Page 1

Estilo de Vida

POLTRONAS Destaque na decoração

ONE57

Vivendo no luxo e nas alturas!

Ano 11 Nº 57 R$ 12,00

ARQUITETURA

TAILÂNDIA Beleza e mistério

VAN CLEEF

Luxo no coração do Miami Design District


C O N S T R U Ç Ã O

A C A B A M E N T O

B R I C O

A vida acontece de verdade em uma

casa de verdade

(Central de Atendimento Leroy Merlin): Capitais 4020-5376 • Demais Regiões 0800-0205376

www.leroymerlin.com.br

SOROCABA - SP - RODOVIA RAPOSO TAVARES, KM 101, PRÓXIMO AO SHOPPING IGUATEMI ESPLANADA Segunda a sábado, das 8h às 22h. Domingos e feriados, das 10h às 20h.


L A G E M

D E C O R A Ç Ã O

J A R D I N A G E M

A LEROY MERLIN acredita em casas de verdade. Sabe que as coisas mais importantes da vida acontecem nela, e quer ajudar você a transformar cada cantinho como sempre sonhou. Por isso, tem mais de 80 mil produtos para construir, reformar e decorar com o menor preço sempre. Além de atendimento especializado e serviços diferenciados. Venha para a LEROY MERLIN.

#CasaDeVerdade

Siga-nos: fazermais.info instagram.com / leroymerlinbrasil

twitter.com / @ LeroyMerlinBRA pinterest.com / leroymerlinbr

facebook.com / LeroyMerlinBrasil youtube.com / LeroyMerlinBRA


Porta em madeira de demolição Marcenaria Artesanal

Espelhos Marcenaria Artesanal

Aparador em lâmina de Freijó Marcenaria Artesanal

DESIGN, BELEZA E SENTIDO. www.marcenariaartesanal.com.br marcenariaartesanal Projeto: RODRIGO LATORRE Av. Eng. Carlos Reinaldo Mendes, 3200 - Sorocaba - SP 15 3234-8367 - www.rodrigolatorre.com.br


Painel em lâmina de Freijó Marcenaria Artesanal

Degrau em madeira maciça de Freijó Marcenaria Artesanal


EDITORIAL Capa: Fernanda Marques

Foto: Drauzio Tuzollo

Arte e design pelo mundo Nos últimos meses o mundo respirou arte, design. Eventos como o 56º Salão Internacional do Móvel de Milão, o SP-Arte, a SPFW, a Expo Revestir movimentaram o mercado e trouxeram novas tendências, inspiração e uma nova visão do nosso cotidiano. Esses eventos tiveram cobertura da Arq&Design e estamos trazendo um pouco do que aconteceu tanto nesta edição como em nossa página do Facebook- www.facebook.com/ ArqDesignRevista. Esse movimento contínuo de buscar o novo, fazer uma releitura do que já é conhecido segue nos próximos meses com a realização de mais uma edição da Casa Cor SP, que acontece a partir de Maio. Para a próxima edição vamos trazer um pouco do que a mostra apresentou ao público. Na busca por novidades, informações atuais, dicas de viver bem, garimpamos alguns assuntos interessantes para inspirar nossos leitores. Para os apaixonados pela gastronomia, trazemos nesta edição alguns ingredientes comercializados a peso de ouro e que entram em pratos por todo o mundo. Já quem pratica esportes, pode conferir a lista das modalidades que pedem um maior investimento dos praticantes, tornando-as um luxo para poucos. O leitor ainda vai conhecer os encantos da Tailândia, saber quais países exigem visto dos brasileiros e, claro, ter dicas de decoração e design de interiores, além de conhecer construções espalhadas por todo o mundo que são de tirar o fôlego e que trazem novas ideias que podem ser aplicadas no seu dia a dia, na sua sala, seu quarto e sua vida. Boa leitura!!

Sandra Vergili

',5(725(;(&87,92 Elias Boy Sampaio &225'(1$d­2*(5$/ Anelise Santosanelise@revistaarqdesign.com.br -251$/,67$5(63216È9(/ Sandra Vergili – MTB 23.342sandra@revistaarqdesign.com.br (',725'($57( Carlos Henrique Barrosch@revistaarqdesign.com.br &20(5&,$/ Aline Gattazaline@revistaarqdesign.com.br (15) 99700-1402 Jonathan Oliveira Sampaiojonathan@revistaarqdesign.com.br (15) 98152-7698 352'8d­2'(02'$ Camila Stecca Stefancamila.sstefan@gmail.com )272*5$),$ Nátali Hernandes e Henrique Cunha ),1$1&(,52 Soraia Salgadofinanceiro1@revistaarqdesign.com.br )(&+$0(172',*,7$/ Leandro Marcelo Ismerimleandro.ismerim@gmail.com ,035(66­2 Gráfica Santa Edwigeswww.graficasantaedwiges.com.br

12

ARQ&DESIGN

Fica proibida a reprodução parcial ou completa do conteúdo dessa publicação sem a prévia autorização dos responsáveis. Somente as pessoas que constam nesse expediente estão autorizadas a falar em nome da revista. Nenhuma pessoa está autorizada a retirar objetos para as fotos do editorial sem a apresentação de um documento da direção da revista. Os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores. Redação, Publicidade e Correspondência: Rodovia Raimundo Antunes Soares, 2.270 – Km 100 Votorantim – SP – Cep: 18115-120 – Tel/Fax: (15) 3242-2574 portal@revistaarqdesign.com.br


SUMÁRIO

21 48 90 77

16 21

DESCOBERTAS: Novidades para sua casa

30 43 48

One57 – Vista maravilhosa para o Central Park

57

PAISAGISMO: Inovação e sustentabilidade no meio da selva

14

ARQUITETURA: Fernanda Marques Ousadia no Campo

DECORAÇÃO: Poltronas, escolha a sua Quartos de hóspedes – Um espaço multifuncional

ARQ&DESIGN

77 83

TURISMO: Sob as belezas da Tailândia

90 94

LUXO: Modalidades esportivas para poucos

97 108 110

MOTOR: Captur reforça o segmento de SUVs

SAÚDE: Depressão, a vida que parece não valer mais a pena MODA: Editorial – As cores do Outono Beleza – Sobrancelhas personalizadas Samuel Cirnansck em Sorocaba


CONFORTO E MAIS Desenvolvido por Mauro Lipparini, o sofá Melpot é um destaque da Natuzzi Italia. Com linhas retas e design clean e moderno, a peça é versátil e totalmente personalizável. www.natuzzi.com.br

Foto: Edson Garcia

DESCOBERTAS

NEW IN! Pelo terceiro ano, a arquiteta Patricia Anastassiadis lança uma coleção exclusiva para a Artefacto. Dividida nos estilos New Classic, Nouveau, Ink e Orient Excess, o sofá Oscar é uma das atrações. www.artefacto.com.br

PARA A VARANDA Criada para compor o espaço das varandas, a Galeria das Lonas traz a linha Phoenix assinada por Estevam de Carvalhaes. Composta por banco de dois e três lugares, e banqueta, é produzida em madeira Tauari. www.galeriadaslonas.com.br NOVIDADE CARIOCA A Santa Fábrica de Ladrilhos desenvolveu a linha Maravilhosa, inspirada no design das ruas do Rio de Janeiro. O lançamento tem LQ¾XrQFLDUHWU{FRPWHQGrQFLDV geométricas. www.santaladrilhos.com.br

PREMIADA PELO GOOD DESIGN AWARD A garrafa de cristal Fênix tem sua fabricação a partir de técnicas como sopro e injeção e contém uma gravação feita com jato de areia e pintura em ouro. www.vistaalegre.com 16

ARQ&DESIGN


DESCOBERTAS

Foto: Rafael Renzo

PARA ILUMINAR A Luminária de parede Memory é uma criação de Jader Almeida lançada pela Sollos. A peça faz uma harmonização entre a madeira e o latão e é acionada com apenas um toque. www.sollos.ind.br

DECORAÇÃO ESCANDINAVA A Kahoy apresenta a Linha Root. Criada para ambientes simples e básicos, ela é ideal para quem aprecia uma decoração com elementos naturais, já que é feita 100% em madeira maciça. www.kahoy.com.br

NOVIDADE EM TAPETES A Punto e Filo lança nova linha de tapetes com design de Alfredo de Oliveira e com inspiração no paisagismo brasileiro. As peças são produzidas em material que GL½FXOWDDDGHUrQFLDGHVXMHLUD ZZZSXQWRH½ORFRPEU

FUNCIONALIDADE E BELEZA Novidade da Geo Luz&Cerâmica, o abajur Riviera, de Maurício D’Avila, traz um design diferente dos convencionais, servindo também como peça decorativa. O item une elegância, luxo e modernidade. www.geoceramica.com.br

MOBILIÁRIO VINTAGE – O banco 102 1960, do arquiteto Jorge Zalzuszupin, é uma das peças que pode ser encontrada na Bossa – Mobiliário Moderno Brasileiro, que tem como foco o mobiliário produzido entre as décadas de 1950 e 1980. www.bossamobiliario.com.br 18

ARQ&DESIGN


Fotos: Fernando Guerra

Ousadia no

Campo

Quando se fala em casa de fazenda, logo pensamos em estruturas com estilo rĂşstico, bucĂłlico. Quebrando este paradigma, a arquiteta Fernanda Marques assinou o projeto de uma casa na Fazenda Boa Vista, em Porto Feliz, que traz um toque de ousadia ao campo. ARQ&DESIGN

21


Arquiteta Fernanda Marques

22

ARQ&DESIGN


Com uma vista espetacular do lago e do campo de golfe, a casa projetada por Fernanda Marques se destaca no cenário graças a suas linhas retas e grandes painéis de vidro.

ARQ&DESIGN

23


tendendo as aspirações de seus proprietários, um parâmetro básico orientou o projeto da arquiteta Fernanda Marques para uma casa de fazenda, localizada em Porto Feliz, São Paulo: criar uma casa de campo que enfatizasse ao máximo sua integração com a paisagem. De preferência, por meio de uma estrutura leve, com grandes aberturas e superfícies envidraçadas. Assim surgiu uma arquitetura que se diferencia das demais a seu entorno, por sua linguagem contemporânea e ousadia estrutural. Com 700 m² e estrutura metálica, a casa acompanha o formato do terreno. Os ambientes, por sua vez, foram distribuídos de tal forma que todos oferecem vista para o lago e para o campo de golfe. Por toda a extensão da fachada, nada interrompe a sequência de painéis deslizantes. Poucos e

Grandes pilares aparentes trazem mais leveza ao projeto, que recebeu um sistema de ventilação cruzada, que integra o espaço interior com o exterior e promove um maior arejamento da área interna.

24

ARQ&DESIGN


ARQ&DESIGN

25


26

ARQ&DESIGN


UH½QDGRV PDWHULDLV FRPR D PDGHLUD DV SHGUDV H R YLGUR UHD½Umam a essência do projeto, que ao entardecer se torna completamente permeåvel à vista, se transformando em uma grande caixa de OX]UHžHWLGDQDViJXDVGDSLVFLQD Do ponto de vista da arquitetura, uma especial atenção foi dispensada ao desenho dos pilares aparentes com o objetivo de conferir maior leveza ao projeto. Nele, dois volumes são marcantes: o principal, onde estão localizadas a årea social, cozinha e a suíte do casal, e o lateral, com quatro suítes para hóspedes. Aproveitando a farta incidência de luz natural durante a maior parte do dia, o projeto dotou a maioria dos ambientes de iluminação zenital, tÊcnica que permite que a luz natural penetre no ambiente atravÊs de aberturas criadas na cobertura de uma edi½FDomR-iRVLVWHPDGHYHQWLODomR cruzada, implantado em toda årea social, aliado à total abertura dos caixilhos, integra o espaço interior com o exterior, criando ótimas condiçþes de arejamento e uma maior integração com a paisagem da fazenda.

Com uma estrutura leve, com grandes aberturas e superfícies envidraçadas, a casa trouxe um toque de ousadia à paisagem do campo, sem perder a VR¹VWLFDomRHFRQIRUWR

ARQ&DESIGN

27


A casa conta com dois grandes volumes, onde estão localizadas a área social, a suíte do casal e outras quatro suítes para hóspedes. Todos os ambientes com uma bela vista da fazenda.

28

ARQ&DESIGN


FERNANDA MARQUES ARQUITETOS ASSOCIADOS

Rua Ramos Batista, 198 – Cobertura Vila Olímpia – SP (11) 3849-3000 www.fernandamarques.com.br

ARQ&DESIGN

29


ARQUITETURA

ONE57

Luxo e ousadia nas alturas

Arquiteto Christian de Portzamparc

30

ARQ&DESIGN


Em 2005, Gary Barnett, presidente da Extell Development, encomendou ao arquiteto Christian de Portzamparc duas torres na 57th Street, em Nova York. Em função do tamanho do terreno uma única torre foi projetada. O edifício reúne hotel e um residencial e se transformou em ícone da arquitetura moderna.

