Page 1


Caros leitores, Graças à atenção e carinho de cada um de vocês com o nosso trabalho, concluímos que a primeira edição da revista Auê foi sucesso total, em grande parte devido à ótima aceitação de vocês, nossos queridos leitores. Diante disso, a revista Auê já começou grande, com um formato ousado e de fácil reconhecimento no mercado, sobretudo por sua qualidade. Nesta segunda edição, buscamos melhorar ainda mais, introduzindo novas páginas e colocando a disposição de vocês mais pessoas capacitadas, apresentando assim a cada um dos nossos leitores uma gama de conteúdos de qualidade e sobre os mais diversos assuntos abordados. Uma novidade que começa a partir desta edição da Auê #2, são páginas que expõem a nossa responsabilidade social como veículo de comunicação, trazendo a partir de agora, sempre em cada edição algumas páginas voltadas a campanhas ou ações sociais, como a doação de sangue, que é um ato de amor com a sociedade e com quem precisa dessa ajuda, e que a Auê #2 promoveu para esta edição na nossa amada cidade de Formosa. Contudo, desejo além de uma boa leitura, que cada um de vocês que nos acompanham possam ter um Natal e fim de ano muito felizes e prósperos, que o menino Jesus renasça em seus corações, e que o ano que vem seja de conquistas, objetivos realizados, paz e muito sucesso à todos nós, um abraço e uma excelente leitura!

Agite,

faça Auê!

As informações e opiniões são de responsabilidade de seus idealizadores!

Kleber José - Diretor Responsável e equipe Auê. auerevista@gmail.com


Social

Literatura

Mundo e Sociedade

Moda

Atualidades

Turismo e Viagens

Cultura

42 44

Crônica

38 __ 48

Comportamento

24 26 28

Esporte

36

Gastronomia

22 __ 40

Negócios

12 14 16 18

46 50 52 54 Nutrição

Responsabilidade Social

Dôe Auê

Saúde

Marketing

Estética

Encontre na Auê #02

56 58

Boa Leitura!

Revista Auê, um produto Cerrado Comunicação

Expediente: Diretor Responsável: Kleber José Jornalista e Revisão: Eliza Cristina Co-criação e Revisão: Raiane Kamila Projeto gráfico e diagramação: Thiago Leite Design gráfico: Felipe Junior Fotografia: André Jr. Atendimento: Ismael Oliveira (61)9939-1718 Impressão: Gráfica Portal Print Tiragem: 3.000 exemplares bimestrais Av. Circular do Cemitério, nº103 - Centro - Formosa-GO - (61) 3432-1108


Estética

Toxina

Dra. Eidi Reis Médica Ginecologista e Obstétra Especialista em Medicina e Estética Casada - Mãe do Arthur e Alexandre

botulínica

Atualmente a busca por uma aparência jovem acontece em todas as idades e com ela vem o medo de um procedimento mal realizado, todas as pacientes antes de realizarem a primeira aplicação de Toxina Botulínica, popularmente conhecida como Botox®, tem o receio de ficar com a “cara de boneca”, sem expressão. Contudo, respeitando a anatomia individual da cliente e usando a técnica correta de aplicação, proporciona-se com um procedimento minimamente invasivo um rejuvenescimento facial, bem como um semblante mais relaxado amenizando as marcas do tempo. A Toxina Botulínica é usada desde os anos 90 na neurologia e oftalmologia como técnica de paralisia muscular, mas em 1994, o casal de médicos canadenses Alastair e Jean Carruthers apresentaram os primeiros trabalhos para o uso da Toxina Botulínica na medicina estética. A Toxina Botulínica tem como indicações estéticas: •Rugas Frontais •Rugas Glabelares •Rugas Peri orbiculares (“Pés de Galinha”) •Rugas Peri bucais (“Código de Barra”) •Rugas Transversais do Nariz (“Rugas de Coelho”) •Rugas Mentonianas •Bandas Platismais (“Lifting de Nefertiti”) •Rugas Labiogenianas •Região Sub-orbital •Sorriso Gengival •Assimetrias Faciais Suas indicações terapêuticas são: •Hiperidrose Palmar, Plantar e Axilar •Enxaqueca Indicado para homens e mulheres a aplicação de Toxina Botulínica tipo A não requer nenhum preparo prévio, é aplicada diretamente no músculo das rugas dinâmicas conforme marcação individualizada e no máximo em 4 horas o paciente já pode retomar suas atividades diárias. O efeito paralítico da toxina ocorre, em média, três a sete dias após a aplicação e seu efeito pode persistir por até seis meses. O procedimento pode ser repetido de acordo com avaliação médica. Alguns pesquisadores já constataram que os efeitos terapêuticos da Toxina Botulínica após vários tratamentos duram mais, isso pode explicar o grau de satisfação e a fidelidade do cliente com o procedimento realizado com sucesso, e mantendo um compromisso anual em sua agenda.

12


Mundo e Sociedade

Porque voltar a trabalhar

depois de

Eliza Cristina Formada em Comunicação Social- Jornalísmo pelo CEUB -1991, também graduada em Comércio Exterior pela Facinter Internacional – Curitiba-PR, e Pós-graduada MBA em Administração e Comércio Internacional. Trabalho há 12 anos na área de importação na empresa Vipeças.

aposentado? Esta pergunta não passaria pelas nossas cabeças anos atrás quando começamos nossas carreiras. No inicio de toda vida profissional, sonhamos em crescer, sermos reconhecidos, adquirir bens, fazer uma boa poupança, para no futuro termos uma aposentadoria tranquila e poder usufruir fazendo tudo que gostaríamos de ter feito e não tivemos tempo, porque estávamos estudando como loucos e trabalhando horas a fio, numa busca desenfreada para ter uma vida melhor. Só que os tempos mudaram, e a vida tranquila do aposentado virou um tédio angustiante e sofrido, pelo alto custo de vida e a falta de uma estrutura pública no setor da saúde e serviços sociais para os idosos. Segundo informações do IBGE, mais de 30% dos brasileiros que já haviam se aposentado, voltaram ao mercado de trabalho para complementarem as suas rendas. Outro fator que contribuiu é que a longevidade aumentou, e com isto as pessoas que se aposentaram mais cedo, com 50, 60 anos, se sentiram na necessidade de voltarem ao convívio social, sentirem ainda que são pessoas produtivas, serem felizes e viverem mais. Mas, como em toda sociedade, e convívio social, temos de ser realistas, ainda existem muitos preconceitos por empresas e pessoas em relação a este profissional. Continua a percepção de que profissionais mais velhos custam mais para a empresa e têm dificuldades para aprender coisas

14

novas. Muitos profissionais que estão no mercado de trabalho se acham sempre os mais inteligentes do que as pessoas que já contribuíram toda uma vida intelectual e física ao trabalho, acreditando que o estudo e a experiência do aposentado não tem mais valor no mercado. Puro engano, pois existem setores que um profissional mais idoso e maduro se sobressai, o voltado à prestação de serviços, pois estes têm a paciência e a experiência, e tendem a ser mais atenciosos do que os mais jovens. E se, em todo caso, o aposentado não conseguir uma vaga numa empresa privada, ele ainda pode concorrer em concursos públicos, pois tem a prioridade sobre as vagas, caso seja classificado no certame. Também muitos outros voltam ao mercado em outras profissões que nem imaginaram quando mais jovens, estes começam do zero, fazem outra faculdade, enfrentam novos desafios, voltam a competir no mercado de trabalho em outra profissão, com a mesma garra de antes. Outros optam por abrir uma empresa, e desenvolver com a sua experiência um novo negócio. Bem, o certo é que, ser aposentado não é o fim de uma vida e sim o começo de outra etapa, seja ela como empresário, estudante, auxiliar de empresa. Porque viver é isto, se sentir produtivo, fazer o que gosta e ser feliz!


