Page 1

• TURISMO • CULTURA • ATUALIDADE

ISSN 1808-5563

• EMPRESAS

Especial Cúpula de Salamanca e as relações Brasil-Espanha

En Español Paulo Coelho el alquimista de la palabra

2005 Nº 1 ESP -�€ 2,50 - R$ 7,00

• NEGOCIOS

Estudar na Espanha

Instituto de Empresa abre escritório em São Paulo

GUIA BRASIL ESPANHA • restaurantes • arte e decoração • espaço gourmet


Editorial

Editorial Sumário

Chega o final de ano, e com ele mais um ciclo se completa. É momento de reflexão sobre um ano especial. Um ano que, a despeito de nossas vontades, e acima de qualquer decisão política ou humana nos surpreendeu: as forças da natureza que com seus furacões no Ocidente e os terremotos no Oriente - Médio nos fez crer que estamos mais do que nunca susceptíveis às forças da Terra, independente se a tratamos bem ou não. Algo além da nossa interferência socioeconômica; nosso planeta tem temperamento próprio, inconstante, muito parecido ao do ser humano, e se manifesta de forma intempestiva, derramando, muitas vezes, sua ira sobre os mais indefesos. Nosso planeta é nossa mãe e requer cuidados especiais que retribuam o que ela nos ofereceu e nos oferece. Esperança, portanto, uma dessas dádivas, não nos falta para darmos prosseguimento aos nossos projetos sobre a terra.

Acontece Brasil .......................................................................04 Acontece Espanha ...................................................................06 Cámara de Comercio Brasil-España .....................................08 Empresas & Negócios ............................................................10 Iberdrola, uma operadora de referência no Brasil

Feiras e Congressos ................................................................12 IFEMA concentrará em 2006 o maior investimento de sua história

Casa do Brasil ..........................................................................14 Estudar na Espanha .................................................................15

Dentre as principais novidades o que podemos ressaltar é a nova parceria com o Diário do Turismo, um e-jornal especializado no setor turístico, com muita sinergia e sintonia com a proposta de nossa revista. Entre outras colaborações, o jornal tem oferecido informações importantes sobre o trade turístico brasileiro e sobre projetos institucionais desenvolvidos pelo Ministério do Turismo na península ibérica. Também estamos no momento de planejamento 2006 visando expandir nossa edição, tiragem e distribuição, principalmente na Espanha, onde temos uma forte demanda por mais exemplares de nossa revista. Na Espanha seguimos com nossa parceria com site Brasilis através do qual publicamos nossos exemplares virtuais e onde nossos leitores podem encontrar várias noticias relacionadas a comunidade brasileira. Como é possível perceber, as ações da Revista Brasil Espanha nos remete inevitavelmente ao quarto centenário da obra Don Quijote de La Mancha, de Miguel de Cervantes, que é celebrado este ano. Como Don Quijote, o idealismo e a busca por uma nova forma de ver o mundo, uma nova vida, nos faz crer que as grandes barreiras existem, mas não passam de moinhos de vento que em breve se extirparão sob a força da boa vontade e dessa ponte imaginária, mas latente, existente entre o Brasil e a Espanha. Diferente de Quijote, porém, não criamos paisagens fictícias, nem sonhos impossíveis. As empresas e as pessoas são montanhas que se movem e é dessa inconstância que tiramos a espetacular força da criatividade, da engenhosidade e do empreendedorismo permanente.

Instituto de Empresa aposta pelo mercado brasileiro

Reportagem de Capa ..............................................................16 A XV Cúpula Ibero-americana. Salto qualitativo nas relações Brasil-Espanha

Coluna Espanha.......................................................................18 La crisis en Brasil: Oportunidades para la cooperación politica hispano-brasileña

Eventos Internacionais ...........................................................19 SIMA06 Salón Inmobiliario de Madrid

Economia & Finanças .............................................................20 Análise de Mercado Brasil Espanha

Coluna Consultoria .................................................................21 La instalación de una empresa en Brasil: ¿que hacer?

Turismo & Lazer .....................................................................22 Perfil .........................................................................................24 Paulo Coelho, el alquimista de la palabra

Navegando ...............................................................................26 GUIA BRASIL ESPANHA

Caderno Especial

Essa é a nossa missão e nosso grande desafio. Por isso agradecemos o apoio recebido nas nossas duas primeiras edições, por parte de nossos clientes, leitores, colaboradores e amigos.

Feliz Navidad, Feliz Natal e nos vemos em 2006! Paulo von Atzingen Editor-Brasil

Lylian Loureiro Diretora Editorial

Esta edição esta dedicada especialmente a minha mãe, Marlene Loureiro de Lima, uma pessoa que sempre acreditou no potencial humano e sempre incentivou a criatividade, a arte e o bem fazer.

CAPA: Abertura oficial da Cúpula Ibero-americana em Salamanca. Foto: Emilio Naranjo - Agencia EFE (pool)

Expediente Diretora Editorial LYLIAN LOUREIRO jornalista Mtb 43.199

Colaboradores

Editor Brasil PAULO VON ATZINGEN jornalista DRT 185

Publicidade LEANDRO LIMA

Design e Diagramação FERNANDO L-MITJAVILA

Representante Espanha IberChange Comunicación Calle General Pardiñas, 41 - 1B 28001 Madrid España Tel.: (00 34) 607 633 740

Fotolito e Impressão Equipo Franja

ISSN 1808-5563 Depósito Legal M-48008-2005

lylian@revistabrasilespanha.com.br

Edita Vinho e Cultura Ltda Rua Vergueiro, 3169, cj 84 04101-300 São Paulo Brasil Tel.: (00 55 11) 6194 2829

www.revistabrasilespanha.com.br

Distribuição Brasil Pátio do Colégio, 15 - São Paulo Tel.: (00 55 11) 3107 8895

redacao@revistabrasilespanha.com.br

BRUNO AYLLÓN CRISTIANE MARIA PEREIRA NURIA CORONADO ARTURO GÓMEZ

publicidade@revistabrasilespanha.com.br

A Revista Brasil Espanha é uma publicação trimestral da empresa Vinho e Cultura CEC Ltda, distribuída nos dois países. Se proíbe a reprodução total ou parcial de fotografias, artigos e conteúdos sem autorização expressa e por escrito do editor. A Revista Brasil Espanha não se responsabiliza pela opinião emitida pelos seus colaboradores e anunciantes. Ninguém esta autorizado a solicitar produtos ou verbas em nome da Revista Brasil Espanha ou Vinho e Cultura. Registros legais em tramitação no Brasil e na Espanha.

b r a s i l e s p a n h a 03


Acontece Brasil Convenção Secovi agita mercado imobiliário e conta com presença espanhola.

Deguste Espanha 2005, a feira de produtos espanhóis mais um ano em São Paulo

Síndicos, empresários e profissionais do setor imobiliário do País e do Exterior estiveram reunidos em São Paulo na Convenção Secovi, realizada entre os dias 20 e 23 de agosto, para discutir com especialistas questões importantes do setor imobiliário.

A Espanha e a alta gastronomia estão fortemente unidas graças aos seus excelentes cozinheiros e, sem dúvida, à ótima qualidade de suas matérias-primas. Foi o que se constatou na recente Feira de Alimentos e Vinhos Espanhóis – Deguste Espanha – organizada pelo ICEX Instituto Español de Comercio Exterior no Hotel Gran Melia Mofarrej de São Paulo entre os dias 19 e 20 de setembro.

“A Convenção se caracteriza pela discussão objetiva e pragmática de temas de interesse do setor. A idéia é proporcionar aos Romeu Chap Chap e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin participantes soluções que possam ser aplicadas imediatamente”, resume o presidente do Secovi-SP, Romeu Chap Chap.

Os produtos típicos espanhóis, alguns com o selo de denominação de origem, fazem parte da estratégia de promoção espanhola no exterior. Assim, através de uma diversificada oferta de sabores e texturas, foram apresentados desde os tradicionais vinhos e azeites de oliva virgem extra até produtos gourmet como o patê de fígado de pato e o patê de fígado de ganso, além dos famosos Jamón Serrano e Jamón Ibérico, delicias que as terras hispânicas podem oferecer ao gourmand brasileiro.

©Secovi

Os espanhóis também estiveram presentes. Santiago Herreros de Tejada, diretor do Grupo Planner, apresentou o SIMA, Salão Imobiliário de Madri, uma feira internacional que acontece todos os anos na capital espanhola e que pode gerar excelentes oportunidades de negócios para o mercado imobiliário brasileiro. Outro convidado especial, o senhor Santos González Sánchez, diretor do Grupo Santander em Madri e responsável pela diretoria de Negocio Hipotecário, explicou a evolução e funcionamento do sistema hipotecário espanhol, enfatizando que o modelo poderia ser aplicado ao caso brasileiro. Na ocasião o empresário Romeu Chap Chap, reeleito à presidência do Secovi - Sindicato da Habitação, tomou posse junto com a nova diretoria. No ato esteve Exposição de Santos Gonzáles Sanchez, do Banco Santander presente o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin que comentou que o Secovi é importante para a sociedade porque trabalha com dois focos: moradia, emprego e renda. ‘Esse é o grande desafio do mundo moderno’, destacou.

Ana M. Hernández, Francisco Corrales; Maria Lucia N. Godoy Amed; Patrícia Lafuente e Jesús Salas Zapatero.

Onne Unigolf infra-estrutura completa e sofisticada em São Paulo

Miguel-Ángel Valmaseda Regueiro é o novo diretor do Colégio Cervantes

Um novo espaço especialmente criado para os amantes do golf foi inaugurado no dia 26 de setembro. Negócios, esporte, compras, gastronomia e descontração, tudo isso pode ser encontrado no Onne Unigolf, um espaço planejado pelos patrocinadores que querem fazer deste local uma extensão mais agradável de seus escritórios. Com duas salas de reuniões individuais e um local para eventos de 240 metros quadrados com capacidade para até 130 pessoas, todos esses ambientes são equipados com tecnologia de ponta. Além disso, a Kyocera e a operadora Vivo oferecem aos clientes do Onne Unigolf um espaço exclusivo para acesso à internet móvel banda larga, utilizando a tecnologia CDMA 3G EV-DO, através de quatro notebooks de última geração. © Insert Comunicação Na Clínica de Golfe Onne, o clienJulio Guimarães e Felipe Huertas - Kyocera-, Paulo Humberg- Onne te aprende sobre as regras e prátiUnigolf - Agostinho Balbino -Vivo, Fabio Castanheira - Kyocera – cas do esporte, sempre orientado Thomaz H. Soubihe F - Onne Unigolf- Carlos Alexandre Cipriano-Vivo. por um professor. Já o restaurante Goga e o bar Shot foram planejados para servir de ponto de encontro para os adeptos da boa mesa. O bar conta com uma enorme opção de drinks e um Clube do Whisk Johnny Walker, promovido pela Diageo.

Desde 01 de agosto o Colégio “Miguel de Cervantes” de São Paulo tem um novo Diretor Gerente, o senhor Miguel-Ángel Valmaseda Regueiro, que anteriormente ocupou o cargo de Assessor Técnico da Consejería de Educación da Embaixada da Espanha no Brasil. O Colégio “Miguel de Cervantes” é uma das mais tradicionais instituições de ensino hispano-brasileira, fundada em 1978 por um grupo de espanhóis radicados em São Paulo, com o apoio da administração espanhola. Mantido pela ACESP Associação Colégio Espanhol de São Paulo, tem como objetivo oferecer uma educação de qualidade, criativa e inovadora e difundir o idioma e a cultura espanhola.

Os espaços contam com o patrocínio da Unibanco AIG, Vivo, Kyocera, Microsiga e General Motors. Entre os apoiadores, estão as empresas Diageo, Carrier, Omint, Lacoste e Direct TV. E os mídia-partners são as revistas Exame e RSVP e as emissoras Band Sports e Band News b r a s i l e s p a n h a 04

III Encontro de Cooperação Empresarial Brasil-Espanha Entre os dias 3 e 7 de outubro aconteceu o III Encontro de Cooperação Empresarial Brasil – Espanha, com participação de 40 empresas espanholas dos mais variados setores da indústria, comércio e serviços. Organizado pelo escritório de representação comercial da Câmara Oficial de Comércio e Indústria de Madrid em São Paulo, junto com as Câmaras de Comércio e Indústria de Barcelona e Navarra, contou com o apóio do Conselho Superior de Câmaras de Comércio da Espanha e dos Escritórios Comerciais da Embaixada da Espanha no Brasil (ICEX). A abertura do evento ocorreu no Hotel Intercontinental de São Paulo, com a presença de autoridades dos governos espanhol e brasileiro.


Acontece Brasil

Governo de La Rioja promove festival gastronômico em São Paulo

Pedro Sáez, diretor geral do Instituto de Calidad de La Rioja, enólogo Juan B. Chavarri, Florêncio N. Aransay, gerente da ADER e Javier Erro Urrutia, conselheiro de Agricultura y Desarrollo Econômico del Gobierno de La Rioja,

O Conselho de Agricultura da região espanhola de La Rioja promoveu em São Paulo o Festival Gastronômico Riojano, com o melhor de sua gastronomia e vinhos. Realizado entre os dias 04 e 07 de outubro, a equipe estava formada por Chefs, um mestre confeiteiro, um critico gastronômico e o enólogo da Denominação de Origem da região. Esse time de estrelas da gastronomia espanhola assinou um jantar aberto ao público, no restaurante DOM de Alex Atala, no dia 5 de outubro. O programa também incluiu uma degustação de vinhos da região, dirigida pelo enólogo Juan Bautista Chavarri na sede da ABS- Associação Brasileira de Sommeliers, e uma série de atividades didáticas e de divulgação, através de seminários e aulas práticas, realizadas no Campus de Gastronomia da Universidade Anhembi Morumbi.

Segundo Javier Erro Urrutia, conselheiro de Agricultura e Desenvolvimento Econômico do Gobierno de La Rioja, o objetivo desta missão foi mostrar a qualidade dos produtos agroalimentários da região e como entender esta gastronomia e seus vinhos centenários, ao mesmo tempo tão modernos e atuais. Ressaltou que os critérios de produção e normas de qualidade dos vinhos da DOC La Rioja passam de geração a geração garantindo ao consumidor a qualidade e prestigio que sempre marcaram seus caldos. Em março do próximo ano se celebrará em La Rioja o Riojaforum - Foro Mundial del Vino, que reunirá expertos do mundo todo para discutir temas relacionados ao novo panorama da vitivinicultura européia e mundial.

