Issuu on Google+

REVISTA

ALIANÇA

Revista ALIANÇA nº 06# Ano 01 :: Distribuição Gratuita e Direcionada

O RETORNO

O Pai não desiste de você

igreja legal:

Conhecendo e cumprindo a lei

ORGANIZAÇÃO: Rotina funcional com a ajuda da Bíblia

POLÍTICA:

ENVOLVER-SE OU OU NÃO? NÃO? ENVOLVER-SE EIS A A QUESTÃO! QUESTÃO! EIS


REVISTA

ALIANÇA

REVISTA

ALIANÇA DIREÇÃO EXECUTIVA Carolina Padrão carolinapadrao@revistaalianca.com.br

DIREÇÃO EDITORIAL Renata Galdino redacao@revistaalianca.com.br DIREÇÃO COMERCIAL Carolina Padrão comercial@revistaalianca.com.br Direção de Arte Carolina Padrão carolinapadrao@revistaalianca.com.br FOTOGRAFIA Grupo Gerais ANUNCIE comercial@revistaalianca.com.br ASSINATURA www.revistaalianca.com.br COLABORADORES DESTA EDIÇÃO Carolina Padrão Janaína Depiné Erica Leite Fábio Dutra NOSSA CAPA Banco de imagem

Declaração de Fé da revista Aliança

Cremos em Deus Pai Todo-Poderoso, criador dos céus e da terra. Cremos que esse mesmo Deus enviou Seu Filho unigênito, Jesus Cristo, para morrer pelos nossos pecados. Cremos que o sangue de Jesus Cristo derramado na cruz do calvário é a aliança que Deus fez com a humanidade, para salvá-la das garras de Satanás. Cremos que poderá se tornar filho de Deus quem aceitar esse ato de amor. Cremos que três dias após ser crucificado, Jesus Cristo ressuscitou e hoje está sentado à direita de Deus.

Os textos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não representam necessariamente a opinião da Revista ALIANÇA.

Cremos que o Filho enviou o Espírito Santo para nos consolar e nos ajudar a testemunhar o amor de Cristo a toda criatura.

REDAÇÃO Rua Fernando Pinto, 280 - sala 204 Bairro Centro - Sete Lagoas - MG (31) 3026-2312 :: (31) 8581-7441

Cremos que um dia esse mesmo Jesus que subiu aos céus virá como Rei.

ALIANÇA Virtual www.revistaalianca.com.br revistaalianca.blogspot.com www.twitter.com/revista_alianca A Revista ALIANCA é uma publicação do Grupo Gerais Empreendimentos Ltda.

02

DECLARAÇÃO DE FÉ

Revista Aliança Ed. 05

Cremos que a Bíblia é a santa Palavra de Deus e foi escrita por homens escolhidos e direcionados pelo Senhor, a fim de ser lâmpada que nos guia em um mundo que jaz no maligno.


REVISTA

4 SEGUNDA CHANDE

ALIANÇA

EDITORIAL

O Senhor não desiste dos seus escolhidos

QUE VENHA 2014 Olá amados do Papai Celestial! A paz do Senhor!

7 UM BOM IRMÃO É preciso ir além para agradar ao Senhor

8 NOSSA CAPA Cristão deve se envolver em política?

12 É HORA DE PREVENIR A lei serve para todos, inclusive para as igrejas

14 ORGANIZAÇÃO A Bíblia te ensina a organizar seu dia a dia

15 A ALEGRIA PREVALECE Conheça a Miss. Erica Leite, nossa mais nova colunista

Chegamos ao fim de mais um ano, e este foi especial para nós da Revista Aliança. Após meses de orações, ideias, conversas e tantas outras coisas, conseguimos lançar essa publicação em 2013. A proposta foi – e é – levar a mensagem do Evangelho a todos os leitores, independentemente de religião, de classe social... Queremos agradecer a Deus pela oportunidade de ter realizado este sonho que cremos ter nascido no coração do Senhor. Agradecemos a Ele por termos tido a oportunidade de chegar até você, leitor, que anseia por conteúdo que edifique a sua vida. Você é muito especial para toda a equipe da Aliança! Para o ano que se inicia, desejamos que as bênçãos do Senhor recaiam sobre a sua vida, sobre a sua família, sobre os seus negócios. Trace metas não só nestes últimos dias de 2013, mas durante todo 2014. Coloque o Senhor direcionando todos os seus intentos. Confie nEle o sucesso dos seus planos. Mas não se esqueça: você faz os planos, mas a resposta para todos eles são da parte do Pai Celestial. Busque a Deus durante todo o novo ano que se inicia. Não deixe o Senhor de lado. Trate o Senhor como você lida com os seus familiares: dê bom dia, bata um papo com Ele diariamente, chore com Ele, alegre-se com Ele. Ore muito. A oração de um justo é eficaz, e Deus responde as suas preces. E o Senhor não deixa um justo sem a resposta. É a Palavra que nos garante isso! Ganhe almas, fale de Deus para todas as pessoas. Que em 2014 você seja o testemunho de vida que o Senhor espera. E nos encontramos no próximo ano. Eu creio nisso! Deus te abençoe! Boas Festas e um Ano Novo abençoado!

