Issuu on Google+

50.000 Exemplares

Alternativ@ A REVISTA QUE FALA A TUA LINGUAGEM

Nº20 Abril 2010

MODA MÚSICA CINEMA JOGOS DESPORTO

À descober ta do

BAIRRO ALTO DISTRIBUIÇÃO GRATUITA


4LU[HSNHZZPJYPHTHY[LKLY\HZ\YWYLLUKLU[L,[\VX\LMHaLZ&

4LU[HSNHZZPJYLH[LZ[YLL[HY[[VVWLU`V\YL`LZ^OH[KV`V\KV&JVU]LYZLJVTW[


Alternativ@

ESTE ESPAÇO É TEU!

DIRECTORA EDITORIAL

Participa. Envia anedotas, curiosidades, comentårios sobre artistas, fotos, dicas da net e tudo o que te passe pela cabeça.

NÂş 20 Abril 2010

Tânia Lapa Ferreira taniaferreira@toppress.pt

Manda para

DEPARTAMENTO COMERCIAL

MabĂ­lia Martins - Directora Comercial mabiliamartins@toppress.pt Tel: 213 905 502 Teresa Godinho - Directora de Contas teresagodinho@toppress.pt Tel: 213 905 505 ASSITENTE DE DIRECĂ‡ĂƒO

Daniel SimĂľes danielsimoes@toppress.pt Tel: 213 905 503 ARTE

InĂŞs Lourenço REDACĂ‡ĂƒO

JĂ TEMOS FACEBOOK ADICIONA-NOS A TUA REVISTA AQUI! DESCARREGA TODOS OS MESES A WWW.TOPPRESS.PT/ALTERNATIV

Susana GrĂĄcio geral@toppress.pt Tel: 213905504 Nero alternativa@toppress.pt

Lisboa ĂŠ o melhor Destino Europeu de 2010

FOTOGRAFIA

Carina Martins João Robalo Pedro Almeida Pedro Mendonça Tiago Filipe Fotolia.pt

PROPRIETĂ RIA E EDITORA

CURIOSIDADES

COLABORADORES

Dina TomĂĄs HĂŠlder Neves JoĂŁo Robalo Emanuel Cabrita

Toppress, Lda. Rua Prior do Crato, n.Âş67 2.ÂşDto 1350-259 Lisboa 213 905 502

SEDE DE REDACĂ‡ĂƒO

Rua Prior do Crato, n.Âş67 2.ÂşDto 1350-259 Lisboa N.Âş REGISTO na ERC 125353 DEPĂ“SITO LEGAL 273143/08 TIRAGEM 50.000 exemplares PERIODICIDADE Mensal

Rua Egas Moniz, MansĂŁo Segredo B. S. Benedito 2680-055 Camarate Loures Tel.: 21 947 02 97 FAX: 21 947 28 23 Interdita a reprodução, mesmo que parcial, de textos, ÂˆÂ‘Â–Â‘Â‰Â”ÂƒĆ¤ÂƒÂ•‡Â‹ÂŽÂ—Â•Â–Â”ÂƒÂ­Ă™Â‡Â•ÇĄ‡š…‡’–‘•‘„ƒ—–‘”‹œƒ­ ‘ escrita.

EFEMÉRIDES

IMPRESSĂƒO

DISTRIBUIĂ‡ĂƒO FAPROMO - PROMOĂ‡ĂƒO DE SERVIÇOS PUBLICITĂ RIOS LDA

Sabias que Lisboa foi eleita o “Melhor Destino Europeu 2010â€? pela Associação dos Consumidores Europeus? Pois ĂŠ! Estavam a votação 10 cidades e a nossa capital foi a grande vencedora, deixando para trĂĄs Barcelona, Londres, AmesterdĂŁo, Berlim, Praga, entre outras. A cidade das sete colinas continua a apaixonar o mundo! Enviado por Rita Marques, Lisboa

Primeiro jogo de futebol em Portugal Quem adora futebol vai gostar de saber isto! O primeiro jogo de futebol que se realizou em Portugal foi na ilha da Madeira, em 1875, introduzido por Harry Hinton, um jovem britânico que estudava em Londres mas residia na ilha. A bola veio de Inglaterra e depois de explicadas as regras do jogo a sua popularidade não parou de crescer. Enviado por António Lourenço, Cascais

1 de Abril

NIF 508410940

Â‹Â•Â‰Â”ÂžĆ¤Â…ÂƒÇĄ‹Â?’”‡•• ‘‡ƒ”–‡•Â‰Â”ÂžĆ¤Â…ÂƒÂ•ÇĄǤǤ Rua Consiglieri Pedroso, 90 Casal de Santa Leopoldina Queluz de baixo – 2730-053 Barcarena

alternativa@toppress.pt

O que ĂŠ que se faz no dia 1 de Abril? Pregam-se mentiras! E sabes como ĂŠ que essa tradição começou? Tudo isto começou em França‌ desde o começo do sĂŠc. XVI que o Ano Novo era festejado a 25 de Março – quando começava a Primavera – e as festas duravam atĂŠ ao dia 1 de Abril. Mas, em 1564, e depois da adopção do calendĂĄrio gregoriano, o rei Carlos IX de França ordenou que a comemoração do Ano Novo seria a 1 de Janeiro. Muita gente nĂŁo gostou da mudança e decidiu continuar a comemorar a passagem de ano a 1 de Abril, como no calendĂĄrio antigo. E, claro, houve logo outros que nĂŁo perderam a oportunidade de brincar e gozar com a situação e começaram a enviar presentes estranhos e convites ’ƒ”ƒˆ‡•–ƒ•“—‡Â? ‘‡š‹•–‹ƒÂ?ǤÂƒĂ€ÇĄ‘†‹ƒÍ•†‡„”‹Ž•‡”ǥÂ‘Ć¤Â…Â‹ÂƒÂŽÂ?‡Â?–‡ǥ‘‹ƒ†ƒ•‡Â?–‹”ƒ•Ǩ Enviado por Alexandre Queiroz, SetĂşbal

25 de Abril A 25 de Abril de 1974 deu-se a Revolução dos Cravos. Este ĂŠ o nome dado ao golpe de estado militar que derrubou o regime ditatorial que existia em Portugal desde 1926. Este levantamento foi conduzido por capitĂŁes que, na sua maioria, tinham participado na Guerra ‘Ž‘Â?‹ƒŽ‡–ƒÂ?„¹Â?’‘”Â?—‹–‘•Â‘Ć¤Â…Â‹ÂƒÂ‹Â•†‡„ƒ‹šƒ’ƒ–‡Â?–‡ǤÂ?ƒÂ”Â‡Â˜Â‘ÂŽÂ—Â­Â Â‘ÇĄ…‘Â?†—œ‹†ƒ’‘” muitos jovens, que devolveu a liberdade ao povo portuguĂŞs. Por isso, o 25 de Abril ĂŠ conhecido como o “Dia da Liberdadeâ€?. Ana Teresa Marques, Sintra ALTERNATIV@#4


PARA PROVAR

PARA EXPERIMENTAR

NOVO SABOR RUFFLES ‘‹ Žƒ­ƒ†ƒ ƒ …ƒ’ƒŠƒ Dz—ƫ‡• — Decides” e os portugueses elegeram, …‘‘ •ƒ„‘” •‘„”‡˜‹˜‡–‡ǡ ‘ —ƫ‡• Chouriço que, com 56% dos votos, destronou o Ruƫ‡• ‘”ǯ‡•‘ (queijo e presunto). O •ƒ„‘” —ƫ‡• Chouriço já está à venda nos locais habituais, em embalagens de 45 e 170 gr.

PARA OUVIR

A Trident lançou uma nova gama de pastilhas que combinam o sabor ácido e o sabor doce. “Trident Mix” está disponível em dois sabores: morango e maçã. Para te acompanhar em todos os momentos da tua vida!

PARA VER

“A BALADA DA MARGEM SUL” Uma peça de teatro que mostra uma história de amor que a maioria considera impossível: entre um skinhead e uma rapariga negra. Vêm de comunidades opostas e rivais, mas o amor, que muitos consideram absurdo e proibido, acaba por os apanhar desprevenidos. Conseguirá este sentimento que os une ser mais forte do que o ódio? Em cena no Teatro “A Barraca”, até ao dia 7 de Maio.

PARA PERFUMAR

“SUMMER”

“LONGE” “Longe” é o novo álbum de Pedro Abrunhosa que, depois de eliminar os Bandemónio, regressa agora com os Comité Caviar. São 12 temas rock, aqui e ali com uma pitada de rap e scratch. “Fazer o que ainda não foi feito” é o primeiro single.

“PLASTIC BEACH” O terceiro álbum dos Gorillaz, a banda virtual de Damon Albarn, já aí está e traz convidados de luxo, como Lou Reed, Mos Def, Bobby Womack, De La Soul e a dulpa Mick Jones e Paul Simonon, dos Žƒ•ŠǤƒ‹•‡”‘Ƥ da macacada!

6#ALTERNATIV@

As novas fragrâncias “Summer”, de Jean Paul Gaultier, são inspiradas na colecção Primavera-Verão 2009 do estilista e pegam no mesmo tema, o guarda-roupa de bailarinos, dando-lhes uma nova interpretação. Com fitas brilhantes e coloridas, esta versão limitada apresenta a versão “Classique”, em rosa choque, e a versão “Le Male”, em azul. PVP: Classique 2010 (56, 60€) PVP: Le Male ((52, 2, 41€))

WORKSHOP FOTOGRAFIA PARA TEATRO Se gostas de fotografia, não podes perder esta oportunidade: o Workshop de Fotografia de Teatro, para a cobertura fotográfica integral do 11º FATAL – Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa – que se vai realizar entre os dias 6 e 23 de Maio, no Teatro da Comuna e noutros locais da cidade. Neste workshop haverá uma componente teórica de fotografia de cena e de retrato e uma parte prática que se realizará durante o FATAL 2010. Se estás interessad@, inscreve-te até ao dia 29 de Abril. O workshop realiza-se a 30 de Abril, 3 e 5 de Maio, das 19h30 às 22h30, no Espaço Municipal da Flamenga, e tem o preço de 120 euros por pessoa. Para mais informações vai a www.mef.pt ou envia mail para geral@mef.pt.

PARA LER

“MITOS URBANOS E BOATOS” O livro “Mitos Urbanos e Boatos”, da jornalista Susana André, traz a explicação de como nascem os mitos urbanos e os diversos tipos de boatos nacionais e internacionais. Já ouviste falar daquela história de que os hambúrgueres da McDonald’s são feitos de minhocas? E aquela que diz que saem crocodilos vivos das sanitas nova-iorquinas? Se queres saber qual é a verdade que se esconde por trás destas histórias mirabolantes, não podes deixar de ler este livro! Da Esfera dos Livros


BLACK EYED PEAS CONVIDAM CHERYL COLE PARA A TOUR EUROPEIA A digressĂŁo europeia dos Black Eyed Peas vai decorrer em Maio e Junho e Cheryl Cole ĂŠ a convidada especial da banda – e irĂĄ interpretar temas do seu ĂĄlbum de estreia, “3 Words. O concerto dos Black Eyed Peas em Portugal estĂĄ marcado para o dia 30 de Maio, no EstĂĄdio Nacional, e estĂĄ integrado no festival de apoio e despedida da Selecção Nacional de Futebol que, poucos dias depois, parte para a Ă frica do Sul. “I Gotta Feelingâ€? serĂĄ certamente o tema mais aguardado. De destacar tambĂŠm que a banda irĂĄ participar no concerto que celebra o inĂ­cio do Campeonato do Mundo de Futebol – que terĂĄ lugar em Joanesburgo (Ă frica do Sul), a 10 de Junho, e, alĂŠm dos BEP, conta tambĂŠm com nomes como Alicia Keys, John Legend, Juanes, Shakira, The Parlotones, entre muitos outros.

JOVENS ASSUMEM QUE É MAIS FĂ CIL NAMORAR NUM “MUNDO VIRTUALâ€? O Hotel Habbo realizou um inquĂŠrito mundial, a mais de 12 500 adolescentes, sobre as relaçþes dos jovens nas redes sociais. Aqui ficam alguns resultados das respostas dadas pelos adolescentes portugueses: - 74% diz saber dos perigos que uma relação com um estranho implica - 46% afirma que ĂŠ bem mais fĂĄcil namorar com uma pessoa num universo virtual do que na vida real - 53% afirma que gostaria de namorar com a pessoa que conheceu na rede social - 51% diz jĂĄ ter apresentado amigos virtualmente. 6#ALTERNATIV@

FĂƒS DE MUSE PODEM ESCOLHER MĂšSICA PARA OUVIR NO ROCK IN RIO – LISBOA A banda britânica Muse tem uma proposta irrecusĂĄvel para os fĂŁs: a escolha de um tema para cantarem no Rock in Rio – Lisboa! E o que ĂŠ preciso ÂˆÂƒÂœÂ‡Â”ÇŤƒ•–ƒƒ…‡†‡”ƒ‘•‹–‡Â‘Ć¤Â…Â‹ÂƒÂŽ†‘• Muse – www.muse.mu – e escolher –”²•–‡Â?ĥ“—‡…‘Â?•‹†‡”‡•‡••‡Â?…‹ƒ‹• no alinhamento do concerto da banda. A votação decorre atĂŠ ao dia 30 de Abril e os Muse irĂŁo tocar, pelo menos, um dos cinco temas mais votados, no concerto a 27 de Maio. Toca a votar!

A SELECĂ‡ĂƒO GANHA E A TOSHIBA OFERECE!

Dz‡ ‘”–—‰ƒŽ ‰ƒÂ?ÂŠÂƒÂ”ÇĄ Â˜Â‘Â…Â˛ –ƒÂ?„¹Â? ganha!â€? ĂŠ a nova campanha da Toshiba. Ou seja, se Portugal for campeĂŁo do Mundo, a Toshiba reembolsa todos aqueles que tenham comprado portĂĄteis e televisores, entre 10 de Abril e 10 de Junho. Se comprares algum destes produtos durante este perĂ­odo de tempo, sĂł tens de fazer o registo dos modelos seleccionados em www.toshiba.pt/futebol para te habilitares a este reembolso. HĂĄ mais uma excelente razĂŁo para torcer por Portugal!

Ă LBUM DE ESTREIA DOS NU SOUL FAMILY Os Nu Soul Family sĂŁo um colectivo formado por Virgul (Da Weasel), Dino (Operação Triunfo, Expensive Soul e Soulmotion), DJ Alan Gule e Bassman. “Never too late to danceâ€? ĂŠ o nome do primeiro ĂĄlbum da banda e serĂĄ lançado a 26 de Abril. O tema “This is for my peopleâ€? jĂĄ roda nas rĂĄdios. A cultura club, os clĂĄssicos do disco e a pura Š‘—•‡ Â?—•‹… • ‘ ĥ ’”‹Â?…‹’ƒ‹• ‹Â?ƪ—²Â?cias deste colectivo que ĂŠ jĂĄ presença garantida no Rock in Rio-Lisboa e na 1ÂŞ parte do concerto dos Black Eyed Peas, que irĂĄ assinalar a despedida da Selecção Nacional de Futebol que vai disputar o Mundial da Ă frica do Sul.

CURSO PARA APRENDER A FAZER RIR JĂĄ estĂŁo abertas as inscriçþes para o “Curso de Formação de Humor e ComĂŠdiaâ€?, da ACT – Escola de Actores. Este curso ĂŠ destinado a todos aqueles que utilizam o humor e o querem desenvolver. A actriz Ana Bola ĂŠ a directora peÂ†ÂƒÂ‰Ă—Â‰Â‹Â…Âƒ†‘…—”•‘‡…‘Â?–ƒ…‘Â?’”‘ˆ‡••‘”‡•…‘Â?‘‹”‰ÀŽ‹‘ÂƒÂ•Â–Â‡ÂŽÂ‘ÇĄƒ”‹ƒ—‡ƥǥ À–‘”†‡‘—•ƒ‡ ‡‹–‘”‘—”‡Â?­‘Ǥ…—”•‘†‡…‘””‡”ž‡Â?–”‡Í—†‡ƒ‹‘ƒƤÂ?ƒ‹•†‡ Julho, nas instalaçþes da ACT (Lx Factory – Alcântara, Lisboa). Para mais informaçþes, vai a www.act-escoladeactores.com.


SE ÉS “FASHION ADICTED”, VAI ATÉ PARIS!  ’”‘Œ‡…–‘ Dzƒ ƒ•Š‹‘ –”‡‡–dzǡ †ƒ ‘”†ǡ †‡•ƒƤƒǦ–‡ ƒ ‘•–”ƒ”‡• ‘ –‡— Ž‘‘ ƒ‹• ‘”‹‰‹ƒŽ‡‘’”±‹‘±—ƒ˜‹ƒ‰‡ƒƒ”‹•Ǥ ‡ –‡• — ‡•’À”‹–‘ ˆƒ•Š‹‘ǡ •× –‡• †‡ ‹” ƒ Š––’ǣȀȀƒ’ƒ”‹•Ǥ•ƒ’‘Ǥ’– ‡ ˆƒœ‡” —’Ž‘ƒ† †‡ ˆ‘–‘‰”ƒƤƒ•“—‡ƒ…Šƒ•‘”‹‰‹ƒ‹•Ǥ’‡”•‘ƒŽ •–›Ž‹•– ƒ”‹ƒ —‡†‡• ‹”ž •‡Ž‡……‹‘ƒ” ‡ …‘‡–ƒ”‘•Ž‘‘•†‘•’ƒ”–‹…‹’ƒ–‡•‡ƒ‹†ƒ ’‡”…��””‡”ƒŽ‰—ƒ•…‹†ƒ†‡•†‘’ƒÀ•ǡ˜‹ƒŒƒ†‘— ‘”†ƒǡ†‡•…‘„‡”–ƒ†‡‡•–‹Ž‘•ƒ””‘Œƒ†‘•Ǥ˜‡…‡†‘”‰ƒŠƒ”ž—ƒ˜‹ƒ‰‡ ’ƒ”ƒ͖’‡••‘ƒ•ƒƒ”‹•‡—…Š‡“—‡†‡͙͔͛̾ para andar às compras na capital francesa.

