Page 1

Estilo de Vida

DECORAÇÃO

Um novo layout para as cozinhas

LUXO

O ranking das grifes mais luxuosas

TURISMO Colômbia em pauta

ARQUITETURA

Ano 11 Nº 56 R$ 12,00

SAÚDE Respeito à segurança em Cirurgias Plásticas


* 6 5 : ; 9 < h ² 6    ( * ( ) ( 4 , 5 ; 6    ) 9 0 * 6 

A vida acontece de verdade em uma

casa de verdade

(Central de Atendimento Leroy Merlin): Capitais 4020-5376s$EMAIS2EGIÜES0800-0205376

www.leroymerlin.com.br

SOROCABA - SP - RODOVIA RAPOSO TAVARES, KM 101, PRÓXIMO AO SHOPPING IGUATEMI ESPLANADA Segunda a sábado, das 8h às 22h. Domingos e feriados, das 10h às 20h.


3 ( . , 4    + , * 6 9 ( h ² 6    1 ( 9 + 0 5 ( . , 4

A LEROY MERLIN acredita em casas de verdade. Sabe que as coisas mais importantes da vida acontecem nela, e quer ajudar você a transformar cada cantinho como sempre sonhou. Por isso, tem mais de 80 mil produtos para construir, reformar e decorar com o menor preço sempre. Além de atendimento especializado e serviços diferenciados. Venha para a LEROY MERLIN.

#CasaDeVerdade

Siga-nos: fazermais.info instagram.com / leroymerlinbrasil

twitter.com / ,EROY-ERLIN"2! pinterest.com / leroymerlinbr

facebook.com / LeroyMerlinBrasil youtube.com / ,EROY-ERLIN"2!


EDITORIAL Capa: DĂŠbora Aguiar

Foto: Henrique Cunha

O QUE ESPERAR DE 2017 começou incerto, confuso, sem grandes perspectivas; começou como se 2016 ainda não tivesse acabado. Tudo estå pendente. Não se sabe quais decisþes Trump vai tomar como presidente dos Estados Unidos e como elas afetarão o mundo e o Brasil, não se sabe como o Reino Unido vai realizar sua saída da União Europeia, se o Irã continuarå fazendo testes com mísseis e se a crise política e econômica no Brasil terå uma solução. Mas 2017 começou com pessoas mais fortes, que foram selecionadas durante 2016, um ano que separou os fortes dos fracos de caråter e índole, aqueles que buscaram se aperfeiçoar daqueles que se acomodaram em sua zona de conforto. Das liçþes aprendidas em 2016, a mais importante Ê estar sempre preparado para o inesperado. E a ARQ&DESIGN tambÊm aprendeu as liçþes de 2016. Fez mudanças, se adaptou, VHUHQRYRXVHSUHSDURXSDUDWHPSRVLQFHUWRVFRPXPDHTXLSHGHSUR½VVLRQDLVTXHVmR referência em suas åreas, alguns que estão desde as primeiras ediçþes e outros que foram convidados a fazer parte da revista, trazendo sua experiência, vontade de trabalhar e fazer parte de um grupo que acredita neste produto. 2017 Ê tambÊm o ano do Galo, que começou em 28 de janeiro e que pede que as pessoas ajam com honestidade, coragem, compaixão e transparência. Esse comportamento DMXGDUiDSDVVDUSRUXPDQRTXHVHUiLQWHPSHVWLYRSHGLQGRUHžH[mRDQWHVGDWRPDGDGH decisþes. A ARQ&DESIGN estå preparada. E você?

Sandra Vergili

',5(725(;(&87,92 Elias Boy Sampaio &225'(1$d­2*(5$/ Anelise Santosanelise@revistaarqdesign.com.br -251$/,67$5(63216Ă&#x2C6;9(/ Sandra Vergili â&#x20AC;&#x201C; MTB 23.342sandra@revistaarqdesign.com.br (',725$d­2'($57( CH&R Comunicação Visualwww.chr1.com.br &20(5&,$/ Aline Gattazaline@revistaarqdesign.com.br (15) 99700-1402 Jonathan Oliveira Sampaiojonathan@revistaarqdesign.com.br (15) 98152-7698 352'8d­2'(02'$ Camila Stecca Stefancamila.sstefan@gmail.com )272*5$),$ Melina Menconi e Henrique Cunha ),1$1&(,52 Soraia Salgadofinanceiro1@revistaarqdesign.com.br )(&+$0(172',*,7$/ Leandro Marcelo Ismerimleandro.ismerim@gmail.com ,035(66­2 GrĂĄfica Santa Edwigeswww.graficasantaedwiges.com.br

12

ARQ&DESIGN

Fica proibida a reprodução parcial ou completa do conteĂşdo dessa publicação sem a prĂŠvia autorização dos responsĂĄveis. Somente as pessoas que constam nesse expediente estĂŁo autorizadas a falar em nome da revista. Nenhuma pessoa estĂĄ autorizada a retirar objetos para as fotos do editorial sem a apresentação de um documento da direção da revista. Os artigos assinados sĂŁo de responsabilidade de seus autores. Redação, Publicidade e CorrespondĂŞncia: Rodovia Raimundo Antunes Soares, 2.270 â&#x20AC;&#x201C; Km 100 Votorantim â&#x20AC;&#x201C; SP â&#x20AC;&#x201C; Cep: 18115-120 â&#x20AC;&#x201C; Tel/Fax: (15) 3242-2574 portal@revistaarqdesign.com.br


SUMĂ RIO

16 24

16 24

79

TURISMO: ColĂ´mbia â&#x20AC;&#x201C; Charme, boa gastronomia e cultura

86 89

Bagagem â&#x20AC;&#x201C; 1RYDVUHJUDV½TXHDWHQWR

93 DESCOBERTAS: Móveis e decoração ARQUITETURA: DÊbora Aguiar 6R½VWLFDomRHGHVFRQWUDomRVHPDJUHGLU o meio ambiente

34

SBID â&#x20AC;&#x201C; Projeto premiado na categoria Design de Interiores

45

DECORAĂ&#x2021;Ă&#x192;O: Cozinhas maiores e mais ousadas

54 59

Cadeira Panton completa 50 anos

71

GASTRONOMIA: Forma correta de higienizar os alimentos

PAISAGISMO: A clĂĄssica simetria, por SĂŠrgio Gonzalez

89

14

45

ARQ&DESIGN

101

MOTOR: Bentley Bentayga â&#x20AC;&#x201C; Mais um incrĂ­vel exemplar de SUV de luxo LUXO: O ranking das grifes mais luxuosas SAĂ&#x161;DE: Ultrapassando os limites da ciĂŞncia

104

Segurança em cirurgias plåsticas

108

MODA: Editorial Aproveitando R½QDOGDHVWDomR

114

Beleza A sedução da cor

120

Dermaroller O tratamento de pele do momento

108


DESCOBERTA DESCOBERTAS AS ÁGUA PURA Buscando fornecer água livre de impurezas e bactérias, a Docol criou a linha DocolVitalis, que além de sua função principal, traz um design inspirado nas formas das garrafas de água. www.docol.com.br

FORMAS CHINESAS Inspirada nos chapéus e telhados chineses, a Coleção Shangai, design de Ana Neute, ganhou um novo acabamento para as luminárias, o preto microtexturizado. www.itenscollections.com

EM ALTA Com um modelo clássico, a Clami apresenta a poltrona DUE. Podendo ser usada em diferentes ambientes, a peça é delicada e possui diversas possibilidades de acabamento e oito cores. www.clami.com.br

CORES RENOVADAS Criada por Jasper Morisson em parceria com a Vitra, a cadeira All Plastic Chair ganhou novas cores. A tradicional cadeira é conhecida por ser compacta, elegante e confortável. www.vitra.com

CINCO EM UM – A cama multifuncional Space Up é ideal para otimizar espaços. Ela possui um armário embutido com gavetas e uma área interna para guardar o que desejar. www.etna.com.br

16

ARQ&DESIGN


DESCOBERTAS

PARA O QUARTO Criada pelos arquitetos Manzoni e Tapinassi, a Cama Dolcevita Ê uma novidade da Natuzzi Itålia. Com inspiração vintage e acabamento capitonê, ela Ê produzida de forma artesanal. www.natuzzi.com.br

MUITA COR â&#x20AC;&#x153;Brabuletaâ&#x20AC;?. Esse ĂŠ o nome de uma das linhas da coleção FĂĄbula lançada pela Tok&Stok. Com diversos itens como roupas de cama, almofadas e toalhas, as peças irĂŁo colorir o quarto das crianças www.tokstok.com.br

BRASILIDADE Trazendo um toque brasileiro sileiro que se funde com o desenho senho clĂĄssico da tradicional trona poltrona BĂŠrgere, a Poltrona g BĂŞ â&#x20AC;&#x201C; assinatura Lattoog WA Design para Coleção AWA pçþes Florense â&#x20AC;&#x201C;, tem duas opçþes de cores e madeira. ZZZžRUHQVHFRPEU 18

ARQ&DESIGN

CRIAĂ&#x2021;Ă&#x192;O INUSITADA A Spirit acaba de lançar a linha de guarda-sĂłis Revolution. Com a ideia de abertura invertida e ferramenta estilo â&#x20AC;&#x153;saca-rolhasâ&#x20AC;? na haste, as peças prometem funcionalidade. www.myspirit.com.br

PARA O BANHO A Doka Bath Works apresenta a banheira Pescadero. Com design que lembra uma RQGDRPRGHORSRVVXLWUDoRVUH½QDGRVH RQGDR detalhes que criam linhas sombreadas. detalhe www.banheirasdoka.com.br www.b


O pai da arquitetura orgânica Nascido na Catalunha (Espanha) em 25 de junho de 1852 Gaudí revolucionou a arquitetura mundial com seus volumes e curvas que se inspiravam em animais, plantas, criando e disseminando a arquitetura orgânica para todo o planeta. O Santuário da Sagrada Família, em Barcelona, é síntese do estilo de Gaudí. A obra está inacabada HGHYHVHU±QDOL]DGDHP

ARQ&DESIGN

21


O Parque Guell foi criado para ser uma cidade-jardim. Declarado PRQXPHQWRXQLYHUVDOSHOD81(6&2RSDUTXHWUD]DVPHVPDVFXUYDV e mosaicos presentes em outras obras do arquiteto.

Falecido hå 90 anos, Antoni Gaudí Cornet Ê atÊ hoje um dos poucos nomes da arquitetura mundial que Ê conhecido por todos, mesmo por aqueles com pouco conhecimento da årea. Suas obras continuam vivas, algumas inacabadas como o Santuårio GD 6DJUDGD )DPtOLD FRP D ½QDOL]Dção prevista para 2026. Arquiteto que tem sua marca registrada na liberdade de forma, cor e texturas, com características voluptuosas e orgânicas, Gaudí trabalhou por quase toda sua vida em Barcelona. Nascido em Reus, povoado próximo a Barcelona e localizado na região costeira da Catalunha, Gaudí tinha origem humilde e mostrou desde cedo interesse pela arquitetura, indo estudar em 1869 em Barcelona, então o centro político e intelectual da Catalunha. O estilo de Gaudí atravessou diferentes fases. Quando saiu da faculdade de arquitetura, tinha um estilo 9LWRULDQREDVWDQWHžRULGRPDVMiVH destacava pela justaposição de massas geomÊtricas, inÊdita para a Êpoca. Em pouco tempo o arquiteto jå se mostrou capaz de criar soluçþes originais e desenvolveu um estilo orgânico inspirado na natureza. Gaudí tambÊm soube como poucos fazer uso da luz, tornando-a mais um elemento em seus projetos, transformando suas obras em tesouros arquitetônicos e artísticos da humanidade. PONTOS TUR�STICOS O ineditismo e a genialidade transformaram as obras de Gaudí em pontos turísticos, principalmente em Barcelona, onde se concentra grande parte de sua criatividade. Ponto turístico mais simbólico e visitado de Barcelona, a Sagrada Família representa uma síntese da teoria e da pråtica de Gaudí. Com construção iniciada em 1882, a obra continua inacabada tendo passado

22

ARQ&DESIGN


por diversos arquitetos descobertos por ele. Trata-se de uma obra-prima, repleta de nuances e simbologias e religiosidade, tornando o local um ponto turístico imperdível para quem visita a cidade. Outra obra do arquiteto que deve ser visitada em Barcelona é o Parque Guell, criado por Gaudí a mando de seu mecenas (patrocinador das artes, da ciência e educação) Eusebi Guell. Ele encarregou o arquiteto de construir uma cidade-jardim em um terreno de 20 hectares. Declarado monumento de caráter universal pela UNESCO em 1984 junto a outras obras do arquiteto catalão, o parque revela imensa beleza através de suas curvas e mosaicos. Mais conhecida como La Pedrera, outra obra-prima de Gaudí é a Casa Milà, encomendada por Pere Milà, proprietário do terreno e caracterizada por muros de pedras com ondulações marcadas por estruturas de ferro. A casa hoje abriga uns poucos moradores e escritórios de arquitetura, mas em sua grande parte é um museu com obras do arquiteto e peças que contam como era a casa na época de sua construção, em 1907. Arquiteto admirado, apesar de considerado excêntrico, Gaudí foi um participante importante da Renaixensa catalã, um movimento artístico revivalista das artes que se combinou com um movimento político nacionalista, que tinha como base um sentimento anti-castelhanismo. Ambos os movimentos tentaram restabelecer um estilo de vida na Catalunha que tinha sido suprimido pelo governo de Madrid, ao longo do século XVIII e XIX. O Santuário da Renaixensa em Barcelona era a igreja da Sagrada Família. Gaudí sempre dizia que uma obra de arte deve ser sedutora e universal. E assim foi seu legado, repleto de formas, volumes, curvas, política, religião e nacionalismo.

Conhecida como La Pedrera, a Casa Milà é outra obra-prima de Gaudí, marcada por muros de pedras com ondulações e estruturas de ferro. A casa abriga um museu com obras do arquiteto.

ARQ&DESIGN

23


ARQUITETURA

24

ARQ&DESIGN


Fotos: Tuca Reines

Simbiose entre arquitetura e meio ambiente Protejetada por Débora Aguiar, essa residência de lazer localizada em Indaiatuba, nasceu da preocupação dos proprietários em receber a família e amigos num ambiente sofisticado e descontraído, sem agredir a natureza preservada ao redor. ARQ&DESIGN

25


&DVDOFRPGXDV½OKDVDGXOWDV amantes dos amigos, vinhos, tĂŞnis e esportes, os proprietĂĄrios de uma ĂĄrea de 800 m² sendo 700 m² de ĂĄrea construĂ­da, em Indaiatuba, resolveram ampliar as instalaçþes construindo uma nova sede, localizada prĂłxima Ă mata de preservação jĂĄ existente. A arquiteta DĂŠbora Aguiar projetou uma nova residĂŞncia, com novas ĂĄreas de lazer, preservando todas as ĂĄrvores existentes e com a melhor solução de acesso e de insolação. De acordo com a arquiteta, a nova residĂŞncia em estilo contemporâneo, conta com um corpo central com pĂŠ-direito duplo e entrada principal Ă  casa feita pelo nĂ­vel superior do lote e que dĂĄ acesso direto pela rua. O hall de chegada distribui simetricamente os acessos para os quartos, estando de um lado duas suĂ­tes de hĂłspedes e do outro a suĂ­te mĂĄster, com sala intima, quarto, banheiro e closet. â&#x20AC;&#x153;Este hall ĂŠ aberto para o pĂŠ direito duplo da sala embaixo e permite, desde a chegada, a visĂŁo espetacular da ĂĄrea de lazer com a mata circundanteâ&#x20AC;?, explica DĂŠbora.