16 ACONTECEU Veja o que rolou nas igrejas de Sete Lagoas e região

Renata Galdino Editora-chefe Revista Aliança Ed. 05

03


REVISTA

ALIANÇA

DEUS DA SEGUNDA

CHANcE

O INIMIGO PODE ATÉ COLOCAR OBSTÁCULOS, MAS O SENHOR NÃO DESISTE DE QUEM É SEU ESCOLHIDO por Carolina Padrão

R

odrigo Ferreira dos Santos é um jovem de apenas 20 anos, mas com experiências espirituais que muitos membros antigos de igreja ainda não têm. O primeiro contato do rapaz com o mundo espiritual infelizmente não foi nada que o qualificasse como servo de Deus. Aos 12 anos, Rodrigo começou a trabalhar em um centro espírita em Pedra Azul, no Vale do Jequitinhonha. Entre as inúmeras funções, ele tinha que limpar o local, as imagens e ter um bom comportamento, pois era vigiado o tempo todo. “Eu apanhava se não obedecesse. É incrível, mas o demônio começa a usar crianças a partir de 7 anos, e eu fiquei lá por 3. Só saí quando visitei a igreja pela primeira vez a convite de um primo”, conta. Quando Rodrigo converteu-se na Igreja Assembleia de Deus, ele tinha 15 anos. Pouco tempo depois, o jovem perdeu a mãe e se viu obrigado a sair de sua terra natal para morar e trabalhar em Paraopeba, Região Central do Estado. Por lá era tudo novo: amigos, costumes. Então, o rapaz optou por se jogar nas festas e nas coisas do mundo. Aprontou todas! Ficou desviado durante três anos. Mas Deus não tinha desistido dele. O jovem começou a trabalhar em um supermercado. Lá conheceu Priscila Fernandes da Silva, de 24 anos, e começaram a namorar, casando-se nove meses depois. A mulher era evangélica e Rodrigo a acompanhava nos cultos. Essa nova caminhada durou cerca de oito meses. Assim como o Senhor não havia desistido dele, o inimigo também não. Aos poucos, o rapaz começou a se afastar. Passou a visitar várias igrejas em busca da que fosse certa. Nesse período Priscila engravidou. O período foi de muita luta. A gravidez foi complicada, com muitos riscos para o bebê. Em meio a tanta confusão, Rodrigo achegou-se novamente a Deus. Em um momento de intimidade com o Senhor, o rapaz orou: “Senhor, se quer que eu volte para a igreja, dá-me um motivo para voltar, dá-me uma prova de que o Senhor me quer lá”.

04

Revista Revista Aliança Aliança Ed. Ed. 05 06

Pouco depois dessa oração, Rodrigo encontrou um amigo da época de balada, o Vinícius, e ele o fez voltar à igreja. O conhecido já era diácono e isso impactou muito o jovem desviado. “Ele nos convidou para um culto em uma igreja em Caetanópolis (Região Central) e nós fomos. Lá senti no coração que Deus tinha um propósito para a minha vida e era naquele ministério”. Em pouco tempo já havia uma célula na casa de Rodrigo e de Priscila, onde pequenos cultos começaram a ser promovidos. Deus estava usando o rapaz. Ele abria os cultos e estava crescendo na fé, mas o inimigo não queria permitir isso. O diabo usou suas estratégias: o horário de trabalho de Rodrigo foi mudado para o período noturno, e ele teve que faltar a vários cultos. “Você vai esfriando. Isso aconteceu muito rápido, em dois meses no máximo”, explica o rapaz. A situação no trabalho também não era das melhores. A gravidez de risco foi abençoada pelo Senhor e o pequeno Arthur nasceu.


REVISTA

ALIANÇA Com uma criança em casa e muitos problemas, Rodrigo não resistiu às provações e aceitou um emprego que sabia não ser da vontade do Senhor. “Deus queria me usar, mas eu fui esfriando. Deus queria mais de mim, mas eu não soube esperar a provação passar. Sei que Deus ia me tirar do supermercado, mas eu não quis esperar. Apareceu um emprego numa fazenda, uma boa oportunidade. Eu fui. Os meus pastores me avisaram que não era de Deus, que não devia ir, mas já tinha dado a palavra ao dono da fazenda e eu não queria

“Deus queria me usar, mas eu fui esfriando. Deus queria mais de mim, mas eu não soube esperar a provação passar”. voltar atrás”. Com a mudança para o novo emprego e consequentemente para a fazenda, distante do ministério, os pastores tentaram continuar a obra que Deus começou a fazer, mas Rodrigo não deixou. Ele não atendia mais aos telefonemas e não queria nenhum tipo de relacionamento com nada que envolvesse o Senhor. Priscila não se afastou da igreja nem do Pai. Manteve-se firme e continuou as orações, mas o pequeno Arthur começou a sofrer vários ataques e adoecer. O garoto só piorava e os médicos não conseguiam descobrir o que ele tinha. Até que Deus agiu novamente na vida do casal. Rodrigo não atendia mais as ligações dos irmãos da igreja. No entanto, sem nenhum motivo aparente, um dia ele atendeu a um telefonema de uma pessoa desconhecida, mas que foi usada pelo Todo-Poderoso. Essa profeta disse: “Saia dessa terra e vá para a terra prometida que tenho para você”. A mensagem impactou profundamente o jovem casal, uma vez que foi entregue por alguém que nem os conhecia direito e, principalmente, porque eles sabiam que o inimigo estava atacando o pequeno Arthur. Porém, por mais que a decisão já tivesse sido tomada, não foi fácil desvencilhar-se da fazenda. O proprietário não queria abrir mão de Rodrigo. Ofereceu carro, aumento de salário para o jovem e renda para a esposa, vários benefícios. Pela primeira vez na vida do jovem, no entanto, a voz de Deus falou mais alto: eles não se renderam aos encantos do inimigo. Após sete meses na fazenda, enfrentando muitas adversidades, principalmente com a saúde do filho, hoje com um ano e cinco meses, o casal voltou para Paraopeba. Rodrigo e Priscila retornaram para o antigo ministério e hoje prosseguem firmes nos caminhos do Senhor. “Estamos na graça de Deus, na bênção. Eu cheguei e logo arrumei um emprego. As portas estão se abrindo”, celebra o rapaz.

DICAS DE LIVROS

Book + à+ fé é a palavra que Sem uma visão apropriada não sabemos que direção tomar em produz a fé. relação à vontade de Deus e nossa

NOSSA VISÃO E COMISSÃO Autor: Dong Yu Lan Editora: Árvore da Vida

cooperação com Ele. Por isso, muitas vezes, os filhos de Deus têm dificuldade em prosseguir na jornada cristã ou a realizam sem muito impacto. A abordagem deste livro nos presta precioso auxílio quanto à visão que deve nos governar e nossa comissão.

