Issuu on Google+


OS MELHORES DE 2013

Chegamos ao final do ano e excelentes ábuns foram lançados nos mais diversos estilos. Para comemorar esses dias de transição entre o ano que se passa e o ano que começa, faremos a nossa lista dos melhores discos lançados em 2013. Disponibilizaremos o link (todos os discos listados aqui terão um hiperlink na página onde os leitores podem clicar e ser direcionados para a audição) quando possível na íntegra, se não, 1 música que compõe o tracklist do álbum. Os discos listados aqui não seguem uma ordem de qualidade como normalmente os outros sites e blogs fazem, consideramos que todos os discos são igualmente bons, cada qual com suas caracteristicas e qualidades, deixamos ao leitor determinar quais são os discos que mais lhe agradam e em que ordem lhe convêm organizar.. Como o nosso foco é o rock’n’roll e o metal em geral, não fazemos ditinção entre os estilos, todos os estilos podem ser explorados, caso o leitor seja adepto de algum estilo em especifico, sugerimos que leiam com atenção as informações do álbum, todos os discos listados aqui irão constar de informações como o gênero em que se classifica. Espero que gostem e nos dias que se seguem possam se divertir ouvindo essa seleção para o fim de ano de 2013. Um abraço a todos e um FELIZ ANO NOVO. Editor Igor C. Bersan


www.shockxpress.com.br facebook.com/shockxpress.com e-mail: contato@shockxpress.com.br


Satyricon dispensa apresentações. Sendo uma das maiores bandas do estilo na atualidade, é muito provável que quem é fan de black metal já tenha tido um contato com o álbum, mesmo que em uma audição descompromissada. Divido a carreira da banda em duas fases distintas, a primeira que é composta por um black metal mais cru e que tem no disco “The Shadowsthrone” de 1994 o seu momento mais criativo, já desta segunda fase, com elementos mais avant-garde e experimental, este novo álbum é o melhor.

l

“Satyricon” é um álbum que traz uma estética nova na imagem dos músicos. A música por sua vez tem elementos que lembram as duas fases, guitarras com progressões mais lentas e vocais limpos, a composição segue a linha dos últimos discos, porém, melhor harmonizada, uma melhor integração entre os instrumentos. Tudo soa brilhantemente executado.

SATYRICON l SATYRICON

Gênero - Black Metal Gravadora - Roadrunner Records Lançamento - 9 de setembro de 2013 País de Origem - Noruega Membros - Satyr (vocal, guitarra, teclados e baixo) e Frost (Bateria)

Sem dúvida um dos melhores discos do ano, a banda parece ter se encontrado definitivamente nesta nova fase. Nota 10 pelo brilhantismo e pelas belas composições de guitarra.

ouça


O Blood Ceremony já foi indicado este ano em nosso site, mas para quem perdeu está ai mais uma vez a oportunidade para se ouvir essa obra prima do Psychodelic Doom Metal. Banda canadense que começou sua carreira em 2006 e que com este álbum intera três discos de estúdio. Todos muito bons, vale a pena procurar conhecer todos os discos lançados. “The Eldritch Dark” tem algo que me lembra Jethro Tull na composição das flautas, obiviamente que a referência musical da banda são os anos 70, psychodelic rock, progressive rock e art rock. Não seria estranho essa referência ao Jethro Tull. l

De qualquer forma um disco muito bem executado, musicalmente bem composto e o melhor disco da banda até o momento. Duo de vocal que funciona muito bem dentro da harmonia musical, o trabalho da flauta não é repetitivo e em excesso, a vocalista Alia canta muito bem, sem vocais soprano que eu particularmente acho bem mais interessante.

Blood Ceremony l The eldritch dark

Gênero - Psychodelic Doom Metal/Rock Gravadora - Rise Above Records Lançamento - 27 de maio de 2013 País de Origem - Canadá Membros - Lucas Gadke (vocal e guitarra), Alia O’Brien (flauta, orgão e vocal), Sean Kennedy (guitarra e letras) e Michael Carrilo (bateria)

Pra quem curte rock setentista, esse é um álbum que não pode faltar. Recomendadissímo.

ouça


Ihsahn que encabeçou o lineup da emblemática banda de Black Metal “Emperor”. Este disco foi comentado aqui na shockXpress quando do seu lançamento. Ihsahn vem gravando disco solos desde 2005, sendo este álbum o quinto da carreira. Apesar de achar que o disco perde um pouco o ritmo após a 4 música, não que isso prejudique o disco no todo, ainda sim é um dos melhores discos do ano. Aqui o músico instrumentista mostra toda a sua vesatilidade em compor músicas elaboradas. As composições de guitarra são primorosas, funionam bem com o vocal, pontuadas por um teclado que apesar de constante durante todo o disco não é enjoativo, não peca pelo excesso como é de costume quando se da ênfase nos teclados.

