Page 28

Dengue S

egundo informações da Secretaria Estadual de Saúde, este ano, 15 pessoas já morreram de dengue no Pará. Um balanço divulgado recentemente mostrou que o estado registrou 6.947 notificações da doença, desde o início do ano até o mês de novembro. Desse total, 178 casos foram de dengue com complicação, 91 casos de dengue hemorrágica e 6.673 casos de dengue clássica. Belém foi a cidade que apresentou o maior

28

no Pará

número de mortes por dengue. Oito pessoas já morreram vítimas da doença. A capital do Estado lidera também o ranking com o maior número de casos confirmados de dengue. Foram 1544 casos. Altamira ficou em segundo lugar, com 1.238 casos. A Sespa divulgou, ainda, a relação de 32 municípios paraenses que apresentam risco muito alto para a dengue. Belém não aparece nesta lista. A coordenadora de Vigilância à Saúde da Sespa, Ana Helfer, informou que continuará monitorando os

municípios que estão em situação de risco de ter epidemia de dengue. Segundo ela, a secretaria já realiza um treinamento em manejo clínico, controle vetorial e vigilância epidemiológica da dengue. “Também temos dado suporte às ações de campo, quando demandadas as necessidades municipais”, ressaltou. A coordenadora disse também que é fundamental a parceria da população no combate ao mosquito, pois o melhor controle da dengue se faz com a eliminação de criadouros. Entre as

paramais.com.br

Pará+ 107  

A inauguração das eclusas de Tucuruí

Pará+ 107  

A inauguração das eclusas de Tucuruí

Advertisement