O Bookafé é parte do Projeto Vida para Todos, tendo o livro CRESCERcomo DE MODOprincipal DIGNO Autor: Marco A. Melo Editora: Árvore da Vida instrumento, nosso A utilidade de uma pessoa para Deus depende muito de objetivo é levar a seu caráter, por isso os que de Deus cuidamvida de crianças e jovens, para bem como os pais, devem todas pessoas. E preocupar-se em as construir neles um caráter adequado a fim de queassim, sejam úteis cheios ao Senhor emda vida todo o seu viver. Em “Crescer de Modo Digno de Deus, trazer o Seu Caráter”, há vinte e quatro lições com exemplos bíblicos positivos e negativos que auxiliam pais e Reino de volta. professores a desenvolver o caráter dos que estão sob seus cuidados.

ALIMENTO DIÁRIO

Uma inovação estudopela da Bíblia. “... e assim, a fénovem Usando poucos minutos por dia, no pregação, e a pregação, final de uma semana você terá clareza pelaa respeito palavra de Cristo.” de um tópico importante da Palavra de Deus. (Rm 10:17)

“Livraria e Cafeteria”

Rua Souza Viana, 183 - Centro. Sete Lagoas Revista Aliança Tel.: 31 3773 1001 :: www.facebook.com/BooKafe7L Ed. 05

05


REVISTA

ALIANÇA

A

Maria,

a bem aventurada!

lgumas verdades bíblicas irrefutáveis, mas que algumas pessoas evitam sob um manto dogmático da tradição religiosa que se esforça imensuravelmente em defender o indefensável, com tese infundada, e o pior sem nenhum apoio bíblico. Falo sobre Maria, a mãe de Jesus. Quem seria louco de não reconhecer sua nobreza e o respeito que se deve ter para com ela? Afinal ela é a mãe do nosso (e dela também) Senhor e Salvador. O que dizemos de Mateus capítulo 1, versículos 18 a 20: “Estando Maria, sua mãe, desposada com José, sem que tivessem antes coabitado (tido relações sexuais), achou-se grávida pelo Espírito Santo. Mas José, seu esposo, sendo justo e não a querendo infamar, resolveu deixá-la secretamente. Enquanto ponderava nestas coisas, um anjo do Senhor lhe apareceu, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber Maria, tua mulher, porque o que nela foi gerado é do Espírito Santo”. Esse texto confere com Lucas 1:27. Desposada significava uma promessa inviolável. José foi orientado pelo anjo a não desistir do casamento com Maria A infidelidade era punida com a morte (Deuteronômio 22:23-24). Para que José foi orientado pelo anjo a não desistir do casamento com Maria, ser-lhe-ia ou não permitido o direito de uma vida conjugal normal. A expressão “sem que tivessem antes coabitado” deixa claro que, após o nascimento de Jesus, eles tiveram uma vida comum, de marido e mulher. Está difícil de entender? Então como explicar Mateus 1:24-25? “E José, despertando do sono, fez como o anjo do Senhor lhe ordenara, e recebeu a sua mulher; E não a conheceu até que deu à luz seu filho, o primogênito...”. Primogênito! Só justifica tal expressão para indicar que existiram outros filhos além do primeiro. Como negar a existência dos irmãos de Jesus? Filho de Maria (Atos 1:12-14), com destaque para o versículo 14, todos estes perseveravam unânimes em oração, com mulheres, com Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos dele. “Jesus, como homem, teve mãe e não teve pai. E como Deus teve pai e não teve mãe...” Maria, ao dar à luz a Jesus, transmitiu-lhe a natureza humana, e de Deus Jesus foi ungido. Isto é: o único Filho de Deus, evangelho de João 3:16: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito,

06

Revista RevistaAliança Aliança 04 Ed. Ed.05 05

Publieditorial

por Pastor Alcides Longo

para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. Em seu cântico Magnificat (Lucas 1:46-48), Maria disse: “A minha alma engrandece ao Senhor, E o meu espírito se alegra em Deus meu Salvador; Porque atentou na baixeza de sua serva; Pois eis que desde agora todas as gerações me chamarão bem aventurada (feliz)”. Eu também vejo assim. Tudo isso, no entanto, não a credenciou como mediadora nem intercessora, nem a dignificou ser adorada ou cultuada ou mesmo devotada. Como todos os humanos que como ela renderam-se ao propósito de Deus, crendo em Jesus como seu único Senhor e Salvador, aguardam a redenção do seu corpo para a eternidade. Não podendo ela fazer nada por ninguém como afirmam os que não querem assumir a verdade a seu respeito, como afirmam as Sagradas Escrituras. A Maria toda a nossa admiração. Mas devoção, fé, esperança e salvação só em Jesus. Com todo respeito aos que pensam diferente, em Caná da Galiléia houve um casamento. Quando o vinho acabou, recorreram a Maria por ser conhecida no meio, e ela foi falar com Jesus, ao que Ele respondeu: “Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora”. Maria saiu de cena e, no máximo, aconselhou aos serventes para fazer tudo o que Jesus dissesse. Desde então o Mestre seguiu o Seu caminho cumprindo o ministério plenamente soberano. Sua vida, 30 anos, idade de emancipação do homem judeu. Como homem, Jesus teve mãe e não teve pai. Como Deus, Ele teve Pai e não teve mãe. Como pode o Eterno ter princípio? Nascido de uma mulher! E como pode uma mulher dar à luz ao seu Criador que era antes de tudo e de todos? Em suma, não há outro nome dado na terra dos viventes, a quem quer que seja, com poder de nos abrir caminho a Deus, senão somente Jesus (Atos 4:12).