Literatura

Reaprender a aprender:

Nívea Braga Professora de Publicidade e Propaganda do IESB, Mestre em Comunicação Social, Redatora Publicitária, Coach e Escritora.

será que é disso que precisamos?

Aprender e ensinar: para isso que fomos feitos. Em todos os pontos da vida, somos professores ou alunos de alguém. Você, certamente, irá se recordar de algum dia em que parou tudo o que fazia para ouvir o outro falar e de como essas palavras fizeram sentido. Pode ter sido, talvez, uma música ou um comportamento. O meio não importa – desde que se haja uma conexão. Da mesma maneira, é possível que se lembre de algo que conseguiu dividir com alguém: a educação dos filhos, o conselho a um amigo, uma aula, caso seja professor; uma homilia, no sacerdócio. Não existe aluno desinteressado – todos querem aprender. E não existe professor que não saiba ensinar – caso contrário, ele não pode ser chamado de mestre. Mas é triste ver que, em muitos casos, há a perda desta conexão tão sagrada. Impera nos relacionamentos uma distração generalizada que nos impede de aprender. Não lemos mais o texto até o final, não prestamos atenção na conversa até o seu término, pulamos de estação em estação nas rádios em busca de uma música que sequer conhecemos. As atividades vão ficando assim pelo meio do caminho, os

16

assuntos pela metade e o vazio começa a crescer. Pois onde não há aprendizado há estagnação, preguiça generalizada e falta de perspectiva. A planta, amarela e murcha, perde o seu instinto de crescer rumo ao sol. Justo agora no contexto das múltiplas escolhas, múltiplas terapias e recursos infinitos. Mas qual é mesmo o nosso mal? Nem todo mundo sabe responder. Por isso, na véspera de Natal, não falarei de renovação e sim de inovação. Que possamos realmente “aprender a aprender”. A ficar muito atentos enquanto a aula se desenrola em todas as escolas que a vida nos apresenta a todo instante. A perseguir, incessantemente, a entrega em cada tarefa que recebemos. A não desperdiçar energia naquilo que nos afasta do nosso foco, que é a evolução contínua e infinita. Podemos começar observando o Menino na manjedoura e estendendo esse olhar a todos os meninos que estão ao nosso alcance. Quando o descobrirmos o menino (ou a menina) de olhos brilhantes, dentro de nós, veremos que estamos prontos, finalmente, para começar, não só a aprender. Mas a nunca mais esquecer.

#eutonarevistaaue


Social

Causando Auê, jantar de lançamento!

Através de um jantar realizado no restaurante Saint Petter, Formosa-GO, clientes, amigos e demais convidados puderam prestigiar em um ambiente agradável o lançamento de uma revista que já nasce grande no mercado, tanto por sua qualidade quanto por seu conteúdo. Ao som de Titi Moreno, todos presentes receberam em mãos o primeiro exemplar da revista AUÊ, que trouxe conteúdo de literatura, mundo e sociedade, marketing empresarial, gastronomia, atualidades locais, moda, marketing esportivo, cultura e projetos sociais realizados na cidade. Fotos: Bruna Alvarenga

18


O

D

O R U T U ? F O H NO EU FIL

Ê

VOC

Á EST

LH EO

S O D


COLÉGIO

VISÃO

Avenida João Isper Gebrim, 2630 Formosinha - Formosa- GO www.colegiovisaofsa.com.br atendimento@colegiovisaofsa.com.br (61)3642-3512/ 3642-3537


Marketing

O marketing

como uma realidade viável para pequenas e médias empresas

Empresas orientadas para o marketing têm uma preocupação constante com seus clientes e estão sempre voltadas para a satisfação de seus desejos. Alguns empresários tendem a focar sua gestão na busca de resultados financeiros, mas o erro é não considerar que o cliente é o elemento gerador deste resultado. As grandes empresas têm mais facilidade na obtenção de capital, controle dos canais convencionais de distribuição e grandes espaços na mídia. Já as pequenas e médias podem eventualmente conviver com limitação de recursos financeiros, humanos e físicos. O que percebemos no mercado são empresas sem gestão orientada ao marketing. Em alguns casos, os pequenos e médios empresários contratam agências de propaganda e criam a expectativa de que elas irão formular suas estratégias de marketing. O marketing tem como missão a definição estratégica que envolve produto, serviços, precificação, distribuição, questões relacionadas ao ponto de venda e, também, comunicação/propaganda. É muito comum no mercado de pequenas e

22

Fernando Antunes Consultor em marketing e publicitário formado pela ESPM, especialista em Marketing pela FGV e Finanças pelo INSPER-SP. Profissional multidisciplinar, com mais de 10 anos de experiência, atuou no Itaú-Unibanco, Lojas Americanas, além de projetos na Coca-Cola Intl, Vivo, COB, Sportv, entre outros. Professor de Marketing e coordenador da Brasília Marketing School (BMS), participou de congressos na Kellogg School of Management em Chicago, IL e no DRCLAS da Universidade de Harvard, em Cambridge, MA.

médias empresas o próprio empresário ser o responsável pela decisão, desenvolvimento e implementação das ações de marketing, pois é ele quem detém o conhecimento sobre o seu negócio e sabe exatamente quais são os objetivos e metas da empresa. Apesar de ter a melhor expertise sobre a sua empresa, ele precisa investir seu tempo na atividade fim do seu negócio. Podendo contar com o apoio de serviços terceirizados nesta área, como empresas de consultoria que oferecem os recursos e ferramentas necessárias para atender a sua empresa, como resultados de pesquisas de mercado, ferramentas de marketing digital e monitoramento das mídias sociais, modelos de planejamento estratégico, até mesmo criação e desenvolvimento web. Tudo isso com custos adequados às pequenas e médias empresas. Seja qual for a decisão do empresário, deve sempre ter em mente que seus recursos precisam ser aplicados da forma mais otimizada possível, tornando o marketing não só um fator de alavancagem e de competitividade para o seu negócio, mas, principalmente, um meio de ampliar seus resultados.

#eutonarevistaaue


Negócios

Fabricio Cesar Paiva Sócio Proprietário JC&F Transportes e Serviços. Administrador, atua ano mercado de Gestão de Pessoas e RH a mais de 18 anos.