A

A criação de complexos de uso misto é uma nova tendência na arquitetura comercial. Mas o arquiteto Christian de Portzamparc inovou e projetou um edifício que reúne hotel e apartamentos residenciais numa única construção com a sua cúpula voltada para o imenso céu aberto do Central Park. Assimétrica e imponente, a torre One57 foi inaugurada em 2014, mas sua concepção aconteceu em 2005, quando o empresário Gary Barnet, da empresa Extell,

solicitou a Portzamparc um estudo para a implantação de dois edifícios para hotel e residências na rua 57, área nobre de Manhattan. Depois de vários anos de estudos, em 2008 um terreno de 74 mil m² foi adquirido para a construção de uma torre única com 75 pavimentos, 306 metros de altura, 210 quartos para o hotel e 130 unidades residenciais. Os primeiros pisos foram ocupados pelo Park Hyatt Hotel e os 15 últimos, por apartamentos de alto luxo. ARQ&DESIGN

31


Os 130 apartamentos de luxo possuem características que os tornam únicos, como pÊ direito de 3,5 m, entradas assimÊtricas, armårios feitos sob medida, ventilação auW{QRPDHVDXQD2VPRUDGRUHVWrPDLQGDjGLVSRVLomR uma årea de 2.000 m² com piscinas, ginåsio de esportes, biblioteca e um teatro. Jå o hotel de luxo ocupa os primeiros pisos do edifício, mas os moradores da årea residencial tambÊm têm acesso a todos os serviços do hotel, como se fossem hóspedes, reforçando o novo conceito de moradia de luxo.

A torre se volta para Central Park como se em tributo àquela paisagem estonteante. CACHOEIRA – Portzamparc aproveitou o formato do terreno em L, para construir uma torre delgada e escalonada. A fachada Ê estruturada em faixas verticais de vidro em duas cores contrastantes. Com a mesma imagem vista do interior do prÊdio, a fachada transmite a energia de uma cachoeira em plena Nova York. AlÊm disso, Os vidros GXSORVGDWRUUHSURSLFLDPH½FD]LVRODomRWpUPLFD A årea residencial tem os apartamentos mais caros da cidade e alguns jå foram vendidos a U$ 100 milhþes. Os apartamentos mais baratos têm um preço base de 3,5 milhþes de dólares e, apesar da construção do One57 ter sido ½QDOL]DGDHPWRGDVDVXQLGDGHVMiIRUDPYHQGLGDV O interior dos apartamentos foi concebido pelo designer Juul-Hansen e são um prolongamento da arquitetura exterior, com o uso de materiais translúcidos, mårmore polido e materiais de altíssima qualidade. 32

ARQ&DESIGN

O ARQUITETO – O arquiteto e urbanista Christian de Portzamparc nasceu em Casablanca em 1944 e se formou pela Escola de Belas Artes de Paris em 1969. Em 1980 ele criou sua agência, o Atelier Christian de Portzamparc. Portzamparc trabalha em projetos de construção de WRGRV RV WDPDQKRV H SURSRVWDV DFHLWDQGR GHVD½RV H apresentando sempre novas soluçþes. Com base na inovadora visão Portzamparc sobre a estrutura urbana, seu trabalho estå centrado na investigação, na qualidade dos espaços e de vida e na compreensão da cidade. Em 1994, Christian de Portzamparc tornou-se o primeiro arquiteto francês a ganhar o prestigiado Pritzker, Prêmio de Arquitetura. Sua paixão por música o levou a participar de projetos voltados à música, como a Paris Opera Ballet School em Nanterre, França, a CitÊ de la Musique em Paris, França, a Philharmonie Luxembourg e a Cidade das Artes, no Rio de Janeiro, todos premiados internacionalmente.


ARQUITETURA

O uso sutil das na arquitetura

O que poderia ter sido um empecilho para alguns, foi a solução encontrada pelas arquitetas Sarah Bonanno e Marina Cardoso de Almeida para o projeto de reforma de um apartamento em São Paulo. As paredes estruturais de concreto ganharam equilíbrio com a aplicação de diferentes cores.

34

ARQ&DESIGN

Fotos: Julia Ribeiro

CORES


A

s paredes de concreto costumam ser uma dor de cabeça para o design de interiores, mas elas se tornaram o ponto de partida para um projeto descolado e divertido. As arquitetas Sarah Bonanno e Marina Cardoso de Almeida, da Tria Arquitetura, receberam a missão de reformar um apartamento com 110 m² da dÊcada de 1970 e começaram o trabalho descascando as paredes e criando um equilíbrio perfeito entre construção e interiores, marcado pelo uso de tons de cinza, azul e mostarda. Esta foi a primeira reforma do imóvel desde sua construção e como as paredes estruturais precisariam permanecer, a saída foi mudar o layout sem radicalizar. No QRYROD\RXWDiUHDGHVHUYLoR½FRXPHQRU HGHXHVSDoRDXPKRPHRI½FHLQWHJUDGR à årea íntima, com dois quartos, um deles transformado em sala de TV. A cozinha tambÊm foi integrada à sala de jantar e à sala de estar. ARQ&DESIGN

35


36

ARQ&DESIGN


Cores complementares Para suavizar o concreto, Sarah e Marina optaram pelo uso de cores em tons neutros e complementares. A busca pelo equilíbrio foi o grande guia deste projeto. Por isso, apesar do concreto, a marcenaria e mobiliários seguiram a mesma linguagem suave em todos os espaços. As arquitetas usaram madeira, marcenaria em tons pasteis e mobiliário em mostarda e amadeirados, que levaram suavidade ao projeto. Na cozinha, foi usado o mesmo revestimento que aparece em outras áreas para que não houvesse uma ruptura estética e continuidade da sala de jantar. Na área social e íntima, o piso de taco de madeira original foi mantido, mas passou por uma restauração, que também se estendeu para toda parte elétrica e hidráulica. O apartamento conta ainda com dois banheiros sociais e um lavabo, que ganharam novos revestimentos. Um deles teve a área de banho revestida em deck de madeira, dando um toque moderno e aconchegante ao ambiente.

TRIA ARQUITETURA

Rua Costa Carvalho, 97 – Pinheiros – São Paulo – SP (11) 3476-5588 www.triaarquitetura.com.br

ARQ&DESIGN

37


ARQUITETURA

rquiteta e urbanista, especialista em arquitetura de interiores, iluminação, mobiliário e paisagismo, a arquiteta Alessandra Orsi é conhecida por assinar projetos exclusivos, optando por linhas retas, elementos atemporais e tons neutros, com uma “pincelada” de cor para garantir 38

ARQ&DESIGN


Morar com inovação e funcionalidade

Fotos: Janderson Rodrigues

Aproveitar cada centímetro dos espaços através de um projeto inovador, sofisticado e funcional. A arquiteta Alessandra Orsi, conhecida por seu olhar detalhista, imprimiu sua estética apurada no projeto de uma casa de um jovem casal.

elegância e bem-estar para a vida de seus clientes. Seguindo esta linha de trabalho, a arquiteta criou um SURMHWRVR½VWLFDGRHFRQWHPSRUkQHRSDUDXPDUHVLGrQFLD em Votorantim, de propriedade de um jovem casal bastante antenado no mercado de mobiliário e decoração. ARQ&DESIGN

39


IMPONĂŠNCIA Logo na entrada foi instalada uma porta pivotante com YLGURUHžHFWDEURQ]HHULSDVHPSYFPDGHLUD1RSURMHWR Alessandra criou para o hall de entrada um grande aparador de madeira com espelho bronze, representando a imponĂŞncia da residĂŞncia. Uma sala da casa foi transformada em um espaço ²]HQÂłRQGHDDUTXLWHWDFRORFRXPyYHLVHP½EUDQDWXUDOH elementos rĂşsticos, como uma mesa em tronco de ĂĄrvore. O azul entra como ponto de cor neste ambiente. Nas janelas, as persianas horizontais garantem praticidade e visual clean. O home theater desenhado pela arquiteta tem um tom mais escuro e o contraste da madeira. O destaque vai para um “rasgoâ€? no painel feito pela Marcenaria Artesanal, onde foram colocados toquinhos de ĂĄrvore, dando um toque de inovação ao espaço. O amELHQWHIRLFRQFHELGRSDUDRVDPDQWHVGH½OPHVTXHDSUHciam tecnologia e automação. No espaço gourmet, um ambiente pensado especialmente para o proprietĂĄrio, que gosta de cozinhar, Alessandra usou tons mais escuros e a madeira rĂşstica, elementos que contrastam com a modernidade do piso, e parede com efeito de cimento queimado. As cadeiras de Aristeu Pires e a mesa da Marcenaria Artesanal dĂŁo uma atmosfera praiana para o ambiente. A sala da piscina, por sua vez, teve como prioridade a instalação de um tapete e de um sofĂĄ com tecido imSHUPHiYHOSDUDTXHRV½OKRVGRFDVDOSXGHVVHP½FDUj vontade apĂłs o banho de piscina. O ponto alto neste amELHQWHIRLDJUDQGHMDQHOD½[DFRPXPDMDEXWLFDEHLUDDR fundo, que alĂŠm de integrar a sala com o jardim, passa a ideia de um grande quadro natural. Em todos os ambientes impera a funcionalidade. “Adoro saber que o cliente utiliza cada centĂ­metro do VHXHVSDoR2SULQFLSDOGHVD½RGDSUR½VVmRpDWHQGHUH superar as expectativas dos clientes. Busco captar suas necessidades e transformar cada projeto em um lugar Ăşnico e especial.â€? ARQUITETA ALESSANDRA ORSI STUDIO OKA ARQUITETURA

Rua Levindo Lima, 183 – Parque Campolim – Sorocaba/SP (15) 3318-8881 / 98138-1832 www.studiooka.com.br – contato@studiooka.com.br

Design contemporâneo, tons neutros, elementos naturais e aconchego são algumas das características desta residência com 450 m². Alessandra conta que focou seu trabalho principalmente no estilo de seus clientes, tendo sempre o cuidado em garantir o bem estar dos moradores, com toques GHSHUVRQDOLGDGHVR¹VWLFDomRHIXQFLRQDOLGDGH 40

ARQ&DESIGN


ARQ&DESIGN

41


ONLINE

PARA SER APRECIADA DE TODAS AS FORMAS

revistaarqdesign.com.br $UT'HVLJQ5HYLVWD#DUTGHVLJQBUHYLV#UHYLVWDDUTGHVLJQR½FLDODUTGHVLJQ     

A Revista ARQ&DESIGN é distribuída gratuitamente nos condomínios horizontais e verticais de Sorocaba, Votorantim, Araçoiaba da Serra, Porto Feliz e Itu. 42

ARQ&DESIGN


DECORAÇÃO

Foto: Jomar Bragança

Enaltecendo uma decoração com foco na madeira, no projeto de Estela Netto a poltrona complementa o ambiente seguindo a tendência do orgânico, natural e atemporal.

ARQ&DESIGN

43


Foto: Henrique Queiroga

Foto: Rodrigo Tozzi

Escolhida para fazer parte de um cantinho de leitura projetado por Melina Mundim, essa poltrona busca trazer conforto e charme ao espaço.

Tendo suas tonalidades e formas enaltecidas pela iluminação natural, na criação da RB ARCHDESIGN, as poltronas de formas marcantes colorem o ambiente clássico. 44

ARQ&DESIGN

Nesse projeto da arquiteta Ana Lívia Werdine o ambiente com tonalidades neutras faz com que a poltrona ganhe destaque graças a sua cor e formato.

Mais que um acento na sala ou espaço destinado a visitas, as poltronas ganharam destaque na decoração nos últimos anos. Funcionais e divertidas, as poltronas decorativas se transformaram em elemento de decoração, principalmente, da sala de estar. O mercado oferece poltronas nos estilos clássico, moderno, futurista, vintage, que podem se adequar a qualquer estilo. Com uma estampa marcante, com texturas ou cores fortes, a poltrona pode ainda se transformar no ponto central da ambientação, de onde sai a inspiração para outras peças. Elas também “fecham” o ambiente em espaços como as salas integradas com espaços gourmets ou varandas. Quem tem ambientes pequenos pode usar poltronas gêmeas para substituírem um sofá, ganhando mais espaço para circulação sem perder o conforto. Para escolher a peça certa para cada WDPDQKR GH DPELHQWH GHYHVH ½car atento ao espaço de circulação para evitar que a poltrona se transforme num elefante branco na sala. O ideal é que as poltronas se tornem um ponto de contraste do ambiente. Inspire-se e escolha a opção que mais tem a ver com a sua decoração!


Foto: Gustavo Xavier

$SROWURQDHP½EUDVLQWpWLFDHOLQKR (Full House) foi escolhida para combinar com a decoração que preza pela intimidade e aconchego. Projeto da RB ARCHDESIGN.