Vitória de Alonso agita festa de Asturias em São Paulo As “Fiestas de Asturias” organizada todos os anos pelo Centro Asturiano de São Paulo na sede da Sociedade Hispano Brasileira foi muito especial este ano. O Ato Cultural, realizado no sábado à noite, iniciou-se com uma breve procissão em homenagem à N.S.Covadonga, seguida de uma palestra do Diretor da Agência Asturiana de Emigração, Luis Miguel Fernández Romero. Também neste dia o chefe da Peña de Fernando Alonso (torcida organizada) entregou ao presidente do Centro Asturiano, José María Aldariz, uma jaqueta original da equipe autografada pelo piloto Fernando Alonso. Este grupo veio especialmente da Espanha trazidos pela Lastra Turismo para assistir ao GP Brasil. Mas a festa somente estava começando. O almoço do domingo contou com a participação em peso da comunidade espanhola que se deliciou com a Gran Fabada Asturiana, prato típico da região preparado com carnes e feijões brancos, enquanto torcia pelo asturiano Fernando Alonso, acompanhando o GP Brasil de Fórmula 1 através de um telão especialmente montado para o evento. A alegria foi completa com a vitória de Alonso, o mais jovem campeão mundial da história da F-1, ao vencer a corrida no Brasil, que foi celebrada com muita animação ao som e dança do Grupo de Gaiteiros e Dança Folclórica da SHB.

“Dom Quixote, 400 anos depois” Promovida pela Panamericana Escola de Arte e Design, esta exposição temática e comemorativa do IV centenário da obra de Miguel de Cervantes e seu Cavaleiro da Triste Figura, reuniu renomados artistas plásticos brasileiros que interpretaram a obra do famoso escritor espanhol “400 anos depois” através de obras inéditas. A exposição, que teve curadoria de Claudio Tozzi e Rubens Gerchman, foi aberta ao público no dia 20 de setembro, permanecendo até o dia 11 de outubro. “É seguramente uma das maiores exposições temáticas já realizadas no País a reunir obras criadas especificamente para um evento e todas com o mesmo tema”, assinala Enrique Lipszyc, artista plástico e presidente da Panamericana Escola de Arte e Design. Segundo livro mais editado no mundo, Dom Quixote é considerada a mais importante obra literária de todos os tempos. O evento contou com o apoio Caciporé e seu “Gigante Quijote” do Consulado Geral da Espanha, do Governo de Castilla La Mancha, da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo e da Câmara Municipal de São Paulo e com o patrocínio da Varig, Cultura Espanhola e Selem Consulting.

PALAVRAS DO DIRETOR DA AGÊNCIA ASTURIANA DE EMIGRAÇÃO, LUIS MIGUEL FERNÁNDEZ ROMERO Segundo o diretor da Agência Asturiana de Emigração, Luís Miguel Fernández Romero, hoje São Paulo é umas das principais capitais do mundo e todos os espanhóis que queiram fazer sua promoção exterior tem que estar nesta cidade. Além disso, o principal motivo desta sua primeira visita à comunidade asturiana brasileira é justamente ajudar a todos aqueles asturianos ou famílias de asturianos que querem informação sobre ajudas, financiamento e política de promoção do Principado de Astúrias.

Como avalia esta sua primeira visita ao Brasil? Nosso objetivo é claro, ajudar a coletividade de asturianos que está passando por dificuldades econômicas. A imagem geral que temos do imigrante espanhol que veio para América Latina é o do que triunfou e na realidade isso somente é que verdadeiro em parte. Existem muitos casos de gente que veio, fez o que pode e agora são pessoas idosas e que tem dificuldades para viver. Nossa missão é atender a estas pessoas, e o primeiro que temos que fazer é buscar localizarlos, porque, em muitos casos, são pessoas que não participam da comunidade asturiana, estão isolados. Queremos ajudar essas pessoas a melhorar sua qualidade de vida.

E como funciona efetivamente esta política do governo asturiano? Temos uma linha econômica para melhorar a renda destas pessoas através de uma pensão do Estado Espanhol. O Centro Asturiano é nosso colaborador e se ocupa em ajudar nos trâmites necessários para viabilizar este benefício. Temos também uma verba especial para levar pessoas da comunidade asturiana, que não podem pagar seus gastos, para visitar a Espanha e o Principado. Agora mesmo existem duas pessoas visitando Astúrias, dentro deste programa. Estas pessoas passaram toda sua vida aqui no Brasil e agora tem a oportunidade de voltar a ver sua terra natal depois de tantos anos. Existem outros tipos de ajudas, tanto para pessoas da terceira idade como para jovens, filhos de imigrantes asturianos e mais informações podem ser obtidas junto ao Centro Asturiano de São Paulo.


Acontece Espanha

Felicidades, Don Felipe e Dona Letizia!

© Casa de Su Majestad el Rey / Borja

Os Príncipes de Astúrias ficaram emocionados no dia 31 de outubro, com a chegada de sua primeira filha, a Infanta Doña Leonor de Borbón y Ortiz. “Esto es lo mas bonito que le puede ocurrir a uno en la vida y la Princesa y yo estamos absolutamente felices y radiantes con el nacimiento de nuestra hija Leonor”, foram as primeiras palavras de Don Felipe, Príncipe de Asturias. A pequena Leonor nasce em um momento especial, onde se discute a reforma constitucional para garantir a igualdade de sexos na linha sucessória ao trono espanhol, que deve tramitar pelas Cortes Gerais a quem cabe votar as mudanças necessárias. O batizado da Infanta Leonor está previsto para depois das festas natalinas.

FISALUD 2005, a Feira da Saúde para o Cidadão ocorre de 1 a 4 de dezembro na IFEMA

© divulgação

Celebrando sua segunda edição, a Feira Internacional da Saúde (FISALUD) este ano contará com importantes novidades entre as atividades programadas para os cidadãos e profissionais da saúde, na Espanha. Entre elas esta o Prêmio Fundação Internacional da Saúde, as I Jornadas sobre Adolescência e a Rota do Produto, uma destinada aos profissionais do setor e outra ao público em geral.

APEX-Brasil cria espaço brasileiro no porto de pré-largada da Volvo Ocean Race Não será apenas o velejador Torben Grael que irá representar o Brasil na regata mundial Volvo Ocean Race, a bordo do barco “Brasil 1”. Produtos e música brasileira ajudarão a divulgar © divulgação a imagem nacional durante a abertura do evento, na Espanha. A Agência de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX-Brasil) programou uma exposição de empresas brasileiras e suas mercadorias no “Pavilhão Brasil”, espaço de 500 metros quadrados dentro de uma vila construída ao redor do porto de Sanxenxo. O Pavilhão Brasil, que funcionou de 28 de outubro até a véspera da largada, dia 11 de novembro, teve espaço para exposição de produtos, um palco para apresentação de músicos brasileiros e o Bar Brasil, vendendo bebidas e petiscos típicos. Durante esse período, os sete barcos que participam da disputa também estiveram expostos para visitação. A expectativa dos organizadores do evento é que cerca de 100 mil pessoas visitem o porto de Sanxenxo nesses dias

Barco Brasil 1, segundo lugar na in-port-race

Em colaboração com a Federação Espanhola de Hotelaria e Restaurantes (FEHR) se pretende conscientizar a população sobre os perigos da obesidade e os benefícios de uma alimentação saudável como, por exemplo, aquela baseada na dieta mediterrânea. Outra novidade importante desta Feira é a realização da Primeira Edição do Campeonato Mundial de Cozinha Saudável. Os brasileiros que estão em Madri poderão participar desta feira e de suas atividades, cursos e oficinas, de forma gratuita.

Festival de Outono de Madri apresenta Antígona na visão do diretor de Macunaíma Não é a primeira vez que o prestigiado diretor brasileiro Antunes Filho apresenta uma de suas peças na Espanha. Já esteve em terras espanholas com “Drácula e outros vampiros”. Convidado este ano para participar do Festival de Outono, o criador do Grupo de Teatro Macunaíma trouxe sua proposta de Antígona onde faz uma reflexão sobre a condição humana, sem uma vinculação temporal ou cultural específica. Os atores que participaram da montagem ficaram encantados com a oferta cultural de Madri. “É uma experiência maravilhosa poder visitar museus e estabelecer uma relação com obras que somente conhecíamos por vídeo e livros, como é o caso de Velásquez, Dali, Picasso entre tantos outros. Guernica, por exemplo, tem uma relação muito pertinente com a obra Antígona; a peça é muito visual e tem muito a ver com a pintura”, comenta César Augusto, que conclui “o espetáculo é uma imagem visual, coreográfica e sonora das palavras. Uma das características do Antunes é a musicalidade da fala, que entra pelos poros”. Foram três dias de apresentação, no Teatro Albéniz da Comunidad de Madrid. Na área musical, o festival contou com a participação da cantora Elza Soares que apresentou seu novo show que resgata sambas de grandes compositores e de contemporâneos como Carlos Imperial, Wilson Simonal e Haroldo Lobo. . b r a s i l e s p a n h a 06

© divulgação

O barco Brasil 1 tem 70 pés e foi construído em Indaiatuba, interior de São Paulo. A sua fabricação contou com tecnologia e mão de obra de oito países. A tripulação está sob o comando do velejador brasileiro e campeão olímpico Torbens Grael e é composta por brasileiros e estrangeiros.

O Brasil 1, que ficou em segundo lugar na regata local (in-port race) que abriu a edição 2005/2006 da Volta ao Mundo, tem o patrocínio da APEX-Brasil, do Ministério da Indústria, Desenvolvimento e Comércio Exterior, do Ministério do Turismo, por meio da Embratur, do Ministério dos Esporte e de seis empresas privadas. A Volvo Ocean Race é a maior regata oceânica do mundo e irá percorrer 57 mil quilômetros. Participam apenas sete barcos, sendo dois holandeses, um espanhol, um sueco, um australiano, um norte-americano e um brasileiro. As regatas largam de Vigo, na Espanha, e passam pelos cinco continentes durante oito © divulgação meses, com paradas em dez países.


Acontece Espanha

Caipirinha de frutas na inauguração de um dos mais emblemáticos hotéis de Barcelona

Fundación Hispano-Brasileña e a promoção da cultura brasileira na Espanha

O Hotel Casa Fuster, um luxuoso estabelecimento situado em uma das melhores zonas de Barcelona foi o último projeto do genial arquiteto modernista D. Luis Doménech i Montaner. O edifício, construído entre 1908 e 1911, foi reformado posteriormente por Josep, Juanpere e Josep Riu, que, seguindo as orientações de seu proprietário, o grupo Hoteles Center, buscaram manter sua originalidade e suntuosidade, transformando-o no primeiro hotel de Barcelona com categoria Cinco Estrelas Gran Luxo Monumental,

diversas atividades acadêmicas, entre as quais seminários, conferências, cursos e pesquisas em torno à cultura brasileira, além de ser o único centro universitário espanhol que oferece o Diploma de Estúdios Brasileños. O CEB também patrocina o intercambio de professores visitantes brasileiros das áreas de História, Letras e Literatura, Economia, Direito e Ciências Sociais e oferece bolsas de estudos para estudantes espanhóis em universidades brasileiras

PATRONATO Fundación Cultural Hispano-Brasileña Presidente

Rafal López de Andújar, diretor executivo da FCHB

© divulgação

Inaugurado oficialmente no passado dia 29 de Setembro, num ato emotivo e glamoroso próprio dos grandes acontecimentos, os convidados puderam deleitar-se em ambientes refinados e agradáveis, variando entre vários ambientes como o Café Vienés, o Salón Fuster e o Salão Salón Doménech i Montaner, criado em homenagem ao famoso arquiteto. O Restaurante Gastronômico Galaxó, meca da cozinha catalã, também localizado no Hotel Casa Fuster, ofereceu suas delicias aos presentes, num dos ambientes mais representativos de Barcelona. E os convidados puderam subir à Terraza - Mirador del Paseo, onde foi servida uma seleção de sobremesas, todas regadas com Garnacha del Ampurdán (vinho doce varietal) e Caipirinha de frutas, descobrindo assim um novo conceito de comodidade, luxo e sofisticação em matéria de meios de hospedagem.

TV Record também na Espanha A TV Record iniciou suas emissões na Europa em 2000, através do Satélite Hispasat 1C 30º. A partir de junho de 2005 começa a transmissão pelo Digital+ (operadora espanhola de TV por assinatura) para todos os clientes cujas antenas parabólicas estavam orientadas ao Satélite Hispasat. Mas é desde outubro deste ano, quando se iniciam as transmissões pelo Satélite Astra 1E, possibilitando a todos os assinantes do Digital+ assistir à programação da TV Record no dial 327 e acompanhar não somente o Campeonato Brasileiro, como também o telejornalismo, as novelas e outros programas da rede brasileira. Digital+ é uma empresa do grupo espanhol Sogecable, líder em televisão por assinatura na Espanha e terceiro grupo na Europa, pioneiro em introduzir a televisão digital no mercado espanhol.

Recentemente foi anunciado o convênio de colaboração entre os governos brasileiro e espanhol para a restauração do Palácio Maldonado, em Salamanca, que será a futura sede definitiva da Fundación Cultural Hispano-Brasileña. Criada em 2001, seu principal objetivo é promover e fomentar a cultura brasileira na Espanha, conforme explica Rafael López de Andújar, diretor executivo da instituição. Neste sentido, a Fundação busca financiar atividades formativas, cientificas e culturais, trabalhando em sintonia com o CEB Centro de Estúdios Brasileños da Universidad de Salamanca. Criado no mesmo ano, este Centro desenvolve

Encontro Empresarial na CEOE Oportunidade de Negócios com Goiás Este foi o tema da apresentação do Governador Marconi Perillo na sede da CEOE Confederación Española de Organizaciones Empresariales, em Madri, ocorrida no dia 27 de outubro. Esta reunião empresarial teve por objetivo não somente demonstrar todo o potencial do Estado de Goiás para receber investimentos estrangeiros oriundos do mercado espanhol como também apresentar os projetos que já estão em curso, especialmente na área de energias renováveis como o Biodiesel, a Biomassa, o Biocombustível e o Pró-álcool. Também teve destaque o Agro-negócio de Goiás, um dos maiores produtores de soja, algodão, cana de açúcar e tomate do Brasil, além de possuir uma pecuária de alta tecnologia. Como pólo industrial, a presença de indústrias farmacêuticas, fabricantes de derivados de tomates, indústria têxtil e de artigos de couro e calçados foram citados. Após a apresentação de um vídeo sintetizando o desenvolvimento e vantagens competitivas de Goiás, o Governador Marconi Perillo ressaltou os avanços em termos de profissionalismo e eficiência do serviço

Reitor Universidad Salamanca-US Enrique Battaner Vice-presidente Presiente Conselho Social-US Salvador Sánchez Teran Vogal Vice-reitor Rel. Internacionais-US Manuel Llorente Vogal Vice-reitor Infraestruturas-US Líbia Santos Vogal Gerente-US Felisa Chinchetru Vogal Embaixador do Brasil na Espanha-EB Jose Viegas Filho Vogal Conselheiro de Assuntos Culturais-EB Joaquim Paiva Vogal Conselheiro de Imprensa-EB Acir Pimenta Vogal Diretor CEB José Manuel Santos Vogais Empresas patrocinadoras permanentes Assessor Diretor Executivo Rafael López de Andújar Secretario Chefe Serviços Assuntos Econômicos-US Gerardo Arévalo

público e a diminuição de barreiras burocráticas e alfandegárias de seu Estado. “Todos estes avanços quantitativos e qualitativos têm uma explicação mais consistente no entendimento com a sociedade produtiva. Isto cria um ambiente confortável para quem quer produzir em Goiás ou adquirir o que produzimos. Também há espaço para grandes parcerias e joint ventures que podem alavancar bons e lucrativos negócios, tanto sob o ponto de vista político como social.”, concluiu.

