Page 195

Bica: Tendo chegado a essa conclusão, arrependes-te de ter estudado teatro? MCM: Não me arrependo de ter estudado teatro, de todo! Ao contrário daquilo que se possa pensar o teatro vive de mãos dadas com a cultura e é impossível estudar e falar de teatro sem falarmos de cultura e foram três anos onde recebi conhecimento por parte de grande nomes com quem tive o prazer de ter sido aluno. Não me arrependo nada!

A Bica: Trouxeste contigo algo do teatro ou deixaste tudo para trás? MCM: Eu tenho uma grande barreira - e sei que a tenho - para chegar aos outros, talvez porque não tenho a cara mais simpática do mundo ou por nem sempre estar disposto a sorrir, mas de facto eu gosto muito de comunicar. Ou seja, ganhei o gosto pela comunicação e acho que posso dizer que desempenho bem o papel de comunicador.

A Bica: O que te moveu a criar o Talking Skins? MCM: Foi no último ano da escola de teatro que, como já disse, descobrir estava perfeitamente insatisfeito com o que tinha andado a estudar. Sabia que queria continuar ligado à comunicação e escolhi fazer o curso de jornalismo na ETIC; na altura vi que o terceiro ano desse curso seria feito no estrangeiro e que a maior parte das universidade me exigiam um portfólio. O Talking Skins nasce para ser o meu portfólio e não era um projecto pretensioso. Era aquilo. Nasceu para ser aquilo! Hoje em dia é tudo menos isso (risos).

Bica: Para quem não conhece, explica o que é o Talking Sins. MCM: O Talking Skins agora vai consistir em mais coisas, vêm aí novidades, mas não posso contar para já (risos). O TS consiste em entrevistas a figuras ligadas ao meio artístico, que é o meio que eu mais gosto - se calhar por estar inserido nele há alguns anos - sobre a perspectiva dessas pessoas em relação à palavra imagem, que é outra paixão que eu tenho.

Bica: Fala-nos dessa tua paixão pela imagem. O que é que é para ti a imagem? MCM: Para mim a imagem é a forma como nós absorvemos o mundo. E acho que a forma como cada um absorve o mundo é

[195]

O Blog que está a dar que falar

É tão melhor sentir as coisas por mim!

BICA 1  
BICA 1  
Advertisement