Os revestimentos em pedra nas paredes de vårias partes da residência, vigas de madeira no teto que formam o pergolado externo, que avança de fora para dentro, cobrindo todo o forro da casa. 26

ARQ&DESIGN


ARQ&DESIGN

27


Luz natural e a natureza abundante acolhem o visitante O pé-direito duplo da entrada favorece não apenas a visão da exuberante paisagem externa e o contato com a natureza, mas também garante um excelente conforto térmico, uma das intenções do projeto. Descendo a escada para o andar inferior, logo na chegada pode se ver uma imponente adega de parede a parede, que ilustra uma das grandes paixões do dono da casa. Toda feita em madeira clareada, a adega é climatizada e com muito espaço para as bebidas de propriedade do casal e para outras aquisições que estão por vir. Um aparador especialmente desenhado para o ambiente dá o suporte para o prazer de seleção e escolha do vinho preferido para a ocasião, além de servir de anteparo para o sofá que, estrategicamente, permite uma bela vista do jardim e da mata nativa. Poltronas italianas tipo “love seat” são dispostas simetricamente, formando o conjunto de conversa e encontro, com imensas mesas em toras de reaproveitamento ao centro, e um banco

Repleta de grandes portas, paredes de vidro e de um pé direito duplo que permite uma maior circulação de ar puro, a casa é inundada pela OX]HSHODPDWDSUHVHUYDGD existente ao lado da casa. 28

ARQ&DESIGN


ARQ&DESIGN

29


componível que faz a divisão e ao mesmo tempo a integração com o terraço. Ao lado, o home theater com lareira também traduz outra paixão dos proprietários, e é ladeado por estantes que acomodam objetos, livros e pequenas coletâneas das inúmeras viagens deste casal que ama a vida e tem olhar de criança curiosa explorando a vida mundo afora. Do outro a sala de jantar, uma mesa exclusiva com design de Débora Aguiar e um jogo de pendentes de várias alturas sobre ela trazem personalidade e VR½VWLFDomR DR DPELHQWH $ LOXminação, por sinal, é detalhada e indireta, valorizando as paredes em madeira e texturas variadas que formam o conjunto interessante que mescla design e conforto o tempo todo em uma linguagem atemporal. Integrado à sala está o terraço, um ponto de encontro e relaxamento voltado totalmente para o jardim, com sofá em madeira e corda náutica, poltronas de balanço em madeira e mesa em pedra, design especial Debora Aguiar. Ainda há uma cozinha de apoio, uma vez que a cozinha principal

Com design da própria Débora, as mesas da sala de jantar e da área GHUHOD[DPHQWRID]HPFRPSRVLomR com sofás confortáveis sob o pergolado contíguo, que une as áreas interna e externa da casa. 30

ARQ&DESIGN


ARQ&DESIGN

31


estĂĄ na casa antiga, um espaço gourmet junto Ă piscina e uma sala de ginĂĄstica envidraçada e espeOKDGD UHžHWLQGR DV iUYRUHV FRP equipamentos de Ăşltima geração, que oferece o apoio completo para este casal esportista que mesmo nos momentos de lazer tem o prazer de se exercitar. Mais abaixo no jardim, estĂĄ a ĂĄrea gourmet, com mesa em tora e cadeiras italianas, bancadas gourmet em granito e armĂĄrios em madeira de demolição; despensa, louçeiro, sauna e vestiĂĄrio. O lavabo, assim como vĂĄrias ĂĄreas desta casa, sĂŁo abraçados pelo jardim feito pelo paisagista Gilberto Elkis, com laguinho de carpas, bicas dâ&#x20AC;&#x2122;ĂĄgua e um paisagismo exclusivo e que se integra perfeitamente Ă  mata nativa. Um pergolado estende a ĂĄrea gourmet para mais perto da piscina, onde uma mesa aperitivo e poltronas italianas oferecem o cantinho para tomar um vinho e estar integrado com quem estiver na piscina ou tomando sol, transformando o ambiente num cantinho do paraĂ­so, ladeado pela natureza e pelo capricho do projeto que pensou em todos os detalhes.

DĂ&#x2030;BORA AGUIAR ARQUITETOS

Rua CanadĂĄ, 139 â&#x20AC;&#x201C; Jardim Paulista â&#x20AC;&#x201C; SĂŁo Paulo â&#x20AC;&#x201C; SP â&#x20AC;&#x201C; (11) 3889-5888 / 3889-5887 deboraaguiar.com.br

32

ARQ&DESIGN

Na årea íntima da casa, DÊbora Aguiar lançou mão da madeira e de pedras para dar um ar de rusticidade às suítes principais, GRV¹OKRVHGHKyVSHGHV Nos banheiros da årea íntima imperam a simplicidade, praticidade e bom gosto.


ARQ&DESIGN

33


ARQUITETURA

CHALÉ PREMIADO

34

ARQ&DESIGN

Um chalé localizado na cidade de Kitzbühel, na Áustria, foi o grande vencedor do SBID Awards 2016, prêmio concedido anualmente pela Sociedade de Design Britânico e Internacional (SBID), na categoria Design de Interiores com investimento inferior a 1 milhão de Libras. O projeto assinado pelo escritório de arquitetura Landau + Kindelbacher concorreu com talentos da indústria do design de 43 países dos 4 continentes. Em sua sexta edição, a premiação SBID é considerada como um dos maiores elogios da excelência em design de interiores e vem ano a ano destacando projetos desta indústria em 14 categorias, que são avaliadas por um painel técnico, pelo voto do público e por peritos da indústria do design. O projeto vencedor de 2016 foi um chalé espaçoso


e aconchegante, que manteve a tradição do estilo de construção alpino austríaco combinado com elementos contemporâneos e toques de sustentabilidade. Os dois edifícios que compõe o chalé estão apoiados em uma encosta rochosa que permite aos moradores uma visão exuberante dos Alpes Austríacos de Kitzbühel. O Chalé recebeu revestimentos em grande escala de madeira recuperada para pisos, paredes e tetos, criando um visual consistente, reforçado por um mobiliário com tons neutros e terrosos que, propositalmente contrastam com o aço preto mate e a pedra natural escura. Um dos destaques deste projeto é a área de spa, onde a atmosfera contemplativa é reforçada por um projeto de iluminação aconchegante e inspirador, que remete à atmosfera mágica dos alpes austríacos.

ARQ&DESIGN

35


Os proprietårios da empresa, Gerhard Landau e /XGZLJ.LQGHOEDFKHUD½UPDUDPTXHIRLXPDKRQUD receber este importante prêmio internacional de design, que permite aos vencedores de cada categoria ID]HU SDUWH GH XPD UHGH GH SUR½VVLRQDLV GH GHVLJQ de elite.

Sociedade de Design Britânico e Internacional A Sociedade de Design Britânico e Internacional 6%,' pXPDRUJDQL]DomRGHYDORUL]DomRSUR½VVLRQDO da indústria de design de interiores no Reino Unido, que apoia ainda o trabalho dos designers e da indústria do setor. A SBID Ê composta por 16 membros do

36

ARQ&DESIGN

Conselho Europeu de Arquitetos de Interior, que avalia DQXDOPHQWH SURMHWRV H SUR½VVLRQDLV GHVWDFDQGR RV melhores em suas åreas. $ RUJDQL]DomR RIHUHFH VXSRUWH D SUR½VVLRQDLV do design de interiores credenciados não apenas do Reino Unido, mas de todo o mundo, criando uma rede de mais de 224.000 participantes da indústria. Com um aumento de 25% nas inscriçþes, o prêmio de 2016 foi uma das ediçþes mais representativas, incluindo talentos do design de países como China, Kuwait, Canadå, �ndia e Emirados à rabes Unidos. Entre os juízes da edição de 2016 estavam representantes de empresas como What?, BBC, National History Museum de Londres, The Boeing Company, Google e YouTube.


ARQUITETURA

Paisagismo, luz natural e espaços de descanso jå fazem parte de projetos arquitetônicos de vårias empresas brasileiras, e jå são tendência do mercado mundial. O resultado vem com a maior qualidade de vida dos funcionårios e maior produtividade.

Empresa com jeito de casa

Hå alguns anos a arquitetura corporativa ganhou uma nova cara. Os escritórios frios, com estaçþes de trabalho do mesmo tamanho e impessoais deram espaço para projetos arquitetônicos humanizados, confortåveis e descontraídos. A ideia Ê que os funcionårios se sintam em casa, com um toque de aconchego. 8P H[HPSOR HVWi QD žDJVKLS ORMDFRQFHLWR  GD Lider Interiores, empresa do setor mobiliårio. Instalado num dos endereços mais cobiçados da capital paulista, o espaço ganhou ares de casa graças ao projeto dos arquitetos Fernando Forte, Lourenço Gimenes e Rodrigo Marcondes, do escritório FGMF Arquitetos, e do paisagismo de Juliana Freitas. A loja de 800 m² foi dividida em três ambientes. Um deles Ê a transição entre o espaço público e o interior da loja, onde estão os jardins suspensos que recebem os clientes na entrada e os acompanham por todo trajeto atÊ a årea externa. No espaço intermediiULRXPPH]DQLQRVXVSHQVRQRFHQWURGDORMDžXWXD e serve como uma ponte que liga os dois prÊdios do showroom. O resultado foi um espaço menos impessoal que normalmente marcam ambientes corporativos, com um toque intimista, confortåvel e funcional, que vale não apenas para o trabalho, mas que pode ter o papel de receber reuniþes informais. 1RYRVWHPSRVSHGHPQRYRVDPELHQWHV

LIDER INTERIORES

www.liderinteriores.com.br

FGMF ARQUITETOS www.fgmf.com.br

38

ARQ&DESIGN


ARQ&DESIGN

39


ARQUITETURA

A arquitetura

como ferramenta HĂĄ 14 anos desenvolvendo grandes projetos e obras de sucesso, o arquiteto MĂĄrcio Pedrico se tornou referĂŞncia em arquitetura e inovação, e ďŹ gura entre os nomes mais importantes deste mercado em Sorocaba, na regiĂŁo e, atĂŠ mesmo, no Brasil.

40

ARQ&DESIGN

â&#x20AC;&#x153;F

aço arquitetura com alegria e prazer, penso que HVWHMDDtRUHVXOWDGRGHSURMHWRVGHVXFHVVR³&RPHVWD ½ORVR½DGHWUDEDOKRRDUTXLWHWR0iUFLR3HGULFRFRQTXLVtou um lugar de destaque no segmento de arquitetura local e atÊ nacional, com mais de 6 mil projetos desenvolvidos em todo o Brasil e exterior. Mårcio iniciou sua atuação na construção civil em 1986, atuando em todas as fases de uma obra e acredita que essa experiência seja seu diferencial no mercado. Formado em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo, Pedrico tem especialização em Design de Ambientes. Em pouco tempo se destacou entre os grandes nomes da arquitetura local, fazendo inclusive parcerias com grandes empreendimentos.


ARQ&DESIGN

41


MĂ RCIO PEDRICO ARQUITETOS

Avenida Caribe, 119 â&#x20AC;&#x201C; Jardim AmĂŠrica â&#x20AC;&#x201C; Sorocaba â&#x20AC;&#x201C; SP (15) 3222-5728 â&#x20AC;&#x201C; www.marciopedrico.com.br

42

ARQ&DESIGN

Com uma linguagem de arquitetura moderna, prĂĄtica e de sucesso, MĂĄrcio tambĂŠm apresenta seus projetos no exterior, participando de congressos, concursos e palesWUDVD½PGHDSULPRUDUDTXLORTXHHOHJRVWDHVDEHID]HU a arquitetura. AlĂŠm disso, durante as viagens aproveita para buscar novidades e tendĂŞncias. Embora seu escritĂłrio esteja em Sorocaba, o arquiteto atende a clientes de vĂĄrias cidades da regiĂŁo como Itu, Indaiatuba, Votorantim, SĂŁo Roque, Boituva, TatuĂ­, TietĂŞ, Campinas, Araçoiaba, Itapetininga e SĂŁo Paulo, priorizando o atendimento direto com o cliente, para que todos os projetos sejam criados de forma Ăşnica. â&#x20AC;&#x153;Cada projeto possui caracterĂ­sticas prĂłprias e sem repetiçþes. Essa ĂŠ uma busca constante em meu trabalho para que nĂŁo haja uma Ăşnica identidade visual e para nĂŁo cair na mesmiceâ&#x20AC;?, explica. ApĂłs a criação e desenvolvimento do projeto arquitetĂ´nico â&#x20AC;&#x201C; como conceito, formas e função â&#x20AC;&#x201C;, MĂĄrcio conta com sua equipe para auxiliar no desenvolvimento dos projetos tĂŠcnicos e complementares, enquadramentos legais e tudo o que for necessĂĄrio para a conclusĂŁo efetiva do projeto. Para isso, conta com um escritĂłrio projetado por ele, com ambientes de total integração para uma imersĂŁo na arquitetura, ganhando novidades a cada ano na estrutura interna e externa para acompanhar o crescimento da empresa e as necessidades de ampliaçþes e renovaçþes. O espaço foi repaginado para que os clientes possam ter um contato visual com toda a equipe, com salas de reuniĂľes e apresentaçþes multimĂ­dia com equipamentos de alta tecnologia e espaços de espera com conforto especial para que o cliente se sinta em casa. +RMHDHTXLSHpIRUPDGDSRUSUR½VVLRQDLVGDDUquitetura e engenharia, que atuam sob o comando do arquiteto, que ĂŠ o Ăşnico criador e compositor de todos os projetos que o escritĂłrio desenvolve. â&#x20AC;&#x153;Composição de um SURMHWRpVHPHOKDQWHDFULDomRGH½OKRVH[LJHGHGLFDção extrema e saber entender exatamente o que cada um SHQVDQHVWHFDVRVmRRVFOLHQWHVÂłGH½QH


ARQ&DESIGN

43


DECORAĂ&#x2021;Ă&#x192;O O novo layout das

COZI NHAS O arquiteto Thiago PapadopoliWURX[HSDUDHVWDFR]LQKDWRQVQHXWURVSDUDSLVR HD]XOHMRFLQ]DHEUDQFRDPERVVHPEULOKRSDUDTXHRGHVWDTXH¹FDVVHSDUDD marcenaria. O tampo em Corian, sem emendas, proporcionou elegância ao ambiente.

Estrela da casa, ponto de encontro da família e de amigos, as cozinhas das casas das dÊcadas de 60 e 70 eram enormes. Ambiente para alimentação, lazer e histórias do dia a dia, a cozinha foi aos poucos perdendo importância nos projetos de casas e apartamentos a partir da dÊcada de 1980, fazendo deste um espaço meramente funcional. A paixão dos brasileiros pela gastronomia aliada à IDOWDGHVHJXUDQoDIH]FRPTXHDVSHVVRDV½FDVVHP cada vez mais em casa. Com isso, as cozinhas voltaram a ganhar atenção. Elas ganharam anexos, como os espaços gourmets, ganharam cores vibrantes,

móveis arrojados, acessórios de alta tecnologia e frequentadores que costumavam fugir deste ambiente. As cozinhas em branco total ou em tons pastÊis deram espaço para tons mais escuros como o preWRHRJUD½WHHDFHVVyULRVGHFRUHVYLEUDQWHVFRPRR amarelo, vermelho e laranja. Aproveitando a paixão pela gastronomia que assolou as casas brasileiras, as cozinhas tambÊm ganharam pequenas hortas para temperos, bibliotecas com livros de grandes chefs e grandes balcþes que servem não apenas para o preparo da comida como para receber amigos para uma taça de vinho. ARQ&DESIGN

45


Fotos: J. Vilhora

Para receber amigos e parentes numa FR]LQKDRQGHSRVVDFRQYHUVDUGXUDQWH o preparo das refeições, a arquiteta Orlane Santos criou um projeto com iUHDVEHPGH±QLGDV1RVHWRUGDiUHD de serviço há uma grande bancada para a preparação dos alimentos, ligada a outra bancada onde as pessoas SRGHPGLDORJDUFRPTXHPFR]LQKD A parede com armários deixa o espaço funcional e prático, além de servir como passagem para a sala de jantar.

46

ARQ&DESIGN


Fotos: Evellyn Muller

Para acomodar uma grande IDPtOLDXPDJUDQGHFR]LQKD 6R¹VWLFDGDHIXQFLRQDOIRL projetada por AR Arquitetura & Design e ganhou piso e bancadas no granito Preto Absoluto, dando a sensação de volume contínuo. Para a ilha do Cooktop, foi feita, sob medida, uma bancada em inox e uma longa coifa com iluminação especial. Na continuação da ilha, uma mesa quadrada Ê palco para cafÊs da manhã.

ARQ&DESIGN

47


Fotos: AndrĂŠ Bittencourt / ABDesign

O apartamento duplex construído na dÊcada de 60 foi reformado pelo Grupo SustentaX, para gerar um mínimo impacto sobre o meio ambiente. 2LPyYHOSRVVXLGXDVFR]LQKDVVHQGRDSULQFLSDOQR piso inferior e o espaço gourmet no piso superior. (PDPERVVHSULRUL]RXREHPHVWDUDWUDYpVGDERD ventilação, iluminação natural e espaços funcionais. A Lâmpadas Golden participou como parceira no desenvolvimento do projeto luminotÊcnico.

Com uma årea revestida com tijolos de demolição no HVWLORU~VWLFRDFR]LQKDSURMHWDGDSHODDUTXLWHWD Julyana BortolottoWUD]RVDUPiULRVLQWHLUDPHQWHFRQVWUXtGRVHP madeira Freijó, acabamento que dominou o ambiente. $FR]LQKDJDQKRXXPWRPU~VWLFRHDFROKHGRUTXHUHPHWH DVDQWLJDVFR]LQKDVGDVID]HQGDVPDVFRPXPWRTXHGH modernidade incluído na ilha na cor preta e coifa em inox.