Apresentação do Governador de Goiás, Marcelo Perillo na sede da CEOE Madrid.


Cámara de Comercio Brasil-España Vicente Benedito, presidente de la Cámara de Comercio Brasil-España y España. En este ámbito, por ejemplo, hemos creado los Premios Brasil, para expresar nuestro reconocimiento a las personas e instituciones que han contribuido a divulgar y promocionar los valores sociales y económicos de Brasil. También nos proponemos impulsar instrumentos de comunicación propios y las actividades de la Cámara como fuente de información. Los socios de la Cámara saben que tienen la puerta abierta para proponernos cualquier iniciativa que contribuya a lograr esos objetivos. ¿De que forma la CC Brasil España puede contribuir al desarrollo de los negocios entre los dos países?

¿Que te parece el actual panorama de las relaciones Brasil España? Viven una época magnífica. España es un país admirado en Brasil, y Brasil es un país muy querido en España, por lo que no es de extrañar que España sea actualmente el segundo país inversor en Brasil, después de los Estados Unidos. En mi opinión, si España persiste en su etapa de expansión económica, esa posición puede consolidarse, e incluso mejorar. Creo que España está llamada a jugar un papel estelar en el futuro económico de Brasil, y desde la Cámara trabajamos para que así sea. ¿Cómo ves la actuación de la Cámara en esos momentos? Nuestra misión primordial es colaborar con nuestros afiliados y contribuir a crear las condiciones favorables para impulsar las relaciones económica entre Brasil y España. Para lograrlo tenemos que tener voz y ser escuchados. Sólo así podremos ser un protagonista de referencia en las relaciones bilaterales e interlocutores eficaces ante las instituciones de los dos países. Si me preguntase si estamos logrando ese objetivo, le respondería que nos estamos esforzando porque así sea y que, sinceramente, creo que vamos por el buen camino. ¿Cuál es el programa de actividades definido para la CC Brasil España? En nuestro ánimo está trascender de las actividades económicas que son el objetivo prioritario de la Cámara. Con este criterio, queremos convertirla también en un foro abierto y plural en el que los socios pueden compartir experiencias, inquietudes y motivaciones, y de cara a la sociedad impulsar todas las actividades que estén a nuestro alcance para reforzar las relaciones entre Brasil b r a s i l e s p a n h a 08

Prioritariamente, apoyando a sus socios en sus relaciones con las administraciones de ambos países. Para ello debemos ofrecerles información de calidad sobre las oportunidades de negocio en Brasil y en España, además de facilitarles su presencia en misiones comerciales y otros eventos de carácter empresarial. Por toda tu experiencia ¿qué recomendaciones darías a un empresario español que quiera invertir en Brasil? Brasil es hoy un país que disfruta de unas sólidas relaciones con España y de un excelente potencial de crecimiento. Brasil viene dando pasos firmes y en la buena dirección para su transformación económica, pasando de ser un Estado emergente, yo diría que hoy es la estrella de los mercados emergentes, a ser un Estado del primer mundo, y eso, además, en el marco de una democracia absolutamente consolidada. Por lo dicho, mi recomendación es obvia: que aprovechen el excepcional momento que se les frece para posicionarse o consolidar su presencia en ese gran país. La CC Brasil España estuvo presente en el Encuentro de Empresarios Iberoamericanos en Salamanca. ¿Cuáles fueron las conclusiones y decisiones más importantes de este encuentro en el ámbito Brasil-España? El objetivo fundamental del encuentro fue analizar los retos económicos de Ibero América y fomentar los contactos y encuentros entre empresarios españoles y americanos. Respecto al primer aspecto, durante las jornadas se destacaron como aspectos positivos: la expansión de la actividad, una inflación moderada, el crecimiento de las inversiones, el incremento del empleo y la disciplina fiscal; y como negativos: la necesidad de reformas tributarias, las trabas a la inversión, el desarrollo de los mercados financieros, la falta de políticas sociales adecuadas y la necesidad de mayor seguridad jurídica. En cuanto a los contactos empresariales, constaté personalmente

el interés que Brasil suscita entre lo empresarios españoles, pues fue uno de los países que más interés acaparó, sino el que más. También pude ver que la economía brasileña es hoy de las mejor valoradas en todo el ámbito iberoamericano y de las que despierta más confianza entre los economistas que asistieron a Encuentro. Como presidente, ¿nos puedes comentar cuales son tus planes futuros para la Cámara? Además de potenciar los servicios que la Cámara presta a sus socios, y convertirla en una institución de referencia ante las administraciones de España y Brasil, mi reto personal, de cara al futuro, es ampliar el número de socios empresariales. Lo lograremos si hacemos de ella un punto de convergencia donde encuentren apoyo las personas y empresas con intereses en ambos países. ¿En que época has estado trabajando en Brasil? He vivido en Brasil tres años, entre agosto de 1998 y el mismo mes de 2001, desempeñando actividades profesionales. Durante ese periodo fui presidente del banco BBVA Brasil ¿Que recuerdos y impresiones guardas de esta etapa? Tanto desde el punto de vista profesional como familiar ha sido una de las mejores etapas de mi vida. Los recuerdos son tantos y las experiencias tan distintas que serían un relato interminable. Sobre todo, me impresionó haber vivido en un país cuyas dimensiones, para mi, superaban todo lo que había conocido hasta entonces. ¿Qué es lo que más te llamó la atención? Esa sensación de inmensidad. Brasil no es un país, el sólo es un continente. Montañas con nieves en el sur, ríos inmensos en el norte, y selvas impenetrables, masas de aguas como las del Pantanal y sabanas idílicas en el centro. Es cierto que es “um país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza”. ¿Ahora sueles visitar Brasil sólo por trabajo o también como turista? ¿Dónde te gusta estar? Ahora mis visitas son más por ambos motivos. Sigo enamorado del Estado de Bahía y quiero conocer más en profundidad el Amazonas y el Pantanal. ¿De que tienes “saudades”? De toda la música brasileña y, sobre todo, de la gente, tan vital y tan amable y hospitalaria con los que vienen de fuera. Como dice Jorge Amado, Brasil es un país que embriaga a quién se sumerge en él.


Cámara de Comercio Brasil-España

PREMIOS BRASIL 2005 DE LA CÁMARA DE COMERCIO BRASIL-ESPAÑA La Cámara de Comercio Brasil-España, en su ánimo por ampliar sus actividades y otorgar un merecido reconocimiento a las personas e instituciones que trabajan en la labor de divulgación y promoción de los valores sociales y económicos que atesora aquel país, creó el pasado año los Premios Brasil, que en su primera edición recayeron en Repsol YPF, en la categoría de empresas y en el diario El País, en la categoría de sociedad-cultura. Estos galardones nacieron con vocación de permanencia y son fallados una vez al año. El próximo 28 de noviembre, en la Embajada de Brasil, se entregarán los correspondientes al año 2005. En esta ocasión, el Jurado ha decidido conceder tres galardones en las categorías: Premio Empresarial, Premio Social y Premio CulturaDeportes. En la próxima edición de esta revista informaremos a los lectores de los nombres de los galardonados, así como de la asistencia de las personalidades que asistirán al cóctel que, con motivo de esta entrega de premios, convidará el Dr. José Viegas Filho, Embajador de Brasil en España.

CAMARA DE COMERCIO BRASIL-ESPAÑA CUADRO SOCIAL.

La Cámara de Comercio Brasil-España cuenta en la actualidad con un nutrido grupo de empresas asociadas que pertenecen a los distintos sectores de la industria, el comercio y los servicios. Entre los asociados se encuentran empresas, tanto españolas como brasileñas, consideradas como las más importantes y notorias de los dos países, así como socios particulares. • BANCO DE BRASIL

• BANCO SANTANDER CENTRAL HISPANO

• BHERING ADVOGADOS

• CASA DE BRASIL

• CEPSA, S.A.

• CIP-2, S.L.

• COMPAÑIA MERCANTIL DEL CAFÉ

• CONSTRUCTORA SAN JOSÉ

• CREMADES & CALVO-SOTELO

• CUATRECASAS ABOGADOS

• DESPACHO GOUVEA-VIEIRA

• ENDESA INTERNACIONAL, S.A

• EXPORTADORLATINO

• EZPELEZATE, S.L.

• FLEX EQUIPOS DE DESCANSO, S.A

• GLOBALD ESTRATEGIES

• GRUPO DRAGADOS, S.A.

• GRUPO GASINDUR

• GRUPO SyV, S.A.

• GRUPO SANTILLANA DE EDICIONES, S.L.

• IBERDROLA, S.A

• IDOM

• INECO, S.A.

• ISOLUX WAT, S.A.

• OHL (Obrascon Huarte Lain, S.A.)

• PROSEGUR

• S.I.V. Servicios Integrales Vicinay

• ULMA C&E SCOOP. LTDA.

• UNITRONICS COMUNICACIONES, S.A.

• VARIG, S.A

• VIAJES PRESSTOUR

• VISCOFAN, S.A.

• Socios particulares

• STEFANINI EUROPE, S.L.

• TELEFONICA PUBLICIDAD E INFORMACIÓN, S.A.TELEFONICA, S.A.

• MACHADO, MEYER, SENDACZ E OPICE-ADVOGADOS MASSÓ LARROY, S.L.

• MONDRAGÓN CORPORACIÓN DE COMERCIO INTERNACIONAL

b r a s i l e s p a n h a 09


Empresas & Negócios

Iberdrola, uma operadora de referência no Brasil Iberdrola, companhia que figura entre as principias elétricas privadas do mundo, superou seus 100 anos de existência com uma clara visão estratégica, uma excelente saúde financeira e um compromisso crescente com seus clientes, que já totalizam 17,5 milhões e aos que oferece hoje em dia eletricidade e gás, além de outros muitos serviços. A empresa conseguiu antecipar todas as metas de seu Planejamento Estratégico 2002-2006, conseguindo, neste terceiro aniversário de sua implementação, um incremento de 50% em sua capacidade de geração de eletricidade. Assim, Iberdrola atualizou seu planejamento até 2008, ano em que terá acumulado investimentos da ordem de 16.200 milhões de euros. Nos últimos anos a empresa se transformou em líder mundial em energia eólica, sendo referência no setor de energias renováveis, bem como na principal promotora de centrais de ciclo combinado de gás e tecnologias limpas de geração de eletricidade que contribuirão ao cumprimento do Protocolo de Kyoto.

Expansão na América Latina Iberdrola iniciou sua aposta por América Latina na década dos noventa. A empresa já investiu cerca de 6.000 milhões de dólares na região e tem em curso investimentos que totalizam outros 2.000 milhões de dólares. Na atualidade, esta presente em cinco países: Brasil, México, Guatemala, Bolívia e Chile.

Somente nestes países a empresa conta com 7.000 empregados, 4.000 MW de potencia instalada (e outros 3.000 MW em construção), uma produção de cerca de 30.000 GWh em 2005 e mais de oito milhões de clientes aos que distribui energia elétrica.

A chegada no Brasil Iberdrola começou sua aventura brasileira em 1997, ao adquirir, através dos processos de privatização, as distribuidoras de energia Coelba (Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia) e Cosern (Companhia Energética do Rio Grande do Norte ). Em 1999 iniciou a construção da central hidroelétrica de Itapebí. Em 2000 adquiriu a Celpe (Companhia de Eletricidade de Pernambuco), também dentro do programa de privatização brasileiro, e iniciou as atividades da comercializadora NC energia. Já em 2001 começa a construção das centrais de ciclo combinado da Termopernambuco e Termoaçu. O funcionamento da planta de Itapebí começa em 2003 e, um ano depois, tem inicio as operações da Termopernanbuco. A presença da companhia no Brasil se articula através da holding Neoenergia (antigo consórcio Guaraniana) da qual participam Iberdrola com 39%, PREVI com 49% e Banco do Brasil com 12%.

Central de ciclo combinado da Termopernambuco

b r a s i l e s p a n h a 10


Empresas & Negócios

Empresas & Negócios

Viajar sempre é um prazer ! Ainda mais quando se viaja para conhecer outros paises. Desfrute de todo o prazer sempre bem acompanhado viajando com malas e bolsas da Darco. Seu parceiro nos momentos mais especiais ! Central hidroelétrica de Itapebí

Negócios em ascensão Atualmente, Iberdrola está presente nos negócios de distribuição e geração de energia no mercado brasileiro da seguinte forma: 1. Distribuição: - Graças a sua participação na Coelba, Celpe e Cosern, atualmente é a empresa distribuidora de eletricidade líder no nordeste do Brasil, com uma cota de 58%, que representa 7% a escala nacional. - No exercício 2004, estas distribuidoras forneceram 21.654 milhões de kWh (+ 8,2%) a cerca de sete milhões de clientes e faturaram 462 milhões de euros. - Cabe destacar que estas empresas têm conseguido importantes melhoras na qualidade dos serviços que prestam desde sua privatização, com um incremento médio de 50% nos índices de qualidade. 2. Geração: - No final de 2004, Iberdrola contava com cerca de 400 MW de potência instalada correspondentes à central hidroelétrica de Itapebí, de 450 MW (183 MW atribuíveis), e a planta de ciclo combinado de Termopernambuco, de 520 MW (190 MW atribuíveis). - A produção total de ambas centrais atribuíveis à companhia ascendeu a 1.424 milhões de kWh: 969 milhões de kWh de Itapebí e 455 milhões de kWh de Termopernambuco. - A princípios deste ano, dentro do marco do programa Proinfa para o desenvolvimento de energias renováveis no Brasil, Iberdrola colocou em andamento o projeto para construir o primeiro parque eólico do país, em Rio do Fogo (50 MW), que deve entrar em serviço em 2006.