Nesse espaço o arquiteto Júnior Piacesi inseriu as poltronas no tom rosa buscando quebrar a linguagem limpa e minimalista que permeia todo esse projeto.

Inserida em um quarto de bebê, as designers Linda Martins e Cris Araújo, do Maraú Design Studio, optaram por uma poltrona de dupla função, auxiliar na amamentação e servir de assento para visitas.

Para um ambiente feminino e divertido, a poltrona escolhida pela arquiteta Claudia Aragão e a designer Cátia Maiello, do escritório Casatelier, complementa com jovialidade o espaço. ARQ&DESIGN

45


Poltrona DUNA – Marché Art de Vie www.marcheartdevie.com.br

Poltrona CONCRETA Sergio Fahrer e Jack Fahrer www.fahrer.com.br

Poltrona RIO Fast Shop Kids www.kids.fastshop.com.br

Poltrona GIRAMUNDO – Decameron www.decamerondesign.com.br

Poltrona AKANS II Artefacto Beach&Country artefacto.com.br/portal

Poltrona PK6 – Studio Paulo Kobylka www.paulokobylka.com.br

46

ARQ&DESIGN

Foto: Renan Klippel

Poltrona PATROA – Mula Preta www.mulapretadesign.com


Poltrona BASQUETE – Marché Art de Vie www.marcheartdevie.com.br

Poltrona MADEMOISELLE – L’Oeil www.loeil.com.br Poltrona PRINCE – Neobox Móveis neoboxmoveis.com.br

Poltrona GUANABARA – L’Oeil www.loeil.com.br

POLTRONA PIL – Nos Furniture nosfurniture.com

Poltrona CARIAI – Sergio Fahrer e Jack Fahrer www.fahrer.com.br

ARQ&DESIGN

47


DECORAĂ‡ĂƒO

Foto: Gustavo Xavier

Neste projeto de Junior Piacesi o espaço Ê usado para múltiplas funçþes como KRPHRI½FHTXDUWRGHKyVSHGHVSDUDDWp duas pessoas e sala de TV. A decoração GRF{PRGRpFOHDQHFRQWDFRPPDGHLUD natural para dar um toque acolhedor.

Muito alĂŠm de um quarto para

HÓSPEDES Os quartos de hóspedes são uma ótima opção para quem costuma receber visitas em casa, jå que eles dão privacidade e conforto aos visitantes. Um bom quarto de hóspedes deve ter uma cama ou bicama confortåvel e espaços para guardar roupas e pertences pessoais dos hóspedes. PorÊm, na falta de alguÊm para aproveitå- los, esses ambientes podem se tornar um espaço perdido e, com os imóveis cada vez 48

ARQ&DESIGN

menores, um bom aproveitamento Ê indispensåvel. Se for bem pensado, o quarto de hóspedes pode se tornar um ambiente multifuncional, de maneira que possa servir tambÊm como escritório, biblioteca, sala de música, home theater e atÊ sala de estudos, tornando-se útil a qualquer momento. Selecionamos algumas ideias que podem servir de inspiração para quem quer criar ou transformar o espaço.


Fotos: Nenad Radovanovic

Fotos: Kiko Masuda

Com o intuito de utilizar ao Pi[LPRRF{PRGRDDUTXLWHWD Tatielly Zammar criou um home RI½FHFRPEDVWDQWHHVSDoRSDUD guardar livros e tambÊm um quatro de hóspedes. Uma bancada funcional para notebook, sofå cama, nichos e papel de parede compþem o ambiente.

Esse espaço projetado por Toninho Noronha com a colaboração de Renato Andrade foi pensado para ser um cômodo de brincadeiras e tambÊm para receber visitas. O quarto traz uma bicama e espaços para guardar brinquedos. Sua temåtica foi inspirada nas peças de Lego e nas cores primårias que remetem a recreação.

ARQ&DESIGN

49


Fotos: Gilmar Veng fotos: J. Vilhora

Criado pelo escritório Machado & Weiss Arquitetura e Interiores esse é outro exemplo de escritório adaptado para quarto de hóspedes. Na suíte foram inseridos um sofá-cama e armários, na decoração foram privilegiados tons neutros com elementos que se destacam e trazem cor.

Nesse projeto o arquiteto Leonardo Junqueira deixou o espaço aconchegante usando tons claros e padrões geométricos que inserem leveza e descontração ao ambiente. Podendo ser utilizando também como espaço de trabalho, ele conta com cama de hospedes com bicama, armários e painel de televisão. 50

ARQ&DESIGN


DECORAĂ‡ĂƒO

D

Durante os dias 7 a 10 de março, São Paulo recebeu a 15ª Expo Revestir, principal evento de soluçþes em acabamentos para a construção civil da AmÊrica Latina. Sendo uma verdadeira vitrine para as tendências anuais na årea de revestimentos e construção, a feira reuniu cerca de 240 expositores e um público de arquitetos, designers, engenheiros, lojistas e revendedores do setor de arquitetura e construção mostrando o que hå de mais novo e inovador na årea. Nessa edição foram apresentas novidades nos segmentos de cerâmicas, louças sanitårias, metais para cozinha e banheiro, entre outros produtos do segmento e a Arq&Design mostra um pouco do que foi apresentado no segmento revestimentos.

1

EXPO REVESTIR

2017

2

3 1- Linha Fine Collection (Cloud Grey), da Pasinato, tem como inspiração as rochas encontradas na natureza. 2- Eliane Revestimentos mostrou a coleção de porcelanatos AGA assinada por Hanazaki, aqui na cor Desert. 3- A Formica apresentou laminados de alta resistência inspirados em tendências geomÊtricas e cores marcantes. 4- Pertencendo a mesma linha Fine Collection da Pasinato, foi apresentado modelo Amasya Beige. 5- A Colormix trouxe o patchwork Oromo que traz detalhes coloridos distribuídos em cada uma de suas peças aleatoriamente. 6- Carvalho Natura &KHYURQSURGX]LGRHPPDGHLUDFHUWL¹FDGDGHFDUYDOKR europeu, apresentado pela Neobambu. 7- Revestimento Ecobrick Grezzo Friso da Castelatto, inspirado na cultura prÊcolombiana e nas lendårias pedras entalhadas. 8- Linha Tribu, tambÊm da Castelatto, apresenta um design Êtnico com desenhos em alto relevo. 9- A Biancogres apresentou na feira o kit de ladrilhos hidråulicos Vietri Sul Mare. 52

ARQ&DESIGN


4

6

5

7 8

9

ARQ&DESIGN

53


10

11

12

13 15

54

ARQ&DESIGN

14 10- A premiada coleção Connect da Cerâmica Portinari, desenvolvida em forma triangular, mistura cores e textura. 11- Também pertencente a Coleção AGA da Eliane Revestimentos, assinada por Alex Hanazaki, está a cor Country. 12- A Villagres lançou a coleção 3ULPHFRPGHVHQKRVLPSUHVVRVHPDOWDGH±QLomRTXH criam efeitos estéticos artesanais. 13- A linha Urban Mix também foi apresentada pela Biancogres mantendo a introdução do Porcelanato Digital no Brasil. 14- Assim como os outros modelos apresentados pela Neobambu, o Carvalho Natura é ecofriendly e agrega design, tecnologia e leveza. 15- A Colormix trouxe também a Linha Estamparia com peças de design moderno vendidas individualmente ou em grupo.


DECORAĂ‡ĂƒOMOSTRA

Mostra de arte transforma SĂŁo Paulo em uma grande galeria

A SP-Arte – Festival Internacional de Arte de SĂŁo Paulo – promoveu sua 13ÂŞ edição em abril e conďŹ rmou sua missĂŁo de revolucionar e aproximar a arte contemporânea nacional e internacional, da população. A Arq&Design visitou a mostra um dia antes da abertura ao pĂşblico a convite do Iguatemi Esplanada. Criada em 2005, a SP-Arte – Festival Internacional de Arte de SĂŁo Paulo – ĂŠ um dos mais importantes eventos do mercado global de artes. Consagradas galerias trazem mais de 2.000 artistas do Brasil e do mundo e se reĂşnem, com museus e instituiçþes culturais, num encontro criativo anual HQWUH FROHFLRQDGRUHV SUR½VVLRQDLV H amantes da arte. A 13ÂŞ edição da mostra, realizada de 6 a 9 de abril, reuniu no PavilhĂŁo da Bienal, em SĂŁo Paulo, mais de 120 galerias de arte moderna e contemporânea do Brasil e do mundo e movimentou a capital paulista com uma sĂŠrie de eventos em comemoração Ă semana da SP-Arte. A SP-Arte foi a feira que mais cresceu no mundo em participação de galerias do top 20 mundial nos Ăşltimos cinco anos, segundo relatĂłrio da publicação americana The Art Newspaper. A convite do Shopping Center Iguatemi Esplanada, a redação da Arq&Design visitou a mostra num dia voltado especialmente a convidados e jornalistas. A SP-Arte 2017 trouxe, entre suas galerias estrangeiras, David Zwirner, Marian Goodman e 56

ARQ&DESIGN

Alexander Gray, por exemplo, todas de Nova York. Da AmÊrica Latina, nomes como Collage Habana (Havana), El Museo (Bogotå), kurimanzutto (Cidade do MÊxico)e Sur (MontevidÊu). Do Brasil destacaram-se galerias como Almeida e Dale, Bergamin & Gomide, Casa Triângulo, Dan, Fortes D’Aloia & Gabriel, Gustavo Rebello, Luciana Brito, Luisa Strina, Mendes Wood DM, Millan, Paulo Kuczynski. A 13ª edição do evento foi marcada tambÊm pela estreia de 20 galerias do Brasil e do exterior.

De feira a um festival de arte Em entrevista exclusiva dada Ă Arq&Design no lounge do Iguatemi, Fernanda Feitosa, diretora e fundadora da SP-Arte, contou que a SP-Arte começou como uma exposição de arte com cunho comercial e hoje jĂĄ se caracteriza como um grande festival de arte. “A partir do PavilhĂŁo da Bienal, a SP-Arte conta com 180 eventos acontecendo ao mesmo tempo em toda cidade. SĂŁo palestras, 28 lançamentos de livros, mostras e PXVHXVTXH½FDUDPDEHUWRVHPGLDV

que normalmente estariam fechados ao pĂşbicoâ€?, explica. A cada edição, novas galerias trazem seus trabalhos Ă SP-Arte, num trabalho feito por Fernanda e por uma comissĂŁo, que viaja o mundo inteiro pesquisando novidades e artistas. “Eu viajo o ano todo para visitar outras feiras de arte e as galerias de arte, pesquisar novos artistas. Temos ainda um comitĂŞ formado por galerias nacionais e internacionais que nos ajuda na seleção de trabalhos. HĂĄ ainda um chamado aberto para que as galerias possam se inscrever e ter seus trabalhos avaliados por nossa equipe.â€? A SP-Arte, segundo sua criadora, segue com seu trabalho voltado Ă  democratização do acesso Ă  arte, trabalhando pela formação de novos apreciadores e colecionadores, fazendo circular ideias e informaçþes, divulgando eventos e exposiçþes, criando prĂŞmios de incentivo. “O que nos move ĂŠ a qualidade dos artistas e a diversidade dos trabalhos porque esta exposição deve ser mĂşltipla, transversal, internacional para poder privilegiar todas as linhas de pensamento para que o pĂşblico possa ter uma experiĂŞncia mais rica possĂ­vel.â€?


Fotos: Thais Antunes

&

Inovação sustentabilidade no meio da selva

Unindo estratégia e su sustentabilidade, a arquiteta Caires de Lima comandou paisagista Clariça Cai hotel no meio da selva a construção de um h amazônica. Usando plantas nativas e tirando proveito máximo do terreno, ela se envolveu com a comunidade local e criou um paraíso para o turismo.

