Page 19

Solidariedade

Campanha Agasalho Solidário aquece população carente do DF

Encabeçada pela primeira-dama, Mayara Noronha, ação social já arrecadou quase sete mil cobertores e cinco mil outros itens de frio.

Marcado

pela solidariedade, a Campanha do Agasalho Solidário, encampada pela primeira-dama, Mayara Noronha, tem devolvido a dignidade à milhares de pessoas em situação de vulnerabilidade no DF. Casos como a do jovem Matheus de Souza, 22 anos, e a do bebezinho de 10 meses, Heitor, seu filho. “Foi bom ter vindo para cá, o frio está demais”, diz o rapaz, alojado num abrigo improvisado no Ginásio de Esportes do Paranoá. Ali, assim como milhares de pessoas em condições parecidas, ele tem recebido assistência do governo e da iniciativa privada, parceiro na iniciativa, numa corrente de caridade que desde 17 de junho tem ajudado milhares de pessoas. A ideia é transformar a ação num evento que dure o ano todo. “Quero que essa prática seja mais evidente nos próximos anos, contar com um número maior de empresários e da população

Rede do bem Só de um grupo de quinze empresários de Brasília, Belo Horizonte e São Paulo, a campanha recebeu quase sete mil cobertores novinhos em folha. Os produtos serão distribuídos para instituições sociais, creches, contemplando toda uma estrutura de acolhimento à comunidade car-

participando”, frisou a primeira-dama, durante entrega simbólica de 500 cobertores no Centro de Atendimento Especializado para a População em Situação de Rua, em Taguatinga Norte. Mayara Noronha ainda visitou ao longo do dia outros dois pontos que vão receber as doações de cobertores e agasalhos da campanha. Uma creche na Fercal e a Federação de Bandeirantes do Brasil (FEB), uma organização mundial sem fins lucrativos, sediada no Paranoá, que presta assistência a crianças e idosos. “Sei que muitas dessas pessoas passaram por dificuldades de diversa natureza. Se a gente estreitar os laços, podemos colocar as demandas no papel e ver qual a melhor forma para ajudá-las o máximo possível”, acrescentou.

Agasalhos serão distribuídos por toda uma estrutura de acolhimento à comunidade carente do DF. ente do DF. Também outros 5 mil acessórios que vão desde blusas, agasalhos, luvas e meias arrecadados em ação coordenada junto à população do Distrito Federal e Órgãos, que receberam caixas para doações. Para a primeira-dama, Mayara Noronha, foi um sinal de que a caridade em Brasília anda em alta, a corrente do bem segue mais forte do que nunca. “O que percebo aqui em Brasília é que as pessoas têm vontade de ajudar e não sabe como e para onde vai a ajuda que eles dão, mas a solidariedade sempre esteve em evidência na cidade, sobretudo entre o empresariado”, observou. Para a empresária Miranda Castro, que mobilizou os donos de empresas do DF e de outros estados num prazo de três dias, com apenas alguns telefonemas, ajudar o próximo é um dos princípios básicos do cristianismo. “Assim que a primeira-dama me convidou para participar do projeto, aceitei na hora, mesmo tendo uma agenda apertada”, disse. “Não adianta a gente ganhar dinheiro e só olhar para si mesmo. Estar na condição de ajudar é melhor do que ser ajudado”, defendeu. Por: Agência Brasília /Lúcio Flávio Foto: Vinícius de Melo

“Quero que essa prática seja mais evidente Mayara Noronha

nos próximos anos, contar com um número maior de empresários e da população participando”, Mayara Noronha www.antenados.com.br

Profile for Revista Antenados

Revista Antenados ed. 148  

Revista Antenados ed. 148  

Advertisement