IHSAHN l Das Seelenbrechen l

Gênero - Progressive Black Metal Gravadora - Candlelight Records Lançamento - 21 de outubro de 2013 País de Origem - Noruega Membros - Ihsahn (vocal, guitarra, baixo e teclado) e a bateria ou é um baterista contratado ou é bateria eletrônica criada pelo próprio Ihsahn

Um dos trunfos do disco é o trabalho de gravação, deixando a bateria mais baixa e o restante mais alto, funcionu bem e deu uma boa abertura para se ouvir toda a essência do disco, que provavelmente foi composto para ser assim. Belos vocais. Simplemente espetacular.

ouça


Esse ano tem sido generoso para as bandas clássicas. Black Sabbath gravando novo disco e o retorno do Carcass com esse fabuloso álbum. Confesso que quando ouvi falar deste lançamento, esperava um disco mais na linha do “Swansong”, uma coisa mais rock’n’roll/stoner, mas o disco é mais na linha do “Heartwork”, tem ora ou outra influência do rock que caracterizou o último disco da banda, mas ainda sim é o Carcass mais pesado. Não tem nem muito o que falar, qualidade musical e capacidade dos membros do Carcass é algo indiscutível. Só o fato de ser algo saudosista já valeria o título de um dos melhores do ano, sendo um disco com muitas qualidades, não tem como deixar fora desta lista.

carcass l SURGICAL STEEL l

Gênero - Splatter/Death Metal/Death’n’Roll Gravadora - Nuclear Blast Lançamento - 13 de setembro de 2013 País de Origem - Inglaterra Membros - Jeffa Walker (baixo, vocal e letras), Dan Wilding (bateria) e Bill Steer (guitarra e vocal)

Musicalmente bem elaborado, quem gostava da banda pode ficar tranquilo que vai continuar gostanto, guitarra bem próxima do apresentado no “Heartwork”, muitos mosh’s e o carcteristico vocal de Jeff Walker. Simplesmente foda.

ouça


Sodom e daquelas bandas como o Motörhead, segue uma linha musical bem parecida nos discos, embora o Sodom ainda tenha alguns discos que fogem um pouco da estrutura tradicional. Ainda não conseguiu superar o “Code Red”, mas ainda é um dos melhores discos da banda. Só de ser um disco do Sodom já é para constar em qualquer lista, teria que ser muito ruim para passar batido, o que não é o caso. Vocal agressivo, alternando entre algo mais gutural e o thrash tradicional da banda, guitarras pesadas com bastante mosh, seguindo a sua caracteristica desde o primeiro álbum, talvez seja a banda de thrash mais pesada da atualidade.

sodom l EPITOME OF TORTURE l

O destaque fica com a música “Stigmatized” que começa com um vocal mais na linha do death metal, acompanhado por uma guitarra e um baixo marcante e uma bateria segura. É aquele tipo de música que somente o bom thrash metal proporciona. Da vontade de sair quebrando tudo (risos)

Gênero - Speed/Thrash Metal Gravadora - Steamhammer Lançamento - 26 de abril de 2013 País de Origem - Alemanha Membros - Tom Angelripper (baixo e vocal), Bernemann (guitarra) e Makka (bateria e percussão)

Sodom é Sodom. Sem palavras.

ouça


In Solitude começou sua carreira no ano de 2002 e lançou seu primeiro álbum em 2008. É um heavy metal diferente, não segue muita a estrutura do heavy melódico, tão pouco do heavy tradicional. Só por isso já vale a pena conhecer a banda, ainda mais hoje em dia com tudo pasteurizado pelas gravadoras. Encontrar bandas novas e que tentam apresentar um som próprio é raro. Esse novo disco, intitulado “Sister” é relativamente diferente dos anteriores, a sonoridade ficou menos pesada e mais intimista. É como se a banda seguisse por uma linha mais doom/stoner.

l

Estou ainda em processo de definir o que me chama mais atenção neste disco, mas com certeza é um dos melhores do ano, constando em quase todas as listas que eu vi nesses últimos dias.