48

ARQ&DESIGN


Fotos: Gilmar Veng

Atemporalidade na decoração, privilegiando tons neutros HHOHPHQWRVTXHWUD]HP cor, marca o projeto dos arquitetos Nelson Machado e Alexandre Weiss para o espaço gourmet de um duplex. O ambiente, com a parede principal na cor vinho e o piso em porcelanato que parece madeira, recebeu mobiliårio em marcenaria e conta com uma churrasqueira e um forno GHSL]]DDOHQKDDOpP de estar ao lado de um spa.

ARQ&DESIGN

49


Fotos: Evellyn Muller

50

ARQ&DESIGN

3DUDDPSOLDUDFR]LQKD e lhe conferir a sensaรงรฃo GDVJUDQGHVFR]LQKDV a AR Arquitetura & Design revestiu o piso com porcelanato claro, o mesmo dos armรกrios e da bancada, dando ao ambiente um ar fresh. A coifa suspensa em inox foi projetada especialmente para este espaรงo. Para as portas dos armรกrios superiores foi escolhido o acabamento HPYLGURSDUDGDUPDLVOHYH]D a estes elementos.


Fotos: Rogério Amendola

Com a proposta de conjugar estilos diferentes, como o clássico e o moderno, a designer de interiores Saviany Monteiro criou para um DSDUWDPHQWRGHPßXPDFR]LQKDHVSDoRVD com ilha e mesa para refeições rápidas. Ela optou pela neutralidade do padrão Pecan aliado ao charme marcante do Lancaster, dos móveis planejados Evviva Bertolini. $PRGHUQLGDGH±FDSRUFRQWDGDVSRUWDVHP vidro Nocciolla e o detalhe sustentável vai SDUDKRUWDHPEXWLGDQDSDUHGHGDFR]LQKD

ARQ&DESIGN

51


Fotos: Gilmar Veng

Pensada para uma família que adora receber, o escritório Machado & Weiss Arquitetura e Interiores criou para o apartamento GHPßHVVDFR]LQKDWRGD feita em marcenaria, piso em porcelanato e revestimento 3D Portinari nas paredes. A torre onde estão os eletrodomésticos, recoberta com painéis de vidro é um dos destaques deste ambiente.

52

ARQ&DESIGN


Fotos: J. Vilhora

&RUHVIRUWHVSRGHPWUDQVIRUPDUXPDFR]LQKD2VPyYHLV coloridos também podem ser tecnológicos, como aqueles que são abertos com um toque, tornando a vida mais prática, sem perder o charme. Para os arquitetos da AHPH Arquitetura, quem quer ousar, vermelho, preto HPHWiOLFRVmRFRUHVIRUWHVHSHUVRQDOL]DPRHVSDoR A geladeira, micro-ondas, forno, fogão, no estilo metálico JDUDQWHPRHVWLORPRGHUQRGDFR]LQKD

ARQ&DESIGN

53


DECORAĂ&#x2021;Ă&#x192;O

O Vitra Schaudepot, inaugurado em Junho de 2016, ĂŠ o mais novo prĂŠdio do Vitra Campus, projeto dos arquitetos %DVHO+HU]RJ GH0HXURQ

VitraHaus, construído em 2010 pelos DUTXLWHWRV+HU]RJ GH0HXURQ oferece ideias inspiradoras para sua FDVDQD9LWUDªV²DJVKLSVWRUH

Vitra Design Museum, projeto de Frank Gehry, construído na dÊcada de 1980, possui uma das maiores coleçþes de mobiliårio em todo o mundo.

Nova instalação no VitraHaus. Em Abril de 2016, Ă?ndia Mahdavi transforma o loft em Aliceâ&#x20AC;&#x2122;s Wonderland. VitraWork Space onde se tem uma visĂŁo abrangente do mobiliĂĄrio da Vitra para escritĂłrios e espaços pĂşblicos.

54

ARQ&DESIGN


Os 50 anos da icĂ´nica cadeira Arquiteto e Designer Verner Panton.

PANTON Tendo sua criação datada de 1965, a peça criada por Verner Panton foi a primeira cadeira produzida em plåstico moldado do mundo e revolucionou o universo do design

Moderna para sua Êpoca e um clåssico dos dias DWXDLV DVVLP SRGH VHU GH½QLGD D FDGHLUD 3DQWRQ Idealizada pelo designer e arquiteto Verner Panton, a história da peça tem início na dÊcada de 1960 quando Verner apresentou para a Vitra, empresa suíça de mobiliårio, um protótipo embutido de uma cadeira feita inteiramente de plåstico. Sendo realmente diferente de todas as criaçþes da Êpoca e a única cadeira de modelo completamente inteiriço, sem separação entre o assento e a estrutura, a ideia inovadora chamou atenção dos empresårios que decidiram começar a produção em massa da peça. 1RLQtFLRDFDGHLUDHUDPROGDGDHP½EUDGHYLGUR e a versão original trazia um acabamento de laca brilhante, que hoje em dia Ê comercializado com a nomenclatura de Panton Chair Classic. Somente em 1999 foi possível fabricå-la exatamente de acordo com a sua concepção, totalmente em plåstico duråvel e tingida atravÊs de uma superfície mate lustrosa.

Sendo versĂĄtil, leve e confortĂĄvel, a Panton se encaixa nos mais diversos espaços, podendo ser bem utilizada em ĂĄreas internas e externas. AlĂŠm disso, todas as suas medidas, ângulos, linhas e volumes foram estudados para que o corpo humano se adapte e se encaixe de forma perfeita. E foi graças a mĂĄxima de Verner de que â&#x20AC;&#x153;vocĂŞ se senta mais confortavelmente em cores que vocĂŞ gostaâ&#x20AC;? que a gama de tonalidades da peça sempre chamou atenção. Por isso, em comemoração aos seus 50 anos, a Vitra expandiu a paleta de cores da Panton e lançou uma edição especial com tom amarelo claro, conferindo uma atmosfera de verĂŁo para salas de jantar, jardim, varanda ou terraço. Graças ao seu grande sucesso, e por ser a primeira peça produzida pela Vitra, a icĂ´nica cadeira em formato de S tem seu protĂłtipo original no Vitra Design Museum e tambĂŠm faz parte do acervo de design clĂĄssico do Museu Pompidou em Paris.

ARQ&DESIGN

55


ONLINE

PARA SER APRECIADA DE TODAS AS FORMAS

revistaarqdesign.com.br $UT'HVLJQ5HYLVWD#DUTGHVLJQBUHYLV#UHYLVWDDUTGHVLJQR½FLDODUTGHVLJQ     

A Revista ARQ&DESIGN é distribuída gratuitamente nos condomínios horizontais e verticais de Sorocaba, Votorantim, Araçoiaba da Serra, Porto Feliz e Itu. 56

ARQ&DESIGN


DECORAÇÃOOPORTUNIDADESMOUTLET DECORAÇÃOOPORTUNID

Aparador nogueira 2m R$ 2.400 Mesa de apoio 75cm diâmetro R$ 1.150

Poltrona Olívia R$ 590 Pufff 1,10x0,90 R$ 1. 1.190

Puff junco R$ 749 Aparador tampo nogueira 2,10m R$ 2.490

Banqueta Junco R$ 669

Sofá retrátil 2,80m R$ 3.990

Cadeira encosto palha R$ 299

M OUTLET

Avenida Américo de Carvalho, 780 – (15) 3211-9271 – moutletmoveis.com.br

ARQ&DESIGN

57


DECORAĂ&#x2021;Ă&#x192;O

Tendências e inovaçþes da

CRAFT Design 2017 Realizada hå mais de 10 anos, a Craft Design Ê uma das mais importantes feiras de negócios do segmento de decoração, design e arte. O evento, realizado entre 10 e 13 de fevereiro em São Paulo, traz os principais lançamentos do segmento, criando novas tendências e modismo. Voltada a arquitetos, deFRUDGRUHV H SUR½VVLRQDLV GR setor, a Feira promove a cada seis meses a integração tanto de novos talentos, quanto de designers consagrados, com o setor produtivo e seus caQ½UD QDLV GH GLVWULEXLomR &RQ½UD vidades desta algumas das novidades edição.

1

5 4

2

3 1 â&#x20AC;&#x201C; Revestimento Plic, em bambu autoadesivo e de fĂĄcil aplicação. Com GHVHQKRVYD]DGRVHYDULDGRVGLVSRQtYHLV QDVFRUHVQDWXUDORIIZKLWHJUDÂąWHH turquesa. www.mosartelab.com.br. 2%ORRP/DPSSRU$DURQ3RUWHUÂąHOG possui ranhuras que permitem que o MDF se curve, formando pĂŠtalas que se sobrepĂľem. www.cortesia.online. 3 - LuminĂĄria pendente em CobogĂł, da &RUWHVLDSHUPLWHDSDVVDJHPGDOX] iluminando na medida certa. www.cortesia. online 4 â&#x20AC;&#x201C; Peças em cerâmica natural, Linha Palm Terra Nature da DK Home, em formato arredondado e borda quadrada, FRPGHVLJQTXHUHPHWHjQDWXUH]DZZZ dkhome.com.br 5 â&#x20AC;&#x201C; Almofadas da coleção Supercolor, Ana Morelli, confeccionadas em veludo e estampas tropicais. www. anamorelli.com 6 â&#x20AC;&#x201C; LuminĂĄria Rustic de Demolição, feita Ă mĂŁo, transforma resĂ­duos de madeira em objetos de GHVLJQZZZZRRGPRRGEUD]LOFRPEU 7 â&#x20AC;&#x201C; LuminĂĄria Caixa, de Junia Thuller, XQHPDGHLUDHOkPSDGDGHÂąODPHQWRV SDUDWUD]HURIDPRVRPHQRVpPDLVQD decoração. www.sacadadesign.com.br 8 â&#x20AC;&#x201C; Garrafa Abajur, por Junia Thuller, rec recheada de corda permite expandir a ililuminação para o local onde nĂŁo hĂĄ tomada prĂłxima. www.sacadadesign.com.br

6 8

7

58

ARQ&DESIGN


A clássica simetria Um jardim que nunca sai de moda e sobrevive a tendências, o jardim clássico, também conhecido como francês, tem um design com contornos bem definidos. Este jardim também deve seguir a arquitetura e o meio ambiente onde está inserido. ARQ&DESIGN

59


riado para emoldurar uma casa térrea em um terreno de aclive, o jardim projetado pelo arquiteto e paisagista Sergio Gonzalez faz uma leitura do jardim clássico, que acompanha os contornos das varandas, corredores e piscina da casa. Como a casa foi construída ao lado de uma área de preservação e dentro de um condomínio fechado,

60

ARQ&DESIGN

Gonzalez pensou nos detalhes da arquitetura, do terreno e da vegetação local. Como base para o paisagismo, o arquiteto criou um mosaico português bege e branco para os pisos e acesso de garagem, acesso principal, varandas e áreas de circulações. “Pensamos num jardim mais clássico, que se integrasse ao estilo da casa”, explica Gonzalez. A vegetação para o jardim foi pensada para que não houvesse necessidade de manutenção constante. Nos jardins de entrada foram utilizadas Palmeiras Imperiais e Palmeiras de Saia e para demarcar a entrada foram plantadas Kaizukas, as Cicas e os Buxos. Os caminhos que permeiam o jardim foram marcados por Moréias brancas e bicolores, Agapantos e a Iris. No jardim da piscina, o arquiteto e paisagista lançou mão de árvores frutíferas como Jabuticaba, Limão siciliano, além de alguns temperos, trazendo novos aromas ao espaço. Ao lado da piscina reinam algumas palmeiras, enquanto as primaveras brancas trazem beleza às pérgulas. Nos canteiros, as Orquídeas Bambú, as Gardênias e Lavandas trazem novos aromas e novos sentidos. Nas beiradas de muro foram


plantados os Podocarpus, escolhidos por sua resistência e por aceitar podas. E para destacar este projeto, Gonzalez criou um projeto luminotécnico onde a luz incide sobre as plantas maiores através de focos enterrados e nos detalhes de caminho usou balizadores com minúcias de cerâmica com foco indireto. Um clássico dos clássicos.

SERGIO GONZALEZ ARQUITETURA / PAISAGISMO / INTERIORES Av. Rudolf Dafferner, 400 – Bloco 03 – sala 213 – Bairro Boa Vista – Sorocaba (15) 3232-8490 / 99785-0765 www.sergiogonzalez.com.br

ARQ&DESIGN

61


Consulte aqui empresas e profissionais do setor da construção civil, altamente qualificados para construir, reformar ou decorar seu imóvel. Ligue para (15) 3242-2574


Com as temperaturas mais altas e corpos mais a mostra, as pessoas costumam cuidar mais da alimentação não apenas para manter o corpo em forma, mas para conseguir mais saúde. Mas Junto com o calor vem o risco de ter os alimentos estragados. Saiba como higienizå-los corretamente.

Tempo de cuidar do

corpo alimentação

&

Qual a forma correta de higienizar frutas, legumes e verduras? Como armazenar carnes para que durem mais? Com o calor e alta umidade, os alimentos tendem a ter uma vida mais curta, precisando de um cuidado maior na higienização e conservação. Segundo a docente do curso TÊcnico em Nutrição do Senac Sorocaba, Edjane Consorte Cinto de Almeida, os bares e restaurantes devem ter critÊrios baseados na Portaria CVS 5, de 09 de abril de 2013, que regulamenta a higienização e armazenamento de alimentos, normas que podem e devem ser reproduzidas em casa. A norma prevê, entre outras coisas, que seja feita a retirada de partes deterioradas dos alimentos, que devem ser limpos com ågua corrente e potåvel. Os alimentos com casca devem

ser imersos em uma solução desinfetante apropriada, seguindo as recomendaçþes do fabricante e enxaguar muito bem posteriormente. Essa solução pode ser feita em casa com a mistura de 1 colher de sopa (15ml) de Ă gua SanitĂĄria (2,5% cloro ativo) em 1 litro de ĂĄgua. Deixe os alimentos de molho nessa solução por 10 minutos e enxĂĄgue a seguir com ĂĄgua potĂĄvel. Antes de consumir carnes e peixes, Edjane aconselha que esses alimentos sejam conservados em local limpo, sem receber luz solar direta, organizado, livre de entulho e materiais tĂłxicos e que esteja dentro GDV HVSHFL½FDo}HV FRP UHODomR DR controle de temperatura. â&#x20AC;&#x153;Caso nĂŁo KDMD XPD LQVWUXomR HVSHFt½FD GHve-se seguir algumas regras como manter a carne ou peixe congelados num perĂ­odo mĂĄximo de 30 dias se

a temperatura estiver entre -11 a -18ÂşC. No caso de armazenamento sob refrigeração, os pescados crus podem ser mantidos no mĂĄximo por 3 dias se a temperatura estiver a 2ÂşC, os pescados cozidos devem ser mantidos por apenas um dia se a temperatura estiver a 2ÂşC. As carnes e embutidos em geral crus devem ser mantidos sob refrigeração no mĂĄximo por 3 dias se a temperatura estiver a 4ÂşC, explica a docente do Senac. MANIPULAĂ&#x2021;Ă&#x192;O DE ALIMENTOS Na hora de manipular os alimentos, os cuidados tambĂŠm devem ser rigorosos. Edjane recomenda higienizar muito bem o local onde o alimento serĂĄ manipulado com detergente e enxĂĄgue, alĂŠm de deixar o local de molho por pelo menos 10 minutos em uma solução com 2 colheres de sopa ĂĄgua sanitĂĄria (2,5% cloro ativo) para 1 litro de ĂĄgua. Deve-se enxaguar bem antes de usar. Os utensĂ­lios que serĂŁo usados para o manuseio das carnes e dos outros gĂŞneros alimentĂ­cios devem ser separados entre si, evitando que a mesma tĂĄbua seja utilizada para corte de carnes e legumes, por exemplo. Diante do crescimento da preocupação com o uso de agrotĂłxicos, Edjane lembra que o uso de ĂĄgua corrente em abundância ainda ĂŠ a melhor forma de minimizar a concentração nos produtos. â&#x20AC;&#x153;Infelizmente ainda nĂŁo existe neQKXPD UHFRPHQGDomR HVSHFt½FD para eliminar os agrotĂłxicos dos DOLPHQWRV3DUDUHDOPHQWH½FDUOLYUH deles, o melhor ĂŠ consumir produtos RUJkQLFRVFHUWL½FDGRVSRUDXGLWRULDÂł aconselha a docente do Senac. ARQ&DESIGN

71


GASTRONOMIA

Culinåria vegana Chega às panelas de grandes chefs Sem ovos, leite, carnes de qualquer tipo. Parece difícil criar um cardåpio vegano sem derrapar em pelo menos um ingrediente. Mas acompanhando essa nova onda, alguns chefs criaram pratos exclusivos para este público, entre eles o britânico Jamie Oliver.