REVISTA

ALIANÇA

NÃO BASTA APENAS SER UM BOM IRMÃO por Fábio Dutra

O

livro de Atos nos mostra a história do surgimento da igreja desde o dia do derramamento do Espírito em Pentecostes. Mostra com o a igreja cresceu o como foi o ministério dos apóstolos. A partir de Atos 9, grande parte do relato refere-se ao ministério de Paulo. Se olharmos Paulo, vemos que sua história mostra que, ainda como Saulo, era uma pessoa terrível (Atos 9:1-2). Sua atividade principal na época era prender todos os que invocavam o nome do Senhor (Atos 9:13-14). Mas após a sua conversão, descrita nos capítulos 9, 22 e 26, Paulo foi sendo trabalhado pelo Espírito até se tornar um homem usado grandemente pelo Senhor em Sua obra. Um dos participantes da obra de transformação de Paulo foi Barnabé. Em Atos 11 temos o envio de Barnabé a Antioquia, para ali cuidar dos irmãos e cooperar na obra de expansão na cidade. “Porque era homem bom, cheio do Espírito Santo e de fé. E muita gente se uniu ao Senhor” (Atos 11:24). Vemos claramente que Barnabé era homem bom e bom irmão. Nos dois versículos seguintes, o relato de que Barnabé foi a Tarso buscar Saulo para servir em Antioquia, sendo que os dois cooperaram juntos ali por um ano. Em Atos 13:1-4, vemos que Barnabé e Saulo foram enviados a servir o Senhor na sua primeira viagem. Em Atos 13:9a, algo muito interessante: “Todavia, Saulo, também chamado Paulo, cheio do Espírito Santo”. Saulo (que significa “grande”) estava cheio do Espírito e passou a ser conhecido como Paulo (que significa “pequeno”). A partir desse ponto Saulo agora era Paulo. Barnabé e Paulo continuaram seu ministério: muitas pessoas eram salvas e a obra do Senhor avançava por toda a região. Um detalhe importante é que inicialmente a Bíblia usa a expressão “Barnabé e Saulo (Paulo)”, mas a partir de Atos 13:46 e 14:1 lemos “Paulo e Barnabé”: Paulo passou a ser o líder. Por ser cheio do Espírito Santo (Atos 13:9), Paulo ganhou uma visão. Ele não tinha um bom histórico, pois no passado era terrível perseguidor dos cristãos. Mas pelo trabalhar do Espírito nele, Paulo ganhou uma visão celestial. “Pelo que, ó rei Agripa, não fui desobediente à visão celestial” (Atos

26:19). Em seu ministério, Paulo não desobedeceu à visão recebida do Senhor. Vemos a origem dela claramente descrita em Gálatas 1:12 e em II Coríntios 12:1. Então, Barnabé servia ao Senhor e, depois, buscou Saulo para servir com ele. Assim passou a ser Barnabé e Paulo. Em seguida, a ordem se inverte, passando a ser Paulo e Barnabé. Em Atos 15:35-39: “Paulo e Barnabé demoraram-se em Antioquia, ensinando e pregando, com muitos outros, a palavra do Senhor. Alguns dias depois, disse Paulo a Barnabé: Voltemos, agora, para visitar os irmãos por todas as cidades nas quais anunciamos a palavra do Senhor, para ver como passam. E Barnabé queria levar também a João, chamado Marcos. Mas Paulo não achava justo levarem aquele que se afastara desde a Panfília, não os acompanhando no trabalho. Houve entre eles tal desavença, que vieram a separar-se. Então, Barnabé, levando consigo a Marcos, navegou para Chipre”. Esse relato nos mostra que houve discordância entre Paulo e Barnabé quanto ao serviço de João Marcos, e isso fez com que os dois seguissem caminhos diferentes. A partir desse ponto, o nome de Barnabé não é mais citado em Atos, mostrando apenas o ministério de Paulo. Vemos que Barnabé era um bom homem, um bom irmão (Atos 11:24), que foi grandemente usado pelo Senhor em Sua obra. No entanto, não basta ser um bom irmão, é necessário ter uma visão, assim a visão celestial que Paulo recebeu do Senhor. Também João recebeu uma visão, uma revelação do Senhor (Apocalipse 1:1). Certamente faltava a Barnabé uma visão. Se o mesmo a tivesse, não teria se afastado da obra do Senhor, ao ponto de não mais se ouvir o relato dele a partir de sua separação de Paulo. Rogamos ao Senhor que Ele não apenas nos faça bons irmãos, com um bom testemunho e com um bom serviço a Deus, mas que Ele também nos dê uma visão celestial que nos mantenha firmes no Seu propósito, na Sua economia, na Sua obra nesta terra. O Senhor nos salvou, mas também quer nos fazer vencedores para reinarmos com Ele no mundo que há de vir (Apocalipse 20:6).

Não tenha dor de cabeça REGISTRE SUA MARCA OU PATENTE Propriedade Legal e Exclusiva de uso de uma Marca

SÓ SENDO REGISTRADA NO INPI.

31 3775-1300

Solicite uma pesquisa de viabilidade do registro da

Rua Sr. Passos, 34, sua Sl. 509, Centro Sete Lagoas - MG marca gratuitamente.

utilize@utilizeconsultoria.com.br www.utilizeconsultoria.com.br

Revista Aliança

Marcas ® PatentesEd. 05

07


REVISTA

ALIANÇ A NOSSA CAPA

EU VOTO, TU VOTAS... Uma vez cristão evangélico não significa que as responsabilidades e deveres sociais devem ser deixados de lado. O povo de Deus pode definir os rumos de uma nação.

O

ano de 2014 será aquele no qual muitos crentes terão “birra” de irem em algumas igrejas. Em período eleitoral, muitos candidatos das denominações evangélicas aproveitam para apresentar as propostas de campanha aos irmãos durante os cultos. Um dos argumentos mais usados por alguns membros para não participarem das reuniões em que se fala sobre eleições é que “religião e política não se misturam”. Quando a Revista Aliança começou a se tornar realidade após ser concebida no coração de Deus, uma das preocupações da equipe foi buscar do Senhor orientação para tratar alguns assuntos polêmicos no meio cristão evangélico. A política de fato é um desses assuntos que suscitam várias discussões e até mesmo pessoas torcem o nariz para não terem que falar sobre o tema. A intenção de essa reportagem ser a destaque da última edição de 2013 é fazer com que os leitores comecem a refletir desde já sobre as eleições do próximo ano. O pleito que será realizado em outubro vai eleger o presidente da República, senadores e deputados estaduais e federais. Na opinião do pastor Silas Malafaia, de 55 anos, presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, sediada em São Paulo, a votação de 2014 é a mais importante para o país. “São esses parlamentares que dirigem os rumos da nação no que diz respeito a leis que irão beneficiar ou prejudicar o povo”, salienta. Mas, afinal, o evangélico deve ou não votar? Os irmãos podem ou não se envolver com a política? Ou, como diz uma música conhecida no meio secular: “deixa a vida me levar”? “Mas onde não existe política? Ela está presente em toda a nossa vida, em nossos relacionamentos. E uma vez cristão não quer dizer que deixamos de