ARQ&DESIGN

57


Um barco de madeira invertido, incrustado QDYHJHWDomRGDVHOYDDPD]{QLFDHHPIUHQWHDR Parque Nacional do ArquipĂŠlago de Anavilhanas. Esse ĂŠ o cenĂĄrio que abriga o hotel Mirante do GaviĂŁo Amazon Lodge, localizado na cidade de 1RYR$LUmRQD$PD]{QLD Numa ĂĄrea de 3.000 m², a arquiteta Clariça Caires, em parceria com o EscritĂłrio Atelier O’Reilly, criou um design inovador para o hotel. O desejo do cliente de integrar o paisagismo e arquitetura Ă regiĂŁo onde estĂĄ inserido resultou em um projeto que segue os preceitos da arquitetura orgânica. JĂĄ a inspiração nas formas de um barco invertido foi fruto da observação da indĂşstria naval local. Para sua construção, foi elaborado um estudo de sombras, ventilação cruzada nos quartos e aberturas para incidĂŞncia de luz natural, tirando o mĂĄximo proveito dos recursos naturais. A iluminação, desenvolvida por Ana Spina, trouxe a luz baixa, confortĂĄvel e sem ofuscamento para a fauna local e sem atrapalhar a vista para o Rio Negro. Para haver menor interferĂŞncia no local, Clariça aproveitou o terreno em declive. “Aproveitamos o desnĂ­vel, criando circulação atravĂŠs de passarelas com pilaretes de Aquariquara e rĂŠguas em Itauba. 8VDPRVHPWRUQRGHVVHGHFNLUtVOLOiVKHOLF{QLD psitacorum e orquĂ­dea da terra para preencher o desnĂ­vel do terreno em relação ao deck. Meu papel

RECEPĂ‡ĂƒO

58

ARQ&DESIGN


ARQ&DESIGN

59


foi esculpir o espaço atravÊs de forraçþes e pouca vegetação ornamental para não perder a vista do Rio Negro e preservar uma relação com as årvores remanescentes do terreno�, explica a arquiteta. Abraçando os quartos, um maciço de plantas WURSLFDLVIRLFULDGRFRPKHOLF{QLDEDVWmRGRLPSHUDGRUEDQDQDRUQDPHQWDO½ORGHQGURVJXDLPEp GUDFHQD DUEyUHD GLFRULVDQGUD KHOLF{QLD YHUPHOKDDOStQLDYHUPHOKDHKHOLF{QLDDQJXVWD Jå ao lado da recepção, a equipe de arquitetos e paisagistas projetou um bicicletårio de madeira e, para que os hóspedes tivessem seu olhar voltado ao verde, foram inseridas plantas com alturas diferentes como a maranta rosa, lírio amazonas, SDOPHLUDMXVVDUDEDQDQDRUQDPHQWDO½ORGHQGURV ruelia e grama amendoim. A manutenção Ê feita por moradores locais, que receberam treinamento tambÊm para a criação de mudas de reposição.

STUDIO CLARIÇA LIMA – ARQUITETURA E PAISAGISMO www.studioclaricalima.com.br – (11) 2729-5011

60

ARQ&DESIGN


Consulte aqui empresas e profissionais do setor da construção civil, altamente qualificados para construir, reformar ou decorar seu imóvel. Ligue para (15) 3242-2574


Paladar a peso de

OURO

Exagero para uns, sabor inigualĂĄvel para outros. Assim podem ser deďŹ nidos os alimentos considerados mais caros do mundo. Seja por sua autenticidade ou raridade, a verdade ĂŠ que para conseguir apreciar essas iguarias ĂŠ necessĂĄrio muito mais do que vontade. A alta gastronomia ĂŠ marcada por ingredientes que, alĂŠm de serem raros, sĂŁo muito caros. Encontrados em rochas francesas, bosques italianos ou no fundo dos mares do leste europeu, esses produtos dĂŁo um toque de sabor e luxo a diferentes preparaçþes. No segmento dos temperos, o AçafrĂŁo lidera a lista das iguarias mais caras do mundo que entram na composição de diferentes pratos que vĂŁo Ă mesa de grandes resWDXUDQWHV([WUDtGRGRSLVWLORGHžRUHVGH&URFXVVDWLYXV essa especiaria ĂŠ muito utilizada na culinĂĄria mediterrânea e agrega aos alimentos uma coloração, sabor e perfume inigualĂĄveis. Para se obter um quilo do ingrediente ĂŠ necessĂĄrio colher PDQXDOPHQWHFHUFDGHPLOžRUHVSURFHVVR esse que faz com que no Brasil, o preço do AçafrĂŁo verdadeiro chegue a custar mais de R$ 70 mil o quilo. No mesmo patamar estĂĄ a Trufa Branca, um tipo de cogumelo selvagem, ou seja, que nĂŁo pode ser cultivado, nascendo espontaneamente. Elas se desenvolvem embaixo da terra, em condiçþes extremamenWHHVSHFt½FDVGHWHPSHUDWXUDHXPLGDGH6XDFROKHLta ĂŠ realizada por diversos caçadores com a ajuda de cĂŁes farejadores apenas em algumas ĂŠpocas do ano. O ingrediente, que pode abrilhantar diversos pratos, tem sua venda realizada por “onçaâ€?, medida que equi70

ARQ&DESIGN


vale a 28 gramas, e atualmente uma “onçaâ€? custa cerca de R$ 680. Na ĂĄrea das proteĂ­nas estĂĄ a famosa e mais cara do mundo Carne de Wagyu, ou Kobe Beef, como ĂŠ mais conhecida. De origem japonesa, o Wagyu ĂŠ um taurino que possui uma FDUQHPXLWRVXFXOHQWDHPDFLDLGHQWL½FDGDSRUVXDDSDUrQFLDTXH OHPEUDSHoDVGHPiUPRUHGHYLGRjJRUGXUDSUHVHQWHQDV½EUDVPXVculares. O quilo dessa carne pode custar o equivalente a R$ 2.500. JĂĄ entre as aves, a que se destaca ĂŠ a galinha Ayam Cemani. Essa espĂŠcie considerada exĂłtica ĂŠ nativa da IndonĂŠsia e seu consumo ĂŠ feito por quem busca aumentar a massa muscular, retardar os efeitos do envelhecimento ou aliviar sintomas de doenças, como diabetes. A venda da ave chega a ser feita por aproximadamente R$ 700, valor muito maior do que as galinhas comuns. Os peixes tambĂŠm tĂŞm a sua vez e o Atum Rabilho chega a custar verdadeiras fortunas. Muito usado na produção de sushis e sashimis, esse atum ĂŠ uma espĂŠcie em extinção e possui sabor inigualĂĄvel. No inĂ­cio desse ano, em um tradicional leilĂŁo ocorrido no JapĂŁo, um Rabilho de 212 quilos foi arrematado por R$ 2,08 milhĂľes, o que equivale a R$ 9.828 o quilo. AlĂŠm dele, o Atum Azul tambĂŠm estĂĄ entre os mais valorizados e caros. Com uma carne muito macia, tenra, com um sabor levemente adocicado e textura lisa, ele chegou a ser arrematado no mesmo leilĂŁo japonĂŞs por R$ 31,5 milhĂľes. Muito tradicional, mas nĂŁo menos importante para a alta gastronomia, estĂĄ o Caviar Beluga. Proveniente de esturjĂľes selvagens originĂĄrios no mar CĂĄspio e muito difĂ­ceis de encontrar, o valor do quilo desse caviar passa dos R$ 50 mil. E para fechar com chave de ouro uma boa refeição estĂĄ o cafĂŠ Kopi Luwak, o mais caro do mundo. Produzido na Ilha de Bali, na IndonĂŠsia, este tipo de cafĂŠ ĂŠ fabricado a partir das fezes da Civeta, um mamĂ­fero que, apĂłs engolir os frutos do cafĂŠ, libera ĂĄcidos e enzimas sobre eles, criando um processo de fermentação natural. Neste processo, a bebida recebe ainda notas de frutas vermelhas, zerando a acidez e pouco amargor. Todo esse diferencial pode ser adquirido por um preço mĂŠdio de R$ 9,3 mil. ARQ&DESIGN

71


Sob as belezas da

TAILÂNDIA

Localizada no sudeste asiático, a Tailândia é regada pelo exótico e traz uma série de pontos turísticos muito buscados por quem viaja para o país.

Ilha Koh Lipe Um dos destinos mais procurados da Ásia, a Tailândia é um país repleto de particularidades que fazem a sua fama. Tendo um clima quente e úmido em boa parte do ano, entre os meses de julho e outubro há um intenso período de chuvas, por isso, a melhor época para visitar o país é entre novembro e fevereiro, quando o clima é mais ameno.

Uma viagem para a Tailândia pode resultar em um mix de experiências que engloba uma culinária diferenciada, muita religiosidade e praias para todos os gostos. Iniciando pela capital – A capital Bangkok muitas vezes é deixada de lado pelos viajantes, porém vale a pena ser conhecida. Um dos principais locais da cidade é o Grande Palácio, uma antiga residência real que traz

Grande Palácio

ARQ&DESIGN

77


Wat Phra Kaew

0HUFDGR¾XWXDQWH'DPQRHQ6DGXDN

Wat Arun, , o Tempo do amanhecer

78

ARQ&DESIGN

um conteúdo repleto de história e tesouros. Os temSORVEXGLVWDVQmRSRGHP½FDUGHIRUDMiTXHFHUFDGH 95% da população tailandesa pratica essa religião. Na capital encontra-se o Wat Pho, um dos templos mais antigos de Bangkok e onde está a famosa estátua de Buda deitado com mais de 43 metros de comprimento. O Wat Arun, ou Templo do amanhecer, é um dos mais famosos cartões postais da Tailândia. Construído no século XVII, esse templo possui quatro torres cobertas de cerâmica chinesa e tem uma vista estonteante no por do sol. Já no Wat Phra Kaew é onde está a imagem mais importante de Buda, criada no século XV. A estátua é totalmente esculpida em uma única peça de esmeralda. Mas ao visitar os templos da cidade é importante saber que não é autorizada a entrada com roupas curtas, shorts ou camisetas sem manga, inclusive alguns oferecem o aluguel ou empréstimo de lenços. 7DPEpP PXLWR IDPRVR p R PHUFDGR ¾XWXDQWH Damnoen Saduak. Localizado nos canais da cidade essa atração traz um conceito de compras totalmente diferenciado. Nesse mercado os visitantes fazem seu passeio dentro de barcos que passam pelas lojas e vendem comidas, artesanatos e diversos outros produtos. Alimentação – Outro grande diferencial da Tailândia está na culinária, que é regada a especiarias. Por lá é muito comum encontrar diversas barracas que servem comidas que vão desde o café da manhã até o jantar. As receitas tailandesas trazem uma mescla de sabores doces, salgados, apimentados e ácidos. As apresentações dos pratos podem ser um show à parte já que eles são ótimos em criar esculturas com os alimentos. Dentre os pratos mais famosos estão o Pad Thai, um macarrão de arroz salteado com camarões e diversos ingredientes e o Gang Keow Wan que é um prato à base de pasta verde de curry.


Wat Pho

TambĂŠm sĂŁo encontrados os famosos espetinhos de insetos, o que para os mais corajosos pode ser uma atração Ă parte. Praias paradisĂ­acas – E se tem algo que faz a Tailândia brilhar sĂŁo suas praias. Com seu mar lĂ­mpido HH[WUHPDPHQWHD]XODOpPGHSDLVDJHQVGHWLUDURI{OHgo, sĂŁo elas a escolha da maioria dos turistas que vĂŁo ao SDtV(ODV½FDPTXDVHTXHHPVXDWRWDOLGDGHHPLOKDVH o acesso ĂŠ sempre feito por barcos. Maya Bay ĂŠ considerada a melhor e mais bonita SUDLDWDLODQGHVD7HQGRVLGRFHQiULRGR½OPH²$3UDLDÂł ela estĂĄ localizada na ilha de “Phi Phiâ€? e atrai um grande nĂşmero de turistas mesmo sendo de difĂ­cil acesso e nĂŁo tendo opçþes de hospedagem. Dentre as outras que sĂŁo muito escolhidas pelos turistas estĂĄ a Coral Island e a Sunrise Beach, pertencente DLOKD.RK/LSH$PEDVWUD]HPXPDEHOH]DGHWLUDURI{lego. Na Phra Nang Beach as ĂĄguas do mar se unem a montanhas e cavernas que tem livre acesso. Vale a visita!

Maya Bay

Phra Nang Beach

ARQ&DESIGN

79


TURISMO

Visto para onde

Para os amantes do turismo não hå nada mais prazeroso do que organizar uma viagem. A escolha do GHVWLQRDSHVTXLVDSHORVSRQWRVWXUtVWLFRVDGH½QLomR de hospedagem, a compra da passagem aÊrea, todos esses itens são essenciais para que o resultado seja um passeio tranqßilo e prazeroso. Mas falando principalmente em viagens internacionais, um tópico deve ser colocado como prioridade: o visto. Que os Estados Unidos são extremamente criteriosos com relação a isso, todo mundo sabe. PorÊm hå tambÊm outros países que exigem essa documentação para que seja autorizada a entrada de um brasileiro. Canadå, Austrålia, China, Cuba, Japão, Cabo Verde, Egito e Emirados à rabes Unidos estão entre eles. Por isso, se a próxima viagem for para um desses destinos, Ê necessårio planejamento. Cada país adota o seu próprio critÊrio e exigências para permitir a entrada de turistas no seu território e o melhor local para encontrar todas as informaçþes pertinentes são os consulados e embaixadas, que possuem todos os requisitos necessårios para os viajantes. 80

ARQ&DESIGN

Um dos pontos primordiais no planejamento de uma viagem para o exterior Ê a documentação necessåria para entrar no país e o visto estå entre elas. Mas quais são os países que exigem esse documento?

No site do Governo Federal Ê possível encontrar uma lista completa de todos os lugares que exigem visto para brasileiros. É possível acesså-la atravÊs do endereço http://www.brasil.gov.br.