E-Social, mais uma forma de controle sobre as empresas Há tempos o Governo Federal vem tentando centralizar os dados e informações de todas as instituições privadas a fim de facilitar a sua leitura. O novo projeto do governo que já esta em teste sendo utilizado por enquanto por pessoas físicas e seus empregados domésticos se chama E-SOCIAL, que tem a finalidade de unificar o envio das informações pelo empregador em relação aos seus empregados. Esta é uma ação conjunta entre os órgãos da Caixa Econômica Federal, Instituto Nacional de Seguridade Social – INSS, Ministério da Previdência – MPS, Ministério do Trabalho e Emprego – MTE, Secretaria da Receita Federal do Brasil – RFB e Ministério do Planejamento. A partir de Janeiro de 2014, já existe um cronograma para que seja implantado a todas as organizações sendo ela Micro, Pequena, Média ou Grandes empresas, trazendo mais

24

um desafio para as empresas em se adequar ao processo, pois terão de enviar agora todas as informações sobre seus empregados tais como: admissão, demissão, afastamento, aviso prévio, férias, comunicação de acidente de trabalho, mudança de salário, obrigações de medicina do trabalho, folha de pagamento, ações judiciais trabalhistas, retenções de contribuições previdenciárias, imposto de renda retido na fonte, informações sobre FGTS. Como toda mudança, no inicio sempre vem certo constrangimento, mas no futuro trará muita facilidade, pois o Governo Federal visa retirar um pouco da papelada das empresas e ter as informações sendo elas Sociais ou Fiscais em um único envio, para que também seja facilitada a fiscalização sobre estas. Este sim foi o maior intuito deste projeto.

#eutonarevistaaue


Atualidades

A Filosofia presente no dia a dia de todos nós O ser humano é possuidor de potencialidades que o diferencia dos demais animais especialmente devido a sua habilidade ímpar de exercer a reflexão sobre si e ao mundo que o cerca, e para tanto sempre procurou se servir dos princípios da religião para o conforto da alma, das crenças mitológicas arraigada pela espontaneidade cultural, dos pressupostos das ciências para a constatação dos fenômenos naturais e humanos, e ainda na busca incessante de dar respostas e se confortar com as reflexões proporcionadas pelos diálogos filosóficos que nos remetem a indagações com perguntas e respostas com um fim em si mesmo, sem a pretensão de se determinar uma conclusão em definitivo. Foquemos na FILOSOFIA, termo grego que remonta a idéia de “amor a sabedoria” oriunda do berço da cultura ocidental, a Grécia antiga, aplicada de forma popular a partir do século VI A.C. período que deixou ensinamentos sedimentados como o da importância do pensamento de Sócrates “Conhecete a ti mesmo”. Essencialmente a filosofia foca na lida de problemas fundamentais que remonta à existência, à verdade, aos valores éticos e morais, nos dilemas da existência e para tanto, utiliza de uma estética não científica e focada na argumentação lógica, analítica no âmbito do pensamento. Se formos considerarmos a influência da filosofia na história da

26

Alexandre Campos Alexandre Campos, mestre em Ciência da Educação e pósgraduado em Direitos Humanos.

humanidade é fundamental levarmos em conta o momento histórico, cultural, econômico e político vivido, sendo que para os dias atuais, considerando as características presentes em nossa sociedade capitalista, competitiva, imediatista, individualista, consumista e, sobretudo acelerada na busca de resultados e pelos meios tecnológicos disponíveis, como a difusão da internet agregado as redes sociais (youtube, face book, blog, e-mail entre outras) merece uma interpretação especialíssima dada a este fenômeno global contemporâneo. Afinal, qual a importância e a aplicação que se possa dar à filosofia nos dias atuais? Qual a atitude filosófica mais adequada ao mundo turbulento e sem fronteira em que vivemos? Até que ponto o esforço de compreender, avaliar e justificar os fenômenos que nos cercam a partir de uma análise crítica, racional e argumentativa é capaz de modificar paradigmas com relação as nossas crenças e valores existenciais? Dentre os benefícios que a filosofia moderna pode contribuir, o principal deles está em possibilitar uma melhor formação como cidadão na medida em que possibilita o desenvolvimento cognitivo do raciocínio tornando-o mais independente no campo crítico e analítico na medida em que possa gerar melhor consciência como ser humano, além de convidar a realizar uma profunda reflexão do papel e importância


de sua vida, e com isso proporcionar uma mudança de atitude em busca de uma participação social mais ativa, cooperativa e harmônica em resposta ao individualismo competitivo e do fenômeno da violência gratuita na qual presenciamos nos dias atuais. Questões filosóficas clássicas do tipo: de onde viemos, para onde vamos, qual o verdadeiro sentido da vida, qual o posicionamento de cada um diante a perspectiva de realidade, o que é o tempo e o espaço, o que é a felicidade e a liberdade, entre muitas outras indagações que transpuseram a barreira do tempo acompanhando os rumos da humanidade, e sempre levando o homem a muitas reflexões em sua existência. Será então que para o estilo de vida extremamente acelerado e imediatista calcado na tecnologia instantânea dos dias atuais poderia abrir tempo e espaço ao indivíduo para se servir de premissas filosóficas retomando a essência do raciocínio lógico que engloba os dilemas da vida... Ou estamos fadados a ignorar estas práticas para servir exclusivamente a uma cultura do “prazer pelo prazer”, onde quase sempre os fins se justificam os meios sem se espelhar necessariamente nos pressupostos da ética e da moral norteados

pela filosofia. A sociedade contemporânea passa por um paradoxo que a leva a necessidade de se posicionar a partir da tomada da consciência individual e coletiva, entre optar por subestimar a valorosa contribuição da filosofia que muito nos ensina sob o pensar, que se levando em conta a característica da sociedade atual corre- se o risco de se formar uma verdadeira legião de alienados, e assim muito vulneráveis frente à elite ideológica dominante sem que haja uma contestação mais aprofundada sobre o cenário vivido. Por fim, deve se ressaltar que a filosofia que sempre serviu de alicerce para a fundamentação de várias outras áreas como a das ciências e da religião continua sendo uma importante ferramenta de libertação, desde que bem aplicada, seja na busca do equilíbrio do indivíduo minimizando os efeitos de sua alienação por via do individualismo tão comuns nos dias atuais, ou ainda num campo coletivo proporcionar mudanças conscientes na inter-relação da humanidade e em última instância modificar as enormes desigualdades e injustiça sem maior, ou menor intensidade por todo mundo moderno.

#eutonarevistaaue


Moda

Vem chegando

o verão...

“Vem chegando o verão, um calor no coração, essa magia colorida, são coisas da vida,não demora muito agora, toda de bundinha de fora, topless na areia, virando sereia”... (Marina Lima)

Angelica Morais Professora de Moda e Design. Já foi publicitária, designer gráfica e estilista e, no momento atual, está em um relacionamento sério com o ensino e as ilustrações. Mantém uma fanpage, a Take a Look e adora gatos.