08

Revista Aliança Ed. 05

por Renata Galdino ser cidadãos com responsabilidades e deveres aqui na terra”, observa o pastor Alcides Longo, titular da Igreja Batista Central (IBC) de Sete Lagoas e vereador na cidade. E ele tem razão. Segundo o dicionário Aurélio Buarque de Holanda, política é a habilidade para tratar das relações humanas com o objetivo de obter os resultados desejados. E tem mais: a política é a ciência dos fenômenos referentes ao Estado, um sistema de regras relativas à direção dos negócios públicos. É por meio do voto que cada eleitor escolherá quem vai liderar a nação. Depois de muito ouvir profecias como “a televisão e a política são do diabo”, Silas Malafaia alerta: “nunca diga que essas ferramentas são do inimigo. Depende de quem e como esses instrumentos estão sendo usados. A Bíblia só atribui uma coisa ao diabo: a mentira. Isso podemos ler em João 8:44”.

“São esses parlamentares que dirigem os rumos da nação no que diz respeito a leis que irão beneficiar ou prejudicar o povo”. Pastor Silas Malafaia sobre os políticos que serão eleitos em 2014


REVISTA

ALIANÇA Visão bíblica Engana-se quem acredita que a Bíblia não trata de assuntos políticos. O pastor Elismar Veiga da Silva, da Assembleia de Deus de Anápolis, em Goiás, cita a passagem de Juízes 9:7-21. O texto das Sagradas Escrituras narra uma espécie de parábola sobre a eleição de uma figura má para governante. No capítulo anterior, o leitor lê que Gideão, depois de uma batalha vencida, se recusa a reinar sobre o povo. Já o início do capítulo 9 traz a história da trama arquitetada por Abimeleque, filho ilegítimo de Gideão, para alcançar seu intento: o trono de rei. Abimeleque não tinha piedade: ele obteve o poder por meio de assassinato (matou 69 de seus meios-irmãos), conspiração e usurpação (apropriação). Após o massacre, foi proclamado líder do povo. Ao saber da nova posição de Abimeleque, Jotão, seu outro meio-irmão, profere a parábola das árvores que se reuniram para constituir um rei sobre elas. A figueira, a oliveira e a videira (estudiosos da Bíblia fazem referência a Gideão) foram convidadas para o cargo, mas não

quiseram assumir a posição. Elas recusaram alegando estarem a serviço de Deus e dos homens. Por causa disso, quem aceitou o convite foi o espinheiro, que na verdade nada tinha a oferecer a seus liderados.

“Mas onde não existe política? Ela está presente em toda a nossa vida, em nossos relacionamentos. E uma vez cristão não quer dizer que deixamos de ser cidadãos com responsabilidades e deveres aqui na terra”. Pastor Alcides Longo, titular da IBC de Sete Lagoas e vereador na cidade

Revista Aliança Ed. 05

09


REVISTA

ALIANÇ A CAPA NOSSA Transformação A Palavra de Deus reforça em Provérbios 29:2: “Quando o justo governa o povo se alegra, mas quando o ímpio domina o povo geme”. Na opinião de pastor Elismar, as relações sociais, econômicas e políticas de uma nação são alteradas quando o Evangelho chega ou a igreja se apresenta de forma influente. “A terra é o nosso campo de ação de trabalho. Temos responsabilidades enquanto estivermos aqui e não podemos ser apenas produto do meio. Somos chamados para sermos produtores do meio”. Independentemente de o eleitor votar ou não, ele arcará com as consequências de seus atos. Para Elismar, o inimigo domina quando as pessoas de boa índole e de bom coração cruzam os braços. “Se a igreja de Cristo ficar parada, o mau vai prevalecer. Quando a igreja se omite espinheiros reinam sobre nós”, enfatiza. O pastor chama a atenção para o livro de Tiago. “Inspirado por Deus, o escritor afirma que a verdadeira religião passa pelo engajamento social, ou seja, cuidar do órfão, da viúva. Os governantes não devem apenas representar os evangélicos, mas devem defender políticas públicas justas para todo o povo”, analisa Elismar. “Fazer leis para beneficiar somente os evangélicos é um pensamento muito medíocre. O parlamentar tem que representar toda a nação”, complementar Silas Malafaia. Mas quem colocar no poder? “Cada cidadão é livre para votar em quem quiser. No dia da eleição não haverá um anjo sentado na urna fiscalizando em quem você votou. Mas não adianta eleger pessoas erradas e depois orar porque elas estão fazendo leis para lhe prejudicar. A responsabilidade é sua”, salienta o presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo. A primeira dica é analisar o perfil de cada candidato a uma vaga em todas as esferas públicas: federal, estadual e municipal. É necessário observar os princípios defendidos pela pessoa em que o eleitor está votando e se ela é ética. Se vai contra o que Deus diz ser certo, descarte-a de suas opções. E tome cuidado: com um universo de 42 milhões de eleitores evangélicos, muitos lobos estão virando cordeiros para conseguir votos do povo de Deus. Em um artigo publicado no jornal Folha de São Paulo recentemen-

10

Revista Aliança Ed. 05

te, o bispo Robson Rodovalho, da igreja Sara Nossa Terra, afirma que “os evangélicos fazem parte de um segmento cada vez mais expressivo da sociedade, cuja participação nas decisões sobre os rumos do país, em alguns casos, é determinante”. Pastor Alcides Longo afirma que o parlamentar cristão evangélico deve basear seus atos por meio de orientação divina. “Homens que fizeram política na Bíblia mudaram nações, como José e Daniel”. E se depois de eleito o candidato se encontrar envolvido em alguma situação errada e contrária a Palavra de Deus? “Ele prestará conta de seus atos diretamente a Deus. Se o cristão evangélico se corromper e não der testemunho, isso é uma questão individual e a classe não pode ser denegrida por causa de um”, observa o titular da Igreja Batista Central de Sete Lagoas.

