Page 27

O surgimento da ficção científica na literatura no século XIX e a sua popularização durante o final do século XX alteraram profundamente a forma como a sociedade encara o universo, permitindo que conceitos anteriormente restritos à ciência se tornassem parte integrante da cultura popular. O principal mérito deste gênero de ficção é a capacidade de embalar sonhos de gerações inteiras mantendo uma aura de fundamentação teórica embasada na física, matemática, química e biologia. Porém até que ponto a ficção que toma conta do imaginário popular através de livros e filmes está realmente relacionada às pesquisas realizadas nos laboratórios e centros de pesquisa espalhados pelo globo? É impressionante perceber como em alguns casos a realidade não só se aproxima da ficção, mas também extrapola as maiores excentricidades já concebidas pela mente humana.

das principais teorias deste campo. E foi através destas teorias, e dos experimentos delas derivados, que demonstrou-se que a relevância do tempo é muito mais profunda, já que o mesmo esta interligado ao espaço de forma indissociável formando o “continuum espaço-tempo”. Com base neste conceito Einstein percebeu que o tempo é, assim como o espaço, relativo em sua essência, de forma que a sua passagem pode ser percebida de maneira distinta dependendo de diversos fatores. Portanto, através de uma reflexão mais profunda, percebe-se que a percepção da passagem do tempo não constitui uma constante universal, mas sim um evento pessoal, fato que torna viagens no tempo não só possíveis como parte de nossa realidade.

O conceito da Viagem no Tempo é um desses temas que ultrapassou a ficção e se tornou parte da cultura popular, criando um vínculo profundo entre ciência e fantasia no imaginário de milhões. E é também um desses casos onde a realidade pode ser mais deslumbrante do que a ficção, já que a física teórica demonstra que ela não é somente possível, mas ocorre a todo instante e em todo lugar, porém de uma forma mais sutil do que aquela sugerida pela ficção. Todos possuem certa noção inata do que o tempo é, todos percebem a sua passagem e as mudanças que ele carrega. Entretanto durante toda a história filósofos e cientistas tentaram criar uma interpretação satisfatória para a real natureza do tempo, porém ela permanece um mistério, e não há nada no universo tão intrínseco

a existência humana e ao mesmo tempo tão pouco compreendido. O fato é que apesar de não compreendê-lo perfeitamente a física foi capaz de criar instrumentos matemáticos que permitiram que ele se tornasse parte integrante

A Teoria da Relatividade, desenvolvida por Einstein, revelou que o ritmo de passagem do tempo está intrinsecamente interligado com a velocidade e a aceleração de um determinado corpo. Em linhas gerais, quanto maior a aceleração e a velocidade à qual um corpo está submetido mais lentamente o tempo irá passar. Esta afirmação toma contornos ainda mais reveladores quando percebe-se que a gravidade nada mais é do que uma forma de aceleração e que ela varia substancialmente de acordo com variações de altitude. Então, quanto mais próximo um objeto estiver em relação ao nível do mar mais lentamente o tempo irá passar, e, em última instância, uma pessoa nestas condições irá viajar para o futuro em relação a uma pessoa no topo de uma montanha. Este fenômeno impressionante já foi comprovado com testes práticos inúmeras vezes, porém nas condições normais da existência humana na Terra ele ocorre em escalas insignificantes e de impossível percepção. De fato, o maior viajante do

//27 revistabox.com

Revista Box - Maio 2012  

Terceira edição da Revista Box, uma revista com fotografias bonitas e conteúdo de qualidade, que para nós, é a tradução do que entendemos po...

Revista Box - Maio 2012  

Terceira edição da Revista Box, uma revista com fotografias bonitas e conteúdo de qualidade, que para nós, é a tradução do que entendemos po...

Advertisement