NOVO ÁLBUM DE TT ESTÁ A CHEGAR!

3ª EDIÇÃO SPORT ZONE SOCCER CAMP 2010 ‡ ‰‘•–ƒ• †‡ ˆ—–‡„‘Žǡ  ‘ ’‡”…ƒ• ‡•–ƒ ‘’‘”–—‹†ƒ†‡Ǩ  ’‘”–‘‡ ‘……‡” ƒ’ –‡ …‘‘ ‘„Œ‡…–‹˜‘ †ƒ” ƒ …‘Š‡…‡” • …”‹ƒ­ƒ•‡Œ‘˜‡•ǡ‡–”‡‘•͚‡‘•͕͚ƒ‘•ǡ ‘ “—‡ ± — –”‡‹‘ †‡ Œ‘‰ƒ†‘” †‡ ˆ—–‡„‘Ž ’”‘Ƥ••‹‘ƒŽǤ ‡•–‡ …ƒ’‘ †‡ ˆ±”‹ƒ•ǡ “—‡ †—”ƒ—ƒ•‡ƒƒǡ˜ƒ‹•–‡”—‹–ƒ†‹˜‡”• ‘ǡ ƒ…–‹˜‹†ƒ†‡ˆÀ•‹…ƒ‡‡†—…ƒ­ ‘ǡ†‡•†‡–”‡‹‘• „‹Ǧ†‹ž”‹‘• ƒ–± ‡š’‘•‹­Ù‡• –‡×”‹…ƒ• •‘„”‡ ˆ—–‡„‘Ž ’ƒ••ƒ†‘ ’‡Ž‘ ˜‹•‹‘ƒ‡–‘ †‡ ˜À†‡‘•ǤŽ±†‹••‘ǡ‡•–ƒ‘”‰ƒ‹œƒ­ ‘ǡ“—‡ ƒ•…‡ †ƒ …‘Žƒ„‘”ƒ­ ‘ ‡–”‡ ƒ ’‘”–‘‡ e a Adidas, conta ainda com um respon•ž˜‡Ž ’‡Žƒ• …ƒƒ†ƒ• Œ‘˜‡• †‘ …Ž—„‡ Š‘Žƒ†²•Œƒšǡ‡…‘Œ—–‘…‘‘•–±…‹…‘• ’‘”–—‰—‡•‡•Ǥ •–‡ ƒ‘ǡ Šƒ˜‡”ž ͙ …—”•‘•ǡ †‹˜‹†‹†‘•’‘”‘”–‘ȋ͗Ȍǡ‹•„‘ƒ‡ ƒ”‘ǡ‡–”‡„”‹Ž‡‡œ‡„”‘Ǥ‡“—‡”‡•’ƒ”–‹…‹’ƒ” ‡•–ƒ ‹‹…‹ƒ–‹˜ƒǡ ‹•…”‡˜‡Ǧ–‡ ‘ •‹–‡ ™™™Ǥ –‘†ƒƒ’”‘˜ƒǤ’–ǡ ‘ „Ž‘‰—‡ ™™™Ǥ•’‘”–œ‘‡•‘……‡”…ƒ’Ǥ„Ž‘‰•’‘–Ǥ…‘ ‘— ƒ–”ƒ˜±• †‘‡Ǧƒ‹Žˆ—–‡„‘Ž̷–‘†ƒƒ’”‘˜ƒǤ’–Ǥ‘†‡• –ƒ„±Ž‹‰ƒ”’ƒ”ƒ͖͖͚͔͚͚͕͕͛‘—͚͖͔͔͕͝ ͖͕͜Ǥ’”‡­‘’‘”ƒ–Ž‡–ƒ±†‡͖͔͔̾‡‘•’ƒ”–‹…‹’ƒ–‡• ”‡…‡„‡ — ‹– •‡ƒƒŽ …‘ ͙Ǧ–•Š‹”–•ǡ͙…ƒŽ­Ù‡•‡͙’ƒ”‡•†‡‡‹ƒ•ǡƒŽ± de outros prémios. —”•‘͕ȋ‘”–‘ȌȂ͙ƒ͝„”‹Ž —”•‘͖ȋ‘”–‘ȌȂ͙ƒ͝ —ŽŠ‘ —”•‘͗ȋ‹•„‘ƒȌȂ͕͖ƒ͕͚†‡ —ŽŠ‘ —”•‘͘ȋ ƒ”‘ȌȂ͕͝ƒ͖͗ —ŽŠ‘ —”•‘͙ȋ‘”–‘ȌȂ͖͔ƒ͖͘‡œ‡„”‘

•–ž“—ƒ•‡ƒ…Š‡‰ƒ”‘‘˜‘žŽ„—†‡Ǩ Dzƒ‹• “—‡ —ƒ ”ƒœ ‘dzǡ ‘ •‡‰—†‘ žŽ„— †‘ …ƒ–‘”ǡ ˜ƒ‹ •‡” ”‡‡†‹–ƒ†‘ ‡ ƒ‹†ƒ –”ƒœ — †‹•…‘ ‡š–”ƒǤ Dzƒ ‹‡•–ƒdz ±  ‘ ’”‹‡‹”‘ •‹‰Ž‡ǡ …‘–ƒ …‘ ƒ• …‘Žƒ„‘”ƒ­Ù‡• †‡ ƒ›‡‡––›ȋ†‘•—”ƒƒ‘‹•–‡ƒ ‡ƒ‘‰‘Ȍ‡’”‘‡–‡ƒ“—‡…‡”ƒ‹†ƒƒ‹• ‘• †‹ƒ• “—‡–‡• “—‡ •‡ ƒ’”‘š‹ƒǤ Šǡ  ‘ –‡ ‡•“—‡­ƒ• †‡ ƒ’‘–ƒ” ƒ –uƒ ƒ‰‡†ƒǥ‘žŽ„—†‘…Š‡‰ƒŒž‡„”‹ŽǨ

Toma nota AVATAR EM BLU-RAY E DVD ‘’”ך‹‘†‹ƒ͖͝†‡„”‹Žǡ‘ƤŽ‡Dz˜ƒ–ƒ”dzǡ†‡ ƒ‡•ƒ‡”‘ǡ˜ƒ‹•‡”Žƒ­ƒ†‘ em DVD e Blu-Ray, no mercado nacional. E para os fãs mais acérrimos, já está à ˜‡†ƒƒŽ‹Šƒ†‡„”‹“—‡†‘•Dz˜ƒ–ƒ”dz Ȃ‡‡„”‡˜‡•‡”žŽƒ­ƒ†ƒ—ƒŽ‹Šƒ†‡ –‘ƒŽŠƒ•†‡’”ƒ‹ƒ‡”‘—’ƒ†‡…ƒƒǤ

NOVO ÁLBUM DE USHER ž •ƒ‹— ‘ ‘˜‘ žŽ„— †‡ •Š‡”ǡ Dzƒ›‘† ˜Ǥ ƒ›‘†dzǤ  •‹‰Ž‡ Dz dz Œž roda nas rádios nacionais e conta com a ’ƒ”–‹…‹’ƒ­ ‘†‡‹ŽŽǤ Ǥǡ†‘•Žƒ…›‡† Peas.

HUMANOS Dz —ƒ‘•dz ± —ƒ •±”‹‡ †”ƒž–‹…ƒ “—‡ …‘–ƒƒŠ‹•–×”‹ƒ†‡–”²•Œ‘˜‡•‡†ƒ••—ƒ• ˜‹†ƒ• †—’Žƒ• •‡…”‡–ƒ• Ȃ …‘‘ Ž‘„‹•‘‡ǡ ˜ƒ’‹”‘ ‡ ˆƒ–ƒ•ƒǤ • –”²• ƒ‹‰‘• ˜‹˜‡ Œ—–‘• ‡ –”ƒ˜ƒ †‹ƒ”‹ƒ‡–‡ —ƒŽ—–ƒ’ƒ”ƒ‡•…‘†‡”‘••‡—••‡‰”‡†‘• ‡ –ƒ„± ’ƒ”ƒ …‘„ƒ–‡” ‘• ‹‹‹‰‘• “—‡‘•“—‡”‡†‡•–”—‹”‡†ƒ”ƒ…‘Š‡…‡” ƒ˜‡”†ƒ†‡‹”ƒƒ–—”‡œƒ†‡…ƒ†ƒ—†‡Ž‡•Ǥ š‹„‹­ ‘ƒ •͗͐•ǡ•͖͕Š͔͗Ǥ

WORKSHOPS RESTART ‡•–ƒ”–‹‹…‹‘——‘˜‘–”‹‡•–”‡†‡ ™‘”•Š‘’•ǡ‡˜ž”‹ƒ•ž”‡ƒ•ǣ‹‡ƒǡ ‡ À†‡‘Ǣ ‡™ ‡†‹ƒǢ ƒ‰‡Ǣ ‹ƒ­ ‘Ǣ •…”‹–ƒǢ ‘—‹…ƒ­ ‘Ǣ ˜‡–‘• ‡ •’‡…–ž…—Ž‘•Ǣ …ƒ ‡ ‘Ǥ ƒ”ƒ ƒ‹• ‹ˆ‘”ƒ­Ù‡• ƒ…‡”…ƒ †‡ ™‘”•Š‘’• †‡ …ƒ†ƒ—ƒ†‡•–ƒ•ž”‡ƒ•ǡ˜ƒ‹ƒ www.restart.pt .

STOCKMARKET EM LISBOA WORLD PRESS CARTOON  ‘”Ž† ”‡•• ƒ”–‘‘ǡ •ƒŽ ‘ †‡ Š—‘” ‰”žƤ…‘ †‡ ‹’”‡•ƒǡ ƒ„”‡ ƒ‘ ’ï„Ž‹…‘ ‘ †‹ƒ ͕͛ †‡ „”‹Žǡ ‘ ‹–”ƒ —•‡— †‡ ”–‡ ‘†‡”ƒǤ•–ƒ” ‘’ƒ–‡–‡•͔͔͘–”ƒ„ƒŽŠ‘• ƒ–±ƒ‘†‹ƒ͘†‡ —ŽŠ‘ǡ“—‡’‘†‡•‡”˜‹•–‘• †‡͗͐ˆ‡‹”ƒƒ†‘‹‰‘ǡ‡–”‡ƒ•͕͔Š͔͔‡ƒ• ͕͜Š͔͔ǡ ‹…Ž—‹†‘ ˆ‡”‹ƒ†‘• ȋ…‘ ‡š…‡’­ ‘ †‘†‹ƒ͕†‡ƒ‹‘ȌǤ•‡–”ƒ†ƒ•• ‘Ž‹˜”‡•Ǥ

‡ ͔͗ †‡ „”‹Ž ƒ ͖ †‡ ƒ‹‘ǡ ƒ ˆ‡‹”ƒ †‡ †‡•…‘–‘• –‘…ƒ”‡– ˜ƒ‹ ”‡ƒŽ‹œƒ”Ǧ Ǧ•‡ ‘ ‡–”‘ †‡ ‘‰”‡••‘• †‡ ‹•„‘ƒ ȋƒ˜‹ŽŠ ‘ †‘ ‹‘ȌǤ ‘†‡• …‘–ƒ” …‘ †‡•…‘–‘• ƒ–± ͔͜Ψ ‡ ‘†ƒǡ †‡…‘”ƒ­ ‘ǡ …‘•±–‹…ƒǡ ’‡”ˆ—‡•ǡ Œ‘ƒŽŠƒ”‹ƒǡ ”‡Ž‘Œ‘ƒ”‹ƒǡ Ž‹˜”‘•ǡ †‹•…‘•ǡ ƤŽ‡• ‡ —‹–‘ ƒ‹•Ǥ ƒ ‡š…‡Ž‡–‡ ‘’‘”–—‹†ƒ†‡ǡ  ‘ƒ…Šƒ•ǫƒ”ƒƒ‹•‹ˆ‘”ƒ­Ù‡•ǡ˜ƒ‹ƒ ™™™Ǥ„ƒœƒ‹Ǥ’–Ǥ ALTERNATIV@#9


a

Músic

C

omo chegaste chegas à escolha do álbum? nome do álbu

Tem a ver com as letras. A certa altura percebi que todas as letras falam de uma fuga, no sentido de largar coisas que nos possam estar a fazer mal, sítios onde não estamos felizes. Fuga no sentido de mudança, uma mudança interior em termos de atitude e em termos de reacção.

Há algum tema deste álbum que te diga mais? Eu gosto muito do “Caminho de votar”. Tem a ver com a letra e com o sítio. Eu comecei a escrever estava sentado num penedo ao pé do Marvão, com umas vaquinhas à volta. Esta música faz-me sempre lembrar as viagens. Também gosto muito do “Espaço impossível”, é uma espécie de “eu estou bem onde eu não estou” [música de António Variações]; dito de outra forma, tudo é o que tem que ser. Eu acho que as músicas que me tocam têm a ver com as fases da minha vida, com os meus estado de espírito, com o tempo que está. Posso estar a dizer isto hoje e daqui a um mês dizer algo completamente diferente.

Um dos temas do álbum, “Se cuidas de mim”, tem a participação da Inês Castelo-Branco. Eu adoro a voz da Inês, ela tem uma inocência e uma sensualidade a jogarem uma com a outra.

Como é que correu a gravação do álbum? Houve fases de alguma incerteza? Houve fases de incerteza, mas não foi na gravação, foi nos ensaios. Tenho a noção de que foi dos álbuns mais difíceis de chegar a algum sítio. Eu fui muito exigente em termos de arranjos, não me estava a

ÚLTIMO ÁLBUM QUE COMPRASTE O último do Tom Waits, que é um álbum ao vivo de um concerto que eu fui ver a Barcelona. A MÚSICA DA TUA VIDA “Dream On”, dos Aerosmith, porque foi das músicas que mais me marcaram em termos de atitude perante a vida! Dream until your dream comes true! Não tem a ver propriamente com a frase, que até achei um bocado cliché, mas tem a ver com a maneira como ele canta!

contentar com o som normal de banda e então pedi ao João, ao Beni e ao Maia para reinventarem maneiras de tocar o próprio instrumento. E resultou num álbum muito divertido em termos de arranjo, com muitas surpresas, com muitos sons estranhos, e com muito humor.

E que expectativas tens? Eu digo sempre a mesma coisa quando lanço álbuns: acho que as pessoas têm que ouvir esquecendo todos os preconceitos. É muito típico em Portugal pensar-se: “Tiago Bettencourt? Já sei perfeitamente!”, quando não fazem ideia. As pessoas que conhecem o meu trabalho sabem que todos os álbuns são diferentes. Este álbum é uma reacção de contemporaneidade e uma reacção a tudo o que sentimos e às nossas inquietações e por isso acho que é um cd como todos os outros para ouvir e não para passar por ele.

Fala-nos da capa do álbum. É uma pintura de Marc Seguin, que conheci em Montreal e que é dos melhores pintores do mundo. Fiquei muito amigo dele e

T R U O C N E T T E B TIAGO A G U F M E A H T N & MA Por Susana Grácio

oreira @ Fottos: Paulo M

um & Mantha têm reno t r u o c n e tt e B e Tiago ais leve, mais s], mas M . o lh a b a tr o v 7 0 no [“O Jardim”, 20 que o anterior dos os extremos, desde incorporando toarte mais calma. Tiago o rock a uma p la-nos deste “Em Fuga”. Bettencourt fa 10#ALTERNATIV@

perguntei-lhe se ele podia fazer um retrato para a capa do álbum e ele disse logo que •‹ǥ ‡ ‡— Ƥ“—‡‹ ‡•’ƒ–ƒ†‘Ǩ ȋ”‹•‘•ȌǤ — adoro esta pintura, acho-a muito bonita, —‹–‘’”‘ˆ—†ƒǤ2“—ƒ•‡—ƒˆ‘–‘‰”ƒƤƒǤ

És um dos compositores desta nova geração com maior sucesso. Como é que isso surge? Eu não sei explicar muito bem. Trabalh bem sob pressão. Se não tenho que fazer uma música, não me vou esforçar para fazer uma música só porque acho que é o meu trabalho. Ocupo-me muito mais em absorver a informação do que em estar •‡’”‡ ƒ …‘’‘”Ǥ ‘Ƥ‘ “—‡ †‡’‘‹• †‡ absorver essa informação o meu organismo há-de transformar isso em algo que transmita emoção. E por isso o processo criativo, no meu caso, nunca é igual.