“nunca diga que essas ferramentas são do inimigo. Depende de quem e como esses instrumentos estão sendo usados. A Bíblia só atribui uma coisa ao diabo: a mentira. Isso podemos ler em João 8:44” Pastor Silas Malafaia sobre televisão e politica


REVISTA

ALIANร‡A

Revista Alianรงa Ed. 05

11


REVISTA

ALIANÇA

prevenir

é a palavra chave O Código Civil não isenta igrejas de cumprirem a lei porque a liderança eclesiástica desconhece as normas. Curso pretende capacitar líderes nessa questão

por Renata Galdino

J

á diz um famoso ditado popular: “melhor prevenir do que remediar”. E mesmo sendo instituição religiosa, os líderes não podem descuidar. Por isso, é necessário ter visão para antecipar eventuais problemas legais a que as igrejas estão expostas. Para orientar essas questões aparece a advocacia preventiva. “O Código Civil não diz que a liderança eclesiástica está isenta de cumprir as normas estabelecidas porque desconhece a legislação. É preciso ter consciência da necessidade de registrar a igreja e enquadrá-la nas normas legais”, observa a advogada Vanessa Castro Moura de Figueiredo, diretora do Instituto Aliance, sediado em Sete Lagoas, Região Central do Estado. A entidade foi criada em 2013 para auxiliar as igrejas no cumprimento do “ide” de Deus, mas cujos pastores têm condições de terem uma estrutura jurídica dentro do templo. “Às vezes eles buscam orientação com um amigo advogado que nem é especialista em direito eclesiástico, o que não vai ajudar a resolver possíveis problemas que poderão surgir. A proposta é oferecer um serviço específico de estruturação da igreja”, salienta Vanessa. Para atingir esse objetivo, o Instituto Alliance ministra um curso de capacitação com carga horária de oito horas. Antes, a equipe da entidade faz um diagnóstico da igreja participante. “O treinamento é formatado a partir da necessidade da congregação. É voltado para toda a liderança, mas tem abertura para membros da igreja, estudantes de direito e para todos os que tiverem interesse na área”, diz a advogada. Após o curso, havendo

12 12

Revista Aliança Revista Aliança Ed. 05 Ed. 04

“Às vezes eles buscam orientação com um amigo advogado que nem é especialista em direito eclesiástico, o que não vai ajudar a resolver possíveis problemas que poderão surgir. A proposta é oferecer um serviço específico de estruturação da igreja” necessidade, o instituto promove consultoria especializada. Também há propostas de palestras específicas sobre temas polêmicos e atuais, como a homofobia. “Passamos parte da legislação e explicamos como lidar com o assunto”. O Instituto Alliance também formata propostas para melhorar a comunicação da liderança eclesiástica. Essa parte é de responsabilidade da publicitária Marisa Figueiredo Drummond. Entre o que é ensinado está o que se deve falar e como se portar no altar.


“Os filhos são herança do Senhor, uma recompensa que Ele dá”. SL 127:3

REVISTA

ALIANÇA

Isabela Baby Kids

Rua Izaias Correa, 245 - Paraopeba - MG www.isabelababykids.com.br Tel.: (31) 3714-5028 - contato@isabelababykids.com.br 13 Revista Aliança Ed. 05


REVISTA

ALIANÇA

ORGANIZANDO

a rotina com a ajuda da Bíblia Viver no meio da bagunça não é nada bom. Prejudica a solução de problemas, dificulta a rotina e gera outra porção de dores de cabeça. por Janaína Depiné

O

assunto é tão sério que está tudo lá escrito para nós, em Provérbios 31. Quer ver?

da (buscar meninos na escola, ir para a academia, ida ao trabalho etc) para resolver essas compras diárias.

1. Assuma a organização do seu lar - Sim, os tempos mudaram, as mulheres assumiram vários papéis, mas se tem um que ainda é 100% dela é o de administrar o lar. Portando, não fuja desse compromisso. Encare como uma missão que deve ser desempenhada com o mesmo êxito que o seu trabalho. Fazer bem ao esposo e aos filhos é um dever de quem decidiu constituir uma família. “O coração do seu marido está nela confiado; assim ele não necessitará de despojo. Ela só lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida” (Provérbios 31:11-12)

4. Pesquise e planeje – Sonhos e metas devem estar na lista de afazeres. Só assim uma aquisição de um imóvel ou viagem, por exemplo, saem do campo das ideias. “Examina uma propriedade e adquire-a” (Provérbios 31:16)

2. Organize a rotina doméstica - Minha funcionária do lar já foi preparada para as atividades. Fiz planilhas que ela já sabe de cor. Porém, algumas necessidades surgem e eu uso um quadro de avisos para deixar novas atividades. Também penso no almoço na noite anterior e combino com ela de manhã. “Levanta-se, mesmo à noite, para dar de comer aos da casa, e distribuir a tarefa das servas” (Provérbios 31:15) Toque de ouro: Deixe a mesa do café posta na noite anterior. Isso agiliza bem a manhã seguinte. Se você não tem ajudante, distribua tarefas com os membros da casa e crie uma rotina de limpeza que não pese para ninguém. 3. Planeje compras, almoços e jantares com antecedência - Pensar na refeição do dia é uma das atribuições da mulher (seja ela profissional ou dona de casa). O que será servido, o cardápio do jantar ou mesmo o pãozinho do dia seguinte. Minha dica é planejar no dia anterior o que será servido. Assim dá tempo de preparar uma receita ou ir buscar uma iguaria num local mais longe, com qualidade e preço melhores. “Como o navio mercante, ela traz de longe o seu pão” (Provérbios 31:14) Toque de ouro: Uma dica é maximizar os horários de saí-