Lojas na Grande São Paulo Darco Moema 1500m2- a maior loja do ramo Estacionamento gratuito Av. Jurucê, 639 Tel.: 5041 9702 Darco Santana Av. Cruzeiro do Sul, 3079 (amplo estacionamento) Tel.: 6950 1681 Darco Centro (Viagem Barão) R. Barão de Itapetininga, 293 Tel.: 3255 2169 Darco (Bolsa Carioca) R. São Bento, 7/11/17 Tel.: 3104 6150 Darco (Boa Viagem) R. José Bonifácio, 254 Tel.: 3106 9794 Lojas de Shoppings Darco Interlagos Tel.: 5677 3360 Darco Market Place Tel.: 5531 7503 Darco Metrô Tatuapé Tel.: 6192 9873 Darco West Plaza Tel.: 3672 9351 Darco Jaraguá (Araraquara - SP) Tel.: (16) 3331 3337


Feiras & Congressos IFEMA concentrará em 2006 o maior investimento de sua história O plano de investimentos do próximo exercício engloba mais de 86 milhões de euros, dos quais 79,8 milhões serão destinados a projetos singulares, como a Ampliação II da Feria de Madrid, o Projeto Matadero, a construção de um túnel na via M 11 e a instalação de duas novas coberturas e corredores rolantes. Nos seis primeiros meses deste ano se celebraram 39 feiras, com uma ocupação liquida de 708.094 metros quadrados, das quais participaram 12.795 expositores diretos, com uma assistência de 2,2 milhões de visitantes. Com isso, a previsão é que o ano de 2005 feche com um faturamento da ordem de 145,9 milhões de euros (+10% sobre 2003) e um resultado liquido de 22,8 milhões de (+16% sobre 2003). O Plano Estratégico aprovado para IFEMA para os próximos anos contempla um incremento no volume de negócios de 77% até 2010, o que significa, em termos macroeconômicos, uma geração de 2.157 milhões de euros anuais provenientes da atividade ferial em Madri e criação de 49.950 empregos indiretos. Este plano tem por objetivo reforçar sua competitividade, liderança nacional e posicionamento no mercado europeu.

SACYR construirá os novos pavilhões de exposição de IFEMA Os novos pavilhões 12 e 14 da Feria de Madrid serão construídos por SACYR, empresa ganhadora da licitação realizada pela IFEMA. O projeto compreende um investimento de 56,4 milhões de euros e contempla a construção destas duas novas áreas expositivas num prazo de 22 meses, a partir da assinatura do contrato, o que implica na previsão de finalização do projeto para o inicio de 2007. Este será o começo do capítulo mais importante do Projeto de Ampliação II da Feria de Madrid, com a construção destes dois grandes pavilhões que irão elevar a superfície bruta de exposição em 50.000 m2, resultando em uma capacidade total de 200.000 m2 após a expansão. O projeto de expansão também inclui novas áreas de estacionamento, salas de reuniões e infra-estrutura de alimentação.

Feiras de Negócios-Espanha OUTUBRO/ 2005

NOVEMBRO/2005

SINGLES BARCELONA - FIRA DE BARCELONA Del 01 al 02 Octubre 2005

PASARELA GALICIA JOVENES DISEÑADORES (Se celebra en IFEVI) VIGO (Pontevedra) - Planner & Proceltha, S.L. Del 04 al 06 Noviembre 2005 SALON DENOMINACION DE ORIGEN VIGO (Pontevedra) - IFEVI / Instituto Feiral de Vigo Del 07 al 09 Noviembre 2005 I.T.L. / INTERMODAL BILBAO - BILBAO EXHIBITION CENTRE Del 08 al 10 Noviembre 2005 MADERALIA VALENCIA - Feria Valencia Del 09 al 12 Noviembre 2005 ESTAMPA MADRID - Recinto Ferial / Empresa Municipal Campo de las Naciones Del 09 al 13 Noviembre 2005 BARCELONA DEGUSTA (Organizada por ALIMENTARIA EXHIBITIONS, S.A.) BARCELONA - FIRA DE BARCELONA Del 10 al 14 Noviembre 2005 SALON INMOBILIARIO DEL MEDITERRANEO PALACIO DE FERIAS Y CONGRESOS DE MÁLAGA Del 23 al 27 Noviembre 2005 ESQUI Y MONTAÑA MADRID - IFEMA / Feria de Madrid Del 25 al 27 Noviembre 2005 IBERWINE / Salón Internacional del Vino (Organizada por EMPORIO FERIAL) MADRID - IFEMA / Feria de Madrid Del 29 Nov. al 01 Dic. 2005

FERIA INTERNACIONAL DE TURISMO CULTURAL MALAGA - PALACIO DE FERIAS Y CONGRESOS DE MÁLAGA Del 13 al 16 Octubre 2005 HOREQ MADRID - IFEMA / Feria de Madrid Del 19 al 22 Octubre 2005 FERIA MUNDIAL DEL FLAMENCO SEVILLA - FIBES Palacio Exp. y Congresos de Sevilla Del 20 al 23 Octubre 2005 SALÓN LOOK INTERNACIONAL MADRID - IFEMA / Feria de Madrid Del 22 al 23 Octubre 2005 SALON DE BISUTERIA BILBAO - BILBAO EXHIBITION CENTRE Del 22 al 24 Octubre 2005 SALON NAUTICO INTERNACIONAL BARCELONA - FIRA DE BARCELONA Del 22 al 30 Octubre 2005 TURICOM GIJON (Asturias) Feria Intl. Muestras de Asturias Del 27 al 30 Octubre 2005

b r a s i l e s p a n h a 12

INICIANEGOCIOS MADRID - IFEMA / Feria de Madrid Del 29 Nov. al 01 Dic. 2005

DEZEMBRO/2005 FISALUD MADRID IFEMA / Feria de Madrid Del 01 al 04 Diciembre 2005 SALON NÁUTICO DE VALENCIA VALENCIA Feria Valencia Del 03 al 08 Diciembre 2005 EXPONAVIDAD SEVILLA - FIBES Palacio Exp. y Congresos de Sevilla Del 25 Dic. 2005 al 02 Ene. 2006 FERIA INFANTIL DE NAVIDAD ZARAGOZA Feria de Zaragoza Del 26 al 30 Diciembre 2005 FIV VALENCIA Feria Valencia Del 26 Dic. 2005 al 04 Ene. 2006

Calendário completo de feiras na Espanha: www.afe.es


Feiras & Congressos

Feiras de Negócios-Brasil OUTUBRO/ 2005 PET SOUTH AMERICA Feira internaciol de produtos e serviços da linha pet e veterinária Transamerica Expo Center 05 à 07 de outubro, 2005 BRASILTEC Salão de inovação tecnológica Anhembi - São Paulo - SP 5 a 8 de outubro de 2005 FENATRAN Salão Internacional do Transporte Pavilhão de Exposições do Anhembi 24 a 28 de outubro de 2005 FFATIA IV Feira de Fornecedores e Atualização Tecnológica da Indústria de Alimentação Centro de Convenções de Goiânia - Goiânia-GO 25 a 28 de outubro, 2005

FERRAMENTAL Ferramental - 3ª Feira de Máquinas-Ferramenta do Mercosul Centro de Exposições de Curitiba - Parque Barigui 09 a 12 de novembro, 2005 SABORES Feira da Gastronomia, Hotelaria e Turismo Pavilhão de Carapina - Grande Vitória - ES 21 a 24 de novembro, 2005 TECHTEXTIL SOUTH AMERICA 2005 Feira Internacional de Tecidos Técnicos e Não tecidos ITM EXPO - São Paulo - SP 22 a 24 de novembro de 2005

DEZEMBRO/2005 SHOWROOM DE CALÇADOS BRASILEIROS Showroom de Calçados Brasileiros - Venezuela Showroom de Calçados Brasileiros - Colômbia Consultar a data: Francal Feiras (11) 4689-3100

NOVEMBRO/2005 FISPAL RECIFE 2005 3ª Feira Interacional de Produtos, Embalagens, Equipamentos e Serviços para Alimentação Centro de Convenções de Pernambuco 8 a 11 de Novembro de 2005

Calendário completo de feiras no Brasil: www.ubrafe.com.br


Casa do Brasil

Casa do Brasil Promovendo o idioma e cultura brasileira Agenda das Atividades da Casa do Brasil Estivemos entrevistando Cássio Romano, diretor da Casa do Brasil em Madri, para conhecer um pouco mais sobre este nosso Colégio Mayor Universitário brasileiro. Quanto tempo faz que você esta na Casa do Brasil e como avalia sua trajetória nestes anos? Estou na Casa do Brasil de Madrid desde 1984, mas realmente assumo a diretoria da Casa a partir de 1995. Nos últimos dez anos estivemos atuando principalmente na difusão da cultura brasileira e observamos um crescimento vertiginoso na procura pelos cursos de português. Quando iniciei minha administração na Casa do Brasil, tínhamos apenas um grupo de 40 alunos. Hoje em dia são quase 2.900 alunos distribuídos em vários grupos, Contamos com 8 professores de português e em 2004 firmamos um acordo com a UCM Universidad Complutense de Madrid a partir do qual nosso curso de português passou a ser considerado como crédito de livre eleição para os alunos daquela universidade. Além disso, somos credenciados pelo Ministério de Educação do Brasil para realização do exame CELPE-BRAS de português como língua estrangeira. Qual o perfil dos estudantes de português? Esta composto principalmente por funcionários do governo espanhol e de empresas espanholas com interesses no Brasil, além de alunos da UCM, pessoal de agencias de viagens, empresários e, inclusive, pessoas estrangeiras interessadas no idioma quer seja por motivos profissionais e de negócios ou pelo mero prazer de desfrutar da beleza e musicalidade do idioma, segundo comentários dos próprios alunos. Quais as outras atividades que a Casa do Brasil oferece? Temos uma ampla programação mensal com conferências, concertos de música e exposição de arte. A partir de 2000 reativamos o cine clube da Casa do Brasil e atualmente contamos com um acervo de 170 títulos, que queremos ampliar. Desta forma, temos uma programação semanal de filmes dentro do Ciclo de Cinema Brasileiro, que ocorre geralmente nas terças e sextas-feiras, com entrada gratuita. Nosso publico é especialmente formado pelos alunos do curso de português e por brasileiros com saudades do Brasil. E para o futuro, quais os planos da Casa do Brasil? Estamos trabalhando na ampliação da biblioteca da Casa do Brasil, que já conta com 10.000 livros, e vamos iniciar o Curso de Capoeira no nosso ginásio, pois acreditamos que esta é uma das expressões mais autênticas de nossa identidade cultural. Também pretendemos promover uma maior difusão musical, especialmente da música ao vivo, aqui no espaço da Casa do Brasil e por isso fica aqui o convite para que todo aquele que tenha interesse na cultura brasileira participe de nossas atividades. www.casadobrasil.org

b r a s i l e s p a n h a 14

OUTUBRO/05 ARTES PLÁSTICAS 3 a 11 ............................. Exposição de Edilson Viriato 13 a 23 ............................ Exposição de Vagner Dante Veloni CICLO DE CINEMA BRASILEIRO 4 a 7 ................................ OLGA 11 a 14 ............................ SEJA O QUE DEUS QUISER! 18 a 21 ............................ DIAS DE NIETZSCHE EM TURIM 13 a 23 ............................ A CARTOMANTE OUTROS EVENTOS 10..................... Mostra calçados de Nova Serrano (MG). 13..................... EMBRATUR. Turismo Brasileiro 13..................... Reunião da Cámara de Comercio Brasil-España.

NOVEMBRO/05 ARTES PLÁSTICAS 10................................... Exposição de Marlon de Azambuja 24 de nov. a 4 de dez. .... Exposição de Livia Oliveira Alencar MUSICA 17.................. Concerto de Musica Clássica pianista brasileiro Paulo Francisco Paes. CICLO DE CINEMA BRASILEIRO 8 e 11 ...............................UM CERTO CAPITÃO RODRIGO 15 e 18 .............................AMARELO MANGA 22 e 25 .............................DOIS PERDIDOS NUMA NOITE SUJA 29 de nov. e 2 de dez. ......O VESTIDO OUTROS EVENTOS 10............... Reunião da Cámara de Comercio Brasil-Espanha 25............... Lançamento do Livro do poeta brasileiro, o Diplomata Márcio Catunda Gomes 30............... Conferência do escritor brasileiro Divaldo Pereira Franco DEZEMBRO/05 ARTES PLÁSTICAS 12 a 17 ............ Exposição de Benedito Monteiro (SUMË) CICLO DE CINEMA BRASILEIRO 13 e 16 ............ A DONA DA HISTÓRIA OUTROS EVENTOS 1...................... GOIAS. Turismo do estado. 14.................... Reunião da Câmara de Comercio Brasil-Espanha.


Estunar na Espanha

Estudar na Espanha Instituto de Empresa aposta pelo mercado brasileiro

Fundado em 1973 na cidade de Madri, o IE Instituto de Empresa Business School é considerado a melhor escola de negócios da Espanha, classificandose entre as 5 melhores escolas da Europa e entre as 20 melhores do mundo pelos rankings de publicações como Financial Times, The Economist, Wall Street Journal, Forbes, Latin Trade, etc. Anualmente, alunos de mais de 60 países passam pelas salas do IE. Em 2003, o IE abriu seu 10º escritório fora da Espanha, sediado na Av. Paulista em São Paulo, administrado por um de seus ex-alunos brasileiros, o carioca Newton Campos. Entrevistamos Newton com o objetivo de saber que atividades a escola tem promovido para incrementar as relações comerciais entre Brasil e Espanha.

Quantos alunos e ex-alunos brasileiros a escola possui? Anualmente recebemos cerca de 1500 alunos provenientes de mais de 60 países para os 19 cursos de Pós-Graduação e 4 de Doutorado. Quanto aos brasileiros somos cerca de 20 alunos anuais, incluindo aí os intercambistas da FGV-SP e Coppead-UFRJ que recebemos todos os anos no período de intercâmbio. Somos também cerca de 70 ex-alunos brasileiros, dos quais mais de 40 encontram-se trabalhando fora do Brasil. No Brasil, a maioria está no eixo Rio-São Paulo trabalhando em altos cargos executivos e/ou como empreendedores. Este ano lançamos nosso próprio blog de ex-alunos, com nossas atividades: www.iebrasil.com.

