Page 33

Programa Minha Casa, Minha Vida Investimento habitacional no estado atinge mais de R$ 1,3 bilhões e é recorde histórico

A

Caixa Econômica Federal (CEF) através da Superintendente Nacional, Milena Vieira Pinheiro, acompanhada do superintendente regional, Evandro Lima, o diretor Raphael Lafetá, da Asacorp, incorporadora responsável pelas obras, o diretor da Leal Moreira, Maurício Leal Moreira, e dirigentes da Superintendência da CEF em Belém, assinaram contratos para a construção do Residenciail Jardim Bela Vida,dentro do Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV). O Residencial Jardim Bela Vida, beneficiará famílias com renda de seis a dez salários mínimos e receberá investimento da ordem de R$ 77,224 milhões. A origem dos recursos é do FGTS. Os Condomínios I e II serão compostos de 784 apartamentos, com dois e três dormitórios, além de sala, cozinha, banheiro e área de serviço, com área média de 45 m2 a 67,55 m2. O prazo da construção é de até 12 meses e o valor médio de cada unidade será de R$ 90 mil. As moradias contarão ainda com aparelhos comunitários como playground e campo gramado.

O Residencial Jardim Bela Vida, beneficiará famílias com renda de seis a dez salários mínimos paramais.com.br

Segundo a superintendente, a meta de construção de moradias para o Estado do Pará é de 20 mil unidades ao ano para famílias com renda de zero a três salários e 30 mil unidades para famílias com renda de três a dez salários mínimos. "Já estamos prestes a bater essas metas. Somente com Santarém, vamos conseguir superar o que esperávamos", afirmou Milena, contando com as mais três mil casas, que serão construídas no município do oeste do Pará. De acordo com o superintendente regional Evandro Lima, as pessoas que comprarem a sua casa através do PMCMV e que forem de baixa renda terão benefícios como juros menores e seguro de vida pago pelo governo federal. "Essas facilidades tendem a estimular que as pessoas de baixa renda consigam seus imóveis", disse Evandro. Dentro do Programa Minha Casa Minha Vida, no Pará, a CAIXA já recebeu no segundo semestre de 2010, mais de 20 propostas de projetos para análise. Estes projetos deverão gerar mais de 20 mil unidades habitacionais no valor total de R$ 815 milhões. A CAIXA investiu em todo o país, até o dia 18 de outubro, R$ 56,8 bilhões, num total de 904 mil contratos. Somente no Pará, até essa data, foram investidos R$ 1,315 bilhões, estabelecendo novo recorde de contratação de crédito imobiliário, 100 % maior que todo o ano de 2009, que registrou R$ 550 milhões.

Milena Vieira Pinheiro, Superintendente Nacional da Caixa Econômica Federal – CEF, fez um balanço do Programa Minha Casa Minha Vida

Milena Pinheiro e a nossa Pará+

Os interessados em adquirir um imóvel devem ir direto ao local onde será construído para tratar com a construtora. P

33

Pará+ 107  

A inauguração das eclusas de Tucuruí