14

Revista Revista Aliança Aliança Ed. Ed. 04 05

Toque de ouro: Use a internet para pesquisar preços e fazer escolhas mais sensatas. Vá apenas a sites confiáveis. 5. Cuide da saúde e do bem estar – Dedique tempo para sua rotina de exercícios e exames periódicos. Não fique adiando. É preciso força e saúde para ser uma mulher ativa. “Cinge os seus lombos de força, e fortalece os seus braços” (Provérbios 31:17) Toque de ouro: Defina um horário para se exercitar. Isso evita que você crie desculpas para faltar. Outra prática que adoto: sempre que saio de uma consulta anual de rotina já deixo a do ano que vem agendada. Assim, nunca me esqueço. 6. Vá além – Sabe aquela hora em que todos da casa já estão dormindo? É o momento ideal para fazer algumas tarefas que exigem silêncio e tempo. Ler um livro, fazer um hobby, preparar as atividades do dia seguinte, mandar um e-mail, dar uma espiadela nas redes sociais... “E a sua lâmpada não se apaga de noite” (Provérbios 31:18) Toque de ouro: Defina horários para acessar as redes sociais, caso contrário elas vão dominar o seu dia e tempo.

Janaina Depiné é jornalista e consultora de etiqueta há uma década, ministra cursos e palestras e é autora do site elegantesempre.com.br Twitter/Facebook/Instagram: elegantesempre


REVISTA

ALIANÇA

A ALEGRIA SEMPRE

PREVALECE

por Érica Leite

O

lá queridas!

Eu sou a missionária Erica Leite. A partir desta edição da Revista Aliança teremos um encontro marcado todo mês. Vou falar para vocês sobre a mulher cristã em todos os aspectos e gêneros. Compartilharei de dicas de moda a mensagens edificantes do Senhor para a sua vida. Teremos uma amizade literal! Graças a Deus chegamos ao fim de mais um ano. Muitas mulheres o fecham com um belo sorriso no rosto por ter lutado e conquistado tudo aquilo que ansiavam o seu coração. Mas, por outro lado, também temos aquelas que terminam o ano com lágrimas nos olhos e tristeza no coração por tantas provações, lutas e decepções. Mas não importa a situação em que chegamos até aqui. Deus mais uma vez é digno de ser engrandecido e exaltado por sempre ser o nosso braço forte, que nos conduziu durante todo esse tempo. Sei que muitas vezes é difícil manter a esperança em meio a tantas tribulações e principalmente da dúvida, que sempre tenta entrar em nosso coração, de que Deus se esqueceu de nós. Em Salmo 33:20-21 lemos: “Nossa alma espera no Senhor, nosso auxílio e escudo. Nele, o nosso coração se alegra, pois confiamos no seu santo nome”; Em cada dia da nossa vida

o nosso relacionamento com Deus é testado. Qualquer fase que passamos Deus nos apresenta oportunidades de demonstrar que Ele é o nosso auxílio e escudo, principalmente a certeza de que nossas vidas está no controle de Suas mãos. Deus não nos deixa sozinhas! Sabe o que nos consola? Que o nosso Deus não é um Deus feito pelas mãos do homem e jamais dependerá de um para operar a sua grandeza sobre nós! Ele é o Rei da criação e em Seu trono estás. E apesar do que venhamos a enfrentar, somente Ele é Deus sempre a governar! Todas as coisas trabalham a nosso favor! Nossas lutas e provações nos ajudará a detectar onde estão as intenções dos nossos corações, as razões de como agimos e os pensamentos que ocupam a nossas mentes. E é através disso que Deus nos revelará em quais as áreas que mais necessitamos entregar a Ele totalmente. O desejo de Deus para você, mulher, é lhe afastar de um mundo cheio de ilusões para uma vida de satisfação - mesmo em meio às adversidades - ao seu lado. Pode acreditar! Nós podemos atravessar qualquer período que estamos vivendo, com a certeza de que em Jesus Cristo eu e você estamos nos tornando a mulher que Ele nos criou para sermos! Por isso, querida, graças a Deus que até aqui você chegou! Mais uma etapa vencida! Levante a cabeça, coloque a sua aliada maquiagem, vista uma linda roupa e sorria para a vida! Feche o ano com chave de ouro! Porque o melhor de Deus ainda está por vir! Feliz Natal e um abençoado Ano Novo!

Erica Leite é missionária e preleitora. Para contatos, duvidas e opiniões envie uma mensagem para ericaleiteblog@hotmail.com

Desejamos a todos os nossos clientes e amigos um

Feliz 2014!!!

Estacionamento grátis para clientes em compras na rua Teólo Otoni, 830 - Estacionamento Sete Lagoas

15

Revista Aliança- MG R. Lassance Cunha, 193 Sete Lagoas

Ed. 05 Tel.: (31) 3773-9789 - www.facebook.com/loja.antilhas


REVISTA

ALIANÇ A ACONTECEU

A

Igreja Batista Deus é Fiel, de São João da Lagoa, promoveu no dia 23 de novembro o 7º Encontro de Mulheres “Marcadas pelas promessas”. Organizado pela missionária Ivone Dantas, o evento no salão de festas da fazenda da anfitriã recebeu mais de 200 varoas. O encontro foi aberta pela missionária Marilene Brites, da congregação da Deus é Fiel no Rio de Janeiro. Em seguida, um grupo de 30 mulheres vivenciou uma dinâmica de crescimento pessoal realizada por Jane Cristina Brandão, consultora da Mary Kay. As membros da igreja de São José da Lagoa foram usadas para edificar ainda mais a vida das participantes por meio de uma peça teatral que mostrou a ação de Deus na vida das pessoas. A cardiologista Maria Helena Borges presenteou as irmãs com uma palestra de conhecimento sobre o risco cardiovascular nas mulheres. A ministração da mensagem ficou por conta da missionária Érica Leite que, baseada em Provérbios 16:16, falou sobre “culpa e vergonha”. As participantes foram presenteadas pela missionária Ivone Dantas com inúmeros mimos, entre eles um brinco de pérolas. Outros prêmios foram sorteados durante o encontro.