E qual é a sensação de estar em palco? O mais giro de estar em palco é quando o público de repente está connosco, isso é das sensações mais bonitas que existem! A atenção das pessoas! Quando eu digo atenção não precisa ser um público completamente efusivo! Demasiadamente efusivo também não está a ouvir muito bem o que está a acontecer. Tem a ver com a atenção, o teres a noção de que as pessoas estão a levar aquilo para dentro do organismo e isso é das coisas mais gra–‹Ƥ…ƒ–‡•“—‡‡š‹•–‡Ǩ‡…ƒŽŠƒ”ƒ–±ƒ…‘–‡ce em concertos mais pequenos, em que eu estou sozinho e consigo chegar melhor às pessoas, mas quando isso acontece em grande escala, é indescritível! É muito for–‡‡…Š‡‰ƒ‘•–‘†‘•ƒ‘Ƥ†‘…‘…‡”–‘ completamente esgotados de tanta coisa que largámos ali! @


Por Tânia Lapa Ferreira Foto: Pedro Mendonça

Em 2008, com o lançamento de Magnífico Material Inútil com o selo de uma multinacional, saltam de Queluz para os escaparates nacionais. Quem gosta do som cru e melodias directas da banda consome fervorosamente. Quem não gosta, acaba por cantarolar um ou outro tema, porque a aposta na divulgação da banda ganhou uma dimensão pouco usual nos dias que correm. Os Pontos Negros passaram pelos principais canais de música, rádios, festivais e estão agora a finalizar um novo trabalho.

F

alámos com Jónatas, vocalista d`Os Pontos Negros, durante as gravações do novo álbum, ainda sem ‘‡ †‡Ƥ‹†‘ ƒ ƒŽ–—”ƒ †ƒ ‡–”‡˜‹•–ƒǡ que conta com 11 músicas. A banda este-

OS PONTOS NE

GROS

ve 15 dias num estúdio, longe de distracções, em conjunto com Jorge Cruz, dos Diabo na Cruz, que assina a produção. “Este é um disco diferente. Se o disco anterior acabava por ser bastante com’ƒ…–‘‡Ž‹‡ƒ”†‘‹À…‹‘ƒ‘Ƥǡ‡•–‡ƒ• ï•‹…ƒ•• ‘ƒ‹•‡…Ž±–‹…ƒ•ǡ–ƒ–‘‡–‡”mos instrumentais como na produção das próprias canções”, assegura-nos Jónatas. Para estas mudanças, o contributo de Jorge Cruz foi essencial e traduziu-se essencialmente no apuramento das canções, tanto na estrutura como na forma de tocar as músicas, passando pelo som dos instrumentos. “Trabalhar com o Jorge tem sido muito bom porque ele veio trazer uma forma de trabalhar diferente e é alguém que tem ideias para aquilo que quer e para a sonoridade da banda. O Tiago no primeiro disco foi uma ‘—†—ƒ•˜‡œ‡•ƒ‘•‡•ƒ‹‘•ǡ‘ ‘”‰‡ˆ‘‹ƒ ƒ‹•ǡ–‘‘—ƒ‹•‘–ƒ•ǡ‹–‡”˜‡‹‘ƒ‹•ǡ deu mais sugestões e a maneira de pensar dele é obviamente diferente da do Tiago e nós acabámos também por seguir um bocado por aí. Mesmo no estúdio a forma de trabalhar dos dois é bas–ƒ–‡†‹ˆ‡”‡–‡ǡ•‡†‘“—‡‘ ‘”‰‡±— pouco mais interventivo e isso afecta necessariamente todo o processo”. As letras do novo álbum estão novamente a

cargo de Jónatas Pires e de Filipe Sousa e a distância entre ambos está bem marcada. “Nota-se que são duas pessoas diferentes a escrever canções diferentes. A maioria das minhas letras tem a ver com ‘ “—‡ ƒ…‘–‡…‹†‘ ‘ ‹‘ ƒ‘ǡ …‘‹•ƒ• “—‡ ‡— ˜‘— ˜‡†‘ ‡ ˜ ‘ ƒ…‘–‡…‡†‘ǡ que tenho transformado em histórias… ‘ –‡’‘ “—‡ –‡‘• ‡“—ƒ–‘ „ƒ†ƒǡ aquilo que me acontece em termos aca†±‹…‘•ǡ‘•‡—•ƒ‹‰‘•‡–‡”‘••‘…‹ƒ‹•ǡ’‘”ƒÀǤƒ•ƒ‹†ƒ±…‡†‘’ƒ”ƒ‡•–ƒ” ƒ†‡•…‘†‹Ƥ…ƒ”ǡ±’”‡ˆ‡”À˜‡Ž“—‡“—ƒ†‘‘ disco sair as pessoas possam fazer a sua interpretação”. Ficamos a aguardar a saída do sucessor de Dzƒ‰ÀƤ…‘ ƒ–‡”‹ƒŽ ï–‹Ždzǡ …—Œ‘ •—…‡••‘ alcançado o vocalista assegura não acarretar um acréscimo de pressão à banda. “A pressão que nós sentimos é aquela “—‡ ’”‹‡‹”‘ †‡˜‡‘• ƒ ×• ’”×’”‹‘•ǡ que é querermos sempre melhorar e que a nossa música continue a ser excitante e passível de apreciação. Só temos é que melhorar todos os aspectos da nossa ac–‹˜‹†ƒ†‡ǡ‘—•‡Œƒǡƒ…‘’‘•‹­ ‘†ƒ•ï•‹…ƒ•ǡ•‡Œƒƒ…ƒ–ƒ”ǡ•‡Œƒƒ–‘…ƒ”ǡ•‡Œƒ‡•mo o próprio conceito de espectáculo ao vivo. E eu acho que este disco é um bom passo neste sentido”. @ ALTERNATIV@#11


2

V 7DUD 3HUGLGD FRPH PRUDP  DQRV H TXH PHOKRU IRUPD GH DVVL QDODU D GDWD TXH FRP XP FRQFHUWR" $ IHVWD IRL QD 9R]GR2SHUiULR)DOiPRVFRP R5XNDRJXLWDUULVWDGDEDQ GD TXH QRV FRQWRX FRPR WrP VLGR HVWHV  DQRV H UHYHORX QRV SRUPHQRUHV GR SUy[LPR iOEXP

Que balanço fazem destes 15 anos de carreira da banda?

funcionam dessa maneira; o Coliseu dĂĄ um estatuto que a banda nĂŁo tinha, aca„žÂ?‘•’‘”Ć¤Â…ÂƒÂ”…‘Â?•ƒ‰”ƒ†‘•‡ˆƒœ‡Â?‘• ainda mais parte do panorama musical. Acho que o Coliseu tem essa magia. NĂłs jĂĄ lĂĄ tocĂĄmos duas vezes e sabemos que, realmente, aquilo tem lĂĄ uma magia qualquer. E o concerto com os Xutos, no estĂĄdio do Restelo, tambĂŠm. E concertos em salas pequenas‌

‘�‘¹“—‡†‡Ƥ�‡•‘‡•’À”‹–‘†‘• Tara Perdida?

Em primeiro lugar, ser um Tara Perdida nĂŁo ĂŠ sĂł tocar. (risos) É amizade, ĂŠ paiFazemos um balanço positivo, visto que xĂŁo pela mĂşsica‌ acima de tudo, a nossa conseguimos gravar 5 discos, gravar um amizade ĂŠ o mais importante, percebes? DVD e ir ao Coliseu (dos Recreios) e fazer Na banda, temos de ser unidos. Termos imensos concertos. TĂŞm sido muito positiPor Neroz Fotos: James Minchin de viver uns com os outros durante estes ˜‘•‡•–‡•Í•Í™ƒÂ?‘•Ǥ•–‹˜‡Â?‘•ÂƒÂ‰Â‘Â”ÂƒÇĄƒ‘ƤÂ? anos todos, Ă s vezes nĂŁo ĂŠ nada fĂĄcil, mas de 15 anos, a trocar de baterista novamena vida ĂŠ assim. Somos uma famĂ­lia, as fate, mas ainda estamos bastante unidos e mĂ­lias normalmente tambĂŠm se chateiam, bastante fortes. depois fazem as pazes e uma banda ĂŠ isso tambĂŠm. Se as pessoas conseguiPor que ĂŠ que escolheram a Voz do Operem encarar isso dessa forma, acho que rĂĄrio para celebrar este aniversĂĄrio? tĂŞm espaço, durante muitos anos, para A forma que nĂłs achĂĄmos de poder fesconseguirem criar. A maioria das bandas tejar o nosso 15Âş aniversĂĄrio era fazermos acaba por causa do choque de feitios. NĂłs —Â?„‘…ƒ†‘ƒ“—‹Ž‘“—‡ŒžĆ¤ÂœÂ‡Â?‘•Â?‘’ƒ•sabemos muito bem lidar com os nossos sado, mas, de alguma maneira, fazĂŞ-lo de problemas, somos frontais, somos ami—Â?ƒˆ‘”Â?ƒÂ?ƒ‹•’”‘Ƥ••‹‘Â?ƒŽǤו…”‡•…‡gos acima de tudo. Por isso ĂŠ que, se camos no underground e quisemos estar um lhar, tambĂŠm conseguimos aguentar mais bocadinho mais perto das pessoas. A Voz tempo, pela paixĂŁo Ă  mĂşsica. do OperĂĄrio ĂŠ uma sala mĂ­tica de Lisboa jĂĄ hĂĄ muitos anos, e por onde jĂĄ passĂĄmos, e …‘Â?‘Âą“—‡†‡ƤÂ?‡•‘˜‘••‘’ï„Ž‹…‘Ǎ achĂĄmos que fazia sentido. É uma banda de culto e, Ă  partida, logo ÂƒĂ€ Âą —Â? ’ï„Ž‹…‘ Ƥ‡ŽǤ ĥ ƒ…Š‘ “—‡ǥ …‘Â? Ao longo destes 15 anos, quais sĂŁo o “Nada a Esconderâ€?, conseguimos atinos momentos mais importantes que gir outro tipo de pĂşblico. E no dia em que gostarias de destacar? eles nĂŁo estiverem lĂĄ, acabamos! Posso destacar 3 ou 4. O concerto do DVD, em 2005, foi excelente. Destaco o O que ĂŠ que nos podes contar acerca do Coliseu porque, em Portugal, as coisas

novo ĂĄlbum que estĂĄ a ser preparado? (risos) É interessante, acho que tem mĂşsicas muito boas. Temos o ĂĄlbum quase feito, mas, como tivemos de trocar de baterista – nĂŁo estĂĄvamos Ă  espera – tivemos de triplicar ou quadruplicar o trabalho. DeixĂĄmos o ĂĄlbum de lado agora, estamos a ensaiar para os concertos, mas quando tivermos o alinhamento completamente †‡ƤÂ?‹†‘ǥ ‡ ƒ Â–Â‘Â…ÂƒÂ”ÇĄ ˜ƒÂ?‘• ’ƒ••ƒ” …ƒŽÂ?ƒmente para o ĂĄlbum novo e acabĂĄ-lo.

Ainda te recordas do vosso primeiro ensaio como banda? Lembro-me, foi no dia 10 de Junho (de 1995). Claro que me lembro, estava lĂĄ! (risos) Lembro-me que o Ribas jĂĄ tinha nome ’ƒ”ƒƒ„ƒÂ?Â†ÂƒÇĄÂ?ĥ‡—Â? ‘•ƒ„‹ƒǤ‘ƤÂ?†‘ ensaio, perguntĂĄmos: “EntĂŁo como ĂŠ que se vai chamar a banda?â€?. E ele: “Tara Perdida!â€? – “Ok!â€? E foi atĂŠ hoje‌ (risos)

Quais são os desejos dos Tara Perdida para os próximos 15 anos? O maior desejo Ê que consigamos aguentar‌ para 15 anos, não consigo fazer planos. Mas se conseguirmos aguentar mais 5 anos no activo, acho que 20 anos de banda Ê um bom número. Para uma banda como nós, com o som que fazemos, em Portugal, acho que jå conseguimos abrir muitas portas para muita gente em termos de punk rock e para o underground, de alguma maneira, ser mais falado. Mais 15 anos Ê assustador‌ (risos) mas, mais 5, vamos assim devagarinho. Vamos tocando e desfrutando daquilo de que mais gostamos e acho que isso Ê o mais importante. Enquanto estivermos no activo Ê importante que haja essa entrega. Era como eu dizia no início da entrevista, ser Tara Perdida não Ê só tocar! @

7$5$ 3(5','$ Por Susana GrĂĄcio Foto JoĂŁo Robalo

12#ALTERNATIV@


or Desp

to

S É L A S É L E D PORTUGAL NUNCA

D

esbravar caminhos de acesso difícil, percorrer trilhos selvagens, encontrar paisagens de sonho, respirar ar puro, desaƤƒ” ‘ …ƒ•ƒ­‘ǥ †‡•ˆ”—–ƒ” ‡ ’Ž‡‘ †ƒ natureza. São algumas vantagens das caminhadas. Só mesmo experimentar para entender a dimensão das muitas vantagens que este desporto oferece. Há percursos para espíritos mais calmos e para aventureiros destemidos. É só escolher e deitar pernas ao caminho.

DEITAR PÉS AO C

AMINHO

Escolhido o local a descobrir, é impor–ƒ–‡”‡—‹”‘žš‹‘†‡‹ˆ‘”ƒ­ ‘†ƒ zona. Um mapa é sempre uma ajuda preciosa para nos orientarmos no terreno. Calcular a distância e o tempo em que a queremos percorrer é um trabalho que já deve ir feito de casa, sempre deixando margem para os imprevistos, porque ao anoitecer já devemos estar de volta. E claro, é muito importante estar em forma para desfrutar ao máximo da caminhada, caso contrário corremos o risco de a meio já estarmos em sofrimento e a dizer mal da vida. Por isso, há que come­ƒ” ’‘” ’‡”…‘””‡” ’‡“—‡ƒ• †‹•–Ÿ…‹ƒ• e ir aumentando gradualmente a aventura. Depois, é só desfrutar. Respirar ar ’—”‘ ‘ ‡‹‘ †ƒ ƪ‘”‡•–ƒǡ †‡•…ƒ•ƒ” ƒ• pernas numa pedra junto ao rio, sentir o vento no topo de uma serra, conviver …‘ ƒ ˆƒ—ƒ ‡ ƪ‘”ƒ †‘ Ž‘…ƒŽǡ ƒŽ…ƒ­ƒ” paisagens pouco exploradas, largar o •–”‡••ǥ• ‘ƒ‹•“—‡—‹–‘•‘•„‡‡ˆÀcios das caminhadas.

O que devemos levar para a caminhada depende muito do tempo do percurso. Vários dias a palmilhar quilómetros obriga a mais bagagem, mas levar a casa às costas não nos deixa ir muito Ž‘‰‡ǥ ƒ …ƒ†ƒ Š‘”ƒ “—‡ ’ƒ••ƒ ƒ ‘chila vai parecer mais pesada. Essencial é levar protector solar (pele e lábios) e chapéu! A roupa depende do clima, mas há que contar sempre com várias ’‡­ƒ•ǡ ’‘”“—‡  ‘‹–‡ ƒ –‡’‡”ƒ–—”ƒ †‡•…‡Ǥ ‰—ƒǥ …‘ ˆƒ”–—”ƒǤ  ƒŽ‰—ƒ• barras de cereais também são obrigatórias, para dar energia em qualquer momento de quebra, assim como umas sandes para desfrutar numa paragem mais demorada. Isto tudo tem de ir dentro de uma mochila confortável, sendo “—‡ ‡•–ƒ ’‘†‡ ˆƒœ‡” –‘†ƒ ƒ †‹ˆ‡”‡­ƒǤ Quanto mais pequena melhor, para não •‡ –‡” ƒ –‡–ƒ­ ‘ †‡ ‡…Š‡”Ǥ ž ƒ‰‘”ƒǡ na mochila devemos ir apetrechados de consciência ambiental. Pegadas, con˜±†‡‹šƒ”•×ƒ•†‘…ƒŽ­ƒ†‘Ǥ

GASTAR SOLAS Gastar solas é o nosso objectivo e ’ƒ”ƒ‘…‘…”‡–‹œƒ”‘•±‹’‘”–ƒ–‡ǥ levar solas já gastas. Que é o mesmo “—‡†‹œ‡”ǣƒ†ƒ†‡…ƒŽ­ƒ†‘‘˜‘Ǥ•…—sado será apontar que tem de ser muito confortável, pois o nosso inimigo nº1 serão as bolhas nos pés. Também ±‡••‡…‹ƒŽƒ†‡“—ƒ”‘–‹’‘†‡…ƒŽ­ƒ†‘ ao tipo de caminhada. Num trilho de ’‹•‘ˆž…‹Žǡ‘…ƒŽ­ƒ†‘†‡ƒŽ–ƒǦ‘–ƒŠƒ pode atrapalhar, um par de ténis será ƒ‡ŽŠ‘”‘’­ ‘Ǥ˜‹…‡Ǧ˜‡”•ƒǤ

CAMINHADA OU TREKKING? „‘•Ǥ  ‹’‘”–ƒ–‡ ± ‡–‡” ’‡”ƒ• ƒ‘ …ƒ‹Š‘Ǥ  †‹ˆ‡”‡­ƒ ‡•–ž ƒ’‡ƒ•ƒ†—”ƒ­ ‘Ǥƒ…ƒ‹Šƒ†ƒ‡•–ƒ‘•†‡”‡‰”‡••‘…ƒ•ƒ†‡’ƒ”–‹†ƒ‘ ’”×’”‹‘†‹ƒǡŒž‘–”‡‹‰‘†‹ƒ•‡‰—‹–‡’”‡••—’Ù‡—ƒ…‘–‹—ƒ­ ‘†‘ percurso, o que obriga a dormir “fora”.