A cada verão que se aproxima é sempre a mesma história: academias lotadas de gente, os parques lotados de atletas de final de semana, e uma busca desenfreada para um corpo perfeito, sarado, bronzeado. A moda verão vai além de estar esbelta ou caber num biquíni mínimo... a moda do nosso país tropical está cada vez mais buscando beleza, despojamento, conforto, aliados à um refinamento, que só a mulher brasileira sabe mostrar. E como é possível manter um mínimo de elegância a altas temperaturas na areia ou na cidade? Não é uma tarefa das mais fáceis, mas também não é algo impossível de acontecer. Para ficar elegante e fresquinha, dentro das principais tendências da estação, aqui estão cinco dicas básicas: 1) Vestido longo: é a peça mais fácil de ficar elegante no verão. E para 2014 ele vem como “must have” da estação, está em todas as coleções em tecidos fluidos, com belos decotes nas costas, e com aberturas laterais estratégicas, levantando qualquer produção, e, aliado às rasteirinhas ornamentadas ou combinado com espadrilhes, traz um frescor sofisticado. 2) Calçados Flats: Que tal relaxar e descansar os pezinhos com rasteirinhas, sapatilhas ou ainda combinar com uma bela e brasileiríssima Havaianas? Para o verão 2014, a tendência é a espadrilhe baixa com solado de corda e tecido ou “Summer flat”, prima das alpargatas argentinas, que invadiram as lojas com milhares de tons e estampas. 3) Fazendo a cabeça: Chapéus e lenços estão aí para imprimir um ar de sofisticação e ainda proteger as madeixas do sol. Usados como tiaras, laçarotes bem ao estilo pin-up ou ainda como turbante afro, um bom lenço levanta qualquer look básico. Já os chapéus panamás salvam o nosso humor num “bad hair day”.

28

4) Shorts: Se todo o investimento da academia valeu a pena, pernas à mostra! E um bom shortinho estampado ou liso, com um corte impecável, cintura alta, curtinho e solto, num tecido de algodão ou linho, com uma t-shirt ou regata levinha combinado com uma sandália plataforma ou espadrilhe alta te deixa moderna em segundos. 5) Tecidos Naturais: Sim, porque não dá para manter a elegância num calor de 36, 40 graus usando um tecido sintético, e quando falo isso é porque há uma profusão de vestidos lindos, estampados “Made in China” baratinhos, bonitinhos... mas ordinários, pois o “100 % poliéster” impera na etiqueta e, para quem não sabe, este fio absorve calor (muito), e te fará suar em bicas. Não é um tecido para o clima brasileiro.Portanto, repense se vale investir mais em uma peça 100 % algodão. E, se for optar por uma fibra sintética, use a viscose, que vem da celulose, é fresquinha e tem um preço mais acessível. E ainda sobre os produtos importados (não dá pra fugir deles!) prefira os indianos, que são de fibras naturais.

E se é pra exagerar no verão, exagere no filtro solar, na alimentação saudável, nos óculos de sol ultra estilosos, abuse da alegria, do encontro com os amigos, do sorrisão no rosto, das cores fortes, estampas florais, tropicais, bichos e étnicos que são a cara do nosso país! E ainda para as festas de final de ano, abuse do branco, que além de lindo e fresco, traz elegância instantânea ao look... tudo na maior paz...e um feliz 2014!!!


Na Capa


Líllyan Borges Dedicada à família e aos estudos, Líllyan também surge como nossa modelo fotográfica na Auê #2. Bastante fotogênica, nossa modelo já fez participações em desfiles de moda e outros trabalhos para algumas agências. Ficha Técnica Fotografia: André Jr. Ambiente: Duorum Sapatos Modelo: Líllyan Borges, ela é natural de Brasília-DF, e tem 19 anos.


Na Capa

Líllyan é estudante de direito e sonha em se tornar uma funcionária pública, obter sucesso profissional e estabilidade financeira. Tem como hobbies: jogar vôlei e reuniões em família! Ela Veste os looks e usa acessórios da Sabru Modas e calça os modelos da Duorum Sapatos!

Rua João Moreira nº 248 - Centro Galeria Visage - Formosa-GO (61) 3631-7655


Saúde

Dr. Valdivino Pinheiro

Regressão de memória

Muitas pessoas já leram ou ouviram a respeito de TERAPIA DE REGRESSÃO DE MEMÓRIA. No entanto, as explicações de como estas curas acontecem fica entre a crença em vidas passadas ou a crença de que a mente é capaz de criar uma história plausível, como um sonho, durante a terapia de regressão; uma espécie de catarse, segundo Freud, para dar vazão ao problema. Em nossa experiência terapêutica, desde 2003, com centenas de casos resolvidos, podemos afirmar que a crença não é importante neste caso. Tivemos clientes de diversas religiões, e dogmas. O resultado é sempre positivo, exceto nos casos em que a pessoa resista ao processo – o que acontece raramente. Segundo Freud, Lacan e Young, a mente tem seu maior acervo escondido em um lugar virtual chamado “inconsciente”, onde nossos traumas, recalques do passado, estão armazenados, e interferem na maneira como interpretamos o que nos ocorre no dia a dia. Se uma pessoa tem insegurança, timidez, ou uma fobia (medo irracional), ou tem dores crônicas como enxaqueca sem uma causa clínica, ou fibromialgia, ou doenças como vitiligo ou psoríase, a causa está nestes recalques do inconsciente. Em estado de relaxamento induzido a pessoa consegue acessar

36

Terapeuta Integral (mente e corpo), registrado na Sociedade Ibero Americana de Hipnose Condicionativa – SIAHC 1757. Terapeuta Naturista, registrado desde 1995.

estas lembranças do passado, mesmo aquelas que ocorreram no estado intrauterino, e também as memórias genéticas passadas pelos antepassados, e trazê-las para o consciente. A cura é simplesmente espetacular, muitas vezes, na primeira ou segunda sessão. Entre os muitos casos que tratei com esta abordagem terapêutica, houve uma senhora de 46 anos que sofria enxaqueca crônica há 35 anos. Ela procurou todo tipo de ajuda médica e psicológica e fez muitos exames – nada fora detectado no nível físico ou consciente. Ela me procurou já sem esperança para um tratamento natural. Sugeri a terapia de regressão de memória e ela foi curada com apenas uma sessão – sob o estado de profundo relaxamento, acessou a memória que provocava o mal estar e se curou. Tenho tratado casos de insônia, depressão maior, fibromialgia, medos de todos os tipos, insegurança psicológica (timidez), manias de gastar muito, vícios e tudo o mais que tenha sua causa no inconsciente – ao menos 70% das doenças tem fundo psicológico. Saiba mais: www.terapiasdoincosciente.com.br (61)3631-3073 - (61)9802-1770


Gastronomia

Deguste com prazer

Escolher um “rótulo” entre tantos dentre uma carta de vinhos parece ser fácil, mas para quem está começando com a arte de apreciar um bom vinho e ainda não compreende o suficiente este pequeno detalhe pode ser um desastre. Mas, fique calmo. Aqui você irá aprender um pouco de um jeito bem prático. O primeiro passo é escolher a uva. Existem muitas variedades pelo mundo com inúmeras características e só o tempo e um pouco de experiência farão você conhecer as características próprias de cada variedade e a construir seu próprio “ranking” entre as mesmas. Não existe a melhor, existe a que você mais gosta. Exemplos clássicos de uvas tintas são Cabernet Sauvignon, Merlot, Pinot Noir, Sangiovese, Tempranillo e Shiraz. Dentre as brancas estão Chardonnay, Riesling e Sauvignon Blanc. Depois da uva escolhida, o país de origem e a safra são itens importantes neste ritual. Não tenha vergonha de conversar com o Sommelier ou garçom, pergunte bastante, peça sugestões e o que ele acha daquele vinho, afinal ele está lá para isso. Olhe bem o preço do vinho, nem sempre o mais caro é o melhor. Todo o vinho tem o seu momento. Comece com vinhos mais em conta, com custo benefício menor, e com o tempo o paladar ficará treinado, você naturalmente passará a tomar vinhos mais caros. Depois de escolhido, analise o rótulo atentamente, confira a vinícola, a uva, a região de onde vem e a safra. Você pode devolvê-lo se essas informações não baterem com as que leram na carta. Desconfie se o vinho vir aberto, o mesmo deve ser aberto na sua presença. Observe bem a rolha, ela informa muito a respeito do seu vinho. Se estiver úmida em cima, ou apresentar