MISS. ERICA LEITE

16

Revista Aliança Ed. 05

DR. MARIA HELENA BORGES( CARDIOLOGISTA) JANE CRISTINA BRANDAO (DIR.MARY KAY)


REVISTA

ALIANÇA

ACONTECEU

ATB

Este trabalho é o ide, como diz a palavra do Senhor. Comecei a 7 anos atrás com apenas 20 mulheres e este ano, alcançamos mais de 200 mulheres. A cada ano, o número inicial foi se multiplicando. Este foi um projeto que Deus ministrou no meu coração e por isso louvo e bendigo a Ele por esse trabalho.

IMÓVEIS

Alfredo T. Braga - CRECI 16.646

MISS. IVONE DANTAS

E

m comemoração aos 146 anos de Sete Lagoas, os parlamentares da Câmara Municipal entregaram, no dia 21 de novembro, os títulos de Cidadania Honorária e Diplomas de Mérito a todos que contribuíram para o desenvolvimento da cidade em 2013. Um dos agraciados foi o pastor Almir Rogério, da Igreja Pentecostal Nas Asas do Espírito. O líder evangélico foi homenageado por seus trabalhos de recuperação junto aos usuários de drogas e de restauração das famílias. Ex-usuário de entorpecentes, Almir Rogério, por meio do seu testemunho, tem mostrado a um grande número de pessoas como Deus age e pode transformar vidas. A este homem de Deus, o parabéns de toda a equipe da Revista Aliança.

Compra e venda Fazendas - Sítios - Casas Alugamos e administramos seu imóvel (31) 3714-1195 - (31) 8488-8923

Avenida Getúlio Vargas, 52 Paraopeba - MG www.atbimoveis.com.br Revista Aliança Ed. 05 17 contatoatb@gmail.com


REVISTA

ALIANÇ A ACONTECEU

L

ibertação, cura interior, restauração e avivamento foram os temas dos quatro cultos realizados nas terceira e quarta edições do congresso “Casa do Oleiro” nas igrejas Batista da Reconciliação (22 a 24 de novembro), em Sete Lagoas, e Casa da Bênção (29 de novembro a 1º de dezembro), em Carandaí. Promovido pelos ministérios Chamados e Jesus para Todos, o evento contou com os preletores: evangelista Rodolfo Neves (Ministério Chamados), pastores Cássia Esteves (Batista Getsêmani), César Theodoro (Batista da Reconciliação), Iury Costa (Ministério Face de Leão), José Auxiliador (Batista da Lagoinha) e a missionária Viviane Jardim (Ministério Jardim Secreto). Realizado em três dias, o congresso simboliza o processo do vaso na Casa do Oleiro descrito em Jeremias 18. Pela primeira vez o Ministério Chamados cantou algumas canções do cd “Sensível”, que será lançado em 2014. A cantora Gleice Kelly também se apresentou.

V

idas foram tocadas e transformadas no sexto aniversário de emancipação da Igreja Batista Nacional El Shaday de Caetanópolis, entre os dias 22 e 24 de novembro. O evento comemorou também os seis anos da ordenação pastoral de Marcelo de Oliveira. Com muito louvor, ministrações e participação de outras igrejas, a Igreja Batista Nacional El Shaday celebrou mais um ano de existência debaixo das bênçãos de Deus. No dia 22, a ministração ficou por conta do pastor Ismar da Silveira, da Igreja Batista Maanaim de Sete Lagoas. O sábado foi abençoado com a pregação do pastor Sérgio Augusto, da Igreja Palavra Viva de Paraopeba. O encerramento, no domingo, contou com a ministração do pastor Alfredo Dantas, presidente da Igreja Palavra Viva. Nossa equipe deseja muitos outros aniversários para a Batista Nacional El Shaday, para que continue sendo agente de transformação de vidas.

18

Revista Aliança Ed. 05


REVISTA

ACONTECEU

ALIANÇA

A

Revista Aliança esteve presente no coquetel de lançamento da nova coleção da loja Erva Doce, em Sete Lagoas, no dia 6 de dezembro. Os proprietários, o casal de irmãos Reinaldo e Fabiana, não economizaram no bom gosto na hora de escolher as novas peças. Muitas cores, tecidos leves, rendas e peças que vão deixar as irmãs ainda mais lindas. Sem falar dos acessórios! O evento teve a participação da Garota Super 2013, Ezabely Lopes, que também é a garota-propaganda da loja. Também não faltaram as presenças ilustres das missionárias Érica Leite, nova colunista da Aliança, e Ivone Dantas. A Revista Aliança deseja sucesso e muitas bençãos ao casal Erva Doce!

PRODUTOS EM PROMOÇÃO

Bíblia de Estudo Plenitude com 28% de desconto à vista

de R$ 115,40 Por R$ 82,90

O

Congresso de Jovens da Igreja Batista Aba Pai, entre os dias 22 e 24 de novembro, agitou a juventude cristã de Paraopeba e das cidades da região. Com inúmeras ministrações voltadas aos jovens e com preletores especiais, o congresso foi uma bênção. Na sextafeira, a Palavra foi ministrada pelo pastor Sérgio Augusto. No sábado, a banda Godcore abençoou a vida dos congressistas. O encontro foi fechado com chave de ouro, no domingo, com a ministração do Ministério Encontro. Foi muita bênção!

Bíblia de Estudo da Mulher com R$ 10,00 de desconto à vista

Licro Casamento Blindado e livro Mulher V com 20% de desconto à vista.

De R$ 29,90 por R$

23,90

Rua Senhor dos Passos, 206 - Centro Sete Lagoas - Tel.: (31) 3775-2604

19

Revista Aliança E.mail: mundogospeldistribuidora@hotmail.com Ed. 05 www.facebook.com.br/mundogospeldistribuidora



Revista aliança ed 06