecnologia contara com o su-

diminuiram em 75%. A filosofia do Candia e

porte de mais de 30 tecnicos, para pesquisar

fazer com que todos os funcionarios compar-

e desenvolver novos produtos, aperfei(;oar as

tilfiem da mesma visao de crescimento da em-

tecnicas de Controle e Garantia da Qualidade

presa. Por isso, durante os dez dias de dura^ao

de seus processos, reformular e atualizar os pro-

de cada treinamento, todos os 200 partici-

dutos ja existentes e adequar embalagens. "Este

pantes sao de niveis hierarquicos diferentes.

Centro, que reproduz uma planta industrial com-

Paralelamente, a Unlca tambem desenvolve

pleta, permitira a Perdigao desenvolver, com

treinamento por hierarquia, com visitas

maior agilidade, as repostas, em formas de pra

tecnicas a fornecedores e viogens nocionais

dutos, que o consumidor do proximo milenio bus-

e internocionais de intercambio de

ca", dizjoao Degenhardt, direfor de Tecnologia.

tecnologia e informacpao.

CHESTER, o produto do ano

O Chester, produto exclusivo Perdigao, recebeu um novo premio, comprovando, mais uma vez, seu sucesso junto ao publico e aos supermercadistas. Trata-se do Trofeu Gente Nossa, a maior premia(pao oferecido pela Associa<;ao Mineiro de Supermercados aos fornecedores, supermercadistas e personalidades que atuaram com destaque durante o ano. A pesquisa para escolho dos premiados foi realizoda pelo Instituto Mineiro de Pesquisa, Opiniao e Marketing - IPOM entre 1.105 pessoas durante e apos a 1 T Superminas, em outubro de 1997. 18

Campagnola, diretor Nacional de Vendas da Perdigao, recebe a Premio conferido ao Chester


Totalmente AUTOMATIZADA

A Perdigao estara inaugurando neste mes de abril as novas instalagoes da filial de Vendas de Videira, SC. Com 1,3 mil m^ de area construida e 54 funcionarios, o filial estara atendendo umo clientela composta por pequeno e medio varejo distribuidos

Nova Filial de Vendas: mais agilidade na entrega

por cercG de 1 20 municipios do meio-oeste de Sanfa Catarina e sudoeste do Parana.

ormazenogem de 500 toneladas", revela

A mudan<;a de instala(;ao reflete a preocupa-

Gilberto Pagotto, gerente da filial Videira, que

<;ao da empresa em crlor estruturas ageis,

integra a regional Sul.

praticas e totalmente informotizadas para

A filial estara equipada com sistema Drive-ln

atender seus clientes cada vez melhor. "A filial

dinamico, umo tecnologia pela qual a velo-

foi projetada de acordo com modernas

cidade de carga e descargo das mercadorias

tecnicas de fluxo e movimento^ao de carga,

e o fluxo de movimenta(pao indicam eletroni-

logistica e automagao e tem capacidade de

camente a necessidade de reposi(;ao.

ABRINDO o calendario de feiras

L/urante os dias 16, 1 7 e 1 8 de margo,

presidente comercial da Perdigao,

cerca de oito mil pessoas, 55% a mais que no

Joao Rozario da Silva, proferiu a palestra

ano passado, visitaram a 1 2째 Super Rio, a

Pereciveis, um gronde negocio oos

segunda maior feira do setor supermercadisto

supermercadistas participantes.

do Brasil, e que abriu o calendario de feiras de 1998. O Rio de Janeiro e um dos maiores mercados da Perdigao, e a feira foi uma otima oportunidade para a empresa apresentar, em seu estande de 1 1 7 m^ seu portfolio de produtos, reforgando seus ultimos langomentos; presunto de chester e pernil desossado. E, com o infuito de promover a cidade de Rio Verde, local onde a empresa esta implontando uma nova unidade. Ana Paula Bongers, miss Goias 1997, esteve no estande recepcionando os visitantes. Durante a feira, o vice-

Estande na Super Rio: reforfo nos ultimos lanfamentos



Revista BRF Edição 7