Entrada liberada Por outro lado, hå uma extensa lista de nacionalidades que não exigem essa documentação. Países pertencentes ao Mercosul, como Argentina, Chile, Uruguai, Equador e Peru têm entrada livre. Os que fazem parte da União Europeia tambÊm permitem a entrada dos brasileiros sem o visto. Dessa forma, quem estå planejando viajar para os destinos mais famosos como França, Itålia, Espanha, Alemanha, GrÊcia e muitos outros países da Europa não precisa se preocupar com isso. Alguns países não exigem o visto, mas cobram taxas do turista ou não permitem a entrada sem algum WLSRGHYDFLQDomRHVSHFt½FD9DOHUHVVDOWDUTXHHVVDV regras podem mudar a qualquer momento e, por isso, antes de qualquer viagem Ê importante buscar todas as informaçþes necessårias para a entrada no destino.


MOTOR

Revenda:

itens que agregam valor ao veículo Nem todo acessório que Ê colocado após a compra de um carro tem seu valor agregado no momento da venda. Apesar de trazerem mais conforto, tecnologia e design, os novos acessórios do mercado pouco inuenciam os valores da Tabela FIPE, usada como base para todo o país e que considera ano/modelo, combustível e versþes do carro. Que um carro começa a perder seu valor na hora em que Ê tirado da concessionåria todo mundo sabe. Mas muitos se frustram quando os opcionais e acessórios instalados para dar mais conforto, beleza e tecQRORJLDSRXFRFRQWDPQRYDORU½QDO no momento da revenda. Os carros que saem das concessionårias com opcionais de fåbrica têm uma maior aceitabilidade do mercado porque não perdem a garantia. Jå os carros que ganharam opcionais fora da marca geram desFRQ½DQoDQRVIXWXURVFRPSUDGRUHV por causa da procedência e garantia de instalação.

Diferenciais Alguns acessĂłrios nĂŁo agregam valor na hora da venda, mas

82

ARQ&DESIGN

se tornam importantes diferenciais quando o comprador estå entre dois veículos de mesmo ano, modelo e quilometragem parecida. Em tempos em que o trânsito nas cidades estå cada vez mais caótico, o ar condicionado vem sendo um dos itens mais importantes de um veículo. Apesar de trazer mais qualidade de vida ao condutor e aos passageiros, este item Ê um diferenFLDOTXHGL½FLOPHQWHDJUHJDYDORUQD hora da venda. A direção hidråulica tambÊm estå no topo dos opcionais mais requisitados, em contrapartida vidros HWUDYDVHOpWULFDV½FDPHPVHJXQGR plano. Jå os famosos aparelhos de som, spoilers e atÊ pneus de baixo SHU½ODRFRQWUiULRGRTXHVHLPDJLna, podem depreciar o valor do autoPyYHOHGL½FXOWDUDYHQGD

Båsico Entre os aspectos båsicos para RV TXDLV R DWXDO GRQR GHYH ½FDU atento na hora da venda estão o visual (lataria, faróis, entre outros), higienização, documentação em dia, cor e nível de acessórios. A baixa quilometragem e estado de conservação tambÊm são itens avaliados durante a negociação de um veículo usado ou seminovo. Na contramão da maioria dos acessórios, alguns itens podem agregar valor na hora da venda. Em alguns modelos o adicional cobrado pelo teto solar na concessionåria mais que dobra na revenda, algo que tambÊm acontece com os kits multimídia. Desta forma, a dica Ê avaliar a necessidade de cada acessório, conversar com especialistas e avaliar o mercado para não perder seu investimento.


MOTOR Com design elegante, o Renault

Captur

reforça o segmento de SUVs

O novo Renault Captur impressiona à primeira vista graças a seu design elegante. O modelo oferece maiores altura do solo, posição de direção, comprimento e entre-eixos de sua categoria. Fabricado no Complexo Ayrton Senna, no Paraná, o Captur traz o conforto e espaço interno do universo SUV, com conectividade, tecnologia e segurança.

ARQ&DESIGN

83


As linhas do novo Captur seguem a nova identidade visual da Renault e sĂŁo assinadas pelo Technocentre da Renault, na França, em parceria com o Renault Design AmĂŠrica Latina, estĂşdio de desenho e estilo da marca localizado em SĂŁo Paulo. Projeto liderado pela Renault Tecnologia AmĂŠricas, TXHGHVHQYROYHSURGXWRVFRPRSHU½OODWLQRDPHULFDQRR&DSWXUURGRXPDLVGHPLOKmRGHTXLO{PHWURVQR Brasil, o que possibilitou desenvolver nova suspensĂŁo, FDUURFHULDHDUTXLWHWXUDHOHWU{QLFD O Captur chega ao mercado com duas opçþes de motor: o 1.6 SCe (120 cv), que oferece economia; e o 2.0 16V (148 cv), opção para quem busca mais desempenho. DESIGN – O Captur acomoda cinco passageiros com conforto, graças aos 4,33m de comprimento e 2,67m de entre-eixos. A dianteira traz luzes diurnas de LED, no formato de “Câ€? ao redor dos farĂłis de neblina, que alongam a grade inferior e trazem elegância.

84

ARQ&DESIGN

O SUV chama atenção pelas linhas žXLGDVHODWHUDOHVFXOSLGDDOpPGRV músculos formados pela carroceria acima do para-lama traseiro. A traseira traz lanternas de LED, ponteira do escapamento cromada e um friso cromado abaixo do portamalas, que percorre quase toda a extensão do para-choque, dando a impressão de que o carro Ê ainda mais largo. Com alta conectividade, o SUV possui o MEDIA Nav disponível nas duas versþes. Com no måximo 4 cliTXHVRPRWRULVWDDFHVVDHFRQ½JXUD qualquer funcionalidade atravÊs da tela touchscreen de 7�, que possui: GPS integrado, BluetoothŽ, câmera de rÊ, eco-scoring e eco-coaching, tudo sem tirar as mãos do volante. O SUV vem com chave cartão, que possibilita a ignição apenas com a presença do cartão no interior do veículo. Jå a abertura e o travamento das portas e do porta-malas acontecem por aproximação ou afastamento, sem necessidade de tocar no cartão. A pintura em biton traz originalidade e personalização. São 13 combinaçþes de cores, incluindo 9 combinaçþes em biton. O teto do &DSWXUSRGHVHUSUHWRRXPDU½P$ carroceria pode ser preta, branca, PDUURPODUDQMDPDU½PYHUPHOKD prata ou cinza. O novo Captur dispþe de uma linha completa de acessórios desenvolvida especialmente para o modelo. Hå opção de porta tablet, rede de porta-malas e caixa organizadora. Todos os componentes têm garantia de fåbrica.


ARQ&DESIGN

85


MOTOR

A luxuosa van para o transporte executivo da

BRABUS

V

oltada para o transporte executivo de luxo, a Brabus Business Lounge é a nova aposta da preparadora alemã Brabus, que no Brasil é importada pela Strasse. Trazendo o compartimento de passageiros separado da cabine do condutor por uma divisória com TV integrada de 40”, a van oferece o máximo de conforto na parte traseira. Os assentos são inteiramente ajustáveis tanto no modo sentar quanto no deitar e buscam garantir uma ótima experiência de viagem. A van também possui frigobar e cafeteira integrados, além de um compartimento de bar e porta-copos quente e frio. Já no que diz respeito aos vidros, o veículo é equipado com o recurso Brabus Magic Glass, um sistema que substitui as cortinas e que escurece os vidros eletronicamente. Para atender às necessidades de 86

ARQ&DESIGN

Anunciada durante o Salão do Automóvel de Genebra, a Brabus Business Lounge foi inspirada na Mercedes-Benz V-Class e traz um visual imponente, com um conjunto exclusivo de rodas, além de um sistema de conectividade Brabus Media Center e o recurso Brabus Magic Glass.

quem possui um estilo de vida moderno e conectado, foi criado o Brabus Media Center, que atua em conjunto com o Brabus Cloud e permite integrar smartphones, tablets e notebooks, criando uma experiência de trabalho digital e móvel. Outro diferencial está no interior do veículo, que é totalmente operado a partir de um moderno painel de controle touchscreen. Externamente, a van apresenta rodas Monoblock de 18 ou 19 polegadas feitas sob medida e um kit personalizado composto por spoilers dianteiro e traseiro e anexos aerodinâmicos, que incrementam o visual e melhoram a estabilidade do Brabus Business Lounge. Este lançamento pode ser encomendado através da Strasse, com valor sob consulta.


LUXO Luxo na nova boutique da grife inaugurada no coração do Miami Design District

Os irmãos Patrick Jouin e Sanjit Manku decoraram a boutique ARQ&DESIGN

87


A famosa joalheria Van Cleef & Arpels inaugurou uma boutique no famoso Miami Design District, centro de compras voltado à cultura, design e ao estilo de vida. Assinada pela agência francesa Jouin Manku, a decoração contou com o trabalho exclusivo dos irmãos Patrick Jouin e Sanjit Manku, que trouxe à loja, por meio de uma combinação de materiais e luz, uma nova sensação arTXLWHW{QLFDSDUDDFLGDGH Com a fachada revestida em pedra cinza, o edifício de dois andares tem logo na entrada uma sÊrie de vitrines com um esquema de cores típico de Miami como o turTXHVDHURVDžDPLQJR,QVSLUDGRSHORFpXD]XORGHVLJQ interior da boutique gira em torno da luz. Ao entrar, os visitantes encontram um ambiente sereno e luminoso, acentuado pelas linhas suaves do mobiliårio. Grandes telas curvas iluminadas se destacam em um espaço

88

ARQ&DESIGN

dominado por tons neutros: tapetes cinza claro, painÊis lacados e superfícies mate, deixam o ambiente calmo e aconchegante. Entre os ambientes de destaque, o Bridal Bar conta com uma mesa redonda que apresenta joias em cúpulas de vidro. Jå a escadaria oferece uma vista do piso superior, onde as janelas revelam os topos das SDOPHLUDVTXH½FDPGRODGRGHIRUD 1DPHVPDDWPRVIHUDžXtGDFRPRQRDQGDUGHEDL[R os visitantes podem se mover da sala de estar para um HVSDoRRQGH½FDDELEOLRWHFDTXHSRGHWDPEpPVHUXWLlizada como um salão privado. Cada detalhe foi pensado para criar um ambiente acolhedor dedicado às coleçþes Van Cleef & Arpels. VAN CLEEF & ARPELS NO MIAMI DESIGN DISTRICT www.vancleefearpels.com


LUXO UXO

experiência de apreciar whisky ainda melhor! Se para os amantes de whisky experimentar um trio do single-malt The Macallan já é uma experiência extraordinária, o novo lançamento da marca promete surpreender. O The Trunk é um coffret elaborado artesanalmente e todo revestido em couro. Em seu interior, ele traz dois copos on-therocks de formato diferenciado, os single-malts The Macallan Amber, Sienna e Ruby, um pegador especial de gelo e uma exclusiva ice-ballmaker, o grande diferencial do produto. Presente em renomados bares e restaurantes, a ice-ballmaker é capaz de criar esferas de gelo minuciosamente moldadas que decoram e ajudam a conservar a temperatura das bebidas sem diluí-las. Essa peça é produzida em alumínio e cobre maciço, pesando cerca de 8kg, e no The Trunk é acompanhada por duas formas que criam cubos dos quais são extraídas as esferas de gelo. No Brasil, o coffret foi trazido pela Aurora, que importou apenas 11 unidades da ice-ballmaker especialmente para que os apreciadores de The Macallan possam ter uma experiência inovadora no momento de aproveitar a sua bebida preferida. Segundo o importador, na época do lançamento do The Trunk, comercializado por R$ 15 mil, já existia uma lista de espera pelo produto, que prometia tornar o ritual de degustação do single-malt mais cultuado do mundo em um momento ainda mais sublime, fazendo dele um dos mimos mais desejados dos fãs da marca. ARQ&DESIGN

89


LUXO Praticar atividade esportiva ĂŠ essencial para manter a saĂşde e a qualidade de vida. Independente do esporte, o importante ĂŠ escolher uma atividade que se adeque a cada estilo de vida. Algumas modalidades, entretanto, requerem um investimento maior, transformando a prĂĄtica de esportes em atividade de luxo.