Os preços dos cursos de Pós-Graduação do IE variam de 25 a 40 mil euros. Não é caro para um brasileiro? Há bolsas? Estes valores são altos até mesmo para um europeu. Para um cidadão brasileiro, pela diferença do câmbio, o preço fica ainda mais inacessível. Ainda assim, o preço do IE não é dos mais altos se comparado ao preço de outras escolas mundiais de primeira linha. Embora seja pouco conhecido no Brasil, o candidato deve ter em mente que o IE é uma das melhores escolas do mundo e que juntar professores e recursos tecnológicos deste nível custam caro para a escola. Para minimizar este problema assinamos acordos com as principais fundações brasileiras que apoiam candidatos aos top MBAs, entre as quais destaco a Fundação Estudar (www.estudar.org) e o Instituto Ling (www.institutoling.org.br).

Porque o IE resolveu abrir um escritório no Brasil? Atualmente o IE possui escritórios próprios em 12 países, mas até 1998 os principais escritórios estavam situados em países de língua espanhola, pelo fato de a maioria dos programas serem em espanhol. Hoje, cerca de 50% dos programas de pós-graduação do IE são em inglês de maneira que pudemos abrir escritórios próprios nos EUA, Brasil, Bélgica e mais recentemente na China. O Brasil é um país estratégico para a consolidação da marca IE no cenário internacional. Que tipos de cursos o IE oferece? Há cursos oferecidos no Brasil? O IE possui cursos para as áreas de Business e Direito, sempre com foco internacional e empreendedor. Há desde cursos abertos de curta duração até cursos de pós-graduação e doutorado. Além dos cursos in-company para empresas, não temos ainda cursos ministrados no Brasil. Entretanto, através da metodologia on-line do IE - reconhecida e premiada como uma das melhores do mundo - podemos ter cursos semi-presenciais mesclados com aulas virtuais assíncronas, que exigem de 3 a 5 idas ao exterior no decorrer do programa.

No seu caso, o que te levou especificamente a estudar no IE? Sou contador pela PUC-SP e trabalhei como auditor pela Price Waterhouse Coopers. Depois de aprender muito nesta empresa, fui viver na Austrália para melhorar o domínio de inglês e conhecer uma nova cultura. Na volta, após mais alguns anos de trabalho, decidi fazer um MBA na Europa. Comecei a procurar um bom curso na Europa através do livro “Which MBA?” publicado pela The Economist que lista as 100 melhores escolas de Business do mundo e ali encontrei ótimas opções. O IE me chamou mais atenção por ser uma escola “top five”, independente (sem vínculos religiosos ou políticos), inovadora, com grande conhecimento de América Latina e focada em empreendedorismo. No final do curso fui de intercâmbio pelo IE para a Índia e no meu regresso fui convidado a trabalhar na sede da Telefónica em Madri. Para saber mais: IE Instituto de Empresa Business School Brazilian Office - Av. Paulista, 726 - cj 1707d São Paulo - SP - CEP 01310-910 - tel: +55 11 3254 7636 email: brasil@ie.edu - web: www.ie.edu

Newton campos IE - São Paulo

b r a s i l e s p a n h a 15


Guia

Brasil Espanha

del ocio y buena vida

• ALTA GASTRONOMIA: LA RIOJA GASTRONÔMICA ....................... 1 • RESTAURANTES BRASILEIROS NA ESPANHA ................................. 2 • RESTAURANTES ESPANHÓIS NO BRASIL ..................................... 3 • LA BUENA VIDA ............................................................. 4 • ESPAÇO GOURMET .......................................................... 4

La Rioja Gastronômica Mar Romero

L

a Rioja é uns dos destinos prediletos dos amantes da boa gastronomia. Terra de bons pratos e vinhos que conta com una das cozinhas regionais de maior prestígio; o riojano soube elaborar um compêndio de pratos que buscam combinar o melhor de sua horta e de seus pastos serranos. Seu receituário típico apresenta a sutileza pastoril em algumas elaborações, embora também reserve um espaço importante para a inovação e a criatividade dos chefs mais atrevidos, proporcionando verdadeiras delicia gastronômicas aos visitantes através dos pratos mais tradicionais que vão de braços dados com outros mais modernos. PRATOS VIAJANTES Seu saboroso guisado de verduras já deu a volta ao mundo assim como as famosas batatas com chouriço ou as costelinhas de cordeiro al sarmiento1. Morcelas, chouriços, feijões brancos e vermelhos, ovos a la riojana, pimentões de piquillo recheados de carne, picadinho de lombo, callos2 a la riojana; doces como sorvete de zurracapote3 , manguitos cerveranos4 ou marzapan soteño5 e excelentes pêssegos, peras ao vinho, cerejas, morangos e frutas em geral são apenas alguns poucos exemplos da riqueza gastronômica de La Rioja. MATERIA PRIMA DE QUALIDADE Tudo isso é possível graças a uma excelente matéria prima: alimentos e produtos agrícolas com qualidade reconhecida e cujo merecido prestígio também se deve a uma localização privilegiada desta região situada em pleno vale do Rio Ebro. A riqueza desta terra estimula a agricultura e a criação de rebanhos que sustentam uma importante indústria agroalimentar. Liderando a produção de champignon e couve-flor, conta também com a primeira Denominação de Origem de peras de Espanha: a D.O.P. “Peras de Rincón Soto”. As vinícolas, empresas de conservas e indústria cárnica agregam valor a seus alimentos, ao unir a tradição artesanal com os últimos avanços tecnológicos. Por isso os alimentos riojanos são uns dos mais cobiçados do mercado.

O VINHO: SUA BANDEIRA GASTRONÔMICA O patrimônio histórico-artístico da Rioja é um magnífico preâmbulo à “monumentalidade” das vinícolas riojanas. As centenárias artes de elaboração de seus vinhos criaram a lenda de um elemento vivo no qual se espelham o resto de zonas produtoras do país. O vinho de La Rioja também entrou na modernidade dos momentos atuais, nestes tempos de tecnologia de vanguarda, e segue liderando na Espanha o setor de vinhos tintos de qualidade. Nos últimos 20 anos observamos um maior respeito pelas colheitas, um maior controle dos vinhos e vinhedos e um grande destaque para os vinhos de “alta expressão” que priorizam os valores do solo e da cepa, as madurações mais longas e a seleção de uvas na vinha e na adega. Seus tintos são agora mais carnosos, com abundante fruta madura, toques tostados de carvalho e baixa acidez. Vinhos harmoniosos que combinam com uma comida riojana para deixar satisfeito o mais exigente dos paladares.

Mar Romero Jornalista espanhola especializada em gastronomia, é diretora e apresentadora do programa “Mesa y Descanso” na Punto Radio de Madri.

Vinhos de La Rioja que se encontram no Brasil Importadora

Vinhos

Península

Allende • Calvario • Aurus • Sierra Cantabria

Azait

Lealtanza • Altanza Reserva Especial

Capemar

Rondan

Gran Vin

Viña Ardanza • Barón de Oña • Viña Alberti

European Gourmet

Marques de Riscal • Barón de Chirel

• 1- ramo/galhos da parreira utilizados para preparar pratos “a brasa” • 2- dobradinha • 3- sangria • 4- uma especialidade de Cervera del Río Alhama • 5- de Soto de La Rioja

guia brasil espanha

01


Guia de Bares e Resta

Gastronomia Brasileira Na Espanha MADRID A BRASILEIRA Calle Pelayo, 49.

℡: 91 308 36 25

BRASILEIRINHO Plaza Cristino Martos, 2.

℡: 91 548 22 67

EL NOVILLO CARIOCA Calle Mozart, 7.

℡: 91 548 51 40 EL RODIZIO Calle Pez Volador, 2.

℡: 91 504 30 04

LOS GALETOS DE TIJUCA Calle Modesto Lafuente, 82.

℡: 91 533 44 41

Calle Ramos Carrión, 6.

℡: 91 413 71 55

NOVILLO DE PLATA

PICANHA RESTAURANT, BAR & CONCERT Calle Modesto Lafuente, 15.

℡: 91 399 14 75

MAJADAHONDA

MISTURA FINA

O BRASILEIRO Camino de Vinateros, 53.

℡: 91 328 25 64

RODI CARIBE

Calle Claudio Coello, 108.

℡: 91 563 11 68

Avinguda de Roma, 1.

℡: 93.405.03.61 LAS PALMAS CANDOMBE

Calle Sargento Llagas, 43.

℡: 92 827 0565

Calle Goya, 1, local 5.

℡: 91 602 83 08

LA RONDA

Calle Lope de Vega, 31.

℡:

BARCELONA BAHÍA PORTOMAR Calle Pau Claris, 151.

℡: 93 487 38 08

CANTINHO BRASILEIRO

SANTIAGO

℡:

93 268 14 22

O RODICIO ℡:

VALENCIA

℡:

93 412 62 00

98 153 7372

PANTANAL

Calle Ramón Asensio, 13

℡:

CARNAVAL Calle Balmes, 24.

92 870 68 90

Carretera Santiago-Noia.

Calle Carrer Ample, 43.

Calle Téllez, 20.

℡: 91 501 22 81

VIA ROMA

96 393 15 56

XINGÚ

Calle Guardia Civil, 22

℡:

96 362 28 76

LA PEGUI

OREIDA CAIPIRINHA

℡: 93 221 66 43

96 362 59 35

Calle Salvador Espriu, 65-71.

RODIZIO Calle Consell de Cent, 403.

℡: 93 265 51 12

Calle Vicente Sancho Tello, 7

ZARAGOZA

℡:

EL RODIZIO

Avenida Cesáreo Alierta, 20.

℡: 97 622 10 77


aurantes Brasil Espanha

Gastronomia Espanhola No Brasil LOS MOLINOS

SÃO PAULO

SALVADOR

Rua Vasconcelos Drumond, 526

A FIGUERA RUBAIYAT Rua Haddock Lobo, 1738

℡: (11) 3063-3888

ASSADOR TRAINERA Rua Jorege Coelho, 160

℡: (11) 3167-7819

BABY BEEF RUBAIYAT Al. Santos, 86

℡: (11) 3289-6366 Av. Faria Lima, 2954

℡: 6215 8211

PLAZA DEL TABLAO Avenida Cotovia, 325

℡: 5093 9685

℡: (71) 336 2455 - 332 4247 JUAZEIRO

BARCELONA

DON MARIANO

Praça Imaculada Conceição, s/n

℡: (74) 611 8818

Rua João Cachoeira, 178

℡: (11) 3079-5964

PORTO ALEGRE

EL PATIO Empório Restobar Rua Normandia, 12

℡: 5536 0490

CENTRO ESPANHOL Travessa Sul, 102

℡: (051) 342 5990

FUENTES

Rua do Seminário, 149

℡: 3255 2255

LA ALHAMBRA

Rua Professor Macedo Soares, 11

℡: 5549-5744

LA CORUÑA

Alameda Lorena, 1160

℡: 3085-2999

LA PARRA

Rua Jerónimo de Albuquerque, 161

℡:

3208 7511 - 3272-8695

℡: (71) 334 4111

SOLEARES

℡: 3062 4712 - 3083 5168

Rua Haddock Lobo, 40

IBIZA

Clube Espanhol Av. Presidente Vargas, 1464

DON CURRO

GALPAO DA HADDOCK

R. Pará, 448

Rua João Gomes, 95

Rua Alves Guimarães, 230

℡: 5181-6714

DOM EMILIO

℡: 3055 8000

℡: 222 8600

Rua Fernandes Moreira, 1244

℡: (71) 336 2455

℡: (71) 345 3626 - 71 345 4545

Hotel Melia Av. Das Nacoes Unidas, 12559

Rua dos Andradas, 161

GABINA

Av. Presidente Vargas, 1464

RESTAURANTE GOYA

DEL MAR

℡: 3228 1680

A TABERNA CLUBE ESPANHOL

ESPAÇO MIRÓ

RESTAURANTE ZAFFERANO Hotel Crowne Plaza São Paulo Rua Frei Caneca, 1360

℡: 4501 8030 – 4501 8000 TORO

Rua Joaquim Antunes, 224

℡: 3085-8485

RIO DE JANEIRO

CASTELO DA LAGOA Av. Epitácio Pessoa, 1560

℡: (21) 2523 3514 SHIRLEY

Rua Gustavo Sampaio, 610

℡: (21) 2542 1797

Rua Dinarte Ribeiro, 171

℡: (051) 222 9661

TABLADO ANDALUZ Av. Osvaldo Aranha, 476

℡: (51) 3311 0336 – 3024 5229 GUARULHOS

OÁSIS

Internacional Shopping Guarulhos Rod. Presidente Dutra, Km. 225

℡: (11) 6425-0196

RIBEIRAO PRETO

SALAMANDRA Rua São José, 839

℡: (16) 639-1163


La Buena Vida

Arte e Decoração

HIERRO Y PAPEL, arte decorativa brasileira

ELEMENTO TERRA, o que o Brasil faz de mais bonito

A coleção aRTEdECOR, uma iniciativa de Paloma Larroy, reúne as novas tendências e vanguarda da arte e decoração de interiores do Brasil, através de obras criativas e inovadoras de seus artistas e jovens designers. Desta vez a originalidade ficou por conta dos trabalhos dos brasileiros Rox Rezende e Adriana Rizkallah que realizaram uma exposição no Show Room de aRTEdECOR em Madri, onde o papel e o ferro foram as principais matérias primas.

Com este conceito, a empresa brasileira apresenta ao mercado um artesanato de qualidade, com design, produzidos com as mais diversas matérias primas, e por comunidades de artesãos, artistas plásticos e artesãos independentes, das mais diversas regiões do Brasil. Além das lojas no Brasil, a Elemento Terra mantém também uma loja franqueada na Espanha a fim de divulgar a mais pura arte brasileira, produzida por verdadeiros artistas anônimos.

aRTEdECOR C/ Cea Bermúdez 65, 8ºD. Madrid

Elemento Terra Centro Comercial Avenida M40. La Fortuna, Madrid

Espaço Gourmet Azait, o novo ponto de encontro com o azeite espanhol em São Paulo Além de degustar azeites e provar deliciosos bocados acompanhados de vinhos em taças no Bistrot do Azait, comandado pela Chef Renata Braune, nesta casa também se podem adquirir vinhos e produtos alimentícios de importação exclusiva, entre eles os azeites extra-virgem e aromatizado das marcas espanholas Coosur, Don César e Gilso. Tome nota: Carrera Azait. Rua Peixoto Gomide, 1532, Jardins (com manobrista) São Paulo SP

Boa Mesa, a festa da gastronomia A novidade espanhola da Boa Mesa de São Paulo neste ano esteve no stand da empresa Capemar. Além de degustação de vinhos ao “Sabor da Espanha” esta empresa trouxe pela primeira vez ao Brasil o Guia Peñin,um dos mais completos guias do mercado espanhol, editado anualmente pelo jornalista e critico de vinhos, José Peñin.