38

Rafael Alcântara Empresário e chefe de cozinha, pós-graduado pelo Perth Institute of Hospitality and Tourism, Perth - Austrália. Food and Wine pela Leith’s School, Londres Inglaterra. Matching Food and Wine pela Swan Valley - Australia. Apaixonado por gastronomia e vinhos.

um filete bem claro de vinho que corre de uma extremidade a outra, provavelmente indica um vazamento. Significa que o vinho pode estar estragado pelo calor e/ ou oxidado prematuramente. Examine a cor do vinho na taça, este contato visual é muito importante. O tinto deve ter uma coloração vermelha ou violácea, caso contrário, com uma coloração amarronzada ou turva pode ser que esteja oxidado. No caso do branco, se tiver coloração acobreada ou âmbar, e não dourada ou amarelo esverdeado, possivelmente deve estar estragado também. Um vinho bem armazenado na posição horizontal, em temperatura adequada e com controle de luz, dificilmente ocorrerá este processo de oxidação. Visite a adega sempre que possível e analise estes itens. Cheire o vinho, esse aroma te indica o que esperar do vinho. Isto te ajudará a definir o tipo da uva e a frisar esta característica, sendo usada em futuras degustações. E por último, o tão esperado momento, a degustação. Sinta o vinho, deixe-o interagir em toda sua boca. Aproveite cada detalhe do vinho, sinta prazer em tomá-lo. Se este sabor foi o que você esperava ao escolher esse vinho, tenho certeza que você fez uma boa escolha. Parabéns! Ao trocar de rótulo, tome água para lavar o paladar e coma queijos fortes e um pedacinho de pão, para que o mesmo absorva vestígios deixados pelo vinho anterior em sua boca. Nas próximas edições, vamos falar das características de cada uva e como montar a sua adega, alguns tipos de vinhos que não podem faltar em sua casa. Obrigado, Rafael Alcântara.


Marketing

Marcos Garzon Advogado, publicitário, especialista em marketing de transformação, empresário e escritor, com mais de 100 livros publicados e distribuídos como responsabilidade sócio ambiental.

Empreendedorismo Uma palavra abrangente, profunda, intensa, desafiadora, muito exigente, que engloba muitas outras palavras temidas pela maioria dos seres humanos. É uma vocação, como qualquer outra atividade humana, mas extremamente forte, marcante, que requer dos seus seguidores muitos sacrifícios, renúncias, aperfeiçoamentos, adaptações constantes, agressividade mercadológica, velocidade decisória, discernimento, perspicácia. O Emprendedor deve ser também audacioso, resistente, ter o dom da superação, ser persistente. Um ditado latino diz: “audaces fortuna juvat”, que quer dizer: a fortuna ajuda os audaciosos. Audácia é a palavra chave do verdadeiro empreendedor, porque tem de olhar para o horizonte, traçar as suas metas e correr atrás dos seus sonhos e ideais, procurando materializá-los a cada novo dia, numa jornada de 12, 14, 16 horas diárias, até mais, dependendo do escopo das suas atividades. Resistência para não desanimar aos primeiros sinais de dificuldades no caminho. Persistência, aquele que não tiver esta exigência dentro de si, pode procurar outra profissão que não seja como esta. Superação, é um exercício diário, porque deve superar a si mesmo, aos concorrentes, aos problemas que surgem e, especialmente, à burocracia criada pelos políticos e administradores públicos. Leis, normas, portarias desencontradas, que foram criadas para dificultar ao máximo o caminho daqueles que promovem o crescimento de um

40

país, que criam empregos e pagam um número imenso de impostos e taxas para sustentar a corrupção, aos desmandos, as absurdas ações governamentais. Os governantes fazem tudo para desanimar, desorientar e desiludir os empreendedores, o setor produtivo da nação, como se o empresário fosse um ser humano prejudicial à sociedade, tratando-os, quase sempre, com descaso e desconsideração. Não existe obviamente emprego sem empregadores, como não existe produção agrícola e industrial sem produtores, porque os governos – federal, estadual, municipal – não produzem nada. Além de estar submetido a uma CLT que tem 70 anos, o empreendedor, que ultrapassa todas as barreiras e consegue consubstanciar dentro de si mesmo todos os atributos aqui descritos, é um ser humano especial, incansável que trabalha por sua empresa, seu empreendimento, sem descuidar dele, pois sabe muito bem que o sucesso de hoje não garante o sucesso de amanhã, que a empresa pode ter 20, 30, 40 anos de mercado, mas se parar de perseguir um dia o nível de excelência ela pode desmoronar. O empreendedor seja na área agrícola, industrial, comercial, de serviços que conseguiu concretizar as suas determinações é, finalmente, um vencedor, um conquistador, um desbravador, que contempla a sua realização com uma satisfação inenarrável, um sentimento vivenciado por aqueles que transitam às atividades humanas.


Comportamento

Camila Alves

Depressão

facebook

Quantas vezes escutei minha mãe dizendo: “Camila, sai do computador e vem conversar com a gente, chega de internet”! “Assim como minha mãe, outros pais também reclamam que seus filhos passam mais tempo nas redes sociais do que conversando pessoalmente”. Nos últimos anos cresceu muito o acesso à internet por adolescentes entre nove e 16 anos. Até quando estão um do lado do outro preferem conversar via redes sociais a ter o trabalho de falar pessoalmente. De acordo com o dicionário, entende-se por rede social uma estrutura online na qual diversas pessoas estão conectadas umas às outras partilhando ideias, objetivos, pensamentos e valores em comum. Antigamente essa integração também existia só que não era online. Em 2012 foi realizada pelo Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (CETIC. br) a primeira pesquisa TIC Kids Online. Dados do estudo mostram que 82% dos adolescentes de 9 a 16 anos utilizam a internet para trabalhos da escola, 68% para visitar uma rede social, 66% para

Referências:

42

21 anos, graduada em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda (UNASP), coordenadora do projeto de redes sociais Sevven em 2012, atou nas áreas de planejamento e produção na Agência Zoom, em São Paulo e em 2013 foi gerente de marketing da Faculdade Fadminas, Minas Gerais. Hoje se dedica aos estudos e é amante do slackline!

assistir vídeos no Youtube e 54% para jogos online. E se a medicina diz que a depressão é a doença do século 21, o que dizer então da “Depressão Facebook”? Uma pesquisa feita em 2011 pela Academia Americana de Pediatria declara que o uso excessivo das redes sociais pode causar depressão. Isso acontece porque a fase da adolescência é um período no qual a identidade dos jovens está em formação. Os adolescentes buscam na internet uma forma de interagir com outras pessoas e, quando a interação não acontece, ficam deprimidos. É aí que começa a tal “Depressão Facebook”. Se o conhecimento popular diz que o exagero faz mal, com a internet não é diferente. É claro que ela apresenta várias qualidades, um lado bom, afinal, facilitou a vida de todos e é muito bom fazer parte desse ambiente, mas a geração mais nova precisa adquirir, aprender e definir objetivos para o bom uso da internet, e também saber associar hora de lazer com os amigos , a família, e reaprender a se comunicar sem uma conexão online.