Em Comida saudĂĄvel â&#x20AC;&#x201C; ClĂĄssicos para a famĂ­lia, lançamento da Globo Estilo, Jamie Oliver selecionou receitas clĂĄssicas e favoritas das famĂ­lias, que se encaixam no seu conceito de comida saudĂĄvel. O Livro conta tambĂŠm com tabela nutricional detalhada. 74

ARQ&DESIGN

Ser vegano ĂŠ mais que abrir mĂŁo de produtos de origem animal. Ă&#x2030; ser criativo para viver e comer num mundo de humanos totalmente dependentes de outros animais para comer, se vestir e atĂŠ sobreviver. Encontrar roupas e produtos a base de matĂŠrias primas vegetais ou minerais nĂŁo ĂŠ difĂ­cil, mas encontrar criatividade para criar pratos saborosos e atrativos ao paladar e aos olhos nĂŁo ĂŠ tĂŁo fĂĄcil. Para ajudar o grupo adepto a essa nova dieta, vĂĄrios chefs foram para a cozinha e criaram receitas saborosas, nutritivas e que enchem os olhos. Entre eles estĂĄ o chef britânico Jamie Oliver, conhecido por suas receitas fĂĄceis e nutritivas, que privilegia alimentos orgânicos. Em suas receitas veganas, Jamie seleciona alimentos que podem â&#x20AC;&#x153;substituirâ&#x20AC;? as carnes como fontes de proteĂ­nas, a exemplo do feijĂŁo, nozes, sementes e leguminosas. Das entradas Ă s sobremesas, Jamie montou um cardĂĄpio com mais de 30 opçþes de pratos criados especialmente para quem nĂŁo consome alimentos de origem animal, mas quem come carne tambĂŠm pode comer sem medo. Em seu site (www.jamieoliver.com), Jamie mostra ingredienWHVPRGRGHSUHSDURJUDXGHGL½FXOGDGHFDORULDV e informaçþes nutricionais. Entre os pratos nutritivos e fĂĄceis de fazer, escolhemos trĂŞs. %RPDSHWLWH


Salada de lentilha Ingredientes 200 g de lentilhas puy 1 maço de cebolinha 200 g de tomates cereja maduros 1 maço grande de salsa fresca de folha plana 1 limão Azeite virgem Modo de preparo Enxágue as lentilhas e, em seguida, cozinhe com bastante água e XPDSLWDGDGHVDODWp½FDUHPPDcias. Escorra e deixe esfriar. Corte DV FHERODV HP WLUDV ½QDV H FRUWH os tomates na metade. Pique a VDOVLQKD½QDPHQWHHDVIROKDVGD erva. Misture as lentilhas com as cebolinhas, tomates, ervas e 4 colheres de sopa de azeite. Adicione o suco de limão a gosto, tempere com sal marinho e pimenta preta. Sirva em seguida.

Macarrão vegetariano com molho de coco e curry Ingredientes Macarrão 2 abobrinhas verdes 2 abóboras amarelas 1 cenoura grande 2 espigas de milho 200 g de ervilhas frescas 1 punhado de ervas mistas como coentro, salsa de folhas planas, alecrim, orégano, tomilho Molho de coco 1 cebola pequena 1 dente de alho pequeno 1 colher de café de gengibre ralado 2 colheres de chá de açafrão 1 limão 200 ml de leite de coco 300 ml de água de coco 100 g de coco desidratado sem açúcar 1 colher de chá de curry em pó Modo de preparo Primeiro faça o molho. Descasque e pique grosseiramente a cebola e o alho. Misture todos os ingredientes em um processador de alimentos até TXH½TXHFUHPRVR7HPSHUHDJRVWR Usando um descascador, corte as DEREULQKDV H FHQRXUDV HP WLUDV ½nas e compridas. Coloque em uma tigela com o resto dos legumes. Despeje sobre o molho e misture bem. Salpique as ervas e um pouco do coco, deixando marinar por 30 minutos. Sirva em seguida.

Bolo invertido de maçã caramelizada Ingredientes 25 g de margarina vegana (usada também para untar a forma) 3 maçãs 195 g de açúcar mascavo 180 g de farinha simples 85 g de nozes 1 colher de chá de bicarbonato de sódio 1½ colher de chá de especiarias mistas (erva doce, canela ou outra de sua preferência) 80 ml de óleo de girassol 1 colher de chá de vinagre 1 limão Modo de preparo Pré-aqueça o forno a 180ºC e unte uma forma de bolo quadrada de mais ou menos 25 cm. Rale 2 das maças de forma grosseira e corte em lâminas a maçã restante. Derreta 85 g do açúcar e a margarina em uma panela, em seguida, despeje na assadeira. Cubra com a maçã cortada, em uma única camada. Em uma tigela, misture a farinha, o restante do açúcar, o bicarbonato de sódio e as especiarias. Em outra tigela misture o óleo, 180 ml de água, o vinagre, maçã ralada e raspas do limão. Misture os ingredientes secos com o molhado até formar uma mistura homogênea. Salpique as nozes e despeje a mistura sobre a camada de maçãs. Asse por 30 minutos ou até que um garfo saia limpo. Deixe o bolo esfriar por 5 minutos antes de tirar da assadeira. ARQ&DESIGN

75


Colombia em pauta

San AndrĂŠs vista do alto Por: Nora Gonzalez â&#x20AC;&#x201C; Jornalista e Relaçþes PĂşblicas

P

O charme de BogotĂĄ raticamente qualquer viagem Ă ColĂ´mbia começa por uma parada em BogotĂĄ. A cidade ĂŠ muito bonita e tem muita coisa legal para ver, especialmente o bairro de La Candelaria. A Praça de BolĂ­var ou da Constituição, onde estĂŁo prĂŠdios histĂłricos como a Capela do Sagrario, o PalĂĄcio da Justiça, o CapitĂłlio Nacional e a Catedral Primada de BogotĂĄ valem muito a visita. Ali mesmo pode-se comprar na rua as tĂ­picas â&#x20AC;&#x153;arepasâ&#x20AC;?, espĂŠcie de panqueca feita com farinha de milho que pode ser coberta com chocolate, queiMR FDUQH GHV½DGD RX GHJXVWDGD FRPR VH IRVVH SmR DFRPSDQKDQGRXPDUHIHLomR'HOLFLRVDV ImperdĂ­veis tambĂŠm sĂŁo o Museu Botero com qua-

dros e esculturas do prĂłprio Botero, alĂŠm de trabalhos de Monet, Degas, Dali, Matisse... O Museu do Ouro ĂŠ outro clĂĄsico, com 34.000 peças de ouro e 25.000 de cerĂĄmica, barro e madeira. Subir atĂŠ o topo do morro de Monserrate no telefĂŠrico rende Ăłtimas vistas e apesar de HVWDUDTXLO{PHWURVD&DWHGUDOGH6DOYDOHDYLDJHP Ă&#x20AC; noite BogotĂĄ ferve. Os restaurantes e bares da Zona Rosa ou do bairro de Chia sĂŁo uma festa. Um dos mais divertidos ĂŠ o AndrĂŠs, carne de res. Na questĂŁo segurança nĂŁo hĂĄ o que temer. As vistorias nos aeroportos sĂŁo extremamente rigorosas e ĂŠ normal ser revistado antes de entrar num prĂŠdio pĂşblico, particular ou num restaurante, assim como ver guardas particulares com armas potentes e bem Ă vista. ARQ&DESIGN

79


$3OD]DGHO Bolivar, em BogotĂĄ

No alto de Monserrate

PĂĄtio do Museu Botero

O lindo Museu Botero

AndrĂŠs Carne de Res

8 cores de mar em San AndrĂŠs San AndrĂŠs faz parte da ColĂ´mbia politicamente, mas JHRJUD½FDPHQWH ½FD D PHQRV GH  TXLO{PHWURV da NicarĂĄgua e a quase 800 quilĂ´metros da costa da ColĂ´mbia. A ilha em si ĂŠ muito pequena e estĂĄ tudo bastante concentrado na parte Norte. Para se locomover por lĂĄ o mais prĂĄtico ĂŠ andar a pĂŠ, alugar uma motinho tipo Scooter ou um carrinho de golfe. HĂĄ varias ilhotas bem em volta de San AndrĂŠs. As imperdĂ­veis sĂŁo Johnny Cay, Rose Cay e Hayne Cay. Tem uma piscina natural chamada El Acuario onde se pode ver todo tipo de peixinhos. AliĂĄs, o pessoal de lĂĄ diz que dĂĄ para ver 8 tons de azul na ĂĄgua â&#x20AC;&#x201C; mas depois de uns FRSRVGHUXPGiSDUDYHUDWp

Um bom restaurante local ĂŠ o Miss Celia, uma casinha super tĂ­pica caribenha. Outra excelente alternativa ĂŠ o La Regatta. Uma boa pedida sĂŁo os ceviches, os peixes grelhados com arroz com coco e plĂĄtanos, tambĂŠm conhecidos como patacones (banana da terra frita). Vale tambĂŠm provar o tĂ­pico caracol, um caramujo do mar gigante. Ir atĂŠ o â&#x20AC;&#x153;Hoyo Sopladorâ&#x20AC;? rende muitas fotos lindas e um pĂ´r-do-sol indescritĂ­vel, mas mergulhar em San AndrĂŠs ĂŠ um programa e tanto, especialmente com cilindro. LĂĄ descobri uns corais que quando vocĂŞ estala os dedos eles se fecham instantaneamente. 0DV HX QXQFD DFHUWDYD H ½FDYD HVWDODQGR R GHGR SDUDWRGRVPDLRUPLFR1RODGROHVWHGDLOKDSRGH

80

ARQ&DESIGN


Hoyo Soplador

Johnnie Cay visto desde San AndrĂŠs

Cartagena vista desde o Forte San Felipe

Mergulhar em San AndrĂŠs ĂŠ um passeio e tanto

Convento de La Popa

Portal de Los Dulces e as contruçþes caracterĂ­sticas de Cartagena se entrar na ĂĄgua diretamente, numa profundidade de 15 a 20 metros. Basta atravesar a estradinha que margeia a ilha e descer por umas escadas metĂĄlicas, presas diretamente nas pedras. AlĂŠm do ridĂ­culo de atravesar uma estrada com equipamentos que nos deixam parecendo uma das Tartarugas Ninjas, colocar as nadadeiras na escadinha, com o mar batendo na gente e nas pedras, nĂŁo ĂŠ nada fĂĄcil â&#x20AC;&#x201C; ainda asVLPXPtQ½PRVDFULItFLRHPIXQomRGRTXHYDLVHYHU no fundo do mar. A magia de Cartagena Se durante o dia Cartagena ĂŠ lindĂ­ssima, Ă noite ĂŠ mĂĄgica. Fora dos muros, visite o Cerro de la Popa, entre no

As tĂ­picas â&#x20AC;&#x153;chivasâ&#x20AC;? sĂŁo uma boa opção para passear em Cartagena Convento de la Popa e vĂĄ ao Forte San Felipe de Barajas. Dentro das muralhas ande Ă toa, visite a igreja San Pedro Claver e a catedral, circule pela Plaza San Diego e o bairro 6DQ'LHJRHDV²%yYHGDVÂłRVDUFRVTXH½FDPORJRHPbaixo da muralha que bordeia a cidade. Para passear entre num dos Ă´nibus coloridĂ­ssimos, as â&#x20AC;&#x153;chivasâ&#x20AC;? ou vĂĄ atĂŠ a Plaza de los Coches e compre um doce ou uma salada de frutas no Mercado de los Dulces. AliĂĄs, a ColĂ´mbia tem um doce tĂ­pico que eu teria apostado que foi inventado por um mineiro brasileiro: uns rolinhos de goiabada recheados FRP GRFH GH OHLWH Ă?WLPRV 7RGD &DUWDJHQD p FRPR um cartĂŁo postal vivo, cheio de charme. Ou, como di]HPRVFRORPELDQRV²PX\FKpYHUHÂł ARQ&DESIGN

81


TURISMO

A

Após 27 anos oferecendo o melhor em hotelaria para turistas que vão à China, o hotel The Peninsula Pequim está com novo layout. Localizado no distrito central de Wangfujing, o hotel conta com novos padrões de design, luxo e conforto, com fácil acesso ao melhor que a cidade de Pequim pode oferecer. Com as mudanças, os hóspedes contam com acomodações luxuosas, alta tecnologia, o melhor da culinária

82

ARQ&DESIGN

HOTEL PENINSULA www.peninsula.com

chinesa e internacional, além de tratamentos no Spa. O The Peninsula Arcade traz ainda marcas de luxo e exposições de arte moderna de artistas locais e internacionais. Os hóspedes são impactados já na chegada com um exótico jardim de entrada e com icônico portão chinês que segue até o lobby. Em seus quartos são recebidos com uma seleção de chás chineses e um mini bar cortesia.


Quem quer se hospedar com estilo, pode relaxar em um espaçoso quarto de 60 m², o maior da cidade. Cada quarto conta com hall de entrada, årea de estar e closet. O banheiro, todo em mårmore preto e branco traz banheira, chuveiro e produtos de luxo. $H[SHULrQFLD½FDFRPSOHWDFRPDOLQKDGHDPHQLWLHV nos quartos, tecnologia de ponta nos tablets e comandos em onze idiomas. Tudo Ê controlado com o toque de um ERWmRHRVKyVSHGHVSRGHP½FDURWHPSRWRGRFRQHFWDdos com serviços cortesia de ligaçþes VOIP e WiFi. A culinåria Ê reconhecida por suas opçþes de restaurante e o melhor da cozinha chinesa e internacional em dois estilosos restaurantes. O Huang Ting, especializado em culinåria cantonesa, oferece pratos típicos de Pequim. Uma nova årea externa, o Tea Lounge, serve o tradicional chå da tarde com mesas em estilo Ming. Jå a FDVDGHFKi7HD+RXVHWUD]XPDFROHomRGHFKiV½QRV todos guardados em um móvel de 200 anos. Inspirada pelos jardins chineses, a Jing Ê uma nova brasseire com lounge bar, com uma extensa carta de vinhos. Decorada em tons de verde suave, telas bordadas e murais de arte chinesa pintados a mão, serve cafÊ da manhã internacional, almoço a la carte e cardåpio asiåtico e contemporâneo, incluindo pratos orgânicos. The Peninsula Pequim tambÊm sedia reuniþes, eventos privados e casamentos.

ARQ&DESIGN

83


TURISMO

Uma terra de espetĂĄculos Lugar onde a neve ĂŠ encontrada por cerca de oito meses no ano, a LapĂ´nia ĂŠ conhecida pelos espetĂĄculos coloridos da Aurora Boreal

&REHUWDGHQHYHDPDLRUSDUWHGRDQRRORFDOpUHSOHWRGHEHOH]DVQDWXUDLV 84

ARQ&DESIGN

e pelo Sol da Meia-Noite. Por esta razão, o país Ê um destino certo para quem busca baixas temperaturas, muita natureza e uma beleza exótica. Localizada na Europa, no Círculo Polar à rtico, a Lapônia abrange o território da Finlândia, SuÊcia, Noruega e Federação Russa. Ela Ê um dos poucos lugares do mundo para visualizar os espetåculos do cÊu gerados pela Aurora Boreal. Estima-se que o fenômeno apareça por lå 200 dias no ano. Os meses mais frios, entre outubro e março, são os mais indicados para quem quer assistir a Aurora Boreal, que costuma aparecer com mais frequência de novembro a janeiro, quando o sol nem chega a nascer e as noites são muito frias. Por ser uma zona polar, a Lapô-


nia também é palco de outro grande fenômeno da natureza, o “Sol da Meia-Noite”, que ocorre no verão local, entre os meses de maio e julho. O fenômeno é resultado da inclinação da terra, que deixa o polo norte mais exposto ao sol, fazendo com que durante esse período a noite praticamente deixe de existir. PASSEIOS NA NEVE Mas além das aventuras noturnas, é possível vivenciar uma série de experiências diurnas. Os animais típicos da região, como os cães da raça Husky Siberiano, podem ser conhecidos de perto e é possível inclusive participar de passeios guiados por eles. Conhecida como a Terra do Papai Noel, na Lapônia não é difícil encontrar renas em fazendas, onde se conhece um pouco mais sobre a história local e ainda pode aproveitar para andar em um trenó de verdade. A capital, Rovaniemi, é a área

A Aurora Boreal leva muitos turistas para a Lapônia. dos apaixonados por Natal, não importa a época do ano. A cidade tem como ponto turístico o Santa Clauss Village, local onde encontrase a Vila do Papai Noel. Nesta vila, sempre embalada por músicas natalinas, típicas da época, há o posto de correio do bom velhinho e a casa do Papai Noel, onde ele está sempre presente. A cidade também é muito preparada para receber turistas e

tem uma série de bons restaurantes para apreciação da culinária local. Já os hotéis são uma atração a parte. Muitos deles imitam iglus, moradias típicas dos esquimós que viviam na região, mas de forma modernizada. Alguns são construídos com vidro para que em nenhum momento se perca tantas belezas naturais do local.