Nos dias 29 e 30 de dezembro e 1º de dezembro de 2005, terá lugar – nas instalações de IFEMA no Parque de Feiras Juan Carlos I de Madrid – a Sexta Edição do Salão Internacional do Vinho, que este ano recebe empresas de Portugal e evolui em direção ao conceito de iberWine, uma feira capaz de divulgar no mercado internacional a qualidade dos vinhos produzidos pela Península Ibérica. De caráter verdadeiramente internacional, iberWine reúne profissionais de compra de vinhos procedentes de todos os rincões do mundo e jornalistas especializados que participarão ativamente desta feira.

Paellas são os destaques no cardápio do Gabina Uma vasta combinação de ingredientes, que mistura frutos do mar, carnes e peixes compõem a “paella Gabina”, prato tradicional do restaurante. De acordo com a Chef Purificación Perez, o segredo da culinária espanhola está na combinação dos ingredientes, o que agrada a paladares diferenciados. “Costumo usar temperos pouco comuns na culinária brasileira como o açafrão, a páprica ou mesmo amêndoas amassadas, que dão um sabor especial à comida”, explica ela. O restaurante também oferece outras opções de paellas: “paella Elena”, de bacalhau e alcachofra; paella de mariscos e coelho e a paella negra com mariscos.

O La Coruña promoveu Festival de Paellas e Tapas Os Chefs Sandra Picos e Carlos Ribeiro apresentaram um menu de degustação, que incluiu diversos tipos de tapas e paellas como a Valenciana, Fideuá, Negra e Bacalhau, neste festival gastronômico espanhol que teve o apoio da Petybon. Neste ano, o La Coruña completou 50 anos, sendo o mais antigo restaurante espanhol de São Paulo.

Sexta Edição do iberWine - Salón Internacional del Vino começa sua trajetória

Mais informações: www.salondelvino.com

Também na Boa Mesa foi possível apreciar o sabor delicado do Palmito Pupunha São Cassiano, o primeiro palmito gourmet do Brasil. A Pupunha é uma palmeira amazônica que produz um palmito nutritivo que após cozido, apresenta um rico sabor. Alex Atala, o primeiro chef brasileiro a participar de Madrid Fusión este ano, teve a oportunidade de dar uma aula com o pupunha gourmet São Cassiano, ao lado de grandes chefs da cozinha internacional.

Charutos e cafés brasileiros também presentes na Boa Mesa 2005

Rodrigo Gorga e a sommelier Lylian Loureiro

Todos conhecem a fama do café do Brasil, que percorre mundo chegando, inclusive aos paladares orientais. É o caso do Café Turmalin, exportado também para o Japão e foi servido por baristas especializados em cafés gourmet em seu stand durante todos os dias da feira.

Vinhos de Marqués de Cáceres participam da Cúpula Ibero-americana de Salamanca Os vinhos da bodega riojana Marqués de Cáceres foram os escolhidos para o jantar e almoço oficial da Cúpula de Salamanca. O destaque ficou para o Gaudium Reserva 1998, o único tinto que acompanhou o jantar oficial oferecido por S.M. os Reis de Espanha aos chefes de Estado e Governo presentes.

Mas nem todo mundo conhece nosso outro prazer nacional, o de um bom charuto brasileiro, ou puro (como se diz em espanhol) que vem ganhando cada vez mais adeptos. Foi o que vimos acontecer no lounge do charuto da Tabacaria Lenat na Boa Mesa. Rodrigo Gorga, epicure sommelier, esteve à disposição de clientes e amigos, degustando e dando dicas de como apreciar e conhecer o mundo dos charutos.

guia brasil espanha

04


A XV Cúpula Ibero-americana Salto qualitativo nas relações Brasil-Espanha Cristiane Maria Pereira

A

XV Cúpula dos Chefes de Estado Ibero-americanos aconteceu em Salamanca nos dias 14 e 15 de outubro. A cidade espanhola mostrou todo seu encanto aos convidados internacionais e ao público que esteve presente para participar deste prestigioso evento. Salamanca é uma das mais importantes cidades de Espanha e também uma referência da cultura européia, que conta com a universidade mais antiga do país e uma Praça Maior em estilo Barroco que este ano celebra 250 anos. Sua universidade, fundada em 1218, é um ícone da cultura espanhola e guarda em sua fachada uma rã esculpida que traz boa sorte aos que a encontram. Salamanca é uma cidade única, cheia de cores e de vida que inspirou aos líderes políticos a buscar alternativas para solucionar as questões da agenda ibero-americana. A décima quinta edição do encontro contou com a hospitalidade espanhola do anfitrião, o Rei Dom Juan Carlos I, para dar continuidade à agenda da Comunidade Ibero-americana de Nações. A inovação do evento ficou por parte da criação da Secretaria-Geral Iberoamericana, que será presidida pelo uruguaio Enrique Iglesias que também foi presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A nova secretaria desenvolverá políticas de ação nos temas da agenda da Comunidade, como a situação político-social e econômica da região, os fenômenos migratórios, e o papel que a Comunidade Ibero-americana pretende desempenhar no mundo. A XV Cúpula pode ser considerada um novo marco nas relações entre América Latina e a Península Ibérica na busca de alternativas para antigos problemas como a pobreza e a desigualdade social.

© EFE

DISCURSO DE DON JUAN CARLOS NA ABERTURA DA XV CÚPULA IBERO-AMERICANA Em seu discurso inaugural em Salamanca, o Rei Don Juan Carlos ressaltou as ambiciosas metas fixadas a cada reunião de cúpula ao longo destes anos e os êxitos já alcançados. Destacou, ainda, a importância de materializar as decisões em ações concretas para seguir avançando em seus objetivos, especialmente através da institucionalização do sistema, proposta iniciada a partir da XII Cúpula e que agora se torna realidade. “En la Duodécima Cumbre, celebrada en la República Dominicana, encomendamos al ex Presidente brasileño Fernando Henrique Cardoso que reflexionase sobre la institucionalización del Sistema de Conferencias, los mecanismos para hacer más efectiva la cooperación, y la peticiones de vinculación de terceros países a las Cumbres. Producto de esa reflexión fue el excelente informe que nos orientó sobre las pautas a seguir. Hoy, en la Decimoquinta edición de la Cumbre, que iniciamos en esta bella y histórica ciudad de Salamanca, nos congratulamos de la reciente puesta en marcha de la Secretaría General Iberoamericana; un órgano concebido para fortalecer nuestra Comunidad con un sólido apoyo institucional, técnico y administrativo. Felicitamos a su primer titular, Enrique Iglesias, y hacemos votos por el fructífero desempeño de sus funciones.”

b r a s i l e s p a n h a 16

© Ricardo Stuckert

A Declaração Final da Cúpula pretende ser um instrumento eficaz na busca de soluções para os problemas crescentes dos povos da América Latina e a Espanha assume o compromisso político de participar em programas sociais para solucionar esses problemas. O que propõe o presidente espanhol, José Luiz Rodríguez Zapatero, é impulsionar um novo horizonte para o diálogo e a solução de problemas, onde seja possível levar adiante um programa de desenvolvimento sustentável


Reportagem Capa

organizado pela Secretaria-Geral. Assim sendo, se outorga a Espanha o papel de liderança nas relações ibero-americanas onde atuará conjuntamente com os demais países líderes na região, como México e Brasil, para constituir uma verdadeira Comunidade Iberoamericana de Nações, capaz de se transformar em uma referência no cenário internacional.

© Ricardo Stuckert

Desta forma, a Cúpula Iberoamericana de Salamanca também supõe um avanço para as relações entre o Brasil e a Espanha por tratar temas sociais de relevância para ambos os países. A proposta espanhola de transformar a dívida brasileira em programas educacionais dirigidos à área de ensino do idioma espanhol nas escolas do país, tem grande importância num momento em que Brasil faz do espanhol o seu segundo idioma. A proposta do presidente da Espanha também se estende aos outros países da América Latina, onde será aplicado em distintas áreas da educação. A Declaração Final da Cúpula considera de suma importância o ensino de espanhol nas escolas brasileiras e também pretende impulsionar o ensino do português nas escolas Latinoamericanas como forma de promover a integração na região. Antes de iniciados os trabalhos da reunião de cúpula, o presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou para se reunir com o presidente de Castilha e León, Juan Vicente Herrera, e fechar o acordo para financiar a reabilitação do Palácio Maldonado em Salamanca. O edifício do século XVI, situado em pleno casco histórico da cidade, será transformado na sede do Centro de Estudos Brasileiros e da Fundação Cultural Hispano-Brasileira. Fica pendente uma visita de Herrera ao Brasil para tratar de assuntos culturais e de educação relacionados com o ensino do espanhol nas escolas brasileiras.

O BRASIL NA REUNIÃO DE CÚPULA DE SALAMANCA. Em entrevista coletiva, o presidente Lula nos comentou diversos assuntos tratados durante os trabalhos da conferência de importância para o Brasil. O que o senhor discutiu hoje com o secretario geral da ONU, Kofi Annan? Temos um interesse conhecido de todos os brasileiros que é a democratização das Nações Unidas. Fizemos ver ao secretário Kofi Annan que a democratização precisa ser encarada como uma coisa irreversível para que possamos atualizar o papel das Nações Unidas porque já está com 60 anos e o mundo mudou, a geografia do mundo mudou, a geografia política mudou, a geografia comercial mudou, portanto a ONU tem que ser mais representativa e acho que ele esta de acordo com isso. Kofi Annan também tem sido um parceiro importante do Brasil, da França, do Chile, da Espanha na questão da luta do combate a fome e, inclusive, quero, em alguma oportunidade, convida-lo ao Brasil e mostrar o que esta acontecendo na política de combate à fome.

© Ricardo Stuckert

Geralmente se comenta que estas Cúpulas servem para muita discussão e pouca decisão. Para o senhor, houve algum avanço de fato nestas conversações de Cúpula? Eu acho que aqueles que fazem criticas às reuniões de Cúpula não se dão conta de que nós somos políticos e que se não fosse centenas ou milhares de conversas nós não teríamos criado a União Européia, a Comunidade Sul-americana de Nações, o G20, o G4. São mecanismos que possibilitam o encontro de Chefes de Estado e, a cada reunião, se avança um pouco mais, mesmo que um milímetro, mas se avança, consolidando instituições multilaterais que possam dar maior dimensão ao mundo dos negócios e do desenvolvimento. Eu acho que o fato de criarmos uma Secretaria Geral Ibero-americana e termos uma figura como Enrique Iglesias nesta secretaria e uma brasileira, a embaixadora Maria Elisa Berenguer, como adjunta, oferece uma dimensão de maior representatividade internacional. Uma Cúpula Ibero-americana como esta, tendo Espanha e Portugal como nossos porta-vozes junto à União Européia, nos faz acreditar que podemos ir para as negociações de Hong Kong com a UE tendo maiores possibilidades de chegar a um acordo comercial que retire os subsídios dos produtos agrícolas. Certamente o Brasil terá que fazer concessões, certamente o México terá que fazer concessões, mas certamente EUA e Europa terão que fazer concessões em beneficio de países mais pobres que são realmente os que mais necessitam.

A avaliação final da XV Cúpula Ibero-americana foi bastante positiva e marcada por um grande salto qualitativo para as relações entre o Brasil e a Espanha, onde a promoção da cultura espanhola e brasileira será de grande relevância para o futuro das relações entre os dois países com reflexos positivos para toda a Comunidade Ibero-americana de Nações. A próxima reunião dos Chefes de Estado Ibero-americanos será no Uruguai em 2006, onde estaremos pendentes dos resultados das ações propostas em Salamanca. b r a s i l e s p a n h a 17


Coluna Espanha

La crisis en Brasil: Oportunidades para la cooperación política hispano-brasileña Bruno Ayllón

L

La crisis política que sacude Brasil desde el mes de mayo es seguida con el máximo interés desde España. Los medios de comunicación han dedicado amplios espacios a su análisis, aunque con desigual fortuna en el intento siempre arduo de decodificar e interpretar las claves del sistema político brasileño. No resulta fácil explicar a un lector español medianamente informado las particularidades de los partidos brasileños, las prácticas habituales de sus líderes, el delicado equilibrio de las relaciones entre el Legislativo y el Ejecutivo y las arriesgadas piruetas que el Gobierno debe realizar para garantizar el apoyo de la Cámara de los Diputados y del Senado Federal en las votaciones de su programa político, con la finalidad última de alcanzar la tan ansiada gobernabilidad que constituye el desafío máximo de este sistema calificado por algunos politólogos como “presidencialismo de coalición”. He intentado tratar todas estas cuestiones, al mismo tiempo que trazar algunos escenarios probables, en un artículo de análisis politológico para el Real Instituto Elcano de Estudios Internacionales y Estratégicos que invito a los lectores de la revista a leer en la página web http://www.realinstitutoelcano. org/analisis/804.asp

al partido en los comicios de 1996, abriendo paso a un ciclo de gobiernos de derecha con el Partido Popular como alternativa democrática escogida por los ciudadanos españoles durante ocho años. Fue precisamente, como consecuencia del proceso de renovación interna en el PSOE, que el conocido como sector guerrista que comandaba el partido perdió fuerza y permitió la regeneración del cuadro de líderes y dirigentes del Comité ejecutivo que, años después, y de la mano de José Luis Rodríguez Zapatero, regresaría al poder en las elecciones de 14 de marzo de 2004. En aquellos años noventa, también fuimos testigos en España de episodios de transfuguismo de políticos que abandonaban de forma vergonzosa las formaciones por las que habían sido elegidos para crear partidos nuevos o ingresar en las filas de la oposición a cambio de inconfesables apoyos y prebendas. La sociedad española y sus instituciones supieron entonces reaccionar ante este turbio panorama y lograron la aprobación de importantes reformas legislativas que disciplinaban la financiación de las campañas electorales, el fenómeno del transfuguismo, el troca-troca como se conoce en Brasil y, en resumen, elevaron el nivel de moralidad y respeto por los asuntos de la res publica.