14#ALTERNATIV@

z Fazer caminhadas sozinh@ z Esquecer a água e as barras de cereais z ˜ƒ­ƒ” ’ƒ”ƒ — ’‡”…—”•‘ difícil sem testar a resistência em caminhadas simples e continuadas.

É MUITO IMPORTANTE z Estar em forma z Beber muitos líquidos z Recolher o máximo de inˆ‘”ƒ­ ‘•‘„”‡‘Ž‘…ƒŽ†ƒ…ƒminhada


SUGESTÕES Adidas PVP: 75€

Eastpak PVP: 85€

Rip Curl PVP:80€

LOCAIS A CONHECER AQUI BEM PERTO z Parque Natural Sintra-Cascais z Serra da Arrábida

Asics PVP: 120 € (venda em exclusivo na loja Sneakers Delight)

Quiksilver PVP: 42,90€ Roxy PVP: 35€

Vans PVP: 35€ Merrell PVP: 84, 90 €

Converse PVP: 68€

Puma PVP: 130€

SportZone PVP: 19, 90€

ALTERNATIV@#15


 ’‘”ǣ

A Revista que te da Musica!

Há uma intimidade diferente, uma certa suavidade em “Femina”. A guitarra é adoçada por uma certa omnipresença do corpo, da intoxicação e subtileza femininos – que dá uma força poética a este trabalho. Mas quem melhor que Paulo Furtado para nos falar sobre este “Femina”?

E

xplica-nos o conceito do “Femina”.

que ditaram o que eu iria usar ou não usar para cada uma delas.

Preferes gravar enquanto Legendary ou WrayGunn? Gosto das duas coisas. O que eu faço com os WrayGunn ou como Legendary Tigerman são coisas radicalmente diferentes, logo à partida, e com processos muito diferentes.

Há uma certa estética que é transversal…

Há pontos de contacto, claro. A partir do momento em que eu toco guitarra, comO ponto de partida para este disco ponho e canto também a maior parte das é claramente uma homenagem à mulher, músicas em Legendary Tigerman e Wraypela palavra e pela música. E por isso conGunn, obviamente terá de haver pontos de Por Neroz Fotos: Minchin videi todas estas pessoas paraJames participar contacto, mas acho que depois o resultado no disco, para terem um input e para conƤƒŽǥƒ–±’‘”“—‡‡”ƒ› —ǡ…‘‘Šž seguir cruzar o meu universo com o unium grande “input” de todas as outras pesverso destas pessoas. soas da banda, as coisas também acabam por crescer para outro lado bastante difeO álbum parece, logo da tua parte, rente de Legendary Tigerman.

ter uma abordagem diferente.

Não queria perder, obviamente, a personalidade do projecto, que é ser um “one man band”. Mas de outra forma também havia músicas que eu sentia que não necessitavam de um bombo, de um prato de choque ou de uma tarola, necessitavam apenas de uma guitarra e dos pés a bater no chão. No fundo, as músicas é

A hermenêutica que tu criaste viaja um bocado ali numa fronteira entre o burlesco e “aquela classe”… é intencional? Sim, quer dizer, nunca pensei assim muito nisso mas, obviamente, quanto mais para trás se andar – e às vezes não é preciso andar assim tanto para trás ( risos) – havia um modo mais de guerrilha, que eu acho que continua a ser o meu modo de estar na música, e um planear as coisas para conseguir levar em frente os projectos e para ter alguma visibilidade e para que a música chegue às pessoas. Mas acho que é essa a palavra certa, mesmo, ±ƒ‰—‡””‹ŽŠƒǥ

Ainda que a dinâmica das músicas seja algo diferente, o conceito acaba por ser similar – as coisas o mais cru possível, rock n’roll o mais cru possível. Achas que essa é a voz do rock? É a minha voz. Sabes, às vezes,

THE Por Nero Foto JB Mo nd

isto é uma coisa meio hilariante. O primei”‘•‹‰Ž‡ǡ’‘”‡š‡’Ž‘ǥ•‘—‡•‘‡—ƒ tentar fazer uma coisa bonita e nem assim eu consigo fazer uma coisa limpa, sem os sons de fundo e sem todo esse ambiente. Portanto, é o modo que eu tenho de fazer ƒ•…‘‹•ƒ•ǤǤ2ƒ‹Šƒ˜‘œǥ ‘•‡‹•‡•‡”ž a voz do rock n’roll ou não, mas do meu rock n’roll, é.

À falta de melhor termo, há uma certa simplicidade musical, mas depois exploras muito outros conceitos: o conceito visual, pelo menos… Sim, mas aqui as coisas têm de ser, obviamente, simples, o que é bom. Aliás, eu gosto deste projecto porque reduz as músicas ao seu mínimo. Poder executar –—†‘ ƒ‘ ‡•‘ –‡’‘ǥ ƒ• …‘‹•ƒ• –² †‡ •‡” •‹’Ž‹Ƥ…ƒ†ƒ•ǡ ƒŽ‰—ƒ• ’‘” ”ƒœÙ‡• ‡•–±–‹…ƒ•ǡ‘—–”ƒ•’‘””ƒœÙ‡•ˆÀ•‹…ƒ•ǡƒ–±ƒ …‘‘”†‡ƒ­ ‘–‡†‡•‡”•‹’Ž‹Ƥ…ƒ†ƒǤ ••‘ agrada-me porque, a partir desse momento, funciona ou não funciona. E na maior parte das músicas que funcionam pensas: “Ok, então é porque vale a pena trabalhar nelas”. A parte de cinema, que esteve presente desde o primeiro disco, é algo que sempre me interessou e que eu aqui acho que faz todo o sentido trabalhar e que, às vezes, tem quase a mesma importância que a música. E é o meu caminho, que tenho vindo a traçar e que me preenche. Às vezes, em Legendary Tigerman, só a música não me chega, preciso de fazer outras coisas para sentir que o projecto está na •—ƒˆ‘”ƒƤƒŽǤ

Quando desenvolves a conceptualidade visual, estás também por trás da produção ou delegas esse aspecto? Mais uma vez, com as tácticas de guerrilha, para se poder fazer um disco destes e para •‡ ’‘†‡” ƤŽƒ” ‡•–ƒ• …—”–ƒ•Ǧ‡–”ƒ‰‡• todas e levar um disco para a frente, obviamente que tens de fazer uma grande parte da produção. O disco, por natureza, Œž±—†‹•…‘‹’‘••À˜‡Žǥ•‡”‹ƒ—†‹•…‘ quase impossível de se fazer em qualquer altura, muito mais nesta altura em que as vendas de discos estão em quebra. Portan–‘ǥ•‹ǡ‘„˜‹ƒ‡–‡“—‡–‡•†‡‡•–ƒ”— bocado envolvido em todos os processos – †‡•†‡ƒ’”‘†—­ ‘”‡ƒŽ‹œƒ­ ‘ǥ@

LEGENDARY TIGERMAN

ino


E

ste novo ĂĄlbum chama-se “PenĂ­nsulas & Continentesâ€?. Quais sĂŁo?

que quis prestar Ă  arte cinematogrĂĄĆ¤Â…ÂƒÇŤ

Trata-se das penĂ­nsulas latinas da Europa – a nossa PenĂ­nsula IbĂŠrica e a PenĂ­nsula ItĂĄlica, porque a ItĂĄlia tambĂŠm ĂŠ uma penĂ­nsula – e os continentes das grandes navegaçþes, principalmente as AmĂŠricas – Norte e Sul – e Ă frica. E entre estas penĂ­nsulas e estes continentes houve sempre um intercâmbio enorme de todo o tipo – comercial, mas tambĂŠm muito um intercâmbio cultural e artĂ­stico, poĂŠtico, musical. E ĂŠ um ’‘—…‘‡••‡•‡…‘•Â?‘•ǥ॥ĥ‹Â?ƪ—²Â?…‹ƒ• mĂştuas que eu tentei explorar neste novo ĂĄlbum.

Sim‌ e ao Nino Rota! Eu tenho andado a trabalhar sobre o Nino Rota, graças ao convite do cantor napolitano Mauro Gioia, e tem sido uma descoberta maravilhosa. Todos nĂłs conhecemos a obra universal de Nino Rota atravĂŠs †‘…‹Â?‡Â?ÂƒÇĄÂ?ĥ˜ƒŽ‡ƒ’‡Â?ƒ…‘Â?Š‡…²nj la melhor porque ĂŠ um autor absolutamente extraordinĂĄrio. É evidente que o cinema estĂĄ sempre presente em tudo o que eu faço. Foi uma coin…‹†²Â?Â…Â‹ÂƒÇĄÂ?ĥƤ“—‡‹Â?—‹–‘…‘Â?–‡Â?–‡ por a saĂ­da do ĂĄlbum coincidir com ‘•͙͔ƒÂ?‘•†‘ƤŽÂ?‡Dzƒ‘Ž…‡Â‹Â–ÂƒÇłÇĄ do (Federico) Fellini.

Podemos dizer que, para alĂŠm da geoÂ‰Â”ÂƒĆ¤ÂƒÂˆĂ€Â•Â‹Â…ÂƒÇĄÂą–ƒÂ?„¹Â?—Â?ƒÂ‰Â‡Â‘Â‰Â”ÂƒĆ¤Âƒ sentimental? 2 —Â?ƒ Â‰Â‡Â‘Â‰Â”ÂƒĆ¤Âƒ •‡Â?–‹Â?‡Â?Â–ÂƒÂŽÇĄ ƒ„•‘Ž—–ƒÂ?‡Â?te! AlĂŠm de ser temporal porque tambĂŠm revisita desde um trovador medieval valenciano atĂŠ aos trovadores modernos‌ alguĂŠm como o Lenine, passando evidentemente pelo Zeca (Afonso). Mas corresponde Ă s nos•ƒ•Â’Â”Ă—Â’Â”Â‹ÂƒÂ•˜‹ƒ‰‡Â?•Â?ƒ–‘—”Â?¹‡“—‡Ć¤ÂœÂ‡Â?‘• com o primeiro disco, aos encontros artĂ­sticos que tivemos com mĂşsicos que depois convidĂĄmos para estarem tambĂŠm no disco. 2 —Â? žŽ„—Â? “—‡ ”‡ƪ‡…–‡ –ƒÂ?„¹Â? ‡••‡• ‡Â?…‘Â?–”‘•ÂƒÂ”–À•–‹…‘•Â?—•‹…ƒ‹•‡ĥ‡š’‡”‹²Â?…‹ƒ• de vida que tivemos a viajar pela mĂşsica.

Como ĂŠ que chegou Ă  escolha destes temas? Eu creio que uma das origens importantes deste ĂĄlbum foi o concerto na sede da Unesco, em Paris, por ocasiĂŁo da minha noÂ?‡ƒ­ ‘ ‡Â?“—ƒÂ?–‘ ”–‹•–ƒ ’‡Žƒ ƒœǤ ‡••‡ concerto quis dar muito relevo Ă  mĂşsica portuguesa e partir da lusofonia e dos grandes autores da lĂ­ngua portuguesa, como o Zeca Afonso, o SĂŠrgio Godinho, a AmĂŠlia Muge, mas tambĂŠm o Waldemar Bastos [‌]

Neste ĂĄlbum, canta em vĂĄrias lĂ­nguas. ‘Â?‘Âą…ƒÂ?–ƒ”‡Â?†‹ˆ‡”‡Â?–‡•‹†‹‘Â?ÂƒÂ•ÇŤ ž‘Â?‡—–”ƒ„ƒŽŠ‘†‡ƒ…–”‹œ•‡†‡•‡Â?˜‘Ž˜‡‡Â? ˜ž”‹ƒ•ÂŽĂ€Â?Â‰Â—ÂƒÂ•ÇĄ‘—Â•Â‡ÂŒÂƒÇĄÂą—Â?ƒ‡š’‡”‹²Â?…‹ƒ“—‘tidiana que eu tenho desde muito pequena. Fui sempre criada na ideia de uma multiplicidade de lĂ­nguas e, para mim, era natural transpor esta realidade quotidiana tambĂŠm para a mĂşsica. Foi muito interessante tentar encontrar o swing – porque, apesar de tudo, hĂĄ uma Â?ƒ”…ƒÂ?—‹–‘•™‹Â?‰ǥÂ?—‹–‘ÂŒÂƒÂœÂœĂ€Â•Â–Â‹Â…Âƒ‡Â?–‘†‘ o disco – em lĂ­nguas que, teoricamente, nĂŁo ‡•– ‘Ž‹‰ƒ†ƒ•†‹”‡…–ƒÂ?‡Â?–‡ƒ‘ŒƒœœǤ

O cinema tambĂŠm marca presença neste ĂĄlbum, com os temas “La Dolce Vitaâ€? e “Il Padrinoâ€?. Foi tambĂŠm uma homenagem

‡…‡Â?–‡Â?‡Â?–‡ǥˆ‡œ—Â?†—‡–‘…‘Â? o The Legendary Tigerman. Como ˆ‘‹‡••ƒ‡š’‡”‹²Â?Â…Â‹ÂƒÇŤ Ah, foi Ăłptima! O mĂŠrito foi todo dele, foi ele quem teve todas as ideias. Teve a ideia da mĂşsica, de me contactar, ˆ‘‹‡Ž‡“—‡Â?ˆ‡œ‘•ƒ””ƒÂ?Œ‘•‡ˆ‘‹—Â?ƒ ‡š’‡”‹²Â?Â…Â‹ÂƒÇĄ–‘†ƒÂ‡ÂŽÂƒÇĄ„‘ƒ’ƒ”ƒÂ?‹Â?Ǥ

A Maria vive em Paris mas manteve sempre ligação a Portugal. ‘Â?‘Âą“—‡Â˜Â˛ƒ…–—ƒŽÂ?‡Â?–‡ƒ cultura portuguesa?

MARIA DE MEDEIROS Por Susana

GrĂĄcio

A cantora e ac triz lançou recente Maria de Medeiros mente o seu segundo ĂĄlbum “PenĂ­nsulas & , Continentesâ€?. A Alternativ@ falou com a ar tista que nos deu a conhec as suas geogr er aďŹ as musicais , sem esquecer o cinema‌ e a conversa nĂŁo podia terminar sem um cheiro a Abril!

Eu acredito muito na cultura portuguesa. Para mim, ĂŠ o meu “—‘–‹†‹ƒÂ?‘Ǥ‹˜‘ƒ‹†‡‹ƒ†‡Č‹ ‡”Â?ƒÂ?Â†Â‘ČŒ‡••‘ƒ†‡“—‡DzÂ?‹Â?Šƒ ž–”‹ƒÂąƒĂ€Â?‰—ƒÂ‘Â”Â–Â—Â‰Â—Â‡Â•ÂƒÇł‡ tento estar sempre muito em contacto com a cultura portuguesa. Eu creio muito nos artistas portugueses, acho que estĂŁo sempre a acontecer coisas interessantes, mas como nĂŁo vivo em Portugal hĂĄ muita gente que jĂĄ nĂŁo conheço mas que espero vir a conhecer. Em geral, Ƥ…‘ •‡Â?’”‡ ƒ‰”ƒ†ƒ˜‡ŽÂ?‡Â?–‡ •—”’”‡‡Â?†‹†ƒ com o que vou descobrindo em Portugal.