1. Agência de Notícias da Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo (FAPESP) (10/10/2012). 2. Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (Cetic. br). 3. American Academy of Pediatrics (AAP)


Turismo e Viagens

Natal luz

Fabiola Dias Ravanello

de Gramado-RS

Viajar pelo Brasil é sempre uma delícia! A mistura de sotaques, cheiros e sabores das culinárias regionais enchem os olhos e o paladar do turista. Imagine aliar conforto, beleza, e vivenciar um momento mágico, como a celebração do Natal, numa cidade que parece ter saído de um livro de histórias? Então, porque não ir à pequena Gramado - RS, cidade da serra gaúcha que encanta logo na entrada com suas belas hortênsias, dando as boas vindas aos turistas! Gramado, hoje é considerado o terceiro maior destino do Brasil, por ser uma cidade rica em detalhes arquitetônicos e por sua hospitalidade, além é claro da deliciosa culinária oriunda das culturas alemã e italiana. Outro fator importante é o clima romântico que a cidade oferece aos casais, onde podem desfrutar de um bom vinho ou mesmo de um delicioso chocolate quente ao lado de uma lareira. A incrível festa de “Natal de Luz” que este ano começou no dia 25 de outubro e que segundo os organizadores se estenderá até janeiro de 2014, é um dos maiores eventos natalinos do mundo, onde diariamente o turista é

44

Paulista de São José dos Campos, Turismóloga formada pela UNOESTE - Universidade do Oeste Paulista.

presenteado com shows de fogos, som, luzes e um grandioso desfile, e também poder assistir as danças típicas alemãs e italianas. Este ano a festa tem 12 atrações diferentes, sendo três inéditas. A cidade que já é consagrada pelo famoso “Festival de Cinema Brasileiro e Latino”, tem uma rede de 140 hotéis, que segundo previsão estarão lotados durante todo o evento de Natal. Além destas atrações, para quem gosta de fazer compras, lá é um paraíso a céu aberto, tem chocolates caseiros, malhas, móveis, e várias lembrancinhas para recordar. Pensando nisto tudo, as agências de viagens lançam pacotes incríveis para você poder ver de perto toda esta deslumbrante festa de Natal, a qual já movimenta toda a cidade. Também vale salientar que as famílias que queiram desfrutar deste Natal, não podem deixar para última hora, porque muitas datas já estão esgotadas. Mas ainda restam outras datas, que não sejam na semana de Natal. O Natal Luz espera por você! Feliz Natal a todos! Confira alguns pacotes: Fatur Viagens (61) 3631-4219

#eutonarevistaaue


Doe Auê

Gotas de Amor Plano Pas - São Camilo

A Revista Auê cumprindo seu papel social e informativo, iniciou uma campanha em parceria com o Hemocentro Formosa e a Secretaria de Saúde de Formosa, o incentivo a doação de sangue da população. Este primeiro evento ocorreu no dia 23/11/2013, no Hemocentro ao lado do Hospital Municipal de Formosa, e tendo

46

como seus primeiros doadores os funcionários da empresa PLANO PAS SÃO CAMILO. Este projeto será uma constante em nossas edições, que trará outras empresas apoiando este grande evento, e assim ajudando a renovação e abastecimento do banco de sangue.


Dôe sangue, faça sua parte, confira as condições para doação! Gozar de boa saúde (avaliação médica no Hemocentro); - Estar alimentado, - Não estar em uso de medicamentos; - Ter entre 16 a 69 anos de idade (16 e 17 anos, mediante consentimento formal do responsável legal). - Pesar acima de 50 quilos; - Apresentar documento oficial com foto: carteira de identidade, carteira de trabalho, certificado de reservista, carteira nacional de habilitação, passaporte, carteira profissional emitida por classe ou carteira do doador do HEMOF. - Ter dormido pelo menos 06 horas, com qualidade, na noite anterior à doação, - Não praticar exercícios físicos nas 12 horas anteriores à doação; - Não ingerir bebida alcoólica nas 12 horas anteriores à doação; - Não ter se submetido à endoscopia há 6 meses; - Não ter feito tatuagem, piercing ou maquiagem definitiva há 12 meses; - Evitar fumar 02 horas antes da doação.

O Hemocentro Formosa fica localizado no Hospital Municipal de Formosa e espera pela sua doação de Segunda a Sexta-Feira 7:30h às 12:00h / 14:00h às 17:00h! Informações: (61) 3981-1138 Incentive sua empresa, seus funcionários e colaboradores, entre em contato!


Gastronomia

Cozinha

Ultraleve

Nívea Braga Professora de Publicidade e Propaganda do IESB, Mestre em Comunicação Social, Redatora Publicitária, Coach e Escritora.

Receitinhas para uma vida melhor Comer sempre foi um grande prazer em nossa casa. Sou de uma típica família mineira dada a doces e queijos, pães de queijo e broinhas, além de todas as delícias que só quem cozinha com o coração é capaz de fazer. Mas também, uma apaixonada pelas receitinhas leves. Fui incorporando-as ao meu dia-a-dia de um jeito muito suave, sem cortar muita coisa, numa substituição fundamental de quem precisa de muita energia para trabalhar fora, cuidar de casa, da família, de si mesma, do corpo, da mente e do espírito. Nutrir-se, no sentido mais amplo do termo é algo que me interessa. Dividir o alimento, estar à mesa, preferencialmente com pessoas

queridas, gastar um tempo maior do que engolir um café antes de sair correndo para o próximo compromisso. Por isso, foi com grande carinho que recebi da Auê esse espaço para trocar receitas, ideias e alimentar essa grande vontade de colocar “um pé na cozinha”. Afinal, lá em Minas a gente diz que “quem é de casa, entra pela porta da cozinha.” Minha receitinha de hoje é um Arroz com Bacalhau, extremamente simples de fazer, mas muito saboroso. É uma alternativa menos calórica para um almoço de domingo, que usa arroz integral e um peixe, em substituição à carne vermelha. Veja os ingredientes :

3 xícaras de arroz integral 1 posta de lombo de bacalhau dessalgado 1 cebola cortada em cubos grandes 10 azeitonas (5 verdes e 5 azapas) 6 tomates cerejas cortados ao meio 3 colheres de requeijão cremoso light Azeite e sal – quanto necessário

Imagem ilustrativa

ARROZ DE BACALHAU (PARA DUAS PESSOAS)

Modo de Preparo Coloque o bacalhau dessalgado numa vasilha com água fria e deixe descansar por uma hora. Retire as espinhas, tempere o bacalhau com um pouco de alho, sal e reserve. Numa frigideira antiaderente, coloque a cebola para dourar. Refogue o bacalhau com parte dessa cebola por três minutos. Em uma panela, junte o bacalhau e o arroz, misturando delicadamente. Desligue o fogo, acrescente o requeijão e transfira para um refratário. Coloque o arroz com bacalhau, uma camada de cebolas douradas e finalize decorando com as azeitonas verdes e pretas e o tomate picado. Regue com azeite. Leve ao forno por apenas 15 minutos e sirva quente. Como acompanhamento, uma salada de alface, rúcula, castanha e maçãs.

