Page 9

de rivais como Chicago, Madri e Tóquio, potências que não precisam de tantas melhorias quanto o Rio. Dessa vez, o temor da violência carioca não foi problema. O sucesso dos Jogos Pan-Americanos de 2007, quando o Rio viveu clima de tranqüilidade, ajudou bastante nesse quesito. Portanto, a festa brasileira não pode se alongar muito: já é hora de começar a preparação para 2016. A idéia é de que muitos novos empregos sejam gerados e haja muita união entre todos os seres humanos. Além do aumento imediato de turistas pelo Brasil. O Ministério do Turismo informou que o projeto de qualificação voltado para Copa do Mundo de 2014, que também beneficiará o Rio nas Olimpíadas de 2016, prevê investimentos de quase R$ 14 milhões para cursos à distância de inglês e espanhol para cerca de 80 mil trabalhadores. Os cursos começam em 2010 em todas as cidades que vão sediar jogos da Copa. Além disso, os hotéis também terão linha de crédito especial no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Segundo relatório da Fundação Instituto de Administração (FIA), de São Paulo, os benefícios não devem ficar somente no turismo. A previsão é que os setores de construção civil, petróleo e gás, informática e transportes tenham ganhos consideráveis. Os reflexos positivos podem se estender até 2027. O que está em jogo não é apenas o futebol ou o “Caneco da Fifa”, mas a oportunidade de o país atrair bilhões e bilhões de dólares em investimentos para seu desenvolvimento. O que interessa, de fato, é aproveitar a Copa para construir a infra-estrutura que ficará no Brasil de 2022, quando o país completa o Bicentenário da Independência. As cidades-sede da Copa de 2014 são: Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. E as dúvidas: Nossos impostos vão aumentar? Nosso dinheiro será bem utilizado? Reformas O mundialmente famoso Estádio do Maracanã irá fechar pelos próximos dois anos para remodelação. As áreas em torno do estádio também serão renovadas, com ligações de acesso e transporte melhoradas para receber, com brilhantismo, a final da Copa do Mundo FIFA 2014 de Futebol. O trabalho já está ocorrendo no desenvolvimento do Centro Olímpico de Treinamento (COT), que inclui muitas das instalações modernas construídas para os Jogos Pan e Parapanamericanos Rio 2007. O COT será o coração dos Jogos Rio 2016 e do esporte internacional pelos anos posteriores. A atletas e técnicos de todo o mundo serão oferecidas bolsas de estudo para o que será o novo centro regional do esporte. O Rio está comprometido em unir a juventude do Brasil com todos os esportes Olímpicos e Paraolímpicos incluindo 65 milhões de jovens com menos de 18 anos. Um exemplo é o Parque Radical, um complexo esportivo que irá combinar disciplinas olímpicas com muitos dos esportes modernos que surgiram nos últimos anos. Para manter a estratégia do

Projeto Morumbi Foto: SPFC/GMP/Ruy Ohtake

Vila Olímpica Foto: RIO2016/BCMF Arquitetos

Estádio do Maracanã Foto: RIO2016/LUMO Arquitetos

Revista Alvo Leste *37  

Edição 37 da Revista Alvo Leste

Revista Alvo Leste *37  

Edição 37 da Revista Alvo Leste

Advertisement