Â? “—‡ ’”‘Œ‡…–‘• …‹Â?‡Â?ÂƒÂ–Â‘Â‰Â”ÂžĆ¤Â…Â‘Â• tem trabalhado ultimamente? ž ˜ž”‹‘• Â’Â”Â‘ÂŒÂ‡Â…Â–Â‘Â•ÇĽ  Šž ˜ž”‹‘• ƤŽÂ?‡• “—‡ Â? ‘•ƒ‡Â?‡Â?Â‘Â”Â–Â—Â‰ÂƒÂŽÇĄ‹Â?ˆ‡Ž‹œÂ?‡Â?–‡Ǥ—ƒ…Š‘ que ĂŠ uma pena e espero que venham a sair, Â?‘Â?‡ƒ†ƒÂ?‡Â?–‡ Dz ‘Â?–ƒ†‘” †‡ Â‹Â•Â–Ă—Â”Â‹ÂƒÂ•ÇłÇĄ “—‡ Âą —Â? ƤŽÂ?‡ „”ƒ•‹Ž‡‹”‘ Ž‹Â?†À••‹Â?‘Ǥ ‡”‹ƒ ‰‘•–ƒ†‘ ‹Â?‡Â?•‘ “—‡ ‘• ƤŽÂ?‡• “—‡ Ć¤Âœ ‡Â? ItĂĄlia, recentemente, tambĂŠm saĂ­ssem em ‘”–—‰ƒŽǤ•–‡‡” ‘ƤŽÂ?‡‹—Â?“—‡ƒ…Š‘“—‡ ˜ƒ‹•‡”ƒŽ‰‘†‡„ƒ•–ƒÂ?–‡Â‡Â•Â’Â‡Â…Â‹ÂƒÂŽÇĽÂą—Â?ƤŽÂ?‡„‡Ž‰ƒ…ŠƒÂ?ƒ†‘Dz ‹–Ž‡”‡Â? ‘ŽŽ›™‘‘†dzǤÇĄ agora, apĂłs esta primeira sĂŠrie de concertos, ˜‘—‡•–ƒ”ƒƤŽÂ?ƒ”‡Â?‘”–—‰ƒŽ…‘Â?‘¹”‰‹‘ Â”ÂąÂˆÂƒÂ—Â–ÇĄ “—‡ ˆ‘‹ ‘ ”‡ƒŽ‹œƒ†‘” †ƒ“—‡Ž‡ †‘…—Â?‡Â?–ž”‹‘Ž‹Â?†À••‹Â?‘ǥDzÂ‹Â•Â„Â‘Â‡Â–ÂƒÂ•ÇłÇ¤

Pegando em alguns autores que canta Â?‘•‡—†‹•…‘ǥ…‘Â?‘‘‡…ƒˆ‘Â?•‘‡‘ chileno Victor Jara, e como nos estaÂ?‘•ƒƒ’”‘š‹Â?ƒ”†‘Í–Í™†‡„”‹Žǥ‡–‡Â?†‘ƒƒ”‹ƒ”‡ƒŽ‹œƒ†‘‘ƤŽÂ?‡Dzƒ’‹– ‡• †‡„”‹Ždzǥ‘“—‡•‹‰Â?‹Ƥ…‘—ƒ‡˜‘Ž—­ ‘ dos Cravos para si? Eu tenho um imenso orgulho na Revolução Portuguesa. (risos) Acho que foi dos momentos mais fantĂĄsticos e mais herĂłicos em Portugal e toda a histĂłria recente o Â’Â”Â‘Â˜ÂƒÇĄ …‘Â?–‹Â?—ƒ ƒ Â’Â”Â‘Â˜ÂžÇŚÂŽÂ‘Ç¤ — Ƥ…‘ •‡Â?’”‡ tĂŁo desesperada quando vejo toda a nossa ÂŠÂ‹Â•Â–Ă—Â”Â‹Âƒ Â?—‹–‘ ”‡…‡Â?–‡ǥ ‡Â? “—‡ Â?‘• †‹œ‡Â? que se vĂŁo construir democracias em paĂ­ses, destruindo-os debaixo de bombas com ƒ Â?ƒ‹‘” Â˜Â‹Â‘ÂŽÂ˛Â?Â…Â‹ÂƒÇĄ ‘ Â?ƒ‹‘” †‡•”‡•’‡‹–‘ ’‡Žƒ vida humana. E nĂłs provĂĄmos ao mundo, …‘Â?ƒ‡˜‘Ž—­ ‘†‘•Â”ÂƒÂ˜Â‘Â•ÇĄ…‘Â?‘Âą“—‡•‡ ˆƒœ ‡ˆ‡…–‹˜ƒÂ?‡Â?–‡ —Â?ƒ †‡Â?‘…”ƒ…‹ƒ ‡ —Â?ƒ democracia civil e claro que nĂŁo ĂŠ a disparar. Žƒ”‘“—‡Âąƒ†‹ƒŽ‘‰ƒ”…‘Â?‘Ć¤ÂœÂ‡Â”ÂƒÂ?‘•ƒ’‹tĂŁes de Abril! @ ALTERNATIV@#17


N I E T S M M A R O AMOR É PARA TODOS? Por Sérgio Lopo Fotos Carina Martins

P

ara uma banda que em quinze anos de existência conquistou quase tudo o que havia para conquistar, agora com o lançamento deste novo álbum o que é que ainda esperam atingir?

Quando começamos a trabalhar num novo álbum, nunca estamos preocupados com o que vamos atingir, estamos apenas preocupados em fazer boa música e desenvolvermo-nos pessoal e musicalmente. Sentimo-nos com muita sorte por poder viver só da música e é isso que nos motiva, poder continuar a fazer aquilo que mais gostamos. Sempre quisemos poder fazer isto desde muito novos. Para nós não é só tocar um instrumento, é fazer música e boa música.

O novo álbum chama-se “Liebe Ist Für ŽŽ‡ ƒdz “—‡ ‡ ‘”–—‰—²• •‹‰‹Ƥ…ƒ “O amor é para todos”. Qual o conceito por detrás deste novo trabalho? Não existe nenhum conceito base por detrás da construção do novo álbum. Os álbuns de Rammstein referem-se muito às experiências vividas no espaço de tempo que antecede a composição do álbum. Por isso cada álbum pode tratar de diferentes tipos de sentimentos, pois depende do que sentimos em cada momento.

Como é que funcionou a composição do novo álbum e como é que funcionam enquanto banda? Este álbum começou com um improviso.

Donos de uma imagem e de um som poderosos, os Rammstein, cinco anos após a edição de “Rosenrot”, presenteiam-nos com um novo álbum de originais, “Liebe Ist Für Alle Da”. Constituindo um dos expoentes máximos do Rock Industrial, os Rammstein dedicam atenção pormenorizada a todos os detalhes da sua arte e levam a língua alemã a todas as partes do Mundo. Em Portugal, têm nova data marcada: 30 de Maio no Rock in RIo. 168##AALLTTEERRNNAATTI IVV@ @


PRODUZIDO por:

Estávamos juntos, sem qualquer ideia de compormos qualquer música nesse dia, o Schneider começou a tocar e nós acompanhámo-lo. Começaram a surgir ideias e estivemos cerca de oito horas seguidas a tocar. Surgiram muitas das bases para as novas músicas. Foi algo muito espontâneo que todos gostámos. O resultado inicial soava bem, mas ainda não era o som de Rammstein. Soava a metal norueguês! Gostámos do resultado, mas ainda estava longe de soar à nossa identidade e depois tivemos que apurar o som até chegarmos àquilo que resultou no novo álbum. Nós trabalhamos sempre em conjunto, não existe um compositor principal na

para a música “Frühling in Paris”? Sentem-se de alguma forma inspirados pelo mistério e ambiente do cabaret, tão ligados à cidade de Berlim? É uma visão interessante, mas de facto não! Foi apenas um ideia nova que surgiu face à qual, como disse anteriormente, decidimos fazer algo novo e não recorrer à fórmula Rammstein. Surgiu mesmo por acaso!

Olhando para trás, revisitando toda ƒ˜‘••ƒ…ƒ””‡‹”ƒǡ…‘•‡‰—‡‹†‡–‹Ƥcar qual o ponto de viragem? Não sentimos nenhum momento especial de viragem na nossa carreira. A nossa carreira teve uma progressão muito gradual, as coisas foram acontecendo…

A Revista que te da Musica!

ção; mas no fundo não passou de suscitar a curiosidade.

Todos vocês vinham de outros projectos musicais e de estilos diferentes. O que é que vos uniu? Gostamos todos de estilos muito diferentes, mas quando nos juntámos houve alguƒ•”ƒœÙ‡•“—‡‘•Ƥœ‡”ƒ…”‹ƒ”—ƒ‘˜ƒ banda. Estávamos insatisfeitos com as bandas onde tocávamos, mas não as queríamos deixar. Os Rammstein começaram por ser uma banda paralela onde todos decidimos que era a banda onde podíamos fazer tudo o que quiséssemos! Passado algum tempo começámos a perceber que nos sentíamos todos muito bem juntos

“Sempre quisemos poder fazer isto desde muito novos. Para nós não é só tocar um instrumento, é fazer música e boa música” banda. É tudo trabalhado e feito em conjunto, claro que alguns de nós trazem uma base para as novas músicas, mas depois é tudo feito entre todos.

Se alguém quer assumir a composi­ ‘–‘–ƒŽ†‡—–‡ƒǡ‘•‘—–”‘•Ƥ…ƒ muito mal dispostos! Até agora é esta unidade criativa que tem ditado as músicas de Rammstein e tem corrido bastante bem assim!

Porque escolheram uma letra da Edith Piaf, o “Non je ne regrette rien”,

Lembro-me de termos estado há muitos anos em Portugal numa sala muito pequena e hoje em dia estamos aqui [Pavilhão Atlântico] numa sala muitíssimo maior. Isto tem a ver com muito trabalho e dedicação que desenvolvemos todos estes anos, mas é realmente compensador. Trabalhámos sempre muito! Claro que podemos isolar alguns pontos muitíssimo importantes, como o convite do David Lynch para participar no “Lost Highway” ou a participação no “Triple X”, que serviram para nos expor a um novo tipo de público e obter uma maior exposi-

e mais satisfeitos aqui do que nas outras bandas e decidimos avançar a sério. Outra coisa muito importante foi todos nós termo-nos separado das nossas mulheres, o que nos deu muito tempo para tocar! Mas não se preocupem que agora já todos temos mulher [risos].

Uma vez que já vieram tantas vezes a Portugal, o que é que conhecem do nosso país? Os Moonspell, a comida portuguesa, o galão, que agora é muito famoso em Berlim, e, claro, o Vasco da Gama! @ ALTERNATIV@#19


Moda

20#ALTERNATIV@


ELES Calções Diesel 85€ Ténis Gola 57€ Sweat Lacoste Azul 216,50 € Boina Calças Diesel 198 € Ténis Camisa Boina Amarela Lacoste 60€ ELAS Calções Lacoste 95,5 € Sandálias Gant 99 € Lenço Lacoste 24 € Blusa 97,50 € Sweat Eastpack 75€ Calças de Ganga Ténis Mochila Eastpack branca 47 € Mochila Eastpack azul 90 €

ALTERNATIV@#21


ELES: Calças Lee 130€ T-shirt Diesel 47 € Ténis Diesel 100€ Óculos Diesel: 138€ Calças de Ganga Diesel 219 € T-shirt Estampada Eastpack 35 € Ténis Cat: 69,90€ Óculos: Diesel 132€

22#ALTERNATIV@

s moda original? Adora ok lo um ns te Achas que alta? à e as luzes da rib iv@? Andamos elo da Alternat od um od r pr se a s re im Que a próx vos talentos. N colhid@. procura de no es @ tu r podes se ção de moda,


ELAS: Jardineiras Saia Lee 120€ T-shirt Lee 35€ Ténis Lacoste 108€ Jardineiras Lee: 130€ T-shirts Lee 45€ Ténis Merrel: 94.90€ Malas Gola 41€

Mais informações em alt

ernativa@toppress.pt

Nota de redacção: se és menor de 18 anos, fala com os teus pais para contactarem a red acção e obterem mais info rmações.


DESFRUTA DO MELHOR SOM! Para teres o melhor som, tens de ter umas colunas à altura. A Zipy lançou as colunas The Chill Out e The Jazz que te proporcionam um som de grande qualidade. As colunas The Chill Out têm 3W de potência e um tamanho reduzido – cabem no bolso – e com elas podes desfrutar do melhor som e ouvir as tuas músicas preferidas no telemóvel, em leitores mp3 e mp4 ou no computador portátil. Para isso basta ligá-las através de USB. E não te preocupes com o tempo… a bateria dura cerca de 4 horas. Disponível em branco, prata, azul, verde, amarelo, cor-de-rosa e encarnado. E tens ainda o modelo The Jazz, que se adaptam a qualquer local e a todos os estilos. PVP Chill Out: 19, 90€ PVP The Jazz: 24, 90€

DE FAZER ÁGUA NA BOCA! Os aromas Delicious Candy Apples, da DKNY, são inspirados no doce de maçã caramelizado – há Doce Caramelo, Framboesa Reluzente e Baga Sumarenta. Cada aroma vem embalado numa maçã Be Delicious, colorida de acordo com o sabor correspondente, que traz um espeto semelhante ao das maçãs caramelizadas e dos gelados. Já te está a crescer água na boca? PVP: 53€

ÓCULOS 80’S A cultura pop dos anos 80 inspirou as cores e as formas da nova colecção de óculos da GF Ferré. Em armações de plástico (cor-de-laranja, vermelho, cor-de-rosa, branco e azul-escuro) e metal (bronze, preto, roxo, branco e vermelho), a escolha é tua! Mas nós damos-te uma garantia: com estes óculos, vais ter um estilo bem cool e alternativ@, tal e qual os anos 80! PVP: de 82, 50€ a 109,50 €

PARA RAPARIGAS COOL Estilo não te falta e adoras seguir as tendências da maquilhagem? Então, este pack é o presente ideal para ti! Com “Espelho Meu”, da CoolGift, vais obter as melhores dicas de tons e sombras e saber como te deves maquilhar em qualquer ocasião. “Espelho Meu, Espelho Meu”… é evidente que não há ninguém mais gira do que tu! PVP: 35€

UM AMOR PERFUMADO! Café e Canela são os dois primeiros sabonetes da colecção amo.te, lançados pela Kbis Perfumes. Estes sabonetes, desenhados em Portugal, são 100% base vegetal a partir de uma fusão de óleo de coco com óleo de palma. O sabonete de Café é intenso, estimulante e forte e o de Canela é exótico, quente e aromático. Com estes sabonetes, vais sentir a tua pele mais limpa e perfumada. Estão à venda numa caixa amo.te, que traz 3 sabonetes de 100 gramas. PVP: 15€

24#ALTERNATIV@

PARA TRANSPORTAR O PORTÁTIL COM MUITO ESTILO Gostas de andar com o teu portátil para todo o lado, mas tens de transportá-lo sempre com estilo? Esta pasta para computador da Rip Curl é a solução. Prática e muito à frente! PVP: 60€

SEM DESCULPA PARA ATRASOS A Diesel lançou a sua primeira colecção de relógios de borracha. São digitais e têm cores bastante apelativas, como o preto, o azul, o encarnado ou o branco. Para gente atrevida e que gosta de dar nas vistas… e com um relógio destes já não tens desculpa para te atrasares! PVP: 95€


O TELEMÓVEL DA MODA O Sony Ericsson W205 Betty Boop está na moda – a prova é que foi lançado rentemente, pela TMN, na Moda Lisboa. Tem câmara, Walkman Player e Rádio FM e traz ainda um cartão com o tarifário “+ perto sms”, incluindo 1500 SMS grátis, por dia, para números TMN. À venda, em exclusivo, nas Lojas PT BlueStore. Ao comprares o telemóvel, recebes também uma tampa extra e uma bolsa Betty Boop.

AUSCULTADORES PARA OS AMANTES DOS JOGOS Os micro-auscultadores PC 360 G4ME, da Sen‘Ƥ•Š‡‹•‡”ǡ • ‘ ‹†‹…ƒ†‘• ’ƒ”ƒ ‘ ‰ƒ‹‰ ’”‘Ƥ•sional pois mantêm-te em jogo durante muiveis, to mais tempo. Com almofadas confortáveis, sso, microfone Pro e comandos de rápido acesso, vercom eles vais poder ouvir, ver vídeos e conversar na Internet.

PVP: 64,, 9 0€ 90€

SACOS TÉRMICOS ƒ‹• ’ƒ••ƒ” ƒ• ˆ±”‹ƒ• ‘— ‘ ƤǦ†‡Ǧ•‡ƒƒ fora ou, simplesmente, apetece-te fazer um piquenique ou ir à praia? Queres levar comida e bebida mas, com o calor a chegar, tens medo que se estraguem? Os sacos térmicos da Campingaz resolvem o teu problema. A colecção “Moorea” apresenta sacos de alças ajustáveis, práticos, fáceis de usar e limpar e que mantêm a comida e a bebida sempre frescas. Disponíveis em vários tamanhos.

SNOOP DOGG DÁ VOZ A TOMTOM Os sistemas de navegação da TomTom têm uma nova voz: a do rapper SnoopDogg. As viagens ao som das indicações do rapper norte-americano vão ser agora muito mais divertidas. A voz já está disponível para download a 9, 95€. Para saberes mais informações, vai a http:// www.tomtom.com/page/snoopdogg.

O TELEMÓVEL QUE TE LIGA ÀS REDES SOCIAIS O Nokia C5 é um smartphone optimizado para as redes sociais e partilha de conteúdos. Com ele, podes ter acesso directo às redes sociais como o Facebook e o MySpace. Tem ainda uma câmara de 3.2 megapixels, um cartão de memória de 2GB e ligação à internet de alta velocidade. PVP: 165-195€

STREETSURFING NA MAIOR SEGURANÇA! As Fuzion Scooters têm um sistema de eixo e direcção e quatro rodas num deck flexível e superdimensionado e garantem equilíbrio e controlo enquanto praticas streetsurfing. Surf, skate, scooter e snowboard num só? Sim, é possível! Atreve-te e faz as melhores manobras. PVP: de 79, 90 € a 129, 90€ ALTERNATIV@#25


Por Susana GrĂĄcio Fotos do campo: JoĂŁo Robalo

.(1$8

$86&+:,7=%,5

A

uschwitz-Birkenau era o nome de um grupo de campos de concentração, no sul da PolĂłnia, sĂ­mbolo do Holocausto e do horror nazi. A partir †‡ Í•Í?Í˜Í”ÇĄ ‘ ‰‘˜‡”Â?‘ ƒŽ‡Â? ‘ǥ Â…ÂŠÂ‡Ć¤ÂƒÂ†Â‘ ’‘” Adolf Hitler, construiu vĂĄrios campos de concentração, e um campo de extermĂ­nio, que eram dirigidos pela SS (organização paramilitar ligada ao partido nazi). Havia 3 campos principais, que se situavam nos municĂ­pios de Auschwitz e Birkenau – a 60 km de CracĂłvia – e 39 campos auxiliares. Os campos principais eram: AUSCHWITZ I: O campo de concentração original que servia de sede administrativa para todo o complexo. Neste campo, morreram cerca de 70.000 intelectuais polacos e prisioneiros de guerra soviĂŠticos.   