48


*Valores sujeitos a alteraçþes


Esporte

Os Riscos do Marketing Esportivo

O investimento no esporte, por parte das mais variadas organizações empresariais, apresenta-se cada vez mais como uma eficiente estratégia para uma promoção institucional (imagem), bem como de produtos e/ou serviços no mercado. O simples fato de desenvolver este investimento não garante o alcance dos objetivos pré-estabelecidos. O primeiro ponto a destacar diz respeito à escolha da modalidade esportiva a ser patrocinada. Determinados esportes possuem públicos-alvo específicos como golfe, tênis e pólo junto às classes mais elevadas, voleibol no publico feminino e futebol abrangendo grande parte da população, a opção por esta ou aquela modalidade deve estar baseada na verba disponível e Target a ser atingido (transferência dos valores da modalidade para a marca). As empresas patrocinadoras devem monitorar e/ou exigir uma postura profissional de seus patrocinados e protagonistas esportivos

50

Nicolas Caballero Graduado em Publicidade e Propaganda (UFSM), PósGraduado em Marketing (ESPM), Mestre em Marketing Esportivo (UFSM) e Doutorando em Inteligência Organizacional (UFSC). Coordenador do curso de Pós-graduação em Marketing Esportivo do IESB.

(atletas e comissão técnica), tendo em vista que são os mesmos que estarão vinculando e, até mesmo, representando a imagem das organizações. Outro ponto a destacar diz respeito ao desenvolvimento de estratégias de ativação durante o processo de patrocínio. Um patrocínio deve ser visto pela empresa investidora como uma estratégia inserida na Comunicação Integrada de Marketing. Desta forma, assim como as demais estratégias promocionais como publicidade, venda pessoal, merchandising, entre outras, seu resultado será pífio se não vier acompanhado de estratégias de ativação como formação de torcida, sorteios de brindes, concursos, entre outros. Obedecendo a determinados procedimentos, é possível desenvolver um trabalho eficiente junto a determinadas modalidades esportivas, com retornos extremamente significativos para os investidores.

#eutonarevistaaue


Crônica

Thiago Januário de Souza

Resoluções

Estudante de Publicidade, produtor de Conteúdo

de fim de ano Com várias sacolas entrelaçadas aos braços, ela pratica um malabarismo enquanto abre a porta da sala. Morar sozinha não é fácil, ela sabia disso, especialmente em épocas de confraternização familiar. Guardou as compras e sentou-se à beira da mesa, com um caderninho e uma ideia em mente: fazer uma lista de metas para o próximo ano, o que era mais do que costume, um ritual. Promessas de emagrecimento e amadurecimento confundiam-se com itens de Natal e atitudes de verão, misturadas numa confusão permitida para criar uma lista honesta consigo mesma. Mas nada tirava a estranha sensação de tudo estar se repetindo. O incômodo aumentava ao se lembrar que todo ano eram as mesmas metas a serem cumpridas. No quarto, onde deixam guardadas em caixas suas mais preciosas lembranças, ficam também as coisas que não usava mais. Era tênue a linha entre lembranças e objetos inúteis. Em meio a camisetas sem muito uso, regatas cor de rosa e calças leggings, a constatação de que já se passara um ano de mensalidades de academia pagas em vão. Decidiu doar as roupas e abrir as outras gavetas à procura de objetos sem utilidade aparente. Passou os dedos sobre cigarros elétricos, adesivos anti-nicotina, uma apostila de estudos para concursos públicos, até o cartão

52

do tatuador de preferência. Alisou o cartão com um cuidado exagerado e olhou a tatuagem no braço direito. Uma rosa pintada em vermelho intenso que lembrava alguém que há muito havia partido, cuja presença da ausência ainda era tão forte quando o vermelho na tatuagem. Só então, se deu conta de que não havia lista alguma. Eram apenas letras tortuosas com promessas jamais cumpridas cravadas nas superfícies da alma. O ano acabou e não o mundo, mas talvez ela tenha resolvido acabar com aquele mundo. Assim, sem consciência, ou melhor, sem peso na consciência. Começou finalizando alguns compromissos, deletando e-mails, desentulhando o armário, desfazendo as promessas. Decidiu que entre a contagem regressiva e o show de fogos de artifícios, o papel permaneceria em branco e a mente livre da frustração posterior de não cumprir as danadas promessas. É inútil acreditar que as coisas vão acontecer com data marcada, no caso Primeiro de Janeiro. Na virada só uma coisa ocuparia a folha das metas para 2014: ser feliz, sem importar quando, onde ou como. E não interessava quantas vezes ela teria que acabar com o mundo ou com a caixa de e-mails, ela seria feliz, invariavelmente, feliz.


Cultura

Cultura, a força do povo

Leônidas da Silva Pires Ex-Secretário de cultura da Prefeitura Municipal de Formosa-GO, de 2002/2008

formosense

Fui apresentado pelo Diretor da Auê como Ex-Secretário Municipal de Cultura, experiência esta, a qual honrosamente vivi por sete (07) anos, gostaria de lembrar que orgulhosamente fui o primeiro Secretário de Cultura do Município de Formosa, no ano de 2.002 quando o Ex-Prefeito Tião Caroço convidou-me para criar a Secretaria Municipal de Cultura, que até então era somente um departamento ligado à Secretaria municipal da Educação. Foi verdadeiramente honroso criar esta secretaria a qual não existia nos quase 160 anos de emancipação política de Formosa. Apesar das dificuldades inerentes a situação, alcançamos muitas vitórias, e muitas foram as conquistas nos seis (06) anos como secretário de Tião Carroço e um (01) como Secretário de Dr. Clarival de Miranda, e continuamos o nosso trabalho, com o entusiasmo de um educador. Quero aqui lembrar o que aconteceu daí em diante: Eleito Prefeito para o quadriênio 2009/2013 , o Sr. Pedro Ivo ficou sem Secretário de cultura por algum tempo, até que convidou o Senhor Wenner Patrick para a pasta, o qual renunciou para se candidatar a Vereador, ficando novamente vago o cargo de Secretário Municipal de Cultura, até o final de seu mandato. Em 2013, eleito prefeito de Formosa, o Senhor Itamar Barreto, convidou a Professora aposentada Dona Vera Couto, defensora ferrenha da nossa Cultura Popular (Folia da Roça), escreveu um livro sobre o assunto.