Os hotéis no estilo iglu permitem apreciar as cores no céu ao vivo. ARQ&DESIGN

85


TURISMO A partir de 14 de março quem embarcar em vĂ´os nacionais e internacionais encontrarĂĄ uma novidade no procedimento de envio de bagagens. Devido Ă nova norma que jĂĄ vinha sendo discutida desde o ano passado, o despacho de malas passarĂĄ a ser cobrado individualmente pelas companhias aĂŠreas. Atualmente, ao contrĂĄrio do que muitos pensavam, nunca foi praticada uma franquia de bagagens gratuita. De acordo com a assessoria de imprensa da AgĂŞncia Nacional de Aviação Civil (ANAC), na norma vigente o valor pago pelo despacho de 23kg em vĂ´os domĂŠsticos e 64kg em vĂ´os internacionais (duas bagagens de 32kg), estĂĄ embutido no valor total da passagem aĂŠrea. Nesse caso, todo passageiro, independentemente da quantidade de quilos que despachar ou mesmo que viaje somente com bagagem de mĂŁo, pagarĂĄ pelo valor unitĂĄrio. JĂĄ com a nova regra, as empresas aĂŠreas poderĂŁo discriminar os valores cobrados por cada serviço ofertado e o passageiro irĂĄ pagar somente pelo que utilizar. â&#x20AC;&#x153;Isso possibilita que o passageiro que viajar leve, pague mais barato. Com isso, a contratação do serviço de transporWHGHEDJDJHP½FDUiPDLVWUDQVSDrente para o consumidor e aqueles que nĂŁo despacham bagagem poGHUmR VH EHQH½FLDU FRP PHQRUHV preçosâ&#x20AC;?, explica a ANAC. Outra mudança estipulada com a nova norma ĂŠ que as empresas poderĂŁo oferecer opçþes de franquias de bagagens diferenciadas em um mesmo vĂ´o. Com isso, o passageiro poderĂĄ escolher a que melhor se encaixe no seu SHU½O$QRUPDVHUiDSOLFDGD somente para passagens aĂŠreas nacionais e internacionais adquiridas apĂłs o dia 14 de março, para as anteriores valem as regras praticadas atĂŠ a data da compra.

86

ARQ&DESIGN

Outras resoluçþes AlÊm da nova medida com relação à cobrança de bagagens, na mesma data, entrarão em vigor outras determinaçþes que vão desde as malas de mão atÊ os casos de cancelamento de passagens. Passando de 5kg para pelo menos 10kg, com as novas resoluçþes da ANAC, os passageiros poderão embarcar com malas de mão mais pesadas após março de 2017. Mas Ê LPSRUWDQWH½FDUDWHQWRSRUTXHDVGLmensþes e a quantidade de volume das bagagens de mão serão estabelecidas pelas companhias aÊreas. Para os casos de bagagens exWUDYLDGDV½FDGHWHUPLQDGRTXHHODV devem ser devolvidas em atÊ 7 dias para vôos nacionais ou 21 dias nos internacionais. A norma vigente då às empresas atÊ 30 dias para ambos

Novidade no envio de bagagens em vĂ´os

os tipos de vôos. Jå as indenizaçþes por malas extraviadas precisarão ser pagas em atÊ 7 dias caso as bagagens não sejam devolvidas nos prazos estipulados. Os anúncios para venda de passagens deverão informar ao cliente desde o início da consulta qual o valor total a ser pago na viagem. Com isso, serå possível visualizar alÊm do valor do bilhete tambÊm as taxas de embarque e de serviços. Se após a compra de uma passagem o viajante decidir não voar na data estipulada, ele poderå desistir do vôo em atÊ 24h, desde que o bilhete não tenha sido adquirido em menos de 7 dias antes da data de embarque. Outra alteração estå no valor das taxas de cancelamento, reembolso ou remarcação de um vôo. Com a nova determinação, os valores cobrados nesses três casos não poderão ser maiores que a quantia paga pela passagem, mesmo que ela seja proporcional. Com relação ao prazo para reembolso ou estorno ele deve ocorrer em atÊ 7 dias e não mais em 30 como Ê hoje. Com as novas regras foi criada ainda uma reserva garantida para passagens de volta. Conforme o que era praticado antigamente, se um passageiro perdesse o seu embarque de ida, automaticamente teria seu vôo de retorno cancelado. A partir de março isso muda e se avisado atÊ o momento da decolagem o não comparecimento no trecho de ida, a passagem aÊrea para DYROWD½FDJDUDQWLGD Para ajudar na compreensão das novas regras a ANAC e o MinistÊrio dos Transportes lançaram um hotsite com as principais informaçþes sobre o assunto que pode ser acessado a qualquer momento pelo endereço http://www.transportes.gov. br/aviacaoparatodos/.


MOTOR

CONDUTOR POLICIAL Direitos e deveres Blitz policiais são muito comuns e se um condutor nunca foi parado, provavelmente um dia serå. PorÊm ainda hå muitas dúvidas com relação a elas; quem pode ser parado? Quando uma blitz pode ocorrer? O que Ê permitido e proibido em uma blitz? Questþes essas que a Revista ARQ&DESIGN responde.

Um bloqueio viĂĄrio policial, ou blitz como ĂŠ mais FRQKHFLGR SRGH VHU UHDOL]DGR SDUD D ½VFDOL]DomR GR cumprimento das disposiçþes normativas previstas pelo CĂłdigo de Trânsito Brasileiro. â&#x20AC;&#x153;Muitas vezes elas sĂŁo reDOL]DGDVFRPD½QDOLGDGHGHYHUL½FDUDUHJXODULGDGHGR registro do veĂ­culo e o licenciamento anual deste. Uma blitz tambĂŠm acontece visando apurar a capacidade de condução do motorista, a situação de sua habilitação e se o mesmo estĂĄ sob efeito de ĂĄlcool, por exemploâ&#x20AC;?, explica o Professor de Direito e Policial Civil William Thiago de Moraes. Ainda conforme o docente, dessa forma, a solicitação de parada pode ser dada a qualquer condutor e ĂŠ permitido Ă s autoridades policiais o requerimento dos documenWRVGHSRUWHREULJDWyULRGRYHtFXORFRPRR&HUWL½FDGRGH Registro e Licenciamento de VeĂ­culo, alĂŠm da Carteira de Habilitação do motorista. William aconselha ao condutor que ao avistar uma blitz e receber a ordem de parada, que acenda a luz interna do veĂ­culo e baixe os vidros. REVISTA, APREENSĂ&#x192;O E ABUSO Com relação Ă  revista pessoal do motorista e a buscas no veĂ­culo, William esclarece que elas somente sĂŁo permitidas caso exista fundada suspeita de que o condutor do automĂłvel ou seus ocupantes estejam transportando armas, drogas ilĂ­citas, objetos ou papĂŠis que constituam prova da prĂĄtica de crime. Nesses casos os policiais nĂŁo sĂł podem como devem realizar as buscas para comprovar ou nĂŁo a suspeita. 88

ARQ&DESIGN

As autoridades tambĂŠm tĂŞm direito de realizar o guinchamento de um veĂ­culo nas situaçþes previstas no CĂłdigo de Trânsito Brasileiro. â&#x20AC;&#x153;O veĂ­culo poderĂĄ ser guinchado e apreendido nos casos em que o condutor esteja participando de corrida ilegal e com lacres ou sinais idenWL½FDGRUHVYLRODGRVRXIDOVL½FDGRV$OpPGLVVRjSUHVHQça de dispositivo â&#x20AC;&#x153;anti-radarâ&#x20AC;?, a falta de placas ou sem condição de visibilidade e legibilidade, podem ser motivos para guinchamentoâ&#x20AC;?, comenta o professor. -iDDSUHHQVmRGRPRWRULVWDpMXVWL½FDGDHPFDsos de homicĂ­dio culposo na direção de veĂ­culo, que ĂŠ determinado quando nĂŁo hĂĄ intenção de matar, embriaguez ao volante e pela prĂĄtica de corridas como os famosos â&#x20AC;&#x153;rachasâ&#x20AC;?. PorĂŠm, mesmo havendo diversas resoluçþes e leis que determinam qual a postura correta das autoridades em uma blitz policial, hĂĄ tambĂŠm limites com relação a postura deles em uma abordagem. Os agentes pĂşblicos nĂŁo possuem o direito de realizar abusos como ameaças e lesĂľes, jĂĄ que qualquer excesso desse tipo pode gerar a eles puniçþes. Caso seja constatado abuso de poder ĂŠ garantido ao cidadĂŁo o direito de buscar por justiça. â&#x20AC;&#x153;Toda conduta dos policiais deve estar pautada na legalidade e visando fazer valer a Lei. Qualquer excesso por parte deles poderĂĄ ser punido, sendo assegurado DRV FLGDGmRV R DFHVVR DRV yUJmRV GH ½VFDOL]DomR GD atividade administrativa como as ouvidorias, corregeGRULDV0LQLVWpULR3~EOLFRH3RGHU-XGLFLiULRÂł½QDOL]DR policial civil.


MOTOR Quem tem coragem de colocar um

Bentley na lama?

M

Mais um incrível exemplar de SUV de luxo, e coloca luxo nisso se tratando de um Bentley. Difícil imaginar que alguÊm colocaria um carro desses na areia, terra ou lama, combina mais com uma região dos Alpes Suíços e suas belas estradas em Êpoca de neve. Mas o público que compra um

SUV nem sempre estå em busca de XP[TXHWRSDTXDOTXHUGHVD½R (VVH SHU½O PXGRX PXLWR QD ~OWLma dÊcada e hoje, esse comprador busca segurança, espaço, conforto e versatilidade para viajar com toda a familia. Esses atributos o Bentayga tem de sobra. Não farå o que um Jeep

pode fazer em açþes radicais, mas chega muito mais longe do que podemos imaginar. 3ULPHLUR XWLOLWiULR GD VR½VWLFDda marca, vai brigar em um segmento onde muitas marcas que jamais imaginaram construir um 689 R ½]HUDP SRU TXHVWmR HVWUDWpJLFDHQmRSHUGHUFOLHQWHV½pLVKi ARQ&DESIGN

89


dĂŠcadas. Para isso foi praticamente â&#x20AC;&#x153;obrigadaâ&#x20AC;? a desenvolver esse produto que estĂĄ no mais alto degrau. Utiliza a mesma plataforma do Audi Q7, empresa que tambĂŠm faz parte do grupo VW. Mede 5,14 metros de comprimento e quase 3 de entre-eixos. Com grandes dimensĂľes, oferece interior amplo e VR½VWLFDGR XVDQGR R PHOKRU TXH hĂĄ em couro e madeira nobre cerWL½FDGRVHH[FOXVLYRV(VSDoRPDLV TXHVX½FLHQWHSDUDSHVVRDVFRP todo conforto, entretenimento e segurança disponĂ­veis no mercado de automĂłveis de luxo. Uma atração ĂŠ o relĂłgio Breitling no meio do console central. Seu desempenho ĂŠ de superesportivo: motor W12 biturbo 6.0 de 608 cv de potĂŞncia e absurdos 91,8 kgfm de torque a partir de 1.250 rpm. A tração ĂŠ integral e a transmissĂŁo automĂĄtica possui oito velocidades. Acelera atĂŠ 100 km/h em 4,1 segundos e atinge 301 km/h.

90

ARQ&DESIGN


Molas pneumáticas com controle de amortecimento e ajuste automático de altura compõe a suspensão D½QDGDSDUDHVVHJUDQGDOKmR Tudo que você imaginar pode ser colocado nesse Bentley, assim como uma gama enorme de combinações de cores e materiais para personaliza-lo ao gosto do cliente, assim como em outros modelos da marca do “B alado”. Segundo os executivos da marca, esse mercado crescerá mais de 60% até 2020 em nível mundial. Está explicado tanto cuidado?

ARQ&DESIGN

91


MOTOR

Uma febre chamada Uber Desde a sua chegada no Brasil, a Uber vem causando burburinho por onde passa e nĂŁo ĂŠ Ă toa. Trazendo serviços de transporte de passageiros a preços extremamente competitivos, a novidade assustou muita gente, inclusive os taxistas, que se viram prejudicados por esse novo concorrente. O serviço vem conquistando novos usuĂĄrios a cada dia e jĂĄ estĂĄ presente em 549 cidades no mundo todo. Em Sorocaba, as atividades da plataforma se iniciaram em outubro do ano passado e, de acordo com a Urbes Trânsito e Transportes, o serviço ainda nĂŁo estĂĄ regulamento no municĂ­pio. Segundo a empresa, os condutores que efetivamente realizarem viagens para a Uber ainda sĂŁo considerados clandestinos e estĂŁo sujeitos a penalidades previstas no CĂłdigo de Trânsito Brasileiro e na legislação municipal. Mas problemas Ă  parte, a realidade ĂŠ que para muitos essa nova forma de se deslocar estĂĄ aprovada. Vivian Kumada, dona de casa, jĂĄ experimentou o transporte cinco vezes e gostou. â&#x20AC;&#x153;Utilizei a Uber pela praticidade e pelo valor, que ĂŠ muito acessĂ­vel. Com certeza solicitarei o serviço outras vezes e torço para que ele prospereâ&#x20AC;?, conta. -iDHFRQRPLVWD(OL*XVPmR½FRXVHPFDUURSRUPDLVGHXPPrVSRUFDXVDGH problemas mecânicos e acabou utilizando a Uber para ir e voltar do trabalho. Ela e o marido gostaram tanto do serviço que cancelaram o esquema de carona quando saem Ă  noite. â&#x20AC;&#x153;Antes da Uber ou um de nĂłs nĂŁo bebia ou Ă­amos com amigos. Agora vamos com a Uber, que opera com um valor abaixo dos taxistas. AlĂŠm disso, os carros sĂŁo mais limpos e os motoristas mais preparados para tratar os clientesâ&#x20AC;?. FUNCIONAMENTO â&#x20AC;&#x201C;â&#x20AC;&#x201C;â&#x20AC;&#x201C;â&#x20AC;&#x201C; A solicitação de uma viagem com a Uber ĂŠ feita a partir do aplicativo do serviço que pode ser baixado em celulares com sistema operacional Android e iOS. No aplicativo basta fazer um cadastro, incluir o ponto de partida e o destino que logo jĂĄ ĂŠ possĂ­vel saber qual a previsĂŁo de quanto serĂĄ pago pelo transporte e a rota. Em seguida, adiciona-se a forma de pagamento, que pode ser feita por cartĂŁo, via sistema PayPal ou dinheiro. ApĂłs essa etapa o motorista e o carro responsĂĄveis pela solicitação sĂŁo visualizados e em breve o veiculo chegarĂĄ ao seu ponto de partida. A Uber oferece diversas modalidades do serviço que vĂŁo do modo econĂ´mico, com carros populares, atĂŠ ao premium e compartilhado. Em Sorocaba sĂł hĂĄ a disponibilidade da viagem mais barata, chamada de UberX. 1RLQtFLRGHDHPSUHVDSDVVRXDFREUDUXPDWD[DDGLFLRQDO½[DGH5SRU viagem em todo o Brasil. Segundo a informação passada por eles, esse acrĂŠscimo foi realizado para manter o crescimento saudĂĄvel da plataforma. UberEATS â&#x20AC;&#x201C;â&#x20AC;&#x201C;â&#x20AC;&#x201C;â&#x20AC;&#x201C; Oferecendo um serviço similar ao do aplicativo de delivery iFood, a Uber lançou em dezembro a UberEATS, uma plataforma para entrega de comida. O funcionamento da novidade ĂŠ muito simples e tambĂŠm acionado por um aplicativo. LĂĄ, seleciona-se o estabelecimento, o produto que deseja e em alguns minutos recebe a entrega no endereço escolhido. DisponĂ­vel em mais de 50 cidades, no Brasil a plataforma sĂł estĂĄ ativa em SĂŁo Paulo, mas os planos sĂŁo de expansĂŁo no paĂ­s. 92

ARQ&DESIGN


Em um mundo repleto de novas marcas, há aquelas que se mantêm em um mesmo patamar há anos, comprovando seu valor, qualidade e até mesmo tradição que poucas outras conseguem alcançar.