Es cierto que la crisis arroja sombras y dudas sobre el futuro político de Brasil y sobre la estabilidad democrática conquistada después de décadas de duras luchas contra la dictadura de los militares. Pero más allá de los negros nubarrones existen razones para el optimismo. La opinión pública brasileña y la prensa del país han demostrado estar alerta contra cualquier desvío en las buenas prácticas y costumbres democráticas. Nuevos líderes políticos han revelado su potencial y su carisma en las diferentes Comisiones Parlamentarias de Investigación. Las instituciones brasileñas están fuertes y poseen mecanismos para luchar contra la corrupción. El interés por la política se ha reavivado en una sociedad que sesteaba, con demasiada frecuencia, delante de los debates y de las luchas mezquinas entre los partidos políticos por conseguir influencia o el nombramiento de cargos en las empresas estatales. En definitiva, la sociedad brasileña demuestra una saludable conciencia de la necesidad de fiscalizar y exigir de sus políticos prácticas honestas, que busquen el bien común por encima de todo y que sirvan, en última instancia, al objetivo final de alcanzar el desarrollo económico y social tan ansiado por el pueblo brasileño.

Quién sabe si podría ser interesante en esta situación de tribulación para la política y la sociedad brasileñas volver la vista atrás hacia la experiencia española y extraer de ella algunas lecciones provechosas, que adaptadas y contextualizadas en sus respectivos límites históricos y geográficos, servirían al objetivo de mejorar la calidad democrática de su sistema político. Los instrumentos para este fin podrían ser la celebración de seminarios hispano-brasileños con la presencia de destacados politólogos, el intercambio de visitas parlamentarias para conocer en detalle estos procesos, la intensificación de la cooperación entre partidos políticos españoles y brasileños y entre los poderes judiciales de ambos países o, aún, la puesta en marcha de los dispositivos y mecanismos contemplados en el Plan de Asociación Estratégica Brasil España de 2003 y de la Declaración de Brasilia para su relanzamiento de 2005.

En este momento, un aspecto que juzgo ser de gran relevancia es el de las oportunidades que la crisis en Brasil ofrece como fértil campo de actuación de la cooperación política hispano-brasileña. Ello sin menoscabo de respetar la esfera de independencia de la política nacional brasileña respecto a las relaciones bilaterales con España, conforme al principio básico en las relaciones internacionales de la no injerencia. Pero tampoco podemos, en aras de este principio, dejar de ofrecer nuestra cooperación en un terreno que en España conocemos, por desgracia, bastante bien. En efecto, en la década de los años noventa, el panorama político español se vió estremecido por las denuncias de corrupción que comprometían al Partido Socialista Obrero Español y que estaban vinculadas al enriquecimiento ilícito de algunos de sus miembros y a la financiación de las campañas políticas. La crisis del PSOE desencadenó un proceso de renovación interna y, también, el rechazo de los electores b r a s i l e s p a n h a 18

Brasil y sus instituciones saldrán, sin duda, más fortalecidos de esta crisis. Una sociedad más madura políticamente y menos ingenua debe ser el resultado de un proceso que está transformando la esperanza en frustración pero que, en ningún caso, puede conducir a la apatía en la participación ciudadana. A lo mejor, de esta forma, los brasileños hacen suya una de las máximas de las bienaventuranzas de Swift: “Bienaventurados los que nada esperan, porqué no se verán decepcionados”.

Bruno Ayllón Pino es doctor en Ciencia Política por la Universidad Complutense de Madrid. Actualmente es investigador posdoctoral en la Universidad de São Paulo. Es responsable del site www.brasilespanha.com.br, el primer dedicado al estudio de las relaciones hispano-brasileñas.


Eventos Internacionais

SIMAO6 reunirá aos profissionais de mais de 50 países em Madri A 8ª edição do Salão Imobiliário de Madri, que acontece de 4 a 8 de abril de 2006, reunirá este ano em seus mais de 80 mil metros quadrados de exposição mais de 200 expositores diretos nacionais e internacionais.

Inmofutura. Uma aporta pela sustentabilidade, novos materiais de construção e tecnologia aplicada ao lar, com ênfase em projetos relacionados com o bom aproveitamento da superfície útil da residência.

Além disso, o SIMA voltará a contar com uma área específica destinada à oferta imobiliária de residências de férias, conhecida como segunda residência. É a Inmotur que ocupará os pavilhões do recinto ferial Juan Carlos I de Madrid com cerca de 29.920 metros quadrados de exposição, agrupando a maior oferta internacional em termos de segunda residência de toda Europa.

Área Geral. Reunindo a maior oferta imobiliária residencial a nível espanhol, com uma superfície bruta de 38.626 metros quadrados distribuídos entre os pavilhões 8 e 10.

Estas cifras demonstram o crescimento do Salão Imobiliário de Madri que vem crescendo em termos de metros comercializados. ”O Salão Imobiliário de Madri é uma feira que efetivamente traz retorno e esta é a principal razão para que nossos expositores não somente repitam sua participação ano a ano, como também contratem mais metros quadrados a cada edição. Prova disso é que a média do ano passado era de uns 100 metros quadrados, e este ano está ao redor dos 150”, ressalta Eloy Bohúa, diretor do SIMA. Ressalta-se também o processo de internacionalização iniciado nos últimos anos, com uma presença marcante de estrangeiros, o que resultou na criação da Inmotur Internacional. Neste sentido, está prevista a participação de incorporadores imobiliários dos Estados Unidos, Caribe, México, Brasil, Marrocos e Panamá que buscam, através desta importante feira do setor, investidores para seus produtos de turismo residencial e contatos com agentes imobiliários que possam comercializá-lo tanto na Espanha como em outros países.

Brasil no SIMA No ano passado o SIMA contou com uma importante participação de profissionais do Brasil no Programa Profissional Internacional, e com diversos expositores do país como a Secretaria de Turismo do Estado do Ceará-Setur, Guimenia Nogueira Negócios Imobiliários (Ceará), Odebrecht Empreendimentos Imobiliários (Bahia), e, por segunda vez, o SECOVI, a maior associação de profissionais do setor imobiliário do Brasil. Além disso, o SECOVI firmou um acordo de colaboração com o Grupo Planner, empresa promotora e organizadora do Salão Imobiliário de Madrid, através do qual será o responsável pela co-organizaçao da programação relativa ao Brasil no próximo Congresso Latinoamericano de Habitação e Financiamento.

Como ação complementar acontece o Programa Profissional Internacional (IPP) da SIMA06 que reforçará especialmente os temas relacionados com a segunda residência, um dos mercados mais interessantes e em franca expansão, oferecendo a oportunidade para que as empresas participantes entrem em contato direto com profissionais estrangeiros interessados na compra e comercialização de produtos residenciais com características turísticas. O IPP estará co-organizado pelo Grupo Planner, pela National Association of Realtors (NAR) e pela Confederation Europeenne de L´inmobilier (CEI).

Áreas temáticas do SIMA06 Além de Inmotur, o Salão Imobiliário de Madri terá outras três diferentes áreas: Pabellón i. será um pavilhão dedicado exclusivamente aos profissionais do setor e reunirá toda a oferta de caráter institucional, internacional e de investimentos. Estarão reunidos tanto projetos urbanísticos de prefeituras e governos autônomos, como de bancos, construtoras, empresas de serviços profissionais, consultorias entre outros.

Conforme comenta Sergio Ferrador, vice-presidente do Secovi-SP, “a entidade tem como meta e objetivo preservar, organizar e estar permanentemente em busca de novas soluções para a indústria e o mercado imobiliário brasileiro e foi realmente uma grata surpresa poder assistir a uma grande feira imobiliária como foi o SIMA05 e ver a grande participação de empresas e incorporadores imobiliários internacionais, o que demonstra a fortaleza do setor.” Também chamou a atenção o grande êxito de publico visitante. “Pudemos ver longas filas de clientes que foram comprar seus apartamentos e casas na feira e esperavam ser atendidos pelos promotores”. No setor imobiliário, as relações comerciais entre Brasil e Espanha se vislumbram com grande potencial, segundo Ferrador. “O mercado imobiliário europeu apresenta para os próximos anos um horizonte de demanda negativa, tanto em primeira como em segunda residência. Porém o setor possui recursos muito importantes, existindo um excesso de liquidez em busca de oportunidades de negócio, e no Brasil estas oportunidades existem. Brasil é mais barato que outros mercados imobiliários internacionais e temos todos os mecanismos jurídicos e uma estrutura financeira competente, capaz de garantir o investimento imobiliário no setor. Além disso, Brasil e Espanha têm muitas particularidades e afinidades e estamos com as portas abertas para receber e orientar nossos vizinhos e amigos espanhóis em seus investimentos imobiliários no Brasil.”

b r a s i l e s p a n h a 19


Economia & Finanças

Economia & Finanças Análise de Mercado Brasil-Espanha A gigante Telefónica Móviles registrou resultados positivos no terceiro trimestre do ano com lucro de US$ 615 milhões. Atualmente, dos 89 milhões que totalizam os clientes da Telefónica Móviles, 28,8 milhões estão no Brasil, 19,6 milhões na Espanha e o restante na América. A importância do Brasil no balanço da empresa espanhola fica visível no fato de a receita local representar 11% do total faturado pela Telefónica Móviles, embora corresponda a 50% do faturamento da Vivo. Outra empresa que registrou lucro líquido no terceiro trimestre foi a Aços Villares, de US$51 milhões. A Aços Villares integra o grupo Sidenor, um dos maiores produtores mundiais de aços longos especiais e de cilindros para laminação, com usinas na Espanha e no Brasil. No Brasil, a Aços Villares é organizada em unidades estratégicas de negócios, trabalhando com aços para construção mecânica e cilindros para laminação.

b r a s i l e s p a n h a 20


Coluna Consultoria

La instalación de una empresa en Brasil: ¿qué hacer? Arturo Gómez

C

uando una empresa decide ampliar sus actividades e instalarse en otro país, sabe que se va encontrar con las dificultades lógicas del desconocimiento en profundidad de la nueva realidad que va a afrontar. Aún en el caso, de un previo análisis de la situación del mercado en el que la empresa va actuar, inclusive en el caso de empresas multinacionales, siempre afrontará problemas que ni podría imaginar y, que solo un conocimiento de la cultura y de la forma de hacer negocios en ese país, puede ayudar a solucionar. En el caso de Brasil, estas dificultades aumentan debido a las características del país. La extensión, la estructura social y política hacen que la burocracia llegue a extremos inimaginables. Tanto es así, que el tiempo para resolver asuntos que en otro lugar serían cuestión de días, aquí no se sabe cuando podrán ser solucionados. El número de leyes es innumerable y, con el agravante de muchas veces ser contradictorias. Como consultor especializado y conocedor de la realidad brasileña, aconsejaría a cualquier empresa que este pensando en iniciar su andadura en este hermoso y gigantesco país, que procure a profesionales reconocidos, con credibilidad y prestigio. Un detalle muy importante y que hay que tomar muy en cuenta, es procurar empresas que puedan tener la estructura que atienda cualquier necesidad. De esta manera el coste de esta instalación será, debido a la sinergia, mucho mas bajo que sí hay que buscar en cada momento los servicios de cada empresa por separado.

mercados financieros, con iniciativas e actitudes imaginativas y en definitiva con estructura profesional que atienda las demandas necesarias para cada momento. Para las medias y pequeñas empresas, en un primer momento hasta la instalación plena aconsejaría hacer representaciones con algún profesional español porque dará más confianza en el comienzo o, una sociedad mixta que comporte una corresponsabilidad en la gestión y en los resultados. A pesar de todo lo comentado, hay que destacar que a pesar de los escándalos políticos, la economía hasta el momento no se ha visto afectada, presentando cifras altamente satisfactorias en prácticamente todos los indicadores: inflación controlada, riesgo país en los niveles más bajos de la historia, balanza comercial con superávit, crecimiento económico sostenido, etc. En esta situación, siguiendo estos consejos y siendo bien asesorados, las empresas con potencial pueden tener un gran futuro en Brasil, debido a que el crecimiento anual de muchos sectores es enorme y representa una excelente oportunidad de negócios.

Muchas veces en España existe la creencia de que la implantación de una empresa en un país como Brasil es una cuestión relativamente fácil. Craso error, la competitividad que existe es al menos igual que en Europa, pero esta idea ha llevado al fracaso a muchas empresas que no han sabido valorar este tema en su justa medida. Una forma de evitar lo citado más arriba, es procurar profesionales acreditados y con credibilidad, conocedores del mercado y con posibilidades reales de abrir negocios en diferentes sectores, con capacidad negociadora en los

Arturo Gómez es Economista y Socio Director del Grupo Selem. Con gran experiencia empresarial en Brasil, ha estado actuando en el sector de consultoría empresarial, comunicación integral, publicidad y eventos. arturo@selemconsult.com.br

• NEGOCIOS • EMPRESAS • ECONOMIA • TURISMO • CULTURA • ATUALIDADE

Tudo isso e muito mais você encontra na sua Revista Brasil Espanha. A primeira revista do mercado hispano-brasileiro.

REVISTA BRASIL ESPANHA Uma referência que não pode faltar para você! Anuncie: publicidade@revistabrasilespanha.com.br Assine: rbe@revistabrasilespanha.com.br


Turismo & Cultura Paulo Roberto von Atzingen

Destinations reavalia conceitos para reinventar o turismo de autenticidade

Paratur promove Semana do Pará em Portugal

O Fórum Mundial de Turismo para Paz e Desenvolvimento Sustentável realizado no Forte de Copacabana no Rio de Janeiro entre os dias 24 e 26 de outubro trouxe para o Brasil representantes de 44 países e 92 casos de atividades econômicas sustentáveis desenvolvidas no turismo. Os objetivos do Fórum, segundo os organizadores, foram alcançados: mostrar uma nova maneira de se desenvolver o turismo sustentável no âmbito do modelo de economia de capital. Porém a tarefa não é nada fácil em um momento em que as grandes economias implantam modelos de turismo de massa e em muitos casos sacrificam ambientes e culturas. Intercâmbio mundial de experiências onde se permutam soluções inovadoras para o desenvolvimento do turismo, o Destinations tem o objetivo de promover a mudança não só de destinos, mas o conceito sobre o que é turismo.