Esportes de

LUXO

Jogar futebol não custa caro, jogar ping pong e praticar natação tambÊm não. Um tênis adequado e uma roupa confortåvel são prÊ-requisitos para praticantes de vårias modalidades esportivas como basTXHWHY{OHLIXWVDOFRUULGD0DVDOJXQVHVSRUWHVH[Lgem um alto investimento de seus praticantes e muito mais que um calçado. Com tradição de vårios sÊculos e com origem na à sia, o pólo Ê um dos esportes mais caros do mundo. O custo envolve roupa, equipamentos e o cavalo, que tem preço a partir de R$ 50 mil. Jå o hipismo requer o cavalo de qualidade e origem excelente, com adestramento especial, alimentação e treino para competição. Quem quiser praticar esta modalidade não pode economizar. Um cavalo pronto para disputar provas custa em torno de R$ 4 milhþes. Tanto para o hipismo como para o pólo, os custos envolvem treinos, adestramento, alimentação, abrigo e transporte do animal, selas especiais e roupas e equipamentos do cavaleiro. O golfe tambÊm Ê outro esporte para poucos. Praticado em vårias modalidades e com diferentes tipos de tacos, o golfe envolve uma sÊrie de gastos como o conjunto båsico de tacos, que tem preço mínimo de R$ 2 mil, alÊm da mensalidade de um clube ou campo, aluguel de equipamentos, como o carrinho elÊtrico para se GHVORFDUSHORFDPSRHRSDJDPHQWRDRFDGGLHSUR½V-

90

ARQ&DESIGN

sional que ajuda na escolha de estratÊgias de jogada e carrega a taqueira do praticante. Mais comum entre os esportes de luxo, o tênis exige uma raquete e tênis adequados, alÊm das aulas, que podem custar R$ 500 mensais. Com todos os equipamentos, treinamento e locação de quadra, o custo inicial do esporte gira em torno de R$ 1,5 por mês. Os praticantes de esgrima tambÊm têm que investir alto para praticar o esporte. AlÊm das aulas, o material Ê caro, jå que o esporte Ê dividido em três GLVFLSOLQDV HVSDGD VDEUH H žRUHWH 2 IDWR URXpa especial, com casaco e calça) custa em torno de R$ 400 e cada arma cerca de R$ 1 mil. A måscara, a OXYDDSURWHomRHRJLOHW ½R HOpWULFRFRPSOHWDPRNLW båsico, que não sai por menos de R$ 5 mil. Apesar do nosso clima não ajudar, muitos brasileiros praticam o esqui. Na AmÊrica do Sul, por exemplo, a pista de La Hoya, na Argentina, Ê ideal para os iniciantes, com melhor custo-benefício. O preço para esquiar nesta pista, incluindo o aluguel completo dos equipamentos e o ski-lift Ê em torno de 60 dólares. Quem quiser comprar pode investir R$ 100 na måscara, R$ 500 no capacete, R$ 500 na jaqueta, R$ 400 na calça, R$ 700 na bota e R$ 1.800,00 no sky mais simples. Se você gosta de alguma destas modalidades, prepare seu bolso!!


SAĂšDE Blefaroplastia

Cirurgia oculoplåstica ou correção das pålpebras Por: Dra. Fabiana da Costa Marcolini e Dra. Evandra de Moura Rabello Não då para esconder o envelhecimento quando as SiOSHEUDVHVWmRžiFLGDVHFDtGDV2DVSHFWRGHFRQVWDQte cansaço nunca desaparece, e todas as pessoas porWDGRUDVGHVWDFRQGLomR½FDPPXLWRLQFRPRGDGDVSHORV comentårios sobre sua aparência. Para corrigir este problema, a cirurgia Ê amplamente indicada e existem vårios procedimentos, que variam de acordo com cada caso. Em poucos dias Ê possível estar mais jovem e de aparência refrescada, atravÊs de uma cirurgia com recuperação extremamente råpida, e que pode, muitas vezes, ser executada em consultório, com anestesia local. Pela variedade de possibilidades de trata-

Dra. Fabiana da Costa Marcolini – CRM 112883 Cirurgiã Plåstica – Clínica Humanitas – (15) 3388-0335 Dra. Evandra de Moura Rabello – CRM 80034 / RQE 29.871 Cirurgiã Plåstica e Dermatológica Instituto Prime Health – (15) 3034-3545 Re9C – (15) 3031-0008

mento da região oculopalpebral, hå a necessidade de um cirurgião experiente e capacitado, pois a avaliação detalhada ajuda a evitar complicaçþes e resultados pobres no pós-operatório. 'RHQoDVGDWLUHRLGHLQVX½FLrQFLDFDUGtDFDKLSHUWHQsão, distúrbios hemorrågicos e edemas alÊrgicos são possíveis alteraçþes constitucionais que interferem no bom resultado da cirurgia ocular, gerando insatisfação. Mas nada pode ser comparado ao grau de rejuvenescimento que o tratamento dos excessos de pele e das bolsas gordurosas gera na região ocular. Vale lembrar que todas as pessoas possuem diferenças sutis nos lados esquerdo e direito do corpo, em especial na face, que pode ter sua assimetria piorada pela mastigação unilateral ou pela compressão facial unilateral durante o sono. Portanto, antes de operar, devem ser observadas e examinadas todas as condiçþes de saúde do paciente, bem como as mínimas diferenças entre os lados como por exemplo a assimetria ocular, ptose superciliar, ptose palpebral muscular (blefaroptose) e cutânea (dermatocalåsio), gordura palpebral, sulcos palpebrais, prolapso de JOkQGXODODFULPDOWDPDQKRGD½VVXUDSDOSHEUDOiUHDV GHUHWUDomRiUHDVGHžDFLGH]WLSRGHSHOHYDULHGDGHUDcial, projeção óssea malar, cavidade óssea ocular, acuidade visual, motilidade ocular, secreção lacrimal, campos visuais, córnea e retina. Para todos os que não desejam uma intervenção cirúrgica, restam os procedimentos ancilares minimamente invasivos como o laser, o preenchimento, a toxina ERWXOtQLFDHRV½RVGHOHYDQWDPHQWR ARQ&DESIGN

91


SAĂšDE

Queda de cabelos na infância O que fazer? Quando uma criança começa a perder os cabelos, a famĂ­lia toda se envolve e geralmente procura por auxilio mĂŠdico. Mas ĂŠ importante que os pais tenham calma para poder ajudar os pequenos, sem deixĂĄ-los preocupados e com medo de ďŹ carem carecas.

92

ARQ&DESIGN

Muitas pessoas associam calvície à idade avançada, problemas hormonais ou psiquiåtricos em adultos, mas a queda de cabelos tambÊm afeta as crianças e poucas pessoas sabem como lidar com o problema ou quando procurar um especialista. Apesar de rara, a queda de cabelo nas crianças acontece por vårios motivos, como questþes emocionais ou genÊticas, e Ê preciso estar atento ao surgimento de falhas no couro cabeludo. A dermatologista Vanessa Mutton Ê especialista na årea e conta que, apesar de raros, os casos de queda de cabelos em crianças têm tratamento e podem ser revertidos. Com Pós-graduação em Cosmiatria e Laser e em Tricologia - ramo da medicina que trata dos pelos ou cabelos, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Associação Brasileira de Cirurgia da Restauração Capilar, alÊm de membro da International Society of Hair Restoration Surger, Vanessa Ê conhecida por ter vårios casos de sucesso, FRPUHFXSHUDomRWRWDORXSDUFLDOGRV½RV Segundo ela, em alguns casos o problema Ê emocional e podem surgir, por exemplo, quando os pais viajam e deixam VHXV ½OKRV FRP DYyV RX EDEiV ²(VWDV crianças podem não aceitar bem a distância e desenvolverem um tipo de alopecia frequente e que não apresenta nenhum sintoma, a alopecia areata ou pelada, caracterizada por perda focal ou generalizada dos cabelos sem coceira ou dor, com a pele íntegra, sem descamação ou vermelhidão�, explica a dermatologista. Outro fator que pode desencadear este tipo de alopecia, segundo Vanessa, Ê a agenda sobrecarregada que muitas crianças têm hoje e que incluem, alÊm GDHVFRODDXODVGHQDWDomRMXG{EDOOHW inglês, alemão, catequese, entre outros compromissos que as deixam sem tempo de ser criança.

TRICOTILOMANIA Outro diagnostico frequente na infância ĂŠ a tricotilomania (TTM), um ato compulsivo de arrancar os cabelos que causa sofrimento e problemas de convĂ­vio social, principalmente no ambiente escolar. Vanessa Mutton explica que na maioria dos casos existe uma rarefação dos cabelos, com cabelos partidos e outros rebrotando. “Nestes casos, a abordagem tem que ser feita com cuidado para tentarmos LGHQWL½FDU R IDWRU GHVHQFDGHDQWH FRPR estresse emocional.â€? AlĂŠm da grande quantidade de cabeORVQRVORFDLVRQGHDFULDQoDFRVWXPD½car, hĂĄ ainda o exame clĂ­nico que auxilia o diagnĂłstico como a alopecia e cabelos com extremidade em pincel. “Algumas vezes, pela manipulação constante, os caEHORV½FDPHQFDUDFRODGRVFRPDSDUrQcia de encrespamentoâ€?, explica. HĂĄ ainda a SĂ­ndrome dos Cabelos ImpenteĂĄveis (SCI), doença bastante rara onde hĂĄ o efeito de ceratinização, que resulta numa haste deformada, com formaWRWULDQJXODUTXHGL½FXOWDRDWRGHSHQWHDU e deixa o cabelo com aparĂŞncia de crespo. A dermatologista conta que nestes pacientes nĂŁo hĂĄ queixa de alopecia ou outros sintomas. AlĂŠm dos fatores emocionais, ĂŠ preciso afastar outras causas da queda de cabelos como distĂşrbios hormonais e carĂŞncias nutricionais como anemia ou Gp½FLWV YLWDPtQLFRV ²&RP WUDWDPHQWR clĂ­nico e orientação psicolĂłgica, esses cabelos voltam perfeitos e saudĂĄveis, mas a IDPtOLDSUHFLVD½FDUDWHQWDSRUTXHRTXDdro pode evoluir em surtos de melhora e SLRUDÂłD½UPD9DQHVVD'HTXDOTXHUPDneira, se a falha capilar surgir, ĂŠ preciso procurar por um especialista o mais rĂĄpido possĂ­vel. A maioria das patologias tem tratamento.


SAĂšDE

Por: Dr. Paulo lo Michelucci Cunha

D

ĂƒO S S E PR E

Dr. Paulo Michelucci Cunha Psiquiatra e Psicoterapeuta CRM 105865 Especialista em Esquizofrenia, Psicogeriatria e Psicodrama paulomcunha@terra.com.br

A VIDA QUE PARECE NĂƒO VALER MAIS A PENA A depressĂŁo ĂŠ uma das principais causas de incapacidade na população adulta, gerando perdas pessoais H SUHMXt]RV ½QDQFHLURV FRP QRWiYHO perda de dias de trabalho em função da doença em todo o mundo. Aproximadamente 20% das mulheres e 10% dos homens vĂŁo desenvolver sintomas compatĂ­veis com depressĂŁo ao longo da vida, afetando indivĂ­duos desde a infância atĂŠ a terceira idade. EstĂĄ associada a mais de 50% dos casos de suicĂ­dios em adultos e mais de 75% nas crianças e adolescentes. Alguns casos apresentam evolução FU{QLFDHSRGHPQHFHVVLWDUGHWUDWDmento por toda a vida, outros apresentam boa resposta ao tratamento e remitem totalmente. Trata-se de uma questĂŁo mĂŠdica, nĂŁo sendo indicativa de fraqueza ou falha pessoal. A causa da doença ĂŠ desconhecida e envolve fatores genĂŠticos, ambientais e psicolĂłgicos, ocorrendo com maior frequĂŞncia em indivĂ­duos com histĂłrico de abuso sexual e negligĂŞncia familiar na infância. Do ponto de vista neuroquĂ­mico ocorre uma desregulação de substâncias no cĂŠrebro, como a serotonina, a noradrenalina e a dopamina – alvos do tratamento medicamentoso. Os sintomas iniciais da doença sĂŁo variĂĄveis e geralmente incluem humor triste ou irritabilidade, ansiedade, angĂşstia, desânimo, redução da capacidade de sentir prazer e falta 94

ARQ&DESIGN

de motivação. Ao longo do tempo aumentam os sentimentos de medo, insegurança e desesperança. Os pensamentos se tornam negativos associados a uma falta de sentido na vida, com ideias de culpa desproporcionais, podendo ocorrer pensamentos de morte e tentativas de suicídio. O UDFLRFtQLROHQWL½FDFRPHVTXHFLPHQWRV H GL½FXOGDGHV GH FRQFHQWUDomR O sono e o apetite se desregulam – podendo ter perda ou ganho de peso, GL½FXOGDGH SDUD LQLFLDU RX PDQWHU R sono ou ainda sonolência excessiva. A sexualidade Ê prejudicada. Sintomas físicos podem acompanhar o quadro, como dores de barriga, må digestão, azia, diarrÊia, consWLSDomRžDWXOrQFLDWHQVmRQDQXFDH nos ombros, dor de cabeça ou no corpo, sensação de corpo pesado ou de pressão no peito, entre outros – sendo uma forma comum de apresentação depressiva em pacientes idosos. A diferença entre depressão e tristeza Ê muito importante. A tristeza Ê uma forma saudåvel de adaptação a determinadas situaçþes desconfortantes da vida, desde as mais corULTXHLUDV DWp DV PDLV VLJQL½FDWLYDV como uma perda familiar, social (emprego) ou mesmo um rompimento afetivo. Na depressão a tristeza passa a habitar o individuo por semanas com alteraçþes comportamentais e físicas, TXHJHUDPSUHMXt]RVVLJQL½FDWLYRVQD vida diåria.