O luxo do luxo ARQ&DESIGN

93


AtÊ quem Ê pouco ligado no mundo das grandes marcas com certeza jå ouviu falar de Louis Vuitton, Chanel, Gucci, Rolex e Prada. Pois esses são alguns dos nomes mais conhecidos e detentores de posiçþes privilegiadas em um ranking criado pela Forbes com as grifes mais luxuosas do mundo. Elas movimentam bilhþes na economia mundial e tra]HP KLVWyULDV GH VXFHVVR &RQ½UD quais são as marcas tops do mercado mundial.

do o francês Bernard Arnault comprou a marca. Desde a dÊcada de 90 a Louis Vuitton faz parte do grupo LVMH, que engloba outras sessenta marcas e Ê comandada pelo CEO Michael Burke. Tem mais de 450 lojas espalhadas pelos seis continenWHVTXDVHYLQWHR½FLQDVGHSURGXomR HHPSUHJDPDLVGHWULQWDPLOSUR½Vsionais.

A Casa Gucci nasceu em 1921, fundada por Guccio Gucci, em Florença, na A francesa Louis Vuitton foi a grife que mais somou valor em 2016, alcançando a marca de US$ 27,3 bilhþes. Fundada pelo designer e empresårio Louis Vuitton, a grife se tornou ícone quando o designer foi contratado pelo imperador Napoleão Bonaparte para criar baús e malas para a família imperial, o que proporcionou a ele acesso a uma clientela da elite, transformando a marca de malas de couro em referência GHOX[R(P/RXLVHVHX½OKR Georges criaram um sistema único de trancas, considerado revolucionårio e usado atÊ os dias de hoje. A grife foi passando de geração a geração atÊ que, em 1977, Henry Recamier assume o comando da grife e permanece atÊ 1987, quan-

do fundador. Maurizio foi assassinado em 1995 e sua esposa, Patrizia Reggiani, foi acusada de contratar os assassinos de seu marido. Depois da crise, à beira da falência, a Gucci foi salva por Tom Ford, que assumiu a direção criativa, em 1994. Ford renovou a imagem da marca e transformou seus produtos em objeto de desejo no mundo inteiro. Em 2005, o estilista deixou a Gucci por conta de um desentendimento em relação ao seu contrato. Hoje, a Gucci tem mais de 400 lojas espalhadas pelo mundo, alÊm de vender seus produtos atravÊs de franqueados de luxo e atravÊs de seu e-commerce. Sob a direção criativa de Alessandro Michele desde 2015, vem se reinventando e trazendo uma abordagem totalmente moderna para o universo luxuoso da moda do sÊculo XXI. No último ano, passou a valer US$ 12 bilhþes e mantÊm uma tradição de produção de peças exclusivas e feitas à mão.

Itålia. Como outras grandes marcas, deu seus primeiros passos com a fabricação de peças de couro produzidas de forma artesanal pela família. AtÊ os anos 80 a Gucci viveu o sucesso, mas intrigas familiares acabaram criando uma história digna de novelas. O último Gucci a dirigir a empresa foi Maurizio, que em 1983 substituiu seu pai Rodolfo e dispensou seu tio $OGRDPERV½OKRV A história da marca Hermès começou em 1837, quando o artesão Thierry Hermès abre sua primeira butique em Paris. Muito antes de confeccionar as bolsas mais cobiçadas pelas

94

ARQ&DESIGN


mulheres, a Hermès era uma selaria, que confeccionava selas, arreios e equipamentos para cavalos. Foi na segunda metade do sĂŠculo XIX, jĂĄ sob a direção de Charles-Emile +HUPqV ½OKR GH 7KLHUU\  TXH D marca ampliou sua cartela de produtos, atendendo alĂŠm dos cavalos, os cavaleiros. No inĂ­cio do sĂŠculo 20, de volta de uma viagem aos Estados Unidos, Ă&#x2030;mile-Maurice Hermès (neto de Thierry) trouxe para a França uma nova tecnologia: o fecho ĂŠclair, o zĂ­per, uma revolução no universo dos acessĂłrios e da moda. Neste mesmo sĂŠculo surgiram as coleçþes de moda masculina e feminina, alĂŠm da relojoaria e de objetos para decoração. Em 1929 a estilista Lola Prusac assume a direção criativa da marca e em 1937 cria os primeiros lenços de seda estampados, os famosos â&#x20AC;&#x153;carrĂŠs Hermèsâ&#x20AC;?, alĂŠm de roupas para esqui e praia. A estilista VĂŠronique Nichanian estĂĄ atĂŠ hoje no comando do estilo masculino da marca, que tem em sua linha de acessĂłrios femininos a Birkin, bolsa mais cara do mundo, um verdadeiro clĂĄssico que chega DYDOHUDWp5PLOKmR(PHOD teve um crescimento de 10% e passou a representar US$ 11,7 bilhĂľes.

Trazendo em sua história a responsabilidade pela criação de coroas para os reis e rainhas da Europa no sÊculo XIX, a Cartier foi fundada na França em 1847, quando Louis François Cartier DVVXPLXRFRQWUROHGDSHTXHQDR½FLna de joias. Surgia a Maison Cartier, que mais tarde se transformou em um impÊrio, lançando uma das mais luxuosas grifes de relógios e joias do mundo. Inovador, Cartier assinou em 1904 o primeiro relógio de pulso com pulseira de couro do mundo, desenvolvido especialmente para o brasi-

leiro Santos Dumont. Nos anos 70 a Cartier passou de uma empresa familiar para uma multinacional com a entrada de Alain Perrin na diretoria executiva. Em 1973, foi criado o conceito Les Must de Cartier, que desenvolveu joias, óculos, canetas, isqueiros e acessórios em couro mais acessíveis e modernos. Em 1978 o JUXSR IRL XQL½FDGR HP XPD ~QLFD empresa chamada Cartier Monde, desenvolvendo-se com a mesma so-

½VWLFDomR H OX[R $ HPSUHVD DOFDQçou o patamar de US$ 10,1 bilhþes de valor no ano passado. A marca tem como ícone a pantera, que jå estampou diversas coleçþes da grife, e contÊm em sua gama de produtos itens de desejo como jóias, relógios, perfumes e acessórios.

A história da Rolex estå associada ao espírito visionårio de seu fundador, Hans Wilsdorf. Em 1905, aos 24 anos, ele fundou em Londres uma empresa especializada na distribuição de relógios. Em 1914, o organismo britânico Kew Observatory atribuiu ao relógio de pulso Rolex um cerWL½FDGRGHSUHFLVmR²FODVVH$³GLVtinção atÊ então conferida exclusivamente a cronômetros da Marinha. A partir desta data, os relógios Rolex tornaram-se sinônimos de precisão H IRUDP XVDGRV SRU SUR½VVLRQDLV de mergulho, aviação, alpinismo e H[SORUDomR FLHQWt½FD  (P  R Oyster Perpetual Day-Date fez sua estreia. Disponível unicamente em

ouro 18 quilates ou platina, ele foi o primeiro relógio de pulso a indicar a data e o dia da semana por extenso em uma abertura no mostrador. Equipado da pulseira Presidente, originalmente criada para ele, o Day-Date continua a ser o relógio GDVSHVVRDVLQžXHQWHVSRUH[FHOrQcia. Os relógios da marca, em função de sua alta tecnologia, acabaram se transformando em precisão SDUDSURYDVR½FLDLVGHDXWRPRELOLVmo, regatas e outras competiçþes onde os dÊcimos de segundo são fundamentais para os vencedores. A Rolex fechou 2016 valendo US$ 8,8 bilhþes, contabilizando um crescimento anual de 6%.

Criada em 1941 como uma empresa familiar chamada Gail Manufacturing Company e fundada por imigrantes

ARQ&DESIGN

95


poloneses, a Couch nasceu da tradição da produção de artigos em couro. Em 1946, Miles Cahn começou a trabalhar na empresa e em pouco tempo jĂĄ administrava a fĂĄbrica de artigos de couro ao lado da esposa. Anos mais tarde o casal comprou a &RDFK H HP  D ODQoRX R½FLDOmente no mercado. Por isso o casal ĂŠ considerado o fundador da empresa. Ainda em 1961, a designer Bonnie Cashin foi contratada para desenvolver uma coleção exclusiva de bolsas para serem vendidas em redes de varejo. Era o ingresso da marca no segmento feminino. O design nĂŁo sĂł revolucionou a marca, como todo o segmento de bolsas com a criação das â&#x20AC;&#x153;bolsas sacoâ&#x20AC;?, com bolsos do lado de fora e cores vivas como laranja, amarelo e verde. A marca tem como diferenciais a inovação nos formatos e cores de suas bolsas e traz como VHXPDLRUVXFHVVRRPRGHOR'XIžH que se tornou um dos Ă­cones da grife. Atualmente ela expandiu seu mercado de atuação e desenvolve roupas, sapatos e diversos outros itens voltados para homens e mulheres. A empresa ocupa o 6Âş lugar no ranking das marcas que mais valem, com US$ 7,5 bilhĂľes em 2016.

Detentora da criação de um dos perfumes mais famosos do mundo, a Chanel ĂŠ uma das mais importantes marcas de luxo e passou a valer US$ 7,2 bilhĂľes no ultimo ano. Com um estilo marcante, Gabrielle â&#x20AC;&#x153;Cocoâ&#x20AC;? Chanel revolucionou a dĂŠcada de 20, libertando a mulher dos trajes desconfortĂĄveis e rĂ­gidos da ĂŠpoca. Com a ajuda do cobiçado playboy inglĂŞs Arthur Capel, ela montou sua primeira loja, a Casa Chanel

96

ARQ&DESIGN

em 1909. Jå em 1913 inaugurou duas boutiques de moda na França, Êpoca em que começou a criar roupas esportivas femininas, como as blusas com golas rolês, inspiradas nas roupas dos marinheiros. Coco costumava dizer que no mundo da moda havia um excesso de homens que não sabiam como proporcionar o conforto às mulheres. E foi assim que ela revolucionou a moda ao libertar as mulheres dos corpetes e espartilhos. Depois de sua morte, em 1971, o empresårio francês Jacques Wertheimer comprou a marca e a manteve sem grandes inovaçþes, lucrando com a venda de perfumes, cosmÊticos e acesVyULRV6HX½OKR$ODLQIH]GLVSDUDU as vendas da fragrância Chanel nº 5 ao diminuir sua produção e retirar o perfume das prateleiras das farmåcias, atribuindo-lhe um conceito de exclusividade, alÊm de investir uma fortuna em publicidade. O ano de 1983 foi marcado pela chegada de Karl Lagerfeld à empresa como diretor artístico da marca tanto para a linha de alta-costura quanto para a de prêt-à-porter. Hoje, Ê detentora de uma das mais completas linhas de produtos femininos.

Fundada em 1913, em MilĂŁo, a tradicional grife italiana Prada nasceu das mĂŁos de Mario Prada, um experien-

te artesão de bolsas, e seu irmão Martino, com o nome de Fratelli Prada. A empresa começou a sua atividade com o design e confecção de acessórios de luxo, como malas de viagem, bolsas e acessórios em couros especiais como couro de leão marinho e outros materiais de elevada qualidade. Em 1919, a loja se transformou no local favorito da realeza italiana e da aristocracia europeia, que buscava produtos HOHJDQWHVHVR½VWLFDGRV(PD neta de um dos fundadores, Miuccia

Prada assumiu o controle da empresa e passou a criar produtos mais inovadores e contemporâneos. A ascensão da Prada como grife de luxo aconteceu apenas na dÊcada de 1980, com o lançamento de uma bolsa preta de linhas båsicas. O acessório tornou-se febre entre atrizes e celebridades, levando o nome da marca a um público mais VR½VWLFDGReGDPHVPDpSRFDRWrnis com cara de sapato que mexeu com o mercado de sapatos e iniciou a transformação da marca em ícone GHOX[R1R½QDOGDGpFDGDGH a Prada entrou no universo fashion com o lançamento da primeira coleção de roupas femininas. Símbolo GH HOHJkQFLD H VR½VWLFDomR D JULIH atingiu o valor de US$ 6,8 bilhþes em 2016 e hoje jå expandiu sua produção para peças masculinas e incluiu em sua linha de produtos óculos, calçados, roupas e perfumes.


LUXO

Incomparável

Um ritual, assim pode ser descrito o hábito de fumar charutos. Hábito esse que já por volta do ano de 1.400 era muito praticado pelos indígenas em Cuba, terra natal dessa forma de consumir o tabaco. Acredita-se que os primeiros a consumir charutos foram os índios do país, pois quando Cristóvão Colombo chegou a América avistou os nativos em um ritual em que a fumaça de folhas queimadas era inalada através de um tubo.

Na época os índios chamavam esse charuto de Cohiba, nome que hoje pertence a uma das mais tradicionais e respeitadas marcas do mundo. Cuba tornou-se o lar dos charutos por um motivo muito simples, mas essencial, seu microclima, que forma um conjunto único de elementos capaz de produzir as mais conhecidas linhas desse fumo. Muito apreciados por Fidel Castro, os primeiros charutos puros produ-

Black Dragon Special Edition Tubo, Cohiba Behike e Arturo Fuente 2SXV;ID]HPSDUWH das linhas mais raras HVR±VWLFDGDVGH charutos. Possuem uma qualidade sem igual e sabor incomparável.

98

ARQ&DESIGN

zidos pela Cohiba ganharam fama mundial por serem usados pelo presidente para presentear diplomatas, chefes de estado e ilustres visitantes da ilha. Mesmo após tantos anos, os charutos produzidos pela irreverente marca cubana não perderam seu espaço. Diferenciais como produção em pequenas quantidades com as melhores folhas de fumo da região produtora de mais qualidade e pelos melhores torcedores fazem parte


Da suíça â&#x20AC;&#x153;Imperiali Genèveâ&#x20AC;?, a Emperador Cigar Chest ĂŠ avaliada em cerca de US$ 1 milhĂŁo. Com 24 charutos ÂąQRV*UDQG&UXODPLQDGRVFRPIROKDGHRXURDFDL[Dp controlada eletronicamente, possui um relĂłgio turbilhĂŁo e digitalmente corta e acende os fumos.

do sucesso. AlÊm disso, eles, juntamente com os da marca Trinidad, são os únicos que possuem folhas que passam por três fermentaçþes, os demais apenas duas. Mas fora de Cuba, outros países tambÊm se especializaram na arte de produzir esse fumo. Nacionalidades como Costa Rica, Itålia, Brasil, Nicarågua, Honduras e República Dominicana estão na lista, sendo que essa última Ê hoje detentora do mais caro do mundo,

Parte essencial no hĂĄbito de fumar charutos, os cortadores sĂŁo LPSUHVFLQGtYHLVHFDGDYH]PDLVDVPDUFDV apostam em novos modelos e estilos.

YHQGLGR SRU 86  PLO D XQLGDGH Esses exclusivos charutos trazem folhas de tabaco tratadas com conhaque Louis XIII Martin, de aproximadamente 40 anos de idade e possuem um sabor e aroma que prometem ser inesquecĂ­veis. Tendo seu uso associado a riqueza e poder, os charutos atingiram um patamar diferenciado de luxo e hoje esse hĂĄbito de fumar tornou-se uma experiĂŞncia Ăşnica, um momento de prazer.

Grandes nomes como Winston Churchill, Sigmund Freud e Fidel Castro eram grandes apreciadores dos charutos e ajudaram a tornĂĄ-los conhecidos em todo o mundo. Hoje, um grande nĂşmero de mulheres, como Demi Moore, tambĂŠm apreciam este tipo de tabaco.

ARQ&DESIGN

99


Dr. Lister de Lima Salgueiro: Andrologista, Ginecologista CRM 49383. Especialista em Medicina Reprodutiva e ex-diretor da Sociedade Brasileira de Reprodução Humana (SBRH).