 Č? ČŽÇŁ Neste campo de extermĂ­nio morreram cerca de um milhĂŁo de judeus e perto de 19.000 ciganos.   

Č? ČŽ: Foi utilizado como campo de trabalho escravo pela empresa IB Farben.

26#ALTERNATIV@

A 2ª Guerra Mundial começou a 1 de Set terminou a 2 de Setembro de 1945. Pel

embro de 1939 e

o meio, houve o horror dos campos de concentração que ma rcaram para sempre a história mundial. Foi hå 65 anos que se deu a libertação do maior campo de concentração, Auschw itz-Birkenau!

Ainda não se chegou a uma conclusão acerca do número total de mortes mas, como Ê óbvio, qualquer conclusão a que se chegue serå sempre impressionante! O cålculo que existe actualmente Ê que, no maior campo de extermínio nazi durante a II Guerra Mundial, tenham morrido entre um milhão e 1, 5 milhão de pessoas nas câmaras de gås, por fome e doenças. No total, morreram cerca de 6 milhþes de pessoas nos campos de concentração nazis, sendo que a maioria era judia.

$/,%(57$d­2'(

$86&+:,7=

Em Novembro de 1944, as câmaras de gås do Birkenau foram destruídas pelos nazis, que queriam esconder das tropas soviÊti-

cas o horror que se passava naquele campo. A 17 de Janeiro de 1945, os nazis começaram a evacuar o campo, sendo que a maioria dos prisioneiros deveria partir para oeste. Os que estavam mais fracos foram deixados para trås. A 27 de Janeiro de 1945, o ExÊrcito Vermelho (tropas soviÊticas) libertou cerca de 7.500 prisioneiros (hå quem diga que foram 3000) que apresentavam uma saúde muito frågil. Foi hå 65 anos que se deu a libertação do horror!

7Ă?5,$

0$5&$6'$+,6

O campo de concentração Auschwitz – BirÂ?‡Â?ƒ—ˆ‘‹‘ĂŻÂ?‹…‘ƒ•‡”’”‡•‡”˜ƒ†‘‡Ƥ…‘— tal e qual como no dia em que foi abandonado pelos alemĂŁes e libertado pelo ExĂŠrcito Vermelho. Hoje em dia, estĂĄ aberto ao pĂşblico, mas as marcas da degradação começam a ser bem evidentes. Muitos edifĂ­cios que fazem parte do complexo estĂŁo em ruĂ­nas e o facto


de receberem milhares de visitas não ajuda à sua recuperação. As ruínas do campo do Birkenau foram declaradas Património Comum da Humanidade, em 2002. O portão de entrada do campo de concen–”ƒ­ ‘–‡—ƒ‹•…”‹­ ‘“—‡Ƥ…‘—–”‹•–‡mente célebre: “Arbeit Macht Frei” (em português, “o trabalho liberta). Actualmente, esta inscrição é um marco histórico mas há quem não leve isso muito a sério. Em Dezembro do ano passado, a inscrição foi roubada, mas pouco tempo depois viria a ser encontrada e recuperada pela polícia. Visitar Auschwitz-Birkenau é, sem dúvida, uma grande lição de História!

Setembro e Outubro de 1944 e, depois, foi transferida para Bergen-Belsen, onde mor”‡—†‡ˆ‡„”‡–‹ˆ×‹†‡ǡ…‘͕͙ƒ‘•��‘•͜Šƒbitantes do anexo, o único que sobreviveu foi o pai de Anne, Otto, que decidiu publi…ƒ”‘†‹ž”‹‘†ƒƤŽŠƒǤ’”‹‡‹”ƒ’—„Ž‹…ƒ­ ‘ foi em 1947 e, actualmente, é um dos livros mais traduzidos em todo o mundo. Se ainda não o leste, é uma óptima dica de leitura para perceberes melhor esta época histórica! O anexo onde Anne Frank viveu é hoje uma casa-museu e também um local de grande interesse histórico. OSKAR SCHINDLER Este empresário alemão tinha uma fábrica que empregava trabalhadores judeus que,

para Zwittau-Brinnlitz (cidade natal de Schindler) que os colocou numa nova fábrica que aí tinha comprado. Graças a essa lista, 1200 pessoas, entre homens, mulheres e crianças, foram salvas. ARISTIDES DE SOUSA MENDES Era o cônsul de Portugal em Bordéus, em 1940,quando a França foi invadida pelas tropas nazis, durante a 2ª Guerra Mundial. Portugal manteve-se neutral nesta guerra, mas António de Oliveira Salazar, chefe de Governo e Ministro dos Negócios Estrangeiros, ordenou aos cônsules portugueses espalhados pelo mundo que recusassem vistos a “estrangeiros de nacionalidade ‹†‡Ƥ‹†ƒǡ …‘–‡•–ƒ†ƒ ‘— ‡ Ž‹–À‰‹‘Ǣ ƒ’ž-

O campo de concentração Auschwitz – Birkenau foi o único a ser preservado e ficou tal e qual como no dia em que foi abandonado pelos alemães e libertado pelo Exército Vermelho.

17(6

),*85$60$5&$

ANNE FRANK Era uma adolescente judia que, durante a 2ª Guerra Mundial, viveu 25 meses escondida, com a irmã, os pais e mais 4 pessoas —ƒ‡š‘†‡“—ƒ”–‘•“—‡Ƥ…ƒ˜ƒ’‘”…‹ƒ do escritório do pai, em Amesterdão (Holanda). Enquanto aí vivia, Anne escreveu —†‹ž”‹‘“—‡…Š‡‰‘—ƒ‘Ƥ“—ƒ†‘‘•͜ habitantes foram denunciados aos nazis e enviados para Auschwitz-Birkenau. Anne esteve neste campo de concentração em

‘ƤƒŽ†‘†‹ƒǡ‹ƒ’ƒ”ƒ‘…ƒ’‘†‡…‘centração de Plaszow. Em 1944, os administradores do campo receberam ordens para o desactivarem devido ao avanço das tropas russas. Se isto acontecesse, os prisioneiros teriam de se mudar para um outro onde iriam ser mortos. E é aqui que surge Oskar Schindler e a sua famosa lista, “—‡†‡—‘”‹‰‡ƒ—ƤŽ‡†‡–‡˜‡’‹‡Žberg. Schindler convenceu os administradores do campo de que necessitava desses trabalhadores “especializados” e escreveu os seus nomes numa lista. Os judeus que constavam dessa lista foram transferidos

–”‹†ƒ•ǢŒ—†‡—•ǡ“—‡”–‡Šƒ•‹†‘‡š’—Ž•‘• do seu país de origem ou do país de onde são cidadãos.” Apesar desta proibição, ‘—•ƒ‡†‡• ‘…‘•‡‰—‹—Ƥ…ƒ”‹†‹ˆ‡rente aos pedidos desesperados e concedeu 30 mil vistos de entrada em Portugal a refugiados de todas as nacionalidades que desejavam fugir de França. Com este gesto humanitário, Aristides de Sousa Mendes salvou a vida a 30 mil pessoas – entre elas, 10 mil judeus – mas acabou por sofrer as consequências do seu acto, que o prejudicaram gravemente e à sua família. Este ano assinalam-se 70 anos deste gesto heróico! @


Cinem

a



JUNTOS AO LUAR

ƒ˜ƒƒŠ —”–‹• ‡•–ž ƒ ‰‘œƒ” ƒ• ˆ±Ǧ ”‹ƒ• ‡•…‘Žƒ”‡• “—ƒ†‘ …‘Š‡…‡ ‘Š ›”‡‡ǡ — •‘Ž†ƒ†‘ “—‡ ‡•–ž †‡ ”‡‰”‡••‘ ƒ…ƒ•ƒ’ƒ”ƒ‰‘œƒ”ƒŽ‹…‡­ƒǤŒ‘˜‡•‘ŽǦ †ƒ†‘ ƒ’ƒ‹š‘ƒǦ•‡ ’‡”†‹†ƒ‡–‡ ’‘” ƒǦ ˜ƒƒŠƒ••‹“—‡ƒ˜²‡ǡ†—”ƒ–‡‘••‡–‡ ƒ‘• •‡‰—‹–‡•ǡ • ‘ ƒ• …ƒ”–ƒ• †‡ ƒ‘” –”‘…ƒ†ƒ• “—‡ ŽŠ‡ † ‘ ˆ‘”­ƒ ‡ …‘”ƒ‰‡ ’ƒ”ƒ …‘–‹—ƒ”Ǥ ƒ• ƒ …‘””‡•’‘†²…‹ƒ –”‘…ƒ†ƒƒ‘Ž‘‰‘†‡••‡•ƒ‘•ǡ”‡’Ž‡–ƒ†‡ ’ƒŽƒ˜”ƒ•†‡ƒ‘”‡…ƒ”‹Š‘ǡ˜ƒ‹–‡”…‘•‡Ǧ “—²…‹ƒ•“—‡‡Š—†‘•†‘‹•‹ƒ‰‹ƒ”ƒǤ

ESTREIA: Em Exibição GÉNERO: Drama/Romance REALIZADOR: Lasse Hallstrom ACTORES: Henry Thomas, Richard Jenkins, Amanda Seyfried, Channing Tatum



Ž›†‡ Š‡Ž–‘ ȋ ‡”ƒ”† —–Ž‡”Ȍ ± — …‹†ƒǦ † ‘‡š‡’Žƒ”“—‡˜²ƒ•—ƒ˜‹†ƒ†‡•–”—À†ƒ “—ƒ†‘ƒ—ŽŠ‡”‡ƒƤŽŠƒ• ‘„ƒ”„ƒ”ƒ‡–‡ ƒ…­ ‘†‡•–‡ƤŽ‡’ƒ••ƒǦ•‡†‡œƒ••‡Ǧ ƒ••ƒ••‹ƒ†ƒ•Ǥ ’ו ƒ †‡–‡­ ‘ †‘• ƒ••ƒ••‹Ǧ –‡ƒ‘•ƒ–‡•†‘•ƒ…‘–‡…‹‡–‘•†‡ ‘•ǡ‹…‹…‡ȋ ƒ‹‡ ‘ššȌǡ—Œ‘˜‡’”‘…—Ǧ DzǦ‡dzȋ͖͔͔͔ȌǤDzǦ‡”‹‰‡•ǣ ”ƒ†‘”ǡ±…Šƒƒ†‘ƒ’ƒ”–‹…‹’ƒ”‘…ƒ•‘‡±‘„”‹Ǧ ‘Ž˜‡”‹‡dz˜ƒ‹•’‘†‡”ƒ…‘’ƒŠƒ”‘ ‰ƒ†‘’‡Ž‘…Š‡ˆ‡ƒ‘ˆ‡”‡…‡”—ƒ•‡–‡­ƒŽ‡˜‡ ˜‹‘Ž‡–‘‡„±Ž‹…‘’ƒ••ƒ†‘†‡‘Ž˜‡”‹‡ ƒ—†‘••—•’‡‹–‘•‡–”‘…ƒ†‘–‡•–‡—Š‘ ȋ…—Œ‘˜‡”†ƒ†‡‹”‘‘‡±‘‰ƒȌǡ‘•‡—”‡Ǧ †‡•–‡…‘–”ƒ‘…Ž‹…‡Ǥƒ••ƒ͕͔ƒ‘•‡‘ Žƒ…‹‘ƒ‡–‘…‘‹…–‘””‡‡†‡–ƒ„± Š‘‡“—‡•‡Ž‹˜”‘—†ƒƒ…—•ƒ­ ‘†‡Š‘‹…ÀǦ …‘‘•—”‰‹—‘–‡À˜‡Ž’”‘‰”ƒƒDz™‡ƒǦ †‹‘±‡…‘–”ƒ†‘‘”–‘ǡ…”‹‡“—‡±’”‘–ƒǦ ’‘šdzǤ‘Ž‘‰‘†ƒŠ‹•–×”‹ƒǡ‘Ž˜‡”‹‡ ‡–‡ƒ••—‹†‘’‘”Š‡Ž–‘“—‡ˆƒœ——Ž–‹Ǧ ˜ƒ‹‡…‘–”ƒ†‘˜ž”‹‘•—–ƒ–‡•Ǥ—‹–ƒ ƒ–‘ƒ‹…ǣ‘—…‘’Ù‡‘•‹•–‡ƒ†‡Œ—•–‹­ƒ ƒ…­ ‘ǡ—‹–‘•‡ˆ‡‹–‘•‡•’‡…‹ƒ‹•‡—‹–ƒ “—‡  ‘ ˆ—…‹‘‘— …‘ ƒ •—ƒ ˆƒÀŽ‹ƒ ‘— ƒ• ‡‘­ ‘—ƤŽ‡“—‡–‡˜ƒ‹’”‡†‡”ƒ Ƥ‰—”ƒ•‹’‘”–ƒ–‡•†‘’”‘…‡••‘˜ ‘‘””‡”Ǥ ”‡•’‹”ƒ­ ‘Ǩ Ž›†‡Š‡Ž–‘‡•–žƒ…ƒ†‡‹ƒǡƒ•’Žƒ‡‹ƒ˜žǦ ”‹‘•ƒ••ƒ••‹ƒ–‘•Ǥ‘•‡‰—‹”ž‹…†‡–²ǦŽ‘ǫ

UM CIDADÃO EXEMPLAR ̹‘—…Š•–‘‡‹…–—”‡•ǤŽŽ”‹‰Š–•”‡•‡”˜‡†Ǥ

ESTREIA: 1 Abril GÉNERO: Crime/Drama REALIZADOR: F. Gary Gray ACTORES: Jamie Foxx, Gerard Butler, Colm Meaney, Bruce McGill, Leslie Bibb

R

‘‹‡ȋ‹Ž‡››”—•Ȍ±—ƒŒ‘˜‡†‡͕͛ ƒ‘•“—‡˜²ƒ•—ƒ˜‹†ƒ˜‹”ƒ†ƒ†‡’‡”ƒ• ’ƒ”ƒ‘ƒ”“—ƒ†‘‘•’ƒ‹••‡•‡’ƒ”ƒǤ‹˜‡ ‡‘˜ƒ ‘”“—‡…‘ƒ ‡‡‘‹” ‘‡ ‘’ƒ‹—†ƒǦ•‡’ƒ”ƒƒ–‡””ƒ‘†‡…”‡•…‡—ǡ —ƒ’‡“—‡ƒ…‹†ƒ†‡‘Ž‹–‘”ƒŽ†ƒ ‡×”‰‹ƒǤ Ž‰—–‡’‘†‡’‘‹•ǡ‘‹‡‡‘‹” ‘˜ ‘ ’ƒ••ƒ”ƒ•ˆ±”‹ƒ•†‡‡” ‘…‘‘’ƒ‹ǡ…‘‹•ƒ “—‡ ‘ƒ‰”ƒ†ƒ‡•‘ƒ†ƒŒ‘˜‡Ǥƒ• ƒ•ˆ±”‹ƒ•’ƒ••ƒ†ƒ•‡›„‡‡ •Žƒ†˜ ‘ —†ƒ”’ƒ”ƒ•‡’”‡ƒ•—ƒ˜‹†ƒǥ±ƒÀ“—‡˜ƒ‹ …‘Š‡…‡”‹ŽŽŽƒ‡Ž‡‡‡•‡–‹”ƒˆ‘”­ƒ†‘ ’”‹‡‹”‘ƒ‘”Ǩƒ•‘‹‡…‘‡­ƒ–ƒǦ „±ƒƒ’”‘š‹ƒ”Ǧ•‡†‘’ƒ‹ƒ–”ƒ˜±•†ƒ…ƒ …‘‹•ƒ“—‡‘•—‡ǣƒï•‹…ƒǨƤŽ‡“—‡ ˆƒŽƒ†‘’”‹‡‹”‘ƒ‘”ǡ†‘ƒ‘”‡–”‡’ƒ‹•‡ ƤŽŠ‘•‡†‡•‡‰—†ƒ•‘’‘”–—‹†ƒ†‡•ƒ˜‹†ƒǤ

A MELODIA DO ADEUS ESTREIA: 15 Abril GÉNERO: Drama REALIZADOR: Julie Anne Robinson ACTORES: Miley Cyrus, Greg Kinnear, Bobby Coleman, Liam Hemsworth, Hallock Beals, Kelly Preston 28#ALTERNATIV@


P

erseus é um deus criado como homem que não conseguiu salvar a sua família de Hades, o deus vingativo do submundo. É então que Perseus decide oferecer-se para ser o líder de uma perigosa missão que tem como objectivo derrotar Hades para evitar que este possa tomar o poder de Zeus. Esta não vai ser uma missão nada fácil e Perseus terá de lutar contra demónios e terríveis feras. A única solução para conseguir sobreviver é aceitar o seu poder como deus e criar o seu destino.