O diagnóstico de depressão Ê clínico, não necessitando de exames laboratoriais ou de imagem, que são utilizados em alguns casos para excluir a possiblidade de doenças clínicas associadas. A depressão ocorre mais frequentemente em indivíduos portaGRUHVGHGRHQoDVFU{QLFDVFDUGtDFDV cerebrais (acidente vascular), artrite reumatoide, câncer, HIV, hipotireoidismo, Parkinson, Alzheimer, entre outras. O uso de alguns medicamentos para Hipertensão arterial, antiLQžDPDWyULRV HVWLPXODQWHV iOFRRO H drogas ilícitas tambÊm aumentam o risco de depressão. A base do tratamento inclui medicamentos e psicoterapia. O tratamento com antidepressivos visa regular a base neuroquímica alterada, sendo o tratamento biológico de escolha. Mesmo nos casos com boa resposta ao tratamento, raramente ocorre PHOKRUD VLJQL½FDWLYD GRV VLQWRPDV em menos de 2 semanas, sendo necessårio tomada regular dos medicamentos. A psicoterapia visa reestabelecer o funcionamento psíquico, permitindo que o paciente encontre novos recursos para lidar com suas GL½FXOGDGHV HPRFLRQDLV +iELWRV de vida saudåvel como alimentação equilibrada, atividades físicas regulares e manejo do estresse do dia a dia, mantendo relaçþes satisfatórias, ajudam no tratamento e na prevenção da depressão.


SAĂšDE

A incrĂ­vel jornada do

espermatozoide O gameta masculino Ê chamado de espermatozoide. É uma cÊlula formada nos testículos, a partir de cÊlulas chamadas primordiais. Cada Testículo Ê dividido em 250 compartimentos denominados lojas e dentro destes tem um tubo microscópico, o Túbulo Seminífero, medindo cada um destes 1,50 m. Um espermatozoide leva cerca de 75 dias para ser formado e cada cÊlula primordial forma 16 espermatozoides. Desse modo, se não houver alguma patologia no WHVWtFXORVXDSURGXomRpDWpR½QDOGDYLGD$SyVIRUPDGRVRVHVSHUPDWR]RLGHV UHFHEHPRDFDEDPHQWR½QDOHPXPyUJmRFKDPDGRHSLGtGLPRGXUDQWHGLDV e depois seguem atravÊs do canal deferente (sim o nome Ê deferente mesmo) DWpDUHJLmRGDSUyVWDWD1HVVDUHJLmR½FDPDUPD]HQDGRVQXPOXJDUFKDPDGR ampola aguardando a ejaculação. No momento da ejaculação os espermatozoides se juntam ao líquido produzido pelas vesículas seminais (70%) e da próstata (30%) e saem pelo canal uretral na ejaculação.

Dr. Lister de Lima Salgueiro CRM 49383 Andrologista, Ginecologista e Especialista em Medicina Reprodutiva

Ejaculação – Na ejaculação o sêmen sai no estado de gel, a 10 km por hora e a temperatura de 37 graus. O líquido seminal Ê rico em nutrientes e serve de veículo para os espermatozoides. Dentro do corpo o espermatozoide sobrevive por atÊ 72h e no laboratório, em meios de cultura apropriados, pode viver atÊ 110h. O sêmen tem cheiro de ågua sanitåria devido a uma proteína chamada espermina, e como Ê rico em sais minerais tem o sabor salgado. Características – O sêmen normalmente tem uma cor perolada, mas pode ser tambÊm avermelhado (sangue), amarelado (pus), esverdeado (infecção por trichomonas), e marrom (sangue deteriorado). O volume ejaculado normal varia de 2 a 6 mililitros (uma colher de chå). A cada ejaculação são expelidos 20 milhþes de espermatozoides por mililitro, em mÊdia. ExÊrcito – Uma vez na vagina os espermatozoides saem do líquido seminal e entram no útero iniciando sua caminhada atÊ as trompas. Nessa fase eles se organizam em colunas com um pelotão de frente e um pelotão de retaguarda. Durante esta longa caminhada muitos morrem e dos milhþes ejaculados apenas 50 mil chegam às trompas. Natação – Proporcionalmente a um homem, o espermatozoide nada no escuro, contra a corrente, numa velocidade de 10 metros por segundo e, por atração química, sabe em que trompa estå o óvulo. Quatro minutos após a ejaculação os espermatozoides jå estão na trompa. Por isso, mÊtodos anticoncepFLRQDLVFRPRDGXFKDYDJLQDOVmRLQH½FD]HVSRLVDWpDPXOKHUVHOHYDQWDUHLU ao banheiro fazer a ducha os espermatozoides jå estarão lå hå muito tempo.

CL�NICA FÉRTILIS DE MEDICINA REPRODUTIVA Rua Marcelino Soares Leite, 33 Trujillo – Sorocaba – SP (15) 3233-0708 www.fertilis.com.br – fertilis@globo.com

Campeão – Apesar de muitas imagens mostrarem um papel de vencedor para aquele que chega primeiro, nem sempre isso acontece. As vezes, o primeiURTXHFKHJD½FDH[DXULGRRXPRUUHWHQWDQGRHQWUDUHXPTXHFKHJDGHSRLV pode entrar. Quando o primeiro entra ocorre uma inversão de corrente elÊtrica na capa do óvulo, chamada de zona pelúcida, não permitindo a entrada de um segundo espermatozoide. PorÊm, as vezes, dois espermatozoides podem entrar ao mesmo tempo e pode evoluir para uma síndrome genÊtica triploide XYY ou YXX. O YXX não sobrevive e o XYY gera homens altos infÊrteis e violentos. ARQ&DESIGN

95


AS OLHEIRAS ESTĂƒO COM OS DIAS CONTADOS! AS OLHEIRAS PODEM SER HEREDITĂ RIAS OU ORIUNDAS DE ALGUMA ALERGIA, CONGESTĂƒO NASAL E ATÉ MESMO ESTĂƒO RELACIONADAS A HĂ BITOS COMO TABAGISMO, CONSUMO EXCESSIVO DE Ă LCOOL OU SEDENTARISMO.

V

Você jå imaginou não precisar mais usar corretivo para disfarçar as indesejadas olheiras? Hoje isso Ê possível com um tratamento com åciGR KLDOXU{QLFR TXH SRGH WUDQVIRUPDU D YLGD GH quem sofre com as olheiras. Segundo o dermatologista Dr. Marcio Rodrigues Soares, Especialista em Dermatologia Avançada pela Escola Paulista de Medicina Universidade Federal de São Paulo, os resultados das aplicaçþes com åcido KLDOXU{QLFR GXUDP HP Ppdia um ano e meio a dois, e não hå restriçþes para o procedimento desde que o paciente passe por uma avaliação com um mÊdico habilitado e capacitado para a realização das aplicaçþes. Dr. Marcio explica que o iFLGRKLDOXU{QLFRpXPFRPponente natural do nosso corpo, presente em muitos tecidos como olhos, cartilagens e peles. O preenchimento consiste na injeção desta substância, atualmente produzida atravÊs de biotecnologia idêntica ao nosso natuUDO2REMHWLYRGDDSOLFDomRGRiFLGRKLDOXU{QLFRp corrigir alguma depressão ou volumizar estruturas, corrigir rugas e proporcionar uma profunda hidratação da pele. No caso da olheira, ele Ê injetado na depressão naso-jugal, o canal da lågrima, que Ê uma depressão natural que temos entre a pålpebra e a 96

ARQ&DESIGN

bochecha e que tende a se acentuar com o passar dos anos. O preenchimento eleva a pele da região, uniformizando e clareando, devolvendo assim, um olhar mais jovem e suavizando a sensação de cansaço do olhar. Muitas pessoas se sentem incomodas com o aspecto de suas olheiras, seja pela coloração azulada ou mais amarronzada, ou pelo relevo, que då impressão de profundidade. Todos esses aspectos podem ser reduzidos com as aplicaçþes, que são praticamente indolores. Se o seu objetivo Ê uma hidratação profunda da pålpebra, para tratar o efeito craquelado, são necessårias 3 sessþes com intervalo de 30 dias entre elas. Para um efeito preenchedor, somente XPD DSOLFDomR p VX½FLHQte, se for necessårio algum retoque, ele pode ser feito após 30 dias. Dr. Marcio ainda ressalta que o paciente não deve apresentar irritabilidade no local como dermatites ou processos infecciosos e, após a aplicação, não Ê recomendada a pråtica de exercícios físicos. Compressas geladas e apliFDomRGHFUHPHDQWLLQžDPDWyULRVmRLQGLFDGDV Sendo um tratamento praticamente indolor e råpido, em mÊdia 20 a 30 minutos, a solução para as olheiras Ê real e apresenta ótimos resultados.


Por: Camila Stecca Stefan

O outono chegou e os dias

intermediárias como as

mais frios pedem peças extras

capas, casacos e trench

para aquecer e enriquecer as

coats, para deixar o look

produções! Na estação mais

imponente e poderoso.

elegante do ano, aposte nas

O importante é brincar

cores - sim! o outono também

com as possibilidades

pode e deve ser colorido,

e não esquecer que o ato

estampado e interessante.

de se vestir também

Finalize com sobreposições e

é comunicação do seu

invista nas modelagens das peças

estado de espírito!

As cores do

Outono Jaqueta jeans Bobstore, saia e anel acervo, brinco Maison Charlotte. ARQ&DESIGN

97


TricĂ´ metalizado e saia de couro rendada World Concept, brinco acervo.

98

ARQ&DESIGN


T-shirt estampada, kimono franjado e short tweed World Concept, bota Maison Charlotte, brinco acervo.

ARQ&DESIGN

99


Jaqueta animal print, t-shirt HVWDPSDGD²DUH de couro e brinco World Concept, sandålia Maison Charlotte.

100

ARQ&DESIGN


9HVWLGRVXHGPD[LWULF{ e acessรณrios Bobstore, bota Maison Charlotte.

ARQ&DESIGN

101


Combo para o militarismo: Body, saia de couro, jaqueta militar e cinto World Concept.

102

ARQ&DESIGN


Blazer longo xadrez, camisa de seda e short alfaiataria Bobstore, brinco Word Concept, scarpin metalizado Maison Charlotte.

ARQ&DESIGN

103


Casaco transpassado, lenço e bolsa Bobstore, sandália Maison Charlotte, óculos acervo.

)RWRJUD½D Nátali Hernandes Produção de moda: Evelyn Rocha Direção de arte: C Camila Stecca Stefan Make and Hair: Kescilin Blanco Modelo: A Amanda Souza Agradecimentos: O Oficina 4 e Stella House

104

ARQ&DESIGN


MODA

As tendências da estação T

odo inverno Ê o mesmo dilema: qual serå o modelo de botas que vai estar mais em alta? A resposta estå aqui! A bota over-the-knee continua fazendo sucesso. AlÊm de ½FDU OLQGD FRP FDOoDV GH PRGHOR VNLQQ\ ½FD PXLWR HOHJDQWH FRP vestidos e saias mais curtas, como YLVWRQRGHV½OHGH2XWRQR,QYHUQR do estilista Elie Saab. E mais, o veludo molhado Ê a novidade neste modelo de botas!

Bota branca: supercontroversa, a bota branca vem aparecendo timidamente nas passarelas GHVGHHUHVROYHX½FDUQHVWH próximo inverno. A empresåria de moda Alice Ferraz då a dica pra quem quer ousar e encarar a bota branca: utilizå-la em looks com cores que conversem com a tonalidade branca. A bota branca pode parecer versåtil, mas, se usada em looks com cores muito vibrantes, pode arruinar a produção.

Os modelos de cano curto, alÊm de superversåteis, são hit da estação. No evento Couromoda, que aconteceu no início deste ano e mostrou todas as tendências do segmento, elas apareceram em novas versþes com patches, bordados, brilhos e saltos tratorados – jå vistos em outras estaçþes mas es. que continuam fortes.

Looks sĂłbrios com bota branca e em versĂŁo coturno, da marca brasileira Cravo e Canela.

Tratorada Schutz.