© Fotocom.net

Para o secretário executivo do Ministério do Turismo, Márcio Favilla, o país está preparado para receber investimentos de grandes empresas e redes internacionais, desde que sejam delimitadas as formas que elas irão ser implantadas. “Os projetos turísticos implantados no país são acompanhados pelo Ministério do Turismo e obedecem a critérios referentes ao impacto ambiental”, afirmou o secretário. Favilla ainda lembrou que há alguns anos, quando se falava em Desenvolvimento Sustentável, só se pensava na questão ambiental, agora não. “Hoje são quatro vertentes, mote do Fórum; o econômico, o social, a preservação da biodiversidade e a preservação e promoção da diversidade cultural. São esses caminhos para os quais queremos chamar a atenção”, explicou Favilla.

© João Ramid Pará: “Obra-Prima da Amazônia”

O presidente da Companhia Paraense de Turismo (Paratur), Adenauer Góes, esteve no início de novembro na cidade do Porto, em Portugal, onde cumpriu vasta agenda de compromissos que objetivam a promoção dos destinos turísticos do Estado do Pará. No dia 2, Adenauer abriu oficialmente a programação da I Semana do Pará no Porto, com um workshop sobre a “Amazônia Lusitânia”, onde mostrou o Estado como “a obra-prima da Amazônia” e excelente opção de ecoturismo, turismo religioso e turismo de aventura, em especial nos municípios e cidades “irmãs”, cujos nomes são inspirados em cidades portuguesas: Santarém, Ourém, Bragança, entre outras. A Semana do Pará em Portugal é uma realização da Paratur em parceria com a empresária Noris Moraes, da loja Arte Brasil, localizada na cidade do Porto, norte de Portugal. O evento foi realizado de 2 a 9 de novembro, no Shopping Center Brasília, onde também foram expostas peças de artesanato em cuias de Santarém e dos índios Wai-Wai, do Carajás.

Fitur participa da Abav no Riocentro Madri se converterá de 25 a 29 de janeiro de 2006 na capital mundial do turismo graças a Fitur, a primeira feira do ano no calendário internacional dos profissionais do setor turístico. Em sua 26ª edição, o evento espera receber mais de 100 mil profissionais que trabalham na área estabelecendo proveitosos contatos comerciais. De acordo com a representante da feira no Brasil, Mercedes Blázquez García-Ibarrola, são esperados 808 expositores diretos e 11,5 mil empresas participantes. “A Fitur tem como diferencial a extrema qualidade dos seus participantes em um mercado altamente

Participaram do Fórum cerca de três mil pessoas, entre representantes de governos de todos os níveis, organizações não governamentais e estudantes secundários e universitários. Implantar desenvolvimento sustentável em um país que ainda se desenvolve é uma tarefa difícil, porém não impossível, afirma Eugênio Yunis, da Organização Mundial do Turismo. “Creio que é mais fácil o desenvolvimento sustentável em um país que ainda está em desenvolvimento do que naqueles que estão altamente industrializados”, afirmou o técnico. De acordo com Eugênio, os países da América Latina, Ásia e África têm a obrigação de tomarem conta dos componentes sociais do desenvolvimento. O Fórum é uma iniciativa conjunta da Fundação Turismo para Paz e Desenvolvimento Sustentável, as Organizações Unidas e o Ministério do Turismo. O Brasil, que liderou a criação do Fórum em 2003, sediará o evento até 2006. E o endereço já está definido: Porto Alegre. b r a s i l e s p a n h a 22

© Paulo Atzigen Rafael Fernández Pita, Mercedes Blázquez García-Ibarrola e Francisco Gazón Morales no stand Fitur na Abav 2005.


Turismo & Cultura

competitivo e com clientes cada vez mais exigentes”, afirmou Mercedes durante a realização da Feira das Américas, ABAV – 2005, no Riocentro, Rio de Janeiro, no final de outubro. Com tecnologia de amanhã para a utilização de ferramentas no turismo hoje, a Fitur apresentará uma ampla oferta de técnicas de gestão além de produtos inovadores. Estiveram presentes no estande da Abav o cônsul geral de Espanha, Rafael Fernandez Pita e o conselheiro econômico da Embaixada da Espanha, Francisco Morales.

Ibéria apresenta sua nova classe Business Plus na Abav 2005 Business Plus é o nome escolhido para a nova classe executiva dos vôos intercontinentais da Ibéria, que está sendo introduzida em todos os aviões da companhia espanhola. As suas dez novas aeronaves A340-600, assim como as dezoito A340-300 já voam equipadas com a nova configuração. “Até abril de 2006 todo o restante da frota terá também implantada a nova classe executiva”, garante Julio Andrés Lorenzetti, diretor geral da Ibéria no Brasil. Dentro do novo conceito de serviços Business Plus, o moderno e exclusivo designe da poltrona, que foi desenvolvida sob medida para a companhia líder de mercado nas rotas que unem Europa e América Latina, merecem especial destaque.

Iberostar Praia do Forte. Grupo Espanhol redescobre o Brasil e coloca os pés no Nordeste Não importa o que e onde Cristóvão Colombo ou Pedro Álvares Cabral descobriram ou pisaram na época das grandes navegações. Hoje, a nova era dos descobrimentos está direcionada para o nordeste brasileiro e várias empresas ibéricas estão investindo ali, principalmente em empreendimentos hoteleiros. Um que merece destaque é o do grupo espanhol Iberostar, na Praia do Forte, a cerca de 60 quilômetros de Salvador. Nessa região ensolarada e a seis horas de vôo da Europa está sendo construído o primeiro resort do Iberostar no Brasil: um mega complexo de US$ 270 milhões, com dois milhões de m_ e 1,6 mil apartamentos divididos entre quatro hotéis e um condomínio com 208 casas. De acordo com o diretor de marketing da Iberostar, Orlando Giglio, a primeira fase do empreendimento será inaugurada em março do ano que vem e a conclusão das obras está prevista para 2009. “O primeiro é o Iberostar Praia do Forte, o segundo é Iberostar Forte e os outros dois ainda não têm nomes definidos”, adianta o diretor. Giglio explica que essa decisão estratégica de escolher o nordeste foi baseada principalmente na distância da Bahia com o centro europeu, “A segunda decisão, explica ele, foi que o estado que mais se adequava as nossas demandas era o da Bahia, especialmente na região da praia do Forte”. Giglio adianta que há previsão da empresa investir mais no Brasil.

Exposta como a grande anfitriã da empresa aérea em seu estande durante a Feira das Américas – ABAV 2005, a nova poltrona Business Pluss Ibéria, com seus 190 centímetros de comprimento e 60 centímetros de largura, capaz de se converter em cama (100% horizontal), exibe tudo o que há de mais avançado em desenho ergonômico, incluindo almofada dupla lombar que facilita o repouso a coluna e massageia as costas do passageiro, apoio de braços e de cabeça ajustáveis, bem como apoio extensível para o máximo conforto das pernas. Todos esses recursos controlados por um painel digital instalado no apoio de braços central.

© Divulgação Projeto Iberostar Praia do Forte. Bahia

www.iberostar.com.br Este é o site da Iberostar lançado na Feira das Américas na Abav 2005 em sua versão em português. Antes o site estava apenas nos idiomas espanhol, inglês, francês, alemão. © Paulo Atzingen A cadeira Business Plus facilita a vida do executivo.

b r a s i l e s p a n h a 23


Perfil Paulo Coelho, el alquimista de la palabra

P

aulo Coelho, considerado por unos “el alquimista de la palabra” y por otros “un fenómeno de masas”, es uno de los autores más leídos de nuestro siglo. Lectores de más de 150 países, sin distinción de credos ni culturas, le han convertido en uno de los nombres de referencia de nuestro tiempo. Sus libros, traducidos a 56 idiomas, han alcanzando los primeros puestos de las listas de más vendidos y trascienden de la esfera literaria para convertirse en temas de discusión social y cultural. Sus ideas, su filosofía y la temática de sus libros recogen las aspiraciones de millones de lectores que buscan otros caminos, otras alternativas para entender el mundo.

Nuria Coronado

¿Dónde escribe? Escribo un nuevo libro cada dos años generalmente en Copacabana, en Rio de Janeiro. Escribo las columnas para diarios y otros textos donde puedo, sea en el avión, sea en un hotel - porque mi PC portátil es mi compañero inseparable. ¿Cómo es el lugar donde trabaja en Copacabana?

Ahora ha vuelto a dar rienda suelta a su imaginación y ha escrito “El Zahir”, una historia que pretende llegar al corazón de las gentes y en la que nos propone “un análisis de cómo nos comportamos con aquellos a quien amamos”, explica el escritor. Así es y siente éste brasileño de pro.

Blanco, sin cuadros ni otros estímulos visuales más que la pantalla del ordenador. La imaginación necesita espacio para desenvolverse. Antiguamente tenía muchos objetos, pero quedaba preso a lo que ellos me recordaban.

¿Qué es escribir?

¿Realiza usted alguna clase de ritual antes, durante o después de escribir?

Hice mi apuesta de vida: comprenderme a mí mismo a través de mi trabajo, que en este caso es la literatura.

Para empezar un nuevo libro, me establecí a mí mismo una señal: encontrar una pluma blanca. Fuera de eso, no existe ningún ritual. Pero cuando empiezo necesito ir hasta el final. Conozco a muchos escritores que se interrumpen durante algunos meses; yo no conseguiría eso.

¿Cuándo decidió hacerse escritor? La idea de escribir bien la tenía desde mi adolescencia. Al principio, por ser muy solitario, consideraba que la única manera en que conseguiría comunicarme con el mundo era a través de la poesía. El tiempo pasó, salí de aquel aislamiento natural de adolescente, tuve una juventud bastante agitada, y la palabra continuó siendo mi manera de entender mejor al mundo y a mí mismo. Pero sólo adquirí el valor de vivir mi sueño en 1986, cuando hice el Camino de Santiago.

b r a s i l e s p a n h a 24

¿Cómo surge una novela? ¿Cómo nace una historia? Cada libro tiene su propia manera de nacer. Puede surgir de una pregunta que tengo, de una respuesta, y generalmente utilizo una buena historia para desarrollar la idea.


Perfil

¿Cómo fue su aprendizaje? Leyendo. Y leyendo. Y leyendo mucho. Además, mi experiencia con letras de música y con el periodismo fue decisiva para entender que no es necesario complicar para ser profundo, y me permitió ser capaz de explicar en pocas palabras una idea. Yo creo en el concepto de “Anima Mundi” (Alma del Mundo) donde cada persona, a través de la total dedicación a su tarea, entra en contacto con la inspiración del universo; y es de ahí de donde provienen mis personajes, del amor por la vida y por las cosas que vivo. ¿Cuál es su religión? Soy católico. Pero creo que toda y cualquier religión, si es sinceramente escogida, lleva al mismo Dios. Y no transfiero para mi religión mi responsabilidad en la búsqueda espiritual. ¿Por qué hasta hoy sus libros no fueron transformados en películas? Yo prohibí la venta de los derechos. Recientemente he hecho una propuesta de dos millones de dólares para recuperar los únicos derechos que había vendido: “The Alchemist”, para Warner Bros. Y ellos están estudiando el asunto. No quiero vender los derechos para ninguna película porque considero que la película pasa en la cabeza del lector. Mis libros utilizan la creatividad de quien está leyendo.

“Proclamando con el ejemplo” ¿Consigue tener una vida normal, en el sentido que todo el mundo tiene? ¿O su vivir cotidiano fue trastornado por el éxito? Ambas cosas. Tengo una vida normal, y mi vivir cotidiano - gracias a Dios - se modifica todos los días, y así no se transforma nunca en rutina.

Pero el renombrado autor no sólo escribe, también pone en práctica cuanto proclama y por eso ha creado “El Instituto PAULO COELHO”, una institución sin ánimo de lucro, cuya financiación proviene exclusivamente de sus derechos de autor. Su propósito “no es el de operar como una institución de beneficencia, sino que pretende proporcionar oportunidades a los miembros más desfavorecidos y marginados de la sociedad brasileña dedicando sus recursos a la infancia y la tercera edad”, explica. También es copatrocinador del proyecto Creche Escola Meninos da Luz, en Lar Paulo de Tarso (favela de Pavão-Pavãozino, Rio de Janeiro), que cuida de 270 niños.

Fotógrafo : Boris Buzin, Kazakhstan Copyright: Paulo Coelho 2004 Apoio: Editorial Planeta Conteúdo oferecido por: www.brasilis.info

“El Zahir” Una historia que pretende llegar al corazón de las gentes y en la que nos propone “un análisis de cómo nos comportamos con aquellos a quien amamos”

b r a s i l e s p a n h a 25


Navegando

Navegando

www.infoasturias.com Portal turístico que oferece informação detalhada e de interesse tanto para o visitante como para o profissional do setor turístico. Apresentado em vários idiomas, se destacam os conteúdos sobre as “Aldeas”, oferta de turismo rural de qualidade; as “Casonas Asturianas”, hotéis diferenciados e com encanto; e as “Mesas de Asturias”, estabelecimentos que promovem a excelência gastronômica da região.

www.abih.com.br/site.php Site da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, entidade de âmbito nacional que possui representatividade em todos os estados do Brasil. Oferece várias informações úteis, especialmente a classificação dos meios de hospedagem brasileiros.

www.saloninmobiliario.com Site do Salón Inmobiliario de Madrid (SIMA), a maior feira européia do setor e uma das maiores do mundo que ocorre todos os anos em Madri. Participam desta feira todos os profissionais do setor, incorporadores, investidores, administrações públicas, entidades financeiras e clientes compradores. O site oferece informação útil para os expositores, profissionais e públicos em geral.

www.latibex.com Neste portal encontramos vários links que direcionam o visitante tanto para as bolsas de valores como para outras entidades do mercado financeiro espanhol. Especificamente através do link LATIBEX nos conectamos com as informações, análises, cotações, fatos relevantes e noticias sobre as empresas que compõem o mercado de ações latinoamericanas cotadas em Euros – LATIBEX. No caso do Brasil, são 15 as empresas brasileiras que formam parte deste mercado.

www.diariodoturismo.com.br Primeiro jornal e-diário de turismo do Brasil, exclusivamente digital, com diversas matérias, artigos e notas sobre hotelaria, tour operadores, turismo de aventura, gastronomia, golfe, vinho, cultura e promoções. Na seção Repórter Turismo encontramos uma série de descrições de viagens interessantes. O visitante pode cadastrar seu e-mail para receber a newsletter Diário do Turismo, com informações precisas e objetivas de interesse do trade turístico, profissionais do setor e turistas em geral.

b r a s i l e s p a n h a 26


RBE 03  

RBE nº 3. La revista del mercado hispanobrasileño.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you