in solitude l SISTER

Gênero - Heavy Metal Gravadora - Metal Blade Records Lançamento - 27 de setembro de 2013 País de Origem - Suécia Membros - Gottfrid Åhman (baixo), Henrik Palm (guitarra), Pelle Åhman (vocal), Niklas Lindström (guitarra) e Uno Bruniusson (bateria e percussão)

Tudo soa muito bem, o timbre do vocalista, a harmonia da guitarra e a afinação da bateria. Arriscaria a dizer que é a maior revelação do ano. Eu conheci a banda a pouco tempo, neste ano mesmo de 2013 e vou dizer que é para mim uma das melhores bandas novas de heavy metal.

ouça


2012 e 2013 foram anos que consagraram definitivamente o doom metal e o stoner rock, muitas foram as bandas que surgiram, principalmente da Suécia. Avatarium é mais uma grande banda sueca, e que possui Leif Ediling no comando. Para quem não sabe quem é o rapaz, Leif esteve no vocal da clássica banda de heavy/doom Candlemass. A musicalidade da banda é um epic doom metal com vocais femininos, nada de vocais soprano, traz um pouco a referência do rock setentista tão em voga nesses últimos anos.

l

Primeiro disco lançado e pelo que apresntaram a banda terá um futuro promissor. Seus membros que em sua maioria já tocaram em outras bandas lhes dão a segurança de segurar com mão firme este projeto, é até possível perceber algumas influências dessas bandas como por exemplo o Candlemass.

AVATARIUM l AVATARIUM

Gênero - Epic Doom Metal Gravadora - Nuclear Blast Lançamento - 01 de novembro de 2013 País de Origem - Suécia Membros - Leif Edling (baixo), Lars Sköld (bateria), Marcus Jidell (guitarra), Carl Westholm (teclado) e Jennie-Ann Smith (vocal)

Merece estar nesta lista pelo vocal de JennieAnn Smith, composições de guitarra muito bem executadas, pesado e melancólico sem soar chato, certamente uma grande surpresa de 2013.

ouça


Sou até suspeito para falar de stoner/doom metal, fan confesso, acredito ser o estilo que esta produzindo as melhores bandas na atualidade, isso pode ser compravado vendo o próprio interesse das gravadoras em torno da cena stoner, novas bandas assinam para gravar seus álbuns em quantidades absurdas. O Sansara Blues Experiment começou sua carreira em 2007 e possui 4 discos gravados. A música era basicamente instrumental, neste último álbum o vocal se apresenta mais vezes, que diga-se de passagem um vocal muito interessante, diferente do comum.

l

É aquele típico som grooveado, que mistura momentos empolgante com andamentos lentos e contemplativos. Eu já havia postado um video dos caras tocando na praia, em um evento chamado “Duna Jam” e o baterista é cara que toca muito.

SANSARA BLUES EXPERIMENT l WAITING FOR THE FLOOD

Gênero - Stoner/Doom Metal Gravadora - Independente Lançamento - 08 de novembro de 2013 País de Origem - Alemanha Membros - Hans Eiselt (guitarra), Christian Peters (vocal), Thomas Vedder (bateria) e Richard Behrens (baixo)

Se em 2012 o álbum “Legend” da banda suéca Witchcraft foi o melhor disco de stoner do ano, neste ano de 2013 “Wainting for the Flood” foi o disco que mais me chamou atenção, outros discos também são bons, mas eu ouvi e curti com mais intensidade o Sansara Blues Eperiment. Recomendadíssimo.

ouça


De todas as bandas com a temática vintage/occult rock, Jex Thoth é a melhor, pelo menos na minha humilde opinião. O vocal de Jex é fabuloso, uma das melhores vocalistas da atualidade. O que mais chama atenção na sonoridade do Jex Thoth é a densidade emocional da música. É densa, contenplativa e emocionante. Se música é algo emotivo Jex Thoth é puro sentimento. Não é uma banda em que os músicos são vituosos demais, mas no que eles se propõem a fazer são muito bons. Repleto de referências ao rock setentista, ao epic doom metal, com andamentos lentos, as guitarras não são pesadas como normalmente no estilo e os teclados são muito bem executados, o que acaba por conferir todo o clima.

jex thoth l blood moon rise l

Destaque para a música “Keep Your Weeds”, sem dúvida a melhor canção do álbum, onde Jex mostra a que veio com um vocal e um teclado melancólico, quase lembra um trip hop e é também onde percebemos toda a referência setentista da banda.