Ultrapassando os Limites da CiĂŞncia CLĂ?NICA FĂ&#x2030;RTILIS

Rua Marcelino Soares Leite, 33 â&#x20AC;&#x201C; Trujillo â&#x20AC;&#x201C; Sorocaba â&#x20AC;&#x201C; SP (15) 3233-0708 / 3233-0680 / 3233-0279 â&#x20AC;&#x201C; www.fertilis.com.br

A

Reprodução Assistida como especialidade tem apenas 39 anos. E desde o nascimento do primeiro Bebe de Proveta em 1978, houve um desenvolvimento fantĂĄstico em termos de conhecimentos, tĂŠcnicas, protocolos, genĂŠtica e tecnologia. Com o avanço do estudo do Genoma Humano pudemos ir alĂŠm, determinando quais genes (pequenas partes que compĂľem o DNA) determinam um tipo de doença. O exemplo mais conhecido ĂŠ o dos genes BRCA1 e 2, responsĂĄveis pelo câncer de mama entre outros. Desse modo, em alguns casos, a pessoa pode saber com antecedĂŞncia se ĂŠ portadora do gene e se precaver na medida do possĂ­vel. Um dos avanços recentes diz respeito a Reprogramação do DNA. O mĂŠtodo inicial se chama CRISPR, e os mais modernos TALEN e HITI. Resumidamente, estes mĂŠtodos introduzem uma sequĂŞncia de genes que atua como um â&#x20AC;&#x153;Curativoâ&#x20AC;? se colando ao DNA e reparando o defeito. Foi criado para corrigir o Câncer e

algumas doenças genĂŠticas especí½FDVPDVQXPIXWXURSRGHUiGHWHUminar caracterĂ­sticas do bebĂŞ. Outro avanço diz respeito a avaliação genĂŠtica dos embriĂľes antes da implantação chamada de DiagnĂłstico GenĂŠtico PrĂŠ-implantacional (PGD). Quando hĂĄ uma doença hereditĂĄria QD IDPtOLD 7DODVVHPLD +HPR½OLD entre outras), podemos tirar uma ou mais cĂŠlulas do embriĂŁo e fazer uma anĂĄlise genĂŠtica evitando a transmissĂŁo da doença. Quando o embriĂŁo estĂĄ com 8 cĂŠlulas podemos tirar uma e quando ele estĂĄ mais avançado, num estĂĄgio chamado Blastocisto, podemos tirar atĂŠ 10 cĂŠlulas para anĂĄlise. Acreditavase que uma vez feito o PGD e detectado um problema ele persistiria e esse embriĂŁo seria descartado. Entretanto estudos recentes mostraram que algumas biĂłpsias feitas no mesmo embriĂŁo mostraram que alguns â&#x20AC;&#x153;defeitosâ&#x20AC;? se resolviam sozinhos depois de dois dias. Uma pesquisadora da Inglaterra chamada Magdalena Zernicka-Goetz resol-

veu ir alĂŠm, testou os seus prĂłprios embriĂľes e descobriu que tinham problemas. Num ato de coragem resolveu colocar os embriĂľes mesmo assim, pois a chance maior era de ter um aborto em vez de ter uma criança doente. Como resultado ela WHYH XP ½OKR FRPSOHWDPHQWH QRUmal o que nos faz crer que o prĂłprio embriĂŁo se conserta em sua evolução. Depois disso outros estudos foram realizados sob o comando da Dra. Magdalena e descobriram que as cĂŠlulas alteradas vĂŁo morrendo e as cĂŠlulas normais vĂŁo engolfando as outras, o que dĂĄ origem a uma pessoa normal. Hoje sabemos que 70% das concepçþes naturais nĂŁo chegam a termo, mais de 60% dos abortos tem anomalias cromossĂ´micas, e 75% dos embriĂľes formados em tratamentos de Fertilização In Vitro nĂŁo evoluem. Por isso a notĂ­cia de que um embriĂŁo pode se â&#x20AC;&#x153;autocurarâ&#x20AC;? pode mudar os rumos da nossa ĂĄrea.

ARQ&DESIGN

101


SAĂ&#x161;DE

Falar sobre hemorroida ĂŠ ainda um tabu. Problema comum em quem sofre principalmente com prisĂŁo de ventre, a hemorroida pode ser evitada atravĂŠs de uma alimentação com ďŹ bras, beber bastante ĂĄgua e praticar exercĂ­cios fĂ­sicos, alĂŠm de outros cuidados.

DesmistiďŹ cando as

Hemorroida Ê um assunto delicado para quem tem a doença, seja por medo ou vergonha. Mas, segundo especialistas, pelo menos 80% das pessoas terão problema com essas varizes do canal do ânus em algum momento da vida. A hemorroida Ê causada pela dilatação das veias da região anal. A medicina trata dos dois tipos dessa doença, as internas e externas. No caso das externas, elas se formam no canal anal e em sua região externa, sendo cobertas por uma pele sensível. Jå DV LQWHUQDV ½FDP ORFDOL]DGDV QD parte de dentro do ânus e são recobertas pela mucosa intestinal. As causas das hemorroidas são as mais diversas e vão desde condiçþes do dia a dia, quanto da genÊtica. No período da gravidez muitas mulheres sofrem com esse problema em função do aumento da pressão que ocorre na região pÊlvica nessa fase. PorÊm, DOpP GHOD GL½FXOGDGHV FRP D defecação, må alimentação, uso 102

ARQ&DESIGN

crĂ´nico de laxantes e hereditariedade tambĂŠm sĂŁo apontados como causas dessa condição. SINTOMAS E TRATAMENTOS Ă&#x2030; bastante recorrente que pessoas que apresentam hemorroidas percebam os sintomas durante a defecação. Nesse momento pode haver dor, sangramento e atĂŠ prolapso, que acontece quando as veias saem da regiĂŁo interna do ânus e tornam-se externas. Ă&#x2030; possĂ­vel que haja um inchaço na regiĂŁo apĂłs defecar, o que pode ocasionar desconforto e dor. Coceira ao redor do ânus ĂŠ tambĂŠm um sintoma comum. Quando apresentada de forma leve, o tratamento ĂŠ simples, podendo ser realizado a partir de mudanças nos hĂĄbitos alimentares e o aumento na ingestĂŁo de iJXD½EUDVFRPRFHUHDLVFDUERLdratos integrais, frutas e vegetais, alĂŠm de nĂŁo ser indicado carregar peso. Se mesmo com esses cuida-

dos a hemorroida não desaparecer ou voltar com freqßência, pode ser indicado o uso de rePpGLRV DQDOJpVLFRV H DQWLLQžDmatórios, pomadas e, em alguns casos, cirurgia. COMO EVITAR Alguns håbitos simples podem auxiliar na prevenção das hemorroidas. Ter uma alimentaomR EDODQFHDGD ULFD HP ½EUDV H líquidos Ê uma boa opção, como tambÊm não segurar a evacuação e não passar um período muito longo sentado no vaso sanitårio. O stress Ê outro fator que costuma desencadear o aparecimento da hemorroida em quem jå não possui uma vida saudåvel ou tem fatores hereditårios. Os que jå possuem um histórico da doença na família devem evitar carregar muito peso, pois essa Ê uma das causas mais comuns do problema. Se ela aparecer, a dica Ê procurar um mÊdico e evitar receitas caseiras.


SAĂ&#x161;DE

Por: Dr. Paulo Michelucci Cunha

E S Q U I Z O F R E N I A A doença mental mais complexa e desafiadora

A esquizofrenia ĂŠ um transtorno importante ou famoso, como Jesus mental de evolução crĂ´nica e de alta Cristo. As alucinaçþes sĂŁo geralmente prevalĂŞncia. Ocorre em cerca de 1% da percebidas como vozes que conversam população, atingindo homens e mulhee interagem, trazendo conteĂşdos ora res em sua fase mais produtiva â&#x20AC;&#x201C; prinnegativos â&#x20AC;&#x201C; com ameaça, ordens e cocipalmente os adolescentes e adultos jovens â&#x20AC;&#x201C; gerando mentĂĄrios, ora positivos â&#x20AC;&#x201C; com elogios. SHUGDVVLJQL½FDWLYDVFRPDOWRVFXVWRVUHODFLRQDGRVDR A fase aguda da doença ĂŠ muito expressiva e geraltratamento e redução da capacidade de trabalho. No mente tem boa resposta ao tratamento, jĂĄ que existem Brasil estima-se cerca de 1,6 milhĂľes de casos. muitos medicamentos que podem ser utilizados, incluExistem vĂĄrios fatores associados Ă esquizofrenia, sive em casos refratĂĄrios e de difĂ­cil controle. A evolução incluindo a genĂŠtica â&#x20AC;&#x201C; que estĂĄ sempre presente, mas clĂ­nica da doença ĂŠ muito variĂĄvel. Alguns pacientes, nĂŁo ĂŠ determinante e os fatores ambientais, que geralatravĂŠs do tratamento, conseguem uma vida sememente ocorrem no perĂ­odo perinatal ou na infância â&#x20AC;&#x201C; lhante Ă s pessoas nĂŁo afetadas, embora a maioria decomo trauma no parto, doenças infecciosas, estresles mantenham sintomas residuais da doença, afetando ses psicolĂłgicos e o uso de drogas. Do ponto de vista suas capacidades cognitivas - como a memĂłria e atenneuroquĂ­mico ocorre uma desregulação no sistema ção, capacidades de organização, a vida social com isode dopamina no cĂŠrebro, uma substância que regula lamento, a capacidade de expressar sentimentos â&#x20AC;&#x201C; com certas funçþes psĂ­quicas e quando alterada produz o embotamento afetivo, alĂŠm de apresentarem sintomas quadro psicĂłtico. ansiosos e depressivos ao longo do tempo. Os sintomas iniciais da doença sĂŁo menos expressiO diagnĂłstico ĂŠ clĂ­nico, ou seja, realizado apenas YRVGHVGHDLQIkQFLD°FRPLVRODPHQWRHGL½FXOGDGHVGH atravĂŠs da avaliação do paciente pelo psiquiatra, que ĂŠ o aprendizado, ocorrendo somente mais tarde o primeiro Ăşnico mĂŠdico autorizado para tratar pacientes com esepisĂłdio psicĂłtico, quando alteraçþes mais evidentes quizofrenia. A avaliação clĂ­nica inicial e os exames comde comportamento se manifestam com pensamento plementares sĂŁo utilizados com o intuito de excluir oudesorganizado, hostilidade, agitação e agressividade. tras doenças psiquiĂĄtricas, clĂ­nicas ou neurolĂłgicas, que Os delĂ­rios e alucinaçþes sĂŁo frequentes e caracteripodem tambĂŠm se manifestar com sintomas psicĂłticos. zam a forma mais comum do transtorno e aquela de O tratamento objetiva a redução dos sintomas da melhor prognĂłstico ao longo do tratamento â&#x20AC;&#x201C; a esquimelhor forma possĂ­vel e o uso de medicamentos anzofrenia paranĂłide. tipsicĂłticos de forma continuada ĂŠ funOs delĂ­rios sĂŁo crenças percebidas damental, jĂĄ que reduzem de forma como reais e podem ter os mais diverPXLWRVLJQL½FDWLYDjRFRUUrQFLDGHUHsos temas. Muitas vezes se manifescaĂ­das do quadro psicĂłtico. Os quadros tam como sensação de perseguição e agudos sĂŁo intercalados por perĂ­odos de que algo ruim fosse acontecer de de remissĂŁo, com poucos sintomas forma iminente; como se alguĂŠm estimanifestos. O diagnĂłstico e tratamenvesse tramando para agredi-lo, matĂĄto precoce sĂŁo fundamentais para relo ou mesmo querendo controlar a sua sultados mais robustos da abordagem vida instalando câmeras em sua casa. terapĂŞutica, que ĂŠ complementada Outras vezes a crença ocorre em temas com abordagens psicossociais â&#x20AC;&#x201C; como PtVWLFRV UHOLJLRVRV RX ½ORVy½FRV H R a terapia ocupacional, a psicologia e paciente acredita ter poderes sobrenaassistĂŞncia social, que visam Ă  reinDr. Paulo Michelucci Cunha turais ou ainda mascara sua identiserção social e inclusĂŁo dos familiares Psiquiatra e Psicoterapeuta dade, acreditando ser alguĂŠm muito neste processo. CRM 105865 (VSHFLDOLVWDHP(VTXL]RIUHQLD Psicogeriatria e Psicodrama paulomcunha@terra.com.br ARQ&DESIGN

103


SAĂ&#x161;DE

Por: Dra. Fabiana da Costa Marcolini e Dra. Evandra de Moura Rabello

SE GU RAN Ă&#x2021;A em Cirurgia PlĂĄstica Dra. Fabiana da Costa Marcolini â&#x20AC;&#x201C; CRM 112883 MĂŠdica ResponsĂĄvel pelo Serviço de PlĂĄstica MamĂĄria da Santa Casa de Sorocaba Dra. Evandra de Moura Rabello - CRM 80034 / RQE 29871 MĂŠdica Assistente do Serviço de PlĂĄstica MamĂĄria da Santa Casa de Sorocaba

evolução da cirurgia plĂĄstica nos Ăşltimos anos ĂŠ incontestĂĄvel. Paralelamente hĂĄ uma crescente procura, com consequente aumento no nĂşmero de cirurgias realizadas no Brasil, e no mundo. Esta demanda aumentada e o avanço tecnolĂłgico contribuem para o incremento das opçþes a serem consideradas. Sabemos que a cirurgia plĂĄstica pode melhorar aspectos do corpo e da vida, mas nĂŁo podemos desconsiderar que existam alguns riscos. Contudo, estes riscos sĂŁo minimizados ao respeitarmos certas condiçþes de segurança: â&#x153;&#x201D; Realizar a sua cirurgia sempre com um cirurgiĂŁo treinado (isto ĂŠ garantido quando o mĂŠdico possui o tĂ­tulo de especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia PlĂĄstica), do qual se tenha boas referĂŞncias. â&#x153;&#x201D; Fazer a cirurgia em um ambiente hospitalar adequado, com centro cirĂşrgico equipado e com suporte para atendimento de emergĂŞncias. â&#x153;&#x201D; Fazer a cirurgia sempre com a presença de um anestesiologista. â&#x153;&#x201D; Fazer todos os exames clĂ­nicos prĂŠ-operatĂłrios necessĂĄrios. 104

ARQ&DESIGN

â&#x153;&#x201D; Relatar ao seu mĂŠdico todos os medicamentos que esteja tomando e se for o caso, suspender algum que seja recomendado. â&#x153;&#x201D; NĂŁo fazer uso de drogas para emagrecimento ou de drogas ilĂ­citas, pois elas interferem com a anestesia. â&#x153;&#x201D; Respeitar todas as recomendaçþes prĂŠ-operatĂłrias. Sinta-se livre para fazer perguntas, pois as dĂşvidas geram muitas emoçþes negativas. Ă&#x2030; natural sentir ansiedade, seja pelo entusiasmo ao vislumbrar seu novo visual, seja pelo estresse prĂŠ-operatĂłrio. Mas a parceria do paciente com o cirurgiĂŁo nĂŁo acaba quando termina a cirurgia. Esta relação de con½DQoDGHYHFRQWLQXDU$½QDORVUHVXOWDGRVGDPDLRULD dos procedimentos plĂĄsticos cirĂşrgicos sĂŁo permanentes, mas continuamos envelhecendo e mudanças ocorrem com o passar do tempo. Por isto as visitas regulares de seguimento da cirurgia sĂŁo importantes. Infelizmente, como tudo na vida, nĂŁo ĂŠ possĂ­vel garantir a segurança absoluta, mas seguindo rigorosamente todas estas condiçþes e normas listadas acima, a cirurgia plĂĄstica ĂŠ um procedimento bastante seguro, com riscos extremamente reduzidos.


Por: Camila Stecca Stefan

Dermaroller o tratamento do momento

Street Style Use e abuse da criatividade

Foto: Melina Menconi

Editorial Last Minute Summer

ARQ&DESIGN

107


MODAEDITORIAL

Brincos e kaftan Bobstore, sandália Nádia Store e body acervo

Last Summer!

Essa é a época do ano em que o calor do verão já não está tão forte e o frescor do outono começa a dar o ar da graça! É hora de aproveitar pra usar - até o último minuto - as peças mais amadas do verão: body, vestidinhos, shorts! Esfriou um pouquinho? Vá de conjuntos de calça e camisa em tecidos mais fluídos e camisonas, como vestido. O jeans é sempre certeiro e as estampas continuam super bem-vindas, afinal, a estação mais colorida do ano pode e deve ser aproveitada até o seu último dia. 108

ARQ&DESIGN


Conjunto animal print, brincos e รณculos Bobstore Camisa jeans e lenรงo Bobstore, Sandรกlias, brincos e colar acervo

ARQ&DESIGN

109


Colete Tigresse para Nรกdia Store

110

ARQ&DESIGN


Blusa Boutique Chiffon, short e sandรกlia Nรกdia Store

ARQ&DESIGN

111


MODA

Vestido, colar e tricot Boutique Chiffon, bolsa acervo e sandรกlia Nรกdia Store Conjunto Nรกdia Store, colar Boutique Chiffon, bolsa Bobstore e sandรกlia acervo

112

ARQ&DESIGN


Make e Hair: Wesley Afonso, Salão John HR Fotos: Melina Menconi $VVLVWHQWHGHIRWRJUD±DIsabella Mattucci

Conjunto Nádia Store e sandália acervo

Produção: Camila Stecca Stefan Assistente de produção: Raiele Pereira Modelos: Ana Flávia Pires Mendes e Ingryd de Oliveira Marins Agradecimentos: Mega Model ESAMC

ARQ&DESIGN

113


MODA Pintar os lábios é um costume milenar, que pode denotar classe social, status na hierarquia social, estado de espírito e poder de sedução. Hoje, as razões pelas quais as mulheres pintam os lábios não mudaram tanto. A diferença é que existem profissionais que estudam a paleta de cores que mais se adapta a cada tom de pele e situação.