CONFRONTO DE TITÃS 3D ESTREIA: 15 Abril GÉNERO: Acção/Drama REALIZADOR: Louis Leterrier ACTORES: Sam Worthington, Liam Neeson, Gemma Arterton, Ralph Fiennes, Alexa Davalos

D

ave Lizewski é um jovem normal, fã de BD, com poucos amigos, que vive com o pai e tem uma vida perfeitamente banal. Ou melhor, tinha… porque, um dia, ele decide tornar-se o primeiro super herói da zona onde vive. E é assim que a sua popularidade aumenta e começa até a ter seguidores fascinados com o mundo dos super-heróis. Dave transforma-se num super herói que protege a população de alguns criminosos que nem são assim tão perigosos. Mas, quando o verdadeiro perigo chega …‹†ƒ†‡ǡ‘…ƒ•‘—†ƒ†‡Ƥ‰—”ƒǥ

KICK-ASS

ESTREIA: 22 Abril GÉNERO: Acção/Comédia REALIZADOR: Matthew Vaughn ACTORES: Nicolas Cage, Mark Strong, Aaron Johnson, Chloe Moretz, Christopher Mintz-Plasse, Jason Flemyng

© 2010 MVLFFLLC. ? & © 2010 Marvel Entertainment. All rights reserved.

N

‡•–‡•‡‰—†‘ƤŽ‡ǡ‘—†‘‹–‡‹”‘ já conhece a verdadeira identidade do super herói Homem de Ferro: o inventor bilionário Tony Stark (Robert Downey Jr). Tony sente a pressão do governo, da imprensa e do público que exigem que a sua tecnologia seja partilhada com os militares, mas o inventor não está disposto a ceder. O seu maior receio é que essa informação possa ir parar às mãos erradas e, para a defender, irá contar com dois novos aliados: Pepper Potts (Gwyneth Paltrow) e James “Rhodey Rhodes” (Don Cheadle).

HOMEM DE FERRO 2

ESTREIA: 29 de Abril GÉNERO: Acção/Ficção Científica REALIZA DOR: Jon Favreau ACTORES: Robert Downey Jr., Scarlett Johansson, Mickey Rourke, Sam Rockwell, Paul Betanny, Jon Favreau ALTERNATIV@#29


Jogo

s

Por HĂŠlder Neves

B

ioshock 2 ĂŠ a sequela do Jogo do Ano de 2007. É um FPS desenvolvido pela Irrational Games que se desenrola nos anos 60 numa viagem tresloucada a Rapture, uma cida†‡Ć¤Â…Â–Ă€Â…Â‹Âƒ“—‡‡•–ž•—„Â?‡”•ƒÂ?‘…‡ƒÂ?‘ Atlântico – criada em 1946 por Andrew Ryan, um magnata com ideias extrava‰ƒÂ?–‡•ǥˆƒ”–‘†ƒ•‘’”‡••‹˜ƒ•Â’Â‘ÂŽĂ€Â–Â‹Â…ÂƒÇĄ‡…‘nomia, religiĂŁo e autoridade existentes na Terra, que tinha a intenção de criar uma sociedade modelo, e para isso recrutou os maiores gĂŠnios existentes na Terra.

”ƒ­ƒ• ƒ‘• „”‹ŽŠƒÂ?–‡• …‹‡Â?Â–Â‹Â•Â–ÂƒÂ•ÇĄ ƒ’–—”‡ sofreu uma grande evolução de engenha”‹ƒ‡„‹‘–‡…Â?Â‘ÂŽÂ‘Â‰Â‹ÂƒÇĄ“—‡”‡˜‡Ž‘—‘ – cĂŠlulas provenientes de lesmas do mar, com a capacidade de regenerar o genoma †‘ •‡” Š—Â?ƒÂ?‘Ǥ ‡Â?‡Â?„ƒ—Â?ÇĄ ƒ …‹‡Â?–‹•–ƒ “—‡†‡•…‘„”‹—–ƒ‹•Â…ÂąÂŽÂ—ÂŽÂƒÂ•ÇĄˆ‡œ—Â?ƒ’ƒ”…‡”‹ƒ …‘Â? ‘ Â?ÂƒĆ¤Â‘Â•Â‘ ÂŽÂ‘Â…ÂƒÂŽÇĄ ”ƒÂ?Â? ‘Â?–ƒ‹Â?‡ǥ ’ƒ”ƒ…”‹ƒ”‡Â?—Â?ƒ‹Â?Â†ĂŻÂ•Â–Â”Â‹Âƒ†‡’Žƒ•Â?À†‡‘• (Plasmids) – que sĂŁo uma espĂŠcie de dro‰ƒ “—‡ ’”‘’‘”…‹‘Â?ƒÂ? Â?‡ŽŠ‘”‹ƒ• ÂˆĂ€Â•Â‹Â…ÂƒÂ• ‡ poderes especiais a quem as consomem. Com o passar do tempo as pessoas iam Ć¤Â…ÂƒÂ?†‘˜‹…‹ƒ†ƒ•‡Â?Žƒ•Â?‹†•‡Â?“—ƒÂ?–‘‘ ˆ‘••‘ ‡Â?–”‡ ‘• ”‹…‘• ‡ ‘• ’‘„”‡• Â? ‘ ’ƒrava de aumentar. ConclusĂŁo: os governantes perderam o controlo da cidade, houve uma guerra civil e instalou-se o …ƒ‘•Ǥ • ’‡••‘ƒ• •ƒ—†ž˜‡‹• ‘— Â?‘””‹ƒÂ?ÇĄ ‘— ˜‹…‹ƒ˜ƒÂ?nj•‡ ‡Â? ’Žƒ•Â?À†‡‘•ǥ “—‡ •‡ consumidos exageradamente originavam †‡ˆ‘”Â?ÂƒÂ­Ă™Â‡Â•ÂˆĂ€Â•Â‹Â…ÂƒÂ•‡Â?‡Â?–ƒ‹•Ǥ Â?‹‘•Š‘…Â?Í–•‘Â?‘•‘”‡••—•…‹–ƒ†‘—„Œ‡…– Â‡ÂŽÂ–ÂƒÇĄ ‘ ’”‹Â?‡‹”‘ ‹‰ ƒ††› ȋ—Â? •‡” humano geneticamente melhorado que usa um enorme fato de mergulho para se proteger) a ter sucesso com uma Little Sister. As Little Sisters sĂŁo meninas ƒ†‘’–ƒ†ƒ•’‘”‹‰ÂƒÂ†Â†Â‹Â‡Â•ÇĄ“—‡”‡…‘ŽŠ‡Â? ‘†‘•Â?‘”–‘•‡˜‹ƒŒƒÂ?ÂƒÂ–Â”ÂƒÂ˜ÂąÂ•†‡ Vents, uma espĂŠcie de cano de esgoto.  Â?‘••‘ ‘„Œ‡…–‹˜‘ Âą ”‡…—’‡”ƒ” Ž‡ƒÂ?‘” ƒÂ?„ǥƒ‹––Ž‡‹•–‡”“—‡Â?‘•ˆ‘‹–‹”ƒ†ƒ˜‹‘Ž‡Â?–ƒÂ?‡Â?–‡ Šž †‡œ ƒÂ?‘• ƒ–”ž• ’‘” Â‘Ć¤Âƒ ƒÂ?„ǥƒ•—ƒÂ? ‡‡Â?ƒŽˆ‡‹–‘”ƒ†‡ƒ’–—”‡Ǥ ǤƒÂ?„Âąƒ…”—‡Ž‰‘˜‡”Â?ƒ†‘”ƒ†‡ÂƒÂ’–—”‡ǥ“—‡•—„‹—ƒ‘’‘†‡”†‡’‘‹•†ƒÂ?‘”–‡†‡ 30#ALTERNATIV@

›ƒÂ?ÇĄ ‡Â?„‘”ƒ Â? ‘ partilhasse a mesma ideologia de cidade modelo que ele. Rapture, que com a sua arquitectuŽ‹•ǥ ”ƒ Ž‡Â?„”ƒ ‡–”‘’‘Ž‹•ǥ ”‹–œ ƒ ‘„”ƒ ’”‹Â?ƒ †‡ ”‹–œ daLang, tem singularidades que denunciam os anos 40/50: os enormes Â•ÂƒÂŽĂ™Â‡Â• †‡ ÂŒÂƒÂœÂœÇĄ ƒ ’”‘’ƒganda vintage, as mĂşsicas de Billie Holiday, as cores quentes que decoram os interiores, os adornos dos espaços, etc. No entanto ĂŠ uma cidade devastada pela guerra civil que originou o caos em que se vive: pessoas com ÂƒÂŽÂ–Â‡Â”ÂƒÂ­Ă™Â‡Â•ÂˆĂ€Â•Â‹Â…ÂƒÂ•‡‹Â?‡’–ƒ• ˜‹…‹ƒ†ƒ• ‡Â?  • ‘ …‘Â?ƒÂ?†ƒ†ƒ• ’‘” Â‘Ć¤Âƒ ƒÂ?„ ’ƒ”ƒ †‡•–”—‹” ‘ ’”‘–ƒ‰‘Â?‹•–ƒ da histĂłria. —„Œ‡…–‡Ž–ƒÂą‘ƒŽ˜‘ƒƒ„ƒ–‡”‡’ƒ”ƒ•‡ proteger tem um vasto arsenal de armas: uma metralhadora gigante, uma caçadeira, —Â?ƒ ’‘†‡”‘•ƒ Â„Â”Â‘Â…ÂƒÇĄ —Â?ƒ Šƒ…Â? –‘‘Žǥ ‡–…Ǥ

•–‘Â?‘„”ƒ­‘†‹”‡‹–‘ǥ’‘”“—‡Â?‘„”ƒ­‘‡•“—‡”†‘Âą‘Â?†‡‘Â?‘••‘‹‰ƒ††›‰‘œƒ†‡ uma vasta escolha de Plasmids: electricida†‡ǥÂˆÂ‘Â‰Â‘ÇĄ‰‡Ž‘ǥŠ‹’Â?Â‘Â–Â‹ÂœÂƒÂ†Â‘Â”ÇĄ‡Â?–”‡‘—–”‘•Ǥ ‡’‘‹•‘Œ‘‰‘ƒÂ?†ƒÂ?˜‘Ž–ƒ†‹••‘ǣƒ˜ƒÂ?­ƒ” ‡Â? „—•…ƒ †‡ Ž‡ƒÂ?‘” ƒÂ?„ǥ ‡Â?“—ƒÂ?–‘ •‡ adoptam Little Sisters para se evoluir no “—‡ †‹œ ”‡•’‡‹–‘ ƒ‘• ’‘†‡”‡• …‘Â?…‡†‹†‘• ’‡Ž‘ Ǥ —†‘ ‹•–‘ Â?ƒ ‡š…‹–ƒÂ?–‡ ‡ ĥsustadora atmosfera de Rapture. E ao som †‡‹ŽŽ‹‡ Â‘ÂŽÂ‹Â†ÂƒÂ›ÇĄŒƒÂ?‰‘‡‹Â?ÂŠÂƒÂ”Â†Â–ÇĄ‡Â?Â?› Goodman, Fred Astaire, entre outros. É Â‘Â„Â”Â‹Â‰ÂƒÂ–Ă—Â”Â‹Â‘ÇĄÂ?‡•Â?‘’ƒ”ƒ“—‡Â?Â? ‘Œ‘‰‘— ‘’”‹Â?‡‹”‘–À–—Ž‘†ƒ•ƒ‰ƒǤ A componente online ĂŠ uma grande sur’”‡•ƒǤ ••‹Â? “—‡ ˆƒœ‡Â?‘• Ž‘‰‹Â?ÇĄ ¹njÂ?‘• designado um apartamento que nos ’‡”Â?‹–‡ˆƒœ‡”‹Â?ĂŻÂ?‡”ƒ•Â…Â‘Â‹Â•ÂƒÂ•ÇĄ…‘Â?‘’‘” exemplo: editar o nosso personagem, trocar recompensas por armas novas, ouvir

mĂşsica, ir para a sala de espera online, etc. Quando entramos na sala de espera, podemos escolher o tipo de jogo que “—‡”‡Â?‘•ǣ—”˜‹˜ƒŽˆŠ‡ ‹––‡•–ǥ‘–À’‹…‘ †‡ƒ–ŠÂ?ÂƒÂ–Â…ÂŠÇĄ‹˜‹ŽÂƒÂ”ÇĄ‘–À’‹…‘–‡ƒÂ?†‡ƒthmatch, Capture The Sister, onde temos de proteger ou capturar uma Little Sister, Turf War, onde temos de defender e capturar territĂłrio num certo mapa, Last ’Ž‹…‡” –ƒÂ?†‹Â?‰ǥ ‘ –À’‹…‘ •—”˜‹˜‡ ‰ƒÂ?‡ǥ †ƒÂ? Â”ÂƒÂ„ÇĄ‘Â?†‡ƒƤÂ?ƒŽ‹†ƒ†‡Âą’”‘–‡‰‡” a maior quantidade de tempo uma Little ‹•–‡”ǥ‡‡ƒÂ?†ƒÂ? Â”ÂƒÂ„ÇĄ“—‡ÂąƒÂ?‡•Â?ƒ coisa mas em equipa. É viciante, mesmo Â?‘• …Žž••‹…‘• †‡ƒ–ŠÂ?ƒ–…Š ‡ –‡ƒÂ? †‡ƒ–ŠÂ?ƒ–…ŠǤ žƒ‹Â?†ƒƒ”‡ƒŽ­ƒ”‘Š—Â?‘”Â?‡‰”‘ Â?˜‘Ž–ƒ†ƒ…‘Â?’‘Â?‡Â?–‡‘Â?Ž‹Â?‡ǣÂ?ƒ‡†‹­ ‘ de personagem podemos escolher entre —Â? Œ‘‰ƒ†‘” †‡ ”—‰„›ǥ —Â?ƒ ‡Â?’”‡‰ƒ†ƒ †‘Â?ÂąÂ•Â–Â‹Â…ÂƒÇĄ —Â? …ƒÂ?ÂƒÂŽÂ‹ÂœÂƒÂ†Â‘Â”ÇĄ —Â? ’‘ŽÀ–‹…‘ǥ etc, e ainda podemos adicionar acess󔋑•…‘Â?‘Â?ž•…ƒ”ƒ•†‡ƒÂ?‹Â?ƒ‹•Ǥ‘‡Â?–ƒÂ?–‘‘Â?ƒ‹•Š‹Žƒ”‹ƒÂ?–‡Âą“—ƒÂ?†‘•‡‡•–žÂ?‡•Â?‘ ƒ Œ‘‰ƒ” ‘Â?Ž‹Â?‡ǥ Œž …‘Â? ƒ ’‡”•‘Â?ƒ‰‡Â? ‡•…‘ŽŠ‹†ƒ‡Â?Â‘Â†Â‹Ć¤Â…ÂƒÂ†ÂƒČ‚ĥ’‡”•‘Â?ƒ‰‡Â?• ƒ…ƒÂ?‹Â?Šƒ”ˆƒœ‡Â?Ž‡Â?„”ƒ”—Â?’‘”…‘Č‚‘—vem-se piadas de outros jogadores, guin…Š‘•‡”‹•‘•Š‹•–¹”‹…‘•ǤÂ?ƤÂ?ÇĄˆƒœŽ‡Â?„”ƒ” os extintos Freak Shows. @


Final Fantasy “The Crystal Bearers”

Dante’s Inferno

E

este jogo, da Nintendo, podes acompanhar a história da tribo Clavat que nasceu como “Crystal Bearer”, humanos com cristais mágicos embebidos nos seus corpos. Durante a Grande Guerra, a destruição do cristal da Tribo Yuke levou à extinção da mesma e o mundo passou a ser dominado pela tribo Lilty que vê como única ameaça ao seu poderio as atitudes rebeldes dos “Crystal Bearer”. O protagonista deste jogo é Layle, um “Crystal Bearer” com poderes de manipulação gravítica. A aventura começa durante uma missão de escolta em que Layle protege uma nave de passageiros da tribo Lilty. E o mais estranho é que esse ataque foi feito por um Yuke, que supostamente já não deveria existir! Começa então uma inevitável perseguição que se irá cruzar com a tolerância tribal, coragem, amizade e lealdade.

ste jogo, da EA, é uma adaptação épica de um clássico da literatura mundial e baseia-se, em parte, no poema do poeta italiano Dante Alighieri, “A Divina Comédia”. Neste jogo de acção e aventura, Dante, ao regressar a casa, encontra o pai e a sua amada Beatrice sem vida e tudo aponta para que tenha ocorrido ali um massacre. Ao aproximar-se de Beatrice, aparece Lúcifer que puxa a pobre alma para o inferno. Mas Dante não o vai permitir e tudo fará para libertar a alma da amada das garras de Satanás, que pretende usá-la para poder voltar à Terra e conquistar o reino de Deus. Neste jogo, poderás escolher castigar ou absolver ‘•…”‹‹‘•‘•ǡ‘“—‡•‡‹”ž”‡ƪ‡…–‹”ƒ•…ƒ’ƒ…‹†ƒ†‡•†ƒ–—ƒ personagem. Terás ainda poderes mágicos e um sistema de upgrade complexo e personalizável que te permitirá tirar o melhor partido de uma experiência de gameplay.

Disponível para a Wii.

Para PS3 e Xbox 360.