Gênero - Psychodelic Rock/Doom Metal Gravadora - I Hate Lançamento - 15 de junhho de 2013 País de Origem - Estados Unidos Membros - Jex (vocal e teclado), Matt Jacobs (guitarra), Brandon Newhouse (guitarra), Nick Ray Johnson (bateria) e Danny Gonzalez (baixo)

Melhor vocal feminino da atulidade. Só isso já basta para figurar aqui.

ouça


Mais um projeto vindo da gélida Suécia. Depois da ascensão do Ghost, várias bandas surgiram nessa onda do Heavy/Hard Rock, com influência do Mercyfull Fate. E a vez agora é a do doom e do retrô. Sem todo o aparato midiático que envolveu o Ghost, Noctum é uma banda que tem tudo para ganhar o mundo. Mais centrada no metal, com peso e vocais mais agressivos, é até onde ouvi a banda com maior qualidade dentre as novas bandas com as mesmas referências. Banda nova, com apenas dois discos gravados e que foi formada em 2009. Entre seus membros temos Fredrik Jansson, que integrou bandas como Abramis Brama, Count Raven e Wtchcraft.

noctum l final sicrifice l

Vale a pena ficar de olho nessa banda, muita coisa irá surgir de bancana vindo desses musicos, podem apostar.

Gênero - Heavy/Doom Metal/Hard Rock Gravadora - Metal Blade Records Lançamento - 29 de outubro de 2013 País de Origem - Suécia Membros - Tobias Rosén (baixo), David Indelöf (vocal e guitarra), Daniel Johansson (guitarra) e Fredrik Jansson (bateria)

Disco para colocar no seu aparelho móvel, seja ele qual for e não tirar por um bom tempo. Quem curte o estilo não pode deixar de adquirir o álbum. Essa é a banda revelação do ano para mim.

ouça


Black Sabbath a senhora dos riff’s. Quem curte metal ou rock’n’roll que não curta a banda, não sabe o que é rock de verdade (risos). Black Sabbath influênciou praticamente todas as bandas clássicas de todos os estilos de metal. Como não gostar de Orchid, banda totalemente influênciada pelos mestres do Sabbath? Impossível não é. A não ser que você não goste de Black Sabbath, ai damos um desconto (risos) A banda é relativamente nova, formada em 2007 em San Francisco na Califórnia e com apenas dois álbuns na carreira. Pela referência ao Sabbath, vocal que lembra o Ozzy e os riff’s potentes de Mark Thomas Baker, Orchid deve constar na lista e na prateleira de todo mundo que curte rock’n’roll.

orchid l the mouths of madness l

Gênero - Doom Metal/Hard Rock Gravadora - Nuclear Blast Records Lançamento - 26 de abril de 2013 País de Origem - Estados Unidos Membros - Keith Nickel (baixo), Theo Mindell (vocal, sintetizador e percussão), Mark Thomas Baker (guitarra) e Carter Kennedy (bateria)

Destaque para a música “Wizard of War”, que vocês podem conferir clicando no ícone do headphone logo abaixo. No youtube tem vários shows da banda que vocês podem conferir, provando a qualidade múscal da banda. Orchid é vintage de alta qualidade, só para os fans mais exigentes (risos).

ouça


Apesar deste ser o terceiro disco da banda e estar ativa desde 2008, só conheci a banda este ano. São tantas bandas que vez ou outra passa alguma banda desapercebido. Não tem como uma banda que seus membros integraram projetos como, Valhall, Khold, Tulus, Borknagar, ICS Vortex e Darkthrone, além de dar suporte ao vivo para Satyricon, Testament e Old Man’s Child, não ser uma boa banda. Os caras são bons, o som lembra todas essas bandas, com uma pegada cheia de riff’s e o vocal do Nocturno Culto. Por me lembrar várias dessas bandas citadas acima em início de carreira e pela qualidade musical apresentada pela banda, num estilo já saturado pelas mesmice, certamente Sarke é uma das melhores bandas do estilo na atualidade.

sarke l Aruagint l

Gênero - Black/Thrash Metal Gravadora - Indie Recordings Lançamento - 20 de setembro de 2013 País de Origem - Noruega Membros - Sarke (baixo), Anders Hunstad (teclados), Steinar Gundersen (guitarra), Asgeir Mickelson (bateria) e Nocturno Culto (vocal)

ouça


Todas as imagens são de direito das bandas e suas gravadoras, foram utilizadas aqui apenas para divulgação, sem finalidade lucrativa. Os textos e layout são de direito de Igor C. Bersan e shockXpress. Maiores informações entre em contato pelo e-mail da revista. (contato@shockxpress.com.br)


Os melhores de 2013