Inspiração street style: correntes e franjas

Veludo e bordada

Metalizada Arezzo ARQ&DESIGN

105


MODABASTIDORES

1

3

4

EVIDรŠNCIA Calรงados   2

6

5

8

7 106

ARQ&DESIGN

1 - Slipper metalizado 2 - Tรชnis metalizado 3 - Mocassim metalizado 4 - Mules em camurรงa 5 - Coturnos tratorados, com e sem cadarรงo 6 - Botas cano curto com detalhes 7 - Sandรกlia tratorada 8 - Flatform preta 9 - Flatform verniz nude

9


MODA

Sobran celhas perso n a l i zadas A

RENATA BARCELLI LABORATĂ“RIO DAS SOBRANCELHAS

Rua Dr. Ruy Barbosa, 198 – Vila Hortência – Sorocaba – SP (15) 3211-2050 – www.renatabarcelli.com.br

108

ARQ&DESIGN

s sobrancelhas bem marcadas entram e saem da moda, mas traçar um modelo ideal nĂŁo ĂŠ tĂŁo simples assim. Elas nĂŁo sĂŁo a primeira coisa que as pessoas reparam em um rosto, mas mesmo assim elas trazem uma grande inžXrQFLDSDUDDDSDUrQFLD Elas tanto podem dar contorno e expressĂŁo ao rosto, servindo de moldura para os olhos, como podem detonar seu visual. As sobrancelhas tĂŞm um importante papel quando se fala em harmonização facial, jĂĄ que elas sĂŁo responsĂĄveis pela expressĂŁo do olhar. De acordo com Renata Bacelli, especialista do LaboratĂłrio das Sobrancelhas, a retirada dos pelos ĂŠ feita sempre preservando o ponto mais alto da linha para que a cliente tenha um olhar altivo. “NinguĂŠm mais quer sobrancelhas cerradas ou com a cauda baixa que entristece e envelhece o olharâ€?, diz ela. Na hora de arquear a sobranFHOKDDSUR½VVLRQDOQmRGHYHSHFDU por excesso. Um arqueado exagerado confere um ar de antipatia ou superioridade. Renata conta que a


principal referência no momento da retirada dos pelos Ê o formato original para que não haja a descaracterização da cliente. Mesmo porque hoje podemos usar de vårias tÊcnicas modernas que em conjunto com as sobrancelhas conseguem embelezar o olhar sem perder a identidade da cliente.

Aliado das sobrancelhas Os cĂ­lios, por sua vez, sĂŁo os mais fortes aliados das sobrancelhas quando a proposta ĂŠ conquistar um olhar altivo. Para isso, eles devem receber uma atenção especial. A tĂŠcnica de alongar os cĂ­lios consiste em um procedimento TXH FROD ½R D ½R QRYRV VREUH RV SHORV H[LVWHQWHV 2V ½RV SRGHP ser colados em toda a extensĂŁo da pĂĄlpebra ou apenas do meio para R ½QDO SDUD GDU PDLV YROXPH RX aumentar o tamanho natural dos cĂ­lios. “Com essa tĂŠcnica ĂŠ possĂ­vel dispensar o trabalho de colocar cĂ­lios postiços diariamente!, explica Renata. O procedimento ĂŠ realizado SRU SUR½VVLRQDLV DOWDPHQWH TXDOL½FDGRV FRP SURGXWRV LPSRUWDGRV GHVHQYROYLGRV HVSHFL½FDPHQWH para a tĂŠcnica. O LaboratĂłrio das Sobrancelhas, segundo ela, trouxe a tĂŠcnica e os produtos da Europa para garantir a proteção da saĂşde e a satisfação das suas clientes.

ARQ&DESIGN

109


MODADESFILE

Moda Duas grandes tendências entre os brasileiros, moda e gastronomia, se uniram em um evento realizado no XarÊu Sushi Bar, em 6RURFDED2HVWLOLVWD6DPXHO&LUQDQVFNSURPRYHXXPGHV½OHGH suas criaçþes no restaurante, reunindo convidados VIPs, produtoUDVGHPRGDHSUR½VVLRQDLVDQWHQDGRVFRPDV~OWLPDVWHQGrQFLDV do mercado fashion. Samuel veio a Sorocaba a convite do proprietårio do XarÊu Sushi Bar, Alcir Hayashi, que jå conhecia o trabalho do estilista e resolveu reunir no restaurante nomes importantes da sociedade, do varejo e moda de Sorocaba e São Paulo. Com modelos da Agencia 2½FLQD  DV FULDo}HV GH Samuel agradaram à plateia, num evento que contou com a cobertura da Arq&Design.

Samuel Cirnansck O trabalho de Samuel ĂŠ Ă­mpar. Suas criaçþes em estamparias, bordados e moulage desenvolvidas artesanalmente fazem FRPTXHFDGDSHoDVHMDH[FOXVLYD)HPLQLQDDOLQJXDJHPžHUWD com a dramaticidade, que herdou dos trabalhos de criação para teatro e Ăłpera. Participou de sete ediçþes no Projeto Amni Hot Spot, mostrando trabalhos atemporais e explorando tĂŠcnicas handmade, moulage, bordados. 6DPXHOWDPEpPFULRXHH[HFXWRXRV½JXULQRVSDUDHVSHWiculos da Cia. De Dança Deborah Colker, entre eles o “Belleâ€?, e DVVLQRXFROHo}HVGHFDOoDGRV-RUJH%LVKRIITXHGHV½ODUDPHP ediçþes da SPFW desde 2011. ApĂłs apresentar com sucesso 24 coleçþes no SĂŁo Paulo Fashion Week, o estilista se mostra cada vez mais maduro e inserido no mercado de moda nacional e internacional. 110

ARQ&DESIGN

Fotos: Flavia&Murillo Medina

gastronomia Samuel Cirnansck, Tânia e Alcir Hayashi


ARQ&DESIGN

111


Samuel Cir i na ansck k, Alci cirr Hayash hi, Ana Pa An P ula Siieber ertt e Tâ Tâni nia Haya yashi

Bllogue eiros irros de So oro oca cab ba e ba região re egião gião o ccom om Samuel Sam muel uel Cirnansck ue Cirrnan Ci ansck scck

Tâni Tâ n a Ha Haya ya ash hi, i Fernanda e Cidinh ha Pinto or, Ca arl rla a Ba Ba attistta e An Anel elis el isse Sa ise Sant nttos os

Artu Ar tur de Frre tu eitas, Ana Pa Pau ula ula S eb Si bert errt e Ro Rodrigo g Exxss Fláv Fl ávia áv ia Med edin edin ina, a, Dan a, nie iell lle ll e Scarpelli Scar Sc arpe ar p llii e Ad pe A Adriana dri ria an na Sc Scar Scarpelli a pell ar pe ell lli li

A a Pa An Paul ula ul la Si Sieb ber ert e Sa Samuel S amu muel el C Cirnansck irrn na ans ans n ck k 112

ARQ&DESIGN

Fotos: Flavia&Murillo Medina e divulgação

Ju uni n or Ped edro ro oso so,, Ca Carl rlos rl os Edu duarrdo do, Sa amuel muel mu el C rn Ci nan ansc s k, sc k, Eri r ka a Val alve ve erd rde e e Ka Kati tia aS Sccar arel ell


Sa amu muel e Cir el irna n nssck na e Mu Murilll llo Me M di d na na

Con Co nr o Carva nrado alho,, C Ca arl ra Kawamoto K Ka aw wamo wa motto e L Luciana ucian na Vitorino na Vit i or orin in no

Evel Ev e yn y Ro occh ha a

C rl Ca r os Henrique q T Te ell llin inii Sh la Sheila Sh a Rod dri rigu gues e Gisele Ayres y

Cidinha a Pi Pint n orr, Sa Samu amuel mu mu Cirnan nsc sck k e Fern rn nan a da a Pin intor

Rena ata Mar arti tins ns Pan antale eĂŁo o e San andr d a Ma dr M ia a

Bruna B Bru Br runa e Suzi Jardim

Lara La ra e F Felipe ellip ipe ARQ&DESIGN

113


3

MODATENDĂŠNCIAS

1

Sandålias de veludo: o veludo jå estava fazendo a cabeça de fashionistas mesmo no verão. Agora no inverno, ele irå dos pÊs a cabeça, literalmente! Aposte HPVDQGiOLDVGHYHOXGRGDVPDLV½QDVDVPDLVSHVDdas. E não pense que precisa ser em cores sóbrias, o pink blush e o fúcsia são destaque na estação.

2

Meias arrastão: você jå pensou em usar meias arrastão com calça jeans? Pois essa Ê apenas uma, das novas formas de utilizar esse acessório, que Ê a cara dos anos 80! Sem a intenção de proteger do frio, as meias arrastão são um acessório que pode transformar um look båsico em algo mais sexy e criativo. Se utilizar com jeans for muito ousado para o seu gosto, experimente uså-la numa composição com saias ou vestidos.

3 &RPERUGDGRžRUDO=$5$3LQNHPVXHGH7RSVKRS YHUGHHPFHWLP7RPP\+LO½JHU

Bomber jacket: para dar um up no look, a terceira peça Ê sempre uma ótima escolha. Para amarrar na cintura, dando um charme extra na composição, ou para se aquecer em dias mais frios, a jaqueta Bomber continua super em alta. Aposte em novos tecidos como seda, cetim ou suede, e abuse das estampas. Modelagens oversized tambÊm vêm com tudo!

JĂĄ decidiu em qual tendĂŞncia irĂĄ apostar para escolher seus acessĂłrios neste inverno? 114

ARQ&DESIGN

Fonte: revista Capricho

acessĂłrios tendĂŞncia para o outono 2017


FOCOEVENTOS

An A na A An ndr drez ezia ez ia eR Rodinei Ro odiine n i Pi Pinto P nto nt o

Mano, Ma M ano no,, Lu Luan, Nata Natalia ali l a e Ka Kaio io D Dias ia as

N ta Na tali lia li a Di Dias Dias as, Ka Kaio Kaio o Dias, Milton Fe Feit eitoz ito a,, it Luan Lu uan Dias Dias e Ro Robson Rob bson on Conservan on Conservani anii an

1ª EXPO GMAD - MADCENTRO Tudo para Móveis, que aconteceu no Shopping Iguatemi Esplanada entre 15 e 18 de Março, foi um grande sucesso! O evento contou FRP SDOHVWUDV GH SUR½VVLRQDLV treinamentos e exposiçþes, e trouxe grandes oportunidades Alan Pain e de negócios. Cassia Dia Dias as

Fabi Fa bi C Campana am mpa pana na

Rica ardo Tavare es, s Mano e Luis Fernando o de de Barros

Fern Fern nan a da Gom mess e Francine F ranci c ne Stefaneli Stefa an ne elii

Luan Dias Assu L s nção o e Roberto Lore Lorenzetti enzzetti

Robs R bson Con nser servani rv rv e Mi Milton M lltto on nF Feitoza eiito e oza

Patric Pa triccia tr a e Ode deni nirr Di ni D as, Pa aula Moraes Mora Mo rra aess e D Deborah ebor eb orah a Moreno o

Diion D one Pe P re reiir ira Po Port rto o eT Tânia Tâ âni nia Pa Patricio Patr trriiccio o

Vinicius V i Molin na e Patricia P Pa tricia Morandi

Tiago Tiag o Ca Cavvall llet ette, e /XGP /X XG GPLO LOD D 0RUR RUR RQ H½OK ½OKD ½O KD ARQ&DESIGN

115


FOCOEVENTOS A

Step S tepha han n Me M ili,, Mil iltiinh n o Mu Mura aro, ro Heloá Arra ro ais Muraro, Mura Mu raro ro o, D Doroti orotii A Arrais rrrai a s e Ed Eduardo E dua uardo Machado uar

Heloá Arrais Muraro e Nadia Lé Léauté é

Nath Na hál á ia Men nez eze ess e e Na Natália N táli tá liia P Pozitel ozi z tell

Acácia Zanin, Al Alexan exxan andr drra d ra Salgueiro Sa alg gueiro e Doro Doroti rotii A ro Arrais rrrai ais 116

ARQ&DESIGN

ARRAIS

JOALHERIA

inaugurou o espaço exclusivo dedicado à Rolex, no Iguatemi Esplanada. O novo espaço segue R FRQFHLWR DUTXLWHW{QLFR GD 5ROH[ com uma área dedicada a clientes da marca. Durante o evento, a loja contou com uma exposição do Yacht-Master, que é a referência entre os relógios náuticos. A Arrais Joalheria é concessionária exclusiva Rolex em Sorocaba e região desde 2013.

Mari M rian ana a Fe Fern rnall e Pa P ul ula Fe Fern rnal a

Heloá Arrais Muraro, Dorrot Helo oi Arrais, Arra Ar ra ais is, Maristela e Sílvio Cariani Carria ani

JJona onath th han Sa am mpa paio io e An Anel ellis ise Sa ant ntos os

He ele leni en nii Men nd de es, s Dor orot rot oti Ar A ra rais e He H Heloá elo loá Arr Ar A Arrais rra ra aiis is M Muraro urra arro ro

Doroti Arrai ase Heloá e oá Arrais a s Mur ua aro

Julia Ju an na Ro olim m


OYSTER PERPETUAL Nova versão do Oyster original lançado em 1926 e símbolo de distinção com estilo universal. Não marca apenas o tempo. Marca a História.

OYSTER PERPETUAL 34

IGUATEMI ESPLANADA: (15) 3243-9488 www.arraisjoalheria.com.br

Edição 57  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you