A SEDUÇÃO DA

Renata Barcelli

114

ARQ&DESIGN

Durante toda a história da humanidade, o batom foi Du considerado consid um instrumento de poder e manipulação. O costume costum de colorir os lábios tem raízes no Egito. As esSRVDVGRVIDUDyVDGRUQDYDPVHSDUD½FDUHPPDLVEHODV SRVDV Para isso, is elas recorriam ao tom vermelho, sexualmente apelativo, apelati já que traduzem excitação. O uso u do batom representa diferentes comportamentos, ment dependendo da época e do continente. Na Grécia, Gré no século II, havia uma lei que impedia que as mulheres usassem batom antes do casamento. to Já na Espanha do século VI, só usavam batom t as mulheres das classes mais nobres. Foi apenas a em 1921 que o batom ganhou o formato atual a de estojo e começou a ser comercializado em Paris. Nessa época, a menina Pearl Pugsley, nos Estados Unidos, aos dezessete anos, foi notícia t ao ter que ser mandada para casa quando chegou c ao colégio usando batom. O batom se tornou objeto do desejo e o sucesso foi tamanho que em 1930 os batons dominaram o mercado americano e conquistaram o mundo tempos t mais tarde. No Brasil, na década de 1930, as a mulheres usavam batons de cores fortes para a sedução nos cabarés. Na sociedade distinguiase uma moça virgem, que usavam tons mais claros, das

Miss Pearl Pugsley


que nĂŁo eram pela cor do batom que usavam. Hoje, depois de vĂĄrias tendĂŞncias, as mulheres tĂŞm buscado por lĂĄbios mais carnudos e coloridos. Seus lĂĄbios deixaram de ser apenas um objeto de sedução para ser tambĂŠm uma forma de expressĂŁo e posicionamento na sociedade. â&#x20AC;&#x153;Elas nĂŁo querem ter lĂĄbios pĂĄlidos, sem cor, sem vida, tĂ­pico de quem estĂĄ assustada ou amedrontadaâ&#x20AC;?, explica Renata Barcelli, do LaboratĂłrio das Sobrancelhas.

Pigmento certo para cada tom de pele Renata explica que cada tom de pele tem uma demanda. Segundo ela, a pele branca rosada nĂŁo suporta cores muito fortes nos lĂĄbios. Para elas, os pigmentos indicados sĂŁo rosĂŠ e laranja, pois conferem um lĂĄbio VDXGiYHOFRPXPWRTXHGHVR½VWLFDomR-iDVPRUHQDV claras devem procurar cores acesas, que as deixam mais encantadoras. Um exemplo ĂŠ o vermelho vivo. As morenas jambo, por sua vez, pedem tons que se misturem ao subtom e produza um resultado favorĂĄvel. â&#x20AC;&#x153;Nesse caso podemos usar uma mistura do laranja com vermelho. Elas jamais devem usar tons derivados do PDUURPTXHWHQGHPDPRGL½FDUDFRUFRPRWHPSRRX tom de pele, resultando em uma palidezâ&#x20AC;?, conta Renata.

Para as orientais, a dica ĂŠ misturar o tom vermelho com rosĂŠ e um toque de laranja, jĂĄ que os lĂĄbios das orientais sĂŁo receptivos a uma combinação das cores. â&#x20AC;&#x153;AtĂŠ mesmo um tom puxando para o vinho pode deixar os lĂĄbios das orientais mais chiques, com um toque de RXVDGLDÂłD½UPDDHPSUHViULD As mulheres com pele negra podem optar por claUHDUHXQL½FDUDFRUGRVOiELRV$FRUDODUDQMDGDSRGH ser usada com mescla de vermelho para cobertura VXDYH H GH½QLomR VHP H[FHVVRV 9LQKR URVp ODUDQja, vermelho ou cor de boca sĂŁo cores que combinam com este tom de pele. 0DVVHDLGHLDpRSWDUSRUXPDPDTXLDJHPGH½QLWLYD QRVOiELRV5HQDWD%DUFHOOLRULHQWDDSURFXUDSRUSUR½Vsionais especializados. â&#x20AC;&#x153;Se o resultado ĂŠ prolongado nĂŁo podemos de forma alguma errar na cor. Existem pigmentos, como o RB Kollors, que podem ser aplicados nos lĂĄbios utilizando tĂŠcnicas tridimensionais, onde luz e sombra produzidas com as mesclas das cores conferem XPHIHLWRGHYROXPHHGH½QLomRÂłH[SOLFDDHVSHFLDOLVWD RENATA BARCELLI LABORATĂ&#x201C;RIO DAS SOBRANCELHAS

Rua Dr. Ruy Barbosa, 198 â&#x20AC;&#x201C; Vila HortĂŞncia â&#x20AC;&#x201C; Sorocaba â&#x20AC;&#x201C; SP (15) 3211-2050 â&#x20AC;&#x201C; www.renatabarcelli.com.br

ARQ&DESIGN

115


MODA

Poltrona Brita, design Marcus Ferreira (Decameron) Anel, brincos e colar &ROHomR$TXDUHOD 'U\]XQ

Pufe Cloud (Muma - loja online)

Cadeira Bistrô (Muma - loja online)

Emilio Pucci (Verão 2017)

Almofada bordada Bargello (6F Decorações)

116

ARQ&DESIGN


Greenery: a cor do ano! Todos os anos a Pantone, forQHFHGRUD SUR½VVLRQDO GH SDGU}HV de cores para a indĂşstria da moda e do design, escolhe uma cor para representar tudo o que acontece na cultura global e traduz humores, atitudes e tendĂŞncias, em uma cor. A cor de 2017 ĂŠ Greenery (Pantone 15-0343), um amarelo-esverdeado com frescor Ăşnico e revigorante, segundo a Pantone. Simbolizando as primeiras cores da Primavera, o Greenery tambĂŠm representa novos começos e, segundo Leatrice Eiseman, diretora executiva do Pantone Color Institute, a cor traz uma â&#x20AC;&#x153;reconexĂŁo que desejamos com a natureza, com nĂłs mesmos e com um propĂłsito maiorâ&#x20AC;?. Grandes marcas de PRGDMiGHV½ODUDPDFRUHPVXDV coleçþes de verĂŁo 2017: Emilio Pucci, Missoni e Michael Kors foram algumas. O Greenery ĂŠ natural e neutro e permite diversas combinaçþes de cores: â&#x20AC;&#x153;neutros, brights, tonalidades mais profundas, tons pastĂŠis, metĂĄlicos e atĂŠ mesmo com a presença duradoura da PANTONE Cor do Ano 2016, Rose Quartz e 6HUHQLW\Âł VHJXQGR VLWH R½FLDO GD Pantone. (DFRUQmR½FDUHVWULWDVRPHQWH Ă moda, ela marca tambĂŠm a arquitetura, decoração e todo universo de design.

Missoni (VerĂŁo 2017)

Michael kors (VerĂŁo 2017)

ARQ&DESIGN

117


MODABASTIDORES

Rasteiras lacinho em verniz

Rasteiras em couro e pedrarias

Rasteiras em verniz

Sapatilhas Sap em palha com detalhes em verniz e Sandália tressê salto médio m

Evidência Calçados (15) 3418-4230

Tamanco couro salto médio

118

ARQ&DESIGN

Flatforms metalizadas prata e dourado


MODABELEZA

Dermaroller: conheça tudo sobre o tratamento do momento!

D

Dermaroller ou microagulhamento, ĂŠ um tratamento dermatolĂłgico estĂŠtico, que promete renovar a sua pele atravĂŠs da estimulação de colĂĄgeno, deixando-a mais hidratada e PDLVERQLWD Como funciona? O Dermaroller ĂŠ um aparelho pequeno, que possui em sua ponta um rolinho com pequenas agulhas (que podem variar de comprimento de acordo com o objetivo e necessidade de cada paciente) e que, ao passar na pele, provoca microlesĂľes. Essas microlesĂľes sĂŁo como pequenos â&#x20AC;&#x153;furinhosâ&#x20AC;?, que irĂŁo causar um procesVR LQžDPDWyULR QD SHOH H GXUDQWH R processo de cicatrização, acontece a estimulação natural de colĂĄgeno, que resulta numa pele mais hidratada. Em que locais o tratamento pode ser aplicado? O tratamento possui diversas indicaçþes, podendo ser realizado no corpo e no rosto. Na face, ĂŠ ideal para rejuvenescimento ou para tratamentos de manchas e sequelas de acne. Nas demais partes do corpo, contribui para melhoria do aspecto de estrias e celulite, cicatrizes e queimaduras. Quais os benefĂ­cios? AlĂŠm de renovar a pele atravĂŠs da estimulação de colĂĄgeno, o Dermaroller FRQWULEXLPXLWRSDUDDVXD½UPH]DMi que em seu processo, alĂŠm de provocar a regeneração natural da pele, ele auxilia na absorção e penetração de ativos associados ao tratamento 120

ARQ&DESIGN

individual do paciente, como vitamina C para rejuvenescimento, e ĂĄcidos, no caso de clareamento de manchas e estrias, por exemplo. Contraindicaçþes: O Dermaroller nĂŁo ĂŠ indicado para pessoas com pele acneica ou com doenças de pele como psorĂ­ase, dermaWLWH RX RXWUDV LQžDPDo}HV 3HVVRDV muito sensĂ­veis Ă dor, dependendo do objetivo, podem sentir desconforto. Quanto mais profundo o â&#x20AC;&#x153;furinhoâ&#x20AC;?, maior a sensibilidade, porĂŠm, ĂŠ possĂ­vel aplicar um creme anestĂŠsico antes da aplicação, o que irĂĄ auxiliar a diminuir o incomodo. Quantas sessĂľes para ver os resultados? O nĂşmero de sessĂľes depende de FDGDSHVVRDHGHVHXREMHWLYR½QDOFRP o tratamento e de sua necessidade. As sessĂľes podem levar de uma hora a XPDKRUDHPHLDHDUHJLmRSRGH½FDU inchada, avermelhada e pode ocorrer leve descamação da pele. Sandra Vergili, que estĂĄ na segunda sessĂŁo de seu tratamento para rejuvenescimento com o Dermaroller, diz que jĂĄ sentiu diferença na pele logo na primeira sessĂŁo. Ela notou melhora no aspecto da cicatriz de acne, clareamento de algumas manchinhas e tambĂŠm sentiu os poros menos dilatados. â&#x20AC;&#x153;Ă&#x2030; um pouco dolorido, mas vale D SHQD $OpP GLVVR QmR p XP WUDWDmento caro, mas tem que ser cuidaGRVDSDVVDUPXLWR½OWURVRODUHQmRVH expor ao solâ&#x20AC;?, disse.

A esteticista Eliane Pereira da Silva D½UPD TXH p IXQGDPHQWDO WHU HVVH cuidado nĂŁo apenas durante o tratamento, mas antes e depois tambĂŠm. Ela recomenda que seja feita uma limpeza de pele alguns dias antes de iniciar o tratamento, caso seja feito no rosto e, alĂŠm dos cuidados com o sol, ĂŠ bom evitar banhos muito quentes, SRLVDSHOH½FDPXLWRVHQVtYHO²eIXQdamental que a pele esteja bem limpa para receber o tratamento. Por isso, antes de começar ĂŠ imprescindĂ­vel a preparação com sabonete de limpeza, tĂ´nico e esfoliantes e, se a paciente for sensĂ­vel a dor, a pomada anestĂŠsica ĂŠ o ultimo passo antes do rolinhoâ&#x20AC;?. Eliane indica o uso de ĂĄgua termal para ajudar a aliviar e regenerar a pele apĂłs o tratamento. Vale lembrar que, o tratamento com esteticistas ĂŠ limitado ao uso do roller com agulhas de atĂŠ 1mm. Para tratamentos mais profundos, como no caso de cicatrizes muito grandes H½EURVHVLQWHQVDVpLQGLFDGRUHDOLzar o procedimento com um dermaWRORJLVWDXPDYH]TXHHVWHVSUR½Vsionais estĂŁo aptos a utilizar o roller com agulhas maiores. Apesar de tratamentos mais super½FLDLVSRGHUHPVHUIHLWRVHPFDVDp recomendĂĄvel a realização por um SUR½VVLRQDOFDSDFLWDGRSDUDTXHQHP vocĂŞ e nem sua pele, sofram consequĂŞncias desagradĂĄveis e que o seu objetivo de beleza seja alcançado com VXFHVVR


Antes de iniciar o tratamento, ĂŠ necessĂĄrio ID]HUXPDKLJLHQL]DomRQRORFDORQGH serĂĄ aplicado o roller, com sabonete lĂ­quido, tĂ´nico e esfoliante.

Após cerca de 20 minutos com uma pomada anestÊsica, o que diminui a sensibilidade, a esteticista då início à aplicação.

A aplicação Ê feita com movimentos em asterisco por todo o rosto. Alguns locais são mais sensíveis e suscetíveis DVDQJUDPHQWRVFRPRWHVWDHQDUL]

Com as microlesĂľes causadas pelo aparelho, a pele estĂĄ â&#x20AC;&#x153;abertaâ&#x20AC;? para receber ativos como 9LWDPLQD&HiFLGRVHVSHFtÂąFRVSDUDFDGDFDVR 3DUDÂąQDOL]DUpDSOLFDGDXPDPiVFDUDFDOPDQWH VHJXLGDSRUXPÂąOWURVRODU1RGLDGDDSOLFDomR nada de ĂĄcidos. Apenas ĂĄgua termal. ARQ&DESIGN

121


MODA

Mix de estampas e texturas, acessórios marcantes e o bom e velho jeans em suas diversas formas. Aposte também nos decotes – QDIUHQWHHQDVFRVWDV Saias e vestidos sempre deixam o looks mais femininos e fresquinhos.

ALERTA STREET STYLE

Inspire-se!

nos looks de fashionistas ao redor do mundo para criar looks criativos e nada óbvios.

A saia midi pode ficar com um ar mais leve se for combinada com t-shirt básica ou se tiver cor forte e bem marcante! 122

ARQ&DESIGN

Foto: Styledumonde Foto: Fotosite

Para deixar o jeans menos óbvio: top branco com amarração e mangas bufantes, blusa de um ombro só e babados e scarpin colorido ou então, um mega decote nas costas! Foto: Tim Regas

Foto: Martha Sachser/ blog Jade Seba

Foto: Tim Regas

Foto: Blog Sofie Valkiers

Foto: casadereliquias.com.br

O vestidinho estampado fica mais charmoso ainda se combinado com brincão colorido ou chapéu.

ova Seja em Paris, PNaulo, Iorque ou São o que importa r da é usar e abusa criatividade!


FOCOEVENTOS PARCERIAS DE SUCESSO

O grupo de lojas Select ofereceu um coquetel para os arquitetos e designers de interiores de Sorocaba, em GH]HPEUR XOWLPR QD ,Q½QLW\ +DOO 0XLWRV SUR½VVLRQDLV GD iUHD PDUFDram presença e aproveitam a noite.

Junior Casagrande e Fábio Casagrande

Rodinei Pinto

Janaína Furlanes e Ricardo Alves

Adriana e André Galan

Guta Temple e Viviane Carvalho

Newton Soranz e Péricles Pedroso

Delmino de Souza Jr

Fotos: Maicon Machado

Rita e Rodolfo Jr

Guilherme e Sérgio Gonzalez

Fotos: Tuds / Rafael Pagliatto

Murilo Gurgel e Piero Soler

$1,0$d¬2727$/

Em fevereiro a Azu Club trouxe o DJ Alok, em noite inesTXHFtYHO6XSHUHVSHUDGRSRUWRGRVDDQLPDomRIRLWRWDO Muita descontração e gente bonita.

ARQ&DESIGN

123


FOCOEVENTOS &20(025$d2(0$/72(67,/2A comemoração dos 60 anos do Sistema Vanguarda de Comunicação, HPGH]HPEURXOWLPRDFRQWHFHXQR0DGi%DUFRPVKRZH[FOXVLYRGRFDQWRU'DQLHO6XFHVVRWRWDO

Tânia Pavlovsky, Mary Pavlovsky, Daniel e Cecilia Pavlovsky

Dra. Elaine Marasca e Tânia Pavlovsky

Tânia Pavlovisky, JosÊ Crespo, Mary Pavlovisky e Cecilia Pavlovsky

Sergio Roberto Jacinto

Bel Amary, Renato Amary, Margareth e FlĂĄvio Amary

Juliana Alves e Liliana Alves

JosĂŠ Duilio e Sra. Fotos:w Teylor Soares

Lola Melnick e Mauricio Babu

Marcos Baleeiro

Evani, Maria Isabel, Ana Lucia e Elisabete 124

ARQ&DESIGN

Mariano Mota

ValĂŠria Almeida e Tadeu Escolari


Edição 56  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you