N

Race Driver: Grid Reloaded loa aded

Lewis Hamilton: Secret Life

“Race Driver: Grid Reloaded”, da Codemasters, é um jogo de corridas que conta com poderosos carros de competição, novos e clássicos, para circuito ou para drifting. Os jogadores serão transportados por 3 continentes para competirem em circuitos e estradas civis. Aqui a emoção não falta e todos os minutos contam, desde que os semáforos dão a partida até à conquista da bandeira aos quadradinhos… é o barulho, a acção, a pressão, a adrenalina total! Ao jogares, terás de competir arduamente para conquistares o maior número de pistas de prestígio e cam’‡‘ƒ–‘•‘Ƥ…‹ƒ‹•ǡ’ƒ••ƒ†‘ƒ‹†ƒ’‡Žƒ•…‘’‡–‹­Ù‡•…‹–ƒ†‹ƒ•ǡ eventos em estrada e corridas urbanas. Mas não é só: na caixa do jogo, estão incluídos os códigos para que possas descarregar os packs “Prestige” e “8-ball” e juntar mais 18 carros à tua frota, novos modos multiplayer um novo circuito.

“Lewis Hamilton: Secret Life” é um jogo de realidade virtual em que a personagem principal é representada por uma estrela mundial do desporto, nada mais, nada menos do que o piloto britânico. Neste jogo, cuja aventura foi desenvolvida pela Reebok, a missão do jogador é ajudar o atleta a treinar e preparar-se para conseguir recuperar obras de arte, esculturas e manuscritos roubados. O jogo tem cinco missões principais e inclui jogos de simuŽƒ­ ‘†‡ƒ••ƒŽ–‘•ǡ—ƒ”‡†‡†‡™‡„•‹–‡•Ƥ…–À…‹‘•ǡŒ‘‰‘•†‡–‡Ž‡móvel, conteúdos do Twitter e vídeos de Hamilton nos assaltos para recuperar os artefactos roubados. Os jogadores terão ainda a oportunidade de participar em eventos ao vivo em diferentes cidades que irão contar com as personagens principais. “Lewis Hamilton: Secret Life” estará activo até Outubro .

Para PS3 e Xbox 360.

www.secretlewis.com ALTERNATIV@#31


Cool a i u G

Ă€

o d a t r e b o c Des

É um dos bairros mais típicos de Lisboa, onde se cruzam novos e velhos, o fado e a música rock, a cultura tradicional e a cultura alternativa. É o Bairro Alto, um bairro cheio de histórias para contar e muitos segredos por desvendar!

O B a ir r o

O

Bairro Alto situa-se no centro da cidade de Lisboa e ĂŠ um dos bairros mais tĂ­picos e pitorescos da capital, onde se conjugam, na perfeição, a tradição e o vanguardismo. Com as suas ruas estreitas e empedradas, tem visto, nos Ăşltimos anos, muitos dos seus prĂŠdios mais antigos serem recuperados e procurados pelos jovens para ali habitarem. Mas estes prĂŠdios que tĂŞm sido recuperados atraĂ­ram tambĂŠm um tipo de comĂŠr…‹‘ Â?—‹–‘ Â†Â‹Â˜Â‡Â”Â•Â‹Ć¤Â…ÂƒÂ†Â‘ÇĄ “—‡ ˜ƒ‹ †‡•†‡ ƒ mercearia aos ateliĂŞs de estilistas de renome passando por casas de tatuagens e piercings. ÇĄ†‡Â?‘‹–‡ǥ‘„ƒ‹””‘–”ƒÂ?Â•Ć¤Â‰Â—Â”ÂƒÇŚÂ•Â‡‡…Š‡‰ƒ gente de todos os lados e de todas as idades Ă  procura de uma Ăşnica coisa: diversĂŁo. E diversĂŁo ĂŠ coisa que aqui nĂŁo falta!

H is t Ăł r ia Propomos-te uma visita Ă  descoberta desta zona de Lisboa. Bora ao Bairro? Conheces a histĂłria do Bairro Alto? Antigamente, este local era conhecido como Vila Nova dos Andrades. ConstruĂ­do em ƤÂ?ƒ‹• †‘ •¹…Ǥ  ÇĄ ‡•–ž †‹˜‹†‹†‘ ‡Â? †—ƒ• freguesias: Encarnação e Santa Catarina. ‡•†‡‘•¹…Ǥ ‡ÂƒÂ–ÂąÂ?‡ƒ†‘•†‘•¹…ǤǤǥ ‡”ƒ‘„ƒ‹””‘’”‡ˆ‡”‹†‘†ƒ‹Â?’”‡Â?•ƒǤž”‹‘• Œ‘”Â?ƒ‹•‡Â–Â‹Â’Â‘Â‰Â”ÂƒĆ¤ÂƒÂ•–‹Â?ŠƒÂ?ĥ•—ƒ•Â”Â‡Â†ÂƒÂ…Ă§Ăľes nas ruas do Bairro e, se olhares com atenção para os nomes de algumas ruas, podes comprovar isso. SĂŁo exemplos a Dz—ƒ‹ž”‹‘†‡Â‘Â–Ă€Â…Â‹ÂƒÂ•Çł‘—ƒDz—ƒ†‘¹…—Ž‘dzǤ”‡†ƒ…­ ‘†‘Œ‘”Â?ƒŽ†‡•’‘”–‹˜‘Dz Â‘ÂŽÂƒÇłÂ•Â‹Â–Â—ÂƒÇŚÂ•Â‡Â?—Â?ƒ†ƒ•”—ƒ•†‘ÂƒÂ‹Â”Â”Â‘ÇĄƒ Dz”ƒ˜‡••ƒ†ƒ—‡‹Â?ÂƒÂ†ÂƒÇłÇ¤ Esta zona foi sempre muito frequentada por jornalistas, escritores, estudantes mas era tambĂŠm lugar de tascas de marinhei”‘•ǥŽ—‰ƒ”‡•†‡Â?žˆƒÂ?ƒ‡’”‘•–‹–—‹­ ‘Ǥ ž vem de longe esta mistura de gentes.

U m Pa s s e io p e l o b a ir r o

Desde os anos 80 que o Bairro Alto ĂŠ o destino mais popular da noite lisboeta. ž†‡–—†‘—Â?’‘—…‘‡’ƒ”ƒ–‘†ƒ•ĥ‹†ƒdes: bares, restaurantes, cafĂŠs, casas de fado‌ O cruzar de geraçþes e estilos ĂŠ uma constante nas noites do Bairro. Aqui nĂŁo faltarĂŁo sĂ­tios para te divertires com os teus amigos! ‘•Í•Íœƒ‘•ÍœÍœÇĽƒ“—‹ŠžŽ—‰ƒ”’ƒ”ƒ–‘†‘• ‡Â?‹Â?‰—¹Â?Ć¤Â…Âƒ†‡ˆ‘”ƒǨ‘†‡•„‡„‡”—Â? cafĂŠ na loja onde costumas fazer compras ou entĂŁo no cybercafĂŠ enquanto te ligas ao resto do mundo. Preferes um …ŠžǍ ƒ‹ ÂƒÂ–Âą Â? “Cultura do ChĂĄâ€?‌ difĂ­cil vai ser escolher entre tantas opçþes! ‡‡•–ž•Â?—Â?ƒ‘Â?†ƒÂ?ƒ‹•”ƒ†‹…ƒŽ‡–‡ƒ’‡tece fazer uma tatuagem ou piercing, tens ˜ž”‹ƒ•Ž‘Œƒ•Â?‡•…‘ŽŠƒǤ…‘”ƒ‰‡Â?ÇĄ–‡Â?•Ǎ •–ž•Â?—Â?ƒ†‡”‡Â?‘˜ƒ”‘–‡—Â‰Â—ÂƒÂ”Â†ÂƒÇŚÂ”Â‘Â—pa? Roupa desportiva e urbana ĂŠ o que nĂŁo falta nas ruas do Bairro. As lojas da Eastpak, Diesel ou Andy Warhol by Pepe Jeans sĂŁo algumas das muitas opçþes. ĥ •‡ ‡•–ž• Â?—Â?ƒ ‘Â?†ƒ Â?ƒ‹• ƒŽ–‡”Â?ƒ–‹va e queres mudar o teu corte de cabelo ou comprar roupa dos anos 70, escolhas nĂŁo te faltam. E ainda tens lojas de roupa de estilistas consagrados ou em 2ÂŞ mĂŁo. Se, antes de ir para o Bairro Alto, nĂŁo tiveste tempo de passar por casa para trocar de roupa e maquilhar-te, nĂŁo desesperes! Na Dress Up, encontras ˜ž”‹ƒ• ’‡­ƒ• †‡ ˜‡•–—ž”‹‘ †‡ Â?ƒ”…ƒ• conceituadas e ainda tens um serviço de maquilhagem prestado por uma Â?ƒ“—‹ŽŠƒ†‘”ƒ’”‘Ƥ••‹‘Â?ƒŽǤ‡•–ž•Ž‹Â?da e deslumbrante para curtir a noite! Na hora de jantar, a escolha ĂŠ muito variada. Desde restaurantes de comida tĂ­pica portuguesa atĂŠ restaurantes que te levam a viajar pelo mun†‘ ‹Â?–‡‹”‘ •‡Â? Â•ÂƒĂ€Â”Â‡Â• †‘ ƒ‹””‘Ǥ ž restaurantes africanos, argentinos, brasileiros, espanhĂłis, indianos, italianos, japoneses, tailandeses‌ a escolha ĂŠ difĂ­cil! E se ĂŠs vegeta-

32#ALTERNATIV@


o t l A o Bairr rian@, não desesperes… também há bons restaurantes para ti!

ro Alto, há dois bons exemplos… que tal ires até lá de elevador?

Se gostas de uma noite tipicamente portuguesa, não há nada como ir a uma casa de fados. Acompanhar uns petiscos bem tradicionais ao som do nosso fado, nas vozes de fadistas em início e fadistas já consagrados, é a receita ideal. Apostamos que vais acabar a noite a gritar: “Ah, Fadista!” O Café Luso, A Severa, O Faia, A Tasca do Chico são apenas algumas opções para uma noite de “fadistagem”.

O Elevador da Bica está situado na Rua da Bica de Duarte Belo e é, sem dúvida, um dos mais típicos de Lisboa, além de que é uma excelente opção para enfrentar, de sorriso na cara, as colinas da capital. Este funicular liga o Largo de Calhariz à Rua de São Paulo e sobe uma das encostas mais íngremes da cidade… uma grande ajuda, dizemos nós!

Mas se o que tu queres mesmo é abanar o capacete ou, simplesmente, tomar uma bebida com os teus amigos e ouvir um pouco de música… segue-nos! Há bares e discotecas para todos os gostos

Depois da viagem no Elevador da Bica, segue em direcção ao Miradouro do Adamastor. Este miradouro, que tem como símbolo principal a estátua que lhe dá nome, é muito conhecido pela sua esplanada. A vista sobre Lisboa e o rio Tejo é

Por Susana Grácio

ƒ‰ÀƤ…ƒǨ ž–‡‡•–ž•ƒ‹ƒ‰‹ƒ”ƒ’ƒ••ƒ” aqui belas tardes a gozar o sol, não é? Este local é um ponto de encontro de muitos jovens e, à noite, a animação também é muita e Lisboa ganha um novo brilho! Agora a viagem é no Elevador da Glória. Partindo da Praça dos Restauradores, vaise até ao Bairro Alto numa viagem de 265 metros. Quando saíres do elevador, podes ver do teu lado direito o Miradouro de São Pedro de Alcântara. A vista sobre os bairros da Graça e de São Vicente de ‘”ƒ‡‘ƒ•–‡Ž‘†‡ ‘ ‘”‰‡±ˆƒ–ž•–‹…ƒ e, à noite, as luzes da cidade acendem-se e até o castelo se ilumina, num cenário de sonho. Podes combinar um encontro com os teus amigos e depois… bora para o Bairro Alto! @

NO BAIRRO, HÁ LUGAR PARA TODA A GENTE! e estilos. Música rock, pop, jazz, portuguesa, brasileira, africana... e por aí fora! Fiéis ao Bairro, Bicaense, Maria Caxuxa, Noobai Café ȋ“—‡ Ƥ…ƒ ‘ ‹”ƒ†‘—”‘ †‘ †ƒmastor), Catacumbas Jazz Bar são vários dos locais onde podes parar durante a noite e passar um bom momento na companhia dos teus amigos. E porque no Bairro não há discriminações, também encontras locais em que o lema é “gay friendly”, como no Chueca que se inspira claramente na arquitectura, cores e cocktails do famoso bairro da movida madrilena. E que tal um passeio até ao miradouro? Ir a um miradouro e desfrutar a vista sobre Lisboa é, sem dúvida, um óptimo programa! E, no Bair-

ALTERNATIV@#33


Crón

ica

E

O Gordo, O Pudim e o Fiambre

m Portugal temos o McDonald’s, a Pizza Hut, o recém-cheado Subway, o ainda-por-descobrir Burger King, KFC, a Telepizza, o Joshua’s Shoarma Grill, entre outros. O meu favorito é o restaurante Israelita Joshua’s Shoarma que tem as tão apreciadas pitas shoarmas acompanhadas pelo molho de alho, poção essa considerada o Santo Graal da fast food. Também famoso pela sua comida vegetariana – com aspecto algo duvidoso, diga-se de passagem. Na adolescência, todo o dinheiro que se consiga poupar é bem-vindo para se gastar em coisas típicas da idade. Daí, os adolescentes serem quase sempre o Cliente do Mês das cadeias de fast food. Por três razões muito simples: a primeira é que é barato, a segunda é que sabe bem, e a terceira e não menos importante é que a comida servida nas cantinas escolares é uma banhada. Na adolescência uma das coisas que mais damos importância é o aspecto – a embalagem –, e o aspecto das “saladas russas” que vagueiam por essas escolas deste Por–—‰ƒŽ Ƥ…ƒ ƒ †‡˜‡” —• „‘• ƒ”‰—‡–‘• aos nossos neurónios. Depois vem o sabor – o conteúdo, o mais importante segundo os politicamente correctos – que também Ƥ…ƒƒ†‡˜‡”“—ƒŽ“—‡”…‘‹•ƒƒ‘‘••‘‡•–Ømago. Eu não sei, mas acho que as cantinas escolares andam numa desenfreada luta com as cantinas dos estabelecimentos prisionais. A nós, alunos, só nos falta a velhota com o cigarro no canto da boca a deixar cair cinza para cima do pitéu. Porque de resto temos tudo: o cheiro nauseabundo, os tabuleiros dos anos 80, as me•ƒ•‡ƤŽƒǡ‡ƒ‡‹ƒ†ïœ‹ƒ†‡•‘„”‡‡•ƒ• „‘ƒ•ǡ“—‡Ƥ…ƒ•‡’”‡’ƒ”ƒ“—‡…Š‡‰ƒ primeiro, diminuindo-nos a sobras como

Por: Santini di Napoli

Fast Food é um estilo de vida. Em tem

pos, ir ao McDonald’s comer um

hambúrguer era quase um acto de reb

eldia, hoje em dia observamos

romarias de famílias inteiras a sabore

ar o último cabeça-de-cartaz do

líder comercial de ‘comida de plástic

o’ do Mundo.

‘•’—†‹•ƪƒ…‘•ƒ„‘”ƒƤƒ„”‡Ǥ E é por isso que o fast food está para os teenagers como os Manolo Blahnik estão para Carrie Bradshaw, a protagonista de Sex In The City. Ao contrário dos Manolo, a comida plástica é ao preço da banana, quase oferecida. E ao contrário de Carrie, que compra os sapatos por preços exorbi exorbitantes para alimentar a almaa – consequênnde metrópole cias de quem vive numa grande ar e abusar dos – nós somos obrigados a usar hambúrgueres e das pizzas:: é barato e alimenta – nem que seja só os olhos. os tornaram-se Em 2010, os Estados Unidos ade da populano país onde mais de metade ntos que a pesção adulta é obesa – são tantos orreu de fadiga soa que estava a contar morreu – e onde os problemas de saúde como os ardiovasculadiabetes e os problemas cardiovasculae da popures afectam mais de metade lação. dos, é claLá, até nos hospitais – privados, ro, mas não deixam de ser hospitais – existem McDonald’s… ê-se que Com esta brincadeira, prevê-se a esperança média de vida dos mais e curta, novos passe a ser bastante rbios de já para não falar nos distúrbios elo estigpersonalidade causados pelo emos um ma da gordura. E todos temos amigo com algum peso a mais, que onhecido se chama António, mas é conhecido

por O Gordo. O que é triste… Isto tudo para dizer que a KFC (Kentucky Fried Chicken) acaba de apresentar a sua última invenção: uma sandes de bacon e queijo em que o pão é substituído por dois ƤŽ‡–‡•†‡ˆ”ƒ‰‘ˆ”‹–‘Ǥ Hmmm-Hmmm I Can’t Wait To See… @

!!! a u t é a r v s, propostas de o a rt ce l n co a e d p s e tõ A as, suges a . Manda-nos notici er publicado e aind o o que queres v Colabora connosco d tu … s n e g a rt o p gostas de re e s ra E . a s p ca s u ia e lo id is , a s m ta entrevis a e cobrir as cenas ru à ir a s sabe se não a m s e o u -n q , a s fi a to s x e D te . s te u is não v r? Manda-nos os te ca is rr a o ã n e u rq ia artística? escrever po e v a tu a s o m ri b desco

34#ALTERNATIV@

Envia para: alternativa@toppress.pt



AL abril