Page 142

Aquilino Sem Palavras

[142]

por Revista Bica

Patrícia Belo

No final do ano passado, as Edições Esgotadas em parceria com o Centro de Estudos Aquilino Ribeiro, lançaram um livro originalíssimo, inspirado no olhar artístico de Pedro Albuquerque sobre a obra do autor beirão. Numa edição limitada, que incluiu 50 exemplares numerados e carimbados, Albuquerque transporta-nos pelo imaginário aquiliniano através de mais de duzentos trabalhos plásticos que resultaram da sua leitura da prolífera obra de Aquilino.

dos carros de bois ao fim do dia, as cozinhas com panelas de ferro ao lume. E, de repente, o olhar de Aquilino era também o meu olhar infantil sobre uma aldeia beirã.”

“A ideia do Aquilino Sem Palavras começou com umas ilustrações que eu fiz para uma reedição d’ “O Malhadinhas” que me despertaram o interesse pela obra do mestre beirão e que me levaram a ler uns quantos livros dele, sempre desenhando inspirado na imagética aquiliniana. Quando me dei conta, tudo o que lia me reportava para as férias da minha infância passadas na aldeia de Ornelas, onde acompanhava os trabalhos da lavoura: as vindimas, a apanha da azeitona, as sementeiras, as podas, as enxertias e o chiar

“Quando comecei a pintar, os artistas mais velhos, os mestres, só pintavam a cidade, naturezas mortas e paisagens e eu percebi logo que não podia fazer nenhuma destas três coisas. Em primeiro lugar porque eles já o faziam optimamente, por isso eu dificilmente iria acrescentar algo de novo e depois, porque não me revia em nenhuma delas. Então, comecei a pintar por temas, mas sempre mais focado no conteúdo e nas personagens, procurando sempre um olhar original. Por exemplo, fiz uma série inspirada no D. Quixo-

Pedro Albuquerque, que comemora este ano 50 anos de carreira, fala entusiasticamente, gesticulando com o cigarro preso à mão direita e o corpo balançando suavemente para trás e para a frente, como que embalado pelas próprias palavras.

BICA 1  
BICA 1  
Advertisement