54

Como ao longo de minha vida tenho procurado ser justo, ético quando o assunto se trata do bem comum, não posso deixar passar despercebido algo de grande importância na vida cultural da nossa cidade. Sob a responsabilidade da Secretária de Cultura Vera Couto aconteceu no dia 05 de setembro dentro da própria Secretaria, um grande evento cultural, 08 escritores e poetas lançaram seus livros. Todos patrocinados pelo poder Público Municipal. Nominar os autores e suas Obras é o mínimo que eu posso fazer para manifestar o nosso respeito pelo trabalho de cada um. São eles: “Coração de Poeta” de West Alvarenga, “Sob a luz das Estrelas” de Eurípedes Martins Barbosa, “Cora Coralina” de Iêda Vilas-Bôas, “Um Domingo, outro dia, outros tempos” de Wilson de Oliveira Quintaneiro, “Aprendiz” de Reinaldo Bueno, “O menino transmigrante” de Aderbal José de Sousa, “Heróis de Copacabana” de Davi Rodrigues e “A Igreja Católica e sua influência no desenvolvimento de Formosa” de Samuel Lucas. E ainda, devo lembrar que naquela noite memorável fomos presenteados pelos autores com suas obras. Esperamos que, especialmente, os formosenses tenham em suas bibliotecas pessoais uma obra dos mais novos imortais de Formosa. Parabéns a todos, deixo o seguinte ditado popular “Cegos não são os que não têm Visão e sim aqueles que não querem Ver”...


Responsabilidade Social

Instituto Itiquira

e Consulvet

Parceria em prol da Natureza e dos Animais O Instituto Itiquira cuida de gente, e de animais também! O Instituto Itiquira cuida da qualidade de vida em Formosa, no Nordeste Goiano e no Planalto Central Brasileiro. Mãos Formosas, Habitar Rural, Estação Digital, OficinaEscola de Temas e Cursos Livres são projetos sociais do Instituto Itiquira para cuidar de gente. O Amigo Cão é nosso projeto para cuidar dos animais abandonados pelas ruas e praças de Formosa. Realizado em parceria com a Consulvet Clínica Veterinária e Estética, o Amigo Cão cuida principalmente de animais domésticos - cães e gatos que perdem suas casas ou que nunca tiveram um lar. Nosso trabalho consiste em resgate (apenas quando há vagas), tratamento e adoção, mediante Termo de Adoção Responsável. Assim como toda ação voluntária o Amigo Cão depende de seu apoio não somente para o cuidado direto com os animais, mas também para que possamos realizar campanhas de conscientização para a comunidade formosense sobre o abandono, posse responsável, adoção, castração, vacinação e solidariedade aos animais. Coordenado por Amanda Rocha Lima, Dra. Fernanda Scholtz Katiane Rodrigues, um coletivo de jovens mulheres engajadas e apaixonadas pela natureza, pela vida e pelos animais.

Amanda Lima 25 anos, publicitária, coordenadora de comunicação e de projetos na empresa Xapuri Socioambiental. Voluntária do Instituto Itiquira, amante da natureza e ativista/defensora pró-animais, Amanda é fundadora e coordenadora do projeto Amigo Cão FSA e integrante do Fórum Permanente de Meio Ambiente de Formosa – Goiás.

Consulvet Clínica Veterinária e Estética Ao escolher um petshop para o seu animal de estimação valorize e dê preferência para empresas que tenham em sua política interna o cuidado com o social e ambiental. Em Formosa, a Consulvet Clínica Veterinária e Estética faz seu trabalho com êxito e competência. Faça uma visita, conheça, seja você um cliente Consulvet, dê para o seu amiguinho o melhor, produtos de qualidade, atendimento e cuidados especiais. Como você pode ajudar? - Trabalho Voluntário. - Ração para cães e gatos. - Medicamentos Veterinários. - Jornal, toalhas, lençóis. - Apadrinhe o nosso projeto com uma doação mensal de R$ 30,00 (entre em contato e solicite o seu Termo de Doação Individual) Participe e convide seus amigos/as para curtirem as nossas redes sociais: www.facebook.com/AmigoCaoFSA instagram/amigocaofsa www. facebook.com/consulvetfsa www. facebook.com/institutotiquira E-mail: amigocaofsa@gmail.com

Abandonar Animais É Crime! Lei Federal N°9.605/98

56


Nutrição

PESO x BALANÇA! Emagrecer não é pesar menos, é perder gordura. Irei abordar um assunto que assombra grande parte da população, em especial as mulheres: a famosa balança. Obviamente o aparelho pode ajudar no controle do peso e na busca por uma vida mais saudável, porém, não deve ser uma obsessão. Existe uma enorme diferença entre perder peso e perder gordura corporal, e, olhando apenas para os números da balança, não é possível saber a qualidade do emagrecimento. Os quilos que você perde em números, podem ser de massa muscular, de líquidos, de gordura, ou até mesmo um pouco de cada. Dependendo do que foi eliminado, o peso na balança será facilmente recuperado. Um exemplo: em treinos aeróbicos intensos, a perda de líquidos é grande e, ao final da atividade, com certeza o peso estará menor. Será que esta redução realmente foi de gordura? Por outro lado, você pode estar perdendo tecido adiposo sem perceber qualquer alteração na balança. Algumas vezes ouço pacientes relatarem menos inchaço e uma redução em medidas, mantendo o mesmo peso. E isso gera aflição na maioria, sem necessidade. Quem nunca ouviu esta frase? “Músculo pesa mais do que gordura”. Na verdade, peso é peso, 1 quilo são 1 quilo e ponto. Nesse quesito, gordura e músculo não diferem. A realidade é que o músculo é mais denso e compacto do que a gordura, assim, ocupa menos espaço no corpo. Dessa forma, o peso corporal pode até aumentar com o ganho de massa muscular, e isso

58

Priscila Alvarenga Graduada em Nutrição pelo UniCeub, especialista em Nutrição Esportiva pela Universidade Gama Filho. Currículo composto por diversos cursos na área, sendo um deles concluído em Sydney - Austrália. CRN/1 6226

não deve ser motivo para preocupação, ao contrário, quanto mais massa magra no corpo, mais metabolismo acelerado e menos gordura. Se você busca um corpo legal, está seguindo a dieta à risca e treinando com frequência, excelente! Os resultados vão aparecer com o tempo. Não tenha pressa. Evite subir na balança diariamente para não criar decepções ou falsas expectativas diante do peso. Em grande parte, essas oscilações estão relacionadas à perda ou retenção de líquidos. E fiquem atentos, pois a própria balança ocasiona uma variação no peso, podendo estar desregulada, em um piso desnivelado, com a bateria fraca e até mesmo a umidade do banheiro pode interferir na leitura da pesagem. Se você se espelha em alguém, e esta pessoa mede 1,70m e pesa 54 kg, não se engane achando que você terá o mesmo corpo dela se pesar 54 kg. Respeite a si mesmo, a nutrição é extremamente individual, o peso adequado varia de pessoa para pessoa, independentemente dos padrões estéticos. Fique atento para não se importar apenas com peso e corpo sarado, esquecendo-se da saúde. Entre os diversos sentimentos provocados pela excessiva preocupação com a balança estão a ansiedade e o desânimo, que podem colocar tudo a perder. Por fim, se ame e busque o seu melhor. Faça as pazes com a balança e faça do espelho o seu melhor amigo!


Revista Auê #2  

Revista Auê - Edição #2 - Dezembro/13 e Janeiro/14 - #eutonarevistaaue - Um produto Cerrado Comunicação.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you